ESTUDO DOS GASES UNIDADES DAS VARIÁVEIS DE ESTADO

Сomentários

Transcrição

ESTUDO DOS GASES UNIDADES DAS VARIÁVEIS DE ESTADO
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
1
ESTUDO DOS GASES
UNIDADES DAS VARIÁVEIS DE ESTADO DE UM GÁS E CARACTERÍSTICAS DOS GASES
01) (UPE-2011-Q1) Em relação à teoria cinética molecular dos gases, é CORRETO afirmar que:
a) a energia cinética média de um conjunto de moléculas de um gás depende, apenas e
exclusivamente, das massas das moléculas desse gás.
b) quando quadruplicamos a temperatura absoluta de um conjunto de moléculas de um gás, suas
moléculas terão velocidade média quadruplicada.
c) quanto maiores as interações entre as moléculas de um gás, mais rigorosamente ele se comportará
como um gás ideal.
d) numa mesma temperatura, independentemente das massas molares de cada gás, as moléculas têm
energias cinéticas médias iguais.
e) as colisões entre moléculas de um gás perfeito com as paredes do recipiente que as contém são
inelásticas para qualquer tipo de gás ideal.
02)De acordo com a teoria cinética dos gases, é incorreto afirmar:
a)
b)
c)
d)
Energia cinética média é proporcional à temperatura de Kelvin.
As partículas estão muito unidas e têm baixa velocidade.
As partículas ocupam todo o volume disponível e têm movimento livre.
As partículas possuem alta velocidade e ocorrem choques entre elas e contra as paredes do
recipiente que as contém.
e) As partículas têm movimento desordenado.
03) Além da pulsação e da respiração, a temperatura corporal é um dos sinais fitais do organismo. A
temperatura normal de um indivíduo adulto sadio varia de 36,1°C a 37,5°C. a febre é o aumento da
temperatura corporal que raramente excede a 41,0°C nos seres humanos e faz parte do mecanismo de
defesa do corpo, pois é normalmente provocada por processos inflamatórios, infecciosos e de
intoxicação.
a)
b)
c)
d)
e)
A temperatura de individuo com febre é, no máximo, 314 K.
A temperatura corpórea de um ser humano adulto sadio varia de 310 K até 314 K.
Um individuo adulto com temperatura corpórea de 309 K se encontra com febre.
Um individuo adulto com temperatura corpórea de 305 K se encontra fora do perigo de um infarto.
A febre ocorre quando a temperatura corpórea do individuo adulto se encontra entre 309,1 K e
310,5 K.
04)(Fuvest-SP) Uma amostra de gás foi aquecida sob pressão constante. Nessa transformação ocorreu:
a)
b)
c)
d)
e)
diminuição de volume do gás e da energia cinética média das moléculas.
aumento do volume do gás e da energia cinética média das moléculas.
aumento do volume do gás e diminuição da energia cinética média das moléculas.
diminuição do volume do gás e aumento da energia cinética média das moléculas.
aumento do volume do gás, porém a energia cinética média das moléculas manteve-se constante.
05) A solubilidade dos gases nos líquidos aumenta com o aumento da pressão. O gás nitrogênio (N2) é
bastante solúvel no sangue humano. Um mergulhador A em uma profundidade apreciável está
utilizando um equipamento para respiração que contém uma mistura de oxigênio (O2) e nitrogênio (N2).
Outro mergulhador B está usando um equipamento que possui uma mistura de oxigênio (O2) e hélio
(He), sendo este último menos solúvel no sangue do que o nitrogênio. Com base nessas informações,
podemos considerar que...
a) em uma mesma profundidade de mergulho, a concentração de nitrogênio no sangue do
mergulhador A é igual à concentração de He no sangue do mergulhador B.
b) quanto maior a profundidade de mergulho, maior a concentração de gases nitrogênio e hélio no
sangue dos mergulhadores A e B, respectivamente.
c) na superfície, as concentrações de nitrogênio e de hélio são iguais no sangue dos mergulhadores A
e B, respectivamente.
d) em uma mesma profundidade de mergulho, a concentração de nitrogênio no sangue do
mergulhador A é menor do que a concentração de He no sangue do mergulhador B.
e) Nenhuma das alternativas anteriores.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
2
06)Um corpo apresenta uma temperatura de 37o C. Se esta temperatura for medida em Kelvin,
encontraremos um valor igual a:
a)
b)
c)
d)
e)
273 K.
373 K.
310 K.
410 K.
37 K.
TRANSFORMAÇÃO ISOTÉRMICA
07) (PUC-SP) De acordo com a lei de Robert Boyle (1660), para proporcionar um aumento na pressão de
uma determinada amostra gasosa numa transformação isotérmica, é necessário:
a) aumentar o seu volume.
b) diminuir a sua massa.
c) aumentar a sua temperatura.
d) diminuir o seu volume.
e) aumentar a sua massa.
08)Um recipiente a 27oC contém 60 litros de um certo gás exercendo a pressão de 1 atm. A pressão
exercida por esta mesma massa de gás a 27oC em um recipiente com capacidade para 15 litros será:
a)
b)
c)
d)
e)
0,25 atm.
1,25 atm.
2,00 atm.
3,00 atm.
4,00 atm.
09) Um cilindro com êmbolo móvel contém 100mL de CO2 a 1,0 atm. Mantendo a temperatura constante, se
quisermos que o volume diminua para 25 mL, teremos que aplicar uma pressão igual a:
a)
b)
c)
d)
e)
5 atm.
4 atm.
2 atm.
0,4 atm.
0,1 atm
10) Sem alterar a massa e a temperatura de um gás, desejamos que um sistema que ocupa um volume de
800 mL a 0,2 atm passe a ter pressão de 0,8 atm. Para isso, o volume do gás deverá ser reduzido
para:
a)
b)
c)
d)
e)
600 mL.
400 mL.
300 mL.
200 mL.
100 mL.
3
11) Uma certa massa de gás, é mantida com temperatura constante, apresenta 100 cm confinados a 1 atm
de pressão. Qual o volume final da mesma massa de gás, quando a pressão passar para 4 atm?
a)
b)
c)
d)
e)
3
20 cm .
25 cm3.
3
50 cm .
3
75 cm .
3
400 cm .
12)Um recipiente a 0oC contém 50 litros de um certo gás exercendo a pressão de 1 atm. A pressão exercida
por esta mesma massa de gás a 0oC em um recipiente com capacidade para 80 litros será:
a)
b)
c)
d)
e)
0,625 atm.
6,250 atm.
4,000 atm.
1,000 atm.
0,465 atm.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
3
13) Um volume de 80 litros de gás hidrogênio a uma pressão de 4 atm são submetidos à transformação
isotérmica, até que a pressão final seja igual a 1 atm. O volume ocupado pelo gás no estado final é:
a)
b)
c)
d)
e)
40 litros.
20 litros.
84 litros.
100 litros.
320 litros.
14) Certa massa de gás ocupa um volume de 60 mL sob pressão de 120 cmHg. Comprimindo-se
isotermicamente o gás de modo que o volume passe para 40 mL, qual será a nova pressão?
15) (Efoa-MG) Um gás prefeito, a uma pressão de 10 atm, ocupa um volume de 4 litros. Ele sofre uma
transformação isotérmica e seu volume passa para 10 litros. A nova pressão exercida pelo gás é de:
a)
b)
c)
d)
e)
250 atm.
100 atm.
25 atm.
10 atm.
4 atm.
16)O gás carbônico produzido na reação de um comprimido efervescente com água foi seco e recolhido à
pressão de 1 atm e temperatura de 300K, ocupando um volume de 4 L. Se a essa mesma temperatura o
gás fosse recolhido à pressão de 2 atm, que volume ocuparia?
a)
b)
c)
d)
e)
2 L.
3 L.
6 L.
8 L.
9 L.
17) Certa massa de um gás, está submetida à pressão de 3 atm e ocupa o volume de 1,5 L. Reduzindo-se
isotermicamente a pressão para 2 atm, qual será o volume ocupado?
3 x 1,5 = 2 x V, então V = 4,5/2 = 2,25 L
18)Na respiração normal de um adulto, num minuto são inalados 4,0 litros de ar, medidos a 27oC e 1 atm de
pressão. Um mergulhador a 43 m abaixo do nível do mar, onde a temperatura é de 27oC e a pressão de
5 atm, receberá a mesma massa de oxigênio se inalar:
a)
b)
c)
d)
e)
4,0 litros de ar.
8,0 litros de ar.
3,2 litros de ar.
0,8 litro de ar.
20 litros de ar.
19)Mantendo-se a temperatura constante, anotam-se os seguintes dados referentes a certa massa de gás:
Volume (litros) Pressão (atm)
1
2
2
1
3
x
O valor de x é:
a)
b)
c)
d)
e)
3 / 4.
2 / 3.
1 / 2.
1 / 4.
1 / 6.
20)(UFRN) Reduzindo-se à metade a pressão exercida sobre 150 mL de ar, o novo volume, à temperatura
constante, será, em mL:
a)
b)
c)
d)
e)
75.
150.
300.
750.
1500.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
4
21)(UFRN) Reduzindo-se à quarta parte a pressão exercida sobre 400 mL de ar, o novo volume, à
temperatura constante, será, em mL:
a)
b)
c)
d)
e)
50.
100.
800.
1200.
1600.
22) A cada 10 m de profundidade a pressão sobre um mergulhador aumenta de 1 atm com relação à
pressão atmosférica. Sabendo-se disso, qual seria o volume de 1 L de ar (comportando-se como gás
ideal) inspirado pelo mergulhador ao nível do mar, quando ele estivesse a 30 m de profundidade?
a)
b)
c)
d)
e)
3 L.
4 L.
25 mL.
250 mL.
333 mL.
23) Uma bolha de ar se forma no fundo de um lago, em que a pressão é de 2,2 atm. A essa pressão, a
bolha tem um volume de 3,6 cm³. Que volume terá essa bolha quando subir à superfície, na qual a
pressão atmosférica é de 684 mmHg, admitindo-se que a massa contida no interior da bolha e a
temperatura permanecem constantes?
24)Uma massa fixa de gás ideal foi submetida a uma série de transformações isotérmicas e alguns dos
valores obtidos constam na tabela a seguir:
Experiência
1ª
2ª
3ª
4ª
5ª
Pressão (atm)
2
3
y
6
12
Volume (L)
12
x
6
z
w
De acordo com os dados analise:
0
0
As transformações isotérmicas citadas ocorrem sob temperatura constante.
1
1
Pelos dados apresentados, é possível calcular os valores de “x”, “y” “z” e “w”.
2
2
O valor de “x” é 6 litros.
3
3
Da 1ª para a 2ª experiência temos um processo de descompressão.
4
4
Nestes experimentos a temperatura é sempre constante.
25)(ITA-SP) 80 litros de gás hidrogênio a uma pressão P são submetidos à transformação isotérmica, até
que a pressão final seja igual a 1/4 da inicial. O volume ocupado pelo gás no estado final é:
a) 40 litros.
b) 20 litros.
c) 84 litros.
d) 100 litros.
e) 320 litros.
26) Um recipiente cúbico de aresta 20 cm contém um gás à pressão de 0,8 atm. Transfere-se esse gás para
um cubo de 40 cm de aresta, mantendo-se constante a temperatura. A nova pressão do gás é de:
a)
b)
c)
d)
e)
0,1 atm.
0,2 atm.
0,4 atm.
1,0 atm
4,0 atm.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
5
27)A lei de Boyle afirma que, mantendo-se a temperatura constante, a pressão P e o volume V de um gás
relacionam-se da seguinte maneira:
a)
b)
c)
d)
e)
P e V são diretamente proporcionais
P + V = constante
P – V = constante
P=V
Se P for reduzido à metade, o valor de V deverá dobrar
28)Dois balões A e B, estão ligados por um tubo de volume desprezível, munido de uma torneira. O balão
A, de volume igual a 400 mL, contém gás hélio. No balão B, de volume igual a 600 mL, existe vácuo.
Mantendo-se a temperatura constante, a torneira é aberta e a pressão final do sistema atinge o valor de
600 mmHg.
A pressão inicial do balão A deve ser igual a:
a)
b)
c)
d)
e)
1500 mmHg.
1200 mmHg.
1000 mmHg.
900 mmHg.
760 mmHg.
29) (Fuvest-SP) Se um certo gás contido em um compartimento e exercendo pressão de 10 cmHg for
comprimido de maneira a ocupar um vigésimo do seu volume inicial, qual será a pressão final
(temperatura constante)?
a)
b)
c)
d)
e)
20 cmHg.
50 cmHg.
100 cmHg.
200 cmHg.
400 cmHg.
30) Observe uma quantidade fixa de gás ideal nos estados 1, 2, 3 e 4, indicados no gráfico abaixo:
Pressão (atm)
(1)
6
(2)
5
4
(3)
3
(4)
2
1
0
Volume (L)
1
2
3
4
5
6
Considere as seguintes transformações experimentadas pelo referido gás:
I. Passagem
II. Passagem
III. Passagem
IV. Passagem
do estado (1) para o estado (2)
do estado (2) para o estado (3)
do estado (3) para o estado (4)
do estado (1) para o estado (4)
Podem ser transformações isotérmicas:
a)
b)
c)
d)
e)
I, II, III e IV.
Apenas II e IV.
Apenas I e III.
Apenas II.
Apenas IV.
31)Um gás está preso em um cilindro com êmbolo móvel. Mantendo-se a temperatura constante, se a
pressão P do gás passar para 3P, o volume V:
a)
b)
passará para V / 3
passará para 3V
c)
passará para V + 3
d)
e)
passará para V – 3
não sofrerá alteração
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
6
32) (UFAC-AC) Considere o gráfico a seguir:
O gráfico acima representa um comportamento típico de um gás submetido à lei de Boyle - Mariotte
(P.V = K). Com relação à curva pode-se afirmar que:
a)
b)
c)
d)
e)
É uma isocórica e o valor de K é igual a 2,0.
É uma isoterma e o valor de K é igual a 12,0.
É uma isocórica e o valor de K é igual a 12,0.
É uma isoterma e o valor de K é igual a 2,0.
É uma isobárica e o valor de K é igual a 2,0.
33) (Cesgranrio-RJ) Você brincou de encher, com ar, um balão de gás, na beira da praia, até um volume de
1 L e o fechou. Em seguida, subiu uma encosta próxima carregando o balão, até uma altitude de 900m,
onde a pressão atmosférica é 10% menor que a pressão ao nível do mar. Considerando que a
temperatura na praia e na encosta seja a mesma, o volume de ar no balão após a subida, será de:
a)
b)
c)
d)
e)
0,8 L.
0,9 L.
1,0 L.
1,1 L.
1,2 L.
34) O gráfico ilustra a isoterma de uma certa quantidade de gás que é levado do estado A para o estado C.
P (atm)
8
4
PC
0
4
VB
16
V (L)
Podemos afirmar que a pressão PC e o volume VB são, respectivamente:
a) 4 atm e 4 litros.
b) 8 atm e 16 litros.
c) 8 atm e 2 litros.
d) 18 atm e 8 litros.
e) 2 atm e 8 litros.
35) Ao subir do fundo de um lago para a superfície, o volume de uma bolha triplica. Supondo que a
temperatura da água no fundo do lago seja igual à temperatura na superfície, e considerando que a
pressão exercida por uma coluna de água de 10 m de altura corresponde, praticamente, à pressão de
uma atmosfera, podemos concluir que a profundidade do lago é, aproximadamente.
a)
b)
c)
d)
e)
2 m.
5 m.
10 m.
20 m.
30 m.
36) (Covest-93/F) Uma bolha de gás liberada de um lago, situado ao nível do mar, triplica seu volume ao
atingir a superfície. Supondo que a temperatura da água é uniforme, qual a pressão no fundo do lago,
em atmosfera?
a)
b)
c)
d)
e)
1,5 atm.
2,0 atm.
2,5 atm.
3,0 atm.
3,5 atm.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
7
37) A figura mostra um cilindro munido de um êmbolo móvel, que impede a saída do ar que há dentro do
cilindro. Quando o êmbolo se encontra na sua altura H = 12 cm, a pressão do ar dentro do cilindro é p0.
Supondo que a temperatura é mantida constante, até que a altura, do fundo do cilindro deve ser
baixado o êmbolo para que a pressão do ar dentro do cilindro seja 3 p0?
a)
b)
c)
d)
e)
4/9 cm.
4 cm.
6 cm.
8 cm.
9 cm.
H = 12 cm
0
38)Um mol de gás ideal, confinado no recipiente A de volume V1, expande para o recipiente B, de volume
V2 = 2.V1, ao ser aberta a válvula V. Veja o diagrama abaixo
P V1 T1
1
GÁS
A
V
VÁCUO
V2
B
Se o processo ocorre isotermicamente, é possível afirmar que a pressão final do gás é:
a)
b)
c)
d)
e)
P1 / 2
2 P1
P1.( V1 + V2 ) / 2
P1 / 3
3 P1
39) (Cefet-MG) A figura a seguir mostra dois recipientes unidos por um tubo de volume desprezível provido
de uma torneira. Inicialmente o recipiente A contém 1 mol de um gás inerte e em B há vácuo. Os dois
recipientes são mantidos à mesma temperatura (TA = TB). A torneira é aberta durante um certo tempo.
Ao se fechar a torneira, observou-se que a pressão em A e B são iguais, ou seja, PA = PB.
A
VA = 20 L
B
VB = 5 L
Com base nessas informações, pode-se afirmar que o número de mol gasoso transferido para B é:
a)
b)
c)
d)
e)
1,00 mol.
0,25mol.
0,20 mol.
0,40 mol.
0,75.
40)(PUC-SP) Qual o volume ocupado, a 2 atm de pressão, por certa massa de gás ideal que sofre
transformações isotérmicas conforme o gráfico?
atm
6
42
a)
b)
c)
d)
e)
126 mL.
42 mL.
21 mL.
14 mL.
É impossível calcular, pois faltam dados.
mL
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
8
41) Uma determinada massa gasosa encontra-se numa pressão de 2 atm ocupando um volume de 28 L. O
gás sofre uma certa transformação, na qual sua temperatura é mantida constante mas sua pressão
elevada para 7 atm. Nessa situação, seu novo volume será:
a)
b)
c)
d)
e)
8 L.
4 L.
14 L.
56 L.
16 L.
42) (Fuvest-SP)
I.
2 NO + O 2
2 NO 2
II.
CO + O 3
CO 2 + O 2
III.
N 2 + O2
2 NO
IV.
SO 2 + 1 O 2
2
SO 3
Estão representadas acima quatro reações em fase gasosa. Quais delas causam variação de pressão
quando efetuadas em recipientes fechados?
a)
b)
c)
d)
e)
I e II.
I e III.
I e IV.
II e III.
II e IV.
TRANSFORMAÇÃO ISOBÁRICA
43) Um balão que contém gás oxigênio, mantido sob pressão constante, tem volume igual a 10 L, a 27°C.
Se o volume for dobrado, podemos afirmar que:
a)
b)
c)
d)
e)
A temperatura, em °C, dobra.
A temperatura, em K, dobra.
A temperatura, em K, diminui à metade.
A temperatura, em °C, diminui à metade.
A temperatura, em °C, aumenta de 273 K.
44) Um recipiente com capacidade para 100 litros contém um gás à temperatura de 27oC. Este recipiente e
aquecido até uma temperatura de 87oC, mantendo-se constante a pressão. O volume ocupado pelo gás
a 87oC será de:
a) 50 litros.
b) 20 litros.
c) 200 litros.
d) 120 litros.
e) 260 litros.
45)Uma amostra de nitrogênio gasoso ocupa um volume de 20 mL a 27°C e à pressão de 800 mmHg. Que
volume ocuparia a amostra sob 0°C e 800 mmHg ?
a)
b)
c)
d)
e)
20,2 mL.
19,5 mL.
18,2 mL.
12,5 mL.
10,2 mL.
46)Certa quantidade de gás hidrogênio ocupam um volume de 25 litros a 47o C e 2 atm de pressão. Qual
será a temperatura que deveremos aquecer esta mesma quantidade de gás, a 2 atm, para que ocupe
um volume de 62,5 litros ?
a)
b)
c)
d)
e)
100 K.
300 K.
800 K.
273 K.
500 K.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
9
47)(Covest-95/F) Durante o inverno do Alasca, quando a temperatura é de – 23°C, um esquimó enche um
balão até que seu volume seja de 30 L. Quando chega o verão a temperatura chega a 27°C. Qual o
inteiro mais próximo que representa o volume do balão, no verão, supondo que o balão não perdeu gás,
que a pressão dentro e fora do balão não muda, e que o gás é ideal?
Resp: 36 L.
48)Um balão selado, quando cheio de ar, tem volume de 50,0 m3 a 22°C e à pressão atmosférica. O balão é
aquecido. Assumindo que a pressão é constante, a que temperatura estará o balão quando seu volume
for 60,0 m3?
a)
b)
c)
d)
e)
354 K.
81 K.
627K.
26,4 K.
299,4 K.
49)(CESGRANRIO) Uma amostra de ozônio ocupa 250 mL a 27°C. Que volume ocupará a 87°C, se não
houver variação de pressão?
a)
b)
c)
d)
e)
1000 mL.
350 mL.
300 mL.
273 mL.
257 mL.
50)(Covest-98/F) No diagrama P x T abaixo, uma certa quantidade de gás ideal evolui do estado inicial A
para um estado final B, conforme indicado na figura. Qual a razão, VA / VB, entre os volumes inicial e final
do gás?
P
a) 1/3.
A
B
b) 1/2.
PA
c) 1.
d) 2.
e) 3.
2 TA
T
0
TA
51)Uma amostra de gás foi aquecida sob pressão constante. Nessa transformação ocorreu:
0
1
2
3
4
0
1
2
3
4
diminuição de volume do gás e da energia cinética média das moléculas
aumento de volume de gás e da energia cinética média das moléculas
aumento de volume de gás e diminuição da energia cinética média das moléculas
diminuição de volume de gás e aumento da energia cinética média das moléculas
aumento de volume de gás, porém a energia cinética média das moléculas manteve-se
constante
52) Observando a tabela abaixo diga de quanto difere x de y, considerando que a pressão é constante:
volume
10 L
15 L
20 L
a)
b)
c)
d)
e)
temperatura
300 K
x
y
100 K.
150 K.
200 K.
300 K.
900 K.
53)Um frasco munido de êmbolo móvel contém 2,0 L de ar a 20°C. A que temperatura deve ser aquecido o
frasco, à pressão constante, para que seu volume dobre?
a)
b)
c)
d)
e)
40 K.
313 K.
626 K.
273 K.
586 K.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
10
54)Determinada massa de um gás está a uma pressão de 5 atm, e ocupa um volume de 40 litros a uma
dada temperatura. O volume ocupado por esse mesmo gás ao sofrer uma transformação isobárica,
quando a temperatura final for 2,5 vezes a inicial será:
a)
b)
c)
d)
e)
100 litros.
140 litros.
230 litros.
300 litros.
350 litros.
55)Uma estudante está interessada em verificar as propriedades do hidrogênio gasoso a baixas
temperaturas. Ela utilizou, inicialmente, um volume de 2,98 L de H2(g), à temperatura ambiente (25°C) e
1atm de pressão, e resfriou o gás, à pressão constante, a uma temperatura de – 200°C. Que volume
desse gás a estudante encontrou no final do experimento?
a)
b)
c)
d)
e)
0,73 mL.
7,30 mL.
73,0 mL.
730 mL.
7300 mL.
56) Certa massa de gás, submetida à temperatura de 27°C, ocupa um volume de 5 L. Qual será o seu
volume quando a temperatura passar a 127° C, sem va riar a pressão?
5 / 300 = V / 400 V = 6,67 L
57) Um balão selado, quando cheio de ar, tem volume de 50 m³ a 22°C e a uma dada pressão. O balão é
aquecido. Assumindo-se que a pressão é constante, a que temperatura estará o balão quando seu
volume for 60 m³?
58) (FUT-MT) Uma certa massa gasosa sofre transformação física que pode ser representada pelo gráfico
abaixo:
V (L)
4
3
2
1
T (K)
100 200 300 400
Assim, concluímos que se trata de uma transformação:
a)
b)
c)
d)
e)
isovolumétrica.
isobárica.
isocórica.
adiabática.
isotérmica.
59)Qual(is) trecho(s) representado(s) pelo gráfico mostra(m) uma transformação isobárica?
V (L)
60
.......
40 .........................
30 .................
II
I
.........................
80
300 400 600
a)
b)
c)
d)
e)
I.
II.
III.
I e II.
II e III.
III
800
T (K)
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
11
www.agamenonquimica.com
TRANSFORMAÇÃO ISOCÓRICA (ISOMÉTRICA OU ISOVOLUMÉTRICA)
60)Um recipiente indeformável de 10 litros contém ar atmosférico a 2 atm e 25oC. A que temperatura, em
o
C, o recipiente deverá ser aquecido a volume constante, para que a pressão seja igual a 6 atm ?
a)
b)
c)
d)
e)
894°C.
273°C.
621°C.
300°C.
600°C.
61)No interior de um pneu temos uma pressão de 2,30 atm quando a temperatura era de 27oC.Depois de ter
rodado uma certa distância, a pressão passou a ser de 2,53 atm. Supondo variação de volume do pneu
desprezível, isto é, transformação isovolumétrica, qual será a nova temperatura?
a)
b)
c)
d)
e)
o
29,7 C.
57,0oC.
33,0oC.
330oC.
273oC.
62)Um frasco de desodorante cheio de ar é fechado a 714 torr e 27oC. Acidentalmente, o frasco é atirado
num incinerador de lixo. A pressão que o frasco deve suportar para evitar a sua explosão no incinerador,
a uma temperatura de 627oC, é:
Dado:1 mmHg = 1 torr
a)
b)
c)
d)
e)
760 torr.
942 torr.
1189 torr.
1200 torr.
2142 torr.
63)Antes da largada e “na volta de apresentação” de um Grande Prêmio de Fórmula 1, os pneus são préaquecidos para melhorar o desempenho do carro. Supondo desprezível a variação do volume do pneu
durante a prova, qual dos gráficos a seguir representa a variação da pressão do ar no interior do pneu
em função da temperatura absoluta atingida pelo pneu na reta de chegada ?
a) P
b) P
T
c) P
T
d) P
T
e) P
T
T
64)(Covest-99) Uma lata de um spray qualquer foi utilizada até não mais liberar seu conteúdo. Neste
momento, podemos dizer:
0
1
2
3
4
0
1
2
3
4
a pressão de gases no interior da lata é zero.
a pressão de gases no interior da lata é igual à pressão atmosférica.
existe vácuo no interior da lata.
ao aquecermos a lata, a pressão no interior da lata não varia.
ao aquecermos a lata e pressionarmos a válvula, gases sairão novamente.
65) (PUC-RJ) Um pneu de bicicleta é calibrado a uma pressão de 4 atm em um dia frio, à temperatura de
7°C. O volume e a quantidade de gás injetada são os mesmos. Qual será a pressão de calibração no
pneu quando a temperatura atinge 37°C?
a)
b)
c)
d)
e)
21,1 atm.
4,4 atm.
0,9 atm.
760 mmHg.
2,2 atm.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
12
66) Um recipiente fechado contém hidrogênio à temperatura de 30oC e pressão de 606 mmHg. A pressão
exercida quando se eleva a temperatura a 47oC, sem variar o volume será:
a)
b)
c)
d)
e)
120 mmHg.
240 mmHg.
303 mmHg.
320 mmHg.
640 mmHg.
o
67) Em um dia de inverno, à temperatura de 0 C, colocou-se uma amostra de ar, à pressão de 1,0 atm, em
o
um recipiente de volume constante. Transportando essa amostra para um ambiente a 60 C, que
pressão ela apresentará?
a)
b)
c)
d)
e)
0,5 atm.
0,8 atm.
1,2 atm.
1,9 atm.
2,6 atm.
68) Um frasco fechado contém um gás a 27°C, exercen do uma pressão de 3,0 atm. Se provocarmos uma
elevação na sua temperatura até atingir 227°C, qual será a sua nova pressão, mantendo-se constante o
volume?
a)
b)
c)
d)
e)
2,0 atm.
3,0 atm.
4,0 atm.
5,0 atm.
6,0 atm.
69)Uma determinada massa de gás hélio ocupa o volume de 3 L, nas CNTP. A 41°C sofre transformação
isocórica e nesse caso, passa a ter as seguintes características:
a)
b)
c)
d)
e)
P = 1,00 atm; V = 3,2 L.
P = 1,00 atm; V = 3,0 L.
P = 2,00 atm; V = 3,0 L.
P = 1,05 atm; V = 3,5 L.
P = 1,15 atm; V = 3,0 L.
70) (F. M. Pouso Alegre-MG) Assinale a alternativa correta. Ao sair de viagem, o motorista calibrou os
pneus do seu veículo colocando no seu interior 2 atm de pressão, num dia quente, 27°C. Ao chegar ao
destino, mediu novamente a pressão dos pneus e encontrou 2,2 atm. Considerando-se desprezível a
variação do volume, a temperatura do pneu, ao final da viagem, era:
a)
b)
c)
d)
e)
660°C.
57°C.
330°C.
272°C.
26,7°C.
71)(U.E.PG-PR) Um recipiente fechado de volume V contém certa massa gasosa à temperatura de 27°C,
exercendo uma pressão de 760 mmHg. Após aquecimento, verificou-se que o novo valor da pressão era
2 atm. Supondo desprezível a variação de volume, a nova temperatura, em °C, do sistema será:
a)
b)
c)
d)
e)
600°C.
540°C.
327°C.
273°C.
160°C.
72)Uma certa quantidade de um gás se encontra a 27°C e exercendo uma pressão de 2 atm. Mantendo-se
constante o volume e a massa do gás, aumentamos sua pressão para 3 atm. A temperatura deste gás
será de:
a)
b)
c)
d)
e)
100 K.
150 K.
350 K.
400 K.
450 K.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
13
73) (UNICAMP-SP) Uma garrafa de 1,5 L, indeformável e seca, foi fechada com uma tampa plástica. A
pressão ambiente era de 1,0 atm e a temperatura de 27°C. Em seguida, esta garrafa foi colocada ao sol
e, após certo tempo, a temperatura em seu interior subiu para 57°C e a tampa foi arremessada pelo
efeito da pressão interna. A pressão no interior da garrafa no instante imediatamente anterior à
expulsão da tampa plástica era de:
a)
b)
c)
d)
e)
1,1 atm.
1,4 atm.
1,6 atm.
2,5 atm.
3,0 atm.
74) Certa massa gasosa ocupa um volume de 800mL a – 23°C, numa dada pressão. Qual é a temperatura
na qual a mesma massa gasosa, na mesma pressão, ocupa um volume de 1,6 L?
a) 250 K.
b) 350 K.
c) 450 K.
d) 500 K.
e) 600 K.
75)(UEPG-PR) Um recipiente fechado de volume “V” contém certa massa gasosa à temperatura de 27°C,
exercendo uma pressão de 760 mmHg. Após aquecimento, verificou-se que o novo valor da pressão era
de 2 atm. Supondo desprezível a variação de volume, a nova temperatura, em °C, do sistema será:
mmHg
1520 .........................................
760
300
a)
b)
c)
d)
e)
?
Kelvin
600°C.
540°C.
327°C.
273°C.
160°C.
76) Certa massa de gás exerce a pressão de 2,5 atm quando submetida a 27°C. Determine a pressão
exercida quando sua temperatura passar a 127°C, sem variar o volume.
2,5 / 300 = P / 400 P = 3,333 atm
TODAS AS TRANSFORMAÇÕES
77) (Covest-2000) Um vendedor de balões de gás na Praia de Boa Viagem, em Recife, utiliza um cilindro de
º
60L de Hélio a 5 atm de pressão, para encher os balões. A temperatura do ar é 30 C e o cilindro está
em um local bem ventilado na sombra. No momento em que o vendedor não conseguir mais encher
nenhum balão, qual o volume e a pressão do gás Hélio restante no cilindro?
a)
b)
c)
d)
e)
V = 0 L; P = 0 atm
V = 22,4 L; P = 1 atm
V = 60 L; P = 1 atm
V = 10 L; P = 5 atm
V = 60 L e P = 0 atm
78) (Méd. Taubaté) Considere as afirmações abaixo:
I. Em uma transformação isobárica não varia a pressão.
II. Em uma transformação isocórica não varia o volume.
III. Em uma transformação isométrica não varia a temperatura.
Com relação às três afirmações acima, podemos dizer que ...
a)
b)
c)
d)
e)
apenas I é verdadeira.
apenas II é verdadeira.
apenas III é verdadeira.
I e II são verdadeiras.
todas são verdadeiras.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
14
79) (UCMG) Dada a tabela:
Transformação
1
2
3
temperatura constante variável
variável
Pressão
variável constante variável
volume
variável
variável constante
II. (1) é isotérmica.
III. (2) é isométrica.
IV. (3) é isovolumétrica.
V. (2) é isobárica.
VI. (1) é isométrica.
Estão corretas, apenas, as afirmações:
a)
b)
c)
d)
e)
I e II.
I, III e IV.
III e V.
II.
II, IV e V.
80) (UFCE) Um cilindro, cujo volume pode variar, contém um gás perfeito, à pressão de 4 atm e uma
temperatura de 300K. o gás passa então por dois processos de transformação:
I. seu volume aumenta, sob pressão constante, até duplicar e...
II. retorna ao volume inicial, por meio de uma compressão isotérmica.
A temperatura e a pressão do gás, ao final dos dois processos descritos, serão, respectivamente:
a)
b)
c)
d)
e)
300 K e 8 atm.
600 K e 4 atm.
300 K e 4 atm.
600 K e 8 atm.
600 K e 2 atm.
81) Um volume de 20 mL de gás perfeito encontra-se no interior de um cilindro, sob pressão de 2 atm e
temperatura de 27ºC. Inicialmente, o gás sofre uma expansão isotérmica, de tal forma que seu volume
passa a ser igual a 50 mL. A seguir, o gás sofre evolução isométrica e a pressão tornou-se igual a
1,2atm. A temperatura final do gás vale:
a)
b)
c)
d)
e)
450ºC.
177ºC.
273ºC.
723ºC.
40,5ºC.
82)(FEI-SP) Um cilindro munido de êmbolo contém um gás ideal representado pelo ponto 1 no gráfico. A
seguir o gás é submetido sucessivamente à transformação isobárica (evolui do ponto 1 para o ponto 2),
isocórica (evolui do ponto 2 para o ponto 3) e isotérmica (evolui do ponto 3 para o ponto 1). Ao
representar os pontos 2 e 3 nas isotermas indicadas, conclui-se que:
P ( atm )
3
2
.1
1
.2
.
3
T (K)
300 K
0
a)
b)
c)
d)
e)
10
a temperatura do gás no estado 2 é 450 K.
a pressão do gás no estado 3 é 2 atm.
a temperatura do gás no estado 3 é 600 K.
o volume do gás no estado 2 é 10 L.
a pressão do gás no estado 2 é 2 atm.
20
30
V (L)
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
15
83) (UFAM-AM) Um gás perfeito encontra-se inicialmente em um estado A, sofre uma transformação
isotérmica e atinge o estado B, que por sua vez sofre uma transformação isocórica e atinge o estado C,
conforme o esquema abaixo:
Os valores de VB, TB, VC e TC, em relação ao estado A, são, respectivamente:
a)
b)
c)
d)
e)
½V A, TA, ½V A, 4TA
2VA, TA, 2VA, ¼T A
2VB, TB, 2VA, ¼T B
2VA, TB, 2VA, ¼T B
½V A, TB, ½V B, 4TC
EQUAÇÃO GERAL DOS GASES
84)Certa massa de um gás ocupa um volume de 20 litros a 27o C e 600 mmHg de pressão. O volume
o
ocupado por essa mesma massa de gás a 47 C e 800 mmHg de pressão será de:
a)
b)
c)
d)
e)
4 litros.
6 litros.
8 litros.
12 litros.
16 litros.
85) (UniSantos-SP) Certa massa de oxigênio ocupa um volume de 10 litros à temperatura de 27°C e
pressão de 150 mmHg. O volume ocupado pela mesma massa de oxigênio à temperatura de 47°C e
200 mmHg de pressão será:
a)
b)
c)
d)
e)
4 litros.
6 litros.
8 litros.
10 litros.
12 litros.
86) (FIA-SP) Uma amostra de nitrogênio gasoso ocupa um volume de 20 mL a 127°C e à pressão de
600 mmHg. Que volume ocuparia a amostra a 0°C e 819 mmHg?
a)
b)
c)
d)
e)
18,0 mL.
20,5 mL.
19,0 mL.
12,5 mL.
10,0 mL.
87) Uma amostra de gás ocupa o volume de 30 cm3 a 1 atm e 27°C. Qual o volume da amostra a 2 atm e
127°C?
a)
b)
c)
d)
e)
10 cm3.
3
15 cm .
20 cm3.
25 cm3.
3
30 cm .
88) Certa massa de gás hidrogênio ocupa um volume de 100 litros a 5 atm e – 73o C. A que temperatura,
o
C, essa massa de hidrogênio irá ocupar um volume de 1000 litros na pressão de 1 atm?
a)
b)
c)
d)
e)
400°C.
273°C.
100°C.
127°C.
157°C.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
16
89) Uma determinada massa de gás oxigênio ocupa um volume de 12 L a uma pressão de 3 atm e na
temperatura de 27°C. Que volume ocupará esta mesma massa de gás oxigênio na temperatura de
327°C e pressão de 1 atm?
a) 36 L.
b) 12 L.
c) 24 L.
d) 72 L.
e) 48 L.
90) Um gás ideal, confinado inicialmente à temperatura de 27°C, pressão de 15 atm e volume de 100L sof re
diminuição no seu volume de 20L e um acréscimo em sua temperatura de 20°C. A pressão final do gás
é:
a) 10 atm.
b) 20 atm.
c) 25 atm.
d) 30 atm.
e) 35 atm.
91)Um sistema gasoso, com pressão de 500 torr, a uma temperatura de 200 K, ocupa um volume V.
Inicialmente, o sistema é aquecido isobaricamente até o volume tornar-se 3V/2. Depois, o sistema sofre
uma transformação isotérmica, com duplicação da pressão. No estado final, a pressão, o volume e a
temperatura são:
a) 500 torr, 3V/2 e 400 K.
b)
c)
d)
e)
500 torr, 3V e 400 K.
1000 torr, 3V/4 e 300 K.
1000 torr, 3V e 300 K.
igual ao estado inicial, pois houve transformação isotérmica e isobárica.
92)Certa massa de hélio ocupa um volume de 2 L à temperatura de 127ºC e à pressão de 660 mmHg. O
volume ocupado pela mesma massa de hélio a 720 mmHg a 27ºC é de:
a)
b)
c)
d)
e)
1,25 L.
12,5 L.
32,5 L.
3,25 L.
12,0 L.
93)500 mL de um gás foram, inicialmente, medidos à pressão de 650 mmHg e à temperatura de 73ºC
abaixo de zero. A seguir, o volume do gás foi reduzido a 400 mL e a temperatura elevada a 127ºC.
Podemos afirmar que a pressão final do gás é:
a)
b)
c)
d)
e)
760 mmHg.
1300 mmHg.
350 mmHg.
2280 mmHg.
1625 mmHg.
94)Um volume de 15 L de uma certa massa de gás foram medidos a 277ºC e a 2 atm de pressão.
Reduzindo a pressão para 1 atm, pede-se a temperatura na qual o gás passará a ocupar 18 L.
a)
b)
c)
d)
e)
273 K.
300 K.
500 K.
330 K.
250 K.
95)Supondo que 57 L de um gás ideal a 27°C e 1,0 at m sejam simultaneamente aquecidos e comprimidos
até que a temperatura seja 127°C e a pressão 2,0 at m. Qual o volume final ocupado pelo gás?
a)
b)
c)
d)
e)
19 L.
38 L.
57 L.
22,4 L.
18 L.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
17
96)(UFPE) Uma certa quantidade de gás ideal ocupa 30 litros à pressão de 2 atm e à temperatura de 300 K.
Que volume passará a ocupar se a temperatura e a pressão tiverem seus valores dobrados?
a)
b)
c)
d)
e)
15 L.
20 L.
25 L.
30 L.
35 L.
97)Um balão é cheio com 4,0 litros de hidrogênio, a uma pressão de 596 mmHg e uma temperatura de 7°C.
Qual seria o volume do balão a uma grande altitude, onde a pressão é de apenas 40 mmHg e a
temperatura é de – 45 °C, supondo expansão livre do balão?
a)
b)
c)
d)
e)
5,6 L.
16,7 L.
40 L.
48,5 L.
167 L.
98) Determinada massa de um gás, submetida a 47°C, ocupa o volume de 5 L e exerce a pressão de
1140mmHg. Determine o volume que essa massa ocupará se for submetida a 27°C e exercer a
pressão de 3 atm.
99)A atmosfera é composta por uma camada de gases que se situam sobre a superfície da terra.
Imediatamente acima do solo localiza-se uma região da atmosfera conhecida como troposfera, na qual
ocorrem as nuvens, os ventos e as chuvas. Ela tem altura aproximada de 10 km, a temperatura no seu
topo é em torno de – 48°C e sua pressão é de 0,25 a tm. Se um balão resistente a altas pressões, cheio
com gás hélio até um volume de 10 L, a 1,0 atm e 27ºC for solto, o volume deste balão, quando chegar
ao topo da troposfera será de:
a) 40,0 L.
b) 74,0 L.
c) 36,5 L.
d) 30,0 L.
e) 53,0 L.
100)(Uni-Santos-SP) Certa massa de oxigênio ocupa um volume de 10 litros à temperatura de 27°C e
pressão de 150 mmHg. O volume ocupado pela mesma massa de oxigênio à temperatura de 47°C e
200mmHg de pressão será:
mm Hg
200
320 K
150
300 K
10
a)
b)
c)
d)
e)
?
litros
4 L.
6 L.
8 L.
10 L.
12 L.
101)Certo gás ocupa um volume de 100 litros a dada pressão e temperatura. Qual o volume ocupado pela
mesma massa gasosa quando a pressão do gás se reduzir a 3/4 da inicial e a temperatura absoluta se
reduzir em 2/5 da inicial ?
102) (UFMT) Uma certa massa de gás ocupa um volume de 10 L numa dada temperatura e pressão. O
volume dessa mesma massa gasosa, quando a temperatura absoluta diminuir de 2/5 da inicial e a
pressão aumentar de 1/5 da inicial, será:
a)
b)
c)
d)
e)
6 L.
4 L.
3 L.
5 L.
10 L.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
18
103)(U. Estácio de Sá-RJ) Um volume de 10 L de um gás perfeito teve sua pressão aumentada de 1 atm
para 2 atm e sua temperatura aumentada de –73oC para 127oC. O volume final, em litros, alcançado
pelo gás foi de:
a)
b)
c)
d)
e)
50
40
30
20
10
104)(F. M. Pouso Algre-MG) Um gás ocupa um volume de 200 mL a uma pressão de 380 mmHg a uma
temperatura de 27oC. Seu volume nas condições normais de temperatura e pressão será:
a)
b)
c)
d)
e)
91,0 mL
200,0 mL
910,0 mL
20,0 mL
2,0 mL
EQUAÇÃO DE CLAPEYRON
105)(Covest-2009) As propriedades físicas de um gás ideal são descritas por quatro parâmetros
(quantidade de matéria, n; temperatura, T; pressão, P; volume, V). Estes quatro parâmetros não são
independentes, e as relações entre eles estão explicitadas na equação de estado do gás ideal,
PV = nRT. Qual das afirmações a seguir, relacionadas à equação citada, é incorreta?
a) Um gás ideal é definido como aquele que obedeceria rigorosamente à equação de estado
PV = nRT.
b) Em certas circunstâncias, gases reais comportam-se, aproximadamente, segundo o modelo de um
gás ideal.
c) O valor numérico da constante R depende das unidades de P, V, n e T.
d) O parâmetro P, na equação PV = nRT, é definido necessariamente pela pressão externa exercida
sobre o sistema.
e) A pressão osmótica de uma solução diluída – ideal, π, é calculada com o uso de uma equação
análoga a PV = nRT.
a) Um gás ideal é que se comporta dentro das leis físicas dos gases, isto é, tem volume desprezível, possui choque
entre as partículas perfeitamente elástico, não possui interações entre suas partículas, etc.
b) Um gás real comporta-se como gás real quando se encontra em baixa pressão e alta temperatura.
c) Sim, pois em PV = nRT teremos: R = PV/NT.
d) A pressão “P” é pressão exercida pelas partículas do gás dentro do recipiente (pressão interna).
e) A pressão osmótica é calculada por uma expressão semelhante à dos gases perfeitos, isto é, π . V = n . R . T.
106)Um recipiente de 24,6 L contém 1,0 mol de nitrogênio exercendo a pressão de 1,5 atm. Nessas
condições a temperatura do gás, na escala Kelvin, vale:
a)
b)
c)
d)
e)
30,0.
40,0.
45,0.
300.
450.
107)Um recipiente de 6,0 L contém hélio exercendo a pressão de 0,82 atm a 27ºC. O número de mols do
gás no recipiente é igual a:
a)
b)
c)
d)
e)
0,10.
0,20.
0,60.
0,82.
1,00.
108)Determine o volume ocupado por 10 mols de um gás X a 27°C e 2 atm de pressão.
a)
b)
c)
d)
e)
1,23 L.
12,3 L.
123 L.
246 L.
24,6 L.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
19
109)Os sucos de frutas engarrafados encontrados nas prateleiras de supermercados contêm conservantes
químicos, e um deles é o dióxido de enxofre, substância gasosa nas condições ambientes.
Recentemente, jornais, rádios e as TVs anunciaram a retirada desses sucos do mercado, pelo fato de
conterem um teor do conservante maior que o permitido oficialmente. Qual a quantidade de SO2(g)
contido num recipiente de volume igual a 1,0 L, sob pressão de 22,4 atm, mantido a 273 K?
Dados: S = 32 g/mol; O = 16 g/mol
a) 1,0 mol.
b) 64 mols.
c) 0,082 mol.
d) 27,3 mol.
e) 2,73 mol.
110)Um dos poluentes mais comuns é o monóxido de carbono (CO). Uma amostra contendo 4 mols desse
gás exerce uma pressão de 2,46 atm a 27°C. Nessas c ondições, determine o volume ocupado pelo
gás.
a)
b)
c)
d)
e)
40 L.
4,0 L.
22,4 L.
11,2 L.
27,0 L.
111)Qual o volume ocupado por 0,5 mol de gás butano, a 1,0 atm de pressão e à temperatura de 37°C?
a)
b)
c)
d)
e)
22,4 L.
12,7 L.
11,2 L.
10,0 L.
5,00 L.
112) 0,8 mol de um gás ideal ocupa o volume de 8,2 L. Sabendo que a pressão exercida é de 5 atm, calcule
em que temperatura o gás se encontra:
a)
b)
c)
d)
e)
273°C.
625 K.
625°C.
273 K.
352 K.
113) (FMIt-MG) 8,2 litros de um gás estão submetidos a uma pressão de 5 atm, e do mesmo utilizou-se
0,8 mol. Considerando-se R = 0,082 atm x L / mol X K, calcule a sua temperatura.
a)
b)
c)
d)
e)
256°C.
625°C.
352°C.
425°C.
532°C.
114)Qual é a temperatura de um gás, sabendo-se que 2,5 mols desse gás ocupam o volume de 50 L à
pressão de 1246 mmHg na referida temperatura?
R = 62,3 mmHg x L / mol x K.
a)
b)
c)
d)
e)
27°C.
127°C.
227°C.
400°C.
500°C.
115) Um frasco contém 0,5 mol de CO2 a 27°C e 2 atm. Uma quantidade de 0,1 mol de CO2 é injetada no
frasco, e a temperatura sobe para 127°C. Assinale a alternativa que apresenta o volume do frasco e o
valor da pressão no seu interior após a adição de mais gás carbônico.
a)
b)
c)
d)
e)
O volume do frasco é 6,15 L, e a pressão no seu interior é 3,2 atm.
O volume do frasco é 6,15 L, e a pressão no seu interior é 2,0 atm.
O volume do frasco é 0,55 L, e a pressão no seu interior é 32,8 atm
O volume do frasco é 0,55 mL, e a pressão no seu interior é 1,14 atm.
Nenhuma das alternativas anteriores
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
20
116)Qual a temperatura de um gás, de modo que 2,5 mols desse gás ocupem o volume de 50 L à pressão
de 1246 mmHg?
a)
b)
c)
d)
e)
250 K.
300 K.
350 K.
400 K.
450 K.
o
117) O volume ocupado por 14,2g de gás cloro (Cl2) medidos a 8,2 atm e 727 C é de:
Dado: Cl = 35,5 u
a)
b)
c)
d)
e)
1,0 litro.
1,5 litros.
2,0 litros.
2,5 litros.
3,0 litros.
118) Colocando-se 2,8g de nitrogênio (N2) num recipiente de 5,0 litros, a pressão do gás, a 0oC, será, em
atm, de aproximadamente:
Dado: N = 14 u.
a) 0,45.
b) 0,90.
c) 1,00.
d) 1,80.
e) 5,28.
119) No comércio, encontra-se oxigênio, comprimido à pressão de 130 atm, em cilindros de aço de 40 litros.
Quantos quilogramas de oxigênio existem no cilindro, na temperatura ambiente (25oC) ?
Dado: O = 16 u
a)
b)
c)
d)
e)
5,2.
2,1.
19,7.
6,8.
3,4.
120) (UFRS) Resfria-se um recipiente contendo 1530 L de vapor de água a 100°C e 1 atm até liquefazer
todo vapor. Considerando os valores para R = 0,082 atm.L.K – 1.mol – 1 e massa específica da
H2O(l) = 1 g/mL, o volume de água líquida obtida, a 20°C, será de aproximadamente:
Dados: H = 1 g/mol; O = 16 g/mol.
a) 0,9 L.
b) 20 L.
c) 50 L.
d) 186 L.
e) 900 L.
121) Qual o volume de um recipiente que comporta 10g de gás hidrogênio à pressão de 4 atm e 127°C?
Dados: H = 1 g/mol; R = 0,082 atm.L/K.mol.
a)
b)
c)
d)
e)
36 L.
38 L.
41 L.
45 L.
48 L.
122) (UFRGS) Um extintor de incêndio contém 4,4 kg de CO2. O volume máximo de gás liberado na
atmosfera, a 27ºC e 1atm, é, em litros:
Dados: C = 12 u.; O = 16 u.
a)
b)
c)
d)
e)
0,229.
2,46.
24,6.
229,4.
2460.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
21
123)Calcule a temperatura, em graus Celsius, na qual um recipiente de 5 litros manterá 7 g de oxigênio
(O2), à pressão de 1 atm. Dada a massa molar do O2 = 32 g/mol.
124) Quantos gramas de O2 há num recipiente de 50,0 L à pressão de 0,82 atm a 500 K?
Dados:C = 12 u; O = 16 u
a)
b)
c)
d)
e)
1,0.
10.
16.
32.
64.
125) A massa de hidrogênio (H2) contida em um recipiente de 8,2 L, a 127°C e à pr essão de 1 atm, é:
Dado: H = 1 g/mol
a)
b)
c)
d)
e)
0,25g.
0,50g.
0,78g.
1,57g.
15,7g.
126)(UNIFENAS-MG) A massa de nitrogênio contida em um recipiente de 8,2 L, a 127°C e à pressão de
2 atm é:
Dados: N = 14 g/mol; R = 0,082 atm x L / K x mol; R = 62,3 mmHg x L / K x mol.
a)
b)
c)
d)
e)
1 g.
7 g.
14 g.
21 g.
28 g.
127)(FAAP-SP) Numa embalagem plástica de volume 2 litros, que pode suportar uma pressão interna de
até 5 atm, foi embalado a vácuo um sólido que ocupa o espaço de 1 litro.
Devido a um erro de processamento, o produto sólido sofreu fermentação que liberou 11 g de gás
carbônico na temperatura de 27°C.
Nessas condições, observa-se que:
a)
b)
c)
d)
e)
Não haverá ruptura da embalagem.
Haverá ruptura da embalagem.
O gás carbônico liberado não irá alterar a pressão interna na embalagem.
O rompimento só ocorreria se a temperatura fosse elevada acima de 127°C.
O rompimento não ocorreria, mesmo que a temperatura fosse elevada acima de 127°C.
128) 2,2g de um gás estão contidos num recipiente de volume igual a 1,75 litros, a uma temperatura de
77oC e pressão e 623 mmHg. Este gás deve ser:
Dados: H = 1 u; C = 12 u; O = 16 u; N = 14 u; S = 32 u
a)
b)
c)
d)
e)
NO.
H2S.
SO2.
CO2.
NH3.
129) 0,8g de uma substância no estado gasoso ocupa um volume de 656 mL a 1,2 atm e 63ºC. A que
substância corresponde os dados acima ?
Dados: H = 1 u.; C = 12 u.; N = 14 u.; O = 16 u.; Cl = 35,5 u.
a)
b)
c)
d)
e)
O2.
N2.
H2.
CO2.
Cl2.
130) Qual o volume de um balão contendo 44 g de gás hélio, utilizado em parques de diversões, num dia
em que a temperatura é igual a 28ºC e a pressão, no interior do balão, é 2,5 . 102 kPa?
Dados: R = 8,31 kPa.L / mol K; MHe = 4,0 g/mol
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
22
131) 29,0g de uma substância pura e orgânica, no estado gasoso, ocupam o volume de 8,2 L à temperatura
de 127°C e à pressão de 1520 mmHg. A fórmula molecu lar do provável gás é:
Dados: C = 12 g/mol; H = 1 g/mol; R = 0,082 L.atm/K.mol
a)
b)
c)
d)
e)
C2H6.
C3H8.
C4H10.
C5H12.
C6H14.
132) Uma massa de 6,2g de um gás X4 ocupam o volume de 0,82 L a 27°C e 1,5 atm. Determ ine a massa
atômica de “X”.
a)
b)
c)
d)
e)
31 u.
45 u.
60 u.
75 u.
90 u.
133) (MACKENZIE-SP) 240g de um gás “AX”, formado por átomos de mesmo elemento químico,ocupam um
volume de 41 litros a 2 atm e – 73°C. Sabendo-se qu e a massa atômica de “A” é 16 u, a fórmula
molecular desse composto é:
a) A.
b) A2.
c) A3.
d) A4.
e) A5.
134) Num recipiente de 2 L existem 1,6g de um determinado gás, sob pressão de 0,56 atm, a 0°C. Partind o
desses dados, podemos dizer que o gás é:
a)
b)
c)
d)
e)
CO2.
H2.
NH3.
N2.
O2.
135) (PUC-SP) Para a realização de um experimento, será necessário encher de gás um balão de 16,4 L
que a 127°C suporta pressão máxima de 2,0 atm. Ness as condições, a quantidade mais adequada
para encher o balão é:
Dados: H = 1u.; C = 12 u.; O = 16 u.; S = 32 u.; R = 0,082 atm . L / mol . K.
a)
b)
c)
d)
e)
10g de hidrogênio.
24g de metano.
45g de etano.
64g de dióxido de enxofre.
78g de acetileno (etino).
136) Quantas moléculas de CO2 ocupam o volume de 15 L sob pressão de 0,82 atm a 27o C?
a)
b)
c)
d)
e)
0,50 x
3,01 x
6,02 x
6,02 x
6,02 x
23
10 .
23
10 .
10 23.
10 24.
25
10 .
137) A pressão exercida, em atm, por 1,2 x 1024 moléculas de nitrogênio (N2) confinadas num recipiente de
6 L, a 27°C, é:
a)
b)
c)
d)
e)
0,82 atm.
2,0 atm.
4,1 atm.
8,2 atm.
20 atm.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
23
138) Um frasco, cuja capacidade é de 2,46 L, encontra-se confinado um gás, a pressão de 20 atm e a 27°C.
Qual o número de moléculas existentes no frasco?
139) (Covest-98) Em determinadas condições de temperatura e pressão, 10 litros de hidrogênio gasoso, H2,
pesam 1g. Qual seria o peso de 10 litros de hélio, He, nas mesmas condições?
Dados: H = 1g / mol; He = 4 g / mol
(02g)
140) A temperatura a que deve ser aquecido um gás contido num recipiente aberto, inicialmente a 25ºC, de
tal modo que nele permaneça 1/5 das moléculas nele inicialmente contidas é:
a)
b)
c)
d)
e)
1217ºC.
944ºC.
454ºC.
727ºC.
125ºC.
141) (IFET) Dois balões de igual capacidade, A e B, mantidos na mesma temperatura, apresentam massas
iguais de H2(g) e O2(g) .
A pressão do H2(g) no balão A e igual a 1,6 atm. Assinale a alternativa abaixo que corresponde a
pressão que o O2 (g) exerce no balão B.
Dados: M(H2) = 2 g/mol e M(O2) = 32 g/mol.
a)
b)
c)
d)
e)
0,1 atm
0,5 atm
1,0 atm
1,6 atm
2,0 atm
142) (Fatec-SP) Dois frascos de igual volume, mantidos à mesma temperatura e pressão, contêm,
respectivamente, os gases X e Y. A massa do gás X é 0,34g, e a do gás Y é 0,48g. Considerando que Y
é o ozônio (O3), o gás X é:
Dados: H = 1 g/mol; C = 12 g/mol;
N = 14 g/mol; O = 16 g/mol;
S = 32 g/mol.
a)
b)
c)
d)
e)
N2.
CO2.
H2S.
CH4.
H2.
143) Um balão A contém 8,8g de CO2 e um balão B contém N2. Sabendo que os dois balões têm igual
capacidade e apresentam a mesma pressão e temperatura, calcule a massa de N2 no balão B.
Dados: C = 12 g/mol; O = 16 g/mol; N = 14 g/mol
a)
b)
c)
d)
e)
56g.
5,6g.
0,56g.
4,4g.
2,8g.
144) A que temperatura deve ser aquecido um frasco aberto, a fim de que 1/4 do gás nele contido, a 27°C,
seja expulso?
a)
b)
c)
d)
e)
200 K.
127 K.
273 K.
350 K.
400 K.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
24
145)Um recipiente fechado A contém 12 g de O2 (g) numa dada temperatura, sob pressão de 0,5 atm. Um
recipiente fechado B, com volume igual ao de A, na mesma temperatura, contém 33g de um gás X sob
pressão de 1,0 atm. O gás X pode ser:
Dados: H = 1,0 g/mol ; C = 12 g/mol ; O = 16 g/mol ; S = 32 g/mol ; He = 4 g/mol
a) O2
b) CO2
c) CH4
d) He
e) SO2
146)(ITA-SP) Temos um frasco aberto, contendo um gás a temperatura de 127°C. Querendo expulsar do
frasco 1/3 do número de moléculas desse gás, devemos aquecê-lo a:
a) 42,5°C.
b) 377 K.
c) 447°C.
d) 42,5 K.
e) 600 K.
147)(PUC-SP) Três recipientes de volumes fixos contêm, cada um, uma substância pura no estado gasoso.
Os gases estão armazenados nas mesmas condições de temperatura e pressão e os recipientes estão
representados no esquema a seguir.
1
2
3
V1 = 5 L
m1 = 16 g
V2 = 10 L
m2 = 28 g
V3 = 15 L
m3 = ?
Pode-se afirmar que o gás contido no recipiente 2 e a massa de gás no recipiente 3 são,
respectivamente,
a) CO2 e 16 g.
b) N2 e 8 g.
c) CO e 24 g.
d) C4H8 e 24 g.
e) N2 e 16 g.
148) (UFAM-AM) Um cilindro de gás industrial com capacidade para 100 L, contém 44 Kg de gás propano a
27°C. Considerando que em uma semana seja consumido gás suficiente para que a pressão seja
reduzida à metade e supondo que a temperatura permaneça constante, a pressão inicial no cilindro e
número de mols de gás utilizado serão respectivamente: (Dado: C=12 g/mol, H=1 g/mol)
a)
b)
c)
d)
e)
246 atm e 500 mols
246 atm e 22 mols
123 atm e 1000 mols
123 atm e 500 mols
123 atm e 44 mols
149) (UCSal-BA) Que volume ocupam 100 mols de oxigênio nas condições ambientes de temperatura e
pressão?
Volume molar de gás nas condições ambiente de T e P = 25 L/mol
a)
b)
c)
d)
e)
0,25 L.
2,5 L.
2
2,5 x 10 L.
2,5 x 103 L.
2,5 x 104 L.
150) Dois recipientes contêm, respectivamente, 0,5 mol de metano e 1,5 mol de monóxido de carbono.
Sabendo-se que esses gases estão submetidos à mesma temperatura e pressão. Se o volume do
metano é 9 L, qual é o volume do monóxido de carbono?
a) 10 L.
b) 12 L.
c) 24 L.
d) 27 L.
e) 35 L.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
25
151) (UEL-PR) A questão relaciona-se com os recipientes I e II de volumes (V) iguais e contendo, à mesma
temperatura, respectivamente, 32g de O2, à pressão P1 e 32g de CH4 à pressão P2, como indica o
esquema a seguir:
I
V
P1
32g
de
O2
T
II
V
P
32g
de
CH 4
2
T
Comparando-se as pressões dos gases, tem-se:
a)
b)
c)
d)
e)
P1 = P2.
P2 = 2 P1.
P1 = 2 P2.
P2 = 2/5 P1.
P1 = 2/5 P2.
152) (UEL-PR) A questão relaciona-se com os recipientes I e II de volumes (V) iguais e contendo, à mesma
temperatura, respectivamente, 32g de O2, à pressão P1 e 32g de CH4 à pressão P2, como indica o
esquema a seguir:
I
V
P1
32g
de
O2
T
II
V
P
2
T
32g
de
CH 4
O número de moléculas do gás II é:
a)
b)
c)
d)
e)
2,0.
6,0 x 1023.
12 x 1023.
15 x 1023.
18 x 1023.
153) (Unirio-RJ) Os dois balões a seguir representados contêm a mesma substância pura na fase gasosa e
estão sob mesma pressão:
V =1L
V II = 4 L
T I = 27°C
T II = ?
I
Qual a temperatura em Kelvin no balão II, se ele contém o triplo da massa de gás contida no balão I?
a)
b)
c)
d)
e)
36 K.
127 K.
300 K.
309 K.
400 K.
154) Dois recipientes de mesmo volume contêm separadamente os gases A e B. As temperaturas são
idênticas. A pressão do gás A é 100 cmHg e a do gás B é 25 cmHg. Podemos afirmar que o número de
mols do gás A, comparado com o gás B, é:
a)
b)
c)
d)
e)
igual.
duas vezes menor.
quatro vezes menor.
quatro vezes maior.
duas vezes maior.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
26
155) (FEI-SP) A uma dada temperatura e pressão, um balão contém 42g de gás nitrogênio. Depois de
completamente esvaziado, introduz-se no mesmo balão, à mesma temperatura, uma certa quantidade
de etileno (C2H4), de maneira a obter a mesma pressão anterior. Qual a quantidade de etileno
introduzida?
Dado: H = 1 u; C = 12 u.
a) 22,4g.
b) 28g.
c) 42g.
d) 56g.
e) 84g.
156) (UPE-2004-Q2) Um tanque, contendo gás butano a 227°C com capacidade de 4,10 m 3, sofre um
vazamento ocasionado por defeito em uma das válvulas de segurança. Procedimentos posteriores
confirmaram uma variação de pressão na ordem de 1,5 atm. Admitindo-se que a temperatura do tanque
não variou, pode-se afirmar que a massa perdida de butano, em kg, foi:
Dados: C = 12 u; H = 1 u; R = 0,082 atm x L / mol x K.
a)
b)
c)
d)
e)
8,7 kg.
2,9 kg.
15,0 kg.
0,33 kg.
30,3 kg.
157) (UPE-2006-Q1) Uma mistura gasosa é formada pelo mesmo número de mols de metano e butano. A
massa total da mistura é igual a 22,2g. Queimando-se essa mistura com oxigênio em excesso e
recolhendo-se todo dióxido de carbono formado a uma temperatura de 127ºC e 3,0 atm de pressão,
pode-se afirmar, como correto, que o volume ocupado pelo dióxido de carbono é:
ma ( C ) = 12u, ma (H) = 1u R = 0,082 L . atm / mol . K
a)
b)
c)
d)
e)
16,4L
3,28L
13,12L
0,328L
131,2L
1 CH4 + 1 C4 H10 + 17/2 O2 → 5 CO2 + + 7 H2 O
Problema → 22,2g
x mols
Reação → 74g (16g de CH4 + 58g de C4 H10)
5 mols de CO2
então x = 1,5 mols de CO2
Então: PV = MRT
3. V = 1,5. 0,082. 400
V = 16,4 L de CO2
158) (UPE-2007 – Q2) A variação de pressão interna constatada em um botijão de gás de cozinha, a 27ºC,
por ocasião da preparação de uma dobradinha por uma dona de casa, é igual a 2,46 atm.
(Admita que a temperatura e a capacidade do botijão permanecem constantes e que todo calor
produzido pela combustão do butano foi utilizado na preparação da dobradinha)
Dados: ma(C) = 12u, ma (H) = 1u, R = 0,082L.atm/mol.K
Calor de combustão do butano = - 693 kcal/mol
Sabendo-se que a capacidade do botijão é 20,0L e que o gás nele contido é o butano, é correto afirmar
que:
a) a preparação da dobradinha consumiu 174,0g de gás butano.
b) a quantidade de calor necessária para a preparação da dobradinha é igual a 2.079kcal.
c) a massa do butano utilizada na combustão para a preparação da dobradinha é igual a 116,0g.
d) foram queimadas 1,806 x 1024 moléculas de butano para a preparação da dobradinha.
e) apenas 0,25 mol de butano foi necessário para a preparação da dobradinha.
VOLUME MOLAR
159) (UFF-RJ) Assinale a alternativa correspondente ao volume ocupado por 0,25 mol de gás carbônico
(CO2) nas condições normais de temperatura e pressão (CNTP):
a) 0,25 L.
b) 0,50 L.
c) 5,60 L.
d) 11,2 L.
e) 22,4 L.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
27
160) (Fuvest-SP) Nas CNTP, o volume ocupado por 10g de monóxido de carbono é:
Dados: C = 12 u; O = 16 u.
a)
b)
c)
d)
e)
6,0 L.
8,0 L.
9,0 L.
10 L.
12 L.
161) (ACAFE-SC) Têm-se 13,0g de etino (C2H2) nas CNTP. O volume, em litros, deste gás é:
Dados: massas atômicas: C = 12g/mol; H 1 g/mol.
Volume molar dos gases nas CNTP = 22,4 L.
a) 26,0 L.
b) 22,4 L.
c) 33,6 L.
d) 40,2 L.
e) 11,2 L.
162) Sabendo-se que 1,0 L de um determinado gás nas CNTP tem massa aproximadamente 1,25g e
considerando um comportamento de gás ideal, assinale, entre as alternativas abaixo, qual é este gás?
Dados: N = 14g/mol; O = 16g/mol; Ne = 20g/mol; Cl = 35,5g/mol; Kr =84g/mol
Volume molar dos gases nas CNTP = 22,4 L.
a) N2.
b) Cl2.
c) Ne.
d) Kr.
e) O2.
163) (UNIMEP-SP) O volume ocupado, nas CNTP, por 3,5 mol de CO será aproximadamente igual a:
Dado: volume molar dos gases nas CNTP = 22,4 L.
a)
b)
c)
d)
e)
33,6 L.
78,4 L.
22,4 L.
65,6 L.
48,0 L.
164) (UNISA-SP) Qual das afirmações abaixo é correta com relação ao estado gasoso?
a)
b)
c)
d)
e)
As forças de atração intermoleculares são elevadas.
A soma dos volumes das moléculas gasosas é igual ao volume ocupado pelo gás.
O produto PV é constante para qualquer temperatura, desde que na escala Kelvin.
6,02 x 1023 moléculas de qualquer gás a 273 K e 760 mmHg ocupam o volume de 22400 mL.
A temperatura considerada normal para um gás é de 20°C.
165) (FAAP-SP) Nas condições normais de temperatura e pressão, qual o volume ocupado por 35,5g de
cloro gasoso(Cl2)?
Dado: Cl = 35,5 u.
a) 9,85 L.
b) 11,19 L.
c) 13,4 L.
d) 18,2 L.
e) 22,38 L.
166) Um mol de gás O2(g) ocupa 22,4 L nas CNTP. Seu volume à temperatura de 27°C e 5 atm será,
aproximadamente:
a) 4,9 L.
b) 5,2 L.
c) 4,3 L.
d) 6,3 L.
e) 3,4 L.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
28
167) (FEI-SP) Um frasco completamente vazio tem massa 820g e cheio de oxigênio tem massa 844g. A
capacidade do frasco, sabendo-se que o oxigênio se encontra nas CNTP, é:
Dados: massa molar do O2 = 32 g/mol; volume molar dos gases nas CNTP = 22,4 L.
a) 16,8 L.
b) 18,3 L.
c) 33,6 L.
d) 36,6 L.
e) 54,1 L.
168) A expressão "estado de um gás" designa a situação em que esse gás se encontra, que é expressa
através da sua pressão (P), da sua temperatura (T) e de seu volume (V). Sobre as características dos
gases, assinale o que for correto:
Dados: H=1; C=12; O=16
0
1
0
1
2
2
3
3
4
4
2g de H2 a 0oC e 1 atm ocupam um volume de 22,4 litros.
Sob pressão constante, se a temperatura de um gás for diminuída, haverá uma
contração do volume.
Mantendo-se a temperatura constante, o volume de um gás será reduzido pela metade
quando a pressão for duplicada.
Se um gás estiver confinado em um recipiente indeformável, aumentando-se a
temperatura, a pressão aumentará de forma diretamente proporcional.
Um recipiente com 22g de gás carbônico contém 6,02 x 1023 moléculas de CO2.
169)Dois recipientes A e B têm volumes 2 litros e 20 litros, respectivamente. O recipiente A contém 0,5 mol
de H2 e o recipiente B CO2. Os conteúdos dos recipientes estão nas mesmas condições de
temperatura e pressão. Analise as afirmativas abaixo e diga a soma dos itens corretos e a soma dos
itens errados. Dados: C = 12 u.; O = 16 u; H = 1 u.
01) O recipiente B tem 2 mols de CO2.
02) O número de moléculas de CO2 presente no recipiente B é 3 x 1024 moléculas.
04) 220g é a massa de CO2 contida no recipiente B.
08) Se estivesse nas CNTP, o volume ocupado pela amostra de CO2 seria 22,4L.
16) Se estivesse nas CNTP, o volume ocupado pela amostra de H2 seria de 11,2 L.
MISTURA DE GASES
170) Num balão de 200 L de capacidade, mantida à temperatura constante de 300 K, são colocados 110 L
de nitrogênio a 5,0 atm e 57ºC, 80 L de oxigênio a 2,5 atm e – 23ºC e 50 litros de neônio a 3,2 atm e
47ºC. A pressão total da mistura gasosa, em atm, é:
a) 4,45 atm.
b) 5,00 atm.
c) 5,70 atm.
d) 7,50 atm.
e) 9,90 atm.
171) (UFRS) Se o sistema representado abaixo for mantido a uma temperatura constante e se os três
recipientes possuírem o mesmo volume, após abrirem as válvulas A e B, a pressão total nos três
recipientes será:
a)
b)
c)
d)
e)
3 atm.
4 atm.
6 atm.
9 atm..
12 atm.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
29
172) Em um recipiente de 1 litro temos gás hidrogênio (H2) exercendo pressão de 3 atm a 300K; em um
outro recipiente de 1 litro temos gás hélio (He) exercendo pressão de 9 atm na temperatura de 300K.
Estes gases são colocados em um mesmo recipiente de capacidade para 2 litros a 300K. A pressão
total da misturas dos gases H2 e He é igual a:
a)
b)
c)
d)
e)
1,5 atm.
3,5 atm.
4,5 atm.
5,0 atm.
6,0 atm.
173) Em um recipiente com capacidade para 80 L são colocados 4,06 mols de um gás X e 15,24 mols de
um gás Y, exercendo uma pressão de 6,33 atm. Podemos afirmar que a temperatura em que se
encontra essa mistura gasosa é:
a) 300 K.
b) 320 K.
c) 150 K.
d) 273 K.
e) 540 K.
174) Temos 3,0 L de gás nitrogênio (N2) exercendo pressão de 1,0 atm a 27°C e em outro re cipiente de
2,0 L encontramos gás oxigênio (O2) a 5,0 atm de pressão e 27°C. Estes gases são mist urados em um
recipiente de 5,0 L, na mesma temperatura em que se encontravam anteriormente. Podemos afirmar
que:
0
1
2
3
4
0
1
2
3
4
A pressão total da mistura é de 2,6 atm.
A pressão parcial do gás oxigênio é de 0,6 atm.
A pressão parcial do gás nitrogênio é de 2,0 atm.
A pressão total da mistura é de 6,0 atm.
A soma das pressões parciais dos gases componentes desta mistura é menor que 2,6 atm.
175)Um balão contém 32 g de He e 128 g de SO2. Calcule:
Dados: Massas molares: He = 4 g /mol; SO2 = 64 g/mol
a) As frações molares de cada gás;
b) As pressões parciais de cada gás quando a pressão total for igual a 1000 mm Hg.
176) (Covest-99) Dois recipientes encontram-se ligados por uma válvula, inicialmente fechada. No recipiente
menor, com volume de 1 L, encontra-se gás carbônico na pressão de 1,0 atm. No recipiente maior,
com volume de 3 L, encontra-se gás oxigênio na pressão de 6,0 atm. Considerando que a válvula é
aberta e os dois gases se misturam, ocupando o volume dos dois recipientes, podemos afirmar que:
0
1
2
3
4
0
1
2
3
4
a pressão parcial do gás carbônico será 0,25 atm.
a pressão parcial do gás oxigênio será de 4,5 atm.
a pressão total no interior dos recipientes será de 7,0 atm.
a pressão total no interior dos recipientes será de 4,75 atm.
a pressão no interior do recipiente maior será menor que a pressão no interior do menor.
177)Um estudante de química armazenou em um cilindro de 10 L, 6 g de hidrogênio e 28 g de hélio.
Sabendo-se que a temperatura é de 27°C no interior do cilindro, analise as afirmações:
I. A pressão total no interior do cilindro é aproximadamente 24,6 atm.
II. O número total de átomos no interior do cilindro é aproximadamente 7,82 x 1023 átomos.
III. A pressão parcial do gás hidrogênio é 7,4 atm.
24
IV. No interior do cilindro existem aproximadamente 1,8 x 10 moléculas de hidrogênio.
Estão corretas:
a)
b)
c)
d)
e)
I, II, III e IV.
I, II e III.
I, III e IV.
I e III, apenas.
IV, apenas.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
30
178) (UEL-PR) Considere a mistura de 0,5 mol de CH4 e 1,5 mol de C2H6, contidos num recipiente de 30 L a
300K. A pressão parcial do CH4, em atm, é igual a:
a)
b)
c)
d)
e)
1,00 atm.
0,82 atm.
0,50 atm.
0,41 atm.
0,10 atm.
179) (Covest-2009) Gases, líquidos e sólidos exemplificam estados físicos da matéria e o conhecimento
adequado das propriedades destes estados, permite afirmar que:
0
1
0
1
um gás tende a ocupar o volume total do recipiente que o contém.
a solubilidade de um gás em um líquido depende da pressão parcial exercida por esse
gás sobre o líquido.
2
2
bolhas de gás tendem a elevar-se no interior de um líquido e crescem à medida que se
deslocam para alcançar a superfície.
3
4
3
4
substâncias no estado sólido sempre têm densidade maior do que no estado líquido.
em um sistema constituído por dois gases, o gás com maior massa molar exerce a
maior pressão parcial.
00
11
22
33
44
Os gases ocupam todo espaço disponível.
A solubilidade de um gás depende da pressão exercida sobre ele e da temperatura.
A medida que uma bolha sobe, a pressão externa diminui e, aumenta de tamanho.
Algumas substâncias sólidas possuem densidade menor que alguns líquidos.
A pressão parcial de um gás depende também do número de mols e da densidade do gás.
180) Uma mistura gasosa de O2 e N2, contendo 8,0g de O2, apresenta volume igual a 11,2 x 103 mL quando
submetida à pressão de 2,0 atm e à temperatura de 0°C. Qual a massa de N 2 nessa mistura?
Dados: O = 16 g/mol; N = 14 g/mol
a)
b)
c)
d)
e)
5,25g.
10,5g.
14,0g.
21,0g.
42,0g.
181) Têm-se três balões, A, B e C, interligados com tubos munidos de torneiras I e II, inicialmente fechadas.
O balão A contém He(g), o balão B contém CO2(g) e o balão C está sob vácuo. Os volumes e as
pressões dos gases estão indicados no esquema abaixo.
C
A
He (g)
I
II
vácuo
B
CO 2(g)
2L
4 atm
3L
3 atm
5L
temperatura constante
Abrindo-se as torneiras I e II e mantendo-se a temperatura do sistema constante, decorrido um tempo
suficiente para o sistema atingir o equilíbrio, qual a pressão no interior do balão C?
a)
b)
c)
d)
e)
7,0 atm.
3,5 atm.
7/3 atm.
1,7 atm.
0,85 atm.
182)Qual o volume ocupado por 3 x 1022 moléculas de CO2, 3,00g de H2 e 3 mols de Cl2, sob CNTP?
a)
b)
c)
d)
e)
3,01 L.
112,0 L.
226 L.
1,12 L.
101,9 L.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
31
183)Uma mistura de 12 g de etano (C2H6) e 2,4 g de hélio (He) foi recolhida num balão de volume igual a
22,4 L mantido a 273 K. As pressões parciais, em atm, do C2H6 e do He no interior do balão são,
respectivamente:
a) 0,5 e 0,5.
b) 0,4 e 0,6.
c) 1,6 e 2,4.
d) 0,8 e 1,2.
e) 3,0 e 4,0.
184)Em um recipiente de 1 litro temos gás hidrogênio (H2) exercendo pressão de 3 atm a 300K; em um
outro recipiente de 1 litro temos gás hélio (He) exercendo pressão de 9 atm na temperatura de 300K.
Estes gases são colocados em um mesmo recipiente de capacidade para 2 litros a 300K. As pressões
parciais dos gases H2 e He são, respectivamente, iguais a:
a) 3 atm e 9 atm.
b) 9 atm e 3 atm.
c) 1,5 atm e 4,5 atm.
d) 4,5 atm e 1,5 atm.
e) 4,0 atm e 4,0 atm.
185)Uma mistura gasosa é formada por 14,2g de cloro (Cl2) e 13,2g de gás carbônico (CO2). Sabendo-se
que a pressão total da mistura é de 2 atm pede-se, respectivamente às pressões parciais do gás cloro
e do gás carbônico:
Dados: Cl = 35,5 u; C = 12 u; O = 16 u
a)
b)
c)
d)
e)
0,4 atm
1,2 atm
0,5 atm
3,5 atm
0,8 atm
e 1,6 atm.
e 0,8 atm.
e 1,5 atm.
e 0,7 atm.
e 1,2 atm.
186)Uma mistura gasosa contém 4 mols de gás hidrogênio, 2 mols de gás metano exercem uma
pressão de 4,1 atm, submetidos a uma temperatura de 27°C. Calcule os volumes parciais destes
dois gases.
187)(Covest-2005) Dois frascos, contendo diferentes gases que não reagem entre si, são interligados
através de uma válvula. Sabendo-se que:
• não há variação de temperatura.
• a pressão inicial do gás A é o triplo da pressão do gás B.
• o volume do frasco A é o dobro do frasco B.
Qual será a pressão do sistema (frasco A + B) quando a válvula for aberta?
a)
b)
c)
d)
e)
O dobro da pressão do frasco B.
7/3 da pressão do frasco B.
5/3 da pressão do frasco B.
2/3 da pressão do frasco A.
1/3 da pressão do frasco A.
188)Uma mistura gasosa contendo 4g de CH4(g) e 8g de O2(g) está em CNTP. Qual a pressão parcial do
CH4(g) nessa mistura?
Dados: CH4(g) = 16g/mol; O2(g) = 32g/mol
a)
b)
c)
d)
e)
0,4 atm.
0,6 atm.
0,16 atm.
1,0 atm.
0,5 atm.
189) Considere um recipiente que contém 0,5 mol de H2(g) e 1,0 mol de Ar(g), a determinada temperatura.
Comparando a pressão parcial do gás hidrogênio (pH2) com a do argônio (pAr), tem-se:
a)
b)
c)
d)
e)
pH2 = pAr.
pH2 = 2 pAr.
pH2 = 3 pAr
pAr = 2 pH2
pAr = 3 pH2
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
32
190)(UECE) Num balão, estão misturados 4 mols de CO2 e 2 mols de CO. A pressão total da mistura é de
3 atm. As pressões parciais de CO2 e CO na mistura são, respectivamente:
a)
b)
c)
d)
e)
1 atm e 0,5 atm.
2 atm e 0,5 atm.
2 atm e 1 atm.
2/3 atm e 1/3 atm.
2,5 atm e 2 atm.
191)(Covest-2004) Um frasco de 22,4 L contém 2,0 mol de H2 e 1,0 mol de N2, a 273,15 K. Podemos afirmar
que:
Dado: (R = 0,082 atm x L / mol x K).
0
1
2
3
0
1
2
3
4
4
As frações molares de H2 e N2 são respectivamente 2/3 e 1/3.
As pressões parciais de H2 e N2 são respectivamente 2,0 atm e 1,0 atm.
A pressão total no vaso é de 3,0 atm.
Ao comprimirmos os gases, até a metade do volume inicial do frasco, teremos uma
pressão de 1,5 atm.
Os gases H2 e N2 possuem densidades diferentes e, por isso, não se misturam.
0 – 0 x1 = n1 : ( n1 + n2) = 2/3 e x2 = n1 : ( n1 + n2) = 1/3.
1 – 1 A pressão de 1 mol de gás em 22,4 L é de 1,0 atm, como:
H2 tem 2 mol p = 2 atm; N2 tem 1 mol p = 1 atm.
2 – 2 A pressão total é a soma das pressões parciais, isto é, pT = 2 + 1 = 3 atm.
3 – 3 Ao comprimirmos o vaso até à metade do volume a pressão dobra (lei de Boyle e Mariotte)
4 – 4 A mistura de gases é homogênea.
192)(UEM-PR) Numa mistura gasosa de CO2 e N2, a pressão total do sistema é 900 mmHg, sendo a fração
molar do CO2 igual a 2/3. A pressão parcial de N2 será:
a)
b)
c)
d)
e)
300 mmHg.
450 mmHg.
500 mmHg.
600 mmHg.
1350 mmHg.
DENSIDADE ABSOLUTA E DENSIDADE RELATIVA
194) A densidade absoluta do gás nitrogênio a 0°C e 1 atm é, em g/L:
Dado: N2 = 28 g/mol.
a)
b)
c)
d)
e)
3,45.
2,45.
4,45.
2,75.
1,25.
195) A densidade do gás metano em relação à densidade do gás propano nas mesmas condições de
pressão e temperatura é:
Dados: CH4 = 16 g/mol; C3H8 = 44 g/mol.
a)
b)
c)
d)
e)
0,40.
0,36.
0,52.
0,58.
0,42.
196) (UFTM-MG) A determinação da massa molar, associada a outras propriedades, auxilia na identificação
de uma substância. Uma substância, no estado gasoso, apresenta densidade 1,5 g/L a 127oC e
1,64atm. Considerando-se que esse gás segue a equação dos gases ideais (PV = nRT), então, a
fórmula molecular da substância é
-1 -1
Dado: R = 0,082 atm.L.mol .K
a) CH4.
b) O2.
c) NO.
d) CO.
e) SO2.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
33
197) (FEI-SP) A densidade absoluta do gás sulfídrico (H2S) aumentará quando a:
a)
b)
c)
d)
e)
pressão diminuir.
temperatura diminuir.
temperatura aumentar.
variação de pressão não afetar a densidade absoluta.
concentração do H2S aumentar.
198) (UFAM-AM) Considere que dez litros de cada um dos seguintes gases estão nas mesmas condições
de pressão e temperatura: PH3, C2H6O, H2, NH3, Ne, Cl2 e SO2.
A alternativa que apresenta corretamente os gases em ordem decrescente de densidade é: (massas
em g/mol: P = 31, C = 12, H = 1, O = 16, N = 14, Ne = 20, Cl = 35.5, S = 32)
a)
b)
c)
d)
e)
SO2; C2H6O; Cl2; PH3; NH3; Ne; H2
Cl2; C2H6O; SO2; PH3; Ne; NH3; H2
C2H6O; PH3; NH3; SO2; Cl2; Ne; H2
H2; Ne; NH3; PH3; SO2; C2H6O; Cl2
Cl2; SO2; C2H6O; PH3; Ne; NH3; H2
199) (PUCCAMP-SP) Comparando-se as densidades dos gases abaixo, nas CNTP, qual deles é o melhor
para encher um balão que deve subir na atmosfera?
Dados: densidade do ar = 1,29 g/L (CNTP); densidade de um gás = massa molar / volume molar (L).
a)
b)
c)
d)
e)
CO2.
O3.
N2.
Cl2.
CH4.
200) (ITA-SP) Comprimindo-se um gás sob temperatura constante, resulta que:
a densidade do gás
a energia cinética
a) aumenta
aumenta.
b) aumenta
permanece constante.
c) aumenta
diminui.
d) permanece constante
permanece constante.
e) permanece constante
aumenta.
201) (Covest-98) Uma cabine está cheia de ar em condições ambientes ao nível do mar. No interior da
cabine encontram-se cinco balões, cada um contendo, nas mesmas condições de temperatura e
pressão, um dos seguintes gases: hidrogênio, oxigênio, neônio, argônio e gás carbônico. O balão
que sobe para o topo da cabine é aquele que contém:
Dados: H2 = 2 g/mol; O2 = 32 g/mol; Ne = 20 g/mol; Ar = 40 g/mol; CO2 = 44 g/mol.
a)
b)
c)
d)
e)
hidrogênio.
oxigênio.
neônio.
argônio.
gás carbônico.
202) Os gases metano (CH4) e butano (C4H10) foram produzidos separadamente num laboratório e
recolhidos em dois frascos para serem transportados de uma bancada para outra. A seguir estão
indicadas três possíveis maneiras de esses frascos serem transportados. Quais as maneiras
adequadas para cada um dos frascos?
Dados: CH4 = 16 g/mol; C4H10 = 58 g/mol
I
Frasco com CH4 Frasco com C4H10
a)
b)
c)
d)
e)
I
II
II ou III
III
II
II.
I.
III.
III.
II ou III.
II
III
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
34
203)(UFPI) A maioria dos gases industriais, exceto hidrogênio, amônia e metano são mais densos que o ar.
Considerando esta informação, em caso de acidente com liberação de gases na estrada, assinale a
opção que associa a orientação correta para as pessoas próximas ao local do acidente com a natureza
do gás envolvido.
Recomendação 1: dirigir-se para o lugar mais alto possível.
Recomendação 2: situar-se em depressões ou lugar mais baixo possível.
a) Recomendação 1: cloro; Recomendação 2: amônia.
b) Recomendação 1: metil isocianato; recomendação 2: dióxido de carbono.
c) Recomendação 1: amônia; Recomendação 2: metano.
d) Recomendação 1: propano; Recomendação 2: metil isocianato.
e) Recomendação 1: butano; Recomendação 2: propano.
204)(Fuvest-SP)
o
Ao nível do mar e a 25 C:
volume molar de gás = 25 L/mol
densidade do ar atmosférico = 1,2 g/L
As bexigas A e B podem conter, respectivamente:
a)
b)
c)
d)
e)
argônio e dióxido de carbono
dióxido de carbono e amônia
amônia e metano
metano e amônia
metano e argônio
205)Conclui-se que as bexigas A, B e C foram preenchidas, respectivamente, com:
Dados: massas molares (g/mol): H, 1,0; He, 4,0; C, 12; massa molar média do ar, 29 g/mol.
a) hidrogênio, hélio e metano.
b) hélio, metano e hidrogênio.
c) metano, hidrogênio e hélio.
d) hélio, hidrogênio e metano.
e) metano, hélio e hidrogênio.
•
hélio (He): M = 4 g/mol hidrogênio (H2): M = 2 g/mol metano (CH4): M = 16 g/mol
(Observe que as massas molares dos três gases são menores do que a massa molar média do ar, 29 g/mol. Isso
significa que as três bexigas “subiriam” se não estivessem devidamente amarradas).
A velocidade com que um gás atravessa uma membrana (velocidade de efusão) é inversamente proporcional à raiz
quadrada de sua massa molar. Portanto, quanto menor a massa molar do gás, maior será sua velocidade de efusão.
Como as três bexigas são idênticas, isto é, contêm o mesmo volume de gás, concluímos que o tempo necessário
para cada uma delas murchar depende exclusivamente da velocidade de efusão e, consequentemente, da massa
molar do gás. Assim:
a bexiga A contém metano (maior massa molar), pois é a que murcha mais lentamente;
a bexiga C contém hidrogênio (menor massa molar), pois é a que murcha mais rapidamente; a bexiga B contém hélio
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
35
206)(Covest-91/F) Um pneu inflado tem uma pressão 3 vezes maior que a atmosférica, à mesma
temperatura. Nestas condições, a densidade do ar no pneu, comparada com a densidade do ar na
atmosfera, é:
a) 9 vezes maior.
b) 9 vezes menor.
c) a mesma.
d) 3 vezes maior.
e) 3 vezes menor.
207)Tanto em comemorações esportivas como na prática do balonismo como esporte, bexigas e balões
dirigíveis são cheios de gases que apresentam determinadas propriedades.
Dentre as substâncias gasosas a seguir:
I.
II.
III.
IV.
V.
Hélio: menos denso do que o ar e praticamente inerte.
Dióxido de carbono: mais denso que o ar e incombustível.
Criptônio: praticamente inerte e mais denso que o ar.
Hidrogênio: combustível e menos denso que o ar.
Monóxido de carbono: combustível e de densidade próxima à do ar.
A mais segura para ser utilizada em balões e bexigas é:
a)
b)
c)
d)
e)
V.
IV.
III.
II.
I.
EFUSÃO E DIFUSÃO DE GASES
208)(UEG-GO) Quando se abre um frasco de perfume, este se vaporiza, e as moléculas no estado gasoso
se difundem através as moléculas do ar atmosférico, penetram nas fossas nasais, atingem as células
do aparelho olfativo, produzindo ma sensação agradável. Sobre a difusão e a efusão julgue as
afirmativas abaixo:
I. Difusão é a propriedade de duas ou mais substâncias se misturarem espontaneamente, quando
colocadas em presença uma da outra, dando misturas homogêneas.
II. A passagem de um gás por uma parede porosa é um fenômeno de efusão.
III. A uma mesma pressão e temperatura, a velocidade de efusão do H2 (g) é quatro vezes maior
que a do O2 (g).
Assinale a afirmativa CORRETA:
a)
b)
c)
d)
e)
Apenas a proposição II é correta.
Apenas as proposições I e II são corretas.
Apenas as proposições II e III são corretas.
Apenas as proposições I e III são corretas.
Todas as proposições são corretas.
209)(UFBA) Numa sala fechada, foram abertos ao mesmo tempo três frascos que continham,
respectivamente, gás amoníaco (NH3), dióxido de enxofre (SO2) e sulfeto de hidrogênio (H2S). Uma
pessoa que estava na sala, a igual distância dos três frascos, sentiu o efeito desses gases na seguinte
ordem:
a)
b)
c)
d)
e)
H2S, NH3 e SO2
H2S, SO2 e NH3
NH3, H2S e SO2
NH3, SO2 e H2S
SO2, NH3 e H2S
210)(Mackenzie-SP) Um recipiente com orifício circular contém os gases y e z. O peso molecular do gás y é
4,0 e o peso molecular do gás z é 36,0. A velocidade de escoamento do gás y será maior em relação à
do gás z:
a) 3 vezes
b) 8 vezes
c) 9 vezes
d) 10 vezes
e) 12 vezes.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
36
211)(UEMA) A velocidade de difusão do gás hidrogênio é igual a 27 km/min, em determinadas condições de
pressão e temperatura. Nas mesmas condições, a velocidade de difusão do gás oxigênio em km/h é de:
dados: H = 1 g/mol; O = 16 g/mol.
a)
b)
c)
d)
e)
4 km/h.
108 km/h.
405 km/h.
240 km/h.
960 km/h.
212)Dentre os gases abaixo, nas mesmas condições, o que se difunde mais rápido é:
a)
b)
c)
d)
e)
Monóxido de carbono.
Ozônio.
Nitrogênio.
Amônio.
Hidrogênio.
213)A velocidade de efusão do gás hidrogênio, é seis vezes maior que a velocidade de efusão do gás X.
Qual a massa molar do gás X, sabendo que a massa molar do hidrogênio é 2g/mol?
214)Dois recipientes separados, iguais, contendo, respectivamente, moléculas de hélio em um e dióxido de
enxofre no outro, nas mesmas condições de pressão e temperatura, possuem orifícios por onde os
3
gases escapam. Se a velocidade de efusão do hélio é de 6 x 10 km/h, então a velocidade de efusão
do(s):
Dados: He = 4 g/mol; SO2 = 64 g/mol.
a)
b)
c)
d)
e)
dióxido de enxofre é 4 vezes maior que a do hélio.
hélio é 8 vezes maior que a do dióxido de enxofre.
dois gases é igual.
dióxido de enxofre é 1,5x103 km/h.
hélio é 16 vezes menor que a do dióxido de enxofre.
215)(UPE-2004-Q1) A velocidade de efusão de um gás “X” é duas vezes maior que a do anidrido sulfuroso
nas mesmas condições de temperatura e pressão. Em relação ao gás “X”, é correto afirmar que:
Dados: S = 32 u; O = 16 u; He 4 u; nº de Avogadro = 6,02 x 1023.
a) sua massa molar é 32 g/mol.
b) 64g/6,02 x 1023 corresponde à massa em gramas de uma molécula do gás.
c) as moléculas do gás hélio são duas vezes mais rápidas que as moléculas do gás “X”, à mesma
temperatura e pressão.
d) o gás “X” é 8 vezes mais denso que o gás hélio.
23
23
e) 1,505 x 10 moléculas de gás “X” têm massa igual a 3,01 x 10 moléculas de He.
216)(UFRGS) Um balão de borracha, desses usados em aniversários, cheio de ar, murcha após algum
tempo. O fenômeno pode-se explicar pela:
a) lei de Avogadro, que se refere à reatividade interna dos componentes.
b) efusão do gás contido no balão para o meio externo.
c) lei de Graham, que diz que a velocidade de difusão é diretamente proporcional à massa molar do
gás.
d) alta densidade do gás usado para encher o balão.
e) pressão interna do gás que enruga o balão.
217)(Covest-90) Nas mesmas condições de temperatura e pressão, a densidade do gás hidrogênio é
0,082 g/L e a densidade de um gás desconhecido é 1,15g/L. Assinale a resposta que corresponde à
massa molar do gás desconhecido.
Dado: massa molar do átomo de hidrogênio = 1 g/mol.
a)
b)
c)
d)
e)
14 g/mol.
16 g/mol.
28 g/mol.
32 g/mol.
56 g/mol.
Prof. Agamenon Roberto
ESTUDO DOS GASES
www.agamenonquimica.com
37
218)Quanto ao ar seco e isento de poluentes, afirma-se:
0
1
2
3
4
0
1
2
3
4
O ar quente é menos denso que o ar frio.
O gás hidrogênio é o mais abundante no ar.
Os dois gases presentes em maior quantidade no ar são N2 e O2.
Quanto maior s massa molar de um gás, maior sua velocidade de efusão.
A massa molar média do ar é 28,9 g/mol.
219)(UECE) Nas mesmas condições de pressão e temperatura, um gás X atravessa um pequeno orifício
com velocidade três vezes menor que a do hélio. A massa molar de X é:
dado: He = 4 g/mol.
a)
b)
c)
d)
e)
30 g/mol.
32 g/mol.
36 g/mol.
40 g/mol.
45 g/mol.
220)A velocidade de efusão do gás hidrogênio, é seis vezes maior que a velocidade de efusão do gás X.
Qual a massa molar do gás X, sabendo que a massa molar do hidrogênio é 2g/mol?
221)Quantas vezes a velocidade de efusão do hidrogênio é maior que a do nitrogênio?
Dados: H2 = 2 g/mol; N2 = 28 g/mol.
222)Um indivíduo encontra-se no centro de uma sala quadrangular. Em cantos opostos desta sala são
quebrados, no mesmo instante, frascos idênticos, um deles contendo amoníaco (NH3), e o outro,
cloreto de hidrogênio (HCl). De qual desses 2 gases o indivíduo sentirá o cheiro primeiro?
Dados: NH3 = 17 g/mol; HCl = 37 g/mol.

Documentos relacionados

Lei de Boyle, Charles, Gay-Lussac e Equação Geral de estado

Lei de Boyle, Charles, Gay-Lussac e Equação Geral de estado A temperatura é uma grandeza que mede o grau de agitação das partículas (átomos ou moléculas) que constituem um corpo. Para um gás, a temperatura depende da velocidade (grau de agitação) das molécu...

Leia mais

Química - Sistema CPV

Química - Sistema CPV 29. Uma das maneiras de recuperar um soluto não volátil de uma solução aquosa consiste no aquecimento da solução com o objetivo de evaporar mais rapidamente a água nela contida. Numa indústria, um...

Leia mais