Enfermagem

Сomentários

Transcrição

Enfermagem
PROGRAMA PROVAR– CURSO DE ENFERMAGEM UFPR
Conhecimentos das bases biológicas, sociais, humanas e exatas da enfermagem:
Anatomia Geral, Farmacologia, Microbiologia, Parasitologia, Imunologia, Parasitologia, Genética
Humana para Enfermagem, Biologia Celular, Histologia e Embriologia Aplicada a Enfermagem,
Fisiologia Humana, Patologia Geral, Psicologia Aplicada a Saúde,, Bioquímica Celular e Animal,
Bioestatística, Antropologia Humana, Sociologia e Epidemiologia.
Conhecimentos de cuidados de enfermagem na trajetória de vida e de resgate da cidadania:
História da Enfermagem, Organização do Trabalho do Enfermeiro e sua Função Social,
Metodologia Científica em Enfermagem, Fundamentos para o Cuidar em Enfermagem,
Enfermagem em Saúde Coletiva, Sistema Único de Saúde, Saúde, Sociedade e Meio Ambiente,
Enfermagem em Saúde do Adulto e Idoso, Cuidados de Enfermagem à mulher, criança e
adolescente,Tecnologias e assistência de enfermagem; Assistência de enfermagem em doenças
crônicas não transmissíveis; Assistência de enfermagem ao paciente em situações de urgência e
emergência; Segurança do paciente; Aspectos éticos e legais da atuação do profissional de
enfermagem; Medidas de precauções e isolamento.
BIBLIOGRAFIA:
ALMEIDA MCP; ROCHA SMM. O trabalho de Enfermagem,São Paulo: Cortez: 1997
BRASIL. Constituição 1988. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília (DF):
Senado; 1988.
BRASIL.Lei 8.080 de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção,
proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços
correspondentes
e
dá
outras
providências.
Disponível
em:
http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/lei8080.pdf.
BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde,
2012. (Série E. Legislação em Saúde)
BRASIL, Lei 8.142 de 28 de dezembro de 1990. Dispõe sobre a participação da comunidade na
gestão do Sistema Único de Saúde - SUS e sobre as transferências intergovernamentais de
recursos financeiros na área da saúde e dá outras providências. Disponível em:
http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/Lei8142.pdf.
BRASIL, Ministério da Saúde. Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica:
hipertensão arterial sistêmica. Brasília: Ministério da Saúde, 2013. (Cadernos de Atenção Básica,
n.
37).
Disponível
em:http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/estrategias_cuidado_pessoa_doenca_cronica.pdf
BRASIL, Ministério da Saúde. Hepatites virais: o Brasil está atento. Brasília: Ministério da Saúde.
3.
ed.
2008.
(Série
B.
Textos
Básicos
de
Saúde).Disponível
em:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/hepatites_virais_brasil_atento_3ed.pdf.
BRASIL, Ministério da Saúde. Portaria 104 de 25 de janeiro de 2011.Dispõe a relação de
doenças, agravos e eventos em saúde pública de notificação compulsória em todo o território
nacional e estabelece fluxo, critérios, responsabilidades e atribuições aos profissionais e serviços
de
saúde.
Disponível
em:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2011/prt0104_25_01_2011.html
BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações.
ProgramáticasEstratégicas.Legislação em saúde: caderno de legislação em saúde do
trabalhador. 2. ed. rev. e ampl. Brasília: Ministério da Saúde, 2005. (Série E. Legislação de
Saúde).
Disponível
em:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/legislacao_saude_saude_trabalhador.pdf
BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações
Programáticas Estratégicas. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher:
princípios e diretrizes. 1. ed., 2. reimpr.Brasília: Ministério da Saúde, 2009.Disponível em:
http://www.compromissoeatitude.org.br/wpcontent/uploads/2012/08/MS2009_politica_nacional_mulher_principios_diretrizes.pdf
BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações
Programáticas e Estratégicas.Atenção à saúde da pessoa idosa e envelhecimento. Brasília:
Ministério da Saúde, 2010. 44p.:il (Série B. Textos Básicos de Saúde) (Série Pactos pela Saúde
2006
v.
12).
Disponível
em:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/atencao_saude_pessoa_idosa_envelhecimento_v12.pd
BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica.
Política nacional de atenção básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2012.Disponível em:
http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoes/geral/pnab.pdf
BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção
Básica.Atenção ao pré-natal de baixo risco [recurso eletrônico]. 1. ed. rev. Brasília: Editora do
Ministério da Saúde, 2013.318 p.: il. – (Cadernos de Atenção Básica, n° 32). Disponível em:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cadernos_atencao_basica_32_prenatal.pdf
BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção
Básica.Controle dos cânceres do colo do útero e da mama. 2. ed. Brasília: Editora do
Ministério da Saúde, 2013.124 p.: il. (Cadernos de Atenção Básica, n. 13). Disponível em:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/controle_canceres_colo_utero_2013.pdf
BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica.
BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica.
Saúde mental. Brasília: Ministério da Saúde, 2013.176 p.: il. (Cadernos de Atenção Básica, n.
34).
Disponível
em:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cadernos_atencao_basica_34_saude_mental.pdf
BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção
Básica.Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica. Brasília: Ministério da
Saúde,
2014.162
p.:
il.
(Cadernos
de
Atenção
Básica,
n.
35).
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/estrategias_cuidado_pessoa_doenca_cronica_cab35.p
df
BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância
Epidemiológica. Guia de vigilância epidemiológica. 7. ed. Brasília: Ministério da Saúde,
2009.816p.
(Série
A.
Normas
e
Manuais
Técnicos).
Disponível
em:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_vigilancia_epidemiologica_7ed.pdf
BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das
Doenças Transmissíveis.Manual de normas e procedimentos para vacinação. Brasília:
Ministério
da
Saúde,
2014.
176
p.:
il.Disponível
em:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_procedimentos_vacinacao.pdf
BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de vigilância em saúde.
Brasília:
Ministério
da
Saúde,
2014.
812p.
Disponível
em:
http://portalsaude.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/27/guia-vigilancia-saude-linkado-2711-14.pdf
BRASIL, Ministério da Saúde.Secretaria de Políticas de Saúde. Departamento de Atenção Básica.
Cadernos de Atenção Básica.Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica:
hipertensão arterial sistêmica. Brasília: Ministério da Saúde, 2013. 128p.:il (Cadernos de Atenção
Básica, n. 37).Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cd05_06.pdf.
BRASIL, Ministério da Saúde.Secretaria de Políticas de Saúde. Departamento de Atenção Básica.
Cadernos de Atenção Básica.Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica:
diabetes mellitus. Brasília: Ministério da Saúde, 2013. 128p.:il (Cadernos de Atenção Básica, n.
36).
Disponível
em:
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/estrategias_cuidado_pessoa_diabetes_mellitus_cab36.
pdf
BRASIL. Ministério da Saúde. Cadernos de Atenção Primária. N. 30. Procedimentos. – Brasília:
Ministério
da
Saúde,
2011.
[Internet].
Disponível
em:
http://www.medlearn.com.br/ministerio_saude/atencao_basica/cadernos_atencao_basica_30_proc
edimentos.pdf
BRASIL. Ministério da Saúde. Plano de ações estratégicas para o enfrentamento de DCNT
2011-2022. Brasília: Ministério da saúde, 2011. [Internet]. Disponível em:
file:///C:/Users/COORDENF8/Downloads/cartilha_dcnt.pdf
CLARK, Jane C; MCGEE, Rose F. Enfermagem Oncológica, um curriculum básico. 2. ed. Porto
Alegre: Artes Médicas, 1997.
CALIL, A. M.; PARANHOS, W.Y. O enfermeiro e as situações de emergência. São Paulo:
Atheneu, 2007.
FOLADORI, G.. Os limites do desenvolvimento sustentável, Campinas, São Paulo. Editora
UNICAMP:, Imprensa Oficial 2011.
FREITAS, E.V. Tratado de geriatria e gerontologia. 2a Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,
2006.
LIMA M.J. O que é enfermagem. Coleção Primeiros Passos, 5ª Ed. São Paulo, Brasiliense, 2005.
MEEKER, M. H.; ROTHROCK, J. C. A. Cuidados de enfermagem ao paciente cirúrgico. Rio de
Janeiro: Guanabara Koogan. 10. Ed.1997.
NETO. A.A de O MELO .C. Metodologia Pesquisa Cientifica: guia prático para apresentação
de trabalhos acadêmicos. 3ª Ed Florianópólis,Visual Books, 2008.
PORTO, C.C. Exame Clínico. 5 Ed Rio de Janeiro. Guanabara Koogan, 2004.
PADILHA, M.I.C.S. (orgs) Enfermagem – história de uma profissão. São Caetano:do Sul,
Difusão Editora, 2011.
POTTER, PERRY, P. Fundamentos de Enfermagem . ¨6ª Ed Ed Rio de Janeiro: GuanabaraKoogan, 2005
WOODS, S. L.; FROELICHER, E. S. S.; MOTZER, S. A. Enfermagem em Cardiologia. 4ª ed.
Barueri, SP: Manole, 2005.
HUDAK, C. M.; GALLO, B. M. Cuidados intensivos de enfermagem: uma abordagem holística.
Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, 1997.
CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM. Decreto 94406/87. Regulamenta a Lei nº 7.498, de
25 de junho de 1986, que dispõe sobre o exercício da enfermagem, e dá outras providências.
Conselho Federal de Enfermagem. [Internet]. 1986. [Internet]. Disponível em:
http://www.cofen.gov.br/decreto-n-9440687_4173.html
HAZINSKI, M.F. Destaques das Diretrizes da American Heart Association para
Ressuscitação Cardiopulmonar e Atendimento Cardiovascular de Emergência. 2010.
[Internet].
Disponível
em:
http://www.heart.org/idc/groups/heartpublic/@wcm/@ecc/documents/downloadable/ucm_317343.pdf
SCHIMTZ, E. M. et all Enfermagem em pediatria e puericultura. São Paulo,. Atheneu, 1989.
TALBOT, L; MEYERES-MARQUARDT, M. Avaliação em cuidados críticos. Rio de Janeiro, Ed.
Reichman e Affonso, 2001.
TAYLOR, C.; LILLIS, C.; LeMONE, P. Fundamentos de enfermagem: a arte e a ciência do
cuidado de enfermagem. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

Documentos relacionados

Ref. Bibliografica Enfermagem

Ref. Bibliografica Enfermagem Roberto Crespo. Vigilância em Saúde do Trabalhador no Sistema Único de Saúde Teorias e Práticas – Correa. Editora Coopmed. 1 ed.2013. 396p. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de S...

Leia mais