QUÍMICA

Сomentários

Transcrição

QUÍMICA
QUÍMICA
possui 8 prótons e 8 nêutrons.
Cada núcleon (próton ou nêutron) é 1 840 vezes mais pesado
que o elétron. Como existem 16 núcleons (16 partículas no
núcleo do átomo), o núcleo é 29 440 (16 x 1 840) vezes mais
pesado que um elétron.
8)
O núcleo do átomo de 168O possui 8 prótons e 8 nêutrons, totalizando 16 núcleons e 8 elétrons. Cada núcleon (próton ou
nêutron) é 1 840 vezes mais pesado que o elétron. Como
existe o dobro de núcleons em relação ao número de elétron,
temos que o núcleo é 3 680 (2 x 1 840) vezes mais pesado que
a eletrosfera.
9)
O sistema resultante será quimicamente puro se as
partículas adicionadas forem do mesmo elemento químico.
Para ser do mesmo elemento químico, deve apresentar o
mesmo número atômico, o mesmo número de prótons.
Resposta: C
FRENTE 1 – QUÍMICA GERAL E INORGÂNICA
n Módulo 1 – Estrutura do Átomo
1)
átomo ⬵ 10–8 cm = 1 Å (angström)
núcleo ⬵ 10–12 cm
Portanto, o diâmetro (raio) do núcleo é da ordem de 10 000 vezes
menor que o diâmetro (raio) do átomo.
Resposta: B
2)
Em termos de massa, o que importa, no átomo, é realmente
o núcleo, porque contém os núcleons (prótons e nêutrons), que
são os mais pesados. A massa do elétron é praticamente desprezível, comparada à dos núcleons (aproximadamente 1 840
vezes menor).
Resposta: E
3)
35
17X
A=Z+N
10) Mesmo número atômico.
n Módulo 2 – Distribuição Eletrônica
em Níveis e Subníveis
1)
Número atômico = número de prótons = 17
Número de massa = 35
Resposta: D
Subnível s Æ 2 elétrons
Subnível p Æ 6 elétrons
Subnível d Æ 10 elétrons
Subnível f Æ 14 elétrons
Resposta: B
2)
A configuração é fundamental, quando todos os elétrons
estiverem nos níveis de menor energia possível.
24
11 Na
3)
N = 20
A = 17 + 18
A = 35
4)
O núcleo do átomo de
A=Z+N
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s1 Æ 19 elétrons = 19 prótons
24 = 11 + N
A=Z+N
N = 24 – 11
N = 13
4)
11 prótons, 11 elétrons e 13 nêutrons
Resposta: C
3
2X
2 prótons, 2 elétrons e 1 nêutron
4
2X
2 prótons, 2 elétrons e 2 nêutrons
5
2X
2 prótons, 2 elétrons e 3 nêutrons
3 x = 4 x – 10
x = 10
AA = 6 x + 5 = 6 . (10) + 5 = 65
AB = 70 – x = 70 – 10 = 60
Resposta: D
2
2
6
2
6
2
10 4p5
35Br: 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
––––– –––––
26Fe:
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6
K=2
L=8
M = 14 N = 2
Resposta: C
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p3
K=2
L=8
M = 18
N=2
Resposta: D
6)
Z = 33:
7)
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s1 Æ 19 elétrons = 19 prótons
São átomos que possuem o mesmo número de prótons e de
elétrons.
Resposta: B
6)
A = 19 + 20
Z = 19
A = 39
Resposta: A
5)
5)
16
O
8
7)
CADERNO 1/2 – TURMAS DE MAIO DE
Z = 19
I. Verdadeira.
II. Verdadeira.
III. Falsa.
Resposta: D
–1
8)
1s2 2s2 2p6 3s2 3p1
a) Al (Z = 13)
b) F (Z = 9)
1s2 2s2 2p5
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6
x=2
1s2 2s2 2p3
x=3
[Ar]
Fe3+: [Ar] 3d5
e) Ne (Z = 10) 1s2 2s2 2p6
x=6
Resposta: D
d) N (Z = 7)
Resposta: E
9)
26Fe:
Fe3+: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d5
x=5
1s2 2s2 2p6 3s2 3p2
c) Si (Z = 14)
4)
x=1
Z = 21:
5)
Ne
x elétrons
F–
x elétrons
O2– x elétrons
Mg2+ x elétrons
Na+ x elétrons
Resposta: D
6)
Cu+ e Cu2+ diferem quanto ao número de elétrons.
Cu+ perdeu 1 elétron e Cu2+ perdeu 2 elétrons.
Resposta: E
7)
Se Y e Ar são isótopos, então x = 18 e o número de massa de
Y é igual a 36 (2x = 2 . 18).
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d1
K=2
L=8
M=9
N=2
Resposta: A
e
e
e
e
e
x
x
x
x
x
prótons
– 1 prótons
– 2 prótons
+ 2 prótons
+ 1 prótons
10) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d10 5p6 6s2 4f2 Æ 58 elétrons – 58 prótons
11)
Z = 58
7x
3x + 2 A
N = 38
A=Z+N
7x = 3x + 2 + 38
4x = 40
Z = 3x + 2
Resposta: D
Z = 3 . 10 + 2
Z = 32 Æ 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p2
x = 10
8)
K = 2 L = 8 M = 18 N = 4
Resposta: D
4 elétrons
na camada
de valência
1)
Número atômico do íon X2+ é 20.
As3– (33 prótons, 36 elétrons): 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d10
4s2 4p6
2)
Gás nobre = Y (Z = 10 e A = 20)
Y: 10 prótons e 10 elétrons
X2+: 10 elétrons
Z = 12
Resposta: C
3)
2–
X3+: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d10
X: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p1 Æ 31 elétrons – 31 prótons
Resposta: C
Æ deutério
1 próton, 1 elétron, 1 nêutron
Isótopos são átomos do mesmo elemento químico (mesmo
número atômico) que apresentam diferentes números de
massa (ou diferentes números de nêutrons).
Resposta: E
10)
56
Fe
26
Z = 26
n Módulo 3 – Isótopos, Isóbaros,
Isótonos e Íons
1 próton, 1 elétron, 0 nêutron
2
D
1
9)
Resposta: E
13) Em uma camada de número n, existem n subníveis:
01) Verdadeiro.
02) Verdadeiro.
04) Verdadeiro.
08) Falso. Não existe 3f
16) Falso. Não existe 2d
32) Falso. Não existe 1p
64) Verdadeiro.
Resposta: Corretos: 01, 02, 04 e 64.
Æ hidrogênio
Resposta: C
12) [Ar] 4s2 3d6
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6 Æ 26 elétrons – 26 prótons
1
H
1
A = 56
nêutrons
Z = 26
26 prótons, 26 elétrons, 30
Resposta: E
11)
Isóbaros
80
A
35
82
B
37
82
C
35
Isótopos
NA = 45
NB = 45
Isótonos
NC = 47
AC = 35 + 47
AC = 82
ZB = 82 – 45
ZB = 37
12) Isóbaros são átomos de diferentes elementos (de números
atômicos diferentes), mas que apresentam o mesmo número
de massa.
Resposta: D
13) Isótonos: mesmo número de nêutrons.
Isóbaros: mesmo número de massa.
Isótopos: mesmo número de prótons.
Resposta: A
14)
28
Si
14
A
S
16
n Módulo 4 – Ligações Químicas: Teoria
do Octeto e Ligação Iônica
A=Z+N
N = 14
N = 14
Isótonos
A = 16 + 14
A = 30
1)
Resposta: C
15)
30
I
15
30
II
18
N = 15
N = 12
30
III
13
N = 17
30
IV
15
29
V
18
31
VI
14
N = 15
N = 11
N = 17
Isótopos: mesmo número de prótons: I e IV; II e V.
Isótonos: mesmo número de nêutrons: I e IV; III e VI.
Resposta: E
2)
2 (M) – ligação iônica
7 (NM)
Fórmula mínima:
X perde 2 e– æÆ X2+
Y ganha 1 e– æÆ Y–
98,90 x 12,000 + 1,10 x 13,003
b) ––––––––––––––––––––––––––––– = 12,011
100
18)
3+
39X
36Y

36 elétrons
39 prótons
39X
X (Z = 20) Æ 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2
Y (Z = 9) Æ 1s2 2s2 2p5
17) a) Dois isótopos do carbono com número de massa 12 e 13.
84
W
36
冧
2, 8, 1 (metal – 1e– CV)
ligação iônica
2, 8, 6 (ametal – 6e– CV)
I. Verdadeira.
A perde 1 e– Æ A+ (cátion monovalente).
II. Verdadeira.
B ganha 2e– Æ B2–.
Fórmula: A2B
III. Falsa.
Resposta: D
Isóbaros: mesmo número de massa: I, II, III e IV.
16) a) Os átomos são divisíveis em partículas menores: prótons,
nêutrons, elétrons.
b) Isótopos são átomos de um mesmo elemento com
número de massa diferente.
A:
B:
X2 Y2– Æ XY2
Resposta: E
3)
Isótopos
X (Z = 13) Æ 1s2 2s2 2p6 3s2 3p1
Íon estável: perde 3 e–
3 (M)
X3+ Æ 1s2 2s2 2p6
Z = 39
4)
Resposta: C
X23+ Y2–
3
19) Escrevendo os dados:
I) Z1 = Z2
IV) Z1 + Z2 + Z3 = 79
II) N1 = N3
V) N1 + N2 + N3 = 88
III) A2 = A3
VI) A1 = 55
Somando membro a membro as equações IV e V:
X: cátion Æ trivalente (perde 3 e–) Æ 3 e– CV
Y: ânion Æ bivalente (ganha 2 e–) Æ 6 e– CV
Resposta: D
5)
A1 + A2 + A3 = 167
Ligação iônica
Resposta: A
55 + A2 + A2 = 167  A2 = 56
Portanto: A1 = 55, A2 = 56, A3 = 56
Considerando a equação II:
Na Cl
M NM
6)
A1 – Z1 = A3 – Z3
X32+ (YZ )3–
42
55 – Z1 = 56 – Z3  Z3 = Z1 + 1
N.o total de cargas positivas: 3 . 2 = 6
Substituindo em IV, vem:
N.o total de cargas negativas: 3 . 2 = 6
Z1 + Z1 + Z1 + 1 = 79  Z1 = 26
6
Q = ––– = 1
6
Logo: Z1 = 26, Z2 = 26, Z3 = 27
Resposta: A
Resposta: A
20) MAGa
68,9 . x + 70,9 (100 – x)
= ––––––––––––––––––––––
100
68,9 . x + 70,9 (100 – x)
69,7 = ––––––––––––––––––––––
100
6 970 = 68,9 . x + 7 090 – 70,9 x
70,9 x – 68,9 x = 7 090 – 6 970
2 x = 120
7)
a) BaCl2(s) Æ BaCl2(g) Æ Ba2+(g) + 2Cl –(g)
b) A explicação não seria correta, pois não se forma sólido
iônico entre dois metais (sódio e estrôncio), ou a explicação não seria correta, pois, conforme o texto, somente a
espécie neutra proveniente do cátion do sal daria a cor.
Dessa forma, somente o sódio daria cor (amarela).
x = 60%
Resposta: C
–3
FRENTE 2 – QUÍMICA GERAL E INORGÂNICA E
QUÍMICA ORGÂNICA
n Módulo 1 – Substância Pura e Mistura
1)
2)
3)
4)
Figura I – mistura de 3 substâncias simples.
Figura II – mistura de 2 substâncias compostas.
Figura III – mistura de 2 substâncias simples e 1 substância
composta.
Figura IV – substância simples.
Resposta: A
Chumbo: Pb
Prata: Ag
Antimônio: Sb
Resposta: C
Elemento: Cl
Substância simples: N2 Æ formada por um único elemento
químico.
Substância composta: HI Æ formada por mais de um
elemento químico.
Resposta: E
Número de elementos químicos (tipos de átomos diferentes): 4
Número de átomos (total de bolinhas representadas): 12
Número de substâncias (tipos de moléculas diferentes): 4
Número de moléculas (conjunto de átomos): 5
Resposta: A
5)
Mistura: leite – várias substâncias.
Composto: KBr – formado por mais de um elemento químico.
Elemento: Ag – um tipo de átomo.
Resposta: B
6)
Substância simples: formada por um único elemento
químico.
Gás hidrogênio: H2
Gás oxigênio: O2
Gás cloro: Cl2
Gás ozônio: O3
Resposta: C
7)
8)
4–
0) Errada.
A água do mar é uma mistura.
1) Correta.
2) Correta.
3) Errada.
O oxigênio é uma substância pura simples: O2 .
4) Correta.
Resposta: Corretas: 1, 2 e 4.
Mistura: várias substâncias diferentes.
Ar: N2 + O2 + Ar + ...
Granito: quartzo, feldspato e mica.
Vinagre: solução aquosa de ácido acético.
Água sanitária: solução aquosa de hipoclorito de sódio.
Resposta: E
9)
Substância composta: formada por mais de um tipo de
elemento químico.
Monóxido de carbono: CO
Resposta: C
10) Substâncias simples formadas pelo mesmo elemento
químico são chamadas de formas alotrópicas.
Fósforo branco: P4
Fósforo vermelho: Pn
Resposta: E
11) Substâncias simples formadas pelo mesmo elemento
químico são chamadas de formas alotrópicas.
Diamante: Cn
Grafita: Cn
Resposta: E
12) A grafita e o diamante diferem entre si em suas estruturas
cristalinas.
A grafita se cristaliza num sistema hexagonal, enquanto o
diamante se cristaliza num sistema cúbico.
Resposta: B
13) – Bronze: mistura de Cu e Sn.
– Gelo seco: substância composta: formada por mais de um
tipo de elemento químico: CO2.
– Diamante: substância simples: formada por um único elemento químico: C.
Resposta: B
n Módulo 2 – Classificação Periódica dos
Elementos: Períodos, Grupos e
Localização na Tabela Periódica
1)
A tabela periódica atual ordena os elementos segundo o
critério do número atômico crescente.
Resposta: B
2)
A: ... 3d10 4s2 4p2
4 camadas fi 4.o período
4 elétrons na camada de valência: 14
Resposta: C
3)
4d5
Elétron de diferenciação em d Æ metal de transição
5s2 4d5 fi 5.o período
Resposta: C
4)
A tabela periódica apresenta 18 grupos, numerados da
seguinte maneira:
De Y para U: grupo 3 a 12; logo, 10 grupos.
Resposta: C
5)
6)
7)
ns2 3p3 Æ 5 elétrons na camada de valência
Grupo 15 Æ elementos J e Q
Resposta: E
15)
冧 ligação iônica
e–
Æ M2+
M perde 2
–
Æ
J ganha 3 e
J3–
Æ M3J2.
M2+
J3–
3
2
A = 79, N = 45
Z = A – N fi Z = 79 – 45 = 34
Z = 34 Æ 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p4
4s2 4p4 Æ 6 e– CV
D Æ grupo 1 Æ D é o elemento hidrogênio.
Y Æ grupo 2 Æ 2 e– CV Æ metal.
H com metal fi ligação iônica.
Resposta: A
M Æ 2A Æ 2 e– CV
J Æ 5A Æ 5 e– CV
79
X
34
(16)
Y é da mesma família que X (propriedades químicas
semelhantes). Grupo 16.
Resposta: D
n Módulo 3 – Introdução à Química Orgânica:
Definição, Kekulé e Tipos de
Carbono
Resposta: D
1)
8)
Elemento 1: grupo 1, 3.o período (metal alcalino).
Elemento 2: grupo 16, 2.o período (halogênio).
Elemento 3: grupo 2, 4.o período (metal alcalinoterroso).
Elemento 4: grupo 18, 3.o período (gás nobre).
Resposta: B
9)
a) X: 1; Y: 2
b) Li e Be; Na e Mg; K e Ca etc.
AI_QUI0002328
2)
a) H2C = C = C — C ⬅ C — CH3
|
H
10) ZX = 37
fi AX = 37 + 51 = 88
NX = 51
b) H3C — C — C — C ⬅ C — H
H2 ||
O
Se X é metal alcalino e Y alcalinoterroso, ZY = 38 e, como são
isóbaros, AY = 88.
88
Y
38
Resposta: D
11) 2) Falso.
Os elementos semelhantes ficam reunidos nas colunas
verticais (os grupos), e os elementos não semelhantes
ficam reunidos nas faixas horizontais (períodos).
Resposta: Corretos: 1, 3 e 4.
3)
12) a) X : O; Y : C; Z : K
b) CO, CO2
c) K2CO3
7 primários, 4 secundários, 1 terciário e 1 quaternário.
Resposta: 2
••
13) D Æ 15 Æ 5 e– CV — • D • — efetua no máximo três cova-
4)
•
1) Se houver carbonização no aquecimento, o composto é
orgânico.
|
lências simples.
F Æ 1 Æ 1 e– CV
monovalente.
A Æ 17 Æ 7
e–
2) Se houver formação de gás carbônico na combustão, o
composto é orgânico.
F • pode perder 1 e– e tornar-se cátion

••
CV ¨•• A • é capaz de formar até três covalên-
5)
0
1
2
3
6)
01)Falso.
Os compostos orgânicos são derivados do carbono,
portanto podem ser sintetizados em laboratório.
••

cias dativas.
••
••C ••
C Æ 16 Æ 6 e– CV • C •
••
H
C apresenta dois pares de
H
elétrons livres, mesmo ligando-se a hidrogênio.
Resposta: E
14) P e As são do grupo 15, apresentam 5 elétrons na camada de
valência e são, segundo o texto, semicondutores do tipo n.
Resposta: D
–
–
–
–
0
1
2
3
Verdadeiro.
Verdadeiro.
Verdadeiro.
Falso.
Os compostos orgânicos, em geral, são formados por
ametais, portanto há predominância de ligações covalentes.
4 – 4 Verdadeiro.
–5
02)Verdadeiro.
04)Verdadeiro.
08)Verdadeiro.
16)Falso.
Leis aplicadas aos compostos orgânicos podem ser
aplicadas aos inorgânicos.
n Módulo 4 –
1)
Estrutura e Nomes dos Compostos
Orgânicos: Nomenclatura dos
Hidrocarbonetos de Cadeia Normal
FRENTE 3 – QUÍMICA GERAL E INORGÂNICA
n Módulo 1 – Teoria Atômico-Molecular:
Massa Atômica –
Massa Molecular
1)
1 saca
––––––– 60 kg ––––––– x
Resposta: A
2)
Alcanos: CnH2n+2
Alcinos: CnH2n–2
Resposta: D
a) 1 kg ––––––– 1000 g
166 kg ––––––– x
冧
2)
3)
H2C
H
H
|
|
C—C
H
C — CH3
冧
x –––––––– 1,66.105g
C5H8
H
|
C — CH3
3)
4)
01)Falso.
Os carbonos com ligação dupla são insaturados.
02)Verdadeiro.
Está ligado a dois átomos de carbonos.
04)Falso.
Obedece à fórmula CnH2n.
08)Verdadeiro.
Alifática = aberta, insaturada = ligação dupla
16)Verdadeiro.
6)
7)
8)
H
H
H
|
1,3-pentadieno: H2C
C—C
C — CH3
4 carbonos insaturados com ligações duplas.
Resposta: D
O gás apresenta 4 carbonos e duas ligações duplas.
H
H
É um alcadieno: H2C
C—C
CH2
Fórmula C4H6
Resposta: B
冧
massa de x
60 u
––––––––––––– = –––– = 5
massa do 12C 12 u
1 átomo de F ——–— 19 u
1 molécula de F2 ——— 2 . 19 u = 38 u
M . MFe = 38 u
5)
Massa molecular do H2CO3:
M.MH
2CO3
2 . 1 u (H)
+ 1 . 12 u (C)
+ 3 . 16u (O)
—————
=
62 u
Massa molecular do Ba3(PO4)2:
M.MBa
3(PO4)2
7)
3 . 138 u (Ba)
+ 2 . 31 u (P)
+ 8 . 16 u (O)
————––––––—
=
604 u
3 . m 12C = 2 . mx
3 . 12 u = 2 . mx
mx = 18 u
Resposta: C
8)
1) Falso.
O número 7 representa o número de massa do elemento
IV.
2) Verdadeiro.
O número de prótons é igual ao número de elétrons em
um átomo.
3) Falso.
São identificados 5 elementos, que são caracterizados
pelo número atômico (Z).
4) Verdadeiro.
A=Z+Nfi N=A–Z
6–
12C
4)
(CH)n pode ser CnHn. Dentre as fórmulas abaixo, o composto
que obedece a fórmula é C6H6 ou benzeno.
Resposta: E
a) CH4
b) H3C — CH3
c) H2C
CH2
d) HC
C—H
e) HC
C — CH3
Resposta: D
12C
60 u ––––– massa do átomo “x”
Resposta: E
6)
5)
x = 1,00.1029 u
1
1 u ––––––– massa de ––– do átomo
12
12 u ––––– massa de 1 átomo
1,3-pentadieno ou penta-1,3-dieno
Resposta: B
x = 20 u
x = 166000 g ou x = 1,66 . 105 g
b) 1u ––––––– 1,66.10–24g
H
H
H2C
C—C
Resposta: C
冧
1 pacote ––––––– 3 kg ––––––– 1u
9)
Massa atômica relativa
Massa atômica
Oxigênio
100
16 u
Enxofre
200
32 u
7)
A massa atômica do enxofre é o dobro da massa atômica do
oxigênio. Assim, sua massa relativa é igual a 200.
6H12O6
=
6 . 12 u (C)
= + 12 . 1 u (H)
= + 6 . 16 u (O)
———————
180 u (C6H12O6)
1 mol de C6H12O6 ——— 180g ——— 6,01023 moléculas
x ——— 1 molécula
Massa molecular relativa do SO2 = 1 . 200 + 2 . 100 = 400
Resposta: E
10) A massa atômica é calculada por uma média ponderada, na
qual os pesos são as abundâncias isotópicas. Assim, tem-se:
62,96 . 70,5% + 64,96 . 29,5%
M.ACu = –––––––––––––––––––––––––––– = 63,55 u
100%
Massa molecular da glicose = M.MC
x = 3,0 .
8)
10–22g
* Massa de Hg em 1,0 g de amálgama: 1,0 g . 0,4 = 0,4 g
* 1 mol de Hg ——— 200 g ——— 6,0 . 1023 átomos
0,4 g ——— x
x = 1,2 . 1021 átomos
Resposta: E
1
11) Definição: 1 u = ––– . (Massa do átomo C “doze”)
12
9)
1 mol de glicose ——— 180 g ——— 6,0.1023 moléculas
1000 g ——— x
Massa do átomo desse elemento = x u = x . 1u
x = 3,33 .
1024
moléculas
123
número
1
Massa do átomo desse elemento = x . ––– .(Massa do átomo
12
C “doze”)
12 . (massa do átomo desse elemento) ÷ (massa do átomo
C “doze’) = x
Resposta: B
n Módulo 2 – Mol, Massa Molar e
Quantidade de Matéria ou
de Substância
1)
Considera-se que a massa de um átomo encontra-se no
núcleo (prótons e neutrons), desprezando-se, portanto, a
massa dos elétrons. Isso é plausível em função da grande
diferença de massas entre prótons, nêutrons e os elétrons:
MP ⬵ MN ⬵ 1840 Me–
3)
4)
A espécie IV possui 20 prótons e 18 elétrons, portanto, não é
eletricamente neutra. Seria um cátion bivalente.
Resposta: D
Massa molar é a massa de 1 mol de uma entidade. Assim,
1 mol de cálcio, são 40 g deste elemento.
Resposta: C
1 mol de Hg ——— 200 g ——— 6 . 1023 átomos de Hg
50 . 10–6 g ——— x
x = 1,5 .
1017
átomos de Hg
1 mol de Ca ——— 40 g ——— 6,02 . 1023 átomos
x ——— 1 átomo
x = 6,67 . 10–23 g
6)
1 mol de C24H31ON ——— 350 g ——— 6,0 . 1023 moléculas
x ——— 1 molécula
x = 5,8 . 10–22 g
Resposta: A
m
8,0.102g
m
d = ––– fi –––––––– = –––––––– fi m = 40 . 103 g = 40 kg
V
dm3
50 dm3
1 mol de C2H50H ——— 46 g ——— 6,0 . 1023 moléculas
40 . 103 g ——— x
x = 5,2 . 1026 moléculas
11) a) 1,0g ——— 100%
x ——— 75%
冧
x1 = 0,75 g de Au
冧x
b) 1,0 g ——— 100%
x ——— 12,5%
2
= 0,125 g de Ag ou 0,125 g de Cu
1 mol de Ag ——— 108 g ——— 6,0.1023 átomos
0,125 g ——— x3
1 mol de Cu ——— 63,5 g ——— 6,0.1023 átomos
0,125 g ——— x4
x4 = 1,2 . 1021 átomos de Cu
Resposta: Cobre
12) 25 g de bronze
冦11% de estanho Æ 25 . 0,11 = 2,75 g
89% de cobre Æ 25 . 0,89 = 22,25 g
1 mol de Cu ——— 63,5 g ——— 6,0 . 1023 átomos
22,25 g ——— x
x = 2,1 . 1023 átomos
Resposta: B
Resposta: A
5)
10)
x3 ⬵ 7,0 . 1020 átomos de Ag
Resposta: D
2)
Resposta: A
13) 100 pontos ——— 200 mg
50 pontos ——— x
x = 100 mg de diamante (carbono)
1 mol de C ——— 12 g ——— 6,0 . 1023 átomos
0,1 g ——— x
x = 5,0.1021 átomos
Resposta: C
–7
20) 0,152 g ——— 1,20 . 1021 moléculas
x ——— 6,0 . 1023 moléculas
14)
4,0 cm
At = 4,0 . 2,5 = 10,0 cm2
1cm2 ——— 5,0.10–4 g
2,5 cm
10 cm2 ———
x = 76 g/mol
MN
X
2Ox
x = 5,0.10–3 g de Ag
76 – 28
= 2 . 14 + x . 16 = 76 Æ x = –––—— Æ x = 3
16
Resposta: C
1 mol de Ag ——— 108 g ——— 6,0.1023 átomos
5,0 . 10–3g ——— x
21) 1,0 g ——— 1 mL
x ——— 0,05 mL
x = 2,8.1019 átomos
Resposta: B
15)
x = 0,05g
1 átomo ——— 4 u
6,0 . 1023 átomos ——— x
冧
x = 2,4 . 1024 u
1 mol de H2O ——— 18 g ——— 6,0 . 1023 moléculas
0,05g ——— x
30
x ⬵ –––– . 1021 moléculas de H2O
18
16) 1.10–30 g ——— 1 cm3
x ——— 1015 cm3 (1 km3 = 1015 cm3)
30
21
30 . 1021
2 . ––––
átomos de H Æ ––– . 10
9
18
x = 1 . 10–15 g
1 mol de H ——— 1 g ——— 6,0 . 1023 átomos
Resposta: C
1 . 10–15 g ——— x
22) 1 mol de C6H12O6 ——— 180 g ——— 6,0 . 1023 moléculas
x = 6 . 108 átomos
1,8 g ——— x
Resposta: E
x = 6,0 .
17) 1000 .103 g de água do mar ——— 0,2 mg de Au
1 g ——— x
x = 2,0 . 10–7 mg de Au
1021
moléculas
1 molécula de C6H12O6 ——— 12 átomos de H
6,0 . 1021 moléculas ——— x
x = 7,2 . 1022 átomos de H
1 mol de Au ——— 197 g ——— 6 . 1023 átomos
2,0 . 10–10 g ——— x
23) 1 mol de NH3 ——— 17 g ——— 6,0 . 1023 moléculas
3,4 g ——— x
x ⬵ 6 . 1011 átomos
Resposta: D
x = 1,2 . 1023 moléculas
18) 4,8 . 1020 átomos de Z ——— 24 . 10–3 g
6 . 1023 átomos
–––––– x
x = 30 g
1 molécula de NH3 ——— 4 átomos
1,2 . 1023 moléculas ——— x
x = 4,8 . 1023 átomos
MZ4 = 4 . 30 = 120 g/mol
Resposta: A
Resposta: C
19) I) 1 mol de He ——— 4 g ——— 6.1023 átomos
24 g ——— x
x = 3,6 . 1024 átomos
3,4.1024 s
3,6 . 1024 átomos Æ 3,6 . 1024 s Æ –––––––––– Æ 0,06 . 1024 min
60 s
———
min
6,0 min. 1022
II) 1 mol de N2 ——— 28 g ——— 6,0 . 1023 átomos
84 g ——— x
1,8.1024 s
1,8 . 1024 átomos Æ 1,8 . 1024 s Æ ––––––––––
60 s
min
———
3,0 min .
Resposta: C
8–
1 mol de Fe ——— 56 g ——— 6 . 1023 átomos
0,02 g ——— x
x ⬵ 2 . 1020 átomos de Fe
2 . 1020 moléculas de hemoglobina
Resposta: B
25) 1 g de Au ——— R$ 60,00
x ——— R$ 23.640,00
x = 394 g de Au
x = 1,8 . 1024 átomos
1022
24) 100 g de feijão ——— 0,2 g de Fe Æ 0,02 g de Fe absorvido
Æ 0,03 . 1024 min
1 mol de Au ——— 197 g
x ——— 394 g
x = 2 mol de Au
Resposta: A
26) a) 3,0 . 1024 moléculas de C2H6
b) 10 mol de CO2 Æ 10 . 6,0 . 1023 = 6,0 . 1024 moléculas de CO2
c) 1 mol de H2O2 ——— 34 g ——— 6,0 . 1023 moléculas
17 g ——— x
9,6 g de S ⇒ 64%
5,4 g de A ⇒ 36%
2 . MA + 3 . 32 = M . MA S ⇒
Æ 123
2 3
123 14243
36%
64%
100%
x = 3,0 . 1023 moléculas
d) 1,5 mol de H2SO4 Æ 1,5 . 6,0 . 1023 moléculas = 9,0 . 1023
moléculas
e) 0,5 mol de NH3 Æ 0,5 . 6,0 . 1023 moléculas = 3,0 . 1023
moléculas
Resposta: B
{
32) A2S3 ⇒ 15g
⇒
3 . 32 u –––––––– 64%
2 . MA –––––––– 36%
Resposta: B
33) MC
6H8O6
}
MA = 27 u
= 176 g/mol
1 mol de C6H8O6 –––––––– 176 g
27) MCO = 1 . 12 + 1 . 16 = 28 g/mol
2,1 . 10–2 mol –––––––– x
1 mol de CO——— 28 g
x
——— 46 . 10–3g
x = 3,696 g = 3696 mg
x = 1,6 . 10–3 mol de CO
1 dose recomendada –––––––– 62 mg
x –––––––– 3696 mg
Resposta: A
x ⬵ 60 vezes
Resposta: B
28) Massa de carbono no corpo humano = 18% de 100 kg =
34) 01) (V)
02) (V)
= 0,18 . 100 ⇒ 18 kg de carbono
MC = 12 g/mol ⇒
1 mol ——— 12 g
x
——— 18 . 103g
2 átomos de “H” e 1 átomo de “O”
H2O
átomos de “H” por molécula
04) (V)
x = 1,5 . 103 mol de C
H2O1
{
átomo de “O” por molécula
Resposta: B
29) MCuSO . 5H
= 1 . 64 + 1 . 32 + 4 . 16 + 10 . 1 + 5 . 16 = 250 g/mol
2O 123 123 123 123 123
4
Cu
S
O
144424443
H
O
14243
CuSO4
2,5 mol ––––––––
x
x = 625 g
1 mol de H2O –––––––– 6 . 1023 moléculas
16) (V)
1 mol de H2O –––––––– 3 mol de átomos =
= 3 . 6 . 1023 átomos
1 molécula de água tem a massa igual a 18 u
32) (F)
5 H2O
1 mol de CuSO4 . 5 H2O –––––––– 250 g
08) (V)
35) Em 100g de uma amostra representativa da crosta terrestre,
temos:
– 4,7 g de Fe = 8,4 . 10–2 mol de Fe
– 3,4 g de Ca = 8,5 . 10–2 mol de Ca
Resposta: A
– 2,6 g de Na = 1,1 . 10–2 mol de Na
30) 400.000 km = 4 . 105 km = 4 . 108 m = 4 . 1010 cm
– 2,3 g de K = 5,9 . 10–2 mol de K
4 . 105 cm
Æ N. de átomos = –––––––––– = 4 . 1018 átomos
10–8 cm
o
– 1,9 g de Mg = 7,8 . 10–2 mol de Mg
Resposta: C
———–––––
átomo
Æ 1 mol –––––––– 6 . 1023 átomos
x
–––––––– 4 . 1018 átomos
x ⬵ 0,66 . 10–5  6,6 . 10–6 mol
Resposta: D
31) 1 mol de H2SO4 ––––– 98g
x ––––– 5 . 106 . 106g
x = 5,1 . 1010 mol de H2SO4
1 mol de NH3 ––––– 17g
x ––––– 1,2 . 106 . 106g
n Módulo 3 – Cálculo Estequiométrico:
Estequiometria
1)
Pela reação, temos:
1 C57H110O6 æææÆ 55 H2O
1 mol
55 mol


890 g ææææææÆ 55 . 18 g
x kg ææææææÆ 3 . 96 kg
x = 7,0 . 1011 mol de NH3
990 x 3,96
3524,4
x = –––––––––––  x = ––––––––
55 x 18
990
1 mol de NaOH ––––– 40g
x ––––– 1 . 106.106g
 x = 3,56 kg
x = 2,5 . 1010 mol de NaOH
Resposta: C
Resposta: D
–9
2)
A reação mostra que:
æææÆ 4 Al
3C
3 mol
4 mol


æææÆ 4 . 27 g
3 mol
æææÆ 2 700 . 103 g
x
7)
1 mol

2 mol

ææÆ
94 g
2 . 74,5 g
350 000 t æÆ x
350 000 x 2 . 74,5
x = –––––––––––––––––
94
3 x 2 700 . 103
3 . 105
x = ––––––––––––––  x = –––––––
4 . 27
4
x = 0,75 . 105 g 
Temos a relação:
1 K2O ææÆ 2 KCl
x ⬵ 555 mil t
x = 7,5 . 104 g
Resposta: E
Resposta: A
8)
3)
Estando a reação balanceada, vemos:
1 MgO + 1 SO2 ...
1 mol
1 mol


40 g æÆ 64 g
x æÆ 9,6 . 103 t
40 . 9,6 . 103
x = ––––––––––––
64
Dada as informações:
1 L H2O2 1 mol/L após 1 ano
Decompõe 50% H2O2 logo reage 0,5 mol/L
2 H2O2 ææÆ 2 H2O + O2
2 mol
1 mol


2 mol ææææææÆ 32 g
0,5 mol ææææææÆ x
0,5 . 32
x = –––––––
2
x = 6,0 . 1033 t
x=8g
Resposta: D
Resposta: A
4)
Na reação de floculação, temos:
1 Al2 (SO4)3 + 3 Ca (OH)2 Æ
1 mol
3 mol


ææ
æÆ
342 g
3 . 74 g
17 t æææÆ x
17 . 3 . 74
x = ––––––––––
342
3774
x = –––––––
342
x ⬵ 11,0 t
9)
Montando a equação de combustão do ciclo-hexano, temos:
1 C6H12 + 9 O2 Æ 6 CO2 + 6 H2O
1 mol æÆ 9 mol
A queima de 1 mol de C6H12 forma 9 mol de O2.
Resposta: B
D
10) a) NH4NO3 æææÆ N2O + 2 H2O
b) 1 NH4NO3 æææÆ 1 N2O
1 mol
1 mol


ææææææÆ
80 g
44 g
ææææææÆ 880 g
x
80 . 880
x = –––––––
44
Resposta: D
5)
A equação da reação de combustão do hidrogênio mostra:
2 H2 + 1 O2 æÆ 2 H2O
2 mol
2 mol


2 . 2 g æææÆ 2 . 18 g
2 000 g æææÆ x
2 000 x 2 . 18
x = ––––––––––––
2.2
x = 18 000 g
Resposta: C
6)
a) Filtração: Este processo serve para separar uma mistura
heterogênea (sólido-líquido ou sólido-gás).
b) Como a massa se conserva numa reação química, cada
máquina, produzindo 240g de ozônio por hora, consome
igual massa de gás oxigênio no mesmo período. Assim,
sete máquinas consomem 1680g de O2 (7 x 240).
10 –
x = 1 600 g
11) a) AlCl3 – cloreto de alumínio
b)
Al(OH)3 + 3HCl Æ AlCl3 + 3H2O
Em 13 colheres, temos 13 x 0,3g = 3,9g de Al(OH)3
Massa molar do Al(OH)3 = 78g/mol
Quantidade de Al(OH)3 = 0,05mol
1 mol de Al(OH)3 ———— 3 mol de HCl
0,05 mol de Al(OH)3 ——–––– x
x = 0,15 mol de HCl
12) (CH3)2 NNH2 + 2 N2O4 Æ 4 H2O + 2 CO2 + 3 N2
1 mol
2 mol


ææææÆ
60 g
2 . 92 g
30 kg ææææÆ x
30 . 2 . 92
x = ––––––––––
60
16) Pelas equações de reações fornecidas, temos:
1 CaCO3 + 1 SO2 Æ
1 mol
1 mol


x = 92 kg
13) Temos a equação de reação:
C6H10O5 + 6 O2 Æ 6 CO2 + 5 H2O
1 mol
6 mol


162 g æÆ 6 . 32 g
x æÆ 48 mg
162 . 48
x = –––––––––
6 . 32
100 g –––––– 64 g
x –––––– 128,8 kg/h
100 . 12,8
x = ––––––––––
64
x = 20 kg/h
Em 1 dia (24 h):
1 h –––––––––– 20 kg
24 h ––––––––– y
y = 24 . 20
x = 40,5 mg
y = 480 kg
Resposta: C
Resposta: B
14) Dadas as reações e acertando os coeficientes para relacionar
corretamente as quantidades de S e H2SO4, temos:
S + O2 Æ 2 SO2
SO2 + 1/2 O2 Æ SO3
SO3 + H2O Æ H2SO4
Logo:
æææÆ 1 H2SO4
1S
1 mol
1 mol


æææÆ
32 g
98 g
3,2 mg ææÆ x
3,2 . 98
x = –––––––––
32
x = 9,8 mg ou
98 . 10–4 g
Resposta: E
15) Acertando os coeficientes das reações para relacionar
corretamente as quantidades de carvão e ferro, temos:
3 C (s) + 1,5 O2 (g) Æ...............
3 CO (g)
Fe2O3 (s) + ...............
3 CO (g) Æ 2 Fe (s) + 3 CO2 (g)
Logo:
ææææÆ 2 Fe
3C
3 mol
2 mol


æææÆ
3 . 12 g
2 . 56 g
æææÆ 1 000 kg
x
3 . 12 . 1 000
x = ––––––––––––
2 . 56
x = 321,4 kg
Resposta: 321,4 kg
17) A reação (I) libera 116 kcal
Na reação II:
absorve
1 mol de C ––––––––––– 58 kcal
x
––––––––––– 116 kcal
x = 2 mol de C
1 mol de C –––––––––– 12 g
2 mol de C –––––––––– y
y = 24 kg
Resposta: D
18) As reações dadas mostrou que:
1 NO2– –––––––––– 1 (CH3)2 NNO
1 mol
1 mol


46 g –––––––––––– 74 g
9,2 mg ––––––––– x
9,2 . 74
x = ––––––––––
46
x = 14,8 mg
Resposta: 14,8 mg
19) Montando a reação de decomposição do oxalato de
magnésio:
1 MgC2O4 (s) æÆ 1 CO (g) + 1 CO2 (g) + 1 MgO (s)
1 mol

2 mol

1 mol

112 g
x
40 g
Logo a massa de gases que é eliminada na decomposição é:
112 g – 40 g = 72 g (x)
Portanto:
72 g de gases ––––––––––– 40 g de MgO
576 mmg
––––––––––– x
x = 320 mg de MgO (valor x)
– 11
Massa molar do MgC2O4 = 112 g
112 g –––––––––––– 100% decomposto
72 g –––––––––––– y
6 CO2 ææææÆ C6H12O6
6 mol
1 mol


6 . 44 g ––––––––– 180 g
x
––––––––– 1 . 109 g
y ⬵ 64,3%
Resposta: B
x = 1,47 . 10 9 g ou
20) 1 L de C8H18 mesma energia 1,7 L de C2H5OH
6,5 mol
x = 1,47 . 106 kg
liberando O2 para
atmosfera
Resposta: B
28 mol
1 C8H18 + 12,5 O2 Æ 8 CO2 + 9 H2O
1 mol ––––––––––––––– 8 mol
6,5 mol ––––––––––––– x
x = 52,0 mol de C8H18
1 C2H5OH + 3 O2 Æ 2 CO2 + 3 H2O
1 mol –––––––––––––– 2 mol
28 mol ––––––––––––– y
x = 56 mol de C2H5OH
Quantidade de CO2 produzido pelo álcool
56
–––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––– = ––––  1,08
Quantidade de CO2 produzido pela gasolina
52
Resposta: C
23) Pela reação dada a massa diminui, refere-se ao O2 (0,96 g):
2 KClO3 æÆ 2 KCl + 3 O2
2 mol
3 mol


2 . 122 . 5g ––––––––– 3 . 32 g
x
––––––––– 0,96 g
x = 2,45 g de KClO3
Massa total – massa de KClO3 = massa tubo
22 . 46 g – 2,45 g = 20,01 g
Resposta: 20,01 g
24) a) Se a amostra de magnésio queimada ao ar produzisse somente óxido de magnésio, teríamos:
Mg (s) + 1/2O2(g) Æ MgO(s)
21) a) 1 colher æÆ 20 g
3 colheres æÆ x
x = 60 g de sacarose
MC H O = 342 g
12 22 11
342 g –––––––––––– 6,02 . 1023 moléculas
60 g –––––––––––– x
x = 1,06 .
1023
moléculas
b) 1% carameliza logo 0,6 g
C12H22O11 æÆ 12 C + 11 H2O
1 mol
12 mol


ææææÆ
342 g
12 . 12 g
0,6 g ææææÆ y
0,6 . 12 . 12
y = ––––––––––
342
y = 0,25 g de C
Resposta:
a) 1,06 . 1023 moléculas
b) mC = 0,25 g
22) Cálculo da quantidade de biomassa:
Como
1 km2 = 106 m2
10 km2 = 107 m2
Pela densidade, temos:
100 g –––––––– km2
x –––––––– 1 . 107 m2
x = 1 . 109 g de biomassa
O gás carbônico absorvido é transformado em biomassa na
proporção:
12 –
24,3g .................... 40,3g
x = 0,403g de MgO(s)
0,243g .................... x
Como a massa formada de sólido foi de 0,436g, temos a evidência de que outro produto foi formado, além do MgO.
b) Se todo o magnésio formar nitreto de magnésio:
3Mg(s) + N2(g) Æ Mg3N2(s)
72,9g ....................... 1 mol
0,243g ....................... y
y = 0,003 mol
25) Na2S +
1 mol

4 H2O2 Æ Na2SO4 + 4 H2O
4 mol

78 g –––––– 4 . 34 g
117 kg –––– x
x = 204 kg de H2O2
Resposta: D
26) a) Pelo ciclo esquematizado, observa-se que cada molécula
de molibdoferridoxina converte uma molécula de nitrogênio (N2). Como essa molécula participa de 106 ciclos de
conversão, serão convertidas 106 moléculas de nitrogênio
por molécula de molibdoferridoxina.
Verifica-se também que cada molécula de molibdoferridoxina apresenta 1 átomo de molibdênio.
Podemos tirar a seguinte relação:
converte
1 mol de átomos æææææÆ 106 mols de moléculas
de molibdênio
de nitrogênio (N2)
——–––––——— 106 . 28g de N2
——–––––——— 168 . 106g de N2 (168 toneladas)
x = 6 mols de Mo
1 mol de Mo
x
b) Equação da oxidação do dipeptídio:
H
H
C
1
H 3N
+
H
COO– + 3O2
N
C
O
3mols
C
H
H
2 NH4NO3 ææÆ 2 N2 (g) + 1 O2 (g) + 14 H2O (g)
1 mol
2 mol

2NH3 + 4CO2 + 1H2O
libera
1 mol de O2 consumido
———— 5,0 . 102kJ
AI_QUI0002114
3 mols de O2 consumido ———— x
27) Pela tabela dada, temos:
286 mg de Ca æÆ 100%
æÆ 90%
x
x = 257,4 mg de Ca absorvida
æÆ
3 mol

2 . 80 g –––––––––––––––– 7 . 41 L
800 g –––––––––––––––– x
x = 1 435 L
32) 0°C e 1 atm corresponde CNTP onde 1 mol de um gás
qualquer ocupa 22,4 L:
1 mol ––––––––– 22,4 L
x
––––––––– 179,2 L
x = 8 mol de O2
Ca3 (PO4)2
1 mol

A combustão de um alcano qualquer é dada pela reação:
3n + 1
1 CnH2n + 2 + ––––––– O2 Æ n CO2 + n + 1 H2O
2
3 . 40 g –––––– 310 g
257,4 mg –––– y
3n + 1
Logo ––––––– = 8  n = 5
2
y = 665 mg
y ⬵ 0,67 g
CnH2n + 2 fi C5H12 podendo ser pentano.
Resposta: C
Resposta: A
28) Temos a reação:
4 C3H5N3O9 æææÆ 6 N2 (g) + O2 (g) + 12 CO2 + 10 H2O (g)
4 mol

7 mol de gases

800 . 7 . 41
x = ––––––––––––
2 . 80
x = 15 . 102kJ
3 Ca
31) A 1 atm e 227°C o volume de 1 mol de um gás qualquer pode
ser calculado:
PV = n R T
1 . V = 1 . 0,082 . 500
V = 41,0 L
29 mol de gases
33) Volume ocupado por 1 mol de gás a 300 K e 1 atm.
PV=nRT
1 . V = 1 . 0,082 . 300
V = 24,6 L
CaCO3 Æ CaO
1 mol

4 . 227 g –––––––––––––––––––– 29 . 25 L
908 g –––––––––––––––––––– x
+
CO2
1 mol

56 g –––– 24,6 L
908 . 29 . 25
x = –––––––––––––
4 . 227
560 . 103 g ––– x
560 . 103 . 24,6
x = ––––––––––––––––
56
6 583 00
x = –––––––––––––
908
x = 246 000 L
x = 725 L
Resposta: E
Æ
29) C2H6
+
7/2 O2
1 mol
––––– 3,5 mol

1 . a litros –––– 3,5 . a litros
4 litros
–––– x
2 CO2
+
4 . 3,5 a
x = ––––––––––
a
x = 14 L
3 H2O
34) Calculando o número de mol de gases produzindo pela
queima do octano:
PV = n R T
10 . 0,06 = n . 0,082 . 423
0,6
n = –––––––––––
0,082 . 423
n = 0,017 mol de gases
Resposta: B
C8H18 + 12,5 O2 æÆ 8 CO2 + 9 H2O
30) PV = n R T
atm . L
1 atm . 73,8 L = n 0,082 –––––––– . 300 K
mol . K
n = 3 mol
6 NaN3
9 N2
6 mol ––––––––––– 9 mol
x
––––––––––– 3 mol
x = 2 mol
1 mol

17 mol

114 g ––––––––––––––––––– 17 mol
x ––––––––––––––––––– 0,017 mol
114 x 0,017
x = –––––––––––
17
– 13
Como O2 20% do ar, temos:
10,32 . 104 L ––––––– 20%
z
––––––– 100%
x = 0,114 g
Resposta: B
35) CH4 +
1 mol
2 O2
æÆ CO2
1 mol

+
2 H2O
z = 5,2 . 105 L de ar
CaCO3 + 2 HCl Æ H2CO3 + CaCl2
39) a)
H2CO3 Æ
¨ CO2 + H2O
––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––
CaCO3 + 2 HCl Æ CO2 + H2O + CaCl2
1 mol
1 mol


22,4 L ––––––––––––––– 22,4 L
Metano
V = 22,4 L
C4H10 + 6,5 O2 Æ 4 CO2 + 5 H2O
1 mol –––––––––––––– 4 mol
22,4 L –––––––––––––– 4 . 22,4 L
x
–––––––––––––– 22,4 L
x = 5,6 L de C4H10
36) Mg0
+ 2 HCl æÆ MgCl2
+ H2
1 mol ––––––––––––––––––––––––––– 1 mol


24,30 g ––––––––––––––––––––––––– 1 mol
0,486 g ––––––––––––––––––––––––– x
0,486
x = –––––––
24
x = 0,02 mol de H2
P . 0,1 = 0,02 . 0,082 . 300
P = 4,92 atm
37) 168 L de gás nas CNTP corresponde:
1 mol –––––––––––– 22,4 L
x
–––––––––––– 168 L
x = 7,5 mol
2 NH4NO3 Æ 2 N2 (g) + 1 O2 (g) + 4 H2O (g)
2 mol –––––––––––––––––– 3 mol
y –––––––––––––––––– 7,5 mol
y = 5 mol de NH4NO3
5 mol de NH4NO3 libera 592,5 kJ
1 mol de NH4NO3 libera z
592,5
z = –––––––
5
Z = 118,5 kJ
38) d = 0,7 g/mol
0,7 g –––––––––– 1 mol
x
–––––––––– 60 000 mol
x = 42 000 g
12,5 O2 æÆ 8 CO2 + 9 H2O
12,5 mol

114 g
––––– 12,5 . 22,4 L
42 000 g ––––– y
y = 10,32 . 104 L de O2
14 –
b)
11,2 L
40) Balanceando a reação por oxidorredução, temos:
Æ
4 NH3
+
5 O2
4 NO (g) + 6 H2O (g)
0
D=2x2fi4
D=5
–3
–2
+2
A mistura final tem 10 mol de gases (10 V) sendo 4 mol (4 V)
de NO. Logo, temos:
Resposta: D
41) Balanceando a reação (mesma questão 50), temos:
Æ
4 NH3
+
5 O2
4 NO + 6 H2O
4 mol
5 mol


4 V –––––––– 5 V
100 L ––––––– x
5 . 100
x = ––––––
4
x = 125 L
Resposta: B
42) a) 2 PbS + 3 O2 Æ 2 PbO + 2 SO2
PbO + C Æ Pb + CO
PbO + CO Æ Pb + CO2
––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––
2 PbS + 3 O2 + C Æ 2 Pb + 2 SO2 + CO2
Resposta: C
+
x = 11,2 L de CO2
40% de NO
PV = n R T
C8H18
1 mol

100 g ––––––––––––––– 22,4 L
50 g ––––––––––––––– x
b) 2 mol

2 mol

2 . 239,3 g ––––––––––– 2 . 207,3 g
239,3 g ––––––––––– x
239,3 . 2 . 207,3
x = ––––––––––––––––
2 . 239 . 3
x = 207,3 g de Pb
c) 2 PbS
2 mol

+
3 O2
3 mol

7)
H3PO4
(fosfórico)
padrão
2 . 239,3 g –––––– 3 mol
239,3 g –––––– y
239,3 . 3
y = –––––––––
2 . 239,3
冦
H3PO3 (fosforoso): 1 oxigênio a menos que o
padrão
H3PO2 (hipofosforoso): 2 oxigênios a menos
que o padrão
HPO3 (metafosfórico): grau mínimo de hidratação. Padrão – 1 molécula de H2O.
Resposta: A
y = 1,5 mol de O2
8)
– 1 H2O
Ácido ortofosfórico æææÆ Ácido metafosfórico
– H2O
H3PO4 æææÆ HPO3
1 mol nas condições dadas –––––––– 24 L
1,5 mol
–––––––– z
Resposta: C
z = 36 L de O2
Ácido
pirocrômico
n Módulo 4 – Compostos Inorgânicos:
Ácido de Arrhenius: Definição e
Nomenclatura
9)
H2Cr2O7
Ácido
ortocrômico
+ 1 H2O
÷ 2
ææææÆ H4Cr2O8 æææÆ H2CrO4
10) (c) ácido ortofosfórico
(b) ácido fosforoso
H—O
1)
2)
A sacarose não possui hidrogênios ionizáveis.
Resposta: D
Apenas os hidrogênios ligados diretamente aos oxigênios
são ionizáveis. Portanto, o H3PO2 possui, apenas, 1 hidrogênio ionizável.
H—O
P—O
H ionizável
H
H
Resposta: E
3)
Monoácido (ioniza 1 hidrogênio por molécula).
Binário (constituído por 2 elementos químicos).
Inorgânico (não possui carbono).
Hidrácido (não possui oxigênio).
Gasoso (a substância pura HCl encontra-se no estado gasoso,
nas condições ambientes).
Resposta: B
4)
O composto HNO3 é:
Monoácido (ioniza 1 hidrogênio por molécula).
Oxoácido (possui oxigênio).
Ternário (possui 3 elementos químicos).
Resposta: A
5)
O cátion hidroxônio ou hidrônio possui geometria piramidal
(3 pares ligantes e 1 par não ligante) e sua carga total é “1 +”.
Resposta: C
6)
Considerando valência como a capacidade de ligação de um
elemento (conforme mencionado no enunciado), o composto
apresentado (H3PO2) não possui fósforo trivalente:
H—O—P
H—O
O
H—O
H—O—P
H
3 hidrogênios
2 hidrogênios
ionizáveis
ionizáveis
(a) ácido hipofosforoso
(a) ácido metafosfórico
H—O
H— P
H—O
O
P
H
O
1 hidrogênio
1 hidrogênio
ionizável
O
O
ionizável
11) I) C.
II) E. O sufixo oso, na nomenclatura dos ácidos, significa
menos grau de oxidação que sufixo ico.
III) C.
12) (0-0) Falso. A eletronegatividade é a tendência de atrair
elétrons do próprio átomo, assim como, dos outros
átomos ligados a ele.
(1-1) Verdadeiro.
(2-2) Verdadeiro.
(3-3) Falso. O sufixo de hidróxido é “ídrico”.
(4-4) Verdadeiro.
H—O
P
H
O
(o elemento fósforo faz 5 ligações)
H
Resposta: D
– 15

Documentos relacionados

química - Colégio Objetivo de Atibaia

química - Colégio Objetivo de Atibaia Substância simples: N2 Æ formada por um único elemento químico. Substância composta: HI Æ formada por mais de um elemento químico. Resposta: E

Leia mais