En dérive - (…paysage d`oubli…) titel

Сomentários

Transcrição

En dérive - (…paysage d`oubli…) titel
O vento levantou-se... Primeiro era como a voz de um vácuo... um soprar no espaço para dentro de um
buraco, uma falta no silêncio do ar. Depois ergueu-se um soluço, um soluço do fundo do mundo, o sentir-se
que tremiam vidraças e que era realmente vento. Depois soou mais alto, urro surdo, um urrar sem ser
entre um nocturno ranger de coisas, um cair de bocados, um átomo de fim do mundo.
Depois, parecia que (...)
The wind was rising... First it was like the voice of a vacuum, a sucking of space into a hole, an absence in the
air’s silence. Then there was a sobbing, a sobbing from the world’s depths, the realization that the panes were
rattling and that it really was the wind. Then it sounded louder, a deafening howl, a disembodied weeping before
the deepening night, a screeching of things, a falling of fragments, an atom from the end of the world.
And then it seemed (...)
Bernardo Soares - livro do desassossego