Pós NRF 2016

Сomentários

Transcrição

Pós NRF 2016
Pós NRF 2016
1
Delegação Primundo
NRF 2016
2
Números do Big Show 2016
✦Número de Participantes: 34.000
✦Número de Brasileiros: 1.135
✦Número de Brasileiros em 2015: 1.877 - 40%
✦Número de Brasileiros que deixaram de fazer a inscrição por não ter
domínio próprio (a empresa não tem site): 32%
Temas Abordados
• Inovação do varejo digital
• Estratégias globais,
• Marketing e gerenciamento de marca,
• Estratégias de merchandising,
• Varejo em celulares e tablets - Mobile
• Experiência de loja,
• Tendências da tecnologia e aplicações.
Principais Destaques
Varejo sem fronteiras
Trazer o cliente para o ponto de venda já não é mais o bastante. O varejo deve ir até o consumidor onde
ele estiver e quando ele quiser.
Não é o mais forte que sobrevive, mas aquele que melhor se
adapta às mudanças
Exemplo: McDonalds, que em função da mudança de hábito alimentar da população está mudando seu
tradicional cardápio, oferecendo produtos mais saudáveis.
Conhecer mais o seu Cliente
Foram apresentadas diversas ferramentas para identificar os hábitos de compras do consumidor
Experiência do consumidor
Podemos entrar em uma loja, ver seus produtos e dias depois esquecer desse momento. Já as
experiências são mais difíceis de apagar da memória.
Storytelling da vida real
O cliente será o grande protagonista das campanhas publicitárias. Contar histórias reais é uma estratégia
publicitária que já está sendo utilizada por muitas marcas, sendo que a tendência cresce cada vez mais
6
PPrincipais Palestras
Principais Palestras
A Palestra do general de quatro estrelas e ex-secretário de defesa dos Estados
Unidos, Colin Powell, foi uma das mais concorridas do evento e deu um show
de simplicidade e liderança e como um menino pobre, vindo da Africa, que
começou trabalhando numa loja aos 14 anos de idade, ajudando na descarga
de mercadorias, consegue chegar ao posto mais elevado dentro do exército
americano.
Uma das frases proferidas por ele e que mais chamou a atenção é que nunca
precisou dizer para um subordinado: FAÇO ISSO QUE É UMA ORDEM,
mesmo em missão com risco iminente de perda da vida.
Kevin Plank, fundador da Under Armour e um dos inovadores mais celebrados das últimas duas décadas, participou
de painel na NRF, que debateu a convergência cada vez mais inevitável entre lojas físicas e virtuais. A Under
Armour é uma referência em material esportivo e tem como objetivo desbancar as gigantes do setor como Nike e
Adidas. Está abrindo 200 novas lojas em 2016 e, no Brasil, está patrocinado o time de Futebol do São Paulo
Dr. Ira Kalish - Chefe de economia global da Deloite
Fez um resumo da economia dos países que compôem os Brics, a Europa e os EUA e forneceu as
principais tendências da economia mundial
✦Recessão devido ao declínio de preço das commodities. Depreciação da moeda. Preocupação com a política fiscal.
Falta de reforma e baixa confiança empresarial.
✦Depende que vai acontecer na política e recuperação a partir de 2017
China
Confronto moeda forte e exportações fracas.
Excesso de capacidade: desequilíbrio entre investimento e gastos dos
consumidores, alimentados por dívida bancária com ameaça aos bancos.
Capital fluindo para fora da China. Moeda sobrevalorizado. Pela primeira vez
na NRF a economia chinesa foi citada de forma negativa.
Marian Salzman: CEO da agência Havas
Tendências para 2016 e como afetam os negócios
O vício na tecnologia, a preocupação com o ambiente e a busca
de experiência dos consumidores, tem um forte impacto sobre cada negócio
1 A Uber tendência de 2016: inquietude: Os clientes estão ansiosos, sobrecarregados,
completamente dominados;
2. O vício na tecnologia: somos viciados em tecnologia;
3. A era de ouro do papo-furado: Vivemos num tempo em que a verdade tem cada vez menos
importância;
4. Renovação dos renováveis: Haverá uma nova onda de interesse por produtos e tecnologias
renováveis e ambientalmente responsáveis. As pessoas querem produtos cool;
5. O mundo é um app: ter um app é praticamente uma obrigação, mas ele precisa ser útil e
conveniente, ou do contrário não estará na primeira página dos smartphones, e sim escondido em
uma pasta;
6. Tudo inteligente: Inteligente” tem de ser parte central da sua marca. Os clientes querem mais
informações sobre os produtos
Marian Salzman: CEO da agência Havas. Uma das maiores
especialistas em tendência
Tendências para 2016 e como afetam os negócios
7. A vida nas nuvens: Os grandes varejistas foram pioneiros no uso da internet para reduzir custos e para
aumentar seu alcance. Mas, com a nuvem, isso agora também está disponível para os pequenos. O tamanho
perdeu importância; o que conta agora é a qualidade da ideia, e encontrar a mistura certa entre uma presença
física e online;
8. O dilema da cidade grande: Comprar e vender está no coração da vida moderna, na internet e também nas
lojas. Vamos ver um grande impulso para as cidades de segundo ou terceiro escalão nos Estados Unidos, na
Europa e além;
9. A experiência é a nova sala de aula: Nos Estados Unidos, cada vez mais se questiona a validade de um
diploma universitário versus uma educação prática. Todos somos colecionadores de experiências;
10. A morte da cozinha: Comprar ingredientes em natura, fazer a pré-preparação e cozinhar do zero vai ser
algo tão datado quanto depenar uma galinha. A comodidade vai vencer.
CHECKOUT AUTOMÁTICO
Dicas para o pequeno varejista
1.) Encontre um nicho
Um pequeno varejista nunca vai conseguir competir com os grandes em preço e
em distribuição. Aliás, nem deve se esforçar para essa disputa. Encontrar uma
especialidade e ser o melhor naquele segmento na sua região, se possível o
único. Esse é o segredo.
2.) Tenha um plano em mente
Fazer um plano de negócio não só para planejar o futuro e definir metas, mas pensar estrategicamente para
identificar parceiros, canais, barreiras, design, produtos, serviços, precificação, estoque, atendimento, entre
outros pontos importantes para uma loja. É durante este tempo que o lojista vai identificar os recursos que
precisara para ajudar a chegar mais próximo do que imagina para o seu negocio.
3.) Use a tecnologia a seu favor
Não é a tecnologia que importa mas a forma que usa a tecnologia. O que só estava disponível para as grandes
empresa, agora estão cada vez mais disponíveis e acessíveis para as pequenas empresas. São sistemas,
soluções nas nuvens, aplicativos para todos os tipos de negocio, que vão desde a solução do checkout,
passando pela gestão de preços, da venda perdida, ate controle de acesso nas lojas. A tecnologia hoje é tão
importante quanto os produtos que você vende.
Dicas para o Pequeno Varejista
4.) Use canais digitais para competir com os grandes:
Quando se trata de sites de mídia social como o Twitter, Facebook ou Instagram, as pequenas empresas podem
concorrer com os grandes varejistas. Nessas plataformas onde autenticidade e personalidade são
fundamentais para se conectar com os clientes, os pequenos varejistas têm vantagens, pois as grandes não
fazem marketing digital de forma especifica e direcionada. Mas não basta contratar o sobrinho para fazer a
mídia social, é preciso foco nisso e dedicação. Esta é a sua oportunidade de fazer com seus clientes
propaguem boas historias e noticias sobre a sua loja para converter em vendas.
5.) Seja mobile e tenha presença virtual
Seus clientes vão olhar primeiro para o celular, então a sua loja tem que ter um site responsivo, um aplicativo, ou se
fazer presente em apps de terceiros para estar também presente a mão e ao alcance do seu cliente ou de quem procura um
serviço ou produto que você venda. Alem disso, certifique-se de que você está aparecendo no Google e no Google Maps para
que as pessoas da região que estão procurando empresas como a sua poderá encontrá-lo facilmente.
Produtos Inovadores
11- RFID
Entre os lançamentos da NRF no Big Show 2016, a empresa britânica Catalyst, parte do grupo chinês Li & Fung, apresentou uma série de soluções
baseadas nas etiquetas inteligentes, que usam a tecnologia RFID.
Considere uma loja em que todos os produtos tenham etiquetas inteligentes. A contagem do estoque pode ser feita manualmente, apenas caminhando junto às
prateleiras – não é preciso escanear cada item individualmente, pois a comunicação é feita via ondas de rádio.
2- CHECKOUT AUTOMÁTICO
Já a empresa americana Datalogic desenvolveu um sistema de checkout inteiramente automatizado. Basta colocar os
produtos na esteira. Tudo é escaneado em três dimensões e adicionado à conta.
Caso o scanner não consiga ler o código de barras (se o código estiver virado para baixo, por exemplo), o sistema
reconhece a embalagem pelo formato e pela imagem.
3- RASTREAMENTO DE CLIENTES
A empresa americana Nomi apresentou no Big Show 2016 uma nova versão de seu sistema de rastreamento de
clientes dentro de espaços físicos.
As câmeras, que usam duas lentes – chamadas lentes estéreo --, possibilitam que cada cliente seja acompanhado
individualmente em toda sua trajetória pela loja.
O software pode mapear, por exemplo, quais as prateleiras mais visitadas. Outro uso é a administração dos
caixas: com informações em tempo real, o gerente pode determinar a abertura ou fechamento das filas de
checkout.
CHECKOUT AUTOMÁTICO
Produto inovadores
4- Cadeirinha de Bebê Moderna
O usuário apenas faz a instalação inicial, e depois todos os ajustes de distância dos bancos
e ângulo da base de suporte são feitos automaticamente. Quando a cadeirinha está
encaixada no suporte, os ajustes são checados a cada dez segundos para garantir que a
base não saiu do lugar. A cadeira deve começar a ser vendida em meados do ano, por 500
dólares.
CHECKOUT AUTOMÁTICO
Produtos Inovadores
5- Robô Pepper
Este Robô quando o cliente entra na loja ele o reconhe pelo sistema de
reconhecimento facial e, com base no Ipad em seu peito, conectado com novem ele
identifica todo o hábito de compra do cliente, o chama pelo nome e conversa com ele
sobre tudo que ele já comprou na loja
CHECKOUT AUTOMÁTICO
Produto inovadores
6- Painel
Este painel quando a pessoa para em frente, ele identifica o sexo, a idade e o perfil que está
vestindo e na parte de cima aperece um produto de acordo com o perfil da pessoa.
Na parte de baixo apresenta um resumo estatístico o público viu o painel, qual o produto que
mais gostou, em fim fornece todas as informações para a tomada de decisão.
Inernet das coisas ou internet de tudo: você não precisa mais usar
um aparelho para se conectar a internet, pode ser qualquer coisa,
Produto inovadores
Camisa polo com chip conectado a internet
Internet das coisas ou de tudo: Você
pode usar qualquer coisa para
se conectar a internet
Internet de tudo: pulseira conectada a internet
Três fatores críticos de sucesso da empresa varejista no Brasil
Melhoria do processo de gestão para tornar-se mais competitiva;
Melhoria da experiência de compra para conquistar a lealdade dos seus clientes;
Operar em todos os canais para que o cliente possa comprar: Como, Quando e Onde
quiser.
O que fazer para enfrentar os fatores críticos de sucesso
Para melhorar o processo de gestão:
 No varejo se ganha dinheiro com margem ou com giro. Como num período de grandes
desafios, é dificil se consegue repor margem, temos que aumentar o giro. O que fazer
para aumentar o giro?
 Reduzir a variedade de produto e aumentar a profundidade de estoque por SKU, para tal
você precisa conhecer os seus clientes para saber exatamente o que eles compram para
não comprar o que não vende. Você faz sempre uma análise dos 80/20 do seu estoque?
Você sabia que 20% dos ítens do seu estoque representam 80% das vendas e 80% do
ítens representam somente 20% das vendas! Faça uma análise do que você pode
iliminar dos 80% dos ítens onde está grande parte do seu capital de giro imobilizado em
estoque. Muitas vezes o varejista tem uma cobertura de estoque muito grande, com o
seguinte dilema: o produto que vende não tem em estoque e o produto que tem em
estoque não vende. Fazendo uma análise dos 80/20 você vai conseguir identificar esta
oportunidade de melhoria, que ocorre em grande parte dos varejsitas brasileiros.
O que fazer para enfrentar os fatores críticos de sucesso
Para melhorar o processo de gestão:
Que significa Gestão, esta palavra mágica tão pronunciada nos dias atuais?
Nota: Só tem um jeito de você melhorar o resultado do seu négocio, aumentando as vendas ou reduzindo as depesas.
Num período de crise, você consegue aumentar vendas? Então só resta uma saída: reduzir despesas. Mas você somente
consegue fazer isso, mudando os processos, ou se seja, mudando a forma de fazer. Esta palavra chama-se Inovação:
encontrar maneiras novas para fazer coisas antigas. Pense nisso! Dever de casa: escolha no mínimo 4 processos que você
pode reduzir despesas ou aumentar vendas, fazendo de forma diferente do que você faz hoje?
O que fazer para enfrentar os fatores críticos de sucesso
Para melhorar a experiência de compra e conquistar a lealdade do cliente:
Que é experiência de compra?
É você entrar numa loja moderna, limpa e arrumada, com as promoções e preços bem expostos
claramente definidos na visão cliente, ser recepcionado por pessoas de boa aparência, que o
chame pelo nome, que faça uma boa ABORDAGEM (bom dia, boa tarde ou boa noite, seja bem
vindo a nossa loja). Que faça uma boa SONDAGEM, para identificar exatamente o que você
precisa, para oferecer o produto que você deseja comprar e não o que ele quer vender. Que faça
uma boa DEMONSTRAÇÃO, que conheça profundamente o produto que está vendendo e que faça
um bom FECHAMENTO da venda, levando você até porta da loja e que se despeça com um muito
obrigado e volte sempre!
Por que a experiência de compra é tão importante nos dias atuais?
Por que antes você para comprar qualquer produto, obrigatoriamente, tinha que ir a uma loja. Hoje
você compra tudo que quiser sem sair de onde você está e em qualquer horário. Você só vai a loja
se ela lhe proporcionar uma boa experiência de compra. Neste novo varejo mudou radicalmente o
papel do vendedor, que antes era vender. Hoje o principal papel do vendedor e criar relacionamento
com o cliente.
O que fazer para enfrentar os fatores críticos de sucesso
Para operar em todos os canais para que o cliente possa comprar: Como, Quando e Onde
quiser.
Atualmente o custo para se construir uma loja virtual é muito baixo e as facilidades de alimentar, com
fotos e novos produtos também. Quanto a entrega, pode ser feita pelos correios, em fim não tem
mais justificativa para a sua loja ficar fora do mundo virtual. Mas mesmo que você não queira vender
pela internet, você precisa ter no mínimo um site com as fotos dos produtos que você vende para que
seus clientes possam te encontrar e consultar seus produtos.
Você usa as mídias sociais (Facebook, Instagram, WhatsApp, Twitter e outros) no seu negócio? Se
não usa está perdendo uma boa oportunidade para divulgar sua marca, conectar com seus clientes,
tornar a sua marca mais conhecida e criar relacionamento com seus clientes
Quais os recursos que você precisa para enfrentar os fatores críticos de sucesso.
Num passado recente o grande patrimônio das empresas era as suas instalações físicas. Hoje
o grande patrimônica das organizações são as pessoas (equipe) e informação (tecnologia da
informação), mas se você não tiver pessoas qualificadas não adianta ter tecnologia.
Não existe saída para o varejo brasileiro, sem que o empresário se conscientize da
importância de investir: primeiro nas pessoas e depois em tecnologia da informação.
Imagine que você tem uma rede de 10 lojas e que faz a reforma de uma loja de 50m2 por ano?
No mímino você vai gastar R$4.000/m2 de obra , o que corrresponde a R$200.000/ano.
Você já pensou em investir 50% deste valor – R$100.000/ano =R$8.333/mês em treinamento da
sua equipe?
O Que traria mais resultado para o seu negócio, com a melhoria da experiência de compra de
seus clientes?
Agumas Dicas Importantes no atual momento do varejo brasileiro
 Ser muito mais criterioso no processo de expansão do negócio, notadamente na abertura de
novas lojas próprias, que exige estudos muito mais profundos sobre a viabilidade do negócio atual
e as ameaças futuras, num mercado em constante evolução como o brasileiro;
 Conhecer profundamente os seus clientes para poder entender para atender as suas
necessidades e expectativas em constantes mudanças, para oferecer o produto certo e com
excelente experiência de compra;
 Melhorar a gestão de uma forma geral visando o ganho de competitividade do negócio, com o
aumento de produtividade nas diversas áreas funcionais da empresa;
Agumas Dicas Importantes no atual momento do varejo brasileiro
 Focar num determinado público alvo para poder reduzir a variedade de produto e aumentar a
profundidade do estoque, para ganhar no giro, tendo em vista a grande dificuldade de
recomposição de margem, no mercado de custos crescentes e venda decrescente;
 Atuar em diversos canais, sendo no mínimo em dois canais: loja física e loja online, para pode
atender o conceito de OMNI CHANNEL, ou seja, o consumidor atual que não escolhe mais o canal
que vai comprar e sim a marca, na qual ele quer comprar online e retirar na loja, comprar online e
trocar na loja, para isso o lojista precisa unificar os dois canas, com preço igual, estoque único,
política única de venda.

PRINCIPAIS FRASES
 Meio de pagamento passa a ser muito mais do que o pagamento. A experiência de pagamento passa ser importante.
 Conhecer qual o dispositivo móvel que o consumidor está utilizando é fundamental.
 Qual o futuro do pagamento móvel: off-line é coisa do passado. As pessoas vivem on-line.
 No futuro próximo o cliente poderá pagar através de relógio.
 Qual o papel da Google: estar presente em muitas linhas comerciais, conectando as marcas.
O
comportamento
do
consumidor
começa
com
o
Google,
por
isso
é
tão
importante
a
parceria
do

varejista com o Google.

 A agilidade será a palavra mágica do varejo. Será uma epidemia. A agilidade será uma saída para as lojas fisicas
 Porque agilidade e tão importante: porque os consumidores (milênios) querem agilidade. Querem uma experiência mais
As vendas domésticas dos EUA vão diminuir até 2018. O mercado global vai crescer
rápida. Estamos vivendo uma nova relação com o tempo.
PRINCIPAIS FRASES
 Mais de 50% da geração milênio. Preferem perder a carteira ao telefone.
Capacidade
de
atenção
de
apenas
8
segundos
dos
consumidores
que
estão
chegando
ao
mercado
de
consumo.

Não
podemos
nos
preocupar
tanto
com
a
perfeição.
Temos
que
fazer
rápido.

Ciclo:
lançar,
melhorar
e
repetir,
lançar,
melhorar
e
repetir.

As
empresas
de
sucesso
que
vendem
o
que
não
tem:

• Uber
• Facebook
• Alibaba
• Airbnb
 Pensamento ágil é a saúda para o sucesso.
 Ciclo de vida do varejo tradicional: a cada 3 a 7 anos. Novo ciclo agora será de 2 anos no máximo.
 A mudança do comportamento do consumidor e o que nos motiva.
 O varejo físico está vivendo no seu próprio lodo.
O
nível
de
venda
nas
lojas
caiu
assustadoramente
de
2010
a
2014
.

PRINCIPAIS FRASES
 Processo utilizado; estuda, Define, desenha e implanta.
 Nova estratégia do processo: tudo feito na loja, aprendendo e fazendo.
 Tempo. Investimento, ROI, novas competências.
Se a taxa de mudança fora for maior que a de dentro a empresa fecha.
PRINCIPAIS FRASES













Alibaba faz tudo, o papel do Google e mídias sociais.
Precisamos criar uma nova loja física. A loja física tem que fazer aquilo que a on-line não faz. As lojas físicas tem que melhorar.
Lojas do futuro simples simples e simples.
O crescimento de venda da Nike : 2013: 26% - 2015: 42% - 2015: 56%
Nike-id personaliza os produtos.
Cliente adora local seguro as lojas tem que oferecer segurança e tranquilidade ao cliente.
Estamos todos viciados tecnologicamente
Capacidade de alto controlar sua vida, para que sejamos mais produtivo e eficiente. Vida real das pessoas é através de uma tela.
As pessoas estão buscando acertividade. As pessoas estão preocupadas com o meio ambiente.
Energia limpa vai influenciar nos novos equipamentos.
Tendências de criação de aplicativos para tudo. A vida aplicativisada. Criar aplicativo para marca é fundamental. Aplicativo é
inteligente. Tudo vai ser chipado. Tudo inteligente.
A nuvem está fazendo barulho e é fundamental. Todo mundo vai usar a nuvem. O varejo vai usar a nuvem para facilitar a vida do cliente.
O tamanha não vai importar mais a forma inovadora de usar nuvem.
Tendência é duzir as grande cidades, as pessoas estão procurando as cidades menores, com boa Logistica, bom transporte e boa
educação. O varejo vai ajudar a reformular essas novas cidades que estão surgindo.
PRINCIPAIS FRASES
O consumidor milênio quer experiência pratica. Todos têm experiência como cliente do varejo . regra 80/20. 20% sempre vão
reclamar está E A regra do jogo
Tendência de comida em casa. O varejo têm que colocar os ingredientes prontos só para cliente preparar. O varejo precisa
colocar os produtos quase prontos para O cliente fazer. O cliente quer que o varejo seja parceiro na qualidade da saúde dele.
 Usar aplicativo É muito importante.
Pequeno é o novo grande. O pequeno negócio está muito integrado na sociedade onde atua.
O varejo de comida vai oferecer soluções de alimentos saudáveis.
A indicação de amigos vai ser o grande diferencial competitivo.
Tendências é aquilo que está no boca a boca das pessoas. Cidades portuárias são importantes para quem pesquisa Tendência
Diferencia entre moda e tendência: moda é passageira. Tendência e duradoura.
0 varejo é um desafio.
O tráfego e as vendas das lojas físicas estão caindo.
PRINCIPAIS FRASES
 Temos que sair da transação de vendas para experiência de compra.
café de sessenta cents de dólar por seis dólares.
Starbucs tem a melhor experiência de compra vendendo
 Geração Z já nasceram usando equipamentos de alta performance.
 Design mais importante que tecnologia
 Produção rápida - impressão em 3D
 Em 2025 75% da força de trabalho será geração do milênio.
 Essa geração faz a pergunta porquê: as empresas do futuro vão ter que explicar o porquê.
 Essa geração quer transparência para poder se relacionar com a marca e indicar.
Empresas que estão fazendo isso muito bem: Apple e Urber.
 Comportamento das pessoas no trabalho:
 1950: Trabalhava numa única empresa
 1980: trabalha em duas empresas no máximo
 2015: trabalhar em vários empregos. Não esquentar lugar.
 Mercado de moda de luxo no mundo: 318 bilhões de dólares.

Documentos relacionados

Mensagem do Presidente - Sindicato do Comércio Varejista do

Mensagem do Presidente - Sindicato do Comércio Varejista do Dicas para o Pequeno Varejista 1) Encontre um nicho Um pequeno varejista nunca vai conseguir competir com os grandes em preço e em distribuição. Aliás, nem deve se esforçar para essa disputa. Encon...

Leia mais