Saúde e Segurança no Trabalho

Сomentários

Transcrição

Saúde e Segurança no Trabalho
7.5.5. Custos e Investimentos em Gestão Ambiental
7.6. Gestão da Saúde e Segurança no Trabalho (SST)
A Companhia investiu, em 2012, R$ 40,1 milhões nas seguintes atividades:
7.6.1. Diretrizes
»»
Gestão ambiental propriamente dita;
»»
Controle das emissões atmosféricas;
»»
Educação e treinamento ambiental;
»»
Melhorias para proteção ambiental;
»»
Instalação de tecnologias ambientalmente mais limpas;
»»
Certificação externa; e
»»
Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento para gestão ambiental.
Mais R$ 355,6 mil foram empregados em seguro de responsabilidade civil
sobre qualquer evento relacionado ao meio ambiente em decorrência de
poluição súbita, como derramamentos; e R$ 64,8 mil em 428 horas de
treinamento e conscientização ambiental.
Relatório de Sustentabilidade | 2012
Tractebel Energia
Dos cerca de R$ 10 milhões investidos pela Companhia em P&D no ano
de 2012, R$ 6,8 milhões foram direcionados a projetos relacionados ao
meio ambiente.
86
7.6.1.1. Conformidade Legal
7.6.1.2. Sistema de Gestão
Tal como na gestão ambiental, na SST
conformidade legal é requisito fundamental
para a Tractebel Energia, que monitora
permanentemente a evolução das leis,
normas e resoluções de regulação para sua
gestão. Para cumprir as exigências legais e
os compromissos voluntários adicionais que
assume, a Companhia avalia e ajusta operações
e procedimentos sempre que necessário.
Baseado no princípio da melhoria contínua, o
sistema de gestão em Saúde e Segurança no
Trabalho da Tractebel Energia tem por objetivo
prevenir e preservar a integridade física, a
saúde e a qualidade de vida dos empregados,
prestadores de serviços, fornecedores e
visitantes. O sistema tem por regra identificar
e controlar perigos e riscos presentes nos
processos, equipamentos e ambientes de
trabalho. Todos os públicos são orientados
sobre esses riscos e perigos, bem como sobre
as respectivas medidas de prevenção e controle.
Há dez Comissões Internas de Prevenção
de Acidentes (CIPAs), distribuídas entre a
sede administrativa e as usinas, constituídas
por representantes do empregador e dos
empregados. Nas usinas em que o número de
empregados é inferior a 20, há um empregado
responsável pelas mesmas funções legais
atribuídas às CIPAs. Naquelas que possuem
um número de empregados igual ou superior
a 20, há CIPAs constituídas e, anualmente, é
realizada a Semana Interna de Prevenção de
Acidentes do Trabalho (Sipat). Seu objetivo é
sensibilizar os empregados quanto a rotinas
e hábitos que possibilitem trabalhar de modo
mais seguro e saudável.
7.6.2. Metas
Os integrantes das CIPAs e os profissionais
designados para cumprimento das normas de
segurança totalizam 78 empregados. Há, ainda,
33 profissionais na área de Saúde e Segurança
no Trabalho, sendo 19 empregados próprios da
Tractebel Energia e 14 prestadores de serviços.
Em 2012, 61% dos empregados da Companhia
receberam treinamento em SST.
Simultaneamente às ações para a prevenção
de acidentes e doenças ocupacionais, a
Companhia identifica o perfil de saúde dos
seus empregados e desenvolve programas com
o objetivo de promover hábitos saudáveis, com
foco nas seguintes áreas:
»»
»»
Gestão do Bem-Estar: incentivo ao
esporte e à atividade física em geral,
ginástica laboral, alimentação saudável,
gerenciamento do estresse, tratamento
e prevenção de dependência química e
atendimento a pessoas com necessidades
especiais; e
Gestão de Saúde: baseado em um checkup anual, dividido em três etapas: exames
laboratoriais e específicos, questionários
de saúde e estilo de vida, consulta clínica
e definição do Plano Individual de Saúde
– que é um compromisso anual assumido
voluntariamente pelo empregado em
relação aos cuidados com sua saúde.
Em atendimento à Norma Regulamentadora
NR-7 (Medicina do Trabalho), anualmente,
todos os empregados são convocados para
o exame periódico. A Companhia ultrapassa
essa exigência e realiza uma série de exames
complementares e consultas específicas,
obtendo dados mais completos e abrangentes
sobre a saúde do empregado. As informações
de saúde dos últimos cinco anos - resultados
dos exames laboratoriais, questionários e Plano
Individual de Saúde – ficam disponíveis no
portal corporativo, em área de acesso restrito,
o que permite ao empregado acompanhar
seu histórico de saúde. A Companhia
também realiza periodicamente campanhas
de comunicação e de prevenção sobre temas
como vacinação contra a gripe e prevenção
ao câncer, entre outros, além de treinamentos
anuais para operadores de usinas, referentes
a métodos de primeiros socorros e eventos
com palestrantes da área de saúde para os
empregados e prestadores de serviços.
A tabela a seguir descreve as metas e os
resultados corporativos para a gestão da
SST, baseados em indicadores previamente
estabelecidos, em 31 de dezembro de 2012,
de acordo com a metodologia da Associação
Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).
Metas e Resultados de SST1
2012
Indicador
Meta
Resultado
Índice de Taxa de Frequência (TF)
TF < 3,2
TF = 1,28
Índice de Taxa de Gravidade (TG)
TG < 0,072
TG = 0,00
0
0
Acidente Fatal
Meta Atingida
1
Valores calculados segundo padrão estabelecido pela ABNT.
Avaliação
7.6.3 Indicadores
De acordo com os requisitos legais e subscritos
pela Companhia, a seguir são apresentados
os indicadores consolidados da gestão da
SST, segundo as metodologias da ABNT
e, para 2012, onde aplicável, também da
Global Reporting Initiative (GRI).
Indicadores de Saúde e Segurança no Trabalho
EMPREGADOS PRÓPRIOS
2010
2011
2012 ABNT
2012 GRI
Número de acidentes de trabalho e de trajeto com e sem afastamento
9
7
2
2
Número de dias perdidos - acidentes do trabalho com afastamento
91
49
12
12
Taxa de doenças ocupacionais (TDO)
0
0
0
0
Taxa de Frequência (TF)
1,04
1,5
0
0
Taxa de Gravidade (TG)
0,05
0,025
0
0
1
0
0
0
6.874
6.253
5.478
-
- Taxa de Lesões
-*
-*
-*
0,2
- Taxa de dias perdidos
-*
-*
-*
1,2
Acidente fatal
Absenteísmo (dias)
Parâmetros segundo a metodologia da GRI:
- Taxa de absenteísmo (dias)
-*
-*
-*
4.346
2010
2011
2012 ABNT
2012 GRI
3.893.222
4.148.850
4.230.648
4.230.648
Número de acidentes de trabalho com afastamento
9
13
8
8
Número de acidentes de trabalho e trajeto com e sem afastamento
44
42
36
36
EMPREGADOS DE EMPRESAS CONTRATADAS
Relatório de Sustentabilidade | 2012
Tractebel Energia
Número de horas de exposição ao risco
88
Número de dias perdidos - acidentes do trabalho com afastamento
78
339
350
350
Taxa de Frequência (TF)
2,3
3,13
1,89
-
Taxa de Gravidade (TG)
0,02
0,082
0,083
-
Acidente fatal
0
1
0
0
Absenteísmo1
-
-
-
-
- Taxa de doenças ocupacionais (TDO)
-*
-*
-*
NA
- Taxa de Lesões
-*
-*
-*
1,7
- Taxa de dias perdidos
-*
-*
-*
18,7
Parâmetros segundo a metodologia da GRI:
*
1
A partir de 2012 o cálculo para obtenção deste dado foi alterado, sendo assim, não há como compará-lo com os anos anteriores.
O controle é feito pelas empresas contratadas.
7.6.4. Destaques de 2012
»»
Manutenção da certificação segundo a BS OHSAS 18001.
»»
Realização do 1º Encontro de Presidentes e Vice-Presidentes das CIPAs e Profissionais de
Segurança da Tractebel Energia (em 30 e 31 de outubro de 2012), com os objetivos de
proporcionar a integração entre todas as CIPAs e alinhar as ações de Saúde e Segurança
no Trabalho aos objetivos da Companhia.
»»
Desenvolvimento do vídeo piloto das rotas de fuga para evacuação de áreas do edifíciosede da Tractebel Energia.
»»
Treinamento de 61% dos empregados da Companhia em Saúde e Segurança no
Trabalho em 2012.
»»
Realização de oito Sipats, abordando temas como direção defensiva e segurança no
trânsito, doenças sexualmente transmissíveis, drogas, tabagismo e estresse.
»»
Implantação do Programa “Recado da Dra.” - mural virtual apresentado trimestralmente
com informações sobre saúde.
»»
Campanhas de esclarecimento sobre o uso correto de extintores, elevadores, ramal
de emergência e rotas de fuga - incluindo a realização de um exercício simulado para
evacuação do prédio da sede.
»»
Investimento de R$ 6,2 milhões em Saúde e Segurança no Trabalho no ano.
7.7.
Gestão Social
7.7.1. Diretrizes
7.7.1.1. Conformidade legal
Também na gestão social a conformidade
legal é requisito básico para a Tractebel
Energia, que monitora permanentemente
a evolução das leis, normas e resoluções
de regulação de responsabilidade social
empresarial. Para cumprir as exigências
l e g a i s e o s c o m p ro m i s s o s v o l u n t á r i o s
adicionais que assume, a Companhia avalia
e ajusta operações e procedimentos sempre
que necessário.
7.7.1.2. Melhoria contínua
Diretrizes, recomendações e indicadores como
os da Global Reporting Initiative (GRI) e do
Instituto Ethos, bem como os da norma NBR
ISO 26000 e os que norteiam o Índice de
Sustentabilidade Empresarial da BM&FBovespa
(ISE), são referências complementares à
evolução da legislação para embasar a melhoria
contínua da gestão social da Companhia.

Documentos relacionados

Saúde e Segurança no Trabalho

Saúde e Segurança no Trabalho A Companhia identifica o perfil de saúde dos seus empregados e desenvolve programas com o objetivo de promover hábitos saudáveis, com foco nas seguintes áreas: • Gestão do bem-estar – um plano de ...

Leia mais

Gestão Sustentável - Tractebel Energia

Gestão Sustentável - Tractebel Energia de Gestão Sustentável abrange as dimensões Qualidade, Meio Ambiente, Saúde e Segurança no Trabalho (SST) e Responsabilidade Social. Todas as 24 usinas operadas pela Companhia seguem essa política, ...

Leia mais