o documento na íntegra

Сomentários

Transcrição

o documento na íntegra
Cazaquistão, Turquia e
Uzbequistão
Unidade de Inteligência Comercial
Apex-Brasil
Tel: +55 61 3426.0202
Fax: +55 61 3426.0263
www.apexbrasil.com.br
0
Introdução
O presente levantamento foi realizado com o objetivo de prover com informações o processo de
planejamento da missão conjunta a ser realizado pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e
Comércio Exterior – MDIC e Apex-Brasil ao Cazaquistão, Turquia e Uzbequistão.
Nesse estudo foram levantados dados político-econômicos e de comércio exterior sobre os países
indicados para a missão, assim como dados das relações entre o Brasil e mercados-alvo.
O estudo está dividido em aspectos metodológicos, dados separados por país trazendo informações gerais,
econômicas, de comércio exterior e intercâmbio bilateral, além dos principais produtos exportados e
importados pelo país de acordo com os capítulos do sistema harmonizado de classificação de mercadorias.
Além desses dados, apresentamos uma análise de oportunidades para o Brasil de acordo com a
metodologia apresentada na tabela 01. Por último, apresentamos uma lista de contatos nos mercadosalvo.
INDICADORES DE COMÉRCIO
- PIB (Produto Interno Bruto): soma dos valores de toda renda e produção interna de um país, incluindo os impostos
em determinado período;
- PIB PPP (PIB Paridade de Poder de Compra): mede a paridade de poder de compra de dada população em relação
aos bens e serviços de modo que possibilita a comparação em diferentes países;
- FBCF (Formação Bruta de Capital Fixo): representa o aumento da capacidade produtiva futura de uma economia
por meio de investimentos correntes em bens duradouros adquiridos pelas unidades produtivas com a finalidade de
serem utilizados por um período superior a um ano, no processo produtivo (Ex: Máquinas);
- Grau de abertura do país: é calculado a partir do resultado da divisão da corrente do comércio pelo PIB;
- PIB PPP - share: PIB do país em relação ao PIB mundial.
MATRIZ DE ATRATIVIDADE
A Matriz de Atratividade tem o objetivo de comparar o desempenho dos produtos ou setores brasileiros no
mercado-alvo. Ao visualizar o gráfico, é possível identificar as melhores oportunidades no quadrante superior
direito, em que se encontram os grupos de produtos que tiveram maior crescimento médio anual das importações
totais do mercado-alvo e nas exportações brasileiras totais para esse mesmo mercado.
A construção da matriz de atratividade segue as seguintes etapas:
1. Bolhas: representam grupos de produtos criados com os SH6 segundo a classificação do MDIC/Secex;
2. Tamanho de cada bolha: representa o total importado em US$ pelo mercado-alvo daquele grupo de
produtos no ano de 2008. Portanto, quanto maior a bolha, maior o volume importado pelo mercado-alvo
de todos os países, inclusive do Brasil dos produtos contemplados no referido setor;
3. Eixo X: representa a média anual do crescimento das exportações dos grupos de produtos brasileiros para
o mercado-alvo no período analisado, conforme indicação no gráfico;
4. Eixo Y: representa a média anual do crescimento das importações totais do mercado-alvo dos grupos de
produtos no período analisado, conforme indicação no gráfico;
1
5. Valor de referência: auxilia na visualização de quanto representa o tamanho da bolha.
METODOLOGIA DE ANÁLISE DE PRODUTOS
Para o estudo dos mercados-alvo foram analisados dados econômicos e de comércio exterior de cada
mercado em relação ao mundo e em relação ao Brasil. Os dados de comércio exterior utilizados para a construção
das matrizes de atratividade são de origem das bases brasileiras do MDIC/Secex, e Global Trade Information System.
A tabela 01 apresenta detalhadamente a metodologia para a seleção de produtos que apresentam
oportunidades nos mercados-alvo. As análises das exportações brasileiras para o mercado-alvo são realizadas a
partir dos dados reportados pelo próprio mercado, uma vez que há a necessidade da uniformização das fontes de
exportação e importação para o mercado internacional. Assim, existe a possibilidade de divergência de dados
quando consultadas outras fontes de comércio.
Tabela 01:
Tipologia
Exportações Expressivas
Seleção
Produtos com participação das exportações brasileiras superiores a 1% das importações do mercado-alvo, presença dentre os 75% dos
produtos com maior participação no mercado-alvo e, continuidade de exportações entram para o conjunto de exportações expressivas.
Os demais produtos são incorporados às exportações incipientes.
Após o processo de seleção, os produtos são organizados em grupos e subgrupos de produtos.
Exportações Incipientes
Grupos de Produtos divididos em: A Consolidar, Em Risco,
Consolidado, Desvio de Comércio, Em Declínio.
Grupos e Subgrupos de Produtos "A Desenvolver" e outros (não
Classificação
Subgrupos de Produtos divididos em: A Consolidar, Em Risco,
destacados), segundo seu dinamismo e VCR.
Consolidado, Em Declínio.
Consolidado: Participação brasileira mínima de 30% e crescimento
médio das exportações dos concorrentes não superior ao
Grupos classificados como "a desenvolver": Dinâmicos ou Muito
crescimento médio das exportações brasileiras em mais de 50% no Dinâmicos e com VCR > 0,7.
período.
Em Risco: Participação brasileira igual ou superior a 30% no marketshare , mas com o crescimento médio das exportações dos
Subgrupos classificados como "a desenvolver": Intermediários,
concorrentes superior em mais de 50% a do Brasil em média do
Dinâmicos ou Muito Dinâmicos e com VCR > 0,7.
período.
Critérios
Desvio de Comércio: Situação em que o Brasil apresenta vantagens
na exportação do grupo de produtos observado (VCR>1) e o
principal concorrente não (VCR<1) , mas seu crescimento médio
das exportações é inferior a do principal concorrente.
Não é utilizado para análise de subgrupos.
Considerar para análise de dinamismo dos Grupos de Produtos: média
entre os crescimentos do primeiro e último biênio do período das
importações mundiais totais (Dw) e as importações do grupo de
produtos no mercado-alvo (Di).
Em Declínio: O Brasil tem crescimento médio das exportações
negativo (ou taxa inferior a 15% e metade do principal
concorrente) , com semelhantes condições em relação ao principal
concorrente no que se refere à especialização na exportação do
grupo de produtos.
Considerar para a análise do dinamismo dos Subgrupos de produtos:
média entre os crescimentos do primeiro e último biênio do período
das importações do grupo de produtos pelo mercado (Dw) e as
importações do subgrupos de produtos pelo mercado (Di).
A Consolidar: Participação brasileira inferior a 30%, com seu
crescimento médio das exportações igual ou superior a dos
concorrentes em média do período.
Faixas de dinamismo:
Em decadência: Di < 0
Baixo dinamismo: 0 < Di < (Dw - Dw⁄3)
Intermediários: (Dw - Dw⁄3) < Di < (Dw + Dw⁄3)
Dinâmicos: (Dw + Dw⁄3) < Di <2Dw
Muito Dinâmicos: Di > 2Dw
Produto com maior contribuição para o crescimento das
exportações brasileiras no subgrupo e com tendência de
crescimento positiva (comparação de seu valor exportado pelo
Destaques
Brasil no último ano do período em análise frente à média de seu
valor exportado nos últimos três anos).
Análise restrita para Produtos de Subgrupos "A Consolidar".
Produtos dentro de Subgrupos "A Desenvolver" para os quais a VCR do
Brasil seja maior que 0,7 e que tenham sido mais importados pelo
mercado-alvo no último ano de análise que na média dos últimos três
anos .
Observação O mesmo grupo ou subgrupo de produtos pode constar tanto do conjunto de exportações expressivas como de incipientes. No entanto, os
produtos que conformam o grupo em exportações expressivas e em incipientes são distintos.
Geral
Legenda
VCR =
Exp. Bras. Do Grupo de Prod. "A" para o mundo
Exp. Bras. Totais para o Mundo
Exp. Mundiais do Grupo de Produtos "A"
Exp. Mundiais Totais
2
CAZAQUISTÃO
Panorama
A República do Cazaquistão, país do leste europeu, se tornou independente da antiga União das
Repúblicas Socialistas Soviéticas em 1991 e é o 9° maior país do mundo. Tem como seu principal produto
na pauta exportadora “Petróleo e derivados”, seguido por “Metais e minerais”, tendo como principais
destinos das exportações em geral Itália, Suíça, China. O Brasil é o 55° maior importador dos produtos
cazaques. Assim, a queda no preço do petróleo desde setembro de 2009 influenciou nas finanças internas
e na desvalorização da moeda local. Na pauta de importação do país encontram-se além de petróleo e
minerais betuminosos, máquinas e equipamentos e veículos como os principais produtos importados. Os
maiores fornecedores são Rússia, China e Alemanha, enquanto o Brasil foi o 22° maior exportador para o
mercado em 2008.
De acordo com o ranqueamento de negócios do The Economist, o Cazaquistão é o quarto melhor país do
leste europeu em oportunidades de mercado (dado de 2008).
No final de 2008 e início de 2009 houve um estímulo por parte do governo, num total de US$20 bilhões,
financiado basicamente pela renda do petróleo, para estimular setores como a construção, pequenas e
médias empresas e serviços financeiros.
INDICADORES ECONÔMICOS E DE COMÉRCIO
Tabela 02:
Indicadores Econômicos
média
2002-2007
2008
3,20%
132,23
168,50
17,30%
26,79%
9,78%
83,05%
28,60%
15.532
6,60%
Crescimento do PIB (%)
PIB ( US$ - Bilhões )
PIB PPP (Moeda Local - Bilhões)
Taxa de Inflação (%)
FBCF*/PIB
IDE**/PIB
Grau de abertura do país
IMP/PIB
População (Mil hab)
Taxa de desemprego (%)
9,67%
56,93
127,31
7,86%
27,87%
7,99%
76,28%
30,16%
2002
2008
PIB PPP - share
Índice de complementaridade***
0,20%
52%
0,24%
53%
8,35%
Fonte: Euromonitor e GTIS - Elaboração UICC Apex-Brasil.
* FBCF: Formação bruta de capital fixo.
**IDE: Investimento direto estrangeiro / Valor para 2008 indisponível. Dado referente ao ano de 2007.
***Indice de complementariedade: Valores para 2002 e 2003 indisponíveis. Dados a partir de 2004.
3
Tabela 03:
Comércio (US$ milhões)
Exportações Totais
Importações Totais
Importações brasileiras do país
Exportações brasileiras para o país
Var. das Importações Totais (08/07) %
Var. das Exportações Totais (08/07) %
Var. das Importações brasileiras (08/07) %
Var. das Exportações brasileiras (08/07) %
2006
2007
38.013
23.695
35,12
40,05
46.976
32.601
11,40
41,25
2008
71.172
37.816
12,21
45,60
16,00%
51,51%
7,12%
10,56%
Fonte: GTIS e Aliceweb. Elaboração UICC Apex-Brasil
Gráfico 01:
Principais Países Fornecedores 2008
24,0%
37,2%
2,6%
2,6%
3,4%
5,2%
5,7%
7,0%
Rússia
China
Alemanha
Ucrânia
12,3%
EUA
Itália
Japão
Turquia
Outros
Fonte: Global Trade Information System - GTIS / Elaboração: UICC Apex-Brasil
CORRENTE DE COMÉRCIO
A análise do fluxo de comércio entre Brasil e Cazaquistão atesta que o país passou a ser superavitário em suas
relações comerciais com aquele país a partir de 2003. Percebe-se considerável crescimento das exportações
brasileiras a partir daquele ano, enquanto o volume importado apresenta variação significativa no período, atingindo
picos nos anos de 2002 e 2006. Entre 2008 e 2007, o crescimento das exportações foi de aproximadamente 10,56%
enquanto que as importações do Cazaquistão para o Brasil cresceram 7,12%. No período analisado, a taxa média
anual de crescimento das exportações brasileiras foi de 58,2% enquanto que a taxa média de crescimento das
importações brasileiras de produtos cazaques foi de 23,6%.
4
Gráfico 02:
Milhares
Corrente de Comércio Brasil-Cazaquistão
2001-2008
50.000
45.601
45.000
40.046
39.281
40.000
41.246
35.125
35.000
EXP (US$ FOB)
31.857
IMP (US$ FOB)
30.000
25.000
20.000
13.303
15.000
10.000
8.584
5.482 7.452
5.000
2.778
1.836
0
Saldo Comercial
2008
US$ 33,387 mi
12.214
11.402
5.083
3.128
2001
2002
2003
2004
2005
2006
2007
2008
Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC / Elaboração: UICC Apex-Brasil
No gráfico 03 são apresentadas as exportações brasileiras no período de junho de 2008 a junho de 2009. Observa-se
acentuada queda das exportações brasileiras para o Cazaquistão a partir de junho de 2008 quando estas atingiram
seu nível máximo para aquele ano. Por outro lado, as importações daquele país pelo Brasil apresentam
descontinuidade durante o período analisado, alcançando valor próximo a zero em agosto de 2008 e abril de 2009.
A queda no valor exportado relaciona-se às circunstâncias do cenário econômico internacional. A retração do PIB
daquele país no primeiro quadrimestre de 2009 foi pior que a esperada, atingindo 2,2%, de acordo com os dados
revisados da Statistics Agency of the Republic of Kazakhstan (SARK), publicados em maio deste ano. Na série
estatística anual, o crescimento da economia em 2008 foi de apenas 3,2% após um período de oito anos seguidos de
crescimento próximo aos 9%.
Gráfico 03:
Milhares
Corrente de comércio mensal Brasil x Cazaquistão - US$ FOB
(junho de 2008 - junho de 2009)
9.000
8.000
7.882
7.000
6.000
4.742
5.000
3.452
4.000
3.856
3.442
3.440
2.681
3.000
1.590
1.345
1.000
1.018
44
487
jun/08
jul/08
ago/08
2.328
803
0
set/08
out/08
2.424
2.178
1.719
2.000
nov/08
Exportações
805
1.303
1.406
29
555
dez/08
jan/09
1.421
845
fev/09
mar/09
abr/09
958
mai/09
826
jun/09
Importações
Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC / Elaboração: UICC Apex-Brasil
As exportações ensaiam recuperação a partir de maio de 2009. Entre este mês e o mês subseqüente tiveram
crescimento de 141,9%, atingindo valor superior àquele de janeiro de 2008, conquanto o acumulado do primeiro
5
semestre de 2009 ainda reflita a significativa contração do valor total exportado quando comparado ao mesmo
período do ano anterior.
Os totais acumulados nos períodos de janeiro a maio de 2008 e 2009, referentes às exportações brasileiras para o
Cazaquistão e às importações brasileiras daquele país, podem ser visualizados na seguinte tabela:
Tabela 04:
Período
Exportações US$ FOB Importações US$ FOB Corrente Comercial
Saldo
Jan-Jun 2008
29.811.419
2.662.336
32.473.755
27.149.083
Jan-Jun 2009
9.220.799
8.648.143
17.868.942
572.656
Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC / Elaboração: UICC Apex-Brasil
MATRIZ DE ATRATIVIDADE
Entre os produtos selecionados, constata-se que os componentes do setor “Máquinas e Motores” representaram o
maior valor importado pelo Cazaquistão de todo o mundo em 2008. Neste ano, as importações cazaques daqueles
produtos totalizaram US$ 7,2 bilhões de dólares. O Brasil respondeu por apenas 0,06% deste valor, o equivalente a
U$S 4.654.087. Não obstante, o crescimento médio das exportações brasileiras do setor no período analisado foi de
54%. Os componentes do segmento “Instrumentos de Precisão”, entretanto, apresentaram o maior crescimento
médio anual para as vendas externas brasileiras entre 2004 e 2008, com 526% de variação, embora representem
valor pouco significativo quando comparado ao conjunto de bens exportados pelo Brasil. O segmento ocupa o 11º
lugar no total das importações do Cazaquistão, totalizando US$ 837.795.911. O setor de “Carne bovina”, por sua vez,
apresentou crescimento médio para as exportações brasileiras de 139%, ocupando o primeiro lugar no valor de
nossas vendas externas para aquele país, totalizando U$S 16.415.165. Em relação ao crescimento das importações
cazaques, como pode ser observado na matriz de atratividade, os setores “Carne suína” e “Aviões” apresentaram o
maior crescimento médio anual no período, com 77% e 74% de variação, respectivamente.
Gráfico 04:
Matriz de atratividade para setores
Mercado-alvo: Cazaquistão
Crescimento médio das importações mundiais do setor pelo
mercado-alvo 2004/2008
80%
Aviões
Setor: x, y; valor em 2008
Instrumentos de Precisão: 526%, 32%; US$ 50,66 mil
Carne suína
70%
60%
Preparações de
carnes e peixes
50%
Massas e preparações
alimentícias
40%
Carne bovina
30%
Máquinas e motores
20%
10%
Valor de Referência = US$ 1 bi
0%
-10%
10%
30%
50%
70%
90%
110%
130%
150%
Crescimento médio das exportações brasileiras do setor para o mercado-alvo 2004/2008
Fonte: GTIS. Elaboração: UICC Apex-Brasil
Copyright © 2009 APEX-Brasil
6
PRINCIPAIS PRODUTOS E OPORTUNIDADES
Nas tabelas que seguem são apresentados os principais produtos brasileiros exportados para o Cazaquistão, bem como os principais produtos daquele país importados pelo
Brasil, por capítulos do sistema harmonizado (SH2).
Em seguida ,temos os setores comercializados com o mercado-alvo e sua classificação conforme nossa metodologia, bem como a apresentação dos grupos de produtos
onde foram identificadas possibilidades de negócio, divididos em expressivos e incipientes, com seus respectivos grupos de produtos em SH6 destacados.
Tabela 05:
Tabela 06:
PRINCIPAIS PRODUTOS EXPORTADOS PELO BRASIL PARA O CAZAQUISTÃO EM 2008
SH2
1
2
3
2
24
84
4
87
5
85
6
72
7
8
DESCRIÇÃO
VALOR (US$ FOB)
Ca rnes e Mi udeza s Comes tíveis
Fumo (Ta ba co) e Seus Sucedâ neos , Ma nufa tura dos
Má qui na s ,
Equi pa mentos
e
Ins trumentos
Mecâ ni cos
Veícul os Automóvei s e outros Terres tres , Pa rtes e
Aces s órios
Má qui na s e Ma teri a i s El étri cos , Apa rel hos de Som,
Ima gem, Tel evi s ã o e Aces s órios
31.114.964
7.398.649
4.654.087
PRINCIPAIS PRODUTOS IMPORTADOS PELO BRASIL DO CAZAQUISTÃO EM 2008
PARTIC. %*
68,23%
1
28
DESCRIÇÃO
Produtos Quími cos Inorgâni cos e Compos tos
5.246.398
42,96%
16,22%
2
25
Sal , Enxofre, Terra s , Ges s o, Pedras , Cal e Ci mentos
2.458.574
20,13%
3
72
Aço e Ferro Fundi do
2.324.283
19,03%
4
31
Adubos ou Ferti l i zantes
1.479.497
12,11%
267.179
2,19%
1,88%
10,21%
SH2
VALOR (US$ FOB)
Fumo (Ta baco) e Seus Sucedâneos , Manufaturados
5
24
6
26
Mi néri os , Es córi as e Ci nzas
229.053
7
74
Cobre e Suas Obras
107.471
0,88%
8
41
Pel es e Couros
68.079
0,56%
0,68%
9
85
11.392
0,09%
0,33%
10
73
10.983
0,09%
7.717
0,06%
1.705
0,01%
1.273
0,01%
909.699
1,99%
319.260
0,70%
Aço e Ferro Fundi do
313.035
0,69%
16
Prepa ra ções de Ca rne, Pei xes , Crus tá ceos ou de
outros Invertebra dos Aquá ti cos
309.700
44
Ma dei ra e Obra s de Ma dei ra
148.880
9
99
Divers os (Cons umo de Bordo, Importa ções de Ba ixo
Va l or, Merca doria s Sem Cobertura Ca mbi a l , etc.)
126.118
0,28%
11
84
10
64
Ca l ça dos e Sua s Pa rtes
114.389
0,25%
12
90
11
21
63.330
0,14%
13
48
* Participação do produto nas exportações totais do ano de 2008 para o Cazaquistão.
Prepa ra ções Al i mentíci a s Di vers as
PARTIC. %*
12
90
13
8
Artigos e Equi pa mentos Médi co-Odontol ógi cos e
Hos pi ta l a res
Fruta s , Ca s ca s de Cítri cos e de Mel ões
14
30
Produtos Fa rma cêuti cos
15
68
Obra s de Pedra , Ges s o ou Ma téria s Semel ha ntes
4.596
0,01%
16
40
Borra cha s e Sua s Obra s
2.666
0,01%
17
88
Aeronaves e Apa rel hos Es pa ci a i s
2.303
0,01%
50.660
0,11%
45.500
0,10%
17.150
0,04%
Máqui nas e Materi ai s El étri cos , Apa rel hos de Som,
Imagem, Tel evi s ão e Aces s óri os
Obras de Ferro e Aço
Máqui nas ,
Equi pamentos
e
Ins trumentos
Mecâni cos
Arti gos e Equi pamentos Médi co-Odontol ógi cos e
Hos pi tal a res
Papel , Ca rtão e Obras de Pas ta de Cel ul os e
Fonte: Global Trade Information System - GTIS / Elaboração: UICC Apex-Brasil
* Participação do produto nas exportações totais do ano de 2009 para o Cazaquistão.
Fonte: Global Trade Information System - GTIS / Elaboração: UICC Apex-Brasil
7
Tabela 07: Setores comercializados
Valor importado
pelo mercado em
2008 (US$)
Setor
Açúcar e Álcool
Café
Carne bovina
Carne de aves
Carne suína
Fumo e cigarros
Higiene e Cosméticos
Madeiras e cortiças
Máquinas e motores
Materiais elétricos e eletroeletrônicos
Metais não ferrosos
236.687.772
20.614.163
18.994.870
84.296.137
8.545.909
62.562.067
18.467.702
14.175.010
99.228.504
40.667.909
6.631.542
Partiticipação
brasileira nas
importações do
mercado em 2008
82,07%
2,91%
25,27%
6,24%
1,32%
28,59%
0,32%
9,81%
5,97%
2,94%
20,52%
Principal
concorrente
Participação do
principal concorrente
nas importações do
mercado em 2008
Cuba
Rússia
Argentina
Estados Unidos
Polônia
Rússia
China
Polônia
Rússia
Croácia
Rússia
Crescimento médio Crescimento médio
das exportações
das exportações dos
brasileiras para o
concorrentes para o
mercado (2005 mercado (2005 2008)
2008)
17,92%
63,24%
30,61%
78,67%
13,05%
28,81%
28,92%
36,87%
26,06%
8,14%
37,22%
11,3
(48,7)
193,5
78,7
13,1
41,1
(61,3)
(7,2)
258,5
402,8
213,5
0,27
0,26
0,20
0,12
0,26
0,23
0,22
0,26
0,16
0,26
VCR do Brasil
(média 20052008)
VCR do principal
concorrente
(média 20052008)
Comentário
0,00 Consolidado
0,06 Desvio de comércio
10,34 A consolidar
2,08 A consolidar
0,00 A consolidar
0,02 A consolidar
0,38 Desvio de comércio
0,00 Desvio de comércio
0,21 A consolidar
0,13 A consolidar
0,21 A consolidar
22,21
20,44
31,88
8,95
28,23
5,72
1,18
3,24
1,19
0,56
Tabela 08: Expressivos a consolidar
Setor
Subgrupo de produtos
CARNE BOVINA
CARNE DE AVES
CARNE DE AVES
MÁQUINAS E MOTORES
MATERIAIS ELÉTRICOS E ELETRO-ELETRÔNICOS
METAIS NÃO-FERROSOS
FUMO E CIGARROS
Carne de boi "in natura"
Carne de frango "in natura"
Carne de peru "in natura"
Compressores e bombas
Condensadores eletr.fixos,variaveis ou ajustaveis
Demais produtos de metais não-ferrosos
Fumo em folhas
Valor importado
pelo mercado em
2008 (US$)
18.565.490
84.084.729
211.408
28.810.315
717.721
6.631.542
62.562.067
Valor das
exportações
brasileiras para o
mercado em 2008
4.370.878
5.200.448
56.689
2.582.372
105.591
1.360.510
17.885.127
Crescimento
Crescimento
Núme
das
das exportações
ro de
exportações
brasileiras (2005
SH6
dos
- 2008)
concorrentes
1
2
1
1
2
2
2
8%
21%
249%
105%
31%
131%
20%
32,30%
10,01%
83,66%
9,94%
-13,29%
78,83%
7,90%
8
Tabela 09: SH6 destaques – expressivos
Grupo de produtos
Subgrupo de
produtos
SH6
CARNE BOVINA
CARNE DE BOI "IN
NATURA"
020230
CARNE DE AVES
CARNE DE AVES
FUMO E CIGARROS
MÁQUINAS E MOTORES
MATERIAIS ELÉTRICOS E ELETROELETRÔNICOS
Crescimento das
Valor importado
Crescimento das
Valor das exportações
exportações
Participação
pelo mercado em importações (2004brasileiras para o
brasileiras (2004 - brasileira
2008 (US$)
2008)
mercado em 2008
2008)
Descrição do SH6
Carnes de bovino, desossadas,
congeladas
Pedaços e miudezas comestíveis de galos
CARNE DE FRANGO
e galinhas da espécie doméstica,
"IN NATURA"
020714
congelados
Carnes de peruas e de perus, da espécie
CARNE DE PERU "IN
doméstica, não cortadas em pedaços,
NATURA"
020725
congeladas
Fumo não manufaturado, total ou
FUMO EM FOLHAS
240120
parcialmente destalado
COMPRESSORES E
Outras
bombas
volumétricas rotativas
841360
BOMBAS
CONDENSADORES
Condensadores fixos para linhas elétricas
de 50/60Hz e capazes de absorver uma
ELETR.FIXOS,VARIAVEI
S OU AJUSTAVEIS 853210
potência reativa =&gt; 0,5kvar
18.565.490
49,93%
4.370.878
75,86%
24%
72.709.259
17,29%
4.528.629
94,84%
6%
211.408
29,59%
56.689
138,57%
27%
56.395.162
14,22%
14.532.469
43,91%
26%
28.810.315
2,56%
2.582.372
398,82%
9%
683.437
93,38%
97.556
35,54%
14%
Tabela 10: Incipientes a desenvolver
Setor
Valor importado pelo
mercado em 2008
(US$)
Adubos e Fertilizantes
93.378.686,00
Aviões
764.084.270,00
Borracha e suas obras
480.672.687,00
Carne suína
2.170.519,00
Cereais em grão esmagados
74.805.322,00
Chá, mate e especiarias
99.991.005,00
Chocolates, balas e confeitos
233.732.311,00
Colas e enzimas
38.935.791,00
Metais não ferrosos
483.168.569,00
Outros produtos de origem animal
395.187,00
Peles e couros
28.927.189,00
Petróleo
5.431.178.548,00
Preparações de carnes e peixes
108.593.844,00
Produtos cerâmicos
288.527.086,00
Produtos metalúrgicos
5.569.030.470,00
Produtos químicos
921.607.364,00
Valor das
exportações
brasileiras para o
mercado em 2008
0
0
219284
0
0
114
17194
142381
64369
0
5920
170
26805
8594
1644124
5521
Número de
SH6
VCR
Comentário
24
15
86
11
42
28
7
14
167
11
58
42
25
29
302
552
0,73
2,07
1,12
1,12
1,32
2,18
1,14
1,03
1,01
1,77
2,09
0,85
3,56
1,30
1,39
0,75
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
A desenvolver
9
Tabela 11: Incipientes – SH6
destaques
Subgrupo de produtos
SH6
Descrição do SH6
Valor
Crescimento das
importado pelo
importações
mercado em
(2005-2008)
2008 (US$)
823.837
-11,01%
Valor das
exportações
brasileiras para o
mercado em 2008
-
VCR do
Brasil
CARNE DE SUINO "IN NATURA"
020321
Carcaças e meias-carcaças de suíno, congeladas
CARNE DE SUINO "IN NATURA"
020322
Pernas, pás e pedaços de suínos, não desossados, congelados
646.100
79,07%
-
4,35
DEMAIS CARNES SUÍNAS
020649
488.390
87,14%
-
1,37
10.700
#DIV/0!
-
10,08
57.010
116,08%
-
1,74
92.055
815,42%
-
3,39
36,82
CHÁ, MATE E ESPECIARIAS
090300
Outras miudezas comestíveis de suíno, congeladas
ÂMBAR-CINZENTO, CASTÓREO, ALGÁLIA E ALMÍSCAR; CANTÁRIDAS;
BÍLIS, MESMO SECA; GLÂNDULAS E OUTRAS SUBSTÂNCIAS DE
ORIGEM ANIMAL UTILIZADAS NA PREPARAÇÃO DE PRODUTOS
FARMACÊUTICOS, FRESCAS, REFRIGERADAS, CONGELADAS OU
PROVISORIAMENTE CONSERVADAS DE OUTRO MODO
Produtos de peixes ou crustáceos, moluscos ou de outros
invertebrados aquáticos, animais mortos do capítulo 3,
impróprios para alimentação humana
Outros produtos de origem animal (embriões, sêmen), impróprios
para alimentação humana
Mate
4.342
53,48%
114
38,77
CHÁ, MATE E ESPECIARIAS
090411
Pimenta "piper", seca, não triturada nem em pó
1.018.343
18,03%
-
14,40
CHÁ, MATE E ESPECIARIAS
090412
1.164.969
22,42%
-
3,03
271.715
31,77%
-
2,08
7,60
OUTROS PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL
051000
OUTROS PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL
051191
OUTROS PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL
051199
CHÁ, MATE E ESPECIARIAS
090620
Pimenta "piper", triturada ou em pó
Pimentões e pimentas, dos gêneros "capsicum" ou "pimenta",
secos ou triturados ou em pó
Canela e flores de caneleira, trituradas ou em pó
54.237
54,18%
-
CHÁ, MATE E ESPECIARIAS
090700
Cravo-da-índia (frutos, flores e pedúnculos)
50.568
61,21%
-
9,32
CHÁ, MATE E ESPECIARIAS
090810
Noz-moscada
32.343
32,67%
-
4,73
CHÁ, MATE E ESPECIARIAS
090420
CHÁ, MATE E ESPECIARIAS
091010
Gengibre
20.396
58,71%
-
1,68
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
100510
Milho para semeadura
593.109
46,14%
-
2,03
4,46
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
100590
Milho, exceto para semeadura
311.105
97,08%
-
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
100640
Arroz quebrado (trinca de arroz)
97.817
59,80%
-
4,82
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
100700
Sorgo em grão
1.491
1042,42%
-
0,93
9.733
111,48%
-
5,60
27,66%
-
1,78
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
110220
Farinha de milho
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
110313
Grumos e sêmolas, de milho
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
110812
Amido de milho
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
110814
CARNE DE BOI INDUSTRIALIZADA
CARNE DE PERU INDUSTRIALIZADA
CARNE DE BOI INDUSTRIALIZADA
Fécula de mandioca
Enchidos e produtos semelhantes de carne, miudezas ou sangue;
160100
preparações alimentícias à base de tais produtos
160231
160250
Preparações alimentícias e conservas de peru
Preparações alimentícias e conservas, de bovinos
709.728
8.847.141
133,11%
-
1,25
179.898
#DIV/0!
-
1,13
64.811.596
48,34%
15.129
2,59
237.904
118,66%
5.997.874
25,73%
-
22,14
660
26,64
PRODUTOS DE CONFEITARIA,SEM CACAU 170410
Gomas de mascar, sem cacau, mesmo revestidas de açúcar
3.225.970
44,24%
-
3,71
PRODUTOS DE CONFEITARIA,SEM CACAU 170490
Outros produtos de confeitaria, sem cacau
Chocolate e outras preparações alimentícias com cacau, não
recheadas, em tabletes, barras e paus
Outros chocolates e preparações alimentícias contendo cacau
61.396.895
36,96%
17.194
1,85
CHOCOLATE E SUAS PREPARACOES
CHOCOLATE E SUAS PREPARACOES
PETRÓLEO E DERIVADOS DE PETRÓLEO
PETRÓLEO E DERIVADOS DE PETRÓLEO
PETRÓLEO E DERIVADOS DE PETRÓLEO
PETRÓLEO E DERIVADOS DE PETRÓLEO
180632
180690
270710
270900
271011
271311
17.944.788
43,52%
-
1,03
102.139.661
47,94%
-
0,95
375.912
3,85%
-
0,80
Óleos brutos de petróleo ou de minerais betuminosos
2.772.865.826
52,76%
-
1,49
Óleos leves de petróleo ou de minerais betuminosos e
preparações, exceto desperdícios
748.336.788
44,06%
-
0,86
4.004.238
#DIV/0!
-
1,05
Benzóis (produtos da destilação dos alcatrões de hulha)
Coque de petróleo não calcinado
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
280469
Outros silícios
86.304
85,15%
-
12,84
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
281420
Amoníaco em solução aquosa (amônia)
211.960
15,92%
-
4,92
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
281810
Corindo artificial, quimicamente definido ou não
272.744
10,56%
-
2,59
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
281830
Hidróxido de alumínio
217.901
9,76%
-
1,21
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
282110
Óxidos e hidróxidos de ferro
2.329.850
29,95%
-
1,71
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
282990
Bromatos e perbromatos, iodatos e periodatos; percloratos
314.552
4,05%
-
8,34
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
283429
Outros nitratos
182.940
27,16%
-
0,89
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
283526
Outros fosfatos de cálcio
546.955
446,45%
-
0,70
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
283531
Trifosfato de sódio (tripolifosfato de sódio)
657.617
72,94%
-
0,87
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
284321
Nitrato de prata
Peróxido de hidrogênio (água oxigenada), mesmo solidificado
com uréia
Carboneto de cálcio, quimicamente definido ou não
33.430
44,20%
-
8,68
4,50
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
284700
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
284910
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
284920
ADUBOS E FERTILIZANTES
310290
Carboneto de silício, quimicamente definido ou não
Outros adubos ou fertilizantes minerais ou químicos,
nitrogenados
Superfosfatos
ADUBOS E FERTILIZANTES
310310
ADUBOS E FERTILIZANTES
310390 Outros adubos ou fertilizantes minerais ou químicos fosfatados
ADUBOS E FERTILIZANTES
310520
Adubos ou fertilizantes contendo nitrogênio, fósforo e potássio
ADUBOS E FERTILIZANTES
310590
Outros adubos ou fertilizantes minerais ou químicos
3.151.759
116,39%
-
259.404
16,79%
-
0,97
439.588
63,76%
-
4,54
254.225
229,35%
-
3,29
1.656.041
64.912
1.564.209
724.809
54,75%
-
1,80
297,31%
-
3,77
80,99%
-
2,90
119,14%
-
1,08
10
Continuação:
Subgrupo de produtos
SH6
Descrição do SH6
COLAS E ENZIMAS
350211
Ovalbumina seca
Gelatinas e seus derivados; ictiocola e outras colas de origem
animal, exceto cola de caseína
Peptonas e seus derivados; outras matérias protéicas e seus
derivados; pó de peles
Dextrina e outros amidos e féculas modificados
Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em automóveis de
passageiros
Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em ônibus ou
caminhões
Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em aviões
COLAS E ENZIMAS
COLAS E ENZIMAS
COLAS E ENZIMAS
PNEUMATICOS E CAMARAS DE AR
PNEUMATICOS E CAMARAS DE AR
-
1,50
31,18%
141.739
0,86
27,88%
35.960
1,31
116.143.484
18,90%
19.550
2,26
971.088
50,30%
-
1,22
504.857
17,75%
-
4,91
13.066.702
17,49%
-
1,86
2.514.708
31,86%
-
1,15
6.252.213
13,68%
-
2,26
6.543.740
26,87%
-
0,74
1.427.222
41,01%
-
0,72
39.762.287
70,92%
41.000
1,14
610.131
58,97%
-
5,45
4.927.741
47,70%
-
1,34
769.553
42,36%
-
1,97
Outros couros e peles curtidos, de bovinos ou de eqüídeos,
depilados, no estado úmido (incluindo "wet blue")
38.202
-9,27%
-
7,21
Outros couros e peles curtidos, de bovinos ou de eqüídeos,
depilados, no estado seco ("crust")
33.356
38,24%
-
0,96
Couros e peles inteiros, de bovinos ou de eqüídeos, preparados
após curtimenta ou secagem, plena flor, não divididos
5.929
#DIV/0!
-
11,41
Couros e peles inteiros, de bovinos ou de eqüídeos, preparados
após curtimenta ou secagem, divididos, com a flor
38.175
#DIV/0!
-
8,60
1.330.528
30,31%
-
5,18
Couros e peles, incluídas as ilhargas, de bovinos ou de eqüídeos,
preparados após curtimenta ou secagem, plena flor, não
410791
divididos
15.530
72,62%
-
1,13
Couros e peles, incluídas as ilhargas, de bovinos ou de eqüídeos,
preparados após curtimenta ou secagem, divididos, com a flor
890.472
32,92%
-
2,93
34.901.553
38,48%
-
1,83
8.714.351
61,82%
-
1,32
82.306.053
28,43%
8.571
3,11
10.068.500
43,46%
-
0,95
5.539.675
57,90%
-
28,53
592.485
120,29%
-
1,08
15.385.929
580,29%
-
4,00
44.116
#DIV/0!
-
8,50
7.152.152
63,24%
-
5,85
Produtos semimanufaturados, de outras ligas de aços
18.952.799
125,16%
-
11,67
Ligas de alumínio, em formas brutas
Aviões e outros veículos aéreos, de peso &gt; 2.000kg e =&lt;
15.000kg, vazios
Aviões e outros veículos aéreos, de peso &gt; 15.000kg, vazios
3.094.586
186,09%
-
1,86
66.846.136
307,07%
-
5,71
637.267.058
272,46%
-
2,49
401110
401120
401130
PNEUMATICOS E CAMARAS DE AR
401140
PNEUMATICOS E CAMARAS DE AR
401161
PNEUMATICOS E CAMARAS DE AR
401162
PNEUMATICOS E CAMARAS DE AR
401163
401192
PNEUMATICOS E CAMARAS DE AR
401193
PNEUMATICOS E CAMARAS DE AR
401194
PNEUMATICOS E CAMARAS DE AR
PNEUMATICOS E CAMARAS DE AR
PNEUMATICOS E CAMARAS DE AR
401290
410419
COURO
410449
COURO
410711
COURO
410712
COURO
410719
COURO
410792
PRODUTOS CERAMICOS
PRODUTOS CERAMICOS
PRODUTOS CERAMICOS
PRODUTOS CERAMICOS
FERRO FUNDIDO BRUTO E FERRO
"SPIEGEL" (FERRO GUSA)
FERRO FUNDIDO BRUTO E FERRO
"SPIEGEL" (FERRO GUSA)
PRODUTOS SEMIMANUFATURADOS DE
FERRO OU ACO
PRODUTOS SEMIMANUFATURADOS DE
FERRO OU ACO
PRODUTOS SEMIMANUFATURADOS DE
FERRO OU ACO
PRODUTOS SEMIMANUFATURADOS DE
FERRO OU ACO
LIGAS DE ALUMINIO
AVIOES
AVIOES
"Flaps", protetores, bandas de rodagem, para pneus de borracha
Câmaras-de-ar de borracha, dos tipos utilizados em automóveis
401310
de passageiros, ônibus ou caminhões
401390
Outras câmaras-de-ar de borracha
COURO
COURO
Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em motocicletas
Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em veículos e
máquinas agrícolas ou florestais, com bandas de rodagem em
forma de "espinha de peixe" e semelhantes
Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em veículos e
máquinas próprios para construções ou manutenção industrial,
para aros de diâmetro =&lt; 61cm, com bandas de rodagem em
forma de "espinha de peixe" e semelhantes
Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em veículos e
máquinas próprios para construções ou manutenção industrial,
para aros de diâmetro &gt; 61cm, com bandas de rodagem em
forma de "espinha de peixe" e semelhantes
Outros pneus novos de borracha dos tipos utilizados em veículos
e máquinas agrícolas ou florestais
Outros pneus novos de borracha dos tipos utilizados em veículos
e máquinas próprios para construções ou manutenção industrial,
para aros de diâmetro =&lt; 61cm
Outros pneus novos de borracha dos tipos utilizados em veículos
e máquinas próprios para construções ou manutenção industrial,
para aros de diâmetro &gt; 61cm
690210
690320
690890
691200
720110
720120
720711
720712
720720
722490
760120
880230
880240
Outros couros e peles inteiros, de bovinos ou de eqüídeos,
preparados após curtimenta ou secagem
Tijolos e peças cerâmicas semelhantes, refratários, contendo &gt;
50% em peso de magnesianos ou de óxido de cromo
Outros produtos cerâmicos refratários, contendo em peso &gt;
50% de alumina ou alumina e sílica
Outros ladrilhos e artigos semelhantes, de cerâmica, vidrados ou
esmaltados
Louças, outros artigos de uso da espécie doméstica e de higiene
ou de toucador, de cerâmica, exceto de porcelana
Ferro fundido bruto não ligado, contendo, em peso =&lt; 0,5% de
fósforo
Ferro fundido bruto não ligado, contendo, em peso &gt; 0,5% de
fósforo
Produtos semimanufaturados, de ferro ou aços, não ligados,
contendo em peso &lt; 0,25% de carbono, de seção transversal
quadrada ou retangular e largura &lt; 2 vezes a espessura
Outros produtos semimanufaturados, de ferro ou aços, não
ligados, contendo em peso &lt; 0,25% de carbono, de seção
transversal retangular
Outros produtos semimanufaturados, de ferro ou aços, não
ligados, contendo em peso =&gt; 0,25% de carbono
7.259.759
5.678.754
103.310.373
1,18
70,51%
350510
34,25%
VCR do
Brasil
8,23
350400
1.564.458
Valor das
exportações
brasileiras para o
mercado em 2008
-
350300
PNEUMATICOS E CAMARAS DE AR
PNEUMATICOS E CAMARAS DE AR
Valor
Crescimento das
importado pelo
importações
mercado em
(2005-2008)
2008 (US$)
463.627
18,76%
11
TURQUIA
Panorama
A República da Turquia é um país situado entre a Europa ocidental e a Ásia, e está em processo de incorporação à
União Européia - EU.
De acordo com as previsões do The Economist - EIU, o PIB e a taxa de inflação no país deverão voltar a subir a partir
de 2010. É esperado que sejam realizadas reformas na Turquia, uma vez que o país deve cumprir com os prérequisitos para inserção na EU. De acordo com o ranqueamento de negócios do The Economist, a Turquia é o 16°
melhor país em oportunidade de negócios (num total de 82 países), e o 4° na região. Além do potencial de mercado,
o EIU ainda destaca a união aduaneira com a EU, grande setor privado, e baixo risco de expropriação.
Os principais destinos das exportações turcas em 2008 foram Alemanha, Reino Unido, Emirados Árabes e Itália,
sendo que os principais produtos exportados foram veículos, ferro e aço, e reatores. O Brasil foi o 64° destino. A
respeito das importações da Turquia, os principais fornecedores foram Rússia, Alemanha e China. O Brasil ficou em
31°, sendo que os principais produtos importados foram: combustíveis minerais, ferro e aço, e reatores.DORES
INDICADORES ECONÔMICOS e de COMÉRCIO
Tabela 12:
Indicadores Econômicos
Crescimento do PIB (%)
PIB ( US$ - Bilhões )
PIB PPP (Moeda Local - Bilhões)
Taxa de Inflação (%)
FBCF*/PIB
IDE**/PIB
Grau de abertura do país
IMP/PIB
População (Mil hab)
Taxa de desemprego (%)
PIB PPP - share
Índice de complementaridade
média
2002-2007
6,80%
431,54
703,81
16,61%
20,45%
2,23%
40,85%
24,90%
10,07%
2008
1,10%
731,27
905,60
10,40%
20,84%
3,40%
45,66%
27,58%
74.358
10,60%
2002
2008
1,17%
51%
1,31%
55%
Fonte: Euromonitor e GTIS - Elaboração UICC Apex-Brasil.
* FBCF: Formação bruta de capital fixo.
**IDE: Investimento direto estrangeiro / Valor para 2008 indisponível. Dado referente ao ano de 2007.
12
Tabela 13:
Comércio (US$ milhões)
Exportações Totais
Importações Totais
Importações brasileiras do país
Exportações brasileiras para o país
Var. das Importações Totais (08/07) %
Var. das Exportações Totais (08/07) %
Var. das Importações brasileiras (08/07) %
Var. das Exportações brasileiras (08/07) %
2006
2007
85.602
139.779
145,59
590,29
107.389
170.399
209,50
693,37
2008
131.956
201.708
337,47
816,09
18,37%
22,88%
61,08%
17,70%
Fonte: GTIS e Aliceweb. Elaboração UICC Apex-Brasil
Gráfico 05:
Principais Países Fornecedores 2008
16,0%
43,0%
9,5%
8,0%
6,1%
3,1% 4,2% 4,6% 5,6%
Rússia
Alemanha
China
EUA
Itália
França
Irã
Ucrânia
Outros
Fonte: Global Trade Information System - GTIS / Elaboração: UICC Apex-Brasil
CORRENTE DE COMÉRCIO
A análise do fluxo de comércio atesta que o Brasil foi superavitário em suas relações comerciais com a Turquia nos
últimos oito anos. Percebe-se considerável crescimento das exportações brasileiras no período, assim como
aumento significativo do volume importado. Entre 2008 e 2007, o crescimento das exportações foi de
aproximadamente 17,7% enquanto que as importações oriundas da Turquia cresceram 61,08%. No período
analisado, a taxa média anual de crescimento das exportações brasileiras para a Turquia foi de 25,5% enquanto que
a taxa média de crescimento das importações foi de 21,1%. Cabe ressaltar que a Turquia é o 56º parceiro comercial
do país quando se trata de valor exportado.
13
Gráfico 06:
Milhares
Corrente de Comércio Brasil-Turquia
2001-2008
900.000
816.091
800.000
693.368
700.000
559.511
600.000
IMP (US$ FOB)
500.000
453.621
400.000
337.191
300.000
200.000
100.000
EXP (US$ FOB)
590.292
166.594
337.471
205.213
88.463
63.386
58.050
76.436
2001
2002
2003
2004
Saldo Comercial
2008
US$ 478,619 mi
209.505
145.593
108.232
0
2005
2006
2007
2008
Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC / Elaboração: UICC Apex-Brasil
No gráfico 07 são apresentadas as exportações brasileiras no período de junho de 2008 a junho de 2009. Observa-se
queda das exportações brasileiras para a Turquia a partir de setembro de 2008, muito embora as importações
daquele país para o Brasil tenham se mantido relativamente constantes durante o período analisado. O impacto da
crise para aquele país foi fundamental para a redução do volume exportado pelo Brasil. Segundo o Turkish Statistical
Institute - Turkstat, o PIB turco retraiu-se em 13,8% no primeiro trimestre de 2009. O declínio teria sido maior se não
fosse o forte aumento do gasto público no período. As importações do país, como um todo, caíram 31,9%, refletindo
a queda na demanda doméstica e nas exportações turcas. Contudo, os indicadores disponíveis para o segundo
trimestre sugerem que o ritmo de contração da economia está diminuindo moderadamente na comparação com o
primeiro trimestre. As exportações, assim, ensaiam recuperação a partir de maio de 2009, tendo crescimento de
60,78% em junho (em relação a maio), conquanto o acumulado do primeiro semestre de 2009 ainda reflita a
significativa retração do valor total exportado quando comparado ao mesmo período do ano anterior.
Gráfico 07:
Milhares
Corrente de comércio mensal Brasil x Turquia - US$ FOB
(junho de 2008 - junho de 2009)
160.000
140.000
137.523
120.000
93.684
100.000
72.166
80.000
60.160 54.042
60.000
68.625
32.990
48.597
30.338
40.000
20.000
34.746
34.912
22.962
27.020
27.886
35.476
28.727
36.494
42.918
18.696
26.881
18.072
24.626
27.180
42.682
31.866
32.011
0
jun/08
jul/08
ago/08
set/08
out/08
nov/08
Exportações
dez/08
jan/09
fev/09
mar/09
abr/09
mai/09
jun/09
Importações
Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC / Elaboração: UICC Apex-Brasil
Os totais acumulados nos períodos de janeiro a maio de 2008 e 2009 referentes às exportações brasileiras para a
Turquia e às importações brasileiras daquele país podem ser visualizados na seguinte tabela:
14
Tabela 14:
Período
Exportações US$ FOB Importações US$ FOB Corrente Comercial
Saldo
Jan-Jun 2008
454.451.396
160.538.235
614.989.631
293.913.161
Jan-Jun 2009
239.753.453
160.636.096
400.389.549
79.117.357
Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC / Elaboração: UICC Apex-Brasil
MATRIZ DE ATRATIVIDADE
Entre os produtos selecionados, constata-se que os componentes do setor “Petróleo e derivados de petróleo”
representaram o maior valor importado pela Turquia de todo o mundo em 2008. Neste ano, as importações turcas
daqueles produtos totalizaram US$ 32,7 bilhões de dólares. O Brasil respondeu por apenas 0,028% deste valor, o
equivalente a U$S 9.333.604. Não obstante, o crescimento médio das exportações brasileiras do setor no período
analisado foi de 378%. Os componentes do segmento “Madeiras, cortiças e obras de trançaria” apresentaram o
segundo maior crescimento médio anual para as vendas externas brasileiras entre 2003 e 2008, com 313% de
variação e valor movimentado de US$ 56.177.796. O setor de “Produtos minerais”, por sua vez, apresentou
crescimento médio para as exportações brasileiras de 36%, ocupando o primeiro lugar no valor de nossas vendas
externas para aquele país, totalizando U$S 231.321.766. O segmento de “Produtos Metalúrgicos” teve crescimento
pequeno para as exportações brasileiras - 2%. Contudo, trata-se de mercado de valor elevado, totalizando US$
25.318.889.897 de importações turcas em 2008, o que denota grande potencial de crescimento. Em relação ao
crescimento das importações turcas, como podem ser observados na matriz de atratividade, os setores “Carne de
aves” e “Açúcar e álcool” apresentaram o maior crescimento médio anual no período, com 110% e 69% de variação,
respectivamente.
Gráfico 08:
Matriz de atratividade para setores
Mercado-alvo: Turquia
70%
Crescimento médio das importações mundiais do setor pelo
mercado-alvo 2003/2008
Açúcar e Álcool
Valor de Referência = US$ 1 bi
Aviões
60%
Produtos hortícolas
50%
Embarcações
Sucos
40%
Carne suína
Gordura e óleos animais
Farinhas para animais
Metais não ferrosos
Pólvora
Produtos minerais
30%
Ferramentas e Talheres
Chocolates, balas e conf eitos
Produtos metalúrgicos
Calçados e suas partes
20%
Café
Semente
Obras de pedra
Setor: x, y; valor em 2008
Carne de Aves: 30%, 110%; US$ 23,8 mi
Carne Suína: 69%, 47%; US$ 1,03 mi
Madeiras e Cortiças: 313%, 28%; US$ 56,2 mi
Petróleo: 378%, 30%; US$ 9,3 mi
10%
0%
-10%
10%
30%
50%
70%
90%
Crescimento médio das exportações brasileiras do setor para o mercado-alvo 2003/2008
Fonte: GTIS. Elaboração: UICC Apex-Brasil
Copyright © 2009 APEX-Brasil
15
PRINCIPAIS PRODUTOS E OPORTUNIDADES
Nas tabelas que seguem são apresentados os principais produtos brasileiros exportados para a Turquia, bem como os principais produtos daquele país importados pelo
Brasil, por capítulos do sistema harmonizado (SH2).
Tabela 15:
Tabela 16:
PRINCIPAIS PRODUTOS IMPORTADOS PELO BRASIL DA TURQUIA EM 2008
SH2
1
2
87
84
3
8
4
25
5
40
PRINCIPAIS PRODUTOS EXPORTADOS PELO BRASIL PARA A TURQUIA EM 2008
DESCRIÇÃO
VALOR (US$ FOB)
PARTIC. %*
Veícul os Automóveis e outros Terres tres , Partes e
1
71.882.930
21,30%
Aces s óri os
2
Má qui na s ,
Equipa mentos
e
Ins trumentos
45.665.503
13,53%
Mecâni cos
3
Fruta s , Ca s cas de Cítricos e de Melões
27.945.925
8,28% 4
Sal , Enxofre, Terras , Ges s o, Pedra s , Cal e Ci mentos
20.877.826
6,19%
5
Borracha s e Suas Obra s
20.822.017
6,17%
6
85
7
72
Má qui na s e Materi ai s Elétri cos , Apa rel hos de Som,
Imagem, Tel evi s ã o e Aces s óri os
Aço e Ferro Fundido
8
31
Adubos ou Fertil iza ntes
9
21
Preparações Ali mentíci a s Di vers a s
10
55
Fibra s Sintética s ou Arti fi cia is
Fumo (Ta ba co) e Seus Sucedâ neos , Ma nufatura dos
42.665.572
5,23%
38.320.425
4,70%
35.024.755
4,29%
3,86%
3,39%
15
28
Produtos Quími cos Inorgânicos e Compos tos
4.205.473
1,25% 15
16
94
4.185.711
1,24%
Ves tuá ri o e Aces s óri os de Ma lha
6,63%
27.701.872
7.026.092
32
54.071.855
Ca rnes e Mi udeza s Comes tívei s
5.156.150
61
Sementes e Frutos Ol ea gi nos os
2
Combus tíveis , Ól eos e Ceras Mi nerai s
17
6,88%
12
11,12%
31.506.606
Plá s ticos e Sua s Obra s
18
56.177.796
28,26%
90.756.837
Ca fé, Chá , Ma te e Es peci a ri as
8.466.921
8.403.495
8.230.661
Col chões ,
Ma dei ra e Obra s de Ma dei ra
Ins trumentos
9
27
Móvei s , Mobi li á ri o Médico-Cirúrgi co;
Al mofada s e Semel ha ntes
Extratos Ta ni nos , Pi gmentos e Cora ntes
44
e
72
10.023.109
Obras de Ferro e Aço
Má qui nas ,
Mecâ ni cos
Equi pa mentos
PARTIC. %*
230.640.102
19.612.494
39
73
84
24
VALOR (US$ FOB)
85
13
12
Mi néri os , Es córi a s e Ci nzas
5,95% 6
15.842.586
Fumo (Taba co) e Seus Sucedâ neos , Ma nufa turados
26
20.083.989
14
24
DESCRIÇÃO
Má qui nas e Materi a is El étri cos , Aparel hos de Som,
Ima gem, Tel evis ã o e Aces s óri os
Aço e Ferro Fundi do
5,81% 7
8
4,69%
9
2,97%
10
2,51%
11
2,49%
12
2,44%
13
2,08%
1,53% 14
11
SH2
52
Al godã o
18.014.556
2,21%
40
Borra chas e Suas Obra s
16.577.482
2,03%
90
Arti gos e Equi pamentos Médi co-Odontol ógi cos e
Hos pita l a res
17
87
39
Açúcares e Produtos de Confeita ri a
Veícul os Automóvei s e outros Terres tres , Partes e
Aces s óri os
Pl á s ti cos e Suas Obras
15.746.554
1,93%
14.599.035
1,79%
12.167.738
1,49%
12.094.343
1,48%
16
48
Pa pel , Ca rtão e Obra s de Pas ta de Cel ulos e
11.688.188
1,43%
17
35
Ma téri a s Al bumi nói des , Col as e Enzi ma s
11.165.920
1,37%
Gorduras , Ól eos e Cera s de Origem Animal e
Vegeta l
10.679.704
1,31%
1,14%
4.142.986
1,23%
3.464.308
1,03%
18
15
1,02% 19
0,95% 20
0,85% 21
27
Combus tíveis , Ól eos e Cera s Mi nera i s
9.333.604
29
Produtos Químicos Orgâni cos
8.753.847
1,07%
28
Produtos Químicos Inorgâ ni cos e Compos tos
8.294.948
1,02%
30
Produtos Fa rma cêuti cos
6.941.273
0,85%
64
Ca l ça dos e Suas Partes
6.768.669
0,83%
24
68
Obra s de Pedra, Ges s o ou Ma téri a s Semel ha ntes
4.384.114
0,54%
4.325.346
0,53%
19
9
Café, Chá, Ma te e Es peci aria s
3.449.729
20
62
Ves tuá ri o e Aces s óri os , Exceto de Ma l ha
3.192.841
21
7
Produtos Hortícol as e Ra ízes Comes tíveis
2.877.711
22
54
Fil amentos Si ntéti cos ou Artifici a is
2.348.195
23
52
Al godã o
1.734.661
0,70% 22
0,51% 23
24
68
Obras de Pedra , Ges s o ou Matéria s Semelha ntes
1.600.360
0,47%
25
38
Produtos da Indús tri a Quími ca
1.212.496
0,36% 25
23
Res íduos e Des perdíci os da Indús tri a Al i mentíci a;
Al imentos pa ra Ani ma i s
26
29
Produtos Quími cos Orgâni cos
1.196.970
21
Prepara ções Al i mentíci a s Di vers a s
4.143.984
0,51%
27
17
Açúcares e Produtos de Confei ta ri a
1.173.615
0,35% 26
0,35% 27
74
Cobre e Sua s Obras
3.882.306
0,48%
28
83
Obras de Meta is Comuns
1.116.133
29
70
Vi dro e Sua s Obras
1.000.684
30
57
Tapetes e Outros Reves timentos
* Participação do produto nas importações totais do ano de 2008 da Turquia.
Fonte: Global Trade Information System - GTIS / Elaboração: UICC Apex-Brasil
910.507
0,33% 28
0,30% 29
0,27% 30
41
Pel es e Couros
3.709.564
0,45%
73
Obra s de Ferro e Aço
3.136.525
0,38%
82
Ferra menta s e Artefa tos Cortantes e Ta l heres
2.215.854
0,27%
* Participação do produto nas exportações totais do ano de 2008 para a Turquia.
Fonte: Global Trade Information System - GTIS / Elaboração: UICC Apex-Brasil
16
Em seguida temos os setores comercializados com o mercado-alvo e sua classificação conforme nossa metodologia, e a apresentação dos grupos de produtos onde foram
identificadas possibilidades de negócio, divididos em expressivos e incipientes, com seus respectivos grupos de produtos em SH6 destacados.
Tabela 17: Setores
Setor
Borracha e suas obras
Café
Calçados e suas partes
Fumo e cigarros
Gordura e óleos animais
Instrumentos de Precisão
Madeiras e cortiças
Máquinas e motores
Materiais elétricos e eletroeletrônicos
Metais não ferrosos
Papel e Celulose
Produtos metalúrgicos
Produtos minerais
Produtos químicos
Soja (grãos, óleos e farelo)
Sucos
Têxteis
Veículos automotores e partes
Valor importado
pelo mercado em
2008 (US$)
453.953.774
90.243.183
444.447.107
322.768.021
148.065.324
149.482.560
239.548.930
1.927.591.407
723.273.756
166.963.486
444.592.688
534.542.204
743.616.875
131.083.173
827.939.953
18.680.616
400.378.256
510.515.581
Partiticipação
brasileira nas
importações do
mercado em 2008
Principal
concorrente
4,64%
Itália
40,27%
Espanha
2,93%
China
30,55% Estados Unidos
8,35% Estados Unidos
2,96%
França
31,98%
Ucrânia
6,55%
Alemanha
3,80%
China
3,55%
Grécia
11,18% Estados Unidos
10,03%
Espanha
58,72%
Suécia
15,33%
Índia
9,98%
Argentina
73,15%
Israel
0,57%
China
22,55%
Alemanha
Participação do
Crescimento médio
Crescimento médio
principal concorrente
das exportações
das exportações dos
concorrentes para o
nas importações do
brasileiras para o
mercado em 2008 mercado (2003 - 2008) mercado (2003 - 2008)
13,74%
16,73%
41,87%
12,59%
64,74%
26,02%
19,73%
15,44%
24,30%
20,02%
26,76%
17,94%
22,04%
16,30%
45,63%
10,39%
22,98%
22,96%
22,02
25,81
32,47
18,10
24,29
30,40
423,13
28,16
62,95
40,14
32,48
30,03
47,51
27,19
18,97
40,27
(20,07)
76,51
24,87
17,13
32,15
7,26
15,48
35,05
54,23
22,77
30,67
40,35
23,33
29,48
23,71
22,63
15,59
19,21
23,32
3,43
VCR do Brasil
(média 20032008)
1,92
23,39
3,21
26,58
5,72
0,47
7,20
2,82
1,60
0,71
14,30
5,10
20,98
2,83
22,05
28,07
1,88
2,43
VCR do principal
concorrente
(média 2003-2008)
Comentário
0,88 Desvio de comércio
0,89
Consolidado
3,26
A consolidar
2,13
Consolidado
2,39
A consolidar
0,57
A consolidar
0,13
Consolidado
1,78
A consolidar
0,66
A consolidar
24,62
A consolidar
1,43
A consolidar
1,24
A consolidar
2,62
Consolidado
18,37
A consolidar
59,92
A consolidar
3,80
Consolidado
3,81
Em declínio
2,35
A consolidar
17
Tabela 18: Expressivos a consolidar
Setor
MATERIAIS ELÉTRICOS E ELETRO-ELETRÔNICOS
MATERIAIS ELÉTRICOS E ELETRO-ELETRÔNICOS
MATERIAIS ELÉTRICOS E ELETRO-ELETRÔNICOS
MÁQUINAS E MOTORES
CALÇADOS E SUAS PARTES
PAPEL E CELULOSE
MÁQUINAS E MOTORES
METAIS NÃO-FERROSOS
PRODUTOS QUÍMICOS
MÁQUINAS E MOTORES
PRODUTOS METÁLURGICOS
PRODUTOS METÁLURGICOS
MATERIAIS ELÉTRICOS E ELETRO-ELETRÔNICOS
GORDURAS E ÓLEOS ANIMAIS E VEGETAIS
INSTRUMENTOS DE PRECISÃO
MÁQUINAS E MOTORES
MÁQUINAS E MOTORES
PRODUTOS QUÍMICOS
MÁQUINAS E MOTORES
MÁQUINAS E MOTORES
SOJA (grãos, óleos e farelo)
VEÍCULOS AUTOMOTORES E SUAS PARTES
MÁQUINAS E MOTORES
Subgrupo de produtos
Aparelhos e dispositivos eletr. de ignição/arranque
Aparelhos p/interrup. ,prot.de energia, suas partes
apars. eletr. de iluminação/sinalização p/automóveis
Aquecedor e secador
Calçados
Celulose
Demais máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos
Demais produtos de metais não-ferrosos
Demais produtos químicos
Ferramentas manuais, pneumáticas ou hidráulicas
Ferro-ligas
Fio-máquinas e barras de ferro ou aço
Geradores e transformadores, elétricos
Gorduras e óleos animais e vegetais
Instrumentos, apars.de ótica, precisão, partes, peças
Laminadores de metais
Máquinas e aparelhos p/ fabr. ind. alimentos/bebidas
Produtos químicos orgânicos
Refrigeradores e congeladores
Rolamentos e engrenagens
Soja mesmo triturada
Tratores
Turbinas hidráulicas e rodas hidráulicas
Valor importado
pelo mercado em
2008 (US$)
21.004.263
32.280.427
203.421.448
6.251.462
444.447.107
235.692.357
182.482.033
166.963.486
2.178.330
25.542.835
146.454.426
266.721.501
446.720.350
148.065.324
149.482.560
66.384.489
5.040.627
108.723.328
66.954.241
175.550.935
643.381.680
510.515.581
69.302.641
Valor das
exportações
brasileiras para o
mercado em 2008
374.267
741.352
8.124.668
757.714
13.023.863
43.630.354
4.553.381
5.920.808
130.992
7.548.781
25.384.459
24.283.166
18.129.503
12.362.096
4.419.381
5.789.648
526.121
13.874.097
3.092.415
2.947.518
73.361.065
115.143.329
18.415.079
Crescimento das
exportações
brasileiras (20032008)
Número
de SH6
1
1
2
1
7
2
3
4
1
1
6
1
3
3
4
1
1
9
1
2
1
1
1
111,32%
54,36%
54,31%
0,00%
32,47%
43,23%
32,34%
40,14%
94,09%
35,27%
50,66%
23,43%
113,57%
24,29%
30,40%
54,52%
64,04%
18,44%
1036,08%
39,67%
38,08%
76,51%
420,75%
Crescimento das
exportações dos
concorrentes
9,38%
25,04%
25,90%
12,23%
32,15%
24,45%
23,09%
40,35%
31,57%
14,21%
54,40%
28,72%
41,94%
15,48%
35,05%
30,28%
2,32%
23,78%
26,65%
26,12%
22,16%
3,43%
36,60%
18
Tabela 19: Expressivos SH6 destaques
Grupo de produtos
Subgrupo de produtos
Descrição do SH6
SH6
120100
151800
291735
292242
294200
470329
640220
640299
640399
720270
720293
721391
760820
841090
841821
841932
845530
846390
851220
870120
902920
SOJA (grãos, óleos e farelo)
Soja mesmo triturada
Soja, mesmo triturada
Gorduras e óleos animais ou vegetais, cozidos, oxidados, desidratados ou
GORDURAS E ÓLEOS ANIMAIS E VEGETAIS Gorduras e óleos animais e vegetais
modificados quimicamente por qualquer outro processo
PRODUTOS QUÍMICOS
Produtos químicos inorgânicos
Anidrido ftálico
PRODUTOS QUÍMICOS
Produtos químicos inorgânicos
Ácido glutâmico e seus sais
PRODUTOS QUÍMICOS
Produtos químicos inorgânicos
Outros compostos orgânicos
Pasta química de madeira de não conífera, à soda ou sulfato,
PAPEL E CELULOSE
Celulose
semibranqueada ou branqueada
Calçados de borracha ou plástico, com parte superior em tiras fixadas à sola
CALÇADOS E SUAS PARTES
Calçados
por pregos, tachas
CALÇADOS E SUAS PARTES
Calçados
Outros calçados de borracha ou plástico
CALÇADOS E SUAS PARTES
Calçados
Outros calçados de couro natural
PRODUTOS METÁLURGICOS
Ferro fundido bruto e ferro "spiegel" (ferro gusa) Ferromolibdênio
PRODUTOS METÁLURGICOS
Ferro fundido bruto e ferro "spiegel" (ferro gusa) Ferronióbio
Fio-máquina de ferro ou aços não ligados, de seção circular de diâmetro
PRODUTOS METÁLURGICOS
Ferro fundido bruto e ferro "spiegel" (ferro gusa)
&lt; 14mm
METAIS NÃO-FERROSOS
Demais produtos de metais não-ferrosos
Tubos de ligas de alumínio
Demais máquinas, aparelhos e instrumentos
Partes de turbinas e rodas hidráulicas, incluídos os reguladores
MÁQUINAS E MOTORES
mecânicos
Demais máquinas, aparelhos e instrumentos
Refrigeradores de compressão, de uso da espécie doméstica
MÁQUINAS E MOTORES
mecânicos
Demais máquinas, aparelhos e instrumentos
Secadores para madeiras, pastas de papel, papéis ou cartões
MÁQUINAS E MOTORES
mecânicos
Demais máquinas, aparelhos e instrumentos
Cilindros de laminadores, de metais
MÁQUINAS E MOTORES
mecânicos
Demais máquinas, aparelhos e instrumentos
Outras máquinas-ferramentas para trabalhar metais ou ceramais, sem
MÁQUINAS E MOTORES
mecânicos
eliminação de matérias
MATERIAIS ELÉTRICOS E ELETRO-ELETRÔNICOS
Demais materiais elétricos e eletrônicos
Outros aparelhos elétricos de sinalização visual para automóveis
VEÍCULOS AUTOMOTORES E SUAS PARTES Tratores
Tratores rodoviários para semi-reboques
INSTRUMENTOS DE PRECISÃO
Instrumentos, apars. de ótica, precisão, partes,
Indicadores de velocidade e tacômetros; estroboscópios
Crescimento das
Valor importado Crescimento das Valor das exportações
exportações
Participação
pelo mercado em importações (2003brasileiras para o
brasileiras (2003 - brasileira
2008 (US$)
2008)
mercado em 2008
2008)
643.381.680
23,47%
73.361.065
38,08%
11,40%
8.596.751
34,12%
3.931.192
154,95%
45,73%
50.342.834
5.317.828
15.049.616
30,46%
12,89%
54,38%
3.407.100
3.926.948
3.592.651
90,99%
48,16%
36,89%
6,77%
73,84%
23,87%
233.365.046
8.785.785
138.164.581
191.615.446
77.607.476
14.768.936
266.721.501
27.788.240
69.302.641
66.954.241
6.251.462
66.384.489
28.686.593
159.505.421
510.515.581
89.103.205
27,69%
58,76%
36,60%
31,57%
66,84%
52,61%
28,18%
35,26%
45,30%
27,86%
15,17%
32,68%
39,69%
25,60%
8,85%
41,40%
43.547.835
2.135.019
2.975.787
5.258.982
8.479.254
14.489.325
24.283.166
1.320.887
18.415.079
3.092.415
757.714
5.789.648
2.505.003
6.012.638
115.143.329
2.352.661
43,18%
378,18%
20,44%
29,12%
52,72%
23,43%
82,28%
420,75%
1036,08%
0,00%
54,52%
0,00%
53,73%
76,51%
55,27%
18,66%
24,30%
2,15%
2,74%
10,93%
98,11%
9,10%
4,75%
26,57%
4,62%
12,12%
8,72%
8,73%
3,77%
22,55%
2,64%
19
Tabela 20: Incipientes a desenvolver
Setor
Valor importado
pelo mercado em
2008 (US$)
Açúcar e Álcool
103.213.989,00
Adubos e Fertilizantes
1.480.417.835,00
Aviões
1.573.964.989,00
Borracha e suas obras
1.763.339.704,00
Calçados e suas partes
227.843.297,00
Carne de aves
783.031,00
Cereais em grão esmagados
2.161.639.832,00
Chocolates, balas e confeitos
80.319.937,00
Demais carnes
116.525,00
Madeiras e cortiças
937.329.068,00
Metais não ferrosos
6.568.817.339,00
Petróleo
32.758.689.359,00
Preparações de carnes e peixes
2.482.505,00
Produtos metalúrgicos
24.782.039.209,00
Produtos químicos
7.409.356.630,00
Sucos
16.911.224,00
Veículos automotores e partes 12.009.753.450,00
Valor das
Número de
exportações
brasileiras para o
SH6
mercado em 2008
0
14
0
25
26.254
16
2.729.124
75
567.373
22
0
6
0
45
0
5
0
3
449.775
112
15.274.000
177
0
38
0
23
8.093.551
295
5.573.716
595
642.659
13
22.075.800
77
VCR
22,05
0,74
2,01
1,00
0,88
27,26
1,29
0,76
12,79
1,95
1,05
0,93
3,46
1,40
0,73
1,31
0,88
Comentário
Muito dinâmico
Muito dinâmico
Muito dinâmico
Dinâmico
Dinâmico
Muito dinâmico
Dinâmico
Dinâmico
Muito dinâmico
Dinâmico
Dinâmico
Dinâmico
Muito dinâmico
Muito dinâmico
Dinâmico
Muito dinâmico
Muito dinâmico
Tabela 21: Incipientes SH6 destaques
Subgrupo de produtos
SH6
Cerais em grão e esmagados
Cerais em grão e esmagados
Cerais em grão e esmagados
Cerais em grão e esmagados
Cerais em grão e esmagados
Cerais em grão e esmagados
100510
100590
100640
100700
110812
110814
Carne de boi industrializada
160100
Carne de frango industrializada 160232
Chocolate e suas preparacões
180632
Chocolate e suas preparacões
Demais sucos
Demais sucos
Demais sucos
Demais sucos
Alcool etilico
Petróleo e derivados de
Petróleo e derivados de
petróleo
Petróleo e derivados de
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Produtos químicos inorgânicos
Adubos e fertilizantes
Adubos e fertilizantes
Adubos e fertilizantes
Adubos e fertilizantes
180690
200939
200949
200979
200980
220720
270900
Adubos e fertilizantes
310559
Adubos e fertilizantes
Adubos e fertilizantes
Pneumáticos e câmaras de ar
Pneumáticos e câmaras de ar
Pneumáticos e câmaras de ar
310560
310590
401110
401120
401130
271011
271311
280469
281420
281520
281810
281820
281830
282110
282590
283525
283531
283660
283990
284390
284700
284910
284920
310290
310310
310390
310520
Descrição do SH6
Milho para semeadura
Milho, exceto para semeadura
Arroz quebrado (trinca de arroz)
Sorgo em grão
Amido de milho
Fécula de mandioca
Enchidos e produtos semelhantes de carne, miudezas ou sangue;
preparações alimentícias à base de tais produtos
Preparações alimentícias e conservas de galos e de galinhas
Chocolate e outras preparações alimentícias com cacau, não recheadas,
em tabletes, barras e paus
Outros chocolates e preparações alimentícias contendo cacau
Outros sucos de outros cítricos, não fermentados
Outros sucos de abacaxi, não fermentados
Outros sucos de maçã, não fermentados
Sucos de outras frutas ou de produtos hortícolas, não fermentados
Álcool etílico e aguardentes desnaturados com qualquer teor alcóolico
Óleos brutos de petróleo ou de minerais betuminosos
Óleos leves de petróleo ou de minerais betuminosos e preparações,
exceto desperdícios
Coque de petróleo não calcinado
Outros silícios
Amoníaco em solução aquosa (amônia)
Hidróxido de potássio (potassa cáustica)
Corindo artificial, quimicamente definido ou não
Óxidos de alumínio, exceto corindo artificial
Hidróxido de alumínio
Óxidos e hidróxidos de ferro
Outras bases inorgânicas; óxidos, hidróxidos e peróxidos de outros metais
Fosfato hidrogeno-ortofosfato de cálcio (dicálcico)
Trifosfato de sódio (tripolifosfato de sódio)
Carbonato de bário
Outros silicatos
Outros compostos inorgânicos ou orgânicos de metais preciosos;
Peróxido de hidrogênio (água oxigenada), mesmo solidificado com uréia
Carboneto de cálcio, quimicamente definido ou não
Carboneto de silício, quimicamente definido ou não
Outros adubos ou fertilizantes minerais ou químicos, nitrogenados
Superfosfatos
Outros adubos ou fertilizantes minerais ou químicos fosfatados
Adubos ou fertilizantes contendo nitrogênio, fósforo e potássio
Outros adubos ou fertilizantes minerais ou químicos contendo nitrogênio
e fósforo
Adubos ou fertilizantes contendo fósforo e potássio
Outros adubos ou fertilizantes minerais ou químicos
Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em automóveis de
Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em ônibus ou caminhões
Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em aviões
Valor das
Valor importado Crescimento das
exportações
pelo mercado
importações
brasileiras para o
em 2008 (US$)
(2003-2008)
mercado em 2008
19.556.868
34,82%
360.914.871
5,74%
3.062
-50,32%
53.176
218,20%
1.800.545
-6,69%
903.971
122,58%
-
VCR do
Brasil
1,90
4,39
4,49
1,25
1,28
1,18
155.140
132,55%
-
2,46
1.048.847
289,08%
-
6,29
19.638.199
30,06%
-
1,11
38.805.141
4.165.367
741.775
2.660.635
6.758.240
38.164.566
15.650.353.974
27,34%
111,79%
15,74%
118,27%
79,00%
68,55%
25,55%
510.924
131.735
-
0,98
3,41
1,87
1,10
2,10
7,59
1,38
1.305.601.389
21,31%
-
0,87
332.981.385
9.121.354
88.570
9.111.438
25.678.149
17.138.264
9.267.635
18.076.053
9.424.159
1.743.659
111.388.503
1.458.140
1.630.270
4.327.249
6.110.515
1.694.833
8.589.924
3.051.978
17.592.911
92.433
112.373.283
41,13%
18,77%
11,55%
25,64%
16,49%
27,02%
16,86%
22,71%
55,89%
1,08%
16,27%
20,97%
25,14%
50,94%
1,97%
36,61%
19,40%
49,46%
40,62%
94,96%
55,85%
200.053
5.711
267
-
1,17
13,25
5,00
1,03
2,59
8,09
1,33
1,62
3,42
1,76
0,96
0,97
1,02
0,77
4,49
0,92
4,66
2,81
1,78
3,35
2,85
66.956.788
31,70%
-
2,11
1.063.313
4.623.140
325.293.623
178.046.900
3.996.795
22,07%
25,39%
24,92%
15,17%
18,37%
1.643.178
-
20,04
1,03
1,33
2,31
1,25
20
Continuação:
Subgrupo de produtos
SH6
Pneumáticos e câmaras de ar
401161
Pneumáticos e câmaras de ar
401162
Pneumáticos e câmaras de ar
401163
Pneumáticos e câmaras de ar
401194
Pneumáticos e câmaras de ar
401310
Madeira serrada
440710
Madeira serrada
440722
Madeira laminada
440810
Madeira laminada
440890
Demais madeiras e manufaturas
de madeiras
Demais madeiras e manufaturas
de madeiras
Paineis de fibras ou de
particulas de madeira
Demais madeiras e manufaturas
de madeiras
Demais madeiras e manufaturas
de madeiras
Demais madeiras e manufaturas
de madeiras
Obras de marcenaria ou de
carpintaria
Obras de marcenaria ou de
carpintaria
Obras de marcenaria ou de
carpintaria
Obras de marcenaria ou de
carpintaria
Demais madeiras e manufaturas
de madeiras
Calçados
440910
440929
441192
441300
441400
441510
441840
441872
441879
441890
442190
640291
Calçados
640411
Calçados
Ferro fundido bruto e ferro
"spiegel" (ferro gusa)
Ferro-ligas
Ferro-ligas
Ferro-ligas
Ferro-ligas
Produtos semimanufaturados
de ferro ou aço
640419
Produtos semimanufaturados
de ferro ou aço
Produtos semimanufaturados
de ferro ou aço
Produtos semimanufaturados
de ferro ou aço
720110
720211
720219
720221
720230
720690
720711
720712
720720
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
720810
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
720826
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
720837
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
720838
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
720839
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
720840
Descrição do SH6
Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em veículos e máquinas
agrícolas ou florestais, com bandas de rodagem em forma de "espinha de
peixe" e semelhantes
Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em veículos e máquinas
próprios para construções ou manutenção industrial, para aros de
diâmetro =&lt; 61cm, com bandas de rodagem em forma de "espinha de
Pneus novos de borracha dos tipos utilizados em veículos e máquinas
próprios para construções ou manutenção industrial, para aros de
diâmetro &gt; 61cm, com bandas de rodagem em forma de "espinha de
Outros pneus novos de borracha dos tipos utilizados em veículos e
máquinas próprios para construções ou manutenção industrial, para aros
de diâmetro &gt; 61cm
Câmaras-de-ar de borracha, dos tipos utilizados em automóveis de
passageiros, ônibus ou caminhões
Madeira de coníferas, serrada, cortada em folhas ou desenrolada, de
espessura &gt; 6mm
VIROLA, IMBUIA, BALSA,SERR.LONG.FLS.ESP.&gt;6MM
Folhas de madeira para folheados e para compensados, de coníferas, de
espessura =&lt; 6mm
Folhas para folheados e para compensados, de outras madeiras, de
espessura =&lt; 6mm
Madeira de coníferas, perfilada
OUTRAS MADEIRAS PERF. ETC., NÃO CONIFERAS
PAINÉIS FIBRAS MAD.,Ñ TRAB.MEC.D&gt;0,8G/CM3
Madeira "densificada", em blocos, pranchas, lâminas ou perfis
Molduras de madeira, para quadros, fotografias, espelho ou objetos
semelhantes
Caixotes, caixas, engradados, barricas e embalagens semelhantes, de
madeira; carretéis para cabos, de madeira
Armações de madeira, para concreto
OUTS.PAINÉIS P/SOALHOS D/CAMADAS MÚLTIPLAS
OUTROS PAINÉIS MONTADOS P/SOALHOS
Outras obras de marcenaria ou carpintaria, para construções
Outras obras de madeira
Outros calçados de borracha ou plástico, cobrindo o tornozelo
Calçados para esporte; calçados para tênis, basquetebol, ginástica, de
matérias têxteis, com sola de borracha ou plástico
Outros calçados de matérias têxteis, com sola de borracha ou plástico
Ferro fundido bruto não ligado, contendo, em peso =&lt; 0,5% de fósforo
Ferromanganês, contendo, em peso &gt; 2% de carbono
Outras ligas de ferromanganês
Ferrossilício, contendo em peso &gt; 55% de silício
Ferrossilício-manganês
Ferro e aços não ligados, em outras formas primárias
Produtos semimanufaturados, de ferro ou aços, não ligados, contendo em
peso &lt; 0,25% de carbono, de seção transversal quadrada ou retangular e
largura &lt; 2 vezes a espessura
Outros produtos semimanufaturados, de ferro ou aços, não ligados,
contendo em peso &lt; 0,25% de carbono, de seção transversal retangular
Outros produtos semimanufaturados, de ferro ou aços, não ligados,
contendo em peso =&gt; 0,25% de carbono
Produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de largura =&gt;
600mm, em rolos, laminados a quente, com motivos em relevo, não
folheados nem revestidos
Produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de largura =&gt;
600mm, em rolos, laminados a quente, decapados, de espessura =&gt;
3mm e &lt; 4,75mm, não folheados nem revestidos
Produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de largura =&gt;
600mm, em rolos, laminados a quente, de espessura =&gt; 4,75mm e =&lt;
10mm, não folheados nem revestidos
Produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de largura =&gt;
600mm, em rolos, laminados a quente, de espessura =&gt; 3mm e &lt;
4,75mm, não folheados nem revestidos
Produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de largura =&gt;
600mm, em rolos, laminados a quente, de espessura &lt; 3mm, não
folheados nem revestidos
Produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de largura =&gt;
600mm, não enrolados, laminados a quente, motivos em relevo, não
folheados nem revestidos
Valor das
Valor importado Crescimento das
exportações
pelo mercado
importações
brasileiras para o
em 2008 (US$)
(2003-2008)
mercado em 2008
VCR do
Brasil
24.770.444
9,80%
71.566
1,93
16.912.718
62,11%
39.173
1,18
15.666.425
29,54%
51.975
2,24
14.651.004
130,52%
-
1,14
7.616.108
19,83%
40.524
1,45
110.243.928
55,20%
75.412
0,95
30.225
3,01%
-
1,19
5.709.019
30,08%
20.967
1,72
22.566.859
35,22%
119.343
1,59
3.541.666
51,70%
-
5,87
12.588.747
-11,42%
11.251
13,80
185.205.288
-20,83%
-
1,76
6.907.233
40,45%
-
1,16
3.023.780
18,29%
-
3,74
2.003.668
37,59%
-
3,35
9.550.603
70,83%
-
1,74
28.579.164
50,89%
184.012
2,79
1.693.134
12,15%
-
10,14
13.405.894
35,75%
-
1,74
1,31
15.539.140
23,58%
-
41.892.533
32,47%
139.896
1,95
10.855.099
-3,33%
221
0,79
99.473.568
48,81%
412.891
1,32
465.146.538
57,28%
901.744
29,09
102.509.209
66.448.115
123.869.695
426.683.955
55,41%
58,47%
26,33%
38,38%
6.725
-
2,41
2,22
3,74
2,35
8.218.000
423,96%
-
3,29
1.847.931.159
76,01%
-
4,33
634.353.507
25,49%
-
9,22
690.582.561
61,30%
-
5,96
3.767.182
169,44%
-
1,79
40.346.094
49,65%
-
0,96
616.859.686
56,71%
-
1,06
828.966.274
49,26%
-
1,17
1.663.813.818
34,56%
-
2,05
2.465.132
68,73%
-
0,91
21
Continuação:
Subgrupo de produtos
SH6
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
720851
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
720852
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
720854
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
720916
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
720917
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Fio-máquinas e barras de ferro
ou aço
Fio-máquinas e barras de ferro
ou aço
Fio-máquinas e barras de ferro
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Fio-maquinas e barras de ferro
Produtos laminados planos de
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Produtos laminados planos de
ferro ou aço
Fio-máquinas e barras de ferro
Fio-máquinas e barras de ferro
Catodos de cobre
Ligas de alumínio
Barras, perfis, fios, chapas e
tiras, de alumínio
Barras, perfis, fios, chapas e
tiras, de alumínio
Barras, perfis, fios, chapas e
tiras, de alumínio
Barras, perfis, fios, chapas e
tiras, de alumínio
Estanho em bruto
721049
721050
721061
721114
721119
721190
721420
721491
721499
721922
721932
721933
721934
721935
722219
722220
722530
722591
722592
722611
722790
722850
740311
760120
760511
760521
760612
760711
800110
Ônibus
870210
Veículos de carga
870421
Veículos de carga
870422
Veículos de carga
870431
Descrição do SH6
Produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de largura =&gt;
600mm, não enrolados, laminados a quente, de espessura &gt; 10mm, não
folheados nem revestidos
Produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de largura =&gt;
600mm, não enrolados, laminados a quente, de espessura =&gt; 4,75 e
=&lt; 10mm, não folheados nem revestidos
Produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de largura =&gt;
600mm, não enrolados, laminados a quente, de espessura &lt; 3mm, não
folheados nem revestidos
Produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de largura =&gt;
600mm, em rolos, laminados a frio, de espessura &gt; 1mm e &lt; 3mm,
não folheados nem revestidos
Produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de largura =&gt;
600mm, em rolos, laminados a frio, de espessura =&gt; 0,5mm e =&lt;
1mm, não folheados nem revestidos
Outros produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de
largura =&gt; 600mm, galvanizados por outro processo
Produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de largura =&gt;
600mm, revestidos de óxido de cromo ou de cromo e óxido de cromo
Produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de largura =&gt;
600mm, revestidos de ligas de alumínio-zinco
Outros produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de
largura &lt; 600mm, laminados a quente, de espessura =&gt; 4,75mm, não
folheados nem revestidos
Outros produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de
largura &lt; 600mm, laminados a quente, não folheados nem revestidos
Outros produtos laminados planos, de ferro ou aços não ligados, de
largura &lt; 600mm, laminados a frio, não folheados ou chapeados, nem
Barras de ferro ou aços não ligadas, laminadas a quente, dentadas, com
nervuras, sulcos ou relevos, obtidos durante a laminagem, ou torcidas
após a laminagem
Barras de ferro ou aços não ligados, laminadas a quente, de seção
transversal retangular
Outras barras de ferro ou aços não ligados, estiradas ou extrudadas a
Produtos laminados planos, de aços inoxidáveis, laminados a quente, de
largura =&gt; 600mm, não enrolados, de espessura =&gt; 4,75mm e =&lt;
Produtos laminados planos, de aços inoxidáveis, laminados a frio, de
largura =&gt; 600mm, de espessura =&gt; 3mm e &lt; 4,75mm
Produtos laminados planos, de aços inoxidáveis, laminados a frio, de
largura =&gt; 600mm, de espessura &gt; 1mm e &lt; 3mm
Produtos laminados planos, de aços inoxidáveis, laminados a frio, de
largura =&gt; 600mm, de espessura =&gt; 0,5mm e =&lt; 1mm
Produtos laminados planos, de aços inoxidáveis, laminados a frio, de
largura =&gt; 600mm e espessura &lt; 0,5mm
Outras barras de aços inoxidáveis, laminadas, estiradas ou extrudadas a
Barras de aços inoxidáveis, obtidas ou completamente acabadas a frio
Produtos laminados planos, de outras ligas de aços, de largura =&gt;
600mm, laminados a quente, em rolos
Produtos laminados planos, de outras ligas de aços, de largura =&gt;
600mm, galvanizados eletroliticamente
Produtos laminados planos, de outras ligas de aços, de largura =&gt;
600mm, galvanizados por outro processo
Produtos laminados planos, de largura &lt; 600mm, de ligas de aços ao
silício, denominados "magnéticos", de grãos orientados
Outros fio-máquinas de outras ligas de aços
Barras de outras ligas de aços, obtidas ou completamente acabadas a frio
Cátodos de cobre refinado e seus elementos, em formas brutas
Ligas de alumínio, em formas brutas
Fios de alumínio não ligado, com a maior dimensão da seção transversal
&gt; 7mm
Fios de ligas alumínio, com a maior dimensão da seção transversal &gt;
7mm
Chapas e tiras, de ligas alumínio, de espessura &gt; 0,2mm, de forma
quadrada ou retangular
Folhas e tiras, de alumínio, de espessura =&lt; 0,2mm, sem suporte,
simplesmente laminadas
Estanho não ligado, em formas brutas
Veículos automóveis para transporte =&gt; 10 pessoas, com motor de
pistão, de ignição por compressão
Veículos automóveis para transporte de mercadorias, com motor de
pistão, deautomóveis
ignição por compressão,
de peso
carga máxima
=&lt;
5t de
Veículos
para transporte
de em
mercadorias,
com
motor
pistão, de ignição por compressão, de peso em carga máxima &gt; 5t e
Veículos automóveis para transporte de mercadorias, com motor de
pistão, de ignição por centelha, de peso em carga máxima =&lt; 5t
Valor das
Valor importado Crescimento das
exportações
pelo mercado
importações
brasileiras para o
em 2008 (US$)
(2003-2008)
mercado em 2008
VCR do
Brasil
705.190.021
53,43%
38.171
1,21
215.279.158
42,50%
-
1,56
14.258.123
35,23%
-
0,74
239.183.576
42,00%
-
2,17
350.950.488
23,30%
-
1,66
578.390.106
25,65%
-
1,03
11.403.389
17,53%
1.243.404
4,18
53.585.361
85,37%
-
1,97
12.332.545
39,39%
-
1,13
16.074.583
15,25%
-
0,87
3.620.549
20,49%
-
2,09
1.556.262
77,30%
-
1,75
207.079
18,15%
-
1,49
23.004.216
34,63%
-
0,89
21.933.341
19,01%
-
0,81
54.089.275
27,78%
78.496
0,73
168.671.022
25,96%
505.622
1,31
333.594.953
23,91%
1.563.114
1,84
74.988.608
29,09%
654.111
1,05
10.219.506
66.416.765
29,79%
29,18%
60.766
1,66
0,98
224.139.382
103,39%
-
1,19
810.378
-12,71%
-
1,50
70.231.484
50,07%
610.967
1,71
12.238.783
43,79%
-
0,84
70.466.058
92.663.371
1.994.332.112
793.544.048
27,05%
47,46%
37,03%
33,45%
87.754
11.696.918
-
2,18
2,56
0,82
1,87
32.381.260
41,28%
-
5,97
4.211.972
16,56%
-
2,04
211.217.567
20,84%
-
1,15
57.189.735
23,04%
-
1,37
48.590.475
41,85%
2.983.741
1,56
317.200.686
54,62%
-
2,03
916.617.079
4,09%
-
0,98
59.592.165
19,82%
-
1,75
6.597.245
70,91%
-
1,23
22
Continuação:
Subgrupo de produtos
SH6
Chassis e carrocarias para
veículos automóveis
Chassis e carrocarias para
veículos automóveis
Autopeças
870830
Autopeças
870840
Autopeças
870850
Autopeças
870870
Autopeças
870880
Autopeças
Autopeças
Aviões
870891
870893
880240
870600
870790
Descrição do SH6
Chassis com motor para veículos automóveis das posições 8701 a 8705
Outras carroçarias para tratores, veículos automóveis para transporte de
=&gt; 10 passageiros, carga ou usos especiais
GUARNS.D/FREIOS,MONTS.P/TRAT.E "DUMPERS"
Caixas de marchas (velocidade), para veículos automóveis das posições
8701 a 8705
Eixos de transmissão com diferencial, para veículos automóveis das
posições 8701 a 8705
Rodas, suas partes e acessórios, para veículos automóveis das posições
8701 a 8705
Amortecedores de suspensão, para veículos automóveis das posições 8701
a 8705
Radiadores, para veículos automóveis das posições 8701 a 8705
Embreagens e suas partes para veículos automóveis das posições 8701 a
Aviões e outros veículos aéreos, de peso &gt; 15.000kg, vazios
Valor das
Valor importado Crescimento das
exportações
pelo mercado
importações
brasileiras para o
em 2008 (US$)
(2003-2008)
mercado em 2008
VCR do
Brasil
5.506.555
4,43%
-
14,45
19.351.757
24,99%
-
6,36
496.214.371
16,87%
1.016.476
1,42
894.370.403
29,75%
6.476.833
0,79
513.289.299
54,58%
957.300
1,71
144.590.740
39,90%
365.800
1,27
119.144.181
26,72%
206.883
1,29
138.960.829
126.762.466
1.204.735.278
39,68%
28,55%
132,04%
902.368
576.340
-
1,16
1,29
2,23
23
UZBEQUISTÃO
Panorama
A República do Uzbequistão está localizada no centro-oeste da Ásia, e é uma ex-república da URSS. De acordo com o
EIU a diminuição das barreiras da União Européia fará com que o país se aproxime das economias do oeste, assim
como permanecem os fortes laços com Rússia e China. De acordo com as previsões do EIU, a taxa de inflação deve se
estabilizar para os anos 2009 e 2010. O PIB também deve se elevar nesses dois anos, e estando acima da média da
Europa centro-oriental. É esperada a expansão do investimento público em infra-estrutura e indústria. O aumento
dos preços em 2009 deve beneficiar as exportações de gás, uma vez que o gás proveniente desse país costuma ser
mais barato que o europeu.
As projeções do EIU mostram a estabilização da inflação no país para os anos 2009 e 2010; além da recuperação do
crescimento do PIB.
Os maiores fornecedores para o Uzbequistão em 2008 foram Rússia (US$2.064 bilhões), China (US$1,2 bilhões) e
Coréia do Sul (US$1,1), sendo que o Brasil foi o 34° país do qual mais importou. Os produtos mais importados
correspondem a máquinas e reatores, máquinas elétricas, e produtos de ferro e aço. Analisando as exportações do
país, os maiores destinos são Ucrânia, Rússia, Turquia.
INDICADORES ECONÔMICOS E DE COMÉRCIO
Tabela 22:
Indicadores Econômicos
média
2002-2007
2008
9,00%
27,93
63,32
12,70%
18,31%
1,17%
70,28%
30,88%
27.769
Crescimento do PIB (%)
PIB ( US$ - Bilhões )
PIB PPP (Moeda Local - Bilhões)
Taxa de Inflação (%)
FBCF*/PIB (**)
IDE**/PIB (***)
Grau de abertura do país****
IMP/PIB
População (Mil hab)
6,60%
14,25
49,26
13,49%
20,05%
1,01%
60,08%
28,87%
2002
2008
PIB PPP - share
Índice de complementaridade
0,09%
53%
0,09%
46%
Fonte: Euromonitor e GTIS - Elaboração UICC Apex-Brasil.
* FBCF: Formação bruta de capital fixo.
**Dado para FBCF 2008 indisponível. Cálculo referente ao valor para 2007.
***IDE: Investimento direto estrangeiro / Valor para 2008 indisponível. Dado referente ao ano de 2007.
***Valores para importação/exportação em 2008 indisponíveis .Cálculo referente aos valores para 2007.
24
Tabela 23:
Comércio (US$ milhões)
2006
2007
2008
Exportações Totais
Importações Totais
Importações brasileiras do país
Exportações brasileiras para o país
Var. das Importações Totais (08/07) %
Var. das Exportações Totais (08/07) %
Var. das Importações brasileiras (08/07) %
Var. das Exportações brasileiras (08/07) %
4.790
3.845
0,61
5,25
5.889
6.068
1,26
6,75
6.550
8.627
6,70
7,66
42,16%
11,23%
432,37%
13,47%
Fonte: GTIS e Aliceweb. Elaboração UICC Apex-Brasil
Gráfico 09:
Principais Países Fornecedores 2008
13,0%
24,2%
3,5%
3,9%
5,2%
7,0%
15,0%
13,2%
14,9%
Rússia
China
Cazaquistão
Coréia do Sul
Alemanha
Turquia
EUA
Outros
Ucrânia
Fonte: Global Trade Information System - GTIS / Elaboração: UICC Apex-Brasil
CORRENTE DE COMÉRCIO
A análise do fluxo de comércio entre Brasil e Uzbequistão atesta que o país é superavitário em suas relações
comerciais com aquele país desde 2002. Percebe-se grande oscilação nas exportações brasileiras no período, assim
como aumento significativo do volume importado a partir de 2005. Entre 2008 e 2007, o crescimento das
exportações do Brasil foi de aproximadamente 13,47% enquanto que as importações oriundas da Turquia cresceram
432,37%. No período analisado, a taxa média anual de crescimento das exportações brasileiras para a Turquia foi de
137,6% enquanto que a taxa média de crescimento das importações foi de 9,7%. Cabe ressaltar que o Uzbequistão
ocupa a 158ª posição como destino das exportações brasileiras.
25
Gráfico 10:
Milhares
Corrente de Comércio Brasil-Uzbequistão
2001-2008
12.000
10.163
10.000
EXP (US$ FOB)
7.817
8.000
6.753
7.662
6.702
IMP (US$ FOB)
6.000
5.245
4.000
Saldo Comercial
2008
US$ 960,664 mi
3.501
2.712
2.000
0
1.361
18
2001
3
2
2002
1.259
606
0
2
2003
2004
2005
2006
2007
2008
Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC / Elaboração: UICC Apex-Brasil
No gráfico seguinte, são apresentadas as exportações brasileiras no período de junho de 2008 a junho de 2009.
Observam-se períodos de descontinuidade nas exportações brasileiras para o Uzbequistão, com ocasiões de
crescimento e retração, durante o período sob análise. As importações daquele país para o Brasil atingiram seu ápice
em dezembro de 2008. Após este mês desaceleraram, chegando a zero entre os meses de março a junho de 2009.
Em julho deste ano, o primeiro ministro do Uzbequistão, Shavkat Mirziyoyev, declarou que o PIB do país cresceu
8,2% na primeira metade de 2009. Ainda neste mês, as estatísticas de emprego divulgadas pelo governo reportavam
que 534.000 novos postos haviam sido criados no primeiro semestre. A previsão oficial para o crescimento do PIB
para este ano está na faixa dos 7% a 9%.
Gráfico 11:
Milhares
Corrente de comércio mensal Brasil x Uzbequistão - US$ FOB
(junho de 2008 - junho de 2009)
3.000
2.599
2.500
2.000
1.765
1.500
1.129
929
1.000
821
594
500
0
1.504
1.429
1.326
205
162
jun/08
54
jul/08
106
ago/08
319
661
605
445
112
47
set/08
out/08
nov/08
Exportações
dez/08
jan/09
606
438
52
0
0
0
fev/09
mar/09
abr/09
mai/09
0
jun/09
Importações
Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC / Elaboração: UICC Apex-Brasil
Os totais acumulados nos períodos de janeiro a junho de 2008 e 2009 referentes às exportações brasileiras para o
Uzbequistão e às importações brasileiras daquele país podem ser visualizados na seguinte tabela:
26
Tabela 24:
Período
Exportações US$ FOB Importações US$ FOB Corrente Comercial
Saldo
Jan-Jun 2008
3.116.678
1.264.666
4.381.344
1.852.012
Jan-Jun 2009
5.458.863
98.997
5.557.860
5.359.866
Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC / Elaboração: UICC Apex-Brasil
MATRIZ DE ATRATIVIDADE
Entre os produtos selecionados, constata-se que os componentes do setor “Máquinas e motores” representaram o
maior valor importado pelo Uzbequistão de todo o mundo em 2008. Neste ano, as importações uzbeques daqueles
produtos totalizaram US$ 1.499 bilhões de dólares. O Brasil respondeu por apenas 0,01% deste valor, o equivalente
a U$S 220.398. Não obstante, o crescimento médio das exportações brasileiras do setor no período analisado foi de
76%. Os componentes do segmento “Produtos metalúrgicos” representam o segundo maior valor importado pelo
Uzbequistão em 2008, totalizando U$S 1.346 bilhões de dólares e com taxa de crescimento médio das exportações
brasileiras de 46%. Contudo, o maior crescimento médio anual para as vendas externas brasileiras entre 2004 e
2008, com 141% de variação foi dos bens componentes do segmento de “Materiais elétricos e eletrônicos”. O valor
total importado do mundo pelo mercado uzbeque deste segmento em 2008 foi de US$ 572 milhões. Cabe ressaltar
que o maior valor de exportações brasileiras para o Uzbequistão está representado pelos produtos do setor de
“Fumo e cigarros”, responsáveis por vendas para aquele mercado de US$ 5.955.467. Em relação ao crescimento das
importações turcas, como pode ser observado na matriz de atratividade, o setor de “Aviões” apresentou o maior
crescimento médio anual no período, com 61% de variação e compras perfazendo o montante de US$ 84 milhões.
Gráfico 12:
Matriz de atratividade para setores
Mercado-alvo: Uzbequistão
Crescimento médio das importações mundiais do setor pelo mercado-alvo
2004/2008
70%
Aviões
60%
50%
Fumo
40%
Máquinas e motores
Produtos metalúrgicos
30%
Materiais elétricos e
eletroeletrônicos
20%
10%
Valor de Referência = US$ 100 mi
0%
0%
20%
40%
60%
80%
100%
120%
140%
Crescimento médio das exportações brasileiras do setor para o mercado-alvo 2004/2008
Copyright © 2009 APEX-Brasil
Fonte: GTIS/ Elaboração: UICC – Apex-Brasil
27
PRINCIPAIS PRODUTOS E OPORTUNIDADES
Nas tabelas que seguem são apresentados os principais produtos brasileiros exportados para o Uzbequistão, bem
como os principais produtos daquele país importados pelo Brasil, por capítulos do sistema harmonizado (SH2).
Em seguida, temos os setores comercializados com o mercado-alvo e sua classificação conforme nossa metodologia,
e a apresentação dos grupos de produtos onde foram identificadas possibilidades de negócio, divididos em setores
exportados e incipientes, com seus respectivos grupos de produtos em SH6 destacados. Para este mercado não
foram identificados produtos classificados como exportações expressivas.
Tabela 25:
PRINCIPAIS PRODUTOS IMPORTADOS PELO BRASIL DO UZBEQUISTÃO EM 2008
SH2
1
27
DESCRIÇÃO
Combus tívei s, Ól eos e Cera s Mi nera i s
2
29
Produtos Quími cos Orgâ ni cos
3
52
4
VALOR (US$ FOB)
PARTIC. %*
4.030.939
60,15%
1.232.535
18,39%
Al godã o
916.682
13,68%
26
Mi néri os , Es córi a s e Ci nza s
516.229
7,70%
5
63
Outros Artefa tos Têxtei s , Cha péus, Ca l ça dos , etc.
2.719
0,04%
6
62
Vestuá ri o e Aces sóri os, Exceto de Ma l ha
1.643
0,02%
94
Móvei s , Mobi l i á ri o Médi co-Ci rúrgi co;
Al mofa da s e Semel ha ntes
1.068
0,02%
7
Col chões ,
* Participação do produto nas importações totais do ano de 2008 do Uzbequistão.
Fonte: Global Trade Information System - GTIS / Elaboração: UICC Apex-Brasil
Tabela 26:
PRINCIPAIS PRODUTOS EXPORTADOS PELO BRASIL PARA O UZBEQUISTÃO EM 2008
SH2
DESCRIÇÃO
24
Fumo (Ta baco) e Seus Sucedâ neos , Ma nufa tura dos
2
2
3
84
Ca rnes e Miudeza s Comes tíveis
Máquina s ,
Equi pa mentos
Mecâ nicos
4
21
5
16
1
VALOR (US$ FOB)
e
Ins trumentos
Prepa rações Alimentícias Di vers a s
Prepa rações de Ca rne, Peixes , Crus táceos ou de
outros Invertebra dos Aquá ti cos
6
4
Leite e La ticínios , Ovos de Aves, Mel e outros
7
18
Ca ca u e Sua s Prepa rações
8
90
9
17
Artigos e Equipa mentos Médico-Odontológi cos e
Hospital ares
Açúca res e Produtos de Confeitaria
PARTIC. %*
5.955.467
77,72%
807.014
10,53%
220.398
2,88%
188.056
2,45%
187.515
2,45%
162.500
2,12%
81.492
1,06%
18.213
0,24%
15.853
0,21%
14.752
0,19%
10
85
Máquina s e Ma teria is El étricos , Aparelhos de Som,
Imagem, Televi s ão e Aces s órios
11
99
Divers os (Cons umo de Bordo, Importa ções de Bai xo
Va lor, Merca doria s Sem Cobertura Cambia l, etc.)
8.861
0,12%
12
88
Aerona ves e Aparelhos Es pa cia is
2.256
0,03%
13
73
Obras de Ferro e Aço
64
0,00%
14
63
Outros Artefa tos Têxteis , Cha péus , Ca lça dos , etc.
19
0,00%
15
62
Ves tuári o e Aces s órios , Exceto de Malha
10
0,00%
16
42
Obras e Artigos de Couro
9
0,00%
* Participação do produto nas exportações totais do ano de 2008 para o Uzbequistão.
Fonte: Global Trade Information System - GTIS / Elaboração: UICC Apex-Brasil
28
Tabela 27: Setores
Setor
Carne de aves
Carne suína
Fumo e cigarros
Valor importado
pelo mercado em
2008 (US$)
979.855
2.720.884
10.672.612
VCR do
Partiticipação
Crescimento médio
Crescimento médio
VCR do
Participação do
Principal
principal
principal concorrente
brasileira nas
das exportações
das exportações dos
Brasil
concorrente
concorren
importações do
nas importações do
brasileiras para o
concorrentes para o
(média
te
(média 2005mercado em 2008
mercado (2005 - 2008) mercado (2005 - 2008) 2005-2008)
mercado em 2008
2008)
77,02%
Turquia
1,92% Alemanha
55,80% Alemanha
22,98%
49,89%
23,99%
41,5
(77,8)
88,5
(16,53)
15,59
61,86
52,37
9,07
28,43
Comentário
0,82
Consolidado
0,56 Desvio de comércio
0,42
Consolidado
Tabela 28: Incipientes a desenvolver
Setor
Valor das
Valor importado pelo exportações
Número
mercado em 2008 brasileiras para
de SH6
(US$)
o mercado em
2008
Animais vivos
14.091.914,00
Armas e Munições
258.804,00
Aviões
84.672.941,00
Borracha e suas obras
173.254.878,00
Cacau e produtos de confeitaria (com e1.524.694,00
sem cacau)
Calçados e suas partes
13.102.568,00
Carne suína
4.378.730,00
Cereais em grão esmagados
416.735.336,00
Chá, mate e especiarias
33.523.847,00
Colas e enzimas
17.343.179,00
Demais carnes
7.524.130,00
Madeiras e cortiças
447.022.087,00
Metais não ferrosos
99.139.140,00
Obras de pedra
29.701.193,00
Outros produtos de origem animal
1.403.959,00
Papel e Celulose
102.241.719,00
Peles e couros
5.191.069,00
Petróleo
526.032.485,00
Pólvora
10.707.714,00
Produtos cerâmicos
27.103.398,00
Produtos metalúrgicos
1.346.812.632,00
Produtos minerais
116.341.605,00
Produtos químicos
141.614.743,00
Semente
12.755.483,00
Soja (grãos, óleos e farelo)
5.694.815,00
Veículos automotores e partes 1.073.737.521,00
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
9
0
0
0
64
0
0
0
0
0
15
13
9
90
5
28
8
44
21
14
6
99
153
59
5
133
50
31
8
29
281
83
479
40
5
77
VCR
1,55
2,40
1,79
1,14
3,89
2,14
2,62
1,29
1,68
1,02
0,88
2,15
1,03
2,36
4,20
0,75
2,11
0,96
0,73
1,25
1,37
8,12
0,81
0,81
20,25
0,93
Comentário
Muito dinâmico
Muito dinâmico
Muito dinâmico
Dinâmico
Dinâmico
Dinâmico
Muito dinâmico
Muito dinâmico
Dinâmico
Muito dinâmico
Muito dinâmico
Muito dinâmico
Muito dinâmico
Muito dinâmico
Dinâmico
Dinâmico
Muito dinâmico
Muito dinâmico
Dinâmico
Dinâmico
Muito dinâmico
Muito dinâmico
Dinâmico
Dinâmico
Muito dinâmico
Muito dinâmico
29
Tabela 29: Incipientes SH6 destaques
Subgrupo de produtos
SH6
Descrição do SH6
ANIMAIS VIVOS
010210
Bovinos reprodutores de raça pura
ANIMAIS VIVOS
010290
CHÁ, MATE E ESPECIARIAS
090412
Outros bovinos vivos
Galos e galinhas vivos, das espécies domésticas, de peso
não superior a 185g
Outras miudezas comestíveis de suíno, congeladas
Toucinho sem partes magras, gorduras de porco e de
aves, não fundidos, frescos, refrigerados, congelados,
salgados ou em salmoura, secos ou defumados
Outros produtos de origem animal (embriões, sêmen),
impróprios para alimentação humana
Pimenta "piper", triturada ou em pó
CHÁ, MATE E ESPECIARIAS
090810
Noz-moscada
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
100590
Milho, exceto para semeadura
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
100640
Arroz quebrado (trinca de arroz)
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
110220
Farinha de milho
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
110313
Grumos e sêmolas, de milho
Grãos de milho trabalhados (descascados, em pérolas,
cortados ou partidos)
Amido de milho
ANIMAIS VIVOS
DEMAIS CARNES SUÍNAS
010511
020649
DEMAIS CARNES
020900
OUTROS PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
051199
110423
10,81%
-
1,33
841.547
#DIV/0!
-
1,41
7.524.130
95,01%
-
0,90
1.314.893
16,63%
-
3,42
14.233
19,84%
-
2,78
247
48,35%
-
4,82
1.668.899
#DIV/0!
-
4,40
34.752
76,73%
-
5,31
304.272
357,26%
-
6,44
6.714
154,52%
-
1,62
0,93
1,29
Fécula de mandioca
77.272
#DIV/0!
-
1,08
Sementes de pasto dos prados de Kentucky, para
semeadura
3.044
99,54%
-
1,24
91.477
94,11%
-
10,27
929.871
21,59%
-
0,88
4.858
-5,49%
-
9,93
1.524.694
22,31%
-
3,05
3.171.887
244,74%
-
16,57
289.140
#DIV/0!
-
9,61
268.313
38,55%
-
11,76
268.250
40,52%
-
31,42
676.318
16,31%
-
1,76
19.931.393
#DIV/0!
-
15,48
120929
120999
130220
180500
230400
DEMAIS PRODUTOS MINERAIS
250620
DEMAIS PRODUTOS MINERAIS
250700
Outras sementes, frutos e esporos, para semeadura
Matérias pécticas, pectinatos e pectatos
Cacau em pó, sem adição de açúcar ou outros
edulcorantes
Tortas e outros resíduos sólidos da extração do óleo de
soja (farelo de soja)
QUARTZITOS, EM BRUTO OU DESBASTADOS
DEMAIS PRODUTOS MINERAIS
Caulim e outras argilas caulínicas, mesmo calcinadas
Granito, cortado em blocos ou placas de forma quadrada
251612
ou retangular
Magnésia eletrofundida, magnésia calcinada a fundo e
251990
outros óxidos de magnésio
252490
OUTRAS FORMAS DE AMIANTO (ASBESTO)
DEMAIS PRODUTOS MINERAIS
252610
PETRÓLEO E DERIVADOS DE PETRÓLEO
1.200.379
-
Outras sementes forrageiras, para semeadura
PETRÓLEO E DERIVADOS DE PETRÓLEO
2,69
-
120924
MINERIOS DE FERRO
-
#DIV/0!
110814
DEMAIS PRODUTOS MINERAIS
#DIV/0!
53,25%
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
SEMENTES OLEAGINOSAS(exceto soja), PLANTAS
IND. E MED., GOMAS E SUCOS E EXTRATOS
VEGETAIS; MAT.
SEMENTES OLEAGINOSAS(exceto soja), PLANTAS
IND. E MED., GOMAS E SUCOS E EXTRATOS
VEGETAIS; MAT.
SEMENTES OLEAGINOSAS(exceto soja), PLANTAS
IND. E MED., GOMAS E SUCOS E EXTRATOS
VEGETAIS; MAT. soja), PLANTAS
SEMENTES OLEAGINOSAS(exceto
DEMAIS PRODUTOS MINERAIS
675.379
84.910
110812
FARELO DE SOJA
Crescimento
Valor das
VCR do
das
exportações
importações brasileiras para o Brasil
(2004-2008) mercado em 2008
#DIV/0!
0,75
1.291.593
CERAIS EM GRÃO E ESMAGADOS
IND. E MED., GOMAS E SUCOS E EXTRATOS
VEGETAIS; MAT.
CACAU EM PO
Valor
importado pelo
mercado em
2008 (US$)
12.136.084
260111
270900
271011
Esteatita natural, não triturada nem em pó
Minérios de ferro não aglomerados e seus concentrados
Óleos brutos de petróleo ou de minerais betuminosos
Óleos leves de petróleo ou de minerais betuminosos e
preparações, exceto desperdícios
Outros silícios
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
280469
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
281420
Amoníaco em solução aquosa (amônia)
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
281520
Hidróxido de potássio (potassa cáustica)
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
282010
Dióxido de manganês
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
282090
Outros óxidos de manganês
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
282110
887
#DIV/0!
-
1,51
269.338
#DIV/0!
-
18,36
360.107.046
64,39%
-
1,54
25.303.726
116.000
152,45%
-
0,86
30,57%
-
12,56
3,20
309
-17,62%
-
534.555
127,01%
-
1,09
3.880
#DIV/0!
-
1,17
10.629
#DIV/0!
-
7,24
225.894
44,76%
-
1,84
767.336
80,63%
-
2,89
126.470
48,52%
-
8,90
161.162
1,05%
-
8,42
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
283429
Óxidos e hidróxidos de ferro
Outras bases inorgânicas; óxidos, hidróxidos e peróxidos
de outros metais
Iodetos e oxiiodetos
Bromatos e perbromatos, iodatos e periodatos;
percloratos
Outros nitratos
119.642
-17,20%
-
0,93
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
283990
Outros silicatos
38.340
41,16%
-
1,22
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
284329
26.903
#DIV/0!
-
2,94
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
284700
928.909
53,30%
-
4,56
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
284910
Outros compostos de prata
Peróxido de hidrogênio (água oxigenada), mesmo
solidificado com uréia
Carboneto de cálcio, quimicamente definido ou não
5.227.874
27,50%
-
1,00
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
284920
Carboneto de silício, quimicamente definido ou não
27.135
99,38%
-
4,44
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
282590
282760
282990
30
Continuação:
Subgrupo de produtos
PRODUTOS QUIMICOS INORGANICOS
COLAS E ENZIMAS
COLAS E ENZIMAS
COLAS E ENZIMAS
SH6
#DIV/0!
-
1,52
#DIV/0!
-
1,06
78.230
26,51%
-
8,41
7.056.552
94,70%
-
1,35
1.245.296
62,37%
-
0,87
Explosivos preparados, exceto pólvoras propulsivas
Estopins ou rastilhos de segurança; cordéis detonantes;
fulminantes e cápsulas fulminantes; detonadores
360300
elétricos
360500
Fósforos, exceto os artigos de pirotecnia
5.141.473
#DIV/0!
-
0,86
8,13%
-
1,09
515.735
-28,12%
-
2,34
Madeira de não coníferas, em estilhas ou em partículas
81.027
49,48%
-
4,39
546
#DIV/0!
-
2,89
656.131
#DIV/0!
-
1,44
259.838.061
60,06%
-
0,84
1.318.722
59,49%
-
8,16
449.015
#DIV/0!
-
1,86
69.223
117,17%
-
2,69
350300
350400
PÓLVORA
360200
440122
DEMAIS MADEIRAS E MANUFATURAS DE
MADEIRAS
440410
DEMAIS MADEIRAS E MANUFATURAS DE
MADEIRAS
MADEIRA SERRADA
MADEIRA SERRADA
MADEIRA LAMINADA
MADEIRA LAMINADA
MADEIRA LAMINADA
DEMAIS MADEIRAS E MANUFATURAS DE
MADEIRAS
DEMAIS MADEIRAS E MANUFATURAS DE
MADEIRAS
PAINEIS DE FIBRAS OU DE PARTICULAS DE
MADEIRA
PAINEIS DE FIBRAS OU DE PARTICULAS DE
MADEIRA
MADEIRA COMPENSADA OU CONTRAPLACADA
MADEIRA COMPENSADA OU CONTRAPLACADA
MADEIRA COMPENSADA OU CONTRAPLACADA
440610
440710
440799
440810
440839
440890
440910
440929
441192
441193
441231
441232
441239
Arcos de madeira, estacas fendidas, estacas aguçadas;
madeira simplesmente debastada ou arredondada para
fabricação de bengalas, cabos de ferramenta e
semelhantes; de coníferas
Dormentes de madeira, para vias férreas ou semelhantes,
não impregnados
Madeira de coníferas, serrada, cortada em folhas ou
desenrolada, de espessura &gt; 6mm
Outras madeiras, serradas, cortadas em folhas ou
desenroladas, de espessura &gt; 6mm
Folhas de madeira para folheados e para compensados,
de coníferas, de espessura =&lt; 6mm
Folhas para folheados e para compensados, de outras
madeiras tropicais, de espessura =&lt; 6mm
Folhas para folheados e para compensados, de outras
madeiras, de espessura =&lt; 6mm
PAPEL E SUAS OBRAS
480258
PAPEL E SUAS OBRAS
PAPEL E SUAS OBRAS
PAPEL E SUAS OBRAS
PAPEL E SUAS OBRAS
PAPEL E SUAS OBRAS
PAPEL E SUAS OBRAS
480411
480431
480540
480591
480592
480640
480830
PAPEL E SUAS OBRAS
481029
PAPEL E SUAS OBRAS
PAPEL E SUAS OBRAS
PAPEL E SUAS OBRAS
PAPEL E SUAS OBRAS
PAPEL E SUAS OBRAS
CALCADOS
481039
481092
481159
481930
482020
640199
3.895.216
240.872
47,51%
-
1,63
Madeira de coníferas, perfilada
269.343
47,63%
-
7,04
OUTRAS MADEIRAS PERF. ETC., NÃO CONIFERAS
116.427
#DIV/0!
-
13,18
41.812.610
#DIV/0!
-
1,68
PAINÉIS FIBRAS MAD.,Ñ TRAB.MEC.D&gt;0,5&lt;0,8G/CM3
PAINÉIS FIBRAS MAD.,Ñ TRAB.MEC.D&gt;0,8G/CM3
58.910
#DIV/0!
-
1,97
MAD.COMPENS.C/FACE D/MAD.TROP.ESPESS.&lt;6MM
1.563
#DIV/0!
-
2,10
MAD.COMP.FACE D/MAD.Ñ CONIF,ESPESSURA&lt;6MM
18.340.402
#DIV/0!
-
3,45
59.166
#DIV/0!
-
8,03
92.852
-7,79%
-
2,12
224.980
41,48%
-
1,46
11.293
-5,60%
-
1,57
1.252.330
62,16%
-
0,95
11.547.949
39,68%
-
3,30
7.294.321
28,05%
-
5,96
757.414
35,04%
-
0,77
859.377
11,08%
-
3,95
OUTS.MAD.COMP.FOLHEADA,ESPESS.Ñ SUP.A 6MM
Outras madeiras compensadas, folheadas ou
MADEIRA COMPENSADA OU CONTRAPLACADA
441299
estratificadas
Madeira "densificada", em blocos, pranchas, lâminas ou
DEMAIS MADEIRAS E MANUFATURAS DE
441300
MADEIRAS
perfis
DEMAIS MADEIRAS E MANUFATURAS DE
Molduras de madeira, para quadros, fotografias, espelho
441400
MADEIRAS
ou objetos semelhantes
DEMAIS MADEIRAS E MANUFATURAS DE
Outras obras de madeira
442190
MADEIRAS
Papéis contendo &lt; = 10% de fibras obtidas por
PAPEL E SUAS OBRAS
processo mecânico, de peso =&gt; 40g/m2 mas não &gt;
480255
150g/m2, em rolos
Papéis contendo =&lt; 10% de fibras obtidas por processo
mecânico, de peso =&gt; 40g/m2 mas não &gt; 150g/m2,
PAPEL E SUAS OBRAS
em folhas nas quais um lado =&lt; 435mm e o outro =&lt;
480256
297mm, quando não dobradas
PAPEL E SUAS OBRAS
Crescimento
Valor das
VCR do
das
exportações
importações brasileiras para o Brasil
(2004-2008) mercado em 2008
3.819
350211
350510
PÓLVORA
DEMAIS MADEIRAS E MANUFATURAS DE
MADEIRAS
Hidretos, nitretos, azidas, silicietos e boretos,
quimicamente definidos ou não
Ovalbumina seca
Gelatinas e seus derivados; ictiocola e outras colas de
origem animal, exceto cola de caseína
Peptonas e seus derivados; outras matérias protéicas e
seus derivados; pó de peles
Dextrina e outros amidos e féculas modificados
Valor
importado pelo
mercado em
2008 (US$)
93.054
285000
COLAS E ENZIMAS
PÓLVORA
Descrição do SH6
Papéis contendo =&lt; 10% de fibras obtidas por processo
mecânico, de peso &gt; 150g/m2, em rolos ou folhas
Papel e cartão "kraftliner", para cobertura, crus, em rolos
ou folhas
Papel e cartão kraft, crus, de peso =&lt; 150g/m2, em
rolos ou folhas
Papel-filtro e cartão-filtro, não revestidos, em rolos ou
folhas
Outros papéis e cartões, não revestidos, em rolos ou em
folhas, de peso =&lt; 150g/m2
Outros papéis e cartões, não revestidos, em rolos ou em
folhas, de peso &gt; 150g/m2 e &lt; 225g/m2
Papel cristal e outros papéis calandrados transparentes
ou translúcidos, em rolos ou folhas
Outros papéis kraft, encrespados ou plissados,
estampados ou perfurados, em rolos ou folhas
Outros papéis e cartões, para escrita ou impressão,
revestidos de caulim, contendo mais de 10% das fibras
obtidas por processo mecânico, em rolos ou folhas
Outros papéis e cartões kraft, revestidos de caulim ou de
outras substâncias inorgânicas, em rolos ou folhas
Outros papéis e cartões de camadas múltiplas, revestidos
de caulim, em rolos ou em folhas
Outros papéis e cartões branqueados, revestidos,
impregnados ou recobertos de plástico
Sacos de papel ou cartão, cuja base tenha largura =&gt;
40cm
Cadernos
Outros calçados impermeáveis de borracha ou plástico,
sem costura
1.446.795
84.943
1.431.536
20,90%
-
1,52
209,73%
-
1,02
34,39%
-
1,02
290.473
44,78%
-
1,36
11.552
-26,44%
-
0,74
98.610
#DIV/0!
-
1,44
1.238.142
118,37%
-
0,94
30.981
#DIV/0!
-
3,75
4.302.060
68,10%
-
1,18
11.937.920
54,74%
-
1,82
3.683.190
38,50%
-
5,27
2.964.999
26,67%
-
8,77
980.092
-0,42%
-
7,13
31
Continuação:
CALCADOS
640291
CALCADOS
640299
CALCADOS
640320
CALCADOS
Outros calçados de borracha ou plástico, cobrindo o
tornozelo
Outros calçados de borracha ou plástico
Calçados de couro natural, com parte superior em tiras
Calçados de couro natural, com sola de couro, cobrindo o
640351
tornozelo
91.635
87,70%
-
1,83
413.750
-1,65%
-
1,30
139,73%
-
0,73
692.015
13.772
97,11%
-
1,14
26,87%
-
2,36
CALCADOS
640359 Outros calçados de couro natural e sola exterior de couro
2.358.548
CALCADOS
640399
2.154.150
39,01%
-
3,55
91.642
-19,05%
-
1,24
98.637
36,01%
-
2,86
76.320
16,19%
-
0,97
83.976
2,50
CALCADOS
CALCADOS
CALCADOS
PARTES DE CALCADOS
PARTES DE CALCADOS
640419
640420
640510
640610
640699
Outros calçados de couro natural
Outros calçados de matérias têxteis, com sola de
borracha ou plástico
Calçados de matérias têxteis, com sola exterior de couro
natural
Outros calçados de couro natural ou reconstituído
Partes superiores de calçados e seus componentes,
exceto contrafortes e biqueiras rígidas
Outras partes de calçados, de outras matérias
146,81%
-
184.242
85,13%
-
1,02
95.182
-7,81%
-
3,52
OBRAS DE PEDRAS E SEMELHANTES
680223 Granito, talhado ou serrado, de superfície plana ou lisa
680293
Granitos trabalhados de outro modo e suas obras
Outras pedras de cantaria trabalhadas de outro modo e
680299
suas obras
Ardósia natural trabalhada e obras de ardósia natural ou
680300
aglomerada
Pedras para amolar ou polir, manualmente, de pedra
680430
natural ou artificial aglomerada
Abrasivos naturais ou artificiais, em pó ou em grãos,
680520
aplicados apenas sobre papel ou cartão
Abrasivos naturais ou artificiais, em pó ou em grãos,
680530
aplicados sobre outras matérias
680790
Outras obras de asfalto ou de produtos semelhantes
681140
OBRAS FIBROCIM.,CIM-CELUL.SEM.CONT.AMIANTO
OBRAS DE PEDRAS E SEMELHANTES
681299
OUTS.JUNTAS E ELEM.FUNÇÃO SEMEL.D/VEDAÇÃO
539.389
#DIV/0!
-
1,00
OBRAS DE PEDRAS E SEMELHANTES
681381
PASTILHAS P/FREIOS (TRAVÕES)CONT.AMIANTO
415.535
#DIV/0!
-
8,09
OBRAS DE PEDRAS E SEMELHANTES
681389
OBRAS DE PEDRAS E SEMELHANTES
OBRAS DE PEDRAS E SEMELHANTES
OBRAS DE PEDRAS E SEMELHANTES
OBRAS DE PEDRAS E SEMELHANTES
OBRAS DE PEDRAS E SEMELHANTES
OBRAS DE PEDRAS E SEMELHANTES
OBRAS DE PEDRAS E SEMELHANTES
OBRAS DE PEDRAS E SEMELHANTES
OBRAS DE PEDRAS E SEMELHANTES
PRODUTOS CERAMICOS
PRODUTOS CERAMICOS
PRODUTOS CERAMICOS
DISCO DE FRICÇÃO P/EMBREAGENS, D/AMIANTO
681591 Outras obras contendo magnesita, dolomita ou cromita
Tijolos e peças cerâmicas semelhantes, refratários,
contendo &gt; 50% em peso de magnesianos ou de óxido
690210
de cromo
Outros ladrilhos e artigos semelhantes, de cerâmica,
690890
vidrados ou esmaltados
Pias, lavatórios, banheiras, bidês e semelhantes, de
691090
cerâmica, exceto porcelana, para usos sanitários
PRODUTOS CERAMICOS
691200
Louças, outros artigos de uso da espécie doméstica e de
higiene ou de toucador, de cerâmica, exceto de porcelana
1.352.862
106,70%
-
13,44
194.756
62,45%
-
1,06
16.805
#DIV/0!
-
8,89
89.847
90,57%
-
0,97
55.774
13,14%
-
1,28
77.854
14,07%
-
1,46
1.174.571
69,54%
-
1,25
195.554
#DIV/0!
-
4,23
17.485
#DIV/0!
-
7,44
262.866
78,71%
-
1,46
8.795.450
15,18%
-
1,83
7.627.884
20,43%
-
3,02
1.539.775
12,67%
-
3,28
102.048
54,16%
-
0,92
ALUMINIO EM BRUTO
760110
Alumínio não ligado em forma bruta
5.057.954
36,19%
-
4,63
ESTANHO EM BRUTO
800110
Estanho não ligado, em formas brutas
1.142.394
69,35%
-
1,49
TRATORES
870120
Tratores rodoviários para semi-reboques
10.980.039
52,10%
-
2,63
Outros tratores
18.202.157
30,19%
-
2,97
37.229.905
19,74%
-
2,10
17.181.702
576,34%
-
15,23
1.595.199
61,72%
-
6,47
4.676.338
4,07%
-
0,71
1.161.507
#DIV/0!
-
1,35
50.723.355
43,88%
-
0,81
895.957
23,70%
-
1,60
2.737.085
36,50%
-
1,19
1.911.273
53,96%
-
1,22
7.093.882
66,92%
-
1,15
781.324
47,36%
-
1,32
545.040.823
27,15%
-
0,80
204,67%
-
2,67
65,16%
-
2,76
TRATORES
ONIBUS
CHASSIS E CARROCARIAS PARA VEICULOS
AUTOMOVEIS
CHASSIS E CARROCARIAS PARA VEICULOS
AUTOMOVEIS
AUTOPECAS
AUTOPECAS
AUTOPECAS
AUTOPECAS
AUTOPECAS
AUTOPECAS
870190
Veículos automóveis para transporte =&gt; 10 pessoas,
com motor de pistão, de ignição por compressão
Chassis com motor para veículos automóveis das
870600
posições 8701 a 8705
Outras carroçarias para tratores, veículos automóveis
para transporte de =&gt; 10 passageiros, carga ou usos
870790
especiais
Outras partes e acessórios de carroçarias (incluídas as
cabinas) para veículos automóveis das posições 8701 a
870829
8705
870210
870830
870840
870850
870870
870880
AUTOPECAS
870891
AUTOPECAS
870893
AUTOPECAS
870899
AVIOES
880240
ARMAS E MUNIÇÕES
930320
GUARNS.D/FREIOS,MONTS.P/TRAT.E "DUMPERS"
Caixas de marchas (velocidade), para veículos
automóveis das posições 8701 a 8705
Eixos de transmissão com diferencial, para veículos
automóveis das posições 8701 a 8705
Rodas, suas partes e acessórios, para veículos
automóveis das posições 8701 a 8705
Amortecedores de suspensão, para veículos automóveis
das posições 8701 a 8705
Radiadores, para veículos automóveis das posições 8701
a 8705
Embreagens e suas partes para veículos automóveis das
posições 8701 a 8705
Outras partes e acessórios, para veículos automóveis das
posições 8701 a 8705
Aviões e outros veículos aéreos, de peso &gt; 15.000kg,
vazios
Outras espingardas e carabinas, de caça ou de tiro-aoalvo, com pelo menos um cano liso
60.230.233
91.175
32
CONTATOS
CAZAQUISTÃO
1.Representações diplomáticas e consulares
Embaixada do Brasil em Astana
Embaixador: Frederico S. Duque Estrada Meyer
Chancelaria: Kabanbay Batyra, 6/1, room 62, 6th floor 01000 ASTANA REPUBLIC OF KAZAKHSTAN
Telephone.:(7 7172)244682
Fax: (7 7172)244743
E-mail: [email protected], [email protected]
2. Órgãos do Governo da República do Cazaquistão
Ministry of Industry & Trade of the Republic of Kazakhstan
Address: "Transport Tower", Kabanbai batyr av., 010000 Astana Kazakhstan
Phone: (3172) 24-16-42
Fax: (3172) 241-901, 241-213
http://www.mit.kz/
Ministry of Foreign Affairs of The Republic of Kazakhstan
Address: 31, Street Tauelsizdik, Left Bank of Essil River 010000 Astana Kazakhstan
Telephone: +7 7172 72 05 18/17/13
Fax: +7 7172 72 05 16
E-mail: [email protected]
http://portal.mfa.kz/portal/page/portal/mfa
The National Bank of Kazakhstan
Adress: 21 "Koktem-3", Almaty, 050040, Republic of Kazakhstan
Fax: 7 (727) 2704-703, + 7( 727) 2617-352, +7 (727) 2704-799
Telex: 251130 BNK KZ
Contact phone: +7 (727) 2704-591
E-mail: [email protected]
Kaznex - Corporation for Export Development and Promotion
Adress: Syganak Str., 10/2, Business Center "Nomad"6-7th Floors, Republic of Kazakhstan, Astana, 010000,
Telephone: +7 717 2791718,
Fax: +7 717 279 17 19,
E-mail: [email protected]
www.kaznex.kz
33
TURQUIA
1.Representações diplomáticas e consulares
Embaixada do Brasil em Ankara
Adress: Resit Galip Caddesi, Ilkadim Sokak, nº 1, Gaziosmanpasa - Ankara
Telephone: (90 0312) 448 18 40 (43)
Fax: (90 0312) 448 18 38
E-mail: [email protected]
www.brasembancara.org
Consulado honorário do Brasil em Istambul
Adress: Bankalar Cad. nº 31/33 Kat 2, 800000 Karaköy - Istambul
Telephone: (212) 251 4735
Fax: (212) 293 9129
E-mail: [email protected]
Consulado honorário do Brasil em Mersin
Adress: Sokak Sönmez Apartmani, 1328, nº 4/1 - Mersin
Telephone: (324) 329 1717
Fax: (324) 329 1711
E-mail: [email protected]
Embaixada da Turquia
Adress: SES . Av. das Nações . Quadra 805 - Lote 23, 70.452 900 - Brasília-DF
Telephone: (61) 242 1850 /244 4840
Fax: (61) 242 1448
E-mail: [email protected]
2. Câmaras de Comércio e Indústria
Câmara de Comércio, Indústria e Turismo Brasil-Turquia
Adress: Av. Dr. Vieira de Carvalho, n. 132 - conjunto 41 01210010 - São Paulo - Brasil
Telephone: 55 11 3333-4039
Fax: 55 11 3333-4039
E-mail: [email protected]
www.ccibt.org.br
União das Câmaras de Comércio, Indústria e Comércio Marítimo da Turquia - TOBB
Adress: Atatürk Bulvari nº 149 - Bakanliklar - Ankara
Telephone: (90312) 413 8000
Fax: (90312) 418 3268
http://www.tobb.org.tr
34
Aegean Region Chamber of Industry - EBSO
Adress: Cumhurisyet Bulvari nº 63 Pasaport, 35210 - Izmir
Telephone: (90232) 441 0909
Fax: (90232) 489 0790/ 446 5354
http://www.ebso.org.tr
Ankara Chamber of Commerce - ATO
(Câmara de Comércio de Ancara)
Adress: Ato Sarayi, Sögütözü Mahallesi 2. Cad. nº 5, 06530 - Ankara
Telephone: (90312) 285 7950
Fax: (90312) 286 0870/ 286 27 64
http://www.atonet.org.tr
Ankara Chamber of Industry - ASO
(Câmara de Indústria de Ancara)
Adress: Atatürk Bulvari, 193/4-5 - Kavaklidere, 06680 - Ankara
Telephone: (90312) 417 1200
Fax: (90312) 417 4370/ 417 5205
http://www.aso.org.tr
Istanbul Chamber Of Commerce - ITO
(Câmara de Comércio de Istambul)
Adress: Resadiye Cad. Eminönü, 34378 - Istanbul
Telephone: (212) 455 6000
Fax: (212) 513 1565/ 520 1650
http://www.ito.org.tr
Istanbul Chamber of Industry - ISO
(Câmara de Indústria de Istambul)
Adress: Mesrutiyet Cad. nº 118 - Tepebasi, 80050 - Istanbul
Telephone: (212) 252 2900
Fax: (212) 293 4398
http://www.iso.org.tr
Izmir Chamber of Commerce - IZTO
(Câmara de Comércio de Izmir)
Adress: Atatürk Cad. nº 126 - Pasaport Izmir
Telephone: (90232) 441 7777
Fax: (90232) 483 7836
http://www.izto.org.tr
Adana Chamber of Commerce - ATO
(Câmara de Comércio de Adana)
Adress: 01010 Seyhan Adana
Telephone: (322) 351 3911
Fax: (322) 351 8009
http://www.adana-to.org.tr
35
Adana Chamber of Industry - ASO
(Câmara de Indústria de Adana)
Adress: Abidin Pasa Cad. nº 52, 01321 - Seyhan - Adana
Telephone: (322) 359 1045
Fax: (322) 351 6461
E-mail: [email protected]
http://www.adaso.org.tr
Gaziantep Chamber of Commerce - GTO
(Câmara de Comércio de Gaziantep)
Adress: Incirli Pinar Mah.Ticaret Odasi Hizmet Kompleksi, Pk. 291, 310 - Gaziantep
Telephone: (342) 220 3030
Fax: (342) 231 1041
E-mail: [email protected]
http://www.gto.org.tr
Gaziantep Chamber of Industry - GSO
(Câmara de Indústria de Gaziantep)
Adress: Istasyon Cad. nº 2 Kat 3 Pk. 70, 27010 - Sahinbey - Gaziantep
Telephone: (342) 221 0900
Fax: (342) 230 1682
E-mail: [email protected]
http://www.gso.org.tr
Mersin Chamber of Commerce and Industry - MTSO
(Câmara de Indústria e Comércio de Mersin)
Adress: Atatürk Cad. MTSO Hizmet Binasi Kat:3, 33070 - Mersin
Telephone: (324) 238 9800
Fax: (324) 238 1340/ 238 9808
http://www.mtso.org.tr
Konya Chamber of Commerce - KTO
(Câmara de Comércio de Konya)
Adress: Vatan Cad. nº 1, 42040 - Konya
Telephone: (332) 353 4850
Fax: (332) 353 0546
E-mail: [email protected]
http://www.kto.org.tr
Konya Chamber of Industry - KSO
(Câmara de Indústria de Konya)
Organize Sanayi Bölgesi Istikamet, 42300 - Selçuklu / Konya
Telephone: (332) 251 0670
Fax: (332) 248 9351
E-mail: [email protected]
http://www.kso.org.tr
36
Bursa Chamber of Commerce and Industry - BTSO
(Câmara de Indústria e Comércio de Bursa)
Adress:Organize Sanayi Bölgesi Mavi Cad. 2. Sokak nº 2, 16159 - Nilüfer / Bursa
Telephone: (224) 243 1500
Fax: (224) 242 8511
E-mail: [email protected]
http://www.btso.org.tr
Antalya Chamber of Commerce and Industry - ATSO
(Câmara de Indústria e Comércio de Antalya)
Adress: Kazim Özalp Cad. 2. Sok nº 4 - Antalya
Telephone: (242) 248 9900
Fax: (242) 242 6686
E-mail: [email protected]
http://www.atso.org.tr
3. Principais Entidades de Classe
3.1. Comércio atacadista
Confederation of Turkish Craftsmen And Tradesmen (TESK)
(Confederação Turca de Lojistas e Artesãos)
Adress: Tunus Caddesi nº 4, Bakanliklar - Ankara
Telephone: (90312) 418 3269
Fax: (90312) 425 7526
E-mail: [email protected]
http://www.tesk.org.tr
3.2. Comércio varejista
Shopping Centers And Retailers. Association
(Associação dos Shoping Centers e Varejistas)
Telephone: (212) 287 3932
Fax: (212) 287 4416
http://www.ampd.org
4. Órgãos do Governo da República Da Turquia
Ministry of Industry and Commerce
(Ministério da Indústria e Comércio )
Telephone: (90312) 231 7280 /286 0365
Fax: (90312) 287 4349
http://www.sanayi.gov.tr
Undersecretariat Of Foreign Trade
(Subsecretaria de Comércio Exterior)
Adress: Inönü Bulvari,36, Emek, 06510 - Ankara
37
Telephone: (90312) 212 8800
Fax: (90312) 212 1622
http://www.foreigntrade.gov.tr
General Directorate of Foreign Investment
(Diretoria-Geral de Investimento Estrangeiro)
Telephone: (90312) 212 5876
Fax : (90312) 212 8916
38
UZBEQUISTÃO
1. Órgãos do Governo da República do Uzbequistão
Ministry for Foreign Economic Relations, Investiment and Trade
Adress: 1, Shevchenko Str., Tashkent 700029, Uzbekistan
Telephone: (99871) 2385000
Fax: (99871) 2385100
E-mail: [email protected]
http://www.mfre.uz/
Ministry of Foreign Affairs of the Republic of Uzbekistan
Address: 9, Uzbekistan Avenue, 700029
Telephone: (998) +71 233-64-75
Fax: (998) +71 239-15-17
www.mfa.uz
Central Bank
Adress: 6, Uzbekistan Str., 100001, Tashkent
Telephone: (99871) 2525739
Fax: (99871) 2126194
www.cbu.uz
National Bank for Foreign Economic Activity of the Republic of Uzbekistan
Adress: 101, A. Temur Str., 100084, Tashkent
Telephone: (99871) 2385665
Fax: (99871) 2333200
http://new.nbu.com/en/
UZINFOINVEST - The Information Support & Foreign Investments Promotion Agency
Adress: 1, Taras Shevchenko st., Tashkent, Uzbekistan 100029
Telelephone: (99871) 2389100
Fax: (99871) 2389200
E-mail: [email protected]
www.investuzbekistan.uz, www.uzinfoinvest.uz
39