Clique aqui para baixar o PDF

Transcrição

Clique aqui para baixar o PDF
DESTAQUE
SKY Airline torna-se operador exclusivo da Airbus
SKY Airline e Airbus solidificam sua parceria com a renovação da frota,
oferecendo aos passageiros novos produtos e serviços
SKY Airline acaba de antingir um marco importante em seus 11 anos de operação.
Em julho, a companhia aérea aposentou seu último 737-200 e recebeu 15
aeronaves Airbus. Agora, com sua exclusiva frota Airbus, a SKY airlines, a
segunda maior companhia aérea de passageiros e carga do Chile, possui 11
unidades do A319 e quatro do A320 e oferece aos seus passageiros mais espaço
de cabine e conforto.
De acordo com a SKY Airline, a nova frota ajudou a reduzir os custos de
combustível em 40% e reduziu, drasticamente, o custo por assento/quilômetro em
22%. Desde a sua criação, o crescimento da SKY se mantém acima dos 20%,
graças à capacidade de alcance adicional proporcionada pela Família A320. Além
disso, o tráfego internacional da SKY cresceu seis vezes, desde a introdução do
primeiro A320 em 2010.
A Família A320 oferece, à SKY Airline e aos seus passageiros, todos os
benefícios associados às aeronaves Airbus, incluindo design inovador, aviões de
ponta, eficiência de combustível e redução de ruído. Mas, talvez, a característica
mais importante para os passageiros da Família A320 seja o conforto na cabine.
Onze aviões A319 e quatro A320 proporcionam aos passageiros a maior cabine
disponível no mercado de corredor único. Isso significa assentos mais largos, um
corredor mais amplo e mais espaço individual.
"A renovação da frota da SKY Airline para a Família A320, uma aeronave de
última geração, é o perfeito exemplo de mudança, beneficiando os passageiros
com confiabilidade comprovada, maior eficiência, menores custos operacionais e
maior conforto", disse Rafael Alonso, vice-presidente executivo da Airbus na
América Latina e no Caribe. "Estamos muito orgulhosos de poder incluir a SKY
Airline entre nossas principais operadoras na América Latina".
Além de renovar a frota, a SKY Airline também tem feito grandes investimentos em
uma variedade de serviços da Airbus para aprimorar a operação das aeronaves,
incluindo o procedimento de navegação (RNP-AR), vigilância da "saúde" da
aeronave em tempo real (AVIADOR) e ferramentas avançadas para análise de
operação de voo (AirFase , SAMS).
Para obter mais informações, contate:
Patrick Baudis
Vice President Marketing, Latin America & Caribbean
patrick.b[email protected]
No. 149 Agosto - Setembro 2013
EM FOCO
Do startup ao pioneirismo: Aruba Airlines em direção à
expansão
No voo inaugural da Aruba Airlines, com destino à cidade venezuelana de
Valência, a equipe do Noticias Airbus teve a oportunidade de entrevistar Esteban
Valles, fundador da companhia, para falar sobre sua rápida expansão e a reação
do mercado.
A Aruba Airlines, uma companhia aérea do Caribe que opera duas aeronaves
A320 em configuração de duas classes, iniciou suas operações em maio deste
ano com voos para Maracaibo, Venezuela e Cidade do Panamá, no Panamá. A
Aruba foi a primeira companhia aérea do Caribe a operar uma aeronave com
tecnologia de ponta, como o A320.
1 . O que inspirou a criação da Aruba Airlines?
"A Aruba Airlines foi uma iniciativa de dois pilotos em 2006. Começou operando
aviões pequenos, como o Piper Chieftain, que fazia rotas de táxi aéreo curtas. Em
2012, um grupo de profissionais adquiriu a empresa com o objetivo de tornar a
Aruba Airlines a principal companhia aérea do país, assim como um modelo para a
região, espalhando uma filosofia de segurança e serviço de qualidade ao redor do
mundo. Pode-se dizer que o nosso desejo de servir como modelo para a região é
o que verdadeiramente inspirou e motivou a criação da Aruba Airlines".
2 . Levando-se em conta a rápida expansão da companhia aérea, o que podemos
esperar no futuro?
"Segurança e serviço são os nossos objetivos. Queremos ter uma base sólida
para o crescimento e nos manter acima da média em tudo o que fazemos, com a
obrigação de atender o que é o mais importante de tudo: nossos passageiros.
3. Qual tem sido a resposta do mercado até agora, e como é que os passageiros
reagiram?
"Graças a Deus, o mercado nos deu a oportunidade de desempenhar um papel
de liderança e mostrar aos passageiros o que somos capazes de fazer. O que
recebemos foi além das nossas expectativas".
A Airbus se orgulha de ter recebido a Aruba Airlines como uma das 30
companhias aéreas que operam na América Latina e no Caribe, e esperamos que
o nosso crescimento e a nossa visão possam inspirar outras companhias aéreas
da região para renovar suas frotas.
Para obter mais informações, contate:Jürgen Lebacs
Diretor de Suporte ao [email protected]
Um souvenir do voo inaugural da
Aruba Airlines à Valência, Venezuela
No. 149 Agosto - Setembro 2013
MINHA VISÃO
Com chuva ou sol, a Airbus faz história
??????A Airbus fez história mais uma vez durante o chuvoso Paris Air Show.
Embora tenha sido um ótimo ano em termos de pedidos de aeronaves e
compromissos, vindo a totalizar aproximadamante $70 bilhões de dólares, foi o
A350 que roubou a cena quando o MSN001 sobrevoou o evento Le Bourget
poucos dias após seu voo inaugural.
Sessenta e nove pedidos e compromissos no valor de mais de $21 bilhões de
dólares foram despejados no A350 XWB, sendo 25 pedidos firmes do A350-900
pela Air France-KLM e mais 30 pedidos do A350-900s pela Singapore Airlines, já
um grande cliente do A350. A United Airlines também fez um pedido adicional de
10 A350-1000, não somente perfazendo um total de 35 A350, mas atualizando
igualmente seu pedido anterior de 25 aeronaves da versão A350-900 para a
versão maior A350-1000, com a intenção de substituir o Boeing 777. Desde o
lançamento do programa, aproximadamente, 700 A350 XWB foram
encomendados.
A entrega da 200ª aeronave da
Família A320 ao Grupo LATAM
Airlines
O A380 foi outro grande sucesso graças à primeira entrega da aeronave icônica
da British Airways e ao compromisso de $8 bilhões de dólares pelo pedido de 20
aeronaves da Doric Lease Corp. O compromisso da Doric representa uma nova
oportunidade às companhias aéreas de todo o mundo para adicionar esta
aeronave emblemática em suas frotas mediante a flexibilidade de um contrato de
leasing operacional - o que poderia representar um desenvolvimento interessante
para nossa região. Além disso, já não é novidade que a família A320, mais
precisamente o A320neo, liderou a corrida com 60% do total de pedidos e
compromissos durante o show.
Mas, para mim, o ponto alto deste show muito emocionante foi a entrega do 200º
A320 ao Grupo LATAM Airlines, o quarto maior cliente Airbus em todo o mundo. A
aeronave TAM, equipada com Sharklets, foi o orgulho e a alegria do nosso bom
amigo Roberto Alvo, diretor corporativo da LATAM, que viajou para Paris para
aceitar a aeronave. Também, fiquei muito feliz ao ver a ILFC anunciar que estão
fazendo um contrato de leasing para quatro A330 à Aerolineas Argentinas, nosso
cliente de longa data.
Sem sombra de dúvida, este foi um show especial para a Airbus e para a América
Latina.
Com mais de 30 anos no setor de aviação, Rafael Alonso é o vice-presidente executivo de Relacionamento com o
Cliente da Airbus para a América Latina e Caribe, e responsável por todas as atividades comerciais e de
relacionamento com o cliente da Airbus em mais de 40 países.
No. 149 Agosto - Setembro 2013
INOVAÇÃO
Smart-Lav: outro desenvolvimento de cabine para a
Família A320
Novo design otimizado de lavatório permite maior espaço na cabine
Na útlima Aircraft Interiors Expo, em Hamburgo, a Airbus apresentou as inovações
da família A320, destacando as novas ofertas de produtos às companhias aéreas.
Um design do lavatório otimizado
Smart-Lav
O elegante módulo Space-Flex com
espaço otimizado
Entre as mais novas e eficientes configurações apresentadas, estava o Smart-Lav,
um lavatório otimizado, para as aeronaves da família A320, que oferece mais
espaço útil. Os benefícios da instalação do Smart-Lav dependem da companhia
aérea e da configuração de cabine escolhida, mas podem incluir maior espaço
entre os assentos, maior reclinamento da poltrona ao passageiro, maior
capacidade de armazenamento e, em certos casos, a companhia pode ganhar de
três a seis assentos dentro da limitação de saídas existentes.
Outras soluções da Airbus apresentadas na Expo incluíram o primeiro lavatório
PRM (passageiros com mobilidade reduzida) para aeronaves de corredor único,
assentos mais largos que oferecem mais conforto, conexão wi-fi e iluminação LED.
Além disso, o Space-Flex foi destaque e demonstrou que, graças à linha de
desenho industrial aplicada da Airbus, a percepção de espaço dentro do lavatório
pode ser otimizada. O equipamento volumoso foi integrado abaixo do nível da pia
e atrás das paredes laterais para manter a área superior visualmente livre de
obstáculos. Além disso, superfícies contínuas, linhas divisórias reduzidas e a
iluminação indireta da pia auxiliam para tornar o design do lavatório mais atraente.
Os especialistas em Fatores Humanos da Airbus estiveram intimamente
envolvidos desde o início do projeto para assegurar a ergonomia do design. Na
medida em que as companhias aéreas são envolvidas logo no início da discussão,
a Airbus também se certifica de que seu lavatório preenche todos os requisitos
operacionais exigidos como, por exemplo, operações de maca.
A resposta do mercado, durante a Expo, foi muito positiva e as companhias
aéreas terão em breve mais uma oportunidade de testar este avanço, visto que
um modelo será apresentado na próxima APEX Expo em Anaheim, na Califórnia,
em setembro.
Para maiores informações, contate:
Stefanie von Linstow
Gerente de Marketing de Aircraft Interiors
[email protected]
No. 149 Agosto - Setembro 2013
TENDÊNCIAS
Notícias de pesquisa de mercado da Airbus revela visão
dos críticos da indústria na América Latina
No início deste ano, Noticias Airbus realizou sua primeira pesquisa de mercado
com os principais líderes da indústria e executivos da América Latina e as
principais companhias aéreas do Caribe. Os resultados revelaram descobertas
importantes sobre o futuro da aviação na região, uma visão sobre as tendências
da indústria em evolução, os fatores que impactam as decisões das frotas da
Airbus, além da percepção e desempenho geral do mercado no ano passado.
Tendências da indústria: passado, presente e futuro
Segundo os entrevistados, as tendências positivas mais significativas da indústria,
no ano passado, foram as melhorias em nível s de tráfego aéreo, observadas por
82% dos entrevistados, bem como a melhoria dos fatores de carga, observada por
77%.
Quando perguntados quais das tendências recentes seriam essenciais à
expansão da aviação comercial, apontaram:
- O setor de carga como tendo um papel mais relevante que o atual;
- Tornar-se parte de uma aliança global;
- A importância crescente dos centros metropolitanos;
- A expansão das companhias áereas de baixo custo (LCC)
- O aumento do tamanho das aeronaves, em especial no longo prazo, para
garantir a rentabilidade.
Com base na pesquisa, as operadoras da América Latina e Caribe sentem que as
tendências da indústria, assim como o aumento das ligações intrarregionais e de
desenvolvimento regional, ponto-a-ponto, bem como a abertura de novas rotas de
longa distância para a América do Norte e Europa seriam ótimas oportunidades
para o desenvolvimento e, portanto, as redes de longo prazo devem ser
priorizadas.
Por outro lado, os entrevistados identificaram os principais obstáculos que afetam
cada vez mais o mercado da América Latina e do Caribe, como, por exemplo:
- O preço do combustível
- O declínio econômico global
- As restrições de infraestrutura, especialmente, a capacidade dos aeroportos identificado como sendo o fator mais importante por 85% dos entrevistados.
Decisões de frota: quais aeronaves escolher?
Os executivos das companhias aéreas regionais relataram que os fatores mais
importantes que consideram ao escolher uma nova aeronave são o uso de
combustível, a capacidade de geração de receita de combustível e a
racionalização da frota - interesse em comum.
Em termos de características e design das aeronaves, os entrevistados indicaram
uma preferência por aviões que operam com menores custos sobre aqueles com
No. 149 Agosto - Setembro 2013
maior capacidade de alcance, bom rendimento de carga potencial, capacidade
de acomodar alta densidade e configurações de cabine mais confortável.
Em termos de transição de frota, as companhias aéreas da região estão
esperando pelo menos 15% de redução de custos por aeronave para justificar
uma transição e, geralmente, concordam que a vida útil de uma aeronave seria de
8 a 12 anos.
A percepção geral
Em geral, os executivos da região estão otimistas sobre o futuro da aviação 80% dos entrevistados afirmaram que a sua visão sobre o setor melhorou no ano
passado, com a demanda da aviação comercial crescendo 8,4% e a capacidade
de carga expandindo 7,5%.
Os executivos das companhias aéreas da região disseram que a Airbus é a líder
em possuir a "família de produtos mais integrada" quando comparada aos seus
concorrentes. É claro que a Airbus recebe um alto índice de satisfação e possui
uma imagem forte entre os executivos das companhias aéreas da região, como
também foi identificada como a "fabricante de aeronaves altamente inovadora" e
líder da indústria que "cumpre as promessas" e "fornece suporte de qualidade aos
clientes. "
O relatório completo com os resultados detalhados desta pesquisa podem ser
baixados aqui.
Para obter mais informações, contate:
Patrick Baudis
Vice President Marketing, Latin America & Caribbean
[email protected]
No. 149 Agosto - Setembro 2013

Documentos relacionados

Interjet e Airbus realizam primeiro voo com biocombustível do México

Interjet e Airbus realizam primeiro voo com biocombustível do México sua exclusiva capacidade de aproximação em curva (veja a foto), sem a ajuda de pontos de referência no solo. Contornar montanhas e obstáculos agora é possível, e é comprovadamente a melhor solução ...

Leia mais

Clique aqui para baixar o PDF

Clique aqui para baixar o PDF modelos de marcação, mantendo, ao mesmo tempo, a concentração por longos períodos de tempo durante a tarefa que exige alto envolvimento e esforço físico. Após um rápido período de desenvolvimento d...

Leia mais

Clique aqui para baixar o PDF

Clique aqui para baixar o PDF A América Latina tem muito o que aprender com a China Estive recentemente em Pequim, para a Reunião Anual da IATA, e encontrei alguns paralelos interessantes entre a nossa crescente região e aquele...

Leia mais

Clique aqui para baixar o PDF

Clique aqui para baixar o PDF 2015, mais uma vez, um ano memorável para a Airbus na América Latina: batendo recordes y cheio de "novidades". Em fevereiro, a Aerolineas Argentinas recebeu a primeiro de suas quatro novas aeronave...

Leia mais

A Interjet encomenda 40 A320neos

A Interjet encomenda 40 A320neos Space-Flex são convertidos em um só lavatório PRM, semelhante aos presentes nos aviões Airbus de 2 corredores e já comum nos mesmos. O Space-Flex é a solução oferecida pela Airbus após vários anos ...

Leia mais

Entrevista com José Luis Garza, Diretor

Entrevista com José Luis Garza, Diretor Carrego sempre na minha carteira um pequeno cartão vermelho e branco com os Sete Mandamentos da TAM junto com uma fotografia de seu fundador, Rolim Amaro. De vez em quando olho para ela e imagino o...

Leia mais