Sto. André vai contratar mais de 600 educadores

Сomentários

Transcrição

Sto. André vai contratar mais de 600 educadores
www.abcdmaior.com.br
rodrigo pinto
Relatório da Cetesb aponta
piora na qualidade da água da
represa Billings. PÁGs. 8 e 9
ANO 9 | Nº 889 | 19 e 20 de MAIO de 2015
E XEM PLAR GRATU I T O
Sto. André vai contratar
mais de 600 educadores
A Prefeitura de Santo André vai investir na contratação de 669 educadores. Entre os contratados,
316 professores, 160 agentes de desenvolvimento infantil e 56 agentes de inclusão escolar que
vão trabalhar em 15 novas creches a serem inauguradas e que atenderão 4,5 mil alunos. PÁGINA 3
CAIXAS DOS CORREIOS SÃO RARAS NA ERA DIGITAL
Em plena era digital, em que a maioria das pessoas tem acesso a e-mail e Whatsapp, ainda há os que não abrem mão de escrever cartas no papel. Para postar utilizam
as caixas dos Correios, que como reflexo da disseminação dos meios eletrônicos rareiam no ABCD: hoje são apenas 340 espalhadas pelas sete cidades. Página 7
andris bovo
N ACIONA L
C IDA DE S
p ol í tic a
e conomia
CHINA INVESTIRÁ
R$ 160 BILHÕES
NO BRASIL PÁG. 11
ACIDENTES COM
CARROS DIMINUEM
20% NO ABCD PÁG. 6
Servidores
retomam diálogo
em s. bernardo PÁG. 5
mercedes
demitirá 500
funcionários PÁG. 10
2 ABCDMAIOR | 19 e 20 de maio de 2015
opinião
EDITORIAL
Que Brasil
enxergamos?
Uma coisa é o barulho feito pela oposição e pela
chamada grande imprensa, sobre uma crise que
promete destruir o Brasil, e outra são os fatos que
surgem, muitas vezes de forma tímida, nos principais
veículos de comunicação. Um desses fatos é a decisão do governo da China de investir cerca de 150
bilhões de reais no Brasil, em obras de infraestrutura.
Um dos principais projetos é a ferrovia que cruzará a
América do Sul de Leste a Oeste, unindo os oceanos
Atlântico e Pacífico, em um trajeto que começa no
Brasil e termina no Peru.
Investidores estrangeiros não costumam jogar
dinheiro fora, principalmente 150 bilhões de reais.
Além dos chineses, multinacionais das mais diferentes origens também investem no Brasil, em um sinal
de que os que gritam que o País está afundado na
crise nada mais fazem do que discursos para consumidores ingênuos e pouco informados. Um exemplo
é a fábrica da Fiat-Chrysler acaba de inaugurar em
Goiana, em Pernambuco, para produzir veículos de
alto padrão. Sim, o Brasil passa por dificuldades econômicas, mas nada perto da situação vivida pelos
Estados Unidos e países europeus como Itália, Espanha, Grécia e Portugal.
O Brasil tem um mercado interno promissor e que
cresce a cada ano. Tem terras agriculturáveis, tem minas de ferro, tem petróleo sobrando, tem muita coisa
que está atraindo os chineses e outros investidores
estrangeiros. Muitos empresários brasileiros também compartilham desse olhar que enxerga novas
e promissoras possibilidades de negócios. Então por
que a grande imprensa insiste na crise que destrói
o Brasil? Porque essas empresas de comunicação
apostam em outro país, aquele país que costumava
entrar em crise diante de qualquer balanço da economia internacional e que se submetia aos ditames do
cassino financeiro que prefere multiplicar dinheiro a
incentivar a produção de riqueza. Há no Brasil os que
apostam no cassino e os que defendem uma economia produtiva, adequada aos potenciais do País.
Defender o cassino é defender o atraso econômico e
político como faz hoje a grande imprensa e a oposição ao governo federal.
Aqui tem
ABCD MAIOR
OBRAS DE ALCKMIN PODEM LEVAR ÁGUA POLUÍDA PARA O CONSUMIDOR
Respeito aos
trabalhadores das artes
Tiago Nogueira *
No mês que homenageia os
trabalhadores em todo o mundo, levanto a tarefa inadiável
dos gestores de cultura de compreender a atividade artística a
partir das relações e condições
de trabalho, bem como a vivência profissional, especialmente
porque o mercado capitalista de
consumo nem sempre é justo na
atribuição de valor à produção
criativa. Idealizada ou inspirada, toda obra insere o artista no
mundo do trabalho.
O artista brasileiro sempre
esteve sob a sombra de políticas de curta duração, agarrando-se a editais (descontínuos) ou
a leis de isenção fiscal, vulneráveis à intermitência do trabalho. Precisamos quebrar o rótulo
da informalidade da profissão
por meio de instrumentos que
protejam e promovam o artista
como trabalhador e o fortaleçam
no enfrentamento da realidade
www.abcdmaior.com.br
cruel resultante da flexibilização
mais a precarização na atividade
produtiva, principalmente num
cenário onde cada um é empreendedor de si mesmo.
Vale pontuar que os artistas
passaram a ser compreendidos
como trabalhadores na CBO (
Classificação Brasileira de Ocupações) apenas em 2002, em
atendimento a exigência da OIT
(Organização Internacional do
Trabalho). Porém, ao meu ver,
o mapeamento do trabalho artístico tem de ir além e envolver
desde os processos de formação, de financiamento, de políticas públicas, de estatísticas e
o fazer arte.
Nosso empenho é impulsionar o fortalecimento das atividades culturais para além da lógica de mercado de maneira que
passe a ocupar posição estratégica no desenvolvimento social
e econômico. Neste caminho,
Santo André aposta na construção dos Sistema e Plano Muni-
cipais de Cultura, que propõem
a possibilidade de trabalhos de
longa duração e incluem os artistas nos debates sobre direitos e condições de trabalho.
O Plano Municipal de Cultura
tem validade de 10 anos e é importante pilar para essas transformações uma vez que inclui
reconhecimento e promoção da
diversidade e do patrimônio cultural de Santo André, universalização do acesso à cultura, ampliação da participação social
nos processos de formulação de
políticas culturais, qualificação
e profissionalização da gestão
cultural, no âmbito público e
privado, em uma perspectiva de
desenvolvimento da economia
da cultura, descentralização da
implementação de políticas de
cultura e integração dos sistemas de gestão..
* Tiago Nogueira é secretário de
Cultura de Santo André.
/abcdmaior
Expediente MP Editora Ltda | Endereço: Trav. Monteiro Lobato, 95, Centro, SBC | CEP 09721-140 | (11) 4930-7450
Av. João Ramalho, esquina com
Av. Vitorino Dell Antonia - Mauá
Ver lista completa no www.abcdmaior.com.br
Diretor e Jornalista Responsável: Walter Venturini | Diretor Executivo: Silvio Berengani
Editores: Política: Júlio Gardesani, (11) 4930-7467, [email protected] |Cidades: Mauricio Milani, (11) 4930-7470, [email protected] Economia: Silvio Berengani, (11) 4930-7457, [email protected] | Cultura: Marina Bastos, (11) 4930-7462,
[email protected] | Esportes: Antonio Kurazumi, (11) 4930-7454, [email protected] | Fotografia: Amanda Perobelli, (11)
4930-7465, [email protected] | Projeto Gráfico: Ligia Minami | Diagramação e editoração: Evelyn Domingues | Tratamento de
imagem: Fabiano Ibidi | Comercial: Paulo Lima (11) 4930-7452 , [email protected] | Distribuição: Casa da Arte - [email protected]
abcdmaior.com.br (11) 4930-7474 Publicação trissemanal www.abcdmaior.com.br | Os artigos são de responsabilidade dos autores
e não expressam a opinião deste jornal.
Circulação em Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra
@ABCD_MAIOR
TIRAGEM 20 mil exemplares
certificação:
FONE 4193-5357
19 e 20 de maio de 2015 | ABCDMAIOR
política
Disse, mas não era verdade
Diferentemente do que foi dito pelo vereador Célio Boi,
a executiva estadual do PSB não aprovou intervenção
em Diadema e mantém Adelson no comando do
diretório municipal.
Santo André contrata
669 novos educadores
Investimento será de R$ 10 milhões para melhorar qualidade do ensino
rodrigo pinto
Prefeitura de Santo André contrata profissionais para ampliar rede educacional; creches serão prioridade, além de professores
desde as construções de prédios
até efetivação de profissionais
na rede. Isso faz a diferença”,
disse Silvério.
Já o secretário de governo,
Arlindo José de Lima, explica
que as contratações serão feitas
por meio de concurso público
a ser realizado ainda neste ano.
“Temos quatro creches que
serão entregues até o fim de
2015 e também tem uma escola sendo construída. Por
isso, precisamos dos cargos,
que possibilitarão mais investimentos na Educação”, afir-
andris bovo
Paulo Pinheiro propõe maior aumento
Gislayne Jacinto
[email protected]
O prefeito de Santo André,
Carlos Grana (PT), irá “turbinar” a Educação. A Administração criará 669 cargos novos
profissionais da educação, que
atuarão em escolas municipais
e nas 15 creches a serem inauguradas na cidade e que atenderão mais 4,5 mil alunos. O
projeto de lei sobre os cargos
já está na Câmara para a apreciação dos vereadores. Entre os
contratados estão professores
(316), Agentes de Desenvolvimento Infantil (160) e agentes
de inclusão escolar (56).
De acordo com o secretário
de Educação, Gilmar Silvério,
o investimento com as novas
contratações será de R$ 10
milhões por ano e a maior
parte dos recursos será proveniente do Fundeb (Fundo
de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e
de Valorização dos Profissionais da Educação), do governo federal. O Fundeb cobre
integralmente os gastos com
profissionais do magistério.
“A Educação é uma prioridade do governo e o plano vai
3
mou Arlindo.
Além das unidades citadas,
a Prefeitura já abriu licitação
para a construção de 11 novas
creches. Com a medida, o governo Grana pretende zerar o
déficit de vagas em creches na
cidade.
S. Caetano
vota reajuste
para servidor
nesta terça
A Câmara de São Caetano
vota nesta terça-feira (19/05)
projeto do prefeito Paulo Pinheiro (PMDB) que concede aumento de 9,15% no salário dos
5,5 mil servidores. Trata-se do
maior índice apresentado entre
as sete Prefeituras do ABCD. O
piso da categoria na cidade subirá de R$ 1,56 mil para R$ 1,7
mil. O risco de vida dos GCMs
(Guardas Civis Municipais)
também terá aumento e vai de
R$ 974,74 para R$ 1.063,93.
De acordo com o projeto de lei,
o índice de reajuste também será
aplicado para a cesta básica e ao
vale transporte.
Caso a Câmara aprove o projeto nesta terça, os servidores poderão receber o aumento já na folha
de pagamento do dia e 30 deste
mês. A data base da categoria em
São Caetano é 1º de maio. O impacto será de R$ 20 milhões na
folha de pagamento.
4 ABCDMAIOR | 19 e 20 de maio de 2015
política
Mais investimentos
A Câmara de Santo André vota nesta terça-feira (19/05) projeto do
Executivo que abre crédito de R$ 12 milhões para serem utilizados em
obras de mobilidade urbana. A verba é parte de investimentos do BID
(Banco Interamericano de Desenvolvimento).
PMDB pressiona e reforma política
pode ser deturpada pelo Congresso
Financiamento público de campanha fica de fora, proposta defendida pelo PT e Psol; movimentos sociais se organizam para pressionar
Julio Gardesani
[email protected]
Após anos de debates, o Congresso Nacional resolveu colocar em votação, sob pressão do
PMDB, uma reforma política
que não atende os interesses da
população e que, na verdade,
pode aprofundar a promiscuidade nas relações entre o poder público e empresários. Isso
porque a proposta, que deve ser
aprovada pela Comissão Especial que debate o tema na Câmara nesta terça-feira (19/05)
- apesar do posicionamento
contrário de partidos como o
PT e o Psol -, não deve incluir
no projeto o financiamento público de campanha. Pelo contrário: torna oficial a doação da
iniciativa privada, como empreiteiras, aos candidatos.
Ou seja: os mesmos parlamentares que apoiaram o projeto de terceirização, agora
simplesmente ignoram as quase
oito milhões de assinaturas colhidas no final do ano passado,
como objetivo de implementar
uma constituinte que debatesse
uma reforma política profunda e que extirpasse o “caixa 2”.
Os líderes do processo, mais
uma vez, são os presidentes da
Câmara e do Senado, Eduardo Cunha e Renan Calheiros
(ambos do PMDB), respectivamente.
“A reforma política que Eduardo Cunha e o Congresso estão propondo oficializa a raiz
do caixa dois e da corrupção. É
uma proposta que atende apenas os empresários. Em nada
contempla as demandas e os
anseios da população. Isso é
justamente o contrário do que
a juventude pediu nos protestos
de 2013 e ainda pede. Vamos
nos mobilizar”, afirma Paola
Estrada, coordenadora nacional
do Plebiscito Popular por uma
Constituinte Exclusiva, que
reuniu as assinaturas em 2014.
Além de não contemplar
o financiamento público de
campanha, Eduardo Cunha e
Renan Calheiros conseguiram
emplacar a proposta que institui o chamado “distritão”. Com
isso, os deputados federais mais
votados em cada Estado seriam os eleitos. Por um lado,
a proposta poderia acabar com
o chamado “efeito Tiririca”,
quando um político, por obter
muitos votos, consegue eleger
outros. No entanto, a crítica é
que o “distritão” aprofundaria
a força dos candidatos que tive-
Wilson Dias/ABr
Eduardo Cunha beneficia empresários na reforma política; PT é contra proposta e cobra financiamento público de campanhas
rem mais dinheiro ou que arrecadarem mais.
“Acho que o mais notório é
que essa nova formatação do
Congresso Nacional, mais conservadora, está se aproveitando
da situação. Tais setores assumiram definitivamente o Congresso, como empresários e a
bancada da bala (deputados li-
gados à polícia). Se aproveitam
e complicam ainda mais a vida
dos trabalhadores”, garantiu o
Artur Aranão, que também integra o plebiscito.
A reforma política do Congresso também pretende ampliar
o mandato das próximas eleições
municipais para seis anos, a fim
de que as eleições gerais possam
ser realizadas simultaneamente com a escolha de prefeitos e
vereadores em 2022. Além disso, diminui a porcentagem mínima de votos que um partido
deve receber nas eleições para
ter direito ao fundo partidário,
estimulando legendas nanicas.
(Colaboraram Karen Marchetti e
Bruno Coelho)
Entidades cobram financimento público
Anuncie: 4930-7450
Uma coalizão formada por 110
entidades de todo o País inicia
neste mês de maio a coleta de assinaturas para levar ao Congresso
o projeto de lei da Reforma Política. De iniciativa popular, a
proposta precisa angariar o apoio
de 1,5 milhão para chegar ao plenário. Encabeçam o movimento
a OAB (Ordem dos Advogados
do Brasil), CNBB (Conferência
Nacional dos Bispos do Brasil) e o
MCCE (Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral).
A proposta de Reforma Política
defendida pelas entidades consiste
no fim do financiamento por empresas privadas para campanhas
eleitorais.
A iniciativa foi apresentada naa
quinta-feira (14/05), durante a
abertura do Congresso dos Metalúrgicos do ABC. Presente ao
evento, o secretário-geral da Comissão Brasileira de Justiça e Paz
da CNBB, Carlos Moura ressaltou que o modelo eleitoral atual
induz à corrupção. “Todo o poder que deveria emanar do povo,
segundo a constituição, emana
por fim das empresas, do capital.
Aqueles que doam para campa-
nha já esperam pelos frutos após
a eleição”, pontuou.
Para o presidente da CUT,
Vagner Freitas, acabar com esse
tipo de financiamento é uma das
condições para que uma proposta
de reforma política surta efeitos.
“Lamentavelmente, entre os eleitos em qualquer esfera, tanto do
parlamento quanto do Executivo,
predominam os que se elegem
por conta dessa necessidade de as
campanhas serem caríssimas, e se
elegem com recursos vindos dos
empresários”, observa.
(Nicole Briones)
19 e 20 de maio de 2015 | ABCDMAIOR
por um mundo melhor
O teólogo Leonardo Boff estará no em São Bernardo nesta quartafeira (20/05) para debater alternativas ao modelo de gestão
capitalista global. O encontro será às 20h no Cenforpe (Centro de
Formação dos Profissionais da Educação).
5
Homenagem
A Câmara de São Caetano entrega, em sessão
solene, nesta quarta (20/05), às 19h30, título
de cidadão ao desembargador José Renato Nalini,
presidente do Tribunal de Justiça.
Servidores retomam negociação
com a Prefeitura de S.Bernardo
Nova reunião foi realizada na manhã desta segunda; greve continua e categoria realiza protestos
rodrigo pinto
Karen Marchetti
[email protected]
A Prefeitura de São Bernardo e
os funcionários públicos retomaram a negociação de reajuste salarial nesta segunda-feira (18/05),
após seis dias de greve da categoria. Durante o encontro, a Administração se propôs a apresentar
reajuste ainda nesta semana, com
a condição de que a paralisação
tivesse fim. No entanto, o funcionalismo pediu a garantia de que
não houvesse desconto dos dias
parados, o que ainda está em es-
tudo pela Prefeitura. A categoria
reivindica reajuste 12,5%.
A reunião, que foi articulada
por sindicatos da CUT (Central
Única dos Trabalhos) e também
pelo presidente da Câmara, José
Luis Ferrarezi (PT), foi realizada
na manhã desta segunda e contou
com a presença de representantes
do Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos) de São Bernardo e
da Prefeitura.
A Administração afirmou que
apresentaria a contraproposta na
próxima quinta-feira (21/05); o
acordo ainda não foi oficializado.
Sem resposta positiva por parte da administração municipal, o
Sindserv decidiu manter a greve.
“Sabemos da legalidade da
greve e dos direitos dos grevistas,
mas queremos a garantia de não
descontar dos servidores os dias
parados. Mas a Administração
não tem autonomia para decidir”,
avaliou o presidente do Sindserv,
Giovani Chagas.
Em nota a Prefeitura reafirma
as intenções de manter as negociações e caso a greve tenha
fim, apresentará contraproposta nesta semana.
Apesar da retomada nos diálogos, servidores continuam realizando protestos
6 ABCDMAIOR | 19 e 20 de maio de 2015
cidades
S. Caetano proíbe retirada de cordas vocais de animais
São Caetano promulgou no último dia 13 lei que proíbe a prática, pelos
profissionais veterinários, da cirurgia que retira as cordas vocais de animais.
O aviso deve ser afixado nas clínicas. O Poder Executivo regulamentará a lei
no prazo de 60 dias, contados a partir da data de sua publicação.
Acidentes envolvendo automóveis
registram redução de 20% no ABCD
Em 2013, Região teve 21,6 mil colisões de automóveis, contra 17,2 mil em 2014; projeção para este ano também é de redução
andris bovo
Jessica Marques
[email protected]
O número de acidentes envolvendo automóveis no ABCD
teve queda de 20,6% em 12 meses. Conforme dados da Polícia
Militar, em 2013 foram 21,6 mil
registros, contra 17,2 mil no ano
passado. Com base nos casos contabilizados até abril deste ano, a
tendência é que haja redução de
cerca de 10% até dezembro.
Já o número de vítimas de
acidentes automobilísticos apresentou uma queda de 18,2%,
comparando-se o mesmo período. A estimativa é de que, até o
fim de 2015, a diminuição seja de
ao menos 6% sobre o último ano.
Os dados incluem pessoas que
tiveram ferimentos leves, graves e
mortes. A quantidade de vítimas
fatais de acidentes passou de 62
para 57 em 2014 na Região. Já as
lesões sem gravidade passaram de
6,4 mil para 5,3 mil, diminuição
de 16,7%.
Santo André é a cidade campeã
no número de acidentes com vítimas em geral, entre os sete municípios do ABCD. Mesmo com
325 colisões a menos, o trânsito
andreense vitimou 1.620 pessoas
no último ano. São Bernardo vem
De acordo com especialista em transportes, educação de pedestres e motoristas é um processo gradativo e deve ser constante, para que mais acidentes não ocorram
em segundo lugar, com 1.144
ocorrências. Na sequência está
Mauá, com 934; Diadema, 497;
São Caetano, 301; Ribeirão Pires,
190 e Rio Grande da Serra, 19.
PEDESTRES
Os acidentes também vitimaram pedestres. Contudo, o número de atropelamentos no ABCD
apresentou queda de 25,8%, rela-
cionando 2013 e 2014. De 1.632
casos, foram registrados 1.211,
ainda conforme dados da PM.
A diminuição repentina, de um
ano ao outro, está relacionada
principalmente a ações de engenharia de tráfego, conforme analisou Humberto de Paiva Júnior,
professor de Transporte e Mobilidade da UFABC (Universidade
Federal do ABC). “Os acidentes
podem cair devido a melhorias na
sinalização vertical e horizontal,
condições das vias e aumento na
fiscalização”, afirmou.
As campanhas de conscientização também contribuem para que
o número de acidentes seja menor. Entretanto, o especialista em
transportes aponta que essas ações
trazem resultados em um prazo
maior. “A educação é um proces-
so gradativo e deve ser constante,
para que as pessoas não voltem à
rotina”, disse Paiva Júnior.
FEDERAIS
No estado de São Paulo, o número de acidentes em rodovias
federais diminuiu 14%, passando
de 13,7 mil para 12 mil, no último ano. Este é o menor registro
dos últimos cinco anos.
Maio Amarelo trabalha conscientização
Apesar de o número de acidentes no ABCD ter caído, os
acidentes de trânsito continuam
fazendo vítimas. Na contramão
desses registros, o movimento Maio Amarelo busca conscientizar a população a ter um
comportamento adequado no
trânsito.
O movimento surgiu em
2014, com abrangência nacional, e já atingiu sete países, de
acordo com a organização. A cor
amarela simboliza atenção, em
referência ao sinal de advertência
no trânsito. O objetivo é reduzir
pelo menos em 50% o número
de acidentes em todo o mundo.
Na Região, a conscientização
está a cargo das administrações
municipais. Em Santo André,
a Prefeitura distribui semanalmente materiais sobre respeito
à faixa de pedestres em pontos
estratégicos. Paralelamente, há o
projeto Educação para a Mobilidade, que pretende formar professores e gestores que possam
continuar os trabalhos.
Já em São Bernardo, o movimento Maio Amarelo está presente por meio da intensificação
de medidas educativas já existentes, conforme a Prefeitura.
As áreas de atuação são escolas,
Centro de Reflexão de Trânsito,
palestras educativas em empresas, organizações, empresas de
transporte, ONGs e pontos com
grande circulação de pessoas.
Mauá também aderiu ao projeto, assim como Ribeirão Pires, que também realiza ações
para crianças, como por exemplo a atuação na Escola Municipal Herbert José de Souza.
As prefeituras de São Caetano
e Diadema não aderiram ao
Maio Amarelo, mas têm ações
e campanhas permanentes com
o mesmo objetivo.
19 e 20 de maio de 2015 | ABCDMAIOR
vacinação contra gripe até sexta
Termina nesta sexta-feira (22/05) a campanha de vacinação contra
gripe. Balanço do Ministério da Saúde mostra que até o dia 15
deste mês foram vacinados 14,5 milhões de brasileiros, 29,24%
do público-alvo. Mais informações em www.abcdmaior.com.br.
7
Nova academia ao ar livre em Ribeirão
A praça Vila Conceição, localizada próxima as ruas
Nicolau Moisés e Nazareno Romaldine, já passa por
obras para a futura instalação de mais uma academia
ao ar livre em Ribeirão Pires.
Caixas dos Correios se
tornam raridades no ABCD
Cartas foram substituídas por e-mail ou mensagens digitais, mas há quem não abra mão do papel
andris bovo
Renan Fonseca
[email protected]
Edilse Rodrigues escreve
cartas. Ela tem acesso a todas
as novas tecnologias (e-mail,
whatsapp etc.), mas o prazer de
selecionar o papel adequado e
desenhar as palavras ainda seduz a bancária aposentada. É
uma rotina semanal trocar postagens com várias pessoas não
só do País, como do mundo.
A tradição já dura mais de 40
anos e, entre tantas páginas,
ela conheceu duas gerações de
uma família da Dinamarca.
Moradora de São Caetano,
Edilse se diz apaixonada pela
escrita. Não pretende largar
papel e caneta. O hábito pode
parecer incomum para muita
gente. Até mesmo os Correios
confirmam que enviar cartas
é o serviço menos procurado
pela população.
Um termômetro para a queda nas postagens do tipo são as
caixas coletoras. São amarelas
e ficam instaladas nas calçadas.
É simples o processo: depois
de selada e devidamente endereçada pelo usuário, a carta pode ser depositada nessas
urnas urbanas. Diariamente
os carteiros recolhem as postagens e encaminham para a
central de envio.
MÉDIA BAIXA
Conforme os Correios, no
ABCD existem 340 caixas de
coleta instaladas em diversos
logradouros. Em média, é o
equivalente a dizer que em cada
cidade estão instalados 48 desses equipamentos, ou menos de
0,01 por habitante.
“Houve uma redução na
procura, mas ainda há utilização para postagens de cartas
simples já seladas ou aerogramas (carta enviada por correio
aéreo). A caixa de coleta é um
Caixas de Correios estão, aos poucos, desaparecendo na Região, mas pessoas como Edilse Rodrigues não abrem mão do ritual de escrever e postar suas cartas
serviço de conveniência, destinado à recepção de correspondências simples, instalada em
locais de fácil acesso e fluxo de
pessoas”, explicou a assessoria
de imprensa dos Correios.
Além da queda no uso, as
caixas existentes ainda são alvo
de vandalismo. “Em relação aos
atos de vandalismo, a empresa
realiza manutenção corretiva,
sendo que as principais ocor-
rências são relativas a problemas na pintura por conta de
pichação ou reparos devido à
destruição por vândalos.”
Paixão pelo ritual de escrever se mantém por gerações
Mesmo diante de tanto descaso
com as caixas dos Correios, Edilse
Rodrigues ainda mantém a paixão pelo ritual de escrever cartas
e sair de casa para postá-las. Aos
amigos mais íntimos, escreve quase todos os dias. “É muito bom
receber uma carta, ver o papel que
a pessoa escolheu, perceber a mudança na caligrafia ao longo dos
anos”, explicou.
Tudo começou quando tinha
17 anos. Uma amiga a incentivou a fazer intercâmbio. Foi na
Dinamarca que conheceu um
rapaz que se tornou seu melhor
amigo. “Por conta da distância, a
gente não podia se ver com tanta
frequência. A solução foi escrever
cartas”, relembrou Edilse.
As cartas formaram uma montanha de papeis. Com mais de
duas mil, ela releu uma por uma
e selecionou as que a marcaram.
“Eu aqui no Brasil e ele lá. Tivemos nossas famílias, filhos e netos. Conheci todos da família dele
e até hoje nos correspondemos.”
Desse primeiro contato com as
palavras escritas, Edilse espalhou a
tradição para todas as pessoas que
conheceu em viagens que fez ao
longo da vida. “Uma amiga do
Rio de Janeiro gostou tanto da
ideia que não desistiu e também
nos correspondemos sempre.”
Edilse prefere escrever e postar
do que digitar e enviar. Até mesmo para pessoas que estão próximas, como alguns correspondentes de Rio Grande da Serra. Se
depender dela, haverá vida longa
às pobres caixas de Correios que
ainda resistem no ABCD.
8 ABCDMAIOR | 19 e 20 de maio de 2015
cidades
Mauá abre inscrições para nova creche
Mauá abriu inscrições para a nova creche do Jardim Sônia Maria, que
está em fase final de construção e deverá acolher os novos alunos ainda no
segundo semestre deste ano. Para se inscrever, oa pais interessados devem
se dirigir até a administração regional na rua Oscarito, 809.
andris bovo
Estudo realizado p
na qualidade da ág
Adensamento populacional das margens da represa, despejo de
Claudia Mayara
[email protected]
Candidatos terão até 5 de junho para se inscrever; exame será em outubro
Inscrições para o Enem
2015 começam dia 25
O MEC (Ministério da Educação) divulgou nesta segunda-feira
(18/05) o edital com as regras para
o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). As inscrições para a
prova começam no próximo dia
25, às 10h, e terminam em 5 de
junho, às 23h59. O exame ocorre
nos dias 24 e 25 de outubro.
A taxa de inscrição para o exame sofreu reajuste: aumentou de
R$ 35 para R$ 63. Os candidatos de baixa renda e que estudam
na rede pública estão isentos da
cobrança. Para a inscrição, são
solicitados o RG e o CPF do candidato. Candidatos transexuais
poderão solicitar o uso do nome
social no Enem.
O Enem é o principal método
de seleção para universidades pú-
blicas, por meio do Sisu (Sistema
de Seleção Unificada). A prova
também é requerida para aderir
programas de acesso ao ensino
superior e de financiamento público, como o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), o Prouni (Programa Universidade para
Todos), o Ciência sem Fronteiras
e o Sisutec (Sistema de Seleção
Unificada do Ensino Técnico e
Profissional).
Conforme os anos anteriores,
os portões dos locais de prova serão abertos pontualmente às 12h
e fechados às 13h. Neste ano, no
entanto, a prova só será iniciada às
13h30. As inscrições poderão ser
feitas pelo endereço enem.inep.
gov.br.
(Nicole Briones)
As margens da represa Billings abrigam cerca de 1 milhão
de pessoas. Conforme dados da
Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), o
esgoto produzido por essa população equivalente à de uma
cidade de médio porte segue
para a represa. Além do esgoto
in natura ou parcialmente tratado, a falta de chuva em 2014
foi determinante para que o
manancial registrasse uma piora na qualidade da água quando comparado com as médias
históricas de 2009 a 2013.
“Realmente houve uma leve
piora. Em 2014 tivemos uma
estiagem severa, o que dificultou o controle do afluente doméstico, ou seja, a diluição do
esgoto”, explicou o gerente do
Setor de Águas Interiores da
Cetesb, Fábio Netto Moreno.
De acordo com o Relatório das
Águas Superficiais 2014 publicado pela Cetesb, o Estado de
São Paulo apresentou volume
anual de chuvas no ano passado de 1.055 milímetros, ou
seja, 26% menor que a média
dos 19 anos anteriores.
tratamentO
O estudo ressalta, no entanto, que a falta de chuvas é apenas um dos fatores da piora na
qualidade da água da represa.
O outro é a redução do ritmo
da evolução do índice de tratamento de esgotos domésticos,
fenômeno que ocorre em todo
o Estado. “Nos últimos três
anos, o índice aumentou apenas 1% em cada ano (no Estado). Isso mostra que há uma
evolução, mas ela é lenta, o que
não contribui para a percepção
de melhora da qualidade dos
rios e represas”, argumentou
Moreno.
No ABCD, a situação é um
pouco melhor em relação à encontrada no Estado. Conforme
os dados apurados pela Cetesb, por meio das autarquias
de saneamento de esgoto, em
2013 os sete municípios da
Região tratavam uma média
de 25,85% do esgoto coletado.
No ano passado, esse índice subiu para 28,55%.
Porém, isso ainda significa
que 103.735 quilos de carga
poluidora vão parar diariamente na Billings e nos córregos do
ABCD. “No caso da Billings,
além dos afluentes domésticos,
ainda há a carga que vem do rio
Pinheiros”, ressaltou o gerente
da Cetesb.
Ainda conforme os dados da
Cetesb, a cidade do ABCD que
mais despejou esgoto na represa
foi São Bernardo (33.612 kg/
dia), seguida por Santo André
(23.978 kg/dia), Mauá (23.223
kg/dia), Diadema (18.257 kg/
dia), Ribeirão Pires (3.039
kg/dia), Rio Grande da Serra
(1.371 kg/dia) e São Caetano
(255 kg/dia), cidade que, apesar
de tratar 100% do esgoto, ainda
há uma sobra que segue para rio
Tamanduateí. Sabesp, Semasa,
Odebrecht Ambiental e DAE
são as autarquias de saneamento
que atendem a Região.
Margens da Billings abrigam 1 milhão de pesso
ABCD segue co
O Relatório das Águas Superficiais do Estado de São Paulo 2014
publicado pela Cetesb também
indicou o Índice de Balneabilidade das praias nos reservatórios
urbanos, caso da Billings. Os dados mostram que as prainhas do
manancial do ABCD estão im-
Poluição eleva quantidade de
A conta parece simples. Quanto mais esgoto jogado na Billings,
maior será a concentração de fósforo, e consequente floração de algas/cianobactérias no manancial.
Conforme o estudo da Cetesb,
em alguns pontos de medição da
represa, foi registrada em 2014 a
maior média anual de concentração de algas em dez anos.
“Apesar disso, vale destacar que
existe tecnologia para minimizar
a quantidade de algas na represa”,
observou o gerente do Setor de
Águas Interiores da Cetesb, Fábio Netto Moreno. No entanto,
Moreno esclareceu que o controle
populacional das algas é realizado apenas no braço Rio Grande,
onde a Sabesp realiza a captação
de água para abastecimento público. “No resto da Billings não
é feito porque não é usado para
abastecimento”, disse.
19 e 20 de maio de 2015 | ABCDMAIOR
fundação casa sem definição
Nesta quinta-feira (21/05), funcionários da Fundação Casa e
representantes do governo do Estado vão se reunir novamente no
Tribunal Regional do Trabalho. Na pauta de discussão, o reajuste no
salário dos trabalhadores, que fizeram greve entre os dias 8 e 12.
9
Greves dos professores em seis estados
Além de São Paulo, professores das redes estaduais
de cinco estados estão em greve. São eles Pará, Santa
Catarina, Paraná e Goiás, além de Sergipe, que entrou
em greve nesta segunda-feira (18/05).
pela Cetesb mostra piora
gua da represa Billings
e esgoto e falta de chuvas causaram a queda da qualidade da água do reservatório em 2014
andris bovo
oas; esgoto produzido por elas vai parar de uma forma ou de outra na represa
om prainhas impróprias próprias para o banho por terem
coliformes fecais As prainhas do clube de campo
do Sindicato dos Metalúrgicos
do ABC, Parque Municipal do
Estoril, em São Bernardo, e clube
Thaiti, em Ribeirão Pires, foram
classificadas como regulares, e são
impróprias para o banho em 25%
do tempo. Já a prainha em frente
à ETE (Estação de Tratamento de
Esgoto), próximo à barragem do
Rio Grande, ao lado da rodovia
Anchieta, foi classificada como
péssima, ou seja, imprópria para
banho em 50% do tempo.
e algas no reservatório
Diante da elevação da quantidade de algas, a Billings registrou
uma maior mortandade da vida
aquática. Como exemplo, o documento cita a morte de milhares
de moluscos Anodontites Trapesialis no reservatório Rio Grande. Tal
organismo consta na lista estadual
e federal de espécimes ameaçadas.
Também houve a morte de bagres, lambaris e outros peixes no
manancial. Conforme o relatório
da Cetesb, as mortes estão relacionadas com a floração das algas e a
redução do nível do reservatório.
O gerente da Cetesb afirmou
que a piora da qualidade da água
da represa Billings não afetou a
qualidade da água distribuída pela
Sabesp pelo sistema Rio Grande.
“Toda a água é tratada e respeita
a portaria 518 do Ministério da
Saúde, antes de ser distribuída”,
finalizou.
Obra pode afetar ainda mais a represa
Se de um lado a falta de chuvas contribuiu para a piora da
qualidade da água da represa
Billings em 2014, de outro, a
falta de planejamento do governo do Estado de São Paulo ameaça o que ainda está preservado
no manancial: o Rio Pequeno,
considerado o braço mais limpo
da represa. Para especialistas, a
obra emergencial realizada pela
Sabesp para socorrer o Sistema
Alto Tietê, durante os meses de
seca, pode prejudicar as águas do
local. As obras devem ser finalizadas em setembro deste ano.
O projeto prevê a interligação
do braço Rio Pequeno com o
Rio Grande, também na Billings, para a transferência de 4 mil
litros de água por segundo para
a represa Taiaçupeba, em Suzano, onde fica a estação de tratamento do Sistema Alto Tietê.
No projeto original proposto
no Plano Diretor de Aproveitamento de Recursos Hídricos
para a Macrometrópole Paulista, concluído em 2013 pelo
governo do Estado, haveria a
construção de uma barragem
no rio Pequeno para separá-lo
do corpo central.
No entanto, para finalizar a
obra mais rapidamente, a Sabesp desistiu da barragem. Sem
ela, a partir do momento que
começar a captação para o Rio
Grande, a tendência é que o rio
Pequeno se esvazie e a água do
corpo central invada o local que
até agora está preservado.
A justificativa da Sabesp é que
o processo a ser realizado no rio
Pequeno é igual ao que já é feito em outro braço da Billings, o
Taquacetuba, que também é ligado ao corpo central da represa e mesmo assim, desde 2001,
transfere 4 mil litros de água por
segundo para a represa Guarapiranga. A água contribui com o
abastecimento da zona Sul da
Capital.
10 ABCDMAIOR | 19 e 20 de maio de 2015
economia
Crise? Aqui não
Pouco mais de 20 dias após ser inaugurado, o Casar ABC, shopping de
Santo André que reúne lojas e serviços especializados em casamentos, vai
ampliar seus negócios. Mais cinco lojas serão abertas. Ano passado, 20 mil
casamentos foram realizados na Região.
Mercedes-Benz retoma demissões e
coletivas param fábrica por 15 dias
Montadora cortará 500 operários e justifica as demissões devido à queda nas vendas, sindicato se reúne com fábrica nesta quarta
Michelly Cyrillo
[email protected]
A Mercedes-Benz irá demitir a
partir desta semana os 500 funcionários afastados por meio de
lay off (suspensão temporária do
contrato de trabalho) e paralisará a
produção da unidade de São Bernardo por 15 dias. Cerca de sete
mil funcionários entrarão de férias
coletivas entre 1º e 15 de junho,
informou a fábrica nesta segunda-feira (18/05). A empresa justifica
a medida pela retração nas vendas.
Os funcionários na lista de demissões retornariam do lay off às
suas funções no dia 15 de junho.
A data da volta à produção foi negociada com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC após a greve
no final do mês passado, quando
a Mercedes pretendia demitir esses trabalhadores em 4 de maio.
As 500 demissões serão concluí-
das até 29 de maio.
O sindicato informou que não
foi notificado sobre o desligamento e que nesta quarta-feira (20/05)
terá uma reunião com a diretoria
da empresa para discutir o assunto.
A Mercedes informou que há um
ano adota medidas para adequar
o total de pessoas na unidade com
a produção, como férias coletivas,
banco de horas, lay off e plano de
demissão voluntária, entre outros.
As vendas de caminhões da
marca apresentaram resultado
40% inferior entre janeiro e abril
deste ano, em relação ao mesmo
período de 2014. Até abril foram
6.143 caminhões vendidos contra 10.325 em igual tempo no
ano passado. Os ônibus Mercedes
venderam cerca de 14% a menos
neste quadrimestre, 3.316 unidades, enquanto nos quatro primeiros meses de 2014 foram 3.848
ônibus vendidos.
Adonis Guerra/SMABC
Metalúrgicos pararam a Mercedes-Benz por uma semana no mês passado em protesto às demissões, depois canceladas
Em tempo de vaca magra, economia solidária reconquista importância
Diante das dificuldades econômicas enfrentadas no Brasil nos
últimos meses, as discussões sobre
alternativas de renda oferecidas
dentro de empreendimentos da
Economia Solidária começam a
ser intensificadas. Nesta segunda-feira (18/05) foi realizado em
Mauá o Encontro Estadual da
Senaes (Secretaria Nacional de
Economia Solidária), ligada ao
Ministério do Trabalho, onde estiveram reunidos representantes
de grupos de diversas cidades para
analisar a conjuntura das ações do
setor em São Paulo.
A economia solidária é uma
alternativa para a geração de trabalho e renda. É um modelo diferente de produção e venda, que se
apresenta nos últimos anos como
resposta a favor da inclusão social,
na qual os integrantes se organizam em cooperativas e dividem
igualmente os lucros e gastos.
O evento contou com a presença do secretário nacional de
Economia Solidária, Paul Singer,
que ressaltou a importância da organização dos empreendimentos
para incluir pessoas por meio do
trabalho. “Me parece que a política econômica brasileira entrou
em greve e, frente a isso, o fortalecimento da economia solidária
acontece naturalmente, pois as
pessoas precisam se manter financeiramente e o mercado de trabalho formal não absorve toda a
demanda”, disse.
Para formar os grupos de economia solidária é necessário o trabalho de gestores, que identificam
indivíduos para obter renda com
produtos artesanais, por exemplo,
e podem ser unidos dentro de
uma cooperativa para aumentar
a capacidade produtiva, assim
como os ganhos. Para que isso
aconteça é necessário ampliar a
rede de pessoas capacitadas.
“Precisamos de cursos formadores em economia solidária para
fortalecer as ações e envolver ain-
da mais a juventude marginalizada pela sociedade”, disse Adolfo
Homma, do Fórum Paulista de
Economia Solidária.
O prefeito de Mauá, Donisete
Braga, reforçou o interesse municipal de oferecer oportunidades
de trabalho aos jovens como meio
de combate à violência e ao en-
volvimento com drogas. Um dos
projetos realizados na cidade é
uma recém-formada cooperativa
que produz skates. “Envolvemos
cerca de 200 jovens nessa ação
desde o ano passado e queremos
dobrar o número de participantes
até o ano que vem”, disse.
Os debates sobre os trabalhos
desenvolvidos pelos grupos de
economia solidária continuam
nesta terça-feira (19/05), em
Mauá, e os participantes realizarão um balanço das atividades e
receberão instruções para construir o Plano Estadual e os planos
plurianuais de 2016 a 2019 para
a Economia Solidária.
Mauá tem Feira do Emprego nesta quinta
A Prefeitura de Mauá faz nesta quinta-feira (21/05) a 3ª Feira
do Emprego, ação que vai reunir
14 empresas e cinco instituições
de ensino. O objetivo é oferecer
oportunidades de emprego, qualificação profissional e avaliações
de interesse profissional a jovens
que buscam orientação.
Conforme o secretário de Trabalho e Renda do município,
Marcelo Pereira, o diferencial da
feira é o foco na orientação e qualificação profissional. “Este ano
queremos dar atenção às carreiras
e às profissões, por isso as principais instituições de ensino da nossa região estarão presentes para
oferecer palestras e ofertar opções
em cursos”, explicou. “Teremos
a aplicação de testes vocacionais
para orientar jovens e adultos profissionalmente, além de palestras
segmentadas nos setores da indústria, logística e tecnologia. Essas
ferramentas vão balizar os jovens
e interessados na escolha de uma
carreira que seja compatível com
sua vocação e, assim, permitir que
invista seus esforços nas melhores
opções”, concluiu.
Na feira, o trabalhador deverá
levar RG, CPF, carteira de trabalho e currículos para se cadastrar
junto ao Centro Público de Trabalho e Renda e nas 14 empresas
de diversas áreas de atuação que
estarão nos estandes do local.
A Feira acontece na praça 22 de
Novembro, no Centro, entre 9h
e 16h.
(Iara Voros)
nacional/internacional
19 e 20 de maio de 2015 | ABCDMAIOR
Europa vai reprimir tráfico de humanos
A União Europeia aprovou nesta segunda-feira
(18/05) uma missão militar no mar Mediterrâneo
para tentar destruir embarcações ilegais utilizadas por
traficantes de seres humanos.
China vai
investir R$
160 bilhões
no Brasil
Primeiro-ministro chinês vem ao País
nesta terça-feira para assinar acordos
de investimentos em infraestrutura
Rede Brasil Atual
[email protected]
O primeiro-ministro chinês Li
Keqiang desembarca no Brasil
nesta terça-feira (19/05) trazendo
na bagagem um pacote de projetos de cooperação no valor total
de 53 bilhões de dólares, ou cerca
R$ 160 bilhões.
A cereja do bolo é a participação chinesa na chamada Ferrovia
Transoceânica, que ligará a brasileira Ferrovia Norte-Sul à costa do
Pacífico, no Peru. É um projeto
estimado para custar até 10 bilhões de dólares (R$ 30 bilhões).
A Transoceânica permitirá que
o Brasil exporte pelo Pacífico soja
e minério de ferro, dois dos seus
principais produtos no comércio
com a China, barateando o custo.
A presidenta Dilma Rousseff
receberá em Brasília a visita de
Li Keqiang para assinar acordos
de investimento de 53,3 bilhões
de dólares nas áreas de agronegócio, autopeças, equipamentos
de transportes, energia, ferrovias,
rodovias, aeroportos, portos, armazenamento e serviços.
Desse valor, pouco mais de 3
bilhões de dólares já estão em
projetos em andamento, como a
ligação da Usina Hidrelétrica de
Belo Monte para as regiões Sul
e Sudeste. Mas uma cifra muito
próxima de 50 bilhões de dólares
se destina a projetos novos, conforme disse o subsecretário-geral
Político do Ministério das Relações Exteriores, embaixador José
Alfredo Graça Lima.
Além de investimentos em infraestrutura, logística e indústria,
os chefes de Estado devem anunciar a abertura do mercado chinês à carne bovina do Brasil e a
conclusão da venda e entrega do
primeiro lote de aviões da Embraer, de um total de 40, à chinesa
Tianjin Airlines.
O volume de investimentos,
talvez o maior pacote bilateral da
história anunciado de uma só vez,
supre grande parte das necessidades brasileiras quando grandes
grupos nacionais, tradicionais investidores em infraestrutura, passam por dificuldades decorrentes da operação Lava Jato. Além
disso, o governo tem recursos do
Tesouro Nacional limitados neste
ano em decorrência da crise mundial que prejudicou o crescimento econômico e a arrecadação de
impostos, impondo a necessidade
ajuste fiscal para reduzir o custo
de captação de recursos através de
títulos da dívida pública.
Os acordos Brasil-China são
resultado das crescentes relações
bilaterais entre os países, incrementadas principalmente a partir
do governo Lula, quando o Itamaraty foi estimulado a diversificar as parcerias com países antes
distanciados pela política externa
do governo tucano atrelada a Washington. Os laços continuaram
se estreitando no governo Dilma,
com a formação do grupo dos
Brics (Brasil, Rússia, Índia, China
e África do Sul).
11
Ricardo Zerrenner/Riotur
Chineses devem aportar mais de 53 bilhões de dólares (ou R$ 160 bilhões) em investimentos em infraestrutura no Brasil
MAIS PERTO DE VOCÊ
CANAL 44.1 HD DIGITAL
EM TODA GRANDE SÃO PAULO
ASSISTA
TAMBÉM EM
Canal 2 Net:
São Paulo (das 19h às 20h30)
Canal 46:
Mogi das Cruzes
Canal 12 Net:
Grande ABCD
No site: tvt.org.br
Satélite C3,
frequência 3851,
symbol rate 6247,
vertical:
em todo o Brasil
rdb104.indd 52
3/3/15 3:04 PM
12 ABCDMAIOR | 19 e 20 de maio de 2015
19 e 20 de maio de 2015 | ABCDMAIOR
cultura
agenda
13
Cinema para mães (e pais!) e bebês
O CineMaterna, para bebês de até 18 meses, apresenta nesta
terça-feira (19/05), às 14h, a animação Cada Um na Sua Casa
no Cinépolis do São Bernardo Plaza Shopping (av. Rotary, 624,
São Bernardo). Ingressos de R$ 14,85 até R$ 25,85.
Música africana de Mestre
Lumumba chega a Sto. André
Artista vem à unidade do Sesc apresentando o repertório de seu último disco e uma oficina gratuita de percussão
divulgação
Rafael Revadam
[email protected]
Diadema
Multicultura
O Teatro Clara Nunes (rua Graciosa,
300, Centro) receberá nesta sexta-feira (22/05), a partir das 18h, a
terceira edição do festival Periferia
Mostra a Cara. O evento contará
com as participações musicais de
CB4, Lokomotiva K36, Rimação e
DJ Sidy, além do poeta Alexandre
Machado. O evento visa difundir
a arte nascida em Diadema para
todos. Entrada franca. Mais informações: 4056-3366.
Santo André
Música
Continuando com a programação
do projeto Terças Musicais, que
traz apresentações gratuitas no
saguão do Teatro Municipal (praça
4º Centenário, s/nº, Centro), o
espaço receberá nesta terça-feira
(19/05), às 20h, o show do músico e baterista Daniel de Paula e a
banda A Irmandade. Trazendo um
jazz legitimamente andreense, os
artistas levarão ao palco o repertório autoral do primeiro disco lançado. Informações: 4433-0730.
São Caetano
Edital
Até 22 de maio, o Sesi de São
Caetano recebe inscrições de projetos culturais nas linguagens música e artes cênicas (teatro; dança;
circo; performances; teatro de bonecos; e formas animadas). O edital completo, os anexos e a ficha
de inscrição estão disponíveis no
site www.sesisp.org.br/saocaetano
- o resultado da seleção será publicado a partir de 15 de junho. Os
projetos selecionados integrarão a
programação cultural da unidade
Sesi durante o segundo semestre
de 2015 e serão destinados para
os públicos infantil, infanto-juvenil,
juvenil e adulto. Informações:
4233-8038.
No primeiro momento, o não
entendimento das palavras pode
inquietar o ouvinte. Mas as canções em linguajares africanos se
mostram tão brasileiras quanto
nosso idioma português. E são.
Batuques internacionalmente nacionais compõem a obra de Benedito Luiz Amauro, conhecido
como Mestre Lumumba. Depois
de quarenta anos de pesquisas
em músicas afro-brasileiras, Lumumba chega sexta-feira (22/05)
a Santo André para compartilhar
seu repertório e ensinar um pouco
desta negra percussão tupiniquim.
“É uma coletânea de músicas
produzidas na última década”,
revelou o artista sobre a apresentação. Intitulado Axó, o show traz
faixas do álbum homônimo lançado em 2013, uma mescla de reggae com influências interioranas
e dos cultos aos orixás. “Para você
entender a música brasileira, você
tem que entender a matriz africana”, afirmou. De acordo com
o instrumentista, quanto mais
os produtos culturais na mídia
tentam se afastar de sua origem,
mais a propagam: “O artista pode
cantar o que quiser, mas na batida
dele, aquele tum tum tum, você
percebe a influência africana.”
Para Lumumba, vertentes negras estão presentes além de canções, são parte de nosso cotidiano. “No Brasil ninguém escapa
Mestre Lumumba considera que a cultura africana faz parte do cotidiano brasileiro de forma tão natural que nem percebemos
disso. Por razões históricas, claro. Você já falou algum dia ‘Que
nenê bonito’? Nenê é um termo
de origem africana. Nenê, papá,
naná. Quando você fala ‘Vamos
papá, nenê?”, o que menos você
está dizendo é português”, considerou. Para ele, os elementos
culturais estão imperceptíveis:
“É como um peixe na água, que
não percebe que está molhado.”
Vivência em percussão
Além da apresentação musical
de Lumumba, haverá a oficina Toque de Tambores, em que o músi-
co apresentará formas de batuque
e instrumentos utilizados para a
composição de melodias. A ação é
gratuita e será na sexta (22/05), às
19h. Para participar basta mandar
um e-mail para: [email protected]
Considerando a arte um
aprendizado contínuo, Mestre
Lumumba não pensa em parar. “Tenho alguns projetos pela
frente. Um deles são apresentações com a Orquestra Sinfônica de Campinas, com previsão
para julho de 2016. Também
estou gravando um novo CD
todo numa língua antiga africana, conhecida como língua
geral”, afirmou.
afro-performance
O show de Mestre Lumumba,
acompanhado pela banda Omo
Ilú e com participação especial
do músico Dinho Nascimento,
acontecerá nesta sexta-feira
(22/05), às 21h, no Sesc
Santo André (rua Tamarutaca,
302, Vila Guiomar). Os
ingressos custam entre R$ 6 a
R$ 20. Mais informações pelo
telefone: 4469-1200.
Ideal brinda rock oitentista com biografia do The Cure
A Ideal, editora especializada
em literatura rock´n roll, localizada em São Bernardo, acaba de
trazer a público mais um lançamento. Trata-se de Nunca é o
bastante: a história do The Cure,
sobre a trajetória de uma das bandas mais importantes do rock britânico da década de 1980.
Aos comandos de Robert Smith, vocalista, compositor e único
membro original do projeto, a
banda construiu sua identidade
em versos confessionais e arranjos sombrios e é responsável por
canções como Just Like Heaven, In Between Days e Close
To Me, além de álbuns clássicos
como Pornography (1982) e Disintegration (1989). O autor de
Nunca é o Bastante, Jeff Apter,
relata no livro como tudo isso co-
meçou: com um grupo de jovens
querendo fugir do tédio numa cidade pequena, Crawley, em Sussex, Inglaterra.
A biografia escrita por Apter
aborda os principais acontecimentos da estrada do Cure, os
discos, polêmicas, turnês, e também traz curiosidades sobre as
gravações e sobre a vida pessoal
dos integrantes. Com mais de 30
anos de carreira o Cure segue na
ativa, a proposta da obra é mostrar o percurso que o grupo percorreu até conquistar multidões
de fãs e o que há por trás da fama
de “ banda gótica”.
Nunca é o bastante: a história
do The Cure pode ser comprado
pelo site da Ideal (www.edicoesideal.com) por R$ 44.
(Redação)
14 ABCDMAIOR | 19 e 20 de maio de 2015
esportes
Os melhores de Diadema
Boa Vista e Estrela Azul se classificaram para a final
da Divisão Especial de Diadema, que acontece no dia
30. A dupla avançou à decisão do principal torneio de
futebol amador da cidade após empatar nas semifinais.
Sacadura e São Jorge despontam
com favoritismo em Santo André
Equipes, que contrataram ex-profissionais e até atletas de outros Estados, jogaram no domingo e o Sacadura saiu vitorioso
Marcelo Mendez
[email protected]
Logo pela segunda rodada
da 1ª Divisão de Santo André,
Sacadura Cabral e São Jorge
fizeram no domingo (17/05)
um jogo que promete se repetir
nas fases decisivas. O Sacadura venceu por 1 a 0 no campo
do Marajoara, em partida que
chamou a atenção para a organização dos clubes.
Juntos, os times contrataram
ex-profissionais e até jogadores
de outros Estados, o que os elevam à condição de favoritos.
“Se você perguntar do Sacadura Cabral hoje no Estado de São
Paulo todo, verá que somos muito conhecidos dentro do futebol
amador. Essa visibilidade conquistamos com muito trabalho.
É ela que nos credencia para ir
ao mercado conseguir patrocí-
Canela de ferro
nio em camisa e outras ações que
possibilitam a manutenção dessa
equipe que hoje colocamos em
campo”, explica o dirigente Roni
Gomes. “Não me falta nada no
Sacadura”, confirmou o atacante
Bruno Gutierrez, com 25 anos e
experiência no profissional.
Seguindo uma tendência que
cada vez é mais latente no atual
cenário do futebol brasileiro, a
várzea, com seu forte apelo popular, com todas as possibilidades de sustentabilidade econômica, vem se tornando meta de
investidores das mais variadas
vertentes. Em se tratando dos
dois times em questão, a gestão
colaborativa é a principal forma
de investimento.
‘Aqui, no São Jorge, contamos
com ajuda dos comerciantes locais, patrocínios em camisa, e
agora com o Ragazzo, que chegou pra ajudar muito a gente.
Com esse aporte podemos montar uma boa equipe, trazer jogadores, alguns em final de carreira
profissional e outros ainda em
atividade. Temos uma estrutura
que os atrai e isso fortalece muito nosso time“, avaliou o diretor
Alexandre Nascimento.
Nascimento conta ainda da
expectativa do São Jorge para a
competição. Esclarece que pensa em fazer um grande trabalho, colocar o nome do São Jorge para figurar entre os grandes
do futebol amador da cidade
e que o que vier além disso é
consequência.
“Hoje (domingo), por exemplo, estamos enfrentando um
time grande, forte, favorito ao
título. Em outros tempos seria um confronto desigual mas
hoje, como vocês podem ver,
jogamos de igual para igual”,
comemorou.
fabiano ibidi
Sacadura Cabral tem dominado o futebol amador de Santo André nos últimos anos
por marcelo Mendez
A inexorável decência de Willian Ramos
Não necessariamente por estado de espírito. Há muito tempo
meu espírito anda com calma de
Duke Ellington.
Respondo aos tempos duros
com uma alegria insultante!
Mas então naquele domingo de
manhã em que me dirigi ao campo do Jardim Anchieta, em Mauá,
concluo que a melancolia escolhida por mim como companheira é
apenas charmosa.
Por charme de escriba que tenho, escolhi não ficar irritado em
deixar o par de olhos azuis que me
inebria a vida em casa, para tomar
a fina chuva que fazia naquele
domingo de manhã em Mauá. Era
dia de fazer um jogo pela principal divisão do futebol de várzea
da cidade. Jardim Canadá e Nova
Mauá se enfrentariam pela quarta
rodada do campeonato.
Fui.
Como acontece sempre nessas
ocasiões, escolhi ir ouvindo Neil
Young cantando Out On the Weekend. Lá pelas tantas da canção,
o bom músico cantava; “Veja o
rapaz solitário/Saindo para o final
de semana/Tentando fazer valer a
pena/Não se identifica com a alegria/Ele tenta falar/E não consegue começar a dizer”
Pois é.
Nem sempre se consegue colocar em palavras o que se sente,
muitas as vezes que, enquanto
cronista ludopédico, tenho vontade de me dar ao luxo de ficar em
silêncio. Mas a cobertura do futebol de várzea finalmente chegou
em minha vida e isso mudou radicalmente essas coisas previsíveis.
Impossível não ver a história se
fazendo a sua frente.
Corria o jogo. A chuva fina molhou a terra do campo do Jardim
Anchieta, não a ponto de encharcá-lo, mas apenas para deixá-lo com
ares de santidade. São oníricas as
bolas divididas por sobre a lama do
futebol de várzea. As coisas aconteciam dentro de uma pasmaceira
plena até que o time do Jardim Canadá toma um gol. Nesse momento, surge Willian Ramos...
Vestido com uma camisa 6 às
costas, com a roupa branca completamente suja de terra, o lateral
esquerdo se enfurece ao ver suas
redes balançando. Nesse momento ele olha para seu meio campo e
com a voz de um milhão de Howlin
Wollf’s a entonar milhares de blues
pagãos, vocifera contra todos seus
companheiros;
“Qual é? Porque não vão marcar? Por que vocês quatro aí
acham que eu tenho que fazer isso
por vocês? Bando de chupim!!”
A saída é dada e então eu passei a observá-lo. Willian é jogador
raro. Em seu futebol não havia ali
uma primazia de Junior, não tinha
uma técnica enciclopédica como
Nilton Santos mas, em detrimento a isso, residia no bico de suas
chuteiras enlameadas uma retidão
de caráter impressionante! Em seu
rosto firme, sua cara de Obdulio
Varela, havia uma classe inexorável. Em suas passadas largas,
residia uma beleza divina, uma
elegância intrínseca.
Willian Ramos é um forte!
E em sua força continha toda
a vontade de uma gente que luta
para vencer, para contrariar as estatísticas que os relegam ao sofrimento. Não! Willian resiste a isso
tudo e quer ganhar! Quando termi-
na o primeiro tempo ele chega em
seus companheiros.
Com a fisionomia de um Rei Leonidas de Esparta grita, orienta, cobra: “Eu não saí de casa domingo
de manhã, não deixei minha esposa e minha filha em casa, para vir
fazer uma palhaçada dessas. Eu
quero ganhar, eu vou ganhar desse time aí, vou ganhar esse jogo e
vocês vão me ajudar nisso!”
Hipnotizados pelo líder, os seus
companheiros do Jardim Canadá
voltam para o segundo tempo. Em
cada rosto uma fúria santa. Willian
havia conseguido. Seu time reagiu,
virou o jogo por 3 a 1 e Willian foi
feliz.
No domingo do Jardim Anchieta,
Willian Ramos foi Grande. A ele todos meus respeitos.
Sou seu fã, Willian Ramos! Seu
fã...
19 e 20 de maio de 2015 | ABCDMAIOR
copa das ausências
Mais quarta divisão
O EC São Bernardo lidera o grupo 3 da quarta
divisão do Campeonato Paulista, com três vitórias e
dois empates. Na mesma chave, o Mauaense está na
sétima posição e o CAD é o vice-lanterna.
A FPF (Federação Paulista de Futebol) divulgou nesta segunda-feira
(18/05) os participantes da Copa Paulista. Dos quatro times do ABCD
na A-1 e A-2 do Paulistão, o único participante será o São Bernardo. A
competição começa no dia 19 de julho.
CAD perde seis
pontos e fica sem
estádio do Inamar
Diadema foi punido por inscrever jogador irregularmente e,
com Inamar em reformas, será obrigado a atuar no Baetão
fabiano ibidi
Guilherme Menezes
[email protected]
Tabelão da várzea
Diadema
Divisão Especial - Semifinais - domingo (17/05)
-
Internacional
2x2
Estrela Azul*
-
Boa Vista*
1x1
Ana Sofia
no campo do Piraporinha
no campo do Piraporinha
*Finalistas
São Bernardo
Divisão Especial - 10ª rodada - domingo (17/05)
-
Corinthians
2x0
Blumenau
-
Águia Branca
1x6
Onze Unidos
-
DER
2x1
Vila São Pedro
-
Marabá
3x2
Orquídeas
-
Pérola
1x6
Nacional
-
Jardim Ipê
2x1
Orlandina
-
Triângulo
0x2
Cafezal
-
Palestrinha
0x0
Vila Baeta
-
Vila São José
0x3
Unidos do Morro
-
Divinéia
0x1
Vila Vivaldi
no campo do Lavínia
no campo do Lavínia
no campo do DER
no campo do DER
no campo do Pérola
no campo do Jardim Detroit
no campo do Triângulo
Quando o CAD entrou
em campo no último sábado
(16/05) pela quarta divisão do
Campeonato Paulista, já sabia
que a situação no Estadual estava comprometida. O motivo:
foi punido dias antes da partida
pelo TJD (Tribunal de Justiça
Desportiva) com a perda de seis
pontos porque inscreveu irregularmente um atleta com problemas na documentação contra o
Ecus (de Suzano).
O Diadema iniciou o jogo
contra o Guarulhos – pela quinta
rodada - com apenas um ponto,
empatou e agora soma dois, ao
invés dos oito que o deixaria em
quarto na classificação do grupo
03 - dentro do G-4 que passará à
próxima fase.
De acordo com o presidente
do CAD, Jackson Carvalho, o
erro aconteceu a partir de um
funcionário que acabou desempregado. “Houve a falha de um
funcionário na hora de entregar a
documentação e já o demitimos.
O atleta envolvido era o Matheus, de 22 anos, o contratamos
para o campeonato. Agora vamos
avaliar com calma junto com o
departamento jurídico e recorrer da decisão, mesmo sabendo
que podemos perder mais pontos”, explicou o mandatário. De
acordo com o regulamento, caso
o clube não comprove algo que
reverta a situação, pode acabar
punido novamente.
Já o gestor do CAD, Leandro
Silva, em entrevista à rádio Master Esporte, citou que a equipe
está ciente da falha e já considera
o caso como página virada. “A
no campo do Palestrinha
no campo do Vila São José
no campo do Palmeirinha
Mauá
Divisão Especial - 5ª rodada - domingo (17/05)
-
Dinamo
1x2
Jardim Anchieta
-
Itapeva
1x0
Nautico
-
Jardim Canadá
0x0
Mauaense
-
Pedreirinha
2x2
Belenense
-
Juá
1x3
Colônia
-
União
1x0
Viracopos
-
Vila Tavares
2x3
Scorpions
-
Cruz de Malta
2x1
Vera Cruz
no campo do Itapeva
no campo do Itapeva
no campo do Juventus
no campo do América
no campo do Juá
no campo do União
no campo do Beira Rio
CAD está em situação complicada na quarta divisão do Campeonato Paulista
secretária do presidente que acabou cometendo o erro, já que o
sistema de inscrever apenas os 28
atletas da competição mudou a
forma de fazer o processo. Antes
da partida contra o Ecus (vitória por 2 a 1), quatro atletas na
realidade foram para o jogo sem
estar na lista dos 28. Infelizmente
o regulamento deixa isto claro e
estamos cientes, apesar de caber
recurso. Vamos recuperar o caminho das vitórias e buscar a classificação”, comentou.
Sem estádio
Além do problema de perder
quase todos os pontos e estar
em penúltimo na chave, a equipe ainda passa por outros problemas. Agora, a situação ruim
também está dentro de campo.
Como o estádio do Inamar, em
Diadema, pertence ao rival Água
Santa, o CAD fica à mercê das
decisões do Netuno. O Água já
começou as reformas para adequar o estádio às condições necessárias para a disputa da Série
A-1 do Paulista, impedindo o
rival de usar o campo. A partir
do próximo domingo (24/05),
o CAD utilizará o estádio do Baetão, em São Bernardo, quando
enfrentará o Suzano, passando do
gramado natural para o sintético.
Para fechar, o clube terá o terceiro técnico em apenas seis rodadas. Ataliba iniciou o campeonato, mas treina o São Bernardo
sub-20 em uma parceria entre os
times do ABCD. Depois, Marcos Bruno assumiu, só que aceitou o convite de uma equipe mineira, deixando o auxiliar, Fabio
Cunha, com a função.
15
no campo do Beira Rio
Santo André
1ª Divisão - 3ª rodada - domingo (17/05)
-
Aclimação
3x0
Guarará
-
Vila Junqueira
2x0
Marajoara
-
Lua Nova
1x3
Guaraciaba
-
Alhambra
1x8
União Vila Sá
-
Jardim Sorocaba
1x0
União do Morro
-
4º Centenário
2x1
Ypiranga
-
Vila Alice
2x1
Alvi Negro
-
Ourinhos
2x0
Real
-
Jardim Stella
1x2
Vila Nova
-
Vila Lamartine
0x1
Santa Cristina
-
São Jorge
0x1
Sacadura Cabral
-
Rio Avante
0x1
Flamengo
no campo do Guaraciaba
no campo do Guaraciaba
no campo do Humaitá
no campo do Humaitá
no campo do São Paulo
no campo do São Paulo
no campo do Jd. Stella
no campo do Jd. Stella
no campo do Nacional
no campo do Nacional
no campo do Marajoara II
no campo do Marajoara II
16 ABCDMAIOR | 19 e 20 de maio de 2015
campeãs em são caetano
Atual campeã mundial de handebol, a seleção feminina está se preparando no ginásio do colégio
Eduardo Gomes, em São Caetano, para o Pan-Americano - que acontece de 21 a 28 de maio, em Cuba.
Trio no meio das feras
Das 21 atletas chamadas para os treinamentos da
seleção de handebol, três são jogadores da Metodista/ São Bernardo: as pontas Bárbara, Célia e Dayane.
Cinco atletas serão cortadas do grupo antes do Pan.
Sucesso de público, Arena Caixa é
aprovada por atletas e autoridades
Pista de São Bernardo recebeu duas mil pessoas por dia no Troféu Brasil e foi classificada de “fantástica” pela Confederação Brasileira
Redação
[email protected]
O Centro de Atletismo de São
Bernardo, inaugurado há cerca
de um ano, passou no primeiro grande teste. Palco do Troféu
Brasil até o último domingo
(17/05), a Arena Caixa foi aprovada pelos atletas e a CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo)
– organizadora do evento.
“Essa pista foi construída para
ser Centro de Excelência (treinamento) e nisso ela é fantástica.
A ideia não era fazer um estádio
para grandes competições, então tivemos que fazer algumas
adaptações em relação à sala de
imprensa. Mas sem problemas,
nada que comprometa. Ela é fantástica para fazer campeonatos”,
elogiou o superintendente técnico da CBAt, Martinho Santos.
A Confederação se impressionou com a quantidade de público que compareceu nos quatro dias, entre quinta (14/05)
e domingo - média de dois
mil torcedores. “Foi fantástico
porque a gente teve casa cheia
todos os dias, que era uma coisa que há muito tempo a gente
não tinha no Troféu Brasil. Em
São Paulo, a gente conseguia
levar mil, 1500 pessoas e, mesmo assim, ligadas aos atletas”,
comparou o dirigente.
Em relação à pista, a comparação é cruel. O piso do Centro
de Atletismo é novo e importado
da Alemanha, idêntico a que o
jamaicano Usain Bolt bateu os
recordes mundiais dos 100 e 200
metros em 2009. “Gostei bastante da competição, dos saltos, é
uma pista boa para saltar”, disse a
campeã mundial Fabiana Murer,
de São Caetano.
“São pequenas coisas para arrumar. Vamos ter que fazer uma
área nova para cadeirante, mudar
o local da tribuna de honra e da
imprensa. Precisamos de um telão maior também. Mas, o importante é que o atleta fique satisfeito, o resto a gente se adapta”,
endossou Martinho, reafirmando
que o GP de São Paulo pode vir
para São Bernardo. “Estamos em
negociação com o Governo do
Estado, aí, sendo confirmado, estaremos aqui no dia 21 de junho
com estrelas internacionais de
primeira linha”.
Mais um título
A BM&F Bovespa conquistou
pela 14ª vez seguida o título por
equipes do Troféu Brasil, com
quase 200 pontos de vantagem
sobre o EC Pinheiros (segundo
colocado). A ASA/ São Bernardo
fechou o evento na quarta posição. (Com informações de Bru-
no Coelho)
rodrigo pinto
Ana Cláudia Lemos, de São Caetano, terminou o Troféu Brasil com índice olímpico em duas provas
11 atletas conseguem índice olímpico
A pista do Centro de Atletismo de São Bernardo registrou 12
índices para os Jogos Olímpicos
de 2016, no Rio de Janeiro.
A maioria das marcas foi registrada por atletas da BM&F Bovespa/ São Caetano. Ana Cláu-
dia Lemos, por exemplo, obteve
tempos para a Rio-2016 nos 100
e 200 metros. Quem também
terminou o Troféu Brasil com o
índice olímpico foi Fabiana Murer, do salto com vara.
No entanto, os atletas que fi-
zeram as marcas exigidas para os
Jogos Olímpicos não estão garantidos. Se mais de três nomes
conseguirem o índice, o critério
de classificação será de acordo
com cada prova – já estabelecido
pela Confederação Brasileira.

Documentos relacionados

Tarifa de ônibus municipal fica mais cara nesta terça

Tarifa de ônibus municipal fica mais cara nesta terça Editores: Política: Júlio Gardesani, (11) 4930-7467, [email protected] |Cidades: Mauricio Milani, (11) 4930-7470, [email protected] Economia: Silvio Berengani, (11) 4930-7457, econom...

Leia mais

Cinco cidades da Região recebem água com raticida

Cinco cidades da Região recebem água com raticida Rio Grande do Sul, Brasília e São Paulo irão debater o assunto nesta quinta-feira (12/11), no campus São Bernardo, das 14h às 18h. O Brasil tem taxa de 4,8 mortes por 100 mil mulheres, quinto maior...

Leia mais

bILLINgs, 90 ANOs de hIstórIAs

bILLINgs, 90 ANOs de hIstórIAs Editores: Política: Júlio Gardesani, (11) 4930-7467, [email protected] |Cidades: Mauricio Milani, (11) 4930-7470, [email protected] Economia: Silvio Berengani, (11) 4930-7457, econom...

Leia mais

Greve termina na Mercedes com vitória contra

Greve termina na Mercedes com vitória contra movimento foi dirigido pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, que se afirma como referência na luta contra o desemprego em todo o País. Foi do sindicato que saiu a proposta assumida dias atrás pel...

Leia mais

Número de presos na Região é 3 vezes maior que

Número de presos na Região é 3 vezes maior que Editores: Política: Júlio Gardesani, (11) 4930-7467, [email protected] |Cidades: Mauricio Milani, (11) 4930-7470, [email protected] Economia: Silvio Berengani, (11) 4930-7457, econom...

Leia mais

São Bernardo quer atrair R$ 2 bilhões com o metrô

São Bernardo quer atrair R$ 2 bilhões com o metrô Editores: Política: Júlio Gardesani, (11) 4930-7467, [email protected] |Cidades: Mauricio Milani, (11) 4930-7470, [email protected] Economia: Silvio Berengani, (11) 4930-7457, econom...

Leia mais

câmArA AProvA PArcelAmeNto de dívIdAs em sbc

câmArA AProvA PArcelAmeNto de dívIdAs em sbc no ABCD começou sem permissão da Prefeitura de São Bernardo, que embargou a obra e aplicou multa à empresa responsável. A Ka-Dur do Brasil é a responsável por sete unidades de moradias feitas com c...

Leia mais

ABCD VETA ATLETAS NA SELEÇÃO DE BASQUETE

ABCD VETA ATLETAS NA SELEÇÃO DE BASQUETE Editores: Política: Júlio Gardesani, (11) 4930-7467, [email protected] |Cidades: Mauricio Milani, (11) 4930-7470, [email protected] Economia: Silvio Berengani, (11) 4930-7457, [email protected]

Leia mais

Trabalhadores do ABCD fazem ato contra terceirização

Trabalhadores do ABCD fazem ato contra terceirização Editores: Política: Júlio Gardesani, (11) 4930-7467, [email protected] |Cidades: Mauricio Milani, (11) 4930-7470, [email protected] Economia: Silvio Berengani, (11) 4930-7457, econom...

Leia mais

Alckmin não cumpre verba orçamentária para o ABCD

Alckmin não cumpre verba orçamentária para o ABCD Não fosse uma eficiente blindagem que a chamada grande/velha imprensa faz do governador Geraldo Alckmin, seria possível enxergar a série quase interminável de desgraças que esse gestor público prat...

Leia mais