Liturgia Dominical (síntese e sugestões)

Сomentários

Transcrição

Liturgia Dominical (síntese e sugestões)
VICARIATO EPISCOPAL PARA A
AÇÃO PASTORAL
Sugestões para
Liturgia Dominical
09 de agosto de 2015 | 19º Domingo do Tempo Comum – Ano B
“Jesus é o Pão que dá a vida!”
Textos Bíblico-litúrgicos: 1Rs 19,4-8 // Sl 33 // Ef 4,30-5,2 // Jo 6,41-51.
Antífona de Entrada: ““Considerai, Senhor, vossa aliança, e não abandoneis para sempre o vosso povo. Levantai-vos, Senhor,
defendei vossa causa, e não desprezeis o clamor de quem vos busca”.
Oração do dia: “Deus eterno e todo-poderoso, a quem ousamos chamar de Pai, dai-nos cada vez mais um coração de filhos, para
alcançarmos um dia a herança que prometestes. [...]”.
Aclamação ao Evangelho: “Eu sou o pão vivo, descido do céu, quem deste pão come, sempre, há de viver. Eu sou o pão vivo,
descido do céu, Amém, Aleluia, Aleluia!”.
Oração sobre as oferendas: “Ó Deus, acolhei com misericórdia os dons que concedestes à vossa Igreja e que ela agora vos
oferece. Transformai-os por vosso poder em sacramento de salvação. [...]”.
Antífona da comunhão: “O pão que eu darei é a minha carne para a vida do mundo, diz o Senhor”.
Oração depois da comunhão: “Ó Deus, o vosso sacramento que acabamos de receber nos traga a salvação e nos confirme na vossa
verdade. [...]”.
A liturgia deste domingo, em consonância com a anterior, recorda-nos sobre a presença de Deus na história da humanidade. Nas alegrias e tristezas, nas angústias e sofrimentos do povo, Deus está presente como aquele que reestabelece
a dignidade da vida. Nesta perspectiva está inserido o Evangelho que ouvimos. Jesus é a presença de Deus na vida das
pessoas, porque ele vem de Deus (cf. Evangelho, v. 46). Toda pessoa que acredita em suas obras e palavras possui a
vida eterna, porque sua carne é o alimento verdadeiro dado para a vida do mundo (cf. Antífona de comunhão). Nesse
sentido, a leitura do livro dos Reis recorda-nos, na figura do profeta Elias, que mesmo na fraqueza e na frustação diante
do trabalho de anúncio e promoção do Reino, Deus se apresenta como companheiro de caminhada que nos alimenta
com os sinais da sua presença. Jesus é, por excelência, o pão de Deus descido do céu, aquele que nos alimenta com a
vida eterna. A herança que Deus nos prometeu nos foi dada em Jesus, o crucificado-ressuscitado, para nossa salvação.
Por isso, a existência cristã deve ser tal, que não contriste “o Espírito Santo com o qual Deus [nos] marcou como com
um selo para o dia da libertação” (cf. II Leitura, v.30). É esse o convite-apelo de Paulo aos Efésios: porque foram salvos
devem viver como pessoas salvas e isso significa estar parecidos a Cristo nas suas ações e palavras. Aqueles que assim
passam pela vida fazem de seus corações, corações de filhos de Deus e alcançam a herança que Ele nos prometeu (cf.
Oração do dia).
Sugestões litúrgicas
1. A aspersão da comunidade é bem-vinda, substituindo o ato penitencial nos ritos iniciais. Ela nos recorda o nosso batismo, no qual, ao morrer e ressuscitar com Cristo, fomos marcados com seu Espírito para sermos suas testemunhas pela
vida. O rito poderá ser acompanhado pelo canto: “Banhados em Cristo!”.
2. Que a liturgia da Palavra seja bem preparada, e que os leitores estejam seguros da proclamação. Prepare-se um refrão
meditativo para o início da liturgia da Palavra. Sugerimos o refrão: “É como a chuva que lava, é como o fogo que arrasa.
Tua Palavra é assim, não passa por mim sem deixar um sinal”. (bis)
3. Os cristãos sabem bem que a eucaristia, celebrada no seio da comunidade cristã, é momento em que a salvação de
Cristo nos alcança no Louvor que fazemos a Deus. Na eucaristia, recebemos o corpo do Senhor das mesas da Palavra
e da Eucaristia. Seria importante valorizar a comunhão da comunidade, realizando-a sob as duas espécies, do pão e
do vinho.
4. O Rito de Comunhão poderá ser acompanhado do canto: “A força da Eucaristia”, no CD – Venham para a Ceia do
Senhor – Faixa 8
Homilia e Sugestões litúrgicas: Tânia da Silva Mayer | Revisão: Maria Lúcia Carvalho Alves

Documentos relacionados

Ai dos que usurpam a dignidade dos pobres!

Ai dos que usurpam a dignidade dos pobres! Sugestões litúrgicas 1. A saudação presidencial seja a opção “f” do Missal: “Irmãos eleitos segundo a presciência de Deus Pai, pela santificação do Espírito para obedecer a Jesus Cristo e participa...

Leia mais

Liturgia Dominical - Arquidiocese de Belo Horizonte

Liturgia Dominical - Arquidiocese de Belo Horizonte Sugestões litúrgicas 1. O refrão que prepara os fiéis para a acolhida da Palavra de Deus poderá ser este: “Chegou a hora da alegria, vamos ouvir esta Palavra que nos guia (bis). Bendita seja esta ...

Leia mais

Liturgia Dominical

Liturgia Dominical O nascimento do Senhor é a manifestação definitiva da glória de Deus que resplandece sobre o mundo no clarão da sua aurora. A presença da luz é bastante explorada na festa de hoje retomando a dinâm...

Leia mais

Liturgia Dominical (síntese e sugestões)

Liturgia Dominical (síntese e sugestões) Sugestões litúrgicas 1. A comunidade reunida escuta a Palavra do Senhor que a convida a segui-lo pelas estradas da vida. Por isso a Liturgia da Palavra é Mesa, na qual o próprio Senhor se dá como ...

Leia mais

Liturgia Dominical - Arquidiocese de Belo Horizonte

Liturgia Dominical - Arquidiocese de Belo Horizonte Sugestões litúrgicas 1. A chegada da comunidade no lugar da celebração revela a caminhada do povo rumo ao encontro com o seu Senhor. A procissão de entrada é sinal concreto disso. Enquanto a comuni...

Leia mais

Liturgia Dominical (síntese e sugestões)

Liturgia Dominical (síntese e sugestões) Sugestões litúrgicas 1. No espaço sagrado, a cor rósea dá o tom alegre da celebração. Algumas flores apontam a proximidade do Natal do Senhor. 2. Antes da celebração, um refrão meditativo é sempre...

Leia mais

Liturgia Dominical

Liturgia Dominical Sugestões litúrgicas 1. Aproximando-se do fim de mais um ano litúrgico, a assembleia celebrante reforça seu coro pela vinda do Senhor. Ela crê, louva e suplica a Deus a instauração definitiva do Re...

Leia mais