projeto esecaflor - Amazon-PIRE

Сomentários

Transcrição

projeto esecaflor - Amazon-PIRE
PROJETO ESECAFLOR
ESTUDO DA SECA NA FLORESTA
Dr. Antonio Carlos Lôla da Costa
Universidade Federal do Pará
Instituto de Geocências
Faculdade de Meteorologia
[email protected]
LOCALIZAÇÃO
Estação
Penna;
Científica
Ferreira
33.000 hectares da Floresta
Nacional de Caxiuanã;
Melgaço, a 350 km a oeste de
Belém;
Apoiar programas de pesquisa
de curto, médio e longo prazos,
do Museu Goeldi e da
comunidade científica
O QUE É O ESECAFLOR?
• Consiste na indução de um período de seca
prolongado para avaliar o impacto nos fluxos de
água e carbono em uma Floresta Tropical
Chuvosa na Amazônia Brasileira.
É A SIMULAÇÃO DE UM
ELNIÑO PROLOGADO.
A CONSTRUÇÃO DO EXPERIMENTO
ESECAFLOR
•500m3;
•2,5ton.
•4 ton.
•365 dias x 12
homens
A ESTRUTURA FINAL DO EXPERIMENTO
ESECAFLOR
OBJETIVO DO ESECAFLOR
• Entender o comportamento da floresta quando
induzida a uma forte redução hídrica.
2 parcelas (1 há);
Parcela controle (A);
Parcela exclusão(B);
Início: 2002;
Medidas simultâneas;
METODOLOGIA
Meteorologia
•Coleta horária;
•Temperatura e umidade relativa do ar,
velocidade e direção do vento, radiação
solar, precipitação pluviométrica, etc.
Liteira
•25 Coletores de
liteira por parcela;
•Folhas,
frutos,
outros;
flores,
galhos,
•Coleta quinzenal.
BIOMASSA
6
7
•Medidas mensais
do diâmetro a altura
do
peito
(DAP>10cm)
em
todas as árvores
nas parcelas A e B.
RESPIRAÇÃO
•EGM4;
•Medidas mensais de
respiração do solo,
temperatura e umidade
do solo;
•25 pontos por parcela
SOLOS
•Perfil de temperatura do
solo (sup, 0,5m, 1,0m, 2,5m e
4,0m);
•Perfil de umidade do solo
(0,05m, 0,20m e 0,50m);
•Medidas horárias.
RAÍZES
•Medidas de crescimento;
•Biomassa subterrânea.
NECROMASSA
•Produção de necromassa pela
floresta (4 transectos);
•Coletas bimestrais.
DECOMPOSIÇÃO DE FOLHAS
•Medidas de velocidade de
decomposição
de
matéria
orgânica (Fase preliminar).
Resultados Parciais
Projeto ESECAFLOR
Meteorologia
Médias Horárias
Temp. Ar 36 m
Horas
Temp. Ar 16m
22
21
19
18
16
15
13
12
10
0
0
0
0
0
0
30
00
30
00
30
00
30
00
30
90
73
60
43
30
13
0
T e m p e ra tu ra (˚ C )
Temperatura do Ar
35
30
25
20
15
10
5
0
Horas
Umid. Ar 36 m
Umid. Ar 16 m
22
21
19
18
16
15
13
12
10
0
0
0
0
0
0
30
00
30
00
30
00
30
00
30
90
73
60
43
30
13
0
U m id a d e (% )
Umidade Relativa do Ar
100
80
60
40
20
0
Horas
Precipitação
22
21
19
18
16
15
13
12
10
0
0
0
0
0
0
30
00
30
00
30
00
30
00
30
90
73
60
43
30
13
0
P R P (m m )
Precipitação
120
100
80
60
40
20
0
Sazonalidade da precipitação
Variação horária da precipitação
Variabilidade anual da precipitação
Série Histórica da precipitação
700
600
500
400
300
200
100
0
1981 1982 1984 1986 1988 1990 1992 1994 1996 1998 2000 2002 2004
E v a p o tra n s p ira ç ã o P o te n c ia l (m m )
Evapotranspiração Potencial
250
Linacre
200
Thorntheith
Penmann - Monteith
150
Hargreaves
100
Makkink
Jensen - Haise
50
Priestler & Tailor
0
jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez
Meses
Horas
Vel. Vento
22
21
19
18
16
15
13
12
10
0
0
0
0
0
0
30
00
30
00
30
00
30
00
30
90
73
60
43
30
13
0
V e l . V e n to (m / s )
Velocidade do Vento
2
1,5
1
0,5
0
Direção predominante do vento
N
NW
NE
W
E
SW
SE
S
Direção do Vento
Variação horária sazonal do vento
1
23
22
150,0
24
2
3
4
100,0
21
5
20
50,0
6
19
0,0
7
18
8
17
9
16
10
15
14
12
11
13
período seco
Período chuvoso
Radiação Solar - Época Seca
Radiação Solar - Época chuvosa
Meteorologia
Séries temporais
N
JA
N
FE
V
M
AR
AB
R
AB
R
M
AI
M
AI
JU
N
JU
N
JU
L
JU
AG L
O
AG
O
SE
T
SE
T
OU
T
OU
T
NO
V
NO
V
DE
Z
DE
Z
JA
T e m p e ra tu ra (˚ C )
Temperatura do Ar
35
30
25
20
15
10
5
0
Dia
Temp. Ar
N
JA
N
FE
V
M
AR
AB
R
AB
R
M
AI
M
AI
JU
N
JU
N
JU
L
JU
AG L
O
AG
O
SE
T
SE
T
OU
T
OU
NO T
V
NO
V
DE
Z
DE
Z
JA
U m id a d e (% )
Umidade Relativa do Ar
100
80
60
40
20
0
Dia
UR
AI
AI
JU
N
JU
N
JU
L
JU
L
AG
O
SE
T
SE
T
O
U
T
O
U
T
NO
V
NO
V
DE
Z
DE
Z
M
M
JA
N
JA
N
FE
V
M
AR
AB
R
AB
R
P RP (m m )
Precipitação
40
35
30
25
20
15
10
5
0
Dia
PRP
JU
N
JU
N
JU
N
JU
L
JU
L
JU
AG L
O
AG
O
AG
O
SE
T
SE
T
SE
T
OU
T
OU
T
OU
NO T
V
NO
V
DE
Z
DE
Z
DE
Z
R a d i a ç ã o (m m o l .m -².s -1 )
Radiação Solar
2500
2000
1500
1000
500
0
Rad. Global
Dia
Rad. Difusa
Rad. Direta
N
JA
N
FE
V
M
AR
AB
R
AB
R
M
AI
M
AI
JU
N
JU
N
JU
L
AG
O
AG
O
SE
T
SE
T
OU
T
OU
NO T
V
DE
Z
DE
Z
JA
P A R (m m o l.m -².s -1 )
Radiação fotossinteticamente ativa PAR
2500
2000
1500
1000
500
0
Dia
PAR in
JA
N
JA
N
FE
V
M
AR
AB
R
AB
R
M
AI
M
AI
JU
N
JU
N
JU
L
AG
O
AG
O
SE
T
SE
T
OU
T
OU
T
NO
V
NO
V
DE
Z
DE
Z
V el. V en to (m /s)
Velocidade do Vento
Velocidade do Vento
3
2,5
2
1,5
1
0,5
0
Dia
Vel. Vento
Interceptação pluviométrica
Interceptação pluviométrica
100
90
80
70
60
Precipitação (%) 50
40
30
20
10
0
Direta (%)
Interna (%)
Intercepração (%)
Escoamento (%)
Anual
100
71
25,9
3,1
chuvoso
67,8
48,2
17,4
2,2
seco
32,2
22,8
8,5
0,9
Liteira
40,0
35,0
25,0
20,0
15,0
10,0
5,0
Ag
os
to
Se
te
m
br
o
O
ut
ub
ro
No
ve
m
br
o
De
ze
m
br
o
Ju
lh
o
Ju
nh
o
ai
o
M
Ab
ril
ar
ço
M
ro
Fe
ve
re
ir o
0,0
Ja
ne
i
Frações(kg/ha)
30,0
Meses
Folhas (A)
Folhas (B)
Gravetos (A)
Gravetos (B)
Flores e Frutos (A)
Flores e Frutos (B)
Outros (A)
Outros (B)
700
400
600
350
500
300
250
400
200
300
150
200
100
100
50
0
0
J
F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
Meses
Folhas (A)
Folhas (B)
Precipitação
D
Precipitação (mm)
Folhas (Kg.ha-1)
Liteira - Folhas
140
400
120
350
100
300
250
80
200
60
150
40
100
20
50
0
0
J
F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
Meses
Gravetos (A)
Gravetos (B)
Precipitação
D
Precipitação (mm)
Gravetos (Kg.ha-¹)
Liteira - Gravetos
160
400
140
350
120
300
100
250
80
200
60
150
40
100
20
50
0
0
J
F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
D
Meses
Flores e Frutos (A)
Flores e Frutos (B)
Precipitação
Precipitação (mm)
Flores e Frutos (Kg.ha-¹)
Liteira – Flores e frutos
90
80
70
60
50
40
30
20
10
0
400
350
300
250
200
150
100
50
0
J
F
M
A
M
J
J
A
S
O
N
Meses
Outros (A)
Outros (B)
Precipitação
D
Precipitação (mm)
Outros (Kg.ha-¹)
Liteira - Outros
Distribuição de DAP
Distribuição de altura
Crescimento de Biomassa (%)
-5
-10
Parcela A
o
-15
Meses
Parcela B
junh o
maio
ab ril
març
feve r
eiro
ro
br o
br o
ro
jane i
de ze
m
no ve
m
ou tub
s ete m
b ro
Biomassa aérea
15
10
5
0
Incremento de biomassa
Variação da biomassa (%)
T a x a d e c re s c im e n to (% )
15
10
5
0
Parcela A
Parcela B
-5
-10
Parcelas
Umidade do solo
•Parcela A (16%)
•Parcela B (5%)
Umidade do solo
U m id a d e d o s o lo (% )
16
14
12
10
8
6
4
2
0
fev/03
nov/03
fev/07
nov/07
Meses de coleta
Parcela A (controle)
Parcela B (Exclusão)
Crescimento de raízes
Mortalidade por classe diamétrica
F requênc ia abs oluta
35
30
25
20
15
10
5
0
10 a 20
20 a 30
30 a 40
40 a 50
50 a 60
DAP (cm)
Frequência (A)
Frequência (B)
> 60
Mortalidade por classe de biomassa
F re q u ê n c ia a b s o lu t a
50
40
30
20
10
0
0 a 1000 1000 a 2000 2000 a 3000 3000 a 4000 4000 a 5000
Biomassa (Kg)
Frequência (A) Frequência (B)
> 5000
OBRIGADO!

Documentos relacionados