Sustentabilidade empresarial

Сomentários

Transcrição

Sustentabilidade empresarial
Sustentabilidade empresarial
Nada melhor do que começar pelo início: entendendo a sustentabilidade
empresarial em seu conceito e abrangência para, a partir daí, observar as
interfaces com a energia sustentável e as empresas do setor elétrico.
A sustentabilidade empresarial pode ser definida como o modelo de gestão de
negócios auto-sustentável (que mantém a capacidade da Terra de suportar a
vida e seus recursos) considerando as dimensões Econômica-Social-Ambiental
- no inglês
Triple Bottom Line . O termo foi criado em 1994 por John
Elkington, fundador da empresa inglesa SustainAbility, representando a
expansão do modelo de negócios tradicional, que só considerava fatores
econômicos na avaliação de uma empresa, para um novo modelo que passa a
considerar o desempenho ambiental e social da companhia. Envolve a
transparência nos propósitos e na postura da empresa, considerando as
necessidades e expectativas das partes interessadas.
Para entender a sua abrangência e complexidade, tomaremos emprestados os
temas, subtemas e esclarecimentos estabelecidos pela norma mais atual e
conhecida sobre responsabilidade social, a ISO 26000 (ver a figura 1), com
simplificações para esta coluna. Mas, você poderia perguntar: primeiro você
falou de sustentabilidade, e agora você fala de Responsabilidade Social?
Pois é, depois de vários anos seguindo em paralelo, os dois temas se
alinharam após as árduas discussões mundiais para elaboração da ISO 26000.
A responsabilidade social de uma empresa envolve uma forma de ser, uma
atitude, de controle sobre os impactos de suas decisões e atividades na
sociedade e no meio ambiente, por meio de um comportamento ético e
transparente, que contribua para o desenvolvimento sustentável.
A
responsabilidade social seria o meio para atingir a sustentabilidade
empresarial.
FIGURA 1
TEMAS DA SUSTENTABILIDADE (referência: Norma ISO 26000)
Envolvimento c/ a
Comunidade e seu
Desenvolvimento
Meio
Ambiente
Direitos
Humanos
ORGANIZAÇÃO
Governança
Questões
relativas ao
Consumidor
Práticas
Trabalhistas
Práticas
Leais de
Operação
Na tabela 1 são citadas as principais questões atuais dentro dos temas da
sustentabilidade. A governança organizacional, apesar de ser tratada como um
tema, tem conotação transversal, e remete à forma de estruturação da
organização, pelo que não foi incluído na tabela.
TABELA 1 PRINCIPAIS TEMAS E QUESTÕES DA SUSTENTABILIDADE
(referência: Norma ISO 26000)
TEMA: Direitos humanos
PRINCIPAIS
QUESTÕES
Discriminação
Direitos
políticos
civis
COMENTÁRIOS
Evitar a discriminação de todos os tipos (p.ex. raça, cor, gênero, idade, idioma,
nacionalidade ou região, religião, origem étnica ou social, situação econômica,
deficiência, gravidez, filiação sindical ou política, estado civil ou situação familiar,
relacionamentos pessoais e estado de saúde - como ser portador de HIV/AIDS).
e Direitos à vida (com dignidade), segurança pessoal, propriedade, à liberdade e à
integridade da pessoa, devido processo legal e de audiência justa ao enfrentar
acusações de caráter penal. Liberdades de opinião e expressão, de reunião
pacífica e de associação, religião ou crença, privacidade, família, domicílio,
acesso a serviços públicos e a participar de eleições
Direitos
Direito à educação, trabalho em condições dignas e favoráveis, liberdade de
econômicos, sociais associação, padrão adequado de saúde, padrão de vida adequado para sua
e culturais
saúde física e mental e bem-estar seu e de sua família; alimentação, vestuário,
moradia, assistência médica e a proteção social necessária, a prática de uma
religião e cultura
Princípios e direitos liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito a negociação
fundamentais
no coletiva; a eliminação de trabalho forcado ou compulsório; abolição do trabalho
trabalho
infantil; eliminação da discriminação relativa ao emprego e a ocupação.
TEMA: Práticas Trabalhistas
Emprego e relações Direito a contrato de trabalho, e recurso adequado caso os termos do contrato
de trabalho
de trabalho não sejam respeitados.
Condições
de Salário e outras formas de remuneração, jornada de trabalho, períodos de
trabalho e proteção descanso, férias, práticas disciplinares e de demissão, proteção à maternidade
social
e questões relativas ao bem-estar, tais como acesso a água potável,
instalações sanitárias, refeitórios e serviços médicos
Saúde e segurança Promoção/manutenção do mais alto nível de bem-estar físico, mental e social
no trabalho
dos trabalhadores e prevenção de perigos químicos, físicos, biológicos,
ergonômicos e de acidentes causados pelas condições de trabalho; prevenção
de riscos à saúde, adaptação do ambiente de trabalho às necessidades
fisiológicas e psicológicas dos trabalhadores.
TEMA: Práticas leais de operação
Comportamento
nas organizações
ético Práticas anticorrupção, Envolvimento político responsável, práticas anticoncorrência desleal, Respeito ao direito de propriedade
Promoção
da influenciar outras organizações a promover a adoção e apoio a princípios e
responsabilidade social práticas de responsabilidade social, por meio de suas práticas e decisões
na cadeia de valor
de compra
TEMA: Questões relativas ao consumidor
Práticas justas de
Marketing,
propaganda, venda e
pós-venda
Marketing responsável e justo, informações factuais e não tendenciosas e
práticas contratuais justas. Atender e dar suporte ao consumidor em casos de
reclamações e controvérsias. Usar sistemas para proteção e privacidade dos
dados do consumidor. Promover a educação e conscientização do consumidor
Proteção à saúde e Fornecer produtos e serviços seguros e que não ofereçam riscos inaceitáveis
segurança
do de perigo quando usados ou consumidos. Fornecer instruções claras de uso
consumidor
seguro, inclusive montagem e manutenção.
Consumo sustentável
Acesso a
essenciais
consumo de produtos e recursos em taxas coerentes com o desenvolvimento
sustentável, reduzindo/ eliminando padrões insustentáveis. Segundo a ISO
26000, as atuais taxas de consumo são claramente insustentáveis,
contribuindo para danos ambientais e exaustão de recursos.
serviços contribuir com o cumprimento do direito de acesso a serviços essenciais como
saúde, eletricidade, gás, água, serviços de efluentes, drenagem, esgoto e
comunicação.
TEMA: Meio ambiente
Prevenção
poluição
da Evitar ou reduzir todos os tipos de poluição (do ar, da água, do solo,uso e
descarte de produtos químicos, sonora, visual e outras).
Uso sustentável de Ser usados a uma taxa que é menor ou igual à taxa de sua reposição natural;
recursos e energia
conservação, uso e acesso à água, eficiência no uso de materiais. Cabe
ressaltar o uso sustentável da energia, através da eficiência energética e das
energias renováveis
Mitigação
e Inventariar e reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) provenientes
adaptação
às de atividades humanas (p.ex. CO2, CH4 e óxido nitroso N2O) para evitar as
mudanças climáticas alterações climáticas globais (p.ex. aumento de temperaturas, mudanças nos
padrões de chuva, ocorrências mais frequentes de eventos climáticos
extremos, elevação nos níveis do mar).
Proteção/ restauração valorização e proteção da biodiversidade, uso sustentável do solo e dos
do meio ambiente e recursos naturais, desenvolvimento urbano e rural ambientalmente favorável
biodiversidade
TEMA: Desenvolvimento e envolvimento comunitário
Envolvimento
comunitário
Envolver-se e participar próativamente de instituições civis/ redes de grupos e
indivíduos que constituem a sociedade civil., estabelecendo parcerias, visando
tornar-se uma empresa-cidadã.
Desenvolvimento
comunitário
Participar próativamente do processo de melhoria e desenvolvimento da
comunidade, em assuntos como educação, cultura e saúde, promovendo a
geração de emprego e capacitação, estimulando o empreendedorismo e geração
de riqueza e renda, apoiando no desenvolvimento tecnológico e acesso às
tecnologias. Isto envolve também os investimentos sociais
Como podemos visualizar, sustentabilidade empresarial é um assunto bastante
amplo e complexo, que requer um tratamento sistêmico, estruturado, contínuo
e de longo prazo.
A título de reflexão sobre o tema, seguem algumas situações ligadas ao setor
de energia e elétrico, onde alguma questão da sustentabilidade não foi
adequadamente tratada, com possíveis prejuízos à empresa:
- vazamentos gigantescos de petróleo das plataformas marítimas da Chevron
no Brasil, e BP nos Estados Unidos (2011), afetam a sua imagem. A Indústria
de Acumuladores de Ajax, uma das maiores fábricas de baterias automotivas
do Brasil, com exportações para 15 países, contaminou com chumbo o solo e o
ar de sua unidade de reciclagem de baterias usadas, que funciona há 30 anos
em Bauru (SP). A unidade foi paralisada pela CETESB (órgão ambiental do
Estado de São Paulo) em 2002. E os controles ambientais na fabricação dos
equipamentos elétricos, e nas fontes de geração de energia?
- pesquisa do Greenpeace detecta que 30% dos brinquedos e produtos infantis
chineses pesquisados tem metais pesados tóxicos (alguns deles vendidos no
Brasil), dentre eles o Hot Wheels tradicional e o Speed Machines Hot Wheels
(Mattel) e o Lego Creator (Lego) (2011). E as substâncias envolvidas na
fabricação dos equipamentos do setor elétrico?
- oficinas contratadas pela Zara em São Paulo usam trabalhadores bolivianos
irregulares em situações análogas a escravidão (2011). Uso de mão de obra
infantil pela Nike em fábricas terceirizadas na Ásia (1996). O Brasil é acusado
de explorar a cana de açúcar com base na mão de obra infantil e escrava, o
que gera riscos de inviabilizar a exportação do combustível, visto que
organizações internacionais, entre elas a ONU e a OIT, divulgam essa
informação e exigem a adequação às suas normas (2008/2009). Operação de
fiscalização do governo federal flagrou 133 trabalhadores alojados em
condições degradantes nos empreendimentos da Brenco nas cidades goianas
de Campo Alegre de Goiás e Mineiros. A empresa é comandada pelo expresidente da Petrobras, Henri Phillipe Reischtul, e tem entre os investidores, o
ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton; James Wolfensohn, expresidente do Banco Mundial; Steve Case, ex-America On Line (AOL)-Time
Warner; e Vinod Khosla, multimilionário indiano radicado nos Estados Unidos
que criou a Sun Microsystems. E como andaE os cuidados com os direitos
humanos e relações de trabalho nos fornecedores de nossas fábricas?
- INMETRO institui o selo voluntário de eficiência energética para veículos, nos
moldes dos eletrodomésticos e lâmpadas, com início a partir de abril/2012. Em
matéria publicada no Jornal O Globo de 01/02/2012, informa-se sobre as
marcas Citroen, Hyundai e Nissan, que alegaram falta de tempo para se
prepararem, e sobre a GM, que não apresentou justificativa. O Greenpeace
anualmente atualiza o seu guia dos eletrônicos verdes, onde avalia diversos
fabricantes quanto a 3 critérios: energia, produtos mais ecológicos e operações
sustentáveis. Na última lista (2011), a SHARP, ACER, LG, TOSHIBA, RIM,
LENOVO, SONY e PANASONIC obtiveram nota total menor do que 4.
E a eficiência energética de nossos produtos, como está?
Na próxima coluna continuaremos a explorar a ENERGIA SUSTENTÁVEL.