transtorno do espectro autista

Сomentários

Transcrição

transtorno do espectro autista
HISTÓRICO
*1999 – Início: Hospital dia Infantil
*2008 – Centro de Atenção Psicossocial da
Infância (CAPSi)
*2010 – Abertura do Centro de Referência
em Transtorno do Espectro Autista
POR QUE A CRIAÇÃO DE UM CENTRO DE
REFERÊNCIA?
*Aumento da prevalência de casos do Transtorno do
Espectro Autista;
*Cronicidade dos sintomas (perpetuam pela vida toda);
*Alto grau de sofrimento para pacientes e seus familiares;
*Existem poucos serviços que se dedicam a este
tratamento mais especializado.
POPULAÇÃO ATENDIDA
* Idade:
Crianças e adolescentes de 0 a 17 anos e 11 meses de idade.
* Diagnóstico:
Transtornos do Espectro Autista (TEA)
* Área de Abrangência da Assistência:
Atendimento ambulatorial: Pirituba, Perus, Jaraguá, Freguesia
do Ó, Brasilândia, Taipas e Piqueri.
Diagnóstico: todo o Estado de São Paulo.
FLUXO DE ENCAMINHAMENTO
*Casos encaminhados pela rede de
atenção básica em saúde (UBS)
*Casos encaminhados pela Educação Parceria com CEFAI
Dificuldades nas 3 áreas:
*Comunicação verbal ou não verbal;
*Socialização;
*Comportamentos repetitivos e
estereotipados.
* Pesquisas atuais demonstra aumento significativo na
prevalência de Autismo
* 1 em cada 68 crianças
— o equivalente a 1,47%. O
número foi aferido pelo CDC (Center of Diseases
Control and Prevention)
* Prevalência maior em meninos, mais de 4 para 1
*69 A 80% das pessoas diagnosticadas com TEA
apresenta um ou mais distúrbios sensoriais.
*Vários sistemas sensoriais envolvidos
*Hipersensibilidade ou
*Hiposensibilidade a vários estímulos.
* IMITAÇÃO SOCIAL
* ATENÇÃO COMPARTILHADA
* COERÊNCIA CENTRAL
* RECONHECIMENTO DE AFETOS
* TEORIA DA MENTE
“A
comunicação envolve interação facea-face e as trocas afetivas entre o bebê e
seus cuidadores precedem a atividade
gestual. Evidências dessas ideias provêm
de estudos acerca da preferência de
recém-nascidos pela face humana a
objetos Inanimados” (Bushnell, Sai &
Mullin, 1989; Walton, Bower & Bower,
1992).
* Pessoas com TEA apresentam dificuldades significativas nas
habilidades que envolvem a Cognição Social.
* Um bebê com TEA não tem o interesse natural em olhar
para faces humanas, desde cedo demonstram preferência
por objetos inanimados.
* Na fase em que as crianças iniciam as imitações sociais, as
crianças com TEA apresentam padrões de interesses
restritos.
A atenção compartilhada é a capacidade de
dividir a atenção através de gestões e
vocalizações com outra pessoa e um objeto
de seu interesse no ambiente, este
momento ocorre quando as crianças e os
cuidadores estão interagindo entre si.
A habilidade da atenção compartilhada é
considerada uma das mais importantes para o
desenvolvimento social e comunicativo das
crianças; através do jogo social a criança começa
expressar seus interesses e compreender o
interesse do outro.
* As crianças com TEA apresentam sérias dificuldades com
a atenção compartilhada, não triangulam a atenção,
não compartilham interesses, brinquedos ou
brincadeiras.
* Capacidade de captar sinais e pistas e transformar num todo
coerente.
* “A falta da tendência natural em juntar partes de
informações para formar um ‘todo’ provido de significado
(coerência central) é uma das características mais marcantes
no autismo”. (Frith, 1998)
*Capacidade de reconhecer sentimento e
emoções através das expressões faciais.
* Dificuldade de reconhecimentos de emoções no
outro.
* Apresentam muitas dificuldades em captar e
entender os sinais sociais no ambiente.
* Capacidade de inferir sobre o estado mental do
outro.
* Dificuldades para inferir sobre o estado mental do outro.
* Dificuldade para entender ironia, sarcasmo, figuras de
linguagem, tendem a ter um pensamento mais concreto e
literal.
* Tais dificuldades acarretam em muitos desajustes sociais,
comportamentos inadequados.
* Em casos graves a falha na comunicação é intensa, o que
muitas vezes gera os comportamentos disruptivos.
http://autismoerealidade.org/eventos/curso-a-distancia-gratuito-e-care-autismo-01a-30-de-setembro-de-2014/
http://eventos.guarulhos.sp.gov.br/crbst_62.html
http://www.ama.org.br/site/pt/calendario-de-cursos-da-ama.html
https://www.youtube.com/watch?v=M5MuuG-WQRk
http://www.saude.sp.gov.br/resources/ses/perfil/cidadao/homepage/abaixo-
banner/protocolo-do-estado-sao-paulo-de-diagnostico-tratamento-e-encaminhamentode-pacientes-com-transtorno-do-espectro-autistatea/protocolo_est_sp_diagn_autismo_logo.pdf
ANA CAROLINA MARQUES
PSICÓLOGA/NEUROPSICÓLOGA
CRP:06/93320
EMAIL: [email protected]

Documentos relacionados

O diagnóstico dos transtornos do espectro do autismo – tea

O diagnóstico dos transtornos do espectro do autismo – tea que as demandas sociais excedam o limite de suas capacidades

Leia mais