guia personalizado de viagens

Сomentários

Transcrição

guia personalizado de viagens
GUIA PERSONALIZADO DE VIAGENS
Os melhores lugares para as suas viagens
descobertos pelos usuários de minube. Aproveite!
GUIA PERSONALIZADO DE VIAGENS
Viajar, descobrir novos lugares, viver experiências,… Isso é o que o viajante persegue e
isso é o que encontrará em minube: sítios, experiências, recomendações.
199.000
Por isto e, tendo em conta o momento em que nos encontramos, onde os novos meios e a
internet se converteram nos melhores companheiros de viagem, minube criou os guias de
viagem perfeitos.
234.000
Juntando o conceito clássico de guia de viagem e as recomendações reais de viajantes que
conheceram um lugar, minube redesenhou os guias personalizados dos destinos (por
exemplo, Nova Iorque), onde encontrará as experiências reais de outros viajantes como
você, fotos dos sítios preferidos e toda a informação que necessite para a sua viagem.
Assim, da forma mais rápida, o viajante pode criar um guia de um destino em PDF, sempre
com a segurança de saber que se trata de sítios que os próprios viajantes descobriram e
quiseram partilhar.
Para terminar, lembre-se que você também pode formar parte dos guias de minube. Só tem
que partilhar experiências e recomendações que ajudarão outros viajantes a descobrir esses
sítios.
807.500
475.500
E é tudo. Esperamos que lhe seja muito útil.
Cumprimentos, a equipa de minube.pt
213
Que ver em
Pág. 2
4
1
Praça Jamaa el Fna
Praças
Jsm Rocha: Entrar de carro em Marraquexe pode
provocar problemas cardíacos, parece um jogo de
computador, em que temos de evitar objectos que são
lançados contra nós, neste caso, o nosso carro, e os
objectos são as motos, as bicicletas, os burros, os carros
que se atravessam de qualquer maneira na estrada. Andam
devagar na via da esquerda, ultrapassam velozmente pela
direita, a prioridade não "existe", param ao amarelo do
semáforo e arrancam com o vermelho, caótico aos nossos
olhos. Não posso dizer que a praça seja bonita como a
Praça do Comércio em Lisboa, ou mesmo a Plaza Mayor
em Madrid, é isso sim, um enorme espaço rectangular com
o minarete da mesquita Koutoubia a sobressair, não fosse o
edifício mais alto da cidade. Primatas a fazerem
macaquices para os turistas, aguadeiros oferecem-se para
tirar fotos de souvenir, em troca "claro" de dinheiro, vários
encantadores de serpentes com as suas flautas, um pouco
por todo o lado, fazendo um som ensurdecedor e
permanente ouvido em toda a praça. Um turista a ser
puxado por um braço por um vendedor de um...
Portos
5
Porto de Tânger
Reconquista: O Porto de Tânger é um dos pontos-chave
de comunicação marítima entre Espanha e Marrocos. Há
trajectos desde Algeciras (de uma hora e meia), Tarifa (35
minutos) e até desde Barcelona (28 horas). Trata-se do
principal porto marítimo de Marrocos devido à sua posição
estratégica entre o Atlântico e o Mediterrâneo, que lhe
concede uma posição priveligiada. É o primeiro porto do
país a nível de trânsito e passageiros. À saída do porto há
várias pessoas que tentam receber uma gorjeta por chamarte um táxi ou por dizer-te como chegar à medina ou ao teu
hotel. Em geral são inofensivos. O melhor método para os
despistar é apanhar um táxi. Se fores ao centro da cidade,
deves apanhar um táxi azul; são pequenos e têm taxímetro.
Não costumam custar mais de um euro e meio ou dois, em
geral. Se fores aos arredores ou a uma aldeia lá perto,...
Derb Sidi Bouloukate, Place Djemaa El fna, Marrakech
Ruas
3
Medina de Fez
paulinette: A Medina de Fez é a parte velha da cidade,
que foi fundada no século IX, e tinha a universidade mais
antiga do mundo! Fez alcançou o seu apogeu nos séculos
XIII e XIV, sob a dinastia dos Marinid, quando era a capital
do reino de Marrocos, substituido por Marrakech. Os
monumentos principais, as escolas, as pousadas para as
caravanas de camelos que vinham do deserto e
transportavam prata e especiarias, os funduks, os palácios,
as mesquitas, as fontes, são quase tudo desta época. A
capital política de Marrocos transferiu-se para Rabat em
1912, mas Fez continua a ser um centro cultural e espiritual
muito importante. Está inscrita na lista de Património
mundial da Humanidade desde 1981, e ainda que tenha
crescido, com uma parte nova da cidade, a medina continua
animada, agitada, como na idade média. A mesquita é um...
Fes medina, Fez
Jardins
Jardins Majorelle
Viagens Lacoste: O Jardim Majorelle situados em
Marraquexe têm um encanto e uma cor fantásticas. Criados
por Jacques Majorelle, os jardins foram deixados ao
abandono e o estilista francês Yves Saint Laurent adquiriuos e deu-lhe vida. São inúmeras espécies com destaque
para as palmeiras, para os bambus e para os cactos com
variedade extremamente exóticas. Um memorial ao estilista
francês presta-lhe homenagem numa das extremidades do
jardim. Aconselho uma visita a quem vá a Marraquexe. A
entrada custa 30 dirhams, cerca de 3 euros.
002 120 243 018 - Jardin Majorelle, Marrakech
Marrakech
casasroger: Passear pela Medina de Marrakech tornase especialmente difícil por duas razões; uma delas é que
não está fechada ao trânsito e tens que ir com cuidado para
que as motos e os burros não te atropelem... Se ouvires
"Attention!", afasta-te imediatamente xD. A outra razão é
pela estrutura das suas ruas, nas quais é muito fácil perderse. Isso sim, no souk pode comprar-se de tudo. É o melhor
sítio para comprar prendas (babuchas, candeeiros,
camisolas, lenços, tajines...), depois de regatear duramente,
claro, cheguei a comprar coisas por um terço do valor inicial
que me pediam! Não deixem de visitar a praça Jamaa el
Fna, a praça mais emblemática de Marrakech. Durante a
tarde está cheia de vida e é muito barulhenta; há
contadores de estórias, encantadores de serpentes,
mulheres que fazem a henna (e mais barato que no...
039 325 043 - 10 Avenue Beethoven, Tânger
Marrakech, Marrakech
7
2
Cidades
6
De interesse cultural
A Medina de Marrakech
DavidMM: A primeira percepção que temos de
Marrakech supera qualquer descrição; a verdade é que te
choca e que ficas sem palavras. É conhecida como a cidade
vermelha pela cor avermelhada das muralhas da medina,
das casas e edifícios. É uma cidade especial e todo um
símbolo de Marrocos. Ao entrar na medina de Marrakech,
serás rodeado de um ambiente medieval com um ritmo
distinto e um bombardeio contínuo de cheiros e sons
embriagantes. Passear pelas ruas da medina é um
espectáculo em si, muitas das ruas da velha medina
medieval são demasiado estreitas para a circulação de
carros, e o único meio de transporte pode chegar a ser o
burro, uma moto ou as pernas! Apesar da quantidade de
turistas que chegam a Marrakech, a cidade continua a ter
esse carácter singular e a vida quotidiana segue como se...
Medina, Marrakech
Praias
Praia Brich
alberto brich: A praia Brich é uma praia quase deserta
que está localizada numa cidade muito próxima a Tanger
que é chamada Asialh. Eu estive em Asialh nas férias do
passado mês durante 15 dias e depois de ter descoberto a
praia de Brich, já não me fui embora daquele lugar
maravilhoso. Recomendo-lhes que visitem esta praia . Vale
muito a pena.
Asilah
De interesse turístico
Monte Gurugú
Alfredo: Trata-se do cume mais alto da península de
Tres Forcas. Pertence à Serra de Nador. É aqui que vários
subsaarianos acampam à espera de dar o salto para
poderem entrar em Espanha. Possui uns bonitos bosques,
em Iosque encontram-se numerosos animais selvagens. No
seu cume encontra-se um antigo Forte Espanhol.
Nador Oriental, Nador
Que ver em
8
Pág. 3
Cataratas
Cascatas de Ouzoud
Polo: Um oásis no meio do nada. Os solos argilosos
gretados pela seca, quilómetros de planícies, e de repente,
um caminho verde aparece ao longe. Não são as maiores
cataratas nem as com mais caudal do mundo, mas são de
perder a respiração. Cem metros de queda livre. Podemos
acampar em baixo e esta noite há um festival com os
Gnawas. Música tradicional de darbukas e yembes
acompanhados por uma lua cheia. A água que cai desde o
cimo, ao chocar contra as rochas espalha-se e cria um arcoíris ao filtrar os raios da lua cheia. Mágico.
De interesse turístico
9
Reconquista: Asilah é uma das aldeias desta zona de
Marrocos onde mais bancas de rua com doces típicos
árabes se podem ver. Normalmente trata-se de uma
espécie de carros com bandejas repletas destes doces. As
sobremesas de "bastilla" (de massa folhada com frutos
secos normalmente) são os mais típicos aqui, com
amêndoas torradas, canela, creme, pistácios, mel ou
também o bolo de passas e nozes, são deliciosos. Outras
bancas oferecem empadas recheadas de atum e uma
espécie de bolachas de trigo. O preço é incrivelmente baixo,
por menos de um euro podes provar quase todas as
variedades.
guanche: O Jardim de Menara é um grande terreno com
milhares de oliveiras plantadas em fila, e no meio há um
estanque e uma pequena edificação. O Jardim está
comunicado com Marrakech Medina (o centro de
Marrakech) por uma auto-estrada em linha recta que parece
interminável, mas que se pode recorrer facilmente a pé. O
Jardim tem uma entrada com uma cancela que está fechada
de noite. O estanque era e é usado para regar as oliveiras e
as restantes plantas e árvores que ali existem. O pequeno
edifício que está no jardim está mesmo ao lado do estanque
e está bastante bem conservado, ainda que já não se lhe dê
nenhum uso. Tem dois pisos e alberga unicamente dois
quartos. Diz-se que, antigamente, Menara era um lugar de
descanso e de encontros amorosos dos altos mandatários
da cidade. Hoje em dia, continuam a reunir-se aí casais e...
Doces em Asilah
Ouzoud Falls, Tadla-Azilal, Azilal
11
Exposições
Exposição de jóias marroquinas
Reconquista: No Museu de Marrakech existe uma
excelente exposição de jóias marroquinas onde se podem
ver verdadeiras obras de arte dos lugares mais recônditos
de Marrocos. A exposição divide-as entre jóias do âmbito
rural (onde as jóias se usavam fundamentalmente para
trocas) e jóias criadas nas cidades (onde eram parte da
herança que as mães deixavam às suas filhas e usavam
como complemento ornamental) e mostra peças de ouro e
prata com pedras semi-preciosas como anéis ou braceletes
berberes, colares tuaregue...
Museo de Marrakech, Marrakech
Jardins
10
Jardim de Menara
las calles de Asilah, Asilah
Museus
Museu de Marrakech
Viagens Lacoste: O Museu de Marraquexe é daqueles
museus que não vale pelo que tem exposto mas sim pelo
seu espaço. O espaço do museu é deslumbrante, é um
palácio do século XIX bem restaurado que pertenceu a um
membro da corte real. Impressiona o candelabro de estanho
que tem no pátio principal. O bilhete é conjunto com a
Madraça Ben Youssef e custa 60 dirhams(6€).
DavidMM: O museu de Marrakech é o antigo palácio de
Dar Mnebhi, construído no final do século XIX e autêntica
jóia da arquitectura marroquina. Tem exposições
permanentes e exposições temporárias. Dentro do museu
encontra-se, no pátio, um candeeiro de enormes dimensões
tipicamente marroquino impressionante.
Menara Gardens, Marrakech
024 441 893 - Marrakech museum, Marrakech
Praias
Praias
De interesse turístico
Mariana Vozone: Aghroud é uma praia mesmo junto a
taghazout e como qualquer outra praia marroquina, está
cheia no verãoe vazia no inverno. No inverno chegam a
estar os seus 26 graus e a agua enche-se de surfistas de
paises nordicos como suecia, noruega, dinamarca, e outros
tantos do mediterraneo. O ambiente é optimo e está lá tudo
pelo desporto!
Mariana Vozone: Vou tentar falar sobre esta praia, mas
acho que a fotografia diz tudo. Durante o dia havia familias
de marroquinos na praia a passear, e os miudos a atrirar
coisas para a agua enquanto tomavam banho vestidos.
Dentro de agua estava este paraiso.... Esta fotografia mostra
bem o ambiente de relaxe que se vive nesta zona!
mastropieroo: Viajei em carro por Marrocos,
atravessando o atlas para chegar ao saara marroquino,
3500 km de viajei, 3 pessoas e tendo como objectivo o
saara marroquino. Um conselho, as pessoas em Marrocos
são doidos a conduzir e pelo atlas muito mais, existem
curvas perigosas e as pessoas ultrapassam nas curvas
muito apertadas, depois do atlas a paisagem é muito bonita,
mas para chegar ao deserto tem que se ir por estradas onde
não cabem os carros heheheh, muito estranho mas vale a
pena, adeus
Praia Aghroud
Praia de Aourir
Aourir
Deserto do Saara
Aourir
Tantan
Que ver em
Pág. 4
De interesse turístico
Monumentos Históricos
Monumentos Históricos
Viagem de taxi de Tânger a Asilah
Fortaleza de Santa Cruz de Gué
Muralhas da Medina de Marraquexe
mohamed: www.desierto-merzouga.c.la Bem-vindo ao
desierto-Merzouga VIAS DE VIAGEM A MARROCOS 4X4
Marrocos. Eu lhes dou as boas-vindas ao desiertomerzouga.c.la Nós somos uma família do deserto do
Sahara, que nos especializamos, durante vários anos, e
organizar as rotas Viagem de 4x4 descobriu a beleza do
Marrocos. Em nossas viagens, os viajantes são escoltados
para descobrir o esconderijoancanto o deserto e as dunas,
para viver e gastar o tempo com a família nômade no
deserto, misturado com locais nos mercados e se mover em
um 4x4 todos os campos do país. Pretendemos fazer a
viagem uma experiência inesquecível.Oferecemos viagens
especiais para grupos, famílias, empresas eindividuais.
Convidamo-lo a deixá-lo envolver com o aroma das suas
ruas, com o contraste de suas paisagens seus costumes,
cultura antiga e hospitalidade de seus habitantesque tanto...
Jsm Rocha: É sempre com alguma emoção que visito
um monumento feito pelos portugueses , mais ainda
quando fica fora de fronteiras. É o caso deste forte (The
kasbah) mandado construir a partir de 1505 pelo
comerciante português Diogo Lopes de Sequeira para fazer
face às investidas de castelhanos sobre Agadir, foi vendida
ao rei D. Manuel I (1495-1521) em 1513. É um local a
visitar, tem uma vista privilegiada sobre a cidade.
Tanger - Asilah, Tânger
13
sala2500: Em Zagora existem coisas por fazer. Eu
escolhi este lugar para ter uma aventura no deserto tipo
"safari com camelos". Como a pequena cidade de Zagora
se parecia muito com a minha Elche, não fazia nada lá. No
safari éramos uns 12, o que o tornou ainda mais divertido.
Passámos uns dias a vaguear por lá, em cima de camelos e
a dormir em tendas: Bom..., não foi a experiências da minha
vida mas foi divertido. Nota: Quarzazate está a uns 100 km a
norte de Zagora, que está quase na fronteira sul do país.
Polo: O céu nublado e nem uma gota de água:
aproxima-se uma tempestade de areia. Apenas se vê uma
alma pela rua. Ainda bem que já chagamos a Ouarzazate e
à sua Kasbah de Taouririrte. Este é o começo da chamada
rota das kasbahs, algo assim como a espanhola rota dos
castelos, só que em vez de rocha, os kasbahs são fortalezas
levantadas com firmes paredes de barro. Hoje são museus
que se podem visitar por dentro. Janelas pequenas, quartos
austeros e símbolos geométricos típicos do Islão decoram
as suas paredes.
Zagora-Marrocos
Ouarzazate
Viagens Lacoste: A Medina de Marraquexe está
completamente cercada por umas muralhas com os tons
avermelhados da cidade. Muito bem cuidadas estas
muralhas tentaram em vão defender a cidade histórica mas
mostraram serviram mais de ornamento do que de
protecção. Com uma extensão considerável é aconselhável
um passeio de carroça para dar a volta completa à Medina.
Agadir
De interesse turístico
Palácios
Ouarzazate
Monumentos Históricos
Transporte em Marraquexe
Simo: ** Essaouira: todo o dia Saia às 08h00 horas: (ao
redor 160 kms, 2 horas e 30 min.. de viagem) Consiste em
visitar uma cidade litoral cuja parte velha data do tempo do
português que eles construiu uma fortaleza que dá visão ao
oceano o Atlântico. A pesca no porto pequeno é um charme.
Na ruta nós cruzamos aldeias árabes, aldeias berberes e
uma floresta da árvore Argan, Esta planta velha vive
exclusivamente nesta área de Marrocos, também é
protegida por UNESCO. Da noz desta azeitona é extraído,
com um morteiro de pedra, um óleo que apanha uma série
infinita de propriedades. Depois de uma visita livre para
Medina, pausa para a comida em um quiosque de peixe
perto do porto. O peixe é feito à brasa à vista aos clients
Marrakech
14
Ouarzazate
12
Cavernas
667 239 039 - Hay hassani;marrakech, Marrakech
15
Gruta de Hércules
Reconquista: Se estás por Tânger e tens tempo,
recomendo-te que visites a gruta de Hércules, situada a 5
Km do belo cabo Espartel e a 20 Km de Tânger. Trata-se de
um conjunto de covas - produto da acção das ondas do mar
sobre as pedras - que contam com uma fantástica mitologia:
os locais contam que estas covas foram a morada de
Hércules quando separou a Europa de África. A entrada
custa apenas 0,10€ e os arredores estão cheios de lojas de
souvenirs para turistas. É muito frequentado por visitantes
estrangeiros e não é estranho ver grupos de coreanos ou
japoneses ou pessoas a oferecer os seus camelos ou
burros para tirar fotos.
Tánger, Tânger
Cidades
Fez
paulinette: A minha viagem a Marrocos foi uma das
minhas preferidas, a mudança cultural que podes observar
é brutal e sobretudo muito enriquecedora, recomendo-vos a
todos...Intitulo esta fotografia como "paleta de cores" da
cidade de Fez (Marrocos), faz referência a como se realizam
as diversas pinturas em Marrocos.
Fez, Fez
Que ver em
16
Monumentos Históricos
Medersa Ben Youssef
paulinette: A Medersa Ali Ben Youssef, que significa
escola em árabe, é uma escola religiosa da zona antiga de
Marrakech, que foi fundada no século XV. Os estudantes
vinham das montanhas e tinham que deixar a sua família, e
outros viviam já na cidade; todos se faziam estudantes a
tempo completo. Recebiam uma educação religiosa, e a
maior parte deles acabavam por tornar-se imames ao sair.
Para muitas famílias de poucos recursos, mandar os seus
filhos a esta escola era uma maneira de assegurar-se de
que estes tinham uma educação, de que aprendiam a ler e
a contar; não levavam muito em conta o aspecto religioso.
Hoje em dia a Medersa está vazia e é um monumento que
se pode visitar. É o mais próximo a que um estrangeiro
pode chegar de um edifício religioso muçulmano, já que
aparte da mesquita de Casablanca, os não-muçulmanos...
Pág. 5
17
Mesquitas
Mesquita de Koutoubia
paulinette: A Koutoubia, que significa a mesquita dos
livreiros, é a maior mesquita de Marrocos. O seu
impressionante minarete é parecido com a Giralda de
Sevilha, já que os andaluzes se inspiraram nela para
construir a sua torre. Está ao lado da Praça Jemaa el Fnaa,
e o imã que os chama para orar e que regula a vida da
população de Medina de Marrakech chama os seus fiéis
desde a sua ponta.Cinco vezes por dia, a vida na cidade
pára, e todos vão rezar. Aqueles que não podem cumprir
esta obrigação, por causa da viagem ou porque têm de
trabalhar, têm que compensar com orações no final do dia.
Há sempre muita actividade à volta da mesquita. O mais
surpreendente são os vendedores de água que vestem um
fato vermelho muito particular, e oferecem um copo de água
servido a partir de um saco de couro cheio de água que...
024 441 893 - Souk Ahl Fes, Marrakech
20
Palácios
Badii Palace
Viagens Lacoste: Diz a lenda que o Palácio Badii
demorou mais de 25 anos a construir por um autêntico
exército de operários e artesãos. Pronto era um dos mais
belos palácios da altura com paredes e tectos incrustados
em ouro. Sobreviveu nestes termos um século até que fosse
conquistado por outro sultão que o mandou desmontar e
levo-o para Meknés. Actualmente sobram as ruínas mas
mesmo assim é imponente. Aconselho uma visita. O bilhete
custa 10 dirhams (1€).
Place des Ferblantiers, s/n, Marrakech
18
Portos
Passeio Marítimo de Asilah
Reconquista: Asilah tem um passeio marítimo na sua
medina que vale a pena ser visto. Está rodeado por uma
muralha (uma parte pintada de branco e a parte da original,
de pedra). A praia principal da cidade encontra-se mesmo
por baixo deste passeio. Desde ali podem-se admirar as
águas do oceano Atlântico (já que o ponto de separação
entre o Mediterrâneo e o Atlântico é o Cabo Espartel, que
fica a uns 20 minutos de Asilah de carro). Os habitantes de
Asilah reúnem-se nesta parte da cidade para descansar e
admirar os bonitos pores-do-sol. Para além disso, o
mercado encontra-se ali perto e muitos músicos de rua
tocam instrumentos típicos da zona.
Plaza Koutoubia, Marrakech
21
19
De interesse cultural
Ben Youssef Madrasa
Viagens Lacoste: A Madraça Ben Youssef foi uma
escola onde se estudava o Corão, fechou portas como
estabelecimento de ensino nos anos 60. Actualmente é um
museu que mostra as instalações dos estudantes do Corão.
Os estudantes vinham de vários países muçulmanos
estudar e discutir o Corão com os Sheiks. Destaca-se na
Madraça o Tanque das Abluções, o Pátio Principal, os
azulejos, a Sala de Orações e as Celas dos Estudantes. O
bilhete combinado com o Museu de Marraquexe e a Kouba
El Badiyin custa 60 dirhams (6€).
Paseo Marítimo, Asilah
Marrakech
De interesse cultural
Medina de Essaouira
DavidMM: Essaouira era a Bereber Amogful (a bem
guardada), mais tarde, em português Mogdura, em
espanhol Mogadur. Hoje em dia mantem sua denominação
árabe. Essaouira é uma pequena cidade com atividades
pesqueiras e turísticas predominantemente. A medina foi
declarada Patrimonio da Humanidade pela UNESCO em
2001 junto ao Kashbah e o Mellah (bairro judeu) formando
parte da antiga muralha. A medina tem um encanto especial
e é recomendável dar um passeio pelas tranquilas ruas da
medina que levam-te por passagens estreitas e
assombradas, fachadas caiadas com portas e janelas de
cor azul intenso, exóticos cafés, lojas de artesanato e todo
os lugares misteriosos que caracterizam essa cidade. Esta
cidade mantem até hoje sua beleza e estrutura medieval
(que serviu como cenário de muitos filmes ambientadas...
Essaouira
Lugares para ver em
1. Praça Jamaa el Fna
4. Porto de Tânger
7. Praia Brich
10. Museu de Marrakech
13. Ouarzazate
16. Medersa Ben Youssef
19. Ben Youssef Madrasa
2. Medina de Fez
5. Marrakech
8. Cascatas de Ouzoud
11. Exposição de jóias marroquinas
14. Gruta de Hércules
17. Mesquita de Koutoubia
20. Badii Palace
3. Jardins Majorelle
6. A Medina de Marrakech
9. Jardim de Menara
12. Transporte em Marraquexe
15. Fez
18. Passeio Marítimo de Asilah
21. Medina de Essaouira
Que fazer em
1
Pág. 6
Festas
2
Essaouira
casasroger: Anoitecer desde o porto pesqueiro da
cidade de Essaouira, antes designada de Mogador. Cidade
mítica pela sua história e possuidora de muito encanto.
Enquanto degustas umas fantásticas sardinhas na brasa,
contemplas este magnífico panorama tendo cuidado com as
gaivotas para que não te estraguem o momento.
Lojas
Bazar Nashia
Souks of Marrakech
Reconquista: As babuchas são um dos produtos típicos
nos mercados de Tânger e de Marrocos em geral. Há
muitas lojas que vendem exclusivamente este peculiar
calçado. O material que mais se utiliza na sua fabricação é
o couro, e além disso são muito leves e não têm salto.
Usam-se indistintamente por homens e mulheres e há uma
incrível variedade. Se queres comprar babuchas, o meu
conselho é que repares se a sola está cosida ao couro com
fio. Se as solas estão apenas coladas ao couro, não são de
boa qualidade e o preço deveria ser bastante inferior.
Costumam custar entre 4 e 10 euros, ainda que dependa da
qualidade, dos adornos e do design. Com lantejoulas, às
riscas, lisas, de pele, com estampados árabes, com a ponta
em pico ou redonda, etc, podes escolher entre centenas de
modelos. No passado, as babuchas de cor amarela...
Essaouira, Essaouira
4
Mercados
Medina, Asilah
Mercados
Surf
Souk de Marraquexe
Surf em Taghazout
Viagens Lacoste: O Souk de Marraquexe é um local a
norte da praça Jemma El Fna onde tudo se vende. O Souk
pode ser visto como uma feira ou um mercado diário. Várias
secções estão divididas como por exemplo o souk das
babouchas, as famosas sandálias de couro marroquinas, o
souk dos ferreiros, o souk dos madeireiros, o souk dos
tintureiros entre outros. É uma atmosfera de cor e cheiros
que nenhuma foto ou vídeo podem mostrar.
Calle del Zoco, Marrakech
5
Reconquista: Na Rue Dar Baroud, perto do Hotel
Continental, na Medina de Tânger, existe uma pequena
fábrica de móveis artesanais marroquina. É visitada tanto
pelos tangerinos como pelos turistas, interessados em levar
de Tânger uma lembrança feita à mão com os materiais
desta zona do país. Lá dentro pode observar como
trabalham os materiais artesanalmente: cerâmica, ferro,
cobre, madeira... e pintam-nos com as cores do Corão verde, amarelo e azul. Os móveis que mais se vendem são
as mesas para o chá ou para adornar os inúmeros pátios
interiores que fazem parte da arquitectura marroquina.
Também têm muitas fontes de todos os tamanhos, também
necessárias para a decoração de pátios e casas.
paulinette: Souk significa mercado em árabe. Os souks
de Marrakech são uma das suas melhores representações,
com a sua animação, os seus gritos, os seus cheiros, cores,
e com o labirinto de ruas onde seguramente te perderás
mais de uma vez. Antes, o souk estava dividido por
actividades, e tinhas a rua dos ferreiros, a rua dos padeiros,
o bairro dos carpinteiros, o lugar dos frangos. Agora, os
antigos negócios permanecem ali, mas também se
misturam com lojas de souvenirs, péssimas imitações de
roupa de marca, lukums e outras sobremesas e pastéis
típicos que se levam de casa em casa para agradecer um
convite, e que também poderás trazer de volta se a tua
viagem termina em Marrakech. Se ouves “balek balek”,
desvia-te e cola o teu corpo às paredes estreitas das ruas,
ou melhor ainda, entra numa loja, já que isso significa que...
Rue Dar Baroud, Tânger
Mariana Vozone: Taghazout é uma vilinha de
pescadores a norte de Agadir. Esta vila é "famosa" pelo
turismo de surf que tem. Alturas como a passagem de ano
são ideais por causa das ondas, mas devido ao enorme
número de turistas do norte da Europa, Espanha e Portugal,
é também difícil arranjar hotel pela zona.. Em relação ás
ondas mesmo... Não têm fim! Toda a costa tem milhares de
picos! Fundos de areia ou de calhau, esquerdas e direitas,
para aprender ou para profissionais, há ondas para todos
os gostos e feitios! Na passagem de ano que lá passei,
apanhei uma semana inteira de ondas de 1m, consistentes
com paredes infindáveis, para além do bom tempo e calor
que se fez sentir durante o dia... A repetir SEMPRE que
possível!
Marrakech, Marrakech
Lojas
Fábrica de móveis árabes
Reconquista: O Bazar Nashia é uma loja-armazém que
fica numa das pequenas ruas da Medina de Asilah. É um
dos maiores bazares da cidade e oferece artigos que outros
não têm. Os seus móveis de fabrico marroquino são
importados de todo o país pela dona deste bazar. Mesas,
espelhos, baús ou cadeiras artesanais amontoam-se nesta
loja. Também têm em armazém uma infinidade de tapetes
de todas as formas, tamanhos e cores. Muitos europeus
compram em grandes quantidades nesta loja para depois
vender os artigos na Europa. Recomendo que prestem uma
atenção especial às suas mesas.
3
Agadir
Mercados
Souk de Marrakech
Marrakech
Coisas para fazer em
1. Essaouira
3. Souk de Marraquexe
5. Souk de Marrakech
2. Souks of Marrakech
4. Bazar Nashia
Onde comer em
Pág. 7
Restaurantes
1
naxos: Um restaurante super romântico na Medina de
Marrakech. Para um jantar especial em Marrakech,
recomendo que experimentem o Restaurante Le Tobsil,
tanto pelo seu ambiente (insuperável) como pela qualidade
da comida, com especialidades marroquinas muito boas.
Para começar, chegar ao restaurante é toda uma surpresa:
não fica exactamente na parte mais "elegante" da cidade, e
a entrada não tem nenhum sinal nem nada do estilo. Mas
ao entrar, irás encontrar-te no pátio de uma casa senhorial
iluminada por velas e com música tradicional ao vivo. As
mesas estão decoradas com pétalas de rosas, e não te digo
mais. O menu inclui uma grande variedade de entradas e
pratos principais.
Reconquista: O restaurante Dar Mimoun foi uma de
nossas maiores descobertas em Marrakech. Eu o
recomendo principalmente para jantar, já que o ambiente à
noite é mais tranquilo e a iluminação é tênue. Se queres
deslumbrar teu companheiro/a a um restaurante especial,
esse e teu lugar. Está localizado na autientica Riad (csa
tradicional típica de Marrakech) em uma das ruas com vista
para a praça Jemaa-el-Fna, em plena medina, ao lado dos
souks e dos principais pontos turísticos dessa extraordinária
cidade marroquina. Sua especialidade é cozinha tradicional
e não estrangeira e eu conto que ali comi o melhor Tajin
que já provei em Marrocos. Eu recomendo o Tajin Berebe
(com cordeiro e frango), ou o de sete legumes, que é
saudável e digestivo. Também pode pedir uma das
variedades que oferecem de Cuscuz. As entradas são...
Restaurante Le Tobsil
21 224 444 052 - 22 Derb Moulay Abdallah Ben Hessaien, Marrakech
2
Restaurantes
Restaurante El Bahia
Reconquista: O restaurante El Bahia está situado ao
lado do palácio com o mesmo nome, na Mellah, o antigo
bairro judeu de Marraquech. Trata-se de uma riad
tradicional, um edifício desenhado de acordo com os
cânones da arquitectura árabe: um pátio com vegetação,
fonte, arcos, zelliges... e uma esplanada magnífica com
vistas para os telhados da cidade. Se estiverem por esta
zona, recomendo-vos que almocem ou jantem aqui, ou pelo
menos que tomem um chá. Os preços são um pouco altos
em comparação com os preços médios de Marraquech (uns
9 euros pelo almoço e 14 pelo jantar), mas vale a pena:
Tajín, cuscuz... Uma cozinha excelente.
Al lado del palacio de la bahia (Mellah), Marrakech
Restaurantes
Restaurante Dar Mimoun
Restaurantes
Restaurantes
Viagens Lacoste: O Mercado Nocturno da Praça Jemaa
El Fna em Marraquexe pode ser considerado um
restaurante porque todos os finais de tarde as bancas de
comida substituem as actividades diurnas da praça. As
famosas tajines são o prato mais servido neste restaurante
enorme ao ar livre. Há também as espetadas e algumas das
bancas servem doçaria local. Vale realmente a pena, a
qualidade é grande e o preço excelente. Para começar
pode-se comer os famosos caracóis em molho picante.
Rita Leitão: Foi difícil encontrar um restaurante em
Tetuan, encontrámos vários cafés e cafetarias, mas
restaurantes parece não haver muitos. Descobrimos o Al
Bahr por acaso, numa das principais ruas. Este restaurante,
cuja especialidade é o peixe fresco, serve no rés-do-chão
comida rápida, sobretudo sandes, sumos e batatas fritas e
tem uma sala grande no 1ºandar. Pedimos uma dose de
peixe variado grelhado (pescada, lulas, camarão, anchovas,
linguado,...), uma tagine de vaca, uma dose de batatas fritas
e uma água de 1.5l. Trouxeram também pão, azeitonas,
uma entrada de anchovas e molho de tomate e não
pagámos mais por isso. A conta foi de 125 dhs (cerca de
12€). Para dois era muita comida porque as doses são bem
servidas, mas estava tudo tão bom que comemos até quase
rebentar!!! Para quem quiser experimentar aqui fica a...
Mercado Nocturno
0 021 244 443 348 - Riad-Zitoun-el-Jédid, Marrakech
3
Restaurantes
Restaurante Chez Fatim
Reconquista: Chez Fatim é um restaurante marroquino
da rua Riad Zitoun, na medina de Marrakech, uma das
ruelas que desembocam na famosa praça Jemaa-el-Fna.
Este é um desses sítios onde se misturam tanto turistas com
baixo orçamento como marroquinos do bairro, os preços
são muito baratos e o serviço é muito atencioso. Desde a
cidade podem ver-se as taças de barro sobre o fogo,
também não me estranha, é um dos pratos estrela da casa.
Eu provei os cuscuz de legumes e recomendo-vos (menos
de 3 euros).
Riad Zitoun, Marrakech
Restaurante Al Bahr
Marrakech
4
Tetuán
Restaurantes
Restaurante de Mustafá
Reconquista: Na praça de 9 de abril (Grande Souk) há
várias boas opções para comer uma refeição tipicamente
árabe. Eu escolhi um pequeno restaurante situado numa
das esquinas da praça (rua Salah Eddine Ayuobu). Dirigido
por Mustafá (não tem nenhum cartaz que o identifique),
come-se muito bem e por pouco dinheiro. O pessoal é muito
atencioso e falam espanhol, francês e inglês. As suas
especialidades são o frango e cordeiro marroquinos, a
salada temperada com limão e o cuscuz de legumes.
Também recomendo que comam como aperitivo os famosos
"espetos" de Tânger, feitos de carne bovina temperada. Os
locais insistem para que proves a sopa de grão e as
sardinhas. Podes comer em plena rua, numa esplanada
improvisada com cadeiras de plástico, com vistas para a
mesquita e o seu minarete. Uma refeição completa sai a...
Place 9 avril (Gran Zoco), Tânger
Lugares para comer em
1. Restaurante Dar Mimoun
3. Restaurante Chez Fatim
2. Restaurante El Bahia
4. Restaurante de Mustafá
Onde dormir em
1
Pág. 8
Hotéis
2
Riad Bayti
naxos: Encantadora Riad na Medina de Marrakech.
Riad Bayti é uma opção muito acessível para desfrutar do
típico charme que têm as riades marroquinas. A primeira
impressão que tens ao chegares é uma invasão dos
sentidos, em especial o olfato, já que está no meio de uma
zona de lojas de especiarias. O edifício está muito bem
conservado e mantido. No último andar da Riad há um
terraço onde se pode desfrutar de um delicioso pequenoalmoço. O dono da Riad Bayti é um chileno muito simpático
chamado Diego. Podem fiar-se das suas recomendações...
A nós sugeriu-nos o restaurante Le Tobsil.
Viagens Lacoste: O Hotel Imperial Holiday situa-se a
200 metros da Avenida Mohammed V que nos leva à Praça
Jemaa El Fna. É um hotel de 4 estrelas muito funcional,
além de um excelente buffet de pequeno almoço tem um
ginásio bem equipado e uma piscina de boa dimensão. A
localização, o conforto e o preço são mais valias que o
Imperial Holiday tem. Aconselho toda a gente a ficar lá.
Marrakech
3
Hotéis
Hotéis
ClubHotel Riu Tikida Palmeraie
Jsm Rocha: Este ClubHotel é uma excelente opção
para quem não se importa de ficar longe da confusão do
centro da cidade, fica a 5 km da parte antiga de
Marraquexe, o hotel disponibiliza um autocarro gratuito para
o centro da cidade (várias vezes por dia, lugares limitados e
com marcação). Os quartos são grandes e com uma
decoração muito agradável, dispõem de secador de cabelo,
telefone, ar condicionado e ventilador de tecto com
pequeno frigorífico sempre com água, TV via satélite e o
sempre útil, cofre electrónico (tamanho Laptop de 15").
Existem três restaurantes, o restaurante principal Bufett,
restaurante marroquino "El Nakheel" e o restaurante
temático "La Trattoria". Como adoro comida étnica, o
marroquino foi o meu preferido. Tem animação diurna e
espectáculos nocturnos. A piscina, essa sim, um
"verdadeiro" OÁSIS no deserto, enorme. O ClubHotel Riu...
212 524 327 400 - Route Fes, km 6,Annakhil , Marrakech
4
La Mamounia Hotel
Viagens Lacoste: O Hotel Mamounia é mais do que um
hotel, poderia ser um museu. É um dos mais charmosos
hotéis antigos do mundo, por ali passou por exemplo
Winston Churchill. Há uma suite com o seu nome decorada
com alguns do seus objectos nomeadamente o seu
cachimbo. Os jardins e o tecto Majorelle são outras das
coisas a ver no Mamounia.
403 rue de la kasbah, Medina, Marrakech 40 000, Marrakech
5
Hotel Imperial Holiday
La Sultana Marrakech Hotel
Viagens Lacoste: O hotel La Sultana é um hotel recente
de 5 estrelas perto dos Túmulos Sádidas no Kasbah de
Marraquexe. O interior é decorado numa mistura de estilos
africano e asiático com grande exotismo. O Spa na cave é
um grande cartão de visita, conta com um jacuzzi em
mármore, um hammam. O hotel fornece pacotes que para
além da estadia incluem também tratamentos de
aromaterapia e algas.
00 212 024 380 180 - 35 , Derb SAKA Bab mellah, Marrakech
Hotéis
Hotéis
AVENUE BAB JDID, Marrakech
6
Hotéis
Clubmed Agadir
Jsm Rocha: Muita simpatia do pessoal "atenciosos".
Chegamos ao club por volta das 2 horas da manhã, depois
de uma viagem cansativa de Lisboa com escala em
Casablanca, fomos muito bem recebidos, em "português"
com comida e bebidas, calcularam que devíamos ter fome,
acertaram...excelente! No geral gostei muito do club, com
uma localização fantástica na baia de Agadir os quartos
eram bons a comida e vinho excelentes. Excelente também
era animação, com muita qualidade! Interacção entre todos
os hospedes. Nesse aspecto achei o "hotel" diferente.
2125288 295 002 125 288 - Club Med Agadir Chemin Oued Souss
80000 Agadir, Agadir
Hotéis
Hotel Central
Viagens Lacoste: O Hotel Central é um simpático
espaço situado na Medina de Casablanca. É barato, é limpo
e é central como o nome indica. Ideal para curtas estadias.
O pequeno almoço é servido numa sala muito bem
decorada com música ambiente. Um chá de menta, café,
sumo de laranja, pão árabe torrado com manteiga é o que
se serve. Tem um ambiente familiar. Gostei.
Lugares onde dormir em
medina, Casablanca
1. Riad Bayti
2. La Sultana Marrakech Hotel
3. La Mamounia Hotel
4. Clubmed Agadir
5. ClubHotel Riu Tikida Palmeraie 6. Hotel Central

Documentos relacionados