Diário de Viseu

Сomentários

Transcrição

Diário de Viseu
EMPRESAS & NEGÓCIOS
Coimbra
17
Desenvolvido para serviço 112
Matobra disponibiliza pagamentos
a 6 e 10 meses sem juros
A Matobra acaba de lançar
uma nova modalidade
de pagamento. Pagamento
sem juros, mediante
uma simulação com base
no rendimento mensal
do cliente
Uma nova modalidade de
pagamento está em vigor na
Matobra. Todos os clientes podem pagar as suas compras a 6
ou 10 meses sem juros, nem despesas adicionais ou prestação de
entrada. A modalidade é válida
para compras no valor mínimo
de 500 euros, no caso de crédito a
seis meses ou de 3.000 euros, para crédito a 10 meses, o processo
não podia ser mais rápido e
cómodo. Mediante uma simulação feita a partir do valor do
rendimento mensal do cliente, a
aprovação de crédito é feita na
hora.
Sem complicações, a vendedora responsável pelo atendimento
TERÇA-FEIRA
15 FEVEREIRO 2011
Uma solução para renovar a cozinha
faz uma consulta na web a uma
plataforma electrónica que,
através de um sistema de cálculo,
permite ao cliente a obtenção de
uma resposta imediata.
Para garantir a confirmação
final, bastará a apresentação da
documentação comprovativa
da validade dos dados referidos.
Mais uma vez, o processo é
simples, sendo apenas necessários documentos de identificação (bilhete de identidade ou
cartão de cidadão e cartão de
contribuinte), comprovativo de
rendimentos, NIB e comprovativo de morada (cópia do recibo
da água, luz ou gás).
Concluída esta fase, o cliente
beneficia ainda da vantagem
adicional de só pagar a primeira
prestação um mês após a data
da facturação, o que na prática,
assegura um mês extra para organização das suas poupanças.
De destacar, que a Matobra
prevê ainda a possibilidade de
opção por outras modalidades
de pagamento em prestações
com condições vantajosas, nomeadamente, a partir de 500
euros, com prazos a partir dos
12 meses e até um máximo de
48, embora neste caso esteja associado o pagamento de juros.
Projecto da Critical Software
vence prémio europeu
A Critical Software venceu o
prémio europeu de Excelência
em Tecnologias de Informação
(European IT Excellence Awards) pelo projecto de desenvolvimento da nova plataforma tecnológica que suporta o serviço
de emergência 112 em Portugal.
Ao prémio, que visa "reconhecer o papel crucial" que os
ISV (fornecedores independentes de software) desempenham na "resolução de problemas reais dos seus clientes",
concorreram entidades de 23
países, disse à Lusa fonte da
Critical Software.
Seleccionada para, em parceria com o Ministério da Administração Interna, reestruturar o
funcionamento do serviço 112,
"a Critical Software foi chamada a intervir no desenvolvimento de uma plataforma tecnológica que permitisse uma
integração completa de vários
sistemas e o reforço de toda a
infra-estrutura de informação e
comunicação", disse Filipe
Freitas.
Este ano
Continental planeia contratar
cerca de 1.500 colaboradores
Lamego
EDP melhora energia em Arneirós
A EDP Distribuição colocou
em serviço no lugar de Arneirós, freguesia de Vila Nova de
Souto D'El Rei, concelho de Lamego, um novo posto de transformação do tipo AI, com uma
potência de 250 kVA.
A instalação deste novo posto implicou a remodelação deste troço da rede de baixa tensão,
numa extensão de cerca de 50
metros, e a aplicação de duas
novas luminárias.
A freguesia de Vila Nova de
Souto D'El Rei, criada no final
do século XVI, é constituída pelos lugares de Arneirós, Juvandes, Quintela, Lamelas e Póvoa.
No século XVIII foi elevada a
vila e a sede do concelho - mas
este município foi extinto em
1836.
Com este novo posto de
transformação agora instalado,
infra-estrutura cujo investimento ascende a cerca de 25 mil
euros, a EDP Distribuição pretende assegurar a melhoria da
qualidade do serviço prestado à
população de toda esta zona.
EDP criou um novo posto de transformação
Em 2011, a Continental irá
manter a sua aposta em novas
ideias e experiências, de modo a
incrementar o sucesso dos seus
processos de inovação, contando para isso com um quadro
de jovens altamente qualificado.
"Este ano planeámos contratar
cerca de 1.500 jovens licenciados
a nível mundial, incluíndo cerca
de 400, só na Alemanha," afirmou o membro do Conselho de
Administração da Continental
responsável pela área de Recursos Humanos, Heinz-Gerhard
Wente. A Continental irá recrutar principalmente jovens ligados às areas da engenharia e
ciências, mas também licenciados nas áreas de gestão e economia.
A Continental emprega perto de 30.000 engenheiros nas
áreas de produção pesquisa e
desenvolvimento. Dos 1.500
novos colaboradores contratados, aproximadamente 1.200
farão parte da área de engenharia, ficando os restantes 300 ligados à área comercial.
A estudantes universitários
Castro Daire
Termas do Carvalhal abriram nova época
As Termas do Carvalhal reabriram as suas portas na passada sexta-feira, para inicio de
mais uma época termal com o
objectivo de aumentar o
número de termalistas.
Apostadas em ser, cada vez
mais, uma referência no panorama termal nacional, as Termas do Carvalhal apostam nesta nova época na fidelização
dos seus termalistas ao mesmo
tempo que abrem horizontes a
novas valências que vão de encontra a novos públicos e a
Multinacional alemã aposta em jovens qualificados
busca de aumentar a sua frequência neste ano de 2011.
Vocacionada para tratamentos na área da saúde, nomeadamente, doenças reumatológicas
e músculo-esqueléticas, doenças das vias respiratórias, doenças de pele e doenças do aparelho respiratória, as Termas do
Carvalhal complementam a
sua oferta com programas de
bem-estar, disponibilizando
um vasto leque de tratamentos
de relaxamento com óleos
essenciais.
Termas querem fidelizar os seus termalistas
Santander Totta já concedeu
3.400 créditos com Garantia Mútua
No âmbito da linha de crédito para o Ensino Superior com
Garantia Mútua, criada no final
de 2007, o Banco Santander
Totta já apoiou cerca de 3.400
estudantes universitários, num
total de 36 milhões de euros. O
Santander Totta primeiro
banco a lançar este produto,
tem actualmente uma quota de
mercado neste tipo de financiamento de 28%, mais do dobro
da sua quota natural.
O Crédito Ensino Superior
com Garantia Mútua destina-se ao financiamento de licen-
ciaturas, mestrados, doutoramentos e programas de mobilidade internacional, com condições especiais para os estudantes, em função do seu aproveitamento escolar. Os alunos
com médias superiores a 16 beneficiam de um spread de
0,2%. Para médias entre 14 e 16
e o spread é de 0,65% e para
médias entre 10 e 14 de 1%.
Este crédito permite ao estudante começar a pagar o seu
curso um ano após o seu término, num prazo de reembolso
até 10 anos.

Documentos relacionados