relações comerciais com a coréia do sul

Сomentários

Transcrição

relações comerciais com a coréia do sul
RELAÇÕES COMERCIAIS
COM A CORÉIA DO SUL
RELAÇÕES COMERCIAIS COM A CORÉIA DO SUL
Federação das Indústrias do Estado do Ceará – FIEC
Presidente: Jorge Alberto Vieira Studart Gomes – Beto Studart
Superintendente Geral: Fátima Santana
Centro Internacional de Negócios – CIN
Superintendente: Eduardo de Castro Bezerra Neto
Coordenadora Geral: Beatriz Bezerra
Coordenadora de Inteligência Comercial: Veridiana Soárez
Analista Responsável: Filipe Braga de Figueiredo
Elaboração: Benedito Alves
Revisão: Filipe Braga de Figueiredo
ENTRE EM CONTATO COM O CIN/CE
Av. Barão de Studart, 1980 – 2º andar – Aldeota
Fortaleza - Ceará
E-mail: [email protected]
Website: www.cin-ce.org.br
Tel.: +55 85 3421-5419 | +55 85 3421-5420
Índice
1
2. Sobre a Coréia do Sul...........................................................................................................
5
3. Fluxo de Comércio Mundial da Coréia do Sul.......................................................................
7
4. Relações Comerciais Brasil x Coréia do Sul............................................................................
9
5. Relações Comerciais Ceará x Coréia do Sul............................................................................
11
6. Empresas Cearenses Exp./Imp. com a Coréia do Sul............................................................
13
Sobre a Coréia do Sul
2
Nome Oficial
República Federal da Coréia do Sul
Capital
Seul
Idioma Oficial
Coreano
Sistema Político
Democracia Presidencialista
Chefe de Estado
Presidente Park Geun-Hye
Chefe de Governo
Primeiro Ministro Hwang Kyo-Ahn
Principais Cidades
Busan, Incheon, Daegu, Daejeon,
Gwangju, Ulsan.
PRINCIPAIS INDICADORES
População
50,24 Milhões (2014)
Área
99.720 Km²
IDH
1
15ª lugar (2014)
Moeda
Won
Inflação
1,8% (2014)
Taxa de Desemprego
3,1% (2014
Crescimento do PIB
3,5% (2014)
PIB
US$ 1,20 Trilhão (2014)
PIB Per Capita
US$ 23.837 (2014)
Risco País2
A2
Clima de Negócios2
A2
OUTROS INDICADORES
Observações: (1) Índice de Desenvolvimento Humano objetiva
medir o grau de desenvolvimento econômico e a qualidade de vida
oferecida à população.
.
(2) O Risco País está classificado em sete níveis, seguindo a
seguinte ordem crescente de risco do Coface (Compagnie Française
d’Assurance pour le Commerce Extérieur): A1, A2, A3, A4, B, C e D.
Composição do PIB por
setor de origem (2014)
Agricultura: 2,4%;
Indústria: 38,7%;
Serviços: 58,9%.
Saldo da Balança Corrente
4,4% do PIB (2014)
Dívida Pública
38,0% do PIB (2014)
Fonte(s) utilizada(s): Coface (Compagnie Française d’Assuran-ce
pour le Commerce Extérieur), PNUD, FMI e Coface.
Saldo Orçamentário
-1,8% do PIB (2014)
RELAÇÕES COMERCIAIS
Fonte(s) utilizada(s): Coface (Compagnie Française
d’Assurance pour le Commerce Extérieur).
5
Sobre a Coréia do Sul
2
Crescimento econômico moderado em 2014
Em 2013, a economia sul-coreana se recuperou, graças ao crescimento das exportações, especialmente
para os EUA e para a União Européia. Esta tendência deverá ser mantida este ano, num contexto de
aceleração do crescimento mundial. No entanto, a Coréia está exposta a uma desaceleração
chinesa. As exportações para a China são responsáveis por 1/4 das vendas externas sul coreanas e
dizem respeito, sobretudo, a semicondutores e componentes para telefones celulares e
carros. Reforçar a economia está no centro do programa do governo, que tem adotado uma política
monetária expansionista, combinada com estímulo fiscal. Além disso, o governo pretende projetar uma
reforma do mercado de trabalho, encorajar o empreendedorismo e aumentar as transferências sociais.
O crescimento do consumo privado continua a ser lento - penalizados pela diminuição da confiança dos
consumidores. O crescimento das vendas diminuiu consideravelmente, chegando a apenas 1% em
maio 2014 ano em ano. Além disso, o elevado nível de endividamento das famílias (166,5% do
rendimento disponível em 2012) pesa sobre o consumo. Este fenômeno é reforçado pela
desaceleração do crescimento do rendimento disponível. No que diz respeito aos preços, a inflação
está atualmente sob a meta do Banco Central, permitindo que a política monetária mantenha-se
acomodada.
A economia sul-coreana continuará crescendo, com conglomerados industriais dinâmicos - os
chaebols - coexistindo com um setor de serviços de baixa produtividade. E ainda há questões
importantes a respeito de corrupção e de transparência dos chaebols, caracterizados pelo controle
familiar e pela sucessão hereditária.
Situação Financeira sob controle
O orçamento de 2014 prevê um aumento significativo nos gastos relacionados com a melhoria do
sistema de segurança social e apoio às autoridades locais. Os gastos irão, portanto, subir, e ocorrerá
um ligeiro aumento do déficit orçamental. O nível da dívida pública continuará a ser sustentável, e bem
abaixo daquelas observadas em outros países da OCDE. No entanto, a dívida detida pelas empresas
estatais precisam ser monitoradas: atingiu 30,9% do PIB em 2012. A nova equipe de governo planeja
aumentar as taxas de serviço público para reduzir a dívida das empresas estatais.
Em relação às contas externas, o crescimento das exportações combinado com a desaceleração das
importações terá um impacto positivo na conta corrente, que terá um saldo positivo. Neste contexto,
as reservas permanecerão a um nível satisfatório, tornando o país resistente a parada súbita nos fluxos
de capital. Enquanto isso, o won continua a progredir em relação ao iene e ao dólar. Finalmente, os
níveis de endividamento domésticos elevados são um risco para o setor bancário.
Fonte(s) utilizada(s): Coface (Compagnie Française d’Assurance pour le Commerce Extérieur).
6
RELAÇÕES COMERCIAIS
3
Fluxo de Comércio
Mundial - Coréia do Sul
IMPORTAÇÕES MUNDIAIS DA CORÉIA DO SUL - PRINCIPAIS PARCEIROS COMERCIAIS
País
Valor 2014 Balança 2014 Participação Variação Imp. Variação Imp.
(Ranking dos 10 maiores, incluindo o Brasil) (US$ Bi.)
(US$ Bi.)
Imp. Coréia Sul 2010-2014
2013-2014
MUNDO
525,6
47,5
100%
4%
2%
01
China
90,1
55,3
17,1%
4%
8%
02
Japão
53,8
-21,5
10,2%
-5%
-10%
03
Estados Unidos
45,5
25,1
8,7%
2%
9%
04
Arábia Saudita
36,7
-28,4
7,0%
7%
-2%
05
Catar
25,7
-24,8
4,9%
19%
-1%
06
Alemanha
21,3
-13,7
4,1%
10%
10%
07
Austrália
20,4
-10,1
3,9%
-2%
-2%
08
Kuwait
16,9
-14,9
3,2%
10%
-10%
09
Emirados Árabes
16,2
-9,0
3,1%
8%
-11%
10
Taiwan
15,7
-0,6
3,0%
3%
7%
23
Brasil
4,9
4,0
0,9%
0%
-12%
Observações: (-) Não houve registro. Valores em Bilhões de USD CIF.
Fonte(s) utilizada(s): INTRACEN, Trademap.
IMPORTAÇÕES MUNDIAIS DA CORÉIA DO SUL - PRINCIPAIS SETORES COMERCIALIZADOS
Setor
(SH: 2 Dígitos)
MUNDO
Valor 2014 Balança 2014 Participação Variação Imp. Variação Imp.
(US$ Bi.)
(US$ Bi.) Imp. Mundo 2010-2014
2013-2014
525,6
47,5
2,8%
5%
2%
175,7
-123,0
5,7%
5%
-3%
01
Combustíveis e óleos minerais
02
Equipamentos eletro-eletrônicos
75,1
63,2
2,9%
4%
4%
03
Máquinas, reatores e caldeiras
48,8
14,3
2,3%
3%
3%
04
Ferro fundido, ferro e aço
22,0
2,0
5,2%
-1%
8%
05
Instrumentos e aparelhos de óptica
17,8
18,1
3,2%
4%
3%
06
Minérios, escórias e cinzas
16,8
-16,6
6,4%
2%
1%
07
Produtos químicos orgânicos
14,3
10,1
3,1%
2%
0%
08
Veículos automóveis, trat. e ciclos
13,3
60,0
1,0%
5%
27%
09
Plásticos e suas obras
10,7
21,1
1,7%
1%
1%
10
Obras de ferro fundido
8,9
3,8
2,8%
7%
5%
Observações: Valores em Bilhões de USD CIF.
Fonte(s) utilizada(s): INTRACEN, Trademap.
RELAÇÕES COMERCIAIS
7
3
Fluxo de Comércio
Mundial - Coréia do Sul
EXPORTAÇÕES MUNDIAIS DA CORÉIA DO SUL - PRINCIPAIS PARCEIROS
País
Valor 2013 Balança 2013 Participação Variação Exp. Variação Exp.
(Ranking dos 10 maiores, incluindo o Brasil) (US$ Bi.)
(US$ Bi.)
Exp .Coréia Sul 2009-2013 2012-2013
MUNDO
573,1
47,5
100%
4%
2%
145,3
55,3
25,4%
5%
0%
01
China
02
Estados Unidos
70,6
25,1
12,3%
8%
13%
03
Japão
32,2
-21,5
5,6%
1%
-7%
04
Hong Kong
27,3
25,5
4,8%
0%
-2%
05
Cingapura
23,9
12,6
4,2%
10%
7%
06
Vietnã
22,3
14,3
3,9%
24%
6%
07
Taiwan
15,1
-0,6
2,6%
-1%
-4%
08
Índia
12,8
7,5
2,2%
1%
12%
09
Indonésia
11,4
-0,9
2,0%
3%
-1%
10
México
10,8
7,6
1,9%
4%
12%
14
Brasil
8,9
4,0
1,6%
1%
-8%
Observações: Valores em USD FOB.
Fonte(s) utilizada(s): INTRACEN, Trademap.
EXPORTAÇÕES MUNDIAIS DA CORÉIA DO SUL - PRINCIPAIS SETORES
Setor
(SH: 2 Dígitos)
Valor 2014 Balança 2014 Participação Variação Exp. Variação Exp.
(US$ Bi.)
(US$ Bi.)
Exp. Mundo 2010-2014 2013-2014
MUNDO
573,1
47,5
3,1%
4%
2%
01
Equipamentos Eletro-eletrônicos
138,2
63,2
5,8%
6%
2%
02
Veículos, tratores e ciclos
73,3
60,0
5,3%
7%
1%
03
Máquinas, reatores e caldeiras
63,1
14,3
2,9%
4%
6%
04
Combustíveis e óleos minerais
52,7
-123,0
1,7%
10%
-3%
05
Embarcações e estruturas flutuantes
38,3
36,6
29,8%
-8%
7%
06
Instrumentos e aparelhos de óptica
35,9
18,1
6,3%
-1%
0%
07
Plásticos e suas obras
31,8
21,1
5,2%
7%
2%
08
Produtos químicos orgânicos
24,4
10,1
5,7%
9%
-2%
09
Ferro fundido, ferro e aço
24,0
2,0
5,8%
0%
8%
10
Obras de ferro fundido
12,7
3,8
4%
10%
13%
Observações: Valores em USD FOB.
Fonte(s) utilizada(s): INTRACEN, Trademap.
8
RELAÇÕES COMERCIAIS
4
Relações Comerciais
Brasil x Coréia do Sul
GRÁFICO - BALANÇA COMERCIAL BRASIL X CORÉIA DO SUL
(VALORES EM US$ BILHÕES)
Exportações
Importações
10,10
-4,66
2010
4,69
-5,40
2011
9,49
9,10
8,42
3,76
Saldo Comercial
4,50
4,72
8,53
3,83
-4,60
-4,77
-4,69
2012
2013
2014
Fonte(s) utilizada(s): MDIC, SECEX.
RELAÇÕES COMERCIAIS
9
4
Relações
Relações Comerciais
Comerciais
Brasil
Brasil xx Coréia
Coréia do
do Sul
Sul
EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS PARA A CORÉIA DO SUL - PRINCIPAIS SETORES
Setor
(SH: 2 Dígitos)
CORÉIA DO SUL (TOTAL)
Valor 2014 Balança 2014 Participação Variação Exp. Barreira
(US$ Mi.)
(US$ Mi.)
Exp. Brasil 2010-2014 Tarifária
3.831,2
-4.694,9
1,7%
0%
*
1.363,4
1.362,7
4,8%
-2%
0,1%
01
Minérios, escórias e cinzas
02
Resíduos ind. alimentar; ração animal
394,6
393,0
5,4%
13%
6,7%
03
Cereais
353,8
353,8
8%
101%
301,8%
04
Bebidas, líquidos alcoólicos e vinagres
249,4
248,7
23,3%
7%
19,4%
05
Soja; sementes algodão, exc. p/ semeadura
230,5
230,3
1%
5%
264,9%
06
Ferro fundido, ferro e aço
178,9
-18,5
1,9%
-37%
0,3%
07
Algodão
160,4
160,1
10,6%
2%
6,6%
08
Produtos químicos orgânicos
149,8
120,7
4,7%
18%
4,7%
09
Carnes e miudezas, comestíveis
137,0
137,0
0,9%
19%
28,0%
10
Peles, exceto as peles com pelo, e couros
106,5
106,48
3,6%
17%
3,6%
Observações: (N/A) Não se Aplica. Valores em USD FOB.
Fonte(s) utilizada(s): INTRACEN, Trademap.
IMPORTAÇÕES BRASILEIRAS DA CORÉIA DO SUL - PRINCIPAIS SETORES
Setor
(SH: 2 Dígitos)
CORÉIA DO SUL (TOTAL)
Valor 2014 Balança 2014 Participação Variação Imp. Barreira
(US$ Mi.)
(US$ Mi.)
Imp. Brasil 2010-2014 Tarifária
8.526,2
-4.694,9
3,7%
0%
*
01
Máquinas, aparelhos e materiais elétricos
4.091,3
-4.063,5
15,1%
14%
11%
02
Veículos, tratores e ciclos
1.423,9
-1.421,8
7,3%
-13%
27,3%
03
Máquinas, reatores e caldeiras
998,8
-983,1
3,1%
0%
12%
04
Plásticos e suas obras
491,8
-489,6
5,6%
11%
12,7%
05
Obras de ferro fundido
224,1
-217,3
5,5%
32%
14%
06
Ferro fundido, ferro e aço
197,4
-18,5
5,8%
-18%
11,3%
07
Borrachas e suas obras
181,1
-179,8
4,4%
3%
13,4%
08
Instrumentos e aparelhos de óptica
159,2
-154,6
2,4%
-14%
10,7%
09
Produtos químicos orgânicos
120,7
29,0
1,1%
5%
6,2%
10
Produtos farmacêuticos
79,4
-76,8
1,1%
14%
8,3%
Observações: (N/A) Não se Aplica. Valores em USD CIF.
Fonte(s) utilizada(s): INTRACEN, Trademap.
10
RELAÇÕES COMERCIAIS
5
Relações Comerciais
Ceará x Coréia do Sul
GRÁFICO - BALANÇA COMERCIAL CEARÁ X CORÉIA DO SUL
(VALORES EM US$ MILHÕES)
Exportações
Importações
197,29
101,23
66,18
1,25
24,52
1,85
-23,26
15,35
-13,49
2,82
2,16
3,59
-63,36
-99,07
-193,69
2010
2011
2012
2013
2014
Fonte(s) utilizada(s): MDIC, SECEX.
RELAÇÕES COMERCIAIS
11
4
5
6
Relações Comerciais
Ceará xdo
Chile
Ceará x Coréia
Sul
EXPORTAÇÕES CEARENSES PARA A CORÉIA DO SUL - PRINCIPAIS SETORES
Setor
(Cap. NCM: 2 Dígitos)
CORÉIA DO SUL (TOTAL)
Valor 2014 Valor 2013 Valor 2012 Variação Exp. Participação
(US$ Mil) (US$ Mil) (US$ Mil) 2012-2014 Exp.Ceará 2014
3.594,4
2.159,4
2.817,0
13,0%
0,24%
01
Calçados
1.610,6
1.191,8
1.467,6
4,8%
0,50%
02
Gorduras/ óleos animais;cera de carnaúba
1.275,8
872,2
1.062,7
9,6%
1,82%
03
Peles e couros
520,0
-
-
*
0,24%
04
Preparações de produtos hortícolas
99,7
-
-
*
0,23%
05
Preparações alimentícias diversas
55,4
64,3
6,2
199,0%
0,34%
06
Peixes, crustáceos e moluscos
21,5
15,7
29,7
-14,8%
0,05%
07
Plantas vivas e produtos de floricultura
5,7
8,6
-
*
0,12%
08
Plásticos e suas obras
3,2
1,3
14,6
-53,3%
0,16%
09
Móveis
1,4
1,4
1,6
-9,4%
0,12%
10
Obras de couro
0,67
0,12
0,57
10,3%
0,11%
Observações: Valores em USD FOB.
Fonte(s) utilizada(s): MDIC, SECEX.
IMPORTAÇÕES CEARENSES DA CORÉIA DO SUL - PRINCIPAIS SETORES
Setor
(Cap. NCM: 2 Dígitos)
CORÉIA DO SUL (TOTAL)
Valor 2014 Valor 2013 Valor 2012 Variação Imp. Participação
(US$ Mil)
(US$ Mil)
(US$ Mil) 2012-2014 Imp.Ceará 2014
197.288,6
101.225,4
66.180,4
72,7%
6,57%
128.977,7
61.153,4
14.767,8
195,5%
63,40%
41.268,7
5.703,6
873,7
587,3%
12,81%
01
Obras de ferro fundido, ferro ou aço
02
Máquinas, reatores e caldeiras
03
Máquinas, aparelhos e mat. elétricos
6.946,3
500,8
343,5
349,7%
4,16%
04
Plásticos e suas obras
4.563,6
2.199,5
1.417,9
79,4%
5,15%
05
Ferro fundido, ferro e aço
3.708,1
18.593,7
20.781,9
-57,8%
1,06%
06
Obras de pedra, gesso e cimento
3.332,5
5.589,8
18.566,3
-57,6%
34,45%
07
Veículos e material para vias férreas
2.275,6
-
-
*
4,78%
08
Madeira e carvão vegetal
2.095,3
92.313
102,3
352,5%
20,80%
09
Produtos químicos orgânicos
918,0
1.190,9
1.731,6
-27,2%
0,52%
10
Filamentos sintéticos ou artificiais
708,5
415,5
1.196,2
-23,0%
1,48%
Observações: (-) Não houve registro. (N/A) Não se aplica. Valores em USD FOB.
Fonte(s) utilizada(s): MDIC, SECEX.
12
RELAÇÕES COMERCIAIS
Empresas Cearenses
Exp./Imp. com a Coréia
6
MAIORES EXPORTADORAS CEARENSES PARA A CORÉIA DO SUL EM 2014
Empresa
Segmento
1
Grendese S.A.
2
Pontes Indústria de Cera LTDA
3
Bermas Maracanaú Indústria e Comércio de Couro LTDA
4
Calçados
Faixa de Exportação
Entre US$ 1 e 10 milhões
Ceras de Carnaúba
Até US$ 1 milhão
Couro
Até US$ 1 milhão
Foncepi Comercial Exportadora LTDA
Ceras de Carnaúba
Até US$ 1 milhão
5
Agrocera Indústria, Com. e Exportação de Cera Vegetal
Ceras de Carnaúba
Até US$ 1 milhão
6
Paraipaba Agroindustrial LTDA
Frutas
Até US$ 1 milhão
7
Fazenda Amway Nutrilite do Brasil LTDA
Comp. Alimentares
Até US$ 1 milhão
8
CBA International – Comércio Exterior LTDA
Agropecuário
Até US$ 1 milhão
9
Aniger – Calçados, Suprimentos e Empreend. LTDA.
Calçados
Até US$ 1 milhão
10 H & K Import. e Export. de Peixes Ornamentais LTDA
Piscicultura
Até US$ 1 milhão
11 Democrata Calçados e Artefatos de Couro LTDA
12 Ayo Agricultura e Comércio de Equip. Agrícolas LTDA
Calçados
Até US$ 1 milhão
Agronegócio
Até US$ 1 milhão
13 Carlyle Peixes Ornamentais Export. e Import. LTDA
Piscicultura
Até US$ 1 milhão
14 Criatório de Peixes Ornamentais
Piscicultura
Até US$ 1 milhão
TOTAL
14
Fonte(s) utilizada(s): MDIC, SECEX.
Empresas Cearenses
Exp./Imp. com a Alemanha
RELAÇÕES COMERCIAIS
13
Empresas Cearenses
Exp./Imp. com a Coréia
6
MAIORES IMPORTADORAS CEARENSES DA CORÉIA DO SUL EM 2014
Empresa
Segmento
Faixa de Exportação
01
CSP – Companhia Siderúrgica do Pecém
Siderurgia
Acima de US$ 50 milhões
02
Vale Pecém S.A.
Mineração
Entre US$ 1 e 10 milhões
03
Metalmecânica Maia LTDA
Metal-Mecânico
Entre US$ 1 e 10 milhões
04
Posco Engenharia e Construção do Brasil LTDA
Siderurgia
Entre US$ 1 e 10 milhões
05
Vulcabras Azaleia
Calçados
Entre US$ 1 e 10 milhões
06
Plastpuma Indústria e Comércio LTDA
Plástico
Entre US$ 1 e 10 milhões
07
Eletra Indústria e Com. de Medidores Elétricos LTDA
Elétrico
Entre US$ 1 e 10 milhões
08
Esmaltec S.A.
Metal-Mecânico
Até US$ 1 milhão
09
Cinepolis Operadora de Cinemas do Brasil LTDA.
Entretenimento
Até US$ 1 milhão
10
Indústria Naval do Ceará S.A.
Náutico
Até US$ 1 milhão
11
Passamanaria do Nordeste S.A.
Têxtil
Até US$ 1 milhão
12
Dongyang Construction do Brasil Construtora LTDA.
Construção
Até US$ 1 milhão
13
Aniger LTDA.
Calçados
Até US$ 1 milhão
14
Osasuna Participações S.A.
Construção Civil
Até US$ 1 milhão
15
Delfa Ind. e Com. de Acessórios do Vestuário LTDA
Têxtil
Até US$ 1 milhão
16
AVCO Polímeros do Brasil S.A.
Químico
Até US$ 1 milhão
17
Paquetá Calçados S.A.
Calçados
Até US$ 1 milhão
18
Nufarm Indústria Química e Farmacêutica S.A.
Químico
Até US$ 1 milhão
19
Singer do Brasil Indústria e Comércio LTDA
Metal-Mecânico
Até US$ 1 milhão
20
Scientific Comércio e Importação LTDA
Médico Hospitalar
Até US$ 1 milhão
TOTAL
54
Fonte(s) utilizada(s): MDIC, SECEX.
14
RELAÇÕES COMERCIAIS
RELAÇÕES COMERCIAIS
15