- Câmara do Comércio e Indústria Luso

Сomentários

Transcrição

- Câmara do Comércio e Indústria Luso
RESEARCH SETORIAL
JAPÃO
NOVEMBRO 2014
INTERNATIONAL
SUPPORT
KIT OF
OPPORTUNITIES
RESEARCH SETORIAL
Contexto Económico do País
Estrutura Setorial
Comércio Internacional, Bilateral com Portugal e Oportunidades
Apoio à Internacionalização do Novo Banco
Contactos
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
JAPÃO
Ambiente de negócios e fatores chave
Ambiente de negócios
Facilidade de fazer negócios
29/189
(Doing Business 2015 ranking)
Proteção dos investidores
Comércio transfronteiriço
Cumprimento de contratos
Liberdade Económica
35/189
20/189
26/189
25/178
(Economic Freedom 2014 ranking)
Competitividade
6/144
(Glob al Competitiveness Index 2014-2015 ranking)
Requerimentos Básicos
Infraestruturas
Instituições
25/144
6/144
11/144
Potenciadores de Eficiência
7/144
Inovação e Sofisticação
2/144
Cosec (Risk group)
1
Classificação de 1 (risco menor) a 7 (risco maior)
Standard & Poor’s (Rating)
(Classif icação de AAA (menor risco) a D (risco maior, default))
Dívida longo prazo em moeda local
Dívida longo prazo em moeda estrangeira
Outlook
AAAANegativo
Capital: Tóquio
População (Milhões): 127.6 (Est.2012)
Tempo: GMT + 9
Tipo de Governo: Democracia Parlamentar
Língua Oficial: Japonês
Área: 377.9 mil Km 2
Moeda: Iene Japonês (JPY)
Religião: Shintoísmo e o Budismo
Fontes: FMI, Banco Mundial, COSEC, World Economic Forum, Global Heritage
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
03
JAPÃO
Indicadores Macroeconómicos
2013
2014E
4 617.9
3 687.7
3 590.8
3 675.2
3 765.2
1.5
1.5
0.9
0.8
0.8
4.3
4.0
3.7
3.8
3.8
2.7
2.0
2.6
2012
PIB
2015E
2016E
Preços correntes
EUR mil milhões
PIB taxa de crescimento real
Percentagem
Taxa de desemprego
Percentagem da pop. ativa
0.4
Taxa de Inflação
Percentagem
Taxa de Câmbio
0.0
102.7
129.7
139.0
140.0
140.0
1.0
0.7
1.0
1.1
1.2
-8.7
-8.2
-7.1
-5.8
-4.6
EUR/JPY
Balança Corrente
Percentagem do PIB
Saldo Orçamental
Percentagem do PIB
E
Estimativa. n.d. Não disponível.
Fontes: FMI, Bloomberg.
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
04
JAPÃO
Estrutura Setorial do PIB
O 3º maior PIB mundial e trata-se de uma economia bastante diversificada, sendo que na indústria
destacam-se os produtos tecnológicos e nos serviços as atividades comerciais.
Repartição do PIB por setores (2012)
Agricultura, Indústria Extrativa
floresta e pesca
0.1%
1.2%
Outras
12.0%
Actividades de Serviços
19.8%
Informações e
Telecomunicações
5.5% Transportes
5.0%
Indústria
Transformadora
18.1%
Construção
5.6%
Eletricidade, gás e água
1.7%
Comércio por Grosso e a
Retalho
14.4%
Imobiliário
12.0%
Finanças e seguros
4.6%
Fonte: Central Department of Statistics and Information.
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
05
RESEARCH SETORIAL
Contexto Económico do País
Estrutura Setorial
Comércio Internacional, Bilateral com Portugal e Oportunidades
Apoio à Internacionalização do Novo Banco
Contactos
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
JAPÃO
Comércio Internacional - Parceiros
Importações japonesas por país, 2013
Exportações japonesas por país, 2013
Ranking
País
2013
(EUR Milhões)
Share
(%)
TCMA08-13
(%)
Ranking
País
2013
(EUR Milhões)
Share
(%)
TCMA08-13
(%)
1
China
136 244.6
22.4
7.0
1
EUA
101 284.9
20.0
1.4
2
EUA
54 172.4
8.9
0.2
2
China
97 416.7
19.2
2.8
3
Austrália
38 413.7
6.3
3.5
3
Coreia do Sul
42 544.8
8.4
1.0
4
Arábia Saudita
37 533.0
6.2
1.6
4
Hong Kong
28 169.5
5.6
0.6
5
Em iratos Árabes Unidos
32 016.0
5.3
0.0
5
Tailândia
27 061.1
5.3
6.2
6
Qatar
27 813.4
4.6
9.0
6
Singapura
15 794.6
3.1
-2.7
7
Coreia do Sul
26 968.1
4.4
6.1
7
Alemanha
14 273.0
2.8
-2.6
8
Malásia
22 392.9
3.7
7.3
8
Indonésia
12 821.8
2.5
8.5
9
Indonésia
21 743.1
3.6
-0.4
9
Austrália
12 775.4
2.5
1.7
10
Alem anha
17 940.1
2.9
4.8
10
Malásia
11 473.1
2.3
0.5
…
…
…
…
…
…
…
…
…
…
70
Portugal
276.4
0.0
13.0
70
Portugal
254.8
0.1
-13.3
Fonte: UN Comtrade, DESA/UNSD.
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
7
JAPÃO
Comércio Internacional - Mercadorias importadas
e exportadas (Mundo)
Top 10 das importações japonesas, 2013
Top 10 das exportações japonesas, 2013
2013
(EUR Milhões)
Share
(%)
TCMA08-13
(%)
2013
(EUR Milhões)
Share
(%)
TCMA08-13
(%)
2709 - Óleos brutos de petróleo ou de minerais
betuminosos
109 702.4
17.5
0.7
8703 - Automóveis de passageiros e outros veículos
automóveis principalmente concebidos para transporte
de pes soas
69 025.7
12.8
-2.5
2711 - Gás de petróleo e outros hidrocarbonetos
gasosos
62 733.3
10.0
10.3
8708 - Partes e acess órios para tratores, autocarros,
automóveis de pas sageiros, veículos automóveis para
trans porte de mercadorias e veículos autom óveis
26 575.7
4.9
5.8
2710 - Óleos de petróleo ou de minerais betum inos os
(exceto óleos brutos )
20 237.6
3.2
5.0
8542 - Circuitos integrados e microconjuntos eletrónicos
20 322.4
3.8
-1.9
8517 - Aparelhos elétricos para telefonia ou telegrafia,
por fios , incluídos os aparelhos telefónicos por fio,
combinados com aus cultadores s em fio
19 566.7
3.1
22.8
8901 - Trans atlânticos , barcos de cruzeiro, ferry-boats ,
cargueiros, chatas e embarcações s emelhantes , para o
trans porte de pess oas ou de mercadorias
11 192.8
2.1
-3.1
2701 - Hulhas; briquetes , bolas e combus tíveis sólidos
semelhantes, obtidos a partir da hulha
17 772.8
2.8
-2.4
2710 - Óleos de petróleo ou de minerais betuminosos
(exceto óleos brutos)
11 040.7
2.1
-0.9
2601 - Minérios de ferro e s eus concentrados, incluídas
as pirites de ferro ustuladas (cinzas de pirites)
13 092.8
2.1
7.8
8486 - Máquinas utiliz. na fabric. de esferas / plaquetas de
dis pos itivos de visualização de ecrã plano, etc
9 554.3
1.8
0.5
8542 - Circuitos integrados e microconjuntos eletrónicos
12 422.8
2.0
-2.5
8443 - Máquinas e aparelhos para impress ão por meio
de carateres tipográficos , clichés, blocos , cilindros e
outros elementos de impress ão
9 419.7
1.7
-4.8
8471 - Máquinas automáticas para proces samento de
dados e s uas unidades; leitores m agnéticos ou óticos ,
máquinas para registar dados
12 402.0
2.0
5.4
8704 - Veículos autom óveis para trans porte de
mercadorias , incluídos chass is com motor e cabine
7 607.4
1.4
-1.5
3004 - Medicamentos
11 134.9
1.8
17.7
2902 - Hidrocarbonetos cíclicos
7 145.5
1.3
13.5
8 015.0
1.3
3.3
8541 - Díodos , transís tores e dispos itivos s emelhantes
semicondutores; dispos itivos fotoss ensíveis
semicondutores, incluídos as células fotovoltaicas
6 822.4
1.3
-2.3
Produtos (N.C. 4)
2603 - Minérios de cobre e seus concentrados
Produtos (N.C. 4)
Fonte: UN Comtrade, DESA/UNSD (mirror data).
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
8
JAPÃO
Comércio Internacional - Relações bilaterais
com Portugal (I)
Balança de mercadorias e serviços de Portugal
com o Japão, 2008, 2012 e 2013 (EUR milhões)
Taxa de Crescimento Médio Anual (TCMA)
TCMA08-13 das exportações = -4.8%
TCMA08-13 das importações =-15.2%
Saldo Deficitário
EUR 105.5 milhões
36º
(share: 0.3%)
638
Em 2013,
762 sociedades
exportavam
mercadorias para o
Japão
29º
(share: 0.4%)
Importações
343
Exportações
279
222
Serviços
(15%)
238
Merc.
(85%)
225
173
34
139
2008
+5%
41
2012
Exportações de mercadorias e serviços
2013
Serviços
(20%)
Merc.
(80%)
2013
2013
Importações de mercadorias e serviços
Em 2012,
726 sociedades
exportavam
mercadorias para o
Japão
Ranking e share enquanto cliente e fornecedor de Portugal (mercadorias)
Fontes: INE, Banco de Portugal.
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
9
JAPÃO
Comércio Internacional - Relações bilaterais
(mercadorias) com Portugal (II)
Top 10 das importações portuguesas do Japão, 2013
Produtos (N.C. 4)
8708 - Partes e acess órios para tratores, autocarros ,
automóveis de pass ageiros, veículos automóveis para
trans porte de mercadorias e veículos automóveis
8703 - Automóveis de pass ageiros e outros veículos
automóveis principalm ente concebidos para trans porte
de pessoas
9001 - Fibras óticas e feixes de fibras óticas; cabos de
fibras óticas (exceto os constituídos de fibras
embainhadas individualmente da posição 8544);
matérias
polarizantes,
emefolhas
ou em
placas
; lentes ,
4002 - Borracha
s intética
borracha
artificial
derivada
dos óleos , em formas primárias ou em chapas , folhas
ou tiras ; m is turas de borracha natural, balata, guta8537 - Quadros, painéis, cons olas , cabinas, armários e
outros suportes, com dois ou mais aparelhos das
posições 8535 ou 8536, para comando elétrico ou
dis tribuição de energia elétrica, incluídos os que
8408 - Motores de pistão, de ignição por com pres são
(m otores diesel ou semidiesel)
8538 - Partes reconhecíveis com o exclusiva ou
principalm ente destinadas aos aparelhos das posições
8535, 8536 ou 8537, não especificadas nem
compreendidas noutras posições
4011 - Pneumáticos novos , de borracha
8707 - Carroçarias (incluídas as cabinas), para tratores,
autocarros, automóveis de pass ageiros , veículos
automóveis para trans porte de mercadorias e veículos
automóveis
para
us os especiais
das de
posições
8309
- Rolhas,
incluídas
as cápsulas
coroa, 8701
rolhasa de
parafus o e rolhas vertedoras, tampas , cápsulas para
garrafas, batoques ou tampões ros cados, protetores de
batoques ou tampões , s elos de garantia e outros
Fontes: INE, Banco de Portugal.
Top 10 das exportações portuguesas para o Japão, 2013
2013
(EUR Milhões)
Share
(%)
TCMA08-13
(%)
2013
(EUR Milhões)
Share
(%)
TCMA08-13
(%)
56.7
23.8
-14.3
2002 - Tomates preparados ou conservados (exceto em
vinagre ou em ácido acético)
31.6
24.1
19.2
12.9
5.4
-29.3
8526 - Aparelhos de radiodeteção e de radioss ondagem
(radar), aparelhos de radionavegação e aparelhos de
radiotelecomando
20.7
15.8
1 015.0
11.7
4.9
3.2
2924 - Compostos de função carboxiam ida; compos tos
de função amida do ácido carbónico
12.6
9.6
n.d.
11.7
4.9
30.1
6403 - Calçado com s ola exterior de borracha, plástico,
couro natural ou reconstituído e parte superior de couro
natural
11.6
8.9
22.6
8.3
3.5
153.4
2204 - Vinhos de uvas frescas , incluídos os vinhos
enriquecidos com álcool; m os to de uvas;
5.3
4.0
8.1
7.9
3.3
-35.5
2611 - Minérios de tungs ténio e seus concentrados
4.2
3.2
n.d.
7.3
3.1
311.8
4504 - Cortiça aglomerada, com ou s em aglutinantes, e
suas obras
3.5
2.7
4.1
6.1
2.6
-3.7
2.1
1.6
-5.5
5.7
2.4
-9.9
1.9
1.5
40.0
4.8
2.0
n.d.
1.9
1.5
-0.9
Produtos (N.C. 4)
8536 - Aparelhos para interrupção, seccionamento,
proteção, derivação, ligação ou conexão de circuitos
elétricos: interruptores , com utadores , relés, cortacircuitos,
eliminadores
deexterior
onda, tomadas
de corrente,
6404 - Calçado
com s ola
de borracha,
plástico,
couro natural ou reconstituído e parte superior de
matérias têxteis (exceto calçado com caracterís ticas de
brinquedo)
4503 - Obras de cortiça natural
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
10
JAPÃO
Oportunidades de exportação de mercadorias (I)
Top 10 das Oportunidades de exportação para o Japão
7614 - Cordas
de alumínio,
não isolados, para
usos elétricos
7309 - Reservatórios e recipientes
7016 - Blocos, placas, tijolos, ladrilhos, telhas e outros
artefactos, de
vidro prensado ou moldado
6103 - Fatos
semelhantes
4805 - Papéis
de uso masculino
e cartões
8705 - Veículos
automóveis
especiais
8432 - Máquinas
e aparelhos de
uso agrícola ou para campos
de desporto
8507 - Acumuladores
seus separadores
elétricos
e
6104 - Fatos
de saia-casaco e
outros de uso feminino
1602 - Preparações
e conservas, de
carnes, miudezas
Fontes: UNComtrade, OECD, NB Research - Research Setorial.
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
11
JAPÃO
Oportunidades de exportação de mercadorias (II)
Fine Trade
Identificação
assertiva, por
produto, de
mercados potenciais
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
12
RESEARCH SETORIAL
Contexto Económico do País
Estrutura Setorial
Comércio Internacional, Bilateral com Portugal e Oportunidades
Apoio à Internacionalização do Novo Banco
Contactos
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
JAPÃO
Apoio à Internacionalização do Novo Banco (I)
Expansão internacional do Novo Banco orientada para mercados com afinidades económicas e culturais
com Portugal e com elevado potencial de crescimento.
Espanha
Reino Unido
Irlanda
França
Suíça
Luxemburgo Itália
Polónia
Sucursal NB e
BESI
Sucursal NB e
BESI e
Subsidiária BESI
Subsidiária
NB PLC e BESI
Subsidiária
NB de La
Vénétie
Escritório
Representação NB
Sucursal NB
Sucursal BESI
Participação NB
Banco delle Tre
Venezie
Nova Iorque
Xangai
Sucursal NB e
BESI
Escritório
Representação NB
Ilhas Caimão
Sucursal NB
Hong Kong
Nassau
Subsidiária
BESI
Sucursal NB
México
Macau
Escritório Representação
NB e Subsidiária BESI
Subsidiária
NB Ásia
Venezuela
Sucursal NB
Mumbai
Brasil
Subsidiária BESI
Subsidiária BESI
Cabo Verde
Marrocos
Argélia
Angola
África do Sul
Moçambique
Subsidiária NB
Banco
Internacional de
Cabo Verde
Participação NB
Banque Marocaine
du Commerce
Extérieur
Participação NB
ILA - Ijar Leasing
Algérie
Participação NB
Banco Económico
SA
Escritório
Representação NB
Participação NB
Moza Banco
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
14
JAPÃO
Apoio à Internacionalização do Novo Banco (II)
No Novo Banco apoiamos a sua internacionalização através da Unidade
Internacional Premium.
Esta unidade é composta por uma equipa experiente de gestores especialistas,
organizados por Desks Geográficos.
5 desks geográficos
África
América Latina
Europa de Leste, Ásia &
Médio Oriente
Mercados Maduros &
China
Norte de África & Turquia
Conhecimento da forma de fazer negócios nos
principais mercados;
Relações com os players locais;
Conhecimento dos planos nacionais de
desenvolvimento dos países;
Participação em feiras e missões empresariais
nas geografias acompanhadas.
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
15
JAPÃO
Apoio à Internacionalização do Novo Banco (III)
Estamos presentes com soluções em todas as fases do processo:
1. Conhecimento
Fine Trade: identificação de mercados potenciais.
3. Comércio Internacional
Uma equipa com reconhecida experiência a
apoiar nas suas operações de comércio
internacional.
31% das operações de Trade Finance realizadas
em 2013 passaram pelo Novo Banco*.
Best Trade Finance Bank, em
Portugal, pelo 8º ano consecutivo.
2. Business Development
Identificação de contrapartes locais através
da rede de Bancos do Grupo, Bancos
parceiros, Rede Diplomática ou Câmaras de
Comércio Internacional;
Referenciação de Clientes;
Realização de Missões Empresariais.
4. Investimento
Estruturação, implementação e
acompanhamento de operações com os bancos
locais.
Angariação de funding para investimento
junto de Bancos de Desenvolvimento e
Multilaterais.
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
* Quota de mercado do Trade
Finance de 30,6% a dezembro
2013.
16
Adesão a newsletters e
publicações
RESEARCH SETORIAL
Saiba mais em:
www.novobanco.pt/research
ISKO JAPÃO
Novo Banco Research - Research Setorial/Unidade Internacional Premium/ Departamento de Desenvolvimento Internacional
17
Unidade Internacional Premium
Diretor Coordenador
Desk Mercados
Maduros & China
Ricardo Bastos Salgado
Marta Mariz
[email protected]
[email protected]
Research Setorial
Diretora de Negócio Internacional
e Instituições Financeiras
Christian Thieme
Negócio Internacional
RESEARCH SETORIAL
[email protected]
Francisco Mendes Palma
Chief Sectoral Strategist
[email protected]
Susana Barros
[email protected]
Luís Ribeiro Rosa
[email protected]
Conceição Leitão
[email protected]
João Pereira Miguel
[email protected]
Patrícia Agostinho
[email protected]
José Manuel Botelho
[email protected]
Miguel Bidarra
[email protected]
Celina Luís
[email protected]
Paula Dias
[email protected]
Disclaimer
O estudo foi realizado pelo “Novo Banco Research - Research Setorial ” com um objetivo meramente informativo e tem por base informações obtidas a partir do site da UNComtrade (United
Nations CommodityTrade Statistics Database, Department of Economic and Social Affairs/Statistics Division) em http://comtrade.un.org/db/. O conteúdo dos estudos efetuados pelo “Novo
Banco Research - Research Setorial” é sempre baseado em informação disponível ao público e obtida a partir de diversas fontes, incluindo meios de informação especializados, fontes oficiais
e outras consideradas credíveis. Contudo, o “Novo Banco Research - Research Setorial” não garante a sua exatidão ou integralidade. As Informações/opiniões expressas nesta apresentação
referem-se apenas ao momento presente e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio, não vinculando o “Novo Banco Research - Research Setorial”, e não assumindo este qualquer
compromisso de atualização da informação ora prestada. As informações e opiniões apresentadas não constituem nenhuma recomendação de investimento.
O “Novo Banco Research - Research Setorial” não aceita nenhum tipo de responsabilidade sobre quaisquer perdas ou danos provenientes da utilização desta apresentação. As opiniões
emitidas não vinculam o Novo Banco, não podendo o Novo Banco, por isso, ser responsabilizado, em qualquer circunstância e por qualquer forma, por erros, omissões ou inexatidões da
informação constante neste documento ou que resultem do uso dado a essa informação. A reprodução de parte ou totalidade desta publicação é permitida, desde que a fonte seja
expressamente mencionada.

Documentos relacionados