Domingo III da Pascoa ou da Divina Misericordia

Сomentários

Transcrição

Domingo III da Pascoa ou da Divina Misericordia
A VIDA
BOLETIM SEMANAL DA COMUNIDADE CABOVERDIANA – PARÓQUIA S. PATRICIO
DOMINGO III DA PASCOA – 10 de Abril de 2016 - ANO C n◦19
10 Magazine St. Roxbury Ma 02119 - Email: [email protected]
We are on Facebook.com/StPatrickRoxbury - www.StPatricksRoxbury.com
«Jesus aproximou-Se,
tomou o pão e deulho, fazendo
o mesmo com os
peixes»
Depois de preparar os
discípulos, através da pesca
milagrosa realizada pelo
grupo chefiado por Pedro e
na sua barca, Jesus determina
o lugar, que ele deve ocupar
na Sua Igreja, constituindo-o «Pastor» do Seu único
rebanho.
O Senhor Jesus será sempre Pastor único e insubstituível
da Igreja, que santificou com a Sua Morte e a vivificou
com a Sua Ressurreição. Mas Pedro, a quem Jesus
comunicou os Seus mesmos poderes, ficará à frente dela,
neste tempo que vai desde a partida do Senhor Jesus até
à Sua vinda final.
===== O =====
The Gospel is from St. John, 21:1-19, The primary
purpose in recounting this appearance of the Risen
Christ to his Apostles, was to stress the actual conferring
of the Primacy on Peter. From this very first meeting
with Christ at the Jordan (Jn. 1:42) the Savior had told
him that his name Simon bar-Jonah would be changed to
Cephas, which means Rock. Some year or so later, at
Caesarea Philippi, this change took place when Christ
said to Simon, "You are (Peter) Rock. and upon this
Rock I will build my Church . . . and I will give you the
keys of the kingdom of heaven" (Matt. 16:18-19).
This promise, that Simon would be the foundation, the
source of strength and unity, in the new Christian
community, was made factual on the occasion described
here by John. Christ uses a new metaphor—Simon
(Peter) is to be the new shepherd—he would take the
place of Christ, as head and director of the Christian
flock. He would provide protection and pasturage for
Christ's sheep and lambs. He would, in other words, be
the keeper and head of Christ's Church.
www.catholicculture.org
3º DOMINGO DA PASCOA ANO C
Tema deste Domingo
A liturgia deste 3º
Domingo do Tempo
Pascal recorda-nos que
a comunidade cristã tem
por missão testemunhar
e concretizar o projecto
libertador que Jesus
iniciou; e que Jesus, vivo e ressuscitado, acompanhará
sempre a sua Igreja em missão, vivificando-a com a sua
presença e orientando-a com a sua Palavra.
A primeira leitura apresenta-nos o testemunho que a
comunidade de Jerusalém dá de Jesus ressuscitado.
Embora o mundo se oponha ao projecto libertador de
Jesus testemunhado pelos discípulos, o cristão deve
antes obedecer a Deus do que aos homens.
A segunda leitura apresenta Jesus, o “cordeiro” imolado que venceu a morte e que trouxe aos homens a libertação definitiva; em contexto litúrgico, o autor põe a
criação inteira a manifestar diante do “cordeiro” vitorioso a sua alegria e o seu louvor.
O Evangelho apresenta os discípulos em missão,
continuando o projecto libertador de Jesus; mas avisa
que a acção dos discípulos só será coroada de êxito se
eles souberem reconhecer o Ressuscitado junto deles e
se deixarem guiar pela sua Palavra.
http://www.dehonianos.org/portal/liturgia_dominical_
MENSAGEM DE NOSSA SENHORA
MEDJUGORJE de 25 de Março de
2016: "Queridos filhos! Hoje trago-vos o
meu amor, Deus me permitiu amar-vos e, por
amor, chamar-vos à conversão. Filhinhos, vós
sois pobres em amor e ainda não compreendestes que meu Filho Jesus por amor deu Sua
vida para salvar-vos e vos dar a vida eterna. Por isso
orai, filhinhos, orai para que pela oração compreendais o
amor de Deus. Obrigada por terdes respondido ao meu
chamado."
Horário das Missas: Em Português: Todos os dias às 6:pm, na Capela – Domingos: 9:30am; Missa p/ Crianças
9:30am - Missas em Inglês: Terças: 11:15am – Quartas: 5:00pm no Convento; Quintas: 6:15pm (Bi-Lingual), na
Igreja de Baixo; Sábados: 9:00am – Domingos: 10:45am - Missa em Espanhol - Domingos: Meio Dia
À MESA DA PALAVRA
LEITURA I Actos 5, 27b-32.40b-41
Leitura dos Actos dos Apóstolos
Naqueles dias, o sumo sacerdote falou aos Apóstolos,
dizendo: «Já vos proibimos formalmente de ensinar em
nome de Jesus; e vós encheis Jerusalém com a vossa
doutrina e quereis fazer recair sobre nós o sangue desse
homem». Pedro e os Apóstolos responderam: «Deve
obedecer-se antes a Deus que aos homens. O Deus dos
nossos pais ressuscitou Jesus, a quem vós destes a morte,
suspendendo-O no madeiro. Deus exaltou-O pelo seu
poder, como Chefe e Salvador, a fim de conceder a
Israel o arrependimento e o perdão dos pecados. E nós
somos testemunhas destes factos, nós e o Espírito Santo
que Deus tem concedido àqueles que Lhe obedecem».
Então os judeus mandaram açoitar os Apóstolos,
intimando-os a não falarem no nome de Jesus, e depois
soltaram-nos. Os Apóstolos saíram da presença do
Sinédrio cheios de alegria, por terem merecido serem
ultrajados por causa do nome de Jesus.
Palavra do Senhor.
SALMO RESPONSORIAL
Sal. 29 (30), 2.4-6.11-12a.13b (R. 2a)
Refrão: Eu vos louvarei, Senhor, porque me salvastes.
Eu Vos glorifico, Senhor, porque me salvastes e não
deixastes que d e mim se regozijassem os inimigos.
Tirastes a minha alma da mansão dos mortos,
vivificastes-me para não descer à cova. Refrão
Cantai salmos ao Senhor, vós os seus fiéis, e dai graças
ao seu nome santo. A sua ira dura apenas um momento
e a sua benevolência a vida inteira. Ao cair da noite vêm
as lágrimas e ao amanhecer volta a alegria. Refrão
Ouvi, Senhor, e tende compaixão de mim, Senhor, sede
Vós o meu auxílio. Vós convertestes em júbilo o meu
pranto: Senhor meu Deus, eu Vos louvarei eternamente.
LEITURA II Ap 5, 11-14
Leitura do Livro do Apocalipse
Eu, João, na visão que tive, ouvi a voz de muitos Anjos,
que estavam em volta do trono, dos Seres Vivos e dos
Anciãos. Eram miríades de miríades e milhares de
milhares, que diziam em alta voz: «Digno é o Cordeiro
que foi imolado de receber o poder e a riqueza, a
sabedoria e a força, a honra, a glória e o louvor». E ouvi
todas as criaturas que há no céu, na terra, debaixo da
terra e no mar, e o universo inteiro, exclamarem:
«Àquele que está sentado no trono e ao Cordeiro o
louvor e a honra, a glória e o poder pelos séculos dos
séculos». Os quatro Seres Vivos diziam: «Amen!»; e os
Anciãos prostraram-se em adoração.
Palavra do Senhor.
ALELUIA: Ressuscitou Jesus
Cristo, que criou o universo e Se
compadeceu do género humano.
EVANGELHO – Jo 21, 1-19
Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São
João
Naquele tempo, Jesus manifestou-Se outra vez aos seus
discípulos, junto do mar de Tiberíades. Manifestou-Se
deste modo: Estavam juntos Simão Pedro e Tomé,
chamado Dídimo, Natanael, que era de Caná da Galileia,
os filhos de Zebedeu e mais dois discípulos de Jesus.
Disse-lhes Simão Pedro: «Vou pescar». Eles responderam-lhe: «Nós vamos contigo». Saíram de casa e subiram para o barco, mas naquela noite não apanharam
nada. Ao romper da manhã, Jesus apresentou-Se na
margem, mas os discípulos não sabiam que era Ele.
Disse-lhes Jesus: «Rapazes, tendes alguma coisa de
comer?». Eles responderam: «Não». Disse-lhes Jesus:
«Lançai a rede para a direita do barco e encontrareis».
Eles lançaram a rede e já mal a podiam arrastar por
causa da abundância de peixes. O discípulo predilecto de
Jesus disse a Pedro: «É o Senhor». Simão Pedro, quando
ouviu dizer que era o Senhor, vestiu a túnica que tinha
tirado e lançou-se ao mar. Os outros discípulos, que
estavam apenas a uns duzentos côvados da margem,
vieram no barco, puxando a rede com os peixes. Quando
saltaram em terra, viram brasas acesas com peixe em
cima, e pão. Disse-lhes Jesus: «Trazei alguns dos peixes
que apanhastes agora». Simão Pedro subiu ao barco e
puxou a rede para terra, cheia de cento e cinquenta e três
grandes peixes; e, apesar de serem tantos, não se rompeu
a rede. Disse-lhes Jesus: «Vinde comer». Nenhum dos
discípulos se atrevia a perguntar-Lhe: «Quem és Tu?»,
porque bem sabiam que era o Senhor. Jesus aproximouSe, tomou o pão e deu-lho, fazendo o mesmo com os
peixes. Esta foi a terceira vez que Jesus Se manifestou
aos seus discípulos, depois de ter ressuscitado dos
mortos. Depois de comerem, Jesus perguntou a Simão
Pedro: «Simão, filho de João, tu amas-Me mais do que
estes?». Ele respondeu-Lhe: «Sim, Senhor, Tu sabes que
Te amo». Disse-lhe Jesus: «Apascenta os meus cordeiros». Voltou a perguntar-lhe segunda vez: «Simão, filho
de João, tu amas-Me?». Ele respondeu-Lhe: «Sim,
Senhor, Tu sabes que Te amo». Disse-lhe Jesus:
«Apascenta as minhas ovelhas». Perguntou-lhe pela
terceira vez: «Simão, filho de João, tu amas-Me?».
Pedro entristeceu-se por Jesus lhe ter perguntado pela
terceira vez se O amava e respondeu-Lhe: «Senhor, Tu
sabes tudo, bem sabes que Te amo». Disse-lhe Jesus:
«Apascenta as minhas ovelhas. Em verdade, em verdade
te digo: Quando eras mais novo, tu mesmo te cingias e
andavas por onde querias; mas quando fores mais velho,
estenderás a mão e outro te cingirá e te levará para onde
não queres». Jesus disse isto para indicar o género de
morte com que Pedro havia de dar glória a Deus. Dito
isto, acrescentou: «Segue-Me».
Palavra da salvação.
===== O =====
HORA SANTA PARA VOCAÇÃOES: Esta Quintafeira, às 7:00pm, depois da Missa das 6:15pm, na Igreja
de Baixo. Venham todos rezar connosco!
À MESA DA PALAVRA
III DOMINGO DA PASCOA Ano C
«A Alegria do Amor»:
Papa defende maior
abertura, acompanhamento e «discernimento» das situações dos
católicos divorciados.
Nova exortação pastoral rejeita soluções
únicas, sem abordar diretamente a
possibilidade de acesso à Comunhão ou
alterar doutrina
Cidade do Vaticano, 08 abr 2016 (Ecclesia) – O Papa
propõe na sua nova exortação apostólica sobre a família
um caminho de “discernimento” para os Católicos
divorciados que voltaram a casar civilmente, sublinhando que não existe uma solução única para estas
situações.
“Não se devia esperar do Sínodo ou desta exortação uma
nova normativa geral de tipo canónico, aplicável a todos
os casos”, sublinha Francisco, no documento divulgado
hoje, com o título ‘Amoris laetitia’ (A Alegria do
Amor).
Tal como aconteceu com o relatório final da assembleia
de outubro de 2015, a exortação apostólica pós-sinodal
não aborda diretamente a possibilidade de acesso à
Comunhão pelos divorciados recasados, que é negada
pela Igreja Católica, mas numa das notas do texto, o
Papa observa que "o discernimento pode reconhecer que,
numa situação particular, não há culpa grave".
“Ninguém pode ser condenado para sempre, porque esta
não é a lógica do Evangelho”, escreve Francisco.
O Papa apresenta critérios de reflexão, recordando que
há “condicionamentos” e “circunstâncias atenuantes”
que podem anular ou diminuir a responsabilidade de
uma ação.
“Por isso, já não é possível dizer que todos os que estão
numa situação chamada ‘irregular’ vivem em estado de
pecado mortal”, precisa.
Estas pessoas, reforça, precisam da "ajuda da Igreja",
procurando os "caminhos possíveis de resposta a Deus",
e "em certos casos, poderia haver também a ajuda dos
sacramentos".
O texto apela a um “responsável discernimento pessoal e
pastoral dos casos particulares”, reconhecendo que há
situações em que “a separação é inevitável” e, por vezes,
“até moralmente necessária”.
“Acompanhar”, “discernir” e “integrar” são as
indicações centrais do Papa nesta matéria, integradas
numa “lógica da misericórdia pastoral”.
“Temos de evitar juízos que não tenham em conta a
complexidade das diversas situações e é necessário estar
atentos ao modo em que as pessoas vivem e sofrem por
causa da sua condição”, assinala Francisco.
A exortação apostólica com as conclusões do Sínodo da
Família, que decorreu em duas sessões (2014 e 2015),
fala na necessidade de um “adequado discernimento
pessoal e pastoral”, recordando que “o grau de
responsabilidade não é igual em todos os casos”.
“Um pastor não pode sentir-se satisfeito apenas
aplicando leis morais àqueles que vivem em situações
‘irregulares’, como se fossem pedras que se atiram
contra a vida das pessoas”, adverte o Papa.
Francisco considera mesmo que seria “mesquinho”
limitar-se a considerar “se o agir de uma pessoa
corresponde ou não a uma lei ou norma geral”.
O Papa rejeita a ideia de que este “discernimento
prático” coloque em causa a doutrina da Igreja e recorda
que a reflexão sobre uma situação particular “não pode
ser elevada à categoria de norma”.
O texto refere que é missão dos Padres “acompanhar as
pessoas no caminho do discernimento segundo o
ensinamento da Igreja e as orientações do Bispo”,
apelando a um “exame de consciência” das pessoas em
causa sobre a forma como trataram os seus filhos ou
como viveram a “crise conjugal”.
Francisco sublinha ainda a importância da recente
reforma dos procedimentos para o reconhecimento dos
casos de nulidade matrimonial.
O pontífice observa que os divorciados que vivem numa
nova união se podem encontrar em situações “muito
diferentes”, que não devem ser “catalogadas ou
encerradas em afirmações demasiado rígidas”.
“Não devem sentir-se excomungados, mas podem viver
e amadurecer como membros vivos da Igreja”, realça.
Para o Papa, mais importante do que uma “pastoral dos
falhanços” é o esforço de “consolidar os matrimónios e
assim evitar as ruturas”.
A exortação pós-sinodal coloca os filhos como “primeira
preocupação” para quem se separou, com atenção ao seu
sofrimento.
“O divórcio é um mal, e é muito preocupante o aumento
do número de divórcios”, lamenta o Papa.
Os temas da família estiveram no centro de duas
assembleias do Sínodo dos Bispos, em outubro de 2014
e 2015, por decisão do Papa Francisco, antecedidas por
inquéritos enviados às dioceses católicas de todo o
mundo. OC
www.ecclesia.pt
===== O =====
Leituras do Próximo Domingo:
LEITURA I - Act 13, 14. 43-52;
LEITURA II - Ap 7, 9. 14b-17
EVANGELHO Jo 10, 27-30
Leitores deste Domingo:
Sr. Ilídio Canuto & Sra Ana Maria
Barbosa
Próximo Domingo:
Sr Zeca Lopes & Sra Isabel Gomes
GRANDE FESTA DE NOSSA SENHORA DE FATIMA – DIA DE MÃE – 8 de Maio de 2016!
AVISOS
OFERTÓRIO: Paróquia ................................ $3,553.30
Nossa Comunidade .......................................... $1,719.50
Apesar do mau tempo com vento e neve, muita gente
esteve nas Missas. Muito obrigado pela oferta!
CONSELHO PASTORAL PAROQUIAL: O nosso
CPP das três comunidades, vai-se reunir amanhã,
Segunda-feira, às 6:30pm, na Reitoria.
FESTA DE NOSSA SENHORA DE FATIMA: Dia de
Mãe, teremos a nossa Grande Festa em honra de Nª Sª de
Fátima, com pricissão, Missa e convívio, à 1:00 de tarde,
pelas ruas de Dudley, Clarence, George, Clifton, Albion
e Dudley, da nossa comunidade. Convidem os amigos e
vizinhos. Pensai desde agora, em como enfeitar e limpar
as vossas ruas por onde irá passar a imagem de Nª Sª.
FESTIVAL DE PRIMAVERA: A Paróquia enviou
uma carta, com bilhetes de rifas, sobre o qual terá lugar a
14 de Maio. Se não recebeu a carta é porque ainda não
está inscrito na Paróquia. Os talões de inscrição estão
nas mesinhas. Seria bom se pudesse pôr um anúncio de
seu negócio, no livrete do festival.
APELO CATOLICO DE 2016: Nesta data, entre as
doações e compromissos, já chegamos a $17,475 do
Apelo Católico, com $2,500 acima da nossa avaliação e
a bom caminho da nossa meta de $27,169. Se ainda não
tenha doado ou feito o seu compromisso, os Envelopes/
Formulários encontram-se nas mesinhas. Pode preencher
um e colocá-lo no cesto de ofertório.
NOTICIAS DA NOSSA ESCOLA: A Audiologia da
Northeastern University tem vindo à escola para oferecer
sessões de audição para todos os alunos na escola de São
Patricio. É uma oportunidade para todos os estudantes
obterem um exame de seus ouvidos, de graça! Os nossos
alunos de 8º grau começaram seu programa semanal de
"Urban Improv" no centro comunitário de Vine Street.
condições de abrir a Igreja de Cima, aos Sábados, às
7:00am e fechá-la às 5:00pm, fale com Pe. Waldron,
para tomar a chave.
ANO JUBILAR DE MISERICORDIA: A 7ª Obra
Espirutual da Misericórdia: Rezar pelos Vivos e
Mortos - Rezar diariamente pela sua família e amigos.
Faça uma lista de pessoas em sua vida que poderia usar
nas suas orações (doentes, idosos, etc). Rezar pelos
sacerdotes e seminaristas e para o aumento das vocações.
Rezar pelos casais que se preparam para o matrimónio e
os casados para que tenham um casamento saudável,
santo centralizado em Cristo. Rezar pelos que morreram.
Rezar para os líders politicos e por todas as intensões...
2016 PADRE PIO GOTTIN SCHOLARSHIP: Please
visit www.padrepiocv.org or contact a member of the
organization at St. Patrick Church. The completed application and all supporting documents are due on May 9th.
Padre Pio Gottin Charities awards five $1000 scholarships annually to graduating seniors who will be attending University, college or vocational school in the fall.
CATHEDRAL CARES: Uma promoção de saúde e
bem-estar de “The Cathedral Cares” será oferecida, na
Terça-feira, 19 de Abril, das 10:00am ao Meio dia, no
Salão da Igreja. Se tiver perguntas sobre medicamentos,
dieta, tensão arterial, etc, venha! Todos são convidados.
11º CABO VERDIANO JANTAR /JUDEO SEDER:
Esta Quarta-feira, às 6:00pm, no Hibernian Hall, 184
Dudley Street. Para reservar seu lugar, chame para 338
225-9687 ou email [email protected]
CRUZ VOCACIONAL: Continuamos com o Programa
de oração da “Cruz Vocacional”. Quer levar a “Cruz
Vocacional” para sua casa e rezar em família para a
vocação? Inscreva-se, falando com Keila Barros, 617
365 5770, José Fonseca ou Nelson Barros. Esta semana,
a família de ... vai levar a Cruz vocacional.
DISCIPULOS EM MISSÃO: Quando o Sinédrio deu
ordens para pararem o ensino sobre Jesus, Pedro disse,
“nós somos testemunhas destes factos” e saíram...
cheios de alegria, por terem merecido serem ultrajados
por causa do nome de Jesus”. O Evangelho de hoje é um
magnífico exemplo da misericórdia de Deus. Três vezes
que Peter negou Jesus, mas agora, Jesus lhe dá três
oportunidades para professar seu amor. Nosso Deus de
segunda Chance nunca está longe de nós. Como diz o
Papa Francisco, somos nós que nos afastamos d’Ele. As
últimas palavras desta passagem destinam-se a Pedro, os
discípulos e todos nós que nos chamamos de Cristãos,
"Segue-me!"
REZEMOS PELOS DOENTES: José Gomes (Zézé)
Maria Gomes, Joana de Pina, José F. Lopes, Francisco
Pires Barros, Maria Ximento, João Domingos Lopes, Maria
Fontes, Alícia Pires, Leonilde Cardoso, Tom Sachetta, Bela
de Sousa, Raulina Correia, Alberto Amado, José Miguel
Barbosa, Henrique Barros, Emanuel Araújo, Inês Miranda,
Audília L. Fernandes, Caetano Fernandes, Pedrinho
Afonso, Madalena Lima, Fortunato Gonçalves, Ernestina
Teixeira, Josezinho Pontes, Adriano Alves, Maria de Pina,
Elisabeth de Pina, Miguel de Jesus, Manuel Gonçalves,
Júlia Alves, Rogério Rosa, Ana Rosa, António Pires,
Domingos Lopes, Inês Barbosa, Andrew Neves, Lídia
Gomes, Jesuína Fontes, Joana Sequeira, Alice Barbosa,
Júlia Baptista, Alex Gomes, Ana Fernandes e Guilhermina
Alves. Rezemos por eles e por todos os outros que estão
em casa ou no Hospital.
IGREJA DE CIMA: A Igreja de Cima estará aberta de
Segunda-feira a Sexta-feira, das 7:00am às 5:00pm, a
partir de 18 de Abril a Novembro de 2016. Se estiver em
TELEFONES ÚTEIS: Fr.Waldron ou Secretária: 617
445 7645; Padre Gílles 508 617 3587 *IRMAS
FRANCISCANAS: 617 445 6178.
Stª Missa todos os dias, às 6pm, na Capela e nas Quintas, às 6:15pm na Igreja de Baixo.

Documentos relacionados

Domingo de Pentecostes - 15 de Maio de 2016

Domingo de Pentecostes - 15 de Maio de 2016 Fontes, Alícia Pires, Leonilde Cardoso, Tom Sachetta, Bela de Sousa, Raulina Correia, Alberto Amado, José Miguel Barbosa, Henrique Barros, Emanuel Araújo, Inês Miranda, Audília L. Fernandes, Caetan...

Leia mais