Riquezas e Saberes

Сomentários

Transcrição

Riquezas e Saberes
Aluno(a)
No
Turma
Bimestre
7o ano - Ensino Fundamental II
I
Data
13 / 03 / 13
Nota
AVALIAÇÃO INTERDISCIPLINAR 01 -I BIMESTRE
VALOR = 5,0 (CINCO)
GRUPO
Riquezas e Saberes
01
Não é hora de chorar, amanheceu o pensamento.
O poeta está vivo com seus moinhos de vento
A impulsionar a grande roda da história,
Mas quem tem coragem de ouvir?
Amanheceu o pensamento
Que vai mudar o mundo com seus moinhos de vento.
(FREJAT, Roberto e QUENTAL, Dulce. “O Poeta está vivo”. In: Na calada da noite. WEA, 1990.)
INSTRUÇÕES:
I.
II.
III.
IV.
V.
VI.
VII.
VIII.
sua avaliação possui 11 (onze) questões discursivas. Confira seu exemplar;
leia o texto e as questões cuidadosamente, procurando interpretá-los;
organize suas ideias antes de escrever as respostas, para evitar rasuras;
use caneta com tinta azul ou preta;
proibido o uso de corretor;
duração 65 minutos;
valor: 5,0 (cinco) peso 2;
você deverá preencher o cabeçalho de cada página.
Bom trabalho!
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)
7o Ano
TEXTO
O comprador de aventuras
Meu primeiro fascínio por uma vitrine de livros foi com o de uma
livraria que ficava bem no caminho entre o ponto final do meu
bonde e o colégio. Não me lembro, exatamente, do dia em que
aquela promessa de emoções apareceu ante meus olhos;
lembro-me dos dias, dos anos que passei por lá, e do demorado
namoro com cada livro.
Eu tinha 11 anos e o que me fascinava era a vitrine dos
romances de aventuras. Todos os livros de Tarzan, em capas e
títulos que me deixavam paralisado de indecisão: se tivesse
dinheiro para comprar, qual seria o primeiro? Todos tinham o nome
do herói no título e, em seguida, sem vírgula, um complemento: o
Filho da Selva, o Terrível, e o Império Perdido, o Magnífico, e o
Leão Dourado, o Rei dos Macacos... Quando consegui afinal juntar
o dinheiro (cortando cinema, bala, picolé, [...], vendendo jornais
velhos, ferro-velho, [...], comprei o primeiro livro da minha vida:
Tarzan o Filho da Selva. Depois, os outros da série, todos. Daí
passei para os espadachins, sempre da mesma vitrina: O
Prisioneiro de Zenda, [...] A Volta de Maurício de Hentzau. Esgotada a safra, acompanhei o
príncipe Íbis, que tinha um triângulo como monóculo; e logo Robin Hood, e Ivanhoé
(considerava-o, orgulhosamente, meu meio Xará) [...]. Quando passei para o Pimpinela
Escarlate e para o ladrão de casaca Arséne Lupin, já começara a trabalhar, as compras eram
mais constantes, podia até errar um pouco nas escolhas.
Foi nesse meio tempo, por volta dos 13 anos, que descobri o livreiro Amadeu. Quando o
colégio em que eu estudava se mudou para a avenida Paraná, no meio do caminho havia um
livreiro, havia um livreiro no meio do caminho. Maravilha: Amadeu vendia e comprava livros
usados. Eu poderia trocar algum de que não gostasse ou de que já tivesse esgotado a mágica.
Foi o meu caso mais longo com um livreiro.
Amadeu, brancão, magro, alto, tinha um jeito meio de lado na hora de botar preço nos
livros que comprava de mim, quase um certo desprezo, e como que uma contrariedade ao
botar preço naqueles que me vendia, como se os estivesse avaliando por baixo, quase irritado
com aquele menino:
- Olha aí, As mulheres de bronze, dois volumes enormes, e em troca você dá o quê?
Pegava nos cinco volumes, revirava um por cima do outro como se fossem trastes , e dizia:
- Olha aí, isso aqui ninguém mais lê, ninguém mais lê Pimpinela Escarlate.
Eu sempre tinha de dar algum a mais.
A religiosa, de Diderot [...], Os três mosqueteiros, O homem da máscara de ferro, [...] – e
fomos por aí afora, eu e o Amadeu.
Passamos alguns anos negociando aventuras. A relação era formal e essencial, perfeita,
como acontece entre necessários.
- Vamos fazer um negócio, Amadeu? Três Tarzans e dois Arsénes Lupins por este O
Guarani e este Bel-Ami?
Minhas leituras mudavam. Amadeu continuava naquele jeitão comprido de valorizar as
coisas dele.
- Quanto está pedindo pelas Memórias do Cárcere, Amadeu?
- Ah, a edição está esgotada, os quatro volumes estão muito valorizados.
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)
Penso, hoje: como foi que Amadeu viu minhas mudanças como leitor? No começo parecia
desconcertado quando eu comecei a recusar os livros policiais que sempre levava. Ele
acompanhava meus dedos percorrendo fileiras de volumes, tentava captar minhas novas
escolhas. Pegava os volumes que eu tirava das prateleiras ou das pilhas amontoadas e
colocava sobre o balcão, olhava os títulos, talvez tentasse lembrar-se que tipo de leitor os
vendera. E eu lá, por volta dos 18 anos, vasculhando e pescando Madame Bovary, [...] Fogo
Morto...
Sim, o menino dos livros de aventuras tinha virado outro tipo de freguês e Amadeu,
perplexo, tentava decifrá-lo. Mas isso fica para outra história.
ÂNGELO, Ivan. O comprador de aventuras e outras crônicas. São Paulo: Ática, 2000
Versão adaptada para efeito pedagógico
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)
Aluno(a)
Turma
Matéria
No
PORTUGUÊS
7o ano - Ensino Fundamental II
Data
13 / 03 / 13
Professoras: ALESSANDRA, CARLA, FRANCIS, SHEILA E THAIS
AVALIAÇÃO INTERDISCIPLINAR 01 -I BIMESTRE
VALOR = 1,0 (UM PONTO)
01. O narrador diz ter desenvolvido um fascínio por vitrines de livros, pois elas prometiam muitas
emoções.
A que tipo de emoções ele está se referindo?
(0,2)
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
02. O narrador tornou-se logo um leitor voraz, mostrando ter paixão por livros.
(0,2)
a) Que esforços ele tinha que fazer para realizar suas leituras iniciais?
______________________________________________________________________
b) A que tipo de “mágica” o protagonista se refere ao falar dos livros que lia?
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
03. O narrador cresceu comprando o mesmo tipo de literatura? Justifique.
(0,2)
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
04. Complete as frases abaixo com o uso correto do porquê.
(0,4)
a) _____________ você retirou da vitrine os livros de capa dura, Amadeu?
b) Tive que retirá-los ____________ estavam muito empoeirados.
c) Mas você não me pediu para ajudá-lo ______________?
d) Não sei te dizer o ____________, mas já vou colocá-los no lugar.
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)
RESOLUÇÃO COMENTADA
01. O narrador se refere às emoções transmitidas pelas leituras dos livros que ficavam expostos nas vitrines.
(aceitar resposta coerente ao texto)
02. O narrador tinha que economizar e vender jornais velhos e outras coisas.
03. a) O narrador crê que a mágica está no tempo em que o leitor permanece preso ao livro escolhido. (aceitar
resposta coerente ao texto)
b) Não, pois com o passar do tempo, ele deixou de comprar livros de aventura e recusava os policiais.
04. a) por que
b) porque
c) por quê
d) porquê
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)
Aluno(a)
Turma
Matéria
No
7o ano - Ensino Fundamental II
MATEMÁTICA
Professores:
Data
13 / 03 / 13
ALESSANDRA, JANE, MERCÊS E RONEY
AVALIAÇÃO INTERDISCIPLINAR 01 -I BIMESTRE
VALOR = 1,0 (UM PONTO)
INSTRUÇÕES:
I. Todos os cálculos devem ser feitos nos espaços reservados.
II. Questões sem cálculos e rasuradas não serão consideradas.
III. Os cálculos podem ser feitos a lápis, porém, as respostas devem ser dadas com caneta de
tinta azul ou preta.
01. O menino dos livros de aventuras ficou encantado com o design das prateleiras da livraria.
Suponha que em um determinado dia ele ficou observando os ângulos formados pelas
hastes de madeira, conforme figura abaixo, responda ao que se pede.
a) Qual é a medida dos ângulos AÔB e CÔD sabendo que eles são congruentes?
(0,5)
b) Qual a classificação do ângulo BÔC?
(0,5)
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)
RESOLUÇÃO COMENTADA
01. a) Solução:
med (AÔB) = med (CÔD)
180º - 85º 32’ 12” = 94º 27’ 48”
(94º 27’ 48”) : 2 = 47º 13’ 54”
b)
‘
Logo, med (AÔB) = med (CÔD) = 47º 13’ 54”
Solução: Agudo
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)
Aluno(a)
Turma
Matéria
No
HISTÓRIA
7o ano - Ensino Fundamental II
Professores:
Data
13 / 03 / 13
ALEX E SÔNIA
AVALIAÇÃO INTERDISCIPLINAR 01 -I BIMESTRE
VALOR = 1,0 (UM PONTO)
“Penso, hoje: como foi que Amadeu viu minhas mudanças como leitor? No começo parecia
desconcertado quando eu comecei a recusar os livros policiais que sempre levava. Ele
acompanhava meus dedos percorrendo fileiras de volumes, tentava captar minhas novas
escolhas. Pegava os volumes que eu tirava das prateleiras ou das pilhas amontoadas e
colocava sobre o balcão, olhava os títulos, talvez tentasse lembrar-se que tipo de leitor os
vendera. E eu lá, por volta dos 18 anos, vasculhando e pescando Madame Bovary, [...]
Fogo Morto...
Sim, o menino dos livros de aventuras tinha virado outro tipo de freguês e Amadeu,
perplexo, tentava decifrá-lo. Mas isso fica para outra história.”
Esse trecho do texto, resume as mudanças de um garoto pelo gosto da leitura e que ao
longo de sua vida foi sendo modificada, não só pela passagem da faixa etária como
também pela grande influência do livreiro. Estudamos no grupo 01 a Idade Moderna que
marcou a transição do Feudalismo para o Capitalismo e marcou também um período de
grandes transformações religiosas, intelectuais e materiais. Muito dessas mudanças
permeavam a cabeça dos homens da época, se tudo era obra de Deus como a Igreja
insistia em dizer ou se os homens eram capazes de realizarem tantas mudanças?
Enquanto isso, a Igreja Católica enfrentava sérias críticas, a ponto de sofrer uma
divisão, com o surgimento das Igrejas protestantes. Artistas e intelectuais
propagavam as transformações por meio de suas obras.
01. Responda ao que se pede.
(0,5)
a) Identifique o nome do movimento artístico e cultural a qual o trecho destacado acima se
refere e destaque onde ele teve início.
______________________________________________________________________
b) Explique os motivos desse movimento ter iniciado nessa região.
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)
02. Um dos mais completos artistas, nasceu no dia 15 de
abril de 1452, muito provavelmente em uma cidade
próxima a Vinci, Anchiano, na Itália, embora alguns
pesquisadores acreditem que sua terra natal está situada
entre Florença e Pisa, à direita do Rio Arno. Seus pais
eram o notário – hoje conhecido como tabelião. Assim
que nasceu, eles se separaram e seu genitor contraiu
matrimônio com outra mulher, Albiera di Giovanni
Amadori, bem mais nova que ele. Ao completar cinco
anos, foi retirado da guarda materna e entregue ao pai.
Sua infância transcorreu na esfera rural, o que explica
seu apego à natureza. Ele era um aficionado por cavalos,
que no futuro se tornariam alvos de suas pesquisas.
Aliás, se transformaria no modelo da educação clássica,
pois dominava amplas áreas do conhecimento: a
anatomia, a engenharia, a matemática, a música, a
história natural, a arquitetura, a escultura, a pintura, e
ainda se revelaria um talentoso inventor.
Observando a imagem e lendo as informações acima, identifique o nome desse artista.
(0,5)
________________________________________________________________________
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)
RESOLUÇÃO COMENTADA
01. a) Renascimento Cultural – Península Itálica ou Itália.
b) O berço do movimento renascentista foi a península Itálica, em que cidades como Veneza, Gênova,
Florença haviam se enriquecido como o desenvolvimento do comércio. As famílias enriquecidas
tornaram-se mecenas, que investiam na arte buscando a autopromoção e a glória pessoal e com a venda
de obras de arte pretendiam lucrar buscando retorno de seus investimentos. Além disso, a Itália fora o
berço do Império Romano e ainda preservava vários monumentos da cultura greco-romana que serviu de
inspiração aos artistas renascentistas.
02. Leonardo da Vinci.
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)
Aluno(a)
Turma
Matéria
No
GEOGRAFIA
7o ano - Ensino Fundamental II
Professores:
Data
13 / 03 / 13
CLEBSON, DEISE, HEBERT E LIZ
AVALIAÇÃO INTERDISCIPLINAR 01 -I BIMESTRE
VALOR = 1,0 (UM PONTO)
Assim como o gosto pela leitura muda, a natureza também passa por transformações...
01. "O nível de transformação da natureza varia conforme o nível tecnológico de cada
sociedade humana."
A partir da análise do texto e dos conhecimentos adquiridos nas aulas de Geografia,
diferencie TÉCNICA de TECNOLOGIA.
(0,5)
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
02. "Considerando os movimentos nas paisagens, podemos perceber que elas mudam de um
momento para outro. Por isso, afirmamos que elas são dinâmicas, ou seja, estão sendo
constantemente modificadas."
Explique por que a 1ª Revolução Industrial causou profundas transformações do meio
ambiente.
(0,5)
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)
RESOLUÇÃO COMENTADA
01. Técnica é qualquer objeto que o ser humano inventa para vencer os obstáculos da natureza, desde um
machado até um computador. Tecnologia é uma técnica avançada, resultante do conhecimento científico.
02. A Revolução Industrial pode ser considerada um momento importante e modificador das relações do homem
com a natureza, a partir do momento em que o homem aumentou sua capacidade de transformação do
espaço com a utilização de máquinas que agilizam e intensificam esse processo.
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)
Aluno(a)
No
Turma
Matéria
CIÊNCIAS
7o ano - Ensino Fundamental II
Data
13 / 03 / 13
Professores: ANA BEATRIZ, HELEN, LIDIANE E MAGNO
AVALIAÇÃO INTERDISCIPLINAR 01 -I BIMESTRE
VALOR = 1,0 (UM PONTO)
“ ...Amadeu, brancão, magro, alto, tinha um jeito meio de lado na hora de botar preço nos
livros que comprava de mim...”
No homem, a cor da pele, dos olhos, a altura,
o tipo do cabelo, o tamanho dos pés e outras
características, herdadas do pai e da mãe,
estão em seu DNA.
01. Dentro do núcleo, encontram-se corpos em formatos esféricos denominados nucléolos,
compostos protéicos, DNA e RNA e os genes nucleares... De acordo com o que aprendemos em
sala de aula, explique a importância do núcleo.
(0,5)
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
02. Complete as frases preenchendo cada espaço com um dos termos a seguir:
(0,5)
UNICELULARES – PLURICELULARES – PAREDE CELULAR – CARIOTECA
As células eucarióticas apresentam núcleo delimitado por uma membrana nuclear, a
____________________, formando-se, assim, um núcleo individualizado no citoplasma.
Os seres eucariontes podem ser ___________________________, como as amebas, ou
___________________________, como os animais e os vegetais.
A ___________________ é um envoltório presente nas células vegetais, formado por um
polissacarídeo chamado celulose.
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)
RESOLUÇÃO COMENTADA
01. O núcleo é o centro de controle das atividades da célula. É ele que contém as informações hereditárias
(genéticas), que comandam e gerenciam toda a célula. No núcleo, estão as informações sobre a função e a
estrutura das células.
02. As células eucarióticas apresentam núcleo delimitado por uma membrana nuclear, a carioteca, formando-se,
assim, um núcleo individualizado no citoplasma.
Os seres eucariontes podem ser unicelulares, como as amebas, ou pluricelulares, como os animais e os
vegetais. A parede celular é um envoltório presente nas células vegetais, formado por um polissacarídeo
chamado celulose.
Av.interd.G01-7o ano-Mat.(13-03)