Nutracêuticos para cães idosos

Сomentários

Transcrição

Nutracêuticos para cães idosos
Atualização em Terapêutica Veterinária
l
1
Nutracêuticos para
cães idosos
Alternativas terapêuticas para alterações patológicas comuns
associadas ao avanço da idade1,2,5,6,7.
Panax ginseng+Levedo de Cerveja
melhora a resposta física e mental de
cães geriátricos e aumentando sua
qualidade de vida1. Piridoxina
melhora as funções cognitivas dos
cães em idade avançada6.
Ômega 3 melhora os sintomas da
claudicação e a sustentação do peso
de cães com osteoartrite, além de
melhorar o pico de força nos membros
afetados2. Luteína estimula a resposta
imune humoral e celular em cães5.
Estudos & Atualidades
Estudo randomizado e controlado avalia a eficácia da
suplementação com Panax ginseng + Levedo de cerveja
em cães geriátricos1.
Neste estudo, 92 cães com idade avançada foram randomizados em três grupos:
Grupo 1 (n = 12)
Placebo
Grupo 3 (n = 41)
Levedo de Cerveja 350-1400mg+ Panax
ginseng 20-80mg/dia
Grupo 2 (n = 39)
Levedo de Cerveja
350-1400mg/dia
O tratamento teve duração de oito semanas. Foram realizadas avaliações quanto ao estado físico e mental dos animais, através de exame médico
e da utilização de escala específica na semana antes do tratamento e nas semanas 8 (final do tratamento), 12 e 16 após início do tratamento.
Foram avaliados também questionários respondidos pelos donos dos animais, os quais abordaram questões referentes ao estado ge ral do animal,
melhoras observadas na sua condição física e mental, assim como sua adesão ao tratamento.
Resultados:





Após tratamento de oito semanas, os cães suplementados com
levedo de cerveja + P. ginseng apresentaram melhora
significativa em todos os parâmetros avaliados, em
comparação ao grupo placebo;
Em relação ao grupo tratado apenas com levedo de cerveja, o
grupo suplementado com levedo de cerveja + P. ginseng
apresentou melhora significativa na condição mental dos
animais, como agilidade, estado de alerta e reação a
estímulos (p<0,001);
Estado de alerta e reação dos animais
após tratamentos seundo questionário
respondido pelos donos
5
4
3
2
1
0
Em relação à condição física dos animais, ambos os grupos
tratados (levedo de cerveja com ou sem P. ginseng) apresentaram
melhora significativa quando comparado ao grupo controle;
A partir das respostas obtidas pelos questionários preenchidos
pelos donos dos animais, foi observada melhora na qualidade
de vida dos animais após tratamento com levedo de cerveja
+ P. ginseng ou tratamento apenas com levedo de cerveja em
comparação ao grupo controle, sendo este aumento foi mais
pronunciado nos animais tratados adicionalmente com P.
ginseng;
Após tratamentos não foram observadas mudanças no sangue ou
urina desses animais, assim como não foram observados efeitos
adversos.
Placebo
Levedo de
Cerveja
Levedo de
Cerveja + P.
ginseng
Qualidade de vida dos animais após
tratamentos segundo questionário
respondido pelos donos
4
3
2
1
0
Placebo
Levedo de
Cerveja
Levedo de
Cerveja + P.
ginseng
A suplementação com P. ginseng + Levedo de Cerveja apresenta efeito benéfico superior à
suplementação apenas com Levedo de Cerveja, melhorando a resposta física e mental de
cães geriátricos e aumentando sua qualidade de vida 1.
Propostas Terapêuticas
Biscoitos caninos de Levedo de Cerveja + P.
ginseng
Levedo de Cerveja....................................350mg1
Extrato de P. ginseng................................20mg1
Biscoitos Caninos qsp....................................1un
Mande 60 unidades.
Pasta
Aromatizada
Imunoestimulante
de
Levedo de Cerveja + P. ginseng
Levedo de Cerveja.......................... 350-1400mg1
Extrato de P. ginseng...........................20-80mg1
Pasta Aromatizada para Cães qsp..................15g
Mande 30 envelopes.
Administrar de um a quatro biscoitos ao dia, de
acordo com o peso do animal.
Administrar um envelope ao dia, juntamente à
ração.
2
Estudos & Atualidades
Estudo avalia os efeitos da suplementação com óleo de
peixe Ômega 3 em cães com osteoartrite 2.
38 cães foram randomizados e receberam a seguinte dieta por três meses:
Grupo 1
Ração com 3,5% ômega 3
Grupo 2
Ração controle
Nos dias 0, 45 e 90 após o início do tratamento foram realizados exames ortopédicos, análise da plataforma de força dos membr os mais afetados
e avaliação do avanço da doença.
Percentual de cães com melhora no
pico de força após o tratamento
100
80
O Ômega 3 promove melhora nos sintomas da
claudicação e na sustentação do peso de cães
portadores de osteoartrite, além de melhorar o pico de
força nos membros afetados2.
60
40
20
0
Ração ômega 3
Ração controle
O tratamento da osteoartrite canina depende de diversos
fatores. O uso de nutracêuticos, a redução de peso
corporal e a utilização de fármacos que controlem os
sintomas durante as crises melhoram qualidade de vida
dos cães3.
Revisão bibliográfica apresenta a atividade do Ômega 3 e propõe mecanismos de ação4.
O óleo de peixe inibe o metabolismo das prostaglandinas por competir com o ácido araquidônico na formação
das mesmas, levando aos seguintes eventos metabólicos:
 Redução na produção de Prostaglandina E2 e seus metabólitos;
 Redução do Tromboxano A2: potente agregador plaquetário e vasoconstrictor;
 Redução do Leucotrieno B4: potente indutor do processo inflamatório e indutor da aderência dos leucócitos;
 Aumento do Tromboxano A3: fraco agregador plaquetário;
 Aumento das Prostaciclinas PGI3: Levando a um aumento das prostaciclinas de forma geral;
 Aumento do Leucotrieno B5: indutor fraco da inflamação e agente quimiotáxico fraco.
Uma vasta cadeia de reações está envolvida no mecanismo de ação antiinflamatório do
Ômega-3 e seus derivados. Mediadores pró-inflamatórios são inibidos na presença
destes ácidos graxos, o que resulta na redução da inflamação e dor4.
Propostas Terapêuticas
Biscoito Canino com Ômega 3
Ômega 3………………………….....…..……...1,2g2
Biscoito sabor carne qsp..........................1unidade
Administrar um biscoito ao dia.
Pasta de EFA’s
Óleo de Peixe (eq. 1,2g de Ômega 3)................4g2
Pasta oral sabor bacon qsp ............................. 15g
Mande 20 envelopes.
Administrar um envelope ao dia junto à ração.
Gel Comestível para tratamento artrite
Condroitina Sulfato.......................................700mg5
Glucosamina Sulfato......................................900mg5
Vitamina C.......................................................60mg5
Gel comestível flavorizado qsp............................20g
Cães até 20kg: 1 sachê ao dia com a ração.
Cães acima de 20Kg: 2 sachês ao dia com a ração.
Glucosamina e Condroitina sulfato são administrados por via
oral e promovem a reparação da cartilagem fornecendo "tijolos"
para a formação de proteoglicanos novos. Vários modelos
experimentais têm mostrado um potencial efeito estimulante
sobre a síntese de glicosaminoglicanos5.
3
Estudos & Atualidades
Estudo avalia a eficácia da suplementação com Luteína
em aumentar a resposta imunológica em cães6.
Neste estudo, 56 cadelas (Beagles) foram randomizados em quatro grupos:
Grupo 1
Placebo
Grupo 2
Luteína 5mg/dia
Grupo 2
Luteína 10mg/dia
Grupo 2
Luteína 20mg/dia
O tratamento teve duração de 12 semanas. Amostras de sangue foram coletadas antes e após 2, 4, 8 e 12 semanas do tratamento, a fim de
verificar a produção de linfócitos, IgM, IgG e interleucinas, e avaliar alterações em outros marcadores imunológicos.
Resultados:
 Após duas semanas de tratamento, foi observado aumento significativo nas concentrações plasmáticas de
luteína nos grupos suplementados (ρ<0,05), sendo que após esse período as concentrações continuaram a
aumentar;
 Os animais suplementados com luteína apresentaram aumento na proliferação de linfócitos e porcentagens
aumentadas de células CD5, CD4 e CD8;
 A produção de IgG aumentou significativamente nos grupos suplementados com luteína;
 Não foram observadas diferenças significativas na produção de interleucinas e CD21;
 Os efeitos imunoestimulantes foram maiores para o grupo tratado com luteína 20mg.
A suplementação com Luteína estimulou a resposta imune humoral e celular em cães,
sugerindo seu efeito positivo sobre o estado imunológico desses animais e sua potencial
ação preventiva em reações alérgicas6.
Estudo avalia a eficácia da suplementação de piridoxina na melhora cognitiva de cães com
idade avançada7.
Cães com idade avançada passam a demonstrar declínio nas funções cognitivas causadas pelo envelhecimento
cerebral. Este estudo avaliou os efeitos da suplementação nutracêutica contendo Piridoxina neste declínio, agindo
como neuroprotetor.
A Piridoxina é cofator na síntese de diversos neurotransmissores, como a serotonina, noradrenalina e dopamina,
relacionados aos fatores ligados ao declínio cognitivo em cães. O uso do suplemento nutracêutico contendo
Piridoxina melhorou o desempenho dos cães, sendo este efeito duradouro.
O uso de suplemento nutracêutico contendo Piridoxina melhorou as funções cognitivas dos
cães em idade avançada, demonstrando efeito protetor contra o envelhecimento cerebral 7.
Propostas Terapêuticas
Gomas contendo Luteína
Luteína........................................................20mg6
Goma Sabor Carne qsp....................................2g
Mande 30 unidades.
Administrar uma bolinha ao dia.
Biscoito contendo piridoxina
Piridoxina ..................................... 200 a 800mg7
Biscoito sabor carne qsp .................... 1 unidade
Administrar um biscoito ao dia.
Biscoitos com Luteína
Luteína........................................................20mg6
Biscoitos caninos qsp...........................1unidade
Mande 30 unidades.
Administrar um biscoito ao dia.
A deficiência de Vitamina B6 causa anemia, crescimento
reduzido, cálculo renal, cáries e lesões de pele nos animais,
podendo levar a morte 7.
4
Propriedades e Mecanismo de Ação
O envelhecimento é um processo progressivo de acumulações de alterações corporais, associados ou responsáveis
pela doença, perda de eficácia das funções fisiológicas e morte. À medida que os animais envelhecem ficam mais
sedentários, menos enérgicos, menos curiosos e ativos, diminui a sua predisposição para a brincadeira, têm
tendência a dormir muito e quando são perturbados ficam irritadiços, o humor modifica-se e, por vezes, parecem
inquietos8.
Sendo o envelhecimento definido como um processo
biológico complexo que resulta na redução progressiva
da capacidade de um indivíduo em manter a
homeostasia sob estresses fisiológicos internos e
ambientais externos, diminuindo assim a viabilidade do
indivíduo e aumentando a sua vulnerabilidade a doenças.
O envelhecimento não é uma doença por si só, e existem
fatores, mais notavelmente genéticos, ambientais e
nutricionais, que podem influenciar a velocidade do
processo do envelhecimento8.
Dosagem Usual
Extrato de Panax ginseng: 20-80mg/dia.1
Levedo de Cerveja: 200-1400mg/dia.1
Ômega 3: 1-4 g/dia.2
Glucosamina: 200-2000 mg/dia.5
Condroitina: 200-1600 mg/dia.5
Vitamina C: 16,5-132 mg/dia.5
Luteína:20mg/dia.6
Piridoxina: 200-800mg/dia.7
Literatura Consultada
1. Hielm-Björkman A, Reunanen V, Meri P, Tulamo RM. Panax Ginseng in combination with brewers' yeast (Gerivet) as a
stimulant for geriatric dogs: a controlled-randomized blinded study.J Vet Pharmacol Ther. 2007 Aug;30(4):295-304.
2. Roush JK, Cross AR, Renberg WC, Dodd CE, Sixby KA, Fritsch DA, Allen TA, Jewell DE, Richardson DC, Leventhal PS, Hahn
KA.Evaluation of the effects of dietary supplementation with fish oil omega-3 fatty acids on weight bearing in dogs with
osteoarthritis.J Am Vet Med Assoc. 2010.
3. Wildman R. Handbook of Nutraceutical and Functional Food. 2ªEd. NY, 2007.
4. Roush JK, Dodd CE, Fritsch DA, Allen TA, Jewell DE, Schoenherr WD, Richardson DC, Leventhal PS, Hahn KA. Multicenter
veterinary practice assessment of the effects of omega-3 fatty acids on osteoarthritis in dogs.J Am Vet Med Assoc. 2010.
5. McCarthy G, O'Donovan J, Jones B, McAllister H, Seed M, Mooney C.. Randomised double-blind, positive-controlled trial to
assess the efficacy of glucosamine/chondroitin sulfate for the treatment of dogs with osteoarthritis. Vet J. 2007
Jul;174(1):54-61.
6. Kim HW, Chew BP, Wong TS, Park JS, Weng BB, Byrne KM, Hayek MG, Reinhart GA. Dietary lutein stimulates immune
response in the canine. Vet Immunol Immunopathol. 2000 May 23;74(3-4):315-27.
7. Araujo JA, Landsberg GM, Milgram NW, Miolo A. Improvement of short-term memory performance in aged beagles by a
nutraceutical supplement containing phosphatidylserine, Ginkgo biloba, vitamin E, and pyridoxine. Can Vet J. 2008
Apr;49(4):379-85.
8. Azkona, G., Garcia-Belenguer, G., Chacon, G., Rosado, B., Leon, M., Palacio, J. Prevalence and risk factors of behavioural
changes associated with age-related cognitive impairment in geriatric dogs. Journal of Small Animal Practice 50: 87-91,
2009.
5