NA CASA DO BILHÃO Facebook fecha negócio com brasileiro

Сomentários

Transcrição

NA CASA DO BILHÃO Facebook fecha negócio com brasileiro
20
Economia
ZERO HORA TERÇA-FEIRA, 10 DE ABRIL DE 2012
NA CASA DO BILHÃO
Facebook fecha negócio com brasileiro
O que é
ROBERT SCOBLEL, FLICKR
Para facilitar compartilhamento de imagens na internet, rede social comprou Instagram por US$ 1 bi
Um brasileiro está entre os
mais recentes beneficiados pela
valorização das redes sociais e
aplicativos para smartphones.
O paulista Mike Krieger foi
um dos criadores do Instagram,
vendido ontem por US$ 1 bilhão
ao Facebook.
O
Mike é o segundo brasileiro a causar
impacto no mundo de Mark Zuckerberg. O Facebook, empresa com valor
de US$ 100 bilhões,tem DNA brasileiro.
Um dos fundadores é o paulista Eduardo Saverin,que se mudou para os EUA
na infância. Mesmo afastado do Facebook,Saverin detém 2,5% das ações,o
suficiente para fazê-lo bilionário.
[email protected]
Programa para smartphone que
é uma rede social de fotos.Espécie
de “Twitter para fotos”
●
Aplica filtros para mascarar a
qualidade ruim das câmeras de
celular, dando aspecto retrô
Para crescer, empresa obteve
investimentos milionários
A rápida formação de fortunas neste ambiente empolga jovens com boas
ideias e arma os investidores de coragem. Mas ser o próximo Krieger ou
Saverin não é fácil.
– O Vale do Silício tem um ecossistema próprio que não conseguiu ser
reproduzido em nenhum outro lugar.
Mas é possível fazer muito sucesso,
com cifras mais modestas, estando no
Brasil.O importante é focar no mercado global,para atrair investidores – diz
o empreendedor digital Bob Wollheim.
O Instagram começou com apenas
dois funcionários – hoje tem 13 –,mas
conseguiu investimentos milionários
para aplicar em desenvolvimento.
●
●
Facilita o envio de imagens para
as redes sociais
Aplicativo foi criado no Vale do Silício por dupla de empreendedores
Inovação é fundamental
A falta de capital é um dos fatores
de morte de empreendimentos pequenos. No Brasil, segundo Clovis
Meurer, presidente da Associação
Brasileira de Private Equity eVenture
Capital,a oferta de dinheiro para esse
tipo de empresa tem aumentado com
a criação de fundos privados voltados
ao desenvolvimento de tecnologia.
– Esse tipo de empresa requer
uma análise mais crítica. Não basta
ter uma boa ideia se não houver o
sangue empreendedor correndo nas
veias – destaca Meurer.
O empreendedor digital Bob Wollheim enfatiza que a inovação desempenha um papel fundamental
nesses novos negócios:
– Muitos vão tentar imitar para
embarcar no sucesso (do Instagram),
mas quem quer estourar precisa de
algo totalmente novo.
●
Está disponível para aparelhos da Apple e com Android em
www.instagr.am
REPRODUÇÃO
aplicativo é uma espécie de rede
para compartilhar fotos instantâneas,que mascara a má qualidade das
câmeras de celular pela aplicação de
filtros. Lançado em outubro de 2010,
alcançou mais de 1 milhão de usuários em dois meses e hoje já tem mais
de 30 milhões de downloads.
O programa foi desenvolvido pela
dupla Kevin Systrom e Mike Krieger.
Mike é o apelido do brasileiro Michel
Krieger, 26 anos. Ele saiu do Brasil aos
18 anos para fazer faculdade nos Estados Unidos.Foi parar em Stanford.
Participou de um programa voltado
a jovens empreendedores e trabalhou
em startups (empresa iniciante focada em inovação) no terreno mais fértil da alta tecnologia, o Vale do Silício.
Lá, se uniu a Kevin, que teve a ideia, e
em três meses o aplicativo foi lançado.
JUSTIN SULLIVAN/GETTY IMAGES, AFP
MARINA GOULART

Documentos relacionados