17 de Junho - JORNAL DE CAÇAPAVA

Сomentários

Transcrição

17 de Junho - JORNAL DE CAÇAPAVA
CAÇAPAVA
Jor nal de
Diretora responsável:
Mônica Cardoso Oliveira
Fundado em 1984
17 DE JUNHO DE 2011 ˜
Ano 28- Nº 1029
Divulgação
Arquivo PMC
Terá início
projeto
Cine Tela
Brasil em
Caçapava
Página 3
Arquivo pessoal
Cortejo de
Carros de
Boi é
destaque na
Festa São
João
Página 4
R$ 1,00
Andarilhos
de Caçapava
participam
da
Caminhada
9 de Julho
Página 8
Tem início na noite de hoje a
Festa São João de Caçapava
A música genuinamente brasileira da cantora
Elba Ramalho abre nesta sexta-feira, dia 17, a
programação de shows da Festa São João de
Caçapava, tradicional evento da cultura popular
do Vale do Paraíba que reúne atrações como
apresentações musicais, barracas de comidas
típicas da culinária junina, além de fogueira,
apresentação de quadrilhas e de grupos
folclóricos da região. A entrada é gratuita.
A festa é realizada pela Prefeitura de
Caçapava, por meio da Secretaria de Cultura,
Esportes e Lazer, com o apoio da Secretaria
de Estado da Cultura. O evento ocorre de 17 a
19, e de 22 a 26 de junho em uma estrutura
montada na Avenida Brasil.
Elba Ramalho se apresenta a partir das 22h.
A entrada é franca, mas quem quiser colaborar
com ação solidária do Fundo Social de
Solidariedade do município, pode doar um quilo
de alimento não perecível.
A cantora traz para Caçapava o show que
marca seus 30 anos de carreira. No repertório
do espetáculo, a alegre mistura de ritmos que
é uma das principais características de seu
trabalho: frevo, forró e baião dão o tom da
apresentação.
Considerada uma das maiores estrelas da
música brasileira, Elba Ramalho canta
acompanhada por sua banda, formada pelos
músicos Zé Américo Bastos (teclados e direção
musical), Marcos Arcanjo (violão e guitarra),
Ney Conceição (baixo), Cezinha (sanfona), Anjo
Caldas (percussão), Serginho Machado
(bateria) e Durval Pereira (zabumba).
O show que Elba Ramalho mostra em
Caçapava é resultado do espetáculo que ela
fez no Marco Zero, no Recife (PE), em março
deste ano, para marcar as comemorações dos
30 anos de sua carreira. A festa ao ar livre, que
reuniu um público de cerca de 100 mil pessoas,
segundo a produção da cantora, chega agora
às lojas em formato de DVD e CD.
O show homônimo estará em turnê por todo
o Brasil, oferecendo o que Elba tem de melhor
para oferecer: sua versatilidade, alegria e seu
Divulgação
Elba Ramalho é a grande atração de abertura do evento
ACE realiza sorteio da campanha
“Amor em dobro” nesta sexta-feira
A Associação Comercial e
Empresarial de Caçapava
realiza nesta sexta-feira (17/
6) o sorteio da campanha do
dia dos namorados “Amor
em dobro”, às 15h00 na Praça da Bandeira.
A campanha está sorteando prêmios em dobro. Serão
dois celulares, dois valescompras de R$ 500,00, dois
vales-compras de R$
400,00, dois vales-compras
de R$ 300,00 e dois vales-
compras de R$ 200,00.
A promoção “Amor em dobro” teve início em 18 de
maio e se encerrou em 11 de
junho. A estimativa é que 35
mil cupons estejam concorrendo aos prêmios.
Fique atento:
Radares para coibir excesso
de velocidade em Caçapava
Com o objetivo de coibir o excesso de velocidade nas ruas do
município, a Prefeitura de Caçapava, por meio da Secretaria de
Segurança e Trânsito, tem utilizado o radar estático nas vias onde
o risco de acidentes é constante.
O radar é utilizado em sistema de rodízio das 7h às 17h nas
seguintes vias: Avenida Brasil,
Avenida Dr. José de Moura Resende, Avenida Francisca Salles
Damasco, Rua do Porto, Avenida Cel. Manoel Inocêncio, Rua Ari
Barroso (próximo ao Brejão),
Avenida Dr. Rosalvo de Almeida
Telles e Avenida Brigadeiro
Eduardo Gomes.
De acordo com dados da Secretaria de Segurança e Trânsi-
PSDB realiza
encontro
Alunos
soletram em
inglês
to, coletados na Polícia Militar, o
índice de acidentes nos últimos
anos tem sofrido queda em relação ao aumento da frota de veículos em Caçapava.
Não somente o radar, mas o
reforço da sinalização nas vias,
bem como as ações educativas
para o trânsito contribuem para
a redução de acidentes.
4ª Copa
Cidade
Simpatia
O PSDB de Caçapava
promoveu na manhã do último sábado, dia 11 de junho,
um encontro que reuniu
membros do partido, bem
como o deputado estadual
Hélio Nishimoto e o secretário estadual de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Emanuel Fernandes.
A Escola Flair Carlos de
Oliveira Armany, do bairro de
Caçapava Velha, está realizando pelo quarto ano a
competição Soletrando em
Inglês “Spelling”, movimentando os alunos, professores
e familiares.
Neste sábado, dia 18 de
junho, será realizada a 8ª
Rodada da 4ª Copa Cidade
Simpatia de Futebol Master
60 Anos. O torneio é realizado pela Prefeitura, por meio
da Secretaria de Cultura,
Esportes e Lazer.
pág. 2
pág. 5
pág. 2
romantismo. E é a base deste show que será
apresentado em Caçapava nesta sexta-feira.
Em aproximadamente uma hora e meia de
show, Elba “não canta por cantar, canta para
contar histórias, para lembrar lugares, para
explicar pessoas e revelar um retrato das mais
belas paisagens sonoras do Brasil”, conforme
explica sua produção.
No repertório, muitos sucessos como “De
Volta pro Aconchego”, “Anunciação”,
“Banquete dos Signos”, “Morena de Angola”,
“Xote das Meninas”, “Asa Branca”, “Chão de
Giz”, “Ciranda da Rosa Vermelha”, “Bate
Coração”, “Banho de Cheiro” e “Frevo Mulher”.
Nascida na Paraíba, Elba iniciou sua
carreira profissional tocando bateria no
conjunto “As Brasas”, formado somente por
mulheres, em 1968, ano em que também
cursava as faculdades de Economia e
Sociologia.
O conjunto musical acabou transformandose em grupo teatral. Mesmo tendo optado pelo
teatro, Elba continuou a cantar, participando
de diversos festivais pelo Nordeste.
Em 1974, trocou a Paraíba pelo sul do país,
chegando ao Rio com o Quinteto Violado. Elba
se estabeleceu no Rio como atriz de teatro,
mas sempre em musicais onde pudesse
explorar sua musicalidade. Em 78, participou
da montagem da peça “A Ópera do Malandro”,
de Chico Buarque. Sua interpretação na peça
lhe valeu prêmios e seu primeiro contrato
como cantora com a gravadora CBS.
De lá para cá, passou a figurar no cenário
musical brasileiro como uma das principais
cantoras do País.
Seus espetáculos abrangem todos os
públicos. São shows que vão de feiras a
convenções, de festivais de jazz e rock a
festas juninas e carnavais. Seu público não é
definido. Jovens e adultos de todas as classes
são tocados pela diversidade de seu repertório
e suas extraordinárias interpretações.
Confira a programação completa da Festa
São João de Caçapava na página 5.
Sábado é dia de Campanha de
vacinação contra a Pólio e Sarampo
A Prefeitura de Caçapava,
por meio da Secretaria de
Saúde, seguindo as orientações do Ministério da Saúde,
realiza no sábado, 18 de junho, das 7h às 17h, a Campanha contra a Poliomielite e o
Sarampo.
Serão três pontos de vaci-
nação na cidade: Postão, Praça da Bandeira e PSF do Jardim Caçapava.
Devem tomar a vacina contra a Pólio, crianças de 0 a 5
anos incompletos e contra o
sarampo crianças de 1 ano a
7 anos incompletos.
É importante lembrar que
mesmo as crianças que já se
vacinaram devem participar
da campanha.
A campanha contra a Influenza foi encerrada, só estão
disponíveis a segunda dose
para as crianças que tomaram
a primeira em qualquer posto
de vacinação.
Corpus Christi deve atrair
cerca de 10 mil pessoas
A celebração do Corpus
Christi, realizada pelo Decanato de Caçapava em parceria com a Prefeitura, deve reunir cerca de 10 mil pessoas
nas ruas do município no dia
23 de junho, próxima quintafeira.
A procissão começa a partir das 17h, com saída da Igreja de São Benedito em direção à Praça Matriz, onde os
fiéis receberão uma benção
solene.
Da Matriz, a procissão seguirá pela Ladeira São José,
Avenida Dr. José de Moura
Resende e Rua Santo Antônio,
para o pátio do Santuário Santo Antônio, onde haverá uma
missa campal, concelebrada
pelo Padre Fred da Diocese
de Taubaté e pelos sacerdotes de Caçapava.
2
Jornal de Caçapava
17 de Junho de 2011
Plano Diretor será discutido
em Audiências Públicas
A Câmara Municipal de Caçapava vai realizar duas audiências
públicas para discussão do projeto de lei n° 51/2011, de autoria do
vereador Zé Bergue (PDT). As audiências públicas serão realizadas
nos dias 20 e 27 de junho, às 15 horas, no Plenário da Câmara.
De acordo com a proposta do vereador Zé Bergue, o projeto de
acrescenta as alíneas “g” e “h” ao inciso II do artigo 29 da lei 254/
2007 e substitui a alínea “a” do inciso I, do anexo a Lei 254/2007,
que dispõe sobre o Plano Diretor do Município de Caçapava.
O presidente da Câmara de Caçapava, vereador Daniel da Farmácia (PSC) ressalta a importância da participação da população.
“É muito importante que os cidadãos venham apresentar suas opiniões e discutir este projeto”, disse o presidente. Toda a população
está convidada.
Encontro do PSDB traz
a Caçapava figuras de
destaque do partido
Arquivo pessoal
Notas da Câmara
- A vereadora Profa. Ana Paula (PT) requer informações do prefeito
municipal sobre os motivos do atraso no término da construção
das 400 casas do Programa Minha Casa Minha Vida, do governo
federal. Segundo a vereadora, o governo federal liberou cerca de
R$ 16 milhões e a previsão do término das obras estava previsto
para 12 de fevereiro de 2011 e infelizmente até a presente data as
mesmas ainda não foram terminadas.
- O vereador Arnaldo Neto (PSC) reivindica a retirada de um
poste que está obstruindo a Estrada Municipal Eugênio Lencioni, localizada na Chácara São Carlos, bairro Tijuco Preto. Arnaldo Neto também solicita a colocação de oito postes com
braços de luminárias na rua Pedro Augusto Pereira, Vila Mariana (Santa Luzia I).
- O presidente da Câmara, Daniel da Farmácia (PSC) solicita a
instalação de um semáforo no cruzamento da Travessa Francisco
Emídio Pereira com a avenida Coronel Alcântara. Segundo o parlamentar, muitos munícipes reclamam da falta de segurança no
local.
- O vereador Henrique Rinco (DEM) apresentou requerimento
convocando o secretário de Obras e Serviços Municipais, Clóvis Cunha, para esclarecimentos sobre a construção e conclusão do novo prédio da EMEF Arrieciéres Natali. De acordo com
o vereador, a conclusão definitiva dessa obra, que vem se arrastando desde fins do ano de 2010, principalmente tendo em
conta a notícia de que representantes da Gimacon Construtora e Comércio Ltda., a mesma está aguardando o pagamento
do saldo do preço para a entrega definitiva do prédio.
- O parlamentar Cunha (PSB) solicita ao prefeito Carlos Vilela que
providencie a poda de árvores na rua Flamingo, Chácaras Santa
Mônica (Boa Vista).
- A vereadora Neide Palmeira (DEM) pede a fiscalização nas
calçadas e nos passeis públicos. A democrata também solicita ao prefeito melhorias na Praça Tiradentes, Vila Menino Jesus.
- O vereador Paulo Eugênio (DEM) solicita ao prefeito municipal a
troca de uma árvore na rua Tomé Portes Del Rey, n° 230, Vila
Resende. Também reivindica a limpeza na área de lazer das Chácaras Itamaraty.
· A vereadora Reinalma Montalvão (DEM) está solicitando a
colocação de guard-rail na ponte localizada próximo a Igreja
Santa Clara – Park Residencial Eldorado. A democrata também manutenção da Quadra de Esportes denominada “José
Oswaldo Rita” - Park Residencial Eldorado. A vereadora melhorias na Praça Joaquim Ferrari (Praça da Árvore) localizada
no Bairro Maria Elmira, bem como substituir o parque existente por um novo playground e colocar mais bancos.
· O petista Sebastião Lopes solicita ao prefeito municipal para que
providencie a manutenção nas caixas de energia, localizadas na
praça da igreja Matriz de São João Batista, pois algumas estão
tampadas com piso, podendo causar acidentes no local. O mesmo
vereador também solicita a reposição das lâmpadas queimadas
das luminárias da mesma praça.
· O vereador Zé Bergue (PDT) solicita informações sobre a possibilidade de construção de dois pontos de ônibus com abrigos, na avenida Wilson Ferreira Diniz e na avenida Vereador
Luiz Neto da Conceição, de modo a beneficiar também os usuários que utilizam o transporte intermunicipal como a linha
Caçapava- Tremembé. Também reitera a solicitação de informações sobre a previsão de revitalização da pintura da faixa
amarela, localizada na Praça Nossa Senhora D’Ajuda em frente ao nº15 (Padaria), até a placa que indica proibido parar e
estacionar, como também a revitalização da faixa amarela localizada no início da Rua São Benedito.
Por: Washington Reis
Em nome da gula
Segundo a ONU, obesidade é uma doença.Veja, se o obeso, além de pecador via gula, também é pelo excesso doente; imagine como classificar os famintos?
Fosse estendida uma mesa no mundo inteiro a todos que
precisam comer, embaixo dela, aguardando migalhas ou cestas básicas governamentais, estariam os famintos. Dentro,
mas embaixo.
Na mesa global da fome, a Organização Mundial da Saúde anuncia: existem mais obesos do que famintos na terra.
O que falta na boca desses miseráveis, sobra no lixo e no
estômago dos habitues de fast-foods e restaurantes da moda.
Aos Mal-Pensantes políticos eu alerto: antes, quem não
comia, é que merecia dos senhores uma falsa benesse cristã e ideologia furadas. Hoje, quem come, é que realmente
virou a preocupação.
Pois em nome da gula, se entopem de obesidade, lights,
diets, transgênicos, orgânicos e todas novidades da engenharia alimentar. Juntos, eles podem estar se fartando de
uma bactéria letal.
Comer nunca foi tão perigoso; ainda assim:
BOM APETITE.
Empresa Caçapavense de Notícias e Publicidade Ltda. “ME”
Editora do Jornal de Caçapava
CNPJ.: 56.189.442/0001-82 - Inscrição Municipal.: 7699
Diretora de Redação:
Mônica Magna Cardoso Oliveira
Reg. Prof.: 15.551- DRT/SP
e.mail: [email protected]
Redatora: Rosária Rocha
Administração e Redação:
Rua Prof° José Fco Simões Santos nº 465 - Jd. Amália
Caçapava - SP - CEP 12280-017 -Tel/Fax: (12) 3652-8054
Representante em São Paulo:
Revesp Representações Ltda : Tel: (11) 5051.4611
Diagramação e Editoração:
Jornal de Caçapava
Impressão:
Atlântica Gráfica e Editora Ltda
Tel: (11) 4615.4680
Site:
www.jornaldecacapava.com.br
www.twitter.com/jornalcacapava
Artigos assinados não expressam necessariamente a opinião do jornal.
Não nos responsabilizamos pela idoniedade e pelas informações
contidas nos anúncios comerciais veiculados.
Lacava e Paulo do PSDB de Caçapava com Nishimoto e Emanuel
O PSDB de Caçapava promoveu na manhã do último sábado, dia
11 de junho, um encontro que reuniu membros do partido, bem como
o deputado estadual Hélio Nishimoto e o secretário estadual de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Emanuel Fernandes.
Na ocasião, ambos falaram de suas atuações políticas na região
e enfatizaram a importância de organizar o partido no âmbito municipal.
“É por meio de um partido forte e estruturado, que conseguiremos
eleger representantes que pensem na população”, destacou Nishimoto.
A reunião foi organizada por membros do partido em Caçapava,
que tem como presidente Luiz Eduardo da Silva Lacava, e como
vice-presidente Paulo de Sá Leite Martins.
“Aproveitamos o encontro com estes líderes regionais de nosso
partido para pedir apoio político e para mostrar o que estamos fazendo no partido local”, disse Lacava.
Emanuel Fernandes falou de sua experiência como prefeito de
São José dos Campos, como deputado federal e, atualmente, como
secretário de Estado. E enfatizou a necessidade de se ter muita persistência na organização dos trabalhos de um partido.
“Política não é troca, política é despontar o lado bom das pessoas e o partido é o local onde temos cumplicidade, ética, é onde construímos convergências”, afirmou Emanuel.
Durante o encontro, os participantes da reunião fizeram perguntas e aproveitaram para encaminhar alguns pedidos para os representantes políticos. Entre os pedidos apresentados, estavam a reforma da cadeia de Caçapava e melhorias nas estradas (SPs) ligadas à Caçapava. “O encontro com o PSDB de Caçapava foi produtivo, porque discutimos questões do partido e recebemos pedidos que
refletirão na melhoria do município”, disse Nishimoto. “Estar na política não significa ocupar um espaço de poder, mas, sim, servir a
população, finalizou.”
Câmara cria comissão para
participar da implantação
da Região Metropolitana
Os vereadores de Caçapava aprovaram por unanimidade na
sessão ordinária de terça-feira o requerimento do presidente da
Câmara, vereador Daniel da Farmácia (PSC) solicitando a criação
de uma comissão para participar dos trabalhos referentes à implantação da Região Metropolitana do Vale do Paraíba, Região
Serrana e Litoral Norte. O documento também foi assinado pelo
vereador Arnaldo Neto (PSC).
Segundo Daniel da Farmácia, existe um grupo formado por diversos deputados estaduais e federais, os quais estudam a implantação da Região Metropolitana que deverá representar os 39
municípios da região.
A proposta do presidente da Câmara é que a comissão participe efetivamente da Frente Parlamentar pró-instalação da região
Metropolitana, oficialize uma consulta junto à população caçapavense sobre o assunto, represente o Município nas discussões e
apresente sugestões, sugira a implantação da ligação ferroviária
dos municípios, com a futura estação do TAV (Trem de Alta Velocidade) que ligará a cidade de Campinas ao Rio de janeiro, defenda e valorize a participação do Poder legislativo.
“A Região Metropolitana é um assunto que irá influenciar a vida
de todos nós, por isso é muito importante que tenhamos representantes de Caçapava nesta discussão”, disse Daniel da Farmácia.
A comissão é formada pelos vereadores Ana Paula (PT), Arnaldo Neto (PSC) e Neide Palmeira (DEM).
AVELMA PRODUÇÕES APRESENTA:
“ANARQUIA DA MONARQUIA”
27 de agosto.
AGUARDEM !!!
C
rônica
Sônia Gabriel
C
oador de Pano
Ricardo Ferraz
Sabor do passado
O que faltou a Rui dizer
Faz muito tempo que degustei esses sabores e cheiros, mas
parece que foi ontem cedo, enquanto garoava e fazia frio. Os cheiros são ‘máquina do tempo’ para meu cérebro e coração. Depois
de semanas de muito trabalho, um dia de tranquilidade, fiz planos
de sair, passear com as crianças, gosto muito de conseguir passear em dia útil de semana, sem ruas transbordando carros, sem
gente brigando e empurrando, como tem acontecido aos sábados,
em São José dos Campos. Programei-me para caminhar com meus
filhos, sem pressa, como realmente gosto.
Amanheceu frio e chovendo. Meu Deus! Amo chuva, mas não
aprecio frio, causa-me banzo. Fiquei desconcertada e comecei a
arrumar a casa. Dei jeito numa bagunça aqui, organizei outro quarto ali e fui para a cozinha. Resolvi fazer um cozido, como diz minhas tias. Aqueci a panela, derramei óleo, cortei cebola, esmaguei
o alho, juntei a carne, sal, urucum e refoguei, deixei-os ali se entendendo com a quentura da panela e fui cortar a mandioca.
Enquanto realizava ofício, minha filha pequenina, de avental arrastando pelo chão, sentou-se numa cadeirinha de plástico e começou a conversar comigo. Travou prosa animada, pouco eu entendia, mas a alegria da menina invadiu a cozinha. Como numa
viagem sem possibilidade de impedimento, comecei a lhe contar
das coisas que eu comia na casa de meus pais e ela ria, como se
entendesse, ou eu de tanto rir a contagiei. Como saber. As mandiocas e os temperos foram colocados na panela com a carne gemendo na fritura. Água fervendo, panela fechada, fui para a bacia
de arroz.
‘Filha!’ Chamei-lhe atenção para o fato. ‘Quando eu era pequena, minha mãe sempre me dava uma colher com a primeira água
do arroz refogado. ’ Fiquei pensando qual o motivo de tal ritual. Já
me disseram que se fazia isso para evitar anemia, para ajudar a
expelir lombrigas, para que a criança não tivesse tristeza... Bebi
muita água de arroz refogado, fato é que nunca tive anemia, mas
também nunca expeli lombrigas e tristeza não gosta de mim. No
final da conta, resolvi dar uma colher para a pequena também.
Achei graça e ela disse que estava uma delícia.
O medo de nos ver doentes produzia cada atrocidade, cruz credo, que nojo do Biotônico com ovo de pata. Não suporto pensar no
gosto. Minha memória nem ajuda, vez em quando lembro daquilo
e me arrepio, o estomago vira todo. E ainda fazíamos troça, já que
não nos restava mais nada a fazer, a não ser abrir a boca e engolir
a colherada: ‘Credo mãe, é ruim isso com ovo de pato. ’ E o pobre
do pato ainda tinha que ver sua reputação ser malograda na boca
da molecada.
Mas também tinha coisa boa, que saudade, iogurte aumentado.
Na falta de dinheiro e com muita criança, as mulheres eram criativas. Iogurte, na minha infância, não era essa coisa rala que compramos hoje em dia. Os potinhos eram generosos e o creme denso, cheiroso, de forte sabor. Nossas mães não tinham dúvida, esvaziavam os potinhos e enchiam o canecão, adicionavam leite e
deixavam lá de um dia para o outro, aumentava, virava muito iogurte. Coisas de mãe. A minha também era mestra no chá de hortelã, chá de folha de laranjeira, doce de figo verde e água-doce
(simples água com açúcar, o melhor remédio do mundo!).
Meu almoço foi ficando pronto. Menino rodeando o fogão para
saber o que tinha para comer e a pequena aprendendo com ele. O
passeio ficou para outro dia, a viagem daquela manhã foi para o
passado e seus sabores.
Nada é tão enfadonho quanto um cronista repetir citações de grandes
pensadores, citações que sejam exaustivamente conhecidas do público
leitor. Ainda que a fonte e o tema sejam de valores muito grandes para o
assunto abordado por aquele cronista, terá o mesmo que se acautelar
para que sua proposta não venha redundar em atitude de simples mesmice,
fato que fará de sua crônica uma mensagem inócua. Mesmo considerando
esse grande risco julguei, entretanto, que seria de boa pregação fazer
alusão a um pensador de nossa história, Rui Barbosa, que na ânsia de
preservar os valores morais da Pátria, disse um dia:
“De tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver triunfarem as
nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver agigantaremse os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da
virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto”.
Neste célebre enunciado o nosso insigne jurista ditou premissas para o
comportamento humano, como nunca um pensador atuante na seara
filosófica, acertou buscar. Quero, todavia, tecer comentários sobre o
pensamento do grande advogado que ao finalizar sua célebre oração,
proferida na tribuna do Senado, trancou todo sentido de sua pregação.
Naquele momento Rui se deu por satisfeito, sem acrescentar mais nenhuma
palavra à frase pronunciada. E é então que eu – sem querer impor remendos
ao mestre – me atrevo a ponderar, que se assim ele o fez, foi porque, à
sua época, tudo o que ele disse era bastante para causar efeitos onde
houvesse um mínimo de escrúpulo ou de vergonha na cara, como se diz
popularmente hoje. E, caro leitor, minha ponderação, quase emenda,
prende-se ao fato da conquista que o outro lado vem fazendo em cima da
parcela dos bons. Nos dias que correm já não basta dizer que “o homem
chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser
honesto”. O que a realidade de hoje nos mostra é uma adesão contínua –
em curva ascendente – dos bons aos maus. Se estiver errado, corrija-me.
Mas no mundo do tráfico de entorpecentes e consumo dos mesmos, o que
vemos? Um verdadeiro Tsunami de degradação moral, solapando em
especial nossa juventude que dia a dia se entrega à enganosa euforia do
vício. Tsunami cujo rescaldo é imprevisível. A seguir, quase atrelada a
essa calamitosa realidade, o que temos? Temos a insegurança, onde o
valor de uma vida foi banalizado ao extremo. Hoje puxa-se um gatilho por
um “dá cá essa palha”. E, por último, quase como um privilégio de nossa
classe política, da mesma forma, o que vemos? Vemos a adesão dos que,
cansados de tudo resolvem passar para o lado dos corruptos onde uma
situação de vergonhosa impunidade os recebe de braços abertos.
E pensar que diante de tão grande desastre, esse governicho chinfrim,
beneficiário maior desse apocalipse moral, quer ainda tomar ares de bom
governante. Quer, por exemplo, ditar normas como a do desarmamento
dos cidadãos de bem, o último alento dos que ainda ostentam dignidade,
para se defenderem dos facínoras que todo dia têm suas fileiras
engrossadas por novas adesões.
Pois sim, senhora Presidente, Dilma, que representa esta falida máquina
administrativa do país! À senhora eu escrevo grafadas e bem lúcidas
palavras: De mim, não! De meu lar, em troca de conversa fiada, ninguém
virá tirar minha arma. Em outra oportunidade, neste mesmo espaço,
já declarei ser reservista de primeira categoria de nosso bravo
Exército, fato que me capacita a me defender por meus meios diante
da falta dos meios que seria obrigação desse governo falido. E tenho
dito.
*Sônia Gabriel é professora de História e Sociologia,
Pesquisadora, Especialista em Gestão da Qualidade do
Processo Pedagógico-MBA.
[email protected]
http://misteriosdovale.blogspot.com
Ricardo Ferraz – Aposentado, artesão, escritor, membro da
Academia Caçapavense de Letras. e.mail: [email protected]
EMPRESA CAÇAPAVENSE DE NOTÍCIAS E PUBLICIDADE LTDA ME
Jornal de Caçapava
Projeto Cine Tela Brasil chega a
Caçapava na próxima semana
Cinema itinerante, que será instalado no Parque Ecológico da
Moçota, oferecerá quatros sessões por dia, com entrada franca
Ilustração
O desenho infantil “Grilo Feliz e os Insetos Gigantes” será uma
das atrações do Projeto Cine Tela Brasil em Caçapava
Caçapava recebe nos dias 20, 21 e
22 de junho a programação do projeto Cine Tela Brasil, cinema itinerante que será instalado no Parque
Ecológico da Moçota, na Vila Menino Jesus, com a realização de quatro sessões diárias: às 8h30, 10h,
13h30 e 15h. A entrada é gratuita.
Para participar, basta agendar por
meio do telefone (12) 3652-9009.
O projeto compreende uma tenda de
13m x 15h, com 225 cadeiras. A sala
do cinema itinerante tem conforto e
padrão de salas de shoppings: conta com ar condicionado, projeção cinemascope 35mm, som stéreo surround com leitor laser e tela de 21m2
.
Os filmes da programação são “Grilo Feliz e os Insetos Gigantes” (livre),
“Eu e meu Guarda-Chuva” (livre),
“Desenrola” (12 anos), e “Antes que
o Mundo Acabe” (10 anos).
“Grilo Feliz” conta a história do grilo
que segue compondo suas músicas,
para alegria dos habitantes da floresta, e agora deseja gravar um CD.
Porém a descoberta de fósseis de
insetos gigantes faz com que ele se
envolva em uma inesperada aventura, que o obriga a enfrentar um
bando de perigosos louva-deuses
comandados por Trambika.
A aventura “Eu e meu Guarda-Chuva” mostra a história de Eugênio (Lucas Cotrim), um menino de 11 anos,
que em sua última noite de férias,
juntamente com seu melhor amigo,
Cebola (Victor Froman), envolve-se
em aventuras inimagináveis para
resgatar Frida, sua paixão e colega
de escola, que foi sequestrada pelo
fantasma do temível Barão Von Staffen. Nessa odisséia, Eugênio contará com a ajuda de um guarda-chuva herdado de seu saudoso avô, que
lhe dará a coragem necessária para
seguir em frente. O duelo final entre
o Barão e Eugênio decidirá o destino de Frida e de todos eles.
No filme “Desenrola”, Priscila (Olívia Torres) tem 16 anos e se acha
uma garota normal demais, principalmente, quando repara em suas
amigas. Quando sua mãe viaja a trabalho e ela fica sozinha em casa,
decide que vai dar um jeito na sua
caretice e vai fundo nessa ideia.
Em “Antes que o Mundo Acabe”, Daniel é um adolescente crescendo em
seu pequeno mundo com problemas
que lhe parecem insolúveis: como
lidar com uma namorada que não
sabe o que quer, ajudar um amigo
que está sendo acusado de roubo e
como sair da pequena cidade onde
vive. Tudo começa a mudar quando
ele recebe uma carta do pai que nunca conheceu. Em meio a todas essas questões, ele será chamado a
realizar suas primeiras escolhas
adultas e descobrir que o mundo é
muito maior do que ele pensa.
História - Iniciado há 6 anos, o projeto Cine Tela Brasil ultrapassa a
marca dos 800 mil espectadores e
vai de cidade em cidade levando cinema de graça para a população,
especialmente para quem não tem
acesso às salas convencionais.
As duas unidades do Cine Tela Brasil possuem um dos maiores índices de ocupação das salas de cinema do país: 88%. O projeto permanece três dias em cada cidade e realiza quatro sessões diárias.
Por meio de parcerias com as Secretarias Municipais de Educação e
escolas da rede pública, promove
agendamento de grupos de alunos
para visitarem a sala do Cine Tela
Brasil.
A Buriti Filmes é a produtora que
concebeu e realiza o Cine Tela Brasil. Conta com o patrocínio da CCR
Cultura nas Estradas e Fundação
Telefônica, além de inúmeros apoiadores.
Criada em 1997 pelos cineastas Laís
Bodanzky e Luiz Bolognesi, a Buriti
Filmes coleciona mais de 73 prêmios nacionais e internacionais.
Algumas das realizações da produtora são os filmes “Bicho de Sete
Cabeças” e “Chega de Saudade”,
o documentário “Cine Mambembe,
O cinema descobre o Brasil”, entre outros.
Em Caçapava, o projeto Cine Tela
Brasil é realizado em parceria com
a Prefeitura, por meio das secretarias de Educação e de Cultura, Esportes e Lazer.
Campanha de Prevenção DST Aids é
realizada no Dia dos Namorados
A Prefeitura de Caçapava, por
meio da Secretaria de Saúde e
do DST Aids comemorou o Dia
dos Namorados, com uma campanha de conscientização e
prevenção às doenças sexualmente transmissíveis. Para
chamar atenção para a causa,
o DSTAids recebeu o reforço de
um cupido que percorreu junto
3
17 de Junho de 2011
com a equipe, dez bares, restaurantes e pizzarias de Caçapava nos dias 10 e 11 de junho,
no período noturno. Além disso, a equipe montou um estande no sábado, dia 11, das 9h
às 13h, para a distribuição de
panfletos, preservativos e rosas para a população.
O cupido recitou para os casais
o “Soneto da Fidelidade” e trovas sobre prevenção e o uso do
preservativo. Também distribuiu camisinhas e rosas para
os casais. Na Praça da Bandeira, uma equipe formada por cinco profissionais orientou a população. Ao todo foram distribuídos 3 mil preservativos e mil
rosas.
DSTAids
Câmara Municipal de Caçapava
EDITAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA
DIAS: 20/06/2011 e 27/06/2011
HORÁRIO: 15 horas
ASSUNTO: Projeto de Lei n° 51/2011, de autoria do vereador José Carlos
da Silva Ferreira, que dispõe sobre alterações no Plano Diretor do Município
de Caçapava.
A Câmara Municipal de Caçapava, Estado de São Paulo, observado o disposto
no artigo 74, parágrafo único da Lei 254/2007 e artigo 40, parágrafo 4º, inciso
I, da Lei Federal 10.257/2001 CONVIDA todos os segmentos da sociedade
para a Audiência Pública, na qual será debatido o projeto de lei nº 51/2011,
de autoria do vereador José Carlos da Silva Ferreira, que dispõe sobre
alterações no Plano Diretor do Município de Caçapava, a partir das 15 horas
(quinze horas), dos dias 20 e 27 de junho de 2011, no Plenário “Vereador
Fernando Navajas”, da Câmara Municipal de Caçapava, localizada à Praça
da Bandeira, 151 – Centro.
Caçapava, Junho de 2011.
Presidente
SERVIÇO LEVA E TRAZ GRÁTIS
Banhos a partir de R$ 16,00
Atendimento Veterinário
Medicamentos - Aquarismo
Posto de Coleta de Pilhas e Baterias Usadas
P r u d e n t e d e M o r a e s , 2 3 3 , C e n t r o – Te l s : 3 6 5 3 3 7 1 6 / ID: 119*69411
E-mail: [email protected]
Veja conferir as novidades para o Dia dos Namorados
“Onde qualidade, bom gosto e atendimento fazem a diferença”
Rua Treze de Maio n° 192 - Centro - Caçapava - Fone: (12) 3653.4568
Você já nos conhece!
Cadernos, Mochilas, Estojos,
Xerox, Presentes, Papelaria ,
Informática, entre outros.
Melhores Preços - Melhores Produtos
Melhor Atendimento
Do amigo Rubinho
(Estacionamento Supermercado Dia)
Av. Cel Manoel Inocêncio, 631 - centro- Loja 17-20
[email protected] -Tel: 3653-6683
4
Jornal de Caçapava
17 de Junho de 2011
Sucesso no Baile em prol
da Campanha do Agasalho
Foi realizado no dia 11 de junho no Grêmio Recreativo Nestlé o
Baile da Solidariedade promovido pelo Fundo Social com objetivo
de arrecadar fundos para a Campanha de Agasalho 2011.
Confira algumas fotos do evento que foi bastante prestigiado.
O Fundo Social de Solidariedade é presidido pela
primeira dama Eunice Borsoi Vilela.
Curso de Jazz da Escola de Dança
Marian Guimarães tem novo professor
Os cursos de Jazz e Dança Contemporânea da Escola de Dança Marian Guimarães estão agora sob a coordenação do Professor Renato Takahashi.
Foi desde muito cedo que
Renato descobriu sua vocação para a arte através da
dança, pelas mãos da Professora Marian Guimarães. Inicialmente, percorreu os caminhos do Ballet Clássico,
passou pelo Sapateado e escolheu o Jazz para se aperfeiçoar.
Fez os cursos regulares e
ampliou seus conhecimentos
em várias academias em
São José dos Campos, como
a CBS e a Cia Feeling, participou de cursos na Fundação
Cassiano Ricardo, competiu
em importantes festivais e
agora, cinco anos mais tarde, retorna a sua escola de
origem, mais preparado e
apto a atuar como professor.
Mas não foi somente estudando que Renato agregou
experiência. Ele trabalhou
por dois anos na Companhia
de Dança da Banda Gostoso
Veneno, onde fez parte do
elenco de bailarinos, responsável pelos shows que abrilhantam a apresentação des-
JC/2011
Marian Guimarães e Renato Takahashi
se conjunto em tantos bailes
e eventos famosos na região.
Para Marian Guimarães é
uma satisfação poder oferecer
a ex-alunos a chance de retornar à Escola na categoria
de professor. Para Renato, trabalhar na formação dos alunos no local onde tudo começou, é a realização de um sonho.
Além de bailarino e professor, Renato é também coreógrafo e estará preparando as
turmas para participação no
festival ENDA-Encontro Nacional da Dança e no Festival
de Dança de Campos do Jordão, onde alunos de Jazz es-
tarão competindo e marcando a presença da Escola
como vem acontecendo nos
últimos anos.
O curso de Dança Contemporânea recebe alunos a
partir dos 13 anos e em breve promoverá uma aula
aberta para os interessados
em conhecer de perto as técnicas do estilo. Já o Jazz
possui turmas desde o infantil até o adulto.
A Escola de Dança Marian Guimarães tem 35 anos
de trabalho em Caçapava e
fica à Rua Dom Pedro II n°
260. O telefone para mais informações é o 3652.2067.
Nova conquista, mais um prêmio
O Professor Renato e a
aluna Ana Beatriz Souza participaram no último sábado,
11 de junho, do XI Vale Arte
Festival de Dança, realizado
pela RV Promoções. O Festival aconteceu no Teatro
Fotos: Elis Batina
Metrópole, em Taubaté e o par
conquistou o segundo lugar na
categoria, com a coreografia
de Jazz, Amado. Graças a
esse ótimo resultados, Renato e Ana Beatriz já estão classificados para a grande final
do Festival da RV que será
realizada em julho, em São
Paulo, reunindo os melhores
bailarinos que se apresentaram nas eliminatórias que
foram promovidas em diversas cidades do estado.
Ana Beatriz e Renato mostram o troféu conquistado com a coreografia ao lado
Cortejo de carros de bois é destaque na Festa de São João
Neste sábado, dia 18 de junho,
Caçapava repete uma tradição
de mais de 80 anos. Trata-se do
cortejo de carros de bois, que
acontece durante a festa de São
João. Formado por carreiros e
charreteiros, o cortejo sai do
Campo do Padre, a partir das 11h
e seguirá até a Igreja Matriz de
São João Batista, onde recebe
uma benção do Padre Sílvio, dirigindo-se em seguida para o recinto da festa, na Avenida Brasil.
Esta tradição começou na década de 30, quando em prol da
reforma da Igreja Matriz, os produtores rurais costumavam trazer
em carros de bois lenha que era
leiloada, com renda revertida
para as obras. Por algum tempo
a tradição foi esquecida, mas há
cerca de 20 anos o Grupo de Terceira Idade Viva a Vida retomou
a organização e deu nova vida ao
cortejo simbólico.
Os carros e charretes enfeitados de flores, acompanhados
pelos integrantes do Grupo Viva
a Vida, vestidos com roupas típicas juninas, levam a imagem de
São João Batista. Na Matriz, eles
recebem os certificados de participação no cortejo e o sal grosso
bento que posteriormente é misturado à ração do gado para garantir fartura e a saúde durante o
ano.
Da Matriz, o cortejo segue pelas ruas Marquês do Herval, Cel.
Manoel Inocêncio, Praça da Ban-
Arquivo PMC
deira, Cel. Alcântara até a Avenida Brasil, onde está montada a
estrutura da festa. No recinto da
festa, por volta das 12h, os car-
reiros e charreteiros são recebidos ao som do Grupo Orgulho
Caipira, de Lagoinha, com a Dança do Sabão e muita música raiz.
Festa
São João
de
Caçapava
revive
tradições
com
cortejo
dos
carros
de boi
Jornal de Caçapava
17 de Junho de 2011
Projeto em Caçapava Velha
Alunos da Escola Flair soletram em inglês
A Escola Flair Carlos de
Oliveira Armany, do bairro de
Caçapava Velha, está realizando pelo quarto ano a
competição Soletrando em
Inglês “Spelling”, sob a coordenação da Professora Sandra Maria Duarte dos Santos,
que ministra a disciplina na
escola.
“A minha surpresa foi muito grande pois os alunos realmente se envolveram no
estudo da língua inglesa, motivando os colegas a participarem, estudando com os familiares em casa, perguntando para professores de outras disciplinas, enfim agitando não só o ambiente escolar e suas casas, mas também conquistando o apoio
de todos os comerciantes e
moradores da Vila Velha”,
conta a Profª Sandra.
O projeto “Spelling” começou com o estudo do significado de 150 palavras básicas do inglês, depois o alfabeto, a pronúncia e por fim a
soletração dessas palavras.
Hoje a soletração é feita com
200 palavras, inclusive, palavras com hífen. Durante as
aulas, os alunos formam frases e estudam a gramática
das diferentes séries, fortalecendo o uso dessas palavras.
Com a finalidade de incentivar o projeto, desde o primeiro ano de sua realização,
a escola vem premiando os
alunos de maneira que eles
continuassem seus estudos,
não só de inglês , mas de
todas as disciplinas, dando
bolsas de estudo na Escola
de Idiomas Laser, que é parceira no projeto, um computador para o primeiro colocado, bicicleta para o segundo,
celular ou MP4 para o terceiro, medalhas para todos os
participantes e outras lem-
Ilustração
brancinhas para os 9 melhores colocados.
Buscando apoio - A Profª
Sandra relata que toda essa
premiação só é conseguida
com a ajuda dos comerciantes do bairro e pequenos empresários de Caçapava, através da divulgação do projeto que ela faz pessoalmente, pela mídia e pela internet.
“Nesse ano estamos precisando muito levantar um
recurso maior para a compra
do computador, porque
como expliquei a ajuda dos
comerciantes e pequenos
empresários é espontânea e
varia desde R$5,00 a
R$200,00 e muitas vezes o
comerciante prefere dar algum artigo de sua loja, como
é o caso da bicicleta, do celular e de pares de sapato
,roupas ou mochilas”, afirma.
No primeiro ano do projeto, a TV Vanguarda filmou a
segunda eliminatória e a final do projeto e isso gerou
uma credibilidade maior, incentivando mais gente a colaborar com a aquisição do
computador, porém esse
ano, com as contribuições
recebidas até agora, a escola só conseguiu angariar a
metade do valor do computador.
Vale ressaltar que todos os
recursos são direcionados
para a realização do evento
da final do projeto, que é
aberto para toda a comunidade, com apresentações,
oficinas, música, comida,
brincadeiras, enfim , é um dia
muito esperado por todos,
pois o vencedor deste projeto fica conhecido na comunidade toda e se torna muito
respeitado pelos pais e amigos, inclusive aumentando
sua auto-estima e abrindo
novas oportunidades para
galgar um futuro melhor.
“ Acredito que com a realização da Copa do mundo e
das Olimpíadas aqui no Brasil, saber inglês é essencial
para esses jovens que estarão no mercado de trabalho
em pouco tempo”, avalia a
Profª Sandra.
Aos interessados em contribuir com o projeto na aquisição do computador, vale
ressaltar que a escola fornece recibo de todas as doações recebidas e que é feita
uma prestação de contas
que fica disponível para
aqueles que quiserem ter
acesso a esse documento.
A segunda eliminatória do
Spelling na Escola Flair será
no próximo dia 21 de Junho
às 10:00h e às 13:00h e a
grande Final do Projeto, no
dia 8 de julho às 14:00h. Todos estão convidados!
5
6
Jornal de Caçapava
17 de Junho de 2011
EDUCAÇÃO e AR
TE IX
ARTE
EMEF “Dr. Antonio Pereira Bueno”
Editais, Classificados
& Comunicados
Por
Carmen Sílvia
Araújo Costa
ASSOCIAÇÃO
SOLIDÁRIA DA VILA
PARAÍSO “MÃOS
ESTENDIDAS”
Içá pra baixo, sabitu pra cima- OLÍVIA ALEGRI
“O passado é lição para meditar, não para reproduzir.” (Mário de Andrade)
O Jornal de Caçapava divulgou em 22
a 28 de 2010 o texto Educação e Arte I e o
Projeto Eu Conheci Olívia Alegri. Neste há
introdução e considerações que não serão repetidas nos próximos, quando continuarei narrando o processo dos esquetes
das escolas a partir do histórico de cada
uma. O resgate dos objetivos e conceitos pautará os conteúdos numa perspectiva histórico-cultural. Julgo importante esta
explicação para o entendimento do
leitor(a). A EMEF “Dr. Antonio Pereira Bueno” situa-se à Rua Uruguai, 140, Jardim
Caçapava. O patrono nasceu em 6 de fevereiro de 1918 e faleceu em 10 de março
de 1989. Figura de destaque na política,
advogado de renome, professor, escritor,
jornalista, magnífico orador. Há muitas edições biográficas e bibliográficas que nos
revelam a sua importância na história da
cidade: “Sumários dos Poderes Executivos e Legislativos de Caçapava-18532008”, pesquisa e organização do Professor José Damas Nogueira em que registra
a longa participação política, muitas vezes
como Presidente da Câmara Municipal, de
janeiro de 1948 a dezembro de 1988; “Caçapava- Apontamentos históricos e genealógicos”- Benedicto Alípio Bastos-1955:
quando foi colocada a placa de bronze no
mausoléu de Ezequiel Freire, o Dr. Antonio Pereira Bueno proferiu eloquente discurso, representando a Câmara Municipal..”; “Caçapava de São João, a simpatia
do Vale do Paraíba”- Cel. José Carlos de
Siqueira Ferreira-1705-1995: “No ano de
1952, surge em Caçapava o jornal O Vale
Paraibano,fundado pelo jornalista Francisco Pereira da Silva. Contou com grandes
colaboradores como Dr. Antonio Pereira
Bueno, Prof.a Olívia Alegri e Dr. Alfredo Rocha.” Seu livro “Ruas de Caçapava” auxiliou-me em muitas pesquisas. Solicitei a
seu filho, Marcos Mathias Bueno, fatos e
curiosidades sobre seu pai. Disse-me que
tinha somente um ano e meio quando ele
morrera porém, muito prestativo, propôs
enviar-me por email a gravação de uma
conversa com sua tia D. Conceição Bueno, pois moram juntos. Uma grata, deliciosa e linda surpresa, a qual transcrevo na
íntegra:
Durante anos, foi vereador na Câmara Municipal, sem ganhar absolutamente
nada, fazia por amor à terra, diferente de
hoje em dia. Quando ia a São Paulo, sempre buscava os livros mais atualizados, leu
e sabia aonde estavam, em suas grandes
prateleiras, em sua biblioteca, seus mais
de 5 mil livros! A mesma proporção de conhecimentos que tinha, tinha também de
humildade...Certa vez ele trouxe, na vinda
do forum para casa, todos os mendigos
da rua, para almoçar a comida que eu e
Terezinha (irmã já falecida) havíamos separado para ele... Não tinham como pagar
para ele, mas ele não se importava, quando defendia uma causa, pagavam ele com
galinha, porco, leitoa ou almoço domingueiro. Um dia, durante a noite, ligaram da delegacia, era o Delegado no telefone, perguntando se ele era advogado de um tal
que estava preso na delegacia, quando o
Antonio respondeu que sim, imediatamente
o Delegado disse: “Solte o preso, porque
é o Doutor que é o advogado dele!”... O
primeiro dinheiro que ele conseguiu defendendo uma causa, mandou celebrar
uma missa para o papai... No júri, ele estava defendendo certo réu, que havia cometido um crime com um pedaço de
“cepo”, ele tomou o “cepo” em mãos para
ilustrar o que havia ocorrido, sem querer
ele bateu com o “cepo” sobre a mesa e
quebrou, voando estilhaço na cabeça dos
presentes; foi só risada no final!... Ele ria
contando que estava no cemitério, velando o corpo de um amigo advogado, quando entrou um senhor, simples, chorando.
O Antonio percebeu que estava chorando
no velório errado, pois o cortejo que aquele senhor estava esperando havia saído
pouco antes dele chegar, constrangido não
quis contar ao homem que ele chorava no
enterro errado !...Ajudou dezenas de recém advogados e centenas de pessoas
que batiam à sua porta todos os dias...
Ele foi a São Paulo, na casa de um Promotor amigo, e tomou o bonde , desceu
numa rua de São Paulo e ao descer como
o degrau era muito alto, quebrou a perna
e ficou por horas sem poder se mexer,
pedia ajuda e ninguém o ajudava! Até que
por ali passou um mendigo, que o tomou
nas costas e o levou até à casa do Promotor! Foi assim que o Antonio começou a
usar platina na perna... O xodó do Antonio
era o Marcos,sempre foi um pai amoroso,
um irmão adorável!! Ele punha o Marcos
numa poltrona da casa e ficava horas
olhando o filho. Teve um dia que o Marcos
rasgou e comeu toda papelada da audiência do dia seguinte, que ele passou a
noite preparando. Pela manhã ele disse:
“Muito feio, meu filho! “Ficou horas dizendo que ia bater no menino, depois foi ao
quarto e deu três palmadas bem de leve
na perninha do Marcos. Depois disto foi
trabalhar. Na volta, bem de tarde, veio dizendo que estava desconsolado, passou
o dia preocupado porque havia batido no
filho! Veja que foram só três palmadinhas
bem de leve! O Antonio era um agarra com
o filho... Como autoridade recebeu em Caçapava, na casa da mamãe, Jânio Quadros, Carvalho Pinto, Paulo Maluf e muitos outros... Amava sua terra e sua gente!
Quando ele morreu formou-se uma fila até
o cemitério... Me dá saudades lembrar
dele...mas ainda lembro de sua voz, da
vontade dele de ler cada vez
mais!...”(Relatos recolhidos na tarde do dia
7/6/2011).
Lembro-me que educadamente acompanhava-me até minha casa, após as aulas do período noturno, quando eu lecionava no “Moura Resende”, incentivandome na minha profissão. Era uma conversa
inteligente e marcante, a qual muito me influenciou futuramente. Foi a primeira pessoa a me convidar para proferir uma palestra, na Câmara Municipal, sobre Tiradentes. E as suas exortações na “Procis-
A Associação Solidária da
Vila Paraíso “Mãos Estendidas” convoca todos seus
sócios permanentes e contribuintes para a Assembleia Geral que será realizada em sua Sede (Rua Idalízio Gabriel, nº 110, Vila
Paraíso) no dia 30 de junho
de 2011, às 19h00, para
composição da nova diretoria.
Arquivo PMC
Lar Vicentino
contrata
são do Encontro”, na Praça da Bandeira?
Era comovente! No meu acervo há um folheto “Histórico da Igreja de São Sebastião1961-1993”, registrando-o como Presidente da Câmara dos Vereadores; e o responsável pelo traçado do alicerce da igreja, o
meu tio, Sílvio Abreu de Araujo.
A Crônica- Içá pra baixo, sabitu pra
cima: “A criançada do começo deste século não tinha bicicletas, mas era uma
criançada feliz. Com tudo se contentava e de tudo fazia um brinquedo.” Olívia
Alegri
Em 23 de setembro de 2010, conheci a
EMEF “Dr. Antonio Pereira Bueno”. Esta
região tem aspectos novos para mim. Passo pela Avenida Brasil, Rodoviária... Leilão
de Veículos...Próximo à Avenida Henry
Nestlé...e a própria Avenida Dr. Antonio Pereira Bueno que vai dar na escola. Se fizesse outro percurso pelo bairro ao lado, Vera
Cruz, mais claras são as recordações...Foi
onde comecei a lecionar no Curso Popular
do SESI, em 1961, para os operários da fábrica de juta, hoje Centro Cultural. Ia para
lá de charrete...preocupada em corresponder às expectativas dos meus
alunos...Emociono-me...Dias inesquecíveis!... Quantas mudanças por aqui e por
lá... A história da minha Caçapava corre
pelas ruas, avenidas, rodovias destes lados... e por outros, nos trilhos do trem...
Sou muito bem recebida pela diretora
Márcia e a coordenadora pedagógica Angélica. Conversamos sobre os objetivos e
conceitos do projeto. Desde o início, demonstraram grande interesse na montagem
do esquete. As professoras Ângela Aparecida (4.o ano), Alessandra (5.o ano) e Cláudia Helena coordenaram o projeto. A diretora incentivou-os; pois Olívia Alegri foi sua
professora de Matemática. Funcionários administrativos, comunidade, todos se envolveram. Decidiram por um musical! A crônica seria narrada e marcada por três movimentos. A poesia criada por Alessandra, a
música pesquisada junto à letra pelos monitores do “Future Kids”; um cenário incrível de Angélica; figurino com roupas próprias dos atores-alunos, suspensórios, vestidinhos, varinhas, latinhas... Como transformar o texto escrito, interpretá-lo, em registro oral? Foi conservada a crônica original
que, de certa forma, contém oralidade e
costumes de uma época.É o passado/presente. Durante o espetáculo, a crônica seria marcada por três movimentos. Perceba,
leitor(a),a profundidade deste esquete.
Psiu!...Começou!...
1.o Movimento- música ao som de um
piano...
É Olívia Alegri : “O mês de outubro me
traz boas recordações. É o mês de caçar
içá! Parece que vejo a criançada gritando:
Içá pra baixo, sabitu pra cima!” Continuando com a epígrafe acima e do texto original:
“Um dos seus grandes divertimentos era
caçar içás(formigas grandes da roça; saem
no mês de outubro, acompanhadas do sabitu. Ambos são alados e voam baixo).
Os pequenos formavam grupos. Cada
um levava uma caixa ou lata bem fechada e
enfolhada na ponta. Como bando de passarinhos corriam às ruas e praças sossegadas, indo daqui e dali, gritando: Içá pra baixo, sabitu pra cima.” Lá vêm os atores com
roupas coloridas, varinhas com matinho e
latinhas, nas pontas içás enormes , numa
tentativa de pegá-los!... O cenário enfoca o
campo, formigueiro... Cantam composições
próprias, como foi mencionado acima, ao
ritmo
de
um
frevo:
“Outubro chegou trazendo o içá! Outubro
chegou trazendo o içá! Trá lá lá lá!...Trá lá
la´lá!...Içá pra baixo, sabitu pra cima!...” Falando: “Que pena ! Não é içá!
Então
vamos
continuar:...”
“Outubro chegou trazendo o içá!...”
2.o Movimento- trilha da narrativa e rancheira..
Cenário com forno, tacho, bacia... casinhas,
o outro lado das casinhas, formigueiro... Lindo! Tudo muito colorido!
Olívia Alegri continua: “ Muitos adultos
iam apanhá-los no formigueiro para vendêlos, pois pessoas
finas tinham o hábito
de saboreá-los, bem fritos ou em forma de
farofa.Colocavam-nos em uma vasilha com
água. Tiravam-lhe os ferrões, as asas, os
membros. Depois de limpos, torravam-nos
com sal e gordura. Diziam que eram deliciosos!” Sinto o cheiro da farofa que meu avô
fazia..., corríamos atrás do içá...Lembro-me
também da paçoca, o pilão... o bolinho da
quermesse da festa de São João... Olha os
atores!...
Ao ritmo de cantiga de roda (“... do,ré,
mi, fá, fá...pedrinhas de brilhante para o meu
amor passar...): “ Este é o formigueiro que
ando a procurar! Cheirinho de içá...é aqui
que vou ficar! Vender içá, vender içá!
Muito dinheiro eu vou ganhar!
Vender içá, vender içá! Muito dinheiro eu vou
ganhar! Aqui está o forno e o tacho pra torrar! Bacia cheia d’água...içá eu vou limpar!
Tirar as asas, tirar ferrões...
Tudo limpinho pra torrar E exclamam: “Que
delícia !!”
3o Movimento- trilha da narrativa, rancheira e pregões ... Mercado Municipal, praças, ruas, Jardim Caçapava, Vera Cruz...os
atores representavam como se as pessoas da cidade estivessem por ali . Uma beleza para os olhos e sentimentos!
Olívia Alegri continua: “Aos sábados, por
este mês, ainda se encontram pessoas da
roça vendendo içá, na feira. Eles são vendidos às tijelinhas. Isso quer dizer que existem, na cidade, adultos que não perderam
o costume de comê-los.”
Muito alegres, divertindo-se ruidosamente as “personagentes” vendem seus
produtos, outros compram-nos. Ouvimos
os pregões transportando-nos para o meio
do pessoal...
“OI, a tijelinha de içá! Olha aí a tijelinha de içá!” (Ouve-se vozes : “Todo mundo correu! Será que vai sobrar pra
mim?..”)
“Ande logo,moça, a tijela está quase
no fim!” “Você já comeu içá misturado assim? Com um pouquinho de azeite e farinha? Humm!...Que farofinha!” “Olha aí!..
Farofa!... Que cheirinho!!...”
Segundo Angélica, o cenário era movimentado ao ritmo do esquete, por ela e
a escriturária Cíntia, através de uma corda que ficava embaixo do painel. Todos
atores à frente com suas latinhas, varinhas
e
enormes
içás
presos
a
elas!...Perfeitamente no compasso! Acabou! Que pena! Imaginamos a cortina fechando...
Darcy Breves conta-nos em seu livro
“De já hoje”, no texto “Lá vem içá!” : “...um
dos quitutes mais (valorizados do Vale do
Paraíba, segundo Ocílio Ferraz, da Fundação Nacional do Tropeirismo, em
Silveiras.(...)O caviar do Vale do Paraíba,
segundo o escritor Monteiro Lobato, é hábito que veio dos índios, mas o fato é que
é grande a sua apreciação, faz parte do
nosso folclore, presença viva, principalmente em nossa Caçapava.” Quando eu
morava em São Paulo, já era noticiado que
Anquier, conhecido “chef” com programa
na TV, vinha buscar içá no Vale do Paraíba e criado iguarias apreciadas nas metrópoles.
O esquete relacionou todos os aspectos da crônica em função do contexto, temática, modo de vida, visão de mundo;
elementos ressaltados por Norma
Goldstein(USP). Sintetizou: letra, melodia,
contexto, relação língua/realidade, uma
“co- construção da realidade”,como afirma Ivan Ferreira de Melo(UFPE). Ainda
posso acrescentar, caro leitor(a), um trecho da Revista “Literatura”, “Música na
sala de aula”, n.o 35, fevereiro de2011:
“Normalmente escritas de forma bastante
pessoal, as músicas colaboram na formação da opinião dos jovens, estimulando o
pensamento e o desenvolvimento de um
sujeito crítico. E são uma das formas mais
bonitas e acessíveis de se aplicar a língua portuguesa, e também de colocar
poesia no cotidiano tanto figurativamente
quanto literalmente.” (grifo meu)
Quando estivemos com os alunos,
direção,orientadora, professores continuavam orgulhosos da sua representação.
Como nas outras escolas, usei o mesmo
processo para a compreensão teórica da
crônica: os momentos (flashes ) mais interessantes do cotidiano de cada um e incentivei-os a escrever. Fiz a leitura da crônica “Amor Impossível ...com Final Feliz”,
do livro “Crônicas Navegando nas Letras
II”, de Maurício de Souza, em que registra: “Eu tinha tudo isso na minha chácara
em Caçapava.”
As reapresentações do esquete se
deram na participação do desfile de 7 de
setembro de 2010; em outubro, na Semana da Criança, na escola. Muito estimulada pela diretora, a escola também participou, em 2006, da 7.a Gincana Estudantil
da Solidariedade e foi vice-campeã. Em
2008, obteve o 1.0 lugar em “Todos por
Caçapava”, da Secretaria da Cultura,
quando montou a biografia e fotos do patrono. Tive a oportunidade de conhecer o
acervo da escola, cedido por seu filho
Marcos: registro civil, convite de formatura
pela Faculdade de Direito, do Largo de São
Francisco, da USP, em 1943; fotografias
de Jânio Quadros, Laudo Natel, dos caçapavenses Osório da Cunha Lara Neto,
José de Miranda Campos, Dr. Guedes...
Para a direção, professores, orientadora
o importante no processo do esquete fo i a
participação surpreendente dos alunos, a
inclusão de todos.
Parabéns à Diretora Márcia Godinho
de Araujo Bandeira e Silva; Orientadora
Pedagógica Angélica Maria Soares; Professoras Ângela Aparecida dos Santos,
Alessandra da Silva(premiada pela Abril
Cultural, em Brasília), Claudia Helena de
Toledo Cuyabano; alunos-atores; funcionários, toda comunidade escolar!
O mérito é de vocês! Muito obrigada
pela acolhida e empréstimo do CD com as
músicas!
Até Educação e Arte X !
Carmen Sílvia Araujo Costa, Professora de Língua Portuguesa e Inglesa,
Literatura Brasileira e Comparada, Especialista em Linguística, Escritora,
Cadeira n° 26 da ACL.
Auxiliar de Enfermagem - Para trabalhar no Lar Vicentino de Caçapava. Perfil: Residir em Caçapava; Experiência
em trabalhos com idosos; Disponibilidade de horário; Sexo: Indiferente.
Auxiliar de Serviços Gerais - Para trabalhar no Lar Vicentino de Caçapava.
Perfil: Residir em Caçapava; Ensino
Fundamental completo; Experiência mínima de 06 meses como Cuidadora.
Os interessados deverão encaminhar
currículo no Lar Vicentino de Caçapava
no endereço: Rua Dr. Pedro Moreira da
Costa, 249 - Vl. Antônio Augusto - Caçapava/SP ou enviar via e-mail:
[email protected] - Tel. (12) 3653-4562.
EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA e
EXTRAORDINÁRIA DA ASSOCIAÇÃO DOS ADQUIRENTES DE
LOTES DO LOTEAMENTO RESIDENCIAL TERRAS DO VALE.
Pelo presente edital de convocação, ficam os Senhores associados, quites com as suas
contribuições e em pleno gozo de seus direitos estatuários, convocados para se reunirem
em Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária, a serem realizadas cumulativamente no
próximo dia 29 de junho de 2011 (quarta-feira), às 18:30hs (p.m) em primeira chamada,
e se não houver número legal, em segunda chamada às 19:00hs (p.m), com qualquer
número de presentes, no Plantão de Vendas localizado dentro do próprio loteamento
Terras do Vale, sito Av. Geraldo Nogueira da Silva, s/n, Bairro da Grama, Caçapava/SP,
para deliberar a seguinte ordem do dia: Assembléia Geral Ordinária: A - Prestação de
Contas dos Exercícios 01/2008 a 31/12/2010; B – Aprovação da previsão orçamentária
2011. Assembléia Geral Extraordinária: A – Apresentação de carta de renuncia do
atual presidente Ilário Bocalleto, carta de demissão do Sr. Secretário Marcelo Moraes
Janeiro e carta de demissão da Tesoureira Daniela Delarmelino da Silva Nunes; B –
Comunicação e convocação para eleições a qual será agendada com antecedência de 45
dias; C – Formação da Comissão Eleitoral, a qual deverá ser composta por 4 associados
regulares eleitos para tal finalidade.
Caçapava, 14 de junho de 2011.
Ilário Bocaletto – Presidente da Associação
Editais de Proclamas
Registro Civil das Pessoas Naturais do Município, Distrito e
Comarca de Caçapava - Estado de São Paulo
Bel. Urbano Cícero de Godoy Araújo - Sonia Maria Silvano - Escrevente
Faço saber que pretendem casar-se e apresentaram os documentos exigidos por lei:
N° 17.270
ADRIANO HENRIQUE DOMINGUES e LUANA
DE SOUZA FERREIRA, sendo o pretendente:
nascido em Caçapava - SP, aos 19 de julho de
1990, profissão porteiro, estado civil solteiro, domiciliado e residente em Caçapava - SP, rua Joaquim Horácio de Carvalho, n° 821, Vila Favorino, bairro Piedade, filho de ANDRÉ LUIZ DOMINGUES e CÉLIA DOS SANTOS HENRIQUE
DOMINGUES. E a pretendente: nascida em Arujá
- SP, aos 8 de janeiro de 1993, profissão do lar,
estado civil solteira, domiciliada e residente em
Caçapava - SP, rua Joaquim Horácio de Carvalho, n° 821, Vila Favorino, bairro Piedade, filha
de JOSÉ GILBERTO FERREIRA e NILMA PEREIRA DE SOUZA.
N° 17.272
BRUNO PRUDENTE ARANTES e NILCELENE
MONTEIRO LEAL, sendo o pretendente: nascido em Cruzília - MG, aos 21 de novembro de
1980, profissão industriário, estado civil solteiro,
domiciliado e residente em Caçapava - SP, rua
Luiz Gonzaga Ferreira Lanfredi, n° 108, Jardim
Maria Elmira, filho de JOSÉ MARIA DE ARANTES e MARIA RITA PRUDENTE ARANTES. E a
pretendente: nascida em Caçapava - SP, aos 21
de dezembro de 1982, profissão professora, estado civil solteira, domiciliada e residente em
Caçapava - SP, rua Oliveira China, n° 260, Vila
Santa Isabel, filha de PEDRO LEAL e MARIA
INÊS MONTEIRO LEAL.
N° 17.273
ROBERTO DA COSTA LIMA e MARIA HELENA
BORSOI, sendo o pretendente: nascido em Vassouras - RJ, aos 11 de setembro de 1960, profissão motorista, estado civil divorciado, domiciliado e residente em Caçapava - SP, rua Luiz do
Prado, n° 64, Vila Santa Isabel, filho de JOSÉ
DA COSTA LIMA e CLÉA ROSA DA COSTA
LIMA. E a pretendente: nascida em Caçapava SP, aos 5 de junho de 1958, profissão aposentada, estado civil solteira, domiciliada e residente
em Caçapava - SP, rua Luiz do Prado, n° 64,
Vila Santa Isabel, filha de ANTONIO BORSOI
SOBRINHO e HELENA APARECIDA BORSOI.
N° 17.274
CARLOS ALBERTO FUJARRA e ANA LUIZA
GUEDES ANTUNES, sendo o pretendente: nascido em Caçapava - SP, aos 15 de janeiro de
1968, profissão advogado, estado civil solteiro,
domiciliado e residente em Caçapava - SP, rua
Venezuela, n° 20, Jardim Caçapava, filho de BENEDITO LAURO FUJARRA e DIVA ANTONIA
DOS SANTOS FUJARRA. E a pretendente: nascida em Caçapava - SP, aos 29 de março de
1985, profissão secretária, estado civil solteira,
domiciliada e residente em Caçapava - SP, rua
Francisco Ferreira Pinto, n° 73, Vila Antonio Augusto, filha de LUIZ ANTONIO ANTUNES e ALZIRA MARQUES GUEDES ANTUNES.
N° 17.275
ROBERT APARECIDO MOTA e CRISTIANA
FERNANDA DA COSTA, sendo o pretendente:
nascido em Caçapava - SP, aos 1 de janeiro de
1988, profissão industriário, estado civil solteiro,
domiciliado e residente em Caçapava - SP, rua
Santa Cruz, n° 169, bairro Caçapava Velha, filho
de JOSÉ ADILSON MOTA e IZABEL CRISTINA
DE PAULA MOTA. E a pretendente: nascida em
Pindamonhangaba - SP, aos 12 de junho de 1984,
profissão industriária, estado civil solteira, domiciliada e residente em Caçapava - SP, rua Prof.
Republicano Brasil, n° 55, Vila Antonio Augusto,
filha de PAULO FERNANDO DA COSTA e SOLANGE BENEDITA SILVERIO DA COSTA.
N° 17.276
DIEGO GUIMARÃES DOS SANTOS e NATALIA
ROSA MISSIANO, sendo o pretendente: nascido em Caçapava - SP, aos 13 de abril de 1992,
profissão trabalhador rural, estado civil solteiro,
domiciliado e residente em Caçapava - SP, rua
Rui Barbosa, n° 772, Vila Naly, filho de VALDEMIR APARECIDO DOS SANTOS e VERA HELENA GUIMARÃES DOS SANTOS. E a pretendente: nascida em Caçapava - SP, aos 23 de
dezembro de 1991, profissão do lar, estado civil
solteira, domiciliada e residente em Caçapava SP, estrada Municipal do Marambaia, n° 1.003,
bairro Marambaia, filha de JOSÉ AIRTON MISSIANO e BENEDITA APARECIDA ROSA MISSIANO.
1961, profissão militar reformado, estado civil divorciado, domiciliado e residente em Caçapava SP, rua Iluminato Cesaroni, n° 111, Sítio Mantiqueira, filho de FRANCISCO GONZAGA MAIA e
TERESINHA GONZAGA MAIA. E a pretendente:
nascida em Tarumã - SP, aos 1 de abril de 1975,
profissão agente financeiro, estado civil solteira,
domiciliada e residente em Caçapava - SP, rua
Iluminato Cesaroni, n° 111, Sítio Mantiqueira, filha de ODEMAR BARBOSA e MARIA APARECIDA DE SOUZA BARBOSA.
N° 17.279
JESUS BALBOA REGOS e ROSANNE SILVA DE
SOUZA, sendo o pretendente: nascido em São
Paulo - SP, aos 27 de setembro de 1968, profissão engenheiro mecânico, estado civil solteiro,
domiciliado e residente em São Paulo - SP, rua
Prof. José Rodrigues da Costa, n° 120, Vila Gustavo, filho de MANUEL REGOS CANDAL e MARIA MANUELA REGOS BALBOA. E a pretendente: nascida em João Pessoa - PB, aos 14 de dezembro de 1978, profissão enfermeira, estado civil
solteira, domiciliada e residente em Caçapava SP, rua Rui Barbosa, n° 660, Jardim São José,
filha de JONAS LAURINDO DE SOUZA e EDNA
SILVA DE SOUZA. EDITAL RECEBIDO DO CARTÓRIO DE REGISTRO CIVIL DE SÃO PAULO –
CAPITAL (TUCURUVI), DATADO DE 04 DE JUNHO DE 2011.
N° 17.280
JOSÉ DAGOBERTO DA COSTA e MARIA EUGENIA DE TOLEDO, sendo o pretendente: nascido em Caçapava - SP, aos 15 de fevereiro de
1943, profissão aposentado, estado civil divorciado, domiciliado e residente em Caçapava - SP,
rua José Bettoni, n° 111, Vila Paschoal, filho de
JOSÉ DE PAULA COSTA e LUCIA SILVA DA
COSTA. E a pretendente: nascida em Caçapava
- SP, aos 11 de setembro de 1957, profissão do
lar, estado civil divorciada, domiciliada e residente em Caçapava - SP, rua José Bettoni, n° 111,
Vila Paschoal, filha de JOSÉ MARCONDES DE
TOLEDO e ANESIA DE MORAES TOLEDO.
N° 17.277
RODRIGO MARQUES DO PRADO e TAISA DE
PAULA RIBEIRO, sendo o pretendente: nascido
em São José dos Campos - SP, aos 23 de fevereiro de 1981, profissão assistente de logística,
estado civil solteiro, domiciliado e residente em
Caçapava - SP, rua Profª. Aurora Paes da Costa,
n° 267, Vila Antonio Augusto, filho de JOÃO BAPTISTA FARIA DO PRADO e DARCI MARQUES
DOS SANTOS. E a pretendente: nascida em Caçapava - SP, aos 18 de abril de 1981, profissão
enfermeira, estado civil solteira, domiciliada e residente em Caçapava - SP, rua Magnólia, n° 20,
Vila Velha, bairro Caçapava Velha, filha de JOSÉ
LUCINDA RIBEIRO e MARIA FATIMA DE PAULA RIBEIRO.
N° 17.281
MAURO DE BORTOLI JÚNIOR e MARINA BARBOSA CUNHA, sendo o pretendente: nascido em
São José do Rio Pardo - SP, aos 11 de outubro
de 1980, profissão mecânico de manutenção,
estado civil solteiro, domiciliado e residente em
Caçapava - SP, rua Uruguai, n° 133, Jardim Caçapava, filho de MAURO DE BORTOLI e RAQUEL DE OLIVEIRA BORTOLI. E a pretendente:
nascida em Boa Esperança - MG, aos 23 de março de 1985, profissão promotora de vendas, estado civil solteira, domiciliada e residente em
Caçapava -SP, rua Prof. Argemiro Telles Gopfert,
n° 61, Vila São João, filha de RONALDO FIGUEIREDO CUNHA e JACQUELINE FIGUEIREDO
BARBOSA CUNHA.
N° 17.278
MARCOS FELIX GONZAGA MAIA e ELAINE
BARBOSA, sendo o pretendente: nascido em
São José dos Campos - SP, aos 14 de março de
Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei. Lavro o presente para ser
fixado em Cartório e publicado pela Imprensa local.
QUEM CASA QUER CASA!
Vendem-se 4 sobrados: 2 prontos + 2 em obras.
2 quartos, 1 banheiro, sala, lavabo, copa/cozinha e área de serviços coberta.
Quintal amplo (9x5m). Área frontal p/abrigo de carros. 74 M2 total em terreno de 9 x 25.
Rua Jaime Rolemberg de Lima, 483 – Jd. S. José.
Tratar com Ricardo: Tel (12) 3653 1779 ou celular (12) 9725 4413.
Construídos com seriedade.
Jornal de Caçapava
S
ocial
7
17 de Junho de 2011
Solange Bortoleto
Reg.Prof.: 26.555/DRT/SP
e.mail: [email protected]
Mania de Ser
NOITE ITALIANA NO LIONS CLUBE DE CAÇAPAVA
Lions Clube de Caçapava promoveu sua Noite Italiana no último 4
de Junho repleta de convidados. A animação ficou por conta da
Banda Mistura Paulista que abrilhantou a noite com sucessos
nacionais e internacionais. No cardápio: Antepastos, Insalatas,
Beveraggio, Pastas e Dolci. A decoração totalmente italiana
agradou e enfeitou ainda mais o Clube de Serviço.
Ney Hideki Zaneti Morisawa, presidente do Clube, agradeceu aos
Companheiros Leões e Domadoras o sucesso da festa!!!
COMPANHEIROS LEÕES E DOMADORAS DO LIONS CLUBE DE CAÇAPAVA
CONVIDADOS DIVERTEM-SE A VALER...
Clínica Cecília Lara
em Caçapava desde 1993 -Medicina e Estética
JUNHO - O AMOR ESTÁ NO AR, NO CHEIRO, NO TOQUE E NO VISUAL
Tratamento
com
50%
de desconto
A CLÍNICA CECÍLIA LARA TE PREPARA PARA UM
“DIA DOS NAMORADOS” INESQUECÍVEL!!!
- ESFOLIAÇÃO+DUCHA E HIDRATAÇÃO CORPORAL COM AZEITE DE CANELA
- OFERECEMOS UM “DIA DE RELAXAMENTO”, VOCÊ SERÁ TRATADA COM
MUITO AMOR E CARINHO E SAIRÁ COM A ENERGIA RENOVADA
Marque uma avaliação gratuita ligando para:
(12) - 3653.3015
Visite: www.blogmaniadeser.blogsopot.com
PAPINI
Agropecuária
Roupas Indianas
24 anos
Acessórios - Decor
ação
Decoração
Rua Mar
quês do Her
val, 181
Marquês
Herv
Centr
o- Caça
pa
va- SP
CentroCaçapa
pav
Rodovia João Amaral Gurgel, 1551 - Caçapava - SP
Tel: 3653.3680 - Telefax: 3653.3134
Fone:
(12) 3655- 4492
PROGRAME SUAS FÉRIAS
DE JULHO E DEZEMBRO
Viagens
Nacionais e Internacionais
Transportamos passageiros para fábricas,
escolas, faculdades, eventos e excursões
com conforto, segurança e confiabilidade
Av. Cel Manoel Inocêncio, 238 - Centro - Caçapava
Orçamentos e
informações:
e.mail: [email protected] / www.sunvalle.com.br
(12)
TEL/FAX: (012) 3652.5317 - 3653.4549
Temos todas as linhas de
roçadeiras, cortador
es e
cortadores
aparador
es. Confira.
aparadores.
Vacinas e medicamentos com orientação veterinária
10X SEM JUROS
*forma de pagamento sujeito a alteração
Entrega
Gratuita
3655.4188 / 3652. 3272
Pet-Shop completo
Produtos para piscina - Adubos
Farmácia Veterinária - Rações
R. Com. João Lopes n° 367 - Centro
Fones: 3653.3081/0800.7723081
8
Jornal de Caçapava
17 de Junho de 2011
Esportes
Esportes
AINDA DÁ TEMPO: APROVEITE
SUAS FÉRIAS DE JULHO
Disney 2011 (últimos lugares)
FAÇA JÁ A SUA RESERVA
Agora também um grupo
em dezembro de 2011
R: Marquês do Herval, 208 SL 1 Centro Caçapava - Tels: 3653.2628/3652.8411
email: [email protected] site:
www.belvedereturismo.com.br
Belvedere
Viagens e Turismo
- Oktoberfest – 08/10 a 12/10/2011
- Foz do iguaçu – 30/10 a 03/11/2011
- Natal Luz Gramado – 23/11 a 27/11/2011
- Compras em New York – 19/11 a 24/11/2011
- PASSAGENS AÉREAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS- Disney – Dezembro /2011
COM SAIDAS DIÁRIAS
- Reveillion Thermas dos Laranjais- 29/12 a 01/01/2012
E PACOTES AÉREOS, RODOVIÁRIOS E MARÍTIMOS, - Navio Costa Pacífica- Pela 1ª vez no Brasil – Nordeste –
RESERVAS DE HOTÉIS.
7/12 a 14/1/12
- Teatro MAMMA MIA – 12/06/2011
- Navio Costa Fortuna–27/02/2012 à 07/03/2012
- Caldas Novas Rodoviário – 5 a 9/06
- Navio Costa Pacífica com Roberto Carlos – 4/02 a 8/2/2012
- Foz do Iguaçu – 23/06 a 27/06/2011
- Navio MSC Orquestra – Baila Comigo – Nordeste -04/02/2012 à 11/
- Beto Carreiro – 23/06 a 27/06/2011
02/2012 e 25/02 a 3/03/2012
- Feira Mega Artesanal – 30/06/2011
- Navio Costa Fortuna – 17/03 a 20/03/2012
- Disney – 09/07/2011
- Rock in Rio – Todas as saídas - 23/09 - 24/09 – 25/09 – 30/09
- Hopi Hari – 09/07/2011
01/10 e 02/10
- Trem Campos do Jordão – 17/07/2011
R:
Marquês do Herval, 208 SL 1 Centro - Caçapava - Zoológico – 24/07/2011
Tels: 3653.2628/3652.8411
- Conservatória – 12/08 a 14/08/2011
e.mail:[email protected]
- Holambra e Atibaia – 11/09/2011
- Pousada do Rio Quente – 18 a 22/9/2011
site: www.belvedereturismo.com.br
8ª Copa Caçapava de Karatê Interestilos
Neste sábado, rodada da 4ª Copa
Cidade Simpatia de Futebol Master
Neste sábado, dia 18 de junho , será
realizada a 8ª Rodada da 4ª Copa
Cidade Simpatia de Futebol Master
60 Anos. O torneio é realizado pela
Prefeitura de Caçapava, por meio da
Secretaria de Cultura, Esportes e
Lazer – Divisão de Esportes.
A 8ª Rodada terá os seguintes jogos, todos às 9h: Ribeiro Pneus Taubaté joga contra AFIZP Pindamonhangaba, no Campo do SESI Taubaté. E.C. 13 de Maio Taubaté e
União Operária F.C Taubaté jogam
no campo 13 de Maio Taubaté;
SMCEL Caçapava (B) e A.E. Vila
Nogueira Taubaté se enfrentam no
Estádio Municipal Caçapava. Jogam
ainda Juventus Taubaté e Garça
E.C. Taubaté, no Campo Parque Ipanema Taubaté; Independente Pindamonhangaba e SMCEL Caçapava A,
no Campo Santa Cecília, em Pindamonhangaba.
A 4ª Copa Cidade Simpatia de Futebol Master 60 Anos - Trofeu Elio
Carvoeiro teve início no dia 30 de
abril, com a participação de 10 equipes, sendo duas de Pindamonhangaba, duas de Caçapava e seis de
Taubaté.
A classificação até o momento é a
seguinte: 1º Lugar RIBEIRO
PNEUS - 19 pontos ; 2º Lugar
SMCEL Cpv ( A ) - 17 pontos; 3º
Lugar AFIZP - 13 pontos; 4º Lugar
INDEPENDENTE- 13 pontos
5º Lugar JUVENTUS - 10 pontos;
6º Lugar UNIÃO OPERÁRIA - 9
pontos; 7º Lugar GARÇA E.C - 6
pontos; 8º Lugar VILA NOGUEIRA-
4 pontos; 9º Lugar SMCEL Cpv ( B )
- 3 pontos ; 10º lugar E.C 13 DE
MAIO -1 ponto.
Os artilheiros da competição são
João Batista Ribeiro da SMCEL Caçapava, com 9 gols; Alfredo Romeu
Antunes - Vila Nogueira com 8 gols;
Ivani Montuani – União Operária
com 7 gols.
CAMINHADA 9 DE JULHO
sa região.
A competição contou com o apoio
da Guarda Municipal, Policia Militar,
Secretaria de Saúde, Fusam, Divisão de Transportes, Secretaria de
Cultura, Esportes e Lazer e do Corpo de Bombeiros de Caçapava.A
equipe de Caçapava garantiu a conquista de 30 medalhas na competição, sendo 04 medalhas de ouro, 08
medalhas de prata e 18 medalhas
de bronze.
Veja as conquistas de nossos
atletas: - Poliana Rocha (apoio Agropecuária Papini)- bronze em kumite;- Sarah Oliveira (apoio Radio Ca-
Caçapava Bicicross
Clube na 4ª Etapa do
Campeonato Paulista
O andarilho Autaídes Amorim com Roberto Amaral, secretário de
eventos da Prefeitura Municipal de Cruzeiro, acertando
detalhes da sexta caminhada 9 de Julho
2ª Etapa da Caminhada Nove de Julho
de Pindamonhangaba à Aparecida
Neste último sábado dia 11,debaixo de uma intensa neblina, o grupo de andarilhos Pé na Estrada
iniciou a 6ª Caminhada Nove de
Julho, pela 2ª vez saindo de Caçapava e após um percurso de
35 kmchegouaPindamonhangaba, retornando para Caçapava
Realizada no último domingo, dia
12 de junho,no Ginásio Municipal de
Caçapava, a etapa de junho da Federação Paulista de Karatê Interestilos-FPKI, 8ª Copa Caçapava de Karatê Interestilos, contou com a participação de 400 atletas de 25 Munícipios do Estado.
O evento é preparatório para o
Pan Americano de karatê WUKF que
acontece em agosto na cidade de
São Paulo e teve, em sua abertura,
o momento especial ao contar com
a presença do Piloto de GP3 Leo
Cordeiro, que em breve deverá ter
seu acesso à Fórmula 1 e é de nos-
pital)- bronze em kata e prata em
kumitê;- Stella Scarpelli (apoio Almeida Metais)- prata em kata e bronze
em kumitê; - Carla Gabriela- prata em
kata e ouro em kumitê; - Cássia Oliveira- prata em kumitê;- Andressa
Toledo- bronze em kata e bronze em
kumitê;- Caroline Tosetto- bronze em
kumitê; - Vanessa Willemin - ouro
em kumitê; - Rogério de Paula- bronze em kata;- Matheus Willemin (apoio
Colégio Cecília Caçapava) - ouro em
kata; - Keilon Antunes- ouro em kata
e prata em kumitê; - Leonardo Gomes (apoio Unimed-Caçapava e
Meccaplast)- bronze em kata e bronze em kumitê; - Victor Hugo Amaral
(apoio Rei do Frango)- bronze em
kumitê; - Leonardo Rodrigues (apoio
Açougue Rodrigues)- - bronze em
kata; - Igor Orgal- bronze em kumitê;- Vitor Olívio (apoio FR Tintas)prata em kumitê;- Guilherme Hudinybronze em kata;- Augusto Tosettobronze em kumitê;- Thales Valériobronze em kumitê; - Leonardo sbruzzi (apoio Agropecuária Papini)bronze em kumitê; - Emanuel Lanfredi- bronze em kumitê ;- Eduardo
Klein- bronze em kata e bronze em
kumitê;- Marcelo Ferreira- prata em
kumitê.
com veículo da Prefeitura. Neste sábado, 18 de junhoi, o grupo
reiniciara a 2ª fase com destino
a Aparecida do Norte saindo ás
6 horas da Praça da Matriz São
João Batista com destino a Pindamonhangaba, em veículo da
Prefeitura até a Praça Monsenhor Marcondes e após um
café, o grupo seguirá pela Estrada Velha passando por Moreira
César, Roseira e chegando a
Aparecida num percurso total de
35 km. O retorno de Aparecida
para Caçapava será feito também
por veículo da Prefeitura.
Mais informação sobre a caminhada falar com o Sr. Amorim no
telefone 9146-7832.
Neste domingo dia 19 de junho terá inicio as 10hs: da manhã
a 4ª Etapa do Campeonato Paulista de Bicicross em Jacareí,
com expectativa da participação de 400 pilotos de vários Estados do Brasil.
Os pilotos de Caçapava estarão participando e para reforçar
o time estará de volta o grande piloto de Caçapava Widmark
Donovan Natalino, que promete dar trabalho para os competidores de sua categoria a 40 / 44 anos.
O Caçapava Bicicross Clube conta com o apoio da Prefeitura
Municipal de Caçapava.
O piloto Widmark Donovan Natalino que estará neste final de
semana disputando mais uma etapa do Paulista
Rotary Club homenageia os 20
anos da Defesa Civil em Caçapava
Andarilhos na primeira etapa da Caminhada
9 de Julho, a esquerda no bairro do Bonfin
em Taubaté e abaixo na Praça Monsenhor
Marcondes em Pindamonhangaba
Foi realizado no último 14 de junho no Rotary Clube Caçapava uma homenagem
aos 20 anos da Defesa Civil do município (completados no dia 11 de junho) que
tem em seu comando Flávio Augusto Schemy, realizando um excelente trabalho

Documentos relacionados

Jornal 1275.pmd - Jornal de Caçapava

Jornal 1275.pmd - Jornal de Caçapava Empresa Caçapavense de Notícias e Publicidade Ltda. “ME” Editora do Jornal de Caçapava CNPJ.: 56.189.442/0001-82 - Inscrição Municipal.: 7699 Diretora de Redação:

Leia mais

Jornal 1054 - JORNAL DE CAÇAPAVA

Jornal 1054 - JORNAL DE CAÇAPAVA Empresa Caçapavense de Notícias e Publicidade Ltda. “ME” Editora do Jornal de Caçapava CNPJ.: 56.189.442/0001-82 - Inscrição Municipal.: 7699

Leia mais

29 de Abril - JORNAL DE CAÇAPAVA

29 de Abril - JORNAL DE CAÇAPAVA CNPJ.: 56.189.442/0001-82 - Inscrição Municipal.: 7699

Leia mais

06 de Janeiro - Jornal de Caçapava

06 de Janeiro - Jornal de Caçapava desconto de 3%. Há ainda a opção de pagar em três parcelas, com o primeiro vencimento esse mês, ou deixar para pagar o valor total em fevereiro. Nesses dois casos, o contribuinte perde o direito ao...

Leia mais