Visualização PDF - Contmatic Phoenix

Сomentários

Transcrição

Visualização PDF - Contmatic Phoenix
Informativo da Contmatic Phoenix • www.contmatic.com.br Edição 96 • Agosto 2012
Crescimento da Contmatic é
destaque na mídia nacional
O aumento das vendas de sistemas e a contratação
de 58 novos colaboradores são manchetes em
publicações de referência no mercado
Contmatic Phoenix patrocina
Zooterapia no Parque em São Paulo
artigo do mte retrata dúvidas sobre
lei do aviso prévio proporcional
Cuidado com as mudanças
no layout da EFD-ICMS/IPI
Canal aberto
o cliente em primeiro lugar
Sobreviver no mercado brasileiro, definitivamente, não é para
qualquer empresa. Até bem pouco tempo, pesquisas do Sebrae,
por exemplo, apontavam que a cada dez novos negócios, metade
deles fechava as portas já no primeiro ano de atividades. Do restante, 30% não chegava aos cinco anos de vida. E poucos, muito
poucos, atingem o sucesso.
A Contmatic Phoenix orgulha-se de chegar aos 25 anos como referência na área de softwares contábeis, fiscais, trabalhistas e de gestão empresarial no Estado de São Paulo. E, com a mesma eficiência,
já estamos nos preparando para novos desafios, com a expansão
das atividades para outros pontos estratégicos do Brasil, ampliação
do nosso quadro de colaboradores e representantes comerciais e
um novo complexo administrativo de mais de 3 mil metros quadrados, na capital paulista, capaz de suportar mais de mil funcionários. Essa nossa estratégia de crescimento foi retratada, inclusive,
por vários veículos de comunicação como os portais Investimento e
Notícias, RH e Lyderes, e mais recentemente pelo jornal DCI em matéria publicada no mês de julho (veja o link http://www.dci.com.
br/contmatic-comemora-atuacao-de-softwares-id303160.html).
Com o dobro do espaço físico atual, ofereceremos mais conforto aos nossos colaboradores e clientes, verdadeiros tesouros na
trajetória de nossa história, iniciada em 1987 como um sonho
de constituir uma empresa de tecnologia para auxiliar os escritórios contábeis nos primórdios da era digital. Não por menos, a
Contmatic revolucionou a escrita fiscal e ainda hoje desenvolve os
melhores e mais qualificados sistemas do mercado.
O reconhecimento do sucesso da Contmatic visualiza-se pelos números. Temos 17 mil clientes e nossa expectativa é de crescer em
torno de 30% ao ano, buscando a liderança nacional no segmento
de softwares de gestão contábil. E, felizmente, o projeto de expansão
recentemente iniciado já gera excelentes resultados. Nossas vendas
aumentaram, expandindo a nossa carteira com novos clientes.
Para atender a essa demanda, a Contmatic contratou 58 colaboradores para as áreas de programação, vendas, suporte técnico e
consultoria. Mas queremos muito mais. Afinal, para nós, o cliente
está sempre em primeiro lugar.
Sérgio Contente
Presidente da Contmatic Phoenix
Idealizador e mantenedor da
Fundação Sérgio Contente
Deus seja louvado
O Contmatic Phoenix Mais publica a coluna Canal Aberto mensalmente. Nela
apresentamos depoimentos de alunos e participantes dos cursos e palestras, e de
colaboradores de clientes da Contmatic Phoenix. Envie também seu relato para o
e-mail [email protected], acompanhado de uma foto com uma resolução
de, no mínimo, 300 dpi. Os depoimentos serão analisados pela Comissão Editorial,
que pode reproduzí-los e editá-los total ou parcialmente.
Adquirimos os softwares da Contmatic
em janeiro de 2011, para uma nova
etapa na empresa. Ao fazemos a contabilidade
internamente, eles têm sido grandes aliados no
sucesso do projeto, a começar pela facilidade
de implantação, suporte diário, treinamentos
e cursos para toda a nossa equipe de profissionais. Obrigada Contmatic por nos auxiliar na
trajetória desse novo departamento que surge
na companhia.”
Juliana Gomes Evangelista
Contaleste Serviços SC Ltda
(São Paulo/SP)
Sociedade Instaladora de
Aparelho Ltda (São Paulo/SP)
Central de vendas da Contmatic
0800 779 4449
Depois do Twitter, nossa fan page no Facebook é
o mais novo canal de comunicação. Ajude-nos a
ser a melhor empresa de softwares para vocês!
curtir
www.facebook.com/Contmatic.Phoenix.Oficial
Publicação da Contmatic Phoenix, empresa de desenvolvimento
de softwares administrativos, para seus clientes e parceiros.
Contmatic Phoenix em ritmo de crescimento
Confira o artigo do MTE sobre o aviso prévio
Escritório Cezarotti em Nossos Parceiros
Cuidado com o novo layout da EFD-ICMS/IPI
Contmatic Phoenix leva zooterapia ao PET
Coral da Fundação Sérgio Contente com força total
2 | Contmatic
Regiane Troilo
A Contmatic oferece softwares preparados para atender as exigências
governamentais e que facilitam o dia a dia dos
profissionais das áreas fiscal, contábil e trabalhista. Além de oferecer sistemas práticos, ela ainda
disponibiliza um qualificado suporte técnico e
cursos de aperfeiçoamento às pessoas que sempre querem aprender mais ou até mesmo atualizar seus conhecimentos. A Contmatic não oferece
apenas softwares operacionais, mas também um
caminho para quem almeja o sucesso na carreira.”
Índice
3
4
6
7
8
10
Fotos • Divulgação
editorial
|
Contmatic Phoenix
Rua Padre Estevão Pernet, 215, Tatuapé, São Paulo/SP, CEP 03315-000. Telefone: (11) 2942-6700
www.contmatic.com.br • [email protected]
Conselho editorial: Sérgio Contente (Presidência) - Mário Hessel (Diretoria executiva) - Priscila Ribeiro - Salgado (Cursos) - Ailton dos Santos
Silva (TI) - Ricardo de Freitas (Diretor de Marketing e Vendas) • Produção editorial: Versátil Comunicação Estratégica (www.versatilcomunicacao.
com.br) • Edição: Cícero Vieira • Textos: Helder Horikawa • Secretaria: Vanessa Lima • Jornalista responsável: Cícero Vieira (MTb 23.171) •
Projeto gráfico: Thatto Comunicação 360º (www.thatto.com.br) • Impressão: Hawaii Gráfica e Editora • Periodicidade: mensal • Tiragem:
20 mil exemplares - As opiniões expressas em artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores.
Fale com a Contmatic:
Comercial: (11) 2942-6723 • Financeiro: (11) 2942-6725
Cursos: (11) 2942-6720 • Treinamentos: (11) 2942-6705
Suporte:
Folha: (11) 2942-6710 • G5/Junior: (11) 2942-6711 • Orion: (11) 2942-6716
Contábil: (11) 2942-6712• Rede: (11) 2942-6713 • Outros: (11) 2942-6714
especial
Crescimento
em ritmo acelerado
Plano de expansão, sucesso de vendas e projeção de
crescimento em 2012 ganham destaque na imprensa
Crescer 30% anualmente, abrir entre 8 e 12 escritórios de vendas nas principais capitais até 2013, alcançar a liderança nacional no segmento de softwares
de gestão contábil e inaugurar, ainda no
ano que vem, a nova e ampliada sede
administrativa em São Paulo. Essas são
as metas da Contmatic Phoenix, exatamente no ano em que a companhia presidida por Sérgio Contente completa seu
25º aniversário de fundação.
Mas ao fechar o primeiro semestre a empresa já comemora bons resultados. As
vendas em maio, por exemplo, foram
59% superiores ao mesmo período do
ano anterior. Para atender a toda essa demanda, a Contmatic acaba de contratar
58 colaboradores para as áreas de programação, suporte técnico e consultoria
na capital paulista e nas filiais do interior
do Estado. Atualmente, a empresa contabiliza mais de 350 funcionários.
Todo esse sucesso está sendo retratado
por mídias de todo o País, como fizeram recentemente o jornal DCI (http://
www.dci.com.br/contmatic-comemora-atuacao-de-softwares-id303160.html)
e os portais Investimento e Notícias,
RH e Lyderes. O destaque obtido pela
Contmatic na imprensa é fruto de um
trabalho de planejamento de comunicação para reforçar a marca no mercado,
cujos resultados também são visíveis
em veículos de expressão nacional.
Os cursos, palestras, sistemas e os consultores da Contmatic são destaques
constantes em programas da TV, como
Globo News e Pequenas Empresas Grandes Negócios, jornais Brasil Econômico e
Valor Econômico, revista Isto É Dinheiro,
além de importantes mídias regionais,
como A Tribuna (Santos) e o Cruzeiro do
Sul (Sorocaba). Por meio de suas ações
pessoais, o presidente Sérgio Contente
também é personalidade na imprensa,
como a entrevista publicada pela Revista
do Tatuapé com o título de De bike para
o trabalho, onde foi retratada a iniciativa
do agora também secretário-adjunto da
Prefeitura de São Paulo na Secretaria da
Pessoa com Deficiência Física e Mobilidade Reduzida em conhecer de perto as
necessidades da população paulistana.
MAIS VENDAS
A Contmatic espera alavancar ainda mais
a comercialização de seus produtos,
principalmente em função das novas
contratações de vendedores e representantes comerciais na matriz, em São Paulo, e nas filiais de São José dos Campos,
São José do Rio Preto e Ribeirão Preto,
além de pontos regionais estratégicos
em Santos, Sorocaba, Americana, São
Carlos, Bauru e Araçatuba, no interior
paulista. “Mas não vamos parar por aí.
Nosso objetivo é levar a Contmatic para
outras regiões do Brasil com o mesmo
nível de sucesso e reconhecimento
que alcançou no Estado de São Paulo,
onde é líder absoluta do mercado de
softwares de gestão contábil”, diz o presidente Sérgio Contente.
Com o dilema de que “uma companhia
que cresce continuamente há 25 anos
necessita de novos desafios e, principalmente, ampliar seus horizontes para
garantir sua sustentabilidade”, Sérgio
Contente investe pesado também para
dedicar uma atenção especial à área de
Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). Só nos primeiros meses de
2012, a Contmatic ampliou o sistema
de telefonia com as novas cidades para
atendimento direto sem custo para o
cliente, incrementou o suporte online
com capacidade de atendimento de
até cem empresas simultaneamente, e
implantou um sistema de treinamento,
também online, que conecta-se a 750
usuários ao mesmo tempo.
Em preparação à expansão da carteira de
clientes, atualmente em 17 mil no Estado
de São Paulo, a Contmatic já deu início às
obras do novo complexo administrativo,
previsto para terminar em 14 meses. Depois de pronto, o local terá capacidade
para abrigar mais de mil funcionários. O
investimento total é de R$ 1,5 milhão.
contmatic no Eescon em campos do jordão
Entre os dias 26 e 28 de setembro, será realizado no Campos do Jordão Convention Center o 23º Encontro das Empresas de
Serviços Contábeis do Estado de São Paulo (Eescon), considerado um dos maiores eventos do setor contábil no Brasil. A Contmatic
Phoenix, patrocinadora do encontro, estará presente com uma equipe de vendedores e consultores. O evento deve reunir mais de
mil empresários, gestores e profissionais da área contábil para troca de experiências, informações e debates sobre os desafios e
oportunidades da atividade. Informações pelo www.sescon.org.br
| Contmatic
|3
artigo
Considerações sobre o
Aviso Prévio Proporcional
Lei nº 12.506/2011
* Cláudio da Silva e Rubens Francisco Gomes
A lei do Aviso Prévio veio suprir
um direito constitucional do trabalhador, porém, em razão de sua simplicidade, tem gerado diversas polêmicas
quanto à sua aplicabilidade, deixando
empregados, empregadores, sindicatos
e agentes de homologação inseguros.
Apesar de tramitar no Congresso por
mais de duas décadas, a lei do aviso
prévio foi votada “a toque de caixa”, não
considerando as diversas nuances das
práticas trabalhistas.
A Constituição da República, em seu
artigo 7º, inciso XXI, prevê que é direito
do trabalhador, urbano ou rural, a concessão de “aviso prévio proporcional ao
seu tempo de serviço, sendo no mínimo
de 30 dias, nos termos da lei”.
A Lei nº 12.506, de 11 de outubro de
2011 dispõe:
Art. 1º - O aviso prévio, de que trata o Capítulo VI do Título IV da Consolidação das
Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943,
será concedido na proporção de 30 dias
aos empregados que contem até um ano
de serviço na mesma empresa.
Parágrafo único - Ao aviso prévio
previsto nesse artigo serão acrescidos três dias por ano de serviço
prestado na mesma empresa, até o
máximo de 60 dias, perfazendo um
total de até 90 dias.
Diversas foram as lacunas jurídicas deixadas pela lei:
4 | Contmatic
|
1. Teria o empregado, ao pedir demissão, o dever de cumprir o aviso prévio, também proporcional, na linha
de pensamento da reciprocidade?
2. A partir de quando se acrescentaria
os três dias, do primeiro ano? Ou a
partir do segundo ano?
3. A lei também é omissa quanto a
composição ou não na base de cálculo: do 13º salário, sobre as férias,
aposentadoria, e na multa rescisória
(40% do FGTS).
4. Retroatividade da aplicação da nova
lei aos direitos ainda protegidos juridicamente em razão da demissão.
5.Como fica a multa à véspera (30
dias) do dissídio coletivo – Art. 9º da
Lei nº 7.238/1988?
6. Cumprimento do Aviso Prévio - a
prerrogativa do empregador de
exigir o cumprimento do aviso se
estenderia ao acréscimo da proporcionalidade? Poderiam as partes
negociar fração de cumprimento e
fração a ser indenizada? E a redução
dos sete dias no aviso, passaria também a ter proporcionalidade?
No intuito de dirimir essas controvérsias e orientar os servidores que assistem a homologações, o Ministério
do Trabalho e Emprego (MTE) editou
em princípio a Circular nº 010/2011
(27/10/2011) e posteriormente a Nota
Técnica nº 184/2012 (07/05/2012),
trazendo à luz tais questionamentos.
Quanto a primeira questão, deve-se
levar em conta o art. 7º, XXI da CF, que
evidencia tal direito exclusivamente ao
trabalhador, seja urbano, rural, avulso
e doméstico, não cabendo, portanto,
obrigação do empregado que pedir
demissão, o compromisso de cumprir
aviso além dos 30 dias.
Apesar de tramitar no Congresso
por mais de duas décadas, a lei do
aviso prévio foi votada “a toque de
caixa” não considerando as diversas
nuances das práticas trabalhistas
Quanto a segunda questão, em um
primeiro entendimento o MTE, em
sua Circular nº 010/2011, orientava a
concessão dos três dias a partir do segundo ano completo de serviço, tendo
retificado seu entendimento na Nota
Técnica 184/2012, passando a considerar o acréscimo de que trata o parágrafo único da lei, a partir do momento em que se configure uma relação
contratual a partir do primeiro ano na
mesma empresa. Para deixar bem claro
sua aplicação, a Nota Técnica 184/2012
traz inclusive uma tabela de tempo
laboral e respectivos quantitativos de
dias a serem concedidos.
artigo
A terceira questão - “Da projeção do aviso prévio
proporcional” – esclarece a Nota Técnica 184/2012
que o aviso prévio será contabilizado no tempo de
serviço do trabalhador para todos os efeitos legais,
repercutindo em todas as verbas rescisórias.
A quarta questão ficou esclarecida à sombra do
Princípio da Segurança Jurídica, o qual consagra
que “a lei não prejudicará o direito adquirido, o ato
jurídico perfeito e a coisa julgada”. Portanto, constitui ato jurídico perfeito o aviso prévio concedido
na forma da lei aplicável à época de sua comunicação. Logo, é impossível a aplicação retroativa da Lei
nº 12.506/2011.
A quinta questão ficou assim definida: Recaindo o
término do aviso prévio proporcional nos 30 dias
que antecedem a data base, fará jus ao empregado
despedido a indenização prevista na Lei nº 7.238/84.
A sexta questão não ficou explícita na Nota Técnica
184/2012, o que gera ainda muita polêmica. Alguns
entendem que o empregador tem a prerrogativa de
exigir o cumprimento do aviso prévio proporcional
em sua integralidade, ou seja, os 30 dias mais os
acréscimos, optando pela redução das duas horas diárias na jornada de trabalho ou redução de sete dias
do aviso; outros entendem que o cumprimento será
de 30 dias com redução de duas horas ou sete dias e
os acréscimos devem ser indenizados.
Na falta de esclarecimento, os agentes de homologação do MTE aderiram à tese de que a Lei
nº 12.506/2011 veio para beneficiar o trabalhador,
exigindo, portanto, o procedimento mais favorável
a esse: “cumprir-se-ão 30 dias, optando o empregado pela redução de duas horas diárias ou de sete
dias e, indenizar-se-ão os acréscimos.”
Esclarece ainda a Nota Técnica 184/2012 que as cláusulas pactuadas em acordo ou convenção coletiva
que tratam do aviso prévio proporcional deverão
ser observadas, desde que respeitada a proporcionalidade mínima prevista na Lei nº 12.506/2011.
Mais informações sobre o aviso prévio proporcional
podem ser obtidas na Gerência Regional do Trabalho
e Emprego / 3 / Leste, na Rua Padre Estevão Pernet,
615/619 – Tatuapé – São Paulo-SP, no plantão fiscal.
* Cláudio da Silva é auditor fiscal do trabalho e chefe da fiscalização
* Rubens Francisco Gomes é agente administrativo e chefe substituto
do Setor de Relações do Trabalho, da GRTE/SP/3/leste.
| Contmatic
|5
Nossos parceiros
Escritório Cezarotti:
cliente em Lençóis Paulista desde 1991
danças na legislação, que nos auxilia com respostas objetivas
e claras, contribuindo muito no desempenho de nossas atividades”, argumenta o neto do fundador.
Desde 1976 no mesmo endereço, uma sede própria no centro de Lençóis Paulista, o escritório presta serviços atualmente
para mais de cem empresas. O grupo de colaboradores reúne
oito pessoas, que desenvolve um eficiente atendimento sob o
comando de Willian.
Foto • Divulgação
Criado em 1966 pelo contador Jary Cezarotti, o Escritório
Contábil Cezarotti foi uma das primeiras empresas de contabilidade de Lençóis Paulista, a 280 km de São Paulo. História de
sucesso que já teve como protagonistas também os filhos do
fundador Edmilson e Roberto, e hoje o neto Willian Cezarotti.
Jary, infelizmente, faleceu em 1985. Sempre com a mesma
seriedade, competência e respeito, seus filhos assumiram o
escritório. Em 2000, Willian, filho de Edmilson, ingressou na
empresa, onde hoje é o administrador.
O Escritório Cezarotti é cliente da Contmatic desde 1991. “Os
softwares são de excelente qualidade e nos permitem integrar
os serviços entre os departamentos Fiscal, Folha e Contábil.
Com isso, minimizamos os riscos de erros, aumentamos a qualidade dos nossos serviços e otimizamos custos com a redução
do quadro de funcionários”, enaltece Willian.
O diretor também faz elogios a todo o trabalho de suporte e
consultoria da Contmatic. “A empresa conta com uma equipe
altamente qualificada e atualizada para acompanhar as mu-
Edmilson, Willian e Roberto: escritório tem mais de cem clientes
Convênio Educacional
Sistemas da Contmatic na Etec de Cotia
6 | Contmatic
|
e são referências no setor contábil”, explica o coordenador.
A Etec de Cotia nasceu em julho de 2009 como classe descentralizada da Etec de São Roque, oferecendo 160 vagas para os
cursos técnicos de Administração, Informática, Contabilidade e
Redes de Computadores. Hoje, fazem parte da programação os
cursos de Lazer, Eventos e Ensino médio, totalizando algo em
torno de 700 alunos.
Foto • Divulgação
A exemplo do que ocorre na Escola Técnica II de Osasco,
apresentada na última edição deste boletim, a Escola Técnica
Estadual de Cotia (Etec de Cotia), na Grande São Paulo, também
mantida pelo Centro Paula Souza, é beneficiada pela Contmatic
Phoenix por meio do Convênio Educacional. A parceria teve início em 2009, por indicação da professora Carmem Eliana da Silva,
que já utilizava os programas da empresa profissionalmente.
Hoje a Etec de Cotia usa os programas Contábil, Folha e G5
Phoenix. Segundo o coordenador de Gestão e Negócios da Etec
de Cotia, professor Flávio Italo Franceschi de Oliveira, mais de
300 alunos dos cursos de Administração e Contabilidade são
beneficiados anualmente com os sistemas da Contmatic. Essa
média deve ser mantida na temporada 2012/2013.
Segundo Oliveira, os programas são de fácil entendimento
e operacionalização, o que facilita a aprendizagem e as práticas profissionais por parte dos alunos. “Além disso, eles estão em contato com softwares que encontrarão no mercado
Cerca de 300 alunos são beneficiados anualmente com os programas
espaço contábil
Mudanças no layout
da EFD-ICMS/IPI
Consultor Jorge Campos diz que a definição dos registros deve ser analisada por meio do perfil da empresa
As empresas contribuintes que
devem entregar o arquivo da EFD-ICMS/
IPI precisam ficar atentas às mudanças
no layout promovidas pela equipe de
programação da Receita Federal. Está no
ar a versão 2.0.26 do Programa Validador
que, segundo o consultor Jorge Campos,
diretor da Aliz Contábil e um dos coordenadores do Sped Brasil, contempla
alguns ajustes nas regras de validações.
Entre as principais alterações elencadas
por Campos estão a correção de erro
relacionado a informações do CFOP
no Resumo Total do relatório de Documentos Fiscais de Saída; correção de
erro para exibição do campo Descrição
do Ajuste no Relatório de Registros Fiscais da Apuração do ICMS - Operações
Próprias; correção das regras que definem a obrigatoriedade do Bloco 1; exclusão da Regra_Maior_Zero e inclusão
da Regra_Ser_Zero aplicada ao campo
Num_Doc_Ini do Registro D410 (Layout
IV e V) e mudanças da Regra_Referenciado_Unid, com a inclusão da referência
ao Registro 0220 para o Layout VI.
No layout estabelecido no Ato Cotepe/
ICMS nº 09/2008 e alterações, foram inseridos os registros D195: Observações
do lançamento fiscal; D197: Outras obrigações tributárias, ajustes e informações
de valores provenientes do documento
fiscal; H020 – Informação complementar
do Inventário; 1010 – Obrigatoriedade
de registros do Bloco 1; 1390 – Controle
de produção de usina; e 1391 – Produção diária da usina. Também houve a
alteração do Registro H005, com a inclusão do campo 04 - MOT_INV.
Campos diz que a definição dos registros
deve ser analisada por meio do perfil em
que a empresa esteja obrigada - Perfil
A ou B; o perfil C só passará a vigorar a
partir de janeiro de 2013. De acordo com
ele, uma das mudanças mais traumáticas
é aquela que prevê que, a partir de julho
de 2012, nas operações de aquisições
de mercadorias o CST_ICMS deverá ser
informado sob o enfoque do declarante.
A data de entrega da EFD-ICMS/IPI é
definida por cada unidade da federação (UF), e atualmente, existem entregas nos dias 5, 9, 10, 20 e 25 do mês
subsequente, quando não em prorrogações específicas. “Da mesma forma
que o prazo de entrega, as penalidades
são definidas por cada Secretaria da
Fazenda. Em alguns casos, a legislação
do ICMS já definia multas pela falta de
entrega dos arquivos magnéticos e a
escrituração, e em outros, a UF definiu
uma multa especifica para a EFD. Sugiro que seja consultada a legislação,
porque a omissão da informação pode
chegar a 1% do faturamento”, argumenta o consultor.
Fusão do PIS e da Cofins
As autoridades do governo discutem amplamente a fusão da
Cofins e o PIS. Se isso ocorrer, ela dará origem a uma nova contribuição, que terá uma sistemática de cobrança mais simples,
que facilitará a vida de contribuintes e o próprio Fisco. “Espera-se, com a unificação, um modelo tributário simplificado, mais
ágil e justo. Se isto vai acontecer, só tempo dirá. Sabemos que a
questão de justiça tributária é muito complicada, veja o caso da
desoneração da folha, que para algumas empresas em relação
ao percentual da folha de pagamento e o faturamento, se inferior a 10%, traz um aumento da carga tributária, subvertendo a
proposta inicial”, lembra Jorge Campos, diretor da Aliz Contábil.
A unificação, segundo ele, segue o modelo proposto na PEC
233/08, que prevê o IVA-F, uma única alíquota para os tributos
federais. “Na realidade, ela traz a simplificação do sistema tributário nacional, avançando no processo de desoneração tributária buscando a eliminação das distorções atuais. Nessa discussão
estuda-se a eliminação do sistema monofásico e da substituição
tributária do PIS/Cofins”, diz.
De acordo com Campos, é de máxima urgência a adoção desse novo modelo, que pode entrar em operação em setembro
de 2013. “Lamento que essa discussão e publicação não tenha
ocorrido antes do projeto da EFD-Contribuições, porque certamente provocará uma readequação no projeto (layout, guia prático, prazos, etc), além de exigir uma revisão, novamente, na área
de negócios das empresas (ajustes de tabela de pricing de compras e de vendas dos ERPs, sistemas fiscais, etc)”, argumenta.
| Contmatic
|7
especial
Sérgio Contente
leva zooterapia ao parque
A zooterapia ainda é pouco divulgada no Brasil. Mas é
também, segundo especialistas, uma poderosa e eficiente metodologia psicoeducativa dirigida a todos os tipos de pessoas
e, principalmente, pacientes com problemas psicomotores e
idosos. A prática já é utilizada, por exemplo, em alguns asilos,
centros de reabilitação e hospitais do País.
O empresário Sérgio Contente, presidente da Contmatic
Phoenix, resolveu colocar em prática o projeto Zooterapia no
Parque, em parceria com o Grupo de Abordagem Terapêutica
Integrada (Gati) e o Projeto Caminhar do Centro de Reabilitação e Equoterapia. A empresa patrocina e a Fundação Sérgio
Contente apoia o programa.
O projeto piloto teve início no dia 1º de julho no Parque Esportivo dos Trabalhadores (PET - ex-Ceret), no Tatuapé, zona leste de
São Paulo. Sempre aos sábados e domingos, das 9 às 15 horas,
por tempo indeterminado, uma equipe de 15 a 20 voluntários
do Gati, entre eles psicólogos e fisioterapeutas, estará no local
orientando e atendendo a população. “O tempo de permanência do grupo por ali vai depender da aceitação da sociedade.
Estamos levando a zooterapia a um ambiente (o parque) onde
jamais ela foi apresentada no sentido de que as pessoas possam
conhecê-la, além de propagar esse conceito que tem ajudado
muita gente”, explica Sérgio Contente.
Fotos • Divulgação
No PET, ex-Ceret, por tempo indeterminado, projeto quer atender 80 pessoas mensalmente
Sérgio Contente e Liana Santos juntos no primeiro dia
de atividades, que contou com cerca de 300 famílias
Atendimento gratuito
Marcelo com o filho Luis Felipe: interação muito válida com a natureza
8 | Contmatic
|
O objetivo do Gati, segundo a sua diretora-geral e psicopedagoga Liana Pires Santos, é atender gratuitamente no PET em torno
de 80 pessoas por mês. Só no dia do lançamento passaram pelo
local cerca de 300 famílias. Entidades parceiras também estão
sendo convidadas a visitar o local. Mas o grupo quer uma atenção especial dos cerca de 150 mil frequentadores mensais do
parque. “Já tinha ouvido falar em zooterapia. Mas levar conhecimento e atividades em um parque são ações fundamentais
para que mais pessoas conheçam esse trabalho. Vivemos reclusos em nossas casas e a ideia de interagirmos com animais em
um ambiente de natureza é maravilhosa”, afirma o funcionário
público Marcelo Pereira, que passeava pelo PET com o filho Luís
Felipe, de apenas 5 anos.
Entre os parceiros do Gati, a medida era só elogios. “Acho a experiência fantástica. Sabemos que com os animais nossos internos
Especial
ficam mais alegres, felizes e sociáveis. Já utilizamos a cãoterapia
quinzenalmente, mas essa iniciativa do parque contribui para
que possamos oferecer um convívio social a eles”, diz Bianca
Villa Gomes Baltazar, coordenadora-administrativa da Fraternidade Irmã Clara, abrigo que cuida de 37 portadores de paralisia
cerebral entre 2 e 49 anos de idade.
Mais parques
A ideia de levar o Zooterapia no Parque a outros locais de São
Paulo já tem a simpatia de Antonino Grasso, secretário da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade
Reduzida (SMPED). “Já há tempos a zooterapia aproxima os
animais das pessoas. É uma metodologia que faz bem para
todo mundo e ajuda no combate aos problemas cardíacos,
envelhecimento e depressão. Apoiamos de maneira plena o
projeto e estamos dispostos a discutir a sua ampliação em outros parques que estejam ao alcance da administração pública
municipal”, argumenta.
Sérgio Contente também compartilha do ideal do secretário. “A
iniciativa de implantar o projeto em parques públicos possibilita
o acesso a todos que tenham interesse em zooterapia. A intenção é incentivar, principalmente, os idosos e pessoas com baixa-estima a praticar essa modalidade, para que levem a vida com
mais motivação e alegria no dia a dia”, explica o empresário.
Secretário Grasso diz que projeto pode ser levado a outros parques
Zooterapia no Parque
Onde: Parque Esportivo dos Trabalhadores (antigo Ceret)
Endereço: Rua Canuto de Abreu, s/nº - Tatuapé
Informações: (11) 3442-3013
E-mail: [email protected]
Site: www.zooterapianoparque.com.br
Bianca levou crianças da Fraternidade Irmã Clara para o PET
O poder dos animais
Caninos – para pacientes com dificuldades motoras
Os cães podem ser utilizados nas terapias como animais para atividades de coordenação motora global com foco fisioterápico. Nelas
podem ser incentivadas as atividades funcionais, como escovação,
alimentação, troca de roupas, etc.
Aves – para pacientes que precisam estimular
a linguagem e trabalhar a atenção
As aves servem para trabalhar basicamente as percepções ambientais e o trabalho motor fino. Também são ótimas na área
de fonoaudiologia para a estimulação de linguagem. Mandar
um beijo ou cantarolar ensinando o pássaro é um exercício de
motricidade oral e orgão fono articulatórios.
Roedores – para pacientes esquizofrênicos,
autistas e psicoses
Os coelhos têm excelente aceitação no âmbito familiar, especialmente
entre as crianças. Os roedores, em geral, são animais dóceis e de fácil
contato, que trabalham a percepção tátil e a possibilidade de preparar
a alimentação para o animal trabalha os aspectos motores finos.
Répteis – para pacientes com distúrbios
de aprendizagem e problemas psicológicos
O jabuti possui um componente do diferente, sendo possível trabalhar
os aspectos relacionados a área psicológica e tempo de atenção. As atividades funcionais, como pôr e tirar coleira e alimentá-lo, aprimoram
o tempo de atenção e trabalham o foco do contato com o diferente.
*Dicas de Liana Pires Santos, diretora-geral do Gati
| Contmatic
|9
ações sociais sérgio contente
Coral a
pleno vapor
F U N DAÇ ÃO
SÉRGIO
CONTENTE
I
D
E
P
A
C
Campeão, Oh happy day, O teu
amor... Essas são algumas das canções de sucesso que empolgam e
emocionam o público que costuma
acompanhar as apresentações do
Coral da Fundação Sérgio Contente.
Xodó do presidente da Contmatic
Phoenix, Sérgio Contente, mantenedor da entidade, o grupo passa por
um momento de transição após um
pequeno hiato nas suas aparições em
2011 e princípio deste ano.
Desde maio último, porém, com o
trio Patrícia Contente, Simone Silva
Magalhães e Soraya Silva Magalhães,
conselheiras da fundação, à frente
da coordenação, o coral voltou com
força total. O regulamento que previa
apenas alunos da fundação no grupo sofreu alterações. E, de imediato,
ele aumentou. O número de 15 participantes já saltou para 25 em três
meses. Cinco deles fizeram parte da
primeira formação do coral, em 2005.
Patrícia, Simone e Soraya, conselheiras da fundação, querem ampliar o
número de vozes no coral até o final
do ano. Por isso mesmo elas pretendem ampliar a divulgação das atividades do grupo nas mídias sociais e
retomar as visitas e apresentações
nas salas de aula da fundação para
convidar os novos alunos a um teste
vocal com o professor de canto Luís
Fernando Tudela, chileno radicado na
Argentina e que há três anos e meio
comanda a trupe nos ensaios. “Não
é preciso saber cantar, basta ter von-
10 | Contmatic
|
Foto • Divulgação
Desde maio, grupo ensaia forte e procura novos talentos, inclusive entre ex-alunos da fundação
Coral com 25 pessoas tem à frente o trio Patrícia, Simone e Soraya, além do professor Tudela
tade e querer aprender. Não somos
profissionais, nosso intuito é entreter
e sensibilizar as pessoas por meio da
música”, explica o trio.
Os chamados testes de classificação
vocal servem, como diz Tudela, para
que cada novo integrante saiba onde
possa ser encaixado no grupo. Vozes
masculinas, por exemplo, podem atuar como tenor, barítono e baixo. Já as
femininas, por sua vez, são divididas
em soprano, mezzo e contralto.
Desde que os ensaios foram retomados,
a empolgação entre os integrantes só
cresce. O interesse entre os alunos do
curso da maturidade também é grande.
Um deles, de 82 anos, participa frequentemente das aulas realizadas às segundas e quartas-feiras, sempre das 17 às 21
horas. Há até a possibilidade de se criar
um coral exclusivamente com membros
da terceira idade, como confidencia
Patrícia Contente.
Enquanto isso não acontece, o coral da
Fundação Sérgio Contente prepara-se
para uma importante apresentação que
ocorrerá no dia 21 de setembro. Trata-se da cerimônia de 25 anos da Contmatic Phoenix e do 55º aniversário de seu
mantenedor, Sérgio Contente.
O objetivo, claro, é repetir o mesmo
sucesso já conferido no Memorial da
América Latina, Assembleia Legislativa, Câmara Municipal de São Paulo, e, mais recentemente, no Parque
Esportivo dos Trabalhadores (PET),
quando a Contmatic e a fundação
participaram, como patrocinadora e
apoiadora, do programa Zooterapia
no Parque.
Fundação Sérgio Contente
Rua Visconde de Itaboraí, 441/443 – Tatuapé
Informações: (011) 2295-8738, 2295-8745
e 2295-8399
legalmatic phoenix
Contmatic Phoenix
Pacote
TRABALHISTA
All-Inclusive
Uma empresa inscrita no Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), como forma de punição, pode suspender o
fornecimento de vale-refeição ao empregado que comete
muitos atrasos durante o trabalho?
Não. A Portaria SIT/DSST nº 3/02, em seu artigo 6º, veda ao empregador suspender, reduzir ou suprimir o benefício a título de
penalizar o empregado, ou seja, utilizá-lo como forma de premiação ou em qualquer condição que desvirtue sua finalidade.
Ressalta-se que a execução inadequada do PAT, ou o desvio ou
desvirtuamento de suas finalidades, acarretam a perda do incentivo fiscal e a aplicação de penalidades cabíveis.
PREVIDENCIÁRIA
Ao empregado safrista com contrato por prazo determinado, é devida a multa do artigo 479 da CLT no caso de rescisão antecipada por parte do empregador?
Nos termos do artigo 4º do Decreto nº 73.625/74, que aprovou o Regulamento da Lei nº 5.889/73, que instituí as normas
reguladoras do trabalho rural, aplicam-se o artigo 479 da CLT.
Dessa forma, o trabalhador rural com contrato de trabalho
por prazo determinado (safra) que for dispensado, sem justa
causa, antes do prazo firmado no contrato, fará jus à indenização prevista no artigo 479 da CLT, na qual é devido a título
de indenização, e por metade, a remuneração a que teria direito até o término do contrato.
É devido o adiantamento salarial para a empregada afastada por licença-maternidade?
O adiantamento salarial não é um direito legalmente assegurado aos empregados, podendo ser concedido por força de
previsão em acordo ou convenção coletiva de trabalho, ou por
liberalidade do empregador, e, em regra, é garantido a todos,
sem distinção. Entretanto, o adiantamento salarial concedido
com habitualidade passa a integrar o contrato de trabalho, e o
não-pagamento importa alteração contratual em prejuízo dos
empregados, conforme determina o artigo 468 da CLT. Assim, o
adiantamento deve ser mantido normalmente para a empregada que estiver em gozo de licença-maternidade.
Na dispensa do empregado por justa causa é devido pelo
empregador o pagamento do 13º salário?
Nessa modalidade de rescisão contratual, em que o empregado
cometeu ato faltoso nos termos do artigo 482 da CLT, as verbas
referentes à gratificação de Natal (13º salário) não são devidas,
conforme determina o artigo 3º da Lei nº 4.090/62.
O empregado que no seu primeiro emprego sofre acidente do
trabalho e possui apenas quatro contribuições mensais, terá
direito ao benefício de auxílio-doença acidentário?
Sim. De acordo com o artigo 23 da Lei nº 8.213/91, independe de carência a concessão do auxílio-doença e aposentadoria
por invalidez nos casos de acidente de qualquer natureza ou
causa e de doença profissional ou do trabalho.
nutenção, ou provida por meio de sua família, ou em caso
de morte do beneficiário. Portanto, quando a pessoa com
deficiência ingressa no mercado de trabalho, adquiri meios
de prover a sua própria manutenção, hipótese em que o benefício é cessado. Porém, se estiver desempregado, o fato
de o benefício ter sido cessado não impede nova concessão,
desde que atendidos os requisitos.
Uma pessoa com deficiência que recebe o benefício de prestação continuada (LOAS), pago pela Previdência Social, terá o
benefício cancelado se for contratado como empregado?
Sim. O benefício de prestação continuada previsto no artigo 20 da Lei nº 8.742/93 é a garantia de um salário mínimo
mensal à pessoa com deficiência que comprove não possuir meios de prover a própria manutenção e nem de tê-la
provida por sua família. O pagamento do benefício cessará
no momento em que forem superadas as condições da pessoa com deficiência possuir meios de prover a própria ma-
A partir de quantos meses de gestação a empregada pode solicitar ao seu médico o afastamento por licença-maternidade?
O salário-maternidade, conforme artigo 71 da Lei nº 8.213/91,
é devido à segurada da Previdência Social durante 120 dias,
com início no período entre 28 dias antes do parto, observadas as situações e condições previstas na legislação no que
concerne à proteção à maternidade. Assim, conclui-se que
a empregada pode solicitar ao seu médico, se assim desejar,
o afastamento por licença-maternidade a partir do oitavo
mês de gestação.
12 | Contmatic
|
legalmatic phoenix
consultoria LegalMatic
Com profissionais atualizados, experientes e bastante atentos,
a Consultoria Legalmatic Phoenix oferece, gratuitamente
aos clientes da Contmatic, o esclarecimento adequado das
principais dúvidas sobre a legislação e os procedimentos das
áreas tributária, contábil, trabalhista e previdenciária.
www.legalmatic.com.br
As pessoas jurídicas tributadas com base no Lucro Presumido
devem informar os documentos fiscais de entradas na escrituração da EFD-Contribuições?
Não há necessidade de escriturar documentos fiscais de mercadoria de aquisição e prestação de serviços tomados, uma vez
que as empresas tributadas no Lucro Presumido não têm direito
ao desconto de crédito do PIS e da Cofins, conforme Guia Prático EFD-Contribuições - Versão 1.0.7.
Uma empresa limitada, segundo a lei, pode ter saldo positivo na conta Lucros Acumulados?
De acordo com a Resolução CFC nº 1.157/09, a obrigação da
conta Lucros Acumulados não conter saldo positivo aplica-se unicamente às sociedades por ações, e não às demais.
Assim, segundo a legislação contábil, entende-se que as sociedades limitadas podem manter o saldo positivo de sua
acumulação de lucros no patrimônio líquido.
Justa causa - Garantia de emprego
“Em se tratando de empregado detentor de garantia no emprego, o reconhecimento da justa causa para o rompimento
do contrato pressupõe a produção de prova de que o ato por
ele praticado seja suficientemente grave para tornar insuportável a continuidade do vínculo.”
TRT/SC - 02232/03 - 2ª Turma - Relator Juíz Jorge Luiz Volpato
ção ocorra após as 5 horas da manhã, sendo computadas
como de 52 minutos e 30 segundos e acrescidas do respectivo adicional, sob pena de redução do salário-hora em horário extraordinário.”
TRT/SC - 02620/03 - 1ª Turma - Relatora Juíza Maria do Céo de Avelar
Substituição de empregados em férias
“As férias anuais dos empregados não podem ser consideradas como período eventual de afastamento para
efeitos de substituição, sendo devido o salário nesse período (exegese da Orientação Jurisprudencial nº 93 da
SDI do Tribunal Superior do Trabalho).”
TRT/SC - 0236403 - 3ª Turma - Relatora Juíza Sandra Márcia Wambier
Prorrogação do horário noturno
“As horas trabalhadas em prorrogação ao horário noturno
são consideradas, por lei, noturnas, mesmo que a prorroga-
Dirigente sindical - Estabilidade provisória
“Configurado pela prova dos autos de que o reclamante
renunciou ao cargo na diretoria do sindicato por razões
particulares, abrindo mão, inclusive, da estabilidade adquirida com a sua eleição para a diretoria, por meio de
carta de renúncia assinada por ele (autor) e dirigida ao
sindicato, não se há que falar em estabilidade sindical e,
muito menos, em reintegração do reclamante ao emprego devido à estabilidade provisória, sobretudo quando,
somente um ano após a dispensa, o reclamante ajuíza
ação, postulando reintegração ao emprego em virtude de
estabilidade sindical.”
TRT/MG - 004292003 - 7ª Turma - Relatora Juíza Maria P. C. Ferreira de Melo
| Contmatic
| 13
JURISPRUDÊNCIAS
Na contabilidade, o que são os Registros Auxiliares?
Os Registros Auxiliares são um complemento, os quais individualizam a escrituração do Livro Diário feita de forma mensal.
A partida compreende lançamentos, feitos de uma só vez ao
fim de cada mês. Dessa forma, o detalhamento da escrituração em Registros Auxiliares é utilizado para empresas que fazem a escrituração do Livro Diário de forma mensal.
CONTÁBIL E
TRIBUTÁRIA
A pessoa jurídica que apura o PIS e a Cofins no regime não cumulativo pode aproveitar os créditos dessas contribuições ao adquirir matéria-prima de empresa optantes pelo Simples Nacional?
Sim. A pessoa jurídica que apura o PIS e a Cofins no regime não
cumulativo pode se creditar dessas contribuições nas compras de
matéria-prima de empresas optantes pelo Simples Nacional, em
conformidade com Ato Declaratório Interpretativo RFB nº 15/07.
galeria contmatic
Confraternização no interior
O Sindicato dos Contabilistas de
Bauru (SindCon Bauru) realizou,
no dia 23 de junho, uma animada e concorrida Festa Junina.
A festança ocorreu no Buffet
Sagae, a partir das 8 horas,
e contou com a presença de
Ayrton Doglas Martins e Luís
Fernando Garozi, respectivamente, supervisor e vendedor
da Contmatic Phoenix.
Ganhadores dos prêmios oferecidos pela Contmatic: Odair Antonio
Bonfiglio (tablet), Wanessa Inácio Alves (livro Rescisões Trabalhistas), Regina Goulart (Rotinas Trabalhistas), Ana Lucia Demarchi (ICMS de A a Z)
e Adelton Matheus Tenda (supervisor da Contmatic de Ribeirão Preto)
Fotos • Divulgação
Representantes da Contmatic, Adelton Matheus Tenda e
Altair Fernandes Martins, com José Marcelo Correa (centro
– diretor da regional Ribeirão Preto do Sescon)
O Sescon promoveu, em clima de muita festa, o V Encontro das Empresas de Serviços
Contábeis de Ribeirão Preto,
Bauru e Piracicaba. O evento
ocorreu no dia 22 de junho, nas
dependências do Hotel JP, em
Ribeirão Preto. A Contmatic
Phoenix, que sorteou algumas publicações e um tablet,
foi representada pela dupla
Adelton Matheus Tenda e Altair
Fernandes Martins.
Luís Fernando (representante comercial da Contmatic), Paulo
Roberto Martinello (diretor regional da Junta Comercial de Bauru), Ayrton Doglas Martins (supervisor da Contmatic de Marília)
e Paulo Sérgio Gobbi (presidente do Sindicato dos Contabilistas
de Bauru) no Buffet Sagae
Centenas de convidados participaram da Festa Junina do
SindCon de Bauru em clima de confraternização
Palestra
O consultor tributário, professor da Lex/Cenofisco e autor do livro
Como Atender o Fiscal de Tributos, Sidney
D’Agázio, é o convidado da Contmatic
Phoenix para a palestra de agosto. No
dia 22, das 14 às 18 horas, ele abordará o tema Novas Regras para Crédito do
PIS/Cofins no auditório nobre da própria
Contmatic, em São Paulo.
A palestra é direcionada a contadores, consultores, advogados, audito14 | Contmatic
|
res, administradores e profissionais
da área fiscal interessados no assunto.
O objetivo de Sidney é apresentar o
atual cenário da não-cumulatitivade
do PIS e da Cofins em face à discutida
decisão do Conselho Administrativo
de Recursos Fiscais (CARF) e sua ratificação pelo judiciário, que autorizaram a aplicação do critério financeiro
para a tomada dos créditos das referidas contribuições.
Foto • Divulgação
consultor aborda novas regras
para crédito do PIS/Cofins
Palestra de Sidney será realizada no dia 22
A entrada é gratuita para os clientes da
Contmatic. Os não clientes pagam uma
taxa de R$ 200. A Contmatic fica na Rua
Padre Estevão Pernet, 215, no bairro do
Tatuapé, em São Paulo. Informações
pelo telefone (11) 2942-6720.
CURSOS contmatic
Até o dia 20 de cada mês, a Contmatic Phoenix
torna disponível, em www.contmatic.com.br,
a programação de cursos do mês subsequente.
Para recebê-la por e-mail, mantenha seus dados
atualizados. Para isso, digite o seu código e senha
na área “Cliente”. Na próxima janela, clique na
opção “Cadastro de e-mails do MAC”.
Os cursos são gratuitos para clientes da Contmatic Phoenix, a quem são destinados
90% das vagas. Os 10% restantes são dedicados a não clientes, estudantes de
universidades e de cursos técnicos mediante pagamento de inscrição a partir de
R$ 200. Alunos de universidades e de cursos técnicos conveniados à Contmatic têm
desconto de 60% e os não conveniados, 30%. Inscrições, mediante a disponibilidade de
vagas, podem ser efetuadas por meio do site www.cursoscontmatic.com.br.
Contmatic Phoenix
Pacote
All-Inclusive
Vagas limitadas
Garanta já a sua!
Matriz (São Paulo) – Tel. (11) 2942-6720
Área contábil
Abertura e enceramento de empresas
C.H.
8h
Contabilidade geral
28h
Datas
3/8
* 30, 31/7 e 1, 2, 6, 7, 8 e 9/8
* 11, 18, 25/8 e 1/9
* 18 e 25/8
* 20, 22, 27 e 29/8
* 13 a 17/8
Datas
* 18, 25/8 e 1 e 15/9
* 18, 25/8 e 1 e 15/9
* 11 e 18/8
* 8 e 9/8
* 18/8
* 25/8
* 30, 31/7 e 1, 2, 6 e 7/8
* 11, 18 e 25/8
* 13, 14, 15, 16, 20, 21, 22 e 27/8
* 11 e 18/8
* 13, 15, 20 e 22/8
* 6, 8, 13 e 15/8
* 18 e 25/8
* 4 e 11/8
Datas
* 6 a 9/8
* 14, 16, 21 e 23/8
* 23 e 24/8
30 e 31/8
* 4, 11, 18 e 25/8
6, 7, 8, 9, 13, 14, 15 e 16/8
* 20, 21, 22, 23, 27, 28, 29 e 30/8
Horários
8h30 - 17h30
19h - 22h30
8h30 - 16h30
9h - 16h
19h - 22h
18h30 - 22h30
Horários
8h30 - 17h30
8h30 - 17h30
9h - 13h30
19h - 22h
9h - 16h
9h - 16h
18h30 - 22h30
8h30 - 17h30
19h - 22h
8h30 - 17h30
18h30 - 22h30
18h30 - 22h30
8h30 - 17h30
9h - 17h
Horários
19h - 22h
19h - 22h
18h30 - 22h30
9h - 13h
8h30 - 16h30
9h - 12h30
19h - 22h30
8h
* 23 e 24/8
9h - 13h
8h
C.H.
12h
* 30 e 31/8
Datas
* 11, 18 e 25/8
18h30 - 22h30
Horários
9h - 13h
C.H.
16h
C.H.
9h
Datas
11 e 18/8
Datas
25/8
Horários
8h30 - 17h30
Horários
8h30 - 18h30
16h
11 e 18/8
8h30 - 17h30
IFRS para pequenas e médias empresas 12h
Lucro Real - teoria e prática
Área tributária
20h
C.H.
Analista fiscal
32h
Básico de ICMS
9h
EFD-Contribuições (PIS/Cofins)
6h
Escrita fiscal
24h
Faturamento e emissão de notas fiscais 16h
Retenções na fonte (PIS, Cofins, CSLL,
IRRF, ISSQN E INSS - P.J)
Substituição tributária
Área trabalhista
Cálculos da folha de pagamento e apuração
dos encargos trabalhistas da empresa
14h
C.H.
Conectividade Social - ICP
8h
16h
Departamento pessoal
Desoneração da folha de pagamento Lei
nº 12.546/2011 e MP n º 563/12 (NOVO)
Gestão de RH e relações trabalhistas
Outras áreas
Excel
São José do Rio Preto - Tel. (17) 3211-1399
12h
28h
Campinas - Tel. (19) 3284-2433
Área contábil
Contabilidade para não contadores
Área tributária
Básico de ICMS
Retenções na fonte (PIS, COFINS, CSLL,
IRRF, ISSQN e INSS- PJ)
Área contábil
Abertura e encerramento de empresas
Contabilidade de custos
Área tributária
Escrita fiscal
Retenções na fonte (PIS, Cofins, CSLL,
IRRF, ISSQN E INSS-PJ)
Substituição tributária
Área trabalhista
C.H.
Datas
Horários
8h
27 e 28/8
18h30 - 22h30
20h
4, 11 e 18/8
8h30 - 16h10
C.H.
Datas
Horários
24h 22, 23, 24, 27, 28, 29, 30 e 31/8 19h - 22h
16h
6 a 10/8
19h - 22h20
14h
C.H.
Departamento pessoal
28h
Equiparação salarial
Gestão de RH e relações trabalhistas
Noções básicas do Direito do trabalho
4h
8h
8h
13 a 16/8
Datas
4, 11, 18 e 25/8
6, 7, 8, 9, 10, 13 e 14/8
15/8
1 e 2/8
20 e 21/8
19h - 22h30
Horários
8h30 - 16h30
18h30 - 22h30
18h30 - 22h30
18h30 - 22h30
18h30 - 22h30
Datas
6, 7, 8, 9, 13, 14, 15 e 16/8
Datas
6 e 7/8
13 e 14/8
4, 11, 18 e 25/8
Datas
4, 11, 18 e 25/8
Horários
18h30 - 22h
Horários
19h - 22h
19h - 22h
9h - 16h
Horários
9h - 17h
Marília - Tel. (14) 3401-2499
Área contábil
Contabilidade geral
Área tributária
C.H.
28h
C.H.
EFD-Contribuições (PIS/Cofins)
6h
Escrita fiscal
Área trabalhista
Departamento pessoal
24h
C.H.
28h
São José dos Campos - Tel. (12) 3908-0900
Área contábil
C.H.
Datas
7, 9 e 10/8
11, 18 e 25/8
Datas
8 e 9/8
20, 21, 22, 23, 24 e 27/8
1, 2, 3 e 6/8
11 e 18/8
Datas
14 a 16/8
4/8
Horários
18h - 22h
8h - 12h
Horários
18h30 - 21h30
18h30 - 22h30
18h30 - 22h30
9h - 17h
Horários
18h30 - 21h10
9h - 18h
C.H.
6h
Datas
11/8
Horários
9h - 16h
16h
18 e 25/8
8h30 - 17h30
IFRS para pequenas e médias empresas 12h
Área tributária
EFD-Contribuições (PIS/Cofins)
Escrita fiscal
Faturamento e emissão de notas fiscais
Substituição tributária
Área trabalhista
Gestão de RH e relações trabalhistas
Noções básicas do Direito do trabalho
C.H.
6h
24h
16h
14h
C.H.
8h
8h
Ribeirão Preto - Tel.(16) 3603-6100
Área tributária
EFD-Contribuições (PIS/Cofins)
Retenções na fonte (PIS, Cofins, CSLL,
IRRF, ISSQN E INSS-PJ)
*As vagas dos cursos indicados com asterisco não estão disponíveis no site da Contmatic, pois primeiramente serão convocados os inscritos na lista de espera.

Documentos relacionados

Visualização PDF - Contmatic Phoenix

Visualização PDF - Contmatic Phoenix Rua Padre Estevão Pernet, 215, Tatuapé, São Paulo/SP, CEP 03315-000. Telefone: (11) 2942-6700 www.contmatic.com.br • [email protected] Conselho editorial: Sérgio Contente (Presidência) - Már...

Leia mais

Visualização PDF - Contmatic Phoenix

Visualização PDF - Contmatic Phoenix www.contmatic.com.br • [email protected] Conselho editorial: Sérgio Contente (Presidência) • Mário Hessel (Diretoria executiva) • Sandro Costa de Oliveira (Diretoria comercial) • Priscila Ri...

Leia mais

Visualização PDF - Contmatic Phoenix

Visualização PDF - Contmatic Phoenix Lavagem de Dinheiro). De acordo com a resolução, “os profissionais e organizações contábeis que prestem, mesmo que eventualmente, serviços de assessoria, consultoria, contadoria, auditoria, aconsel...

Leia mais