InformativoMensal_201202

Сomentários

Transcrição

InformativoMensal_201202
Informativo Mensal do
100º G.E. 1º CENTENÁRIO DE POÇOS DE CALDAS
Ano 02 / Número 14 (Fevereiro de 2012)
Calendário
Fevereiro
11 – Encontro Regional de
Formadores – Belo Horizonte
12 – Encontrão Regional Escoteiro –
Hopi Hari - SP
Nota de Agradecimento
Chefe o ato que você teve em iniciar o nosso
informativo e agora o lançamento do site
(http://www.escoteirospocosdecaldas.com.br/), é
sem palavras, resumindo PARABÉNS, você é
Aniversariantes
muito dedicado ao Movimento Escoteiro.
Parabéns aos Sem Você no 100º o Grupo estaria
aniversariantes
funcionando sim, mais não com tanta
deste mês e que
harmonia e presteza, além de inovador, Você
Deus os abençoem em mais este ano incentiva as pessoas que estão desanimando
a não desanimar, simplesmente com um
de VIDA!!!
gesto que para muitos não significa nada,
mais para quem ama o escotismo e acredita
01 - Fernando Navarro Soares –
em amigos de verdade, tá lá Você dizendo
Comissão Fiscal
“vamos prosseguir é complicado né” ,
03 - Stephania S. A. Ferreira - Escotista “nossa Deus toma conta”, engraçado para
11 - Vinícius Bisarro Loureiro - Escotista quem ouve estes dizeres que são seus e
pessoais, mais para os Amigos de verdade e
13 - Catarina F. Rodrigues - Escotista
Escotistas de corpo e alma que te conhecem,
sabem muito bem o significado destas suas
23 - Angela M. A. Faria - Escotista
palavras, OBRIGADO CHEFE FOGAROLI.
25 - João Guilherme Lorca - Lobinho
25 - Luciana Franzoso - Escotista
27 - Cleber Freitas Salles - Lobinho
Macson Gonçalves Ramos
Diretor Presidente
Atividades Realizadas no Mês de Janeiro de 2012
53ª Corrida Ciclística da
Comarca de Poços de Caldas
No dia 22 de Janeiro aconteceu a
53ª Prova Ciclística da Comarca de
Poços de Caldas e 1ª Etapa da 33ª
Edição da Média Paulista de Ciclismo
com a finalidade de difundir a prática
do ciclismo em todos os meios sociais.
E nosso Grupo Escoteiro esteve
presente para orientar na sinalizar para
os pedestres que estavam no local da
corrida.
Cavalhada de Santos Reis
No dia 22 de Janeiro aconteceu a
Cavalhada de Santos Reis, realizada
pela Igreja de Santos Reis. Durante
todo o mês de Janeiro foi arrecadado
alimentos para serem doados as
instituições de Poços de Caldas
E nosso Grupo Escoteiro esteve
presente durante a cavalhada e na
arrecadação dos alimentos.
Parabéns aos organizadores deste
belo trabalho !!!
30º Volta ao Cristo
No dia 29 de Janeiro aconteceu a tradicional Volta ao Cristo de Poços de
Caldas, que completa 30 anos. O percurso tem 16 quilômetros. Os atletas
largaram do Estádio Ronaldão. Em seguida, eles passaram pelas principais ruas
do Centro, pelo Cristo e depois retornam ao estádio. Mais de 1000 participaram
desta edição.
E nosso Grupo Escoteiro esteve presente para dar apoio aos atletas e
distribuir água durante o trajeto da corrida.
Grato, Grato, Gratíssimo a todos os membros do Grupo que participam de mais
estas Atividades com a Comunidade!!!
Palavra do Diretor Presidente
Talento x Caráter
Durante vários anos, o Miami Hurricanes, foi considerado o time mais
indisciplinado da liga universitária de futebol americano, até a chegada
de Butch Davis como técnico da equipe.
Uma das primeiras ações de Davis, além de reforçar vários aspectos técnicos, foi priorizar o
desenvolvimento do caráter, enfatizando que as ações dos jogadores fora de campo tinham influência direta
em seu desempenho dentro de campo.
Na primeira temporada, ele suspendeu 11 jogadores por desvio de comportamento, um dos quais era a
estrela do time.
Além de melhorar consideravelmente o desempenho e os resultados da equipe, atualmente muitos dos
melhores jogadores da escola secundária querer ir para o Miami por causa da ênfase no caráter
implementada pelo treinador Davis.
Ele costuma dizer aos seus auxiliares técnicos que “os jogadores serão perdoados por cometer um erro de
talento, mas serão penalizados por cometer um erro de caráter”.
Davis não está preparando jovens para vencer nos campos de futebol apenas, mas os está preparando
para a vida, já que o talento pode abrir muitas portas, mas somente o caráter as manterá abertas.
Caráter é o compromisso de fazer o que é certo, mesmo quando isso é difícil; é o compromisso de fazer o
melhor, mesmo quando você não deseja fazê-lo, porque quando você faz desse compromisso uma rotina,
suas ações se tornam seus hábitos que, com o tempo, se integram ao seu caráter e que, por fim, se tornam
seu
destino.
O líder é aquele que cuida do presente enquanto constrói um futuro melhor; futuro este que só
acontecerá se pessoas de caráter fizerem parte dele, portanto, como líderes e como seres humanos, o
mínimo que podemos fazer é contribuir para que este futuro melhor se estabeleça.
Presta atenção em seus pensamentos, pois eles se tornarão palavras;
Presta atenção em tuas palavras, pois elas se tornarão atos;
Presta atenção em teus atos, pois eles se tornarão hábitos;
Presta atenção em teus hábitos, pois eles se tornarão seu caráter;
Presta atenção em teu caráter, pois ele determinará seu destino.
Macson Gonçalves Ramos
PARTICIPE DAS COMEMORAÇÃO
DOS 40 ANOS 100º GE / MG
O 100º Grupo Escoteiro 1º Centenário de Poços de Caldas teve sua
fundação em 09 de Abril de 1972. Deixamos nosso convite a todos vocês para a
comemoração dos nossos 40 anos, abaixo segue a programação:
07 e 08 de Abril - Acampamento de Confraternização - Local: Sede do 100º GE/MG Programação em Breve.
11 de Abril - Atividade Solene - Local e
Edição:
Programação em Breve.
Luís Gustavo Fogaroli
13 de Abril - Jantar Italiano (por adesão)
[email protected]
- outras informações em Breve.
[email protected]
A História do Colar de Dinizulu
Em 1888, quando uma expedição britânica
foi enviada para a Zululândia, África do Sul, ela
teria que combater Dinizulu, Rei dos Zulus um experto e bem conformado homem com
2m de altura. Em ocasiões oficiais Dinizulu
usava um colar com quase 3,5m de
comprimento feito com mais de 1.000 contas
de madeira, feitos de uma madeira amarela da
África do Sul e enfileiradas em um laço de
couro cru.
O colar era uma distinção conferida à realeza e distinguidos guerreiros. Durante as hostilidades
que ocorreram em Natal e na Zululândia, naqueles longínquos dias, o homem que mais tarde viria
a ser o fundador do Escotismo - o Captão Robert Baden-Powell - ganhou a posse do colar de
Dinizulu.
Muitos anos depois, em 1919, quando Baden-Powell instituiu o cursos de treinamento para
Chefes Escoteiros ele se lembrou do colar de Dinizulu e pegou duas contas e as amarrou nas pontas
de uma tira de couro, criando a Insígnia de Madeira - para ser usada nos pescoço e ser uma
insígnia de reconhecimento aos Escotistas. A Insígnia de Madeira, com as suas replicas, agora é
usada por milhares de homens e mulheres ao redor do mundo.
Há algumas continuações à história do colar de Dinizulu. Em 1963 um neto de Dinizulu
Mangosuthu Gatsha Buthelezi, visitou o Canadá para participar do Congresso Mundial Anglicano
em Toronto e em uma visita a ele foi hospedado por um membro da equipe do Distrito Escoteiro
de Otawa, DSM. Oliver Belsey. No Natal seguinte ele enviou ao Sr. Belsey um cartão de Natal
mostrando o seu falecido pai executando uma dança Zulu, em uma pintura feita por ele, estando o
seu pai vestido de todas as regalias de um Chefe Zulu e duas contas de madeira (Insígnia de
Madeira) tomadas de uma premiação militar de um dos guerreiros e Dinizulu que as deu em 1962.
Em 1965 no Kwakhethomthandayo, a sede da corte real, próximo a Nongoma na Zululândia, a
história do Escotismo foi feita com a Investidura do Chefe Principal, Bhekuzulu Nyangayizwe, diante
de 5.000 pessoas. O Chefe Principal foi investido como Escoteiro por um Comissário da Sede
Nacional da Associação Escoteira da África do Sul.
Para marcar o 12º Jamboree Mundial e o 60º Aniversário do Escotismo, os Escoteiros
Sulafricanos decidiram fazer quatro cópias fieis do colar de Dinizulu. Após muita pesquisa e meses
de trabalho duro de pioneiros europeus em Natal, e escoteiros zulus de tropas da cidade de Natal,
as quatro réplicas do original foram acabadas.
Três delas foram levadas para o 12º Jamboree Mundial em Idaho, E.U.A., em agosto de 1967.
Para que fosse colocada em um museu, um colar foi presenteado ao
Executivo Escoteiro Chefe do país hospedeiro, Boy Scouts of America;
outro ao então Diretor Geral do Birô Mundial Escoteiro e o último ao
Chefe de Campo do Centro Internacional de Treinamento de Gilwell
Park, em Londres. O quarto colar permanece na África do Sul como
um marco histórico da terra de origem da Insígnia de Madeira.

Documentos relacionados

Insígnia de Madeira

Insígnia de Madeira Os pioneiros do Escotismo entenderam a utilidade e a urgência de que os líderes conheçam os seus objectivos e saibam como alcançá-los. James E. West, primeiro Escoteiro-Chefe dos Estados Unidos, du...

Leia mais