“Seminários Regionais FIEMT” de Sinop

Сomentários

Transcrição

“Seminários Regionais FIEMT” de Sinop
Indicadores e Potencialidades
1
Potencialidades Econômicas
Região: Centro Norte do Estado de Mato
Grosso
A Assessoria Econômica da Federação das Indústrias no Estado de Mato
Grosso (FIEMT) apresenta a análise dos principais indicadores e
potencialidades da região XII (Centro Norte) do Estado, polarizada pelo
município de SINOP, de acordo com classificação da Secretaria de Estado de
Planejamento e Coordenação Geral.
A região objeto deste sexto seminário para divulgação da importância do
“empreendedorismo” e dos “Incentivos Fiscais” e linhas de “Empréstimos e
Financiamentos” dos órgãos de fomento da atividade industrial abrange o total
de 9 municípios que compõe a região de Planejamento XII – Centro Norte cujo
município pólo é SINOP conforme a SEPLAN/MT.
2
REGIÃO DE
PLANEJAMENTO
Região XII
(Centro Norte)
MUNICÍPIOS
Cláudia
Feliz Natal
Itaúba
Marcelândia
Nova Ubiratã
Santa Carmem
Sinop (Polo)
União do Sul
Vera
I – DINÂMICA POPULACIONAL, ÁREA E DENSIDADE
DEMOGRÁFICA.
A população da região Centro Norte totalizou 179 mil habitantes em 2010 e
corresponde a 6% da população estadual. A dinâmica populacional indica que
o crescimento na última década ocorreu à taxa média geométrica de 2,7% ao
ano, taxa superior à taxa de crescimento do número de habitantes do estado
de Mato Grosso (1,9% a.a).
REGIÃO XII - CENTRO NORTE
População de Mato Grosso, por Municípios, nos anos 2000 e 2010
População - Por Região
e Municípios
População
Variação (%)
2010/2000
2000
2010
1200 REGIÃO XII
137.366
178.939
Sinop (Cidade Pólo)
74.831
113.099
Marcelândia
14.448
12.006
Cláudia
10.249
11.028
Feliz Natal
6.769
10.933
Vera
9.055
10.235
Nova Ubiratã
5.654
9.218
Itaúba
8.565
4.575
Santa Carmem
3.599
4.085
União do Sul
4.196
3.760
TOTAL DE MATO GROSSO
2.504.353
3.035.122
Participação no Estado
5,5%
5,9%
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE
Dados Elaborados: SFIEMT / Assessoria Econômica
30,3%
51,1%
-16,9%
7,6%
61,5%
13,0%
63,0%
-46,6%
13,5%
-10,4%
21,2%
Variação (%)
média anual
2010/2000
2,7%
4,2%
-1,8%
0,7%
4,9%
1,2%
5,0%
-6,1%
1,3%
-1,1%
1,9%
Em relação à dinâmica populacional destacam-se os municípios de Nova
Ubiratã, Feliz Natal e SINOP (este representa 63% da população da região)
que obtiveram crescimento superior a 50% na década, com as taxa média
anual de 5,0%, 4,9% e 4,2% respectivamente.
Os municípios de Itaúba, Marcelândia e União do Sul apresentaram redução no
seu efetivo populacional na década.
3
R e s u mo d a P o p u la ç ã o d e M ato G r o s s o , p o r R e g iõ e s , n o s a n o s 2 0 0 0 e 2 0 10
P o p u la çã o
2000
2010
0 6 0 0 R E G IÃ O V I - C U IA B Á
835.786
944.163
0 5 0 0 R E G IÃ O V - R O N D O N Ó P O L IS
360.917
457.716
0 7 0 0 R E G IÃ O V II - C Á C E R E S
277.118
309.442
0 2 0 0 R E G IÃ O II
- A L TA F L O R E S TA
219.529
246.259
0 8 0 0 R E G IÃ O V III - TA N G A R Á D A S E R R A
143.207
190.836
0 4 0 0 R E G IÃ O IV - B A R R A D O G A R Ç A S
167.358
189.346
1 2 0 0 R E G IÃ O XII - S IN O P
137.366
178.939
1 0 0 0 R E G IÃ O X
- S O R R IS O
81.300
167.008
0 1 0 0 R E G IÃ O I
- JU ÍN A
87.289
122.311
0 3 0 0 R E G IÃ O III - V IL A R IC A
78.637
103.357
0 9 0 0 R E G IÃ O IX - D IA M A N TIN O
65.080
73.824
1 1 0 0 R E G IÃ O XI - JU A R A
50.766
51.921
TO TAL DE M ATO G RO S S O
2.504.353
3.035.122
F o n t e : In s t it u t o B ra s ile iro d e G e o g ra fia e E s t a t ís t ic a - IB G E
D a d o s E la b o ra d o s : S F IE M T / A s s e s s o ria E c o n ô m ic a
P o p u la ç ã o - R e s u m o P o r R e g iã o
V a ri a ç ã o (%)
2 0 1 0/ 2 0 0 0
13,0
26,8
11,7
12,2
33,3
13,1
30,3
105,4
40,1
31,4
13,4
2,3
21,2
A população da região XII está distribuída numa área de 60 mil quilômetros
quadrados, que corresponde a 6,7% do território estadual, alcançando em 2010
a densidade demográfica (3,0 Hab./Km²) que é pouco inferior a do Estado de
Mato Grosso.
O município pólo de SINOP se destaca como o de maior densidade geográfica
da região - 28,7 (hab/km²).
REGIÃO XII - CENTRO NORTE
População, Área e Densidade Demográfica - MT, Região e Municípios
População e Área - Por
Região e Municípios
População
2000
2010
Área Total
(Km²)
1200 REGIÃO XII
137.366
178.939
Sinop (Cidade Pólo)
74.831
113.099
Marcelândia
14.448
12.006
Cláudia
10.249
11.028
Feliz Natal
6.769
10.933
Vera
9.055
10.235
Nova Ubiratã
5.654
9.218
Itaúba
8.565
4.575
Santa Carmem
3.599
4.085
União do Sul
4.196
3.760
TOTAL DE MATO GROSSO
2.504.353
3.035.122
Participação no Estado
5%
6%
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE
Dados Elaborados: SFIEMT / Assessoria Econômica
60.171
3.942
12.281
3.850
11.462
2.964
12.706
4.528
3.855
4.582
903.330
6,7
Densidade
demográfica
(Hab/Km²)
3,0
28,69
0,98
2,86
0,95
3,45
0,73
1,01
1,06
0,82
3,4
4
II – EVOLUÇÃO DOS INDICADORES ECONÔMICOS
Os indicadores econômicos apresentados na sequência evidenciam a
representatividade da indústria no estado e na região Centro Norte, por outro
lado o presente documento mostra o grande potencial ainda a ser explorado,
tomando por referência a produção primária e a disponibilidade de matériasprimas brutas industrializáveis.
1- O Produto Interno Bruto (PIB)
O quadro apresentado a seguir reflete o PIB a preços correntes e toma por
referência o indicador do ano de 2.004, visto que naquele ano houve uma
mudança metodológica (retropolação dos dados de anos anteriores) pelo IBGE, o
que tornou a comparação com os dados do final da década anterior menos
recomendável.
A participação da produção da região Centro Norte do Estado praticamente não
sofreu modificação, mantendo-se em 6% entre 2004 e 2009.
A taxa de crescimento do produto regional ficou muito próxima à do produto
estadual, variando no período 2004/2009, em termos nominal em 53% - a do
Estado como um todo foi de 55% - e 19,5% se descontada a inflação do período,
correspondendo à taxa média de 3,6% ao ano.
PIB TOTAL - REGIÃO XII: CENTRO NORTE E MUNICÍPIOS
REGIÕES / MUNICÍPIOS
1200 REGIÃO XII
Sinop (Cidade Pólo)
Nova Ubiratã
Marcelândia
Vera
Santa Carmem
Cláudia
Feliz Natal
Itaúba
União do Sul
9900 PIB DO ESTADO
PART. REG XII
PIB - Em 1.000 R$
2004
2.282.035
1.173.165
362.736
138.651
168.526
112.936
112.747
98.227
66.843
48.204
36.961.124
6,2%
2009
3.487.613
1.813.363
440.927
289.745
234.282
182.843
168.539
166.344
95.909
95.660
57.303.103
6,1%
Var (%)
2009/2004
52,8
54,6
21,6
109,0
39,0
61,9
49,5
69,3
43,5
98,4
55,0
Var Real
Tx Média
Periodo(%) Anual Var Real
2009/2004
(%)
19,5%
3,6%
20,8%
3,9%
-5,0%
-1,0%
63,4%
10,3%
8,7%
1,7%
26,6%
4,8%
16,9%
3,2%
32,4%
5,8%
12,2%
2,3%
55,1%
9,2%
21,2%
3,9%
Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Contas Nacionais.
Dados Elaborados: SFIEMT / Assessoria Econômica
Valores Reais= deflacionados pela var IPCA médio do IBGE 2009/2004 =
27,91%
A produção industrial da região de Sinop no período 2004 a 2009, medido pelo
Valor Adicionado Bruto (VAB) da indústria a preços correntes, ao contrário do
valor do PIB teve decréscimo nominal de 3% no período,
5
A participação do setor industrial da região na indústria do Estado de MT,
consequentemente, apresentou leve queda mantendo-se em 4% do VAB industrial
do Estado.
O município com maior valor do VAB Indústria em 2009 é Sinop, com participação
de 72% do VAB Industrial da região Centro Norte..
VAB DA INDÚSTRIA DA REGIÃO XII - 2004/2009
REGIÕES / MUNICÍPIOS
1200 REGIÃO XII
Sinop (Cidade Pólo)
Marcelândia
Feliz Natal
Cláudia
Nova Ubiratã
Vera
União do Sul
Santa Carmem
Itaúba
ESTADO
PARTICIP % DA REGIÃO
VALOR ADICIONADO
BRUTO - INDÚSTRIA Em
R$ 1.000
2004
2009
362.946
352.495
250.604
254.173
22.343
18.499
26.853
18.335
21.412
16.483
7.868
14.239
12.259
12.601
8.936
7.684
5.117
5.437
7.554
5.045
6.557.982
8.664.975
5,5
4,1
Var (%)
2009/2004
-2,9
1,4
-17,2
-31,7
-23,0
81,0
2,8
-14,0
6,2
-33,2
32,1
Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Contas Nacionais.
Dados Elaborados: SFIEMT / Assessoria Econômica
A comparação do VAB Industrial com outras regiões de Mato Grosso coloca o
VAB da Região XII em 7ª colocação no ranking Mato Grosso em 2009.
A produção regional Industrializada correspondeu a 352 milhões a preços
correntes de 2.009, resultando o grau de industrialização, medido pela relação
entre o VAB (Valor Adicionado Bruto) da indústria regional e o VAB total da região
em 2009, de 11% de tudo que é produzido na região.
6
MATO GROSSO - VAB DA INDÚSTRIA POR REGIÕES DE PLANEJAMENTO - 2004 A 2009
REGIÕES / MUNICÍPIOS
500
600
1000
700
800
200
1200
REGIÃO V - Rondonópolis
REGIÃO VI - Cuiabá
REGIÃO X - Sorriso
REGIÃO VII - Cáceres
REGIÃO VIII - Tangará da Serra
REGIÃO II - Alta Floresta
REGIÃO XII - Sinop
400 REGIÃO IV - Barra do Garças
100 REGIÃO I - Juína
900 REGIÃO IX - Diamantino
300 REGIÃO III - Vila Rica
1100 REGIÃO XI - Juara
9900 TODO ESTADO
PARTICIPAÇÃO % DA REGIÃO
VALOR ADICIONADO
BRUTO - INDÚSTRIA
2004
2009
Var (%)
2009/2004
1.611.706
2.346.516
331.387
525.569
498.976
286.664
362.946
2.722.797
2.449.536
688.598
653.327
636.621
388.232
352.495
68,9
4,4
107,8
24,3
27,6
35,4
-2,9
251.779
134.257
83.149
66.324
58.709
6.557.982
5,5
289.484
155.160
126.320
104.861
97.545
8.664.975
4,1
15,0
15,6
51,9
58,1
66,1
32,1
2009
RANKING
REGIÕES
1°
2°
3°
4°
5°
6°
7°
8°
9°
10°
11°
12°
Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Contas Nacionais.
Dados Elaborados: SFIEMT / Assessoria Econômica
O PIB PER CAPITA da Região XII foi o 3º em valor no ranking das regiões do
estado em 2.009, correspondendo ao valor de R$ 20,5 mil/hab./ano, 7% acima do
estadual (R$ 19 mil/hab./ano).
PIB PERCAPITA POR REGIÕES DE PLANEJAMENTO - 2004 A 2009
REGIÕES / MUNICÍPIOS
REGIÃO X - Sorriso
PIB PER CAPITA Em
R$/ano
2004
2.009
38.553
52.001
Var (%)
2009/2004
34,9
REGIÃO V - Rondonópolis
29.749
28.511
-4,2
REGIÃO XII - Sinop
15.214
20.515
34,8
REGIÃO VII - Cáceres
16.926
20.208
19,4
REGIÃO XI - Juara
10.141
16.619
63,9
REGIÃO IV - Barra do Garças
11.831
16.324
38,0
REGIÃO IX - Diamantino
17.352
16.458
-5,1
REGIÃO III - Vila Rica
7.870
12.651
60,8
REGIÃO I - Juína
7.310
12.497
71,0
REGIÃO II - Alta Floresta
7.206
12.116
68,1
REGIÃO VI - Cuiabá
7.521
10.763
43,1
9.722
13.445
11.066
19.087
13,8
42,0
REGIÃO VIII - Tangará da Serra
990TODO ESTADO
2009
RANKING
REGIÕES
1º
2º
3º
4º
6º
5º
7º
8º
9º
10º
11º
12º
Os municípios em destaque na evolução do PIB per capita 2004/2009, foram:
7
Maior PIB Per Capita da região XII - Nova Ubiratã, seguido de Santa Carmem e
Vera
Maiores taxas de crescimento - União do Sul (159%), Marcelândia (151%) e
Itaúba (96%)..
MATO GROSSO
PIB PER CAPITA REGIÃO XII - SINOP - 2004 A 2009
REGIÕES / MUNICÍPIOS
1200 REGIÃO XII
Nova Ubiratã
Santa Carmem
Vera
União do Sul
Itaúba
Marcelândia
Sinop (Cidade Pólo)
Cláudia
Feliz Natal
PIB PERCAPITA DO ESTADO
PIB - PER CAPITA
Var (%) 2009/2004
Em R$
PIB PERCAPITA
2004
2009
15.214
20.515
34,8
51.032
52.667
3,2
27.115
39.983
47,5
15.675
24.656
57,3
9.039
23.372
158,6
10.654
20.918
96,3
7.990
20.020
150,6
12.385
15.900
28,4
9.907
15.118
52,6
11.285
14.892
32,0
13.445
19.087
42,0
113%
107%
Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Contas Nacionais.
Dados Elaborados: SFIEMT / Assessoria Econômica
2 - Potencial Econômico e Industrial
A Região Centro Norte do Estado de Mato Grosso apresenta potencialidades de
expansão em diversos setores, entre os quais se destacam: agricultura, madeira
de exploração sustentável, reflorestamento, pecuária, serviços e turismo, que
significa potencial de agregação de valores nesses segmentos pela
industrialização associada.
2.1 – Rebanhos
O rebanho bovino do Estado, de 29 milhões de cabeças, apresentou
crescimento de 52% na primeira década deste século em relação ao efetivo do
ano 2000.
O crescimento do rebanho das região Centro Norte foi de 40,2%, portanto
abaixo do percentual estadual na variação de 2000 para 2010, ficando em 10º
lugar no ranking das regiões.
8
MATO GR OSSO
R EB AN H O B OVIN O POR R EGIÕES D E PLAN EJAMEN TO - 2010
R ebanho B ovino
(em cabeças)
- REGIÃO II - ALTA FLORESTA
5.242.876
- REGIÃO VII - CÁC ERES
5.006.878
- REGIÃO IV - BARRA D O GARÇ AS
3.839.536
- REGIÃO V - ROND ONÓPOLIS
2.903.625
- REGIÃO III - VILA RICA
2.867.150
- REGIÃO I - JUÍNA
2.466.385
- REGIÃO VI - C UIABÁ
2.122.417
- REGIÃO XI - JUARA
1.443.714
- REGIÃO VIII - TANGARÁ DA SERRA
1.255.225
- REGIÃO XII - SINOP
693.071
- REGIÃO IX - D IAMANTINO
548.736
- REGIÃO X - SORRISO
367.825
TOD O ESTAD O
28.757.438
R EGIÕES D E PLAN EJAMEN TO
0200
0700
0400
0500
0300
0100
0600
1100
0800
1200
0900
1000
9900
PAR T. %
R AN K IN G
em 2010
18,2
1°
17,4
2°
13,4
3°
10,1
4°
10,0
5°
8,6
6°
7,4
7°
5,0
8°
4,4
9°
2,4
10°
1,9
11°
1,3
12°
100,0
Fonte : Instituto Bra sile iro de Ge ogra fia e Esta tística - IBGE
Da dos Ela bora dos: SFIEM T / Asse ssoria Econôm ica
Os municípios de Marcelândia e Itaúba ocupam, respectivamente, o primeiro e
segundo lugar em tamanho do rebanho, no polo de Sinop.
As maiores variações de crescimento do rebanho bovino na década foram
observadas em Nova Ubiratã (205%), União do Sul (146%), Marcelândia (87%)
e Santa Carmem com 81% de variação.
Rebanho Bovino Mato Grosso, Região e Municípios - 2000 e 2010
Rebanho Bovino Variação (%)
Mato Grosso - Região e
Variação (%)
(cabeças)
Média Anual
Municípios
2010/2000
2000
2010
2010 / 2000
1200 REGIÃO XII
494.457
693.071
40,2
3,4%
Marcelândia
118.530
221.895
87,2
6,5%
Itaúba
168.813
139.551
-17,3
-1,9%
Sinop (Cidade Pólo)
61.941
88.960
43,6
3,7%
Nova Ubiratã
19.086
58.165
204,8
11,8%
Santa Carmem
26.685
48.400
81,4
6,1%
União do Sul
19.432
47.811
146,0
9,4%
Cláudia
43.600
43.873
0,6
0,1%
Vera
24.590
28.295
15,1
1,4%
Feliz Natal
11.780
16.121
36,9
3,2%
Total de Mato Grosso
18.924.532 28.757.438
52,0
4,3%
Brasil
169.875.524 209.541.109
23,3
2,1%
Part. (%) da Região XII
2,6%
2,4%
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE
Dados Elaborados: SFIEMT / Assessoria Econômica
Nota: Efetivos dos rebanhos em 31/12.
9
A região começa a diversificar o seu rebanho, com elevação do rebanho de
suínos em 571% de 2000 para 2010, alcançando 244 mil cabeças.
Pecuária
S
u
í
n
o
s
EFETIVO (CABEÇAS) - Evolução
Região XII - Municípios
2000
1200 REGIÃO XII
Vera
1.704
Sinop (Cidade Pólo)
20.262
Santa Carmem
1.204
Marcelândia
5.520
Nova Ubiratã
1.785
Cláudia
1.252
União do Sul
491
Feliz Natal
1.068
Itaúba
3.108
Total Região XII
36.394
Total MT
834.084
Brasil
31.562.111
4,4%
Part. (%) da Região XII
2010
170.642
43.499
12.195
6.046
5.231
2.117
1.818
1.581
960
244.089
2.109.979
38.956.758
11,6%
Variação
(%)
9.914,2
114,7
912,9
9,5
193,1
69,1
270,3
48,0
-69,1
570,7
153,0
23,4
-
2.2 – Produção Agrícola
A produção agrícola de Mato Grosso, segundo o Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística (IBGE) alcançou níveis excelentes para os produtos do
agronegócio, sendo MT o maior produtor de grãos do Brasil.
A produção de grãos superou a marca de três dezenas de milhões de
toneladas em 2011, tendo sido produzido 32,2 milhões de soja, milho, algodão,
arroz, sorgo, girassol e outros produtos que registraram, no seu conjunto, o
crescimento de 10% em relação à safra de 2010.
Por outro lado, a produção de cana manteve-se no patamar de 15 milhões de
toneladas anuais em 2011, discretamente inferior ao nível do ano anterior.
A estimativa do IBGE para safra 2012 é o que o crescimento da produção de
grãos seja ainda superior ao percentual do ano anterior, e seja alcançado o
patamar de 36 milhões de toneladas de grãos e 16,5 de cana de açúcar, com
crescimento de 12 e 9%, respectivamente, consolidando MT na supremacia
nacional da produção.
10
LSPA – LEVANTAMENTO SISTEMÁTICO DA PRODUÇÃO AGRÍCOLA
RELATÓRIO TOTALIZADOR - MATO GROSSO
2009
PRODUTOS
2010
2011
2012
FECHAMENTO
FECHAMENTO
FECHAMENTO
1ª ESTIMATIVA
REND.M
REND.
REND.
REND.
PRODUÇÃO
PRODUÇÃO
PRODUÇÃO
PRODUÇÃO
ÉDIO
MÉDIO
MÉDIO
MÉDIO
(t)
(t)
(t)
(t)
(kg/ha)
(kg/ha)
(kg/ha)
(kg/ha)
1.415.921
3.960
1.454.675 3.462
2.539.617 3.529
2.565.593
3.703
794.546
2.807
687.137 2.922
654.716 3.186
459.869
3.147
17.962.459
3.080 18.706.579 3.024 20.781.219 3.224
21.990.716
3.178
0
70.204 1.866
16.393 2.039
24.500
2.450
6.000 3.000
0
0
0
5.000 3.025
2.932 3.016
3.428
3.466
17.962.459
3.080 18.787.783 3.017 20.800.544 3.223
22.018.644
3.177
192.421
1.234
133.813 1.250
157.823
1.243
196.006 1.154
540.279
4.163
384.520 4.304
339.078 4.695
521.264
5.657
7.550.828
5.003
7.711.840 4.049
7.342.469 4.011
10.043.757
4.303
28.798
5.948
24.510 7.732
37.820 7.094
41.430
7.427
59.630
3.110
43.403 2.999
44.575 3.464
72.591
3.440
7.424.864 4.016
10.157.778
4.303
8.179.535
4.918
8.164.273 4.058
10.679.042
4.354
7.763.942 4.041
265.892
2.228
146.058 1.811
243.525
1.942
219.907 1.846
54.725
1.320
41.514 1.024
57.401
1.488
43.922 1.267
7.556
501
11.995
801
8.088
411
8.283
424
97
539
186
861
180
833
276
1.155
7.653
501
12.181
802
8.559
432
8.268
416
16.852.765 68.600 16.097.696 72.431 15.151.937 66.898
16.555.879 66.858
525.617 14.664
496.621 14.003
355.896 14.198
360.682 14.476
28.873.152
3.410 29.427.434 3.221 32.226.922 3.342
36.190.456
3.436
ALGODÃO HERBÁCEO
ARROZ TOTAL
SOJA 1ª SAFRA
SOJA 2ª SAFRA
SOJA ORGÂNICA
SOJA IRRIGADA
SOJA TOTAL
FEIJÃO TOTAL
MILHO 1ª SAFRA
MILHO 2ª SAFRA
MILHO IRRIGADO
MILHO PIPOCA
MILHO 2ª SAFRA
MILHO TOTAL
SORGO
GIRASSOL
CAFÉ CONILLON
CAFÉ ARÁBICA
CAFÉ TOTAL
CANA-DE-AÇÚCAR
MANDIOCA
TOTAL - Grãos
Fonte: IBGE
Dados Elaborados Assessoria Econômica - FIEMT
A produção agrícola da região Centro Norte é representativa no Estado e,
segundo o IBGE, deverá corresponder a 11% do total de grãos e 29% (ou 132
mil toneladas) da safra de arroz do Estado em 2.012.
Destacam-se o volume produzido de soja de 2,5 milhões de toneladas (11%) e
de milho com 1,3 milhão de tonelada (12%) e a produção do feijão com 10%
de representatividade na produção estadual,.
11
RELATÓRIO TOTALIZADOR - MATO GROSSO E REGIÃO XII - Polo Sinop
PRODUTOS
Estimativa 2012
2012
Região XII
1ª Estimativa - MT
PRODUÇÃO REND.MÉDIO PRODUÇÃO Participação
(kg/ha)
(t)
%
(t)
2.565.593
3.703
79.355
3,1%
459.869
3.147
131.850
28,7%
3.178
2.486.925
11,3%
21.990.716
24.500
2.450
0
0,0%
0
0
0
0,0%
3.428
3.466
2.828
82,5%
3.177
2.489.753
11,3%
22.018.644
157.823
1.243
15.308
9,7%
521.264
5.657
3.420
0,7%
10.043.757
4.303
1.311.885
13,1%
41.430
7.427
6.245
15,1%
72.591
3.440
0
0,0%
4.303
0
0,0%
10.157.778
10.679.042
4.354
1.321.550
12,4%
243.525
1.942
0
0,0%
57.401
1.488
0
0,0%
8.283
424
0
0,0%
276
1.155
0
0,0%
8.559
432
0
0,0%
16.555.879
66.858
1.430
0,0%
360.682
14.476
14.400
4,0%
3.191
4.037.816
11,2%
36.190.456
ALGODÃO HERBÁCEO
ARROZ TOTAL
SOJA 1ª SAFRA
SOJA 2ª SAFRA
SOJA ORGÂNICA
SOJA IRRIGADA
SOJA TOTAL
FEIJÃO TOTAL
MILHO 1ª SAFRA
MILHO 2ª SAFRA
MILHO IRRIGADO
MILHO PIPOCA
MILHO 2ª SAFRA
MILHO TOTAL
SORGO
GIRASSOL
CAFÉ CONILLON
CAFÉ ARÁBICA
CAFÉ TOTAL
CANA-DE-AÇÚCAR
MANDIOCA
TOTAL - Grãos
Fonte: IBGE
Dados Elaborados Assessoria Econômica FIEMT
2.3 – Madeira
A produção florestal em Mato Grosso, segundo o CIPEM – Centro das
Industrias Produtoras e Exportadoras de Madeira de Mato Grosso, dispõe de
uma área de 2,6 milhões de hectares averbadas para Manejo Florestal (Essa
área manejada permanece protegida por 35 anos de corte raso) e o Consumo
anual de é de 135 mil hectares.
A produção florestal é executada no estado por 1.600 empresas industriais,
gerando 148 mil empregos diretos e indiretos, consumindo 3,2 milhões de metros
cúbicos por ano, com mais de 160 mil cargas.
O faturamento bruto anual dos Produtos de Origem Florestal é de 1,5 bilhões de
reais, gerando arrecadação de R$ 76,3 milhões de ICMS e R$ 12,7 milhões de
Fethab aos cofres estaduais e, segundo o CIPEM, os produtos tem a seguinte
destinação:
12
O CIPEM defenda a atuação através do Manejo Florestal Sustentável, que
condiciona a sua aprovação aos seguintes requisitos:
CAR - Cadastro Ambiental Rural;
LAU – Licença Ambiental Única;
PMFS – Plano de Manejo Florestal Sustentável;
Vistoria Prévia;
Controle da Movimentação da Madeira (GF);
Relatório Final
Nos últimos anos foram autorizados mais de mil projetos de manejo sustentável,
abrangendo área superior a um milhão de hectares.
13
Plano de Manejo Sustentável - PMFS
332.159,2675
ÁREA MANEJDA (ha)
196.943,7811
Nº DE PROJETOS APROVADOS
158.481,5700
160.500,0000
122.489,9931
100.877,4414
167
2006
331
158
2007
2008
171
218
2009
2010
182
2011
.
Em decorrência do manejo sustentável preconizado pelos sindicatos ligados ao
CIPEM ocorreu, a partir do ano de 2.006, drástica redução na área de exploração
florestal conforme série de AEF’s apresentada abaixo:
O volume comercializado de toras, conforme dados do CIPEM para o período
2.006/2.011, evidencia a importância que tem os municípios da Região Centro
Norte neste segmento:
14
Outra prática sustentável de exploração da madeira é o reflorestamento. Segundo
a – Associação de Reflorestadores de Mato Grosso – AREFLORESTA - a área
plantada em Mato Grosso vem crescendo muito nos últimos anos.
Tomando por referência o diagnóstico realizado em 2006 e dados atuais (não
oficiais ainda) já mostram o crescimento de 53% até 2.010, de acordo com
informações da AREFLORESTA, com o total de mais de 222 mil hectares.
Espécie
Eucalipto
Teca
Seringueira
Pau de balsa
Outras
TOTAL
Área plantada (ha)
2006
2010
37.932
100.000
48.526
60.000
44.896
44.896
0
3.000
14.144
14.144
145.498
222.040
15
Fonte: AREFLORESTA (2011).
A atividade de florestamento e reflorestamento tem sido apontada como
alternativa na melhoria das condições ambientais e climáticas, geração de
emprego e renda, através do desenvolvimento e fortalecimento da cadeia
produtiva.
O EUCALIPTO é plantado basicamente para a produção de energia para a
agroindústria, e a TECA – que representa 16% da área total plantada do estado,
com destino à exportações.
Segundo a Arefloresta, 35% das plantações da TECA em Mato Grosso tem
mais de 12 anos e 1,5% têm mais de 20 anos.
A Região Centro Norte responde por 2% das plantações dessa espécie do
reflorestamento.
16
O mercado da Teca tem como foco principal as exportaçõese e indica para 2050 déficit de 100 milhões de m3 madeira tropical nobre, equivalente a 10 milhões de
hectares de Teca ou 120 bilhões de dólares em investimentos.
2.4 – Panorama das Exportações de MT
As exportações de Mato Grosso, que superaram o crescimento nacional,
alcançam o valor de US$ 11,1 bilhões no ano de 2011 e batem o recorde
histórico, sendo 975% superior ao valor registrado no último ano do século
passado – isso corresponde à taxa média de crescimento de 24% ao ano neste
século. Mato Grosso exporta grande proporção de sua produção: em 2011, só
de grãos ‘in natura’ ou transformados, foram cerca de 21 milhões de toneladas
(dois terços da produção).
17
Evolução das Exportações de MT
12.000
11.100
Milhões
US$ FOB
10.000
7.812
8.000
6.000
8.495 8.451
5.131
4.152 4.333
4.000
2.000
3.103
1.033
1.396
1.796
2.186
2011
2010
2009
2008
2007
2006
2005
2004
2003
2002
2001
2000
0
Período
FONTE: MDIC - SECEX - Sistema ALICE
Dados Elaborados: SFIEMT / Assessoria Econômica
O superávit na Balança Comercial de Mato Grosso em 2011, de US$ 9,5
bilhões, que correspondeu a 32% do superávit brasileiro, apresentou elevação
de 28% em relação ao saldo US$ 7,5 bilhões acumulados em 2010. O
intercâmbio comercial cresceu 34% em relação ao verificado naquele ano.
BALANÇA COMERCIAL
JANEIRO - DEZEMBRO
US$ FOB
INDICADORES
EXPORTAÇÃO
IMPORTAÇÃO
BALANÇA COMERCIAL
INTERCÂMBIO COMERCIAL
BRASIL
MATO GROSSO
2 011
256.039.574.768
226.250.603.932
29.788.970.836
2010
∆%
201.915.285.33 5 26,81%
181.760.737.28 6 24,48%
20.154.548.04 9 47,80%
2011
11.099.522.991
1.578.508.416
9.521.014.575
2010
8.451.371.836
988.980.211
7.462.391.625
∆%
31,33%
59,61%
27,59%
482.290.178.700
383.676.022.62 1 25,70%
12.678.031.407
9.440.352.047
34,30%
FONTE: MDIC - SECEX - Sistema ALICE
Dado s Elaborados: SFI EMT / Assessoria Econômica
A região Centro Norte já participa com 2% do total exportado pelo Estado em
2011, alcançando.224 milhões de dólares.
De 2010 para 2011 a taxa de crescimento das exportações da região de Sinop
foi de (84%), merece destaque a taxa obtida pelo município polo com 89% do
incremento.
18
O saldo da Balança Comercial da região foi de US$ FOB 221 milhões e
contribuiu com 2% para o saldo estadual em 2011.
MATO GROSSO
BALANÇA COMERCIAL REGIÃO XII SINOP POR MUNICÍPIOS - COMPARATIVO 2011 / 2010
2011
REGIÃO XII - SINOP e
MUNICÍPIOS
EXPORTAÇÕES
1200 REGIÃO XII
1201 Sinop (Cidade Pólo)
1202 Nova Ubiratã
1205 Santa Carmem
1203 Feliz Natal
1209 Marcelândia
1208 Itaúba
1206 Cláudia
1204 Vera
1207 União do Sul
9900 TODO ESTADO
PARTICIPAÇÃO % REGIÃO
PARTICIPAÇÃO % SINOP
2010
IMPORTAÇÕES
224.444.354
193.261.753
28.940.713
676.428
1.565.460
11.099.522.991
2,02
1,74
EXPORTAÇÕES
3.231.225
3.036.294
194.931
1.578.508.416
0,20
0,19
122.235.290
102.363.608
16.467.261
1.540.989
1.243.745
591.667
28.020
8.451.371.836
1,45
1,21
Var. %
das
Expor.
IMPORTAÇÕES
1.272.883
1.272.883
988.980.211
0,13
0,13
83,6
88,8
75,7
(100,0)
(45,6)
(100,0)
(100,0)
31,3
Nota: Critério = Dom icílio Fiscal
Fonte: MDIC – SECEX – Sistema ALICE
FIEMT - Assessoria Econôm ica - dados elaborados
Em relação aos produtos exportados pela região Centro Norte destacam-se
que os municípios de Sinop (86%) e Tapurah com (13%) foram responsáveis
por 99% das exportações do complexo soja, principal produto da pauta de
exportação (participa com 66% de tudo que é exportado pela região). O milho
com 17%, a carne bovina com 9%, algodão e madeira são outros produtos
exportados.
MATO GROSSO
EXPORTAÇÕES DA REGIAO XII POR MUNICÍPIO E PRODUTOS EM 2011
Exportações - JAN - DEZ - 2011 - US$ - FOB
PRODUTOS
TOTAL DOS PRINCIPAIS PRODUTOS
Sinop
Nova Ubiratã
Vera
Feliz Natal
TOTAL GERAL
PART. %
193.261.753
28.940.713
1.565.460
676.428
224.444.354
100,0
131.383.578
14.513.731
ALGODAO SIMPLESMENTE DEBULHADO
34.270.781
1.964.633
4.456.977
9.594.153
CARNES - BOVINA
21.009.028
COMPLEXO DA SOJA
MILHO EM GRAO,EXCETO PARA SEMEADURA
MADEIRAS
4.633.733
375.852
1.565.460
676.428
147.462.769
65,7
38.727.758
11.558.786
17,3
5,1
21.009.028
9,4
5.686.013
2,5
Nota: Critério = Domicílio Fiscal
Fonte: MDIC – SECEX – Sistema ALICE
FIEMT - Assessoria Econômica - dados elaborados
19
3 – Empregos
No ano de 2010 – último relatório publicado sobre o estoque de empresas e
empregos formais - a região Centro Norte do estado registrou 39 mil empregos
formais em 5,2 mil empresas, resultado do crescimento de 12% no número de
empregados e de 16% no estoque de empresas em relação a dezembro de
2008.
MATO GROSSO
RAIS POR REGIÕES DE PLANEJAMENTO PERÍODO: 2008 - 2010
RAIS
REGIÕES / MUNICÍPIOS
0600 - REGIÃO VI - CUIABÁ
0500 - REGIÃO V - RONDONÓPOLIS
0700 - REGIÃO VII - CÁCERES
1000 - REGIÃO X - SORRISO
0800 - REGIÃO VIII - TANGARÁ DA SERRA
1200 - REGIÃO XII - SINOP
0200 - REGIÃO II - ALTA FLORESTA
0400 - REGIÃO IV - BARRA DO GARÇAS
0100 - REGIÃO I - JUÍNA
0900 - REGIÃO IX - DIAMANTINO
0300 - REGIÃO III - VILA RICA
1100 - REGIÃO XI - JUARA
9900 TODO ESTADO
PARTICIPAÇÃO % REGIÃO SINOP
2008
Empregados
Empresas
250.219
17.789
86.911
10.849
46.039
5.749
38.945
4.946
36.621
3.995
34.844
4.519
28.067
4.289
28.840
4.207
13.758
1.688
10.189
1.237
9.041
1.103
7.064
1.180
590.538
61.551
5,9
7,3
2010
Empregados
Empresas
270.284
20.005
98.748
12.217
50.114
6.584
49.492
6.309
40.975
4.439
39.150
5.231
31.893
5.010
30.864
4.815
14.142
1.984
12.905
1.428
9.273
1.410
8.702
1.445
656.542
70.877
6,0
7,4
∆ % 2010 / 2009
Empregados Empresas
8,0
12,5
13,6
12,6
8,9
14,5
27,1
27,6
11,9
11,1
12,4
15,8
13,6
16,8
7,0
14,5
2,8
17,5
26,7
15,4
2,6
27,8
23,2
22,5
11,2
15,2
Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego
RAIS - Registro Anual de Informação Social
FIEMT - Assessoria Econômica - dados elaborados.
O setor industrial da região tem representatividade superior ao do Estado na
geração de empregos; enquanto a indústria estadual responde por 20,4% do
estoque de empregos, a indústria da região representa 27% da mão-de-obra
oficial total contratada.
O número de indústrias da região representam 18% do total de empresas,
também bem maior que a do estado (13%); as 935 empresas industriais
registradas em dezembro de 2010 correspondem a 10% do total de indústrias
de Mato Grosso.
O emprego da indústria regional corresponde a 7,8% do total de emprego
industrial do Estado, participação maior que os 6%, quando comparamos os
empregos totais do estado.
20
RAIS POR REGIÕES DE PLANEJAMENTO PERÍODO: 2008 - 2010
RAIS - 2010
REGIÕES / MUNICÍPIOS
TOTAL
INDÚSTRIA
∆ % 2010 / 2009
Empregados Empresas Empregados Empresas Empregados Empresas
0600 - REGIÃO VI - CUIABÁ
270.284
20.005
49.898
2.974
18,5
14,9
0500 - REGIÃO V - RONDONÓPOLIS
98.748
12.217
17.835
1.302
18,1
10,7
0700 - REGIÃO VII - CÁCERES
50.114
6.584
9.438
579
18,8
8,8
1000 - REGIÃO X - SORRISO
49.492
6.309
14.299
983
28,9
15,6
0800 - REGIÃO VIII - TANGARÁ DA SERRA
40.975
4.439
9.822
602
24,0
13,6
1200 - REGIÃO XII - SINOP
39.150
5.231
10.517
935
26,9
17,9
0200 - REGIÃO II - ALTA FLORESTA
31.893
5.010
7.512
620
23,6
12,4
0400 - REGIÃO IV - BARRA DO GARÇAS
30.864
4.815
3.915
351
12,7
7,3
0100 - REGIÃO I - JUÍNA
14.142
1.984
4.311
363
30,5
18,3
0900 - REGIÃO IX - DIAMANTINO
12.905
1.428
3.348
132
25,9
9,2
0300 - REGIÃO III - VILA RICA
9.273
1.410
810
83
8,7
5,9
1100 - REGIÃO XI - JUARA
8.702
1.445
2.489
202
28,6
14,0
9900 TODO ESTADO
656.542
70.877
134.194
9.126
20,4
12,9
PARTICIPAÇÃO % REGIÃO SINOP
6,0
7,4
7,8
10,2
Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego
RAIS - Registro Anual de Informação Social
FIEMT - Assessoria Econômica - dados elaborados.
4 - Arrecadação do ICMS
A arrecadação do principal imposto da receita estadual, apesar do ganho real
insignificante de 2,5% em relação a 2010, ficou próximo à marca de R$ 5
bilhões no ano de 2011 em todo MT.
Arrecadação de ICMS - R$ Milhões
Janeiro - Dezembro
2010
Total do Estado
4.514
ICMS da Indústria
1.634
Participação (%)
36,21
2011
4.925
1.752
35,57
Variação Anual (%)
Nominal
Real*
9,1
2,5
7,2
0,6
*Taxa real obtida mediante o Índice de Preço ao Consumidor Amplo - IPCA
Deflator IPCA
6,5034%
Fonte: Secretaria da Fazenda - SEFAZ / FIEMT - Assessoria econômica - dados elaborados
A arrecadação do ICMS por região em 2011 mostra que o ICMS da região
Centro Norte, no valor R$ 135 milhões, correspondeu a 2,7% do total do
Estado posicionando o polo de Sinop na 5ª colocação entre as regiões do
estado.
21
MATO GROSSO
ARRECADAÇÃO DE ICMS TOTAL POR REGIÕES DE PLANEJAMENTO PERÍODO: 2007- 2011
REGIÕES DE PLANEJAMENTO
0600 - REGIÃO
0500 - REGIÃO
1000 - REGIÃO
0800 - REGIÃO
1200 - REGIÃO
0400 - REGIÃO
0700 - REGIÃO
0200 - REGIÃO
0100 - REGIÃO
0900 - REGIÃO
0300 - REGIÃO
1100 - REGIÃO
2010
VI - CUIABÁ
V - RONDONÓPOLIS
X - SORRISO
VIII - TANGARÁ DA SERRA
XII - SINOP
IV - BARRA DO GARÇAS
VII - CÁCERES
II - ALTA FLORESTA
I - JUÍNA
IX - DIAMANTINO
III - VILA RICA
XI - JUARA
Não Identificados / Não Regionalizados
9900 TODO ESTADO
PARTICIPAÇÃO % REGIÃO SINOP
2.036.855.354
571.677.378
155.521.249
159.416.503
117.612.531
98.290.398
111.332.202
84.052.599
43.185.490
38.466.204
26.085.530
30.020.236
1.041.167.033
4.513.682.706
2,6
PART. %
EM 2011
2011
2.231.604.220
659.919.848
174.591.248
150.179.016
134.920.708
116.671.893
111.954.331
92.495.571
49.537.898
38.027.470
32.564.183
22.782.126
1.109.809.159
4.925.057.671
2,7
45,3
13,4
3,5
3,0
2,7
2,4
2,3
1,9
1,0
0,8
0,7
0,5
22,5
100,0
Em R$ 1,00
ICMS - 2011
RANKING
REGIÕES
1°
2°
3°
4°
5°
6°
7°
8°
9°
10°
11°
12°
Fonte: SEFAZ - Secretaria da Fazenda
Dados Elaborados: SFIEMT / Assessoria Econômica
A arrecadação do ICMS total por município e a sua evolução 2007 para 2011,
que está apresentada a seguir, mostra a pujança de alguns municípios e a
depressão em outros.
MATO GROSSO
ARRECADAÇÃO TOTAL DE ICMS DA REGIÃO XII - SINOP E MUNICÍPIOS - 2007 - 2011
REGIÕES / MUNICÍPIOS
1200 REGIÃO XII
Sinop (Cidade Pólo)
Cláudia
Nova Ubiratã
Marcelândia
Feliz Natal
Vera
União do Sul
Itaúba
Santa Carmem
TODO ESTADO
PART REGIONAL - %
2007
107.679.344
72.131.148
6.531.904
5.955.451
7.578.659
4.104.888
3.974.251
4.165.509
1.772.567
1.464.967
3.466.041.440
3,1
2011
134.920.708
105.300.991
6.419.800
5.305.919
5.057.551
4.330.125
3.476.207
2.041.043
1.670.273
1.318.799
4.925.057.671
2,7
PART.%
VAR. %
2011/2007
100,00
78,05
4,76
3,93
3,75
3,21
2,58
1,51
1,24
0,98
-
25,3%
46,0%
-1,7%
-10,9%
-33,3%
5,5%
-12,5%
-51,0%
-5,8%
-10,0%
42,1%
Em R$ 1,00
VAR.
VAR. Real
Média
2011/2007
Anual
0,9%
0,2%
17,6%
4,3%
-20,8%
-5,9%
-28,2%
-8,3%
-46,3%
-14,9%
-15,0%
-4,1%
-29,6%
-8,7%
-60,5%
-21,5%
-24,1%
-6,9%
-27,5%
-8,0%
14,4%
3,6%
Fonte: SEFAZ - Secretaria da Fazenda
Dados Elaborados: SFIEMT / Assessoria Econômica
Considerando o ICMS total apenas o município de Sinop (46%), cidade polo,
apresentou forte variação nos últimos cinco anos, acima da variação estadual
(42,1%), com a taxa média anual acima de 4%, e correspondendo a 78% do
total arrecadado pela região.
22
Considerando apenas o setor industrial, a arrecadação do ICMS da região
Centro Norte correspondeu a 3% do valor setorial arrecadado em Mato Grosso
o que lhe correspondeu a 7ª posição entre as regiões do estado.
MATO GROSSO
ARRECADAÇÃO DE ICMS DO SETOR INDUSTRIAL, POR REGIÕES DE PLANEJAMENTO
E MUNICÍPIOS NO PERÍODO: 2007- 2010
REGIÕES DE PLANEJAMENTO
2010
0600 - REGIÃO VI - CUIABÁ
0500 - REGIÃO V - RONDONÓPOLIS
0800 - REGIÃO VIII - TANGARÁ DA SERRA
1000 - REGIÃO X - SORRISO
0700 - REGIÃO VII - CÁCERES
0900 - REGIÃO IX - DIAMANTINO
1200 - REGIÃO XII - SINOP
0100 - REGIÃO I - JUÍNA
0400 - REGIÃO IV - BARRA DO GARÇAS
0200 - REGIÃO II - ALTA FLORESTA
1100 - REGIÃO XI - JUARA
0300 - REGIÃO III - VILA RICA
9900 TODO ESTADO
203.548.014
138.285.094
62.960.624
34.107.391
22.090.766
16.883.614
15.978.159
15.109.660
13.946.304
11.532.767
9.138.212
4.493.789
548.074.394
PARTICIPAÇÃO % REGIÃO SINOP
Em R$ 1,00
ICMS - 2010
PART. %
EM
RANKING
2010
REGIÕES
1°
37,1
2°
25,2
3°
11,5
4°
6,2
5°
4,0
6°
3,1
7°
2,9
8°
2,8
9°
2,5
10°
2,1
11°
1,7
12°
0,8
100,0
2,9
Fonte: SEFAZ - Secretaria da Fazenda
Dados Elaborados: SFIEMT / Assessoria Econômica
III – CONCLUSÃO
Apesar de ter sido registrado que os principais indicadores econômicos mostram a
industrialização da região Centro Norte com avanço aquém do desejado nos
últimos anos, vislumbra-se a possibilidade e potencialidade de expansão em
diversos setores já nesta década.
O objetivo desta apresentação foi mostrar alguns dos setores que apresentam a
potencialidade de agregação de valores, decorrentes da possibilidade de
expansão do índice de sua industrialização, entre os quais foi destacado a
pecuária, minerais, alimentos e outros derivados, couro, a madeira, móveis,
similares e muitos outros segmentos que poderão ser identificados e explorados.
É importante registrar o espírito empreendedor do industrial da região em análise
que, apesar das dificuldades, manteve a participação da indústria na economia
regional em destaque, e que certamente fará a diferença e trará os benefícios do
desenvolvimento industrial com a agregação de emprego e renda para toda a
esta sociedade.
23
IV – QUEM SOMOS
SETOR INDUSTRIAL DE MT
QUEM SOMOS
INDICADOR
Número de empresas (Dez/2010)
VAB (Produção) 2009 - R$ milhões
Mão-de-Obra empregada - dez/2010
MT INDÚSTRIA
70.87
9.126
7
51.27
8.665
9
656.5
134.194
42
%
FONTE
13% RAIS 2010
17%
PIB IBGE
20% RAIS 2010
Consumo Energia Elétrica 2010 - Gwh 5.779
1.630
28%
Arrecadação ICMS/2011 - R$ milhões
1.752
36% SEFAZ/MT
4.925
CEMAT
Dados Elaborados: SFIEMT / Assessoria Econômica
V – AGRADECIMENTOS
A Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso agradece aos parceiros
deste seminário:
- SEBRAE/MT
- BANCO DO BRASIL/MT
- SICME/MT
Estudo elaborado pela Assessoria Econômica da FIEMT e apresentado no evento
“Seminários Regionais FIEMT” de Sinop - Região Centro Norte em 19 de abril de
2.012.
JANDIR JOSÉ MILAN
Presidente em exercício do Sistema FIEMT
Presidente do Conselho Econômico da FIEMT
24

Documentos relacionados

comissão de monitoramento socioeconômico

comissão de monitoramento socioeconômico COMISSÃO DE MONITORAMENTO SOCIOECONÔMICO ENTIDADES PARTICIPANTES Companhia Energética Sinop (CES) Avaliar Consultoria e Projeto Social LTDA Secretaria Municipal de Educação de Ipiranga do Norte Sec...

Leia mais