SEO para E-commerce

Сomentários

Transcrição

SEO para E-commerce
seo para e-commerce
11 dicas para aparecer nos
resultados de buscas do Google
INTRODUÇÃO
Olá, pessoal! Meu nome é Talita, faço parte da equipe de marketing digital da
MinhaSuperloja e estou escrevendo esse E-book especialmente para você que
está montando a sua loja virtual e precisa de algumas dicas para cadastrar seus
produtos.
Não sei se você já sabe, mas a divulgação de uma loja virtual passa por diversas
dimensões do marketing digital, e o marketing de busca é sem dúvidas, uma das
principais. Mesmo que você anuncie na busca paga do Google Adwords, um bom
posicionamento nos resultados da busca orgânica (resultados gratuitos) é
fundamental para garantir um bom índice de qualidade dos seus anúncios. Isso
interfere diretamente no CPC (Custo por Clique), que você paga toda vez que
algum internauta clica nos seus anúncios.
E não é só por este fator. Estatisticamente, as visitas vindas da busca orgânica
costumam ser a maior fonte de tráfego para a maioria das lojas virtuais e
apresentam a maior taxa de conversão de todos os canais utilizados para divulgação. Por isso, é fundamental se preocupar com o bom posicionamento da sua
loja.
Vamos supor que você decidiu montar uma loja virtual, porém, não faz a mínima
ideia do que são as técnicas de SEO e como elas podem ajudar os seus produtos
a aparecerem bem posicionados nos resultados da busca orgânica do Google. Se
você se enquadra nesse perfil, não se preocupe! Vou te explicar passo a passo
sobre as principais técnicas para ajudar você a aumentar as suas vendas sem a
necessidade de uma verba de mídia inicial.
Antes de tudo, você precisa saber que o SEO é um conjunto de técnicas tanto
de fatores On Page (ações feitas dentro da sua loja) e fatores Off Page
(ações realizadas fora da sua loja virtual e que interferem diretamente no
posicionamento dos resultados de buscas). A seguir vamos falar apenas de
algumas principais, ok?
Vamos começar?
??
?
1. A escolha da plataforma de E-commerce
Um bom trabalho de SEO começa com a escolha da plataforma e-commerce. O ideal é que ela apresente as
funcionalidades necessárias para uma boa otimização e principalmente, a opção de customizar títulos, descrições, URLs, imagens e também que o processo de compra e finalização dos pedidos seja rápido e eficaz.
A MinhaSuperloja, por exemplo, por ter sido desenvolvida na plataforma *Open Source, Magento, oferece a
vantagem de ter todos os recursos para um bom SEO. Ela é totalmente customizável e completa. Não é à
toa que as grandes marcas como Nike, Samsung e Nokia utilizam essa mesma tecnologia.
*Open Source significa código-fonte aberto. Ou seja, a plataforma pode ser adaptada por qualquer programador e não obrigatoriamente pela empresa que a desenvolveu.
2. Planejamento: Divisão por Categorias e Atributos
O primeiro passo no trabalho de SEO em lojas virtuais está justamente no planejamento
PLATAFORMA
da estrutura da loja. A relação entre páginas como, a vitrine, departamentos e seções e
as páginas de detalhes de produtos é de máxima importância para um bom posicionamento nas páginas de resultados do Google.
A definição do que deve ser tratado como categorias e atributos dentro de uma loja virtual
é fundamental para garantir um bom ranking no Google. Além disso, esse planejamento
ajuda a promover um aspecto visual mais organizado para sua loja virtual e, principalmente para facilitar que os internautas encontrem o que estão buscando em sua loja com bastante facilidade.
PESQUISE A
3. A escolha de palavras-chave relevantes
PALAVRA-CHAVE
O processo inicial para um bom SEO é definir as principais palavras-chave para as quais deseja-se aparecer bem ranqueado e monitorar as tendências dos termos escolhidos com suas respectivas variações,
como no plural e singular. Para isso, existem ferramentas que ajudam a acompanhar o posicionamento dos
seus concorrentes nos resultados de pesquisa para cada palavra-chave.
Dicas de Ferramentas
www.google.com.br/trends/
Use o Google Trends para avaliar as tendências de busca por região, período, entre
outros filtros.
keyword
keyword
seomonitor.com.br
Use o SEO Monitor para monitorar o posicionamento
de suas palavras-chave e de seus concorrentes no
Google.
9
4. Ofereça Conteúdo Otimizado e de Qualidade
É fundamental que a sua loja apresente conteúdo próprio e jamais copiado de sites de terceiros. Ou seja,
CONTEÚDO
ORIGINAL
cada categoria, ou página com descrições de produtos precisam ter um texto desenvolvido especificamente
para cada uma delas.
Ao copiar o conteúdo de outro site você perde as chances de aparecer entre os melhores resultados da pesquisa do Google. Isto acontece porque os robôs do buscador entendem que a descrição da sua página é uma
duplicidade de outra já existente. Dessa forma, ele penaliza a sua loja por entender que ela é menos relevante
que de seus concorrentes, já que a sua foi publicada e indexada posteriormente.
Pode parecer demorado escrever uma descrição para cada produto, principalmente se a variedade de itens na
sua loja for muito grande. Mas esse processo é fundamental para o sucesso da sua loja. Portanto, cada página
precisa ter um título único para que obtenha uma boa posição nos resultados dos buscadores, descrições dos produtos exclusivas, com informações técnicas e modos de uso, quando necessário.
Além disso, tome cuidado com erros de gramática, digitação, repetições de palavras e descrições mal feitas.
Acostume-se a fazer revisões periódicas e até mesmo atualizar as informações, assim você evita que sua loja
seja vista de forma amadora pelos seus visitantes.
$
<TAGS/>
<ESSENCIAIS/>
5. Tags, Titles e Descriptions
Além de cada página oferecer conteúdo exclusivo, é importante que as tags das páginas sejam diferentes
umas das outras. Essas tags são palavras-chave que aparecem em forma de títulos ou ao longo do conteúdo
das suas páginas.
As principais que precisam ser preenchidas são:
Meta Tag Title:
É o principal título de cada página e costumam aparecer nos resultados de busca.
Meta Tag Description:
Seria uma breve explicação do conteúdo que sua página oferece e também aparece nos resultados de pesquisa. Portanto, uma chamada mais publicitária pode gerar mais cliques.
Meta Tag Keywords:
Já deixaram de ser levadas em consideração para ranquemento. Portanto, sugiro não perder
seu precioso tempo com isso.
Tags de destaque como H1, H2 e H3:
São os títulos secundários das suas páginas enumerados na respectiva ordem de importância.
Se você optar pela MinhaSuperloja, por exemplo, não precisará se preocupar com elas, pois são
preenchidas automaticamente pelo sistema.
Tags gerais:
No decorrer do conteúdo é recomendado destacar as Tags mais importantes por meio de
negritos e itálicos. Dessa forma, o Google enxerga como sendo termos relevantes.
Tags das imagens: Falaremos logo adiante.
Lembre-se que a disposição e ordem de leitura de cada tag também é levada em consideração pelos
robôs dos buscadores quando eles visitam a sua página.
Ou seja, há várias tags que precisam ser preenchidas para que o HTML da sua loja virtual exerça um papel
fundamental em termos de posicionamento nos buscadores. Por isso, se a sua plataforma apresenta essas
funcionalidades com facilidade fica mais fácil de preencher e garantir um bom SEO da sua loja.
6. Otimização de Imagens
Além da otimização do conteúdo escrito é fundamental se preocupar com o conteúdo gráfico, como vídeos e
principalmente as imagens. Muitas pessoas realizam buscas por imagens e devido a isso é importante
nomeá-las corretamente para que possam indexar nos resultados de pesquisas. Além disso, é importante
padronizar o tamanho das fotos de seus produtos, para que não fique uma maior que a outra, se preocupar
com a qualidades das imagens e não exagerar nas dimensões da mesma, para evitar que elas demorem muito
para carregar e isso interfira na performance da loja.
A otimização da imagem começa desde a nomenclatura, quando você salva ela no seu computador. Ou
seja, é importante que a imagem explique em poucas palavras separadas por hífen o que a imagem diz, pois o
Google não lê as imagens, apenas o conteúdo de texto que elas carrega. Além disso, existem as Tags Alt
(nomenclatura que aparece em cima da imagem ao passar o cursor do mouse), nesse espaço deve ser inserido
o nome do produto ou uma descrição que pode ter muita busca. Já na Tag Title recomenda-se usar apenas o
nome do produto.
Quanto ao uso da imagens, quando elas não forem produzidas por você ou por um fotógrafo contratado, é
importante se preocupar com o Copyrights. Ou seja, sempre dar os devidos créditos ao produtor da imagem.
IMAGEM
TEM NOME
URL DEVE SER
AMIGÁVEL
7. Utilize URLs amigáveis
As URLs das suas páginas são fundamentais para um bom resultado de SEO. Por isso, é válido dar uma atenção especial a elas. Como as plataformas de e-commerce costumam ser sistemas dinâmicos, é importante
analisar como o sistema monta os endereços das diversas páginas. Dessa forma, é possível extrair o máximo
de termos e palavras-chave para os buscadores.
O ideal é que a URL seja formada pelo seu domínio/nome-do-produto (separado por hífen). Hoje em
dia, o ideal para uma boa indexação é que as URLs sejam menores possíveis. Por isso, hoje em dia não é
mais tão recomendado manter na URL a categoria ou marca que o produto faz parte. Esses detalhes devem
ser definidos na etapa do planejamento, comentada no item 2.
8. Obtenha comentários e avaliações
Com o advento das mídias sociais, cada vez mais os usuários tem ganhado voz na internet e o Google tem
levado muito isso em consideração. Portanto, procure dar bastante visibilidade aos comentários ou classificações que seus clientes deixam em sua loja sobre os seus produtos.
É muito mais fácil um potencial cliente ser convencido pela compra por meio da opinião de um outro cliente
que ficou satisfeito do que ser convencido por meio de anúncios. Ao permitir que seus clientes avaliem,
deixem comentários e indiquem aos amigos os produtos da sua empresa você passa a gerar credibilidade
para a sua marca.
Além da sua página estar automaticamente atualizada com novos conteúdos, seus clientes passarão mais
tempo no seu site, poderão avaliar produtos, compartilhar opiniões com outras pessoas, ações que colaboram muito para a relevância do seu e-commerce nos buscadores do Google. Sem contar que o feedback dos
seus clientes, poderá ajudar você a estreitar o relacionamento dos seus clientes com sua marca e identificar
pontos fortes e falhas que eventualmente poderão ocorrer no seu e-commerce.
COMENTÁRIOS &
AVALIAÇÕES
SUA LOJA É
RESPONSIVA?
9. Invista em uma loja Mobile
Muita gente tem dúvidas se vale a pena investir em uma loja virtual exclusiva para aparelhos mobiles. Hoje em
dia, o Google já está levando em consideração como fator de ranqueamento as lojas virtuais que possuem
versões exclusivas para mobile. Além disso, há várias pesquisas que apontam que a maior parte das visitas da
maioria dos sites e lojas virtuais já provém de aparelhos celulares.
É importante levar em consideração que a navegabilidade em um loja por meio de um celular é totalmente
diferente da navegabilidade via desktop. Por isso, algumas informações precisam ser apresentadas de forma
mais resumida e algumas funções precisam estar adaptadas para facilitar a navegabilidade por parte do usuário em um smartphone.
10. Use e abuse do blog
Um blog para a sua loja virtual pode ser uma excelente ferramenta de vendas. Ao alimentar o blog com conteúdos relacionados aos seus produtos e linkar para eles, você começa a passar relevância para as páginas dos
seus produtos. Quanto mais links apontarem ou linkarem para a sua loja, o Google passa a entender que a sua
loja é importante e consequentemente melhora o posicionamento dela nos mecanismos de pesquisas. O
nome dado a esse tipo de ação é link building. É uma excelente estratégia de SEO Off Page, pois trata-se de
uma ação feita fora de sua loja virtual.
Sem contar que a indexação de um blog nos buscadores costuma ser muito boa e permite postar diariamente
conteúdos novos e aprofundar mais o tema. Você pode dar dicas de uso sobre seus produtos, trazer curiosidades, releases e aprofundar temas que não caberiam na descrição de seus produtos na loja virtual. Ou seja, o
blog além de contribui com o SEO da sua loja pode se transformar em uma ferramenta de vendas direta.
PRODUZA
CONTEÚDO
RESULTADO É
A SUA BÚSSULA
11. Rotina de manutenção e análise
de resultados
Além do cuidado no momento do cadastro dos produtos, é recomendado criar um padrão para o processo de
otimização em todas as instâncias. Ou seja, é necessário criar uma rotina para dar continuidade aos padrões
de otimização das diversas páginas, seções e departamento da loja. Principalmente porque o Google costuma
alterar seu algoritmo, que são os fatores que determinam o ranqueamento com bastante frequência. Ou seja,
as técnicas que você está implementando hoje, podem não fazer nenhum sentido daqui algum tempo.
Além disso, como já comentado anteriormente, é fundamental usar ferramentas para analisar o aumento ou
queda da posição das suas principais palavras-chave nos buscadores, assim como de seus concorrentes. Dessa
forma, fica muito mais fácil definir estratégias e otimizar as páginas da sua loja virtual. Não esqueça de acompanhar o crescimento das visitas orgânicas por meio do Google Analytics.
Em situações como a necessidade da troca da plataforma de e-commerce é importante levar em consideração
todo processo de SEO que envolve uma loja virtual. Analisar, se a troca afetará as páginas já indexadas, se será
necessário fazer o Redirect 301, para que as páginas já indexadas sejam redirecionadas para as páginas novas.
Por isso, a escolha da plataforma de e-commerce citada lá no início é tão fundamental. É importante que a
plataforma escolhida suporte o crescimento e expansão da sua loja a longo prazo.
Essas são algumas das técnicas de SEO fundamentais que você precisa saber para iniciar sua loja virtual. Mais
adiante é interessante se aprofundar um pouco mais para conhecer os outros fatores de ranqueamento que
interferem o posicionamento da sua loja nos resultados de pesquisa.
Espero que tenha gostado das dicas. Se você ficou com alguma dúvida, pode me escrever pelo
e-mail [email protected] Terei o prazer de conversar mais sobre o assunto.
Grande abraço e muito sucesso com o seu negócio!
Talita Bridum
Talita Bridum
Marketing da MinhaSuperloja
www.facebook.com/minhasuperloja
[email protected]
www.minhasuperloja.com.br

Documentos relacionados

Cartilha SEO no Jornalismo

Cartilha SEO no Jornalismo jornalismo. Sergey Brin, cofundador do Google, em 2005 fez uma das declarações que melhor exemplificam essa nova era jornalística digital: “Há dez anos , o mais premiado investigador da Universidad...

Leia mais