Relatórios de Atividades 2009

Сomentários

Transcrição

Relatórios de Atividades 2009
Relatório de Atividades 2009
Março/2010
87 anos contribuindo com a educação
e cidadania na cidade de São Paulo.
www.ligasolidaria.org.br
Apresentação
Passou mais um ano, em um mundo ainda com profundas incertezas.
Nosso grupo Gestor aceitou a responsabilidade de continuar a gerir a Liga Solidária por mais três anos. Sentimos como
um desafio que nos empolgou e estimulou, pelas dificuldades e oportunidades inerentes à crise que vivemos.
Propusemos-nos a aprofundar mais o conhecimento da situação social da nossa região e também a rever nossa resposta
às Comunidades com que trabalhávamos.
Pensamos em algumas estratégias. Começamos por abrir espaços internos e externos na comunidade para escutá-la.
Essas reuniões foram de grande valia, aprofundando o conhecimento acerca das terríveis dificuldades que enfrentam no
seu dia a dia e sensibilizando-nos para fazer mais e melhor.
Paralelamente, sentimos que, para mudar e expandir nossa atuação social, precisaríamos de ajuda externa para alcançarmos um consenso em relação a nossos propósitos e preparar-nos tecnicamente para enfrentá-los.
Contratamos um facilitador do Instituto Fonte, António Luiz de Paula e Souza, que nos acompanhou nesse movimento de
modernização e de ampliação do pensamento social.
Foi extremamente rica para os gestores a oportunidade de trazer para o concreto propostas inovadoras e enriquecedoras
para a Gestão Social e sua viabilização. Conseguimos planejar as ações para os próximos três anos.
Sem dúvida, a chave de ouro que fechou este ano foi essa reflexão que possibilita novos e ricos caminhos para um real
impacto com quem trabalhamos. Termino com um sonho graças a Deus concretizado.
Audaciosamente, fechamos o ano festejando nossa comunidade com uma linda festa ecumênica. Grande número de
voluntários, crianças, colaboradores e diretoria, acompanhados pela comunidade e seus representantes, irmanados na
fraternidade, prestaram juntos homenagem a Jesus, inaugurando um lindo Presépio em tamanho natural.
As crianças dos CEIs soltaram dois mil balões em agradecimento aos voluntários. Foi um espetáculo inesquecível, éramos
em torno de 7.000 pessoas e a festa continuou com distribuição de 3.152 presentes para as crianças, 1.200 cestas básicas
e 4.000 panetones.
Xinha d’Orey Espírito Santo
Presidente da Liga Solidária
sumário
Apresentação
5
Doadores Estratégicos
8
Princípios Organizacionais
11
Equipe
12
Trabalho Desenvolvido
16
Abrangência
18
CEIs - Centros de Educação Infantil
20
Abrigos Solidários
22
Programa Qualificação Profissional
26
Programa I.D.E.A.L.
28
Programa Religar
32
Programa Ação Família (PAF)
34
Pólo de Prevenção a Violência
36
Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos (MOVA)
38
Grupo Serenidade
39
Programa Crescer
40
Voluntariado
44
Parcerias
46
Sustentabilidade
48
Gestão Financeira
50
Obrigada!
52
Seja Solidário Você Também!
60
Registros
61
Contato
62
Espiritualidade
65
doadores estratégicos
Fundação prada de assistência social
8
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
Incorporadora
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
9
10
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
princípios organizacionais
Missão
Princípios
Cristãos
Contribuir com ações socioeducativas para
conscientizar crianças, jovens e adultos
de sua dignidade e de seu potencial
transformador.
Ética
Visão
Sustentabilidade
Procurar excelência nos trabalhos sociais
desenvolvidos, pela eficácia e ética na gestão,
pelo diferencial da espiritualidade, e pela
qualidade e viabilidade econômica dos seus
projetos, por meio de parcerias estratégicas.
Otimizar o patrimônio, assegurando
consistência com a demanda social.
Compartilhar, em rede,
o conhecimento educacional.
Credibilidade
QualidadE
Responsabilidade
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
11
equipe
ORIENTADOR ESPIRITUAL
Dom Odilo Scherer
Arcebispo Metropolitano de São Paulo
ASSISTENTE ECLESIÁSTICO
Monsenhor Dario Benedito Bevilacqua
DIRETORIA EXECUTIVA (Gestão 2009 – 2011)
Presidente
Maria Luiza d’Orey Espírito Santo
1ª Vice-Presidente
Ana Carolina Monteiro
de Barros Matarazzo
2ª Vice-Presidente
Maria Stella Moura Abreu
Barroso de Siqueira
3ª Vice Presidente
Maria Rita Tostes da Costa Bueno
Diretora Secretária
Katalin Willy
Diretora Financeira
Rosalu Ferraz Fladt Queiroz
Diretora Executiva
Daniela Aoun Bustos
Diretora Executiva
Maria Dulce Müller Carioba Sigrist
Diretora Executiva
Maria Helena Rodrigues Netto Figueiredo
conselho executivo
Ewaldo Mário Kulhmann Russo
José Eduardo Dias Soares
Reynaldo Quartim Barbosa Figueiredo
conselho fiscal
Titulares
Carlos Antonio Rossi Rosa
Luiz Otavio Reis de Magalhães
Rosiane Pecora
suplentes
Antonio Luiz Teixeira de Barros Jr.
João Paulo Carneiro
Israel Aron Zylberman
CONSELHO VOLUNTÁRIO
Elaine Cristina Lopes
Maria Apparecida Monteiro
da Silva Diniz
Marina Assumpção Lassance
Elizabeth Wells Thompson
Scalamandré
Maria de Lourdes Lopes Dias Soares
Mônica Zender Etchenique Reis
Feliciana Toledo Carvalho Dias
Maria de Lourdes Netto Velloso
Noely Yukiko Igawa Ribeiro
Giselda Maria Botelho
Junqueira Nani
Maria Lúcia Madureira Padula
Roseli Castro
Margot Leopoldo e Silva de Carvalho
Maria Luiza Guedes
da Silva Carvalho
equipe
Superintendente
Alvino de Souza e Silva
[email protected]
Desenvolvimento Institucional
Roberta Casado
[email protected]
[email protected]
Espiritualidade
Lucy Maria Gregori de Lima
[email protected]
Financeiro
Idio Fernandes
[email protected]
Informática
Gilmar Pereira da Silva
[email protected]
Jurídico
Hamilton Chacon
[email protected]
Recursos Humanos
Daniel Rocha
[email protected]
Suprimentos
Wilson Alencar Figueiredo
[email protected]
Voluntariado
Priscila Rodrigues
[email protected]
Diretor do Complexo Educacional
Educandário Dom Duarte
Mario Martini
[email protected]
Coordenadora Pedagógica dos CEIs
Centros de Educação Infantil
Nancy Coutinho
[email protected]
Gestora dos Colégios Santa Amália
Mirza Laranja
[email protected]
Gestora do Lar Sant’Ana
Maria José Zocal
[email protected]
Gestora do Recanto Monte Alegre
Ir. Rita Foggiatto
[email protected]
Gestora dos Flats Residenciais
Giovana Carla Ribeiro
[email protected]
Gerente de Nutrição
Luciana Aparecida Mazagão
[email protected]
Informações: [email protected]
trabalho desenvolvido
A Liga Solidária é uma organização social sem fins
lucrativos, criada há 87 anos como Liga das Senhoras
Católicas de São Paulo, que desenvolve programas
socioeducativos e de cidadania para 3.400 pessoas
por dia e cerca de 13.600 pessoas indiretamente,
moradoras de regiões de alta vulnerabilidade social.
Desenvolve seu trabalho baseado na crença de que
a educação é, por excelência, o meio de construção
e de expressão da verdadeira cidadania. Seu projeto
educacional é voltado para a construção gradual do
conhecimento e preparo para o trabalho, em sintonia
com os Parâmetros Curriculares Nacionais, Referenciais
Curriculares Nacionais para a Educação Infantil e com o
ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente.
Nosso trabalho é focado no aprofundamento da
relação com as famílias das crianças e dos adolescentes.
Trata-se de uma ação fundamental para entendermos
o universo de cada uma das crianças e adolescentes
e compreendermos suas características individuais, a
fim de ajudar na busca de caminhos para solucionar
seus problemas. A relação de confiança entre famíliaorganização social, em que as duas visam os mesmos
ideais, reflete no desenvolvimento físico, intelectual
e emocional da criança e do adolescente e interfere
diretamente no progresso da criança na escola.
Outro foco de trabalho da Liga é o combate à violência
doméstica, prática, infelizmente, ainda presente no
dia a dia de muitas famílias. Nossos educadores são
capacitados e sensibilizados para o atendimento
de crianças e adolescentes nessas condições, a
identificação da violência, a avaliação do risco e da
gravidade, a orientação para a denúncia, a avaliação das
relações familiares, do dano psicológico e do projeto de
tratamento, e para o encaminhamento de cada caso ao
respectivo órgão responsável.
16
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
A Liga Solidária é uma articuladora com o objetivo
de fortalecer e defender os direitos da comunidade
onde atua. Para tanto, procura participar e interagir
com diversas redes sociais: Conselho de Segurança
Comunitária, Comissão Local, FEI – Fórum de Educação
Infantil -, FOCA - Fórum da Criança e Adolescente do
Butantã -, CONDECA – Conselho Estadual dos Direitos
da Infância e do Adolescente -, Rede das Organizações
Sociais do Butantã, Rede Nossas Crianças, Rede Abrigar,
Projeto Família Acolhedora, Fórum de Cultura Butantã,
Grupo de Articulação para Escola Técnica, Grupo de
Programas de Qualificação Profissional da Cidade de
São Paulo, entre outros.
Além das redes sociais, a Liga também estabelece
parcerias com a Prefeitura do Município e com o
Governo do Estado, cedendo espaço para uma Escola
Municipal e para um Telecentro - Programa de Inclusão
Digital que oferece à população o acesso às novas
tecnologias da informação e comunicação, em especial
à internet, contribuindo para o desenvolvimento social,
cultural, intelectual e econômico dos cidadãos paulistas.
14.668 pessoas utilizaram o Telecentro em 2009. A Rede
Senac também implantou o seu programa em nosso
espaço: o PET - Programa Educação para o Trabalho possibilitou a inclusão de mais de 30 jovens em curso
de qualificação profissional.
Estrutura do Atendimento Social
A Liga Solidária realiza atendimento social em:
• Oito CEIs (Centros de Educação Infantil)
com 933 crianças
• Cinco Abrigos com 100 crianças
• Oito Programas Socioeducativos com
2.370 crianças, jovens e adultos
EIXOS DE TRABALHO
• Abrigo para crianças e adolescentes em situação de
risco social;
• Acompanhamento pós-desabrigamento;
• Educação infantil em período integral;
• Complementação à educação formal;
• Qualificação profissional e encaminhamento ao
mercado de trabalho;
• Fortalecimento das relações familiares e comunitárias
por meio de ações e projetos;
• Atendimento psicossocial;
• Programa de melhoria da qualidade de vida para a
Terceira Idade;
• Alfabetização de jovens e adultos;
• Prevenção a violência doméstica, abuso e exploração
sexual contra a criança e o adolescente;
• Educação e acompanhamento nutricional.
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
17
abrangência
Abrigo Solidário V
Pinheiros
20 crianças e jovens
de 0 a 18 anos
Abrigo Solidário IV
Jd. Rosa Maria
20 crianças e jovens
de 0 a 18 anos
CEI Primeiros Passos
Jd. Educandário
126 crianças
de 1 a 2 anos e 11 meses
CEI Primavera
Jd. Educandário
120 crianças
de 3 a 4 anos e 11 meses
CEI João de Barro
Jd. Educandário
100 crianças
De 3 a 4 anos e 11 meses
Abrigos Solidários I, II e III
Jd. Educandário
60 crianças e jovens
de 0 a 18 anos
• 92%
do
atendimento
pela
periferia da zona oeste do município de São Paulo
Liga Solidária são desenvolvidos no Complexo
e que possui um total de 96.584 habitantes (2008 -
Educacional
Seade);
Educandário
social
Dom
realizado
Duarte
(EDD),
localizado no Jardim Educandário;
• A Liga Solidária desenvolve ações sociais em mais
três bairros de São Paulo: Saúde, Ipiranga e Pinheiros;
• O Jardim Educandário e o Jardim Rosa Maria são
bairros do distrito Raposo Tavares, situado na
18
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
• O distrito Raposo Tavares concentra o maior número
de áreas com altos níveis de vulnerabilidade social
(5 e 6)¹ dentro dos distritos da Subprefeitura do
Butantã e apresenta o mais baixo IDH - Índice de
Desenvolvimento Humano – da região: 0,50;
CEI Casa da Infância do
Menino Jesus
Ipiranga
180 crianças
de 4 a 5 anos e 11 meses
CEI Santo Antônio
Saúde
70 crianças
de 4 meses a
3 anos e 11 meses
CEI São Cesário
Jd. Educandário
127 crianças
de 4 meses a
4 anos e 11 meses
CEI Ipê
Jd. Educandário
120 crianças
de 0 a 4 anos e 11 meses
CEI Pau Brasil
Jd. Educandário
90 crianças
de 3 a 4 anos e 11 meses
Programa Religar
Jd. Educandário
1650 crianças,
jovens e adultos
Programa Qualificação Profissional
Jd. Educandário
200 jovens
De 15 a 24 anos
Programa Crescer
Jd. Educandário
2.018.692 refeições / ano
Programa I.D.E.A.L.
Jd. Educandário
400 crianças e jovens
de 6 a 15 anos
Do total dos 96.584
residentes no distrito Raposo
Tavares²:
• 29% recebem até dois salários mínimos e 26%
recebem de dois a três salários mínimos;
• 43% são alfabetizados e o nível de escolarização não
• 7.412 são jovens com idades entre 15 e 19 anos;
supera o ensino fundamental;
• 13% possuem nível superior;
• O tamanho médio das famílias residentes é de três a
quatro pessoas;
• 14% dos chefes de família não possuem renda fixa;
• O distrito possui um dos piores índices de vulnerabilidade
juvenil da região do Butantã e sua taxa de mortalidade
infantil, 8,5%, é a segunda maior da região.
Conforme descrição do nível de vulnerabilidade medida pelo Índice
Paulista de Vulnerabilidade Social da Fundação SEADE, 2004.
2
Conforme descrição do nível de vulnerabilidade medida pelo Índice
Paulista de Vulnerabilidade Social da Fundação SEADE, 2000.
1
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
19
CEIs
Centros de Educação Infantil
O que é
Os Centros de Educação Infantil são espaços de educação
que oferecem atendimento em período integral: são
dez horas diárias e cinco refeições supervisionadas por
nutricionistas. As atividades realizadas possibilitam o
desenvolvimento físico, emocional, intelectual e social
das crianças; o trabalho realizado inclui o investimento
na parceria com as famílias e a formação continuada
dos educadores.
Origem do Investimento Social
28%
Custo médio mensal
R$ 404,25 por criança
São oito Centros de Educação Infantil em São Paulo:
• CEI Primeiros Passos, CEI João de Barro, CEI Ipê,
CEI São Cesário, CEI Pau-Brasil e CEI Primavera,
no Jardim Educandário;
• CEI Santo Antonio, na Saúde;
72%
• CEI Casa da Infância do Menino Jesus, no Ipiranga.
Objetivo
• Garantir às crianças experiências estimulantes,
geradoras do autoconhecimento, do ser, do conhecer,
do conviver e do fazer, respeitando os Referenciais
Curriculares Nacionais para a Educação Infantil.
Contrapartida da Liga
Convênio com a Prefeitura
20
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
Realizações
Formação Continuada de Equipe - acreditamos que
a formação continuada das equipes é ponto decisivo
na qualidade das ações desenvolvidas.
• Supervisão mensal das equipes gestoras com o
Centro de Estudos da Escola da Vila;
• Supervisão mensal com Cisele Ortiz, do Instituto
Avisa – lá;
• Acompanhamento quinzenal das equipes gestoras;
• Cursos semestrais para educadores no Centro de
Estudos da Escola da Vila;
• Seminário “A Arte de contar histórias”, com Ilan
Brenmam;
• Encontros mensais DOT-Departamento de Orientações Técnicas da Prefeitura Municipal de São Paulo;
• Passeio Cultural: Revelando São Paulo, tradições, costumes, repertório;
• Construção coletiva de instrumentais de acompanhamento e avaliação das diferentes rotinas:
pedagógica, administrativa e de cuidados da enfer-
• Universidade de São Paulo - Curso de Fonoaudiologia
-Conscientização para educadores, famílias e
crianças, além de identificação de patologias e
encaminhamentos.
Parcerias Internas
• Programa Crescer - Buscando qualidade de vida;
• Programa Religar - Rede Comunitária de Prevenção
das diferentes manifestações de Violência;
• Recanto Monte Alegre - Projeto Vovó Criança,
resgatando saberes e vínculos;
• Colégios Santa Amália - Palestras para educadores.
Famílias
• Encontros mensais com reflexões sobre a vida
escolar dos filhos, nutrição, cultura de paz e atuação
na comunidade.
Crianças
• Repertório musical ampliado;
• Apresentações do Coral;
• Participação no Programa “Conheça a Orquestra na
Sala São Paulo”.
magem.
Parcerias Externas
• Instituto Avisa-lá;
• BrasilPrev - Organização dos parques, pintura das
instalações;
• Brasil Que Lê - Ampliando universo leitor dos
educadores;
• Posto de Saúde São Jorge - Vacinação e acompanhamento das carteiras de vacina das crianças;
Público beneficiado:
933 crianças
Faixa etária:
4 meses a 6 anos
Convênio:
Secretaria Municipal de Educação
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
21
abrigos solidários
O que é
Serviço de proteção social especial, de alta
complexidade, previsto pelo SUAS - Sistema Único
de Assistência Social -, com a finalidade de oferecer
acolhimento a crianças e adolescentes cujas famílias
ou responsáveis encontram-se temporariamente
impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e
proteção.
Atende, observando a qualidade dos serviços e
de acordo com o ECA – Estatuto da Criança e do
Adolescente, prioritariamente os encaminhamentos
oriundos de órgãos como CRECA - Centro de Referência
da Criança e do Adolescente, Vara da Infância e da
Juventude, Conselho Tutelar, Centros de Referência da
Assistência Social e Secretaria de Assistência Social.
Tem o perfil de moradia transitória até que seja
viabilizado o retorno à família de origem / extensa ou o
encaminhamento para adoção (procedimento realizado
por meio da VIJ - Vara da Infância e da Juventude).
Em 2009, tivemos um fluxo de 135 abrigamentos e 40
desabrigamentos.
São cinco os Abrigos Solidários:
Três localizados no Jardim Educandário, um no Jardim
Rosa Maria e um em Pinheiros.
22
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
Origem do Investimento Social
53%
Custo médio
mensal
R$ 3.569,38 por
criança/jovem
abrigado
47%
Contrapartida da Liga
Convênio com a Prefeitura
Objetivos
• A utilização e conservação do material escolar;
• Promover a participação das crianças e dos
• Acompanhamento do nível de interesse, participação
e desenvolvimento das atividades;
adolescentes na vida da comunidade por meio do
acolhimento em ações pedagógicas, atividades
externas de lazer, esporte e cultura;
• Promover, quando possível, o restabelecimento dos
vínculos familiares por meio da convivência com a
família de origem desde o momento do abrigamento;
• Fortalecer e manter os vínculos afetivos entre
os abrigados e seus familiares e garantir o não
desmembramento de grupos de irmãos;
• Acompanhar o processo de autonomia dos jovens
sem família após o desabrigamento;
• Priorizar a adoção na impossibilidade de restabelecer
os vínculos familiares.
REALIZAÇÕES
• 12 adoções, infelizmente uma criança foi devolvida
ao nosso abrigo;
• 79 crianças estão no ensino fundamental e médio,
25 nos Centros de Educação Infantil e uma em escola
especial;
• 64 dos jovens do abrigo estão no Programa I.D.E.A.L.;
• Observação e avaliação contínua do caso;
• Os contatos com as escolas - Professores, Orientador
Pedagógico e Direção;
• A frequência às reuniões escolares;
• As atividades de reforço escolar e apoio aos
educandos, dentre outros.
• No desenvolvimento do trabalho com as famílias,
considerou-se como objetivo fortalecer as famílias
de crianças e adolescentes em situação de abrigo
por meio de visitas e entrevistas, ultrapassando, em
alguns casos, o período de seis meses previsto no ECA,
a fim de potencializar o exercício de sua cidadania,
possibilitando o direito destes ao convívio familiar e
comunitário;
• Foram realizadas 117 visitas mensais e entrevistas
com 36 famílias, considerando-se a questão do
grupo de irmãos, com caráter de orientação e
encaminhamento para o atendimento das demandas.
Deve-se ressaltar ainda que houve visitas a seis mães
presidiárias de crianças abrigadas;
atrasos, foram observados na vida escolar:
• Foram realizadas 48 visitas domiciliares no período
pós-desabrigamento às famílias das dez crianças
desabrigadas;
• Os níveis de aproveitamento e rendimento escolar;
• 330 familias visitaram suas crianças abrigadas;
• Orientação e estímulo à frequência e participação;
• Há cinco jovens em estágios como aprendiz;
A fim de minimizar as situações de desistências e
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
23
PRINCIPAIS MOTIVOS DOs
135 ABRIGAMENTOs em 2009
• Seis jovens têm trabalhos formais;
• Incentivo à prática da leitura e escrita, em pequenos
grupos;
• Elaboração de álbuns de fotos e recordações a fim
de proporcionar meios de expressão para que cada
criança e cada adolescente que vive em um abrigo
possa entrar em contato e registrar sua história de
vida;
• Acompanhamento dos trabalhos, apoio, estímulo e
fortalecimento às crianças na compreensão de seu
conteúdo histórico e raízes culturais;
• Estímulo neuropsicomotor ao bebê.
Público beneficiado:
100 crianças e jovens de ambos os sexos, e,
no máximo, 105 vagas nos períodos de
frentes frias e/ou emergenciais, sendo 20 vagas
regulares em cada abrigo.
Faixa etária:
0 a 18 anos
Convênio:
Secretaria Municipal de Assistência e
Desenvolvimento Social
Demanda:
A média mensal de solicitação
são de 10 vagas
24
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
Pobreza / Miséria
41 casos
Abandono
20 casos
Negligência
17 casos
Ameaça / Risco de Vida
12 casos
Detenção (pai / mãe)
12 casos
Alta Vulnerabilidade Psíquica
10 casos
Orfandade
8 casos
Conflito Familiar
7 casos
Devolução de Adoção
4 casos
Destino de 40 Crianças e Jovens
Desabrigados em 2009
Reintegração Familiar
22
Adoções Nacionais e Internacionais
13
Transferência para outro abrigo
3
Maioridade / Núcleos Solidários
3
Núcleos Solidários
REALIZAÇÕES
Com o propósito de acompanhar o processo de
construção de autonomia dos jovens que, ao completar
18 anos, precisam, por lei, ser desabrigados, a Liga
Solidária desenvolve uma ação complementar ao
abrigo denominada Núcleo Solidário. Seu propósito é
acompanhar os jovens oriundos dos Abrigos da Liga
Solidária que, sem possibilidade de retorno à família e
por criarem vínculos entre si, resolveram morar juntos.
• Cinco jovens trabalhando com registro em carteira;
Uma equipe constituída por um coordenador, uma
psicóloga e um educador, tem como objetivo orientar
o jovem residente no Núcleo para mobilizar-se em
direção à sua total autonomia por meio de ações
como: identificação de uma casa para ser alugada;
estabelecimento de um contrato de aluguel com os
devidos compromissos; busca do próprio sustento;
estímulo para a organização de uma poupança
individual; estabelecimento de acordo mútuo entre
os participantes; gerenciamento dos contratos
estabelecidos; administração da economia doméstica;
fortalecimento de vínculos sociais na comunidade em
que o Núcleo encontra-se localizado, dentre outras.
• Três jovens realizando trabalhos informais;
• Fortalecimento do “Grupo do Futuro”, encontros
períodicos dos ex-abrigados com os atuais, para maior
integração e formação de uma rede de apoio mútuo.
Público beneficiado:
11 jovens
Faixa etária:
Jovens com mais de 18 anos sem
possibilidade de retorno à família
Ao longo de seis anos já foram constituídos 12 Núcleos.
No ano de 2009, mantivemos cinco núcleos atuantes,
sendo apenas um novo instalado neste período.
Entre estes, há dois Núcleos Solidários intitulados
Especiais, com quatro jovens que necessitam de
acompanhamento psicoterapêutico e psiquiátrico
constantes, mas que também devem preservar o caráter
de busca da autonomia.
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
25
Programa
Qualificação Profissional
O que é
Origem do Investimento Social
Oferece opções de profissionalização em cinco diferentes áreas com cursos de assistente administrativo,
design gráfico, suporte técnico em informática,
gastronomia e cabeleireiro. Todos os alunos participam
de atividades complementares que fortalecem o
desenvolvimento integral de suas potencialidades,
as quais denominamos de Formação Humana.
Objetivo
58%
9%
• Proporcionar capacitação técnica;
• Fortalecer o desenvolvimento integral de suas
potencialidades;
• Desenvolver a autonomia;
• Contribuir com a empregabilidade e o desenvolvimento do espírito empreendedor dos alunos.
Custo médio mensal
R$ 283,03 por jovem
15%
6%
12%
Contrapartida da Liga
Convênio com a Prefeitura
Fundação Prada
Instituto WalMart
FUMCAD
26
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
REALIZAÇÕES
• Processo de seleção entre 585 jovens interessados
em preencher as 200 vagas oferecidas nos cinco
cursos disponíveis, com o objetivo de orientar,
direcionar as habilidades e ampliar o conhecimento
e o aproveitamento dos jovens;
• A ampliação da idade de atendimento de 18 para
24 anos possibilitou a inclusão de um número maior
de jovens que querem qualificar-se, que muitas vezes
precisam trabalhar para ajudar os pais ou mesmo
sustentar a própria família;
• Apoio psicológico no processo de direcionamento
das habilidades, com o objetivo de identificar o
desejo do jovem e as expectativas em relação aos
cursos que o programa oferece;
• A EXPO QP, evento integrado de todos os cursos
do programa, teve como objetivo possibilitar
a apresentação, de forma prática, do conteúdo
desenvolvido durante o ano, usando como
metodologia a prática interativa. As atividades
ocorreram simultaneamente e cada curso organizou
um estande para suas apresentações. Nos dois dias
de eventos, recebemos a visitação de 755 pessoas
entre parceiros, empresários, comunidade, escolas
locais e jovens.
Em 2009, o trabalho de empregabilidade
viabilizou a contratação de 57% dos jovens que
foram certificados em 2008 pelo programa.
• Implementação do curso de Designer Gráfico devido
ao aumento da procura;
• Ampliação do número de atendimento para mais
30 vagas com a parceria firmada com o Senac no
PET - Programa Educação para o Trabalho;
• Foram realizadas 15 visitas técnicas a empresas, feiras
e exposições, para dar continuidade ao processo de
assimilação do conteúdo desenvolvido em sala de aula;
• Em busca de novas tendências e atualizações técnicas,
o programa desenvolveu um movimento de trocas
entre os jovens e profissionais de áreas coerentes
com os conceitos desenvolvidos em cada curso.
O tema norteador tratado foi “O perfil de profissional
que o mercado exige e posturas adequadas para a
permanência em uma empresa”;
Público beneficiado:
200 jovens
Faixa etária:
15 a 24 anos
Convênio:
Secretaria Municipal de Assistência e
Desenvolvimento Social
Demanda:
385 jovens em lista de espera divididos nos
cinco cursos oferecidos
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
27
Programa I.D.E.A.L.
(I = Informação, D = Desenvolvimento, E = Educação, A = Artes, L = Lazer)
No ano de 2009, passou por uma grande renovação
pedagógica e organizacional. Com o apoio da
consultoura pedagógica Josca Baroukh e da equipe
gestora técnica e voluntária, foram propostas algumas
mudanças de sua organização e em seu conceito.
Origem do Investimento Social
O que é
Oferece educação complementar à escola em uma
perspectiva de Educação Integral. Oportuniza situações
de aprendizagem considerando as capacidades físicas,
emocionais, cognitivas, de inserção social e ética,
individuais das crianças e jovens.
A metodologia do programa está baseada no Diálogo
e na Convivência Criativa, alinhada com os princípios
educacionais da UNESCO1, norteada pela questão:
“Que sociedade queremos?”. Considera como referência
os Quatro Pilares da Educação: aprender a ser, aprender
a conhecer, aprender a fazer e aprender a conviver.
40%
30%
Custo médio mensal
R$ 195,32 por
criança/ jovem
12%
Convênio com a Prefeitura
Bradesco
Kimberly Clark
Fundação Mapfre
1.
UNESCO. Educação, um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO
da Comissão Internacional para a Educação do Século XXI. São Paulo,
Brasília: Cortez, MEC, 1998.
28
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
18%
Para a viabilização desse processo, os educadores
de referência propõem-se a criar vínculos afetivos
positivos, de asseguramento e proteção, facilitando
a elaboração de suas vivências. Já os educadores
especialistas (informática, esporte, culinária, cultura da
paz, dança, teatro e música) contribuem para aumentar
o acervo de conhecimentos e o repertório das crianças e
adolescentes para o desenvolvimento de sua cidadania
e capacidade transformadora.
O trabalho organiza-se em torno de projetos anuais
escolhidos no início do ano pela equipe de educadores
juntamente com a coordenação do programa. Cada
grupo elege um aspecto inspirado no projeto que
articula as várias ações educativas, o que acontece com
participação efetiva das crianças, adolescentes e dos
educadores de referência.
Objetivos
• Oportunizar uma diversidade de vivências culturais a
crianças e adolescentes, ampliando sua capacidade de
atuação, por meio de acesso às diversas linguagens usadas
como ferramentas, por exemplo, informática, esportes,
culinária, biblioteca, teatro, dança, música, artes visuais;
• Promover situações em que crianças e adolescentes
sejam protagonistas de suas aprendizagens, por
meio de reflexões e ações;
• Estabelecer parcerias com as famílias e a escola das
crianças e dos adolescentes para construção de
rede de proteção social, como forma de apoio a seu
desenvolvimento integral;
• Zelar pelo pleno desenvolvimento físico oferecendo
duas refeições diárias balanceadas, orientações
nutricionais e acompanhamento das curvas de
crescimento das crianças e dos adolescentes.
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
29
REALIZAÇÕES
• Oportunidade de acesso a diversas atividades
culturais, como visitas a exposições e outros espaços
públicos, o que promoveu o agendamento de visitas
das crianças e dos adolescentes à sala São Paulo, ao
teatro Alfa, ao centro velho de São Paulo, ao Parque
Aquático Viva Parque, à Toca da Raposa, viagem de 40
jovens durante quatro dias a Bertioga para o Encontro
Indígena, acampamentos no jardim do EDD com
o objetivo de trabalhar convivência, sobrevivência
e, principalmente, criando a possibilidade de um
programa alternativo aos eventos de riscos realizados
na periferia;
• Participação em torneios esportivos fora do
Complexo Educacional Educandário Dom Duarte e
apresentações das oficinas de teatro, ballet e música
no CEU Butantã;
• Produção da Segunda Mostra Cultural;
• Elaboração de sistemática de avaliação, com
produção de ferramentas para coleta de dados
quantitativos e qualitativos, como listas de presença,
dossiê individual das crianças e dos adolescentes,
pautas de observação das crianças e dos
adolescentes elaboradas pelos educadores; mapas
de sistematização dos dados e análise dos resultados;
• Estabelecimento de parcerias com a Rede de Proteção
Social Oficial do entorno, que inclui famílias, escolas,
SUS – Sistema único de Saúde -, Conselho Tutelar,
entre outros;
• Estabelecimento de parcerias com instituições da
sociedade civil, como LEGO, no Projeto Bloco a Bloco
– O Brasil que queremos – e MAM – Museu de Arte
Moderna –, no Projeto Arte pela Paz ;
30
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
• Produção de fichas de inscrição, incluindo
anamnese, com solicitações que causem impacto
na conscientização das famílias quanto aos cuidados
com seus filhos em relação aos direitos básicos, como
carteira de vacinação, educação básica;
• Aumento da frequência e da participação dos pais
nas reuniões mensais, com abordagem de temas
importantes e de interesse para a população atendida, como Violência e Nutrição. Foram realizadas
dez reuniões durante o ano com a presença de 150
pais (estabelecer parceria das famílias).
Público beneficiado:
420 crianças e jovens
Faixa etária:
6 a 15 anos
Convênio:
Secretaria Municipal de Assistência e
Desenvolvimento Social
Demanda:
500 crianças/jovens em lista de espera
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
31
Programa religar
O que é
Origem do Investimento Social
Programa de fortalecimento das relações familiares e
das articulações comunitárias. Sistematiza e desenvolve
suas atividades a partir das demandas sociais
apresentadas pelas famílias e pela comunidade do
distrito Raposo Tavares.
O Programa Religar está organizado em cinco núcleos
de trabalho:
Relações Comunitárias
Desenvolve atividades no campo da orientação e
encaminhamento nas áreas da saúde, da educação,
além de aspectos sociais e jurídicos, entre outros
serviços de necessidade da comunidade.
Promove a ampliação do universo de conhecimento dos
participantes por meio de atividades de artesanato, arte,
culinária, terapia comunitária, capacitação de equipes,
informática, customização e oficinas de costura. Todo
o trabalho desenvolvido busca estabelecer articulação,
organização e integração comunitária.
41%
Custo médio mensal
R$ 65,14 por família
19%
Contrapartida da Liga
Convênio com a Prefeitura
FUMCAD
32
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
40%
Programa Ação Família (PAF)
OBJETIVOS
Atende a 1200 famílias que interagem nas diferentes
atividades realizadas pelo programa, como: encontros
socioeducativos, atendimentos individuais, oficinas de
• Contribuir para o fortalecimento dos vínculos
familiares e comunitários;
desenvolvimento de habilidades, alternativa de renda e
eventos externos.
• Possibilitar que as famílias apoderem-se da educação
como bem social e, desta forma, a reconheçam como
forma de inclusão, exercendo, assim, sua cidadania de
maneira significativa, consciente e transformadora.
Pólo de Prevenção a Violência Doméstica, Abuso e
Exploração Sexual Contra a Criança e o Adolescente.
Visa o fortalecimento da rede, promove sensibilização e
capacitação de diferentes atores sociais para prevenção,
identificação e compreensão do fenômeno da violência
e do abuso sexual.
Movimento de Alfabetização de Adultos (MOVA)
Alfabetização permanente que beneficia 50 pessoas,
de ambos os sexos, que participam também de
atividades extracurriculares.
• Transformar as necessidades identificadas em
competências por meio de um processo educativo
e sistêmico, tendo a comunidade do entorno como
parceira;
• Fomentar ações que desenvolvam habilidades e
competências, promovendo alternativas de geração
de renda para as famílias;
• Capacitar e sensibilizar de forma integrada os atores
sociais na prevenção, identificação e compreensão
da violência doméstica e do abuso sexual.
Grupo Serenidade
Visa melhorar a qualidade de vida em grupo, um
envelhecimento saudável, além de promover a inclusão
de 228 pessoas na sociedade por meio das atividades,
como: ginástica, fisioterapia preventiva, artesanato,
coral, dança, teatro e vôlei adaptado.
Público beneficiado:
Núcleos familiares
Faixa etária:
0 a 95 anos
Convênio:
Secretaria Municipal de Assistência
e Desenvolvimento Social
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
33
programa religar
programa ação família (paf)
REALIZAÇÕES
• Os Agentes de Proteção Social visitaram 9.075
domicílios durante o ano. A partir das visitas,
foram realizados vários encaminhamentos e
orientações, dos quais as principais demandas foram:
Atendimentos individuais do plantão, solicitação
de aposentadoria e BPC - Beneficio de Prestação
Continuada -, conselho tutelar, cestas básicas, vagas
em CEIs - Centros de Educação Infantil - e CCA Centro para Crianças e Adolescentes -, atendimento
psicológico e orientação jurídica;
• Durante o ano, realizamos 96 oficinas com a
participação de 2.286 pessoas;
•
34
Nas quatro áreas onde são feitos nossos atendimentos, aconteceram 92 reuniões socioeducativas
que contaram com 1.913 pessoas;
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
• Realizamos 586 atendimentos no plantão
psicossocial e 11 reuniões de articulação
comunitária - Comissão Local. As reuniões têm o
caráter de discutir os problemas da comunidade
atendida. Também realizamos discussões sobre o
PNAS - Plano Nacional de Assistência Social, o SUAS
- Sistema Único de Assistência Social -, e a LOAS - Lei
Orgânica de Assistência Social -;
• Neste período, foram realizadas diversas atividades
culturais que mobilizaram a participação de 6.795
pessoas, conforme a disponibilidades da atividade
oferecida, como teatro, cinema, passeios e eventos.
Dados comparativos entre os anos de 2008 e 2009
Oficina de Capacitação
Período
Oficinas
Participantes
Janeiro a Dezembro de 2008
61
1491
Janeiro a Dezembro de 2009
96
2286
Foi possível perceber:
• Estabilização na média de participantes por oficina = 24;
• Reconhecimento e busca da comunidade pela
qualificação profissional;
• Fortalecimento do vínculo entre Agentes de
Proteção Social, famílias participantes do programa
e a comunidade.
Reuniões Socioeducativas
Período
Reuniões
Participantes
Janeiro a Dezembro de 2008
84
1247
Janeiro a Dezembro de 2009
92
1913
Foi possível perceber:
• Aumento da média de 15 para 20 participantes,
representando um aumento de 14%;
• Reconhecimento da comunidade pelo trabalho
realizado;
• Fortalecimento do vínculo entre técnicos / agentes
de proteção social e famílias do programa na
• Adesão das famílias aos encontros.
comunidade;
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
35
Programa Religar
Pólo de Prevenção A Violência Doméstica,
abuso e exploração sexual contra a criança e o adolescente
REALIZAÇÕES
• Ocorreram 16 oficinas de Cultura de Paz, com
a participação de 400 crianças e adolescentes.
As atividades foram focadas na interrelação,
solidariedade e no cooperativismo, ingredientes
importantes para trabalhar a sensibilização e a
conscientização para uma comunicação não violenta;
• Os encontros com as famílias aconteceram uma vez
por mês com a participação de 330 pais, por meio
de quatro encontros. A cada encontro, trabalhamos
um tema que remetesse ao cotidiano das famílias,
promovesse entre os participantes o diálogo e
a reflexão, e que estivessem ligados direta ou
indiretamente às questões de violência;
• Dez encontros com professores, diretores, assistentes
sociais e outros profissionais das UBSs – Unidade
Básica de Saúde –. O número de participantes se
manteve em torno de 30 pessoas por encontro.
Ocupamos um papel de mediadores nas discussões
entre os dois serviços, com o objetivo da promoção
do diálogo e do fortalecimento da rede;
• Realização do II Seminário do Pólo, com o objetivo
de divulgar e refletir sobre as ações desenvolvidas,
o cumprimento das metas que foram implantadas
e promover sensibilização a novos grupos quanto
36
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
ao tema, disseminando o trabalho de prevenção
à violência doméstica. O seminário registrou a
participação 190 pessoas;
• No Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração
Sexual de Crianças e Adolescentes, o Pólo realizou
uma passeata como forma de sensibilização para a
comunidade, sendo a primeira realizada com este
objetivo. Participaram deste evento 800 pessoas
entre colaboradores e usuários, coordenadores e
diretores das escolas da região e UBSs – Unidade
Básica de Saúde –;
• 12 encontros com a Rede Comunitária com a
participação de 35 profissionais da educação e da saúde.
Destacamos, neste momento, encontros específicos
para a discussão da Lei Maria da Penha – munida por
mecanismos para coibir e previnir a violência doméstica
e familiar contra a mulher –, desconhecida por muitos
parceiros que compõem a Rede;
• Em 2009, concluímos o ano com um acumulado
de 116 casos, dos quais 39 estão diretamente
relacionados à violência doméstica;
• 255 visitas domiciliares com entrevistas (anamnese) e
102 visitas realizadas de casos atendidos no Plantão
em 2009, totalizando 357 visitas realizadas.
tipos de violência detectados
no plantão psicossocial
casos de violência doméstica
por faixa etária
Crianças (0 a 12 anos)
Violência Estrutural
58
19
Abuso Sexual Intrafamiliar
15
Adultos (18 a 59 anos)
Violência Física
Adolescentes (13 a 17 anos)
6
13
13
Negligência e/ou Abandono
9
Idosos (60 anos ou mais)
1
Alcoolismo
TOTAL: 39
8
Conflitos Familiares
6
procedência dos casos
EDD
49
Drogadição
5
Comunidade
43
Abuso Sexual Extrafamiliar
2
UBSs
TOTAL: 116
Escolas
15
7
casos de violência doméstica
por faixa gênero
Outros
2
Feminino
29
TOTAL: 116
Masculino
10
TOTAL: 39
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
37
Programa Religar
Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos (MOVA)
REALIZAÇÕES
• 50 alunos concluíram o curso;
• Investimento na qualidade da formação e no
aprendizado do aluno, visando a preparação para
a continuidade de sua formação, fortalecendo-o
para que se matricule em escolas de ensino regular.
Como resultado deste investimento, 6% dos alunos
ingressaram em escola formal;
• Participação de 95% dos alunos na Semana do MOVA
e atividades culturais;
• Adesão dos alunos nas atividades culturais e
extracurriculares;
38
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
• Ingresso de dois voluntários no suporte às aulas de
informática, o que contribuiu significativamente
para o desenvolvimento dos alunos;
• Profissionais com olhar atento às particularidades
encontradas em cada aluno e em cada turma,
possibilitando um trabalho diferenciado, respeitando
o ritmo e o desenvolvimento individual;
• Aulas de reforço em complemento às aulas regulares,
inclusive para os alunos que estavam cursando o
supletivo.
Programa Religar
grupo serenidade
REALIZAÇÕES
• Além dos 120 idosos conveniados, acima de 60 anos,
atendemos uma demanda de 108 idosos a mais, com
faixa etária em média de 50 anos, totalizando 228
participantes, sendo 30 do sexo masculino e 198 do
sexo feminino;
• Concomitante às atividades previstas no
planejamento, outras atividades de socialização
são realizadas, promovendo convivência, trocando
informações e dividindo emoções;
• Nesse ano de 2009, compuseram o cronograma
mensal: ginástica, dança de salão, artesanato, canto/
coral, fisioterapia preventiva e vôlei adaptado;
• Realizamos festas comemorativas – aniversários,
semana do idoso e atividades externas –, passeios,
viagens e apresentações.
O JORI – Jogos Regionais dos Idosos –, realizado
anualmente, é um evento patrocinado pelas Secretarias
de Esportes e Lazer e Secretaria de Participação
e Parcerias, do qual participamos há quatro anos.
Esta participação tem nos mobilizado de diversas
maneiras, como também nos impulsionado tanto na
qualificação das atividades quanto na visibilidade do
grupo e da Instituição nestes espaços públicos com esta
magnitude. Em 2009, concorremos com as modalidades:
• Coreografia: 16 idosos;
• Atletismo: 01 idoso;
• Vôlei masculino: 12 idosos;
• Jogos de mesa: 02 idosos;
• Dança de salão: 02 idosos – Ganhamos medalha
de ouro;
• Fomos a Piracicaba representar a capital nos Jogos
Estaduais dos Idosos - JEI. Disputamos com 34 cidades
do interior e conquistamos o 1º lugar novamente
na dança de salão;
• Fisioterapia Preventiva, ampliação e frequência do
número de participantes, bons resultados físicos dos
idosos.
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
39
Programa crescer
O que é
Origem do Investimento Social
Programa de Educação Nutricional desenvolvido para
os usuários dos diversos programas da Liga Solidária.
Realiza acompanhamento dos indicadores de saúde
por meio de avaliação antropométrica. Promove a
informação e a conscientização da comunidade e dos
educadores sobre os conceitos nutricionais básicos.
Fornece refeições balanceadas a fim de suprir as
necessidades de cada faixa etária durante o período
em que frequentam os programas. Realiza também
visitas periódicas às residências de crianças e jovens
beneficiados pelos Abrigos Solidários atuando no
controle de qualidade da alimentação, atendimento
nutricional individualizado, orientação de cardápio de
dietas especiais de acordo com a patologia apresentada.
As ações pautadas nos indicadores de saúde devem
combinar três vertentes de atuação: incentivo, proteção
e apoio¹:
AS MEDIDAS DE INCENTIVO: Difundem informação,
promovem práticas educativas e motivam os indivíduos
para a adoção de práticas saudáveis.
98%
Custo médio mensal
R$ 1,17 por refeição
2%
Contrapartida da Liga
1.
Cadernos de atenção básica nº 12 – Publicação do Ministério
da Saúde 2006.
40
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
Convênio com a Prefeitura
Na nossa prática: Ações educativas desenvolvidas
nos programas, no cotidiano dos CEIs, no ambiente
de trabalho, além das atividades de sensibilização e
mobilização para a adoção de hábitos saudáveis.
AS MEDIDAS DE APOIO: Tornam mais factível
a adesão a práticas saudáveis por indivíduos
e
coletividades
informados
e
motivados.
Na nossa prática: Fornecimento de alimentação
saudável para Grupo Serenidade, Qualificação
Profissional, Programa I.D.E.A.L., CEIs e colaboradores
da Liga Solidária.
AS MEDIDAS DE PROTEÇÃO: Impedem que
coletividades e indivíduos fiquem expostos a fatores
e situações que estimulem uma prática não saudável.
Na nossa prática: Ações realizadas pelos programas por
meio de palestras educativas com temas da atualidade
como, por exemplo: imagem corporal, padrão estético
imposto pela mídia, entre outros.
Objetivos
• Garantir o acesso do público atendido pelos
programas sociais da Liga Solidária à alimentação,
assegurando a quantidade e a qualidade das
refeições servidas;
• Promover hábitos alimentares saudáveis por meio
da educação nutricional para que a alimentação seja
mais uma fonte de saúde;
• Realizar o acompanhamento antropométrico e a
avaliação do estado nutricional das crianças, jovens
e adultos atendidos nas CEIs, Abrigos e Programas
Socioeducativos;
• Oferecer alimentação de acordo com as
recomendações das DRIs2 para o público atendido no
Complexo Educacional Educandário Dom Duarte;
• Apoiar as atividades de culinária nos programas para
a realização de uma alimentação saudável.
Público beneficiado:
Crianças, jovens e adultos
Atendimento:
2.018.692 refeições servidas em 2009
2.
(Dietary Reference Intakes) Institute of Medicine of the National
Academies
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
41
CRESCER nos CEIs, Abrigos e Programas Socioeducativos
CEIs
Foram realizados encontros bimestrais com
temas relacionados ao dia a dia da criança e de
como a família pode dar continuidade às ações
realizadas nos CEIs, a fim de garantir os bons
hábitos alimentares. Em 2009, foram trabalhados
os seguintes temas:
• Apresentação do Programa Crescer para os
pais;
Também foram realizados encontros com
as equipes de cozinha e apoio nas paradas
pedagógicas para capacitar os colaboradores
com relação aos seguintes temas:
• Alimentação saudável e dicas sobre
alimentação infantil;
• Treinamento periódico de higiene e limpeza;
• Retorno do diagnóstico da avaliação antropométrica que tem como objetivo acompanhar a curva
de crescimento. Esse procedimento é realizado
semestralmente com todas as crianças dos CEIs;
• Manipulação de alimentos;
• Segurança alimentar;
• Equipe de Segurança Individual;
• Reuniões referentes à dinâmica de trabalho
dos colaboradores da cozinha e apoio;
• Avaliação do trabalho em equipe;
• Valorização do profissional;
• Construção de um ambiente saudável de
trabalho.
Abrigos
• Educação nutricional para as crianças e os
educadores;
42
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
• Orientação sobre higiene e manipulação dos
alimentos.
Programa Qualificação Profissional
• Plantão de dúvidas;
• Palestras de acordo com os temas sugeridos nos
plantões;
• Palestras para o curso de gastronomia (áreas de
atuação, campo da nutrição, entre outros).
Programa Religar - Mova
• Introdução de temas relacionados à nutrição nas
aulas;
• Plantão de dúvidas.
Programa I.D.E.A.L.
• Encontros com a família para apresentação do
diagnóstico da avaliação antropométrica;
• Capacitação dos educadores para identificar os
casos que estão fora do padrão esperado.
Programa Religar – Grupo Serenidade
• Educação nutricional para os idosos;
• Plantão de dúvidas;
• Palestras sobre qualidade de vida;
• Orientação sobre higiene e manipulação dos
alimentos.
Restaurante do Complexo Educacional Educandário Dom Duarte
• Educação sobre o uso do espaço comum com
definição de regras trabalhadas nas rodas de
conversa das crianças de todos os programas;
• Elaboração de dietas especiais para hipertensão
e dislipidemia.
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
43
voluntariado
Voluntários
engajados
com
a
causa,
empresas
no segundo momento, a participação com o “Grande
encarando o voluntariado como parte fundamental de
Jogo”, feito com um enorme tabuleiro, com perguntas
suas gestões, e escolas e universidades atuando junto à
pedagógicas. O encontro teve como objetivo a
comunidade.
integração dos jovens e das crianças, proporcionando
É a maneira como o voluntariado contemporâneo
diferencia-se no grau de comprometimento, com
ações mais permanentes e duradouras. A Liga Solidária
participa deste momento junto aos seus 180 voluntários
atuantes.
É no exercício da cidadania responsável que a sociedade
busca maior participação em ações sociais. Sejam elas
aos recém-chegados à Universidade a oportunidade
de conhecer um trabalho social, e, para as crianças,
um dia lúdico e diferente;
• Voluntariado Universitário – durante o ano de
2009, voluntários do curso de Enfermagem da UNIP
realizaram medição de curva de crescimento das
crianças e dos adolescentes do Programa I.D.E.A.L.;
pontuais ou feitas de maneira efetiva, cada voluntário
• Visita de Antonio Graziano, coordenador de
encontra a melhor maneira de realizá-las, sempre na
voluntariado da ONU Uruguai – Organização das
tentativa de obter um engrandecimento pessoal e
Nações Unidas do Uruguai;
proporcionar uma nova realidade a milhares de pessoas.
• Visita do coordenador de voluntariado da instituição
O papel transformador de cada voluntário é que faz com
“Obras Sociais de Irmã Dulce”, Oswaldo Gouveia, da
que a Liga consiga, ano após ano, realizações felizes na
Bahia, a fim de conhecer a estrutura e o funcionamento
área. Atingindo metas, novas parcerias e mobilizando
do Programa de Voluntariado da Liga;
pessoas para a importância do voluntariado.
• Evento “A Noviça Rebelde”. Voluntários da Liga
Solidária e da Unibes – União Brasileiro-Israelita do
Realizações e ConquistaS
44
Bem-Estar - uniram forças e ajudaram nas vendas dos
ingressos e na produção do evento;
• Trote Solidário Ibmec (Insper) - 1º e 2º semestres, 120
• Participação na 1ª Feira de Voluntariado da Kimberly-
alunos participaram com as crianças do Programa
Clark Corp. O objetivo da empresa era conscientizar seus
I.D.E.A.L. na confecção das fantasias de carnaval e,
colaboradores da importância de uma ação voluntária;
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
• A Quintiles Brasil realizou uma ação solidária na
Liga, o Q-DAY – dia reservado para os colaboradores
participarem de um serviço voluntário. O grupo ajudou
na organização dos presentes para a Festa de Natal;
• Parceria com o Instituto D’ACCORD, que realiza
mediação de conflitos e conciliação ligados à parte
de Assistência Jurídica do Programa Religar;
• Gestão de Público Interno – voluntários especializados em RH - ajudaram os gestores da Liga a pensar
em estratégias e criar um planejamento com ações
eficazes para os colaboradores;
• Selo de Organização Parceira do CVSP 2009/ 2010 –
Centro de Voluntariado de São Paulo - este prêmio é
conferido às organizações que mantêm uma parceria
efetiva com o Centro e que oferecem um Programa
de Voluntariado organizado e transformador.
Faixa Etária dos Voluntários
31%
acima de
60 anos
37%
15 a 29 anos
12%
30 a 39 anos
10%
50 a 59 anos
10%
40 a 49 anos
Meios de Inscrição 2009
26%
Voluntariado
Educativo
PARA SABER +
CVSP
www.voluntariado.org.br
Voluntários Itaú Unibanco
www.ivoluntarios.org.br
Planeta Voluntários
www.planetavoluntarios.com.br
2%
Ação Criança
2%
Midia
2%
Orkut
8%
CVSP
22%
Google
17%
Site Liga
8%
Outros
13%
Indicação
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
45
parcerias
A Liga possui um departamento de captação de
recursos, responsável pelo desenvolvimento e criação de
campanhas de doação, ações de marketing relacionado
a causa, recebimento de doações de produtos, captação
de recursos para projetos, realização de eventos e
parcerias. Entre as realizações durante o ano de 2009,
destacamos:
No dia 18 de março, realizamos, em parceria com
a UNIBES, a pré-estreia do musical “A Noviça Rebelde”.
O evento arrecadou R$ 625.344,00 líquidos. Além
dos 1.200 ingressos vendidos, o espetáculo teve o
patrocínio de: Pátria Investimentos, Suzano, Yuny
Incorporadora, Advocacia Krakowiak, Grupo GP,
Norfil, CSN, Tecnisa, Machado Meyer Sendacz e
46
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
Opice Advogados, Grupo Fleury, Terco Grant
Thornton, Mattos Filho Veiga Filho Marrey Jr. e
Quiroga Advogados, das famílias Grunebaum, Parnes
e Ruhman.
Em maio, a Gucci inaugurou sua loja no Shopping
Iguatemi. No coquetel de inauguração e durante uma
semana, foram doados 10% do valor das compras
realizadas pelos clientes que apresentaram o convite do
evento. Além disso, a Liga foi agraciada com um cheque
por ser parceira na inauguração.
Em comemoração ao dia das mães, a loja Silmara Bebê
realizou uma exposição da fotógrafa Flávia Bechara. No
dia do lançamento, foram revertidas 10% das vendas
para a Liga Solidária.
Durante os meses de junho, julho e agosto, o restaurante
Dressing realizou a ação Menu Solidário. Na ação, foram
doados 10% do valor dos 1.000 pratos vendidos.
No final de semana do lançamento de sua coleção
primavera-verão, a Bisou Multimarcas reverteu 10%
do total das vendas para a Liga. O evento contou com
a participação da Casa Leão, que também aderiu à ação.
No mês de setembro, o ceramista Guido Totoli realizou
em seu atelier a mostra “Etruscos”. Parte da renda obtida
com a venda das peças foi revertida para a realização da
festa Natal Solidário.
No Natal Solidário, a Liga contou também com a
parceria da Bauducco, que doou 3.500 panetones e
outros produtos da marca, que foram distribuídos para
as famílias e as crianças participantes da festa.
Durante o Festival Latino Americano de Captação de
Recursos realizado no mês de agosto, a Liga Solidária
foi uma das cinco premiadas com o Prêmio “Uma boa
história mobiliza”.
O Bourbon Shopping realizou duas ações em
parceria com a Liga. Em outubro, na promoção
“A Maravilhosa Fábrica de Livros”, foram arrecadados
livros infantis e, em dezembro, foram arrecadados
391 brinquedos para o Natal Solidário.
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
47
sustentabilidade
A Liga Solidária completou 86 anos em 2009, com
Foram propostas oito macro respostas que vão pautar
muito vigor e juventude, o que comprovamos ao
o plano de ação para os próximos anos:
olhar os resultados de sua ação social nos diversos
programas nos quais atua de forma destacada, graças
• Fomentar a renovação de lideranças na Liga Solidária;
aos parceiros e a seus voluntários e colaboradores.
Portanto, falar da sustentabilidade de uma organização
que, neste período de oito décadas, enfrentou e
• Ampliar o quadro de dirigentes de gestão,
em benefício da ação social;
ultrapassou todos os desafios que o terceiro setor
enfrenta neste país e que poucas organizações
• Alcançar resultados por meio do compromisso;
infelizmente suportam, é necessariamente começar
por um olhar ao passado, período a partir do qual a
• Enraizar a ação social da Liga Solidária;
organização vem sedimentando um caminho focado
em sua missão, regido por valores nos quais acredita e
fundamentalmente pautado na solidariedade.
A capacidade de reinventar-se, questionando sua
atuação e ouvindo a comunidade que a cerca foi uma
• Ampliar sua ação social, agregando parceiros e
projetos sociais inovadores;
• Criar procedimentos e indicadores para a Liga reverse continuamente;
das razões que levaram a Liga Solidária, neste ano, a
procurar a liderança comunitária na região do Jardim
• Capacitar o público interno e externo, para
Educandário onde atua e, conjuntamente, buscar novos
potencializá-los como elementos transformadores
caminhos que trarão maior impacto nesta comunidade
e multiplicadores no conhecimento, tornando-os
com altíssimo grau de vulnerabilidade social. Assim, já
atores na mudança;
ao final do ano, tínhamos ampliado o leque de parceiros
e aprofundado ações na área de empregabilidade.
• Executar comunicação motivadora com os parceiros
atuais, atraindo novos e promovendo contágio em
Outro ponto de destaque foi o fato de termos passado
novas ONGs.
parte do ano em um processo de planejamento
48
estratégico que trouxe respostas à pergunta: “O que
Os investimentos financeiros de reforma e adequação
a Liga Solidária vai realizar nos próximos três a cinco
das unidades provedoras continuaram neste ano para
anos?”. Buscamos um norte para direcionar: “Valorizar o
que estas se mantivessem atualizadas com relação
fogo sagrado, alimentando-o pelo exemplo de coragem
aos elevados padrões de atendimento que o mercado
e entusiasmo”, modo como a Liga vem, por décadas, à
requer. Felizmente, obtivemos boas respostas com o
maneira de cada época, transpondo obstáculos.
alto nível de ocupação nos nossos residenciais.
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
A chegada de novos parceiros financiadores de
projetos sociais e o contínuo esforço de toda a equipe
na contenção de despesas também contribuíram para
melhorar o resultado financeiro da Liga neste ano.
Preocupada com o meio ambiente a Liga começou
a inserir em todas as unidades ações para contribuir
com a preservação do planeta, e como primeira ação
começamos a reduzir o consumo de água. Em parceria
com a SABESP implantamos o Projeto de Uso Racional
da Água - Pura, estamos capacitando e conscientizando
todos os colaboradores da entidade e trocando os
equipamentos que mais consomem água. Está é a
primeira de diversas ações que queremos promover.
Origens dos Recursos
2%
Convênios
FUMCAD
“Nosso trabalho é uma gota no meio de um oceano,
mas sem ela o oceano seria menor”
13%
Fundo Liga
1%
Convênios
Privados
21%
Provedoras
46%
Convênios
Governamentais
O ano ficou marcado pela realização da parceira com
a UNIBES no evento de pré-estreia da peça “A Noviça
Rebelde”, que foi um grande sucesso, e permitiu a
obtenção de patrocínios por diversas empresas e
pessoas físicas, ampliando o mix de financiamento dos
projetos sociais da Liga Solidária.
O contínuo esforço para melhorar o padrão de
desenvolvimento de seus colaboradores levou a Liga
a um investimento de R$ 200 mil no programa de
auxílio à formação universitária e pós-graduação de
seus funcionários que, juntamente com os voluntários,
encerraram mais um ano de muito esforço na Liga
Solidária para trazer um pouco de luz à comunidade em
que atuamos. Como dizia Madre Tereza de Calcutá:
7%
Donativos e
Contribuições
3%
Eventos
7%
Aluguéis
aplicação dos Recursos
32%
CEIs
5%
QP
7%
I.D.E.A.L.
17%
Crescer
30%
Abrigos
9%
Religar
Alvino de Souza e Silva
Superintendente
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
49
gestão financeira
A Liga Solidária, com sua vocação, tem mantido uma
atuação crescente, moderna e eficaz no atendimento de
setores da população carente de São Paulo. Para isso,
faz um grande esforço para conciliar seus custos com os
recursos que consegue captar, sejam públicos, privados,
pessoas físicas ou empresas, além da gestão eficiente
de suas próprias entidades provedoras, sem descuidar
do sentido cristão e solidário do serviço prestado ao
variado universo de pessoas que atende.
Tem sido constante a preocupação pelo equilíbrio de
nossas contas. Os custos dos atendimentos, embora
cuidadosamente controlados, são crescentes em vista do
aumento generalizado das demandas e das necessidades
prementes de Investimentos. Isto exige uma gestão ativa
das Entidades Provedoras além de um esforço especial
da captação de recursos, cujos bons resultados estão
indicados no quadro abaixo, no qual cabe ressaltar
a evolução fortemente positiva tanto no Resultado
Operacional quanto do Superavit do exercício:
demonstração de resultados
2009
2008
34.307.323,62
29.632.892,08
24.593.858,95
21.696.357,83
Receitas Convênios Públicos
6.377.087,79
5.197.001,83
Receitas Convênios Privados
848.989,91
505.792,04
Receitas FUMCAD
288.062,26
423.489,81
Receitas Doações e Contribuições
413.682,82
413.393,52
RECEITAS
Receitas Provedoras
Receitas Eventos
387.702,15
6.857,05
1.397.939,74
1.390.000,00
33.154.261,74
30.076.521,90
20.026.085,33
17.646.575,10
Despesas de Consumo
2.203.259,93
1.991.854,74
Despesas com Alimentação
2.566.535,67
2.285.520,81
Despesas Operacionais
4.051.762,80
3.698.376,20
Despesas Administrativas
1.879.277,04
2.087.176,99
Serviços de Terceiros
2.427.340,97
2.367.018,06
1.153.061,88
(443.629,82)
INVESTIMENTOS
916.416,77
1.330.581,32
SUPERAVIT
236.645,11
(1.774.211,14)
Receita Líquida Fundo LIGA
DESPESAS
Despesas de Pessoal
RESULTADO OPERACIONAL
50
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
Da mesma forma estamos procurando equacionar o
fluxo de Caixa, sempre pressionado pelas despesas e
investimentos. Para isso aplicamos, nos limites previstos
no seu estatuto, parte dos recursos de nosso Fundo
Financeiro para financiar os Investimentos e o Capital de
Giro necessário para operação da Liga, aplicações estas
com o mesmo rendimento obtido nas demais aplicações
no mercado financeiro. Esse tipo de operação é muito
favorável, pois além de preservar os rendimentos
do Fundo, diminui de forma significativa a despesa
financeira da Liga, que deixa de utilizar financiamento
bancário de custo muito mais elevado. Embora em
volume significativamente inferior, as disponibilidades
ainda apresentaram no final do exercício pequeno valor
negativo, suportado com recursos da conta garantida
mantida em Instituição Financeira, em vista do pico de
saídas de caixa típico do final de ano.
fluxo de caixa do exercício
Disponibilidades (Financiamentos Bancários)
Geração de Caixa (Superavit do Exercício)
(1.455.721,88)
em 31/12/2008
236.645,11
Financiamentos Fundo Liga
1.736.048,02
Disponibilidades (Financiamentos Bancários)
(320.488,90)
em 31/12/2009
FUNDO FINANCEIRO
2009
2008
20.915.198,08
18.074.856,77
901.869,27
2.840.341,31
21.817.067,35
20.915.198,08
16.557.393,45
17.582.061,48
4.778.661,42
3.333.136,60
21.817.067,35
20.915.198,08
RESULTADO
Patrimônio no Início do Período
Rendimento Líquido no Período (IPCA)
Patrimônio no Final do Período
DEMONSTRATIVO DAS APLICAÇOES
Aplicações Geridas Banco Pátria
Aplicações no Caixa da Liga
Patrimônio no Final do Período
Finalmente, demonstramos o comportamento de nosso
Fundo Financeiro formado a partir da venda de terreno
no Tatuapé, fundo esse que, mantendo o valor do seu
patrimônio inicial devidamente corrigido pelo Índice de
Inflação (IPCA), ainda proporcionou expressiva receita
para a Liga (R$ 1.397.939,74). O Fundo é administrado,
gerido e auditado por instituições especializadas,
respectivamente Banco Melon, Banco Pátria e KPMG,
e tem seus valores custodiados no Banco Bradesco S.A.
Alguns gráficos de desempenho econômico financeiro
do exercício estão adiante explicitados, informando os
aspectos que consideramos mais relevantes.
CONSELHO EXECUTIVO
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
51
Obrigada!
• Ananda Weigand de Castro
• Beatriz Numata Pereira
• Bennet Carster Schmitz
• Bruna Meucci
• Bruna Vaz Negrão
• Caio Cezar dos Santos Silva
• Carla Mônica de Almeida
• Carolina Antunes Monteiro
• Cássia Frankenthal Quinlan
• Cinevaldo Tomaz dos Santos
• Cíntia Marzagão Cassaguerra
• Claudia Ferreira dos Santos Nogueira
• Cleusa Aparecida do Belem
• Cristiane da Silva Almeida
• Cristina Figueiredo Maia
• Daiana da Silva
ASSOCIADAS SOLIDÁRIAS
• Daisy Rose de Lacerda Pinto
• Antonina Grubilauskas
• Edna Silva e Silva
• Alice Pinheiro Zanzini
• Eduardo Barchiesi
• Carmem Leme de Oliveira Assis
• Eduardo Prado Leme Ferreira
• Célia Violeta Gomes Pinto Ramalho Foz
• Elaine Cristina Lopes
• Diva Arruda Lopes
• Elena Maria Vieira Toledo de Oliveira
• Edith Franco de Camargo Aranha
• Elias Orlando da Costa
• Guilhermina Augusta Rubião
• Elizabeth Wells Thompson Scalamandré
Rheinfranck (Gugute) (In Memorian)
• Esther Proença Soares
• Jacqueline Jafet Nasser
• Fábio Silva Valério dos Santos
• Lourdes Arroio Balboni
• Fabio Tineu de Melo Breuer
• Lucia Maria Nunan Bicalho
• Fabricio do Silva Santos
• Margot Joan Naegeli Prada
• Fabricio Okamoto
• Maria Alice Silveira Troula
• Fernanda Alicia Torrez A. Bossanello
• Maria do Céu Carvalhaes
• Fernanda Rocha Lourenço Levy
• Maria Gabriela Franceschini Vaz de Almeida
• Fernando Mitsuo Kaida
• Maria Helena Maestre Gios
• Flavia Maria Zanon Baptistini
• Mercedes Dorothéia Garcia Carrara
• Floriana Toscano Cavallete
(In Memorian)
• Geane Raiol Oliveira
• Noemia Casabona Jurno
• Guilherme Leandro Silva
• Stella Procópio de Araújo de Lima Corrêa
• Gustavo Magno Baldin Tiguman
• Therezinha Silva Lopes
• Hélio Shinhiti Yamaguchi
• Vera Costa Monteiro da Gama
• Igor dos Santos Silva
• Vera Roquete Pinto
• Isabel Malinalli Campos Serna
• Wally Giannattasio Foz
• Isabella Asperti de Oliveira
• Isabella Barboza Viana
VOLUNTÁRIOS DE SETOR
• Jaqueline Lourenço
• Adriana Alvim Arbex
• Jessica Wulf
• Adriana C. C. Gomes
• João Carlos da Roche
• Alayde Gomes Dias Torres
• Judith Miriam Antkowik
• Alessandra Cristina You
• Julia Shellard Correa
• Alexa Barbosa Lima Savergnini
• Juliane Elisabeth Schinke
• Ana Kelly Marinho França
• June de Mendonça Heiras
• Ana Luisa Daccache Suriani
• Kelly Oliveira dos Santos
• Ana Paula da Silva
• Lais Zanotta Machado
• Ana Paula de Sousa Ferreira
• Lêda Irene Ferraretto Goldman
ASSOCIADOS BENEMÉRITOS
• Haydee Leme de Oliveira
• Lúcia Moura Andrade Toledo Piza
• Maria Amélia Vidigal Xavier da Silveira
• Maria Aparecida Pires do Rio Pinho
• Maria de Lourdes Borges Schmidt
• Maria Flora H. S. Vicente de Azevedo
• Maria Helena Moraes Scripilliti
• Maria José Teixeira Barreto Prado
• Maria Lúcia Whitaker Vidigal
• Maria Therezinha Simões Nazarian
• Ruth Kowarick de Mattos Barreto
• Therezinha de Nóbrega Cabral
• Kurt Lenhard
• Lionai Prazeres Dias
• Lúcia Cristina Luz Jurado (Nana)
• Lucia Moura Andrade Toledo Piza
• Lucia Würker
• Luciana Milnitzky
• Luciano Muniz Figueira
• Luiz Carlos Ascar
• Luiz Fernando do Nascimento
• Luiza de Toledo S. M. Barboso
• Magda Andrade Rezende
• Marcela Rodrigues Ciccone
• Marcia Reguant Forte
• Maria Aparecida de Almeida Cabral
• Maria Beatriz Melchor Gomes
• Maria Cândida Miranda de Toledo Piza
• Maria Cristina de Sá Rezende Leite
• Maria de Lourdes Netto Velloso
• Maria Lúcia Madureira Padula
• Maria Luiza Guedes da Silva Carvalho
• Maria Pia Ugolini
• Mariana Campos Pereira Faria
• Mariana Filippini Cocciacarro
• Marina Assumpção Lassance
• Marinildes Amorim de Queiroz
• Mario Eiras Garcia
• Maristela Bitencourt de Miranda
• Marlene Morais Machado
• Marta Maria Gonzaga
• Matheus de Moraes Silva
• Matheus de T. Ribas
• Matheus Nascimento Menzato
• Mônica Regina Schimidt
• Mônica Zender Etchenique
• Morgana Gama Cruz
• Naamisis M. S. Campos (Nana)
• Nataniel André de Souza
• Neiara Cardoso dos Santos
• Noely Yukiko Igawa Ribeiro
• Pablo Peiwado
• Patrick Schechtmann
• Paulo Murilo Fonseca
• Priscila Carnaval do Nascimento
• Priscila Valeria dos Santos
• Rafaela Aparecida Soares de Souza Santos
• Raimunda Pereira de Araújo
• Raquel Cristina Pereira Marcon
• Ricardo Lucas de Almeida
• Roseli de Castro
• Samuel Seabra
• Sandra Marcia de Souza Lima
• Sandra Regina Garcia Olivan Bayer
• Sigueru Ietsugu
• Silvia Aparecida Amorati Norcia Resende
• Silvia Cavalcanti Pereira Lima
• Silvia Maria Felli
• Solange de P. Jacinto da Silva
• Sylvia Kuntz de Godoy
• Tereza Bocalini Barbosa
• Terezinha de Nazaré Barroso Rossa
• Thais da Silva Girão
• Vera Cristina de Carvalho Dias Bove
• Veronice Conceição Santos
• Willam Vega da Silva
• William Chamas Juniyor
• Zeli de Lourdes da Silva Lopes
DOADORES PF
(Pessoas que são nossas associadas
contribuintes, doadoras por meio do
FUMCAD, doadoras pontuais, doadoras
de produtos e/ou doadoras em eventos)
• Adele Pagni Lacotis
• Adir Souza
• Adriana Castilho
• Adriana Chamlian
• Adriana Junqueira Lobo Vianna
• Adriana Maia Tieppo
• Adriana Papa Dhelomme
• Alcides Jorge Costa
• Aldo Neves Godinho
• Aldo Storino Junior
• Alessandra Cwikler
• Alexandre Médicis da Silveira
• Alfredo Egydio Setubal
• Alfredo Nagib Rizkallah
• Alline P. Ricci Costa
• Aluísio Abdalla
• Alvino de Souza e Silva
• Amelia Bratke
• Amelia Esmeraldina Barbosa Salgueiro
• Ana Cristina Foz de Magalhaes
• Ana Cristina Lessa Simses
• Ana Luiza Kato
• Ana Maria Ataliba Nogueira
• Ana Maria F. Diniz D’Avilla
• Ana Maria Lima de Noronha
• Ana Maria Moraes Barros
• Ana Maria Vilela Igel
• Ana Paula Braquim Vieira Pessoa
• Ana Paula Padrão
• Ana Paula Silva Moreno
• Ana Paula Spinelli
• Ana Paula Whitton
• André Alicke de Vivo
• André de Carvalho Macedo Buzolin
• André Mattera D’Angelo
• André Tibiriça Fuão
• Andrea de Cássia Paredes Faias
• Andrea Marone
• Andrea Marques Perez Giu Frida
• Andrea Roggero Oliveira
• Andrea Zanardi
• Ane Costella
• Ane Luise Trostli Costella
• Angélica Gomes dos Reis Marcondes
• Angelika Winkler
• Anibal Gonçalves
• Anna Thereza Monteiro de Barros
• Antônia Monteiro de Barros
• Antonia Teixeira
• Antonina Vaz Guimarães Leme
• Antonio Acras
• Antonio Carlos de Araújo Cintra
• Antônio Edson
• Antonio Luiz Sarno
• Antonio Maselli
• Aparecida Cândida
• Armando Amorim Klein
• Armenia de Jesus Saragoça
• Arnaldo Waligora
• Aron Rosset
• Arthur Ortega Castro
• Artur Kirschner
• Baisa Noschese
• Barbara Marja Sieradzka
• Beatriz Amaral Crespi
• Beatriz Americano Araújo
• Beatriz da Silva Leme Taliberti
• Beatriz Esteves Ferreira de Oliveira
• Beatriz M. G. Pimenta Camargo
• Beatriz Mattar
• Beatriz Simonsen Borhausen
• Bernadeti de Lourdes Ganofallo Mandegan
• Bernardino Lavieri Gomes
• Betina Walker Fladt
• Bianca Pyl
• Camila L. A. Giorgi
• Camila Malheiros
• Camila Ramos
• Carbia Bourroul
• Carlos Alberto Gomes
• Carlos Comenale Neto
• Carlos Correa
• Carlos e Isabel Whately
• Carlos Hedde
• Carlos Roberto de Amorim
• Carlos Thomaz Whately Neto
• Carmem de Almeida Braga
• Carmita Moraes Barros
• Carola Rosa Bassarani
• Carolina Castelo Branco
• Carolina Fittipaldi Ramos
• Carolina Rodrigues
• Cátia J. Ortega
• Cátia Regina Santos
• Cauê Amaral
• Cauê Conti Fontana
• Cauê Salles de Mello Amaral
• Cecília Hassegana
• Cecilia Pacheco Borges F. da Rosa
• Cecília Pereira
• Cecília S. Freitas
• Célia Regina Domingos
• Celina Ferreira
• César Augusto Ribeiro dos Santos
• Cintia Cuono
• Cíntia Gomes Vaiana
• Clarice Bittar Zogbi
• Clarindo Corazza
• Cláudia C. Del Percio
• Claudia Emília Fittipaldi R. de Oliveira Alves
• Cláudia Guitarri
• Claudia Maria Caldas Crês
• Cláudia Marroco
• Claudia Pimentel
• Claudio Antonio Mesquita Pereira
• Claudio Machado Lotufo
• Clea Dalva Faria
• Cleide Sorrilha Gonçales
• Conceição de Quadros Pacheco
• Constança Lucas
• Cristiane Tiemi Kato
• Cristina Antunes
• Cybelle Guimarães Dozzi
• Cyrano Matta Caixeta
• Daad Aoun Abbud
• Dada Cardoso
• Daisy Salles Setubal (In Memorian)
• Dalva Moraes de Almeida
• Daniela Aoun Bustos
• Danielle Nogueira Dhoye
• Debora Bobrow
• Denise Jakubovicz
• Denise Zaclis Antão
• Dentinho (Bruno Ferreira Bonfim)
• Detinha Nascimento

Obrigada!
• Deusmary Meirelles Lourenço
• Dileta Marcucci de Rezende
• Domingos Schanoski
• Donald Joseph A Camargo
• Dora Consuelo Ares Ortiz
• Dora de Almeida Prado
• Dora Safatle
• Doris Saigh Lati
• Dorothy Volpe Perracini
• Douha Aoun Bustos
• Dr. Wanderley Manoel Domingues
• Dra. Maria Regina S. L. Jobim
• Dulce Simonsen Barros
• Edgard Silveira Bueno
• Edith Jabur Maluf
• Edith Rodrigues Guimaraes
• Edmundo Lacerda Filho
• Eduardo Cardoso
• Eduardo Edo
• Eduardo Maia Tieppo
• Eduardo Silvestre Ribeiro
• Eglantine Assumpcao de Freitas
• Elaine Motta
• Elda Fiorença Maria Valverde
• Elenice Monteiro Leite
• Eliana Novaes Procópio
• Elias Miguel Haddad
• Elissama Pires
• Elizabeth S. Trezza
• Enedina Martinelli
• Enzo Dalmazzo Roggerio
• Eraldo Rubens Rett
• Érica Magri Milani
• Érika Dias Machado Costa de Farias
• Érika Faguiar
• Escolastica Marinho de Aguiar
• Esmeralda Rulli
• Esther Rodrigues Pino
• Eunice Coelho Tedesco
• Fabiana Bartholo
• Fabiano Paes Martins
• Fabio Carramaschi Pereira
• Fábio de Souza Oliveira
• Fábio Gianvechio
• Fabio José Calixto
• Fátima Massa
• Felipe Sigrist
• Felipe Mattar
• Felipe Ramos Suzuki
• Fernanda Altissimo
• Fernanda Americano
• Fernanda Beretta
• Fernanda Cunha Bueno
• Fernanda Patorello
• Fernando Camargo de Souza Dias
• Fernando Lamas
• Fernando Quartim Barbosa Figueiredo
• Flávia Casson
• Flavia Ferreira Prada
• Flavia Regina de Arruda Pereira
• Flávia Roberta Carneiro de Campos
• Flavia Villela Sigrist
• Florita Luz
• Francisco de P. S. V. de Azevedo
• Franco Zuliani Crestani
• Gabriel Pupo Nogueira Neto
• Gabriel Vicente Covelli
• Genesia Mollica
• Geovana de Paula Santos Tarricone
• Gessy Prudente Correa
• Gilberto Ferreira
• Gilda de Queiroz Pereira
• Gina Portolano
• Gisela Mattos
• Giselda Mª Botelho J. Nani
• Gisele Gomes Bolla
• Gleyson da Costa Brito
• Glória Cristina Motta
• Gõria Maria Casa Grande
• Guido Totoli
• Guilhermina A. R. Rheinfranck
• Hecilda Therezinha M Cecchi
• Helena Morilho
• Helena Pedro
• Helena Ribeiro Córdula Esteves
• Helena Zarvos
• Helio Nazareno Padula
• Helmut Fladt
• Heloisa Oria
• Heloisa Ribeiro Borges
• Herculano Carlos de Almeida Pires
• Hilda Stacchini Ferreira Homem
• Hugo Maia Arruda Pereira
• Ilze Alves de Souza
• Ines Maria Sampaio Mendes
• Ingrid Moura
• Iracema Abreu Pereira
• Iracema Giannella
• Irene Flecha de Lima
• Irene Siffert
• Irene Tabaglow
• Isabel Esteves
• Isabel Paula Leite de Barros Mesquita
• Isabel Tostes Bueno
• Israel Aron Zylberman
• Itaiana Apio
• Ivette Bachir K Atallah
• Ivone Frugoli
• Izabel Curi Nader
• Jacqueline Jafet Nasser
• Jacques Louis Randier
• Jairo Eduardo Loureiro
• Jayme Brasil Garfinkel
• Jayme Rozenbojn
• Jayme Vita Roso
• Jean Carlos B. Silva
• João Benedicto Azevedo Marques
• João da Cruz Vicente de Azevedo
• João Henrique Saccomani
• João Návega
• Jorge Alberto Fonseca Caldeira
• Jorge Garcia Perez
• Jose Abreu Figueiredo
• Jose Artur Lima Gonçalves
• Jose Bottiglieri
• Jose Camargo Veiga de Castro
• Jose Carlos Audi Kayat
• José Carlos Dias
• Jose Lobato
• Jose Menezes de Souza
• José Rafael Malieno
• José Ricardo Franco Montoro
• Jose Roberto Braga
• José Roberto de Mattos Curan
• José Roberto Limbert
• José Roberto Mazetto
• José Tadeu Alves Marum
• Judith Alexandre Buzaid
• Julieta Esteves Canavarro
• Julieta Ribeiro Leite
• Katalin Schwarcz
• Kate Heilberg
• Kátia Figueiredo
• Kazue Kodama
• Kleber Silva Fabiano
• Lais Addor Busson
• Lais Laxe Pupo Pesce
• Laudo Natel
• Lea da Cunha Gonçalves Prado
• Leda Maluf Rabbat de Oliveira Machado
• Leila A. Matarazzo
• Lelivaldo Benedicto Marques
• Lenine Marques J. Rocha
• Leo Prado
• Leo Roberto Borges Vieira
• Leonardo Jorge
• Leonardo Pedro Eboli
• Lia Vaz
• Liana Maria Carraro De Moraes
• Lidia G. Rebello
• Lidia Takako Hosegawa
• Ligia Trivissani Kori
• Lilia Lindenberg de Freitas
• Lilia Pires da Rocha
• Liliana Maragon
• Livia Zarzur Gebara
• Lucia Criniti
• Lucia Fraccaroli
• Lucia Maria Baptistella Rocha
• Lucia Moura Andrade Toledo Piza
• Lucia Prado
• Lucia Ramenzoni
• Luciana Castelo Branco
• Luciana de Freitas Candelária
• Luciana Holland
• Luciana Meirelhes
• Luciano Muniz Figueira
• Luciano Vilela Haisten
• Lucinha Bernardes França Ribeiro
• Lucinha Monteiro Da Silva
• Lucinha Stecca
• Luis de Lucia
• Luiz Antonio Iervolino Pacheco e Silva
• Luiz Carlos Araujo
• Luiz Carlos da Silva Vieira
• Luiz Chinan
• Luiz de Franca Borges Ribeiro
• Luiz Ozores Troncoso
• Luiz Prates
• Lygia de Meira Fortes Matos
• Lygia Fonseca Vidigal
• Magui Etlin
• Maisa Pinheiro
• Maraia Sofiari
• Marcela Maragliano
• Marcela Ortega Castro
• Marcela Sofiati
• Marcela Tami Azevedo Santos
• Marcelo Jager
• Marcelo Leopoldo Silva de Carvalho
• Marcia Barros Scaranello
• Marcia Garcia da Silva
• Marcia Nogueira da Rocha Azevedo
• Marcio Severo Marques
• Marco Antonio de Castro
• Marco Antônio R. Fernades
• Marcos Paulo Venancio
• Marcus Hugenneyer
• Margarida Pfisterer
• Maria Alice Lacerda Teixeira Junqueira
• Maria Amelia P. de Toledo Piza
• Maria Amelia V. de Oliveira Juliao
• Maria Amélia Vidigal X. da Silveira
• Maria Antonieta Wertheimer Garcez
• Maria Aparecida M. Hernandez
• Maria Aparecida M. Pires Martins
• Maria Aparecida Pires do Rio Pinho
• Maria Beatriz Lacerda de Figueiredo Mello
• Maria Beatriz M. Brotero de Barros
• Maria Beatriz Nunes Correa
• Maria Carolina Alves de Lima
• Maria Carolina de Almeida
• Maria Cecilia de Castro Ayrosa
• Maria Cecília Guimarães Isoldi
• Maria Cecilia P. S. Marcondes
• Maria Cecilia Quartim B. Oliveira
• Maria Cristina Mancini
• Maria Cristina Pereira de Almeida Manzano
• Maria da Penha Zancaner Cintra
• Maria de Lourdes Q. B. Figueiredo
• Maria de Macedo Mange
• Maria Dias Soares do Amaral
• Maria do Carmo A. Quadros Mendonça
• Maria do Carmo P. de Barros Curto
• Maria Dulce Müller Carioba Sigrist
• Maria Elisa P. Camargo Araújo
• Maria Elisa Ramos
• Maria Elvira Baruel
• Maria Elvira Galvão Bueno
• Maria Emilia da Veiga O Assumpcao
• Maria Eugenia D’Orey Cunha Bueno
• Maria Fernanda Corazza
• Maria Gabriela F. Vaz Almeida
• Maria Gorete Rodrigues Udo
• Maria Grazia Paganoni Percussi
• Maria Helena Daunter Leal da Costa
• Maria Helena Lima
• Maria Helena Moraes Scripilliti
• Maria Heloisa Junqueira de Mello
• Maria Inez Aguiar de Cunto
• Maria Isabel de Rezende Barbosa
• Maria Isabel Gomes de Soutello
• Maria Izabel P Whately
• Maria João d’Orey Posser de Andrade
• Maria Jose Fleury Aranha
• Maria Jose Leopoldo e Silva B. de Almeida
• Maria Josephina F. Bandeira de Mello
• Maria Leticia Opice
• Maria Lucia Borelli
• Maria Lucia Chenud Bandeira de Mello
• Maria Lucia Costa
• Maria Lucia Galvao Carneiro
• Maria Luiza Lombardi Gragnano
• Maria Luiza Pimenta de Padua
• Maria Luiza Rupolo
• Maria M. S. Isoldi
• Maria Manuela Marques Morais
• Maria Regina C. de Moraes
• Maria Regina Sá Moreira
• Maria Rita de Macedo Lemmi
• Maria Salette Freire V. Azevedo
• Maria Stella Moura A. Barroso de Siqueira
• Maria Stella Pereni
• Maria Teresa D’Orey Sampaio
• Maria Thereza Aquino Vasconcelos Martins
• Maria Thereza do Val
• Maria Thereza S. de Araujo Cintra
• Maria Vittoria M. Prada
• Maria Yolanda Rodrigues Cintra
• Mariana Guarini
• Maribel Neves
• Marina Assumpção Lassance
• Marina B. Rappa
• Marina Crespi Prada
• Marina L. A. Wolmer
• Marina Maluf
• Marina Moraes Pinto Prates
• Marina Villares da Silva Vieira
• Mário Blander
• Mário Wajc
• Marjorie Mesquita
• Marly Saldanha
• Marta Leme de Oliveira Borba
• Marta Maria Gonzaga
• Marta Najm Ayres Hegg
• Maura Ferraz
• Mauro Kírio Leme Sokiama
• Mauro Sasso Junior
• Meire Jorge
• Meméia Alves de Lima
• Michaela Shon
• Miriam Lucia Saldiva Cintra
• Mirtis Gonçalves de Moura
• Modesto Impalea
• Mônica Ogata
• Mônica Piacsec
• Monica Porto
• Monica Rennó
• Myriam do Amaral
• Myriam Saddi
• Nadia Maria Pereira de Mattos Oliveira

Obrigada!
• Naide Rodrigues Farripas
• Nazareth Toledo
• Nazir Haddad
• Neide S. de Morais
• Nelson Kaizawa
• Nelson Silveira de Godoy
• Nelson Vieira Barreira
• Ney de Castro Alves
• Nicia Melo Leme Ferreira
• Nilza Aparecida Pagliarine
• Nina Montenegro Ferreira
• Nininha Sigrist
• Niza Barboza Vidigal
• Nono Capote Valente
• Nubia Barros Ehrensperger
• Odair Schmidt das Dores
• Odete de Macedo Ribeiro
• Odila Weigand
• Olavo Jafet Nasser
• Ondina da Silva Pereira
• Otavio Santiago Melaragno
• Otávio Vecchi Zeferino
• Paloma Amanda Fogo de Oliveira
• Paola de Farias Barcellos Saliby
• Paula Roma de Moura
• Paulo de Godoi Pereira
• Paulo e Marília Arruda
• Paulo Regis Pereira
• Pedro Paulo de Campos
• Pierella Dallemolle
• Plinio Cesario de Campos
• Priscila Gonçalves
• Radi Macruz
• Rafael Andrade
• Raul Carvalho Miguel
• Regina Aliperti
• Regina Dias
• Regina P. Lucena
• Renata Azzi Collet e Silva
• Renata Campos Salles Moraes Abreu
• Renata Grabert Goldlust
• Renata Riskalla
• Renata Ruhman
• Renato Moreno
• Renato Rubens R. G. de Oliveira
• Reni Taha
• Ricardo Mariz de Oliveira
• Rilton Bueno
• Rita de Cássia Aparecida Cosme
• Roberta Casado
• Roberta Paraíso
• Roberto Delmanto
• Roberto Teixeira da Costa
• Rodolfo de Almeida Prado
• Rogério Gastaldo
• Rogério Rego
• Ronan Wendell
• Rosa Carnial
• Rosa Maria Farano Stacchini
• Rosa Maria Sofiati
• Rosalina Vallone
• Rosangela Ros
• Rose Blanco
• Rosita Werneck
• Rubens Arruda Galvão
• Rubens Barletta
• Ruth A. Franchini Godinho
• Ruth S. M. de Abreu Pereira
• Ruy Mesquita
• Salomão Sapoznik
• Sarah Alves de Lima (In Memorian)
• Sarah Bianco de Assumpcao
• Sarita M. Barros
• Sérgio Ambrus
• Sérgio Cabral
• Sergio Luiz Aleotti Teixeira de Carvalho
• Sérgio Oliveira Machado Cabral
• Silvia Artacho
• Silvia Carramaschi
• Silvia Cyrillo C. de Almeida
• Silvia Percussi
• Silvio Barbosa Bentes
• Simone Gil Lazaro Navia
• Sonia Bracher
• Sônia Cochrane Rao
• Sonia Guarita do Amaral
• Sonia Haddad
• Sonia Medeiros
• Sonia Pimentel
• Sophia Barrieu
• Soraya de Carvalho Lucato
• Stella Espírito Santo
• Stella Procopio de Araujo de Lima Correa
• Sula Aun Nahas
• Susy Sabato
• Suzana Camará Moreira
• Sylvia Maria de Oliveira Quartim Barbosa
• Sylvia Pinho de Almeida
• Sylvio de Vasconcelos
• Tania Casado
• Tânia de Melo Valente
• Tania Freitas Valle
• Tathiana Romecin de Oliveira
• Tatiana da Silva Leite
• Tatiana de Souza Oliveira
• Tatiana Monteiro de Barros
• Tatiana Shirassu
• Telma Racy
• Thais Bittencourt Franco Oliveira
• Thais Racy
• Thatiana Teixeira de Almeida
• Thelma F. Feltrin Rodrigues
• Thereza Junqueira
• Thereza Proença
• Therezinha da Nobrega Cabral
• Therezinha Maluf
• Thiago Goll Zeve
• Thomas Joseph Mc Donnell
• Tibério Costella
• Times Educandário
• Toni Tognato
• Tusco Brant de Carvalho
• Valeria Cristina Natal
• Valéria Duran Lopes
• Valquiria Araújo
• Vanderly Santos da Silva
• Vera Cecilia Andrade de Moraes
• Vera Dalta
• Vera Faria De Paula
• Vera Filizola Santoro
• Vera L. Lunardi
• Vera Lia Penteado da Fonseca
• Vera Lúcia Arantes Arlindo
• Vera Lúcia Dolte
• Vera Lúcia Machado
• Vera Maffei
• Vera Novaes
• Vera Prada
• Vera Regina Roquette Pinto
• Veridiana Pacheco Moffa
• Verinha Ziegert
• Victor Hugo Bortone
• Victoria Duailibi
• Violeta Basilio Jafet
• Vital de Oliveira Ribeiro
• Vivian de Campos
• Vitor Sarquis Hallack
• Walther Vicente Cimino
• Wilma Regina
• Wilson Alencar Figueiredo
• Yeda Kitano Kerubine
• Yeda Saigh
• Yvanette Fornasaro A. Figueiredo
• Yvone de Assis Ferreira
• Yvonne da Costa Galvão
Colégio Santa Amália –
Unidade Saúde
(Alunos que contribuíram com
doação de livros)
• Ana Luiza Kato
• Bernadeti de Lourdes G. Mandegom
• Carolina Fittipaldi Ramos de Oliveira Alves
• Enzo Dalmazzo Roggerio
• Felipe Mattar
• Felipe Ramos Suzuki
• Flávia Roberta Carneiro de Campos
• Marcela Tami Azevedo Santos
• Otávio Vecchi Zeferino
• Wanessa Celina Carneiro Campos
DOADORES PJ
(Empresas e organizações que são
associadas contribuintes, doadoras por meio
do FUMCAD, doadoras pontuais, investidoras
em projetos, patrocinadoras de eventos,
doadoras de produtos e /ou serviços)
• Banco Bradesco
• Fundação Mapfre
• Instituto Wal-Mart
• Kimberly-Clark Brasil
• Pátria Investimentos
• Fundação Prada de Assistência Social
• Banco Espírito Santo
• Banco Itaú
• Yuny Incorporadora
• Pinheiro Neto Advogados
• Reckitt Benckiser
• Fundação Filantrópica Arymax
• Krakowiac Advogados
• Mattos Filho Advogados Associados
• Bauducco
• Gucci - Shopping Iguatemi
• Fundação da Profissão
• Fleury Medicina Saúde
• Consórcio Nacional de Licitação HQZ Ltda.
• Obra Assist. D. Cecilia Galvão V. Azevedo
• Studio Guido Totoli
• Dressing Restaurante
• Shopping Iguatemi
• Mesa Brasil SESC Carmo
• Silmara Bebê
• Bisou Multimarcas
• Maringá S/A Cimento e Ferro Liga
• Construtora Augusto Velloso S.A.
• Imobiliária Santa Terezinha
• Instituto Brasil Verdade
• Fundo de Solidariedade e
Desenvolvimento Social e
Cultural do Estado de São Paulo
• Diagnósticos da América S.A.
• Máquina da Notícia Comunicação Ltda.
• Conceição Bem Casados
• Luly Vidigal Flores
• Ceprin Empreendimentos e
Participações Ltda.
• Fundação Instituto de
Pesquisas Econômicas
• Tavares Pinheiro Indl S/A
• Belaggio Participacoes Ltda.
• Fontenova Emp. Imob. Agrop. Ltda.
• Associação Civil Coração Solidário
• Casa Leão Joalheria
• Além Mar Coml. Indl. S/A
• Camargo Pacheco Empreendimentos
• Estaconsolida Eng. Consolidações Ltda.
• L3 Consultoria em Sistemas e Processos Ltda.
• Juresa Industrial de Ferro Ltda.
• Federação Agrícola do Estado de São Paulo
• Comércio de Válvulas Valvolândia
• Monofil Cia Ind. Monofilamentos
• Engas S. A.
• Maxpromo
• Obrascon Huarte Lain Brasil S.A. - OHL
• Escritório Contabilidade Moderna Ltda.
• Associação de Pais e Mestres Colégio Santo Américo
• Associação Santa Rita de Cássia
• Catho
• Centro de Genomas
• Centro de Voluntariado de São Paulo
• Colégio Giordano Bruno S/C Ltda.
• Crespi Empreendimentos Ltda.
• Doutores da Alegria - Arte, Formação e
Desenvolvimento
• Engedata
• Estudio D
• GS1 Brasil
• IDS Scheer Latin America
• Kanguru Net
• Perfil Planejamento Contábil e Fiscal
• Suprisul Soluções em TI
• Teleperformance
• Uniodonto do Brasil Central Nacional
das Cooperativas Odontológicas
• BrasilPrev Seguros e Previdência S.A.
• AEEL - Assistência Espírita
• Axia Consulting Ltda.
• Banco de Sangue de São Paulo
• Bourbon Shopping
• Christian Louboutin - Shopping Iguatemi
• Círculo Militar de São Paulo
• Clube Athletico Paulistano
• Colégio Avicena S/S Ltda.
• Colegio Visconde de Porto Seguro
• Companhia de Transmissão de Energia
Elétrica Paulista
• Condomínio Edifício Jardins de Andorra
• Confluence Soluções em Informática Ltda.
• Disk Cook
• Doadores Pessoa Jurídica
• Droga Raia
• EBL
• Editora Sextante
• Fazenda Santana do Monte Alegre
• Ferparo Participações Ltda.
• Francal Feiras
• Gaviões da Fiel Torcida
• Horizon Artefato
• Livraria Cultura - Bourbon Shopping
Pompéia
• Odontoprev S.A.
• PricewaterhouseCoopers
• Projeto Mulher
• Proteus Soluções em Segurança da
Informação Ltda.
• Raposo Shopping
• Renelli Consultores Associados Ltda.
• Rent One
• Revista Lounge
• Saber da Comunicação Consultoria e
Publicidade Ltda.
• Vagas Tecnologia de Software Ltda.
• Saeco
• Siducial
• Spotpromo
• Teka Papelaria
• Venancio’s doces
• Grupo GP
• VisaNet

Obrigada!
AMIGOS DA LIGA
• Adriana Pallis
• Adriana Dhelomme
• Alice Aguiar
• Ana Paula Spinelli
• Andréa Brito Mesquita
• Andréa Pereira
• Camila Penteado
• Célia Cristina Whitaker
• Célia Parnes
• Daniela M. Brandão
• Denise Antão
• Edivaldo Coratto
• Eduardo J. S. Barbosa
• Felipe Diniz
• Flávia Bechara
• Floriano Pesaro
• Giovana Carneiro
• Guido Totolli
• Ida Marques
• Jodimar Zaffari
• Jorge Prada
• José Gregori
• Juliana Gomes Ramalho
• Karla Sarquis
• Leda Machado
• Lúcia Seabra
• Luciana Castelo Branco
• Luly Vidigal
• Lydia Sayeg
• Marcella Monteiro de Barros
• Maria Christina M. A. Ferraz
• Maria Eliza Araujo
• Maria Iracema Villela A. Gianella
• Maria João d’Orey
• Monica Rennó Schwartzman
• Renata Grabert
• Renata Ruhmann
• Silmara Ruman
• Silvana Bauducco
• Silvia Percussi
• Tatiana Monteiro de Barros
• Telma Racy
• Thais Racy
• Turma do Tricô
PARCEIROS TÉCNICOS
(ONGs, empresas e órgãos públicos que
trocaram experiências com a Liga)
• AAEB - Associação Amigos dos
Excepicionais do Brooklin
• ABAJEA - Associação dos Amigos do
Jd. Educandário
• ABC Claudio M. Freitas
• Abrasel - Associação Brasileira de Bares e
Restaurantes de SP
• Ação Criança
• Agencia Alpha Work
• AGIEER Consultoria em Estágios
• AMA São Jorge
• APTF - Associação Paulista de
Terapia Familiar
• Associação Comunitária Assistencial
Cultural Esportiva
• Associação Barão de Souza Queiroz de
Prot. Infância e Juventude
• Instituto Dona Ana Rosa
• Associação CDHU
• Associação Clube de Mães
Vila Nova Conquista
• Associação Criança Brasil
• Associação dos Sem Tetos
• Associação Meninos do Murumbi
• Associação Moradia Espaço Cultural
• Associação Pela Família
• Associação Querubim
• Associação Recanto da Felicidade
• Associação Santo Agostinho
• Autoescola Jóia
• Avon do Brasil
• Banco Daycoval
• Banco do Brasil – Agência Bonfiglioli
• Banco Itaú - Agência Silva Bueno
• Banco Safra
• Banco Santander
• Banda Sinfônica do Exército
• Basch & Rameh
• Beauty Fair
• BNE - Banco Nacional de Empregos
• C&A - Shopping Iguatemi
• Cacau Show - Shopping Butantã
• Caritas Diocesana de Campo Limpo
• Carrefour - Recrutamento Loja Ipiranga
• Casa Sofia - Abrigo Mulheres Vítimas de
Violência
• CCA Uirapuru
• CEAPA - Centro Estadual de Apoio
Profissional ao Adolescente
• CECCO - Pq. Previdência
• CEFAC - Núcleo de Voz Atendimento
Fonoaudiológico
• CEFAI - Centro de Formação e
Acompanhamento à inclusão) Butantã
• Centro Comunitário Sinhazinha Meirelles
• Centro de Apoio ao Trabalho
• Centro de Estudos Instituto Unibanco
• Centro de Voluntariado de São Paulo
• Centro Social Santos Dias
• CEU Uirapuru - Gestão
• CIC - Centro de Integração da Cidadania
da Secretaria da Justiça e da Defesa da
Cidadania
• Clínica Neurológica Dr. Wanderley
Manoel Domingues
• Comissão Municipal de Direitos Humanos
• Compress Produtos Compressivos e
Hospitalares Ltda.
• Congregação Franciscanas Filhas da
Divina Providência
• Conseg - Conselho de Segurança
• Conselho Estadual de Assistência Social
• Conselho Municipal de Assistência Social
• Conselho Tutelar Butantã
• COOPERAPIC - Cooperativa de
Promoção à Cidadania
• Coordenadora de Educação Ipiranga
• Coordenadoria da Mulher – Taboão da Serra
• Coordenadoria de Educação do Butantã
• Coordenadoria de Educação Penha
• CRAS - Butantã
• Creche Arquinha
• Cruzada Pró-Infância
• Dedetizadora Paulisdran
• Dell Computadores
• Diagnósticos da América
• Distribuidora de Cosméticos Nações Unidas
• DRE - Depto. Regional de Educação Butantã
• EMEF Anexa ao Educandário Dom Duarte
• EMEF Eda Terezinha
• EMEF Ileusa Caetano da Silva
• EMEF João XXIII
• EMEF Teófilo Beneditpo Ottoni
• EMEI Aloisio Almeida
• EMEI Camilo Ashcar
• Empresa – Grupo Apse
• Empresa Gendai
• English For All
• Escritório Imobiliário Fernando
Dhelomme Filho
• Espaço Comunitário Comenius
• ESPRO- Central de Prospecção de
Talentos – CPT
• Estrelítzia Detetizadora e Desentupidora S/A
• FOS - Federação de Obras Sociais
• Fundação Abrinq - Programa Adotei
um Sorriso
• Fundação da Profissão
• Fundação Tide Setubal
• Governo do Estado de São Paulo
• Grupo Assistencial Bom Caminho
• Grupo Itambé - A3 mão de Obra
• Grupo Pão de Açúcar - Loja Tatuapé
• Grupo Teatral Improvise
• Hair Brasil - Grupo Couromoda
• Hospital Darcy Vargas
• Hospital das Clínicas da Faculdade de
Medicina
• Hospital do Servidor Público Estadual
• Hospital Pérola Byington
• Hospital São Cristóvão
• Hospital Universitário - USP
• HU - Hosp. Universitário - Instituto de
Psicologia
• Ikesaki Móvéis e Cosméticos
• IMESP - Imprensa Oficial
• Impala Cosméticos
• Incubadora da USP
• Instituto Avisa Lá
• Instituto Camargo Correa
• Instituto D’Accord
• Instituto de Psicologia da USP
• Instituto Escreve Beleza Brasil
• Instituto GESC
• Instituto Kora
• Instituto Sedes Sapientiae
• Instituto Zero a Seis
• Interfile - Gestão Integral de Doc. e
Processos
• Iron Mountain do Brasil
• ISBET - Instituto Brasileiro Pró-Educação
Trabalho e Desenvolvimento - Estágios
• Jacques Janine - Matriz
• Jacques Janine - Shopping Paulista
• Janssen Cilag Farmacêutica
• Lar Ternura
• Lego Education - Lego Zoom
• Mackenzie
• Mago Indústria de Artefato de Papel e
Papelão
• MAPA – Movimento de Apoio aos
Pacientes com Aids
• Mapa do Terceiro Setor
• MHC - Technology & Consumer Trends Ltda.
• Mosteiro São Geraldo De São Paulo
• Natura-Produtos de Cosméticos
• Niasi Cosmética
• Núcleo de Gestão Descentralizada
Centro-Oeste – Parque Previdência
• Núcleo de Proteção Psicosocial Especial
Santo Dias
• Núcleo Profissionalizante Pérola Byinton
• Obras Educacionais e Sociais Frei Luiz Amigó
• Obras Sociais São Mateus
• PAF Rio Pequeno
• Parábola
• PAVAS - Prog. Atend. à Violência e
Abuso Sexual
• Prefeitura da Cidade Universitária de
São Paulo - USP
• Projeto Fazendo Minha História
• Projeto Florescer
• Projeto Guri
• Projeto Negro Alli
• Projeto Semear
• Projeto Sonhar Acordado
• Projeto Vira Lata
• PUC – Curso de Psicologia
• Rede Butantã
• Rede de Fast Food All Parmegiana
• Rede Drogasil S/A
• Rede Paulista de Controle Social da TB
• RITS - Rede de Informações para o
Terceiro Setor
• Salão de Cabeleireiro Tony Ronatty
• Sapporo Rede de Salão de Cabeleireiro
• Schincariol Indústria de Cervejas e
Refrigerantes
• Secretaria Mun. Educação
• Sedes Sapientiae
• SEMDET – Secretaria Municipal de
Desenvolvimento Econômico e Trabalho
• SESI – Programa Alimente-se Bem
• Supermercado Rod & Raf
• Supervisão Técnica
• Supply Serviços Gerais Ltda.
• Surya do Brasil
• Suzano - Fundação Filantrópica Arymax
• Textile Costa Produtos Têxteis Ltda.
• UBS - Jardim Boa Vista
• UBS - Jardim Paulo VI
• UBS - Jardim São Jorge
• UBS - Vila Borges
• União de Moradores Jardim Jacqueline
• Universidade Mackenzie
• Vedic Hindus Ind. Comércio e
Importação e Exportação Ltda.
• Venâncio’s Doces Ltda.
• Viação Campo Belo
• Vita Derm Cosméticos
• Social Way - Brechó Social
• Suporte Comunicação
Seja Solidário você também!
Saiba como doar e colaborar:
• ASSOCIADO CONTRIBUINTE
• VOLUNTARIADO
Torne-se um Associado Contribuinte e colabore
periodicamente com doações em dinheiro, que
serão destinadas à manutenção de todo o nosso
atendimento social.
• DOAÇÕES
Doe roupas, calçados, objetos, móveis ou bens.
As doações serão utilizadas em nossos Programas
Socioeducativos, CEIs e Abrigos ou vendidas em
nossos brechós.
• APOIADOR
Faça doações de produtos, materiais ou serviços a
serem utilizados em nossos programas ou em nossos
eventos.
• PARCEIRO FINANCEIRO
Financie um de nossos projetos ou invista em nosso
atendimento social.
• PARCEIRO INSTITUCIONAL
Partilhe seu conhecimento e know-how ou disponibilize os conhecimentos de seus colaboradores em prol
da Liga Solidária.
• PARCEIRO TÉCNICO
Compartilhe recursos técnicos para nossos Programas
Socieducativos. Você pode colaborar com palestras,
contratar jovens dos nosso Programa de Qualificação
Profissional para trabalhar em sua empresa ou organizar
visitas técnicas de nossos jovens à sua empresa.
• PATROCINADOR DE EVENTOS
Colabore com recursos financeiros para a realização
de nossos eventos.
O trabalho voluntário é uma ação de cidadania e
solidariedade que enriquece a vida pessoal de quem o faz
e contribui para a transformação da sociedade.
A Liga Solidária conta hoje com o apoio de 180
voluntários atuantes, que trabalham em diversas áreas.
Voluntário pessoa física: Você pode contribuir com
suas habilidades, talentos ou simplesmente com sua
vontade de ajudar!
Voluntário empresarial: Empresas também podem
contribuir com a Liga Solidária, desenvolvendo ações
pontuais ou campanhas de voluntariado com seus
colaboradores.
• UNIDADES PROVEDORAS
Conheça ou divulgue a seus familiares e amigos os
serviços oferecidos por nossas Unidades Provedoras:
Colégios, Residenciais para Terceira Idade e Flats.
Colégio Santa Amália
www.colegiosantaamalia.com.br
Lar Sant’Ana
www.larsantana.com.br
Recanto Monte Alegre
www.recantomontealegre.com.br
Entre em contato pelo tel.: (11) 3873.2911
Doações Pessoa Jurídica e Patrocínios
Roberta Casado - ramal 136
e-mail: [email protected]
Associado Contribuinte e Doações
Ana Paula - ramal 127
e-mail: [email protected]
Voluntariado
Priscila Rodrigues - ramal 100
e-mail: [email protected]
Visite nosso site: www.ligasolidaria.org.br
60
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
registros
A Liga Solidária foi declarada de Utilidade Pública pelos
seguintes decretos:
Federal
Estadual
Municipal
52.908 de 22/11/1963
7.053 de 03/04/1935
7.741 de 22/10/1968
A fim de desenvolver legalmente suas atividades e estar
apta a receber auxílios, subvenções e isenções, a Liga
Solidária tem os seguintes registros:
• Ministério da Educação e Cultura
Conselho Nacional de Serviço Social
Registro n.º 2.721, de 07/12/1938
• Ministério da Saúde
Delegacia Federal de Saúde da 9ª Região
Registro n.º 980, de 14/09/1953
• Conselho Estadual de Auxílios e Subvenções
Registro n.º 26 – Conforme Resolução SETPS-1
de 14/01/91
• Conselho Estadual de Assistência Social
Registro nº 0089/SP/99 – Conforme Deliberação
nº 02/99 – DOE 07.01.2000
• Conselho Municipal de Assistência Social
Certificado de Inscrição nº COMAS 118/2002
de 24/10/2002
• Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente
Registro n.º 074/CMDCA/94 – de 22/03/94
Secretaria Municipal da Família e Bem Estar Social
• Secretaria da Criança, Família e Bem Estar Social
Coordenadoria de Ação Regional
Registro n.º 26 – (Decreto 9.486/1938)
• Secretaria de Estado dos Negócios da Saúde
Coordenadoria de Assistência Hospitalar
Registro n.º 354 (Lei n.º 3.898/51 – Decreto 35.037/59)
• Secretaria de Estado dos Negócios da Educação
Coordenadoria do Ensino Básico Normal
Departamento de Ensino Básico
Registro n.º 1.294 de 04/12/1956
• Prefeitura Municipal de São Paulo
Secretaria da Família e Bem Estar Social
Registro (FABES) n.º 166
C.N.P.J. do Ministério da Fazenda: 60.597.044/0001-72
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
61
contato
unidades de atendimento social
CEIs – Centros de Educação Infantil
• CEI Primeiros Passos
Responsável: Cristiane de Jesus França
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tels: 3781-8367
CNPJ: 60.597.044/0019-00
• CEI Primavera
Responsável: Thelma Fernandes Mendes
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tel: 3781-4933
CNPJ: 60.597.044/0025-40
• CEI São Cesário
Responsável: Emiliana Degan
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tels: 3784-2618
CNPJ: 60.597.044/0013-06
• CEI Pau Brasil
Responsável: Darlene Soares da Rocha
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tel: 3784-4521
CNPJ: 60.597.044/0035-11
• CEI João de Barro
Responsável: Antônia Julia
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tel: 3785-6336
CNPJ: 60.597.044/0034-30
62
• CEI Casa da Infância do Menino Jesus
Responsável: Milena Fernandes Caramelo
E-mail: [email protected]
Av. Nazaré, 1180 - Ipiranga
Tel: 2273-2015
CNPJ: 60.597.044/0007-68
Abrigos
Responsável Geral: Mariano Gaioski
E-mail: [email protected]
• Abrigos Solidários I, II e III
Responsável Abrigo I: Luizélia Bornia Busko
E-mail: [email protected]
Responsável Abrigo II: Andreza Ap. de Souza
E-mail: [email protected]
Responsável Abrigo III: Rita de Cassia O. B. Silva
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tel: 3281-9615
CNPJ: 60.597.044/0037-83 • 60.597.044/0038-64 •
60.597.044/0036-00
• Abrigo Solidário IV
Responsável Abrigo IV: Silvana Zanini Winters
E-mail: [email protected]
Rua Pascoal Zullino, 79 – Jd. Rosa Maria
Tel: 3785-4195
CNPJ: 60.597.044/0031-98
• Abrigo Solidário V
Responsável Abrigo V: Bernadete Penkal
E-mail: [email protected]
Rua Alves Guimarães, 257 - Pinheiros
Tel: 3811-9320
CNPJ: 60.597.044/0040-89
• CEI Ipê
Responsável: Maria Rejane da Silva Santos
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tel: 3782-6709
CNPJ: 60.597.044/0039-45
Programas Socioeducativos
• Programa I.D.E.A.L.
Responsável: Marina Diniz Nambu
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tel: 3788-0074
CNPJ: 60.597.044/0008-49
• CEI Santo Antônio
Responsável: Dulce da Conceição Mota
E-mail: [email protected]
Rua Fiação da Saúde, 425 - Saúde
Tel: 5594-0662
CNPJ: 60.597.044/0011-44
• Programa Qualificação Profissional
Responsável: Neide Cavalcante
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tel: 3781-4081
CNPJ: 60.597.044/0008-49
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
• Programa Religar
Responsável: Marli de Oliveira
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tel: 3781-9864
CNPJ: 60.597.044/0008-49
• Programa Ação Família
Responsável: Fernando Adolfo Bueno
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tel: 3781-9864
CNPJ: 60.597.044/0008-49
• Pólo de Prevenção a Violência Doméstica, Abuso e
Exploração Sexual Contra a Criança e o Adolescente
Responsável: Eduardo José Pan
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tel: 3781-9864
CNPJ: 60.597.044/0008-49
• Programa MOVA – Movimento de Alfabetização de Jovens
e Adultos
Responsável: Marli de Oliveira
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tel: 3781-9864
CNPJ: 60.597.044/0008-49
• Grupo Serenidade
Responsável: Miriam Kitamoto
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tel: 3781-9864
CNPJ: 60.597.044/0008-49
• Programa Crescer
Responsável: Flávia Regina L. Medeiros
E-mail: [email protected]
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5985 - Jd. Educandário
Tel: 3781-2652
CNPJ: 60.597.044/0008-49
UNIDADES PROVEDORAS
• Colégio Santa Amália Saúde
Responsável: Maria Eliza da C. C. Sperling
E-mail: [email protected]
Site: www.colegiosantaamalia.com.br
Av. Jabaquara, 1673 - Saúde
Tel: 5071-3555
CNPJ: 60.597.044/0010-63
• Colégio Santa Amália Tatuapé – Maple Bear
Responsável: Teca Antunes
E-mail: [email protected]
Site: www.colegiosantaamalia.com.br
Rua Prof. Pedreira de Freitas, 981 - Tatuapé
Tel: 2942-7464
CNPJ: 60.597.044/0032-79
• Recanto Monte Alegre
Responsável: Ir. Rita Foggiatto
E-mail: [email protected]
Site: www.recantomontealegre.com.br
Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 5531 - Jd. Educandário
Tel: 3782-0888
CNPJ: 60.597.044/0020-35
• Lar Sant’Ana
Responsável: Maria José Zocal
E-mail: [email protected]
Site: www.larsantana.com.br
Rua Bernarda Luiz, 129 - Alto de Pinheiros
Tel: 3674-1600
CNPJ: 60.597.044/0016-59
• Plaza 50
Responsável: Giovana Carla Ribeiro
E-mail: [email protected]
Alameda Jaú, 297 - Jd. Paulista
Tel: 3251-3711
CNPJ: 60.597.044/0018-10
• Flat Residência
Responsável: Giovana Carla Ribeiro
E-mail: [email protected]
Rua Capote Valente, 1332 - Pinheiros
Tel: 3873-2955
CNPJ: 60.597.044/0028-92
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
63
64
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
Espiritualidade
A Liga Solidária encerra seus trabalhos de 2009 aprimorando
seus valores éticos e inovando seus projetos para atender
com eficiência e qualidade crianças, jovens e adultos.
Almejando sempre uma consciência crítica e solidária,
enfatizando o respeito mútuo e a paz social.
Lucy Maria Gregori de Lima
Coordenadora de Espiritualidade
Relatório de atividades 2009 • Março 2010
65
Expediente
Comitê Editorial
Coordenadora Responsável:
Ana Carolina M. B. Matarazzo
Jornalista Responsável:
Natália Prétola Silvério de Mendonça
Organização:
Ivi Daniele Silva
Revisão:
Teca Antunes
Colaboração:
Carolina Motta
Fernanda de Oliveira
Natalia Nascimento
Designer Responsável:
Thiago Louis G. S. Rodrigues
Designer Gráfico:
Ana Cristina Oliveira
Ilustração:
Airon Barreto
Fotos:
Ricardo Lucas • Fabiana France • Mario Eiras Garcia • Divulgação
Impressão:
Ativa Online
A Liga Solidária é auditada pela
Tiragem: 2.000 exemplares
66
Relatório de atividades 2009 • Março 2010

Documentos relacionados

Relatórios de Atividades 2008

Relatórios de Atividades 2008 Maria Rita Tostes da Costa Bueno Diretora Secretária Katalin Willy Diretora Financeira

Leia mais

Relatórios de Atividades 2010

Relatórios de Atividades 2010 Maria Stella Moura Abreu Barroso de Siqueira 2ª Vice-Presidente

Leia mais

Relatórios de Atividades 2011

Relatórios de Atividades 2011 Maria Stella Moura Abreu Barroso de Siqueira 2ª Vice-Presidente

Leia mais