artigo em PDF - Tabletip Games

Сomentários

Transcrição

artigo em PDF - Tabletip Games
27 NOVEMBRO 2014
Sociedade
www.sabado.pt
JOGO. EXTENSÃO DO VEM AÍ A TROIKA CHEGOU ESTE MÊS
BORABRINCARAO BANCO MAU?
Pode fugir aos impostos, manipular a vida política, receber dinheiro do Dono Disto Tudo – e até levá-lo à falência. PorJoana Carvalho Fernandes
Obanco
Olíder
Oprincipal
Opoderverde
Ooutrolíder
A carta Banco do
Pai&Filho foi a
primeira a ser criada
para o novo jogo,
que é uma extensão
do Vem Aí a Troika
O Lírico é um dos
novos líderes em
jogo. Junta-se à carta
do Engenheiro,
inspirada em José
Sócrates
O Dono Disto Tudo
é a maior novidade.
É uma personagem
especial – distribui
sempre dinheiro aos
outros jogadores
A figura da Herdade
dos Pobrezinhos é
uma das cartas do
Dono Disto Tudo: e
são todas verdes, a
cor do BES
Esta carta também
é nova, mas já está
desactualizada: o
Inseguro caiu da
corda bamba em
Setembro
á um Dono Disto Tudo, um
Banco do Pai&Filho, uma
Rio Frouxo SGPS, uma
Herdade dos Pobrezinhos e
um BESA Me Bank. Lembra-lhe o
Grupo Espírito Santo e o banco da família com o mesmo nome? Lembra
bem. Vem Aí o Banco Mau é um novo
jogo de cartas que até pode ser útil à
Comissão de Inquérito, defendem os
criadores. Não porque traga informação nova ou documentos confidenciais, mas, pelo menos, para entreter
os deputados nos tempos mortos, sugerem os donos da Tabletip Games.
Talvez seja melhor usar um dos intervalos da comissão para, primeiro, ir
às compras: para jogar o Vem Aí o
Banco Mau precisa de ter o Vem Aí a
Troika, lançado em 2012.
Já nessa altura, Carlos Mesquita tinha um caderno de capa preta, reservado a ideias para jogos. Foi aí que, a
19 de Agosto, duas semanas depois
do fim do BES, fez os primeiros apontamentos sobre o tema – criou a carta do Banco do Pai&Filho, por exemplo. Dias depois enviou um email aos
quatro sócios – Marco Vala, Pedro
Santos, André Pereira e Filipe Preto,
que, como ele, não se dedicam em
exclusivo à empresa de jogos. “O
tema do Banco Mau encaixava no da
Troika, que já planeávamos expandir.
H
124
A mecânica de poder, influência, dinheiro, política, escândalo, é a mesma”, explicou à SÁBADO. Por isso, o
objectivo mantém-se: ter o máximo
de pontos no momento em que chega
a carta que termina a partida – no
jogo original essa carta é a da Troika,
nesta extensão é a do Banco Mau. As
formas de conseguir pontos são as
mesmas: ganhar eleições, acumular
poder, ou pôr dinheiro numa offshore.
Outras cartas e jogadas: o Engenheiro (sim, esse) pode usar o Fisco para
atacar os Pensionistas; a carta dos Juízes obriga o adversário a pagar os impostos devidos ou a devolver o dinheiro guardado na offshore; e uma
combinação da carta das Meninas
Boas com a das Fotos Indiscretas trava um líder adversário até às eleições.
Cartas desenhadas à mão
Carlos Mesquita desenhou à mão as
primeiras versões das novas cartas,
deu-lhes nomes e a equipa testou-as
em casa de Pedro Santos. O tema e as
regras ficaram afinados a meio de Setembro e as partidas de teste (várias)
permitiram uma mudança fundamental: Carlos tinha pensado no Dono
Disto Tudo como uma personagem
igual às outras. Tradução: o banqueiro
inspirado em Ricardo Salgado teria o
mesmo peso que o Insular Alberto
g
O jogo Vem Aí o
Banco Mau é composto por 36 cartas.
Para que o possa jogar, precisa de ter
também o Vem Aí a
Troika, lançado pela
Tabletip Games em
2012. No total, os jogadores têm 146
cartas à disposição
A PERSONAGEM O DONO
DISTO TUDO
NÃO É JOGADA POR NINGUÉM, MAS
MANIPULA O
JOGO COM
DINHEIRO
VEM AÍ A
TROIKA VENDEU QUASE
6 MIL EXEMPLARES EM
PORTUGAL:
O SUCESSO
SURPREENDEU
Novo jogo em 2015
A empresa criou uma partida
de futebol num tabuleiro
Oprojecto – um jogo de tabuleiro que é uma partida de futebol
entre selecções nacionais – está a
ser preparado há alguns anos.
Como aconteceu com o Vem Aí a
Troika, recolherá apoios na Internet, através de uma plataforma de
crowdfunding. Entre as caricaturas em
campo
não faltará
a do melhor do
mundo,
Ronaldo.
João Jardim ou que o Homem do
Povo Jerónimo de Sousa. Concluíram,
no entanto, que era melhor se ele ficasse de fora, apenas a manipular. Ou
seja: não é jogado por ninguém, mas
influencia o jogo. É uma espécie de
jogador invisível: tem uma pilha de
cartas próprias, todas verdes, como o
banco, que os outros jogadores vão tirando (à medida que a sua vez de jogar chega). O Dono Disto Tudo é um
mãos-largas – as suas cartas não ti-
ram, só dão. Dinheiro, distribuído
através das suas empresas e propriedades – os Seguros Calmaria, a Herdade dos Pobrezinhos, a Mãe de Todas as Holdings ou a Tchau Telecom.
“Pode ajudar os jogadores a ganhar
[quando lhes sai uma destas cartas] –
e quando beneficia um provoca a
reacção dos outros.” Risco: distribui
tanto dinheiro que esgota o tesouro [o
banco bom] e vai à falência.
Há outras novidades: grupos –
como a Insegurança Social ou os Pilotos Aterrados, o Inseguro, que está na
corda bamba, e o (primeiro-ministro)
Lírico. Nunca cabem todas as personagens que gostavam porque os pretextos surgem fora de tempo: “O caso
dos Vistos Gold daria uma óptima
carta”, diz Marco Vala.
O Vem Aía Troika vendeu quase 6
mil jogos em Portugal e outros 6 mil
nas versões espanhola e grega (3 mil
em cada). Surpreendeu todos: “Se um
jogo deste tipo vender 1.000 exemplares já é muito bom”, explica Carlos
Mesquita. Mas não foi tudo sucesso.
Houve pelo menos um jogador que
não conseguiram conquistar: em
2012, ofereceram a Marcelo Rebelo de
Sousa um exemplar para que ele o
mostrasse na TV, no fim do comentário semanal. Nada. Talvez se tenha
perdido entre os livros. W

Documentos relacionados