A sociedade espartana

Сomentários

Transcrição

A sociedade espartana
A Sociedade Espartana
Karoliny Caldas Xavier*
Na antiga civilização grega, no início do período arcaico, foram criadas cidades-
estados, constituintes do território heleno, que ficaram conhecidas como Polis. Dentre as
principais características das polis gregas, está a divisão social entre nobres, homens livres e
escravos.
Os nobres eram os ‘’bem-nascidos’’, os cidadãos oficiais de determinada cidade e
eram aqueles que possuíam liberdade e direitos políticos. Os homens livres não possuíam
todos os “privilégios”. Eram muitas vezes comerciantes que viviam próximos à ágora. Por fim,
os escravos, vistos tão somente como propriedades. Tratados como objetos, não possuíam
nenhum direito.
As duas principais polis eram Esparta e Atenas. As duas cidades são de extrema
importância, mas a formação da sociedade espartana é excepcional. Os espartanos se
subdividiam em esparciatas, periecos e hilotas. Os esparciatas eram a elite social, os grandes
proprietários, donos de terras e escravos e com uma formação militar extremamente rigorosa.
Os periecos eram os homens da periferia. Pequenos proprietários, não cidadãos. E uma grande
parte considerada estrangeira. Os hilotas eram escravos, considerados servos públicos de
Esparta. Além das obrigações braçais, também eram usados no treinamento militar
espartano.
Esparta possuía um modelo político oligárquico com a presença de dois Basileus (Reis)
que possuíam funções políticas e militares, havendo hereditariedade para ocupar o trono real.
Existia a Gerúsia (conselho de 28 anciãos), que organizavam as leis, a justiça e a moral da
cidade-estado.
Esparta foi uma cidade líder em ‘’patriotismo’’ devido a maneira como seus cidadãos
eram formados. O agogê espartano era o treinamento militar para formar soldados fieis,
capazes de matar e morrer por Esparta.
*
Estudante do 1º ano do ensino médio. Colégio Santa Rosa. Turma 2101.

Documentos relacionados

Esparta

Esparta  Os dórios fizeram daqueles que resistiram, escravos. Aqueles que não se opuseram tornaram-se homens livres sem direitos políticos. Contudo, aqueles que fugiram deram origem à primeira diáspora gr...

Leia mais

historia antiga2

historia antiga2 descendentes dos conquistadores dórios. Os periecos, habitantes da Lacônia dominados pelos dórios, formavam um grupo de pessoas livres, possuidoras de bens, mas sem direitos políticos e sem possibi...

Leia mais

Esparta Imortal

Esparta Imortal Descendentes dos conquistadores dórios, que emigraram do norte em tempos pré-históricos, os espartanos estabeleceram-se num aglomerado de cinco aldeias na recortada região do Peloponeso. Por volta ...

Leia mais

GRÉCIA ANTIGA – 2 O PERÍODO CLÁSSICO A pólis grega Em fins

GRÉCIA ANTIGA – 2 O PERÍODO CLÁSSICO A pólis grega Em fins A democracia ateniense era direta, ou seja, todos os cidadãos participavam pessoalmente do governo da pólis. Na Assembleia popular, a Eclésia, os cidadãos decidiam sobre todos os assuntos important...

Leia mais

Exercício de Revisão – Parcial do 1º Bimestre

Exercício de Revisão – Parcial do 1º Bimestre 3. Quais os diversos povos que, por volta do ano 2000 a.C., passaram a ocupar a Grécia e deram início à formação da sociedade grega? Aqueus, Jônios, eólios e dórios 4. O que significou para a socie...

Leia mais

Antiguidade Clássica

Antiguidade Clássica de inumeráveis servos: hilotas (aqueus da região Micênica) • Esparta: propriedade da terra estatal; • Ao espartano ficava proibido o comércio, o que contribuiu para o monopólio comercial dos periec...

Leia mais