Governo cancela Alvito pág. 07 InAuGurADo

Transcrição

Governo cancela Alvito pág. 07 InAuGurADo
PUBLICIDADE
RESTAURANTE
Temos:
- Sala com capacidade para 250 pessoas - Típica Esplanada
- Take away - Batizados/Convívios/Excursões
Especialidades:
36
ANOS
- Cozinha regional - Qualidade em peixes frescos e carnes
Portuguesa
frescas todos os dias
Reservas
Rua Cadetes de Toledo, 10 a 14 | 6000-156 Castelo Branco | Portugal
Sardinha assada, todas as quintas-feiras!
20 de abril de 2016
Ano XXIII
Edição 1154
Aberto todo o ano das 7 às 24 Horas | Bom estacionamento no centro da cidade
Semanário Gratuito
Governo cancela Alvito
Sai à 4ª feira
Tel - 272 34 42 46 Telm: 962 892 040
Email: [email protected]
Diretor: João Tavares Conceição
Siga-nos no
pág. 07
Alcains
Inaugurado Parque de Leilões de Gado
da Beira Baixa
pág. 13
Penamacor
P 10 Sertã
P 12 Desporto
P 19
Tribunal regressa
ao concelho
Autarquia investe na
Rali de Castelo Branco na
preservação da arte rupestre estrada este fim-de-semana
- A autarquia vai realizar obras no edifício
onde funciona o tribunal.
Já abriu o CIAR, na aldeia de Figueiredo,
situado na antiga Escola Primária.
- A melhor prova do campeonato nacional de
ralis promete muito espetáculo e emoção.
02
Destaque
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Quarta-feira
20 de abril de 2016
ACICB – há 105 anos próxima
da região
POR PATRICIA CALADO
► A Associação Comercial e Empresarial da Beira
Baixa assinalou ocasião com
um jantar e baile de gala,
juntando 70 pessoas. Adelino Minhós, presidente da
instituição, acredita que a
palavra-chave para esta durabilidade é: proximidade.
No passado sábado, a
Associação Comercial e
Empresarial da Beira Baixa
(ACICB) assinalou mais
um momento importante
na sua história: a comemoração dos 105 anos. Um
Jantar e um Baile de Gala
foram os eventos escolhidos
para celebrar a atividade
centenária da ACICB, os
quais contaram com a presença, aproximada, de 70
pessoas entre associados e
entidades albicastrenses.
De acordo com Adelino
Minhós, presidente da direção da ACICB, este evento tenta assim “relembrar
anos passados desta cida-
de, em que os bailes eram
constantes”.
“Desde os 100 anos da
instituição que não fazíamos nenhuma comemoração, comemorámos com
o lançamento de um livro
que reflete os primeiros 40
anos da associação, mas
também reflete a atividade económica desta região
em que estamos inseridos.
É inseparável, a instituição e a ACICB coisas andam juntas”, disse.
Adelino Minhós revelou
que o segredo da longevidade da ACICB passa pela
proximidade com a região e
com os empresários, que de
mãos dadas lutam pelo desenvolvimento económico
e pelos interesses da região.
“A proximidade é im-
portantíssima e é a chave
da durabilidade da instituição. A associação ainda hoje se pauta por uma
grande proximidade com
os seus associados e parece-me que esse será, em
conjunto com muitos outros motivos, a principal
causa para uma instituição durar tantos anos”,
explicou.
O presidente da direção
da ACICB salientou a importância de juntar forças
e mostrar o que de melhor
tem a região.
“Todos juntos somos
mais fortes, todos juntos
defendemos os mesmos
interesses em prol do desenvolvimento sustentável
da nossa região e só assim
é possível conseguir me-
lhorar a nossa economia
e a nossa qualidade de
vida”.
Criada em 1911 enquanto Associação Comercial e
Industrial de Castelo Branco, a ACICB tem vivido
diversas alterações ao longo
destes 105 anos de existência, as mais significativas
pelo alargamento da sua
ação a outros concelhos do
distrito de Castelo Branco
abrangendo, atualmente, os
concelhos de Castelo Branco, Vila Velha de Ródão,
Idanha-a-Nova, Penamacor,
Oleiros e Proença-a-Nova.
A ação da ACICB – Associação Comercial e Empresarial da Beira Baixa sempre
se pautou pela prossecução
do desenvolvimento e dinamização da região em
que se encontra inserida.
Essa ação passa, inevitavelmente, pelo apoio prestado à sua massa associativa
composta por mais de um
milhar de comerciantes e
empresários. ■
Sá Pinto aconselha futuros fisioterapeutas Azeite Fio da Beira é de Castelo Branco
da ESALD
e é um dos melhores do mundo
POR PATRICIA CALADO
► O antigo jogador e
atual treinador, Ricardo
Sá Pinto, veio até à Escola Superior de Tecnologia
(EST), na quinta-feira,
deixar alguns conselhos
aos futuros fisioterapeutas.
De acordo com Sá Pinto, é
crucial que haja uma “boa
relação” entre o fisioterapeuta, o treinador e o atleta.
“Toquei em pontos que
são pertinentes na interação e na relação do departamento clínico com
o treinador e jogador, é
fundamental haver uma
grande cumplicidade e
empatia”, referiu.
Sá Pinto explicou que
aquando um atleta necessita dos cuidados de um
fisioterapeuta, para além
de estar lesionado, “psicologicamente não está feliz”. Assim, o atleta vê este
profissional como “alguém
que vai solucionar o pro-
blema”, tornando-se assim
fulcral a criação de laços
entre ambos.
Aliás, Sá Pinto considera
mesmo que “o fisioterapeuta faz parte da equipa
técnica, têm um impacto
muito grande”, assim, torna-se necessário “estar em
sintonia” com o mesmo.
Recorde-se que Ricardo Sá Pinto, enquanto
jogador, contraiu diversas
lesões no joelho, foi sub-
metido a algumas cirurgias
e o regresso ao campo foi
sempre complicado.
“Na primeira lesão, ainda se volta com expetativa
e libertamo-nos da lesão. Quando se tem uma
reincidência da lesão, o
regresso é mais difícil,
porque na zona onde foi,
já me limitou o futuro.
A estabilidade do joelho
não foi a mesma, perdi alguma força”, disse. ■
► O 6.º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA
Ovibeja, elegeu 10 azeites
portugueses como os melhores do mundo. Um é
da Beira Baixa e o outro
da Beira Interior. Os prémios serão entregues no
sábado, às 12 horas, na
Ovibeja, numa cerimónia
patrocinada pelo Crédito
Agrícola.
A empresa Fio da Beira,
Lda., Cliente do Crédito
Agrícola da Beira Baixa Sul
recebeu uma menção honrosa na categoria “Frutado Maduro”. O Azeite Fio
da Beira é produzido na
freguesia de Sarzedas, concelho de Castelo Bran-
co, numa herdade que
apresenta um vasto olival
com mais de 400 hectares.
A colheita da azeitona é
efetuada manualmente e
de imediato transformada.
No concurso, que é já
considerado o melhor do
mundo, o júri, composto
por 42 elementos de 13
nacionalidades, escrutinou 140 amostras de oito
países (62 das quais portuguesas). Espanha arrecadou 11 prémios, Itália dois
e Grécia um. As amostras
de Israel, Eslovénia, Chile
e Alemanha não obtiveram
distinções.
Todos os azeites premiados vão estar disponíveis
na Ovibeja, de 21 a 25 de
abril, na Arena do Azeite,
localizada no Pavilhão Terra Fértil, para provas comentadas por especialistas
que permitirão aos visitantes conhecer aromas, sabores e características dos
azeites de diferentes zonas
do globo. ■
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Destaque
Quarta-feira
20 de abril de 2016
Senhora de Mércoles
Gnr apreende artigos
de contrafação
no valor superior
a 70 mil euros
► O Destacamento Territorial de Castelo
Branco apreendeu, no dia
11 de abril, 1465 artigos
contrafeitos, na sequência
de uma operação de fiscalização realizada no recinto da Romaria da Ermida
da Senhora de Mércoles,
em Castelo Branco.
Da fiscalização resultou
a apreensão de diverso
material, com um valor
total superior a 70 mil
euros,
nomeadamente
óculos, perfumes, calçado, malas e vestuário,
das mais variadas marcas.
Foram ainda elaborados
quatro autos de notícia,
com identificação de
duas mulheres, de 49 e
38 anos, residentes em
Proença-a-Nova e Castelo
Branco, e de um homem,
de 20 anos, residente em
Arez.
Estiveram empenhados
na operação, para além
do efetivo do destacamento, militares do Grupo de Intervenção de Ordem Pública da Unidade
de Intervenção e militares do Destacamento de
Ação Fiscal de Coimbra
da Unidade de Ação Fiscal, num total de 54 militares. ■
03
EDITORIAL
e Depois...
C
ontinuamos à espera que os banqueiros decidam
sobre os seus interesses,
que a conta deverá ser
nossa. Esperamos que
seja revista a taxa sobre os
combustíveis, já que a baixa acentuada do petróleo
parece ter sido chão que
deu uvas. Falamos pouco
de refugiados, já que os
ditos parecem não querer
nada connosco. De Justiça
nem vale a pena discorrer:
os processos amontoam-se
e perdem impacto, com
lentidão inultrapassável. E
lá por fora, regozijamo-nos
com a possível destituição
de uma Presidenta, mesmo que subsistam dúvidas
quanto ao futuro político/
económico do país.
Stiglitz, economista e
prémio Nobel, afirmou
que “a austeridade foi um
fracasso para Portugal”.
E ainda que a baixa perspectiva de crescimento da
economia portuguesa, este
ano, evidencia uma “calmaria antes da tempestade”. Mais um aviso à navegação, que pode ser levado
a sério, ou ser apenas a voz
DIRETOR
JOÃO TAVARES CONCEIÇÃO
de mais um profeta da desgraça. No entanto os buracos financeiros não deixam
de surgir, com reflexo no
défice, e as medidas preconizadas para relançar o emprego continuam à espera
de fundos disponíveis. Os
Panama Papers, lançados
com pezinhos de lã para
surtirem maior efeito, parecem estar a narcotizar a
opinião pública. Os impostos que daí poderiam
advir, para equilibrar minimamente a divida pública,
irão cair em saco roto.
Mas percebemos o cansaço em relação à austeridade, principalmente porque foi um bluff. Quanto
mais pagarmos, mais será
necessário disponibilizar
para pagar os juros da divida, porque o Estado mantém-se despesista. E nem
discutimos a competência
de mais uns quantos gestores públicos. Para fazer
o que sempre se tem feito, sem resultados visíveis,
qualquer um parece servir.
Mas mais que a política,
quem manda é o poder
económico. Tanto aqui,
como no Brasil, onde o imbróglio da corrupção é um
folhetim dantesco, com
enorme cruzamento de
contas e interesses, e com
os políticos a acusarem-se
mutuamente sem qualquer
desfaçatez. O processo
“Lava Jato” é apenas a ponta do iceberg da corrupção
no poder político, económico e financeiro, que
abarca meio mundo. Donde existir falta de credibilidade em relação a qualquer
alternativa a Dilma. Mas
viva a euforia, que a conta
há-de surgir.
Por fim deveríamos estar
contentes. Mais um vizinho das terras de Idanha
é ministeriável. Conhecido por poucos, apesar dos
elogios sobre a sua carreira,
cultura e poesia. Não queríamos parecer incultos,
mas desconhecemos tanto
trabalho. Esperemos pelo
seu desempenho…
PUBLICIDADE
Luís Garra integra unidade
de Missão para a Valorização
do Interior
PUBLICIDADE
► Luís Garra, Coordenador da União dos
Sindicatos de Castelo
Branco, vai integrar o
Conselho Consultivo da
Unidade de Missão para
a Valorização do Interior
em representação da CG-
TP-IN.
Trata-se de mais uma
responsabilidade, exercida gratuitamente, que
resulta da profunda reflexão e ação coletivas que
a USCB/CGTP-IN tem
vindo a fazer há longos
anos sobre o desenvolvimento do interior.
Sendo uma representação da CGTP-IN haverá
partilha de conhecimento e reflexão com outras
zonas do interior, para
melhor se construírem as
posições da CGTP-IN e
para que esta UMVI possa cumprir com os objetivos que presidiram à sua
criação. ■
SERVIÇOS
Cirurgia Oral
Implantologia
Odontopediatria
Dentisteria Estética
Ortodontia
Periodontologia
Prótese Fixa
e removível
ACORDOS
PT-ACS, ADM, ADMG, CGD, MULTICARE ADVANCECARE,
CHEQUES DENTISTAS, PSP, ADSE, CTT-MÉDIS
Juntos vamos melhorar...a sua saúde oral
Castelo Branco
Tef. - 272 341 970
Tel. - 934 441 595
Idanha-a-Nova
Tef. - 277 200 020
Tel. - 934 441 595
Rua Rodrigo Rebelo Nº 12 r/c
6000-274 Castelo Branco
[email protected]
Hospital Dr. Aprígio Meireles
Rua Heróis do Ultramar
6060 -146 Idanha-a-Nova
Visite-nos ainda em:
www.mcaio.pt
04
Castelo Branco
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Quarta-feira
20 de abril de 2016
Associação Juvenil Ribeiro das Perdizes com
nova sede
POR PATRICIA CALADO
► Já está aberta a nova
sede da Associação Juvenil
Ribeiro das Perdizes, situada na Rua Eng.º Francisco
D' Ordaz Caldeira Lucas.
Sílvia Resende, presidente
da direção da associação,
realçou a importância desta nova casa que marca
assim uma “nova etapa”
que vai contar com mais
iniciativas e atividades.
“Maior dinamização
da associação, cativar
jovens e moradores” são
promessas deixadas por
Sílvia Resende, mesmo
apesar de certas limitações
que esta nova sede apresenta.
“Este espaço não tem
acústica”, um problema
frisado pela presidente
da direção, já que o grupo Chibatas têm assim de
ensaiar na Escola Superior
Agrária. Este grupo, que já
conta com quatro anos de
existência, é uma aposta
ganha da Associação Juvenil Ribeiro das Perdizes,
sendo que, ao longo dos
tempos tem evoluído e
aumentado o número de
elementos.
A inauguração da nova
sede, que teve lugar no sábado, contou com diversas
entidades parceiras desta
associação. Luís Correia,
presidente da autarquia
albicastrense, salientou o
papel desempenhado pela
Associação Juvenil Ribeiro
TG 12 Tertúlia Gastronómica
promove Passeio Turístico
POR JOSÉ MANUEL R. ALVES
► "Associação diferenciada com uma convergência total", é este o lema
da TG 12 Tertúlia Gastronómica de Castelo Branco
que no âmbito das suas
atividades gastronómicas
e solidárias promoveu, no
passado sábado, o 6º Passeio Turístico a Penela, sendo recebida pelo anfitrião
e sócio honorário Isaac
Gadanha que, à entrada da
vila saudou os confrades e
convidados que acompanharam este evento, num
momento fraterno e de
amizade que os une, sendo
emocionante o abraço sentido com o presidente da
TG 12, José Carlos Mocito.
Com a disciplina que
norteia a associação, a viagem teve o seu início precisamente às 8 horas, com
a primeira paragem a surgir
na Ribeira da Isna de S.
Carlos, local paisagístico
que, num espaço deslumbrante serviu para o petit
déjeunuer,
seguindo-se
uma visita à Taberna do
das Perdizes que tem trabalhado em prol da dinamização do concelho. A
abertura desta sede é, de
acordo com o edil, fruto
deste trabalho. O autarca
aproveitou a oportunidade para sublinhar a “situação económica estável”
da Câmara Municipal de
Castelo Branco que opta
por realizar um “trabalho de alavancagem das
associações do concelho”.
Numa noite de festa,
Paula Teixeira, que representou a Junta de Fregue-
sia de Castelo Branco, deixou uma mensagem para a
equipa liderada por Sílvia
Resende.
“Sejam criativos, assumem riscos, façam
atividades e tragam algo
de novo para a nossa freguesia”. ■
Dia Europeu do Empregador
Entidades empregadoras
juntam-se no Centro de Emprego
POR PATRICIA CALADO
Cristo, casa caraterística
que recebeu os albicastrenses com a simpatia própria
de gente hospitaleira.
Em Alvaiázere os confrades visitaram o Museu
Municipal, onde puderam
apreciar a extrema importância no que se refere à
preservação e divulgação da
identidade local.
O momento alto deste
passeio, foi sem dúvida, o
almoço/convívio no Restaurante D. Sesnano, onde
para além do espírito fraterno entre tiodos, foram
servidos vários pratos gastronómicos com destaque
para o bacalhau na telha
e o cabrito à D. Sesnano.
Sempre num ritmo de alegria, seguiu-se um passeio
pedestre de cerca de cinco
quilómetros com subida ao
Miradouro do "Monte de
Vez", onde provavelmente
pelo "hábito" ninguém se
sentiu cansado, bem pelo
contrário, a troca de abraços e a emoção sentida dos
participantes foi bem visível.
Finalmente, após uma
excelente sopa de carne
servida no Restaurante "O
Pastor" foi a despedida
efusiva do anfitrião Isaac e
o regresso a Castelo Branco. ■
► No âmbito da comemoração do Dia Europeu
do Empregador, o Centro
de Emprego e Formação
Profissional de Castelo Branco (IEFP) deu a
conhecer às diversas entidades, na quarta-feira,
a atividade desenvolvida
pelo Serviço de Emprego
e pelo Serviço de Formação Profissional.
Leopoldo Rodrigues,
presidente da direção do
IEFP, abordou as inúmeras medidas implementadas de forma a dar resposta à população que se
encontra desempregada.
Por exemplo, a Medida
Estímulo Emprego e o
Estágio Profissional, sendo estas “as mais significativas, que movimentam
mais candidatos”.
“Temos muitas responsabilidades, o emp re g o é f u n d a m e n tal, é uma prioridade e
é para isso que aqui es-
tamos”, referiu Leopoldo
Rodrigues.
O presidente da direção do IEFP de Castelo
Branco salientou ainda a
importância de formar a
população de forma a dar
resposta às necessidades
das empresas. Uma opinião partilhada por Luís
Correia, presidente do
município albicastrense.
“A formação não pode
estar desligada do emprego”, adiantou o autarca.
Para o edil, a criação de
emprego é uma das prioridades da autarquia, pois
sem “emprego, as pessoas
não se fixam”.
“É um grande contributo para a coesão
social. Sem emprego,
não há coesão social que
resista. Para criarem
postos de trabalho, os
empresários têm de assumir um risco do seu
capital. Temos feito um
enorme esforço para
disponibilizar infraestruturas aos empregadores”, referiu. ■
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Castelo Branco
Quarta-feira
20 de abril de 2016
05
Clube de Castelo Branco
sopra 112 velas
POR PATRICIA CALADO
► Já la vão 112 anos
desde o dia em que o concelho viu nascer o Clube
de Castelo Branco, sendo
neste momento a coletividade mais antiga do
concelho. Alfredo Araújo,
presidente da direção do
Clube de Castelo Branco,
recordou a história desta associação que, desde
1904, “passou por muitos momentos bons, mas José Perquilhas, presidente da Associação da Carapalha, à semelhança
também menos bons”. de outras associações do concelho, felicitou os 112 anos do clube.
No entanto, “tem sobrevivido” a todas as adverO Clube de Castelo Branco comemorou no domingo o 112.º
sidades e, inclusivamente,
foi nesta associação que o aniversário. A mais antiga associação da cidade juntou entidades de
Orfeão de Castelo Branco
Castelo Branco, num dia de muita festa.
nasceu.
Alfredo Araújo aproveiassociações que a CâmaJoão Síborro Ferreiritou o dia e a presença da ra Municipal de Castelo obras no bar.
“A situação do bar está ra Municipal tem muito nho, presidente da Assemautarquia para pedir apoio Branco, deixou a garantia
financeiro para a requalifi- de que será levada a reu- equacionada e irá a ses- gosto em ajudar para que bleia-Geral do Clube de
cação do bar do clube. Em nião de câmara a proposta são de câmara para ser possam fazer o melhor Castelo Branco, frisou a
resposta, Arnaldo Brás, de apoio para que o Clu- aprovada. Castelo Bran- possível em prol da co- reviravolta que houve nas
vice-presidente da Câma- be consiga assim realizar co tem um conjunto de munidade”, disse.
contas do clube desde que
a atual direção começou a
liderar a associação até aos
dias de hoje.
“Uma
coletividade
com esta idade já passou
por alguns momentos
menos bons, mas hoje
tem uma situação financeira estabilizada, o que
não acontecia quando
esta direção entrou. Temos um saldo positivo
de mais de dois mil euros, o que revela um certo desaforro para uma
coletividade sem fins lucrativos”, realçou.
Neste dia de festa, várias
entidades e associações fizeram questão de se juntar
e celebrar os 112 anos de
vida do Clube de Castelo
Branco. Quanto à Junta
de Freguesia, representada
por Francisco Lourenço,
deixou um desafio aos órgãos sociais: “pensar em
novas ações e novos programas”. ■
Rio Tejo une entidades na Biblioteca Municipal
POR PATRICIA CALADO
► Um grupo de cidadãos “As Romãs também
resistem” organizou uma
sessão técnica e formativa
“TEJO - que fazer por
este rio?”, que decorreu
no sábado, na Biblioteca
Municipal.
Muito participada e várias presenças de autarcas,
partidos políticos, associações ambientais, entidades
ligadas ao ambiente e outros cidadãos interessados
na temática.
Luís Correia, presidente
da autarquia albicastrense, marcou presença nesta
sessão, onde salientou a
importância do Rio Tejo,
uma fonte de união entre
populações.
“O Rio Tejo deve também de ser visto como fator de união entre todas
as populações ao longo
do rio. Há que transformar o Rio Tejo naquilo
que é como fator de valorização, esse também é
um pedido que deixo”,
referiu o edil.
O autarca recordou os
problemas de que tanto
se tem falado nos últimos
tempos, como a poluição,
um “tema que nem sempre é tratado da melhor
forma”. No entanto, apesar dos problemas, Luís
Correia quis salientar o
potencial do Rio Tejo, até
mesmo considerar o mesmo como um fator de de-
senvolvimento.
“Temos de olhar o Rio
Tejo como uma oportunidade, evidentemente
que tem os seus problemas, que temos de ajudar
a resolver, mas muitas
vezes, centramo-nos nos
problemas e esquecemos
que temos uma magnífica paisagem, fauna, flora, um potencial enorme
que nos pode ajudar a
desenvolver a região”, explicou.
O biólogo José Manuel
Alho abordou a temática
“Rio Tejo: uma perspetiva sobre os valores e a
identidade dum território”, destacando que os
recursos que “marcaram
profundamente a atitude
das populações ribeirinhas e a sua identidade
cultural são agora vistos
pela perspetiva de potencial turístico”
“E até as cheias de outrora já são domesticadas
a montante pelo sistema
de controlo das Barragens”, acrescentou.
PUBLICIDADE
De acordo com o biólogo, o futuro desta região
passa por integrar uma
visão estratégica no conjunto nas diversas políticas
sectoriais e também da sua
capacidade em se afirmar e
envolver os diversos agentes da sociedade nos seus
objetivos”.
A sessão, organizada
pelo grupo “As Romãs
Também Resistem”, teve
como intuito aumentar o
conhecimento das dinâmicas hidrológicas e biológicas do rio e confrontá
-las com as consequências
dos diversos tipos de
agressões. ■
06
Castelo Branco
Amicos Silvestris no
V Encontro da Primavera
► O “V Encontro da
Primavera dos Amicos
Silvestris" realizou-se em
Castelo Branco no passado
dia 9. Além do gosto especial pelos cogumelos, estas
reuniões servem para o intercâmbio de outros conhecimentos, mesmo literários.
Os novos “Amicos” foram chamados ao palco
para se apresentarem e,
entre eles, Manuela Santos, que veio de Sobral de
São Miguel, disse que teve
vontade de pertencer a este
grupo logo que soube da
sua existência. Que tinha
aprendido a gostar de comer e coletar os tortulhos,
com o pai, que era caçador.
Ainda no auditório da
Escola Superior Agrária,
Gravito Henriques fez uma
avaliação dos cinco anos
de existência do grupo, e a
sua origem; nas reuniões de
“Amicos” amantes dos cogumelos.
Neste encontro debateuse ainda o tema “De quem
são os Cogumelos Silvestres?”, tendo ainda vindo
à discussão o assunto da
propriedade e os direitos
dos proprietários dos terrenos onde os apreciadores e
entusiastas vão apanhar os
cogumelos. Foi uma ativa participação, respeitosa
e clarificadora do que poderá ser o futuro nesta área. ■
ULS de Castelo Branco
adere à Campanha
do Laço Azul
► Ao longo de todo o
mês de abril vão decorrer,
na ULS de Castelo Branco, um conjunto de atividades que visam assinalar
o mês internacional da
prevenção dos maus-tratos
na infância.
Uma das primeiras atividades desta iniciativa foi a
distribuição de laços azuis,
o símbolo desta campanha
de prevenção, aos colaboradores do Serviço de Pediatria e do Centro de Desenvolvimento da Criança
e a divulgação de informações sobre o tema.
“A Organização Mundial de Saúde define
abusos ou maus-tratos
às crianças como todas
as formas de lesão física ou psicológica, abuso
sexual, negligência ou
tratamento negligente,
exploração comercial ou
outro tipo de exploração, resultando em danos atuais ou potenciais
para a saúde da criança,
sua sobrevivência, desen-
volvimento ou dignidade
num contexto de uma relação de responsabilidade, confiança ou poder.“
Em 1989 nasceu na
Virgínia nos Estados
Unidos, o “Movimento
Laço Azul”. Este movimento conta a história
de Bonnie W. Finney que
tomou a iniciativa de colocar uma fita azul na antena do seu carro, de modo
demonstrar a sua dor face
aos acontecimentos trágicos de que tinham sido
vítimas os seus netos. As
crianças tinham sido maltratadas pela mãe (filha de
Bonnie) e pelo namorado,
e o azul representava as
nódoas negras espalhadas
pelos pequenos e delicados
corpos. Uma das crianças
terá morrido vítimas das
agressões. Rapidamente
o movimento ganhou dimensão mundial.
No final do mês, está
previsto o lançamento de
balões azuis, nos jardins do
Hospital. ■
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Quarta-feira
20 de abril de 2016
Associação Cachos e Váatão
com comemorações
do 25 de Abril
► No sábado vai realizarse as celebrações ao 25 de
Abril, organizado pela Associação Cachos e em parceria com o Váatão Teatro.
O evento cultural terá
início às 18 horas no Cinebox Cinemas do Centro Comercial Alegro de
Castelo Branco, através de
um documentário que será
realizado a partir de centenas de horas de arquivo e
entrevistas, com imagens
inéditas diretamente do
centro da sua revolução
musical, entre 2000 e 2003,
A Long Way To Nowhere The Parkinsons Story, um
documentário explosivo
para uma das mais marcantes bandas de Coimbra, The
Parkinsons.
Depois da exibição exclusiva do mesmo, as celebrações prosseguem para as
instalações do Váatão Teatro
a partir das 21 horas, onde
se irá realizar um concerto
com várias bandas.
The Parkinsons e The
Sunflowers fazem assim a
sua estreia em terras albicastrenses. Os Jokers, banda de
Castelo Branco, vão estar
pela última vez em palco,
com eles irá subir todos os
elementos que por ela passaram e o novo sangue albicastrense King Jeremy and
the Wicked que contam
apenas com um concerto
na bagagem. ■
Laboratórios de formação e criação artística
para toda a família
► A Pé de Pano, tem
abertas as inscrições para os
Laboratórios de Formação
e Criação Artística (LAB’S
PÉ), que vão decorrer a partir de Maio no Centro Artístico Albicastrense.
Os LAB'S PÉ pretendem
ser um lugar de inovação,
em sintonia e ao serviço
da comunidade, aproximando-a dos bens culturais
contemporâneos. Além de
procurar tornar acessíveis as
linguagens artísticas, privilegia-se o bem-estar e o desenvolvimento pessoal dos
participantes, num ambien-
te de conquistas partilhado
entre todos os intervenientes, artistas, criadores e participantes.
A Pé de Pano – Projectos
Culturais propõem quatro
Laboratórios
diferentes,
destinados a várias faixas
etárias:
O LAB-BABYFAMÍLIAS, um Laboratório de
Criação Artística para famílias com crianças dos 0 aos 3
anos, que irá decorrer todos
os Sábados das 10 às 12:30.
Num ambiente tranquilo,
os pais e os filhos serão convidados a moverem-se ape-
nas pelo prazer e alegria de
se movimentarem, reagindo
a estímulos diversos, sonoros, visuais e tácteis. Por
um lado, será promovida a
autonomia física da criança,
e por outro, intensifica-se a
proximidade, os laços e o
conhecimento mútuo entre
as famílias.
O LAB-Partida, Lagarta... FINGIDA! que é um
Laboratório de Movimento
Criativo para crianças dos
4 aos 7 anos a acontecer todas as 4ª feiras das 17h30 às
19h00. Aqui pretende-se estimular o movimento próprio de cada criança através da invenção, do prazer
e da espontaneidade. Para
despoletar a imaginação, o
pensamento e as sensações
irão ser usadas músicas, histórias, perguntas, palavras,
materiais, imagens, desenhos.
Em terceiro lugar o LAB-CENA é um Laboratório de Teatro e Dança
para crianças e jovens dos
8 aos 15 anos que decorrerá todas as 6ªs feiras das
17h30 às 19h00. O ponto
de partida neste laboratório
é a ideia de existirem, hoje
em dia, muitas maneiras de
fazer Teatro e Dança. Para
explorar essa diversidade,
irão sendo convidados vários criadores e artistas, que
através de abordagens distintas irão enriquecer e trazer novas perspectivas aos
participantes.
E por último, o LAB-ADULTOS, um Laboratório de Dança – Teatro para
adultos, a decorrer todas
as 3ªs feiras das 19h30 às
21h30. O propósito deste
Laboratório é muito simples, explorar a ideia: Movimento-me logo existo.
Destina-se a todos os que
queiram expressar-se pelo
corpo, com ou sem experiência em Dança ou em
Teatro.
As inscrições e pedido
de informações poderão
ser realizados através do
email [email protected]
gmail.com e do site www.
pedepano.pt , até dia 30 de
Abril. ■
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Quarta-feira
20 de abril de 2016
Castelo Branco
07
08
Castelo Branco
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Quarta-feira
20 de abril de 2016
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Idanha-a-Nova
Quarta-feira
20 de abril de 2016
Escola Superior de Gestão
acolhe Congresso Internacional
de Icnologia
De 6 a 9 de maio, este estabelecimento de ensino vai receber 150
investigadores, oriundos de 30 países, numa reunião que será feita
pela primeira vez em Portugal.
► O Geopark Naturtejo
da UNESCO, em colaboração com a Associação Internacional de Icnologia e
o Museu Nacional de História Natural e da Ciência,
está organizar o Congresso
Internacional de Icnologia, o ICHNIA 2016, que
irá decorrer entre 6 e 9 de
maio, na Escola Superior de
Gestão, em Idanha-a-Nova.
Esta reunião, pela primeira vez a decorrer em Portugal, e a segunda na Europa,
é o mais importante evento organizado nesta área
científica da Paleontologia,
sendo o congresso oficial
da prestigiada Associação
Internacional de Icnologia.
O convite realizado pela
Associação Internacional
de Icnologia decorre do trabalho que tem vindo a ser
desenvolvido pela equipa
do Serviço de Geologia da
Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e do Geopark
Naturtejo, com numerosos
contributos nos últimos
anos para a Icnologia enquanto ciência, em geral,
e para a Icnologia de Portugal, em particular, nomeadamente no estudo e
valorização dos icnofósseis
de Penha Garcia. A integração do Geopark Naturtejo
no Programa Geoparques
UNESCO, para o qual contribuíram decisivamente estes valores científicos, que
obtiveram reconhecimento
nacional e internacional, assim como diversas parcerias
internacionais com investigadores de Espanha, Itália
e Irão, além da publicação
de inúmeros trabalhos nas
melhores revistas científicas
internacionais, têm dado
notoriedade ao trabalho de
investigação e aos valores
geológicos do território.
Está já confirmada a presença de 150 investigadores, oriundos de 30 países,
entre os quais professores
das mais diversas e prestigiadas universidades internacionais, das áreas das
Geociências e das Biociências, assim como diversos
especialistas de Institutos de
Investigação e da Indústria
Petrolífera.
O Congresso contará
com seis convidados de
instituições europeias, norte- e sul-americanas, que
partilharão os mais recentes
avanços nas suas áreas de
especialidade. Carlos Neto
de Carvalho, o presidente
da comissão executiva do
congresso internacional e
coordenador científico do
Geopark, acentua a aproximação que os investigadores, oriundos de todos os
continentes, terão aos valores naturais, históricos e culturais da região, de que destaca as visitas preparadas ao
Estreito/Serra do Muradal,
Penha Garcia e Sarzedas,
assim como a participação
na Feira Medieval de Monsanto e o jantar Icebreaker,
com sabores regionais e os
sons tradicionais da Cidade
Criativa da UNESCO.
As excursões pré- e póscongresso percorrerão
todo o país, de norte a sul,
contando ainda com uma
abordagem transfronteiriça,
com extensão a algumas localidades da raia espanhola.
Decorrerá ainda uma saída
de campo ao Parque Icnológico de Penha Garcia para
que todos os delegados conheçam esta joia da Geologia portuguesa, e também
a visita aos icnofósseis da
Serra do Muradal, recentemente valorizados pelo
Município de Oleiros, no
âmbito do projeto do Trilho Internacional dos Apalaches.
Este congresso internacional para além de realçar
a importância científica
internacional do Geopark
Naturtejo, trará novos olhares de investigadores vindos
de todo o mundo e o reconhecimento, causadores de
potenciais impactes muito
positivos a mais longo prazo. ■
09
Antigos Alunos do Colégio
Egitaniense reúnem-se
em Idanha-a-Nova
► Os Antigos Alunos
do Colégio Egitaniense
voltaram a celebrar a amizade que os une, na XI Romagem da Saudade. Um
encontro em que se reviveram os bons momentos
passados naquele colégio
nos anos 40 e 50, em Idanha-a-Nova.
A Romagem iniciou no
Forum Cultural, pela manhã, onde a convite da
Comissão Organizadora os
60 participantes foram recebidos por Idalina Costa,
vice-presidente da Câmara
Municipal de Idanha-aNova.
Idalina Costa deu as
boas vindas aos participan-
tes, alguns vindos de diversos pontos do país, felicitando-os por continuarem
“a cultivar laços de amizade originados no Colégio
Egitaniense, diminuindo
distâncias e atenuando
saudades neste encontro
anual”.
Em nome da Comissão
Organizadora, Emanuel
Serejo agradeceu o apoio da
autarquia idanhense na realização da iniciativa.
A Romagem incluiu a celebração de uma Missa, na
Igreja Matriz de Idanha-aNova, e um almoço de confraternização com animação cultural, fado e cantares
tradicionais. ■
XIV Encontro Luso-Espanhol
nas margens do Erges
► A União de Freguesias de Monfortinho
e Salvaterra do Extremo
convida toda a população a estar presente no
XIV Encontro Luso-Espanhol, que se realiza no
próximo dia 8 de maio
(domingo), no Vau de
Idanha, em Salvaterra do
Extremo.
Todos os anos, este almoço-convívio promove
a amizade entre dois povos vizinhos, Salvaterra
do Extremo e Zarza la
Mayor (Espanha), proporcionando aos convivas
um dia festivo em família.
A tradição manda que
este ano seja a vez de os
espanhóis oferecerem a
comida, estando a bebida
a cargo dos portugueses,
num encontro que junta
anualmente centenas de
pessoas nas margens do
rio Erges. ■
nho) e Modas de D’Antes
(Toulões).
Antes, pelas 14h30, não
pode perder a apresentação pública do “Banco de
Terras e Casas”, uma nova
plataforma para facilitar o
encontro entre a oferta e a
procura de terrenos e casas
no concelho de Idanha-aNova.
O evento inclui ainda
uma Aula de Zumba, pelas
18 horas, e termina ao som
dos “Adiafa”, a partir das
19 horas. ■
Toulões convida para 1ª Festa da Rosa Albardeira
► A 1ª Festa da Rosa Albardeira vai agitar Toulões,
no fim-de-semana, com
propostas de lazer, música
ao vivo e animação nas ruas
e campos primaveris desta
encantadora aldeia raiana,
no concelho.
Esta iniciativa traz animação de rua, passeio pedestre,
os toques e cantares de Idanha-a-Nova – Cidade da
Música da UNESCO, feira
de produtos regionais, aula
de zumba, noite de fados e,
para acabar em beleza, um
concerto imperdível dos
“Adiafa”, autores de sucessos como “As meninas da
Ribeira do Sado”.
O programa inicia na
noite de sábado, pelas 20h,
com uma Grande Noite de
Fados. Na manhã de do-
mingo, vai ser realizado o 2º
Percurso Pedestre da Rosa.
A partir das 15 horas, sobem ao palco quatro grupos
do concelho de Idanha-aNova: Saca Sons (Zebreira),
Cantares de Segura, Cantigas D’Aldeia (Monforti-
Penamacor
10
Homem detido por posse ilegal
de armas
► Militares do Posto
Territorial de Penamacor
detiveram, no domingo,
um homem, de 45 anos,
por posse ilegal de armas e
ameaças.
Espingardas, pistolas,
uma arma branca, um
punhal, uma cartucheira
e outros materiais foram
apreendidos numa ação,
decorrida no âmbito do
cumprimento de um mandado de busca e apreensão
a duas residências.
Estiveram empenhados
na operação, para além do
efetivo do Posto, militares
do Núcleo de Investigação
Criminal do Destacamento
Territorial do Fundão e do
Destacamento de Intervenção do Comando Territorial de Castelo Branco.
O detido foi constituído arguido e sujeito a
termo de identidade e residência. ■
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Quarta-feira
20 de abril de 2016
António José Seguro
nas comemorações
do 25 de Abril
J. Eliseu (filho) com exposição
em Penamacor
► Está a decorrer nos
Paços do Concelho uma
Exposição de Pintura, a
óleo, da autoria de J.Eliseu (filho), patente até 29
de abril.
J. Eliseu (filho), como
é conhecido, nasceu em
Coimbra em 1951, e desde muito cedo desenvolveu o gosto pela pintura.
Encontra-se representado no Museu Sarah
Beirão, na Universidade
de Coimbra, no Turismo
de Pombal, Tokushima
- cidade geminada com
Leiria no Japão, Museu
Álvaro Viana de Lemos,
Instituto Superior de Viseu, Museu Díonisio Pi-
nheiro e Alice Cardoso
Pinheiro, Biblioteca de
Tomar, Presidência da República Portuguesa, assim
como em numerosas coleções particulares, tanto
nacionais como estrangeiras, designadamente: nos
E.U.A., França, Espanha,
Brasil, Canadá e Noruega.
Atualmente é gerente da Artes & Restauros,
empresa vocacionada para
a criação, conservação e
restauro de obras de arte,
dando seguimento a uma
tradição familiar com séculos de experiência. Os
interessados poderão visitar a exposição em horário laboral. ■
► António José Seguro
vai apresentar o seu livro
“A Reforma do Parlamento Português” em
Penamacor no Dia da Liberdade. A apresentação
terá lugar no salão nobre
dos Paços do Concelho,
pela 11H30, no âmbito do
programa comemorativo
do 25 de Abril.
O 42.º aniversário da
Revolução dos Cravos começa logo às 9H30 com
uma arruada ao som da
Banda Filarmónica da Aldeia de João Pires, meia
hora depois está previsto o
içar da bandeira. A sessão
solene decorre a partir das
10H15.
O ex-secretário-geral do
Partido Socialista escolheu
a terra natal para apresentar o seu livro, lançado no
dia 10 de março, nas comemorações do Dia da Liber-
Tribunal regressa ao concelho
PUBLICIDADE
JOSÉ DIAS DOS SANTOS PIRES, Presidente da Assembleia de Freguesia de Castelo Branco, em cumprimento
do nº1 do artigo 11º da Lei 75/2013 de 12 de Setembro, e dentro da competência que me é atribuída pela
alínea b) do nº 1 do artigo 14º, CONVOCO este órgão
para uma sessão ordinária, a realizar na sede da Freguesia, no dia 26 de Abril de 2016, pelas 21.00 horas,
com a seguinte ordem de trabalhos:
I - PERIODO DE ANTES DA ORDEM DO DIA
1. A preencher nos termos do Regimento
II - PERIODO DA ORDEM DO DIA
1. Informações do Presidente da Freguesia.
2. Apreciação e votação da ata da reunião ordinária
nº 10
3. Apreciação e votação dos documentos de Prestação de Contas 2015.
4. Apreciação e avaliação do Inventário de todos os
Bens, Direitos e Obrigações Patrimoniais.
Castelo Branco, 6 de abril de 2016
dade, seguindo-se de uma
sessão de autógrafos. Os
alunos do polo de Penamacor da Academia de Música
e Dança do Fundão vão
abrir a sessão de apresentação do livro de António
José Seguro com um momento musical. ■
► O Governo vai acabar com as secções de proximidade, e todos os julgamentos crime vão passar a
ser realizados na respetiva
comarca, incluindo os julgamentos de crimes graves
que impliquem a intervenção de um coletivo.
A ideia passa por fazer
deslocar os juízes e não
os cidadãos aproximando
as populações à justiça,
como confirmou na sua
recente visita a Penamacor, a Secretária de Estado
adjunta e da justiça, Helena Mesquita.
“Já está decidido que
em territórios como este
os julgamentos crime
que ocorreram na respetiva comarca são realizados cá, pelo menos ao
nível da intervenção do
juiz local, mas a pretensão da Ministra da Justiça é que toda a justiça
criminal seja realizada
nos tribunais que correspondem à prática do
crime, significa isto que
aqui pretendemos trazer
também a realização de
julgamentos em coletivo, ou seja aqueles julgamentos de maior gravidade que impliquem a
intervenção do tribunal
coletivo, com três juízes”.
Para além dos julgamen-
tos crime, o ministério
está também a estudar a
possibilidade de melhorar
as respostas ao nível da
família de menores, por
isso, segundo a governante
a solução está ainda a ser
estudada.
O Presidente da Câmara Municipal de Penamacor mostrou-se satisfeito
com a justiça que é feita
ao seu concelho. António
Beites elogiou a “a nova
abordagem e colaboração” do governo com as
autarquias.
“Algo que infelizmente
no passado não aconteceu, aliás neste processo
da justiça nós não fomos
vistos nem achados, os
processos foram feitos
a régua e esquadro, correram mal e em nada
abonaram a justiça em
Portugal”. O autarca
penamacorense diz que
em breve serão realizadas
obras no edifício onde
funciona o tribunal, com
o objetivo de melhorar as
acessibilidades ao primeiro piso. ■
Com Rádio Cova da Beira
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Educação
Quarta-feira
20 de abril de 2016
11
Escola Pedro da Fonseca
IV Edição da JSD Convida
realizou-se em Proença-a-Nova
► Após o sucesso das
diversas Jornadas “A JSD
Convida” já realizadas
em escolas do Distrito de
Castelo Branco, a iniciativa repetiu-se, desta vez,
em Proença-a-Nova – na
Escola E B 2,3 S Pedro
da Fonseca – e teve como
orador convidado o deputado e ex-Presidente da
JSD, Duarte Marques.
A JSD Distrital de Castelo Branco tem promovido estas visitas às escolas
de todo o Distrito, com o
intuito de levar a política
aos jovens, fazendo-os perceber a importância da sua
própria participação ativa
no dia-a-dia da sua Comunidade.
Daniela José, uma jovem militante da JSD
de Proença-a-Nova, que
Matemática
AE Afonso de Paiva
em competições internacionais
Maria Eduarda Caldeira, aluna do 9.º 1,
da EB Afonso de Paiva
► Maria Eduarda Caldeira, aluna do 9.º 1 da
EB Afonso de Paiva, que
foi recentemente finalista
das Olimpíadas Portuguesas de Matemática, irá
participar, ainda este ano,
em mais duas importantes
competições de Matemática, estas de âmbito internacional: a Olimpíada
de Maio e a Olimpíada
Paulista de Matemática.
A Olimpíada de Maio
é uma competição na
qual participam alunos da
América Latina, Espanha
e Portugal, sendo promovida, em Portugal, pela
Sociedade Portuguesa de
Matemática (SPM). Maria Eduarda irá concorrer
no Nível 2, no qual estão
enquadrados alunos até
15 anos. As provas irão
decorrer no próximo mês
de maio, na Universidade
de Coimbra.
Em novembro de 2016,
a aluna também marcará
presença na Olimpíada
Paulista de Matemática,
organizada pela SPM em
conjunto com a sua congénere brasileira, com o
objetivo de dar aos alunos
a oportunidade de participar numa competição de
nível internacional. Nesta
competição, os estudantes
do 7.º ao 12.º ano que
foram finalistas das Olimpíadas Portuguesas de
Matemática irão competir
com alunos do estado de
São Paulo, sendo as provas realizadas em simultâneo nos dois países – de
novo na Universidade de
Coimbra para os concorrentes portugueses.
A aluna também se inscreveu no fórum Delfos
com o objetivo de, no
início do próximo ano
letivo, prestar provas no
Programa Delfos, escola
que funciona no Departamento de Matemática da
Universidade de Coimbra
e cujas aulas/atividades
decorrem num fim-de-semana por mês. ■
se juntou à sessão- deu o
pontapé de saída, referindo que, se a iniciativa se
tivesse realizado há cinco
anos atrás ela teria estado,
com muito entusiasmo,
sentada na plateia daquele
anfiteatro.
O representante da Direção do Agrupamento
frisou que “iniciativas
como estas são muito
importantes para mostrar aos jovens que devem ser mais interventivos. E isso não é possível
só dentro de um partido
político, há vários espaços de intervenção cívica
que precisam de cada um
de nós”.
Du r a n t e o e v e n t o ,
Duarte Marques salientou que “a política não é
mais do que uma forma
organizada de resolver
problemas das pessoas.
Melhorar a vila, a cidade, o país em que nós vivemos. E os partidos não
são mais do que grupos
de pessoas que pensam
de forma parecida e que
têm soluções parecidas
para resolver os problemas”. Referiu ainda que
“temos de nos levantar
do sofá e fazer alguma
coisa pelo nosso país”.
Esta edição das Jornadas
“A JSD Convida” contou com a participação de
uma centena de jovens,
que tiveram oportunidade de ver esclarecidas as
suas dúvidas e de debater
assuntos de elevada importância, dando origem a
discussões que envolveram
todos os presentes. ■
IPCB com Mobilidade
Internacional distinguida
► O Instituto Politécnico de Castelo Branco
acaba de ser distinguido
pela Comissão Europeia
enquanto
“Excellent
Erasmus Charter for Higher Education implementation” pelo trabalho
desenvolvido na implementação da Carta Erasmus para o Ensino Superior 2014-2020, que tem
por objetivo promover
atividades de cooperação
europeia e internacional, realizadas pelas instituições de ensino superior
no âmbito do Programa
Erasmus+, que substitui
o Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida
(LLP).
Fazendo uso da sua vasta experiência na coordenação de projetos internacionais na área da
educação, o IPCB implementou uma forte política
de manutenção da rede de
parcerias da instituição no
âmbito do Programa de
Aprendizagem ao Longo
da Vida (LLP), constituída por cerca de 170 instituições de ensino superior.
A estratégia definida
pelo Presidente do IPCB
revelou-se acertada, tendo
o IPCB não só renovado a
larga maioria dos acordos
existentes mas também
diversificado as áreas de
parceria e estabelecido novos acordos, aumentando
assim o leque de países.
A rápida transição do
Programa LLP para o Programa Erasmus+ teve por
base o rápido estabelecimento de contactos com
as instituições parceiras,
concretizado pelo Gabinete de Relações Internacionais do IPCB, assim como
a utilização de documentos em formato digital,
que permitiram reduzir os
custos inerentes aos processos, para além de aumentar a eficiência nas
trocas de informação.
A mobilidade internacional continua a ser uma
forte aposta do IPCB, que
tem investido largamente
na promoção destes programas junto de toda a sua
população académica. No
ano letivo de 2014/2015,
o IPCB teve bolsas de mobilidade atribuídas, entre
alunos, docentes e trabalhadores da instituição. ■
12
Destaque
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Quarta-feira
20 de abril de 2016
Autarquia da Sertã investe
na preservação da arte rupestre
A Estação de Arte
Rupestre da Fechadura,
situada na Serra do Figueiredo, é constituída
por três lajes com gravuras que apresentam uma
grande variedade de representações. No CIAR
é ainda possível obter
informações acerca da
Estação de Arte Rupestre da Lageira, situada na
Serra do Cabeço Rainho,
com gravuras que remontam entre o período
do Neolítico Final e Idade do Bronze.
O CIAR contempla
ainda um espaço dedicado à unidade de alojamento local, onde os
visitantes vão ter a oportunidade de pernoitar e
usufruir as potencialidades do concelho.
“Garantidamente que
será visitado por muitos turistas, por isso,
temos também um alojamento, onde podem
passar um fim-de-semana muito bom, tem
aqui ar puro e todas as
condições. Os próprios
produtores agrícolas
podem vender os seus
produtos, que são de
qualidade”, explicou o
edil.
Aproveitar as potencialidades do concelho
é uma das estratégias da
Câmara Municipal, assim, a criação do CIAR,
através da requalificação
da antiga escola primária
do Figueiredo, é um dos
passos dados neste sentido. ■
adiantou que "a diferença
entre gasto e investimento não está, de certeza, na
promoção".
Paulo Moradias, do
PSD, abordou também a
questão do défice de promoção e deu como exemplos o Fronteira - Festival
Literário de Castelo Branco, o parque de leilões de
gado ou a feira do queijo
de Alcains.
Luís Correia referiu-se ao
Fronteira para dizer que o
"verdadeiro investimento
é o reflexo que o festival
tem no público que pretende atingir, sobretudo os
alunos dos agrupamentos
escolares”.
"Se quiséssemos fazer
o investimento que está
a falar [Paulo Moradias],
não tinha sido eleita
como tema [do festival] a
poesia. Outros dão mais
valor sobre as parangonas
no jornal", concluiu.
Paulo Moradias, do
PSD, alertou ainda para os
problemas que afetam um
conjunto de equipamentos
existentes em Tinalhas.
Segundo o vereador social-democrata, "chovia
muito na rua, mas também dentro do edifício
da junta de freguesia e extensão de saúde ". ■
POR PATRICIA CALADO
► O antigo edifício
da Escola Primária de Figueiredo, no concelho da
Sertã, agora requalificado, tornou-se no Centro
de Interpretação de Arte
Rupestre (CIAR). Esta
infraestrutura tem assim
a missão de divulgar, valorizar, salvaguardar as
estações de Arte Rupestre da Fechadura e da Lageira, que vão assim fazer
com que turistas e amantes desta área façam uma
viagem atrás do tempo.
José Farinha Nunes,
presidente da autarquia, salientou a importância do investimento
da Câmara Municipal
no CIAR, uma decisão
tomada após a classificação “Herity” que, desde
logo, despertou uma especial atenção por parte
desta edilidade.
“Achámos que fazia
sentido um Centro de
Interpretação de Arte
Rupestre neste local e
protegermos o espaço
que queremos preservar sem intervencionar,
continuando o mais natural possível”, referiu
Todavia, o autarca garantiu que “ainda há
muito trabalho pela
frente há muita exploração a fazer, há um
Já abriu o Centro de Interpretação de Arte Rupestre (CIAR),
na aldeia de Figueiredo, no concelho da Sertã. O antigo edifício
da Escola Primária foi assim requalificado de forma a ser criado
este centro que tem também a valência de alojamento.
território rico em património, faz com que
o investimento nesta
área da arqueologia e
arte rupestre continue
a ser um investimento
que a autarquia quer
fazer”.
Para a criação do
CIAR, José Farinha
Nunes salientou o trabalho de um arqueó-
logo do Instituto Politécnico de Tomar,
aproveitando o seu conhecimento e uma possível continuidade para
o futuro.
Gasto ou investimento???
POR CRISTINA VALENTE
► "Castelo Branco é
uma cidade atrativa" afirmou o vereador socialista,
João Carvalhinho durante
a reunião de Câmara da
passada sexta-feira.
"A efetiva atratividade
empresarial e urbana da
cidade tem-se traduzido
na captação de investimentos, empregos, residentes e de atividades"
afirmou o vereador.
João Carvalhinho frisou
que algumas opções estratégicas, na área económica,
do executivo camarário
estão já a dar resultado,
e após a inauguração do
Contact Center da Randstad na passada semana, são
já cerca de mil os postos
de trabalho criados nesta
área de serviços, "mais de
metade dos quais durante estes 2 anos e meio de
mandato".
Durante a reunião, os vereadores do PSD alertaram
para o que consideram ser
"défice de promoção de
eventos organizados pelo
executivo", que deviam
ser potenciados para levar
mais gente à cidade e à região.
"A promoção pode
transformar um evento,
que seria um gasto, em
investimento. Atrair pes-
soas para a nossa região é
fazer um investimento",
disse o vereador do PSD
João Paulo Benquerença.
Em reação, o presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia,
sublinhou que há uma
"grande diferença" entre
a oposição e o executivo socialista que lidera e
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Destaque
Quarta-feira
20 de abril de 2016
13
Alcains
Parque de Leilões de Gado da Beira Baixa
já está a funcionar
POR PATRICIA CALADO
► O distrito de Castelo
Branco já possui Parque de
Leilões de Gado. Alcains,
na quinta-feira, inaugurou o Parque de Leilões de
Gado da Beira Baixa, uma
infraestrutura dinamizadora da atividade de produção de gado da região.
Com 54 lotes, esta infraestrutura é gerida pela
empresa municipal Terras da Beira e, na quarta
quinta-feira de cada mês,
a partir das 15 horas realizam-se leilões, estando já
o primeiro leilão marcado
para o próximo dia 28.
De acordo com o vereador João Carvalhinho, os
interessados em participar
devem efetuar as inscrições dos animais “com
uma antecedência mínima de três dias” da data
do leilão. Os animais são
assim admitidos para o leilão na véspera de forma a
cumprir uma dieta seguida por um médico veterinário.
No dia do leilão, os interessados, entre as 9 e as
13 horas, vão ter a oportunidade de observar todos
os lotes começando assim
a preparar a licitação, sendo que o valor base é determinado pelo Diretor do
Leilão.
Relativamente ao pagamento, o vereador explicou ao público presente
que a entidade gestora paga
aos apresentantes, depois
de recebido o pagamento
do preço devido pelos arrematantes.
“Nenhum animal sai
sem o pagamento validado”, avisou João Carvalhinho, informando que
o período de retirada dos
animais decorre até às 20
horas desse dia, e das 9 às
13 horas do dia seguinte.
Assim, mensalmente,
Alcains, durante três dias,
vai acolher leilões de gado
fruto de um “considerável
investimento” num local
que, Luís Correia considera ser “central e de fácil
acesso”.
“Somos facilitadores
da atividade económica.
Esta iniciativa envolve
risco, não temos certezas,
uma atividade que pode
ou não ter sucesso. Considerável investimento,
envolvimento de todos
para que possa ser um
sucesso”, referiu.
O edil salientou a importância da abertura
deste Parque de Leilões de
Gado da Beira Baixa que
pode assim ajudar no que
toca ao desenvolvimento A infraestrutura apresenta
económico. ■
54 lotes para os animais.
Autarcas das freguesias do distrito
juntaram-se em Sarzedas
POR PATRICIA CALADO
No âmbito das “Comemorações dos 40 anos
de Democracia e do
Poder Local”, Sarzedas
acolheu o encontro descentralizado da Delegação
Distrital da ANAFRE de
Castelo Branco, no sábado.
Neste encontro de caráter
cultural e recreativo, foram
partilhados aspetos etnológicos e históricos de Sarzedas, num convívio entre
autarcas, onde a valorização
das freguesias foi a palavra
de ordem
Celeste Rodrigues, Presidente da Junta de Freguesia
de Sarzedas, mostrou um
pouco da aldeia aos restantes autarcas, explicando
que a sua freguesia “é composta por 43 aldeias”.
“É uma freguesia rural,
em que a economia base é
,
explicou.
Neste encontro da delegação distrital da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) de
Castelo Branco, estiveram
presentes autarcas de “várias representações políticas”. Cristina Granada,
coordenadora distrital da
ANAFRE, salientou que
estas reuniões são sempre
importantes.
“A ANAFRE é a entidade nacional que contempla soluções, nestas
reuniões com vários presidentes juntos encontramos soluções”, referiu.
Jorge Neves, presidente
da Junta de Freguesia de
Castelo Branco e vice-presidente da ANAFRE, aproveitou o convívio para dar
a conhecer aos autarcas, as
a entidade conseguiu com
a aprovação do Orçamento
do Estado (OE) para 2016.
“Vamos ter um aumento
das receitas [no âmbito do
Fundo de Financiamento das Freguesias] para
1,23% para as Juntas de
Freguesias, uma luta muito grande que a ANAFRE
conseguiu, foi, sem dúvida, uma conquista”, esclareceu o autarca.
E há mais. A aprovação
do OE2016 prevê que as
freguesias com um número
de eleitores até 1500 possam ter um eleito a meio
tempo e que as que têm um
número de eleitores superior a esse e inferior a dez
mil possam ter um a tempo
inteiro.
Os encargos com os novos regimes de tempo inteiro são suportados “pelo
orçamento da freguesia,
não podendo a respetiva
remuneração ultrapassar
12%” do valor total geral
da receita constante na conta de gerência do ano ante-
rior nem do valor inscrito
no orçamento em vigor.
O convívio da delegação distrital da ANAFRE
contou com a presença do
Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco,
Luís Correia, que mencionou ser importante haver
um trabalho conjunto entre
a autarquia e as Juntas de
Freguesias.
“Quem está nas freguesias sabe quais os problemas dos territórios e estão
na defesa do interesse público. Procuramos gerir
tendo em conta todo o território, é preciso trabalho
entre a Câmara Municipal
e a Junta de Freguesia. Temos uma visão global do
concelho e isso deve-se à
disponibilidade dos presidentes”.
14
Vila de Rei
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Quarta-feira
20 de abril de 2016
XXVII Feira de Enchidos, Queijo e Mel divulga
cabeças-de-cartaz
► O Parque de Feiras
vai receber, de 30 de julho a 7 de agosto, mais
uma edição da Feira de
Enchidos, Queijo e Mel
(FEQM).
Organizado pelo Município, o maior certame
do Concelho volta assim
para divulgar os produtos
endógenos e artesanais do
Concelho e promover as
atividades empresariais
Vilarregenses.
A XXVII edição da
FEQM volta a apresentar
um programa musical variado, com o palco prin-
Tiago Bettencour, um dos artistasque faz
parte do cartaz desta edição do certame.
cipal do Parque de Feiras
a receber alguns dos principais nomes da música
nacional.
Biblioteca acolheu
Seminário sobre Enologia
e Prova de Vinhos
► A equipa do CLDS
3G de Vila de Rei, com o
apoio da Câmara Municipal, organizou, nos dias 8
e 9 de abril, duas iniciativas
que abordaram a temática
da enologia.
O auditório da Biblioteca Municipal José Cardoso
Pires recebeu, no final da
tarde de 8 de abril, o Seminário “Vitivinicultura
– Enologia”, que contou
com a presença de Vasco
Tomás, enquanto orador da
iniciativa, e de 34 pessoas
na assistência.
No dia seguinte, foi a vez
do Restaurante Paraíso do
Zêzere receber a iniciativa
“Iniciação à Prova de Vinhos – Nível II”, sobre o
tema “Aromas e Defeitos”.
Esta ação, com inscrições
limitadas, contou com a
participação de 20 pessoas
(número máximo de inscrições previstas). ■
Mia Rose, OLE – Orquestra Ligeira do Exército, Graciano Ricardo, Leo
e Leandro, ÁTOA, Tia-
go Bettencourt e Mikkel
Solnado (este último com
raízes familiares no Concelho de Vila de Rei) pro-
metem oferecer espetáculos musicais com muita
qualidade e trazerem, por
si só, milhares de visitantes ao certame.
Tal como nos anos anteriores, o programa da XXVII edição do evento vai
igualmente contar com
mais uma edição da Feira
do Livro, exposições, animação de rua, rastreios de
saúde, programa desportivo, tasquinhas e com a
realização da 28ª Colheita
de Sangue de Vila de Rei.
São novamente esperados mais de uma centena
de expositores oriundos
de vários pontos do país,
que apresentarão variados
produtos artesanais, para
além da gastronomia regional e dos sectores de
serviços, industriais e comerciais do concelho de
Vila de Rei.
Os visitantes terão a
oportunidade de saborear
os deliciosos enchidos,
queijo e mel da região, adquirir o típico artesanato
local e deliciar-se com a
ótima gastronomia regional nas esplanadas instaladas no recinto da Feira. ■
Está a chegar o I Festival das Sopas
e Petiscos
► O Município de
Vila de Rei, com o apoio
da Junta de Freguesia da
Fundada e do C.C.D.R.
da Fundada, vai organizar,
nos próximos dias 30 de
abril e 1 de maio, o I Festi-
val das Sopas e Petiscos de
Vila de Rei.
A iniciativa vai ter lugar
no Pavilhão Polidesportivo
da Fundada entre as 12 e
as 23 horas de sábado, 30
de abril, e entre as 12 e as
18 horas de domingo, 1 de
maio.
A entrada no recinto
terá um custo de 2€, dando direito a um kit do Festival (com sacola, tigela e
colher) e a experimentar
as perto de 20 sopas elaboradas pelas 10 Associações
do Concelho que aderiram
a esta iniciativa.
A animação musical será
também uma constante
durante o Festival. No dia
30 de abril, os visitantes
poderão assistir à atuação
do Grupo de Concertinas
da Casa do Benfica de Vila
de Rei, pelas 12 horas, ao
Encontro de Tocadores
de Instrumentos Tradicionais, a partir das 16 horas,
e à atuação da Orquestra
Clássica e Tradicional da
Escola de Música de Vila
de Rei, pelas 21 horas. No
dia 1 de maio terão lugar
as atuações do Grupo de
Cantares “A Bela Serrana”, pelas 12 horas, Classe Conjunta interpretada
pelos alunos do Ensino
Articulado de Música do
Agrupamento de Escolas
de Vila de Rei / Canto
Firme, pelas 14 horas, e do
Rancho Folclórico da Fundada, pelas 16 horas.
Paralelamente ao evento, vão ainda decorrer na
freguesia da Fundada outras atividades culturais e
desportivas durante o fimde-semana, incluindo um
Passeio Pedestre circular
na manhã de sábado, cujas
inscrições poderão ser realizadas na Receção Geral
da Câmara Municipal de
Vila de Rei, do 274 890
014 ou de [email protected] ■
Município lança edição de 2016
do “Concurso Literário Padre João Maia”
Fundada recebe “Encontro de Tocadores
de Instrumentos Tradicionais”
► A Câmara Municipal vai voltar a assinalar
o Dia Mundial do Livro,
que se comemora a 23 de
abril, com o lançamento
de uma nova edição do
“Concurso Literário
Padre João Maia”.
Com a temática “Diálogos Intergeracionais”
como pano de fundo, a
iniciativa tem o objetivo
de estimular o envolvimento dos participantes
► O recinto do Pavilhão
Polidesportivo da Fundada
vai receber, pelas 16 horas
do dia 30, o “Encontro
de Tocadores de Instrumentos Tradicionais”,
numa iniciativa organizada pelo Conselho Técnico
da Região dos Templários
da Federação do Folclore
Português, com o apoio do
Município de Vila de Rei.
O evento, inserido na
programação do Festival
na produção literária em
dois géneros distintos:
prosa e poesia.
Os interessados em
participar nesta nova edição do Concurso deverão
fazer chegar os seus trabalhos à Biblioteca Municipal José Cardoso Pires até ao dia 13 de maio.
Os melhores textos em
cada género literário serão premiados com um
cheque-prenda no valor
de 75€. Os mesmos serão
posteriormente publicados, em suplemento, no
Boletim Informativo da
Câmara Municipal de
Vila de Rei.
Os interessados em
participar poderão consultar as normas de participação em www.cm-viladerei.pt ou obter mais
informações na Biblioteca Municipal José Cardoso Pires. ■
das Sopas e Petiscos de Vila
de Rei, pretende reunir tocadores de ranchos/grupos
folclóricos e anónimos que,
ainda existem e, mantêm
viva esta arte.
Nesse sentido, convidam-se todos os interessados a participarem no
encontro e divulgarem o
tocar de instrumentos tradicionais como por exemplo: instrumentos de sopro
(gaita de beiço, harmónio,
concertina, pífaro, gaita de
fole…), instrumentos de
corda (bandolim, cavaquinho, viola, guitarra…) e
instrumentos de percussão
(bilha, bombo, castanholas de cana, ferrinhos, reque-reque, tréculas, garrafa
com garfos, pinhas…).
As inscrições para o encontro de tocadores de instrumentos tradicionais são
gratuitas e podem ser efetuadas até ao dia 26. ■
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Oleiros
Quarta-feira
20 de abril de 2016
Foto: www.cmtsn.cv
Autarquia renova protocolo
de cooperação com Tarrafal
de S. Nicolau
► No âmbito de uma
geminação existente desde
2011 entre os Municípios
de Oleiros e de Tarrafal de
S. Nicolau (Cabo Verde),
uma comitiva Oleirense
deslocou-se àquele município cabo-verdiano com
o intuito de reforçar as relações de cooperação e dar
uma nova dinâmica a esta
geminação que tem tido
foco sobretudo na área da
Educação. Futuramente,
esta passará também a aprofundar a área da Cultura.
A decisão foi tomada
numa reunião de traba-
PUBLICIDADE
Foto: Manuel Tavares
Passeio Pedestre no Trilho
dos Apalaches este domingo
► Realiza-se no próximo domingo o passeio
pedestre que irá percorrer parte da Grande
Rota Muradal Pangeia
(ou Trilho Internacional
dos Apalaches português), num percurso de
12,6Km.
A iniciativa é do Município de Oleiros, com o
apoio das Juntas de Freguesia de Estreito-Vilar
Barroco (JFEVB) e de
Orvalho e da Associação
Trilhos do Estreito.
Os interessados em
participar, deverão inscrever-se até ao dia 21, no
Posto de Turismo de Oleiros (272 681 008) ou na
JFEVB (272 654 670). O
custo da inscrição é de 10
euros e inclui reforço alimentar (Portelo), almoço
(Vilar Barroco) e brinde.
PUBLICIDADE
lho ocorrida entre as duas
delegações no início da
tarde desta quarta-feira,
13 de abril, onde as partes
avaliaram como positiva a
cooperação em curso e chegaram a um entendimento
que justificou a renovação
do referido Protocolo. Assim, de modo a dar um
novo incremento à parceria, esta passará a privilegiar
outras áreas.
Refira-se ainda que decorrente da geminação
existente, desde o ano
letivo 2012/13, Oleiros
tem acolhido estudantes
do Tarrafal, os quais prosseguem as suas formações
técnicas no Agrupamento
de Escolas Padre António
de Andrade, num total de
três grupos de estudantes
recebidos até ao momento. ■
Naquele dia, a concentração terá lugar na JFEVB,
pelas 8H30 e no final do
passeio haverá transporte
de regresso para o Estreito (início do percurso), a
partir das 15H. ■
15
16
Proença-a-Nova
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Quarta-feira
20 de abril de 2016
Plano Operacional Municipal para 2016
já foi aprovado
► O Plano Operacional
Municipal (POM) para o
ano de 2016 foi aprovado por unanimidade pela
Comissão Municipal de
Defesa da Floresta Contra
Incêndios que reuniu a 5
de abril. Entre outros elementos, o POM operacionaliza o Plano Municipal
de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI),
em particular as ações de
vigilância, deteção, fiscalização, primeira intervenção, combate, rescaldo e
vigilância pós-incêndio. O
presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova,
que presidiu à reunião, informou que o Município
irá proceder à alteração do
Regulamento Municipal
das Atividades que impli-
cam o uso de fogo.
“Pretendemos adicionar a limpeza de terrenos
em locais que não estejam
classificados como espaços florestais no PMDFCI, com o objetivo de que
a gestão de combustível
seja efetuada em todos
os locais que ponham
em causa a segurança das
pessoas e dos seus bens”,
Proença Origem – Caça e Pesca
Inscrições abertas
para expositores no certame
► Até ao dia 29 decorrem as inscrições para os
expositores – temáticos,
artesanato, gastronomia,
tasquinhas ou outros –
que queiram estar presentes no evento Proença Origem 2016 - Caça e Pesca
que se realiza de 9 a 13 de
junho, coincidindo com a
comemoração do Dia do
Município (a 13 de junho). A área temática irá
incidir nas atividades de
caça e pesca, bastante representativas no concelho
de Proença-a-Nova pelas
suas características: existem seis Zonas de Caça
Municipais, seis cursos de
água com condições para
a prática da pesca desportiva e centenas de adeptos
em ambas as modalidades
que as praticam com a regularidade permitida pela
legislação em vigor.
Além da área temática,
estão ainda disponíveis
espaços de exposição em
áreas distintas como o artesanato, atividades económicas, gastronomia e
produtos regionais, entidades oficiais ou associações e tasquinhas, tanto
do concelho de Proença-aNova como de qualquer
outro ponto do país.
Em breve, o Município
divulgará o cartaz com os
nomes que vão abrilhantar
os cinco dias de festa, incluindo concertos com artistas nacionais de renome,
bem como o programa de
animação que incluirá demonstrações diárias de falcoaria, demonstrações de
raças caninas, concurso de
pesca desportiva, oficinas
de ciência – com o Centro
Ciência Viva da Floresta,
concurso gastronómico –
com a União de Freguesias
de Proença-a-Nova e Peral
e sessões de cozinha ao
vivo, teatro de rua, arruadas, entre muitas outras
propostas. ■
afirmou João Lobo.
O autarca referiu ainda
que será feito um reforço
na divulgação da informação constante no Decreto-Lei nº 124/2006, que
define as obrigações dos
proprietários em relação
à defesa da floresta contra
os incêndios, e ainda ao
nemátodo da madeira do
pinheiro, com a distribui-
ção de folheto informativo
em conjunto com o recibo
da água “no sentido de
informar e sensibilizar os
munícipes”. Sempre que
solicitado pelas Juntas e
Uniões de Freguesia, o técnico do Gabinete de Proteção Civil e Florestas do
Município está disponível
para prestar esclarecimentos à população nos locais.
Esta informação à população é essencial para minimizar situações de risco de
incêndio já que é dever de
todos a defesa ativa de um
património comum. Durante todo o ano, a Câmara
Municipal promove a abertura de caminhos florestais
e a beneficiação de outros
existentes.
Em 2015, foram benefi-
ciados 250 quilómetros e
abertos 15 quilómetros de
caminhos florestais e foram
ainda intervencionados 52
hectares de silvicultura preventiva nas linhas elétricas
de média tensão e 35 hectares na rede primária. Entre 15 de junho e 15 de outubro do ano passado, em
parceria com a Associação
de Produtores Florestais e
Juntas de Freguesia, o concelho dispôs de sete viaturas apetrechadas com KIT
de primeira intervenção situadas em locais estratégicos de estacionamento para
garantir uma vigilância e
primeira intervenção apropriada. Durante 2015, registaram-se 15 ocorrências
no concelho, havendo 9,5
hectares de área ardida. ■
Concurso destaca potencialidade dos vinhos
feitos no concelho
► O melhor vinho do
Concelho de Proença-aNova é branco e é produzido nos Casais: o vinho
de Joaquim Farinha Dias
alcançou 87,1 pontos na
prova cega realizada este
sábado, 9 de abril, e conquistou, por isso, o Prémio
de Excelência do Concurso.
A apreciação do júri determinou ainda que os vinhos
de António Sousa (branco),
Jorge Cristóvão e Manuel
Farinha (ambos tinto) fossem classificados com a
categoria de Ouro. Para o
presidente da Câmara Municipal, este concurso enquadra-se na estratégia que
o Município encetou há
quatro anos quando dotou
o Centro Ciência Viva da
Floresta com novas competências, nomeadamente na
área da vitivinicultura.
“Este evento é o culminar de uma etapa e marca
o início de outra. Isto é,
chegados aqui e dotado o
concelho de apoio para se
tirar partido dos solos de
xisto e das condições edafoclimáticas favoráveis,
estão reunidas as condições para se potenciar um
produto que tem excelência, valorizando o território e criando valor. A
cultura da vinha - e o seu
produto -, aliada a uma
rede estruturada, também
é canal para o turismo ser
transportado para o nosso concelho”, afirma João
Lobo.
Francisco Antunes, presidente do júri e enólogo
que apoiou a instalação do
Laboratório de Vinhos e
Mostos no CCV da Floresta, considera que os vinhos
foram a concurso são de
qualidade bastante aceitável e que a pré-seleção
feita “causou problemas
aos provadores na escolha
dos vinhos premiados”.
Para chegar à fase final,
apenas 15 dos 42 vinhos
tintos, oito dos 17 brancos
e nenhum dos sete rosados
inicialmente a concurso
passaram pela prova organolética, sinal de que há
ainda trabalho pela frente.
“Diria que os grandes
degraus foram transpostos, agora começa a haver
os degraus mais pequenos
que são os mais difíceis de
transpor porque começam a ser pormenores a
que as pessoas dão menos
atenção”, afirma Francisco
Antunes. Esses degraus dizem respeito, por exemplo,
à conservação dos vinhos
mas qualquer dos vinhos
presente na fase final poderia ser comercializado. “O
vinho é como um filho, é
preciso acompanhar continuamente”.
Luís Moura, escanção e
um dos elementos do júri,
destacou a ligação permitida com a gastronomia
típica.
“É uma região que
gastronomicamente está
marcada por pratos de
forno e são vinhos tintos
com taninos suficientes
para criar harmonia com
esses pratos, de maior intensidade”.
Os produtores que participaram no concurso vão
agora receber as notas descriminadas da prova e será
dinamizada em maio uma
sessão de reflexão, aberta a
todos os viticultores, sobre
os resultados, os problemas
encontrados nos vinhos
avaliados e formas de os
evitar.
Os prémios foram entregues no decurso do Festival Gastronómico Adega
Típica que, para além do
vinho, destacou igualmente
a gastronomia tradicional
do concelho de Proença-aNova. Centenas de pessoas
passaram pelo recinto do
festival e tiveram a oportunidade de visitar a exposição de produtores da marca
Proença-a-Nova Origem
com venda de produtos e
divulgação dos alojamentos
locais. ■
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Sertã
Quarta-feira
20 de abril de 2016
17
Cernache do Bonjardim
Romaria São Nuno de Santa Maria
durante este fim-de-semana
José Cid vai marcar presença durante o certame.
► São Nuno de Santa
Maria estará em destaque
na quarta edição da romaria que se realiza em sua
honra de 22 a 24 de abril
em Cernache do Bonjardim. Religião, “Produtos
da Terra”, tasquinhas, concerto com José Cid e a conferência alusiva aos 30 anos
da Rádio Condestável serão
os pontos altos da romaria.
Promovida conjuntamente pela Câmara Municipal da Sertã e pela União
de Freguesias de Cernache
do Bonjardim, Nesperal e
Palhais, esta romaria pretende perpetuar a memória
e o legado de Nuno Álvares
Pereira, natural de Cernache do Bonjardim e exem-
plo ímpar de dedicação à
Igreja e aos mais necessitados, nos seus últimos anos
de vida, não esquecendo as
suas qualidades de estratega, guerreiro e defensor de
Portugal.
O programa inicia-se
sexta-feira, pelas 21H30,
no Salão Paroquial de Cernache do Bonjardim, com
a peça de teatro “Mina de
Ouro” levada à cena pelos
alunos do Instituto Vaz Serra.
A cerimónia de abertura realiza-se no sábado, na
sede da União de Freguesias, às 14H30, com José
Farinha Nunes, Presidente
da Câmara Municipal da
Sertã, e Diamantino Pina,
Sertã Saúde Mais em abril
► No mês de abril vão
novamente para o terreno,
à semelhança dos meses
anteriores, os rastreios no
âmbito do projeto Sertã
Saúde Mais.
Até 15 de maio, o projeto contemplará Ras-
treios Visuais, para além
dos rastreios habituais,
contando para isso com
a colaboração de quatro
ópticas presentes no Concelho da Sertã: Opticália,
OMB Grupo Óptico,
Óptica Lucas e Óptica Ja-
Freguesia
Localidade
Obras na EN238
já começaram
cinto. No mês de abril, os
rastreios visuais realizar-se
-ão no dia 10 no Sambado, Troviscal, Marmeleiro
e Mendeira.
Os Rastreios Visuais
voltarão novamente no
dia 15 de maio.
Recorde-se que o projeto Sertã Saúde Mais resulta de uma parceria entre o Município da Sertã,
Bombeiros Voluntários
da Sertã e Bombeiros Voluntários de Cernache
do Bonjardim. O principal objetivo prende-se
com a mobilização dos
munícipes para a realização de rastreios médicos
regulares, onde são registados diversos parâmetros, nomeadamente o
peso, a pressão arterial, a
pulsação, a glicémia e a
saturação de oxigénio, não
sendo necessário estar em
jejum. ■
Local
Data
Hora
Várzea dos Cavaleiros
Mosteiro
Centro Social
24.04.2016
08H15M
União das Freguesias de Ermida
e Figueiredo
Várzea dos Cavaleiros
Figueiredo
Edifício da Junta
de Freguesia
Edifício da Junta
de Freguesia
24.04.2016
09H30M
24.04.2016
10H00M
Várzea dos Cavaleiros
Presidente da União de
Freguesias de Cernache
do Bonjardim, Nesperal
e Palhais, a que se seguirá
a conferência promovida
pela Rádio Condestável intitulada “30 anos – A sua
importância no contexto
regional”.
Às 18 horas, nos claustros
do Seminário das Missões
de Cernache do Bonjardim,
decorrerá a inauguração dos
trabalhos do “I Concurso
de Fotografia de Cernache
do Bonjardim, berço de
São Nuno de Santa Maria”. Meia hora mais tarde,
começa a animação musical
com Concertinas no palco
situado na quinta do Seminário.
Às 22 horas, terá início o
concerto com o artista José
Cid, no palco na quinta do
Seminário.
No domingo, às 9H30
realiza-se a arruada pelas
artérias da vila, seguindose o cortejo às 10 horas. A
Missa inicia-se às 11 horas
na igreja do Seminário das
Missões. Na parte da tarde,
às 15 horas, inicia-se o desfile de ranchos folclóricos
pela Vila, que terminará
no recinto e dará o mote ao
XXXIII Festival de Folclore
do Rancho Folclórico e Etnográfico de Cernache do
Bonjardim, às 15H30. ■
União das Freguesias de Ermida
e Figueiredo
Ermida
Edifício da Junta
de Freguesia
24.04.2016
11H00M
União das Freguesias de Cernache
do Bonjardim, Nesperal e Palhais
Nesperal
Edifício da Junta
de Freguesia
24.04.2016
11H15M
União das Freguesias de Cernache
do Bonjardim, Nesperal e Palhais
Palhais
Salão Paroquial
24.04.2016
12H45M
► A Câmara Municipal da Sertã deu início no
dia 13 às obras de recuperação do buraco na EN
238, na zona de Porto da
Cruz (reta), freguesia do
Cabeçudo, junto ao antigo lagar, no sentido Sertã
– Cernache do Bonjardim,
provocado por um aluimento de terras.
A autarquia teve conhecimento da situação
na passada semana e esta
manhã deu início aos trabalhos de “reparação com
uma cofragem em betão
armado para suportar a
estrada e a boca do aqueduto”, descreveu à Rádio
Condestável o vereador
responsável pelas obras
na autarquia sertaginense,
Rogério Fernandes.
“O que suportava a
valeta é que cedeu e também só cerca de metro e
meio de terra é que cedeu, mesmo debaixo do
pavimento. O aqueduto
ficou intacto”, descansou
o vereador.
Caso as condições meteorológicas assim o permitam, espera-se que a
situação esteja normalizada até final da semana.
Para já, o trânsito faz-se de
forma alternada naquele
local. ■
Com Rádio Condestável
Desporto
18
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Quarta-feira
20 de abril de 2016
Clube de Automóveis Antigos
organiza Trofeu regional
de regularidade
► O Clube de Automóveis Antigos de Castelo Branco (CAACB), vai
organizar a Beira Baixa
Challenge 2016 – Troféu
Regional de Regularidade
Sport em troço fechado, à
média máxima de 65 km/
hora.
Esta competição automóvel, devidamente
Vila de Rei
escola de natação repete ótimos resultados
em Torneio de natação do C.S.P.r.
► Catorze atletas da
Escola de Natação do
Município de Vila de
Rei estiveram presentes
em mais uma edição do
Torneio de Natação do
Centro Social Padres Redentoristas, realizado em
Castelo Branco na tarde
do dia 9.
Os jovens Vilarregenses
voltaram a estar em grande destaque, alcançado
um total de 16 lugares
no pódio nas diferentes
provas.
A segunda edição de
2015/2016 deste Torneio
contou com a presença
dos atletas das Escolas de
Natação dos Municípios
de Proença-a-Nova, Pampilhosa da Serra, Vila de
Rei e do Clube de Natação do Centro Social Padres Redentoristas. ■
Raquel Francisco 3º lugar em Costas e em Crawl
Ana Rita Pedro 1º lugar em Costas, 2º em Crawl e 3º em Bruços
Beatriz Catarino 1º lugar em Crawl e em Bruços
Simão Brito 1º lugar em Crawl, 3º em Bruços e Mariposa
Rui Mendes 1º lugar em Mariposa, 2º em Crawl e Bruços
Diego Batista 3º lugar em Costas
Francisco Catarino 1º lugar em Crawl, 2º em Mariposa
autorizada pela FPAK –
Federação Portuguesa de
Automobilismo e Karting,
é aberta à participação de
automóveis clássicos (até
1990) e contemporâneos
(até
2015), e integrará
quatro provas, 1 de maio,
Rali da Gardunha (Castelo Novo) organizado pela
ASCCN e CAACB, dia 5
de junho – Rali do Paul
organizado pela Casa do
Povo e CAACB a 1 de outubro – Rali Cidade da Covilhã organizado pelo Classic Clube de Portugal e a
ultima prova a 6 de novembro no Rali Portas de Ródão organizado pelo Clube
de Automóveis Antigos de
Castelo Branco.
A Beira Baixa Challenge
2016 tem como objetivo
primordial proporcionar
a possibilidade aos aficionados da competição automóvel nesta região do
Interior do País, de participarem em provas oficiais
reguladas e regulamentadas
pela respetiva entidade federativa, a preços low coast.
Poderão participar na
Beira Baixa Challenge
2016, condutores devidamente habilitados com
carta de condução, em
automóveis de série, ou de
competição. Alertam-se os
potenciais interessados em
participar na Beira Baixa
Challenge 2016 que está a
decorrer o período oficial
de inscrições para a primeira prova pontuável para o
Troféu – Rali da Gardunha
(1 de maio), terminando
o prazo para o supracitado
efeito no dia 22 de abril. ■
II Torneio Infantil “José Melo”
► Decorreu no passado
dia 10 de Abril a 2ª edição
do Torneio Infantil “José
Melo”, organizado pelo
Clube Atlético Fundanense. A cidade do Fundão
acolheu assim este Torneio, que tem dois objetivos primordiais: proporcionar aos atletas Infantis
(11 anos) e Iniciados (12
anos) uma competição
muito próxima do que
acontece nos escalões superiores, e, homenagear o
Mestre José Melo.
O Mestre José Melo,
conta com mais de 40
anos ligados à modalidade, sendo que o Judo
Distrital muito lhe deve,
atendendo ao trabalho
desenvolvido, preferencialmente, na zona da
Cova da Beira, Fundão e
Covilhã.
Nesta homenagem estiveram presentes cerca de
meia centena de judocas
de todo o país, representado oito clubes, Atlético
Clube Fundanense, Academia de Judo de Castelo
Branco, Escola de Judo
Ana Hormigo, Sport Benfica e Tortosendo, Sport
Lisboa e Benfica, Clube
de Judo de Torres Novas,
Colégio Coração Sagrado
de Maria (Lisboa) e o Vitória Futebol Clube (Setúbal).
Os judocas do distrito
estiveram em bom nível, ao vencerem três das
dez categorias que decorreram. Relativamente à
competição por equipas,
esta foi ganha pela Escola de Judo Ana Hormigo,
logo seguido pelo Vitória
Futebol Clube e Sport
Lisboa e Benfica, que se
classificarem, respetivamente, no segundo e terceiro lugar.
De destacar a estreia de
novos árbitros nesta competição, recém-formados
na Associação Distrital de
Judo, no curso que teve
lugar entre os dias 1 e 3 de
abril. ■
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Desporto
Quarta-feira
20 de abril de 2016
Benfica e Castelo Branco 2 Angrense 0
Campeonato Nacional
Fase de Subida
Encarnados estiveram
impecáveis
10ªJornada (17/04/2016)
Estádio: Municipal
de Castelo Branco
Benfica
CB
2-0
Angrense
Benfica CB
Gustavo, André Cunha, Hernani
(81, Tomás), João Lucas, Pedro
Eira, Adriano, Ricardo Rocha,
Fábio Pereira, Dani Matos,
Evandro Brandão (89, Weiser) e
Fábio Fortes (68, Rafael Silveira).
POR JOSÉ MANUEL R. ALVES
► Excelente exibição
da equipa da casa, com
forte predominância na
primeira parte, em que
apesar dos visitantes entrarem melhor no jogo,
rapidamente os albicastrenses reagiram com um
futebol bem sustentado,
vindo a inaugurar o marcador aos 29 minutos por
Fábio Pereira, um golo
que fez levantar o estão
pela sua arte. Decorridos
apenas um minuto sobre
este lance, Evandro Brandão aumentou para 2-0,
resultado com se chegou
ao intervalo.
Treinador: Rui Amorim
Délcio, Ivanildo, Miguel Oliveira,
Rúben Azevedo, Eugénio,
Miranda, Rui (45, Jordanes),
Álvaro (73, Wilson), Graxinha (66,
Stela), Magina e Pedro Aguiar.
Treinador: Roldão Duarte
Disciplina: Cartão Amarelo:
Dani Matos (25), Magina (45) e
Jordanes (90)
Branco dominou a seu
belo prazer, tendo ainda
o ensejo nos últimos de
aumentar a vantagem,
quando Dani Matos rematou ao poste. Vitória
justa da melhor equipa
em campo, que assim
mantém intata a esperança de um lugar que lhe
permita disputar a subida
de divião. ■
Marcadores: Fábio Pereira (29) e
Evandro Brandão (30)
Arbitragem: António Costa
(AF Aveiro)
Rali de Castelo Branco chega este fim-de-semana
► A melhor prova do
campeonato nacional de
ralis vai para a estrada no
próximo fim-de-semana e
promete muito espetáculo
e emoção. A lista de inscritos conta com os principais nomes da modalidade que estão no ativo e
a organização está a ultimar os pormenores para
que esta seja mais uma
grande edição do Rali de
Castelo Branco.
Naquele que é um dos
melhores campeonatos
dos últimos anos, e unanimemente considerado
o melhor da Europa, são
1º Dezembro
0-2
U. Leiria
SC Praiense
1-0
Casa Pia
Benfica CB
2-0
Angrense
Cova da
Piedade
2-1
Moura
11ªJornada (24/04/2016)
Moura
-
SC Praiense
Casa Pia
-
Benfica CB
Angrense
-
1º Dezembro
U. Leiria
-
Cova da
Piedade
Angrense
Na etapa complementar, os açoreanos tudo fizeram para reduzir a vantagem encarnada, mas foi
sol de pouca dura, dado
que o Benfica e Castelo
cerca de uma dezena as
equipas com condições
para discutirem a vitória.
Entre os inscritos estão
presentes vários campeões
nacionais que, em conjunto, somam mais de
uma dezena de títulos.
Nomes como Fernando
Peres, Miguel Campos,
José Pedro Fontes, Pedro
Meireles e o pluricampeão
de TT que este ano faz a
estreia nos ralis, Miguel
Barbosa, não faltaram à
chamada.
“A Escuderia Castelo
Branco fez uma grande
aposta nesta prova que
pontua para o campeonato nacional pelo terceiro ano consecutivo.
Felizmente temos conseguido criar as condições
que agradam aos pilotos,
às equipas e que trazem
milhares de espectadores
à região. Este ano procurámos voltar a ter novidades e apresentamos
um itinerário diferente.
Temos a preocupação
de animar a cidade e vamos ter, mais uma vez, a
espetacular super-especial noturna em Castelo
Branco”, afirmou o presidente da organização,
19
António Sequeira.
Para além do campeonato nacional da disci-
plina, o Rali de Castelo
Branco pontua para diversos campeonatos e taças
secundários em Portugal
e recebe um contingente
espanhol grande que participa numa competição
espanhola, a Dacia Sandero Rallye Cup, e outra
ibérica, a Clio R3T Iberia
Trophy.
O Rali de Castelo Branco volta a inovar e apresenta um itinerário novo
que promoverá a competição e o espetáculo. Entre sábado e domingo, as
muitas dezenas de equipas
que já confirmaram a sua
inscrição vão percorrer
mais de 300 quilómetros
pela Beira Baixa, dos quais
117 km serão disputados
contra o cronómetro. O
interesse gerado pela prova é muito grande, como
comprovam os números
1º
2º
3º
4º
5º
6º
7º
8º
Cova da Piedade
Casa Pia
Benfica CB
SC Praiense
U. Leiria
1º Dezembro
Angrense
Moura
10
10
10
10
10
10
10
10
23
15
14
14
13
13
11
6
Campeonato Dist.
de Sén. de Castelo Branco
21ªJornada (16/04/2016)
4-0
IPCB
CA Fundão
0-0
CD Alcains
4-1
SC Covilhã
B
A. Pedrogão
S. Pedro
AC Atalaia
Campo
2-2
AD Proença
A.R.C. Oleiros
4-0
AD. Estação
D. Belmonte
22ª Jornada (24/04/2016)
IPCB
-
Vila Velha
de Rodão
SC Covilhã
B
A. Pedrogão
S. Pedro
-
D. Belmonte
-
CA Fundão
AD Proença
-
CD Alcains
AD. Estação
-
AC Atalaia
Campo
1º SC Covilhã B
2º A.R.C. Oleiros
3º D. Alcains
4º CA Fundão
5º D. Belmonte
6º V V. Rodão
7º AD Proença
8º AC Atalaia Campo
9º IPCB
10º AD Estação
11º A. P. de S. Pedro
19
20
19
19
19
19
19
19
19
19
19
47
46
38
31
30
30
27
24
9
7
7
relativos às taxas de ocupação hoteleira na região.
As unidades de alojamento há muito que estão esgotadas para estas datas e
a procura junto das empresas de restauração tem
sido tremenda.
A partida está marcada
para sábado às 16 horas.
O vencedor será conhecido no domingo, dia 24,
por volta das 17 horas. ■
Lazer
20
AGENDA
CUL
TU
RAL
Edição 1154
www.povodabeira.pt
// exposição
25abril às 17:30
Castelo Branco|Centro de Cultura
Contemporânea| Entrada Gratuita
THERE IS NO WHY, THERE IS NO I
É inaugurada no próximo dia 25, a nova exposição no Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco, intitulada "Corpo e
Fisicalidade na coleção de Norlinda e José
Lima".
// Música
24abril às 22:00
Sertã|Casa da Cultura | Entrada
Gratuita
Livro da Semana
Teresa Driscoll
receitas de Vida para Melissa
Receitas de Vida para Melissa é o romance de estreia de
Teresa Driscoll. Uma história
comovente sobre um drama
familiar com intensos elementos de experiências de
vida e de perda. Este livro
está escrito ao estilo de um
diário, com várias receitas
baseadas em histórias e segredos da mãe da protagonista, que morreu de cancro
da mama.
Compota de Morango é uma
das receitas que Eleonor
deixa num livro para a filha
Melissa, mas aquela não
é uma receita de compota
qualquer. Representam as
memórias de umas férias
fantásticas em Porthleven.
Bife Bourguignon é outra
das receitas, ideal para os
dias de aniversários e o prato preferido do pai.
Este é um livro de ficção,
mas em que a autora acabou por se inspirar no mais
marcante episódio da sua
própria vida para escrevê-lo.
Teresa Driscoll era adolescente quando perdeu a sua
mãe, que morreu vítima de
cancro.
Género: Romance
N.º de páginas: 296 pág
PVP: 16,60€
Quarta-feira
20 de abril de 2016
CONCERTO “A HISTÓRIA DO CINEMA EM 90 MINUTOS”
A 24 de abril, a partir das 22 horas, a Casa
da Cultura da Sertã acolhe a Orquestra de
Sopros da Filarmónica União Sertaginense
com um concerto que promete contar “A
História do Cinema em 90 minutos”. Do
vasto reportório constam temas das bandas sonoras de películas como “A Lista de
Schindler”, “Pantera cor-de-rosa”, “Robin
dos Bosques”, James Bond, Harry Potter,
Piratas das Caraíbas e muitos outros.
Promovido pela Câmara Municipal da Sertã e pela Filarmónica União Sertaginense,
o Concerto “A História do Cinema em 90
minutos” conta com a participação do Coro
do Instituto Vaz Serra. A entrada é livre.
// Música
22e23abril às 21:30
Castelo Branco|Sede do Váatão
PRIMEIRA SESSÃO DE I'MPOSSIBLE
DEDICADA AO 25 DE ABRIL
O projeto “I’mPossible”, do Váatão – Teatro
de Castelo Branco, surge, naturalmente,
em linha com a forma de estar do grupo,
na tentativa de criar pontos de encontro
e estabelecer pontes entre os artistas da
nossa comunidade local e regional, proporcionando experiências enriquecedoras
pluridisciplinares. Por via do incentivo à
produção criativa, serão realizadas mostras regulares, permitindo assim o contacto com diversas vertentes de expressão
artística.
Estas serão levadas ao nosso público, em
formato de Café-concerto, Exposições, Instalações, numa abordagem transversal às
atividades musicais, representações teatrais, dança, práticas circenses, artes plásticas, desfiles ou mostras de figurinos…
A primeira edição terá lugar a 22 de abril,
com a temática “Celebrar Abril”. Esta iniciativa prossegue no dia 23, com um Festival de Música, organizado pela Associação
“ Cachos de Sucesso”.
// representação
22a24abril às 21:30
Castelo Branco|Cine-Teatro
Avenida | 6ª Feira e Sábado,
21:30 / Domingo, 17:00
Preço - 5€
THE OLD IMAGE OF BEING LOVED
“The old image of being loved” acontece
como um evento teatral onde o público é
convidado a cocriar um projeto artístico,
ficcional, de longa duração intitulado “Touch”. “The old image of being loved” é composto por dois objetos (uma obra de arte
em constante construção e um espetáculo
de teatro) que coexistem no mesmo espaço e tempo - duas linhas dramatúrgicas
que se cruzam e dependem uma da outra.
Fotografias, propostas de cena, rascunhos
dramatúrgicos, sketchs e esboços cenográficos são as substâncias que movimentam e aprofundam o desenvolvimento de
todo o espetáculo, caracterizando-o como
uma performance multidisciplinar. A criação de material feita pelo coletivo Obra-Auditório não é só um mero jogo interativo.
É também a sua própria linguagem que
nivela a realidade e a ficção pelo mesmo
plano: o do tempo real.
“The old image of being loved” é um espetáculo que não existe porque se impôs
à ternura de um artista esquecido pelo
mundo.
// Música
25abril às 21:30
Castelo Branco|Cine-Teatro
Avenida | Entrada gratuita
ANTÍGONA ENSEMBLE APRESENTA
"REVOLUÇÕES NO MUNDO"
Antígona Ensemble propõe-se divulgar a
música do mediterrâneo, procurando recriar e reinterpretar temas musicais através de uma leitura própria e de acordo
com enquadramentos culturais ou temáticos específicos - respeitando as criações
originais sem nunca descurar a descoberta de novas composições e de novas sonoridades.
Antígona Ensemble surge em 2014, no
Fundão, na sequência de um convite para
a criação do espetáculo “Antigona” com as
Classes de Teatro da Estação Teatral, apresentado no Festival TeatroAgosto.
Neste concerto o público é convidado a
recordar temas e palavras que marcaram
mudanças, lutas e revoluções em todo o
mundo.
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Lazer
Quarta-feira
20 de abril de 2016
21
Correio de Leitor
Ensaio mesmo em branco.
Só em Alcains, já são cerca de sessenta, os micro "nano" agricultores
que foram obrigados a frequentar um
"inenarrável" curso de Aplicação de
Produtos Fitofarmacêuticos.
Trinta e cinco horas, repito 35 horas, 8 dias, em horário pós laboral,
das 18.30 às 22.30 horas.
O custo que cada micro agricultor
teve de despender para frequentar o
dito curso foi de 90 euros, mais 7,5
euros para se receber o cartão, que,
ao que consta, tem uma validade de
10 anos. Dois meses passados, cartão, nem vê-lo!
Assim vai a nossa burocrática agricultura...
A generalidade dos alunos da mi-
nha provecta turma, têm apenas uma
pequena horta, uma belga, um quintal, uma courela, uma tapada, um ou
outro uma quinta, e apenas um, raro,
entre vinte alunos falava de hectares,
a medo, não seriam muitos, menos
de três.
No entanto, o parco texto de apoio
distribuído que serviu de guia nas
aulas, foi decerto retirado de alguma
tese de doutoramento, com uma linguagem e conceitos próprios a agricultores de produção extensiva, de
alcatifa nas "drabi", desgarrados da
realidade que é a miséria da nossa
agricultura de subsistência.
Não os refiro por pudor e respeito
para quem me lê, tal a discrepância
entre as expectativas dos alunos sobre o que iam aprender, e a entidade
que concebeu tal modo de desacreditar ainda mais a formação de mais
uma "Nova Oportunidade" perdida.
Entretanto, vim de lá, em conceitos,
quase doutorando...
Dos vinte alunos da minha turma a
generalidade, mais de 95 por cento,
tinha apenas a antiga 4ªclasse, tirada
há meio século, já esquecidos dos mililitros, das centigramas quase todos
desprovidos de bons ares e muito menos de hectares.
No entanto, lá vinha o cuidado a
ter com a pressão dos bicos dos aspersores dos tratores para quem tem
apenas pulverizador, o cuidado a ter
com as embalagens e o armazém dos
ditos fitossanitários, com extintor, balde de areia, a quem apenas tem uma
pequena caixa com colher herdada
de pai, para fazer uma calda em pulverizador de 5 a 12 litros.
Senti-me por ali meio agrário, tal a
megalomania da matéria professada
a agricultores familiares, de fim de
semana.
Estoicamente lá se foi passando este tempo, de aulas, esta nova
oportunidade, sem qualquer material
audiovisual, modorra que ia sendo
quebrada quando a interação entre
alunos e monitora falava do que nos
interessava e queríamos saber mais,
a lepra do pessegueiro, o olho de pa-
PUBLICIDADE
vão das oliveiras, a folha amarelada
dos citrinos, as cochonilhas, a mosca
das frutas, os nemátodos, dos ácaros
aos afídeos.
Cupravit, envidor, serenade, e garbol entre outros, foram parcas curas
para quem caro pagou um papel, um
cartão, que o habilita a poder comprar
e aplicar produtos fitossanitários sem
ser incomodado pelas autoridades.
Claro que as empresas de formação
têm por aqui um raio de sol que as
aquece em dias de frio quase glacial,
e é ver como recentemente um jornal
local publicou apetites de instituições
que sobrevivem com as formações,
para terem acesso aos 97,5 euros,
por 10 anos, que os governos extorquem a quem trata da horta.
Tamanho aborto legislativo sobre
formação sanitária agrícola só pode
ser entendido num cenário de absoluto desconhecimento da realidade dos
destinatários.
A pessoa, instituição ou organização que tal formação concebeu devia
ser tratada em dia de sol com Mesurol.
O título deste texto, ensaio em branco, refere-se a um trabalho de campo,
que tivemos de efetuar pra se calcular o produto que se gastou numa
determinada área, o débito do pulverizador.
Manuel Peralta
PROFESSOR CASSAMA
Africano, grande cientista espirutualista, com super magia negra e branca mais forte.
Resolve com rapidez no máximo de 4 dias qualquer que seja o seu caso, exemplo:
Amor, Negócios, Impotência Sexual, Prender e Desviar, Afasta e Aproxima pessoas
amadas, Exame, Jogo, Espirituais, Alcoolismo, Droga, Maus olhados, Inveja, etc... Lê a
sorte, dá previsão da vida e do futuro pelo bom espírito e forte talismã.
CONSIDERADO UM DOS MELHORES PROFISSIONAIS
Não há problema sem solução - Consultas das 9H às 22H / Segunda a Domingo
Tlm.: 969 402 867 - 911 095 838 Telf: 210 995 177
Avenida Pangin Nº28, RC-Drt Reboleira 2720 - 447 Amadora
Classificados
Diversos
Vendas/Compras
Venda (Casa)
Procura Esteticista
Idanha-a-Nova - Vende-se casa,
T3 na Rua Padre Cruz nº 31,
junto à Praça da República
Com espaço de cabeleireiro para
explorar negócio próprio com salão
devidamente equipado, localizado
em Alcains
Interessados podem ligar para
o telemóvel 927575862
Telm. 919 000 370
Emprego
Astrologia
Este espaço pode ser
Contactos:
Relax
seu!
[email protected]
Telf: 272 324 432 | Telm: 962 221 308
Lazer
22
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Quarta-feira
20 de abril de 2016
Passatempos
TAROT
Consultas por telefone
(+351) 210 929 000
21/3 a 20/4
21/4 a 21/5
Carta Dominante: O Louco, que significa
Excentricidade.
Amor: Sentir-se-á muito alegre e bemdisposto. Aproveite bem este momento.
Saúde: Esteja mais atento às suas necessidades fisiológicas. Consuma alimentos ricos em ferro.
Dinheiro: Assuma com responsabilidade os seus compromissos profissionais.
Honre a sua palavra.
Caranguejo
Carta Dominante: Ás de Espadas, que significa Sucesso
Amor: Controle os ciúmes. Não seja tão
possessivo com a pessoa amada pois
esta pode sentir-se sufocada.
Saúde: Pratique um desporto relacionado com a água. O seu organismo necessita do contacto com este elemento.
Dinheiro: Poderá enfrentar uma situação
difícil no seu ambiente laboral.
Leão
22/6 a 23/7
24/7 a 23/8
Carta Dominante: 4 de Espadas, que significa Inquietação, agitação
Amor: Combine um jantar onde possa
reunir todas as pessoas que são importantes para si.
Saúde: Evite abusar do café, pois pode
provocar-lhe fortes dores abdominais.
Dinheiro: Mostre o que vale e será bem
sucedido. Não tema demonstrar as suas
verdadeiras capacidades.
Balança
Carta Dominante: 9 de Copas, que significa Vitória
Amor: Entenda os pontos de vista do seu
par e procure entender que cada pessoa
tem a sua própria personalidade.
Saúde: Viverá momentos de grande agitação mental. Tire uma hora no final do
dia para relaxar.
Dinheiro: Dê mais valor às relações entre
os colegas.
Escorpião
24/9 a 22/10
23/10 a 22/11
Carta Dominante: A Roda da Fortuna, que
significa que a sua sorte está em movimento.
Amor: Opte pela tolerância para resolver
os seus problemas afetivos. Veja-a como
uma virtude.
Saúde: Faça uma alimentação mais equilibrada.
Dinheiro: Semana muito favorável sob o
ponto de vista profissional.
Capricórnio
Carta Dominante: Morte, que significa Renovação.
Amor: Evite conflitos com familiares por
causa de assuntos financeiros.
Saúde: Sentir-se-á cheio de energia e
vitalidade. Aproveite para praticar exercício físico.
Dinheiro: Procure não exigir tanto dos outros. Invista num negócio, pois o seu setor financeiro está bastante favorecido.
Aquário
22/12 a 20/1
21/1 a 19/2
Carta Dominante: 7 de Espadas, que significa Novos Planos, Interferências
Amor: Os laços familiares fortalecer-se
-ão e a paixão vai tomar conta de si.
Saúde: Beba sumos naturais para fortalecer o organismo com vitaminas.
Dinheiro: Rentabilize o seu dinheiro e invista em algo que lhe permita amealhar
alguns lucros.
Carta Dominante: 9 de Paus, que significa
Força na Adversidade
Amor: Um pequeno desentendimento poderá ocorrer. Mantenha a calma.
Saúde: O seu descontentamento com
a sua silhueta levá-lo-á a pensar seriamente em fazer uma dieta.
Dinheiro: A sua força de vontade será determinante para ultrapassar um desafio.
Gémeos
Dificuldade:
(Médio)
22/5 a 21/6
Carta Dominante: Valete de Paus, que
significa Amigo, Notícias Inesperadas.
Amor: Contribua para a harmonia familiar com uma boa base de compreensão.
Não acredite em boatos sobre uma pessoa da sua família.
Saúde: Avalie o seu estado de saúde de
uma forma consciente.
Dinheiro: Boas notícias a nível financeiro. Não desperdice oportunidades.
Virgem
24/8 a 23/09
Carta Dominante: 10 de Espadas, que
significa Dor, Escuridão
Amor: Procure passar mais tempo com
a sua família. Será benéfico para todos.
Saúde: Tendência para algum mau humor e irritabilidade. Faça exercícios de
autocontrolo. Cuidado com o que come,
corre o risco de ter uma crise de fígado.
Dinheiro: Aprenda a ser um bom gestor
das suas poupanças.
Sagitário
23/11 a 21/12
Carta Dominante: Cavaleiro de Ouros,
que significa Pessoa Útil, Maturidade
Amor: Trabalhe mais o seu lado espiritual, pois isso vai ser bastante útil para
controlar os seus impulsos.
Saúde: Procure fazer uma vida mais saudável. Alie a alimentação equilibrada à
prática de exercício físico.
Dinheiro: Uma promoção poderá recompensar o seu esforço.
Peixes
- Sudoku e jogado numa
malha de 9x9 quadrados,
dividida em sub-malhas
de 3x3 quadrados, chamada quadrantes. Iniciase com alguns dos quadrados ja preenchidos
com numeros.
O objetivo do Sudoku é
preencher os quadrados
vazios com números entre 1 e 9 (apenas um número
em cada quadrado).
Adivinha do Dia
1
20/2 a 20/3
Carta Dominante: 4 de Copas, que significa Desgosto
Amor: Torne os seus sonhos em realidade, declarando o seu amor à pessoa que
preenche o seu coração.
Saúde: Semana sem grandes problemas
ao nível da saúde.
Dinheiro: Avalie bem as suas potencialidades, lutando pelos seus objetivos.
Solução:
O que é que fica cheio de boca para baixo
e vazio de boca para cima?
Solução:
2
Eu tenho uma enxada, uma pá e uma foice. Quantas ferramentas eu tenho?
Solução:
3
Qual a coisa mais veloz do mundo?
Solução:
O pensamento
Touro
Sudoku
Duas,porque uma foi-se
Carneiro
Saiba tudo sobre:
Amor, Saúde e dinheiro
O chapéu
Previsão Semanal
Faça publicidade, divulgue o seu negócio num jornal
de grande implementação regional.
Contate-nos! Envie email para:[email protected]
Ficha Técnica
● DIretor: João Tavares Conceição {TF1034} ● Coordenação: Cristina Valente {CP 2370} ([email protected]) ● Redação: Patricia Calado {TP2076}, José Manuel R. Alves {CP8361}
● Colaboradores: Paulo Jorge Marques, Álvaro Baptista, Ana Paula Atanásio, Armando Soares, Carlos Vale, César Amaro, Clementina Leite, Cristina Granada, Eduardo Bastos, Fernando
Jorge, Filipe Antunes, Guilherme Almeida, João Carlos Nunes, Luís Malato, Mário Marinho, Nuno Figuinha, Patrícia André, Pedro Pitté, Ricardo Portugal, João Teixeira, Carlos Almeida,
Francisco Pombo Lopes ● Conceção gráfica: Daniel Alves ([email protected]) ● Publicidade: Pedro Goulão ([email protected]) ● Secretária de Administração:
Pedro Goulão ([email protected]) ● Sede: Press Ibérica Comunicação Social, Lda (Rua Nova Conselheiro ALbuquerque BL 3, LJ 7, 6000 - 252 Castelo Branco), NIF: 506
583 023, Tel: 272 324 432, Telm: 962 221 308 ● Impressão: Coraze - Oliveira de Azeméis, Telf: 256 040 526 / 910 253 116 / 914 602 969, email: [email protected], Registo no
ICS: 117 501, Depósito Legal: 74145/94, Empresa Jornalística: 218 326, Tiragem Semanal: 10.000 exemplares ● Distribuição Gratuita ● Este jornal escreve segundo o novo Acordo Ortográfico ● Todos os artigos de opinião e assinados pelos respetivos autores, são da sua inteira responsabilidade não podendo em circunstância alguma o Povo da Beira ser
responsabilizado pelo conteúdo dos mesmos. Reservamo-nos no direito de não publicar, caso os artigos enviados não respeitem a legislação em vigor e o Estatuto Editorial do jornal.
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Quarta-feira
20 de abril de 2016
Opinião
23
24
Última
Edição 1154
www.povodabeira.pt
Quarta-feira
20 de abril de 2016