EspINhA TEM TRATAMENTO

Сomentários

Transcrição

EspINhA TEM TRATAMENTO
Espinha tem
tratamento
Fique tranquilo, se cuide e tenha paciência, a acne é comum e tem solução
Episódio nada inédito aquele que apresenta o adolescente
prestes a se formar no colegial, entrando no banheiro, se
olhando no espelho e avistando de repente uma grande
espinha na ponta do nariz. Toda boa mini série juvenil passa
por esse capítulo para mostrar algum indício de maturidade
de seu personagem principal. O pior dos pesadelos: a
puberdade. Nem tanto por ela, mas pela tão comentada acne,
que transforma a aparência de qualquer pré-adolescente
“bonitão”, em motivo de risadas e comparações maliciosas,
acarretando inclusive, problemas de auto-estima. Mas,
a verdade é que não é tão terrível assim. Qualquer jovem
que preze seu estado de evolução apresenta acne, cravos e
seus derivados durante um período da vida. É normal, difícil
mesmo é se acostumar com estes micros seres invasores!
Tudo bem, todos ficam abalados com a presença da
espinha, mas atualmente os tratamentos existentes para
combater esse mal são bastante eficazes, graças ao avanço
da tecnologia e a presença da Isotretinoína, como nos explica
a Dra. Ana Lúcia Nóbrega Tomé (CRM 88069), dermatologista.
12
De onde vem?
“A acne juvenil é uma das dermatoses mais frequentes. As
lesões surgem na puberdade, em quase todos os jovens,
em ambos os sexos. Em alguns são mínimas e podem
permanecer assim por toda adolescência. Em outros,
tornam-se evidentes e de intensidade variável, perturbando
a qualidade de vida, atrapalhando o convívio social e
desencadeando problemas emocionais. Sem tratamento
adequado persiste geralmente até o final da adolescência
e, eventualmente, com lesões isoladas, pode manter-se
por anos”, explica Dra Ana Lúcia.
Esperar que a acne suma e não buscar tratamento é um
erro comum entre os jovens e seus pais, que entendem
que essas lesões fazem parte do desenvolvimento da
adolescência e que em certo momento, chegando à
idade adulta, elas desaparecerão. A questão, é que as
espinhas não aparecem só por conta do desenvolvimento
do corpo, são várias as causas que acarretam a acne,
como ensina Dra. Ana no quadro da página ao lado.
causas que acarretam a acne
Distúrbio da queratinização folicular
Ocorre uma queratinização folicular anômala com
obstrução do orifício folicular (poro) formando o cravo.
Hipersecreção sebácea
Na puberdade os hormônios (andrógenos) desenvolvem
as glândulas sebáceas (1). O mecanismo mais comum
é que essa glândula seja hiper-secretora a um estímulo
androgênico normal (produzir sebo em excesso).
E menos frequente, temos aumento de hormônios
circulantes (como em doença hormonais ou terapia
hormonal androgênica).
Bactérias
As bactérias que vivem no folículo pilossebáceo, proliferam
com o aumento de sebo (2) e sua retenção, gerando um
processo inflamatório. Observamos então as ‘espinhas’(3).
Existe também o fator hereditário, “que influencia o
tamanho da glândula sebácea, sua atividade na adolescência
e a queratinização anômala com obstrução dos folículos”,
complementa a dermatologista. Além disso, existem os
fatores emocionais, que podem “agravar a acne por uma
ação cerebral sobre o sistema hormonal”, alerta a médica
que ainda ressalta a aparição de acne no período menstrual.
É bom deixar claro que são esses os fatores que acarretam
a espinha e seus derivados, e que a alimentação não pode
ser considerada vilã nesta área, chocolates e alimentos
gordurosos “não agravam a acne, e essa influência alimentar
é raramente observada”, atenta a Dra. Ana Lúcia.
Uma verdade que merece atenção é aquele velho aviso de não
espremer cravos e espinhas. Sim, elas são feias, indesejáveis
e nada queridas, mas se espremidas, serão lembradas para
sempre, até que algum tratamento resolva a questão da cicatriz,
portanto, espere secar, siga as instruções do seu dermatologista
e mantenha as mãos longe das inflamações!
Cuidado
O “diagnóstico e tratamento adequado devem ser instituídos
pelo dermatologista”, alerta a médica, complementando
que “ produtos de compra espontânea motivados pela
TV ou catálogos são um risco. Podem causar dermatites
irritativas, além de retardarem a procura por um tratamento
médico, aumentando o risco de piora do quadro e de
sequelas inestéticas”.
Infelizmente, não existe uma maneira preventiva “que
o paciente ou sua família possam adotar para evitar
o aparecimento da acne, a recomendação é iniciar o
tratamento o quanto antes, independente da idade ou da
intensidade da acne”, explica Dra. Ana Lúcia.
Cuidado com o sol!
A chegada do verão traz a tira colo aquela busca
incessante pela boa aparência, tornando qualquer
solução milagrosa a resposta para o sumiço imediato
das espinhas, mas cuidado “para não traumatizar
suas lesões”, orienta a dermatologista, indicando que
“a exposição solar deve ser feita com uso de boné,
chapéu e protetor solar FPS 30 ou mais (observar na
embalagem indicações de produto em gel, oil free,
não comedogênico), além de respeito aos horários.
Existe uma resposta de piora da acne pós-sol, além de
intensificar as manchas que acabam escurecendo”.
“Para as meninas que buscam maquiagem, atenção
para o uso de produtos que contenham informação
“não comedogênico” (não formador de cravos). A acne
cosmética antes vista nas mulheres adultas tem sido
observada também nas adolescentes agravando a acne
juvenil”, alerta Dra. Ana.
Existe solução
E não há porque desesperar, “de acordo com a idade,
quadro clínico e evolução, o dermatologista indicará o uso
de sabonetes, medicamentos tópicos ou de uso sistêmico
(antibióticos e isotretinoina) Cicatrizes e manchas também
serão tratadas com medicamentos de uso tópico, peelings
químicos, procedimentos cirúrgicos e uso de tecnologia
como laser e luz intensa pulsada”, explica a especialista.
13

Documentos relacionados

tratamento facial utilizando vinho e argila verde no tratamento de

tratamento facial utilizando vinho e argila verde no tratamento de A acne é a mais comum das doenças crônicas do folículo pilossebáceo da pele humana, causada por múltiplos fatores e que leva ao aparecimento de algumas lesões características. Há uma variedade de t...

Leia mais