Reflexão a respeito da Oração de São Francisco

Сomentários

Transcrição

Reflexão a respeito da Oração de São Francisco
Reflexões da
Oração de São Francisco
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Reflexões
da
Oração de São Francisco
1ª edição
Ditado pelo Espírito do
Irmão Sebastião
Disponível em: http://guiasespirituais.com.br
Rio de Janeiro
Vera Helena Nogueira
2012
2
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Sobre esta obra, você tem a liberdade de:
Compartilhar — copiar, distribuir e transmitir a obra.
Sob as seguintes condições:
Atribuição — Você deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou
licenciante (mas não de maneira que sugira que estes concedem qualquer aval a você
ou ao seu uso da obra).
Uso não comercial — Você não pode usar esta obra para fins comerciais.
Vedada a criação de obras derivadas — Você não pode alterar, transformar ou criar
em cima desta obra.
Este obra foi licenciada sob uma Licença Creative Commons:
Atribuição- Não Comercial – Sem Derivados 3.0 Não Adaptada.
Registrado em http://myfreecopyright.com/
ISBN 978-85-914302-0-8
3
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Informação sobre o trabalho
Irmã, esta é uma das reflexões que irão constituir uma
coletânea para que diariamente nossos irmãos encarnados que
tiverem acesso a estas palavras possam pensar, refletir
sobre tais coisas.
Todos os dias iremos desenvolver considerações a respeito
da oração de São Francisco de Assis, em palavras simples
que esperamos sejam de muita utilidade na esfera terrestre.
Jesus abençoe a todos.
São Francisco de Assis, nos ajude a divulgar este trabalho
que, humildemente começamos hoje.
Assim seja
Irmão Sebastião
Nota: Mensagem que acompanha a abertura do trabalho, com o
texto “Onde houver ódio, que eu leve o amor”.
23/08/2012
4
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Oração de São Francisco
Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz!
Onde houver ódio que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé;
Onde houver erros, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz!
Ó Mestre, fazei que eu procure mais
Consolar que ser consolado;
Compreender que ser compreendido;
Amar que ser amado.
Pois é dando que se recebe;
É perdoando que se é perdoado;
E é morrendo que se vive para a vida eterna!
Amém
5
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Onde houver ódio, que eu leve o amor
Que seja eu portador(a) da boa nova. Que possa fazer com
que as criaturas humanas possam pensar na vida e terem
condições
psíquicas
de
viverem
em
harmonia.
Que
suas
diferenças sejam discutidas em bom tom e que possam apesar
delas, continuarem em harmonia.
Senhor,
fazei
amargurados,
com
que
vossa
rancorosos,
luz
corações
penetre
de
nos
pedra.
corações
Transformai
esses corações, para que possam ter a alegria do servir, da
doação, da comunhão com seus irmãos.
Que
sua
infinita
bondade
se
reflita
em
raios
de
luz,
levando àqueles que não o conhecem, que são resistentes aos
vossos ensinamentos, cujas mentes ainda não
conseguiram
captar o que podem colher de benefício ao serem pessoas que
façam com que tudo possa acontecer de acordo com a sua
vontade, para o bem de todos, compreendendo que sois nosso
Pai
Maior,
caminhar
nosso
Mestre
seguros,
e
nosso
tranquilos,
Guia
em
no
suas
qual
podemos
mãos,
a
nos
sustentar, a nos livrar do mal, a nos fortalecer em nossas
fraquezas. Senhor, fazei-nos aqueles que com amor, possamos
destruir o mal. Que através de nossas atitudes, guiados
pelos
amigos
que
te
buscam
sempre
e
que
nos
ajudam,
vencermos as barreiras que nos impedem de fazer o trabalho
de
recuperação
de
nossos
irmãos
que
estão
em
nosso
convívio.
Que o irmão maior Francisco de Assis, possa nos intuir e
nos
mostrar
de
que
modo
iremos
trabalhar
em
prol
da
harmonia e da paz.
Assim seja
Irmão Sebastião
23/08/2012
6
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Onde houver ofensa, que eu leve o
perdão
Não se sinta ofendido. Perdoe aquele que deseja te ofender.
Dê a ele luz para que ao sentir que não conseguiu atingí-lo
saiba que a ofensa proferida não encontra guarida, não
repousa em corações preparados para dar amor. Que seja esse
aprendizado disseminado a toda hora, a todo momento, para
que
se
fixe
nas
mentes
endurecidas,
que
não
conseguem
pensar e se comportar de outra maneira, compreendam que não
adianta espalhar discórdia. Para todos, uma lição, a lição
de dar e receber amor, pois através da atitude pacífica, o
amor se instala e tranquiliza espíritos conturbados, sem
eco nos corações a que desejam atingir, resta somente que
se calem, depois de tanto esbravejar. Quando sentirem mais
que não podem e não conseguem, modificarão sua forma de
agir e serão intuídos a modificar-se. Para o Bem, na Luz,
para que a Paz possa reinar.
Irmãos, isto é um trabalho constante. Não acontece de um
dia para o outro. O importante é persistir.
Que assim seja
Em nome de Jesus
Irmão Sebastião
23/08/2012
7
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Onde houver discórdia, que eu leve a
união
Não é possível ser mais um para fazer “o circo pegar fogo”.
Deve-se sim apagar a fogueira.
Todos têm direito a ter suas opiniões, que podem divergir
dos outros. Da discussão é que surge a luz, o caminho. Da
discussão sadia onde todos têm o direito de expressar suas
ideias, opiniões e até mesmo sendo deste modo, enriquecedor
para cada um que sabe expor aquilo que pensa, buscando uma
melhor forma de agir, de viver. Porém, isto diverge em
muito a fofoca, ao disse-me-disse, onde a exposição da vida
alheia e as opiniões emitidas de uma forma indiscreta, onde
não existe a participação daquele do qual falamos, se torna
motivo de discórdia. Por que, irmãos é preciso se saber
conversar, dizendo o que pensamos a pessoa da qual falamos
ou nos calarmos e orarmos por dela, para que caso achemos
que
temos
um
melhor
entendimento
do
assunto,
ela
se
esclareça.
Assim teremos o convívio sadio em todos os campos da vida,
começando
por
nos
posicionarmos
em
família,
núcleo
da
sociedade e na sociedade em geral. Digo isto, porque se
agirmos de outra forma, indireta, a pessoa ou o grupo do
qual desejamos mudança não será ouvido, nem rebatido, no
momento em que precisa saber do que pensamos e desta única
forma, podermos ajudar a mudar o pensamento.
8
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Não adianta, não é de bom tom, falarmos da vida alheia, em
hipótese alguma, gerará sempre discórdia e seremos aquele
que
daremos
vezes,
ao
errada,
outro
para
a
impressão
aquele
que
que
não
tivermos,
conhece,
muitas
nem
está
vivendo o assunto tratado.
Sejamos benevolentes com o próximo. Façamos sempre aquilo
que gostaríamos que fizessem conosco. Agindo sempre com
amor.
Irmão Sebastião
23/08/2012
9
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé
Seja testemunho vivo do que nosso Pai faz por seus filhos
em todos os momentos de vida terrena. Ajude o irmão a
descobrir nosso Pai na natureza, no firmamento, em todos os
lugares
e
dentro
de
si
mesmo.
Faça
com
que
esta
luz
maravilhosa que possuímos todos, brilhe e faça brilhar a do
seu irmão, mostrando-lhe o caminho, sem impor condições,
mas fazendo com
que poucas e
simples palavras
o façam
pensar, refletir sobre o que nosso Pai quer de nós.
Sejamos
portadores
conhecimento
dos
da
boa
ensinamentos
nova,
de
colocando
Jesus
a
nosso
disposição
daqueles que não o conhecem e mais ainda, vivendo estes
ensinamentos no dia-a-dia.
Possamos
difundir
as
palavras
do
Mestre
e
levar
luz
espiritual a todos, levantando os caídos e nos tornando
responsáveis por aqueles a quem cativarmos, até que possam
andar sozinhos no caminho que nos leva ao Pai.
Assim seja
Irmão Sebastião
23/08/2012
10
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Onde houver erros, que eu leve a verdade
Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida. Somente com Ele
podemos sentir a Verdade que existe e que realmente nos
leva a Paz, a Tranquilidade, a Harmonia, a Salvação.
Nossos erros cometidos nos mostrarão que não estamos no
caminho certo e ao buscarmos a Jesus descobriremos que
precisamos nos modificar. Para isso é preciso que tenhamos
consciência de nossos atos e façamos somente aquilo que
agrada ao Senhor.
Que vejamos nosso irmão, como uma pessoa que está conosco
ou próximo de nós para que possamos aprender com ela ou
ensiná-la a ser melhor do que já somos ou do que ele já é.
Tenhamos
sempre
em
mente
–
O
que
Jesus
faria
nesta
situação. O que agradaria ao Senhor para que eu faça e
assim resplandeça sua luz em mim.
Tenhamos irmãos conhecimento verdadeiro e como poderemos
obtê-lo? Através do que nos foi ensinado pelo Mestre e que
nos ensina onde pisar e como podemos corrigir nossos erros.
Assim seja
Irmão Sebastião
26/08/2012
11
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Onde houver desespero, que eu leve a
esperança
Quem anda com Deus nunca se desespera, porque, sabe que
após uma noite surge sempre um novo dia, trazendo esperança
nos corações. Nosso Pai não nos deixa só e com Ele podemos
sempre contar, com Ele somos fortes, nos fortalecemos. Ele
é
a
Árvore
que
fornece
a
seiva
aos
seus
galhos,
que,
ligados, nunca morrem, nem secam.
Tenham, portanto, consciência disto e não se desesperem
nunca.
Assim seja
Irmão Sebastião
26/08/2012
12
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Onde houver tristeza, que eu leve a
alegria
Deus é Luz. É alegria. É amor. Se eu estou com Ele não
terei motivo para ficar triste. Ele me fortalece, me anima,
me
faz
seguir
esperança
pessoas
e
que
em
frente
e
alegria.
Essa
estão
volta
a
enche
meu
coração
de
alegria
se
irradia
para
e
faz
brotar
sorrisos
paz,
as
nos
corações, seca as lágrimas e nos dá a certeza que no seu
amor viveremos sempre felizes.
Assim seja
Irmão Sebastião
26/08/2012
13
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Onde houver trevas, que eu leve a Luz
Tanto
Rogo
há para aprender
E
a Deus que me instrua
com Ele possa saber
Verdadeiramente
Agora
para me distanciar
Sempre,
Logo
Uma
o que preciso
para sempre da escuridão
seria muito bom
claridade me iluminar
Zelando
por mim e me guiando
As trevas se opõem a Luz. A luz é claridade, as trevas são
escuridão, desconhecimento, ignorância espiritual sem saber
para que se vive, sem saber que a vida é eterna e que
jamais
terá
fim.
Que
existe
um
Deus,
que
é
Luz.
Amor
incondicional.
26/08/2012
14
Reflexão a Respeito da Oração de São Francisco de Assis
Mestre,
que eu aprenda, que eu viva, que eu sinta, a alegria da
doação, da caridade, do amor ao próximo, meu irmão, que
possa sempre desejar a ele aquilo que desejo para mim e que
assim pensando, falando, agindo possa seguir os passos de
São Francisco e me iluminar.
Por fim, trabalhando, cuidando, amando, eternamente.
Terminamos aqui algumas considerações a respeito da visão
de São Francisco de Assis. Que possam estas palavras ajudar
a todos.
Assim seja
Irmão Sebastião
28/08/2012
15

Documentos relacionados