Relatório Ambiental

Сomentários

Transcrição

Relatório Ambiental
Relatório Ambiental
Honda Sout h A meri ca
Reduzindo o impacto ambiental
em 6 regiões ao redor do mundo
Visão geral da empresa
Motivada por sua filosofia de criar produtos próximos ao cliente, a Honda tem operações de produção em seis regiões ao re-
dor do mundo. No ano fiscal de 2012, a Honda entregou 24 milhões de produtos aos seus clientes no mundo todo. Sempre
consciente do impacto ambiental de suas operações, a companhia vem trabalhando duro para assumir a responsabilidade am-
Sede:
biental a níveis ainda mais altos. Em 2006, a Honda anunciou as metas mundiais de redução das emissões de CO2 para 2010,
Fundada em:
mobilidade” e “uma sociedade sustentável na qual as pessoas possam desfrutar a vida” como a Visão Ambiental da Honda.
Capital:
o primeiro anúncio desse tipo por uma empresa do setor automotivo. Em 2011, a empresa adotou “a alegria e a liberdade da
Nesse projeto, a empresa está determinada a acelerar seus esforços globais para encontrar soluções para as questões de mudança climática e energia.
Europa/Oriente
Médio/África
China
Motocicletas
24 de setembro de 1948
Principais
produtos:
378
(em 31 de março de 2012)
Automóveis:
Veículos de tamanho padrão,
compactos e miniveículos
¥86,067 bilhões
Motocicletas:
Scooters , minimotocicletas, motocicletas e ATV
Consolidadas: ¥7,9480 trilhões
Não consolidadas: ¥2,7400 trilhões
Produtos de força:
Geradores, cortadores de grama,
motores marítimos de popa, células solares de película fina CIG e
unidades de cogeração domésticas a gás
Produtos de
força e outros
Informações financeiras
Japão
218.000
608.000
600.000
295.000
1.303.000
221.000
Produtos de força: incluídos nas estatísticas para
a Ásia/Oceania
374.000
1.185.000
Subsidiárias consolidadas:
(em 31 de março de 2012)
(resultados do
Ano Fiscal de 2012)
Automóveis
Não consolidados: 24.888 (em 31 de março de 2012)
2-1-1 Minami Aoyama, Minatoku,
Tóquio, 107-8556, Japão
Presidente e CEO: Takanobu Ito
Vendas:
Vendas anuais da Honda nas seis regiões, por
volume unitário (Ano Fiscal 2012)
Quantidade de colaboradores: consolidados: 187.094 (em 31 de março de 2012)
Nome da empresa Honda Motor Co., Ltd.
Vendas líquidas
(bilhões de ¥)
Rendimentos operacionais
■ Não consolidadas ■ Consolidadas
■ Não consolidadas ■ Consolidadas
(bilhões de ¥)
15.000
Rendimentos líquidos
■ Não consolidadas ■ Consolidadas
(bilhões de ¥)
1.000
700
600
800
500
10.000
600
400
400
5.000
Europa/Oriente
Médio/África
300
200
200
100
China
Japão
América
do Norte
0
0
2008
2009
2010
2011
F
2012 (Ano Fiscal)
-200
0
2008
2009
2010
2011
2012 (Ano Fiscal)
-100
2008
2009
2010
2011
2012 (Ano Fiscal)
Ásia/Oceania
América do Sul
Número de colaboradores
Vendas líquidas por área operacional
(consolidadas: Ano Fiscal 2012)
Vendas líquidas por região
(consolidadas: Ano Fiscal 2012)
■ Não consolidadas ■ Consolidadas
200.000
Produtos de força
e outros
3,5%
150.000
Ásia/Oceania
América do Norte
1.332.000
108.000
11.328.000
201.000
1.936.000
1.823.000
2.317.000
119.000
50.000
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Automóveis
73,0%
2008
2009
2010
2011
América
do Norte
43,8%
Ásia
18,4%
100.000
0
02
Outros
12,2%
Motocicletas
17,0%
América do Sul
251.000
Serviços financeiros
6,5%
Europa
6,5%
Japão
19,1%
2012 (Ano Fiscal)
Relatório Ambiental Honda South America 2012
03
Mensagem do Presidente da Honda South America
Honda na América do Sul
A Honda na América do Sul investe energia e esforços
para evoluir em seu desempenho socioambiental a cada
ano. A empresa está comprometida com a sustentabilida-
sil, na Argentina, no Chile, no Peru e na Venezuela. Com sede administrativa em São Paulo (SP), é composta por empresas
fabricantes de motocicletas, automóveis e produtos de força.
de global e atua pelo progresso por meio de tecnologia
avançada da Honda, com empenho constante.
No Brasil, o maior mercado da América do Sul, o com-
Também estão incorporadas em suas atividades a participação acionária em companhias fabricantes de componentes para seus
bustível de etanol, feito a partir da cana-de-açúcar,
São mais de 16 mil colaboradores.
produzidos no Brasil são veículos flex, capazes de funcio-
produtos e empresas de serviços financeiros.
Mensagem do Presidente da Honda South America
A Honda South America Ltda. é a holding responsável pelas operações da empresa na América do Sul, com atuação no Bra-
cresce em popularidade. Quase 100% dos automóveis
nar com etanol e gasolina. A Honda vem ampliando a sua
linha das primeiras motocicletas do mundo equipadas
com motores que utilizam essa tecnologia.
Para acelerar as iniciativas ambientais na região, aumen-
Venezuela
tamos o escopo de atuação do Comitê de Gestão Ambiental e Sustentabilidade da América do Sul, em 2011, e
Honda de Venezuela C.A.
Importação e vendas de
produtos de força
consolidamos ações concretas, a fim de promover as melhorias ambientais. Os membros da comissão dos países
Brasil
Honda South America Ltda.
Matriz
Honda Automóveis do Brasil Ltda.
Produção e vendas de automóveis e peças
Peru
Moto Honda da Amazônia Ltda.
Produção e vendas de motocicletas, produtos de
força e quadriciclos
Honda del Peru S/A
Produção de motocicletas
Importação e vendas de
motocicletas, automóveis e
produtos de força
Honda Componentes da Amazônia Ltda.
Produção de componentes para motocicletas
HTA Indústria e Comércio Ltda.
Produção de ferramentais
Honda Selva del Peru S/A
Produção de motocicletas
Honda Serviços Ltda.
Banco Honda S/A
Administração Consórcio Nacional Honda Ltda.
Honda Leasing S/A Arrendamento Mercantil
Corretora de Seguros Honda Ltda.
Serviços financeiros
Chile
Honda Motor de Chile S/A
Importação e vendas de
motocicletas, automóveis e
produtos de força
sul-americanos, que se reúnem duas vezes por ano para
informar os progressos nas atividades, estão avançando
de forma segura.
Com o foco em 2020, estamos trabalhando para diminuir as emissões de CO2 da produção nos mercados em
expansão. Atuamos, também, para minimizar todos os
impactos ambientais negativos de nossas atividades corporativas: compras, cadeia de distribuição, vendas e serviços. Estamos, ainda, investigando o potencial da energia
renovável, disponível de forma abundante no Brasil. Por
fim, estamos direcionados para fornecer produtos com
rapidez, preço reduzido e baixa emissão de CO2 em todo
o seu ciclo de vida – tudo isso em sintonia com o desenvolvimento sustentável, que garantirá as necessidades
presentes e a qualidade de vida das gerações futuras.
Masahiro Takedagawa
Presidente do Comitê de Gestão Ambiental e Sustentabilidade
da Honda South America
Argentina
Honda Motor de Argentina S/A
Produção de motocicletas e automóveis
Importação e vendas de motocicletas,
automóveis e produtos de força
04
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Relatório Ambiental Honda South America 2012
05
Í
n
d
i
c
e
Relatório Ambiental 2012
Honda South America
Reduzindo o impacto ambiental em 6 regiões ao redor do mundo
Mensagem do Presidente da Honda South America
06
ÍNDICE
08
Sobre este Relatório
09
Nossa diretriz
10
Declaração Ambiental da Honda / Visão Ambiental da Honda
11
Análise e ações da Visão Ambiental da Honda
15
Iniciativas para a biodiversidade
19
Progresso na realização das metas
22
Gerenciamento ambiental global
27
Iniciativas ambientais no desenvolvimento do produto
34
Temas ambientais regionais
37
Desenvolvimento do produto
39
Compras
Data de publicação: Novembro de 2012.
40
Produção
Departamento de Gestão Ambiental e
Sustentabilidade – Honda South America
Rua Dr. José Áureo Bustamante, 377 –
Santo Amaro – São Paulo (SP) – Brasil
CEP 04710-090
44
Transporte
46
Vendas e serviços
48
Administração
Atividades ambientais da Honda mundial
e na América do Sul – Argentina, Brasil,
Chile, Peru e Venezuela
(em português, espanhol e inglês).
Nossa diretriz
O caminho para um ambiente mais saudável
Informações globais:
Período referente às atividades
realizadas no Ano Fiscal de 2012 no
Japão: de 1º de abril de 2011 a 31 de
março de 2012.
Informações da
América do Sul:
Período referente às atividades realizadas de 1º de janeiro a 31 de dezembro
de 2011.
Visão geral da empresa / Informações financeiras / Honda na América do Sul
GLOBAL
Iniciativas globais
Honda South America
Iniciativas na América do Sul
Avaliação recente das questões ambientais: mudança climática e energia são nossos maiores desafios / Avaliação
das oportunidades e riscos das questões de mudança climática e de energia / O conceito dos Três Zeros –
Em direção à economia de impacto zero / Padrão de Desempenho Ambiental da Honda (HEPS) / Iniciativas
Ambientais em nossas atividades empresariais
Diretrizes da Biodiversidade da Honda / Iniciativas para a biodiversidade na América do Sul: conscientização ambiental para
colaboradores / Iniciativas para a biodiversidade na América do Sul: ações ambientais realizadas no entorno das unidades da Honda
Metas de redução das emissões de CO2 dos produtos para 2020 / Progresso atual da realização das metas / Avanço no
cumprimento dos planos de médio prazo para as iniciativas ambientais / Planos e resultados de médio prazo para as iniciativas
ambientais relacionadas aos produtos / Planos e resultados de médio prazo para as iniciativas ambientais relacionadas às operações
Estrutura de promoção do gerenciamento ambiental / Gerenciamento ambiental nas unidades de negócio da Honda / Promovendo a
Análise do Ciclo de Vida (ACV) / Expandindo a prestação de contas das atividades ambientais para o mundo / Escopo 3, Categoria 11:
emissões de GEE do uso dos produtos comercializados / Impacto ambiental global
Iniciativas incluídas / Automóveis / Motocicletas e scooters / Produtos de força
América do Norte / Europa / Ásia/Oceania / China / Japão
Tecnologia voltada ao meio ambiente / Controle de emissões atmosféricas de motocicletas / Veículos bicombustíveis no Brasil:
“Honda Flex One Technology” / Função ECON
Iniciativas com fornecedores
Green Factory
Green Logistic
Green Dealer
Green Office
Este relatório e outras informações
sobre o tema podem ser encontrados
no website :
www.honda.com.br/socioambiental
06
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Relatório Ambiental Honda South America 2012
07
Nossa diretriz
Sobre este Relatório
O caminho para um ambiente mais saudável
Esforçan
empre do-se para se
sa desej
r
ada pel uma
a socied
Orientações para
o século 21
ade
1. Cria
ndo
alegrias
Responsabilidade Social Corporativa
Inicia
tivas,
M
Desafi
o, Coevente Aberta
,
oluçã
o
2. Este
nden
as aleg do
rias
Acionist
as
e inves
tidores
Objetivos da
Responsabilidade
Social Corporativa
Propulsionados pela Filosofia Honda, estabelecemos a
3. Asse
gura
as aleg ndo
rias
para a
pr
geraçã óxima
o
nosa diretriz para nos tornarmos uma empresa desejada
pela sociedade ao compartilharmos as alegrias com as
pessoas no mundo todo.
Comunid
ades
Socieda
Conces
de
sionária
s
Fornec
edores
Operaç
ões
Qualida
de
e Segu
rança
Clientes
Meio am
biente
Colabora
1. Declaração Ambiental da Honda
dores
O Princíp
da empr io
esa
Honda
A Honda South America publica, pela primeira vez, o
na qual as pessoas possam desfrutar a vida” – foi esta-
países onde atua – Brasil, Argentina, Chile, Peru e Ve-
o prazer da mobilidade tem sido o objetivo da Honda no
senvolvidos pela Honda globalmente e as diretrizes e as
metas assumidas como primordiais para o sucesso de
nossa estratégia pelo desenvolvimento sustentável, sempre com foco no respeito ao meio ambiente.
Em 2011, a Honda anunciou seu objetivo para o ano de
2020: fornecer bons produtos para consumidores com
velocidade, acessibilidade e baixas emissões de CO2. A
Visão Ambiental da Honda – concretizar “a alegria e a
liberdade da mobilidade” e “uma sociedade sustentável
em dirigir seu próprio veículo, significa também a emo-
ção de descobrir e de realizar sonhos por meio desta
liberdade. Criar uma sociedade sustentável na qual as
pessoas possam desfrutar a vida, por outro lado, exigirá
3. Maior desafio
Preocupação
【関心課題】
Desafio principal
Questões de mudança
climática e energia
Abordagem da Honda
para as iniciativas ambientais
Biodiversidade
Problemas de recurso
que foquemos os recursos corporativos no endereçamento às questões de mudança climática e de energia
como prioridades máximas.
Para concretizar esses dois componentes de nossa Visão
Ambiental, temos como foco oferecer excelente desem-
penho ambiental e de segurança com produtos e tecno-
logias que orgulhosamente ostentam a identidade Honda.
(1) Com base na nossa meta de reduzir
os impactos ambientais em cada etapa
dos ciclos de vida dos nossos produtos,
nós (2) nos esforçamos para realizar a
alegria e a liberdade da mobilidade e
uma sociedade sustentável na qual as
pessoas possam desfrutar a vida. Nós
(3) reconhecemos que as questões de
mudança climática e energia são os
maiores desafios para o nosso negócio,
os problemas de recurso são os principais desafios, e a biodiversidade uma
grande preocupação. Nós (4) estabelecemos uma medida para alcançar zero
emissão de CO2, zero risco energético
(por meio das nossas tecnologias de
gerenciamento de energia) e zero desperdício para enfrentar esses desafios,
e anunciamos e agora estamos implantando ações concretas (5) em nossos
produtos (6) e em nossas atividades comerciais.
4. Visão da Honda para as futuras operações
Emissões de CO2 zero usando
energia renovável original
Risco energético zero
por meio de tecnologias
de gerenciamento
de energia original
Triplo Zero
Desperdício zero
5. Iniciativas baseadas no produto
Evolução das tecnologias
ambientais
Tecnologias de aprimoramento
da eficiência para motores
internos de combustão
Tecnologias de inovação ambiental
e diversificação energética
RELATÓRIO AMBIENTAL HONDA SOUTH AMERICA 2012
Produtos de Alta Eficiência
6. Iniciativas baseadas
nas operações
Ciclo de vida de emissões de CO2
Produtos Inovadores
)
Rs
(3
to
Produtos Revolucionários
Tecnologias de
energia renovável
olv
Desenv imento do
produto
Administração
Pro
du
çã
o
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Símbolo ambiental global da Honda
O prazer da mobilidade não significa apenas a satisfação
ras
mp
Co
08
desenvolvimento de seus produtos desde sua fundação.
Recicl
age
md
op
ro
du
Este documento traz, ainda, o relato dos trabalhos de-
belecida com base nesse objetivo. Fornecer a liberdade e
iços
serv
ses locais.
Realizar a alegria e a liberdade de mobilidade
e uma sociedade sustentável na qual as pessoas possam desfrutar a vida
se
da
en
iniciativas realizadas em prol da sustentabilidade nes-
2. Visão Ambiental da Honda
Política
s
de Gestã
da Hond o
a
Uso de combustível fóssil
Uso diversificado da energia
Tecnologias de evolução da energia
Uso de energia renovável
Tecnologias de gerenciamento
de energia
V
nezuela – de forma a divulgar, com transparência, as
Filosofia Honda
Transporte
Relatório Ambiental sobre as atividades exercidas nos
Nossas
Cr
Fundam enças
entais
09
Nossa DIRETRIZ
O caminho para um ambiente mais saudável
Análises e ações da Visão Ambiental da Honda
norte-americana U.S. Clean Air Act, de 1970 – um desafio considerado como intransponível para muitos, na época. Em 1992,
lançamos a Declaração Ambiental da Honda para enunciar a postura básica que desenvolvemos no sentido de reduzir os im-
pactos ambientais em cada etapa dos ciclos de vida dos nossos produtos. Hoje, ela é a base sobre a qual executamos todas
as nossas iniciativas ambientais.
Avaliação recente das questões ambientais:
Mudança climática e energia são nossos maiores desafios
Para compreender a Visão Ambiental da Honda, avaliamos
possíveis riscos de outras questões ambientais e desenvol-
ma abrangente, por meio de medidas de gerenciamento
cada região e em cada área.
as questões ambientais e apresentamos soluções de for-
as questões ambientais de acordo com a importância que
Declaração Ambiental da Honda
têm, e identificamos as que apresentam maiores riscos
Nós, como um dos membros da sociedade responsáveis pela proteção do meio ambiente global,
faremos todos os esforços para contribuir com a saúde dos seres humanos e com a preservação
do meio ambiente em nosso planeta em cada fase de nossas atividades corporativas. Somente
dessa forma seremos capazes de obter sucesso no futuro, não apenas para nossa empresa, mas
para o mundo todo.
A cada dia, devemos agir em nossos interesses empresariais de acordo com os seguintes princípios:
global que fornece produtos de mobilidade, reconhecemos
a mudança climática e a energia (as principais questões em
escala global) como os maiores desafios enfrentados pela
companhia. Estabelecemos as nossas próprias metas1 de
1
Vamos nos esforçar para reciclar materiais e conservar recursos e energias em todos os estágios do ciclo de vida de nossos produtos, desde a pesquisa, o projeto, a produção e as vendas
até os serviços pós-venda e o descarte.
redução das emissões de CO2, de longe o mais importante
2
Vamos empregar todos os esforços para reduzir e encontrar métodos apropriados para o descarte dos resíduos e poluentes que são gerados pelo uso de nossos produtos e em todos os
estágios do ciclo de vida desses produtos.
e em cada área. Também organizamos e analisamos os
3
Como membros da empresa e da sociedade, cada um de nós, colaboradores, daremos foco
à importância de fazer todos os esforços para proteger a saúde humana e o meio ambiente
global e faremos nossa parte para assegurar que a empresa, como um todo, possa atuar de
forma responsável.
4
Vamos considerar a influência que nossas atividades corporativas têm sobre o meio ambiente e
a sociedade local e vamos nos empenhar para aprimorar a reputação social de nossa empresa.
Redigida e anunciada em julho de 1992.
Visão Ambiental da Honda
Em 2010, divulgamos que o nosso objetivo até o ano de 2020 seria fornecer “bons produtos aos clientes com rapidez, acessibilidade e baixas emissões de CO2”. A Visão Ambiental da Honda nos oferece a orientação de que precisamos ao elaborar
as iniciativas ambientais, a fim de alcançar esse objetivo. Ele expressa o nosso intenso desejo de contribuir para o crescimen-
to sustentável da sociedade e a harmonia entre as pessoas para que possamos continuar oferecendo emoção por meio dos
produtos e de serviços que ajudam a mobilidade pessoal e a uma vida melhor, de modo geral.
Visão Ambiental da Honda
Concretizar a alegria e a liberdade da mobilidade e uma sociedade
sustentável na qual as pessoas possam desfrutar a vida
Ao trabalhar para alcançar essa visão, os seguintes objetivos moldaram as nossas iniciativas ambientais no mundo todo:
● Em cada fase dos ciclos de vida dos seus produtos (produtos, atividades corporativas), a Honda tem por meta:
•Diminuir o uso dos combustíveis fósseis.
•Diminuir os impactos ambientais, incluindo as emissões de gás de efeito estufa.
● A
Honda tem por meta reduzir a zero as emissões de gás de efeito estufa dos seus produtos usados na mobilidade e no dia a dia das pessoas.
Criamos o “Blue Skies for Our Children” como o slogan ambiental global que expressa o nosso comprometimento para fazer
mais, a fim de realizar o nosso projeto ambiental.
10
para a empresa e os nossos stakeholders , especificados
em um diagrama (figura à direita). Como uma corporação
Relatório Ambiental Honda South America 2012
de todos os gases de efeito estufa (GEE), e intensificamos
O caminho para um ambiente mais saudável
implantadas em todas as regiões do mundo. Organizamos
vemos planos específicos para solucioná-los, também em
Nota1: As metas de redução foram estabelecidas para os GEE em cada área.
Avaliação geral da Honda para as questões ambientais a partir
de uma perspectiva global
Preocupações dos stakeholders
Controlled Combustion (CVCC) e nos transformamos na primeira montadora do mundo a estar em conformidade com a lei
os esforços para cumprirmos essas metas em cada região
Questões de mudança
climática e energia
Biodiversidade
Poluição do ar, da
água e do solo
Resíduos
Problemas
de recurso
Substâncias
potencialmente
perigosas
Ruído/Vibração
Impacto nas atividades comerciais da Honda
Avaliação das oportunidades e riscos das questões de mudança climática e de energia
Compilamos as principais oportunidades e riscos previs-
produtos correm o risco de se tornarem escassos ou, no
tos atualmente nas questões de mudança climática e de
mínimo, tornarem-se mais difíceis de ser encontrados.
energia em um gráfico (abaixo, à direita), e tomamos as
Tratamos esse risco ao desenvolvermos soluções alter-
seguintes medidas em resposta:
nativas e tecnologias para redução, reúso e reciclagem
A fim de minimizar o risco regulatório de nossos produtos
desses recursos, bem como para a diversificação da nos-
quanto às emissões de GEE estabelecemos e, em seguida,
sa rede de fornecimento.
alcançamos as metas de redução das emissões de CO2, em
Esclarecemos o nosso ponto de vista sobre riscos e
2012, em mais de 90% de nossas motocicletas, automóveis
oportunidades como estas, analisando-as a partir de
e produtos de força. Na expectativa traçada para 2020,
duas perspectivas diferentes: por categorias de produ-
estabelecemos novas metas de redução das emissões de
tos (motocicletas, automóveis e produtos de força), com
CO2, e tomamos outras medidas nesse sentido.
enfoque nas nossas operações comerciais e de desen-
Para responder às mudanças demandadas pelos clientes e
volvimento do produto; e por região, tendo como base
ajudar a diversificação energética, comercializamos painéis
a nossa estrutura exclusiva de gerenciamento regional.
solares e desenvolvemos estações de hidrogênio à base de
O Comitê de Gestão Ambiental Mundial da Honda avalia
energia solar no Japão. Além disso, começamos os testes
os riscos e as oportunidades a partir de uma perspecti-
de demonstração de mobilidade inteligente no Japão, nos
Estados Unidos e na China. Estamos acelerando a quantidade de projetos em desenvolvimento, incluindo o Honda
Avaliação da Honda das oportunidades e riscos da mudança
climática e da energia a partir de uma perspectiva global
Smart Home System (HSHS), com uma casa em demonstração no distrito de Saitama, desde abril de 2012.
Trabalhamos para reduzir as emissões de GEE em todas
as regiões e áreas de nossas empresas para estarmos em
conformidade com as regulações que controlam as emissões das atividades corporativas. Compilamos os resultados das nossas iniciativas e as divulgamos para o público
uma vez por ano, por meio deste Relatório Ambiental.
Notamos o agravamento da escassez de recursos como
outro grande desafio. Alguns dos recursos necessários
para a melhoria do desempenho ambiental dos nossos
Oportunidades captadas
A Honda se empenha para resolver os problemas ambientais desde os anos 60. Introduzimos o motor Compound Vortex
Nossa diretriz
Declaração Ambiental da Honda
Incentivos para trocar produtos que usam energia de
última geração
(elétricos/híbridos,
energia solar)
Mudando os valores do cliente
(ênfase no desempenho
ambiental)
Diversificação energética
(implantação das tecnologias da
comunidade inteligente1)
Regulação mais rígida para os
produtos relacionados à emissão
de GEE
Riscos operacionais diretos
dos níveis elevados dos oceanos e eventos climáticos
extremos
Regulação mais rígida das
operações relacionadas às
emissões do GEE
Agravamento dos problemas
dos recursos
Exigências crescentes de
relatos para emissões de GEE
Riscos captados
Relatório Ambiental Honda South America 2012
11
Nossa diretriz
as iniciativas ambientais. Continuaremos a cobrir os deta-
operações regionais (Comitês de Gestão Ambiental Re-
lhes deste processo e nosso progresso na identificação
gionais), operações comerciais e operações funcionais na
dos possíveis riscos e oportunidades nos próximos rela-
formulação de políticas e estratégias de gerenciamento.
tórios ambientais anuais.
Conduzimos este processo de gerenciamento de risco
anualmente e conforme a necessidade, usando-o para
formular e atualizar nossos planos de médio prazo para
Nota1: Comunidades inteligentes: comunidades que, por meio de amplas
parcerias entre governos e entidades privadas nos campos de infraestrutura energética, telecomunicações, sistemas de tráfego e diversos produtos
e serviços de última geração, são projetadas para ser mais eficazes, autossustentáveis e dinâmicas.
Nós inspecionamos o nosso portfólio atual de produtos para
de força cumprem com essas exigências.
ver quantos deles cumprem as exigências do Padrão de De-
Por região, 60 modelos no Japão, 43 modelos na América
sempenho Ambiental da Honda (HEPS) estabelecido no Ano
do Norte, 49 modelos na Europa, 24 modelos na América
Fiscal de 2012. Constatamos que 68 modelos de automó-
do Sul, 49 modelos na Ásia e Oceania, e 20 modelos na
veis, 43 modelos de motocicletas e 38 modelos de produtos
China são certificados pelo HEPS.
Exemplos de modelos em conformidade com o HEPS lançados no Ano Fiscal 2012
Produtos de Alta Eficiência
Smart Home System (HSHS).
empresa: mudança climática, questões energéticas e pro-
E para os problemas de recurso, a nossa meta é alcançar
blemas de recurso.
o desperdício zero ao expandir as iniciativas de redução,
Para a mudança climática, a nossa meta é alcançar
reúso e reciclagem (os 3 Rs).
emissão de CO2 zero do poço à roda1 ao desenvol-
Ao visar a esses objetivos, por meio das nossas próprias
ver tecnologias de energias renováveis que permitirão
tecnologias e atividades comerciais, a Honda espera
a geração da nossa própria energia, como painéis solares
apontar o caminho para construir economias com impac-
e bioetanol.
to ambiental zero.
Para as questões energéticas, a nossa meta é alcançar o
Nota1: Do poço à roda: normalmente, todas as etapas a partir da extração de
recursos petrolíferos ao uso como combustível em um veículo. Também se
refere aos ciclos de vida dos recursos energéticos não petrolíferos, da geração até o uso final na propulsão de um veículo.
risco zero de energia ao desenvolver tecnologias de ge-
Emissao de CO2 zero usando
energia renovável original
Desperdício zero
inclui produtos
desenvolvidos em
2012 ou antes
Click 125i
Super Cub 110
PCX
NC700X
EV-neo
CBR250R
VT1300CR
NXR150 Bros
Biz 125
Kushi
N BOX
Brio
Civic Gás Natural
P-HEV
Fit EV
Civic
CR-V
Fit Shuttle Hybrid
City Flex
de CO2 em comparação com os modelos anteriores. Os
dos quais visa eliminar as emissões de CO2 nos ciclos de
Produtos de Alta Eficiência são aqueles com motores in-
vida dos produtos. Eles traçam a evolução das tecnolo-
ternos de combustão com maior rendimento. Os Produ-
gias ambientais e energéticas, a melhoria da eficiência dos
tos Inovadores são os que usam tecnologias de inovação
motores internos de combustão, a implantação da energia
ambiental ou diversificação energética. Os Produtos Re-
renovável, e, por fim, o gerenciamento energético.
volucionários são os que usam hidrogênio, energia solar
Para que os produtos estejam alinhados aos cenários,
ou outra forma de energia renovável. O objetivo é fazer
estabelecemos o Padrão de Desempenho Ambiental da
com que todos os produtos da Honda sejam compatí-
Honda (HEPS), uma classificação independente e um sis-
veis com o HEPS no mundo todo.
tema de certificação que elenca os produtos conforme
Produtos de força
o quanto eles reduzem ou ajudam a reduzir as emissões
■ Produtos de Alta Eficiência
Cenários baseados nos produtos para solucionar a mudança climática e as questões energéticas
Tecnologias de inovação ambiental
e diversificação energética
Ciclo de vida de emissões de CO2
80
60
60
Produtos Inovadores
0
Monpal ML200
scooter
Produtos Revolucionários
0
Uso diversificado da energia
Tecnologias de evolução da energia
Uso de energia renovável
Tecnologias de gerenciamento de energia
Ano Fiscal Ano Fiscal
2011
2012
20
0
Ano FiscalEm
Anofase
Fiscalde demonstração
Ano Fiscal Ano Fiscal
2011
2012
2011
2012
■ Motocicletas ■ Automóveis ■ Produtos de força
Modelos
80
60
60
60
(54)
49
49
43
40
40
20
20
(36)
38
40
24
Tecnologias de
energia renovável
38
80
43
20
(36)
Modelos
68
(37)
Ano Fiscal Ano Fiscal
2011
2012
20
40
Número dos modelos em conformidade com o HEPS por região
Produtos de força
Modelos
40
20
■ Produtos Revolucionários
Automóveis
80
40
Uso de combustível fóssil
■ Produtos Inovadores
Motocicletas
Modelos
(37)
(54)
43
Cana do leme a gás Removedor de neve
Pianta FV200
híbrido HSM1 390i
Número mundial dos modelos em conformidade com o HEPS
80
68
de grama elétriMódulos solares Cortador
co Graspa 60
HRE330
60
Unidade doméstica 60
de cogeração
MCHP 1.0
0
Modelos
80
40
Motor GX690
Produtos de força
Modelos
80
Motor IGX390
■ Produtos Revolucionários
Automóveis
Modelos
Motor GX390
FCX Clarity
■ Produtos Inovadores
Motocicletas
zar os Três Zeros, a Honda desenvolveu cenários por meio
Tecnologias de aprimoramento
da eficiência para motores
internos de combustão
mento da energia total
■ Produtos de Alta Eficiência
Com uma perspectiva baseada no produto, a fim de viabili-
Produtos de Alta Eficiência
váveis ou da facilitação do gerencia-
emitem menos CO2
Padrão de Desempenho Ambiental da Honda (HEPS)
Evolução das tecnologias
ambientais
do aproveitamento das energias reno-
logias ambientais inovadoras que
Emissões de CO2 a partir do uso do produto
Automóveis
Risco energético zero
por meio de tecnologias
de gerenciamento
de energia original
Triplo Zero
eliminar as emissões de CO2 por meio
energia não convencional ou tecno-
menos CO2
Parâmetro de
desempenho
Produtos em
conformidade
(exemplos)
Produtos elaborados para reduzir ou
Produtos que usam fontes de
combustão mais eficiente que emite
Definição
Produtos Revolucionários
O caminho para um ambiente mais saudável
renciamento energético: um desses exemplos é o Honda
nos ajudar a solucionar os grandes desafios da nossa
Produtos Inovadores
Produtos com motor interno de
Motocicletas
O caminho para um ambiente mais saudável
O conceito dos Três Zeros – Em direção à economia de impacto zero
Em 2011, anunciamos o conceito dos Três Zeros para
Nossa diretriz
Nossa diretriz
va global, cujos resultados serão utilizados pelas nossas
0
Ano Fiscal Ano Fiscal
2011
2012
0
20
Ano Fiscal Ano Fiscal
2011
2012
Nota: Os dados do Ano Fiscal 2011 foram calculados com base nos padrões estabelecidos em 2011
0
Japão
América
do Norte
Europa
América Ásia/Oceania
do Sul
20
China
■ Motocicletas ■ Automóveis ■ Produtos de força
Modelos
80
12
Relatório Ambiental Honda South America 2012
60
Relatório Ambiental Honda South America 2012
60
49
49
13
Nossa diretriz
Nossa diretriz
A redução da quantidade de CO2 emitida pelos nossos
Sete domínios das atividades empresariais da Honda
produtos não é a única medida que estamos tomando para
preservar o ambiente. Graças à nossa filosofia de reduzir os
impactos nos ciclos de vida do produto como um todo, fo-
)
3RRs
das nossas atividades empresariais. De modo específico,
Acreditamos que a redução constante dos impactos am-
se
da
en
bientais, tanto nas atividades empresariais quanto nos
produtos, nos ajudarão a realizar a Visão Ambiental da
V
Honda e também levarão ao reconhecimento público da
com as comunidades locais. Em 2011, criamos as Diretrizes da Biodiversidade da Honda, como parte de nossas contribuições
para a preservação ambiental global, um objetivo previsto na Declaração Ambiental da Honda.
Administração
iços
serv
res de cada área que exercem pressão sobre o ambiente.
lançado em 1976, demonstram as profundas raízes do nosso compromisso com a preservação ambiental e a vida em harmonia
Diretrizes da Biodiversidade da Honda
Declaração
fundamental
Transporte
Honda como uma empresa valorizada pelas pessoas.
A resposta da Honda
Reduzir os impactos ambientais
das atividades empresariais
Etapas do ciclo de vida
das atividades empresariais
da Honda
Desenvolvimento
do produto
Compras
Produção
Transporte
Vendas
e serviços
Fatores considerados
por impactar o meio
ambiente
Gases de efeito estufa
Emissões do escapamento
Matérias-primas
Ruído/vibração
Substâncias
potencialmente perigosas
Gases de efeito estufa
Matérias-primas
Resíduos
Consumo de água
Desperdício de água
Emissões do escapamento
Ruído/Vibração
Substâncias
potencialmente perigosas
Gases do efeito estufa
Resíduo
Gases do efeito estufa
Peças removidas
CFCs
Resíduo
Gases do efeito estufa
Reciclagem do
Produtos no fim da
produto (3 Rs) vida útil
Administração
Gases do efeito estufa
Resíduo
Principais iniciativas em cada
área de domínio
●
●
●
●
●
Melhoria da eficiência do combustível
Redução nas emissões de gases
Desenvolvimento de produtos com
combustíveis alternativos
Promoção de design sustentável
Redução do ruído
● Green Purchasing
• Gerenciamento ambiental
• Redução no consumo de eletricidade
e recursos naturais pelos fornecedores
• Ações de redução de emissões pelos
fornecedores
● Green Factory
• Gerenciamento ambiental
• Redução no consumo de eletricidade e
recursos naturais
• Iniciativas de zero desperdício e zero emissão
● Green Logistic
• Gerenciamento ambiental
• Aumento da eficácia do transporte
• Redução de embalagens
● Green Dealer
(automóveis, motocicletas, produtos de força)
• Aperfeiçoamento da eficiência energética
• Melhoria na proteção ambiental
●
●
●
Expansão da recuperação de peças,
reaproveitamento e reciclagem
Destinação adequada para os
produtos no fim da vida útil
Suporte técnico para reciclagem
● Green Office
• Gerenciamento ambiental
• Economia de energia
• Uso eficaz dos recursos
Reduzir os impactos
ambientais dos produtos
Iniciativas baseadas
nos produtos
Fabricar produtos
em conformidade
com a HEPS
1
Desenvolvimento da
tecnologia ambiental
Contribuiremos para a conservação da biodiversidade, desenvolvendo e disseminando tecnologias para os veículos com eficiência em termos de combustível, carros de última geração e
produção de energia e outras tecnologias para a redução dos impactos ambientais.
2
Iniciativas baseadas nas atividades
corporativas
Trabalharemos para reduzir os impactos ambientais e assegurar o uso eficaz dos recursos
por meio de melhorias na eficiência.
3
Cooperação com
as comunidades
Implantaremos atividades baseadas na comunidade em cooperação com os stakeholders ,
usando o conhecimento acumulado pela Honda, por meio de suas iniciativas de proteção
aos ecossistemas, como a Community Forest e as iniciativas Hello Woods, de recuperação
de ecossistema próximo à empresa, no Japão.
4
Divulgação e compartilhamento de
informações
Compartilharemos as informações com a sociedade por meio da divulgação dos resultados
das nossas atividades.
Implantada em maio de 2011
Produtos de
Alta Eficiência
Melhorias na
eficiência tecnológica
dos motores de
combustão interna
ta a maior contribuição que temos a fazer. As tecnologias
Extração de recursos, desenvolvimento descontrolado, po-
de combustível, e tecnologias que fazem uso das energias
bientais dos produtos e operações
luição, mudança climática – essas e muitas outras ativida-
de produtos de mobilidade pessoal, vemos as nossas ativi-
dades comerciais cada vez mais associadas aos impactos
Produtos
Inovadores
Tecnologias para
inovação ambiental
e diversificação
energética
ambientais crescentes resultantes dos gases de efeito
estufa (GEE) e da poluição. Acreditamos que a diminuição
dos impactos ambientais resultantes das nossas atividades comerciais e dos nossos produtos representa a maior
contribuição que podemos oferecer para proteger as mais
variadas formas de vida do planeta. Criamos as Diretrizes
de Biodiversidade da Honda a fim de estabelecer prioridades nesse sentido, concentrando as nossas energias no
desenvolvimento das tecnologias ambientais e na redução
Produtos
Revolucionários
Tecnologias para
energia renovável
*A meta das iniciativas de emissão zero é reduzir o desperdício e as substâncias potencialmente perigosas o mais próximo possível do zero.
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Nossa maior contribuição: reduzir os impactos am-
des humanas ameaçam a biodiversidade. Como fabricante
● Ações de contribuição social
14
Reconhecemos, na Declaração Ambiental da Honda, que as iniciativas de conservação da biodiversidade
constituem uma parte essencial do nosso compromisso para a preservação do ambiente global. Continuaremos a trabalhar para a harmonia entre esse compromisso e as nossas atividades
Atividades prioritárias
Iniciativas ambientais baseadas na avaliação do ciclo de vida
Atividades empresariais da Honda
O caminho para um ambiente mais saudável
e buscamos reduzir os impactos, cientes de todos os fato-
reflorestamento e de reaproveitamento das águas em nossas unidades, nos anos 60, e o nosso programa Community Forest,
o(3(
tuot
Pro
du
çã
o
O caminho para um ambiente mais saudável
dividimos as nossas atividades empresariais em sete áreas
As questões de mudança climática e de energia não são as nossas únicas preocupações. Também estamos muito atentos à
biodiversidade, devido aos impactos que as atividades comerciais podem causar nos recursos naturais vitais. As iniciativas de
volvimento
Desen
do
produto
rraas
mpp
om
CCo
Recicl
aaggee
mmd
doop
pror
oddu
mos rápidos em começar a reduzir os impactos ambientais
Nossa diretriz
Iniciativas para a biodiversidade
Iniciativas ambientais em nossas atividades empresariais
dos impactos das nossas atividades comerciais, juntamente
com as iniciativas para trabalhar em harmonia com as comunidades locais.
1. Desenvolver tecnologias para reduzir os impactos
no ambiente
Desenvolveremos tecnologias para reduzir os impactos ambientais da mobilidade pessoal, uma vez que isso represen-
incluem veículos de última geração, eficientes em termos
alternativas.
2. Desenvolver atividades comerciais benéficas
às espécies
Nosso objetivo é desenvolver atividades comerciais
mais sustentáveis por si mesmas, ao lançar menos
poluentes ambientais, GEE, lixo e substâncias potencialmente perigosas.
3. Trabalhar para proteger os ecossistemas das redondezas
Adquirimos uma profusão de conhecimento sobre como
manter e restaurar os ecossistemas por meio das iniciativas Community Forest e Hello Woods, no Japão. Traba-
lhando em colaboração com as comunidades do entorno,
usaremos esse conhecimento e experiência para implantar
programas de proteção às espécies locais e desenvolver
nossas atividades de forma mais benéfica a elas.
4. Dialogar abertamente com o público
Nós nos esforçaremos para dialogar com o público sobre
os detalhes e resultados das atividades que implantamos a
partir das novas perspectivas oferecidas por essas diretrizes de biodiversidade.
Relatório Ambiental Honda South America 2012
15
Nossa diretriz
Projeto EcoVida
Nossa diretriz
Nossa diretriz
Iniciativas para a biodiversidade na América do Sul: conscientização ambiental para colaboradores
Aproximadamente 1.200 pessoas participaram da 12ª edição da gincana ambiental promovida pela empresa em Manaus, em
Investimos constantemente em campanhas de conscientização a fim de incentivar a redução no consumo de recursos e o descar-
2011. Os colaboradores voluntários da Honda visitaram as comunidades ribeirinhas em Manacapuru (AM), durante evento
sos sobre a preservação da natureza e o incentivo à reciclagem.
dores de ações nas localidades. Os participantes tiveram direito a grito de guerra, desfile ecológico e típica competição de
acontece desde 2008 e visa estimular o desenvolvimento de trabalhos e ideias de melhoria ambiental na empresa. Nessa mesma
participaram de sorteio de um motor estacionário Honda, que pode ser utilizado em canoas, na captação de água ou na pro-
te adequado de resíduos. Durante a Semana do Meio Ambiente, os colaboradores da empresa participam de atividades e concur-
que teve o tema Povos Tradicionais na Conservação e Sustentabilidade Ambiental, estimulando a formação de multiplica-
Uma ação realizada para os colaboradores da Honda Automóveis do Brasil, em Sumaré (SP), é o Prêmio Ambiental Honda, que
rabetagem – corrida entre canoas de madeira equipadas com motor estacionário, bastante comum na região. Os vencedores
unidade, é distribuído o Jornal Ecológico , que traz dicas ambientais aos funcionários para serem aplicadas tanto em seu ambiente
dução de farinha.
O caminho para um ambiente mais saudável
O caminho para um ambiente mais saudável
de trabalho como em suas casas.
Arrecadação de tampinhas plásticas
Na Argentina promovemos a tradicional campanha de arrecadação de tampinhas plásticas em benefício do Hospital de Niños
Garrahan. O projeto conscientiza os colaboradores sobre a importância da preservação ambiental, além de contribuir financeiramente com o hospital. Após a arrecadação, que acontece no formato de gincana entre equipes, o material é encaminhado para
um centro de reciclagem e convertido em recursos destinados à manutenção dos serviços e aquisição de insumos e equipamentos para a instituição.
Iniciativas para a biodiversidade na América do Sul:
ações ambientais realizadas no entorno das unidades da Honda
As iniciativas com foco na preservação do meio ambiente estendem-se para as comunidades localizadas no entorno das
nossas unidades, que aprendem e multiplicam informações sobre a importância de valorizar e cuidar da natureza agora, com
foco nas futuras gerações.
Educação e proteção ambiental
O Circuito da Ciência é um programa de sensibilização para a educação ambiental em comunidades próximas à Reserva Am-
biental Adolpho Ducke, em Manaus (AM), destinado a estudantes das escolas públicas municipais e estaduais. As atividades
são desenvolvidas no Bosque da Ciência, no Instituto de Pesquisas Amazônicas (Inpa) e no Jardim Botânico. O programa tra-
ta de temas de biodiversidade e da ciência a serviço do meio ambiente, e inclui oficinas sobre saúde e bem-estar, teatro, en-
trega de mudas, caminhadas em trilhas, saneamento de igarapés e visita ao complexo dos mamíferos aquáticos, entre outras
atividades. A Moto Honda da Amazônia, em Manaus (AM), contribui oferecendo suporte para o Inpa, distribuindo lanches e
camisetas para os participantes.
Concurso Honda Eco-Periodismo
Desde 2009 promovemos no Chile o Concurso Honda Eco-Periodismo, em parceria com a Faculdade de Comunicações da
Universidad Andres Bello, em 2011. O objetivo é estimular o debate de questões ambientais entre estudantes de jornalismo
e profissionais da área por meio de reportagens que retratem o tema.
16
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Relatório Ambiental Honda South America 2012
17
Nossa diretriz
O ano de 2011 marcou o lançamento, no Brasil, do proje-
Progresso na realização das metas
Nossa diretriz
Nossa diretriz
Beach Clean-up : praias limpas
to mundial da Honda de limpeza de praias Beach Clean-
-up . O local escolhido para receber a primeira ação, no
âmbito da Honda South America, foi o município de Praia
Grande, no litoral sul de São Paulo. No dia 13 de maio, uma
equipe de voluntários da Honda estava pronta para rece-
ber 120 crianças de escolas municipais e da comunidade.
As atividades foram variadas, com foco na preservação
de um jogo ambiental, por painel demonstrativo do tempo
de decomposição do lixo em oceanos, além de ser feita a
limpeza da areia da praia. Para retirar os dejetos da areia,
foi utilizado um equipamento especial desenvolvido pela
Honda Motor Co. do Japão, tracionado por um quadriciclo,
que recolhe os resíduos. Com essa mecanização, o proces-
A redução das emissões de CO2 em nossos produtos é
dade média de CO2 emitido por unidade do automóvel,
uma etapa necessária para enfrentar as questões da mu-
motocicleta e produtos de força a partir dos níveis de
a nossa empresa. Dessa forma, criamos as metas para
tecnologias mais limpas e vendendo produtos mais efi-
dança climática e da energia, os maiores desafios para
2000. Esperamos alcançar essas metas desenvolvendo
redução das emissões de CO2 dos produtos para 2020,
cientes energeticamente.
por meio das quais buscamos reduzir em 30% a quantiMetas de redução das emissões de
CO2 dos produtos para 2020
O caminho para um ambiente mais saudável
O caminho para um ambiente mais saudável
do meio ambiente. A mensagem foi transmitida por meio
Metas de redução das emissões de CO2 dos produtos para 2020
Automóveis
Motocicletas
Produtos de força
so é muito mais rápido e eficaz do que a limpeza manual.
Além da agilidade, o equipamento retira partículas menores
enterradas na areia. A ação também teve uma estrutura
ecológica. Toda a energia elétrica utilizada foi gerada por
meio dos painéis solares, apresentados às crianças na reprodução de um protótipo de uma casa em exposição no
local. A primeira edição do programa aconteceu em 2006,
no Japão. Desde então, mais de 300 eventos foram realizados nas praias do Japão, dos Estados Unidos e de Portugal.
Referência: 2000
Referência: 2000
Média mundial de
emissões de CO2
dos produtos da
Honda
Referência: 2000
redução de
redução de
redução de
(g/km)
(g/km)
(kg/h)
30%
30%
30%
● Regiões cobertas:
Automóveis: Japão, América do Norte, Europa, Ásia/Oceania, China, América do Sul (mais de 90% das vendas mundiais)
Motocicletas: Japão, América do Norte, Europa, Tailândia, Índia, China, Indonésia, Vietnã, Brasil, Filipinas, Malásia, Paquistão (mais de 90% das vendas mundiais)
Produtos de força: Todos os produtos vendidos em todas as regiões
Progresso atual da realização das metas
Não obtivemos progresso na redução das emissões de
nas vendas da Wave 110i (Tailândia) e da Activa (Índia),
CO2 dos automóveis, pois sentimos os efeitos de um au-
ambas com baixo consumo de combustível, e as vendas
mento nas vendas de grandes veículos utilitários esporti-
da Biz 125 (Brasil), uma motocicleta com combustível
vos (SUV) na América do Norte, que compõe uma grande
flex (FFM).
automóveis conforme o planejado, devido à escassez de
força, como resultado do aumento das vendas dos mo-
ajustes da produção em virtude dos danos causados pelas
vamente menos emissões por unidade, e o lançamento
fatia de nossas vendas mundiais, e deixamos de produzir
Novamente reduzimos as emissões dos produtos de
peças após o grande terremoto no leste do Japão e aos
tores de médio porte e portáteis, que produzem relati-
enchentes na Tailândia.
comercial de produtos de baixo consumo de combustível,
Reduzimos de forma expressiva as emissões de CO2 de
tais como removedores de neve híbridos, cortadores de
grama elétricos e o novo motor marítimo de popa (BF250).
motocicletas, como resultado do crescimento expressivo
(%)
(%)
(%)
140
140
140
Progresso na realização das metas de redução das emissões de CO2 dos produtos para 2020
Automóveis
120
100
87.6
90.5
60
2020
(30% de redução)
20
Meta para
2020
40
(30% de redução)
2012
100
89.0
86.5
60
Meta para
2020
40
(30% de redução)
2000
0
(referência)
Ano Fiscal
2011
Ano Fiscal
2012
∼
∼
2011
Ano Fiscal
(kg/h)
20
∼
∼
∼
∼
(referência)
Relatório Ambiental Honda South America 2012
75.9
60
Produtos de força
80
84.9
0
Ano Fiscal
120
100
20
2000
(g/km)
100
80
Meta para
40
18
Motocicletas
120
100
100
80
0
(g/km)
2000
(referência)
Ano Fiscal
2011
Ano Fiscal
2012
Relatório Ambiental Honda South America 2012
19
Nossa diretriz
Para reduzir as emissões de CO2, bem como todos os
outros impactos ambientais decorrentes de nossos produtos, criamos um plano detalhado de médio prazo para
as iniciativas ambientais relacionadas aos produtos até o
fim do ano fiscal de 2014. Seguindo esse plano, iremos
não apenas ampliar a eficiência energética dos nossos
produtos, mas também faremos melhorias em todos os
seus ciclos de vida por meio da prática de design susten-
tável, para o aperfeiçoamento do desempenho dos 3 Rs,
reduzindo emissões dos produtos e defendendo o geren-
● Planos e resultados de médio prazo para as iniciativas ambientais relacionadas aos produtos
Introduzir novos produtos buscando a emissão zero de CO2
tanto na mobilidade quanto na
moradia
Recursos mate- Avançar na aplicação das iniciariais e hídricos tivas dos 3 Rs
Fazer com que as emissões de
Substâncias escapamento fiquem mais limpas
potencialmente
Administrar as substâncias potenperigosas
cialmente perigosas usadas nos
produtos de forma mais restrita
claremos mais recursos, e nos esforçaremos para reduzir
vidades comerciais causam ao meio ambiente, também
tais iniciativas deveriam abranger todas as atividades co-
Ao reconhecer o impacto significativo que as nossas atiformulamos um plano detalhado de médio prazo para
as iniciativas ambientais relacionadas às operações, com
o objetivo final de pôr em prática a Visão Ambiental da
Honda. Ao seguir esse plano, reduziremos as emissões de
o uso da água, entre outras atividades. Por acreditar que
merciais, incluindo a nossa rede de suprimentos, promo-
veremos ativamente o gerenciamento ambiental junto aos
nossos fornecedores, com atenção especial nas emissões
de gás de efeito estufa.
Resultados do Ano Fiscal 2012
Alcançar a melhor eficácia da indústria para o combustível e acelerar as tecnologias:
Motocicletas: aumentar o uso do sistema de injeção eletrônica de combustível (PGM-FI) e motores com baixo atrito, especialmente em veículos de passageiros.
Automóveis: atualizar por etapas para o alinhamento do motor e da transmissão, a partir de 2012.
Produtos de força: aumentar a aplicação do novo regulador de autoajuste (STR) eletrônico desenvolvido para o motor iGX.
Motocicletas: desenvolveu o motor da scooter compacta de última geração com maior durabilidade, livre de ruídos e com eficácia de combustível (setembro de
2011) e implantação do modelo Click 125 i, comercializado na Tailândia (janeiro de 2012).
Automóveis: adotou avanços tecnológicos de última geração, tecnologia Earth Dreams, implantada pela primeira vez no miniveículo N BOX (dezembro de 2011).
Produtos de força: comercializou o HSM 1390i, o removedor de neve híbrido de médio porte, projetado para obter a melhor eficácia de combustível de forma prática, com menos ruído, menos gás de escapamento, no Japão e na Europa (setembro de 2011).
Estabelecer e implantar as tecnologias eletromotoras da próxima geração:
Motocicletas: comercializar motocicletas elétricas que satisfaçam às necessidades locais em países desenvolvidos (Japão, em
regime de leasing) e em desenvolvimento (China).
Automóveis: lançar vários modelos (especialmente veículos compactos) equipados com tecnologia IMA híbrida no Japão;
atualmente desenvolvendo veículos de médio porte, híbridos e elétricos a bateria, com planos para lançar produtos no Japão
e nos EUA e iniciar a produção na China em 2012.
Produtos de força: melhorar os cortadores de grama e aumentar a linha de produtos, especialmente na Europa.
Motocicletas: comercializou a bicicleta elétrica Kushi para o mercado chinês (outubro de 2011).
Automóveis: comercializou modelos equipados com IMA para o mercado japonês: Fit Shuttle Hybrid (junho de 2011), Freed Hybrid (outubro de 2011), e Freed Spike
Hybrid (outubro de 2011).
Produtos de força: comercializou o Graspa (nome japonês), cortador elétrico no Japão e na Europa (fevereiro de 2012).
• Lançar novos módulos de células solares de película fina com a eficácia de conversão do módulo mais elevada do mundo e
implantar a tecnologia globalmente.
• Conduzir testes de demonstração dos sistemas de mobilidade individual da próxima geração em cidades japonesas, norte
-americanas e chinesas.
• Por meio da execução do projeto E-Kizuna, com a cidade de Saitama, conduzir testes de demonstração do Honda Smart
Home System (HSHS), tendo como meta cortar em 50% as emissões de CO2 domésticas com base nos níveis de 2000
até 2015.
China: em Guangzhou, iniciou o teste de demonstração dos veículos elétricos (novembro de 2011).
Japão: na prefeitura de Saitama, iniciou o teste de demonstração da estação solar de hidrogênio e do veículo elétrico FCX Clarity, com célula de combustível capaz
de fornecer energia para aparelhos externos (março de 2012).
Japão: na prefeitura de Saitama, iniciou o teste de demonstração de uma casa equipada com o Honda Smart Home System (abril de 2012).
Produtos: continuar a favorecer o design estrutural, com ênfase na redução do peso, melhoria no rendimento, reciclagem e
manutenção mais fáceis, e o desenvolvimento sustentável com ênfase em materiais facilmente recicláveis e no uso de resinas
recicladas.
Produtos: com enfoque na redução de peso, rendimentos mais altos e reciclagem mais fácil; promoveu o design sustentável, com ênfase nos materiais facilmente
reciclados e no uso de resinas recicláveis.
Reduzir de forma constante as emissões do escapamento para entrar em conformidade com as regulações mais rigorosas
de emissão em diversos países.
• Promover o gerenciamento das substâncias usadas nos produtos e encontrar alternativas às substâncias potencialmente
mais perigosas.
• Operar sistemas de gerenciamento global para as substâncias usadas nos produtos, para entrar em conformidade com as
regulações aplicáveis em diversos países.
Promoveu iniciativas sólidas para reduzir as emissões do escapamento para entrar em conformidade com as regulações mais rigorosas em diversos países.
O caminho para um ambiente mais saudável
O caminho para um ambiente mais saudável
Mudança
climática e
energia
CO2 do ciclo de vida dos produtos, reutilizaremos e reci-
perigosas usadas em nossos produtos.
Plano de médio prazo para as iniciativas ambientais (Ano Fiscal 2012-2014)
Metas a caminho de 2020
Alcançar as metas mundiais
para reduzir as emissões de CO2
dos produtos, com o objetivo
final de minimizar firmemente
as emissões do ciclo de vida do
produto em longo prazo
ciamento mais rigoroso de substâncias potencialmente
Nossa diretriz
Nossa diretriz
Avanço no cumprimento dos planos de médio prazo para as iniciativas ambientais
•Continuou a promover o gerenciamento de substâncias usadas nos produtos e busca alternativas às substâncias potencialmente mais perigosas.
•Operou sistemas de gerenciamento global para substâncias usadas nos produtos a fim de entrar em conformidade com as regulações relacionadas e reduzir
o risco em diversos países.
● Planos e resultados de médio prazo para as iniciativas ambientais relacionadas às operações
Plano de médio prazo para as iniciativas ambientais (Ano Fiscal 2012-2014)
Metas a caminho de 2020
Mudança
climática e
energia
Recursos
materiais e
hídricos
Substâncias
potencialmente
perigosas
• Reduziu em 3% no Ano Fiscal 2012 (referência: Ano Fiscal 2009).
Área de compras:
• Promover a medição e a redução das emissões do GEE dos fornecedores sob o Green Purchasing Guidelines revisado.
• Promoveu a medição das emissões de GEE dos fornecedores de forma mais ampla, cobrindo os ciclos de vida do produto.
Área da produção:
• Instalar as tecnologias ambientais de ponta na Fábrica de Yorii (produção programada para começar em 2013) e preparar
para implantar as tecnologias no mundo todo.
• Estabelecer referências de desempenho para o uso da energia e instituir padrões de eficiência mais altos.
• Mediu e exibiu graficamente o uso da energia em cada processo e revisou os sistemas de produção para maior eficácia.
• Europa: usou a energia solar e instalou um sistema de cogeração de energia a gás natural.
• América do Norte: aumentou a eficácia da energia ao substituir o equipamento de pintura e instalou um sistema de geração de energia, usando o escoamento descendente da água
no compressor de água.
Área de transporte:
• Aumentar a eficácia do transporte em cada região, implantando deslocamentos modais, caminhões com mais eficiência
de combustível etc.
• Promoveu a alteração dos meios de transporte para opções mais eficientes, melhorias da eficácia do combustível dos caminhões e outras medidas de acordo com as condições
de cada região.
• América do Sul: apresentou nove cargueiros especialmente projetados para transportar motocicletas com duas vezes a capacidade de transporte dos navios em uso.
• Ásia/Oceania: reduziu a distância de viagem ao usar a coleta programada.
Áreas de vendas e serviços de assistência, administração, desenvolvimento do produto:
• Promover a conservação da energia e o uso mais eficaz das instalações.
• Promoveu atividades de conservação da energia encorajando o uso de instalações com maior eficiência energética.
• Instalou aparelhos altamente eficientes (iluminação LED, compressores, sistemas HVAC, motores IPM).
Área de produção:
• Fortalecer as iniciativas de redução do resíduo, aumentando o aproveitamento de matérias-primas.
• Trabalhar em conjunto com os fornecedores para aumentar o uso de sobras de metal.
• Manter zero resíduo destinado a aterro (Japão e Europa).
• Explorou formas de aumentar o rendimento na fase de design .
• Aumentou o uso da sucata de aço para estampagem.
• Ásia/Oceania: começou a compostagem de resíduos.
Reciclagem no fim da vida útil do produto:
• Promover esforços constantes para entrar em conformidade com as leis de reciclagem do veículo em fim de vida útil
de diversos países.
• Fez esforços constantes para entrar em conformidade com as leis de reciclagem de veículos em fim de vida útil em diversos países.
Reduzir o uso da água
Área de produção: reduzir de acordo com as condições de cada região, por exemplo, conservando a água e usando a água
reciclada nos processo de produção.
• Promoveu a conservação a água e as atividades de reciclagem em todas as regiões.
Reduzir as emissões de VOC2
dos processos de produção
Área de produção: desenvolver tecnologias para a redução das emissões de VOC dos processos de revestimento
e aumentar a aplicação em unidades no exterior e nos processos de pintura de motocicletas.
Reforçar as iniciativas que
cobrem todos os ciclos de vida
do produto
Avançar na aplicação das
iniciativas dos 3 Rs
Biodiversidade Iniciativas de conservação local
de acordo com as Diretrizes de
Biodiversidade da Honda
Gerenciamento
ambiental
Resultados do Ano Fiscal 2012
Operações globais: reduzir as emissões de CO2 por unidade de produção em 5% até o Ano Fiscal de 2014
(referência: Ano Fiscal 2009)1.
Fortalecer as estruturas
promocionais global/regionais
e aumentar a divulgação dos
dados ambientais
Iniciativas corporativas:
• Educar os fornecedores sobre os impactos destrutivos das substâncias perigosas e do uso da água nos ecossistemas
Colaboração junto às comunidades locais:
• Elaborar pesquisas sobre a biodiversidade nas unidades comerciais do Japão.
• Desenvolver políticas, diretrizes e conhecimentos práticos em cada unidade de negócio.
• Avaliar as possibilidades de apresentar as iniciativas sobre a biodiversidade em unidades de negócio no exterior.
• Iniciou o uso de processos de pintura com baixa emissão de VOC.
• Usou processos de pintura com baixa emissào de VOC no desenvolvimento de protótipos.
• Conduziu pesquisas de biodiversidade nas unidades de negócios japonesas.
Fortalecer as estruturas promocionais voluntárias, independentes em cada região, e fortalecer a colaboração global.
• Fortaleceu a colaboração global ao fazer reuniões do Comitê de Gestão Ambiental Regional.
Expandir o Relatório Ambiental anual da Honda, convertendo-o em um relatório global, e aumentar a divulgação dos dados
ambientais em cada região.
• Publicou relatórios ambientais do Ano Fiscal 2012 na China e na América do Norte.
Nota 1: um valor único por unidade de produção foi calculado de acordo com o percentual médio de redução para as motocicletas, os automóveis e os produtos de
força com as emissões de CO2 associadas a seus respectivos ciclos de vida.
Nota 2: VOC (Compostos Orgânicos Voláteis) – Substâncias químicas orgânicas que causam nevoeiro fotoquímico e que são comumente usadas em solventes para tintas e thiners.
20
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Relatório Ambiental Honda South America 2012
21
GLOBAL
Iniciativas globais
Gerenciamento ambiental global
2
A Honda criou um modelo institucional para colocar em prática os princípios ambientais expressados na Declaração Ambiental
samente para obter o certificação ISO 14001 em todas as unidades de negócio. Também estamos trabalhando para reduzir
as emissões de CO2, usando o sistema de dados ACV (Análise do Ciclo de Vida) da Honda, projetado para avaliar os impactos
ambientais em nossas atividades, da produção ao descarte.
processamento adequado dos resíduos e poluentes, uso
eficiente dos recursos naturais e reciclagem, e medições,
De acordo com a Declaração Ambiental da Honda, a
registros e relatos exigidos por lei. Designamos diretores
empresa apresenta sistemas de gestão ambiental em
corporativos para atuarem como responsáveis pela exe-
todas as unidades. E, em cada área, promove esforços
cução das normas, e trabalhamos de forma sistemática
contínuos a fim de aprimorar o desempenho ambiental,
a fim de reforçar o cumprimento e o gerenciamento de
esforçando-se para cumprir normas ambientais voluntá-
risco em toda a empresa.
rias, muitas vezes mais rigorosas do que os regulamentos regionais e nacionais nos diversos países de atuação.
Fixamos a Diretriz de Conduta da Honda em abril de
1
e no mundo. A governança corporativa é definida como o
Na prevenção de acidentes e emergências que possam
atendimento às leis, regras da empresa e normas sociais,
causar poluição ambiental, todas as fábricas e setores
enquanto a conservação ambiental é definida como o
têm procedimentos claramente definidos.
2003 e a implantamos em todo o Grupo Honda no Japão
Estrutura organizacional
tê de Gestão Ambiental do Japão, um time que tem papel
fundamental nos assuntos ambientais da empresa. Essa
estrutura cresceu dentro do sistema de gerenciamento
ambiental global juntamente com os Comitês de Gestão
Ambiental Regionais na América do Norte, América do Sul,
Europa, Ásia/Oceania e China, em conjunto com a questão
de segurança1, por meio da qual a Honda tem como meta
criar uma sociedade motorizada segura para todas as pessoas. Em março de 1995, o Comitê Mundial para o Meio
Ambiente e Segurança foi fundado para debater, decidir e
revisar os planos anuais para a implantação das atividades
de conservação ambiental no mundo todo, com base nos
planos de gerenciamento ambiental de médio prazo. O Co-
mitê criou o sistema de gerenciamento ambiental que conecta o âmbito global com o âmbito local e o chão da fábri-
ca. O presidente e CEO da empresa dirige atualmente esse
Comitê, um reflexo do reconhecimento da Honda de que as
questões ambientais, especialmente a mudança climática
Os Comitês Ambientais Regionais debatem e avaliam os
Protocolos de emergência
Iniciativas gobais
3
Estrutura de promoção do gerenciamento ambiental
Em dezembro de 1991, a Honda criou o que é hoje o Comi-
G lo ba l
da Honda, e o expandiu em âmbito global. Estamos construindo sistemas de gerenciamento ambiental e trabalhando vigoro-
Cumprimento das leis e regulamentos
resultados anuais e, com base nos resultados, criam novas
metas e planos com o objetivo de executar as diretrizes
e os planos de médio prazo. O progresso das iniciativas
ambientais das empresas do Grupo Honda, assim como os
temas que afetam diversas áreas no mundo todo, são co-
Gerenciamento ambiental nas unidades de negócio da Honda
Além do desenvolvimento de sistemas de gerenciamen-
Continuaremos desenvolvendo os nossos sistemas de
to ambiental em âmbito mundial, estamos implantando
gerenciamento ambiental de forma a obter a certificação
sistemas em cada unidade da Honda, a fim de apri-
ISO 14001 (ou na Europa, EMAS) e para assegurar a
morarmos continuamente o desempenho ambiental e
certificação permanente das unidades com os sistemas
controlarmos os poluentes. Estamos trabalhando ativa-
de gerenciamento ambiental. Manteremos a aplicação do
mente para obter a ISO 14001, uma certificação inter-
ciclo PDCA em cada unidade para a melhoria contínua na
dores estejam envolvidos. O pensamento básico é o de que
nacional de gerenciamento ambiental, especificamente
redução dos impactos ambientais das nossas operações.
nas nossas unidades de produção.
Atualmente, 169 empresas subsidiárias e afiliadas da
bientais como parte de seu trabalho diário.
Todas as nossas unidades de produção no Japão adquiriram
Honda mundialmente são certificadas com a ISO 14001.
municados ao Comitê Mundial para o Ambiente e a Segu-
rança e em seguida aplicados nos planos anuais dos anos
seguintes e nos planos e diretrizes de médio prazo.
Uma característica distinta desse sistema é que o planeja-
mento e a implantação não foram delegados a uma equipe
de peritos; na verdade, espera-se que todos os colaboratodos deveriam lidar, de forma ativa, com as questões am-
o certificado no ano fiscal de 1998 e, em 2011, integramos
Observação: Os relatos sobre segurança, disponíveis em inglês, incluem
os relatórios ambientais anuais e os relatórios sobre as atividades sobre
direção segura.
e a energia, são críticas e causam impacto nas operações
o certificado de cinco unidades de produção em um. Também unificamos o registro do certificado para os edifícios-sede e edifícios distritais da Honda Motor em 2011.
Mais informações na área ambiental do site internacional
da Honda (somente em Japonês)
http://world.com/environment/policies/management_
system.html
comerciais da Honda.
O Comitê Mundial para o Meio Ambiente e a Segurança
desenvolve políticas e planos de médio prazo para as ini-
Atividades ambientais baseadas no PDCA (sigla em inglês para Plan, Do,
Check, Act : Planeje, Faça, Verifique, Atue)
Implantação
PDCA
ciativas ambientais globais com base nos planos de gerenciamento determinados pelo Conselho de Administração.
As unidades de negócio elaboram planos detalhados para
Comitê Mundial para o
Ambiente e Segurança
Comitês Ambientais
Regionais
PDCA
cada região e, em seguida, finalizam os planos gerais após
PDCA
PDCA
Áreas
PDCA
PDCA
o debate e aprovação pelos comitês ambientais regionais.
Europa:
19 empresas
China:
25 empresas
Estrutura organizacional da Honda para assuntos ambientais
Operações regionais
Comitê de Meio
Ambiente e Segurança
Secretariados
事務局
Comitê Mundial para o
Ambiente e Segurança
Operações regionais
(Japão)
Comitê ambiental
do Japão
Operações regionais
(América do Norte)
Empresas com certificação ISO 14001 (em 31 de março de 2012)*
Operações regionais
(América do Sul)
Comitê ambiental da Améri- Comitê ambiental da América do Norte
ca do Sul
Operações regionais
(Europa/CEI/Oriente Médio/África)
Operações regionais
(Ásia/Oceania)
Operações regionais
(China)
Comitê ambiental
da Europa
Comitê ambiental da
Ásia/Oceania
Comitê ambiental
da China
Japão:
42 empresas
Ásia/Oceania:
45 empresas
América do Sul:
11 empresas
Operações comerciais
Operações
de automóveis
Operações
de motocicletas
América do Norte:
28 empresas
Operações de
produtos de força
Operações de serviço de assistência ao cliente/Operações funcionais
22
Operações de serviço
de assistência ao cliente
Operações
de Compras
Honda R&D Co., Ltd.
Honda Engineering
Co., Ltd.
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Operações de
suporte comercial
Setor de Comunicação
Corporativa
Operações de gerenciamento comercial
Operações da
produção
Centro Promocional
do Green Factory
* Inclui fábricas da Honda Motor Co., Ltd., suas subsidiárias consolidadas e empresas afiliadas.
Relatório Ambiental Honda South America 2012
23
GlobaL
■ Japão ■ América do Norte ■ América do Sul ■ Europa ■ Ásia/Oceania ■ China
■ Japão ■ América do Norte ■ América do Sul ■ Europa ■ Ásia/Oceania ■ China
Ano Fiscal
Ano Fiscal
(t)
(t)
2010
2010
38.000
38.000
Lixo aterrado
Promovendo a Análise
do Ciclo de Vida (ACV)
Lixo aterrado
2011
2011
Em março de 2002, a Honda estabeleceu o sistema de
G lo ba l
2012 os seus ciimpactos ambientais dos produtos durante
clos de vida, da produção ao descarte. Usando essas es0
10.000
timativas, trabalhamos para reduzir de forma 0constante o10.000
nosso impacto ambiental. Um parâmetro-chave que mo-
nitoramos é o das emissões de CO2 2011
em todas as áreas
2011
Iniciativas globais
Total de lixo
produzido
base nas estimativas quantitativas,
estamos implantando
produzido
iniciativas eficazes para cumprir as 2012
metas de redução
2012
das emissões de CO2 para a produção, compra, vendas
0
300.000
e serviços de atendimento, administração, transporte
e
0
outras áreas.
300.000
veículo, da obtenção das matérias-primas ao descarte.
20.000
30.000
40.000
20.000
Os gráficos
abaixo30.000
mostram os 40.000
cálculos dos principais
modelos de automóveis e motocicletas apresentados no
1.280.000confirmam a imporano fiscal de 2012. Os resultados
1.280.000
tância da etapa de consumo (economia de combustível)
na redução das emissões de CO2. Usando esse sistema,
1.210.000
podemos avaliar de forma 1.210.000
mais precisa a quantidade das
emissões de CO2 do consumo de combustível e todos os
600.000
900.000 do ciclo
1.200.000
outros aspectos
de vida1.500.000
do veículo, direcionando
600.000
900.000
1.200.000
1.500.000
novos esforços para a redução das emissões.
Resultados da ACV para os principais modelos de automóveis lançados no Ano Fiscal de 2012 (Japão)
■ Matérias-primas ■ Produção ■ Uso ■ Vendas/Serviço de Assistência ■ Matérias-primas ■ Produção ■ Uso ■ Vendas/Serviço de Assistência ■ Descarte ■ Transporte
(%)■ Descarte ■ Transporte
(%)
117
Referência
120
117
Referência
120
100
100
100
84
100
84
75
80
69
75
80
69
60
60
40
40
20
20
0
0
Civic
Freed
CR-V
N BOX
Fit Shuttle
Civic
Freed
CR-V
N BOX
FitHybrid
Shuttle
(2006)
Hybrid
(2006)
Hybrid
Hybrid
Nota: Os cálculos foram baseados em uma vida útil do produto de 100.000 km.
Resultados da ACV para os principais modelos de motocicletas lançados no Ano Fiscal de 2012
■ Matérias-primas ■ Produção ■ Uso ■ Vendas/Serviço de Assistência ■ Matérias-primas ■ Produção ■ Uso ■ Vendas/Serviço de Assistência ■ Descarte ■ Transporte
(%)■ Descarte ■ Transporte
(%)
Referência
120
Referência
120
100
100
100
100
76
76
80
80
60
60
36
36
36
36
40
28
40
28
20
20
0
0
CB400SF
Dio110
Benly
Super
NC700X
CB400SF
Dio110
Benly
Super
NC700X
(2005)
Cub
110
(2005)
Cub 110
A Honda se preocupa com a medição e redução das emis-
Até o momento, a Honda prestou conta de uma série de
2. Unidades regionais: divulgação da produção e das ati-
Engineering Co. e componentes não consolidados da
Antes da próxima edição, informaremos os custos am-
atividades ambientais no Japão (Honda R&D Co., Honda
Honda Motors Co.). Futuramente, planejamos expandir
as nossas iniciativas ambientais no mundo todo e nos
aproximarmos da concretização da Visão
Ambiental da
Ano 2000
também as emissões que ocorrem em nossa cadeia de
Ano 2000
sariais (como extração, aquisição e transporte de matérias-
-primas, uso e descarte no fim de vida útil dos produtos
Comercializar casas
e veículos inteligentesCusto ambiental: 13,35 bilhões de ienes (principalmente
e veículos inteligentes
que cortam em
que
cortam em os custos de pesquisa e desenvolvimento).
1. Unidades japonesas: aumento da divulgação do50%
geas emissões
50% as emissões
24
missões
deCO
CO22
issões de
renciamento das atividades consolidadas.
As emissões das atividades empresariais da Honda Motor Co. e suas 461
subsidiárias consolidadas e empresas afiliadas no Japão e no exterior
comercializados), ou o que está definido no Programa GHG
Escopo 1: 1.240.000 tCO2 equivalente
Protocol 1 como o escopo 3.
Escopo 2: 2.960.000 tCO2 equivalente
Em 2011, o GHG Protocol , um dos padrões para o cálculo
de GEE mais amplamente usados no mundo, acrescentou
o escopo 3 às duas categorias já existentes para medição
Emissões a partir do uso de automóveis, motocicletas e produtos de força
comercializados pela Honda
das emissões corporativas: escopo 1 (emissões diretas) e
Escopo 3: 195.880.000 tCO2 equivalente3
escopo 2 (emissões indiretas a partir do uso da energia).
Após o acréscimo do escopo 3, começamos rapidamente
a fazer a medição e o cálculo das nossas emissões de GEE
*http://www.honda.co.jp/environment/communications/verification.html
(Somente em japonês)
especialmente na categoria 11, referente ao uso dos produtos vendidos, que representam o maior componente das
Nota 1: Desenvolvido pelo Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD) e o Instituto Mundial de Recursos (WRI)
Nota 2: Pesquisa interna da Honda
Nota 3: Indica a quantidade de CO2 que os produtos comercializados pela
Honda no período indicado acima vão emitir em suas vidas úteis.
emissões de CO2 para a montadora e, portanto, a maior
oportunidade para reduzir o nosso impacto ambiental. De
forma independente, solicitamos a verificação desses cál-
■ Japão ■ América do Norte ■ América do Sul ■ Europa ■ Ásia/Oceania ■ China
Impacto ambiental global
Ano Fiscal
(TJ)
20.700
2010
Consumo direto
20.900
2011
A Honda promove mundialmente a iniciativa do Green Factory , com
o objetivo
de criar unidades de produção que são o
orgude energia
lho das comunidades onde elas operam. Em nossas atividades não relacionadas
as iniciati2012 à produção, também promovemos 19.400
vas de conservação de energia e redução de lixo em escala global.
*Alguns dados foram obrigatoriamente estimados devido aos efeitos do terremoto no leste do Japão e à enchente na Tailândia.
*As estatísticas históricas foram ajustadas para refletir no aumento do número de empresas cobertas e na análise mais detalhada dos dados.
19.700
2010
*Os dados das empresas adicionadas à consolidação da Honda durante o ano em revisão, e para as empresas que foram excluídas da consolidação devido às fusões, liquidações ou outras
Consumo indireto
alterações, não foram incluídos.
21.700
2011
de energia
*Totais com mais de três dígitos foram arredondados para três dígitos.
20.300
2012
1
2
Consumo de energia
■ Japão ■ América do Norte ■ América do Sul ■ Europa ■ Ásia/Oceania ■ China
Ano Fiscal
Consumo direto
de energia
20.900
2011
5.000
10.000
15.000
20.000
2011
Emissões
Indiretas
1.330
1.240
2.770
3.000
2011
25.000
Empresas cobertas:
A maioria das subsidiárias consolidadas e empresas afiliadas do Grupo Honda
• A eletricidade
adquirida foi convertida para joules usando o padrão internacional
3,6
GJ/MWh.
Ano Fiscal
(1.000
tCO
2 equivalente)
• Cálculos baseados principalmente na energia consumida pelas fontes estacionárias.
• Um terajoule
(TJ) é uma unidade de energia – “tera” 1.310
quer dizer 1012.
2010
2012
Emissões
diretas
2.960
2012
■ Japão ■
América do Norte ■ América do Sul ■ Europa ■ Ásia/Oceania ■ China
Nota:
2011
25.000
2010
20.300
0
20.000
1.310
2012
21.700
2012
15.000
(1.000 tCO2 equivalente)
2010
19.700
2010
10.000
Ano Fiscal
19.400
Consumo indireto
2011
de energia
5.000
■ Japão ■ América do Norte ■ América do Sul ■ Europa ■ Ásia/Oceania ■ China
20.700
2012
Emissões
diretas
0
Emissões de gás de efeito estufa
(TJ)
2010
co na América do Norte.
rio Ambiental Anual da Honda de 2013.
Emissões de GEE no período de 1º de abril de 2011 a 31 de
março de 2012, verificadas pelo Bureau Veritas Japan Co., Ltd.
valor, incluindo aquelas fora das nossas atividades empre-
atividades de pesquisa e desenvolvimento automobilísti-
Centros de Pesquisa e Desenvolvimento no exterior: HonHonda, ao aumentar o escopo de nossa
prestação de
100%
100%
contas a fim de abranger os seguintes itens no RelatóComercializar casas da R&D Americas Inc.
da norma específica.
as emissões diretas e indiretas de energia consumidas, mas
vidades de pesquisa e desenvolvimento.
bientais calculados para o ano fiscal atual para as nossas
as nossas emissões do escopo 3 após a publicação oficial
atividades empresariais no mundo. Isso inclui não apenas
Nota: Os cálculos foram baseados em uma vida útil do produto de 100.000 km.
Expandindo a prestação de contas das atividades ambientais para o mundo
culos e fomos a primeira montadora no mundo2 a divulgar
sões de gás de efeito estufa (GEE) que derivam das suas
0
500
1.000
1.500
2.000
2.500
3.000
Empresas cobertas:
A maioria das subsidiárias consolidadas e empresas afiliadas no Grupo Honda
Nota:
■ Japão ■ América do Norte ■ América do Sul ■ Europa ■ Ásia/Oceania ■ China
• Para informações acerca dos métodos de cálculo do gás de efeito estufa, veja WRI/WBCSD (2004) *
Ano Fiscal Gas Protocol (edição revisada)*
(1.000 m3)
The Greenhouse
• Cálculos baseados principalmente em emissões das fontes estacionárias.
2010
33.800
1.330
34.400
2011
1.240
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Ano 2015:
Ano 2015:
Progressos nos
Progressos nos
Iniciativas gobais
de lixo empresariais, e, com
de domínio das nossasTotal
atividades
sistema ACV específico
26.200 para representar o volume das
26.200
emissões de CO2 associado ao ciclo de vida de um único
Escopo 3, Categoria 11: emissões de GEE do uso dos produtos comercializados
G lo ba l
Análise do Ciclo de Vida no Japão (ACV).
2012 Ele rastreia os
32.100
32.100
No ano fiscal de 2007, introduzimos um novo modelo de
2010
2.770
2012
30.100
25
(1.000 tCO2 equivalente)
Ano Fiscal
2010
2011
Emissões
diretas
Ano Fiscal
1.310
Emissões
Indiretas
1.330
GlobaL
2012
3.000
2011
2.960
2012
34.400
2011
1.240
2.770
2010
(1.000 m3)
33.800
2010
0
2.770
2010
10.000
20.000
30.000
40.000
0
500
1.000
1.500
Consumo de água
2.000
2.500
4
Ano Fiscal
20.000
38.000
2011
20.000
A Honda vem desenvolvendo e implantando diversas tecnologias ambientais e energéticas
a fim10.000
de compartilhar
a30.000
alegria da
0
20.000
40.000
mobilidade com as pessoas do mundo todo. Como uma empresa global, nós nos esforçamos para satisfazer as necessida-
30.000
40.000
2011
■ Japão ■ América do Norte ■ América do Sul ■ Europa ■ Ásia/Oceania ■ China
Ano Fiscal
Painéis de células solares com película fina CIGS
1.280.000
1.210.000
2012
0
300.000
600.000
900.000
1.200.000
Lixo aterrado
Smart e Mix Manager
Monitores domésticos
1.500.000
2011
32.100
26.200
(t)
2010
Lixo aterrado
38.000
2012
■ Japão ■ América do Norte ■ América do Sul ■ Europa ■ Ásia/Oceania ■ China
Ano Fiscal
(t)
2010
Total de lixo
produzido
Iniciativas gobais
Iniciativas globais
Empresas cobertas (Ano Fiscal 2011)
Honda Motor Co. mais 454 subsidiárias e afiliadas
10.000
30.100
2012
motorizada sustentável.
26.200
0
40.000
34.400
des da mobilidade e, ao mesmo tempo, reduzir o impacto ambiental dos nossos produtos, a fim de viabilizar uma sociedade
32.100
2012
30.000
(1.000 m3)
G lo ba l
G lo ba l
Lixo aterrado
30.100
10.000
(t)
2010
34.400
0
3.000
33.800
2011
■ Japão ■ América do Norte ■ América do Sul ■ Europa ■ Ásia/Oceania ■ China
33.800
2012
2.500
Iniciativas ambientais no desenvolvimento do produto
Resíduo gerado, aterrado
(1.000 m3)
2011
2.000
2010
■ Japão ■ América do Norte ■ América do Sul ■ Europa ■ Ásia/Oceania ■ China
2010
1.500
Ano Fiscal
3.000
Ano Fiscal
1.000
■ Japão ■ América do Norte ■ América do Sul ■ Europa ■ Ásia/Oceania ■ China
2.960
2012
3
0
3.000
2011
Emissões
Indiretas
500
30.100
2012
Empresas cobertas (Ano Fiscal 2012):
■ Matérias-primas ■ Produção ■ Uso ■ Vendas/Serviço de Assistência Lixo produzido Honda Motor Co. mais 441 subsidiárias e afiliadas
■ Descarte ■ Transporte
Lixo aterrado Honda Motor Co. mais 458 subsidiárias e afiliadas
(%)
117
Referência
120
Observações:
38.000
2011
32.100
0
Alarme carregador
Unidade doméstica
de bateria
2011
• Quantidades 100
aterradas fora do Japão incluem outros métodos de tratamento do lixo
2012
•80As estatísticas incluem as quantidades de lixo do exterior a75
partir do Ano Fiscal de 2011
69
26.200
0
10.000
20.000
30.000
40
40.000
40.000
1.280.000
1.210.000
2012
Mobilidade eletromotriz
60
30.000
Unidade doméstica
de cogeração com motor a gás
Total de lixo
produzido
100
• As estatísticas para o Japão indicam as quantidades
84 realmente aterradas
10.000
20.000
Sistema
de fornecimento
de água quente
0
300.000
600.000
900.000
1.200.000
1.500.000
20
0
1.280.000
Civic
(2006)
5
CR-V
Freed
Hybrid
N BOX
Fit Shuttle
Hybrid
■ Matérias-primas ■ Produção ■ Uso ■ Vendas/Serviço de Assistência ■ Descarte ■ Transporte
(%)
Referência
120
1.210.000
2012
Dados ambientais para fabricação, por região (Ano Fiscal 2012)
0
300.000
Eletricidade 600.000
(MWh)
900.000
Japão
1.200.000
1.522.000
América do Norte
1.563.000
Energia
■ Matérias-primas
■ Produção ■
Vendas/Serviço
de Assistência Gás natural
Uso ■
(GJ)
4.913.000
93.000
■ Descarte ■ Transporte
(%)
Gás liquefeito de petróleo
(GJ)
63.900
876.500
117
Referência
120
100Diesel
(GJ)
65.090
6.350
100
84
Resíduo
80
60
40
100
China
794.500
562.100
971.000
559.700
28 118.900
na qual as pessoas possam desfrutar a vida, a Honda tem como meta
16.400
fornecer estilos de vida de alta qualidade por meio de aparelhos de
100.000
Super
121.000
Cub 110
450
2.550
3.930
mobilidade eletromotriz e de geração de energia que reduzem as emis-
1.650
77
3.550
0
83
3
23
0
4.050
471.600
285.600
Águas municipais (1,000m3)
3.400
2.500
320
4.400
1.230
93
0
3.280
69
1.660
69 0
(t)
CB400SF
58.900(2005)
■ Descarte ■ Transporte
(%)
Referência
120
NC700X
32.900
Dio110
Benly
76
6
Comercializar casas
e veículos inteligentes
que cortam em
50% as emissões
Impacto ambiental – Honda South America
36
36
Dio110
Benly
40
28
20
0
CB400SF
(2005)
1
2
NC700X
Consumo
de energia
Emissões de gás
de efeito estufa
Ano 2000
100%
Emissões de CO2
3
4
Consumo
de energia
2009
2010
2011
Consumo
indireto
de energia
2009
2010
2011
Emissões
diretas
2009
2010
2011
Emissões
indiretas
2009
2010
2011
Super
Cub 110
direto
Consumo
de água
2009
2010
2011
Resíduo gerado,
depositado em
aterro
2009
2010
2011
2010
2011
Comercializar casas
e veículos inteligentes
que cortam em
50% as emissões
Ano 2015:
50%
Lixo depositado
em aterro
Total waste
generated
Progressos nos
aparelhos domésticos
e veículos
South America
521
502
513
977
1,193
1,219
3
3
3
2
3
1
1,632
1,774
2,078
2,620
1,421
1,742
76,511
72,061
0
Civic
(2006)
Global
Unit
20,700
20,900
Progressos nos
Ano 2015:
19,400
aparelhos domésticos
TJ
50%
e veículos
19,700
21,700
20,300
Desenvolvimento
Tecnológico
131
133
124
1.000 tCO2
equivalentes
277
300
296
33,800
34,400
1.000 m3
30,100
38,000
32,100
26,200
t
1,280,000
1,210,000
CR-V
Freed
Hybrid
N BOX
Fit Shuttle
Hybrid
■ Matérias-primas ■ Produção ■ Uso ■ Vendas/Serviço de Assistência ■ Descarte ■ Transporte
(%)
Mantém a mobilidade em emergências
até
V2V
Referência
120
Home System (HSHS), por meio do qual pretendemos tornar a casa
com autonomia de energia uma realidade ao usar a informação para
Mobility
fornecer calor, eletricidade e sensação de segurança.
Energia
para vocêmas toO HSHS consiste em uma quantidade de unidades distintas,
100
100
76
80
60
Energia para
os outros
40
20
0
CB400SF
(2005)
para o Transporte
uma unidade doméstica de cogeração com motor a gás, um Energia
sistema
100%
69
20
sões de CO2. Tais esforços incluem o desenvolvimento do Honda Smart
talmente integradas, desenvolvidas excepcionalmente pela Honda:
Ano 2000
100
Emissões de CO2
60
A fim de realizar a alegria da mobilidade e uma sociedade sustentável,
1.012.000
20
75
40
8.950
■ Matérias-primas ■ Produção ■ Uso ■ Vendas/Serviço de Assistência 80
Honda Smart Home System (HSHS)
40
28.380
36
84
60
493.100
36
117
80
1.052.000
Nota: GNL não incluído
100
Iniciativas incluídas
150
(t)
Fit Shuttle
Hybrid
51
Ásia/Oceania
100
100
269.100
60
N BOX
514.80076
116.100
80
Águas subterrâneas (1,000m3)
Civic
Freed
CR-V
(2006)
Hybrid3)
Águas das chuvas (1,000m
0
Referência
130.300
100
120
333.300
Volume reciclado
Uso de
resíduo
20
■ Descarte ■ Transporte
América
Europa
(%)do Sul
Resíduo aterrado
75
1
■ Matérias-primas ■ Produção ■ Uso ■ Vendas/Serviço de Assistência 1.500.000
36
36
Salva vidas durante
emergências por meio do
V2H em outros locais
Dio110
Benly
NC700X
28
Super
Cub 110
fotovoltaico, uma unidade doméstica
de bateria
Assegurando
a geração(bateria
e o consumorecarregável),
da energia doméstica
um sistema de fornecimento de água
quente e o Smart e Mix Manager
Salva vidas durante emergências por meio do V2H
por meio do gerenciamento ideal de H2V/V2H
(SeMM) – o aparelho essencial que aplica o melhor controle possível à
eletricidade gerada pelas unidades já mencionadas –, bem como a mo-
bilidade eletromotriz e Internavi LINC. Ao administrar de forma eficaz o
fornecimento e a demanda de energia doméstica, esse sistema abran-
Metas futuras no desenvolvimento do HSHS
gente de gerenciamento de energia reduz as emissões domésticas de
Ano 2000
100%
CO2 e fornece uma provisão de segurança da eletricidade para que a
Comercializar casas
e veículos inteligentes
que cortam em
50% as emissões
casa possa ter autossuficiência em caso de queda de energia.
Corte das emissões de CO2 pela metade até 2015
Por meio do desenvolvimento do HSHS, a Honda pretende apresentar
produtos que cortem as emissões domésticas e veiculares de CO2 em
50% até 2015 (referência: 2000). Em seguida, planejamos melhorar as
nossas tecnologias de geração de energia ao apresentar o combustível
reciclável e melhorar a eficácia dos aparelhos incluídos no HSHS, com
Emissões de CO2
2011
Total de lixo
produzido
Ano 2015:
50%
Progressos nos
aparelhos domésticos
e veículos
Desenvolvimento
Tecnológico
o objetivo de desenvolver tecnologias que eliminem completamente as
emissões domésticas de CO2.
Desenvolvimento
Tecnológico
26
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Relatório Ambiental Honda South America 2012
27
GlobaL
Conclusão das casas de teste na cidade de Saitama
2
Em abril de 2012, a Honda concluiu a construção de duas casas de
Earth Dreams Technology
nicipal. Uma é utilizada como local de showroom e teste de demons-
do veículo, que realça tanto o desempenho da condução quanto a
energia estão sendo coletados para posterior pesquisa. Planejamos
avançadas para prover a alegria da condução exclusiva da Honda. Ao
das para testes de demonstração da comunidade inteligente.
decidimos pela Earth Dreams Technology, que expressa o nosso dese-
como parte do projeto E-KIZUNA organizado pela administração mu-
Earth Dreams Technology é a última geração do sistema Powertrain
tração, e a outra é habitada por uma família, cujos dados do uso da
economia de combustível, desenvolvendo as tecnologias ambientais
construir uma terceira casa no mesmo local, e as três serão conecta-
batizarmos essa tecnologia, procuramos ideias do público e, por fim,
Em colaboração com a cidade de Saitama, designada pelo governo
jo de proteger o ambiente e oferecer a alegria durante a condução.
a fim de tornar o HSHS ainda melhor. Por meio de parcerias com a
Smart e Mix Manager
(parte superior) o componente central do HSHS e
(à direta e à esquerda na
parte inferior) a unidade
doméstica de bateria, a
unidade de cogeração de
gás, e o sistema de fornecimento de água quente
cidade de Saitama e as universidades, esses testes de demonstração
também verificam melhorias na qualidade de vida.
Maior qualidade de vida para as casas já construídas
O objetivo do HSHS é fornecer maior qualidade de vida ao ajustar os
estilos de vida exclusivos de cada família. Por esse motivo, os componentes do HSHS foram desenvolvidos para que também possam
em três anos. A Earth Dreams Technology apresenta as seis tecnologias a seguir:
● Motor a gasolina que realiza o melhor desempenho de condução do mundo e economia de combustível
Ao melhorar a tecnologia VTEC (Variable Valve Timing and Lift Electronic Control System) original da Honda para aprimorar completamente
série de motor que utiliza a nova estrutura de maior expansibilidade.
domésticos em funcionamento.
Utilizamos essa tecnologia em uma ampla gama de motores incluin-
A Honda faz mais do que construir casas. Oferecemos sistemas para
do o 660 cc, 1,5 litro, 1,8 litro, 2,4 litros e 3,5 litros, e conseguimos
Smart e Mix Manager
Monitores
criar novos estilos de vida. Foi essa ambição que nos levou
a domésticos
batizar o
HSHS de “home system ” em vez de “house ”.
O carregador suspenso
mantém as suas mãos
livres
O conceito de “Relé de
energia”
Alarme
carregador da Honda que salva vidas
Unidade doméstica
de bateria
A Honda tem como objetivo fornecer uma sensação de segurança
aos consumidores, ao permitir que eles obtenham sua própria energia
a partir da mobilidade, mesmo em situações de emergências. O HSHS
Mobilidade eletromotriz
a combinação de alto desempenho e economia de combustível ao
Durante uma emergência, a unidade
de cogeração de gás, os painéis
solares e a unidade de bateria
doméstica
geram
fornecem eleSistema
deefornecimento
água quente
tricidade.de
Depois
que suas especificações forem determinadas, esses
domésticade forma
aparelhosUnidade
se conectarão
cogeração
com motor
a gás
contínua de
a todas
as saídas
elétricas
para monitorar e equilibrar o fornecimento e a demanda
acrescentar a tecnologia adequada para cada estrutura.
● Motor a diesel compacto que inclui o bloco1 mais leve do
mundo, com desempenho de aceleração superior da classe1, e
economia de combustível
cilindro nesse motor a diesel 1,6, o mais leve do mundo1 de sua
do um método de quatro etapas conforme a severidade.
categoria. A redução do motor atual de 2,2 litros e a diminuição
Queremos auxiliar os usuários do HSHS para que eles se ajudem uns
extensiva do atrito mecânico em cada seção nos ajudou a obter um
aos outros por meio do chamado “relé de energia”, usando a mobili-
nível de atrito equivalente aos modelos atuais de motores a gasoli-
dade eletromotriz do próprio HSHS. Ele também pode ser usado para
na. Um sistema aperfeiçoado de gerenciamento térmico, resultado
carregar os veículos elétricos, para transportar energia para qualquer
das melhorias do sistema de refrigeração, diminui a produção de
lugar ou fornecer energia para outros veículos, prestando dessa for-
CO2 em mais de 15%2. O uso de um turbo-alimentador de alta efi-
ma os serviços de emergência e socorro.
ciência e a redução do peso na seção deslizante alternativa propor-
Esse tipo de gerenciamento de energia, que aproveita todo o potencial da mobilidade, é algo que somente a Honda pode oferecer. Tam-
O tablet pode ser usado para monitorar a geração e o
consumo de energia
bém reflete um ideal futurista exclusivo da Honda.
ciona um manuseio desportivo e ágil.
Nota 1: Pesquisa interna da Honda (de 30 de novembro de 2011).
Nota 2: Em comparação com outros produtos da Honda.
● Transmissão variável contínua (CVT) que combina a alegria
da condução e a economia de combustível em um nível elevado
Mantém a mobilidade em emergências até V2V
Energia
para você
Transmission ) para serem adotadas em diversos modelos de motoEnergia para
os outros
Energia para o Transporte
Assegurando a geração e o consumo da energia doméstica
por meio do gerenciamento ideal de H2V/V2H
Salva vidas durante emergências por meio do V2H
H2V=Energia é transmitida da casa para o veículo V2H=a energia é transmitida do veículo para a casa V2V=a energia é transmitida do veículo para o veículo
CVT de médio porte
Desenvolvemos três novas estruturas de CVT (Continuously Variable
Mobility
Relatório Ambiental Honda South America 2012
motor a diesel 1,6 L
O aperfeiçoamento da rigidez do motor e da pressão da combustão permitiu uma plataforma aberta de alumínio para o bloco de
promete uma fonte confiável de energia elétrica durante quedas usan-
A caixa inversora transfere a eletricidade do
veículo elétrico para os aparelhos externos
motor a gasolina 2.4 L
a eficiência térmica e redução do atrito, desenvolvemos uma nova
ser instalados nas casas já construídas
e conectados
aospelícula
aparelhos
Painéis
de células solares com
fina CIGS
Relé de energia usando
mobilidade eletromotriz
começar pelo miniveículo N BOX, buscamos obter o máximo da pro-
dução no setor e economia de combustível em cada classe de veículo
para cumprir com as normas estabelecidas por diversas regulações,
durante as emergências
Ao apresentar gradualmente os motores que usam essa tecnologia, a
Iniciativas gobais
Iniciativas globais
Casa de teste de demonstração do HSHS na cidade de Saitama
última geração e de energia inteligente, também estamos trabalhando
G lo ba l
G lo ba l
teste equipadas com o HSHS na cidade de Saitama, implantadas
do Japão como área especial para o desenvolvimento de veículos de
28
Automóveis
res para os veículos mini, compactos e de médio porte. Utilizamos
Salva vidas durante
emergências por meio do
V2H em outros locais
correias reforçadas para implantar uma estrutura para a qual seja
possível ajustar uma ampla variedade de relações. Quantificar o
comportamento do contato entre a correia e a polia e dar mais
tempo para o aperfeiçoamento progressivo da pressão hidráulica
até a polia sob uma variedade de condições de direção contribuí-
ram para melhorar a economia do combustível. Além disso, desejamos estimular a eficiência através da análise repetida da bomba de
Relatório Ambiental Honda South America 2012
29
PDU
GEN
GlobaL
ENG
Embreagem
ligada
óleo eletrônica. Como tecnologia controladora, um novo sistema de
controle coordenado – a marcha padrão G – foi usado para permitir
Perfil de descida da marcha padrão G
Controle independente do torque traseiro
com o SH-AWD Híbrido Esporte eletromotivo
■ Novo CVT ■ CVT Convencional
às necessidades do condutor, contribui para a maior economia de
leração superior.
● Sistema híbrido bimotor que realiza o máximo da eficiência3
■ Novo CVT ■ CVT Convencional
Aceleração
prolongada
uma classificação MPGe1 da Agência de
Ao virar uma esquina, a roda externa cria um
Aceleração
prolongada
Aceleração
mais nítida
(EPA) de ajuste combinado 118, uma
classificação de consumo baixa sem pre-
momento de mudança de direção internamente
no veículo, melhorando de forma significativa
a manobra do veículo
um sistema de direção eficiente como
Torque
positivo
Iniciativas globais
a necessidade crescente para a redução das emissões de CO2 e
rios dos veículos de médio porte. Três modos de condução levam
▲ Pedal de aceleração ATIVADO
Tempo
▲ Pedal de aceleração ATIVADO
Tempo
em conta a eficiência máxima mundial no setor3 – ultrapassando
Aceleração
mais rápida
principalmente os modelos híbridos convencionais –, pois foram
Cidade
para o encaixe de veículos híbridos. Planejamos iniciar a produção
PDU
PDU
ma, começando com o modelo elétrico em 2012 e o modelo híbrido
em 2013.
GEN
Nota 3: Pesquisa interna da Honda (de 30 de novembro de 2011).
PDU
Corpo
da borboleta
modos de
condução
– Esporte, NormalDuto
e de
Econ
(econômico) –, o sistear
ma oferece aos condutores a opção de
escolher entre os estilos de
do motor
traseiro da tampa
condução, que variam do ecológico ao esportivo.
Estrada
Nota 1: Milhas por equivalente de galão de gasolina
(MPGe) são calculadas igualando-se os 33,7 kWh de
eletricidade consumida para um galão de gasolina consumido.
Nota 2: Calculado com base na distância percorrida e
na quantidade de carga necessária após o trajeto. A
classificação do consumo aqui indicada foi determinada usando-se as condições de condução estabelecidas
nos EUA.
MPGe e a série variam de acordo com as condições
de direção, estilo de direção, manutenção do veículo,
idade/estado da bateria, entre outros fatores.
Componentes do sistema do Honda Fit EV
Modo conectado com o motor
PDU
MOT
Propulsão
agem dupla de 7 velocidades, com um motor de alta eficiência de
PDU
PDU
30kW+ integrado e um motor V6 de alta eficiência. O controle de
MOT
GEN
torque do motor independente nas rodas traseiras realiza a mesma
Propulsão
PDU
ENG
GENEmbreagem
recuperado como energia regeneradora e usado como torque posi-
ligada
ENG
-rail inovadora que não é dependente da produção do motor. Esse
Carga normal
Lado do condutor (200 V, 100 V)
Embreagem
ligada
sistema leva a satisfação de dirigir e a responsabilidade ambiental
Nota 4: On the rail: característica de direção na qual o carro segue suavemente na direção
em que os comandos de direção indicam.
Nota 5: pesquisa interna da Honda (de 30 de novembro de 2011).
Nota 6: Cálculo da Honda.
Embreagem
das traseiras combina com um sistema de transmissão da embre-
lindros em linha.
e 210 quilômetros (km)6 (modo JC08). Além disso, ao fornecer os três
ENG
sistema 4WD com dois motores independentes 20kW+ para as ro-
economia de combustível igual ou superior à dos motores de 4 ci-
também alcançamos distâncias de 123 mi6 (modo LA-4: não ajustado)
Propulsão
desligada
tampa do motor
Duto de ar da frente
gética, bem como a bateria de lítio-íon
de
alta potência energética,
da tampa
do motor
MOT
Estrada
conduzir criada por uma aceleração equivalente a motores V8 e da
frontal da tampa
do motor estabelecidas nos EUA. Utilizando essa alta eficiência enerdireção
Ventilador de refrigeração
nho de condução mesmo entre a série Earth Dreams Technology. Um
a um novo nível através da direção avançado, da experiência de
de refrigeração
qualquer veículo elétrico, com 29 quilowatts-hora
por 100 milhas, ou
Entrada de ar
Entrada
de ar dabase nas condições de
118
milhas pelo equivalente do galão
com
Modo conectado com o motor
tivo nas rodas externas, o sistema realizou uma tecnologia on-the-
do motor
desligada
de grande porte, bem como a tecnologia de ponta para o desempe-
devido ao fato de o torque negativo das rodas internas poder ser
da tampa do motor
Guia de
ar da tampa
energética do mundo para
a Honda
alcançou
a mais alta5 eficiência
Tampa do ventilador
MOT
Super Handling All-Wheel Drive, como o melhor sistema para veículos
função on-the-rail 4 que o SH-AWD tipo máquina convencional, e,
Saída de arde
(calorservo
de escape) freio, entre outras tecnologias,
atrito e o sistema elétrico
GENEmbreagem
Desenvolvemos um novo sistema híbrido, o elétrico Sport Hybrid
de 2012.
Graças
ao motor coaxial de alta eficiência, a caixa de câmbio de baixo
Circuito de calor de escape
ENG
● Sistema híbrido SH-AWD elétrico de alta produção e alta
costa leste dos EUA em 2013. No Japão,
Circuito externo de ar Circuito de entrada de ar do motor
Propulsão
em massa dos veículos de médio porte equipados com esse siste-
nia e do Oregon no verão de 2012 e na
● Sistema de direção compacto de alta eficiência para EV
Modo híbrido
PDU
nos estados norte-americanos da Califór-
Dá energia às
rodas externas a
partir das rodas
internas
o modelo será alugado a partir do verão
Cidade
exclusiva, carregador e outras peças que permitem a fácil aplicação
R15
Roda interna
Torque
negativo
Modo híbrido
Modo de operação do sistema híbrido bimotor
alta velocidade. Além disso, o sistema utiliza uma bateria de lítio-íon
ximada de 82 milhas. O veículo elétrico e
a bateria estarão disponíveis para locação
Aceleração
mais rápida
que, além disso, realça o prazer de conduzir entre os proprietá-
ambiental
estrada com variação de condução apro-
Curva acentuada
Desenvolvemos um novo sistema híbrido bimotor que cumpre com
eficiência, que combina melhor dirigibilidade e performance
kWh do Fit EV oferece a potência para
alcançar um EPA combinado em cidade/
motor compacto, em veículos compactos.
rodas estão mecanicamente conectados durante a condução em
esse, a bateria de lítio-íon (Li-ion) 20-
R45
Iniciativas gobais
Aceleração
mais nítida
seu sistema exclusivo IMA (Ajuda Integrada do Motor), um único
da pelo motor e o modo “motor conectado”, em que o motor e as
cedentes de 29 kWh/100 milhas2. Com
Curva média
Roda externa
A Honda se esforçou para popularizar carros híbridos ao utilizar
ambientes urbanos, um modo híbrido que utiliza eletricidade gera-
Proteção Ambiental Norte Americana
R90
torque positivo, enquanto a roda interna
cria um torque negativo, o que causa um
do setor
desenvolvidos diversos ambientes de condução: um modo EV para
apresentado no verão de 2012, recebeu
G lo ba l
G lo ba l
combustível e fornece um caráter de condução esportivo com ace-
Aceleração Aceleração
o controle da polia com alta precisão, que responde rapidamente
O Honda Fit EV, programado para ser
Curva suave
PDU:
MOT:
GEN:
ENG:
Power Drive Unit (Unidade de transmissão mecânica)
Mecanismos
Gerador
Ao virar uma esquina, a roda externa cria um
Engine
(Motor)
torque positivo, enquanto a roda interna
Curva suave
R90
Curva suave
cria um torque negativo, o que causa um
momento de mudança de direção internamente
Ao virar uma esquina, a roda externa cria um
no veículo, melhorando de forma significativa
torque positivo, enquanto a roda interna
a manobra do veículo
cria um torque negativo, o que causa um
momento
Roda
externa
PCU
(Unidade de transmissão mecânica)
Motor
Motor coaxial
R90
Curva média
Freio elétrico turbo
Suspensão multi-link
Para o conforto e estabilidade
da condução
Recarga
rápida
Lado do
passageiro
Bateria de lítio-íon
Bateria de alta potência armazenada sob o assoalho
de mudança de direção internamente
Torque
no veículo,
positivo
melhorando de forma significativa
a manobra do veículo
Curva média
R45
Roda externa
Torque
positivo
30
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Curva
R45 acentuada
Relatório Ambiental Honda South America 2012
31
ENG
ENG
Embreagem
GlobaL
Embreagem
desligada
desligada
Estrada
Estrada
Modo conectado com o motor
3
Motocicletas e scooters
Motor eSP de última geração para scooters compactas
a crescente demanda, estamos trabalhando para fornecer produtos
PDU
MOT
que excedam as expectativas dos compradores em velocidade, acessibilidade e baixas emissões de CO2. Também seremos mais
Dois novos motores ecológicos para o mercado global
PDU
eSP (Smart Power aperfeiçoado) para scooters compactas e o novo
Nota 1: PGM-FI (Sistema programado de injeção de combustível) é uma marca registrada
da Honda.
G lo ba l
4
Power aperfeiçoado)
O nosso motor global recentemente desenvolvido para scooters
Curva suave
Ao virar uma esquina, a roda externa cria um
R90
cria um torque negativo, o que causa um
momento de mudança de direção internamente
marítimo no mundo de indução
direta de ar de circuito duplo do tipo
Planejamos usar o motor no Click 125i (Tailândia, janeiro de 2012), Vá-
no veículo, melhorando de forma significativa
para a popa em produção, permitido que o BF250 execute um alto
a manobra do veículo
rio Techno125 (Indonésia, março de 2012), PCX (125 cc) e PCX 150
Modelos equipados com eSP:
(Japão, junho de 2012) e em outras scooters produzidas no mundo.
Click 125i (parte superior à esquerda)
Vario Techno 125 (parte superior à direita)
PCX (parte de baixo)
● Novo motor 700-cc para motocicletas de médio porte
Nosso novo motor de 700-cc para motocicletas de médio porte é um
motor para motocicletas de 2 cilindradas em linha (OHC) de eixo de
O ajuste de circuito da entrada de ar e de circuito de calor do esca-
enviado em seguida para o motor. No circuito do calor de escape, o
negativo
motores convencionais para as motocicletas da mesma classe.
R45
Curva acentuada
Curva acentuada
de entrada puxa o ar para fora da entrada de ar na parte superior
Roda interna
localizado na tampa do motor, onde a umidade é retirada,
e sendo
Torque
combustível foi melhorada em mais de 40% em comparação com os
Torque
positivo
R45
pamento – de forma independente do sistema de indução direta do
da tampa do motor, enviando-o através de um circuito configurado,
comparação com as motos esportivas convencionais. A economia de
Curva média
a manobra do veículo
Roda externa
de ar, o que é essencial para melhorar a energia do motor. O circuito
Novo motor de 700-cc para motocicletas de médio porte
no veículo, melhorando de forma significativa
Roda externa
ar de circuito duplo – nos permitiu reduzir a temperatura da entrada
comando de válvulas suspenso de quatro tempos com resfriamento
momento de mudança de direção internamente
Curva média
desempenho, com o sistema de controle de ajuste de queima de comTorque durante a navegação.2
bustível LBC (Lean Burn Control),
positivo
R90
torque positivo, enquanto a roda interna
1 sistema
Electronic Control®) recentemente
desenvolvido,
ocausa
primeiro
cria um
torque negativo, o e
que
um
borracha altamente elástica.
R15
Dá energia às
rodas externas a
partir das rodas
internas
R15
Roda interna
Torque
negativo
Dá energia às
rodas externas a
partir das rodas
internas
ar retirado da parte frontal da tampa do motor circula e refrigera os
Os modelos equipados com o novo motor já foram lançados. O primei-
componentes críticos do motor e o gerador de corrente alternada, e
ro foi o NC700X, lançado na Europa em novembro de 2011. O novo
então é removido por um Circuito
ventiladorexterno
de refrigeração
montado
de ar Circuito
de entrada dena
ar doparmotor
motor foi usado desde então em outros dois modelos, o INTEGRA e o
Circuito de calor de escape
te superior. Esse sistema oferece
ar mais frio e mais denso de melhor
Saída de ar (calor de escape)
NC700S, que já foram lançados no Japão. O motor está previsto para
da tampa do motor
combustão do que os sistemas de indução convencionais.
Tampa do ventilador
Além disso, o uso do sistema de injeção de combustível programada
de refrigeração
do mundo todo.
PGM-FI3 (Programmed Fuel Injection), equipado com sensor de oxiEntrada de ar
frontal da tampa
do motor
Entrada de ar da
tampa do motor
gênio (O2), possibilitou o sistema de controle de ajuste de queima
de
Todas as motocicletas feitas na Indonésia apresentarão o PGM-FI
combustível LBC (Lean Burn Control), durante
a de
navegação,
a
ofereDuto
de ar da frente
Ventilador
refrigeração
A Honda divulgou que irá instalar seu sistema de injeção eletrônica de
cer a melhor economia de combustível na categoria.
combustível ambientalmente responsável, o sistema PGM-FI, em todos
O sistema de indução direta de ar de circuito duplo
Circuito externo de ar Circuito de entrada de ar do motor
Circuito de calor de escape
Saída de ar (calor de escape)
Guia de ar da tampa
do motor
o aumento gradual de novos modelos desenvolvidos e nos mercados
Guia de ar da tampa
do motor
da tampa do motor
Tampa do ventilador
de refrigeração
Entrada de ar
frontal da tampa
do motor
Entrada de ar da
tampa do motor
Ventilador de refrigeração
da tampa do motor
Duto de ar da frente
da tampa do motor
Quanto à emissão dos gases de escapamento, o BF250 está em con-
os modelos de motocicletas produzidos na Indonésia no final de 2013,
formidade com as últimas regulações (Ano Fiscal de 2010) da agência
à frente das novas regulações sobre emissões fixadas para entrar em
Corpo da borboleta
de proteção ambiental americana (EPA), as normas de 3 estrelas
traseiro da
da tampa
vigor na Indonésia no ano de 2013. O PGM-FI usa o controle eletrônico
Duto de ar
California Air Resources Board (CARB) e outras regulamentações,
do motor
para assegurar que a quantidade ideal de combustível seja injetada de
Modelos equipados com o
novo motor de 700-cc:
limpas, e também obtendo excelente desempenho de energia e econo-
NC700X (parte superior à esquerda)
INTEGRA (parte superior à direita)
NC700S (parte de baixo)
forma consistente, tornando as emissões de gás de escapamento mais
mia de combustível.
Em novembro de 2011, na primeira etapa da instalação do PGM-FI
Corpo da borboleta
Duto de ar
traseiro da tampa
do motor
assegurando sua conformidade em diversos países. A Associação
Norte-Americana de Fabricantes Marítimos (NMMA) indicou o motor
de popa BF250 mais recente da Honda como o vencedor do prêmio
de inovação IBEX de 2011 para a tecnologia de motor de popa e apresentou o prêmio na International Boat Builder’s Exhibition and Confe-
Scooters fabricadas na Indonésia equipadas com PGM-FI
-In Club. Ambos foram bem recebidos por muitos compradores da
rence (IBEX) no Kentucky Exposition Center, em Louisville, Kentucky,
em 17 de outubro de 2011. O prêmio de inovação IBEX é a mais alta
Logotipo do vencedor do Prêmio de Inovação IBEX 2011
honra da indústria para progressos inovadores e tecnológicos. A ava-
Indonésia devido ao espaço integrado para guardar o capacete, uma
liação baseou-se em rigorosas vistorias por uma comissão julgadora
característica pouco comum das scooters na Indonésia. A Honda co-
da Boating Writers International (BWI), uma organização internacional
meçou a produção de motocicletas na Indonésia em 1971, com a pro-
de jornalistas marítimos. O prêmio apresentado ao Honda BF250 mos-
dução crescente ultrapassando o marco de 30 milhões de unidades em
tra que o primeiro sistema marítimo do mundo de indução direta de
março de 2011. O mercado de motocicletas em rápido crescimento na
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Curva suave
ar de circuito duplo para motor de popa foi reconhecido como uma
Supra X 125 Helm-In
Spacy Helm-In
Iniciativas gobais
Iniciativas globais
Ao virar uma esquina, a roda externa cria um
do o motor de 3,6 litros V-6 VTEC®
(Variable Valve Timing and Lift
torque positivo, enquanto a roda interna
e a correia recentemente desenvolvida feita de
te ano, estabelecendo um novo recorde. Para continuar a cumprir com
Motor de popa de quatro tempos BF250
no BF225 (225 HP), incorpora diversas tecnologias de ponta, incluin-
tamanho menor e mais leve, um sistema PGM-FI (Injeção programa-
Indonésia tem previsão para ultrapassar os 8 milhões de unidades nes-
ligada
da categoria e excelente desempenho de potência. O BF250, baseado
superior (125 cc) graças ao motor meticulosamente reprojetado,
PGM-FI da scooter Spacy Helm-In e do modelo tipo Supra X 125 Helm-
Embreagem
ligada
do em outubro de 2011, ostenta a melhor economia de combustível
nais para scooters compactas. Tem economia de combustível 25%
em todos os modelos, a Honda apresentou as versões equipadas com
Produtos de força
O motor de popa de quatro tempos BF250 (250 HP) da Honda, lança-
senta mais eficácia de combustível do que os motores convencio-
ser mais fácil, prazeroso de pilotar e confortável para o uso diário em
ENG
Embreagem
Motor de popa de quatro tempos BF250
compactas, eSP, é mais silencioso, tem maior durabilidade e apre-
líquido, que foi projetado com base em um novo conceito procurando
GEN
ENG
● Motor eSP de última geração para scooter compacta (Smart
da de
Propulsão
PDU
mente nas áreas de segurança no GEN
trânsito e proteção ambiental.
motor de 700-cc para veículos de médio porte.
MOT
G lo ba l
para o cumprimento das nossas responsabilidades sociais, especial-
combustível)1
PDU
Propulsão
proativos
Em setembro de 2011, a Honda divulgou o desenvolvimento de dois
novos motores visando ao mercado global: o motor de última geração
32
Modo conectado com o motor
tecnologia inovadora.
Nota 1: Pesquisa interna da Honda (de 31 de outubro de 2011).
Nota 2: Faz referência ao alcance da velocidade da navegação onde a rotação é conserva
da em 50-80% de plena aceleração.
Nota 3: PGM-FI (Programmed Fuel Injection System) é uma marca registrada da Honda.
Relatório Ambiental Honda South America 2012
33
GlobaL
Temas ambientais regionais
G lo ba l
G lo ba l
América do Norte
Novo sistema hidrelétrico desenvolvido na unidade de Marysville, Ohio
A subsidiária de vendas norte-americana da Honda, American Honda Motor Co., Inc., lançou
o programa Green Dealer para 1.300 revendedores Honda e Acura nos EUA. O programa
tem três níveis de desempenho (prata, ouro e platina) e reconhece a excelência com um
prêmio de liderança ambiental. O nível prata é obtido através do corte total do consumo de
energia em 10%. O ouro é para as revendedoras que fazem melhorias progressivas acima
do nível prata, e o nível platina é para as revendedoras que também obtiveram a certificação
de construção LEED. No final de março de 2012, dez revendedoras obtiveram a certificação
e 18 se inscreveram no programa. Mais de outras 200 revendedoras deram início voluntariamente às iniciativas para reduzir os impactos ambientais.
A maior unidade da Honda de produção de automóveis na América do Norte, a Marysville
Auto Plant, em Ohio, implantou um sistema hidrelétrico para gerar eletricidade complementar
na unidade. A água da refrigeração do ar comprimido que cai 10 metros por um tubo da torre
de refrigeração da cumeeira em um reservatório subterrâneo é usada para acionar o gerador.
A equipe de desenvolvimento também criou um sistema de monitoração de rede em tempo
real para o equipamento. O novo sistema micro-hidrelétrico gera normalmente 5,5 quilowatts,
reduzindo as emissões de CO2 em 35 toneladas métricas por ano. O sistema vem sendo estudado para implantação em outras unidades na América do Norte e no mundo todo.
logotipos do programa de liderança
ambiental da Honda e Acura
Iniciativas gobais
Iniciativas globais
A American Honda Motor Co., Inc. lança o programa Green Dealer
Sistema hidrelétrico implantado recentemente
*Leadership in Energy and Environmental Design
Europa
A unidade de Swindon, no Reino Unido, trata da conservação da energia em
O EcoPower 1.0 ganha o prêmio alemão de sustentabilidade
três etapas
A Honda Deutschland GmbH recebeu o prêmio alemão de sustentabilidade em 2011, dado
às companhias de modelos, produtos e marcas que ajudam a cultivar a consciência dos
princípios do desenvolvimento sustentável, para o EcoPower 1.0, um sistema doméstico
de cogeração desenvolvido em conjunto com a Vaillant, fabricante alemã de produtos para
aquecimento, refrigeração e água quente.
No núcleo do sistema, a unidade do motor abastecida pela Honda usa tecnologia de ligação
de expansão prolongada (EXlink) para impulsionar a eficiência total da unidade para 92%. O
prêmio ajudou a cultivar o valor do EcoPower 1.0 como um produto sustentável e um serviço com desempenhos econômico e ambiental excepcionais.
A Honda do Reino Unido, UK Manufacturing (HUM), uma fábrica de produção de carros
totalmente integrada em Swindon, trata da conservação da energia em três etapas: consciência, eficiência e inovação. Na primeira etapa, a consciência é cultivada entre todos os
colaboradores, e as novas ideias são compartilhadas nas reuniões sobre energia. A segunda
etapa é a consideração de quando e como implantar as ideias. E a terceira etapa é a busca
de novas abordagens inovadoras.
Tais iniciativas provaram ser bem-sucedidas de diversas formas, incluindo a substituição da
iluminação por um equipamento mais eficiente, a melhoria do controle dos compressores de
ar e a instalação de aparelhos com velocidade variável em grandes motores de ventiladores.
Exemplo: aparelho com velocidade
variável instalado em um grande motor
de ventilador
Sistema doméstico de cogeração EcoPower 1.0
Ásia/Oceania
Sistemas de cogeração e geração de energia a gás natural apresentados nas
Usando a compostagem com minhocas para eliminar resíduos nas Filipinas
fábricas da Índia
A Honda Cars Philippines Inc. (HCPI), empresa fabricante e de vendas de veículos Honda nas
Filipinas, construiu unidades de compostagem com minhocas em abril de 2011, para processar lixo verde dos jardins da fábrica. Com uma capacidade de 10 metros cúbicos, inclui um
aparelho de abastecimento de água para controlar a umidade e um picador para transformar o lixo em pedaços menores e criar o composto da melhor forma. As minhocas gigantes
africanas (minhocas da espécie Eudrilus eugeniae ) são usadas para acelerar ainda mais o
processo de compostagem. O composto produzido na unidade é usado como fertilizante
orgânico para as plantações nas instalações internas e também para o plantio de árvores e
outras atividades de responsabilidade social corporativa fora da fábrica. A empresa espera
que essas instalações a ajudem a enviar cada vez menos resíduos para aterros.
A Honda Siel Power Products (HSPP) fabrica e vende produtos de força na Índia. Para prevenir
oscilações no volume da produção devido às quedas repentinas da energia das fontes de eletricidade comerciais e para combater a disparada dos preços do combustível para eletricidade
de reserva, a empresa apresentou os sistemas de cogeração de alto desempenho que operam
com gastos e desempenho ambiental semelhantes aos geradores de energia de gás natural.
Essa estratégia ajudou a estabilizar a produção diária e reduzir as emissões de CO2 por unidade durante a fabricação em 30%.
O calor excedente dos sistemas de cogeração também é usado em caldeiras do equipamento
de revestimento, posteriormente reduzindo os gastos com energia. A empresa está estudando
agora como utilizar os 20% restante do calor residual para os sistemas de ar condicionado.
34
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Sistemas de cogeração e geração de
energia a gás natural apresentados
recentemente
instalações de compostagem de minhocas
Relatório Ambiental Honda South America 2012
35
GlobaL
Honda
South America
Atividades Comerciais da Honda
China
A fábrica ambiental de última geração foi concluída
G lo ba l
Desenvolvimento do produto
Na Honda, estamos progredindo na redução dos impactos ambientais causados
pelo uso do produto, a etapa mais importante nos ciclos de vida dos veículos e
produtos de força. Aprimoramos as tecnologias ao definir as metas voluntárias
para diversos objetivos de desenvolvimento, como melhor eficiência dos combustíveis (menor emissão de CO2), emissões mais limpas e o uso crescente de
energias alternativas, assim como procuramos criar melhores relacionamentos
Iniciativas globais
entre as pessoas, os nossos produtos e o planeta Terra.
Ilustração em 3D da nova planta
Implantação do seminário de explicação das normas básicas sobre o cálculo do gás de efeito estufa para os parceiros comerciais
Tecnologia voltada ao meio ambiente
No dia 16 de fevereiro de 2012 mais de 300 parceiros comerciais compareceram no seminário organizado pela Guangqi Honda Automobile Co. (GHAC), uma joint venture de fabricação e
vendas de veículos da Honda na cidade de Guangzhou, sobre as normas básicas para o cálculo das emissões de gás de efeito estufa. Os participantes ouviram explicações sobre as atuais
emissões globais do gás de efeito estufa, o conceito da Honda Triple Zero sobre o gerenciamento da eficiência energética nos ciclos de vida do produto, a Visão 2020 da Honda, e muito
mais. Eles também aprenderam sobre o desejo de a Honda obter o status de líder ambiental
através da colaboração com os parceiros comerciais. O seminário ajudou ainda mais a compreensão deles sobre a importância da conservação da energia e os esforços para reduzir as
emissões de CO2.
gias aplicadas nos automóveis, motocicletas e produtos de força, juntamente com a energia gerada por painéis solares, são
A Honda está envolvida em inúmeras atividades com o objetivo de auxiliar na redução da emissão de carbono. As tecnolo-
práticas que já trazem resultados. Esses recursos conduzem nossas pesquisas para desenvolvermos novas alternativas, a
fim de oferecer mais mobilidade no futuro e, consequentemente, melhor qualidade de vida, proporcionando uma contribuição significativa para a sociedade.
Seminário para os parceiros comerciais
Controle de emissões atmosféricas de motocicletas
As emissões atmosféricas das motocicletas Honda situam-se abaixo dos níveis de referência do Programa de Controle da
Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares (Promot), no Brasil. Para averiguar esses índices, a fábrica de motocicleta em Manaus (AM) foi a primeira da América Latina a ter um Laboratório de Medição e Análise de Gases, aferindo os volumes de poluentes (abaixo, veja a comparação desses resultados com as metas do Promot).
CO
monóxido de carbono
Japão
A instalação dos prédios do sistema de estacionamento de intercâmbio foi concluída em
28 de março de 2012, na estação JR Kagohara, em Kumagawa, Prefeitura de Saitama, nas
proximidades de Tóquio. Os prédios serão operados em conjunto pela Honda e a Prefeitura
de Saitama. Com os sistemas de estacionamento de intercâmbio, as pessoas podem chegar de carro até a estação de trem ou metrô mais próxima, estacionar e em seguida pegar
o trem, metrô ou ônibus. O governo de Saitama está conduzindo um ensaio em conjunto
com a Honda para aprender mais a respeito do uso efetivo dos veículos de última geração e promover a revitalização industrial na região. A Honda fornece os veículos elétricos
(EV) e veículos elétricos híbridos de encaixe (PHEV). Os prédios do estacionamento foram
construídos utilizando painéis de energia solar feitos pela Honda Soltec, uma subsidiária da
Honda que fabrica e vende módulos solares.
36
Relatório Ambiental Honda South America 2012
% abaixo
do limite
emissões
g/km
limite
% abaixo
do limite
emissões
g/km
limite
% abaixo
do limite
POP 100
0,434
2
78,3%
0,198
0,8
75,3%
0,038
0,15
74,7%
LEAD 110
0,953
2
52,4%
0,264
0,8
67,0%
0,067
0,15
55,3%
100% gasolina
0,370
2
81,5%
0,104
0,8
87,0%
0,083
0,15
44,7%
100% etanol
0,657
2
67,2%
0,188
0,8
76,5%
0,063
0,15
58,0%
0,609
2
69,6%
0,268
0,8
66,5%
0,044
0,15
70,7%
100% gasolina
1,038
2
48,1%
0,160
0,8
80,0%
0,051
0,15
66,0%
100% etanol
0,796
2
60,2%
0,147
0,8
81,6%
0,042
0,15
72,0%
CG 125 FAN/Cargo
CG 150 FAN
CG 150 TITAN
NXR 150 BROS
Início do ensaio do estacionamento de intercâmbio (park and ride ) Honda
EV e PHEV
Veículo elétrico híbrido de encaixe
(PHEV) baseado no Inspire
NOx
óxido de nitrogênio
limite
BIZ 125
Cerimônia de premiação do relatório
ambiental
HC
hidrocarboneto
emissões
g/km
MODELO
O Relatório Ambiental anual de 2011 conquista o prêmio de excelência no
Green Reporting Awards
Nas cerimônias do 15º evento anual do Green Reporting Awards e do Sustainability Reporting
Awards, realizadas em conjunto pela Tokyo Kezai Inc. e pelo Green Reporting Forum, o Relatório Ambiental anual da Honda de 2011 foi escolhido para receber um prêmio de excelência
entre 78 inscrições. O prêmio foi entregue pela abordagem da Honda ao publicar as metas de
redução de emissão de CO2 para cada produto, pelo enfoque internacional do relatório e pela
excelência de modo geral. Este foi o sexto ano consecutivo que a Honda foi premiada pelo relatório ambiental.
Iniciativas na América do Sul
Em 28 de outubro de 2011, aproximadamente 300 pessoas compareceram na cerimônia
de conclusão da execução da fábrica de produtos de força, construída pela joint venture
de fabricação Jialing-Honda Motors (JLH). A nova fábrica reúne os sistemas de energia
solar e de reciclagem das águas da chuva/residuais para criar uma unidade ecológica e
de última geração, com uma capacidade de produção de 900.000 unidades até o final de
2011. A fábrica é expansível a uma produção anual de 2 milhões de unidades para os mercados chinês e mundial e será capaz de oferecer produtos cada vez mais inovadores com
desempenho ambiental excelente.
Honda South America
Aperfeiçoando a tecnologia para a próxima geração
100% gasolina
1,038
2
48,1%
0,160
0,8
80,0%
0,051
0,15
66,0%
100% etanol
0,796
2
60,2%
0,147
0,8
81,6%
0,042
0,15
72,0%
100% gasolina
0,843
2
57,9%
0,149
0,8
81,4%
0,038
0,15
74,7%
100% etanol
0,470
2
76,5%
0,135
0,8
83,1%
0,014
0,15
90,7%
CB 300 R
1,067
2
46,7%
0,115
0,3
61,7%
0,104
0,15
30,7%
XRE 300
1,255
2
37,3%
0,173
0,3
42,3%
0,107
0,15
28,7%
CB 600 F HORNET
0,553
2
72,4%
0,238
0,3
20,7%
0,107
0,15
28,7%
CBR 600 F
0,660
2
67,0%
0,234
0,3
22,0%
0,104
0,15
30,7%
CBR 600 RR
0,716
2
64,2%
0,237
0,3
21,0%
0,085
0,15
43,3%
XL 700 V TRANSALP
1,047
2
47,7%
0,178
0,3
40,7%
0,068
0,15
54,7%
SHADOW 750
1,280
2
36,0%
0,114
0,3
62,0%
0,120
0,15
20,0%
CB 1000 R
0,648
2
67,6%
0,153
0,3
49,0%
0,073
0,15
51,3%
CBR 1000 RR
0,733
2
63,4%
0,252
0,3
16,0%
0,081
0,15
46,0%
VRF 1200 F
0,974
2
51,3%
0,223
0,3
25,7%
0,065
0,15
56,7%
GL 1800 GOLD WING
0,877
2
56,2%
0,171
0,3
43,0%
0,060
0,15
60,0%
Relatório Ambiental Honda South America 2012
37
Desenvolvimento do Produto
Atividades Comerciais da Honda
Compras
te, todos os modelos produzidos no Brasil para o merca-
com qualquer combinação entre os dois combustíveis,
Em outubro de 2012, a Honda anunciou que iria aperfei-
Muitas peças que compõem os produtos da Honda são adquiridas de fornece-
tanto para motocicletas como para automóveis, com o
nossos produtos, precisamos trabalhar em conjunto com nossos fornecedores
Dentre os automóveis, o “Civic 2.0” será lançado com o sis-
mos as Instruções de Compra Ecológica da Honda para nos orientarmos sobre
o novo sistema, ao acionar o botão no controle da chave
fornecedores, nós nos esforçaremos para reduzir os impactos ambientais no ci-
mesmo que seja 100% etanol ou 100% gasolina). Na
fábrica de Manaus (AM), mais de 60% das motocicletas produzidas são dotadas do sistema FFV (flex fuel
vehicles ), desenvolvido pela empresa especialmente
para o Brasil. A CG 150 Titan foi a primeira, seguida por
Iniciativas na América do Sul
outros modelos que também circulam com etanol ou gasolina: NXR 150 Bros, CG 150 Fan e Biz 125. A base da
tecnologia está no inovador sistema de injeção eletrônica
PGMFi, desenvolvido pela Honda. Nele, o sensor de oxigênio identifica a quantidade de O2 emitida após a combus-
tão, o que permite ao módulo ECM (cérebro eletrônico do
sistema) ajustar perfeitamente o tempo de injeção e ignição, de acordo com a quantidade de etanol presente na
mistura do combustível, pois, quanto maior a quantidade
de etanol, maior a emissão de O2.
Anteriormente às motocicletas, a Honda começou a lançar modelos de automóveis FFV em 2006, considerando
a popularidade do bicombustível no Brasil. O primeiro
modelo foi o Civic, seguido pelo Fit e pelo City. Atualmen-
do brasileiro são FFV.
çoar ainda mais sua tecnologia no sistema bicombustível,
dores. Para reduzir os impactos ambientais em cada etapa nos ciclos de vida dos
conceito “Honda Flex One Technology”.
na área de compras, responsável pela aquisição das peças e dos materiais. Cria-
tema FFV, que dispensa o subtanque de partida a frio. Com
essa iniciativa e, ao compartilhar e colocar em prática essas instruções com os
que destrava as portas, um conjunto de aquecedores entra
clo de vida de cada produto.
temperatura, principalmente do etanol, ideal para compor
Iniciativas com fornecedores
em ação diretamente na linha de combustível, tornando a
uma mistura ar/combustível pronta para entrar em combustão imediata. O resultado é uma partida rápida e segura, mesmo em situação de baixa temperatura. Também
graças ao sistema, os consumidores não precisam se preocupar em colocar gasolina no subtanque. A Honda também
lançará o “CR-V Flex” em 2013, com esse mesmo sistema.
A nova tecnologia faz parte do conceito Honda Flex One,
que representa o empenho da Honda em inovação para
mobilidade sustentável, aliando alta performance e baixa
emissão de poluentes em todos os produtos
Iniciativas na América do Sul
A Honda é a primeira empresa a produzir motocicletas
com motores bicombustível (mistura de etanol e gasolina
Honda South America
Honda South America
Veículos bicombustíveis no Brasil: “Honda Flex One Technology”
Desenvolvendo peças e materiais mais ecológicos
Esse gerenciamento ambiental, inicialmente aplicado somente entre os fornecedores
do Japão, desde 2011 vem sendo estendido a todos os fornecedores da Honda no
mundo. No início de 2012, foi realizado um treinamento, no Japão, para as unidades
da empresa do mundo todo sobre como orientar os fornecedores quanto ao Pro-
grama GHG Protocol, que proporciona instrumentos e padrões de qualidade internacional e avalia os resultados da emissão de gases de efeito estufa.
No âmbito da Honda South America, um workshop de orientação aconteceu em
abril de 2012, para os fornecedores da Honda Automóveis do Brasil e da Moto Hon-
da da Amazônia. Já foram iniciadas as coletas das informações sobre emissão de
GEE pelos fornecedores.
Função ECON
O Honda Civic também retrata o compromisso da marca
com o meio ambiente. O Civic 2012 vem equipado com o
botão ECON, que ativa e desativa a função de assistência
à condução econômica. Ao acionar o botão, a mensagem
“ECON ligado” é mostrada no painel i-MID e diversos sistemas do veículo têm seus funcionamentos alterados para
privilegiar o baixo consumo de combustível, como controle
eletrônico da injeção – ETCS (Electronic Throttle Control
System) –, ar condicionado e piloto automático, sem perda
de potência. Para quem aprecia a condução mais esportiva, basta desativar a função.
Quando o condutor solicita o máximo de desempenho por
meio do pedal do acelerador (pisa fundo), o sistema, que
tem acelerador eletrônico, atende imediatamente. Com a
função ECON ativada, há um controle na abertura da borboleta de aceleração e, consequentemente, na resposta à
solicitação, tornando o veículo mais econômico. O veículo
vai atingir a velocidade desejada, porém em um tempo
um pouco maior.
Em ajuste automático, o sistema de ar condicionado muda
38
Relatório Ambiental Honda South America 2012
a proporção de ar externo e recirculado de acordo com a
situação. Quando a função ECON está ativada, 70% do ar
tem origem na recirculação para reduzir a carga do sistema. A função ECON também reduz a velocidade do ventilador, diminuindo a demanda elétrica.
A função ECON também interfere no funcionamento do
piloto automático, limitando a aceleração para atingir a velocidade programada no caso de retomada de velocidade.
Dessa forma, o veículo chega à velocidade desejada de
forma mais suave. Essa limitação da aceleração visa eco-
nomizar combustível e pode causar variações da velocidade em aclives.
Para auxiliar o motorista a economizar durante a condução,
um medidor de consumo instantâneo de combustível foi
adicionado ao lado direito do velocímetro, e para visualizar
a eficiência no consumo de combustível foram criadas barras laterais ao velocímetro digital, que alteram suas cores
à medida que o veículo é conduzido. A coloração varia do
azul intenso, passando por uma tonalidade turquesa, até
ficar verde, que indica a condução mais econômica.
Relatório Ambiental Honda South America 2012
39
Tornando os colaboradores das fábricas favoráveis e ambientalmente responsáveis
Honda South America
Honda South America
Atividades Comerciais da Honda
Produção
Como fabricante, a Honda reúne energia e recursos, convertendo-os em produtos
através de diversos processos. Nós nos esforçamos para reduzir os impactos no
prometemos em aprimorar a qualidade ambiental local, em colaboração com as co-
Eficiência energética
desejando fabricar produtos com a menor pegada ambiental.
Iluminação/Telhas
meio ambiente mundial, em todas as áreas dessas atividades. Também nos communidades próximas de nossas operações, e seguimos os planos do Green Factory
A Honda dedica grande atenção ao seu processo produtivo, com foco em ações voltadas para a redução do impacto
ambiental que as atividades possam causar. Essa valorização ao meio ambiente tem nome: Green Factory, ou fábrica
ecológica, um conceito mundial da Honda que as fábricas de motocicletas em Manaus (AM) e de automóveis em
Sumaré (SP) aplicam. A seguir, saiba como é esse trabalho e suas principais políticas sustentáveis, que abrangem
redução de emissões atmosféricas, eficiência energética, gerenciamento de resíduos e uso racional da água.
Redução de emissões atmosféricas
Energia
Elétrica
desl
ig.
Reservas Ambientais
A Honda mantém uma reserva ambiental em Rio Preto da Eva (AM),
que preserva 674 hectares de mata nativa e 313 hectares de árvores derivadas de reflorestamento, especialmente algumas espécies
ameaçadas de extinção. A empresa também possui a Reserva Particular do Patrimônio Natural localizada no Igarapé do Mindú, em Manaus
(AM), com 16,4 hectares, que compõe o chamado Corredor Ecológico
Urbano do Mindú.
Totalizando 993,4 hectares, as reservas ambientais tiveram capacidade de
carboneutralizar o equivalente ao dobro do que foi emitido pela fábrica de
motocicletas, em 2011, conforme abaixo:
50.780 – 22.546 = 28.234
toneladas
Capacidade
de absorção
de CO2 das
reservas
toneladas
Emissão de CO2
na fábrica de
motocicletas
Gerenciamento de resíduos
Os resíduos gerados nos processos produtivos das fábricas de motocicletas e de automóveis
passam por classificação e separação, e depois são destinados para o aproveitamento adequado. A areia de fundição, o alumínio fundido, os plásticos ABS e o polipropileno contam com
100% de reaproveitamento na fábrica em Manaus (AM). A borra de tinta gerada na pintura de
peças plásticas se transforma em tinta de segunda linha, preparada por empresas locais, que
é utilizada para pintar barcos, balsas, portões e cercas.
Manaus
40
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Sumaré
toneladas
Saldo positivo
para o meio
ambiente e
a sociedade
Reciclagem de alumínio e aço na fábrica de
Manaus (AM), em 2011
20.857 toneladas de alumínio recicladas
17.178 toneladas de aço recicladas
347.214 toneladas de CO2 deixaram de ser emitidas
Reserva ambiental em Rio Preto da Eva (AM)
Consumo de eletricidade
A fábrica de motocicletas implantou um sistema
responsável pela refrigeração dos equipamentos e
pela climatização do processo produtivo que reduziu o
consumo de eletricidade em 46%, em 2011. A planta
também promove um “apagão” mensal, em que durante
um domingo por mês todas as luzes e equipamentos
considerados não fundamentais são desligados a fim de
poupar energia. Um grupo de colaboradores realiza a
verificação, durante os outros fins de semana, se não
há luzes ou equipamentos ligados desnecessariamente.
A fábrica de automóveis em Sumaré tem uma ação parecida, na qual um mutirão de colaboradores verifica se
todos os equipamentos e as luzes que não são considerados essenciais estão desligados aos fins de semana.
Pintura
Modernos sistemas de pintura eletroestática (uso de força magnética que
atrai a tinta para o material a ser pintado) em peças plásticas, nas fábricas de
motocicletas e de automóveis, reduzem a emissão de Compostos Orgânicos
Voláteis (VOC) no ar. A chamada pintura eletroestática resulta em menor perda
de tinta (nesse processo, 90% do material é aproveitado, enquanto em outros
métodos esse índice é de 50%). A planta de Manaus (AM) conta com
um sistema de pintura dos chassis das motocicletas à base de pó.
Em Sumaré, o solvente utilizado nas pistolas de pintura também recebe atenção especial, pois é coletado e enviado para o fornecedor reaproveitá-lo,
evitando o descarte na natureza.
Iniciativas na América do Sul
Iniciativas na América do Sul
Green Factory
Nas fábricas de automóveis e de motocicletas, os telhados contam com coberturas especiais de telhas translúcidas e prismadas, que refletem a luz do dia e reduzem
o uso de energia elétrica. Essas unidades fabris também
passam por um processo de substituição das lâmpadas
fluorescentes por modelos mais econômicos, que oferecem maior luminosidade e consomem menos energia elétrica. Em Manaus, as lâmpadas descartadas são
enviadas para uma empresa especializada e certificada
em reciclagem e gradualmente são instaladas luminárias
mais eficientes.
Reciclagem de alumínio e aço na fábrica de
Sumaré (SP), em 2011
1.471 toneladas de alumínio recicladas
7.717 toneladas de aço recicladas
19.750 toneladas de CO2 deixaram de ser emitidas
Relatório Ambiental Honda South America 2012
41
Produção
Honda South America
Honda South America
Green Factory
Uso racional da água
As unidades fabris da Honda no Brasil promovem o reaproveitamento e o tratamento da água usada e dos efluentes
gerados em seu processo produtivo e nas demais instalações. Após isso, a água é devolvida ao meio ambiente em
condições adequadas de descarte.
Misturador
Estação de Tratamento de Água
Fábrica de Automóveis em Sumaré (SP)
Filtro
Estação de Tratamento de Água
areia
+ carvão
ativado
Capacidade de tratamento: 408.000 litros/dia.
Capacidade de tratamento: 720.000 litros/dia.
fiscalização
do Cloro
2
1
QUÍMICOS
De acordo com a análise, dosa-se a adição de
cloro que atua como bactericida, encaminhando
a água para o processo de filtragem.
A água utilizada na fábrica de motocicletas é
proveniente de poços artesianos e passa por
uma análise para avaliar sua potabilidade.
3
Iniciativas na América do Sul
Iniciativas na América do Sul
Fábrica de Motocicletas em Manaus (AM)
floculação
distribuição
A água já tratada tem
o índice de cloro
verificado, passa por
mais um filtro e está
pronta para consumo
em bebedouros e
torneiras.
filtração
A planta é abastecida pela Companhia
de Saneamento Básico do Estado de São
Paulo – Sabesp, recebendo água em
estado bruto. Para o uso industrial, ela passa
por tratamento especial.
1
Estação de Tratamento de Efluentes
decantação
2
Para uso doméstico,
a água utilizada vem
de poços artesianos.
Produtos químicos são
adicionados de acordo
com as Especificações de
Qualidade, para que a água
seja usada no processo de
pintura, por exemplo.
3
Estação de Tratamento de Efluentes
Capacidade de tratamento: 2.584.000 litros/dia.
Capacidade de tratamento: 720.000 litros/dia.
reação
flocaÇão
imersão
42
1
1
Os efluentes da fábrica
chegam à ETE e
recebem uma carga de
produtos para separar
os elementos químicos
da água.
O lodo é gerado após
a separação dos
elementos químicos da
água. Esse material é
encaminhado para
coprocessamento,
tornando-se próprio para
a produção de argamassa
e cimento.
2
Relatório Ambiental Honda South America 2012
3
A água segue para o tanque de tratamento biológico
e se junta aos efluentes de refeitórios e sanitários e
ao lodo ativado.
PH
4
aeração
sedimentação
Em seguida, é direcionada para a lagoa
de estabilização e parte dela é usada na
irrigação. O restante volta para a
natureza, no caso, para o Igarapé do 40,
preservando o ecossistema.
fiscalização
2
São aplicados
produtos
que separam
os elementos
químicos
da água.
Os efluentes gerados na fábrica,
sanitários e refeitórios chegam à ETE.
4
água decantada
gradamento
e gordura
esterilização
equalização
aeração
decantador
Filtro
A água que recebeu tratamento é direcionada para a
lagoa de estabilização. Parte
dela é destinada à irrigação
e o restante é devolvido para
o Ribeirão do Quilombo,
atendendo à legislação e
preservando a natureza e a
vida aquática.
filtragem
areia + carvão
ativado
3
Um lodo é criado a partir dos
elementos químicos e detritos,
separando-se da água. Esse
material é encaminhado
para coprocessamento,
tornando-se próprio para a
produção de argamassa
e cimento.
LODO
prensa
*Os números
são relativos ao
ano de 2011.
Relatório Ambiental Honda South America 2012
43
Atividades Comerciais da Honda
Esforçando-nos para promover o transporte eficiente e ambientalmente responsável
Honda South America
Honda South America
Transporte
Iniciativas na América do Sul
Iniciativas na América do Sul
Green Logistic
A Honda faz esforços contínuos para melhorar suas operações, ao promover a
transferência modal hidroviária e ferroviária e por meio do aumento da remessa
consolidada com as outras empresas. Também estamos desenvolvendo sistemas
de gerenciamento ambiental em conjunto com as empresas de transporte e promovendo a Green Logistic com diferentes abordagens, incluindo a redução da quantidade dos materiais de embalagem que utilizamos, simplificando a embalagem,
alterando os materiais e as especificações de embalagem e aumentando o uso de
contêineres retornáveis.
O Green Logistic alia desenvolvimento, inovação e sustentabilidade. Atualmente, 93% das motocicletas produzidas em Manaus
(AM) são contempladas por um sistema que reduz o volume de embalagens e utiliza o transporte fluvial como uma forma de diminuir o consumo de óleo diesel. São alternativas que colaboram com o meio ambiente, trazendo bons resultados.
2000
1997
2001
As caixas de madeira foram
Eliminado
Caixas de papelão são excluídas
substituídas por caixas metálicas; o uso de óleo para proteção
do processo;
anti-corrosão;
125 mil
29 mil toneladas
toneladas de madeira foram
de papelão deixaram de ser
2,5 milhões
preservadas entre 1997 e 2011
utilizadas entre 2001 e 2011
de litros deixaram de ser
2003
A caixa metálica
é eliminada;
124 mil toneladas
de aço deixaram de ser utilizados
entre 2003 e 2011
utilizados entre 2000 e 2011
Transporte fluvial de motocicletas
Implantado o sistema de rack
retornável que começa a transportar os
primeiros modelos de
motocicletas:
CG 125 Fan, CG 150 Fan,
CG 150 Titan e Biz
2007
2011
O sistema de transporte
em racks retornáveis se
estende para as
motocicletas
As carretas que transportam as motocicletas passam
a ter seu assoalho adaptado. Cerca de
Bros, Pop 100
e CB 300
5% da frota
já passou por essa mudança, reduzindo
o uso de racks e embalagens
Para levar as motocicletas produzidas na fábrica de Manaus (AM) até o Centro
35 carretas. O sistema é responsável pelo transporte de 45% das motocicletas produzidas anualmente. Na
Chamada de Swimming Warehouse , a balsa, que lembra um armazém flutuante,
10 unidades para o transporte. Essa iniciativa reduziu, desde 2007, quando foi implantado o sistema, o
de Distribuição, em Belém (PA), a Honda adotou um sistema de transporte fluvial.
comporta 75 carretas, enquanto as balsas tradicionais têm capacidade para apenas
volta para Manaus, as balsas realizam o transporte de peças e racks . Hoje, essa modalidade já conta com
uso de 4 milhões de litros de óleo diesel nos motores dessas balsas.
Milk Run e embalagens retornáveis
Embalagens
A criatividade e a inovação se consolidaram na iniciativa de
A Honda do Peru recicla 61% dos materiais que compõem
Os fornecedores da Honda têm um grande papel na
Além disso, 90% das peças e matérias-primas fornecidas
exportação com um plástico feito a partir de garrafas PET,
estrutura metálica, o papelão e a madeira são utilizados
tribuição. Para reduzir a emissão de CO 2 , é adotado
com embalagens retornáveis para o transporte. Na fábrica
proteger os discos de freio dos automóveis destinados à
material 100% reciclável. Seguindo essa mesma premissa,
os bancos dos automóveis são protegidos com plástico biodegradável, que leva apenas seis meses para se decompor
no meio ambiente.
44
2005
Relatório Ambiental Honda South America 2012
as embalagens dos produtos importados. O plástico, a
em processos fabris e no empacotamento de produtos e
acessórios vendidos no país. A empresa também atende às
solicitações da comunidade, doando parte desses itens para
o aproveitamento em reformas de residências.
preservação ambiental, por meio da logística de disum sistema chamado Milk Run , que traça um roteiro
de retirada de materiais, otimizando caminhos
e horários em perfeita sintonia.
para a fábrica de motocicletas em Manaus (AM) contam
de automóveis em Sumaré (SP), esse número aumenta para
94%. Com essa medida, toneladas de papelão, plástico e
madeira deixam de ser consumidas.
Relatório Ambiental Honda South America 2012
45
Atividades Comerciais da Honda
Honda South America
Honda South America
Construindo laços de confiança com clientes e comunidades
Vendas e serviços
Para promover de forma proativa a conservação ambiental nos processos de
vendas e serviços, a Honda fornece às concessionárias o suporte constante para
a execução das iniciativas do Green Dealer . Ao adotar medidas concretas para
cumprir com as necessidades atuais, o nosso objetivo é aprimorar as revendas
que demonstrem liderança ambiental, trazendo valor adicional aos clientes e comunidades que elas atendem.
A valorização do meio ambiente também se
estende à rede de concessionárias de auto-
móveis e motocicletas. No Brasil, 40% das
Resíduos sólidos (papéis,
metais, vidros,plásticos
e materiais contaminados)
175 concessionárias de automóveis e 37% das
1.013 concessionárias de motocicletas já possuem
Iniciativas na América do Sul
Iniciativas na América do Sul
Green Dealer
1.703.287 kg
a certificação Green Dealer . A iniciativa contempla o
provenientes de motocicletas
descarte correto de resíduos, como peças usadas,
e 1.264.992 kg
baterias, produtos químicos e pneus. Após a comprovação da destinação correta de todo o resíduo
provenientes de automóveis
deixaram de ser descartados
e foram reaproveitados.
gerado na prestação de serviços, a concessionária
recebe a certificação com validade anual, e como
apoio, conta com um guia de referência quanto a
instalações, procedimentos, capacitação da equipe
e parcerias com fornecedores ambientalmente responsáveis. Confira alguns exemplos desta iniciativa
nas concessionárias Honda em todo o Brasil.
OX
Óleos,
lubrificantes e combustíveis
Manuais
Os manuais de proprietário de motocicletas e automóveis produzidos no Brasil
são impressos em papéis confeccionados
a partir de fontes responsáveis, sob o
símbolo “FSC”, certificado pelo Conselho
Brasileiro de Manejo Florestal. A tinta utilizada na impressão é feita à base de soja,
substitui o uso de óleo proveniente de pe-
tróleo em sua preparação, e é certificada
pelo selo Soy Ink . A versão eletrônica fica
disponível para consulta e download no
site www.honda.com.br, e a rede de concessionárias pode visualizar o catálogo de
peças pela Internet, sem a necessidade de
imprimir documentos.
7.562.381 litros
Pneus
92.291 unidades
provenientes de motocicletas
e 2.664.672 litros
provenientes de motocicletas
e 1.041 unidades
provenientes de automóveis
foram devolvidas aos
fabricantes e recicladas.
Baterias
5.729 unidades
provenientes de automóveis
foram enviados para a reciclagem a
fornecedores homologados.
provenientes de motocicletas
e 11.808 unidades
provenientes de automóveis
foram enviadas para os fabricantes, que providenciaram o descarte apropriado para não contaminar o meio ambiente.
46
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Relatório Ambiental Honda South America 2012
47
Atividades Comerciais da Honda
Honda South America
Honda South America
Assumindo a responsabilidade pelo meio ambiente nas operações diárias
Administração
Green Office
A Honda está trabalhando para reduzir os impactos ambientais de suas operações corporativas. Tentamos levar o meio ambiente em conta em todas as atividades comerciais, para operar o Green Office , e para aprimorar constantemente
o nosso desempenho ambiental. A nossa expectativa é de que esses esforços
tenham um impacto positivo no meio ambiente, estimulando os nossos clientes,
fornecedores e parceiros comerciais a tomarem a mesma atitude.
Iniciativas na América do Sul
Iniciativas na América do Sul
As unidades administrativas da Honda distribuídas na América do Sul – São Paulo (Brasil), Buenos Aires (Argentina), Lima
(Peru), Santiago (Chile) e Caracas (Venezuela) – também participam da iniciativa ambiental, intitulada globalmente como
Green Office . Medidas e mudanças de atitude apresentam resultados significativos nos escritórios e impactam na meta
Água
mundial pela redução nas emissões.
A sede administrativa, em São Paulo, direciona auto-
Coleta seletiva
maticamente a água das pias para tratamento, que de-
pois passa a ser usada nos sanitários. Com a medida,
Uma das práticas ambientais mais presen-
a redução no consumo, em 2011, chegou a 880 mil
tes na empresa, tanto nas unidades admi-
litros de água.
nistrativas quanto nas fabris. Com coleto-
Tratamento
res distribuídos em locais estratégicos, são
recolhidos metais, plástico, papel e vidro,
além de pilhas e baterias.
Energia elétrica
Energia solar
Além dos painéis solares instalados em pontos es-
Uma alternativa eficiente para a redução da emissão de CO2 e de outras
substâncias na atmosfera é o uso de fontes limpas e renováveis. No Japão, a
desligado
Honda Soltec tem uma divisão de negócios de Painéis Solares, uma estratégia
importante e sustentável. Os equipamentos com essa tecnologia, produzidos
pecíficos na planta de Manaus (AM) e na sede administrativa em São Paulo (SP), a energia elétrica é
economizada com medidas simples e criativas. Em
pela Honda Japão, chegaram ao Brasil em caráter de teste, e já exibem resul-
São Paulo (SP), um sistema automatizado faz com
por meio de energia solar. Em 2011, foram gerados 1.336 kWh. Na fábrica de
no horário de almoço e no fim do expediente. Alguns
que o ar-condicionado e as luzes sejam desligados
off
tados positivos. Em São Paulo (SP), a recepção e o showroom são iluminados
motocicletas em Manaus (AM), o piso térreo do prédio administrativo foi contemplado com essa fonte de energia, implantada em junho de 2011 e que ge-
elevadores também são desativados nos horários
considerados de baixa procura, o que resultou na
economia de 264.707 kWh durante 2011.
rou 4.696 kWh. Além disso, a Honda também levou o sistema de painel solar
para três comunidades afastadas no Norte do Brasil, que não possuem eletri-
cidade. Os equipamentos foram instalados a fim de avaliar seu funcionamento
neste tipo de cenário e condições climáticas.
Papel
Frota de veículos
Em 2011, foi implantado um novo sistema de impressão por meio de senha nas plantas
Alguns automóveis da frota das unidades administrativas
da Honda no Brasil, com exceção da fábrica de motocicletas em Manaus (AM), previsto
para 2012. A medida reduziu o volume de impressões desnecessárias e o desperdício,
conscientizando os colaboradores quanto à economia de papel. Houve uma diminuição
de 11,3% no volume impresso e de 34,5% na compra de papéis entre setembro e novembro de 2011, no comparativo com o mesmo período, em 2010.
Outro destaque fica a cargo da campanha de conscientização criada em 2011 pela Honda Argentina, voltada para seus colaboradores. Sob o mote Reducir, Reusar, Reciclar:
creando conciencia de cambio , a planta disseminou para o público interno a importância
de reduzir o consumo de papel no dia a dia, além de apoiar a reciclagem. Foram instala-
GA
que antes eram movidos exclusivamente a gasolina estão
sendo substituídos por modelos flex. Além da mudança, um
sistema automatizado de controle de frota prioriza o uso
de automóveis bicombustíveis quando envolve viagens de
grandes distâncias, inclusive com regras para abastecimento com etanol. Com essa mudança gradual, foram contabili-
zadas cinco toneladas de CO2 que deixaram de ser emitidas
na atmosfera, em 2011.
das caixas feitas de material reciclado e impressas com tinta ecológica para receber os
papéis para a reciclagem.
48
Relatório Ambiental Honda South America 2012
Relatório Ambiental Honda South America 2012
49

Documentos relacionados