Nota de imprensa - Cultura

Сomentários

Transcrição

Nota de imprensa - Cultura
NOTA DE IMPRENSA
Ponta Delgada, 03 de Fevereiro de 2016
E assim me fiz ilha…, de Amélia Meireles
É já no próximo dia 12 de Fevereiro, pelas 18h30, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional
de Ponta Delgada, que a escritora Amélia Meireles apresenta o seu segundo livro. O
mesmo será apresentado pela escritora e professora Malvina Sousa.
Com a chancela das Letras Lavadas, o livro dá por nome E assim me fiz ilha… O romance
autobiográfico que narra a chegada da escritora ao arquipélago, apresenta-nos a forma de
viver em São Miguel, usos e costumes e até a gastronomia que por cá se faz.
A Açorianidade, o ser ilhéu e o amor que se cria ao viver numa terra como os Açores são o
tema principal deste livro que nos revela diversos termos exclusivamente açorianos,
utilizados pelos ilhéus de cá, que podem gerar alguma falha de comunicação a quem não os
conhece.
A autora confessa-se “prisioneira das cores, dos cheiros, do mar, do céu” dos Açores, tanto
que assim se fez ilha. Considera-se já açoriana, apesar de ter nascido em Vila Nova de Gaia.
Aos quatro anos foi viver para Angola de onde regressou em 1976, fixando residência na
ilha de S. Miguel.
Apesar de desde muito nova escrever poemas, as lides literárias só tomam mais espaço
após a sua reforma.
Publicou o livro A minha fuga de Angola com a Chiado Editora, em 2012.
Tem publicado poesia e prosa em diversas coletâneas nacionais e internacionais.