emanuel_champions ()

Сomentários

Transcrição

emanuel_champions ()
Braga despede-se da Champions com derrota
Pressão estava toda do lado dos visitantes mas, mesmo assim, o Braga não
conseguiu entrar bem no jogo.
À passagem do primeiro quarto de hora, as bancadas levantam-se pela primeira
vez – Éder falha por pouco o alvo e deixa o estádio entusiasmado.
Tinham passado apenas 15 minutos do início quando os adeptos bracarenses
achavam ser o primeiro golo do jogo, mas foi um remate falhado de Éder. Uns minutos
depois, Mossoró dá o melhor seguimento a uma jogada rápida de Leandro Salino e
inaugura o marcador. Festa na pedreira, que assim se animava para uma vitória
caseira na Champions, algo que não tinha ainda acontecido nesta época.
A primeira parte foi de domínio bracarense mas os turcos começaram a mostrar
interesse em assumir um papel mais ativo na partida. Ao minuto 40, Quim opõe-se
com sucesso a um livre de Selçuk Inan e impede o empate.
Ao intervalo, o marcador agradava aos adeptos bem mais do que a exibição da
sua equipa.
No regresso das cabines, tudo mudou. O Galatasaray voltou para a segunda parte
decidido a alterar o resultado. Os da casa não reagiram a tempo e ao minuto 58 Burak
Yilmaz marcou o primeiro golo turco que fez vibrar a claque vinda de Istambul.
Braga sai derrotado por duas bolas a uma (Fotografia - REUTERS)
Ismaily ainda teve nos pés
a oportunidade de colocar os bracarenses em
vantagem, através de um livre, mas a bola saiu ao lado do alvo. Como quem não
marca sofre, a 12 minutos do fim da partida o Estádio AXA assistiu mudo ao segundo
golo da equipa turca e esteve muito perto de, logo a seguir, ver o terceiro. O encontro
terminou com a derrota do Braga, a fechar um desempenho muito frágil nesta edição
da Champions. Alguns lenços brancos apareceram nas bancadas, revelando a
insatisfação com o desempenho do clube.
Em declarações à imprensa no final da partida, José Peseiro, treinador da equipa
minhota, afirmou que o resultado foi “extremamente injusto”, uma vez que “o Braga
esteve na frente do jogo quase todo o tempo”. Questionado sobre a sua demora em
fazer substituições, Peseiro disse que até ao momento em que fez entrar Hugo Viana
o jogo estava controlado e que não foi por ter feito substituições no jogo contra o FC
Porto que ganhou. “Não merecíamos acabar a Champions com tantas derrotas”, disse,
ao terminar, o técnico do Sporting de Braga.
O Braga terminou assim a sua passagem pela maior competição de futebol
europeia, ficando apenas com três pontos e sem ter conseguido registar qualquer
vitória no seu próprio terreno.
Emanuel Boavista