Edição nº 02/2004 - Polícia Militar do Espírito Santo

Сomentários

Transcrição

Edição nº 02/2004 - Polícia Militar do Espírito Santo
DIA
Aniversariantes do Trimestre
Abril
NOME
03 Sd Jacinto Lirio Fornazele
05 Sd Jorge Lúcio Virgilino
06 1º Ten Sérgio Luis AnechiniI
06 Sd Amarildo Diniz Correa
10 Sd Alessandro Moraes
11 Sd Antonio M. Cezar Rangel
11 2º Ten Andre Pratti Lemos
13 Sd Cesar Luiz Andrade
15 3º Sgt Sergio H. Lacerda dos Santos
20 1º Ten Marcelo Tavares de Souza
23 Sd Jorge Jose Rangel
24 Sd Marcos Rebuli da Rocha
27 Cb Arnaldo de Oliveira Diniz
29 Cb Ismarildo Pereira
30 Sd Alessandro Santos Calmon
DIA
Maio
NOME
01 Sub Ten Luis Claudio Crispim da Silva
01 Sd Adilson Januario de Azevedo
01 Sd Marcos Lima dos Santos
02 Cb José Antonio Vieira
02 Sd Julio Cesar Miranda
02 Sd Sidney Carlos Pereira
03 Sd Manoel Elisio de Oliveira
04 Sd Marcelo da Silva Santos
06 3º Sgt Jeremias Gregorio Gomes
08 1º Ten Marcio Vieira Hollanda
08 Sd Silvanoy Costa de Almeida
09 Sd Aldo Rogerio Gomes da Silva
10 Sd Elias Barbosa
10 Sd Flodoaldo Nunes Pereira Junior
11 Sd Silvestre Salles
13 Cb Plinio Paixão da Silva
13 Sd Gedilson Ramos
14 2º Sgt Reinaldo José Conte
14 Cb Cleib Portela Jorge
15 Sd Robson Soares Bastos
15 Sd Wanderson Santana Souza
15 2º Sgt Josué Facundes
15 Sd Alexandro Faria Silva
20 Sd Edilson dos Santos Nascimento
22 Sd Francisco Silvestre Junior
22 Sd Fernando Freire Pereira
23 Sd Altair dos Santos
26 Sd Wladimir de Assis R. da Silva
28 Sd Augusto Carlos Dias Pires
29 Sd Simar Rufino Santana
29 Sd Elio Ribeiro
30 Sd Flávio Tenório dos Santos
31 Sd Paulo Cesar da Silva
DIA
Junho
NOME
01 1º Sgt Marco Antonio Paganini Merisio
02 Sd João Marcos de Oliveira
03 Sd José Simplicio Rosário
03 Sd Marcelo Belique
04 Sd Mauricio Rodrigues Lauriano
04 Sd Adilson Coelho Weller
09 2º Sgt Guilhermano F. Teixeira Fidelis
09 Sd José Ricardo dos Santos Silva
10 Cb Edilson Vieira da Silva
11 Sd Jorge Ferreira Bezerra Filho
13 Sd Cleida Vieira Pereira
15 Sd Alecsandro Ramos Mendes
15 Sd Rodrigo Lacerda dos Santos
16 Sd Gilmar Spavier
16 Sd Ubiratam Martins Castor
17 3º Sgt Ronaldo Costa dos Santos
17 Sd Gilmar Muniz Pina
17 Cb Edimar Dias Rangel
19 Sd Marcos Antonio Viana de Souza
20 Sd Washington Luiz de Oliveira Mattos
23 Sd Marcelo Gomes Nunes
24 1º Ten Roberto Campos Monteiro
24 Sd João Batista Costa
24 Sd João Carlos Rosa Vaz
25 Sd Tarcisio Rogai de Farias
28 Sd Israel Vieira Lopes
Curiosidades
√ O Sol libera mais energia em um segundo do que tudo que a humanidade já
consumiu em toda a sua existência.
√ A maneira mais fácil de diferenciar
um animal carnívoro de um herbívoro é
olhando nos seus olhos. Os carnívoros
(cachorros, leões) possuem os olhos na
parte da frente da cabeça, o que facilita a
localização do alimento. Já os herbívoros
(aves, coelhos) possuem os olhos do lado
da cabeça para perceber a aproximação de
um possível predador.
√ Você pisca aproximadamente 25 mil
vezes por dia.
√ Os CDs foram concebidos para comportar 72 minutos de música porque essa é a
duração da Nona Sinfonia de Bethoven.
√ Relâmpagos matam mais do que vulcões, furacões e terremotos.
√ O material mais resistente criado pela
natureza é a teia de aranha.
√ Se as doenças do coração, o câncer e a
diabete fossem erradicados, a expectativa
de vida do homem seria 99,2 anos.
√ 110.000 pessoas vão ter mais de 100
anos em 2004.
√ Uma gota de óleo torna 25 litros de água
imprópria para o consumo.
√ Na Suíça, se você mora em apartamento, é ilegal dar a descarga nos sanitários
depois das 22 horas.
Informativo BME - página
4
O Portão das Armas e o Platô das BandeiOcorreu na Unidade, no dia 26 de
janeiro, uma formatura geral com o
objetivo de inaugurar o novo portão
das armas da unidade bem como o
platô das bandeiras.
Homenagem ao Maj Nylton
Durante a solenidade, o comando
do batalhão prestou uma homenagem
ao Maj Nylton Rodrigues Ribeiro
Filho, que por mais de dez anos
envergou a farda camuflada, atuando
e servindo à Polícia Militar nesta
unidade. O oficial superior foi
agraciado com um mimo militar.
Primeiro hasteamento do pavilhão nacional no BME: marco
histórico.
Com a presença do Sr Cel
Comandante Geral da PMES,
de todos os ex-comandantes do
BME e de civis convidados (como
representantes da CST, da Aracruz
Celulose e da empresa HZM),
pela primeira vez na história desta
caserna houve o hasteamento dos
pavilhões nacional e estadual, bem
como da insígnia do comando da
unidade.
O comandante e o subcomandante
do BME, Maj Silva e Maj Lamaison,
procederem ao primeiro hasteamento
da bandeira do Brasil e da bandeira
do Espírito Santo, respectivamente.
Em seguida, como forma de
homenagem aos ex-comandantes,
o Cel RR Monteiro, Cel Giuberti,
Ten Cel R. Duguay e o Ten Cel Carlo
Marx foram
convidados
para fazerem
em conjunto
Inauguração dos novos boxes da
Cia Op Cães
Para encerrar a solenidade em
alto padrão, houve a inauguração
dos novos boxes da Companhia de
Operações com Cães, que em breve
estará tendo sua sede administrativa
anexada ao restante do batalhão.
Construído dentro de padrões
sanitários rigorosos e de uma
concepção atualizada da doutrina
de canis, o complexo de boxes
vem atender a uma demanda
antiga daquela subunidade, de
modo a proporcionar melhores
acomodações e evitar baixas no
plantel canino.
A obra foi possível graças a
uma parceria com a CST cuja
representante,
Srª Maria Helena
Firmo Pagotto,
descerrou a placa
de inauguração
juntamente com
o Sr Cmt Geral
Descerramento da placa do canil em
homenagem ao Cb Licínio Vieira
Editorial
Meus camaradas!
No dia 26/01/05, tivemos a felicidade de concluir mais uma importante e necessária obra neste batalhão. Refiro-me ao portão das
armas e mastros para as bandeiras. Anseio antigo,
não podia mais admitir nosso quartel sem uma
entrada digna e sem um local onde hoje tremulam
os pavilhões, símbolos de conquista, presença e
respeito. Ressalta-se o esforço de um grupo que
se entregou a edificá-la com suor e abnegação;
contudo, sem lamúrias.
Na entrada do quartel, foram escritos quatro
vocábulos: honra, fibra, denodo e moral. Palavras de pequena grafia, mas de um grandioso
significado.
Honra é sinônimo de probidade, de dignidade,
de honestidade em todos os sentidos, além de
outras virtudes. A fibra tem relação com a firmeza
de caráter; um homem de fibra tem seu caráter
inabalável. O denodo tem como significado a
intrepidez, a ousadia e o desembaraço diante das
situações críticas. Finalmente, moral, o último
vocábulo, está relacionado com os deveres de cada
um, sejam eles impostos por leis e regulamentos
ou por costumes e tradições de um povo ou de
uma instituição.
Esse conjunto de atributos é definidor do
caráter do militar e, portanto, apanágio dos
soldados de escol. Aquele que preza sua honra
é leal e honesto, no sentido amplo, com seus comandantes e comandados. O indivíduo denodado
ousa e isso significa a busca de novas soluções
para os problemas. Quem tem fibra e moral está
disposto a perseverar nessa busca para cumprir o
seu dever, inobstantemente à dimensão dos óbices
encontrados no caminho.
Envolvido, pois, por esse espírito que este
comandante persegue os objetivos de ter uma
tropa, cada vez mais, adestrada e com os melhores equipamentos e instalações. Porém, um
comandante sem a lealdade de seus soldados
nada consegue. É, na verdade, um comandante
sem tropa. Por isso, o militar desta unidade está
aqui para servir; não apenas para trabalhar. O indivíduo que trabalha cumpre suas missões e seus
horários. Porém, aquele que serve está muito além
daquele que simplesmente trabalha. Honra, fibra,
denodo e moral são atributos daqueles que estão
imbuídos da vontade de servir e, assim sendo, são
homens especiais.
Conclamo, então, a todos para que, ombroa-ombro, continuemos nessa luta. “Não pergunte
do que somos capazes. Dê-nos a missão!”, nosso
lema, adicionado a esses quatro vocábulos é que
nos faz servir no Batalhão de Missões Especiais,
tropa de elite da Polícia Militar; elite como solInformativo BME - página
1
Operação em Bairro da Penha No dia 04 de fevereiro, o
Batalhão de Missões Especiais
realizou uma operação no Bairro
da Penha, em Vitória, na qual foi
mobilizado um efetivo de oitenta
e cinco homens.
Armas apreendidas na
operação O objetivo da operação foi
coibir o tráfico de drogas e prender
os responsáveis pelas disputas
constantes entre traficantes que
estavam ocorrendo na região. Após
concluir os trabalhos de informações,
as 2ª Seções do BME e do 1º BPM os
apresentou à 3ª Seção que planejou
a operação.
Os militares empenhados
foram divididos em patrulhas a fim
de cobrir os mais de 20 pontos que
seriam abordados, de acordo com
os mandados de busca e apreensão
expedidos pela autoridade judiciária
competente.
Ao todo, 26 pessoas
foram presas e sete armas foram
apreendidas: um fuzil calibre 7.62 de
modelo antigo, uma submetralhadora
calibre 9mm, uma pistola calibre .40,
três pistolas calibre 9mm e uma
pistola calibre 380. Além disso, mais
de trezentos cartuchos de diversos
calibres foram recuperados.
Entorpecentes encontrados
Juntamente com as pessoas presas,
foram encontrados 2,7 quilos de
maconha prensada, 112 pedras de
“crack” e 131 porções de substância
semelhante à maconha prontos para
serem comercializados.
O excelente resultado da operação,
em que toda a atuação da tropa se deu
dentro de padrões técnicos, caminha
ao encontro da tranquilização e da
segurança que a sociedade capixaba
tanto anseia e corrobora o alto
prestígio que o BME goza junto a
essa mesma sociedade.
Destaque Operacional do 1º Trimestre de 2005
Cursos de elevadíssimo padrão
técnico e altamente exigentes, o
Curso de Ações Táticas Especiais e
o Curso de Controle de Distúrbios
Civis serão mais uma vez ministrados
no BME e as inscrições encontramse abertas.
O primeiro será para praças e
oficiais subalternos e o segundo para
Sgt, Sub Ten e Ten do QOC.
As dificuldades para os futuros
candidatos começarão ainda na fase
pré-curso. A aplicação de um TAF
diferenciado e exigente se impõe
como um primeiro obstáculo. Além
disso, para o CATE, é aplicado
um THE (Teste de Habilidades
Específicas), que consiste em provas
de flutuabilidade, adaptação à altura
e coordenação motora.
Diversas instruções de operações
terrestres, em altura, em água, de
armamento e munição não letal e
formações de CDC são ministradas.
Por isso, os cursos proporcionam
conhecimento e treinamento
suficientes para atuação em
ocorrências de alta complexidade.
Os interessados deverão procurar
seus comandantes a fim de buscarem
Instituído pela Portaria do Comando
geral da PMES nº 343-R, de 27 de março de 2003, o Destaque Operacional é
uma forma de reconhecer e premiar
os militares que se destacam, a cada
trimestre, no desempenho de suas atividades profissionais.
Dentro de tais parâmetros, o comando do BME busca reconhecer entre
os componentes de sua tropa aqueles
que atingem um nível de atuação condizente a fim de que possam obter o
O Destaque Operacional do batalhão
foi o Sd Dias.
reconhecimento merecido.
Entretanto, na caserna camuflada,
tal tarefa não é simples, uma vez que
aqui contamos com combatentes da
melhor estirpe, o que transforma a
escolha num procedimento muito
difícil.
No primeiro trimestre de 2005, foram escolhidos os seguintes militares:
Cb Paulo Sergio Nunes Alves (Cia P
Chq), Sd Luiz Renato Dias Neiva
(COE), Cb Cleib Portela Jorge (Cia
A Instrução no BME
Para proporcionar à tropa
condições de atuar de modo correto
e eficaz, é preciso um programa
constante de treinamento, reciclagem
e especialização.
Sendo assim, no ano de 2004,
o batalhão ministrou diversas
instruções, entre as quais se pode citar:
armamento e munição, tiro, noções
de direito, técnicas de abordagem,
treinamento físico militar, operações
aquáticas, patrulha urbana e rural,
adestramento básico e avançado,
invasão tática, ações anti-bomba,
procedimentos em estabelecimentos
penais, patrulhamento em áreas de
alto risco, defesa pessoal e técnica de
CDC num total de 957 h/a.
O batalhão também promoveu os
cursos de Controle de Distúrbios Civis
para cabos e soldados e Gerenciamento
de Crises para oficiais e sargentos.
Além disso, a unidade teve
militares formados em diversos cursos
e estágios ofertados por outras
unidades da PMES e por outras
corporações como Tiro Defensivo
na Preservação da Vida – Método
Giraldi, Curso de Especialização
em Policiamento Montado, Curso de
Policiamento em Eventos, Curso de
Segurança de Autoridades, Estágio
Básico do Combatente de Montanha
e instrução de nivelamento de
conhecimento, promovido pela
Força Nacional de Segurança.
Aniversário da PMES
Em 06 de abril, a
Polícia Militar do Espírito
Santo estará completando
170 anos. Desde a sua
criação, como Cia de Guarda
de Polícia Provincial, em 06 de abril de
1835, por meio da Lei Provincial nº 9,
daquele mesmo ano, a corporação vem
se destacando nos serviços prestados à
sociedade espírito-santense.
A Polícia Militar se fez presente
em diversos episódios de importância
histórica no país como a Guerra do
Paraguai (1865-1870), a Revolta de 1924
(São Paulo), a Revolução de 1930 e o
Movimento Constitucionalista de 1932
(São Paulo).
Nos episódios de cunho estadual,
destaca-se sua participação no conflito da
Serra do Caparaó e a atuação na questão
Lindeira, decorrente de conflitos surgidos
nas zonas limítrofes de Minas Gerais e
Espírito Santo, no norte do Estado, cuja
solução final só se deu em 15 de setembro
de 1963.
Ao completar seus 170 anos, portanto,
a briosa PMES se põe de pé ao lado dos
maiores gigantes entre as forças policiais
brasileiras, contemplando no horizonte
um futuro de sucesso e glórias, com
resultados ainda mais promissores do que
os tantos já alcançados.
Resultados Operacionais de 2004
Curso de Cinotecnia 2005
Está sendo realizado no Batalhão
de Missões Especiais, no período
de 28 de fevereiro a 22 de
abril, o terceiro curso de
Cinotecnia Básica do
estado (nas duas versões
anteriores, chamado de
Cinofilia Básica).
Com vinte e cinco
alunos, sendo quinze do BME,
oito oriundos das demais unidades da
PMES e dois do Corpo de Bombeiros
Militar, o curso de Cinotecnia está
sendo desenvolvido dentro de um
padrão de alto nível nas instruções.
2
Informativo BME - página
Abertas as Inscrições para
o CATE e CDC. Prepare-
São algumas das disciplinas
do curso: operações com cães,
veterinária, cinofilia básica,
adestramento, entre
outras.
Além disso, os
alunos estão sendo
submetidos a diversas
situações extremadas onde
sua capacidade de raciocínio
e atuação sob esforços intensos e
prolongados podem ser observadas
e testadas.
Parceria com a Empresa
Durante toda a caminhada
realizada por este comando no
intuito de reestruturar o batalhão e
de proporcionar à tropa melhores
condições de permanência no quartel e
de atuação nas situações operacionais,
vários parceiros de valor têm nos
acompanhado, destacando a empresa
HZM, nas pessoas do Sr João Ronaldo
e Sr Sebastião Maximiliano que nos
auxiliou na realização do Curso
de CDC/Cabos e Soldados e na
construção de um canhão disruptor
Durante o ano de 2004, o Batalhão de Missões Especiais realizou inúmeras operações dentro da seara de suas
atribuições, vindo a lograr êxito em todas elas. Abaixo vê-se o quadro estatístico das operações:
DESCRIÇÃO
Apreensão de Animais
Armas de Fogo Apreendidas
Armas Brancas Apreendidas
Cumprimento de Mandado
Escolta de Presos
Fugitivos Recapturados
Ocorrência Assistencial
Ocorrência de Dist. Civis
Ocorrência com Drogas
Ocorrências com Explosivos
Ocorrências em Presídio
Ocorrências com Refém
Pessoas Abordadas
Pessoas Detidas
Eventos Reintegração e Posse
Veículos Abordados
Veículos Apreendidos
Veículos Recuperados
JAN FEV 0
0
8
10
0
0
2
2
3
1
2
2
0
2
4
0
1
0
0
0
3
2
1
1
700
449
19
14
0
7
1
0
168
472
1
2
1
1
MAR 0
2 0
4
1
1
1
0
4
0
1
1
1805
13
1
0
600
0
0
ABR 0
1
0
1
1
0
2
3
2
0
3
1
823
15
6
0
264
1
3
MAI 0
2
0
2
6
0
0
3
3
1
3
0
566
10
5
1
149
0
0
JUN 0
2
0
3
8
0
0
0
1
2
4
0
375
10
7
0
232
1
0
JUL 0
12
0
4
12
1
0
2
5
2
6
3
841
32
2
0
53
4
0
AGO 0
3
0
0
6
0
0
1
0
0
2
0
937
5
2
1
72
0
0
SET 0
4
0
1
9
4
0
1
5
2
1
0
188
30
10
0
30
2
2
OUT 0
2
0
1
4
0
0
2
2
1
31
0
0
8
0
1
0
9
1
NOV DEZ 0
0
0
6
5
0
0
4
5
4
1 3
1
0
0
0
4
3
1
0
39
24
1
0
0
10
7
9
7
0
0
0
0
2
1
0
0
0
TOTAL ANUAL
0
52
5
24
60
14
6
16
30
9
119
8
6694
172
47
4
2042
21
8
Informativo BME - página
3

Documentos relacionados

Edição nº 04/2005 - Polícia Militar do Espírito Santo

Edição nº 04/2005 - Polícia Militar do Espírito Santo de um acidente ao desembarcar da viatura no pátio do QCG após cumprir uma missão de reintegração de posse com a tropa. Nesse contexto de lembranças, chegamos ao mais importante nome desta unidade s...

Leia mais

Edição nº 23/2014 - Polícia Militar do Espírito Santo

Edição nº 23/2014 - Polícia Militar do Espírito Santo nossos profissionais, homens e mulheres, que diariamente se lançam à difícil missão de levar segurança pública aos cidadãos capixabas. Enquanto Comandante desta Unidade Especial, sinto-me fortement...

Leia mais

Edição nº 28/2015 - Polícia Militar do Espírito Santo

Edição nº 28/2015 - Polícia Militar do Espírito Santo de 2014. Parabéns, Sargento Moraes, pela sua dedicação e comprometimento às causas do nosso batalhão. Nessa mesma solenidade tivemos a grata satisfação de prestarmos uma homenagem ao Sr Cel RR Deja...

Leia mais