Despertar da Fé - Paróquia de São Jorge de Arroios

Сomentários

Transcrição

Despertar da Fé - Paróquia de São Jorge de Arroios
Que simpáticos foram os 3 Reis Magos ao irem visitar Maria quando
Jesus nasceu. Não foram? E, sabem os seus nomes? Embora lá pintar e
dizer o nome de cada um. Divirtam-se
Boletim Infantil nº 119 - 08 Janeiro de 2012 - Ano III
Cantinho da Oração
NO COMEÇO DE UM NOVO ANO
Epifania do Senhor
Aqui estamos, Jesus,
no começo de mais um ano.
É bom começá-lo contigo.
Queremos que Tu sejas o companheiro
do nosso caminhar.
Queremos dizer-Te obrigado
por todos os presentes
que Tu nos deste no ano que passou.
Tantas coisas boas que recebemos de Ti
através dos outros! A amizade, o carinho, o perdão,
a alegria… e tantas outras.
Obrigado, Jesus.
Que no ano que começa
saibamos crescer na amizade contigo e com os
outros.
Ajuda-nos, Jesus.
Evangelho segundo S. Mateus 2, 1-12
«Viemos do Oriente adorar o Rei»
Frente ao mistério do Nascimento de Jesus, S. Mateus procura, sobretudo, contemplá-Lo à Luz do primeiro encontro do mundo pagão com
o Salvador, de que os magos são as primícias e os representantes.
Sublinhando, de modo expressivo, a universalidade da Mensagem
cristã, dirigida a todos os homens, mesmo àqueles que, segundo as
concepções estreitas do Judaísmo, viviam fora da Geografia e da História da Salvação, o evangelista mostra como na visita dos Magos, se
realizam as profecias do A. T.
Não deixa também de o impressionar, em contraste com o orgulho e
cegueira de Herodes e dos sábios de Israel, a boa vontade dos Magos,
que, atentos aos sinais dos Tempos, se dispõem a correr a aventura da
Fé.
Canção
ESTRELA POLAR
Esta sede de Te encontrar em mim
De correr para Ti de estar junto de Ti
Guias pelos vales o decurso do meu rio
Única razão és Tu, único sustento Tu
A minha vida existe porque existes Tu
Gira o firmamento sem nunca ter paz
Mas existe um ponto a brilhar para mim
A estrela polar que fixa os meus passos
A estrela polar és Tu, a estrela segura Tu
A minha vida existe porque existes Tu.
Tudo gira à Tua volta em função de Ti
Não importa quando, onde e o porquê
Brilha a Tua luz no centro do meu ser
Dás sentido à vida que em mim nasceu
Tudo o que farei será somente amor
Único sustento és Tu, a estrela polar Tu
A minha vida existe porque existes Tu.
Tudo gira à Tua volta em função de Ti.
Não importa quando, onde e o porquê
Esta sede de Te encontrar em mim.
Despertar da Fé – Paróquia de S. Jorge de Arroios
Rua Alves Torgo, nº 1
1000
1000--032 Lisboa
[email protected]
Tel.: 218461789
Fax: 218460446
Tinha Jesus nascido em Belém da Judeia, nos dias do rei
Herodes, quando chegaram a Jerusalém uns Magos vindos
do Oriente. «Onde está – perguntaram eles – o rei dos
judeus que acaba de nascer? Nós vimos a sua estrela no
Oriente e viemos adorá-l’O». Ao ouvir tal notícia, o rei
Herodes ficou perturbado e, com ele, toda a cidade de
Jerusalém. Reuniu todos os príncipes dos sacerdotes e escribas do povo e perguntou-lhes onde devia nascer o Messias.
Eles responderam: «Em Belém da Judeia, porque assim está
escrito pelo Profeta: ‘Tu, Belém, terra de Judá, não és de
modo nenhum a menor entre as principais cidades de Judá,
pois de ti sairá um chefe, que será o Pastor de Israel, meu
povo’». Então Herodes mandou chamar secretamente os
Magos e pediu-lhes informações precisas sobre o tempo em
que lhes tinha aparecido a estrela. Depois enviou-os a
Belém e disse-lhes: «Ide informar-vos cuidadosamente
acerca do Menino; e, quando O encontrardes, avisai-me,
para que também eu vá adorá-l’O». Ouvido o rei, puseramse a caminho. E eis que a estrela que tinham visto no Oriente seguia à sua frente e parou sobre o lugar onde estava o
Menino. Ao ver a estrela, sentiram grande alegria. Entraram
na casa, viram o Menino com Maria, sua Mãe, e, prostrando
-se diante d’Ele, adoraram-n’O. Depois, abrindo os seus
tesouros, ofereceram-Lhe presentes: ouro, incenso e mirra.
E, avisados em sonhos para não voltarem à presença de
Herodes, regressaram à sua terra por outro caminho.
Palavra da salvação.
EDITORIAL
Vamos tentar entender? Ora vamos lá ...
O tema para a nossa actividade de
hoje:
A Santa Missa ...
Os Magos do Oriente
Genuflexão:
é quando
dobramos o
joelho direito
até ao chão
para adoração do Santíssimo
Sacramento.
Não deve
fazer este
gesto quem
transporta a
Cruz, os
Castiçãis, o
Livro dos
Evangelhos...
Os três Reis Magos, Gaspar, Melchior e Baltazar, levaram presentes e seguiram
a estrela que os guiou até à cidade de Belém.
Num país distante viviam três homens sábios que estudavam as estrelas e o céu
A Equipa do Despertar da Fé
Queridos
Pais...
Um dia viram uma nova estrela muito mais brilhante que as restantes
e perceberam que algo especial tinha acontecido
Quando a estrela parou, os três Reis Magos souberam que Jesus estava ali.
Então, entraram no estábulo…
Ao verem Jesus, ajoelharam e ofereceram-lhe o que tinham trazido: ouro, incenso e mirra
A lenda do BOLO REI
Quando os Reis Magos foram visitar o Menino Jesus, perto da gruta onde estava o menino, os Reis
Magos tiveram uma discussão para saber qual deles seria o primeiro a oferecer os presentes.
Um artesão que por ali passava assistiu à conversa e propôs uma solução para o problema, de maneira a
ficarem todos satisfeitos. O artesão resolveu fazer um bolo e meter uma fava na massa. Depois de cozido
repartiu o bolo em três partes e aquele a quem saísse a fava seria o primeiro a oferecer os presentes ao
Menino.
Assim ficou conhecido pelo nome de Bolo-rei e como tinha sido feito para escolher um rei passou a usar-se como doce de Natal.
Dizem que a côdea do bolo simboliza o ouro, as frutas simbolizam a mirra e o
aroma, o incenso.
Continua...
No dia de Reis recordamos os três Reis Magos, Sábios do Oriente que vieram desde as suas terras até à
humilde gruta de Belém, sempre seguindo uma estrela diferente das outras.
Montados em seus camelos, eles procuravam um Menino que sabiam ser o Salvador do Mundo, para O
adorarem e Lhe oferecerem as prendas que traziam: ouro, incenso e mirra.
Um chamava-se Gaspar, que significa "o que vai com amor"; o outro chamava-se Belchior, que significa
"o que vai suavemente"; e o terceiro chamava-se Baltasar, que significa "o que obedece à vontade de
Deus, humildemente".
No Dia de Reis, é importante oferecermos nós também uma simples prenda a quem amamos.
Não é preciso darmos coisas caras ou complicadas.
Uma flor do campo, um desenho, um beijo, um sorriso... talvez sejam as prendas que os nossos pais, ou
os nossos avós, ou os nossos amigos mais apreciem.
Há pequeninos gestos de ternura que dizem mais do que todas as palavras do mundo.
http://www.slideshare.net/Izabel33/a-santa-missa-para-crianas
Fonte: "O Livro do Natal" de Maria Alberta Menéres
Em tempos de crise, desorientação e desassossego, estamos como Reis Magos no deserto
sem encontrar o nosso caminho.
Há pois que pensar e confiar que, mesmo (ou
principalmente) em tempos difíceis, temos
uma "estrela polar" que nos guia e que nos
leva ao encontro do menino.
Que esta nossa humilde Luzinha possa, apesar
de pequenina, contribuir de alguma forma
para esta descoberta neste novo ano que agora
começa, são os desejos sinceros da equipa do
DF.
Um Feliz Ano de 2012!
Boa
semana ...

Documentos relacionados

mirra incenso

mirra incenso Tinha Jesus nascido em Belém da Judeia, nos tempo do rei Herodes, quando chegaram a Jerusalém uns Magos vindos do Oriente, que começaram a perguntar às pessoas: - Onde está o rei dos judeus que aca...

Leia mais

A palavra Epifania significa manifestação e o tema principal desta so

A palavra Epifania significa manifestação e o tema principal desta so rei dos judeus que acaba de nascer? Nós vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-l’O». Ao ouvir tal notícia, o rei Herodes ficou perturbado e, com ele, toda a cidade de Jerusalém. Reuniu todos...

Leia mais

O Dia de Reis celebra

O Dia de Reis celebra Grupos de pessoas juntam-se e vão pelas portas Cantar os Reis que são canções tradicionais da vida de Jesus e saudações à família e donos da casa. O canto é acompanhado por instrumentos populares c...

Leia mais