O sucesso do ENECE 2011

Сomentários

Transcrição

O sucesso do ENECE 2011
Ano 15 - Nº 88 – nov/dez 2011
INFORMATIVO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENGENHARIA E CONSULTORIA ESTRUTURAL
Representantes de entidades parceiras marcaram presença na abertura do evento. Da esq. p/dir. José Roberto Bernasconi (presidente do Sinaenco), Jorge
Batlouni Neto (coordenador do Comitê de Tecnologia e Qualidade do Sinduscon-SP), Arnaldo Forti Battagn (gerente de Laboratório da ABCP), Iria Licia Oliva Doniak
(presidente executiva da ABCIC), Cátia Mac Cord (gerente executiva do CBCA e do IABr) e Túlio Nogueira Bittencourt (vice-presidente do Ibracon)
A
tendendo às expectativas, o ENECE 2011 - 14º Encontro Nacional de
Engenharia e Consultoria Estrutural,
realizado pela ABECE no dia 27 de outubro de 2011, no Milenium Centro de
Convenções, em São Paulo (SP), reuniu
cerca de 250 profissionais da área.
A cerimônia de abertura, que teve pronunciamento do presidente da entidade,
eng. Eduardo Barros Millen, contou com
representantes de entidades parceiras
como Sinaenco-SP (Sindicato Nacional
das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva - Regional São Paulo),
Sinduscon-SP (Sindicato da Construção
Civil de São Paulo), ABCP (Associação
Brasileira de Cimento Portland), ABCIC
(Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto), CBCA-IABr
(Centro Brasileiro da Construção em
Aço)/Instituto Aço Brasil e Ibracon (Instituto Brasileiro do Concreto).
Sob o tema As normas valorizando a
engenharia estrutural, o evento trouxe
especialistas para apresentar normas e
incentivar sua utilização, promovendo
discussão sobre elas e apresentando a
necessidade de novas legislações que
preencham as lacunas existentes no
processo de desenvolvimento do projeto estrutural.
8a10
ABECE 88.indd 1
A palestra de abertura ficou a cargo do jornalista especializado em
análise econômica Joelmir Beting,
que, com maestria, apresentou um
cenário atual do Brasil e apontou as
perspectivas para os próximos anos,
enfatizando que o país vai continuar
crescendo devido à força do empreendedorismo.
como os engenheiros Carlos Banchik
(especialmente convidado), Fernando
Rebouças Stucchi, Joaquim Eduardo
Mota e Luiz Aurélio Fortes da Silva,
que destacaram as tendências de dimensionamento e detalhamento, tratando, inclusive, do dimensionamento para concreto de altas resistências
(ainda sem normalização nacional).
A programação contemplou palestras
com renomados profissionais da área
Uma mesa-redonda sobre a recente revisão do texto da NBR 15200 – Projeto
de Estruturas de Concreto em Situação
de Incêndio, composta por engenheiros
especialistas no assunto, e a apresentação do texto de revisão da NBR 6118
– Projeto de Estruturas de Concreto
- Procedimento, também foram contempladas na programação.
Eng. Eduardo Barros Millen, presidente da ABECE,
cumprimentou os participantes, agradeceu a
presença dos representantes das entidades e deu
início aos trabalhos
Tudo sobre o
IX Prêmio Talento
Engenharia Estrutural
16
“A festa de entrega do IX Prêmio Talento
Engenharia Estrutural, que aconteceu
na noite de 26 de outubro e marcou a
abertura do ENECE, e o intenso trabalho no dia 27, mostrou que estamos no
caminho certo na busca constante pela
valorização da engenharia estrutural.
Estamos muito satisfeitos com a maciça participação dos profissionais da
área”, revela o eng. Millen.
Confira, nesta edição, todos os detalhes do evento.
Um ano da
ABECE Inovação
17
Crescimento
expressivo de
associados
28.11.11 17:05:40
2
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
EDITORIAL
Engenharia e
responsabilidade social
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1993 - Cj. 61
CEP 01452-001 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3938-9400
Fax: (11) 3938-9407
www.abece.com.br
[email protected]
Presidente
Eduardo Barros Millen
Vice-presidente de Relacionamento
Suely Bacchereti Bueno
Vice-presidente de Tecnologia e
Qualidade
Augusto Guimarães Pedreira de Freitas
Vice-presidente de Marketing
João Alberto de Abreu Vendramini
Diretor administrativo-financeiro
Roberto Dias Leme
Diretores
Enio Canavello Barbosa, Guilherme Covas,
Jefferson Dias de Souza Júnior, José Luiz
V. C. Varela, José Martins Laginha Neto e
Thomas Garcia Carmona
Conselho deliberativo
Alberto Naccache, Antonio Carlos Reis
Laranjeiras, Antonio Carmona Filho, Bruno
Contarini, Flávio Correia D´Alambert,
Francisco Paulo Graziano, José Roberto
Braguim (in memoriam), Júlio Timerman,
Marcelo Rozenberg, Marcio Capetinga,
Marcos de Mello Velletri, Marcos Monteiro,
Natan Jacobsohn Levental, Nelson Covas,
Ricardo Leopoldo e Silva França, Sônia
Regina Freitas, Valdir Silva da Cruz e
Virgilio Augusto Ramos
ABECE Informa é uma publicação
bimestral da ABECE - Associação Brasileira
de Engenharia e Consultoria Estrutural
Conselho Editorial
Diretoria Executiva da ABECE
A
tualmente, fala-se muito em sustentabilidade,
acessibilidade e outras qualidades desejáveis
das intervenções arquitetônicas e estruturais no
meio ambiente, em especial nas áreas urbanas.
No entanto, temos nos deparado com situações
que contrariam aquilo que seria o mínimo aceitável em termos de agressão e ocupações indevidas. Os exemplos se multiplicam, havendo projetos e construções
(muitas ilegais, com a conivência do poder público) que não avaliam os danos futuros e o comportamento (previsível) da natureza e seus fenômenos periódicos.
Casos recentes como o do Shopping Center Norte e o do Conjunto Habitacional
Cingapura, ambos em São Paulo (SP), construídos sobre lixão desativado sem a previsão da formação de gases e seus efeitos; em São Gonçalo (RJ), a ocupação de lixão
em área de encosta provocou tragédia sem precedentes; na região serrana do Rio
de Janeiro, em Angra dos Reis (também estado do Rio de Janeiro), Santa Catarina,
Alagoas e Pernambuco, o efeito devastador das cheias tornaram-se grandes catástrofes devido à ausência de engenharia ou pela má engenharia, aliadas ao despreparo
dos poderes públicos que até então cuidaram exclusivamente dos efeitos desconhecendo ou virando as costas às causas que são eminentemente sociais e econômicas.
Concordamos com a nossa entidade – Associação dos Engenheiros e Arquitetos do
Médio Vale do Itajaí – quando se manifesta classificando as catástrofes com causas
SOCIOAMBIENTAIS e não como fenômenos naturais.
A ABECE SC/Leste se posiciona com o mesmo entendimento e tem procurado desenvolver ações que busquem colocar a engenharia de estruturas a serviço da sociedade
e conscientizem os profissionais da área no sentido de lembrar a grande responsabilidade social que nos é passada quando vamos intervir no meio em que vivemos.
Aqui em Santa Catarina temos batido na tecla de respeitar a natureza e projetar
segundo as condições impostas pela mesma; orientar o cidadão a respeito das
conseqüências da ocupação de determinadas áreas (encostas, margens de rios);
chamamos a atenção dos poderes públicos que incrivelmente teimam em construir prédios públicos importantes em situações de crise em áreas inundáveis
por ocasião das cheias periódicas dos nossos rios (quartéis da PM e do Corpo de
Bombeiros, Delegacias, Hospitais, pontes etc.) e não dão solução definitiva aos
problemas sociais.
Alguns colegas já recusam atuar em projetos que não se enquadram nessa ótica,
entendendo que atuar diferente disso é não cumprir com o juramento feito por
ocasião da sua formatura que é:
“Prometo que, no cumprimento de meu dever de Engenheiro, não me deixarei
cegar pelo brilho excessivo da tecnologia, esquecendo-me completamente de que
trabalho para o bem do Homem e não da Máquina, respeitarei a Natureza, evitando projetar ou construir equipamentos que destruam o equilíbrio ecológico ou
poluam; colocarei todo o meu conhecimento científico a serviço do conforto e desenvolvimento da Humanidade; assim sendo estarei em paz comigo e com Deus”.
Assim seja!
Luiz Carlos Gulias Cabral
Delegado Regional SC/Leste
Produção Editorial e Diagramação
Prefixo Comunicação
Editora
Rosana Córnea (MTb 17183)
Projeto Gráfico
Sticker Comunicação
ABECE 88.indd 2
23.11.11 23:40:51
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
3
ENECE 2011
Cerca de 250 profissionais da área participaram do ENECE 2011, que trouxe extensa programação ao longo do dia 27 de outubro
Convidados especiais abrem o evento
A
palestra de abertura do ENECE
2011 - 14º Encontro Nacional de
Engenharia Estrutural ficou a cargo
do jornalista especializado em análise econômica Joelmir Beting.
Atual apresentador do Jornal da
Band, Joelmir Beting tem mais de
40 anos de atuação
na mídia e tornouse muito conhecido por conta dos
comentários e análises sobre o cenário econômico no
Brasil e no mundo.
Presença internacional
O jornalista especializado em análise econômica Joelmir
Beting fez a palestra de abertura do evento
Com maestria, Joelmir apresentou um
cenário atual do Brasil aos 250 participantes do ENECE e apontou as
perspectivas para os próximos anos,
enfatizando que o país vai continuar
ABECE 88.indd 3
crescendo devido à força do empreendedorismo.
Com mais de 30 anos de experiência
liderando equipes de engenheiros estruturais e trabalhando em projetos
que envolvem o trabalho interdisciplinar em muitos ramos da engenharia, Banchik
atualmente é o
principal encarregado do apoio
ao Consórcio Expresso Leste Monotrilho no Metrô
de São Paulo para
extensão da Linha
Verde entre Vila
Prudente e Cidade
Tiradentes.
Em sua palestra,
cujo
conteúdo
está disponibilizado no site da
ABECE (www.abece.com.br – seção
Eventos/ENECE), ele falou sobre as
soluções em monotrilho para esta linha do metropolitano.
Eng. Carlos Alberto Banchik proferiu a palestra Solução
em Monotrilho para a Extensão da Linha Verde para o
Metrô de São Paulo
O eng. Carlos Alberto Banchik, proprietário da Innova Technologies Inc.,
sediada em Las Vegas (USA), proferiu a
primeira palestra técnica do evento.
23.11.11 23:40:52
4
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
ENECE 2011
Profissionais são agraciados com título de Associado Honorário
Quatro profissionais foram homenageados, no ENECE 2011, com o título de Associado
Honorário ABECE em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à engenharia estrutural
Eng. Carlos Alberto
Banchik (à dir.)
recebe das mãos do
eng. Enio Canavello
Barbosa (diretor da
ABECE) título de
Associado Honorário
Carlos Alberto Banchik
Engenheiro com mais de 30 anos de
experiência liderando equipes de engenheiros estruturais e se dedicando a
projetos que envolvem o trabalho interdisciplinar em muitos ramos da engenharia. Em 1984, iniciou Mestrado
em Engenharia de Estruturas na
Universidade da Califórnia, Berkeley.
Trabalhou durante sete anos para
a VSL Corporation, um fornecedor
Internacional de especialidades de
pós-tensionamento, onde foi responsável por inúmeros projetos de
pontes, edificações e equipamentos
de energia nuclear incluindo o
Memorial Astronautas no Centro
Espacial Kennedy. Entre os anos de
2000 e 2003 foi responsável pelo
projeto estrutural e de apoio para
a Construção do Monorail de Las
Vegas que estendeu a obra anterior
em 5 km. Em 2003, fundou a Innova
Technologies para fornecer aos clientes
serviços especializados de engenharia
abrangendo a concepção, construção
e manutenção de edifícios, estruturas
de transportes e itens de engenharia de especialidades. É atualmente
o principal encarregado do apoio ao
Consórcio Expresso Leste Monotrilho
no Metrô de São Paulo para extensão
da Linha Verde entre Vila Prudente e
o Bairro Cidade Tiradentes, na cidade
de São Paulo (SP).
Eng. João Antonio Del Nero (à esq.) recebe
das mãos do eng. Guilherme Covas (diretor
da ABECE) título de Associado Honorário
João Antonio Del Nero
Formado em Engenharia Civil pela Escola
Politécnica da Universidade de São Paulo
em 1956. Mestre em Engenharia Civil pela
mesma Universidade em 1971. Presidente
Executivo da Figueiredo Ferraz Consultoria
e Engenharia de Projeto S.A. Fez cursos
de extensão universitária como aluno da
Escola Politécnica: Concreto Protendido 1 e
2; Barragens: Modelos Reduzidos; Esforços
Secundários em Seções Delgadas; Método de
Charneiras Plásticas para cálculo de lajes.
Eng. Marcio Roberto
Ferreira Capetinga
(à dir.) recebe das
mãos do eng. Enio
Canavello Barbosa
(diretor da ABECE)
título de Associado
Honorário
ABECE 88.indd 4
Eng. Guilherme Covas (à esq.)
recebe das mãos do eng.
Jefferson Dias de Souza Junior
(diretor da ABECE) título de
Associado Honorário para o
eng. Dante Angelo Osvaldo
Martinelli (acima), que não
pode comparecer ao evento
Marcio Roberto Ferreira Capetinga
Dante Angelo Osvaldo Martinelli
Formado em Engenharia Civil pela Escola de Engenharia da
Universidade Federal de Minas Gerais, em 1966. Obteve o
título de Especialista em Estruturas pela mesma escola em
1980. Como responsável técnico e sócio majoritário da empresa MC Técnica de Engenharia Estrutural Ltda. tem atuado tanto como engenheiro consultor como projetista com
trabalhos já executados para órgãos públicos e empresas
como Codebras, Tribunal de Contras do Estado de Minas
Gerais, Copel Cia Paranaense de Energia, Universidade
Federal de Viçosa, Cia Vale do Rio Doce, Unesco, Usiminas
Mecânica, Caixa Econômica Federal, Superintendência de
Desenvolvimento da Captial (BHTE), Universidade Federal do
Estado de Minas Gerais e dezenas de construtoras.
Agrimensor (1948) e Engenheiro Civil (1951) pela EPUSP (Escola Politécnica
da Universidade de São Paulo). Doutor (1961) pela EPUSP. Livre-Docente
(1975) pela EESC-USP (Escola de Engenharia de São Carlos). Professor
Titular por concurso (1979) na EESC-USP. Professor Titular contratado
(1989-1992) pela Faculdade de Engenharia Civil da UNICAMP. Prêmio
Emilio Baumgart (1992) do Ibracon. Exerceu a docência universitária por
36 anos, sempre mantendo estreito contato com a praxis, dirigindo sua
pesquisa para problemas levantados pela atividade de projeto ou elaborando projetos relacionados com as pesquisas que executava individualmente ou liderando equipes e orientados, pesquisas estas principalmente
nos campos de Experimentação estrutural e geomecânica “in situ” e em
laboratório, Estruturas em casca e coberturas pênseis, Estruturas de argamassa armada, Barragens de concreto, Pontes e edifícios.
23.11.11 23:40:53
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
5
Mesa-redonda que discutiu a recente revisão da norma de incêndio foi composta (da esq. p/dir.) pelos engenheiros Valdir Pignatta e Silva, Mauri Resende Vargas, Roberto Dias
Leme (mediador), Hélio Pereira Chumbinho e Alio Kimura
Mesa-redonda discute NBR 15200 e CD com
revisão da NBR 6118 é entregue aos presentes
U
ma mesa-redonda sobre a recente revisão do texto da NBR
15200 - Projeto de Estruturas
de Concreto em Situação de
Incêndio, composta pelos engenheiros especialistas no assunto Valdir Pignatta e Silva,
Alio Kimura, Hélio Pereira
Chumbinho e Mauri Resende
Vargas, analisou os impactos da
revisão apresentada este ano.
O conteúdo apresentado pelos participantes da mesa
está disponibilizado no site da
ABECE (www.abece.com.br –
ABECE 88.indd 5
seção Eventos/ENECE 2011 e na
área restrita ao associado, onde é
possível assistir à gravação completa do evento).
Eng. Suely B. Bueno, vice-presidente de Relacionamento da ABECE e
coordenadora da comissão da ABECE de revisão da NBR 6118, apresentou as
principais alterações que estão sendo feitas no texto de revisão da Norma
Revisão da NB-1
O texto-base da revisão
da NBR 6118 – Projeto de
Estruturas de Concreto –
Procedimento foi apresentado pela eng. Suely B. Bueno
e entregue aos participantes
do ENECE, em CD-ROM, para
que possam analisar os itens
polêmicos que estão em
questão na revisão e atualização desta Norma.
23.11.11 23:40:56
6
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
ENECE 2011
As normas valorizando a
Mais do que apresentar normas e incentivar sua utilização para a
2011 - 14º Encontro Nacional de Engenharia e Consultoria Estrutu
necessidade de novas legislações que preencham as lacunas exist
A
lém da palestra do eng. Carlos
Banchik, convidado internacional
que abriu o ENECE 2011 falando sobre as soluções em monotrilho para
a extensão da Linha Verde entre Vila
Prudente e Cidade Tiradentes do Metrô
de São Paulo, e da mesa-redonda que
discutiu as mudanças da NBR 15200 Projeto de Estruturas de Concreto em
Situação de Incêndio, o evento contou
com ampla programação que trouxe
outros renomados profissionais da área
para abordar assuntos ligados ao tema
central: As normas valorizando a engenharia estrutural.
Os procedimentos sugeridos para a
NBR 6118 - Projeto de Estruturas de
Concreto – Procedimento em relação
ao concreto com fck maior que 50
MPa foram amplamente apresentados
pelo eng. Fernando R. Stucchi. Ainda
sem normalização nacional, o assunto
despertou a atenção dos participantes
ao trazer as principais propostas já
incorporadas no texto de revisão da
Norma.
O eng. Joaquim E. Mota apresentou
a palestra Modelagem de edificações
com multipavimentos em concreto pré-moldado. Falou sobre
a crescente utilização deste tipo
de estrutura e as particularidades
da análise estrutural de estruturas pré-moldadas. Segundo o eng.
Mota, verifica-se um considerável
grau de dificuldade vivenciado
pelo projetista na tarefa de garantir segurança, com desempenho e
custo competitivo para as estruturas multi-piso de concreto prémoldado. “Pode-se dizer que, atualmente, o projetista deste tipo de
estrutura se sente, de certa forma,
desamparado tanto em termos de
critérios de projeto como também
de ferramentas computacionais”,
enfatiza.
Participaram do primeiro debate
(da esq. p/dir.) Fernando R.
Stucchi, João Alberto Vendramini
(mediador) e Carlos Alberto
Banchik
Participaram do segundo
debate (da esq. p/dir.)
Luiz Aurélio Fortes da
Silva, Augusto G. Pedreira
de Freitas (mediador) e
Joaquim E. Mota
ABECE 88.indd 6
23.11.11 23:40:57
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
7
do a engenharia estrutural
para a boa prática da engenharia e segurança das obras, o ENECE
trutural promoveu intensa discussão sobre elas, sua aplicação e a
existentes no processo de desenvolvimento do projeto estrutural.
O almoço aproximou os participantes e possibilitou troca de experiências
Ao final de sua exposição,
acrescentou:
“Espera-se
que o conteúdo apresentado habilite e encoraje
os projetistas de concreto
pré-moldado para a utilização da ligação viga-pilar
semi-rígida como uma alternativa de enrijecimento
e melhoria de desempenho,
sobretudo das estruturas
multi-piso”.
Para fechar o evento, o
eng. Luiz Aurélio Fortes da
Silva falou sobre as boas
práticas para elaboração e
certificação de projetos de
edifícios em concreto armado e protendido. Tema
absolutamente
necessário para que o objetivo de
utilização das normas seja
atingido, a certificação de
projetos foi detalhada pelo
palestrante, que iniciou a
Coffee breaks foram servidos em intervalos entre as palestras e serviram como ponto de
encontro dos participantes, que puderam, também, conferir as novidades em produtos e
serviços oferecidos pelos patrocinadores do evento: ABCP, ABCIC, Atex, CBCA, Gerdau, Mills,
Multiplus, SH, T&A, TQS, Ulma e Revista Fundações & Obras Geotécnicas. Na foto acima, ao
centro, destaque para a eng. Roberta Leopoldo e Silva, da Planservi (associada recente da
ABECE). Logo após o ENECE, a eng. Roberta faleceu tragicamente ao ser atropelada por uma
motocicleta quando andava de bicicleta na Av. 9 de Julho, na capital paulista.
apresentação falando sobre escopo do trabalho de
avaliação e suas fases, modelos estruturais a serem
adotados em cálculo.
“A definição de uma estrutura, muitas vezes, implica
em processos executivos
diferenciados, que devem
ser logo levantados e estabelecidos claramente”,
alertou antes de citar todos
os exemplos de processos.
Para o vice-presidente de
Tecnologia e Qualidade da
ABECE e coordenador técnico do ENECE, eng. Augusto
G. Pedreira de Freitas, “o
evento cumpriu, com sucesso, sua função de reunir
profissionais da área em
torno de temas atuais que
influenciam seu cotidiano”.
As palestras estão disponibilizadas para download, na integra,
no site da ABECE (www.abece.com.br – seção Eventos/ENECE). Os
associados têm acesso à gravação das palestras por intermédio do
acesso à área restrita.
No final da programação, coquetel foi servido aos convidados
ABECE 88.indd 7
23.11.11 23:40:58
8
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
PRÊMIO TALENTO ENGENHARIA ESTRUTURAL
Novidades na premiação reforçam sucesso do e
M
ais uma vez, centenas de convidados marcaram presença no Rosa Rosarum, em São Paulo
(SP), na noite de 26 de outubro de 2011, para conhecer os grandes vencedores do Prêmio Talento
Engenharia Estrutural.
Ao todo, mais de 180 engenheiros concorreram à
nona edição da principal premiação da engenharia estrutural criada pela ABECE em parceria com
a Gerdau para reconhecer e valorizar o trabalho
do projetista.
Trata-se de um concurso que, desde sua primeira
edição, sustenta o grande propósito de estimular a
EDIFICAÇÕES
Vencedor: José Luiz V.C.Varela
Empresa: Aluizio A.M. D´Avila & Associados (São Paulo – SP)
Obra: Edifício Infinity Tower (São Paulo - SP)
Menção honrosa: Dácio Carvalho
Empresa: Dácio Carvalho Projetos Estruturais (Fortaleza - CE)
Obra: Landscape Beira Mar (Fortaleza - CE)
Eng. José Luiz V.C.Varela (à esq.) recebe prêmio de vencedor das
mãos de Eduardo Barros Millen (Presidente da ABECE)
Eng. Dácio Carvalho (ao centro) recebe troféu e certificado alusivos à
menção honrosa das mãos de Heitor Luis Bargamini (Diretor Executivo da
Gerdau Aços Longos Brasil) à esq.
INFRAESTRUTURA
Vencedor: Raphael Faria de Mendonça
Empresa: Noronha Engenharia (Rio de Janeiro - RJ)
Obra: Estação
Paulo – SP))
ç Faria Lima do Metrô de São Paulo (São
(
Menção honrosa: Catão Francisco Ribeiro
Empresa: Enescil Engenharia e Projetos (São Paulo – SP)
Obra: Ponte sobre o Rio Negro
– AM))
g (Manaus
(
Eng. Raphael Faria de Mendonça (à esq.) recebe prêmio de vencedor das
mãos de André Gerdau Johannpeter (Diretor Presidente e CEO da Gerdau)
Eng. Catão Francisco Ribeiro (à esq.) recebe troféu e certificado alusivos
à menção honrosa das mãos de Valdir Silva da Cruz (Membro do Conselho
Deliberativo da ABECE)
OBRAS ESPECIAIS
Vencedor: Heloisa Maringoni
Empresa: Cia de Projetos Engenharia Estrutural (Rio de Janeiro - RJ)
Obra: CENPES II – Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo
Américo Miguez
de Mello – Petrobras (Rio
g
( de Janeiro – RJ))
Menção honrosa: César Pereira Lopes
Empresa: Escritório Técnico César Pereira Lopes (São Paulo – SP)
Obra: Sesc Bom Retiro (São Paulo - SP)
Eng. Heloisa Maringoni (à esq.) recebe prêmio de vencedora das mãos de
Ricardo Giuseppe Mascharoni (Vice-presidente executivo das operações de
negócios Aços Longos Brasil e América Latina Norte - Gerdau)
Eng. César Pereira Lopes (à esq.) recebe troféu e certificado alusivos à
menção honrosa das mãos de Anderson Correia Teixeira (Editora Pini)
ABECE 88.indd 8
23.11.11 23:40:59
9
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
do evento, que visa a valorização do projetista
criatividade, a inovação e a busca constante da qualidade e da excelência na engenhara estrutural.
Além das categorias Edificações, Obras especiais,
Infraestrutura e Obras de pequeno porte, este
ano a premiação apresentou duas novidades: um
projeto destacado pelo júri e um que se diferen-
ciou em sustentabilidade.
Os vencedores foram premiados com troféu e viagem com acompanhante à Ecobuild, em Londres.
Os profissionais responsáveis pelos projetos com
menção honrosa receberam troféu e certificados
alusivos ao prêmio.
PEQUENO PORTE
Vencedor: Luciana de Faria Amaral Brito
Empresa: WZ Engenharia (Goiânia - GO)
Obra: Sobrado residencial (Goiânia - GO)
Menção honrosa: Flávio Correia D´Alambert
Empresa: Projeto Alpha Engenharia de Estruturas (Barueri - SP)
Obra: Edifício Mirador Oscar Freire (São Paulo - SP)
Eng. Luciana de Faria Amaral Brito (à esq.) recebe prêmio de vencedora
das mãos de Sérgio Watanabe (Presidente do Sinduscon-SP)
Eng. Flávio D´Alambert (à esq.) recebe troféu e certicado alusivos à
menção honrosa das mãos de João Alberto Vendramini
(Vice-presidente de Marketing da ABECE)
DESTAQUE DO JURI
SUSTENTABILIDADE
Vencedor: Francisco Paulo Graziano
Empresa: Pasqua Graziano Consultoria
Concepção Estrutural e Projetos
(São Paulo – SP)
Obra: Edifício Green Valley Alphaville
(Barueri – SP)
Menção honrosa: Marcelo Graça
Couto do Vale
Empresa: Projest Consultoria e Projetos
(Rio de Janeiro – RJ)
Obra: Unidades de reassentamento Pavão
Pavãozinho (Rio de Janeiro – RJ)
Eng. Francisco Paulo Graziano
(à esq.) recebe prêmio das
mãos de Thomas Carmona
(Diretor da ABECE)
ABECE 88.indd 9
Eng. Marcelo Graça Couto do
Vale (à esq.) recebe premiação
das mãos de Paulo Ricardo
Tomazelli (Diretor Comercial
Gerdau Aços Longos Brasil)
24.11.11 07:58:56
10
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
PRÊMIO TALENTO ENGENHARIA ESTRUTURAL
Na entrada do Rosa Rosarum, a lista dos participantes e seus projetos, que puderam ser conferidos no espaço da recepção Convidados foram recepcionados com coquetel
Pronunciamento do presidente da ABECE Eduardo Barros Millen (à esq.) e do diretor
presidente e CEO da Gerdau André Gerdau Johannpeter marcaram a abertura da
cerimônia de entrega do Prêmio
Mario Franco
é a Personalidade da
Engenharia Estrutural 2011
Participantes da festa prestigiaram a entrega do Prêmio e o jantar oferecido pelos
promotores do evento
O show do grupo cover Beatles Forever encantou os presentes
Eng. Dr. Mario Franco (à esq.) recebe homenagem das
Laginha Neto, diretor da ABECE
O
Eng. Dr. Mario Franco foi homenageado pela ABECE com o título de Personalidade da Engenharia
Estrutural na abertura do ENECE
2011 - 14º Encontro Nacional de
Engenharia e Consultoria Estrutural,
que aconteceu na noite de 26 de
outubro de 2011 durante a cerimônia de entrega do IX Prêmio Talento
Engenharia Estrutural.
ABECE 88.indd 10
Doutor engenheiro pela EPUSP
(Escola Politécnica da Universidade de São Paulo),
mãos do eng. José Martins professor do Departamento
de
Engenharia de Estruturas e Fundações desta escola, Mario Franco
conquistou vários prêmios em sua
carreira, entre eles: Prêmio Emílio
Baumgart (Ibracon), Prêmio “Eminente Engenheiro do ano de 2001”,
Prêmio “Melhor trabalho técnico do
ano” em 1999, 2002 e 2003, Prêmio
Talento Engenharia Estrutural nos
anos de 2003, 2005 e 2008.
Sócio fundador do Escritório Técnico
Julio Kassoy e Mario Franco Eng. Civís Ltda., em 1952, no qual participou
de mais de 2.000 projetos estruturais,
tem dezenas de artigos técnicos publicados em revistas nacionais e estrangeiras.
O título de Personalidade da Engenharia Estrutural é uma homenagem conferida anualmente pela
ABECE a grandes profissionais da
área em reconhecimento à sua dedicação ao exercício da profissão e
pela sua contribuição ao engrandecimento da engenharia estrutural
brasileira.
23.11.11 23:41:09
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
11
Produção de projeto estrutural no ambiente
BIM é tema de encontro mensal
Eduardo B. Millen, presidente da ABECE, dá boas-vindas aos participantes do encontro que acompanharam as palestras de Abram Belk e Agnaldo Silva, ambos da TQS Informática
D
ois palestrantes foram especialmente convidados para abordar o
tema Produção de Projeto Estrutural no
Ambiente BIM – uma visão TQS no encontro mensal que aconteceu no dia 28 de
setembro de 2011, na sede da ABECE, em
São Paulo (SP), com transmissão on-line
para todas as delegacias regionais.
Os engenheiros Abram Belk
Silva, ambos profissionais
Informática, fizeram apresentações muito elucidativas para o público de aproximadamente 50 pessoas
que lotou o auditório da
associação.
“Tivemos um panorama
de como o programa TQS
trabalha com a interface
BIM apresentando todas
as dificuldades encontradas e como vem sendo
trabalhadas pela equipe
da empresa. Obviamente,
existem muitos pontos a
serem trabalhados, mas
ficou claro que já foram
dados grandes passos e,
em relação ao que vem
se desenvolvendo com outros programas, o TQS está
perfeitamente adequado”,
relata o vice-presidente
de Tecnologia e Qualidade
da ABECE eng. Augusto G.
Pedreira de Freitas.
Questões
importantes
foram esclarecidas pelo
eng. Abram Belk sobre
como lançar no modelo
TQS quando a arquitetura é 3D, exportação do
modelo TQS para o BIM,
possibilidade de verificar
interferências em 3D no
ABECE 88.indd 11
e Agnaldo
da TQS
escritório de projeto estrutural, limitações de uso do formato IFC, lançamento de modelo estrutural no Revit, entre
outros controversos pontos.
creto não conforme), fazer medições,
fotografar problemas e enviar on-line
para o projetista poder analisar.
O eng. Agnaldo Silva, por sua vez, mostrou o novo sistema da TQS que irá levar
para o campo as utilidades desta interface BIM. Com ele, o engenheiro poderá
verificar uma viga, controlar o concreto
(uma ajuda a mais para combater o con-
O conteúdo da palestra está disponibilizado no site da ABECE
(www.abece.com.br - seção Eventos/Encontros Mensais). A transmissão on-line está na área restrita aos
associados.
Pelas regionais
Acompanhar as transmissões ao vivo dos encontros mensais realizados na sede nacional
tem se tornado atividade constante na grande maioria das delegacias regionais e motivo
de reunir os profissionais para discutir o tema
abordado e trocar experiências.
novas adesões”, comenta o delegado regional
eng. Petrus Nóbrega.
Natal
Belo Horizonte
No Clube de Engenharia de Goiás, em Goiânia,
45 pessoas se reuniram, motivadas pela iniciativa da Delegacia Regional de Goiânia, para
acompanhar as palestras dos engenheiros
Abram Belk e Agnaldo Silva.
Em Natal, a participação foi expressiva, com
11 profissionais locais presentes (engenheiros
Petrus Nóbrega, Joel Araújo, Markus Mello,
Rodolfo Medeiros, Rui Rêgo, Wauban Ramos,
Valmiro Nunes, Christiane Menezes, Raul Omar,
Tobias Navarro e Daniel Florêncio).
No recém-inaugurado auditório que o delegado
regional de Manaus, eng. Ruy Fernando R. da
Fonseca, montou em seu escritório, profissionais como os engenheiros Francisco Anastácio
de Carvalho (delegado adjunto), Marco Antonio
de Araujo, Murilo Barbosa, Silvio Heimbecker,
Darlison Santos e Haroldo Pessoa se reuniram
confortavelmente para acompanhar o encontro mensal do dia 30 de setembro.
Manaus
“As reuniões têm sido muito descontraídas,
possibilitando a confraternização e o convite
aos colegas não associados tem sido feito com
a intenção de difundir a ABECE e possibilitar
23.11.11 23:41:14
12
ABECE 88.indd 12
ABECE INFORMA
Ano 15 Nº 88
23.11.11 23:41:16
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
ACONTECE NAS REGIONAIS
Regional mais atuante 2010/2011
Estado de Minas Gerais), a ABECE figurou como uma das
entidades apoiadoras, por intermédio da Delegacia
Regional de Belo
Horizonte.
13
Belo Horizonte
Ouvintes do programa Chamada Geral,
apresentado pelo repórter Eduardo Costa
na Rádio Itatiaia, puderam acompanhar,
no dia 5 de novembro, a entrevista concedida pelo delegado regional Antonio
César Capuruço sobre a importância dos
projetos estruturais nas obras.
No dia 8 de novembro, aconteceu mais uma
edição do tradicional encontro Concrete
Pizza no Restaurante La Traviatta. Desta
vez, o evento promovido pela Delegacia
Regional de Belo Horizonte reuniu 19
pessoas entre associados e profissionais
mineiros.
A ABECE também
apoiou o Seminário
Soluções para Cidades - Rumo à
Copa 2014, realizado no Minascon/ E, ainda em novembro, a ABECE, além
Construir
Minas de apoiar a palestra Laje nervurada tri2011, evento no direcional e software Pro (proferida pelo
qual a delegacia eng. Sérgio Carvalho no auditório da
regional
promo- ArcelorMittal), fez a sua primeira “incurveu, com abso- são” no meio academico, participando
luto sucesso, um da Semana de Engenharia da Faculdade
Eng. Antonio César Capuruço (à esq.), delegado regional de Belo Horizonte (MG), reencontro técnico Pitágoras com duas apresentações de
cebe certificado de Delegacia Regional mais Atuante 2010/2011 das mãos do eng. José
Luiz V.C.Varela (diretor de Relacionamento da ABECE)
sobre projetos de uma hora cada: Projeto Estrutural e o
elo terceiro ano consecutivo, a estruturas de concreto em situação de Projetista de Estruturas, e Concreto e o
Delegacia Regional de Belo Horizonte incêndio.
Tecnologista de Concreto.
é agraciada pela sede nacional da ABECE
com o certificado de Regional mais atu- A convite da MC Bauchemie
ante. A homenagem foi entregue ao dele- (associada colaboradora da
gado regional Antonio César Capuruço no ABECE), o delegado adjunto
ENECE 2011 - 14º Encontro Nacional de Flávio Capuruço participou
Engenharia e Consultoria Estrutural, em de visita técnica às instalaSão Paulo (SP).
ções da empresa em Bottrop
(Alemanha) e acompanhou
A condecoração é concedida anualmen- o Fórum Internacional sote pela ABECE à delegacia regional com bre Tecnologia do Concreto,
maior atuação no período e são incontes- de 23 a 30 de setembro de
táveis a dedicação e o esforço do atual 2011.
delegado e de seu adjunto para com as
atividades em prol da entidade.
A Delegacia Regional representa mensalmente a ABECE
É extensa a lista de ações desenvolvidas nas reuniões da Câmara da Tradicional Concrete Pizza reuniu, em 8 de novembro, 19 profissionais locais
pela regional, seja na promoção de even- Indústria da Construção
tos ou no envolvimento de atividades lo- (CIC) da FIEMG (Federação das Indústrias
cais como apoiadora. Para mencionar as do Estado de Minas Gerais) que têm o obmais recentes, no dia 29 de setembro de jetivo de discutir alternativas para o deDelegacia Regional de Belo Horizonte
2011, no 10º Encontro Técnico Cultural senvolvimento do mercado da construção
Delegado: Antonio César Capuruço
- Construção Civil/Fundações, promovi- civil. No dia 26 de outubro de 2011, o de(31) 3296-5889
do pelo CREA-MG (Conselho Regional de legado adjunto Flávio Capuruço, marcou
[email protected]
Engenharia, Arquitetura e Agronomia do presença em mais um encontro.
P
ABECE 88.indd 13
23.11.11 23:41:17
14
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
ACONTECE NAS REGIONAIS
Fortaleza
Curso sobre projeto de estruturas metálicas
V
isando formar engenheiros projetistas de estruturas em aço, a ABECE,
por intermédio da Delegacia Regional de
Fortaleza, o CBCA (Centro Brasileiro da
Construção em Aço) e a Gerdau, promoveram na capital cearense o curso Projeto
de Estruturas Metálicas.
Com carga horária total de 48 horas/
aula, realizadas de setembro a novembro, o curso contou com 32 participantes, entre profissionais projetistas de
estruturas, profissionais recém-formados e também estudantes de pós-graduação e do último ano de Engenharia
Civil.
“O programa, muito elogiado pelos
alunos, contemplou desde as noções
de quando se deve construir em aço,
suas propriedades, produtos existentes,
sistemas e elementos
até ligações, vigas,
pilares mistos, proteção contra fogo e viabilidade econômica”,
comenta o delegado
regional eng. Joaquim
Mota.
O responsável por ministrar o curso foi o
eng. Fernando Ottboni
Pinho, que, com vasta Eng. Fernando Ottoboni Pinho ministrou curso para 32 profissionais locais
experiência
adquirida em estruturas metálicas, presta
consultoria nesta área e atua, desde
2002, como consultor técnico da Gerdau
Delegacia Regional de Fortaleza
Açominas no desenvolvimento dos perfis
Delegado: Joaquim Mota
estruturais e é um dos autores do livro
(85) 3261-1332
Edifícios de Múltiplos Andares em Aço
[email protected]
(Editora Pini).
Goiânia
Aprimorando o conhecimento dos profissionais locais
S
eja promovendo ou apoiando cursos
e palestras, a ABECE, por intermédio
da Delegacia Regional de Goiânia, vem
investindo no aprimoramento do conhecimento dos profissionais locais.
Nos dias 21 e 28 de outubro de 2011, a
entidade apoiou a realização do Curso
de Atualização Concreto - Módulo:
Empreendedores ministrado, em Anápolis,
pelo eng. Ricardo Veiga, delegado regional de Goiânia.
Promovido pelo SICMA (Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de
Anápolis) e pela ABCP (Associação Brasileira de Cimento Portland), o curso teve o
objetivo de mostrar a influência da concepção estrutural no custo do empreendimento, fazendo o participante entender
a real dimensão da
estrutura no empreendimento e sua
influência sobre os
outros subsistemas
por intermédio da
apresentação
de
instrumentos e ferramentas de decisão
técnico-econômica sobre a melhor solução estrutural (a mais adequada ao empre- Cerca de 40 participantes acompanharam o curso ministrado pelo eng. Ricardo Veiga (à esq.)
endimento) através de condicionantes de desempenho e a Ciplan com seu representante local e
custo.
uma empresa de Controle Tecnológico
(JBA Engenharia e Consultoria)”, comenAs aulas foram realizadas no mini-audi- ta o delegado.
tório do Senai Anápolis e contemplou seis
módulos (1. Visão geral - a im- Uma delegação goiana veio a São Paulo
portância das estruturas no em- (SP) para participar da entrega do IX
preendimento; 2. Os processos Prêmio Talento Engenharia Estrutural e
construtivos - apresentações e do ENECE 2011 -14º Encontro Nacional
decisão; 3. O processo de de- de Engenharia e Consultoria Estrutural e
cisão - metodologia; 4. Análise pôde prestigiar a escolha da eng. Luciana
do fluxo de caixa de uma obra de Faria Amaral Brito como vencedora da
- fatores que influenciam; 5. Categoria Obras de Pequeno Porte com o
Credibilidade - fatores que in- projeto de um sobrado residencial (confifluenciam; 6. Os custos da não ra nas páginas 8 e 9)
conformidade).
Da esq. p/dir. engenheiros Rafael Calixto, Ricardo Veiga (delegado
regional), Luciana de Faria Amaral Brito, Walid Esper, Paulo Sérgio
e esposa fizeram parte da delegação goiana presente ao IX Prêmio
Talento Engenharia Estrutural e ENECE 2011
ABECE 88.indd 14
“O curso foi bastante participativo, reunindo 38 pessoas,
entre
engenheiros,
arquitetos, estudantes, técnicos em edificações e mestres. Participaram, também,
Delegacia Regional de Goiânia
Delegado: Ricardo Veiga
(62) 3251-0242
[email protected]
23.11.11 23:41:18
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
ACONTECE NAS REGIONAIS
15
SC/Leste
Seminário sobre norma de desempenho das edificações
acontece em Joinville
a NBR 15575 entrará em vigor a partir
do próximo ano e estabelecerá critérios
mínimos de desempenho para edifícios
habitacionais de até cinco pavimentos.
“O evento foi uma excelente oportunidade para os profissionais locais tomarem
conhecimento sobre as principias alterações da Norma”, comenta o delegado regional eng. Luiz Carlos Gulias Cabral.
Profissionais renomados expuseram as principais alterações da NBR 15575 em seminário
N
os dias 21 e 22 de outubro de 2011,
a Ajeci (Associação Joinvilense de
Engenheiros Civis), com apoio da ABECE
(por intermédio da Delegacia Regional
SC/Leste) e outras entidades do setor, promoveram, no auditório da ACIJ
(Associação Comercial e Industrial de
Joinville), o 1º Seminário Sul Brasileiro
para discussão da Norma de Desempenho
das Edificações.
Com o objetivo de discutir os impactos
e as diretrizes constantes da NBR 15575,
de uso obrigatório para incorporadores,
projetistas, construtores e fornecedores
de materiais, o evento contou com as
seguintes palestras: Aspectos gerais da
norma de desempenho e de manutenção das edificações (eng. Marco Antonio
Gullo), Estruturas de concreto: desempenho (NBR 15575) versus prescrição (NBR
6118). Mitos e verdades (Prof. Dr. Paulo
Roberto do Lago Helene), Exigências de
sistemas hidrossanitários (eng. Sérgio
Frederico Gniper) e Exigências de desempenho acústico (Eng. Eduardo de Souza
Alvarenga).
Diferentemente das atuais normas em vigor, que apresentam caráter prescritivo e
continuarão tendo validade, a NBR 15575
define as condições de desempenho do
comportamento em uso nas edificações,
independentemente de como forem executadas ou projetadas.
A pretensão da Norma de Desempenho foi
traduzir tecnicamente as necessidadess
dos consumidores brasileiros de imóveis,
levando em conta o estágio técnico e socioeconômico do Brasil. Foi definido um
desempenho mínimo obrigatório para
alguns sistemas (estruturas, pisos internos, paredes e vedações, coberturas e
sistemas hidrossanitários), seguindo as
diretrizes da ISO 6241 de 1984, que define requisitos de desempenho.
Destaque 2010/2011
No ENECE 2011 - 14º Encontro Nacional
de Engenharia e Consultoria Estrutural, a
Delegacia Regional SC/Leste foi homenageada pela sede nacional com o certificado de Regional Destaque 2010/2011 pelo
seu empenho no referido período.
Alguns destes requisitos são: segurança
Regina
ina Hagemann
Hagem
Hagemann
ann (à esq.),
esq
esq.)), delegada
dele
delegad
gada
a adjunta
adju
adjunta
nta da Delegacia
Deleg
Delegaci
acia
a
estrutural, segurança contra incêndio, Reg
Regional SC/Leste recebe certificado de Regional Destaque
desempenho térmico, acústico, de ilu- 2010/2011 das mãos do eng. José Luiz V.C.Varela (diretor de
minação, de manutenção, conforto tátil Relacionamento da ABECE)
e antropodinâmico. A estrutura da norma está baseada nos requisitos que são
quantitativos e nos métodos de avaliação
que permitem mensurar o atendimento
Delegacia Regional SC/Leste
ou não do desempenho.
Apesar da controversa questão da qualidade, vida útil e garantia das edificações,
Delegado: Luiz Carlos Gulias Cabral
(47) 3322-3822
[email protected]
Rio de Janeiro
Encontros trazem palestras sobre temas de interesse
D
esde o início de 2011, a Delegacia
Regional do Rio de Janeiro vem programando uma série de palestras que
têm atraído o interesse dos associados
cariocas e parceiros locais.
No dia 17 de novembro de 2011, foi a
vez do convidado especial, arq. Lluis
Delegacia Regional do Rio de Janeiro
Delegado: Claudio Adler
(21) 2132-7365
[email protected]
ABECE 88.indd 15
Moya Ferrer falar sobre a experiência da
ETS Arquitectura de Barcelona em obras
especiais, como estádio, túneis etc.
Destaque 2010/2011 pelo seu empenho
p
no referido período.
Ao final da apresentação, os participantes aproveitaram para se confraternizar em uma pizzaria.
Destaque 2010/2011
No ENECE 2011 - 14º Encontro Nacional de Engenharia e Consultoria Estrutural, a Delegacia Regional do Rio
de Janeiro foi homenageada pela sede
nacional com o certificado de Regional
Claudio
Claudio
Claudi
o Adler
Adle
Adlerr (à
(à dir.),
dir
dir.)), delegado
delega
del
egado
do do Rio de Janeiro,
Janei
Janeiro
ro, recebe
receb
recebe
e
certificado de Regional Destaque 2010/2011 das mãos do eng.
José Luiz V.C.Varela (diretor de Relacionamento da ABECE)
23.11.11 23:41:19
16
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
completa um ano de importantes realizações
muito produtivo ver alunos
interessados no tema, em
participar das discussões e
em conhecer e se associar
à ABECE”, comenta o eng.
Timerman.
Eng. Rafael Timerman proferiu palestra para 50 estudantes da UMC – Campus
Villa-Lobos
N
o ENECE 2011 - 14º Encontro
Nacional de Engenharia e Consultoria
Estrutural, o grupo ABECE Inovação
completou um ano de atividades. Desde
que foi lançado, em outubro do ano
passado, o grupo vem se esforçando em
prol de seu fortalecimento com vistas a
alcançar seus objetivos.
No dia 20 de outubro de 2011, como
parte das ações do Grupo Universidades,
coordenado pelo eng. Luciano R. Coelho,
foi realizada mais uma palestra em
universidade. Desta vez, foi na 1ª Semana
de Engenharia da UMC (Universidade
de Mogi das Cruzes) - campus VillaLobos, evento com diversas atividades
acadêmicas voltadas para os discentes
dos cursos de Engenharia.
Na ocasião, o eng. Rafael Timerman
(coordenador
adjunto
do
Grupo
Universidades) apresentou a palestra
Importância de um projeto estrutural
para um público de 50 estudantes. “Foi
Esta iniciativa vem se
somar às duas participações
do ABECE Inovação nas
semanas de engenharia da
Universidade Presbiteriana
Mackenzie, em agosto, e da
EEP (Escola de Engenharia
de Piraciba), em setembro.
Mas, as ações do ABECE Inovação não se
restringiram às universidades. Uma das
mais relevantes atividades promovidas
foi o 1º Bate-papo ABECE em julho
deste ano, resultado de grande esforço,
principalmente, do Grupo Comunicação,
coordenado pelos engenheiros Michel
Tadeu R. Delgado e Renato Rodrigues
Coelho.
A palestra do eng. Mario Franco para
um grupo de mais de 100 pessoas,
entre proprietários, coordenadores e
engenheiros dos principais escritórios
de São Paulo, engenheiros estruturais
que atuam no interior do Estado,
estudantes e pós-graduandos de diversas
universidades encorajou os integrantes
do Grupo ABECE Inovação a planejar o
segundo encontro.
Outra importante conquista, advinda
do Grupo Integração (coordenado pelos
engenheiros Eduardo Rebello Miguel e
Gustavo Souza Silva), foi a associação de
uma empresa (a Oldra Engenharia, de
Itaquaquecetuba/SP) contribuindo para
o aumento do número de associados da
ABECE no interior do Estado de São Paulo.
“Vamos nos pautar nos primeiros frutos
que colhemos com o empenho de todos
no primeiro ano de nossa constituição
para ampliar as ações e fortalecer o
trabalho do Grupo. Para tal, é muito
importante contar com a adesão de novos
integrantes”, ressalta a coordenadora
geral Daniela Baldassarri.
Interessados devem entrar em contato
com o Grupo ABECE Inovação por
intermédio do telefone (11) 3938-9400
ou e-mail [email protected]
Apoio às
atividades do IE
A
ABECE apoiou as seguintes palestras pro movidas pela Divisão
de Estruturas do Departamento de
Engenharia Civil do Instituto de
Engenharia de São Paulo: Pilares de
concreto armado em situação de incêndio (20 de outubro de 2011, com
eng. Odinir Klein Júnior), Engenharia
estrutural – má utilização de software
na prática de engenharia – riscos concretos e presentes (10 de novembro,
com Dr. Leroy Z. Emkin). Além disso, o
seminário Os Caminhos da Engenharia,
realizado no dia 24 de outubro de
2011, também contou com o apoio
institucional da ABECE.
PUBLICAÇÕES
• O livro Concreto: Ciência
e
Tecnologia,
lançado
pelo
Ibracon
(Instituto
Brasileiro do Concreto) no
53º Congresso Brasileiro
do Concreto, realizado em
Florianópolis (SC) de 1 a
4 de novembro de 2011,
contém 51 capítulos, di(I t d ã
vididos em sete partes (Introdução,
Materiais, Concreto fresco, Propriedades
do concreto endurecido, Durabilidade do
concreto, Patologia, inspeção, diagnóstico
e reabilitação, e Concretos especiais. Cada
exemplar vem acompanhado de um CDROM contendo todas as figuras e quadros do
livro, em arquivos individuais, assim como
a apresentação em PowerPoint de cada
ABECE 88.indd 16
ca
capítulo, que poderão ser
u
utilizados como material
d
didático por professores e
p
profissionais para cursos,
p
palestras etc. Mais informaçõ
ções:www.ibracon.org.br/
• Qualidade no Projeto de
E
Edifícios é o título do livro
llançado
d recentemente
t
de autoria de Márcio
Minto Fabricio e Sheila Wulbe Ornstein
que discute a atuação dos projetistas e
construtores durante o ciclo de concepção,
projeto, acompanhamento de execução
e uso, considerando diversos agentes
intervenientes em cada etapa e os usuários
e suas necessidades. Promovido pela Antac
(Associação Nacional de Tecnologia do
Ambiente Construído), por
meio do Grupo de Trabalho
Qualidade do Projeto, o
livro traz como conteúdo
as principais discussões,
revisadas e ampliadas, dos
pesquisadores convidados
para o I Simpósio Brasileiro
de Qualidade do Projeto
li d em
no Ambiente Construído realizado
São Carlos (SP), em novembro de 2009. A
obra conta com 13 capítulos desenvolvidos
por importantes pesquisadores da área
e está estruturada em três grandes
temas: Qualidade do projeto e percepção
do usuário; Tecnologia da informação
e qualidade do projeto; Qualidade do
projeto, meio urbano e habitação social.
23.11.11 23:41:20
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
17
Prêmio Sika Carbodur de Reforço Estrutural
E
stão abertas as inscrições para o 1º
Prêmio Sika Carbodur de Reforço
Estrutural, concurso promovido pela
Sika, com apoio da ABECE, para premiar empresas e profissionais projetistas de estruturas.
Com o objetivo de divulgar, no meio
técnico, profissionais ou empresas que
desenvolveram projetos de reforço estrutural com sistemas de compósitos de
fibras de carbono, o concurso foi criado
em 2011 pela Sika, empresa associada
colaboradora da ABECE e produtora de
químicos para a construção civil.
Empresas ou profissionais projetistas
de estruturas sediados no território
nacional podem inscrever até três trabalhos referentes a projetos e obras
que tenham sido realizados a partir de
maio de 2011 e cuja execução do reforço esteja concluída.
Os projetos de reforço de estruturas
podem ser de quaisquer tipos (concreto armado, concreto protendido, metálicas, madeira, alvenaria ou, ainda,
mistas), empregando sistemas compósitos de fibras de carbono Sika.
Os trabalhos serão julgados por uma comissão de acordo com critérios de avaliação da estrutura, concepção da solução
estrutural, processos construtivos/uso
adequado de materiais, originalidade,
inovação, monumentalidade, implantação no ambiente, esbeltez/deformabilidade, e estética/economicidade.
Será escolhido apenas um ganhador e
uma menção honrosa para cada quesito de julgamento. O vencedor ganhará
uma viagem com estadia para a Suíça
para participar de um treinamento no
Centro de Tecnologia da Sika AG, incluindo visitas a obras de destaque
em reforço estrutural com fibras de
carbono e visita ao Laboratório Suíço
de Tecnologia e Ciência dos Materiais
EMPA, berço dos primeiros testes com
a tecnologia de compósitos de fibras de
carbono aplicada ao reforço de estruturas na construção. Aos contemplados
com menção honrosa serão entregues
diploma e placa alusiva ao evento.
As inscrições vão até o dia 31 de julho de 2012 e podem ser efetuadas no
endereço
http://www.sika.com.br/
pt/group/concurso.html onde pode ser
consultado o regulamento completo do
concurso.
Novos associados contribuem para expressivo crescimento
M
ais 12 profissionais foram integrados ao quadro associativo da ABECE
nos últimos três meses, sendo que dois
deles são ex-associados que retornaram à entidade.
Desde o início da atual gestão, sob a
presidência do eng. Eduardo Barros
Millen, 68 profissionais da área associaram-se à ABECE, ultrapassando o
número total de 400 associados.
“Como a maioria das associações é de
escritórios de projetos estruturais, que
congregam diversos funcionários, podemos contabilizar aproximadamente
1500 profissionais associados à ABECE”,
comenta o eng. José Luiz V.C.Varela,
diretor de Relacionamento e o principal responsável pela arregimentação
de grande parte dos novos profissionais que passaram a fazer parte da
Associação.
Segundo ele, um dos fatores que con-
tribuem para o aumento do número de
associados é a abertura de regionais.
Além de fortalecer a atuação da entidade, elas acabam por agregar os profissionais locais, fazendo-os conhecer
as ações da associação.
“Pretendemos estender as atividades
Nome
da ABECE para outras regiões, possibilitando a abertura de novas delegacias
regionais no Nordeste e no Norte, principalmente”, comenta o eng. Varela.
A lista completa dos associados pode
ser conferida no site www.abece.com.
br – seção Associados e Colaboradores.
Categoria
Cidade/ Estado
Planservi Engenharia Ltda.
Efetivo
Bruno Norat Jorge
Efetivo
Paulo Roberto do Lago Helene
Efetivo
Egydio Hervé Neto
Efetivo
R Peotta Engenharia e Consultoria Ltda. Efetivo
Odilon Monteiro
Efetivo
Ari Alves de Siqueira
Efetivo
Márcio Murilo Ferreira de Ferreira
Efetivo
Ana Carolina da Roza Ferreira
Aspirante
Antonio Jorge de Assunção Caldas
Efetivo
José Celso da Cunha
Efetivo
João Batista Cardoso Athayde Lima
Efetivo
São Paulo/SP
Belém/PA
São Paulo/SP
Porto Alegre/RS
Rio de Janeiro/RJ
Amparo/SP
Lages/SC
Belém/PA
Belém/PA
Belém/PA
Belo Horizonte/MG
Fortaleza/CE
Obs.: Os dois últimos são ex-associados que retornaram à ABECE
TORNE-SE UM ASSOCIADO ABECE, CONTRATE A APÓLICE DE SEGURO DE
RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL E DESFRUTE DAS VANTAGENS PARA
GARANTIR SEUS PRÓXIMOS PROJETOS
ABECE 88.indd 17
23.11.11 23:41:21
18
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
EM TEMPO
O Confea (Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) e o
MDIC (Ministério do Desenvolvimento,
Indústria e Comércio Exterior) lançaram, no dia 30 de setembro de 2011,
em Florianópolis (SC), durante a 68ª
Soeaa (Semana Oficial da Engenharia,
da Arquitetura e da Agronomia) o
Censo dos Profissionais da Engenharia.
O objetivo do levantamento é conhecer o perfil desses profissionais e a
situação atual do mercado de trabalho, visando traçar políticas públicas
para o desenvolvimento do país e
promover ações concretas de capacitação e reinserção dos profissionais
não atuantes no mercado tecnológico. O acesso ao questionário está
disponível nos sites www.confea.org.
br e www.mdic.gov.br.
O vice-presidente de Marketing eng.
João Alberto de Abreu Vendramini foi
um dos jurados que julgou, no dia 5
de outubro, os trabalhos inscritos no
IV Concurso CBCA para Estudantes de
Engenharia 2011, que tem o objetivo
de promover e incentivar o conhecimento do aço como material básico da
construção e seu desenvolvimento em
uma concepção arquitetônica e estrutural apropriada.
O Fórum Permanente em Defesa do
Empreendedor e a ACSP (Associação
Comercial de São Paulo), por meio do
Conselho do Setor de Serviços, realizaram, em 6 de outubro de 2011, a
palestra Rumo a 10 milhões de assinaturas – Proposta de um movimento
popular pela redução dos impostos
sobre o consumo: A maneira mais efetiva de pressionar o sistema político.
O palestrante convidado foi o colunista do jornal Valor Econômico e da
Band News Alberto Carlos Almeida. O
encontro, que contou com a participação do eng. Fernando Mihalik como
representante da ABECE (membro do
Fórum), aconteceu no auditório do
Sescon-SP, em São Paulo (SP).
Nos dias 14 de outubro e 18 de novembro, o diretor Thomas G. Carmona,
coordenador do Comitê Técnico sobre
Conformidade de Concreto, representou a ABECE nas reuniões de revisão
da NBR 7212 – Execução de concreto
dosado em central.
No dia 17 de outubro, a ABECE
participou de mais uma Reunião da
CE-18:600.19 - Comissão de Estudos
de Lajes e Painéis Alveolares de
Concreto na sede da ABCP, em São
Paulo (SP), para análise de votos
do processo de consulta pública da
ABNT NBR 14861 - Lajes alveolares
protendidas de estruturas de concreto pré-fabricadas - Requisitos e procedimentos.
Também em 17 de outubro, o grupo de trabalho para comentários do
Final Draft do CEB 2010, coordenado
pelo Eng. Fernando Stucchi, reuniu-se
na sede da ABECE, em São Paulo (SP),
com o objetivo de elaborar resposta
ao CEB.
ABECE 88.indd 18
AGENDA
Em café da manhã realizado em 18 de
outubro, foi lançado o ConstruData,
iniciativa do Sinduscon-SP em convênio com a FGV/IBRE (Fundação
Getúlio Vargas/Instituto Brasileiro
de Economia). Hospedado no site
do Sinduscon-SP, o ConstruData tem
como objetivo consolidar uma ampla
base de dados e de análises da cadeia produtiva da construção, permanentemente atualizados trazendo
uma extensa gama de indicadores
setoriais (estatísticas da indústria de
materiais, da construção civil, dos
serviços financeiros e da comercialização de imóveis de diversas fontes).
A vice-presidente de Relacionamento
eng. Suely B. Bueno representou a
ABECE no 2º Seminário BIM Modelagem
da Informação na Construção, realizado pelo Sinduscon-SP, no dia 20 de outubro, no Teatro Renaissance, em São
Paulo (SP).
O delegado regional do Rio de Janeiro
eng. Claudio Adler representou a
ABECE, no dia 24 de outubro, na cerimônia de posse dos membros do conselho diretor eleitos para o biênio 20112013 da ABCE (Associação Brasileira
de Consultores de Engenharia). Na
ocasião, a entidade comemorou seus
45 anos de fundação.
Nos dias 24 de outubro e 16 de novembro, o diretor Thomas G. Carmona,
coordenador do Comitê Técnico sobre
Conformidade de Concreto, representou a ABECE nas reuniões de revisão da
NBR 7680 - Extração, preparo e ensaio
de testemunhos de concreto.
O presidente da ABECE eng. Eduardo
Barros Millen recebeu, em 1º de novembro, o Prêmio Emílio Baumgart no
53º Congresso Brasileiro do Concreto/
IBRACON 2011, que aconteceu de
1 a 4 de novembro no Centrosul
(Florianópolis - SC).
Representantes da ABECE, como
os engenheiros Suely B. Bueno (vicepresidente de Relacionamento) e
Jefferson Dias de Souza Jr. (diretor)
marcaram presença no 28º Batimat
- Salão Internacional da Construção,
realizado de 7 a 12 de novembro, em
Paris (França).
Mais uma reunião com o Grupo BIM
(Building Information Modeling) foi
realizada, no dia 8 de novembro, na
sede da ABECE, em São Paulo (SP),
para continuidade dos trabalhos.
Em 10 de novembro, aconteceu
no IE (Instituto de Engenharia), organizado pela ABCIC, o seminário
para lançamento da norma ABNT
NBR 14861 - Lajes alveolares préfabricadas de concreto protendido
- requisitos e procedimentos, com
palestras nacionais e internacionais
e mesa-redonda coordenada pelos
engenheiros Inês Battagin, da ABNT,
e Eduardo Barros Millen, presidente
da ABECE.
World of Concrete 2012
Data: 24 a 27 de janeiro de 2012
Local: Las Vegas Convention Center
(Las Vegas - USA)
www.worldofconcrete.com
Concrete Show India 2012
Data: 23 a 25 de fevereiro de 2012
Local: Mumbai - India
www.concreteindia.net
Seminário Licenciamento
Ambiental em Obras
Data: 7 fevereiro de 2012
Local: Hotel Mercure Vila Olimpia
(São Paulo - SP)
www.vxa.com.br/eventos/96licenciamento-ambiental-em-obras
ICCX Latin America 2012
Data: 20 a 23 de março de 2012
Local: Centro Sul e Hotel Majestic
(Florianópolis - SC)
www.iccx.org/latin-america-2012
Brazil Road Expo 2012
Data: 2 a 4 de abril de 2012
Local: Expo Center Norte (São Paulo
- SP)
www.brazilroadexpo.com.br
Eurojoin 8
Data: 24 a 26 de maio de 2012
Local: Hotel Histria (Pula - Croatia)
www.fsb.unizg.hr/hdtz/
M&T Expo 2012 - 8ª Feira
Internacional de Equipamentos para
Construção e 6º Feira Internacional
de Equipamentos de Mineração
Data: 29 de maio a 2 de junho de 2012
Local: Centro de Exposições
Imigrantes (São Paulo - SP)
www.mtexpo.com.br
SEFE7 - 7º Seminário de Engenharia
de Fundações Especiais e Geotecnia
Data: 17 a 20 de junho de 2012
Local: Pavilhão E do Transamérica
Expo Center (São Paulo - SP)
www.acquacon.com.br/sefe7/
TeCobi Expo 2012 - Evento
Internacional de Telhados,
Coberturas e Impermeabilização
Data: 18 a 20 de junho de 2012
Local: Expo Center Norte
(São Paulo - SP)
www.tecobiexpo.com.br
10th World Congress on
Computational Mechanics
Data: 8 a 13 de julho de 2012
Local: São Paulo - SP
www.wccm2012.com/
Concrete Show South America 2012
Data: 29 a 31 de agosto de 2012
Local: Centro de Exposições
Imigrantes (São Paulo - SP)
www.concreteshow.com.br
23.11.11 23:41:22
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
19
ESPAÇO DO PATROCINADOR
Hotel é construído em tempo recorde no Rio Grande do Sul
César Bilibio,
presidente do Grupo Medabil
C
onstruir um prédio de
4.500 m2, com sete
andares em 67 dias e oito
horas pode parecer ficção,
mas se tornou realidade no
Brasil. Esse foi exatamente o tempo necessário para
erguer a estrutura e construir lajes e paredes da
nova unidade do Hotel Ibis
em Canoas, região metropolitana de Porto Alegre,
no Rio Grande do Sul. É
aproximadamente metade
do tempo que seria necessário com o uso de métodos
convencionais.
Essa foi a primeira obra em
tempo recorde feita completamente dentro do mecanismo de multiandares
da Medabil. Uma solução
que atende as exigências
da construção civil de forma ágil, econômica e sustentável, com a mais moderna tecnologia existente
no mercado. A solução metálica para as estruturas
pode reduzir em até 50%
o prazo dessa importante etapa da obra. Os fechamentos são executados de forma
praticamente simultânea. A fase de
acabamento inicia-se mais cedo, gerando uma economia extraordinária
no cronograma total da construção.
Em termos de custos, a precisão das
estruturas reduz substancialmente as
perdas com material e mão de obra.
Nesse edifício foram utilizados elementos industrializados tais como
painéis de fachada, steel deck para
as lajes, divisórias em drywall para
as paredes internas. Assim como os
elementos estruturais – vigas e colunas –, que são preparados em fábrica
ABECE 88.indd 19
e levados ao canteiro para simples
montagem, os fechamentos também
chegam prontos para integração imediata com as estruturas. Um projeto
bem elaborado permite ganhos excepcionais no cronograma geral da construção, além de significativa redução
nos custos. Mais leves, as estruturas
de aço reduzem os requerimentos das
fundações em cerca de 20%, dependendo do projeto. Os elementos estruturais são mais esbeltos, em menor número, os vãos são mais amplos
e os espaços melhor aproveitados.
Os sistemas em aço estão alinhados
com o princípio da sustentabilidade
que vem assumindo papel cada vez
mais importante para o mundo corporativo e para os negócios das empresas do setor da construção. Seu uso
possibilita retorno do investimento
entre 10% a 15% maior que os sistemas convencionais. Países como os
Estados Unidos, Inglaterra e Japão
já utilizam largamente este modelo
de construção. No Brasil, seu uso é
crescente entre as empresas de vanguarda.
CBCA - Centro Brasileiro da Construção em Aço
www.cbca-acobrasil.org.br
23.11.11 23:41:22
20
Ano 15 Nº 88
ABECE INFORMA
COMPARTILHANDO EXPERIÊNCIAS
Profissão de risco
D
izem que profissões de risco são
as dos atletas de esportes radicais, das pessoas que são capazes de
arriscar a própria vida por gostar, por
querer ganhar dinheiro com o espanto
de muitos, dos que querem ver adrenalina com toda sua profusão; enfim,
por uma série de motivos. Fora esses, bombeiros, policiais, pilotos de
diversos transportes e muitos outros
são também considerados profissionais que arriscam a própria vida; portanto, são profissionais de risco.
Existe um profissional que trabalha
com risco e não é de sua própria vida,
mas de muitas pessoas. Talvez por
isso, possa ficar em situação muito
pior que daqueles profissionais “de
risco”. São os engenheiros civis, calculistas de estruturas.
Nossas estruturas são meios construtivos de uso de vidas humanas e uma
falha num projeto pode ser fatal.
Evidentemente, esses profissionais
não podem errar e tenho certeza que
o risco de erro de cálculo tem que ser
“zero”. Por isso, inclusive, criou-se
recentemente as auditorias estruturais. Houve uma época em que o calculista trabalhava isoladamente, assumindo todo o seu projeto sozinho,
com sua própria verificação e sem
endosso de outro colega, e se a obra
caísse, o profissional estava condenado pelo resto da vida.
Infelizmente, muitas obras caíram e
sacrificaram vidas humanas. Algumas
vezes, nem foi por erro de cálculo,
mas erro de execução, mas, mesmo
assim, para sempre ficava o estigma
do calculista.
Poderíamos citar grandes engenheiros que nunca mereceram a catástrofe que acometeram sobre seu nome.
Profissionais que sempre foram excelentes calculistas e professores super
qualificados, muitos reconhecidos no
meio técnico; mas tornaram-se conhecidos pelo grande público, não
pelas suas inúmeras obras que deram
certo, mas por uma única que caiu,
sem se saber ao certo, qual a razão
específica.
Enfim, várias obras caíram e caem
e isso se tornou assunto de livros
ABECE 88.indd 20
e de seminários. Citamos os livros
“Acidentes Estruturais na Construção
Civil” e os seminários “Danstruc –
Danos das Estruturas”.
O profissional de cálculo estrutural tem uma responsabilidade muito grande. Dentro de um projeto de
construção, é um dos profissionais
com a maior responsabilidade. Quem
trabalha com cálculo estrutural, o faz
porque gosta e vibra com o cálculo.
Apesar de ser um chavão em todas as
profissões: O calculista “não é remunerado a contento”. Podemos fazer
uma ligeira comparação: uma corretagem de um imóvel dificilmente é
menor que 5% do valor da obra e o
calculista é remunerado com cerca
de 1%, ou seja, menos que 20% do serviço de corretagem que não envolve
grande responsabilidade.
Ouvimos, no início de nossa profissão
que chega a perto de quatro décadas,
opinião de colega mais velho comentando que nunca ficaríamos ricos com
cálculo estrutural. E confirmamos,
não ficamos ricos, mas estamos felizes por trabalhar nessa área tão bela
e nobre da engenharia civil.
Também é uma profissão na qual o
trabalho feito dificilmente agrada a
todos. Muitos, sem conhecimento de
causa, criticam o trabalho do calculista. Em nossa vida profissional, estamos sempre prontos a escutar dois
tipos de comentários. O primeiro é
achar que exageramos dizendo que
gastamos ferro ou concreto demais. O
segundo é achar que subdimensionamos a ponto de perguntar: “Isso não
vai cair não?”. Aceitamos os comentários, que podem até serem jocosos.
É também uma profissão que, às vezes, nos impede de ter um sono repousante. Qual colega calculista não
acordou de madrugada pensando no
detalhamento de uma viga e na quantidade de ferros que colocou? Qual
colega não despertou apreensivo com
a execução daquele ousado balanço?
Qual não pensou de madrugada no
efeito da torção naquela peça estrutural?
Sem dúvida, ser projetista de estrutura é uma profissão de risco e já ouvimos história de calculista que atentou contra a própria vida por causa de
uma estrutura sua que caiu. Mesmo
assim, os calculistas perseveram e
ficam satisfeitos por verem aquela
estrutura concebida num escritório,
desde sua fundação até a cobertura,
virar realidade e crescer com o auxílio e trabalho de dezenas de outros
profissionais, desde engenheiros de
obras até encarregados, armadores,
carpinteiros, pedreiros e serventes.
O momento que vivemos está sendo bom para o cálculo estrutural. O
Brasil passa por uma fase muito satisfatória de crescimento e de eventos (pelo menos dois: Copa do Mundo
e Olimpíadas) que irá trazer muito
trabalho para os calculistas e fazer
jovens se entusiasmar por essa profissão.
Em suma, calculista é uma profissão
de risco e quem nela trabalha tem
consciência disso e se trabalha nisso
é porque é apaixonado por essa profissão.
Francisco Xavier Adão
Diretor Técnico da
SPI Projetos Integrados
Este espaço é aberto à divulgação de artigos sobre temas gerenciais ou técnicos.
Os associados que desejarem compartilhar suas experiências e opiniões devem
enviar artigo para o e-mail [email protected]
23.11.11 23:41:23

Documentos relacionados

A NB-1/ 2003 e os Estados Limites de Serviço

A NB-1/ 2003 e os Estados Limites de Serviço http://www.eesc.usp.br/sap/projetar.html

Leia mais

concrete show south america 2007

concrete show south america 2007 especiais que julguem merecedores de reconhecimento. Para que não haja duplicidade de escolhidos e garantir a abrangência nacional, a ABECE e os sócios colaboradores envolvidos farão a escolha fina...

Leia mais

ABECE e ABPE promovem congresso de pontes e estruturas

ABECE e ABPE promovem congresso de pontes e estruturas Vice-presidente de Marketing João Alberto de Abreu Vendramini Diretor administrativo-financeiro Roberto Dias Leme Diretores Enio Canavello Barbosa, Guilherme Covas, Jefferson Dias de Souza Júnior, ...

Leia mais

ABECE 91.indd

ABECE 91.indd osé Luiz Jefferson Dias de Souza tins Laginha Lag ginha a Neto e V. C. Varela, José Martins ona Thomas Garcia Carmona o Conselho deliberativo tonio Carlos C s Reis Alberto Naccache, Antonio armona ...

Leia mais