MANUAL THUNDER e SPIRIT

Сomentários

Transcrição

MANUAL THUNDER e SPIRIT
1
Manual do Usuário
Máquina Cheyenne
Índice
1. OBSERVAÇÃO GRAIS
1.1 MANUAL
1.2 FUNDAMENTOS
1.3 AVANÇOS TECNOLÓGICOS
2. MODODEOPERAÇÃO
3. ÁREAS DE APLICAÇÃO
4. CONTRA-INDICAÇÕES
5. HIGIENIZAÇÃO IMPORTANTE E INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA
6. OPERAÇÃO
6.1 INSTALAÇÕES DO DISPOSITIVO
6.2 CONEXÕES DO DISPOSITIVO
6.3 CARTUCHOS
6.4 REGULANDO O NÍVEL DE PUNÇÃO
6.5 INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA DO CARTUCHO
6.6 UNIDADE
7. MANUTENÇÃO, ESTERILIZAÇÃO E MONTAGEM
8. FALHAS, MAU FUNCIONAMENTO, REPAROS, RECLAMAÇÃO DE CLIENTES
9. ESCOPO DE FORNECIMENTO
10. DECLARAÇÃO DE GARANTIA
11. PARÂMETROS TÉCNICOS
12. TRANSPORTE E CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO
13. ENDEREÇOS
14. EQUIPAMENTOSAUXILIARES
CB-2 D, Versão 1,70, 10/2012
Português
Versão 1,70
1
10/2012
2
Design de Construção da Máquina Cheyenne
Ilustração 1 – Design de construção da Máquina Cheyenne
(1) – Cartucho
(2) – Porca de fixação
(3) – Biela
(4) – Manga de aderência
(5) – Índice
(6) – Condutor
(7) – Conexão direta máxima atual. 12 V.
(8) – Cabo de conexão
Parabéns pela compra de sua nova Máquina Cheyenne!
Esta é uma máquina de alto desempenho cujas características foram otimizadas ao longo de um
período de muitos anos por engenheiros e profissionais.
Para o manuseio e aplicação impecável, por favor, leia o manual atentamente antes da primeira
utilização da máquina.
Versão 1,70
2
10/2012
3
1.
Observações Gerais
Em comparação com os dispositivos convencionais, ela é muito mais silenciosa e não vibra tanto.
Ele possui, portanto, à sua disposição uma capacidade de perfuração mais poderosa do que os
dispositivos convencionais. O perigo inicialmente é sempre que um procedimento é muito mais
profundo devido à suavidade na execução ou a definição do modo de velocidade muito alto, e,
assim, corta a pele. Ela só é permitida para ser utilizado por profissionais experientes, em que as
informações pelos profissionais da Cheyenne são definitivamente recomendadas. Se você tiver
alguma dúvida, por favor, utilize os dados de contato no www.cheyenne-tattoo.com ou
www.cheyenne-tattoo.com.br.
1.1
Manual
Este manual aponta o que a aplicação pretendida para o dispositivo da máquina é e serve para evitar
acidentes e anular perigos. Este manual deve ser lido e observado por todos os indivíduos que o
utiliza, aplicar, manter, consertar ou limpar o dispositivo.
Este manual é parte do dispositivo como um todo e deverá estar disponível em todos os momentos
para o indivíduo que utilizar ou aplicá-lo. Se o dispositivo for passado para terceiros, então, o
manual deverá ser incluído nesta operação.
1.2
Fundamentos
Esta máquina só é permitido ser utilizado e operado por pessoas autorizadas ou treinadas e somente
é permitido para ser utilizado e operado para os efeitos do disposto deste manual. Este manual não
substitui de forma alguma o curso de treinamento obrigatório que é necessário
As contra-indicações no capítulo em questão têm de ser observadas em todos os momentos. O
usuário é obrigado a cumprir com a higienização básica e padrões de limpeza e somente operar com
materiais de trabalho esterilizados e desinfetados. Maiores informações estão disponíveis no
capítulo “Instruções de higiene e segurança importantes.”
Por favor, informe seus clientes sobre os possíveis riscos antes de iniciar qualquer procedimento. O
conhecimento dos riscos que estão relacionados ao procedimento – normalmente, porém, com uma
chance muito pequena destas ocorrências – podem ser aprendidos em cursos de formação. Aqui,
podem-se citar os seguintes: risco de ficar com cicatriz, alergias e efeitos toxicológicos.
O manual deverá ser lido de frente para trás antes de iniciar qualquer utilização operacional da
máquina. O fabricante não assume quaisquer responsabilidades ou obrigações caso este dispositivo
não for utilizado ou manipulado para os fins explicitamente declarados e os efeitos causados pelo
mau uso ou uso não apropriado.
1.3
Avanços Tecnológicos
O fabricante gostaria de salientar que a Máquina Cheyenne está sujeito a alterações e modificações
sem aviso prévio a qualquer momento.
2.
Modo de Operação
Quando estiver no procedimento, através da perfuração da pele pelos pigmentos de cor na agulha
são colocados na pele, que são claramente visíveis e, assim, as linhas, bem como as diferentes
tonalidades são desenhadas. A cor permanece permanentemente no interior da pele. O
desvanecimento poderá possivelmente iniciar depois de 3 a 5 anos; o que, porém, não é sempre o
caso. O processo depende muito das cores utilizadas, o tipo de pele, a exposição ao sol, a
profundidade da aplicação, com como outros fatores.
Durante as primeiras 4 a 6 semanas após o procedimento, a intensidade da cor inserida cai em
“longo prazo”. Isto é normal, pois, a epiderme (camada superior da pele) renova-se e os pigmentos
nesta área são removidos. A coloração restante visível é, por conseguinte, localizada sob a epiderme.
A espessura da epiderme é diferente em cada indivíduo e também depende da região da pele.
Versão 1,70
3
10/2012
4
3.
Áreas de Aplicação
A máquina é utilizada para pigmentação em partes do corpo das pessoas. Entretanto, as aplicações
em crianças menores de idade ou pequenas não são permitidas.
4.
Contra Indicações
O procedimento não deverá ser aplicado em ninguém com as seguintes condições:
 Hemofilia;
 Doenças infecciosas;
 Hepatite A, B, C, D, E, F;
 Manchas na pele na área a ser aplicada (exemplo: eczema, verruga, formação de quelóide
melanoma);
 HIV;
 Doença no sistema imunológico;
 Problemas cardíacos e imunológicos;
 Alergias;
 Epilepsia;
 Gravidez ou lactação;
 Diabetes;
 Sob a influência de álcool ou drogas;
 Tomando fármacos que inibem a coagulação do sangue, fármacos para diluir o sangue ou
fármacos contra cólicas menstruais;
 Tomar certos medicamentos prescritos (consultar o médico que prescreveu).
Se houver a menor preocupação sobre a segurança do cliente, o tratamento não deverá ser iniciado
ou, respectivamente, deverá ser imediatamente suspenso e o consentimento médico procurado.
Tratamento deverá ser imediatamente interrompido nos seguintes casos:
 Cliente sentir dores excessivas;
 Excesso de fluídos sendo liberado através das feridas;
 Cliente sentir fraqueza ou tonturas.
São necessárias precauções especiais nas seguintes circunstâncias: Pacientes submetidos à
quimioterapia não deverão receber a pigmentação durante o período de 4 semanas antes da
quimioterapia e depois de 4 semanas após a quimioterapia. Durante este período, os pigmentos de
coloração serão implementados na pele com baixa qualidade.
5.
Higienização Importante e Instruções de Segurança
Antes da aplicação na pele do cliente, o aparelho deverá ser esterilizado utilizando um agente de
limpeza suave e desinfetante. Pelo presente, as diretrizes nacionais para a escolha do desinfetante
apropriado deverá ser observado.
O operador deverá se proteger contra possíveis infecções, colocando luvas descartáveis. Não é
permitido tocar em objetos não esterilizados ou objetos não desinfetados com as luvas. Deve-se
também evitar tocar na pele ainda aberta de recém-aplicados. Isto são válidas para ambas as luvas
descartáveis, bem como para todos os outros utensílios não esterilizados.
Para cada cliente e para cada tratamento, somente utilizar cartuchos estéreis e novos. Eles só
poderão ser utilizados uma vez e somente ser retirados da embalagem estéril antes da aplicação.
Deve-se garantir que a embalagem não esteja danificada ou rasgada. Se a embalagem estiver
danificada ou rasgada, a esterilidade dos cartuchos não é mais garantida. Os cartuchos deverão ser
utilizados antes da data de expiração e não quaisquer outras datas. Durante o uso, deve-se assegurar
que o cartucho não seja tocado no seu topo. Além disso, durante o tratamento e o procedimento,
deve-se certificar de que o cartucho não entre me contato acidentalmente com objetos contaminados,
por exemplo: com roupas. Caso isto não acontecer, um novo cartucho estéril deverá ser utilizado.
Após o tratamento, os cartuchos deverão ser eliminados em uma caixa de segurança tais como os
resíduos hospitalares. Pois, a correta gestão do lixo hospitalar e regulamentos locais deverão ser
cumpridos.
Versão 1,70
4
10/2012
5
Aviso – risco de lesões. No cartucho existem agulhas que poderão causar danos se não for
operadas ou tratadas adequadamente. Portanto, o seguinte nunca deverá ser feito:
 Agulhas pressionadas para fora do cartucho da parte traseira no eixo da agulha e;
 Cartuchos que forem tocados durante o funcionamento da peça manual.
Ferindo-se com uma agulha contaminada pode causar a transmissão de doenças perigosas. Em tal
caso, o médico deverá ser imediatamente consultado.
A máquina deverá ser limpa imediatamente antes da utilização, ou antes, do tratamento limpando-o
com um pano macio embebido com desinfetante e agente de limpeza. Não é permitido mergulhar a
máquina em desinfetantes ou as peças internas podem iniciar uma corrosão. Antes de utilizar a
unidade de controle, a máquina e todos os cabos deverão ser cobertos com um tecido protetor ou
folha com a manga protetora ou tubo.
O procedimento deverá ocorrer em uma sala limpa onde é proibido fumar. Com relação a isto, por
favor, respeite as regulamentações locais sobre a disposição e organização dos locais de trabalho.
Atenção! Somente cores dermatologicamente seguras e aquelas necessárias para os fins de
aplicação deverão ser utilizados.
6.
Operação
6.1
Instalação do Dispositivo
A máquina deverá ser utilizada em ambientes fechados. O mesmo poderá ser operado sem
problemas em temperaturas ambientes variando entre 10°C a 35°C. Antes de iniciar a operação,
assegure-se que o dispositivo é ajustado para uma temperatura ambiente, pois, uma condensação
que seja criada poderá danificar os componentes eletrônicos (onde haja uma diferença de
temperatura de 10°C ou mais, por favor, espere pelo menos três horas).
6.2
Conexão do Dispositivo
A máquina foi concebida para se ajustar a uma Unidade de Força (PU II) ou com o uso de um
adaptador que foi fornecido com o mesmo ou pode ser comprado adicionalmente à outra fonte de
tensão de corrente contínua. Ao utilizar o PU II, por favor, certifique-se de ler o manual do
dispositivo. Mais detalhes sobre o PU II pode ser encontrado no final deste manual.
Se o PU II Cheyenne não for utilizado, então a corrente de operação deverá ter entre 6V e 12V.
Certifique-se de que a fonte de tensão corrente possui um valor de desempenho de pelo menos 1,5A
a 12V. Quando ligá-lo deve-se garantir que a polaridade é fornecida (8) (ver projeto de construção),
um adaptador adicional (não ilustrado) é fornecido ou poderá ser adquirido. O cabo de conexão (8)
deverá ser plugado na conexão de tensão corrente contínua (7) da máquina até que o mesmo fixe no
lugar. O plugue banana vermelho do adaptador deverá ser conectado ao pólo positivo e o plugue
banana preto ao pólo negativo do dispositivo. Após isto, o adaptador deverá ser ligado com o cabo
de conexão (8).
Atenção! A máquina é protegida contra polaridade ou inversão de corrente, bem como de
sobre-tensão. Se tratar de uma inversão de corrente ou sobre-tensão, (voltagem superior a
12V.), a máquina não poderá ser operada. Ela permanece desligada.
Em caso de inversão de polaridade, quando se trata de conector, os plugues na unidade de fonte de
alimentação deverão ser modificados (vermelho [+], preto [-]). Em caso de ocorrência de sobre
tensão, a tensão deverá ser diminuída. Após este procedimento, a máquina poderá ser operada
novamente.
Além disso, deve-se ter certeza de que o cabo da peça manual não seja dobrado ou enrolado.
A operação segura não é garantida se:
 Dispositivo ou o equipamento auxiliar estiver claramente ou marcantemente danificado;
 Dispositivo não funcionar como deveria;
 Tenha sido armazenado durante um longo período de tempo fora da temperatura especificada;
 Foi danificado devido ao transporte inadequado. Nestes casos, o dispositivo deverá ser levado a
uma autorizada para que o mesmo possa se corretamente checado.
Versão 1,70
5
10/2012
6
6.3
Cartuchos
Quando utilizar o cartucho (1) (ver ilustração 1) deve-se definitivamente tomar nota do capítulo:
“Higienização importante e instruções de segurança”.
Ilustração 2 – utilização do cartucho.
O cartucho é aparafusado na máquina. Durante este procedimento, a máquina deverá estar desligada.
Diretamente após aparafusar o cartucho, a fixação segura do cartucho na peça manual deverá ser
testada.
A definição na distância em que a agulha se destaca para fora sempre deverá ser ajustada quando a
máquina estiver em funcionamento. Ao girar a manga de aderência (4) (ver ilustração 1) pode-se
definir o destaque ideal da ponta da agulha para diferentes aplicações e usos. O comprimento ideal
do destaque da agulha é diferente para cada aplicação e depende do tipo de pele, o efeito desejado,
bem como de outros fatores. O conhecimento sobre este tema tem de ser adquirido durante os
cursos de formação.
Imediatamente antes da aplicação, a parte superior do cartucho deverá ser mergulhada na tinta
durante 2 a 3 segundos. A tinta é aspirada enquanto a máquina estiver em operação. Tocar o tinteiro
e o reservatório de tinta deverá ser evitado em todo tempo.
6.4
Regulando o Nível de Punção
Ao utilizar o PU II Cheyenne, a taxa de punção poderá ser definida em 10 diferentes etapas, de 60hz
a 160hz, utilizando o botão “▲”(mais rápido) e o botão “▼”(mais devagar).
Se a máquina não for utilizado com o PU II, então, a taxa de punção é diretamente dependente da
voltagem. A faixa de voltagem de operação recomendada está entre 6V a 12V. Esta voltagem
corresponde a uma taxa de punção entre 60hz e 160hz (punções por segundo). Por exemplo, 11V
são cerca de 140hz (punções por segundo).
A máquina já está pronta para ser usado.
Versão 1,70
6
10/2012
7
6.5
Instruções de Segurança do Cartucho
Para que o cartucho seja removido da máquina, a mesma deverá estar desligada. Após a remoção,
do cartucho, deve-se ter certeza de que qualquer resto ou tinta excedente não escorra para dentro da
máquina. Após a remoção, certifique-se que a agulha esteja completamente imersa na cabeça a fim
de evitar qualquer lesão.
Sobre os cartuchos estéreis empacotados, uma etiqueta poderá ser encontrada com o número de lote,
bem como a data limite de uso. O número do lote serve para identificar claramente a carga e quando
ocorrer problemas, poderá ser comunicado ao fabricante.
Ao aderir ao transporte e especificações de armazenamento listado no capítulo em questão, o
fabricante dos cartuchos garante a esterilidade caso os pacotes permaneçam fechados e não
danificados por um período de 5 anos. Os cartuchos não utilizados deverão ser mantidos em caixas
de 10.
6.6
Unidade
A máquina, em particular a unidade, (6) (ver projeto de construção) que está localizado no seu
interior, é um instrumento de precisão mecânico que não poderá a ser contaminado. Devido à tinta
não ser permitida entrar na região na unidade. O cartucho (1) possui um sistema incorporado de
segurança que impede que as tintas penetrem na máquina. Os danos podem ser rastreados até a
entrada das tintas na unidade que não será reconhecida pelo fabricante como uma reclamação do
cliente.
7.
Manutenção, Esterilização e Montagem
Antes de iniciar qualquer operação ou operação de manutenção, o cabo de conexão (8) deverá ser
desligado da máquina. A máquina tem de ser limpa após cada utilização. Assim, deve-se seguir as
seguintes etapas: (ver projeto de construção):
1. Desligue a fonte de alimentação;
2. Desligue o fio de ligação da máquina (8);
3. Desparafusar o cartucho (1) da máquina;
4. Solte a porca de fixação (2), desenrosque e separe cuidadosamente a manga de aderência (4) da
unidade (6). Por favor, certifique-se que a biela (3) não esteja dobrada;
5. Limpe a unidade (6) com um pano macio e um desinfetante leve, por exemplo: 50% de água
para 01 solução de propanol;
6. A manga de aderência (4) deverá ser auto-clavado após o uso. Somente esterilizadores de autoclave a vapor deverão ser usados. Quando utilizar um esterilizador a vapor, mudanças na
superfície da manga de aderência (4) podem ocorrer. Isto não tem qualquer influência sobre o
funcionamento da máquina;
7. Para contaminação forte que não poderá ser removida com a limpeza geral da manga de aperto
(4) a mesma poderá ser limpa com um banho ultra-sônico. Para este fim, somente o Tickomed 1
® (3%) ou Tickopur R33 ® (3%) são permitidos como agentes de limpeza.
Aviso! A unidade (6) não poderá ser auto-clavada ou esterilizada de qualquer outro modo o
que àquele que está descrito acima. A unidade não deverá ser lubrificada com óleo. Este caso
poderá levar a danos operatórios e inatividade e não é reconhecido pelo fabricante como uma
reclamação do cliente!
8
Avarias, Reparos e Reclamações de Cliente
Quando ocorrer um mau funcionamento do dispositivo, deve-se em primeiro lugar desligar todos os
componentes, tais como unidade de fornecimento de energia e a peça manual do dispositivo. Depois
de ter verificado todas as conexões e conectá-los, o dispositivo deverá funcionar novamente.
Se o mau funcionamento do dispositivo não pôde ser resolvido, o dispositivo deverá ser levado a
uma autorizada.
As reclamações de clientes devem ser feitas para o revendedor. Para o descarte do equipamento, o
mesmo deverá ser enviado de volta ao fabricante. Por favor, entre em contato com o seu distribuidor
Versão 1,70
7
10/2012
8
para este fim.
9.
Escopo de Fornecimento
Artigo No.
Artigo
Escopo de Fornecimento
CB-2.25 / CB 2.31
Máquina Cheyenne
01
GCB-2.1-1
Cabo de conexão da máquina
01
E-0303-L30
Cartucho delineador
01
E-0309-F30
Cartucho plano
01
E-0313-F30
Cartucho plano
01
GCB-2.1-4
Adaptador
01
7E-CB2-V1.7
Manual
01
Se precisar de mais alguma informação sobre nossas ofertas atuais e seleção de cartuchos
disponíveis, por favor, entrem em contato conosco no www.cheyenne-tattoo.com ou
www.cheyenne-tattoo.com.br.
10.
Declaração de Garantia
Com este dispositivo, você adquiriu um produto de alta qualidade. A confiabilidade do equipamento
é garantida pelas mais recentes técnicas de testes, bem como a certificação MT. DERM GmbH que
foi certificado de acordo com:
 DIN EN ISO 9001:2008 (Sistema de gestão de qualidade para garantia em qualidade).
 DIN EN ISO 13485:2007 (Sistema de gestão de qualidade para garantia em qualidade).
A garantia legal para este dispositivo é de 2 anos da defeitos que têm a ver com o material
defeituoso ou defeitos de fabricação. Não assumimos a responsabilidade por qualquer dano
subseqüente. Para danos que é devido ao manuseio inadequado ou não seguindo as instruções do
manual de garantia, não é considerado.
11.
12
Parâmetros Técnicos
Tipo de Dispositivos
Tensão nominal
Consumo de energia de entrada
Taxa operacional
Unidade
Modo de operação
Máquina Cheyenne
5 – 12 V DC
15 VA
60 – 160 punções por segundo
Motor de precisão – DC 12 V
Contínua e de longo prazo
Transporte e Condições de Armazenamento
Temperatura ambiente
-40 °C a +40 °C
Umidade relativa
30 % a 75 %
Pressão do ar
500 hPa a 1060 hPa
Temperatura ambiente
Umidade relativa
Medidas: (largura x altura x
profundidade)
Peso da peça manual
Requisitos Operacionais
+10 °C a +35 °C
30 % a 75 %
110 mm x 75 mm x 28 mm
ca. 120 g
O dispositivo está em conformidade com os requisites da diretiva
89/336/EEC (Diretiva EMC)
Por favor, siga o manual!
Antes de iniciar a operação com o dispositivo, uma inspeção visual deverá ser realizada a fim de
verificar se algum dano durante o transporte ocorreu. Se for detectado que o dispositivo não
pode ser operado com segurança, então, ele deverá ser colocado fora de incumbência e
8
Versão 1,70
10/2012
9
protegido contra o uso acidental ou não autorizado.
13.
Endereços
Fabricante:
MT.DERM GmbH
Gustav-Krone-Straβe 3
D-14167 – Berlim – Alemanha
Importador e Distribuidor:
A.D. Desenvolvimento Internacional Ltda.
Rua Almirante Lobo, 289
Ipiranga – São Paulo – SP
Brasil – CEP: 04212-000
Tel.: +55 11 3596-6880
14.
Equipamentos Auxiliares
14.1 PU I e PU II
A Máquina Cheyenne foi especialmente desenvolvida para o uso com as unidades de controle PU I
e PU II, também fabricadas pela Cheyenne.
PU I e PU II
14.2 Peça manual para a máquina
Para um trabalho eficiente em vários clientes, uma peça manual separada para a máquina estará
disponível.
Peça manual para a máquina
Versão 1,70
9
10/2012
10
Mais informações sobre a máquina e detalhes sobre as concessionárias podem ser encontradas em
www.cheyenne-tattoo.com ou www.cheyenne-tattoo.com.br.
Versão 1,70
10
10/2012