laudo de engenharia

Сomentários

Transcrição

laudo de engenharia
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA XXXXXXXX VARA CÍVEL DE RIO GRANDE/RS
Clarel da Cruz Riet, infra-assinado, engenheiro civil,
perito judicial nomeado nos autos da AÇÃO
ORDINÁRIA, processo N.º 023/1.07.0010XXX-X, em
que é AUTOR XXXXXXXX e outros e RÉU Seguradora
YYYYY S/A, tendo procedido aos estudos e diligências
que se fizeram necessários, vem apresentar a V. Exa.
as conclusões a que chegou, consubstanciado no
seguinte,
LAUDO DE ENGENHARIA
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
1
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
ÍNDICE
1.
2.
3.
3.1.
3.2.
4.
5.
6.
7.
7.1.
7.2.
7.3.
7.4.
7.5.
7.6.
7.7.
8.
8.1.
8.2.
9.
9.1.
9.2.
OBJETIVO DA PERÍCIA ....................................................................................
PRELIMINARES ...............................................................................................
SUBSÍDIOS ESCLARECEDORES .........................................................................
ANOMALIAS E FALHAS DAS EDIFICAÇÕES ........................................................
A IMPORTÂNCIA DA INSPEÇÃO PREDIAL ..........................................................
CARACTERIZAÇÃO DA REGIÃO .........................................................................
VISTORIA .......................................................................................................
METODOLOGIA ...............................................................................................
RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL – CHECK-LIST ...........................................
UMALV- UMIDADE ASCENDENTE DAS FUNDAÇÕES EM PAREDES DE ALVENARIA:
UMCON- UMIDADE ASCENDENTE DAS FUNDAÇÕES EM PAREDES DE CONCRETO:
DAFOR- DANOS ENCONTRADOS NOS FORROS: .................................................
TRIAL- TRINCAS EM PAREDES DE ALVENARIA: .................................................
TRICO- TRINCAS EM PAREDES DE CONCRETO: .................................................
DEGRE- DEGRADAÇÃO DOS REVESTIMENTOS DE ARGAMASSA DAS PAREDES: ...
ATACU- ATAQUE POR CUPINS: ........................................................................
RESULTADO INDIVIDUALIZADO .......................................................................
LEIS SOCIAIS E BDI ........................................................................................
ORÇAMENTOS INDIVIDUALIZADOS ..................................................................
IMÓVEL I ........................................................................................................
IMÓVEL II .......................................................................................................
IMÓVEL III .....................................................................................................
IMÓVEL IV ......................................................................................................
IMÓVEL V .......................................................................................................
IMÓVEL VI ......................................................................................................
IMÓVEL VII .....................................................................................................
IMÓVEL VIII ...................................................................................................
IMÓVEL IX ......................................................................................................
IMÓVEL X .......................................................................................................
IMÓVEL XI ......................................................................................................
IMÓVEL XII .....................................................................................................
IMÓVEL XIII ....................................................................................................
IMÓVEL XIV .....................................................................................................
IMÓVEL XV ......................................................................................................
IMÓVEL XVI .....................................................................................................
IMÓVEL XVII ....................................................................................................
IMÓVEL XVIII ..................................................................................................
IMÓVEL XIX .....................................................................................................
IMÓVEL XX ......................................................................................................
ANÁLISE DO RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL .............................................
CONCEITO ......................................................................................................
METODOLOGIA DA CLASSIFICAÇÃO .................................................................
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
04
04
04
04
05
06
08
09
10
10
12
13
13
13
14
14
15
15
19
20
23
26
28
30
32
34
36
38
40
44
47
49
51
55
57
60
62
64
65
67
67
67
2
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
ÍNDICE (continuação)
9.3.
9.4.
10.
11.
11.1.
12.
13.
13.1.
13.2.
ORDEM DE PRIORIDADES E RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS ................................
GRAUS DE RISCO ............................................................................................
CLASSIFICAÇÃO DO ESTADO DE MANUTENÇÃO ................................................
CONSIDERAÇÕES FINAIS .................................................................................
VIDA ÚTIL (VU) E VIDA ÚTIL DE PROJETO (VUP) ..............................................
CONCLUSÃO ...................................................................................................
QUESITOS ......................................................................................................
QUESITOS DO AUTOR .....................................................................................
QUESITOS DO RÉU .........................................................................................
68
69
69
70
70
74
75
75
80
DOCUMENTOS:
ANEXO I
PLANILHAS DE ORÇAMENTO DISCRIMINADAS E INSUMOS DO ORÇAMENTO COM
OS CUSTOS UNITÁRIOS
ANEXO II
QUADRO RESUMO DOS VALORES APURADOS
ANEXO III
MEMORIAL DESCRITIVO DOS IMÓVEIS
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
3
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
1. OBJETIVO DA PERÍCIA
Consiste em através da inspeção do local, no Bairro Parque Marinha, mais precisamente
na Rua dos Saveiros n° 61, Rua Rio do Tigre n° 217, Rua Ilha de Itaparica n° 173, Rua Ilha de
Itaparica n° 163, Rua dos Veleiros n° 320, Rua dos Veleiros n° 155, Rua Ilha de Bananal n° 267,
Rua Escaleres n° 362, Rua Escalares n° 469, Rua do Leme n° 87, Rua do Mirante n° 223, Rua
Ilha de Maricá nº 225, Rua Ilha da Madeira n° 355, Rua Ilha de Paquetá n° 130, Rua Rio
Iguatemi n° 212, Rua Ilha do Governador n° 297, Rua Ilha de Marajó n° 79, Rua dos Rochedos
n° 47, Rua Ilha de Páscoa n° 251 e no Bairro COHAB IV, na Rua Alberto Miranda n° 235, na
verificação das conformidades técnicas, funcionais e de manutenção dos componentes
construtivos visando a descrição e o diagnóstico das patologias (Vícios construtivos) e o nexo
causal entre estes e o projeto original e /ou uso posterior.
2. PRELIMINARES
Os Autores alegam que passados alguns anos da comercialização e financiamento dos
seus imóveis, verificaram a existência de sinistros graves tais como defeitos nas estruturas,
tetos, bases, pisos e paredes, afundamento dos pisos da cozinha, sala e quartos, infestações de
cupins e apodrecimento dos madeiramentos dos telhados, forros, portas e janelas entre outros.
Em seus argumentos os Autores afirmam que os danos encontrados nos imóveis são de
natureza progressiva e contínua e, este fato, associado à péssima qualidade do material
empregado e técnica construtiva, estariam encaminhando as estruturas dos imóveis ao
desmoronamento.
Expõem que promoveram várias solicitações verbais e reclamações ao agente financeiro
e que por terem resultado infrutífero, ingressaram com a ação de responsabilidade securitária
contra a Ré, seguradora atuante no SFH.
A Ré, por sua vez, argumenta que não assumiu a responsabilidade por vícios de
construção, má conservação e pelo uso e desgaste dos imóveis e que não pode responder por
riscos não previstos no contrato de seguro.
Quanto aos materiais empregados, a Ré sustenta que apesar de padrão baixo, estes não
são de péssima qualidade e que mesmo que fossem de primeira linha, não perdurariam sem o
mínimo de manutenção.
A Ré complementa declarando que a Apólice de Seguro Habitacional determina que
apenas os danos decorrentes de causas externas estão cobertos, estando excluídas assim, as
hipóteses de vício de construção e falta de manutenção que seriam de causas internas.
3. SUBSÍDIOS ESCLARECEDORES
3.1. ANOMALIAS E FALHAS DAS EDIFICAÇÕES
As Anomalias construtivas e Falhas (descuidos com a manutenção predial), são
causadores de danos pessoais e materiais significativos, tanto aos usuários e proprietários das
edificações quanto à sociedade em geral, devido à deterioração urbana que favorece o crime,
afasta o turismo e reduz a auto-estima dos cidadãos.
Os acidentes prediais decorrentes de Anomalias como Vícios Construtivos e/ou das
Falhas na manutenção predial vêm causando mortes e prejuízos injustificáveis, principalmente
com o envelhecimento e desvalorização de nossas edificações.
Desabamentos, incêndios, quedas de marquises e fachadas, vazamentos, infiltrações e
tantas outras mazelas provenientes dos descuidos com a edificação poderiam ser evitados com
medidas preventivas simples, de longo prazo, pelo planejamento que se inicia com a inspeção
predial para a posterior implantação de um plano de manutenção.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
4
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
As origens das Anomalias (ou Avarias) construtivas e Falhas das edificações são
originárias de fatores Endógenos, Exógenos, Naturais e Funcionais.
Os fatores Endógenos ou internos são intrínsecos ao próprio sistema edificante periciado
e podem ser provenientes de erro de projeto, desacerto na execução ou execução descuidada
assim como emprego de material diverso ao especificado pelo projetista ou de pouca qualidade,
ou ainda, da combinação dessas etapas, assim, infiltrações, trincas, portas e janelas empenadas
e outros problemas aparentes ou ocultos, devem ser reparados na fase inicial para evitar
agravamentos posteriores.
Os fatores Exógenos ou externos são decorrentes da ação de terceiros na edificação, tais
como os danos causados por obra vizinha, choques de veículos em partes da edificação,
vandalismo etc., e podem ameaçar seriamente o prédio, sugerindo-se a imediata correção
desses.
Os fatores Naturais decorrentes principalmente das condições climáticas, previsíveis ou
não, onde o calor e sol intensos, o frio excessivo, as chuvas torrenciais, o granizo, as ventanias
e demais ações imprevisíveis da natureza, tais como, as excessivas descargas atmosféricas, as
enchentes, os tremores de terra e outras, podem causar avarias ou alterar as condições de
funcionamento dos sistemas projetados, colocando em risco as edificações.
Já os fatores Funcionais, que também podem colocar em risco as edificações e poderiam
ser evitados, provocam danos decorrentes do desgaste do material ou da sua degradação, após
significativo tempo de vida em uso repetitivo e contínuo ou de uso inadequado e de falta de
manutenção, tais como as sujidades e desgastes dos revestimentos e fachadas, as incrustações
e corrosões das tubulações hidráulicas, os ataques de pragas urbanas (cupins), as infiltrações
das jardineiras e outras.
3.2. A IMPORTÂNCIA DA INSPEÇÃO PREDIAL
A inspeção predial pode ser definida como a avaliação isolada ou embutida das condições
técnicas, de uso e de manutenção de uma edificação.
Um aspecto técnico importante nas inspeções prediais é a diferença entre as deficiências
constatadas, que devem ser classificadas em Anomalias ou Falhas, sendo essas que determinam
as orientações técnicas que são divididas em Plano de Reparo e Plano de Manutenção.
As Anomalias construtivas são aquelas que prejudicam o desempenho e a vida útil
prevista e estão relacionadas às deficiências de ordem construtiva ou funcional.
As Falhas são as não conformidades decorrentes de ações de manutenção e portanto
possuem origem em atividades de manutenção, uso e operação inadequada ou inexistente.
Assim, em um breve resumo poderíamos classificar as Anomalias e Falhas em função das
causas e origens das deficiências, conforme as tabelas 1 e 2, a seguir;
Tabela 1- Anomalias
ANOMALIAS
ENDÓGENA
EXÓGENA
NATURAL
FUNCIONAL
Originária
Originária
Originária
Originária
da própria edificação (projeto, materiais e execução).
de fatores externos à edificação, provocados por terceiros.
de fenômenos da natureza (previsíveis, imprevisíveis)
do uso e término de vida útil de elementos e sistemas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
5
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Tabela 2- Falhas
FALHAS
DE
PLANEJAMENTO
DE EXECUÇÃO
OPERACIONAIS
GERENCIAIS
Decorrentes de falhas de procedimento e especificações inadequadas do
plano de manutenção, sem aderência a questões técnicas, de uso, de
operação, de exposição ambiental e, principalmente, de confiabilidade e
disponibilidade das instalações, consoante a estratégia de manutenção.
Associada à manutenção proveniente de falhas causadas pela execução
inadequada de procedimentos e atividades do plano de manutenção,
incluindo o uso inadequado dos materiais.
Relativas aos procedimentos inadequados de registros, controles, rondas e
demais atividades pertinentes.
Decorrentes da falta de controle de qualidade dos serviços de
manutenção, bem como da falta de acompanhamento de custos da
mesma.
As Anomalias e Falhas devem também ser classificadas quanto ao seu Grau de Risco.
A análise do risco consiste na classificação das Anomalias e Falhas identificadas nos
diversos componentes de uma edificação, quanto ao seu grau de urgência, relacionado com
fatores de conservação, depreciação, saúde, segurança, funcionalidade, comprometimento de
vida útil e perda de desempenho, conforme a Tabela 3, a seguir;
Tabela 3- Definições dos Graus de Risco
CLASSIFICAÇÃO DO GRAU DE RISCO – GRAU DE URGÊNCIA (Criticidade)
CRÍTICO
Impacto irrecuperável, relativo ao risco contra a saúde, segurança do usuário e
do meio ambiente, bem como perda excessiva de desempenho, recomendando
intervenção imediata.
REGULAR Impacto parcialmente recuperável relativo ao risco quanto à perda parcial de
funcionalidade e desempenho, recomendando programação e intervenção a curto
prazo.
MÍNIMO
Impacto recuperável relativo a pequenos prejuízos, sem incidência ou a
probabilidade de ocorrência dos riscos acima expostos, recomendando
programação e intervenção a médio prazo.
4. CARACTERIZAÇÃO DA REGIÃO
Trata-se de região urbana litorânea com predominância de habitações residenciais
unifamiliares, clima ameno, superfície plana, padrão sócio econômico cultural baixo, topografia
em nível e solo predominantemente arenoso permeável da classe das areias quartzosas
marinhas distróficas, com algumas zonas constituídas de relativa parcela de argila de Atividade
Alta1.
A Infra-estrutura da região possui serviços de coleta de lixo, redes de telefonia, energia
elétrica, viária e água potável.
1
Projeto RADAM (IBGE,1986) e Cunha e Silveira (FURG, 1995)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
6
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Os serviços comunitários disponíveis compreendem escolas, segurança, posto de saúde e
clubes de recreação e as atividades existentes incluem redes bancárias, comércio e atividades
de profissionais liberais, sendo o mercado de trabalho médio-baixo.
PARQUE MARINHA
COHAB IV
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
7
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
5. VISTORIA
A vistoria ocorreu nos dias 20 e 21/05/2010, contando além deste perito com a presença
do assistente técnico da parte Ré, Eng. Cláudio Marques Gobbato.
A tipologia dos imóveis é residencial, composta por casas de um pavimento, com idade
real média de aproximadamente 25 anos, isentos de complexidade de sistema construtivo o qual
possui padrão baixo.
As benfeitorias possuem aspectos construtivos, qualitativos, quantitativos e tecnológicos
coerentes com a documentação disponível, com uso residencial sendo este o tipo de ocupação
recomendado para a região.
As casas vistoriadas originalmente são de alvenaria com pé direito de 2,60m, padrão
construtivo popular tipo RS 7-I.2-31, constituídas de 2 dormitórios, sala, cozinha e banheiro e
30,75m2 de área construída e padrão popular RS 16-I.3-42, com 3 dormitórios, sala, cozinha e
banheiro e 42,35m2 de área construída, conforme o croqui a seguir, observando que também
foram executadas casas no mesmo padrão popular, porém com apenas 1 dormitório,
sala/cozinha e WC, com área construída aproximada de 22,89m2.
A maioria das casas sofreu algum tipo de ampliação ou reforma, mas apesar disto, de
um modo geral, apresentam-se em mal estado de conservação, demonstrando que os imóveis
não vem recebendo manutenção preventiva a muitos anos.
Croqui 1: Padrões habitacionais 2 e 3 dormitórios.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
8
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
DESCRIÇÃO SUCINTA DOS IMÓVEIS (NA FORMA ORIGINAL):
Pavimentações:
Sala e dormitórios com carpete e a cozinha e WC com piso cimentado alisado. (Parque Marinha).
A sala e dormitórios com paviflex e o WC e cozinha com piso cimentado alisado. (COHAB IV).
Revestimentos:
A casas foram construídas com paredes de concreto espessura de 10cm, revestidas com textura
e tinta PVA. (Parque Marinha).
As paredes internas são isentas de revestimento com argamassa (sem reboco), sendo os tijolos
colocados com a junta 'limpa' e apenas pintados com tinta PVA e as externas com textura e
pintura PVA. (COHAB IV).
Forros/Telhado:
A cobertura das casas é constituída por estrutura de sustentação de madeira (tesouras) e telhas
fibrocimento 6mm e as dependências com forro tipo 'Eucatex'. (Parque Marinha).
A cobertura das casas é constituída por estrutura de sustentação de madeira (tesouras) e telhas
fibrocimento 6mm e as dependências com forro tipo 'pacote'. (COHAB IV).
Esquadrias:
As janelas dos quartos e sala são de madeira do tipo guilhotina 120x120cm e as do WC e
cozinha, do tipo basculante de ferro ou madeira, respectivamente com 60x60cm e 100x100cm,
as portas internas de madeira tipo semi-oca e a porta externa de madeira maciça.
6. METODOLOGIA
A presente perícia atendeu todos os requisitos necessários e exigidos pela NBR 13752/96
(norma que fixa os critérios e procedimentos relativos às perícias de engenharia na construção
civil), em seu item 4.3.2 – Requisitos essenciais. Todos foram condicionados tanto quanto à
abrangência das investigações, confiabilidade e adequação das informações obtidas quanto à
qualidade das análises técnicas e ao menor grau de subjetividade emprestado pelo perito, sendo
a inspeção predial realizada enquadrada no Nível 1, onde "Nivel 1- Identificação das anomalias e
falhas aparentes, elaborada por profissional habilitado", de acordo com a norma de Inspeção
Predial de 2007, do IBAPE/SP.
O critério utilizado para a elaboração do Laudo foi embasado na Análise do Risco
associado ao uso e exposição ambiental.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
9
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL – CHECK-LIST
A determinação das origens das Anomalias construtivas foi orientada por uma seqüência
lógica de vistorias, exames, análises e interpretações, cuja ordem foi a seguinte;
1º) Minuciosa inspeção dos imóveis para a apuração completa das anomalias existentes
(construtivas e funcionais), bem como o levantamento preliminar de suas características
técnicas, visando o fornecimento de subsídios para a posterior determinação das origens;
2º) Verificação das condições naturais e meio ambiente local para a apuração dos
eventos que pudessem ter ocasionado anomalias de origem natural (por ação da natureza) nos
imóveis da região;
3º) Verificação das atividades de conservação e manutenção, bem como a análise da
documentação técnica correspondente, para a identificação das anomalias funcionais.
4º) Exame das edificações vizinhas aos imóveis em questão, para a determinação de
suas características e condições físicas, bem como de outras particularidades que pudessem
indicar alguma correlação de ambas no tocante à ocorrência de anomalias exógenas.
5º) Interpretação de todos os dados técnicos apurados, para então se expender a
conclusão indicativa das origens das anomalias em geral.
Assim, o resultado das inspeções procedidas nos componentes construtivos por meio da
verificação das Anomalias (Desconformidades técnicas), segue devidamente relacionado e
anotado com suas respectivas siglas no Check-list, comentado, a seguir, observando que as
patologias descritas não necessariamente ocorrem simultaneamente nos imóveis, sendo estas
indicadas individualmente no Item 8. RESULTADO INDIVIDUALIZADO, do Laudo.
7.1. UMALV- UMIDADE ASCENDENTE DAS FUNDAÇÕES EM PAREDES DE ALVENARIA:
DIAGNÓSTICO:
Constatamos a ocorrência de fissuras e manchas em algumas paredes próximo ao piso,
decorrentes de movimentações higroscópicas provocadas pela ascensão de umidade por
capilaridade, em função da ausência ou deficiência de impermeabilização nas fundações.
Assim, as trincas são decorrentes da variação da umidade nas alvenarias que provoca
dilatações e retrações do painel em função dos ganhos e perdas de água.
Um painel de alvenaria é um elemento rígido no sentido da maior inércia, não aceitando
deformações sem apresentar trincas. Como a variação da umidade provoca uma variação
dimensional da peça (aumentando ou diminuindo de volume), então o surgimento de fissuras é
inevitável.
Para resolver este problema de ascensão de umidade presente na base de paredes de
alvenaria, com deficiência de impermeabilização dos baldrames, podemos agir conforme a
seguir;
Terapia 1:
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
10
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Podemos criar uma barreira eficiente com injeção de produtos químicos na base da
parede de alvenaria de tijolos maciços, conforme a Figura 5, abaixo.
Figura 1- Representação em corte e vista frontal de uma parede hipotética. Como exemplo de
um produto com estas qualidades, podemos citar o Denver Barra Seca, que é um é um
impermeabilizante líquido, de base mineral, que age pelo processo de cristalização, bloqueando
e selando os poros da alvenaria.
Metodologia de aplicação:
Retirar o revestimento existente até a altura onde apresenta umidade (aprox. 50 cm).
Medindo 5cm a partir do piso, com furadeira elétrica, executar seqüência de perfurações,
espaçadas em 10 a 15cm. Os furos deverão ter diâmetro aproximado de 10 a 20 milímetros,
com inclinação de 45° e profundidade equivalente a 2/3 da espessura da parede. Medindo 10
cm acima, executar nova seqüência de perfurações, intercalando os furos.
Colocar água nos furos, até saturar bem a parede, retirar o excesso de água dos furos e
aplicar Denver Barra seca, até a saturação. Após 24 horas, escarear os furos com a própria
broca e repetir a aplicação do Denver Barra seca Terminada a aplicação, vedar superficialmente
os furos e aguardar a secagem da parede, por um período aproximado de 10 a 30 dias.
Terapia 2:
A alternativa que consideramos mais eficiente, porém bastante trabalhosa por não se
mexer nas paredes e mais agressiva por danificar os pisos adjacentes, é a substituição da
impermeabilização existente ou execução de uma nova através da adaptação do processo
especificado pelo eng. Ernesto Ripper, no seu livro Como evitar Erros na Construção, conforme
abaixo reproduzido de forma resumida.
a) Executar rasgos em toda a profundidade da alvenaria, acima da impermeabilização a ser
construída, com aproximadamente 15cm de altura e 100cm de comprimento, alternados
com distância de 80cm entre eles.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
11
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
b) Retirar a impermeabilização (caso existente), limpar e regularizar os alicerces (como
alicerces entende-se a viga de baldrame, fundações ou qualquer base da alvenaria).
c) Aplicar duas camadas de feltro asfáltico, coladas com asfaltos oxidados a quente ou uma
camada de butil ou similar, em toda a extensão do rasgo.
d) Aplicar uma camada de proteção de argamassa de cimento e areia 1:4 e reconstruir a
alvenaria com tijolos recozidos ou prensados em um comprimento de 80cm, cuidando que
seja bem cunhada a alvenaria acima. Deixar dentes na extremidade.
e) Executar os rasgos de 80cm alternados entre os vãos já reparados, repetindo o
procedimento anterior, ficando a impermeabilização com um transpasse de 10cm em cada
lado sobre a impermeabilização já executada.
f) Repetir o procedimento como nos outros rasgos, completando assim o fechamento total da
parede.
g) Demolir o revestimento úmido existente acima da faixa reconstruída e deixar secar a
alvenaria descoberta.
h) Revestir com emboço internamente sem aditivo impermeabilizante, para deixar que a
alvenaria respire. Externamente é aconselhável usar no emboço aditivo impermeabilizante
para uma melhor proteção da alvenaria.
De qualquer maneira, os dois procedimentos citados acima são válidos, desde que
executados por profissional habilitado no CREA, observando que o primeiro leva em conta a
existência de alvenaria de tijolos maciços.
7.2. UMCON- UMIDADE ASCENDENTE DAS FUNDAÇÕES EM PAREDES DE CONCRETO:
Diagnóstico:
A umidade ascendente detectada em algumas paredes junto aos pisos é uma das
patologias mais comuns nas edificações e é causada pela umidade proveniente do solo, que
contamina a edificação quando a estrutura apresenta problemas como a falta de
impermeabilização na fundação ou utilização inadequada do sistema impermeabilizante.
Terapia:
Levando em consideração que a umidade ascendente gera uma pressão negativa na face
da parede, devemos usar uma argamassa polimérica, impermeável, semi-flexível, com boa
aderência e excelente impermeabilidade a pressões hidrostáticas positivas e negativas, como
por exemplo, a Argamassa Polimérica LW200, da Lwart, conforme a seguir.
a) Remover o revestimento existente a uma altura de, no mínimo 0,50 metro acima da
umidade detectada até chegar na parede de concreto, devendo a área a ser
impermeabilizada ficar totalmente limpa e isenta de resíduos.
b) Umedecer a superfície e aplicar a LW 200 ou outra argamassa polimérica similar, com
trincha ou brocha, em demãos cruzadas até atingir o consumo especificado,
respeitando o intervalo de secagem entre demãos.
c) Executar, após a impermeabilização, a proteção mecânica.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
12
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
7.3. DAFOR- DANOS ENCONTRADOS NOS FORROS:
Diagnóstico:
Os danos encontrados nos forros se deram devido à infiltrações de umidade pelo
cobertura, estando as goteiras corrigidas no momento da vistoria.
Terapia:
Substituição dos elementos danificados.
7.4. TRIAL- TRINCAS EM PAREDES DE ALVENARIA:
Diagnóstico:
As alvenarias apresentam um bom comportamento às solicitações de compressão axial,
não ocorrendo o mesmo para as solicitações de tração e cisalhamento, de forma que é
importante a prevenção contra as concentrações de tensões provadas por aberturas de portas e
janelas com a colocação de vergas e contravergas.
No presente caso, a ausência de vergas e contravergas nas aberturas das portas e
janelas provocaram o surgimento de concentração de tensões excessivas nesses vértices tendo
como conseqüências o aparecimento de trincas e infiltrações nos cantos.
Estas anomalias ficam ainda mais evidentes em virtude do assentamento do solo mal
compactado provocando recalques diferenciais.
Terapia:
As fissuras e trincas provenientes da concentração de tensões só serão eficientemente
recuperadas caso se consiga uma melhor distribuição destas, assim sendo, nas regiões de
abertura de porta e janela, deverão ser construídas vergas e contravergas, de modo a obter-se
uma amarração na parte superior e inferior destas.
Quanto a recuperação e reforço das paredes trincadas, estes poderão ser conseguidos
com a introdução de armaduras nas paredes, chumbadas com argamassa rica em cimento e
posicionadas perpendicularmente à direção das fissuras e trincas e posterior execução de novo
revestimento nos pontos atingidos.
7.5. TRICO- TRINCAS EM PAREDES DE CONCRETO:
Diagnóstico:
Nas casas constituídas por paredes monolíticas de concreto houve a incidência de trincas
devido a ausência de cintas de concreto armado em seu respaldo, sendo que essas trincas se
manifestaram de forma mais acentuada nas seções enfraquecidas pela presença de aberturas
de portas e janelas.
Terapia:
Execução de cintas de reforço estrutural em concreto armado sobre os vãos de aberturas
e portas e posteriormente o fechamento das trincas com uso de massa acrílica para vedação
tipo 'Fechatrinca' da Vedacit aplicado com pistola.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
13
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
7.6. DEGRE- DEGRADAÇÃO DOS REVESTIMENTOS DE ARGAMASSA DAS PAREDES:
Diagnóstico:
As argamassas de revestimento desempenham um papel preponderante na preservação
e na estanqueidade das paredes, principalmente em alvenaria de tijolos que são
substancialmente permeáveis.
Decorrente desta função, e devido à sua forte exposição a condições ambientais
adversas e a inúmeras agressões do meio, existe uma enorme variedade de causas que
provocam a degradação dos rebocos.
No presente caso, vários imóveis apresentaram degradações nos revestimentos das
paredes, principalmente as externas, sendo estas patologias decorrentes da ação da água
oriunda de infiltrações devido a má impermeabilização das fundações.
A ação química e mecânica desta umidade em excesso, é a responsável por anomalias
como o aparecimento de manchas e a sua presença nos poros da estrutura do revestimento
pode provocar expansão pela presença de sulfatos ou dissolução dos componentes da
argamassa, acabando por resultar em sua destruição, assumindo maior relevância por esta estar
submetida a ciclos de molhagem/secagem.
Terapia:
Resolução do problema da falta de impermeabilização das fundações (Ver recomendação
do item 7.1. INFUN- Infiltrações de umidade por capilaridade nas fundações), e proceder a
remoção e nova execução de revestimento nos pontos atingidos.
7.7. ATACU- ATAQUE POR CUPINS:
Diagnóstico:
Pragas urbanas como cupins aproveitam-se de nossas negligências para sua
sobrevivência e disseminação de forma que para obtermos sucesso no controle devemos
eliminar no mínimo um dos três fatores vitais para a sua sobrevivência que são: o alimento, o
acesso ou o abrigo.
Existem muitas ordens de insetos xilófagos (xilo=madeira, fagos=alimento), sendo que a
ordem dos Isópteros e dos Coleópteros contém as espécies de maior incidência e de maior
poder de destruição no meio urbano, sendo os cupins da ordem Isóptera.
Todas as espécies de cupins adaptadas ao meio urbano se alimentam da celulose da
madeira, ou de papéis, couro, tecidos etc., sendo os cupins encontrados nos imóveis, do grupo
'cupim de madeira seca'.
A diferença básica entre os 'cupins de madeira seca' em relação aos 'cupins
subterrâneos' é que os primeiros têm seus ninhos localizados na própria madeira e se esta fosse
tratada preventivamente não ocorreria o ataque, enquanto os segundos nidificam no solo e são
mais agressivos.
As principais características do cupim encontrado em algumas portas e janelas dos
imóveis, ou seja, do 'cupim de madeira seca', são;
•
•
Deixam como sinal de ataque grânulos amontoados (Fezes) próximos à madeira
infestada.
Os reprodutores e todo o ninho estão alojados na madeira que esta sendo atacada.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
14
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
•
•
•
Fundam novas colônias na madeira e vivem nela, sendo que uma colônia pode chegar a
milhares de indivíduos.
São insetos sociais, conhecidos por bichinhos da luz, aleluias e seus ataques são de
média intensidade.
Atacam as madeiras brancas ou de baixa resistência química como o pinho, pinus,
compensados de portas, sarrafos utilizados no madeiramento de telhados, armários
embutidos, móveis etc..
Terapia:
O controle curativo desta praga pode ser realizado através de intervenções químicas,
com a utilização de equipamentos com tecnologia apropriada e produtos de eficácia
comprovada, porém com a consciência de que este procedimento nunca será tão eficaz e seguro
como os métodos preventivos, ou seja, os elementos de madeira devem sempre receber
tratamento preventivo após sua fabricação e principalmente antes de entrar em uso, o que não
aconteceu.
Assim, a melhor solução é a eliminação dos elementos atingidos com a substituição
destes, adotando na seqüência as regras básicas de prevenção.
8. RESULTADO INDIVIDUALIZADO
8.1. LEIS SOCIAIS E BDI
A seguir, as tabelas 4, 5 e 6, com a composição do BDI, a discriminação dos Encargos
Sociais e Trabalhistas e as Horas base e custos utilizados nos cálculos.
Tabela 4- BDI (Bonificação e Despesas e Indiretas)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
15
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Tabela 5– Encargos Sociais e trabalhistas
A1
A2
A3
A4
A5
A6
A7
A8
A9
-
A
Previdência Social
Fundo de Garantia por Tempo de Serviço - FGTS
Salário-Educação
Serviço Social da Indústria (SESI)
Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI)
Serviço de Apoio à Pequena e Média Empresa (SEBRAE)
Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA)
Seguro Contra Acidentes de Trabalho (INSS)
SECONCI - Serviço Social da Indústria da Construção e Mobiliário
20,00
8,50
2,50
1,50
1,00
0,60
0,20
3,00
1,00
38,30
Total dos Encargos Sociais Básicos
LEIS SOCIAIS - ENCARGOS INCIDENTES E REINCIDENTES
B1
B2
B3
B4
B5
-
B
22,90
(*) 0,79
(*) 0,34
10,57
(*) 4,57
Repouso Semanal e Feriados
Auxílio-enfermidade
Licença-paternidade
13º Salário
Dias de chuva / falta justificada / acidente de trabalho
Total de Encargos Sociais que recebem as incidências de A
5,91
14,06
(*) 13,12
C1 - Depósito por despedida injusta - 50% sobre [ A2 + (A2 + B) ]
C2 - Férias (indenizadas)
C3 - Aviso Prévio (indenizado)
C
Total de Encargos que não recebem as incidências globais de A
33,09
15,00
1,11
D1 Reincidência de A sobre B
D2 Reincidência de A2 sobre C3
D
39,17
Total das taxas das reincidências
Subtotal:
16,12
126,68
ENCARGOS COMPLEMENTARES
E1
E2
E3
E4
E5
E6
E
-
Vale-transporte
Refeição mínima
Refeição - almoço
Refeição - jantar
EPI - Equipamento de Proteção Individual
Ferramentas manuais
(aplicar fórmula VT)
(aplicar fórmula VC)
(aplicar fórmula VR)
(aplicar fórmula VR)
(aplicar fórmula EPI)
(aplicar fórmula FM)
49,40
Total das taxas complementares
TOTAL DOS ENCARGOS SOCIAIS
7,93
6,60
27,87
5,00
2,00
Total Geral:
176,08%
(*) Porcentual adotado
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
16
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
NOTAS:
•
•
•
•
Vale-Transporte: considerada redução de 6% sobre o salário/mês, pois os empregadores
obrigam-se a custear apenas o seu excedente.
Refeição mínima: considerada dedução de 1% sobre o salário/hora por dia útil
trabalhado, relativo ao custeio da refeição mínima por parte do trabalhador.
Refeições: considerado um limite mínimo de 95% para os custos subsidiados pelos
empregadores.
Dias úteis: foram considerados 22 dias úteis por mês.
OBSERVAÇÕES:
As taxas de Leis Sociais e Riscos do Trabalho para horistas estão consideradas e
calculadas de modo a exprimir as incidências e reincidências dos encargos sociais, e a
percentagem total é a adotada nas Tabelas de Composição de Preços para Orçamentos (TCPO)
da PINI, ou seja, é a taxa que incide sobre as horas normais trabalhadas (de produção).
As taxas de Leis Sociais e Riscos do Trabalho para mensalistas estão consideradas e
calculadas de modo a exprimir as incidências e reincidências dos encargos sociais e a
percentagem total adotada incide sobre a folha de pagamento.
Após o cálculo dos custos diretos, há a necessidade de previsão dos custos indiretos
envolvidos na administração do negócio da empresa executante. Tal previsão em geral é feita
com base na aplicação da Taxa de BDI. Benefício e Despesas Indiretas.
Tabela 6– Horas base e Custos
OPERÁRIO
Servente
Pedreiro
Carpinteiro
Pintor
Ferreiro
Salário/Hora (R$)
2,32
2,80
3,43
3,43
3,43
EPI
Calçado de segurança
Capacete
Protetor auricular
Luva de raspa
Cinturão de segurança
Capa de chuva
Avental de raspa
Óculos protetores
Máscara contra poeira
TOTAL
UNIDADE
Par
Un
Un
Par
Un
Un
Un
Un
Un
CONSUMO
ANUAL
2
2
2,5
4
0,25
1
0,33
1
2,5
CUSTO
UNITÁRIO
32,15
4,42
0,88
4,15
25,60
12,00
30,00
5,41
0,96
CUSTO
TOTAL
64,30
8,84
22,00
16,60
6,40
12,00
9,90
5,41
24,00
169,45
Custo médio mensal de EPI por operário: C= 169,45/12= R$14,12
Custo médio mensal com ferramental por operário
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
17
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
OPERÁRIO
Servente
Pedreiro
Carpinteiro
Pintor
Ferreiro
FERRAMENTAL/MÊS (R$)
5,05
8,8
4,65
4,50
Custo médio mensal com ferramental por operário: R$3,41
Custo da café da manhã: R$1,50
Custo do almoço: R$4,50
Custo do seguro de vida em grupo: R$5,00
Custo da cesta básica: R$35,00
Custo do transporte: R$2,10
Ferramental e equipamentos de trabalho
Carpinteiro: R$8,80
Pedreiro: R$5,05
Pintor: R$4,65
Ferreiro: R$4,50
C= Custo médio da condução (un) ou refeição (un) ou seguro (custo mensal)
N= Número médio de conduções ou refeições (mês)
S= Salário médio nominal (mês)
Dias úteis: foram considerados 22 dias por mês.
Cálculo dos encargos complementares - fórmulas básicas
Vale-Transporte:
VT= {[ 2 x C1 x N - (S x 0,006)] /S} x 100 =
Vale-Café da manhã:
VC= {[ C2 x N - (0,033 x S x 22) x 0,01)] /S} x 100 =
Vale-Almoço ou jantar:
VR= {[C3 x N x 0,95]/ S} x 100=
Sendo:
C1 = tarifa de transporte urbano;
C2 = custo do café da manhã;
C3 = Vale-Refeição;
N = número de dias trabalhados no mês;
S = salário médio mensal dos trabalhadores.
NOTA: Para a obtenção das taxas acima foram considerados:
C1 = R$ 2,05;
C2 = R$ 1,50;
C3 = R$ 4,50
N = 22 dias e
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
18
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
S = R$ 602,80
Equipamento de Proteção Individual
EPI= {[
n
∑ P1F1 + P2F2 + P3F3 + ... + PnFn] /(N / S)} =
1
NOTA: De acordo com o Art. 166 da CLT, o NR-6 e o NR-18 da Lei nº 6.514/77, a empresa está
obrigada a fornecer EPI aos empregados.
Ferramentas Manuais
n
∑ P1F1 + P2F2 + P3F3 + ... + PnFn] /(N / S)} x100 =
FM= {[
1
NOTA: A empresa obriga-se a fornecer as ferramentas manuais necessárias para a execução dos
serviços.
Sendo:
N = número de trabalhadores na obra;
S = salário médio mensal;
P1, P2, P3,......... Pn = Custo de cada um dos EPI ou de ferramentas manuais;
F1, F2, F3, ........ Fn = Fator de utilização do EPI ou de ferramentas manuais, dados pela
seguinte fórmula:
F= t/(12 x VU)
Sendo
t = tempo de permanência do EPI ou da Ferramenta à disposição da obra;
VU = Vida útil do EPI ou Ferramenta manual em meses.
8.2. ORÇAMENTOS INDIVIDUALIZADOS
A seguir, a relação dos imóveis com as constatações preliminares, patologias detectadas,
conclusão e as Planilhas de ORÇAMENTO DISCRIMINADO e INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS
CUSTOS UNITÁRIOS, inseridas no Anexo I, elaboradas através do software PLEO, versão 2.0, da
Franarin Sistemas Ltda, mostrando de forma individualizada os orçamentos para as
recuperações das Anomalias detectadas e a estimativa dos gastos efetuados pelos proprietários
com serviços de reforma e reparos, segundo o relato deles, observando que os insumos estão
atualizados para maio/2010, com as cotações fornecidas pela base de dados da Franarin, a qual
promove pesquisa de preços de mercado na capital e interior do RS.
Observar que as planilhas orçamentárias REPARAÇÃO DAS ANAMOLIAS DETECTADAS,
incluem somente as Anomalias Endógenas, relacionadas a deficiências de ordem construtiva
(Vícios construtivos), não sendo consideradas as Exógenas, originárias de fatores externos à
edificação, provocados por terceiros; as Funcionais, originárias do uso e término de vida útil de
elementos e sistemas e as Falhas (decorrentes de inconformidades de ações de manutenção
predial), enquanto as planilhas SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
contemplam aqueles efetuados pelos moradores, segundo os motivos por eles expostos, não
sendo considerados aqueles que não guardam qualquer pertinência com as patologias
apresentadas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
19
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL I
Proprietária: W. F. M.
Habitado: Pelo proprietário e 1° dono
Endereço: Rua dos Saveiros n° 61 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 39,21 m2
Descrição: 3 dormitórios, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 25 anos
Foto 1 - O imóvel, o qual sofreu alterações em relação ao projeto original.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
•
O imóvel foi modificado em relação ao projeto original.
Foi executado forro de PVC e piso cerâmico em toda a casa.
O estado de conservação é regular-bom.
Médias ações de manutenção.
As aberturas externas foram substituídas.
As ampliações do imóvel não foram consideradas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
20
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Foto 2- Observa-se a trinca existente entre a construção original e a área ampliada pelo
proprietário.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
21
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Foto 3 – O Forro original foi substituído por PVC.
Conclusão:
•
No momento da vistoria não foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a
deficiências de ordem construtiva).
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL II
Proprietário: E. A. A.
Habitado: Pela proprietária e 2° dona
Endereço: Rua Rio do Tigre n° 217 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 29,82 m2
Descrição: 2 dormitórios, sala, cozinha e WC
Idade aproximada: 26 anos
Foto 1 - O imóvel sofreu diversas modificações e ampliações, inclusive com uma construção na
frente, a direita na foto.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
O imóvel foi modificado em relação ao projeto original.
O estado de conservação é ruim.
Poucas ações de manutenção.
Aberturas internas originais; as externas foram substituídas.
As ampliações do imóvel não foram consideradas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
23
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
SIM
SIM
NÃO
NÃO
SIM
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Foto 2 - O forro em precárias condições devido a infiltrações de umidade.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
24
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Foto 3- A presença de umidade ascendente da
base das paredes indicando problemas de
execução de impermeabilização das fundações
e caracterizando a anomalia Endógena
Conclusão:
•
•
•
•
Foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a deficiências de ordem construtiva),
Exógenas (Originárias de fatores externos à edificação, provocados por terceiros), Funcionais
(Originárias do uso e término de vida útil de elementos e sistemas) e as Falhas (descuidos
com a manutenção predial).
As Falhas e as Anomalias Funcionais detectadas decorrentes do término da vida útil bem
como as Patologias originadas das ampliações, como trincas e rachaduras no encontro de
paredes e sobre vãos abertos, não foram incluídas na Planilha de Orçamento
DISCRIMINADA, 'Reparação das Anomalias detectadas', anexo.
As Anomalias consideradas, detectadas no momento da vistoria foram as patologias de
origem Endógena (causas com origem em fatores inerentes à própria edificação), ou seja, os
problemas considerados foram os que tem origem em execução inadequada de serviços e
emprego de materiais de qualidade duvidosa.
A pintura interna precisa ser refeita em função dos reparos que envolvem as paredes.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
25
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL III
Proprietário: T. L. S.
Habitado: Pelo proprietário
Endereço: Rua Ilha de Itaparica n° 173 – Parque Marinha
Terreno: 10,00 x 20,00m
Área construída: 29,82 m2
Descrição: 2 dormitórios, sala, cozinha e WC
Idade aproximada: 25 anos
Foto 1 – A fachada do imóvel.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
•
•
O imóvel foi modificado e ampliado em relação ao projeto original com a construção de uma
garagem e um pequeno alpendre lateral.
O estado de conservação é regular.
Médias ações de manutenção.
As ampliações do imóvel não foram consideradas.
Forro de lambri de madeira na cozinha e PVC no restante da casa, com exceção de um
dormitório e WC que possuem forro original tipo eucatex.
Foi executado piso cerâmico em todas as dependências com exceção de um dormitório que
possui piso carpete original.
As aberturas externas foram substituídas com exceção da janela da cozinha.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
26
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Foto 2 – Foi executado piso cerâmico
em toda a casa com exceção de um
dormitório que continua original em
carpete.
Foto 3 – Forro de lambri de madeira na
cozinha em substituição ao original tipo
eucatex.
Conclusão:
•
No momento da vistoria não foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a
deficiências de ordem construtiva).
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
27
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL IV
Proprietário: A. M. C.
Habitado: Pelo 3ª dono, morando a 10 anos
Endereço: Rua Ilha de Itaparica n° 163- Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 29,82 m2
Descrição: 2 dormitórios, sala, cozinha e WC
Idade aproximada: 25 anos
Foto 1 - A fachada do imóvel, o qual sofreu ampliações.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
•
•
O imóvel foi ampliado com uma garagem e alpendre lateral e uma construção nos fundos do
terreno constituída de uma cozinha, WC e lavanderia.
O estado de conservação é regular.
Na sala piso decorflex; nos quartos piso original; WC e Cozinha com piso cerâmico e o
restante da casa com piso cimentado pintado.
Forro original em bom estado.
Médias ações de manutenção.
As ampliações do imóvel não foram consideradas.
Todas as aberturas foram trocadas com exceção da janela da frente onde a guilhotina ainda
é original tendo sido substituída apenas a veneziana.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
28
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Foto 2 – O forro continua original e em razoável estado.
Conclusão:
•
No momento da vistoria não foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a
deficiências de ordem construtiva).
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
29
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL V
Proprietária: W. M.
Habitado: Pelo proprietário
Endereço: Rua dos Veleiros n° 320 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 22,89 m2
Descrição: 1 dormitório, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 26 anos
Foto 1 - A fachada do imóvel, bastante alterada em relação ao projeto original.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
O estado de conservação é regular.
Médias ações de manutenção.
As aberturas externas foram substituídas; as internas são originais.
Piso e forro originais em toda a casa.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
30
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Conclusão:
•
No momento da vistoria não foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a
deficiências de ordem construtiva).
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
31
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL VI
Proprietário: W. M. F.
Habitado: Pelo proprietário
Endereço: Rua dos Veleiros n° 155 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 29,82 m2
Descrição: 2 dormitórios, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 26 anos
Foto 1 – O imóvel modificado em relação ao projeto original, com um alpendre frontal.
•
•
•
•
•
O estado de conservação é ruim.
Escassas ações de manutenção.
As aberturas externas foram substituídas; as internas são originais.
Piso e forro originais em toda a casa.
As ampliações não foram consideradas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
32
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Conclusão:
•
No momento da vistoria não foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a
deficiências de ordem construtiva).
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
33
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL VII
Proprietário: A. C. C.
Habitado: Pelo proprietário
Endereço: Rua Ilha de Bananal n° 267 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 39,21 m2
Descrição: 3 dormitórios, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 26 anos
Foto 1 - O imóvel sofreu alterações, com a execução de um alpendre e ampliação de um
dormitório e sala.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
•
O imóvel foi modificado com a construção de um alpendre e a ampliação de um quarto e
sala.
O estado de conservação é regular.
Razoáveis ações de manutenção.
A proprietária executou piso cerâmico em toda a casa com exceção de um dormitório que é
com taco de madeira.
Foi executado forro de lambri de madeira em toda a casa.
As ampliações do imóvel não foram consideradas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
34
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Conclusão:
•
No momento da vistoria não foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a
deficiências de ordem construtiva).
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
35
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL VIII
Proprietário: W. L. M.
Habitado: Pelo proprietário
Endereço: Rua Escaleres n° 362 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 22,89 m2
Descrição: 1 dormitório, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 25 anos
Foto 1- O imóvel sofreu modificações em relação ao projeto original.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
O estado de conservação é regular.
Razoáveis ações de manutenção.
Aberturas externas novas; as internas originais.
As ampliações não foram consideradas.
Piso e forro originais em toda a casa.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
36
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Conclusão:
•
No momento da vistoria não foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a
deficiências de ordem construtiva).
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
37
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL IX
Proprietário: F. C.
Habitado: Pelo proprietário e 1º dono.
Endereço: Rua Escalares n° 469 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 22,89 m2
Descrição: 1 dormitório, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 25 anos
Foto 1 - A fachada do imóvel, o qual onde sofreu alterações.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
•
•
O imóvel foi ampliado com a construção de uma garagem, cozinha, quarto e WC.
O estado de conservação é ruim.
Forro de PVC em toda a casa.
As ampliações do imóvel não foram consideradas.
Foi executado piso cerâmico em toda a casa.
Escassas ações de manutenção.
Foram trocadas as aberturas externas
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
38
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
SIM
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Foto 2 - Presença de uma trinca
vertical no encontro de duas
paredes, próximo da altura do
forro, indicando a ausência de
cintamento no respaldo das
paredes, não previsto no sistema
construtivo adotado de paredes
em painéis de concreto.
Conclusão:
•
•
•
Foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a deficiências de ordem construtiva),
Exógenas (Originárias de fatores externos à edificação, provocados por terceiros), Funcionais
(Originárias do uso e término de vida útil de elementos e sistemas) e as Falhas (descuidos
com a manutenção predial).
As Falhas e as Anomalias Funcionais detectadas decorrentes do término da vida útil bem
como as Patologias originadas das ampliações, como trincas e rachaduras no encontro de
paredes e sobre vãos abertos, não foram incluídas na Planilha de Orçamento
DISCRIMINADA, 'Reparação das Anomalias detectadas', anexo.
As Anomalias consideradas, detectadas no momento da vistoria foram as patologias de
origem Endógena (causas com origem em fatores inerentes à própria edificação), ou seja, os
problemas considerados foram os que tem origem em execução inadequada de serviços e
emprego de materiais de qualidade duvidosa.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
39
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL X
Proprietário: P. R. O.
Habitado: Pelo proprietário e 1º dono.
Endereço: Rua do Leme n° 87 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 39,21 m2
Descrição: 3 dormitórios, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 26anos
Foto 1- A fachada do imóvel, alterada em relação ao projeto original.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
•
•
•
O imóvel foi modificado em relação ao projeto original, com a construção de uma garagem,
um quarto e aumento da cozinha.
O estado de conservação é ruim.
Escassas ações de manutenção.
Forro de PVC no WC; no restante da casa forro original em ruim estado.
As ampliações do imóvel não foram consideradas.
Piso cerâmico em toda a casa.
As aberturas são originais.
Presença de trincas verticais.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
40
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
SIM
SIM
NÃO
SIM
SIM
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Foto 2 - A inexistência de cintamento
no respaldo das paredes, não previsto
no sistema construtivo de painéis de
concreto
adotado,
provoca
o
surgimento de concentração de
tensões excessivas próximo dos
vértices dos vãos das aberturas tendo
como conseqüência o aparecimento
de trincas verticais.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
41
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Foto 3 - A degradação do forro,
devido a presença de umidade.
Foto 4 – A deficiência na aplicação de
impermeabilização no piso do WC,
provocando a infiltração de umidade
e a conseqüente deterioração do
revestimento.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
42
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Conclusão:
•
•
•
•
Foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a deficiências de ordem construtiva),
Exógenas (Originárias de fatores externos à edificação, provocados por terceiros), Funcionais
(Originárias do uso e término de vida útil de elementos e sistemas) e as Falhas (descuidos
com a manutenção predial).
As Falhas e as Anomalias Funcionais detectadas decorrentes do término da vida útil bem
como as Patologias originadas das ampliações, como trincas e rachaduras no encontro de
paredes e sobre vãos abertos, não foram incluídas na Planilha de Orçamento
DISCRIMINADA, 'Reparação das Anomalias detectadas', anexo.
As Anomalias consideradas, detectadas no momento da vistoria foram as patologias de
origem Endógena (causas com origem em fatores inerentes à própria edificação), ou seja, os
problemas considerados foram os que tem origem em execução inadequada de serviços e
emprego de materiais de qualidade duvidosa.
A pintura interna precisa ser refeita devido aos reparos que envolvem as paredes.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
43
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XI
Proprietário: E. C. A.
Habitado: Pela proprietária e 2° dona
Endereço: Rua do Mirante n° 223 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 29,82 m2
Descrição: 2 dormitórios, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 25 anos
Foto 1 - Vista frontal do imóvel. À esquerda na foto, o início da construção de uma garagem.
•
•
•
•
•
•
•
•
•
O imóvel foi modificado em relação ao projeto original, sendo ampliado com a construção de
uma garagem e um quarto.
O estado de conservação é regular.
Razoáveis ações de manutenção.
O forro original da sala e quartos em ruim estado; no WC foi colocado lambri de madeira.
Piso cerâmico em toda a casa.
As aberturas externas foram trocadas com exceção de um dormitório.
As ampliações não foram consideradas.
Revestimento degradado em vários pontos devido a infiltrações de umidade.
Presença de umidade ascendente junto a base de algumas paredes.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
44
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
SIM
SIM
NÃO
NÃO
SIM
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Foto 2 - A precariedade do forro devido a infiltrações de umidade.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
45
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Foto 3 - Presença de manchas de bolor e pintura
'descascando' pela ação de umidade ascendente
junto ao piso indicando a ausência ou má
impermeabilização das fundações.
Conclusão:
•
•
•
•
Foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a deficiências de ordem construtiva),
Exógenas (Originárias de fatores externos à edificação, provocados por terceiros), Funcionais
(Originárias do uso e término de vida útil de elementos e sistemas) e as Falhas (descuidos
com a manutenção predial).
As Falhas e as Anomalias Funcionais detectadas decorrentes do término da vida útil bem
como as Patologias originadas das ampliações, como trincas e rachaduras no encontro de
paredes e sobre vãos abertos, não foram incluídas na Planilha de Orçamento
DISCRIMINADA, 'Reparação das Anomalias detectadas', anexo.
As Anomalias consideradas, detectadas no momento da vistoria foram as patologias de
origem Endógena (causas com origem em fatores inerentes à própria edificação), ou seja, os
problemas considerados foram os que tem origem em execução inadequada de serviços e
emprego de materiais de qualidade duvidosa.
A pintura interna precisa ser refeita em função dos reparos que envolvem as paredes.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
46
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XII
Proprietário: C. S. V. S.
Habitado: Pela proprietária
Endereço: Rua Ilha de Maricá nº 225 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 22,89 m2
Descrição: 1 dormitório, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 26 anos
Foto 1 - A fachada do imóvel, com as alterações realizadas.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
O imóvel foi modificado em relação ao projeto original com a construção de uma garagem e
um avanço para frente.
O estado de conservação é regular.
Razoáveis ações de manutenção.
As aberturas externas foram substituídas; as internas são originais.
As alterações não foram consideradas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
47
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Conclusão:
•
No momento da vistoria não foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a
deficiências de ordem construtiva).
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
48
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XIII
Proprietário: M. B. P.
Habitado: Pela proprietária
Endereço: Rua Ilha da Madeira n° 355 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 22,89 m2
Descrição: 1 dormitório, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 25 anos
Foto 1- O imóvel com a garagem ampliada, a esquerda, na foto.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
O imóvel foi modificado em relação ao projeto original, sendo construído uma garagem.
O estado de conservação é regular.
Médias ações de manutenção.
As ampliações do imóvel não foram consideradas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
49
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Conclusão:
•
No momento da vistoria não foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a
deficiências de ordem construtiva).
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
50
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XIV
Proprietário: C. F. G.
Habitado: Pelo proprietário e 2° dono, morando a 5anos.
Endereço: Rua Ilha de Paquetá n° 130 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 39,21 m2
Descrição: 3 dormitórios, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 26 anos
Foto 1 - O imóvel foi alterado e ampliado com a construção de uma garagem.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
•
O estado de conservação é regular.
Poucas ações de manutenção.
Foi executado forro de lambri de madeira em toda a casa.
Aberturas internas originais; a porta externa e uma janela foi substituída.
Piso cerâmico em toda a casa.
As ampliações não foram consideradas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
51
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
SIM
NÃO
NÃO
SIM
SIM
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Foto 2 - A manifestação de
uma trinca 'passante' na parede
indica a ausência de cinta de
concreto armado no respaldo
das paredes, não adotado pelo
sistema construtivo de painéis
de concreto, o que acaba
provocando o surgimento deste
tipo de anomalia nas zonas
enfraquecidas pelos vãos de
janelas e portas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
52
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Foto 3 – A degradação do revestimento indicando
a ausência ou má impermeabilização do piso do
WC.
Foto 5 – A degradação da porta não
indica a manifestação de anomalia
endógena, uma vez que esta conta
com aproximadamente 25 anos de
existência, sendo a vida útil estimada
pela NBR 15575-1 em 8 anos, para
este elemento.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
53
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Conclusão:
•
•
•
•
Foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a deficiências de ordem construtiva),
Exógenas (Originárias de fatores externos à edificação, provocados por terceiros), Funcionais
(Originárias do uso e término de vida útil de elementos e sistemas) e as Falhas (descuidos
com a manutenção predial).
As Falhas e as Anomalias Funcionais detectadas decorrentes do término da vida útil bem
como as Patologias originadas das ampliações, como trincas e rachaduras no encontro de
paredes e sobre vãos abertos, não foram incluídas na Planilha de Orçamento
DISCRIMINADA, 'Reparação das Anomalias detectadas', anexo.
As Anomalias consideradas, detectadas no momento da vistoria foram as patologias de
origem Endógena (causas com origem em fatores inerentes à própria edificação), ou seja, os
problemas considerados foram os que tem origem em execução inadequada de serviços e
emprego de materiais de qualidade duvidosa.
A pintura interna precisa ser refeita devido aos reparos que envolvem as paredes.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
54
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XV
Proprietário: V. S. S. S.
Habitado: Pela proprietária
Endereço: Rua Rio Iguatemi n° 212 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 22,89 m2
Descrição: 1 dormitório, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 25 anos
Foto 1 – O imóvel foi ampliado com uma garagem.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
A casa sofreu modificações em relação ao projeto original.
O estado de conservação é regular.
Poucas ações de manutenção.
As aberturas externas foram substituídas.
As ampliações não foram consideradas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
55
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Conclusão:
•
No momento da vistoria não foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a
deficiências de ordem construtiva).
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
56
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XVI
Proprietário: N. N. R. A.
Habitado: Pela proprietária e 3°dona
Endereço: Rua Ilha do Governador n° 297 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 39,21 m2
Descrição: 3 dormitórios, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 25 anos
Foto 1 - A casa foi ampliada com um alpendre e garagem.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
•
•
O estado de conservação é regular.
Médias ações de manutenção.
As aberturas externas foram trocadas; as internas continuam originais.
O forro original em precárias condições.
Piso cerâmico em todas em todas as dependências com exceção de um dormitório que é
com decorflex.
As modificações não foram consideradas.
Presença de trincas verticais
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
57
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
SIM
NÃO
SIM
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Foto 2 - Presença de trincas verticais
indicando a ausência de cintamento no
respaldo das paredes não prevista pelo
sistema construtivo de painéis de
concreto adotado.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
58
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Foto 3 - O forro deteriorado, com manchas de umidade.
Conclusão:
•
•
•
•
Foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a deficiências de ordem construtiva),
Exógenas (Originárias de fatores externos à edificação, provocados por terceiros), Funcionais
(Originárias do uso e término de vida útil de elementos e sistemas) e as Falhas (descuidos
com a manutenção predial).
As Falhas e as Anomalias Funcionais detectadas decorrentes do término da vida útil bem
como as Patologias originadas das ampliações, como trincas e rachaduras no encontro de
paredes e sobre vãos abertos, não foram incluídas na Planilha de Orçamento
DISCRIMINADA, 'Reparação das Anomalias detectadas', anexo.
As Anomalias consideradas, detectadas no momento da vistoria foram as patologias de
origem Endógena (causas com origem em fatores inerentes à própria edificação), ou seja, os
problemas considerados foram os que tem origem em execução inadequada de serviços e
emprego de materiais de qualidade duvidosa.
A pintura interna precisa ser refeita devido aos reparos que envolvem as paredes.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
59
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XVII
Proprietário: E. S. F.
Habitado: Pelo proprietário
Endereço: Rua Ilha de Marajó n° 79 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 22,89 m2
Descrição: 1 dormitório, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 25 anos
Foto 1 - O móvel sofreu modificações em relação ao projeto original.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
O imóvel foi ampliado com a construção de uma garagem e um aumento na lateral direita.
O estado de conservação é ruim.
Escassas ações de manutenção.
As aberturas externas e uma porta interna foi trocada.
As ampliações não foram consideradas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
60
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Conclusão:
•
No momento da vistoria não foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a
deficiências de ordem construtiva).
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
61
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XVIII
Proprietário: O. C. S.
Habitado: Pelo proprietário
Endereço: Rua dos Rochedos n° 47 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 22,89 m2
Descrição: 1 dormitório, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 26 anos
Foto 1 - A fachada do imóvel com a garagem ampliada, a esquerda, na foto.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
O estado de conservação é regular.
Médias ações de manutenção.
A porta e a janela da frente foram substituídas.
As modificações não foram consideradas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
62
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Conclusão:
•
No momento da vistoria não foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a
deficiências de ordem construtiva).
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
63
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XIX
Proprietário: V. O. R.
Habitado: Pelo proprietário
Endereço: Rua Ilha de Páscoa n° 251 – Parque Marinha
Terreno: 10x20m
Área construída: 22,89 m2
Descrição: 1 dormitório, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 25 anos
Foto 1 – O imóvel encontra-se emparedado, sem condições de acesso.
Conclusão:
•
Nada pode ser observado em função do mesmo encontrar-se totalmente fechado com
paredes de alvenaria.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
64
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XX
Proprietário: O. M. B.
Habitado: Pela proprietária e 1° moradora
Endereço: Rua Alberto Miranda n° 235 – COHAB IV
Terreno: 10x25m
Área construída: 22,89m2
Descrição: 1 dormitório, sala/cozinha e WC
Idade aproximada: 25 anos
Foto 1 - O imóvel foi ampliado na parte posterior.
Constatações e considerações preliminares:
•
•
•
•
•
•
O estado de conservação é ruim.
Escassas ações de manutenção.
A porta externa foi substituída.
Foi executado forro de madeira em toda a casa.
Piso cerâmico em todas as dependências.
As ampliações não foram consideradas.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
65
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Patologias detectadas:
**SIGLAS
PATOLOGIAS
UMALV
UMCON
DAFOR
TRIAL
TRICO
DEGRE
ATACU
Umidade ascendente das fundações em paredes de alvenaria
Umidade ascendente das fundações em paredes de concreto
Danos encontrados nos forros
Trincas em paredes de alvenaria
Trincas em paredes de concreto
Degradação dos revestimentos de argamassa das paredes
Ataque por cupins
Ocorrência
quando da
vistoria
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
**Ver o Diagnóstico e Terapia das patologias no item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL –
CHECK-LIST
Conclusão:
•
No momento da vistoria não foram detectadas Anomalias Endógenas (relacionadas a
deficiências de ordem construtiva).
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
66
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
9. ANÁLISE DO RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL
9.1. CONCEITO
Para a análise das Anomalias e Falhas detectadas na inspeção predial, foi adotado o
critério da Análise de Risco da edificação, o qual engloba os estudos das ameaças,
vulnerabilidades, impactos, detecções, ações e contingências necessárias para garantir a melhor
condição de habitabilidade.
Através deste critério, o gerenciamento de riscos é procedido com a identificação dos
pontos que possibilitem a eliminação, redução ou transferência dos riscos, utilizando ações
econômicas e estratégicas viáveis.
9.2. CRITÉRIO DA CLASSIFICAÇÃO
O critério utilizado para a classificação da ordem de prioridades das falhas prediais foi
desenvolvido através da adaptação do sistema G.U.T. para a manutenção predial, cujas funções
de criticidade e pesos são os seguintes:
Tabela 7- Sistema GUT (Classificação quanto a Gravidade)
GRAU
Total
Alta
Média
Baixa
Nenhuma
GRAVIDADE
Perda de vidas humanas, do meio ambiente ou do próprio edifício
Ferimentos em pessoas, danos ao meio ambiente ou ao edifício
Desconforto, deterioração do meio ambiente ou do edifício
Pequenos incômodos ou pequenos prejuízos financeiros
PESO
10
8
6
3
1
Tabela 8- Sistema GUT (Classificação quanto a Urgência)
GRAU
Total
Alta
Média
Baixa
Nenhuma
URGÊNCIA
Evento
Evento
Evento
Evento
Evento
em ocorrência
prestes a ocorrer
prognosticado para breve
prognosticado para adiante
imprevisto
PESO
10
8
6
3
1
Tabela 9- Sistema GUT (Classificação quanto a Tendência)
GRAU
Total
Alta
Média
Baixa
Nenhuma
TENDÊNCIA
Evolução imediata
Evolução em curto prazo
Evolução em médio prazo
Evolução em longo prazo
Não vai evoluir
PESO
10
8
6
3
1
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
67
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
9.3. ORDEM DE PRIORIDADES E RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS
As Anomalias, Desconformidades e Falhas constatadas na inspeção predial, com suas
respectivas siglas, foram as seguintes;
De acordo com a metodologia da ordem de prioridades, tem-se o seguinte;
Tabela 10- Classificação das Anomalias e Falhas pelo sistema G.U.T.
AVALIAÇÃO DAS ANOMALIAS E FALHAS
Siglas
G
U
T
G.U.T.
UMCON
DAFOR
DEGRE
TRICO
6
6
6
6
10
10
10
10
10
8
6
6
600
480
360
360
Assim sendo, a ordem de prioridades dos serviços de reparos das Anomalias e Falhas,
com suas respectivas recomendações técnicas, é a seguinte:
Tabela 11- Classificação pela Ordem de Prioridades
ORDEM DE PRIORIDADES
PRIORIDADES
SIGLAS
ANOMALIAS E FALHAS
1º
UMCON
600
2º
DAFOR
Umidade ascendente das fundações em paredes de
concreto:
Danos encontrados nos forros:
3º
DEGRE
360
4ª
TRICO
Degradação dos revestimentos
paredes:
Trincas em paredes de concreto:
G.U.T.
de
argamassa
das
480
360
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
68
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
9.4. GRAUS DE RISCO
De acordo com a Tabela 3- Definições dos Graus de Risco, do Laudo, as Anomalias e
Falhas existentes nos imóveis se classificam em;
Tabela 12- Classificação quanto ao Grau de Risco
CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO GRAU DE RISCO
Siglas
CRÍTICO
UMCON
DAFOR
DEGRE
TRICO
X
REGULAR
MÍNIMO
X
X
X
10. CLASSIFICAÇÃO DO ESTADO DE MANUTENÇÃO
A classificação das edificações quanto ao estado de manutenção deve ser sempre
fundamentada considerando os graus de risco e as intensidades das anomalias, bem
como os níveis de aprofundamento da inspeção predial realizada, conforme a Tabela 13,
a seguir;
Tabela 13- Classificação dos estados de manutenção
ESTADOS DE CONSERVAÇÃO
CRÍTICO
Quando o empreendimento contém anomalias e/ou falhas classificadas com
grau de risco crítico
REGULAR
Quando o empreendimento contém anomalias e/ou falhas classificadas com
grau de risco regular
SATISFATÓRIO Quando o empreendimento não contém anomalias e/ou falhas significativas
Assim, considerando a Classificação quanto ao Grau de Risco (Tabela 12, do Laudo), a
Classificação pela Ordem de Prioridades (Tabela 11, do Laudo) e o aprofundamento da
inspeção, a qual enquadrou-se no Nível 1, os imóveis posicionam-se no patamar REGULAR
quanto ao seu estado de manutenção, apesar dos escassos cuidados com a conservação,
entretanto, podendo atingir o grau Crítico com relativa facilidade, no caso de não atendimento
das anomalias e falhas apontadas na atual inspeção.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
69
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
11. CONSIDERAÇÕES FINAIS
11.1. VIDA ÚTIL (VU) E VIDA ÚTIL DE PROJETO (VUP)
As condições de exposição a que as edificações estão sujeitas variam de acordo com a
região onde são construídas, e sua origem pode ser interna ou externa às edificações.
Agentes térmicos, tais como o calor e o congelamento, e agentes químicos, tais como a
umidade do ar, dejetos de pássaros e névoas salinas, são exemplos de agentes de natureza
externa.
Já o calor emitido pela ação do usuário, bactérias oriundas de plantas, impactos
provenientes de atividades humanas, cargas vivas, entre outros, são exemplos de agentes
internos às edificações.
A vida útil adequada para as habitações, os custos de manutenção que podem ser
absorvidos pelos usuários no pós-obra, o nível de patologias e defeitos aceitáveis, as dimensões
dos ambientes e o desempenho acústico adequado, são algumas das questões que precisam ser
discutidas e definidas pela sociedade técnica.
A NBR 15575-1, Edifícios habitacionais de até cinco pavimentos - Desempenho Parte I:
Requisitos gerais, publicada em 12 de maio de 2008, com uma carência de dois anos para sua
aplicação pelo setor da construção civil brasileira, em seu 'Anexo C', conceitua Vida Útil e Vida
Útil de Projeto;
"A vida útil (service life) é uma medida temporal da durabilidade de um
edifício ou de suas partes (sistemas complexos, do próprio sistema e de
suas partes: subsistemas; elementos e componentes)."
"A vida útil de projeto (design life) é uma manifestação do desejo do
usuário do quanto ele acha razoável que deva durar o bem que irá
usufruir, se adquiri-lo, e expresso previamente."
No desenvolvimento destes conceitos, em sua página 39, a norma diz;
"(...) É necessário salientar a importância da realização integral das ações
de manutenção pelo usuário, sem o que se corre o risco de a VUP não ser
atingida. Por exemplo, um revestimento de fachada em argamassa
pintado pode ser projetado para uma VUP de 25 anos, desde que a
pintura seja refeita a cada 5 anos, no máximo. Se o usuário não realizar a
manutenção prevista, a VU real do revestimento pode ser seriamente
comprometida. Por conseqüência, as eventuais patologias resultantes
podem ter origem no uso inadequado e não em uma construção
falha.(Grifo nosso)"
Importante observar que uma eventual limitação financeira por parte de uma pessoa
quando vai adquirir um imóvel, não significa que esta mesma limitação vá existir no futuro de
modo que o usuário, a princípio, pode optar por uma menor VIDA ÚTIL (VU) em troca de um
menor investimento inicial. Entretanto, esta escolha tem um limite inferior, abaixo do qual não é
aceitável do ponto de vista social, pois impõe custos exagerados de reposição no futuro para
toda a sociedade.
Desta maneira, a NBR 15575-1 estabeleceu o conceito de VIDA ÚTIL MÍNIMA
(VUmínima), ou seja, considerando tanto as necessidades de proteção básica do usuário quanto
as limitações de recurso da sociedade de investimento.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
70
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Já o prazo de garantia é um prazo de responsabilidade legal, que varia de acordo com a
legislação de cada país ou região e, no caso brasileiro, é definido como sendo de cinco anos
pela solidez e segurança (Código Civil, artigo 618).
Sistemas, elementos e componentes que não afetam a solidez e segurança dos edifícios
não têm prazos de garantia definidos por lei, e são, geralmente, oferecidos e informados pelos
construtores através dos Manuais de Uso e Operação dos Imóveis.
Durante o prazo de garantia, pela legislação brasileira, o ônus da prova é do construtor,
ou seja, este tem que provar que o defeito ou falha na edificação surgiu por mau uso ou falta
de manutenção por parte do usuário, e não por um problema originário da construção ou do
projeto (Del Mar, 2008). O prazo de garantia poderia ser definido como um período de
desempenho quase assegurado por parte dos construtores.
A Vida Útil (VU) também envolve um período de exposição de responsabilidade por parte
do construtor, mas, neste caso, o ônus da prova é invertido, ou seja, quem deve provar que o
problema foi originário da construção ou projeto é o usuário dos imóveis, e não o construtor
[entre o término do prazo de garantia e o término da VIDA ÚTIL DE PROJETO (VUP)].
Essa visão de responsabilidade parece sensata, pois há inúmeros fatores no pós-obra
que não estão na governabilidade dos construtores, e podem interferir na manutenção do
desempenho ao longo do tempo, como por exemplo, a não implementação de programas de
manutenção preventiva e corretiva por parte dos usuários.
A recém-publicada Norma Brasileira de Desempenho de Edifícios (NBR 15575-1) definiu
claramente as diferenças entre prazo de garantia e vida útil (VU), especificou vidas úteis
mínimas (VU mínima) obrigatórias para os sistemas nela contemplados e acrescentou outra
questão que afeta também a responsabilidade dos construtores, expressa pela seguinte frase:
"Caso os requisitos de desempenho desta Norma tenham sido atendidos e
não surjam patologias significativas nos sistemas nela previstos depois de
decorridos 50% dos prazos de vida útil de projeto (VUP) conforme Tabela
4, contados a partir do auto de conclusão da obra, considera-se atendido
o requisito de vida útil de projeto (VUP), salvo prova objetiva em
contrário."
Esta afirmação, embora não seja completamente defensável do ponto de vista técnico,
também parece bastante sensata para a estabilidade das relações jurídicas, pois não teria
sentido expor os construtores a um período de responsabilidade ao longo de toda a vida útil da
edificação.
O quadro a seguir, relaciona algumas vidas úteis de projeto obrigatórias constantes na
Tabela C.7, da NBR 15575-1.
Tabela 14- Vida Útil de Projeto (VUP)
Parte da edificação
Item especificado
Estrutura principal
- Fundações, elementos estruturais (pilares, vigas,
lajes e outros), paredes estruturais.
- Muros divisórios, estrutura de escadas externas
- Paredes de vedação externa
- Paredes e divisórias leves internas
- Estrutura de cobertura e coletores de águas
Estruturas auxiliares
Vedação externa
Vedação interna
Cobertura
VUP
mínimo
(em anos)
≥40
≥20
≥40
20
≥20
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
71
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Revestimento interno
aderido
Revestimento interno
não aderido
Revestimento de
fachada aderido e não
aderido
Piso externo
Pintura
Impermeabilização
manutenível sem
quebra de
revestimento
Impermeabilização
manutenível apenas
com quebra dos
revestimentos
Esquadrias externas
(de fachada)
Esquadrias internas
Instalações prediais
embutidas em
vedações e
manuteníveis apenas
por quebra das
pluviais embutidos;
- Telhamento;
- Calhas de beiral e coletores de águas pluviais
aparentes, subcoberturas facilmente substituíveis;
- Rufos, calhas internas e demais complementos
(ventilação, iluminação, vedação).
- Revestimento de piso, parede e teto; de argamassa
de gesso, cerâmicos, pétreos, de tacos e assoalhos e
sintéticos
- Revestimento de pisos: têxteis, laminados ou
elevados; lambris; forros falsos
≥13
≥4
≥8
≥13
≥8
- Revestimento, molduras, componentes decorativos
e cobremuros
≥20
- Pétreo, cimentados de concreto e cerâmicos
≥13
- Pinturas internas e papel de parede
- Pintura de fachada, pinturas e revestimentos
sintéticos texturizados
- Componentes de juntas e rejuntamentos; matajuntas, sancas, golas, rodapés e demais
componentes de arremate
≥3
≥8
- Impermeabilização de caixa d’água, jardineiras,
áreas externas com jardins, coberturas não
utilizáveis, calhas e outros
≥8
- Impermeabilizações de áreas internas, de piscina,
de áreas externas com pisos, de coberturas
utilizáveis, de rampas de garagem etc.
- Janelas (componentes fixos e móveis), porta
balcão, gradis, grades de proteção, cobogós, brises.
Inclusos complementos de acabamento como
peitoris, soleiras, pingadeiras e ferragens de
manobra e fechamento.
- Portas e grades internas, janelas para áreas
internas, boxes de banho
≥20
- Portas externas
≥13
- Complementos de esquadrias internas, como
ferragens,fechaduras, trilhos, folhas mosquiteiras,
alisares e demais complementos de arremate e
guarnição
- Tubulações e demais componentes (inclui registros
e válvulas) de instalações hidrossanitárias, de gás,
de combate a incêndio, de águas pluviais, elétricos
≥4
- Reservatórios de águas não facilmente
≥4
≥20
≥8
≥20
≥13
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
72
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
vedações ou dos
revestimentos
(inclusive forros falsos
e pisos elevados nãoacessíveis)
Instalações aparentes
ou em espaços de fácil
acesso
substituíveis, redes alimentadoras e coletoras, fossas
sépticas e negras, sistemas de drenagem não
acessíveis e demais elementos e componentes de
difícil manutenção e ou substituição
- Componentes desgastáveis e de substituição
periódica, como gaxetas, vedações, guarnições e
outros
≥3
- Tubulações e demais componentes
≥4
- Aparelhos e componentes de instalações facilmente
substituíveis como louças, torneiras, sifões, engates
flexíveis e demais metais sanitários, mangueiras,
interruptores, tomadas, disjuntores, luminárias,
tampas de caixas, fiação e outros.
≥3
Entretanto, para atingir essas vidas úteis, os usuários necessitam desenvolver programas
de manutenção e devem seguir instruções de uso, operação e manutenção, inclusive
recomendações técnicas prediais sendo a inspeção predial uma ferramenta útil para avaliação
das condições de conservação das edificações em geral.
Visando a orientação para organização de um sistema de manutenção de edificações, foi
criada a NBR-5674 de set./99, norma que fixa estes procedimentos.
De acordo com a NBR-5674, a manutenção de edificações;
•
•
•
Visa preservar ou recuperar as condições ambientais adequadas ao uso previsto para as
edificações;
Inclui todos os serviços realizados para prevenir ou corrigir a perda de desempenho
decorrente da deterioração dos seus componentes, ou de atualizações nas necessidades
dos seus usuários;
Não inclui serviços realizados para alterar o uso da edificação.
Estudos realizados em diversos países, para diferentes tipos de edificações, demonstram
que os custos anuais envolvidos na operação e manutenção das edificações em uso variam
entre 1% e 2% do seu custo inicial.
Ainda segundo a norma, o proprietário de uma edificação, responsável pela sua
manutenção, deve observar o estabelecido nas normas técnicas, eximindo-se da
responsabilidade técnica a empresa ou profissional quando o seu parecer técnico não for
observado pelo proprietário ou usuários da edificação.
Assim, o proprietário deve saber exigir do construtor, a entrega do manual do
proprietário, do as built, e de outros tipos de dispositivos que possibilitem a manutenção do
bem.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
73
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
12. CONCLUSÃO
Todas as dependências dos imóveis foram minuciosamente inspecionadas sendo
detectadas visualmente diversas Anomalias Endógenas (relacionadas a deficiências de ordem
construtiva – Vícios construtivos), Funcionais (Originárias do uso e término de vida útil de
elementos e sistemas), algumas Anomalias Exógenas (decorrentes da ação de terceiros) e
Falhas (descuidos com a manutenção predial).
Estas Anomalias e Falhas foram registradas fotograficamente, agrupadas e classificadas
por Grau de Risco sendo as Endógenas acompanhadas de breve descrição e recomendação
técnica para ações de reparos e adequações.
Abaixo, o gráfico representativo da incidência das Anomalias e Falhas, conforme o Grau
de Risco.
Regular
50%
Mínimo
25%
'
Crítico
25%
Gráfico 1- Grau de Risco das Anomalias e Falhas.
Constata-se que grande parte dos problemas encontrados estão associados,
principalmente, as Falhas de manutenção, fato causador de muitas das patologias encontradas.
O presente trabalho, além de diferenciar as patologias, como Anomalias associadas a
vícios construtivos, de responsabilidade do construtor, as Falhas (Associadas a fase de utilização
da edificação, relacionadas com deficiência de manutenção, de responsabilidade do usuário ou
proprietário), também levou em consideração as deteriorações decorrentes do término da Vida
Útil dos sistemas constituintes de uma edificação, como é o caso de alguns elementos como
portas e janelas, pintura, pisos internos e outros e os danos causados por terceiros, observando
que as planilhas orçamentárias REPARAÇÃO DAS ANAMOLIAS DETECTADAS, incluem somente
as Anomalias Endógenas, (Ver o Item 8.2. ORÇAMENTOS INDIVIDUALIZADOS, o ANEXO I PLANILHAS DE ORÇAMENTO DISCRIMINADAS E INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS
UNITÁRIOS e o ANEXO II- QUADRO RESUMO DOS VALORES APURADOS, do Laudo).
Observa-se que estas patologias interferem tanto no desempenho e Vida Útil dos
componentes construtivos como na saúde, segurança e habitabilidade do imóvel, portanto,
necessária e urgente a implementação das medidas corretivas e reparos que constam nas
recomendações técnicas, sendo estas orientadoras e pertinentes a cada evento identificado.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
74
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
13. QUESITOS
13.1. QUESITOS DO AUTOR
1. Quais os danos encontrados no imóvel do Autor?
R:
Respondido no Item 8.2. ORÇAMENTOS INDIVIDUALIZADOS, do laudo.
2. Quais os fatores que originaram tais danos e como se originaram?
R:
Respondido no Item 7. RESULTADO DA INSPEÇÃO PREDIAL – CHECK-LIST, do Laudo.
3. Houve o emprego na construção do imóvel de técnicas de edificações não recomendáveis que
tenham diretamente favorecido o surgimento dos danos verificados?
R:
Sim.
4. Quais as causas dos danos por ventura encontrados no madeiramento do imóvel do Autor?
R:
Não foram detectados este tipo de patologia.
5. Existe a presença na peça de madeira do imóvel de agentes predadores como cupins e
brocas, ou de agentes deteriorantes como fungos e bactérias? Em caso positivo, qual a razão?
R:
Não.
6. Os telhados dos imóveis vistoriados apresentam deflexão, subsidência ou empenamento?
R:
Não.
7. Existem problemas de infiltração de umidade e de águas nos telhados?
R:
Não, no momento da vistoria.
8. Os telhados apresentam contraventamentos?
R:
As estruturas de madeira de sustentação dos telhados são compostas de tesouras
travadas por terças que sustentam as telhas.
9. O ripamento dos telhados é adequado as cargas a que estão submetidos?
R:
Sim.
10. O madeiramento dos telhados recebeu tratamento preventivo anti-cupins?
R:
Não foram constatados organismos xilófagos neste local, no momento da vistoria.
11. As telhas utilizadas são impermeáveis, sem porosidade e de boa conformação?
R:
Sim. As telhas utilizadas são adequadas e de boa qualidade.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
75
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
12. Acaso as telhas não sejam de boa qualidade, quais as conseqüências?
R:
Quesito prejudicado, uma vez que as telhas dos imóveis são de boa qualidade.
13. Acaso existentes, os danos provocados por infiltração de águas pelas coberturas causam o
aparecimento de microorganismos e progridem até a destruição das madeiras, e, por
conseqüência, dos telhados?
R:
Sim. Quando existentes, além destas manifestações, as infiltrações decorrentes de águas
pluviais provocam deformações do madeiramento incorrendo em "inchaços" ou dilatações com a
deterioração dos elementos.
14. Os danos constatados nos telhados dos imóveis são de natureza progressiva, e tendem a
evoluir?
R:
Não foram constatados danos nos telhados no momento da vistoria.
15. As aberturas eram de que material? Houve a necessidade de substituição por estrago
precoce em função da má qualidade do material aplicado? As portas externa e internas eram de
madeira tratada, eram maciças? Houve apodrecimento das mesmas? Houve necessidade de
substituição pela infestação de cupins e apodrecimento das mesmas? Há apodrecimento das
aberturas das portas, inclusive forros e batentes?
R:
Madeira.
Algumas esquadrias, segundo alguns proprietários, foram substituídas em decorrência de
apodrecimento e surgimento de cupins.
As portas não foram tratadas, sendo as internas semi-ocas e as externas maciças.
Não constatamos apodrecimentos no momento da vistoria.
Segundo o relato dos proprietários, algumas portas foram substituídas devido a estas
patologias.
Foram encontrados inúmeros forros com apodrecimento e algumas aberturas e portas
com sinais de umidade.
16. O imóvel tem forro e ele apresenta danos?
R:
Sim.
17. As instalações elétricas e hidráulicas e os esgotos apresentam problemas?
R:
Não, no momento da vistoria.
18. As instalações elétricas e hidráulicas e os esgotos foram adequadamente dimensionados e
construídos?
R:
No momento da vistoria não encontramos problemas nestas instalações.
19. Conforme apólice de Seguro Habitacional, subitem 3.1 D, da Cláusula 3ª das Condições
Particulares, o sinistro de desmoronamento parcial é a "Destruição ou desabamento de paredes,
vigas ou outro elemento estrutural". Há sinistro de desabamento parcial nos imóveis dos
Autores?
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
76
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
R:
Não.
20. A fundação do imóvel do Autor é bem dimensionada, firme e estável?
R:
Não constatamos danos nos imóveis relacionados à deficiência nas fundações.
21. Há recalques nas fundações?
R:
Respondido no quesito anterior.
22. Acaso existam, queira discorrer sobre as causas dos danos nos pisos.
R:
Os problemas encontrados nos pisos consistiram no acentuado grau de desgaste, porém
este fato se deve ao término da vida útil de projeto, como é o caso do carpete. (Ver Tabela 14Vida Útil de Projeto (VUP), do Laudo).
23. Ainda, diante das constatações de problemas nas fundações, queira o Sr. Perito informar se
referidos problemas afetaram as calçadas em torno dos imóveis, e em caso positivo, orce
valores para recuperação da mesma.
R:
Não foram constatados danos nas calçadas em torno dos imóveis vistoriados.
24. Existem fissuras, trincas ou rachaduras nas alvenarias?
R:
Sim.
25. Em caso positivo, elas são estacionárias ou podem se agravar?
R:
Todas as anomalias resultantes da ascensão de umidade pela falta de impermeabilização
das fundações e devido à inexistência de cintas de concreto armado no respaldo das paredes,
podem se agravar.
26. As paredes apresentam manchas, bolores ou umidade?
R:
Sim, este tipo de manifestação foi encontrado em algumas paredes. Ver Sub-Itens 7.2.
UMCON- UMIDADE ASCENDENTE DAS FUNDAÇÕES EM PAREDES DE CONCRETO e 7.6. DEGREDEGRADAÇÃO DOS REVESTIMENTOS DE ARGAMASSA DAS PAREDES do Item 7. RESULTADO
DA INSPEÇÃO PREDIAL – CHECK-LIST, do Laudo.
27. Em caso positivo, as manchas, bolores ou umidade decorrem da falta de impermeabilização
eficiente entre as paredes, pisos e fundações com o solo?
R:
Sim. A umidade ascendente da base de algumas paredes, junto ao piso, indica ausência
e /ou má execução de impermeabilização das fundações.
28. Acaso as alvenarias dos imóveis não tenham recebido suficiente impermeabilização, quais as
conseqüências possíveis para os imóveis ao longo do tempo?
R:
A conseqüência é o agravamento das patologias apresentadas.
29. Existem vigas de respaldo no topo das alvenarias?
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
77
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
R:
O padrão e características das trincas encontradas, a maioria localizadas próximas dos
vértices dos vão das aberturas, indicam o não emprego de cintamento de concreto armado pelo
sistema construtivo de paredes em painéis de concreto adotado.
30. Em caso negativo, isto provoca distribuição não uniforme das cargas sobre as alvenarias de
sustentação e diminui a resistência do conjunto das paredes?
R:
Sim. Além da distribuição uniforme das cargas a execução de cintas de amarração no
respaldo das paredes perimetrais e internas também têm a função de solidarizar entre si as
paredes concorrentes, evitando a ocorrência de fissuras e trincas.
31. Existem vergas e contravergas nas aberturas?
R:
Em algumas casas, em função da característica da trinca apresentada, há a indicação de
ausência deste elemento.
32. Não existindo vergas e contravergas, quais os problemas resultantes detectados pela perícia
e existe a possibilidade de agravamento ou surgimento de danos?
R:
Os problemas resultantes devido a inexistência de vergas e contra-vergas são o
surgimento de anomalias como trincas, podendo se agravar.
33. Os danos acaso encontrados nas alvenarias dos imóveis dos Autores encontram-se
estabilizados ou são de natureza progressiva?
R:
Os danos encontrados nas paredes de concreto dos imóveis são de natureza progressiva,
tendendo a se agravar.
34. Há no imóvel do Autor danos de natureza progressiva? É possível determinar se os danos
existentes no imóvel são recentes, ou se os mesmos são decorrentes de problemas surgidos
com o passar dos anos (mais de cinco anos) e que foram evoluindo?
R:
Sim.
Os danos apresentados não são recentes.
35. Os danos existentes no imóvel do Autor podem evoluir, de imediato ou no futuro, com risco
de desmoronamento parcial ou total, ou estão estabilizados?
R:
Os danos existentes, no momento, não representam risco de desmoronamento parcial ou
total, mas devem ser tratados com urgência para evitar problemas futuros.
36. Há a necessidade de desocupação do imóvel para fazer-se as reformas necessárias? Em
caso positivo, por quanto tempo?
R:
Não. As reformas necessárias, na maioria apenas a troca de forro e correções de trincas,
não exigem a desocupação do imóvel.
37. Em caso de desocupação queira o Sr. perito, orçar os valores para mobilização e
desmobilização de móveis e utensílios, bem como despesas com aluguel e mudança.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
78
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
R:
Vide resposta ao quesito anterior.
38. Queira o Sr. Perito relacionar e orçar os custos dos estragos decorrentes dos sinistros em
revestimentos; instalações elétricas e hidráulicas; pinturas; esquadrias; vidros; ferragens e
pisos.
R:
Respondido no Item 8.2. ORÇAMENTOS INDIVIDUALIZADOS e nos ANEXO I PLANILHAS DE ORÇAMENTO DISCRIMINADAS E INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS
UNITÁRIOS e ANEXO II- QUADRO RESUMO DOS VALORES APURADOS, do Laudo.
39. Queira o Sr. Perito com base nas especificações e metragens do projeto original, orçar os
custos dos consertos dos danos apresentados, que já tenham sido reparados total ou
parcialmente pelos Autores.
R:
Respondido no quesito n.º40, do Autor.
40. Queira o Sr. Perito orçar individualmente os custos dos consertos dos danos direta ou
indiretamente acontecidos nos imóveis dos Autores.
R:
Respondido no Item 8.2. ORÇAMENTOS INDIVIDUALIZADOS e nos ANEXO I PLANILHAS DE ORÇAMENTO DISCRIMINADAS E INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS
UNITÁRIOS e ANEXO II- QUADRO RESUMO DOS VALORES APURADOS, do Laudo.
41. Queira o Sr. Perito, ao orçar individualmente os valores necessários para recuperar
totalmente os imóveis dos Autores, sanando-se todos os danos existentes, considerar nos
orçamentos as desmontagens, retiradas de entulhos, limpeza geral, mobilização e
desmobilização de móveis e utensílios, mudança, materiais de construção, custos de serviços de
pedreiros, carpinteiros, eletricistas e pintores e BDI (Bonificação por Despesas Indireta, fator de
orçamento que engloba a responsabilidade profissional, os encargos sociais, as perdas da obra e
o lucro da empresa a ser contratada).
R:
Quesito prejudicado por envolver itens como desmontagens e mobilização de móveis e
utensílios e despesas com mudanças, os quais além de fugirem da abrangência deste trabalho,
são desnecessários para a realização dos reparos.
42. As edificações das construções seguiram os projetos e especificações fornecidas pela
COHAB? Caso contrário, em que consiste a inobservância do projeto e/ou memorial descritivo?
R:
Em diligência a SMCP (Secretaria Municipal de Coordenação e Planejamento) e
posteriormente ao setor de arquivo, fomos informados pelo Sr. Omero, funcionário responsável,
que os projetos e memoriais descritivos referentes as construções em questão (COHAB's), foram
aprovados mas não ficaram arquivados Prefeitura Municipal de Rio Grande.
Após esta diligência enviamos e-mail para o assistente técnico da Ré, Eng. Cláudio
Gobatto e para a Adv. dos Autores Dr. Naiá, solicitando estes documentos, sendo enviado pelo
Eng. Gobatto uma cópia destes memoriais e um croqui dos imóveis, os quais apensamos ao
presente trabalho, respectivamente com os nomes de 'Croqui 1: Padrões habitacionais 2 e 3
dormitórios' no Item 5. VISTORIA, do laudo e 'ANEXO II- Memorial Descritivo dos imóveis'.
Analisando estes documentos constatamos que os serviços executados nos imóveis
vistoriados não são exatamente aqueles contidos nos memoriais, o mesmo valendo para o
projeto arquitetônico, considerando que vários imóveis possuem apenas 1 dormitório.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
79
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Assim, o conhecimento dos projetos originais se deu por análise, observação e
comparação, de forma a permitir o entendimento do que era existente e o que foi ampliado.
43. Quais os outros esclarecimentos que o Perito julga conveniente acrescentar para os
esclarecimentos dos fatos?
R:
Nada a acrescentar.
13.2. QUESITOS DO RÉU
1. Queira o Sr. Perito esclarecer todos os danos existentes no imóvel, internos e externos,
separando os mesmos segundo as causas a seguir elencadas:
a) Danos decorrentes de causas externas, ou seja, causadas por forças que atuando de fora
para dentro, sobre o prédio ou sobre o solo ou subsolo, em que os mesmos se acham
edificados;
b) Danos decorrentes do uso e desgaste normal da coisa, exposta ao uso contínuo e cumulativo
e/ou devido às intempéries cujas edificações estão sujeitas;
c) Danos decorrentes da falta de manutenção e conservação;
d) Danos decorrentes de falhas construtivas, ou seja, devido ao emprego de materiais e técnicas
construtivas inadequadas;
e) Danos decorrentes de ampliações e/ou modificações do projeto original, executados sem os
cuidados ou conhecimentos técnicos adequados;
f) Danos decorrentes de outras causas que o Sr. perito possa identificar, ou queira elencar.
R:
Considerando que as patologias apresentadas, na maioria dos casos possui origem em
mais de uma das causas apontadas no quesito, elaboramos o quadro a seguir.
PATOLOGIAS
UMCON- Umidade ascendente das fundações em
paredes de concreto:
TRICO- Trincas em paredes de concreto:
DAFOR- Danos encontrados nos forros:
DEGRE- Degradação dos revestimentos de
argamassa das paredes:
Danos em pisos, pinturas e deterioração de
algumas janelas e portas devido a umidade:
Item
A
Item
B
Item
C
Item
D
X
X
X
X
Item
E
Item
F
X
X
X
X
2. Queira, ainda, o Sr. Perito verificar e citar se há qualquer dano nos imóveis decorrentes dos
seguintes eventos:
a) Ameaça de desmoronamento de paredes, vigas ou elementos estruturais;
b) desmoronamento parcial de paredes, vigas ou elementos estruturais;
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
80
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
R:
Não existe no momento, dano causado por ameaça iminente de desmoronamento,
parcial ou total, mas devido a natureza progressiva destas anomalias, o tratamento deverá ser
feito o mais breve possível.
2.1. No caso de se enquadrarem um ou mais danos nos eventos acima, queira o Sr. Perito citar
quais os sinistros que ocorreram.
R:
Quesito prejudicado, uma vez que os imóveis não apresentam as conseqüências acima
elencadas.
3. Existindo danos decorrentes de vícios de construção, ou seja, devido ao uso de materiais ou
técnicas construtivas que contrariam o uso da boa técnica de engenharia, seria correto afirmar
que estes danos existem e vêm evoluindo desde a sua construção? Em caso positivo, podemos
então afirmar que estes danos existem e vêm se manifestando e evoluindo a vários anos?
R:
Sim, a maioria das anomalias existentes vêm evoluindo a vários anos.
4. Qual é a idade dos imóveis?
R:
A idade real média dos imóveis é de 25 (vinte e cinco) anos, segundo informações
colhidas com os vizinhos e proprietários.
5. Os danos verificados em cada unidade vistoriada são recentes?
R:
Não.
6. Podemos afirmar com segurança que os danos nos imóveis existem a muitos anos, ou seja,
não são danos recentes?
R:
Sim.
7. Queira o Sr. Perito informar se a residência vistoriada teve o seu uso residencial desvirtuado,
como por exemplo: a casa atualmente comporta um pequeno comércio ou similar?
R:
Todos os imóveis são habitados com uso exclusivamente residencial.
8. Queira o Sr. Perito informar se o imóvel vistoriado é habitado por inquilino? Em caso
afirmativo, queira citar o seu nome.
R:
Os imóveis são habitados pelos proprietários.
9. Há a necessidade de desocupar os imóveis?
R:
Não.
10. Queira o Sr. Perito informar, se algum dos imóveis desta lide, foram objeto de perícia
anterior pela Vossa Senhoria?
R:
Não.
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
81
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
11. Qual a relação entre a idade dos imóveis e os danos ora constatados?
R:
Foram encontradas Anomalias Endógenas (relacionadas a deficiências de ordem
construtiva- Vícios construtivos), Exógenas (Originárias de fatores externos à edificação,
provocados por terceiros), Funcionais (Originárias do uso e término de vida útil de elementos e
sistemas) e Falhas (decorrentes de inconformidades de ações de manutenção predial).
As Anomalias Endógenas (Vícios construtivos), não possuem uma dependência direta
com a idade dos imóveis, sendo estas resultado de deficiências de ordem construtiva,
entretanto, as Falhas (Resultado da falta ou ineficiência de procedimentos de manutenção) e a
degradação Funcional (caracterizada pelo término da vida útil), possuem uma relação direta
com a idade dos imóveis.
12. Que mais pode o Sr. Perito citar para esclarecer a presente perícia?
R:
Ver o item 12. CONCLUSÃO, do Laudo.
-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-
Vai o presente Laudo, desenvolvido em 179 (Cento e setenta e nove) folhas impressas
em um só lado, todas rubricadas, sendo a última datada e assinada, acompanhado dos
seguintes documentos, totalizando 276 folhas (duzentos e setenta e seis folhas).
Anexo I
Anexo II
Planilhas de Orçamento Discriminadas e Insumos
do Orçamento com os custos unitários.
Quadro Resumo dos valores apurados.
72 fls.
02 fls.
Anexo III
Memorial Descritivo dos Imóveis.
23 fls.
À disposição de Vossa Excelência para outras informações que forem julgadas
necessárias.
Rio Grande, 20 de agosto de 2010.
-----------------------------------Clarel da Cruz Riet
Eng. Civil – CREA 66.891-D
Perito - IBAPE 1.047/99
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
82
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
ANEXO I
PLANILHAS DE ORÇAMENTO
DISCRIMINADAS E INSUMOS DO
ORÇAMENTO COM OS CUSTOS
UNITÁRIOS
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
1
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL I
RUA DOS SAVEIROS N° 61
PARQUE MARINHA
I. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-01E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Item/Descrição
Endereço: Rua dos Saveiros n° 61 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. FORRO
.1 FORRO DE LAMBRI DE MADEIRA
CODIGO/INSUMO
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
2536 GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
2549 SARRAFO PINHO 3a. 2,5 x 5,0cm
4020 LAMBRI IPE MACHO-FEMEA 10cm
9003 CARPINTEIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,00 M2
0,20 KG
1,70 M
3,20 M
1,10 M2
1,30 H
1,50 H
1,40
9,35
7,04
41,58
20,33
4,46
3,48
13,98
7,51
79,70
29,43
79,70
29,43
109,13
2. ESQUADRIAS
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
3,00 CJ
4,50
0,02
0,45
18,00
3,00
3,00
21,00
2,40
21,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
1,71
1,08
3,15
18,00
1.881,00
73,77
677,51
72,03
8,22
48,72
227,09
121,91
2.656,23
477,99
3.134,22
1,00 CJ
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
3.263,80
575,94
705,52
3. PAVIMENTAÇÕES
.1 PISO CERAMICO 20x30-arg.ca-ar(1:5)10%ci-3cm
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
4045 CERAMICA 20 x 30cm - (A)
9023 LADRILHISTA
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
39,21 M2
142,37 KG
1,06 M3
41,17 M2
50,97 H
31,37 H
TOTAL DO ORÇAMENTO
54,11
72,93
708,52
286,10
174,88
72,93
436,34
234,25
1.121,80
918,30
1.121,80
918,30
4.465,30
1.523,67
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
2.040,10
5.988,97
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-01E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
3518
4542
9003
4592
4045
2524
4544
2536
4536
9023
4020
9043
4521
2533
2549
9046
4501
AREIA MEDIA
ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CERAMICA 20 x 30cm - (A)
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
LADRILHISTA
LAMBRI IPE MACHO-FEMEA 10cm
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SARRAFO PINHO 3a. 2,5 x 5,0cm
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua dos Saveiros n° 61 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,03
1,06
5,10
26,30
3,00
41,17
148,37
5,40
1,70
3,00
50,97
1,10
3,40
1,00
0,80
3,20
57,87
25,00
M3
M3
M
H
UN
M2
KG
M
M
UN
H
M2
H
UN
KG
M
H
UN
Valor Unitário
45,50
69,00
37,00
3,43
24,59
17,21
0,38
4,43
5,50
627,00
3,43
37,80
3,43
231,00
7,00
2,20
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL II
RUA RIO DO TIGRE N° 217
PARQUE MARINHA
I. REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
II. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-02D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua Rio do Tigre n° 217 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. UMCON- UMIDADE ASCENDENTE DAS FUNDAÇÕES EM PAREDES CONCRETO
.1 IMPERMEAB. C/ ARGAM. POLIMÉRICA IMPERMEÁVEL - APLICADA
CODIGO/INSUMO
2 ARGAM. POLIMÉRICA IMPER.SEMI-FLEX. COLOC
Encargos
BDI
20,00 M2
60,00 KG
1.800,00
616,32
0,00
0,00
2.416,40
0,00
2.416,40
0,00
2.416,40
2. DAFOR- DANOS NOS FORROS
29,82 M2
.1 FORRO EUCATEX C/PERFIL DE AÇO - COLOCADO
BDI
39,00
398,20
0,00
1.561,18
0,00
1.561,08
0,00
1.561,18
3. DEGRE- DEGRADAÇÃO DOS REVESTIMENTOS DE ARGAMASSA DAS PAREDES
.1 REVESTIMENTO TEXTURADO PVA PARA INTERIORES 1 DEMAO
CODIGO/INSUMO
6542 TINTA LATEX RELEVO INTERNA
9044 PINTOR
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
.2 REV.COMPL.ALV.-CHAP.1:3/EMB.1:5+7%ci/REB.1:3+10%ci
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
3521 ARGAMASSA FINA ca-af 1:3
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
22,00 M2
19,80
19,80
16,50
L
H
H
359,48
123,09
67,98
38,28
187,10
100,45
482,46
393,58
876,04
11,00 M2
50,07
0,10
0,10
0,06
13,20
15,95
KG
M3
M3
M3
H
H
19,03
4,51
6,82
3,74
11,68
45,32
36,96
144,88
77,78
45,76
304,92
528,22
698,50
350,68
4. SERVIÇOS COMPLEMENTARES
.1 PINTURA LATEX PVA SOBRE REBOCO-2 DEMAOS interna
CODIGO/INSUMO
6507 TINTA LATEX PVA
9044 PINTOR
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
134,00 M2
32,16
67,00
53,60
TOTAL DO ORÇAMENTO
L
H
H
385,92
132,14
230,48
124,62
625,26
335,68
518,58
1.317,22
518,58
1.317,22
5.024,28
2.015,72
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
1.835,80
7.040,00
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-02D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
2
3521
3518
2524
9043
9044
9046
6507
6542
AREIA MEDIA
ARGAM. POLIMÉRICA IMPER.SEMI-FLEX. COLOC
ARGAMASSA FINA ca-af 1:3
ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
PEDREIRO
PINTOR
SERVENTE
TINTA LATEX PVA
TINTA LATEX RELEVO INTERNA
Endereço: Rua Rio do Tigre n° 217 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,10
60,00
0,06
0,10
50,07
13,20
86,80
86,05
32,16
19,80
M3
KG
M3
M3
KG
H
H
H
L
L
Valor Unitário
45,50
30,00
69,00
69,00
0,38
3,43
3,43
2,32
12,00
18,15
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-02E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua Rio do Tigre n° 217 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. ESQUADRIAS
2,00 CJ
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
3,00
0,02
0,30
12,00
2,00
2,00
14,00
1,60
14,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
1,14
0,72
2,10
12,00
1.254,00
49,18
451,67
48,02
5,48
32,48
151,39
81,28
1.770,82
318,66
2.089,48
1,00 CJ
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
705,52
Total do Grupo
2.378,39
416,61
2.795,00
TOTAL DO ORÇAMENTO
2.378,39
416,61
2.795,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-02E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
4542
9003
4592
2524
4544
4536
9043
4521
2533
9046
4501
AREIA MEDIA
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua Rio do Tigre n° 217 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,02
5,10
18,00
2,00
4,50
5,40
2,00
2,60
1,00
0,45
18,00
19,00
M3
M
H
UN
KG
M
UN
H
UN
KG
H
UN
Valor Unitário
45,50
37,00
3,43
24,59
0,38
4,43
627,00
3,43
231,00
7,00
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL III
RUA ILHA DE ITAPARICA N° 173
PARQUE MARINHA
I. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-03E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua Ilha de Itaparica, 173-P.Marinh
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. FORRO
5,00 M2
.1 FORRO DE LAMBRI DE MADEIRA
CODIGO/INSUMO
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
2536 GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
2549 SARRAFO PINHO 3a. 2,5 x 5,0cm
4020 LAMBRI IPE MACHO-FEMEA 10cm
9003 CARPINTEIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,00 KG
8,50 M
16,00 M
5,50 M2
6,50 H
7,50 H
7,00
46,75
35,20
207,90
101,64
22,30
17,40
69,90
37,53
398,50
147,15
545,65
13,00 M2
.2 FORRO PVC 200mm C/PERFIL SUSTENTACAO EM PVC
CODIGO/INSUMO
5055 FORRO PLASTICO 200mm
Encargos
BDI
13,65 M2
393,12
134,60
Total do Grupo
0,00
0,00
527,67
0,00
527,67
926,17
147,15
1.073,32
2. ESQUADRIAS
2,00 CJ
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
3,00
0,02
0,30
12,00
2,00
2,00
14,00
1,60
14,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
1,14
0,72
2,10
12,00
1.254,00
49,18
451,67
48,02
5,48
32,48
151,39
81,28
1.770,82
318,66
2.089,48
1,00 CJ
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
Total do Grupo
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
705,52
2.378,39
416,61
2.795,00
3. PAVIMENTAÇÕES
21,00 M2
.1 PISO CERAMICO 20x30-arg.ca-ar(1:5)10%ci-3cm
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
4045 CERAMICA 20 x 30cm - (A)
9023 LADRILHISTA
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
76,25 KG
0,57 M3
22,05 M2
27,30 H
16,80 H
Total do Grupo
TOTAL DO ORÇAMENTO
28,98
39,06
379,47
153,23
93,66
39,06
233,69
125,46
600,81
491,82
1.092,63
600,81
491,82
1.092,63
3.905,37
1.055,58
4.960,95
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-03E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
3518
4542
9003
4592
4045
2524
5055
4544
2536
4536
9023
4020
9043
4521
2533
2549
9046
4501
AREIA MEDIA
ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CERAMICA 20 x 30cm - (A)
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
FORRO PLASTICO 200mm
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
LADRILHISTA
LAMBRI IPE MACHO-FEMEA 10cm
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SARRAFO PINHO 3a. 2,5 x 5,0cm
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua Ilha de Itaparica, 173-P.Marinh
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,02
0,57
5,10
24,50
2,00
22,05
80,75
13,65
5,40
8,50
2,00
27,30
5,50
2,60
1,00
1,45
16,00
42,30
19,00
M3
M3
M
H
UN
M2
KG
M2
M
M
UN
H
M2
H
UN
KG
M
H
UN
Valor Unitário
45,50
69,00
37,00
3,43
24,59
17,21
0,38
28,80
4,43
5,50
627,00
3,43
37,80
3,43
231,00
7,00
2,20
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL IV
RUA ILHA DE ITAPARICA N° 163
PARQUE MARINHA
I. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-04E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua Ilha de Itaparica, 163-P.Marinh
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. ESQUADRIAS
2,00 CJ
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
3,00
0,02
0,30
12,00
2,00
2,00
14,00
1,60
14,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
1,14
0,72
2,10
12,00
1.254,00
49,18
451,67
48,02
5,48
32,48
151,39
81,28
1.770,82
318,66
2.089,48
1,00 CJ
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
Total do Grupo
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
705,52
2.378,39
416,61
2.795,00
2. PAVIMENTAÇÕES
8,00 M2
.1 PISO CERAMICO 20x30-arg.ca-ar(1:5)10%ci-3cm
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
4045 CERAMICA 20 x 30cm - (A)
9023 LADRILHISTA
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
29,05 KG
0,22 M3
8,40 M2
10,40 H
6,40 H
9,00 M2
.2 PISO TIPO 'DECORFLEX'
BDI
Total do Grupo
TOTAL DO ORÇAMENTO
11,04
14,88
144,56
58,37
35,68
14,88
89,03
47,80
228,88
187,36
13,00
7,00
416,24
40,06
21,57
157,06
84,57
385,93
271,96
657,89
2.764,32
688,57
3.452,89
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
241,63
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-04E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
3518
4542
9003
4592
4045
2524
4544
4536
9023
9043
4521
2533
9046
4501
AREIA MEDIA
ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CERAMICA 20 x 30cm - (A)
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
LADRILHISTA
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua Ilha de Itaparica, 163-P.Marinh
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,02
0,22
5,10
18,00
2,00
8,40
33,55
5,40
2,00
10,40
2,60
1,00
0,45
24,40
19,00
M3
M3
M
H
UN
M2
KG
M
UN
H
H
UN
KG
H
UN
Valor Unitário
45,50
69,00
37,00
3,43
24,59
17,21
0,38
4,43
627,00
3,43
3,43
231,00
7,00
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL V
RUA DOS VELEIROS N° 320
PARQUE MARINHA
I. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-05E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua dos Veleiros n° 320 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. ESQUADRIAS
2,00 CJ
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
3,00
0,02
0,30
12,00
2,00
2,00
14,00
1,60
14,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
1,14
0,72
2,10
12,00
1.254,00
49,18
451,67
48,02
5,48
32,48
151,39
81,28
1.770,82
318,66
2.089,48
1,00 CJ
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
705,52
Total do Grupo
2.378,39
416,61
2.795,00
TOTAL DO ORÇAMENTO
2.378,39
416,61
2.795,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-05E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
4542
9003
4592
2524
4544
4536
9043
4521
2533
9046
4501
AREIA MEDIA
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua dos Veleiros n° 320 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,02
5,10
18,00
2,00
4,50
5,40
2,00
2,60
1,00
0,45
18,00
19,00
M3
M
H
UN
KG
M
UN
H
UN
KG
H
UN
Valor Unitário
45,50
37,00
3,43
24,59
0,38
4,43
627,00
3,43
231,00
7,00
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL VI
RUA DOS VELEIROS N° 155
PARQUE MARINHA
I. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-06E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua dos Veleiros n° 155 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. ESQUADRIAS
2,00 CJ
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
3,00
0,02
0,30
12,00
2,00
2,00
14,00
1,60
14,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
1,14
0,72
2,10
12,00
1.254,00
49,18
451,67
48,02
5,48
32,48
151,39
81,28
1.770,82
318,66
2.089,48
1,00 CJ
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
705,52
Total do Grupo
2.378,39
416,61
2.795,00
TOTAL DO ORÇAMENTO
2.378,39
416,61
2.795,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-06E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
4542
9003
4592
2524
4544
4536
9043
4521
2533
9046
4501
AREIA MEDIA
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua dos Veleiros n° 155 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,02
5,10
18,00
2,00
4,50
5,40
2,00
2,60
1,00
0,45
18,00
19,00
M3
M
H
UN
KG
M
UN
H
UN
KG
H
UN
Valor Unitário
45,50
37,00
3,43
24,59
0,38
4,43
627,00
3,43
231,00
7,00
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL VII
RUA ILHA DE BANANAL N° 267
PARQUE MARINHA
I. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-07E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Item/Descrição
Endereço: Rua Ilha de Bananal, 267- P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. FORRO
.1 FORRO DE LAMBRI DE MADEIRA
CODIGO/INSUMO
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
2536 GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
2549 SARRAFO PINHO 3a. 2,5 x 5,0cm
4020 LAMBRI IPE MACHO-FEMEA 10cm
9003 CARPINTEIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
39,21 M2
7,84 KG
66,66 M
125,47 M
43,13 M2
50,97 H
58,82 H
54,89
366,61
276,04
1.630,35
797,07
174,88
136,45
548,19
294,30
3.125,04
1.153,95
3.125,04
1.153,95
4.278,99
2. PAVIMENTAÇÕES
.1 PISO CERAMICO 20x30-arg.ca-ar(1:5)10%ci-3cm
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
4045 CERAMICA 20 x 30cm - (A)
9023 LADRILHISTA
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
.2 TACO MADEIRA 7x21cm ci-ar 1:4 3cm
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2527 AREIA GROSSA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
5512 TACO MADEIRA 7 x 21cm
(7158505)
8145 ASFALTO OXIDADO
9005 TAQUEIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
30,21 M2
109,69 KG
0,82 M3
31,72 M2
39,27 H
24,17 H
41,69
56,19
545,89
220,43
134,74
56,19
336,19
180,49
864,31
707,52
1.571,83
9,00 M2
87,75
0,34
0,03
1,80
9,45
9,00
9,00
13,50
TOTAL DO ORÇAMENTO
KG
M3
M3
KG
M2
KG
H
H
33,30
15,57
1,26
12,60
316,35
92,88
161,60
30,87
31,32
109,50
58,79
633,60
230,49
1.497,91
938,01
4.622,95
2.091,96
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
864,09
6.714,91
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-07E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2527
2526
3518
8145
9003
4045
2524
2536
9023
4020
2533
2549
9046
5512
9005
AREIA GROSSA
AREIA MEDIA
ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
ASFALTO OXIDADO
(7158505)
CARPINTEIRO
CERAMICA 20 x 30cm - (A)
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
LADRILHISTA
LAMBRI IPE MACHO-FEMEA 10cm
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SARRAFO PINHO 3a. 2,5 x 5,0cm
SERVENTE
TACO MADEIRA 7 x 21cm
TAQUEIRO
Endereço: Rua Ilha de Bananal, 267- P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,03
0,34
0,82
9,00
50,97
31,72
197,44
66,66
39,27
43,13
9,64
125,47
96,48
9,45
9,00
M3
M3
M3
KG
H
M2
KG
M
H
M2
KG
M
H
M2
H
Valor Unitário
45,50
45,50
69,00
10,32
3,43
17,21
0,38
5,50
3,43
37,80
7,00
2,20
2,32
33,48
3,43
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVELVIII
RUA ESCALERES N° 362
PARQUE MARINHA
I. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-08E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua Escaleres n° 362 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. ESQUADRIAS
2,00 CJ
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
3,00
0,02
0,30
12,00
2,00
2,00
14,00
1,60
14,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
1,14
0,72
2,10
12,00
1.254,00
49,18
451,67
48,02
5,48
32,48
151,39
81,28
1.770,82
318,66
2.089,48
1,00 CJ
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
705,52
Total do Grupo
2.378,39
416,61
2.795,00
TOTAL DO ORÇAMENTO
2.378,39
416,61
2.795,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-08E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
4542
9003
4592
2524
4544
4536
9043
4521
2533
9046
4501
AREIA MEDIA
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua Escaleres n° 362 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,02
5,10
18,00
2,00
4,50
5,40
2,00
2,60
1,00
0,45
18,00
19,00
M3
M
H
UN
KG
M
UN
H
UN
KG
H
UN
Valor Unitário
45,50
37,00
3,43
24,59
0,38
4,43
627,00
3,43
231,00
7,00
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL IX
RUA ESCALARES N° 469
PARQUE MARINHA
I. REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
II. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-09D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua Escaleres n° 469 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. TRICO- TRINCAS EM PAREDES DE CONCRETO
0,70 M3
.1 CINTA CONCRETO ARMADO fck15MPa-COMPLETA
CODIGO/INSUMO
2501 BETONEIRA 320L MOTOR 3HP
LOCACAO
2515 ARAME RECOZIDO 18 BWG
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2528 BRITA 1 OU 2
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
2536 GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
2540 PONTALETE PINHO 3a. 3 x 3"
2576 ACO CA-50 5/8" - 1,570kg/m
9003 CARPINTEIRO
9014 FERREIRO
9015 AJUDANTE DE FERREIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
0,04
0,84
245,00
0,43
0,60
1,40
17,50
7,00
28,00
9,10
2,80
2,80
2,80
17,50
D
KG
KG
M3
M3
KG
M
M
KG
H
H
H
H
H
1,00 VB
.2 APLICAÇÃO DE VEDA TRINCA
BDI
1,05
5,41
93,10
19,75
30,94
9,80
96,25
54,74
125,72
149,55
31,21
9,60
6,50
9,60
40,60
171,70
92,18
586,31
361,41
947,72
320,00
109,57
0,00
429,57
0,00
Total do Grupo
1.015,88
361,41
1.377,29
TOTAL DO ORÇAMENTO
1.015,88
361,41
1.377,29
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
429,57
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-09D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2576
9015
2515
2526
2501
2528
9003
2524
9014
2536
9043
2540
2533
9046
ACO CA-50 5/8" - 1,570kg/m
AJUDANTE DE FERREIRO
ARAME RECOZIDO 18 BWG
AREIA MEDIA
BETONEIRA 320L MOTOR 3HP
LOCACAO
BRITA 1 OU 2
CARPINTEIRO
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
FERREIRO
GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
PEDREIRO
PONTALETE PINHO 3a. 3 x 3"
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
Endereço: Rua Escaleres n° 469 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
28,00
2,80
0,84
0,43
0,04
0,59
9,10
245,00
2,80
17,50
2,80
7,00
1,40
17,50
KG
H
KG
M3
D
M3
H
KG
H
M
H
M
KG
H
Valor Unitário
4,49
2,32
6,44
45,50
25,00
52,00
3,43
0,38
3,43
5,50
3,43
7,82
7,00
2,32
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-09E - 1,SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Item/Descrição
Endereço: Rua Escaleres n° 469 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. FORRO
.1 FORRO PVC 200mm C/PERFIL SUSTENTACAO EM PVC
CODIGO/INSUMO
5055 FORRO PLASTICO 200mm
Encargos
BDI
22,89 M2
24,03 M2
692,19
237,01
0,00
0,00
929,11
0,00
929,11
0,00
929,11
2. ESQUADRIAS
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
2,00 CJ
3,00
0,02
0,30
12,00
2,00
2,00
14,00
1,60
14,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
1,14
0,72
2,10
12,00
1.254,00
49,18
451,67
48,02
5,48
32,48
151,39
81,28
1.770,82
318,66
2.089,48
1,00 CJ
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
2.378,39
416,61
705,52
3. PAVIMENTAÇÕES
.1 PISO CERAMICO 20x30-arg.ca-ar(1:5)10%ci-3cm
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
4045 CERAMICA 20 x 30cm - (A)
9023 LADRILHISTA
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
22,89 M2
83,11 KG
0,62 M3
24,03 M2
29,76 H
18,31 H
TOTAL DO ORÇAMENTO
31,59
42,58
413,62
167,02
102,09
42,58
254,73
136,75
654,88
536,08
654,88
536,08
3.962,38
952,69
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
1.190,96
4.915,07
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-09E - 1,SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
3518
4542
9003
4592
4045
2524
5055
4544
4536
9023
9043
4521
2533
9046
4501
AREIA MEDIA
ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CERAMICA 20 x 30cm - (A)
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
FORRO PLASTICO 200mm
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
LADRILHISTA
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua Escaleres n° 469 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,02
0,62
5,10
18,00
2,00
24,03
87,61
24,03
5,40
2,00
29,76
2,60
1,00
0,45
36,31
19,00
M3
M3
M
H
UN
M2
KG
M2
M
UN
H
H
UN
KG
H
UN
Valor Unitário
45,50
69,00
37,00
3,43
24,59
17,21
0,38
28,80
4,43
627,00
3,43
3,43
231,00
7,00
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL X
RUA DO LEME N° 87
PARQUE MARINHA
I. REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
II. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 2
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-10D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Item/Descrição
Endereço: Rua do Leme n° 87 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. UMCON- UMIDADE ASCENDENTE DAS FUNDAÇÕES EM PAREDES CONCRETO
.1 IMPERMEAB. C/ ARGAM. POLIMÉRICA IMPERMEÁVEL - APLICADA
CODIGO/INSUMO
2 ARGAM. POLIMÉRICA IMPER.SEMI-FLEX. COLOC
Encargos
BDI
25,00 M2
75,00 KG
2.250,00
770,40
0,00
0,00
3.020,50
0,00
3.020,50
0,00
3.020,50
2. DAFOR- DANOS NOS FORROS
.1 37FORRO EUCATEX C/PERFIL DE AÇO - COLOCADO
37,00 M2
BDI
39,00
494,08
0,00
1.937,08
0,00
1.936,95
0,00
1.937,08
3. TRICO- TRINCAS EM PAREDES DE CONCRETO
.1 CINTA CONCRETO ARMADO fck15MPa-COMPLETA
CODIGO/INSUMO
2501 BETONEIRA 320L MOTOR 3HP
LOCACAO
2515 ARAME RECOZIDO 18 BWG
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2528 BRITA 1 OU 2
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
2536 GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
2540 PONTALETE PINHO 3a. 3 x 3"
2576 ACO CA-50 5/8" - 1,570kg/m
9003 CARPINTEIRO
9014 FERREIRO
9015 AJUDANTE DE FERREIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
.2 APLICAÇÃO DE VEDA TRINCA
0,95 M3
0,06
1,14
332,50
0,59
0,81
1,90
23,75
9,50
38,00
12,35
3,80
3,80
3,80
23,75
D
KG
KG
M3
M3
KG
M
M
KG
H
H
H
H
H
1,00 VB
BDI
1,42
7,34
126,35
26,80
41,99
13,30
130,62
74,29
170,62
202,95
42,36
13,03
8,82
13,03
55,10
233,02
125,10
795,70
490,48
1.286,18
395,00
135,25
0,00
530,25
0,00
1.325,95
490,48
530,25
4. DEGRE- DEGRADAÇÃO DOS REVESTIMENTOS DE ARGAMASSA DAS PAREDES
.1 REVESTIMENTO TEXTURADO PVA PARA INTERIORES 1 DEMAO
CODIGO/INSUMO
6542 TINTA LATEX RELEVO INTERNA
9044 PINTOR
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
.2 REV.COMPL.ALV.-CHAP.1:3/EMB.1:5+7%ci/REB.1:3+10%ci
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
3521 ARGAMASSA FINA ca-af 1:3
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
12,00 M2
10,80
10,80
9,00
L
H
H
196,08
67,14
37,08
20,88
102,06
54,79
263,16
214,68
109,25
0,22
0,22
0,12
28,80
34,80
KG
M3
M3
M3
H
H
41,52
9,84
14,88
8,16
25,47
98,88
80,64
316,10
169,70
99,84
665,28
363,00
879,96
5. SERVIÇOS COMPLEMENTARES
.1 PINTURA LATEX PVA SOBRE REBOCO-2 DEMAOS interna
477,84
24,00 M2
139,00 M2
CODIGO/INSUMO
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
765,12
22/10/2010
Página 2 de 2
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-10D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Item/Descrição
Endereço: Rua do Leme n° 87 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
6507 TINTA LATEX PVA
9044 PINTOR
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
33,36
69,50
55,60
TOTAL DO ORÇAMENTO
L
H
H
Material
Mão-de-Obra
Total
400,32
137,07
239,08
129,27
648,59
348,20
537,93
1.366,37
537,93
1.366,37
7.184,33
2.736,81
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
1.904,30
9.921,14
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-10D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2576
9015
2515
2526
2
3521
3518
2501
2528
9003
2524
9014
2536
9043
9044
2540
2533
9046
6507
6542
ACO CA-50 5/8" - 1,570kg/m
AJUDANTE DE FERREIRO
ARAME RECOZIDO 18 BWG
AREIA MEDIA
ARGAM. POLIMÉRICA IMPER.SEMI-FLEX. COLOC
ARGAMASSA FINA ca-af 1:3
ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
BETONEIRA 320L MOTOR 3HP
LOCACAO
BRITA 1 OU 2
CARPINTEIRO
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
FERREIRO
GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
PEDREIRO
PINTOR
PONTALETE PINHO 3a. 3 x 3"
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TINTA LATEX PVA
TINTA LATEX RELEVO INTERNA
Endereço: Rua do Leme n° 87 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
38,00
3,80
1,14
0,80
75,00
0,12
0,22
0,06
0,81
12,35
441,75
3,80
23,75
32,60
80,30
9,50
1,90
123,15
33,36
10,80
KG
H
KG
M3
KG
M3
M3
D
M3
H
KG
H
M
H
H
M
KG
H
L
L
Valor Unitário
4,49
2,32
6,44
45,50
30,00
69,00
69,00
25,00
52,00
3,43
0,38
3,43
5,50
3,43
3,43
7,82
7,00
2,32
12,00
18,15
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-10E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Item/Descrição
Endereço: Rua do Leme n° 87 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. FORRO
.1 FORRO PVC 200mm C/PERFIL SUSTENTACAO EM PVC
CODIGO/INSUMO
5055 FORRO PLASTICO 200mm
Encargos
BDI
3,00 M2
3,15 M2
90,72
31,06
0,00
0,00
121,77
0,00
121,77
0,00
121,77
2. PAVIMENTAÇÕES
.1 PISO CERAMICO 20x30-arg.ca-ar(1:5)10%ci-3cm
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
4045 CERAMICA 20 x 30cm - (A)
9023 LADRILHISTA
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
39,21 M2
142,37 KG
1,06 M3
41,17 M2
50,97 H
31,37 H
TOTAL DO ORÇAMENTO
54,11
72,93
708,52
286,10
174,88
72,93
436,34
234,25
1.121,80
918,30
1.121,80
918,30
1.243,57
918,30
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
2.040,10
2.161,87
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-10E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
3518
4045
2524
5055
9023
9046
ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
CERAMICA 20 x 30cm - (A)
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
FORRO PLASTICO 200mm
LADRILHISTA
SERVENTE
Endereço: Rua do Leme n° 87 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
1,06
41,17
142,37
3,15
50,97
31,37
M3
M2
KG
M2
H
H
Valor Unitário
69,00
17,21
0,38
28,80
3,43
2,32
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XI
RUA DO MIRANTE N° 223
PARQUE MARINHA
I. REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
II. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-11D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua do Mirante n° 223 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. UMCON- UMIDADE ASCENDENTE DAS FUNDAÇÕES EM PAREDES CONCRETO
.1 IMPERMEAB. C/ ARGAM. POLIMÉRICA IMPERMEÁVEL - APLICADA
CODIGO/INSUMO
2 ARGAM. POLIMÉRICA IMPER.SEMI-FLEX. COLOC
Encargos
BDI
20,00 M2
60,00 KG
1.800,00
616,32
0,00
0,00
2.416,40
0,00
2.416,40
0,00
2.416,40
2. DAFOR- DANOS NOS FORROS
27,00 M2
.1 FORRO EUCATEX C/PERFIL DE AÇO - COLOCADO
BDI
39,00
360,55
0,00
1.413,55
0,00
1.413,45
0,00
1.413,55
3. DEGRE- DEGRADAÇÃO DOS REVESTIMENTOS DE ARGAMASSA DAS PAREDES
.1 REVESTIMENTO TEXTURADO PVA PARA INTERIORES 1 DEMAO
CODIGO/INSUMO
6542 TINTA LATEX RELEVO INTERNA
9044 PINTOR
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
.2 REV.COMPL.ALV.-CHAP.1:3/EMB.1:5+7%ci/REB.1:3+10%ci
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
3521 ARGAMASSA FINA ca-af 1:3
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
22,00 M2
19,80
19,80
16,50
L
H
H
359,48
123,09
67,98
38,28
187,10
100,45
482,46
393,58
876,04
11,00 M2
50,07
0,10
0,10
0,06
13,20
15,95
KG
M3
M3
M3
H
H
19,03
4,51
6,82
3,74
11,68
45,32
36,96
144,88
77,78
45,76
304,92
528,22
698,50
350,68
4. SERVIÇOS COMPLEMENTARES
.1 PINTURA LATEX PVA SOBRE REBOCO-2 DEMAOS interna
CODIGO/INSUMO
6507 TINTA LATEX PVA
9044 PINTOR
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
134,00 M2
32,16
67,00
53,60
TOTAL DO ORÇAMENTO
L
H
H
385,92
132,14
230,48
124,62
625,26
335,68
518,58
1.317,22
518,58
1.317,22
4.876,65
2.015,72
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
1.835,80
6.892,37
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-11D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
2
3521
3518
2524
9043
9044
9046
6507
6542
AREIA MEDIA
ARGAM. POLIMÉRICA IMPER.SEMI-FLEX. COLOC
ARGAMASSA FINA ca-af 1:3
ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
PEDREIRO
PINTOR
SERVENTE
TINTA LATEX PVA
TINTA LATEX RELEVO INTERNA
Endereço: Rua do Mirante n° 223 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,10
60,00
0,06
0,10
50,07
13,20
86,80
86,05
32,16
19,80
M3
KG
M3
M3
KG
H
H
H
L
L
Valor Unitário
45,50
30,00
69,00
69,00
0,38
3,43
3,43
2,32
12,00
18,15
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-11E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Item/Descrição
Endereço: Rua do Mirante n° 223 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. FORRO
.1 FORRO DE LAMBRI DE MADEIRA
CODIGO/INSUMO
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
2536 GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
2549 SARRAFO PINHO 3a. 2,5 x 5,0cm
4020 LAMBRI IPE MACHO-FEMEA 10cm
9003 CARPINTEIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
3,00 M2
0,60 KG
5,10 M
9,60 M
3,30 M2
3,90 H
4,50 H
4,20
28,05
21,12
124,74
60,98
13,38
10,44
41,94
22,52
239,10
88,29
239,10
88,29
327,39
2. ESQUADRIAS
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
2,00 CJ
3,00
0,02
0,30
12,00
2,00
2,00
14,00
1,60
14,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
1,14
0,72
2,10
12,00
1.254,00
49,18
451,67
48,02
5,48
32,48
151,39
81,28
1.770,82
318,66
2.089,48
1,00 CJ
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
2.378,39
416,61
705,52
3. PAVIMENTAÇÕES
.1 PISO CERAMICO 20x30-arg.ca-ar(1:5)10%ci-3cm
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
4045 CERAMICA 20 x 30cm - (A)
9023 LADRILHISTA
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
29,82 M2
108,28 KG
0,81 M3
31,31 M2
38,77 H
23,86 H
TOTAL DO ORÇAMENTO
41,15
55,47
538,85
217,58
133,00
55,47
331,86
178,16
853,15
698,38
853,15
698,38
3.470,64
1.203,28
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
1.551,53
4.673,92
22/10/2010
Página 1 de 1
Resumo do Orçamento
Obra: Pr20-11E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Item/Descrição
1. FORRO
Total de FORRO
2. ESQUADRIAS
Total de ESQUADRIAS
3. PAVIMENTAÇÕES
Total de PAVIMENTAÇÕES
TOTAL DO ORÇAMENTO
Endereço: Rua do Mirante n° 223 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Valor [R$]
R$ [R$ 1,00]
327,39
327,39
327,39
327,39
2.795,00
2.795,00
2.795,00
2.795,00
1.551,53
1.551,53
1.551,53
1.551,53
4.673,92
4.673,92
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XII
RUA ILHA DE MARICÁ Nº 225
PARQUE MARINHA
I. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-12E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua Ilha de Maricá, 225 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. ESQUADRIAS
2,00 CJ
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
3,00
0,02
0,30
12,00
2,00
2,00
14,00
1,60
14,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
1,14
0,72
2,10
12,00
1.254,00
49,18
451,67
48,02
5,48
32,48
151,39
81,28
1.770,82
318,66
2.089,48
1,00 CJ
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
705,52
Total do Grupo
2.378,39
416,61
2.795,00
TOTAL DO ORÇAMENTO
2.378,39
416,61
2.795,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]clarelpericias.com.br
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-12E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
4542
9003
4592
2524
4544
4536
9043
4521
2533
9046
4501
AREIA MEDIA
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua Ilha de Maricá, 225 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,02
5,10
18,00
2,00
4,50
5,40
2,00
2,60
1,00
0,45
18,00
19,00
M3
M
H
UN
KG
M
UN
H
UN
KG
H
UN
Valor Unitário
45,50
37,00
3,43
24,59
0,38
4,43
627,00
3,43
231,00
7,00
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XIII
RUA ILHA DA MADEIRA N° 355
PARQUE MARINHA
ISENTO DE ANOMALIAS DETECTADAS OU
DE SERVIÇOS EXECUTADOS PELO
PROPRIETÁRIO
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XIV
RUA ILHA DE PAQUETÁ N° 130
PARQUE MARINHA
I. REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
II. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 2
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-14D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Item/Descrição
Endereço: Rua Ilha de Paquetá, 130 -P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. UMCON- UMIDADE ASCENDENTE DAS FUNDAÇÕES EM PAREDES CONCRETO
.1 IMPERMEAB. C/ ARGAM. POLIMÉRICA IMPERMEÁVEL - APLICADA
CODIGO/INSUMO
2 ARGAM. POLIMÉRICA IMPER.SEMI-FLEX. COLOC
Encargos
BDI
15,00 M2
45,00 KG
1.350,00
462,24
0,00
0,00
1.812,30
0,00
1.812,30
0,00
1.812,30
2. TRICO- TRINCAS EM PAREDES DE CONCRETO
.1 CINTA CONCRETO ARMADO fck15MPa-COMPLETA
CODIGO/INSUMO
2501 BETONEIRA 320L MOTOR 3HP
LOCACAO
2515 ARAME RECOZIDO 18 BWG
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2528 BRITA 1 OU 2
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
2536 GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
2540 PONTALETE PINHO 3a. 3 x 3"
2576 ACO CA-50 5/8" - 1,570kg/m
9003 CARPINTEIRO
9014 FERREIRO
9015 AJUDANTE DE FERREIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
.2 APLICAÇÃO DE VEDA TRINCA
0,80 M3
0,05
0,96
280,00
0,50
0,68
1,60
20,00
8,00
32,00
10,40
3,20
3,20
3,20
20,00
D
KG
KG
M3
M3
KG
M
M
KG
H
H
H
H
H
1,00 VB
BDI
1,20
6,18
106,40
22,57
35,36
11,20
110,00
62,56
143,68
170,91
35,67
10,98
7,42
10,98
46,40
196,24
105,35
670,06
413,04
1.083,10
395,00
135,25
0,00
530,25
0,00
1.200,31
413,04
530,25
3. DEGRE- DEGRADAÇÃO DOS REVESTIMENTOS DE ARGAMASSA DAS PAREDES
.1 REVESTIMENTO TEXTURADO PVA PARA INTERIORES 1 DEMAO
CODIGO/INSUMO
6542 TINTA LATEX RELEVO INTERNA
9044 PINTOR
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
.2 REV.COMPL.ALV.-CHAP.1:3/EMB.1:5+7%ci/REB.1:3+10%ci
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
3521 ARGAMASSA FINA ca-af 1:3
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
10,00 M2
9,00
9,00
7,50
L
H
H
163,40
55,95
30,90
17,40
85,05
45,66
219,30
178,90
398,20
20,00 M2
91,04
0,18
0,18
0,10
24,00
29,00
KG
M3
M3
M3
H
H
34,60
8,20
12,40
6,80
21,23
82,40
67,20
263,42
141,42
83,20
554,40
302,50
733,30
637,60
4. SERVIÇOS COMPLEMENTARES
.1 PINTURA LATEX PVA SOBRE REBOCO-2 DEMAOS interna
CODIGO/INSUMO
6507 TINTA LATEX PVA
9044 PINTOR
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
139,00 M2
33,36
69,50
55,60
L
H
H
400,32
137,07
239,08
129,27
648,59
348,20
537,93
1.366,37
537,93
1.366,37
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
1.904,30
22/10/2010
Página 2 de 2
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-14D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Item/Descrição
Endereço: Rua Ilha de Paquetá, 130 -P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
TOTAL DO ORÇAMENTO
Material
Mão-de-Obra
3.853,04
2.512,71
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
Total
6.365,75
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-14D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2576
9015
2515
2526
2
3521
3518
2501
2528
9003
2524
9014
2536
9043
9044
2540
2533
9046
6507
6542
ACO CA-50 5/8" - 1,570kg/m
AJUDANTE DE FERREIRO
ARAME RECOZIDO 18 BWG
AREIA MEDIA
ARGAM. POLIMÉRICA IMPER.SEMI-FLEX. COLOC
ARGAMASSA FINA ca-af 1:3
ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
BETONEIRA 320L MOTOR 3HP
LOCACAO
BRITA 1 OU 2
CARPINTEIRO
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
FERREIRO
GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
PEDREIRO
PINTOR
PONTALETE PINHO 3a. 3 x 3"
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TINTA LATEX PVA
TINTA LATEX RELEVO INTERNA
Endereço: Rua Ilha de Paquetá, 130 -P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
32,00
3,20
0,96
0,68
45,00
0,10
0,18
0,05
0,68
10,40
371,04
3,20
20,00
27,20
78,50
8,00
1,60
112,10
33,36
9,00
KG
H
KG
M3
KG
M3
M3
D
M3
H
KG
H
M
H
H
M
KG
H
L
L
Valor Unitário
4,49
2,32
6,44
45,50
30,00
69,00
69,00
25,00
52,00
3,43
0,38
3,43
5,50
3,43
3,43
7,82
7,00
2,32
12,00
18,15
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-14E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Item/Descrição
Endereço: Rua Ilha de Paquetá, 130 -P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. FORRO
.1 FORRO DE LAMBRI DE MADEIRA
CODIGO/INSUMO
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
2536 GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
2549 SARRAFO PINHO 3a. 2,5 x 5,0cm
4020 LAMBRI IPE MACHO-FEMEA 10cm
9003 CARPINTEIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
39,21 M2
7,84 KG
66,66 M
125,47 M
43,13 M2
50,97 H
58,82 H
54,89
366,61
276,04
1.630,35
797,07
174,88
136,45
548,19
294,30
3.125,04
1.153,95
3.125,04
1.153,95
4.278,99
2. ESQUADRIAS
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,00 CJ
1,50
0,01
0,15
6,00
1,00
1,00
7,00
0,80
7,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
0,57
0,36
1,05
6,00
627,00
24,59
225,84
24,01
2,74
16,24
75,70
40,64
885,41
159,33
1.044,74
1,00 CJ
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
1.492,98
257,28
705,52
3. PAVIMENTAÇÕES
.1 PISO CERAMICO 20x30-arg.ca-ar(1:5)10%ci-3cm
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
4045 CERAMICA 20 x 30cm - (A)
9023 LADRILHISTA
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
39,21 M2
142,37 KG
1,06 M3
41,17 M2
50,97 H
31,37 H
TOTAL DO ORÇAMENTO
54,11
72,93
708,52
286,10
174,88
72,93
436,34
234,25
1.121,80
918,30
1.121,80
918,30
5.739,82
2.329,53
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
2.040,10
8.069,35
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-14E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
3518
4542
9003
4592
4045
2524
4544
2536
4536
9023
4020
9043
4521
2533
2549
9046
4501
AREIA MEDIA
ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CERAMICA 20 x 30cm - (A)
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
LADRILHISTA
LAMBRI IPE MACHO-FEMEA 10cm
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SARRAFO PINHO 3a. 2,5 x 5,0cm
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua Ilha de Paquetá, 130 -P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,02
1,06
5,10
61,97
1,00
41,17
145,37
5,40
66,66
1,00
50,97
43,13
1,80
1,00
8,14
125,47
101,18
13,00
M3
M3
M
H
UN
M2
KG
M
M
UN
H
M2
H
UN
KG
M
H
UN
Valor Unitário
45,50
69,00
37,00
3,43
24,59
17,21
0,38
4,43
5,50
627,00
3,43
37,80
3,43
231,00
7,00
2,20
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XV
RUA RIO IGUATEMI N° 212
PARQUE MARINHA
I. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-15E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua Rio Iguatemi n° 212 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. ESQUADRIAS
1,00 CJ
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
6,00
1,00
1,00
7,00
0,80
7,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
0,57
0,36
1,05
6,00
627,00
24,59
225,84
24,01
2,74
16,24
75,70
40,64
885,41
159,33
1.044,74
1,00 CJ
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
705,52
Total do Grupo
1.492,98
257,28
1.750,26
TOTAL DO ORÇAMENTO
1.492,98
257,28
1.750,26
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-15E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
4542
9003
4592
2524
4544
4536
9043
4521
2533
9046
4501
AREIA MEDIA
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua Rio Iguatemi n° 212 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,02
5,10
11,00
1,00
3,00
5,40
1,00
1,80
1,00
0,30
11,00
13,00
M3
M
H
UN
KG
M
UN
H
UN
KG
H
UN
Valor Unitário
45,50
37,00
3,43
24,59
0,38
4,43
627,00
3,43
231,00
7,00
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XVI
RUA ILHA DO GOVERNADOR N° 297
PARQUE MARINHA
I. REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
II. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-16D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua Ilha do Governador, 297-P.Marin
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. DAFOR- DANOS NOS FORROS
39,21 M2
.1 FORRO EUCATEX C/PERFIL DE AÇO - COLOCADO
BDI
Total do Grupo
39,00
523,59
0,00
2.052,78
0,00
2.052,64
0,00
2.052,78
2.052,64
2. TRICO- TRINCAS EM PAREDES DE CONCRETO
0,95 M3
.1 CINTA CONCRETO ARMADO fck15MPa-COMPLETA
CODIGO/INSUMO
2501 BETONEIRA 320L MOTOR 3HP
LOCACAO
2515 ARAME RECOZIDO 18 BWG
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2528 BRITA 1 OU 2
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
2536 GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
2540 PONTALETE PINHO 3a. 3 x 3"
2576 ACO CA-50 5/8" - 1,570kg/m
9003 CARPINTEIRO
9014 FERREIRO
9015 AJUDANTE DE FERREIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
0,06
1,14
332,50
0,59
0,81
1,90
23,75
9,50
38,00
12,35
3,80
3,80
3,80
23,75
D
KG
KG
M3
M3
KG
M
M
KG
H
H
H
H
H
1,00 VB
.2 APLICAÇÃO DE VEDA TRINCA
BDI
Total do Grupo
1,42
7,34
126,35
26,80
41,99
13,30
130,62
74,29
170,62
202,95
42,36
13,03
8,82
13,03
55,10
233,02
125,10
795,70
490,48
1.286,18
395,00
135,25
0,00
530,25
0,00
1.325,95
490,48
530,25
1.816,43
3. SERVIÇOS COMPLEMENTARES
139,00 M2
.1 PINTURA LATEX PVA SOBRE REBOCO-2 DEMAOS interna
CODIGO/INSUMO
6507 TINTA LATEX PVA
9044 PINTOR
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
33,36
69,50
55,60
Total do Grupo
TOTAL DO ORÇAMENTO
L
H
H
400,32
137,07
239,08
129,27
648,59
348,20
537,93
1.366,37
1.904,30
537,93
1.366,37
1.904,30
3.916,52
1.856,85
5.773,37
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-16D - REPARAÇÃO DAS ANOMALIAS DETECTADAS
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2576
9015
2515
2526
2501
2528
9003
2524
9014
2536
9043
9044
2540
2533
9046
6507
ACO CA-50 5/8" - 1,570kg/m
AJUDANTE DE FERREIRO
ARAME RECOZIDO 18 BWG
AREIA MEDIA
BETONEIRA 320L MOTOR 3HP
LOCACAO
BRITA 1 OU 2
CARPINTEIRO
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
FERREIRO
GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
PEDREIRO
PINTOR
PONTALETE PINHO 3a. 3 x 3"
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TINTA LATEX PVA
Endereço: Rua Ilha do Governador, 297-P.Marin
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
38,00
3,80
1,14
0,59
0,06
0,81
12,35
332,50
3,80
23,75
3,80
69,50
9,50
1,90
79,35
33,36
KG
H
KG
M3
D
M3
H
KG
H
M
H
H
M
KG
H
L
Valor Unitário
4,49
2,32
6,44
45,50
25,00
52,00
3,43
0,38
3,43
5,50
3,43
3,43
7,82
7,00
2,32
12,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-16E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua Ilha do Governador, 297-P.Marin
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. ESQUADRIAS
2,00 CJ
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
3,00
0,02
0,30
12,00
2,00
2,00
14,00
1,60
14,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
1,14
0,72
2,10
12,00
1.254,00
49,18
451,67
48,02
5,48
32,48
151,39
81,28
1.770,82
318,66
2.089,48
1,00 CJ
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
Total do Grupo
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
705,52
2.378,39
416,61
2.795,00
2. PAVIMENTAÇÕES
31,00 M2
.1 PISO CERAMICO 20x30-arg.ca-ar(1:5)10%ci-3cm
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
4045 CERAMICA 20 x 30cm - (A)
9023 LADRILHISTA
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
112,56 KG
0,84 M3
32,55 M2
40,30 H
24,80 H
9,00 M2
.2 PISO TIPO 'DECORFLEX'
BDI
42,78
57,66
560,17
226,19
138,26
57,66
344,98
185,20
886,91
726,02
13,00
7,00
1.612,93
40,06
21,57
157,06
84,57
Total do Grupo
1.043,96
810,62
1.854,58
TOTAL DO ORÇAMENTO
3.422,35
1.227,23
4.649,58
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
241,63
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-16E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
3518
4542
9003
4592
4045
2524
4544
4536
9023
9043
4521
2533
9046
4501
AREIA MEDIA
ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CERAMICA 20 x 30cm - (A)
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
LADRILHISTA
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua Ilha do Governador, 297-P.Marin
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,02
0,84
5,10
18,00
2,00
32,55
117,06
5,40
2,00
40,30
2,60
1,00
0,45
42,80
19,00
M3
M3
M
H
UN
M2
KG
M
UN
H
H
UN
KG
H
UN
Valor Unitário
45,50
69,00
37,00
3,43
24,59
17,21
0,38
4,43
627,00
3,43
3,43
231,00
7,00
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XVII
RUA ILHA DE MARAJÓ N° 79
PARQUE MARINHA
I. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-17E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua Ilha de Marajó n° 79 -P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. ESQUADRIAS
1,00 CJ
.1 PORTA INT.SEMI-OCA COMPENS.CEDRO S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4506 PORTA INTERNA CEDRO SEMIOCA 80 x 210cm
4541 BATENTE CABRIUVA 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
10,80
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
110,00
128,78
47,84
101,21
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
396,81
97,95
494,76
1,00 CJ
.2 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
6,00
1,00
1,00
7,00
0,80
7,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
0,57
0,36
1,05
6,00
627,00
24,59
225,84
24,01
2,74
16,24
75,70
40,64
885,41
159,33
1.044,74
1,00 CJ
.3 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
705,52
Total do Grupo
1.889,79
355,23
2.245,02
TOTAL DO ORÇAMENTO
1.889,79
355,23
2.245,02
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-17E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
4541
4542
9003
4592
2524
4544
4536
9043
4521
4506
2533
9046
4501
AREIA MEDIA
BATENTE CABRIUVA 3 x 14cm
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PORTA INTERNA CEDRO SEMIOCA 80 x 210cm
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua Ilha de Marajó n° 79 -P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,02
5,10
5,10
15,00
1,00
4,50
16,20
1,00
2,80
1,00
1,00
0,45
15,00
20,00
M3
M
M
H
UN
KG
M
UN
H
UN
UN
KG
H
UN
Valor Unitário
45,50
25,25
37,00
3,43
24,59
0,38
4,43
627,00
3,43
231,00
110,00
7,00
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XVIII
RUA DOS ROCHEDOS N° 47
PARQUE MARINHA
I. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-18E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Endereço: Rua dos Rochedos n° 47 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Item/Descrição
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. ESQUADRIAS
1,00 CJ
.1 JANELA GUILHOTINA C/VENEZ-CEDRO-C/FERR. 1,20x1,30
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4536 JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
4592 CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
6,00
1,00
1,00
7,00
0,80
7,00
KG
M3
KG
UN
UN
UN
H
H
H
0,57
0,36
1,05
6,00
627,00
24,59
225,84
24,01
2,74
16,24
75,70
40,64
885,41
159,33
1.044,74
1,00 CJ
.2 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
705,52
Total do Grupo
1.492,98
257,28
1.750,26
TOTAL DO ORÇAMENTO
1.492,98
257,28
1.750,26
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-18E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
4542
9003
4592
2524
4544
4536
9043
4521
2533
9046
4501
AREIA MEDIA
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CARRANCA INOX P/JANELA 40cm 78/40
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
JANELA VENEZ. COMPLETA CEDRO 120 x 130cm
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua dos Rochedos n° 47 - P.Marinha
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,02
5,10
11,00
1,00
3,00
5,40
1,00
1,80
1,00
0,30
11,00
13,00
M3
M
H
UN
KG
M
UN
H
UN
KG
H
UN
Valor Unitário
45,50
37,00
3,43
24,59
0,38
4,43
627,00
3,43
231,00
7,00
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XIX
RUA ILHA DE PÁSCOA N° 251
PARQUE MARINHA
ISENTO DE ANOMALIAS DETECTADAS OU
DE SERVIÇOS EXECUTADOS PELO
PROPRIETÁRIO
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
IMÓVEL XX
RUA ALBERTO MIRANDA N° 235
COHAB IV
I. SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
PLANILHA DE ORÇAMENTO DISCRIMINADA:
Composição dos serviços com os quantitativos de Material e MO +
LS=176,08% + BDI=34,24%
INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS:
Quantitativos e custos unitários de Material e MO (sem LS e BDI)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
22/10/2010
Página 1 de 1
Planilha de Orçamento DISCRIMINADA
Obra: Pr20-20E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Item/Descrição
Endereço: Rua Alberto Miranda, 235 - Cohab IV
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
Material
Mão-de-Obra
Total
1. FORRO
.1 FORRO DE LAMBRI DE MADEIRA
CODIGO/INSUMO
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
2536 GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
2549 SARRAFO PINHO 3a. 2,5 x 5,0cm
4020 LAMBRI IPE MACHO-FEMEA 10cm
9003 CARPINTEIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
22,89 M2
4,58 KG
38,91 M
73,25 M
25,18 M2
29,76 H
34,34 H
32,05
214,02
161,15
951,77
465,32
102,09
79,66
320,03
171,81
1.824,33
673,65
1.824,33
673,65
2.497,98
2. ESQUADRIAS
.1 PORTA EXT.ALMOFADADA-ANGELIM-S/FERR.0,80x2,10
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
2526 AREIA MEDIA
2533 PREGOS BITOLAS VARIADAS
4501 TACO MADEIRA C/FIXADOR
4521 PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
4542 BATENTE CEDRO 3 x 14cm
4544 GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
9003 CARPINTEIRO
9043 PEDREIRO
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
1,00 CJ
1,50
0,01
0,15
7,00
1,00
5,10
5,40
4,00
1,00
4,00
KG
M3
KG
UN
UN
M
M
H
H
H
0,57
0,36
1,05
7,00
231,00
188,70
23,92
154,97
13,72
3,43
9,28
46,54
24,98
607,57
97,95
607,57
97,95
705,52
3. PAVIMENTAÇÕES
.1 PISO CERAMICO 20x30-arg.ca-ar(1:5)10%ci-3cm
CODIGO/INSUMO
2524 CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
3518 ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
4045 CERAMICA 20 x 30cm - (A)
9023 LADRILHISTA
9046 SERVENTE
Encargos
BDI
22,89 M2
83,11 KG
0,62 M3
24,03 M2
29,76 H
18,31 H
TOTAL DO ORÇAMENTO
31,59
42,58
413,62
167,02
102,09
42,58
254,73
136,75
654,88
536,08
654,88
536,08
3.086,78
1.307,68
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
1.190,96
4.394,46
22/10/2010
Página 1 de 1
Insumos do Orçamento
Obra: Pr20-20E - SERVIÇOS EXECUTADOS (ALEGADO PELO PROPRIETÁRIO)
Cliente: 3º VARA CÍVEL DA JUSTIÇA ESTADUAL RIO GRANDE
Descrição do Insumo
2526
3518
4542
9003
4045
2524
4544
2536
9023
4020
9043
4521
2533
2549
9046
4501
AREIA MEDIA
ARGAMASSA REGULAR ca-am 1:5
BATENTE CEDRO 3 x 14cm
CARPINTEIRO
CERAMICA 20 x 30cm - (A)
CIMENTO PORTLAND POZOLAMICO 320
GUARNICAO CEDRO BOLEADO 1,5 x 5cm
GUIA PINHO 3a. 2,5 x 15cm - 1 x 6"
LADRILHISTA
LAMBRI IPE MACHO-FEMEA 10cm
PEDREIRO
PORTA EXTERNA ANGELIM ALMOFAD. 80 x 210
PREGOS BITOLAS VARIADAS
SARRAFO PINHO 3a. 2,5 x 5,0cm
SERVENTE
TACO MADEIRA C/FIXADOR
Endereço: Rua Alberto Miranda, 235 - Cohab IV
Cidade: RIO GRANDE/
Qtd. Un
0,01
0,62
5,10
33,76
24,03
84,61
5,40
38,91
29,76
25,18
1,00
1,00
4,73
73,25
56,65
7,00
M3
M3
M
H
M2
KG
M
M
H
M2
H
UN
KG
M
H
UN
Valor Unitário
45,50
69,00
37,00
3,43
17,21
0,38
4,43
5,50
3,43
37,80
3,43
231,00
7,00
2,20
2,32
1,00
CLAREL DA CRUZ RIET - CNPJ: 05.423.670/0001-34
Rua General Vitorino, 56 - Rio Grande - RS - FONE: (53)2125-7900 - CEL.: (53)9966-6220 - email: [email protected]
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
ANEXO II
QUADRO RESUMO
DOS VALORES APURADOS
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
Quadro Resumo dos valores constantes no ANEXO I- PLANILHAS DE ORÇAMENTO
DISCRIMINADAS E INSUMOS DO ORÇAMENTO COM OS CUSTOS UNITÁRIOS.
Processo:
Vara:
Natureza:
Autor:
Réu:
LOCAL
023/1.07.0010921-5
3ª Vara Cível
Ordinária
Adenir Matozo Ceiglinski e outros
Sul América Companhia Nacional de Seguros S/A
SERVIÇOS
IMÓVEL
PROPRIETÁRIO
ANOMALIAS
DETECTADAS EXECUTADOS
(R$)
(R$)
VALOR
TOTAL
(R$)
P. Marinha
I
W. F. M.
-
5.988,97
5.988,97
P. Marinha
II
E. A. A.
7.040,00
2.795,00
9.835,00
P. Marinha
III
T. L. S.
-
4.960,95
4.960,95
P. Marinha
IV
A. M. C.
-
3.452,89
3.452,89
P. Marinha
V
W. M.
-
2.795,00
2.795,00
P. Marinha
VI
W. M. F.
-
2.795,00
2.795,00
P. Marinha
VII
A. C. C.
-
6.714,91
6.714,91
P. Marinha
VIII
W. L. M.
-
2.795,00
2.795,00
P. Marinha
IX
F. C.
1.377,29
4.915,07
6.292,36
P. Marinha
X
P. R. O.
9.921,14
2.161,87
12.083,01
P. Marinha
XI
E. C. A.
6.892,37
4.673,92
11.566,29
P. Marinha
XII
C. S. V. S.
-
2.795,00
2.795,00
P. Marinha
XIII
M. B. P.
-
-
-
P. Marinha
XIV
C. F. G.
6.365,75
8.069,35
14.435,10
P. Marinha
XV
V. S. S. S.
-
1.750,26
1.750,26
P. Marinha
XVI
N. N. R. A.
5.773,37
4.649,58
10.422,95
P. Marinha
XVII
E. S. F.
-
2.245,02
2.245,02
P. Marinha
XVIII
O. C. S.
-
1.750,26
1.750,26
P. Marinha
XIX
V. O. R.
-
-
-
COHAB IV
XX
O. M. B.
-
4.394,46
4.394,46
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS
CLAREL PERÍCIAS
Engenharia de Avaliações & Perícias Judiciais
Fone/Fax: (53) 2125-7900 / 9966-6220
www.clarelpericias.com.br
ANEXO III
MEMORIAL DESCRITIVO DOS
IMÓVEIS
(NÃO INCLUSO NESTE EXEMPLO)
CNPJ: 05.423.670/0001-34 / CREA 66.891/ Rua Gal. Vitorino, 56 / CEP 96.200-310 / Rio Grande-RS

Documentos relacionados