métodos cinesioterapêuticos no tratamento das dores agudas e

Сomentários

Transcrição

métodos cinesioterapêuticos no tratamento das dores agudas e
MÉTODOS CINESIOTERAPÊUTICOS NO
TRATAMENTO DAS DORES AGUDAS E
CRÔNICAS
Ft. Ms. Cássio Siqueira
Programa de Educação Continuada em
Fisiopatologia e Terapêutica da dor
2015
Equipe de Controle da Dor da Divisão de Anestesia do Instituto
Central do Hospital das Clínicas – FMUSP
Abordagem da dor pela fisioterapia
Foco na patologia
Foco na Funcionalidade
Macro e Microtrauma
Herljac (2003)
Macrotrauma
Alta energia
Carga
TRATAMENTO
Reparo Tecidual
Controle dos Efeitos Adversos
Recuperação de funções prejudicadas
Frequência
Microtrauma
Avaliação Funcional:
Identificar o mecanismo do microtrauma na tarefa
Avaliação Funcional
1. Como o gesto esportivo explica a queixa?
2. Por que o movimento é feito desta forma?
Avaliação Funcional
Identificação
• Ambulatório de Reumatologia – Abril / 2012
• Paciente: M.A.S.
• Gênero feminino
• Idade: 56 anos
• Estado Civil: casada
• Profissão: do lar
• Diagnóstico Clínico: Dor lombar baixa (CID:
M54.5)
Exames de imagem
• Radiografia de coluna lombar (16/05/2011):
• escoliose com convexidade à direita;
• anterolistese grau 1 de L3 para L4 à direita;
• lombarização de S1;
• megapófise transversa de vt bilateralmente com
neoarticulação com o sacro á direita.
Exemplo: dor lombar crônica
• Queixa
funcional:
Dor
lombar
irradiada
anteriormente para membro inferior esquerdo;
▫ Funções: varrer e passar pano na casa, lavar roupas e andar por
médias distâncias.
• Queixa secundária: Dor no quadril bilateral;
• Início há 3 anos;
Avaliação Funcional
Contextualização da dor de origem
funcional
Herljac (2003)
Paciente acamado
Imobilismo
Imobilismo
Áreas de
pressão
Estase/hipóxia
Aferências
sensoriais
Atividade
muscular
Condutas
Mobilização
Posicionamento
Exercício Físico
Conclusão
1. Dores musculo-esqueléticas podem apresentar
componentes funcionais. Estes são fatores de
sobrecarga mecânica inerentes à estratégia
motora adotada na tarefa.
2. A correção funcional alivia a sobrecarga
mecânica responsável pela agressão tecidual.
3. Em condições de hospitalização o componente
funcional está associado ao posicionamento e
imobilismo e deve ser também abordado.
Obrigado!
• [email protected]