Berne - lamdosig

Сomentários

Transcrição

Berne - lamdosig
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.
Berne
• A mosca causadora do berne,
também chamada de "mosca
berneira" (Dermatobia
hominis)
• apenas uma larva se
desenvolve no local e a lesão
não é invasiva ( permanece
todo o tempo no local por onde
Berne
•
D. hominis → vive apenas 24 horas. Na época da oviposição, que ocorre nas
estações mais quentes do ano (presença de temperatura e umidade ideais).
•
A mosca berneira "captura" um outro inseto, normalmente uma outra espécie de
mosca, e nele deposita seus ovos, na região do abdomen.
•
Qdo o inseto veiculador pousa sobre os pêlos do animal→ larvas se projetam para
fora do ovo→ caminham sobre os pêlos → atingem a pele→ criam uma pequena
perfuração → local que a larva irá se desenvolver.
Em cerca de 1 semana, a larva já aumentou 8 vezes de tamanho, podendo
permanecer por 40 dias ou mais na pele do hospedeiro.
•
• Larva respira pelo orifício por onde penetrou. Assim, é fácil
reconhecer uma lesão causada por bernes: um nódulo subcutâneo
com um orifício bem visível na superfície da pele.
penetrou).
• Corpo recoberto com espinhos que causa desconforto.
"mosca dos estábulos" Stomoxys
calcitrans
• Além de sugar o sangue, elas
podem ser veiculadoras de
ovos da mosca berneira
• Tratamento e prevenção:
• Uso de repelentes, limpeza
orelhas e retirada das fezes do
ambiente
• crostas negras de sangue
coagulado nas pontas das
orelhas e, algumas vezes, na
face do cão.
• "moscas dos estábulos"
colocam seus ovos,
principalmente, nas fezes de
animais.
Cochliomya hominivorax
• realiza as posturas em
ferimentos recentes da pele ou
cavidades.
• Põe até 350 ovos
aglomerados (5-7 dias).
• Fototropismo negativo: pupa
(8-10 dias)
• As larvas possuem enzimas
proteolíticas, responsáveis
pela digestão dos tecidos do
hospedeiro. A lesões
aumentam gradativamente e
exalam um odor repulsivo.
Tratamento
• são utilizados vários compostos químicos, principalmente os
organofosforados, os preferenciais o Coumafós, o Triclorfon e o
Clorpirifós.
• Encontrados em várias formulações (pós, líquidos, ungüentos e
sprays), os quais estão associdos com antimicrobianos,
antisépticos, piretróides, cicatrizantes e adstringentes.
• Ivermectinas em pequenos animais
• Nitempyran (Capstar)
• A depender da localização a
morte pode ocorrer por
toxemia, hemorragia ou
infecções bacterianas
secundárias.
Pulgas
• Ctenocephalides felis felis
• 50% das pulgas são ovos,
35% são larvas, 10% são
pupa, e somente 5% na fase
adulta
• Ovos: postos no hopspedeiro
• Larvas tem 3 estadios; são
fotofóbicas e geostáticas.
• Durante sua alimentação, as
pulgas fêmeas excretam
grandes quantidades de
sangue digerido em forma de
longos tubos espirais ou finos
grãos
• Pupa (casulo): mudanças na
luz, temperatura, e dióxido de
carbono → pulgas
adultas (hospedeiro
obrigatório)
1
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.
Pulgas
• A dermatite alérgica por
pulgas (DAP) é a doença
dermatológica veterinária
mais comum no mundo.
• Sinais clínicos: lambedura,
prurido, mordedura
• Raro em animais com idade
<6 meses.
• A pele pode se tornar
lignificada e estar predisposta
a infecções por
Staphylococcus intermedius e
Malassezia pachydermatis.
Pulgas
•
CONTROLE:
• Aspirador
• Camas lavada
• Vegetação morta deve ser
retirada das áreas de repouso
dos animais.
• produtos químicos no
ambiente e nos animais
• Cada produto um tem sua
indicação específica. Não
existe nenhum produto único
ou miraculoso.
• Piretrinas
• Piretróides
• Poliborato de sódio (SPB)
• Imidacloprid (Advantage TM,
Bayer)
• Fipronil (Frontline®, Rhone
Merieux)
• Reguladores de crescimento
de insetos (IGR's) * (Dropline)
• Inibidores de crescimento
de insetos (IDI's) (Iufenuron,
Program, Novartis Animal
Health)
• Nitempyran (Capstar)
2