AGROECOLOGIA, FEMINISMO E ECONOMIA SOLIDÁRIA

Сomentários

Transcrição

AGROECOLOGIA, FEMINISMO E ECONOMIA SOLIDÁRIA
AGROECOLOGIA, FEMINISMO E ECONOMIA
SOLIDÁRIA
MOSSORÓ - RN – BRASIL
NOVEMBRO, 2009.
A INICIATIVA ...

Necessidade de organizar um espaço para
comercializar a produção de alguns grupos
produtivos da Região Oeste do RN (Mossoró e
Apodi);

Entidades não governamentais juntamente com
os grupos produtivos inauguram o Espaço
Xique Xique de Comercialização Solidária
(dezembro de 2003).
AMADURECENDO A IDÉIA
DA REDE ...

Visibilidade na Região Oeste;

Necessidade de ampliar o Espaço de Comercialização;

Fortalecimento e articulação dos grupos produtivos no
processo de organização, produção e comercialização;

É constituída a Associação de Comercialização Solidária
Xique Xique – Rede Xique Xique (perspectiva mais
ampla).
AMPLIANDO E FORTALECENDO
A REDE

Constituição dos núcleos da Rede (8 núcleos)
abrangência estadual;

Produção diversificada: artesanato, apicultura,
aquicultura
e
pesca,
hortifrutigranjeiros,
capriovinocultura,
produtos
semi
agroindustrializados;

Grupos
produtivos,
unidades
associações e cooperativas;

Processo de formação constante na perspectiva
agroecológica, feminista, da economia solidária,
certifiação participativa, gestão associativa,
políticas públicas.
familiares,
NÚCLEOS DA REDE XIQUE XIQUE
RIO GRANDE DO NORTE - NORDESTE - BRASIL: Apodi, Baraúna,
Governador Dix-Sept Rosado, Grossos, Janduís, Messias Targino,
Mossoró, São Miguel do Gostoso, Serra do Mel,Tibau.
Núcleos
Cooperativas
Feiras da
Agricultura
Familiar
Associação de
Comercialização
Solidária Xique
Xique
Rede xique
xique
Unidades
Familiares
Associações
Grupos
SISTEMA PARTICIPATIVO
DE GARANTIA DA REDE XIQUEXIQUE - SPG
ALGUNS PRINCÍPIOS DO NOSSO SPG:
 Confiança: é preciso que exista um sentimento de confiança e uma segurança
íntima para que o desenvolvimento dos processos ocorram deforma clara e
transparente.
 Descentralização: a descentralização democratiza o acesso às informações, às
tomadas de decisão da rede busca participação de todos e todas.
 Organização de base: os núcleos são bases da existência de nossa rede.
 Articulação em rede: é preciso que haja uma ligação entre os núcleos e entre
as diversas redes de agroecologia existentes no país.
 Adesão voluntária: é um processo de conhecimento e aceitação do sistema de
garantia de forma não obrigatória.
 Agroecologia, economia solidária e feminismo: são pilares sustentadores
do sistema de garantia participativa da rede.
 Economia solidária: para que a produção esteja ao alcance dos grupos que
fazem economia solidária, os custos do processo de acreditação deverão ser o
mais barato possível, suficientes para garantir o processo.
 Relações sociais: deveremos construir relações de respeito e solidariedade
entre as pessoas e entre os grupos, independente de sexo, cor e orientação
sexual, religião, etc...
ETAPAS DO SISTEMA PARTICIPATIVO DE
GARANTIA
DOCUMENTAÇÃO:
I. Ficha de cadastro individual;
II. Ficha de cadastro do grupo;
III. Ficha de cadastro da assessoria;
IV. Ficha de cadastro do buscador/a;
V. Roteiro de visita por sistema/cadeia produtivo/a;
VI. O termo de adesão.

INSTÂNCIAS DO SISTEMA DE
PARTICIPATIVO DE GARANTIA
Conselho de Certificação: Será composto por 05
pessoas, sendo de 03 produtores/as, 02 técnicos/as e 01
buscador/a escolhidos dentro dos integrantes de cada
núcleo do qual o grupo faz parte.
 Conselho de Ética: Será composto por 15 pessoas,
sendo 10 produtores/as, 03 técnicos/as e 02
buscadores/as.
 Conselho de Certificação Participativa da Rede
Xique Xique: 40 pessoas, representantes dos núcleos.

FUNCIONAMENTO
CONSELHO
DO
NÚCLEO
CONSELHO
DO
NÚCLEO
CONSELHO
DO
NÚCLEO
CONSELHO
DO NÚCLEO
CONSELHO
DO
NÚCLEO
CONSELHO DE
CERTIFICAÇÃO
CONSELHO
DO NÚCLEO
CONSELHO
DO
NÚCLEO
CONSELHO
DO
NÚCLEO
CONSELHO
DE ÉTICA
DESAFIOS ...
Apropriação de todos os grupos sobre o
processo e a importância do SPG;
 A formação constante do conselho de
certificação e de ética;
 A implantação da certificação;
 O diálogo constante com os outros SPGs;
 O credenciamento junto ao MAPA.

O QUE NOS MOVE ...
“ ... estabelecimento de redes e cadeias produtivas solidárias, articulando
produção, comercialização, consumo e assistência técnica entendida
como uma forma do fazer econômico que visa a construção de novas
conquistas onde os seres humanos sejam de fato a principal
preocupação e definidores de todas as práticas que busquem a
superação da economia dos mercados.“
Carta de Princípios
Rede Xique Xique
CONTATOS:
[email protected]
(84) 3316-1315
[email protected]
(84) 9949-4193
[email protected]
(84) 9406-2706

Documentos relacionados

Dicionário Internacional da Outra Economia

Dicionário Internacional da Outra Economia especial com outras sociedades de capitalismo periférico, a circunstância de manter formas de usar os recursos, de produzir e de trocar cujo fundamento e motivação nada têm a ver com o individualis...

Leia mais