MATÉRIA TECNICA APTTA BRASIL SINAIS DE QUE SUA

Сomentários

Transcrição

MATÉRIA TECNICA APTTA BRASIL SINAIS DE QUE SUA
1
MATÉRIA TECNICA APTTA BRASIL
SINAIS DE QUE SUA TRANSMISSÃO AUTOMÁTICA ESTÁ PRESTES A
FALHAR
O público em geral não entende muita coisa a respeito de
transmissões automáticas. Poderíamos levar esta declaração
um passo adiante e dizer que o mesmo se aplica a muitos
técnicos
reparadores.
Existe
algo
a
respeito
de
transmissões automáticas que assusta um pouco as pessoas em
geral. Embora não devamos esperar que todos sejam
especialistas em transmissões, podemos esperar reconhecer
sinais que nossa transmissão automática esteja prestes a
falhar. Aqui expomos alguns sintomas fáceis de serem
observados:
2
SUPERAQUECIMENTO: O calor é de longe o pior inimigo da
transmissão automática. O calor destrói mais transmissões
que todas as outras causas de falhas juntas. Aqui está um
fato que devemos lembrar. A temperatura máxima ideal de
trabalho de uma transmissão é de cerca de 95 graus Celsius.
Para cada 10 graus Celsius acima deste valor, corta-se a
vida útil da transmissão pela metade. Posto de maneira
simples, a 105 graus Celsius a transmissão só durará a
metade de sua vida útil, a 115 graus Celsius ela durará um
quarto de sua vida útil e a 125 graus Celsius sua vida útil
é reduzida a um oitavo do normal.
Quanto uma transmissão se aquece, ela libera cheiro de
queimado. Pode-se pensar que seja um cheiro ruim, porém o
cheiro que a maioria dos fluidos libera é ligeiramente
adocicado. Se você perceber isto, pare imediatamente e
deixe-a esfriar. Quando o fluido se aquece, ele se expande.
Ao se aquecer em demasia, ela frequentemente libera o
excesso de fluido pelo respiro geralmente no topo da
transmissão.
Estes
são
dois
sinais
que
você
deve
reconhecer. O cheiro de queimado e vazamentos pelo respiro
da transmissão. A melhor maneira de monitorar a temperatura
de sua transmissão é investir em um termômetro. Os melhores
termômetros
também
incluem
uma
luz
de
advertência.
Termômetros são fáceis de instalar e são relativamente
baratos.
FLUIDO: Recomendamos periodicamente verifique o nível de
fluido de sua transmissão, da mesma maneira que normalmente
fazemos com o nível de óleo do motor. Caso tenha alguma
dificuldade, peça ao seu mecânico de confiança para fazer
isto. Um nível de fluido muito baixo, algo está errado.
Verifique também a coloração do fluido de sua transmissão.
O fluido deve estar ligeiramente avermelhado ou claro e
translúcido. Se ele estiver muito escuro (opaco à passagem
da luz) sua transmissão poderá estar com problemas. O
fluido muito escuro usualmente sinal que a transmissão
sofreu superaquecimento.
3
LIMALHAS OU IMPUREZAS NO FLUIDO: Retire a vareta de óleo da
sua transmissão. Ilumine-a e se você notar impurezas ou
limalhas no fluido, você terá problemas. O fluido deve ser
como o vidro. Se ele estiver diferente, e você notar como
que poeira de metal nele, algo está errado. O próximo passo
é
remover
o
cárter
da
transmissão
e
inspecionar
adicionalmente por limalhas e metal no fundo dele.
PATINAÇÃO: As transmissões automáticas são projetadas para
aceitar uma pequena quantidade de patinação nelas. Somente
o bastante para que, quando houver uma mudança de marcha,
você não seja atirado no banco traseiro. Se a patinação
durar mais de 1 ou 2 segundos entre uma marcha e outra,
isto indica um problema em algum lugar. Pode ser um sinal
de que o filtro está obstruído, uma boma de fluido perdendo
pressão ou uma mola na válvula reguladora de pressão que
falhou ou está quebrada ou travada. Ou pode significar que
sua transmissão está totalmente danificada.
4
RUÍDOS: Uma transmissão automática deve ser silenciosa. Não
devem existir ruídos de algo raspando ou quebrando. Nenhum
ruído de batidas ou assobios. Se você ouvir alguns destes
ruídos, é melhor parar o veículo e investigar.
É claro que todos nós esperamos identificar um problema
antes que ele destrua nossa transmissão. Infelizmente, este
nem sempre é o caso. Se for tarde demais para identificar
um problema e formos confrontados com a decisão de
substituir ou reparar nossa transmissão danificada, devemos
sempre optar pelo reparo ou substituição em uma oficina
séria e competente, que te inspire confiança, e ao menos
tenha sido recomendada por alguém idôneo que a conhece.
Também, uma garantia por escrito do serviço deve ser
emitida para dar alguma tranquilidade ao cliente. Não
confie em sites da Internet somente, pois eles muitas vezes
mascaram a realidade por trás de uma fachada bonita. Vá
conhecer a oficina e falar com o proprietário, bem como
inspecione
suas
instalações
e
veja
o
grau
de
profissionalismo de seus técnicos.
Assim como existem “oficinas” e oficinas, assim também
existem “cursos” e cursos de formação de técnicos em
transmissão automática. A Internet é um veículo para ser
5
usado com dúvidas, porém a palavra final deve ser dada por
você após insistente pesquisa.
Redação: APTTA Brasil – Associação
Técnicos em Transmissão Automática.
de
Profissionais