Montador de equipamentos eletroeletrônicos EAD- 200H

Сomentários

Transcrição

Montador de equipamentos eletroeletrônicos EAD- 200H
PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO QUALIFICAÇÃO
PROFISSIONAL A DISTÂNCIA
SENAI
DENOMINAÇÃO DO CURSO: Montador de equipamentos eletroeletrônicos
EIXO TECONOLÓGICO: Controle e processos industriais
CARGA HORÁRIA: 200 horas
ÁREA PROFISSIONAL: Tecnologia da Informação
PASTA DO SGE: QUA.00060
MODALIDADE: Qualificação Profissional EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA
CBO: 7311-50
1. JUSTIFICATIVA
Atualmente, encontramos uma forte demanda por profissionais do ramo da tecnologia da
informação, devido a diversos fatores. Em 2011, o Brasil ocupou apenas a 64ª posição na
classificação segundo o Índice de Desenvolvimento de TIC (Tecnologias da Informação e da
Comunicação) da União Internacional de Telecomunicação, indicando que ainda temos
muito a melhorar, apesar de já despontarmos como a 4ª maior economia do mundo. No
início de 2014 alcançamos a marca de mais de 77 milhões de internautas, segundo o
Instituto Ibope Nielsen Online, sendo que o brasileiro fica em média 69 horas por mês
navegando na internet, tornando-se o primeiro em horas conectados na internet.
Diversas ações governamentais e do legislativo também dão indícios de forte demanda de
profissionais nessa área para os próximos anos. Além da redução de IPI para
computadores, aprovada em dezembro de 2011, o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL)
aponta para um forte crescimento da capacidade da infraestrutura de telecomunicações do
país, estabelecendo como objetivo a massificação da oferta de acessos via banda larga até
2014. Caso aprovada, a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) Nº6 de 2011, que inclui
entre os direitos sociais consagrados no artigo 6º da nossa Carta Magna o direito ao acesso
ágil à Rede Mundial de Computadores (Internet), também aumentará a demanda por
profissionais qualificados para suporte ao rápido crescimento do mercado.
2. OBJETIVOS:
O curso de Qualificação Profissional de Montador de Equipamentos Eletroeletrônicos tem
por objetivo o desenvolvimento de competências relativas à operação de processos de
manufatura de equipamentos eletroeletrônicos, de acordo com normas e procedimentos
técnicos, de qualidade, de meio ambiente e de saúde e segurança no trabalho.
3. REQUISITOS DE ACESSO:
Para acesso ao curso, o candidato deverá atender os seguintes requisitos:





Ter no mínimo 16 anos completos;
Ensino Fundamental I (1º a 5º) – Completo
Ter sido classificado/aprovado no processo seletivo, se aplicável, obedecendo ao
limite de vagas disponíveis;
Ter disponibilidade para participar dos encontros presenciais, aulas práticas em
laboratório ou visitas técnicas;
Ter acesso à Internet.
4. PERFIL DE CONCLUSÃO:
Operar processos de manufatura de equipamentos eletroeletrônicos, seguindo
normas e procedimentos técnicos, de qualidade, de meio ambiente e de saúde e
segurança no trabalho.
5. ORGANIZAÇÃO CURRICULAR:
ORGANIZAÇÃO CURRICULAR
Nome do Curso
Ordem do
Desenho
Curricular
UC 1
Ordem para
Execução
(segundo
Plano de
Curso)
1º
Montador de Equipamentos Eletroeletrônicos
Carga Horária
Unidades Curriculares
Fundamentos da
manufatura de
equipamentos
eletroeletrônicos
Total
Distância
Presencial
200 horas
160
horas
80%
40
horas
20%
70
56
80%
14
20%
30
24
80%
6
20%
100
80
80%
20
20%
Comunicação oral e escrita
UC 2
UC 3
2º
3º
Técnicas da manufatura de
equipamentos
eletroeletrônicos
Obs.: A carga horária presencial deste curso é 20% e 80% á distância. Dessa forma 160 horas são realizadas a
distância e 40 horas são realizadas presencialmente, totalizando carga horária de 200 horas.
AVALIAÇÃO:
A avaliação será formativa e contínua com a média igual ou superior á 7,0, com atividades avaliativas.
Avaliação final: tem peso 10,0
Avaliação nota mínima: 7,0
Frequência mínima de 75%
6. METODOLOGIA:
Os cursos do Programa SENAI de Educação a Distância seguem a metodologia de
formação baseada no desenvolvimento de competências. São princípios norteadores dessa
metodologia: a aprendizagem mediada, a interdisciplinaridade, a contextualização, o
desenvolvimento de capacidades que sustentam competências, a ênfase no aprender a
aprender, a aproximação da formação ao mundo real, ao trabalho e às práticas sociais, a
integração entre teoria e prática, a avaliação da aprendizagem com função diagnóstica e
formativa, e a afetividade como condição para a aprendizagem significativa.
Os princípios norteadores se concretizam por meio de Situações de Aprendizagem,
atividades desafiadoras propostas aos alunos, que devem solucionar problemas, tomar
decisões, testar hipóteses ou aplicar o que aprenderam a outros contextos.
As Situações de Aprendizagem são o fio condutor do curso e oportunizam o "aprender
fazendo" por meio de estratégias como estudo de caso, projeto, situação-problema e
pesquisa. Podem ser realizadas individualmente, em pequenos grupos ou com toda a turma,
sempre com a orientação de um tutor. No formato a distância, utilizam recursos do ambiente
virtual de aprendizagem (AVA), como ferramentas de comunicação, como fóruns e chats,
ferramentas de entrega de atividades, exercícios autocorrigidos e simuladores digitais. Nos
polos presenciais, atividades práticas são realizadas nos laboratórios com o suporte de kits
e simuladores didáticos.
Os processos de ensino e de aprendizagem devem ser planejados pelo docente e
desenvolvidos com a utilização de diferentes métodos, estratégias e técnicas, tendo em
vista a aquisição de capacidades técnicas, sociais, organizativas e metodológicas e
conhecimentos definidos como conteúdo formativo e necessário para o desempenho
profissional do Operador de Linha de Montagem de Equipamentos Eletrônicos.
Desse modo, o curso deve ser desenvolvido a partir da proposição de situações
contextualizadas e desafiadoras, tais como situações-problema que envolvam tarefas,
operações ou ensaios. Além disso, devem ser desenvolvidas atividades de:
 Desmontagem, montagem, de equipamentos;
 Desmontagem, montagem de componentes em placas de circuito impresso;
 Soldagem e dessoldagem de componentes em placas de circuito impresso;
 Operação de estação de testes;
 Medição de grandezas elétricas.
Quanto ao papel do docente, é fundamental que sua ação se desenvolva tendo em vista,
constantemente, o perfil profissional de conclusão do curso. Para isso, deve centrar suas
ações e estratégias na proposição de atividades que representem as funções que o
Montador de Equipamentos Eletrônicos deve estar apto a desempenhar. Além disso, é
importante que o docente reconheça a pertinência das habilidades referentes às unidades
curriculares que irá ministrar no curso, principalmente em relação ao seu objetivo e ao perfil
profissional de conclusão, contidos neste plano de curso.
Além da aquisição de conhecimentos técnicos específicos referentes às atividades de
operação de linha de montagem de equipamentos eletrônicos, do desenvolvimento de
habilidades e da aquisição de hábitos, atitudes e valores próprios do profissional, é
imprescindível que os alunos sejam levados a propor soluções para os problemas que
ocorrem no dia-a-dia da empresa.
Desta forma, uma base teórica sólida, aliada ao desenvolvimento de situações práticas,
acrescidos do uso de linguagem técnica, como base para a comunicação entre colegas e
demais profissionais da área, da capacidade de pesquisar e de aprender, do cuidado com
materiais e equipamentos, de trabalho em equipe, de relações pessoais e interpessoais, de
planejamento e organização do trabalho, de respeito às normas técnicas, de sáude e
segurança no trabalho, de qualidade e de preservação ambiental são os parâmetros que
norteiam as propostas de solução de problemas.
Ressalta-se, ainda, que todos os conteúdos do curso foram definidos com o objetivo de
desenvolver competências pessoais e profissionais que permitam ao aluno inserir-se no
mundo do trabalho e nele ter desempenhos satisfatórios em diferentes situações. Cabe,
portanto, aos responsáveis pelo processo de ensino e aprendizagem proporcionar situações
contextualizadas para que o aluno possa estabelecer relações, transferir aprendizagem e
concretizar, por meio de desempenhos observáveis, os conhecimentos, as habilidades e as
atitudes necessárias ao alcance das competências do perfil.
Ademais, o processo de avaliação deve estar centrado principalmente nos resultados
demonstrados pelo aluno durante a realização das situações contextualizadas propostas.
7. TUTOR: Genair Christo Viana
8. MEDIADOR (A) PEDAGÓGICO: Jakeline Campos
9. RECURSOS DIDÁTICOS E MATERIAIS: Inserir planilha
10. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:
Média da U.C.
Nota da S.A. 5,5 + Nota Qualitativa 2,00 + Nota Encontro Presencial +2,5 = 10,0
Nota: Alunos que não acessarem o Ambiente Virtual de Aprendizagem do curso nos 5
primeiros dias, serão considerados desistentes e a matrícula será cancelada.
11. RECOMENDAÇÕES PARA AS ATIVIDADES PRÁTICAS:
Não se aplica.
12. CERTIFICAÇÃO:
Ao aluno que concluir com aprovação o curso será conferido o certificado de Qualificação
Profissional de Montador de Equipamentos Eletrônicos, num total de 240 horas.
No verso dos certificados deverão ser explicitadas as unidades curriculares cursadas no
referido módulo e as respectivas competências profissionais definidas no perfil profissional
de conclusão.
13. COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS
Competência Geral:
Operar processos de manufatura de equipamentos eletroeletrônicos, seguindo
normas e procedimentos técnicos, de qualidade, de meio ambiente e de saúde e
segurança no trabalho.
14. RELAÇÃO DAS UNIDADES DE COMPETÊNCIA
Unidade de Competência 1
Operar processos de manufatura de equipamentos eletroeletrônicos, seguindo normas e
procedimentos técnicos, de qualidade, de meio ambiente e de saúde e segurança no trabalho.
Elementos de Competência
Padrões de Desempenho
1.1 Montar módulos eletroeletrônicos.
1.1.1 Interpretando instruções de trabalho
1.1.2 Inserindo componentes nos módulos
1.1.3 Soldando componentes nos módulos
1.1.4 Medindo grandezas elétricas
1.1.5
Registrando
apontamentos
para
controle
1.1.6 Aplicando normas e procedimentos
técnicos, de qualidade, de meio ambiente e
de saúde e segurança no trabalho.
1.2 Testar módulos eletroeletrônicos.
1.2.1 Interpretando instruções de trabalho
1.2.2 Interligando dispositivos
1.2.3 Realizando testes de funcionamento
1.2.4
Registrando
apontamentos
para
controle
1.2.5 Utilizando normas e procedimentos
técnicos, de qualidade, de meio ambiente e
de saúde e segurança no trabalho.
1.3 Integrar módulos elétricos, eletrônicos e 1.3.1 Interpretando instruções de trabalho
mecânicos.
1.3.2 Inserindo módulos no gabinete
1.3.3 Interligando dispositivos e módulos
1.3.4 Realizando testes de funcionamento
1.3.5
Registrando
apontamentos
para
controle
1.3.6 Preparando o produto para expedição
1.3.7 Utilizando normas e procedimentos
técnicos, de qualidade, de meio ambiente e
de saúde e segurança no trabalho.
15. CONTEXTOS DE TRABALHO E QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL
a)











Meios:
Instrumentos de medição de grandezas elétricas
Estação de solda
Ionizador
Estação de teste
Kit de alicates
Kit de chaves
Normas técnicas, ambientais, de qualidade e de saúde e segurança no trabalho
Parafusadeiras
Sugador de solda
Torquímetro
Equipamentos de proteção antiestática (ESD)
b)






Métodos e Técnicas de Trabalho
Aplicação de normas e procedimentos
Métodos de segurança e higiene do trabalho
Organização do trabalho
Técnicas de soldagem
Técnicas de medição
Técnicas para análise de testes
c) Condições de Trabalho
Condições ambientais:
 Geralmente as atividades são realizadas em ambiente fechado com temperatura e
umidade controlada
Turnos e horários:
Geralmente em turnos diurnos
Riscos profissionais:
 Trabalhos repetitivos
 Queimaduras provenientes das operações de soldagem
 Exposição a vapores oriundos das operações de soldagem
Equipamentos de proteção Individual (EPI) recomendados:
 Luvas

Máscaras

Óculos

Avental

Calçado de segurança

Toucas para cabelo

Protetor auricular

Equipamentos de proteção do produto (EPP) recomendados:

Jaleco antiestática

Pulseira antiestática

Calcanheira ou calçado antiestática

Luva antiestática

Touca antiestática

Dedeira antiestática
d) Contexto Profissional
 Indústrias de manufatura eletroeletrônica

Indústrias de manufatura eletrônica

Indústrias de máquinas e equipamentos em geral

Indústrias de instrumentos de precisão e ópticos

Indústrias de equipamentos para automação industrial

Indústrias de cronômetro e relógios

Empresas prestadoras de serviços
e) Contexto Funcional e Tecnológico
 Grau de responsabilidade médio a alto

Grau de autonomia: baixo
f) Área tecnológica da qualificação
 Curso técnico de eletrônica

Curso técnico de eletroeletrônica

Curso técnico de eletromecânica

Curso técnico de mecatrônica

Curso técnico de mecânica

Curso técnico de informática
UNIDADES CURRICULARES
Nome: Fundamentos da manufatura de equipamentos
eletroeletrônicos
Carga Horária: 70 horas
Unidade de Competência: UC1
Módulo: Único
Objetivo Geral: Dominar os princípios básicos que norteiam a eletroeletrônica, mesclando
esses conhecimentos às normas técnicas afins à segurança do trabalho, à saúde e ao meio
ambiente;
CONTEÚDOS FORMATIVOS:
( x ) Fundamentos técnicos:
( ) Capacidades Técnicas:
CONHECIMENTOS:
Princípios da manufatura:
 Identificar
a
posição
de
montagem dos componentes.
 Definição
 Identificar as características de
 Segurança e normalização
manuseio dos componentes.
 EPI e EPC
 Identificar as características de
 Riscos da atividade
manuseio dos dispositivos.
 Mapas de risco e rota de fuga
 Identificar as características de
 Símbolos de advertência
manuseio dos módulos.
 Procedimentos de rotinas no trabalho
 Identificar as estações de testes.
 Descarte de resíduos
 Identificar as ferramentas da
 Ferramentas da qualidade
qualidade utilizadas na empresa.
 Noções de ergonomia
 Identificar componentes.
 Identificar
instrumentos
de
1. Componentes eletroeletrônicos:
medição.
Definição
 Identificar materiais, máquinas,
Tipos
ferramentas e equipamentos.
 Resistor
 Identificar dispositivos.
 Capacitor
 Identificar os elementos de
 Indutor
interconexão.
 Semicondutores
 Identificar
os
módulos
 Relés
eletroeletrônicos.
 Botão de comando (micro switch)
 Identificar os riscos inerentes às
 Bateria
atividades.
 Chaves
 Identificar os sistemas de
 Conectores
interconexão.
 Placa de circuito impresso
 Identificar posição de montagem
multicamadas
dos dispositivos.
Características
 Identificar posição de montagem
 Polaridade
dos módulos.
 Encapsulamento
 Identificar resíduos gerados no
 Simbologia literal
processo.
Manuseio
 Identificar unidades de medidas.
 Cuidados
 Identificar
ferramentas
e
 Mecânicos
equipamentos
utilizados
no
 Descarga eletrostática
processo de embalagem do
Processo de montagem
produto.
 Definição
 Identificar
material
de
 Manual
embalagem.
 Tecnologia de montagem superfície
 Identificar métodos de fixação
(SMT)
dos módulos no gabinete.
 Tecnologia de montagem através de
 Identificar o produto.
furos (PTH)
 Máquinas, utensílios e ferramentas.
Capacidades sociais, organizativas e
metodológicas:












Cumprir instruções de trabalho.
Cumprir prazos.
Demonstrar atenção a detalhes.
Demonstrar
capacidade
de
concentração.
Demonstrar
capacidade
de
organização.
Demonstrar
consciência
prevencionista em relação à
saúde e segurança do trabalho.
Demonstrar habilidade manual.
Demonstrar raciocínio lógico.
Manter-se atualizado quanto às
modificações
feitas
nas
instruções de trabalho.
Prever consequências.
Trabalhar em equipe.
Zelar pela conservação dos
equipamentos e componentes.
Nome: Comunicação oral e escrita
Carga Horária: 30 horas
Unidade de Competência: UC1
Módulo: Único
Objetivo Geral: Descrever manuais técnicos e aplicar conhecimentos na elaboração de
projetos e relatórios técnicos.
CONTEÚDOS FORMATIVOS:
CONHECIMENTOS:
( x ) Fundamentos técnicos:
1. Comunicação:
( ) Capacidades Técnicas:
 Processo
 Comunicar-se oralmente e por
 Níveis de fala
escrito.
 Interpretar norma de gestão
ambiental. Interpretar normas e
2. Técnicas de intelecção de texto
procedimentos técnicos.
 Análise textual
 Interpretar instruções de trabalho
 Análise temática
 Preencher relatórios e check-list,
manualmente e em sistema
informatizado.
3. Documentação técnica
 Utilizar linguagem técnica.
 Tipos
Capacidades sociais, organizativas e
metodológicas:





Cumprir instruções de trabalho.
Cumprir prazos.
Demonstrar atenção a detalhes.
Demonstrar
capacidade
de
concentração.
Demonstrar
capacidade
de
organização.
Demonstrar

Relatórios

Check List

Preenchimento

Manual Informatizado





consciência prevencionista em
relação à saúde e segurança do
trabalho.
Demonstrar habilidade manual.
Demonstrar raciocínio lógico.
Manter-se atualizado quanto às
modificações
feitas
nas
instruções de trabalho. Prever
consequências.
Trabalhar em equipe
Zelar pela conservação dos
equipamentos e componentes.
Nome: Técnicas da manufatura de equipamentos
eletroeletrônicos
Carga Horária: 100
horas
Unidade de Competência: UC1
Módulo: Único
Objetivo Geral: Formar profissionais para realizar atividades de execução, operação e
manutenção de instalações em equipamentos eletroeletrônicos.
CONTEÚDOS FORMATIVOS:
CONHECIMENTOS:
( ) Fundamentos técnicos:
1. Integração de equipamentos
( x ) Capacidades Técnicas:
eletroeletrônicos:
 Aplicar as ferramentas da
 Hardware
qualidade.
 Software
 Aplicar
norma
de
gestão
 Computadores
ambiental.
 Definição
 Aplicar normas e procedimentos
 Arquitetura básica
técnicos. Aplicar técnicas de
 Periféricos
manuseio dos componentes.
 Definição
 Aplicar técnicas de manuseio
 Tipos
dos dispositivos.
 Celulares
 Aplicar técnicas de manuseio
 Definição
dos módulos.
 Arquitetura básica
 Aplicar técnicas de medição.
 Linha branca
 Comparar as medidas realizadas
 Definição
com os padrões estabelecidos.
 Tipos
 Destinar
corretamente
os
 Linha Automotiva
resíduos gerados.
 Definição
 Embalar o produto.
 Tipos
 Fixar os módulos no gabinete.
 Identificar as condições do local
2. Informática:
de trabalho.
 Aplicada ao controle de processo
 Identificar os pontos de medição.
 Definição
 Inserir os componentes no
 MRP (Management Resources
módulo.
Planning)
 Interligar dispositivos e módulos.
 Interligar dispositivos.
3. Procedimentos de testes:
 Interligar módulos.
 Estação de testes
 Interpretar instrução de trabalho.
 Tipos
 Interpretar
resultados
 Aplicação
apresentados pela estação de
 Montagem
teste.
 Rotina de teste
 Interpretar unidades de medição.
 Cuidados
 Providenciar
materiais



















relacionados à operação de
soldagem.
Registrar apontamentos para
controle.
Registrar
as
operações,
manualmente e em sistema
informatizado.
Registrar os resultados das
medições.
Registrar os resultados dos
testes manualmente e em
sistema informatizado.
Relatar as ocorrências de não
conformidades.
Seguir
a
sequência
de
montagem.
Seguir as instruções de trabalho.
Selecionar a estação de teste.
Selecionar
as
máquinas,
ferramentas e equipamentos.
Selecionar componentes.
Selecionar dispositivos para
montagem nos módulos.
Selecionar
elementos
de
interconexão.
Selecionar
ferramentas
e
equipamentos
utilizados
no
processo de embalagem do
produto.
Selecionar instrumentos para a
medição.
Selecionar
material
de
embalagem.
Selecionar módulos a serem
montados no gabinete.
Selecionar o produto.
Selecionar os elementos de
interconexão.
Soldar
componentes nos módulos.
Dessoldar componentes nos
módulos.
Capacidades sociais, organizativas e
metodológicas:








Cumprir instruções de trabalho.
Cumprir prazos.
Demonstrar atenção a detalhes.
Demonstrar
capacidade
de
concentração.
Demonstrar
capacidade
de
organização.
Demonstrar
consciência
prevencionista em relação à
saúde e segurança do trabalho.
Demonstrar habilidade manual.
Demonstrar raciocínio lógico.
4. Soldagem e dessoldagem:
 Definições
 Tipos
 Convencional – (Liga SnCu)
 Livre de cumbo (Lead-free)
 Estação de soldagem e dessoldagem
 Forno de refusão
 Solda onda (wave soldering)
 Temperatura
 Instalação e remoção de componentes
 Inspeção
 Limpeza
5. Equipamentos de proteção do produto:
 Definição
 Eletrostática
 Geração
 Efeitos
 Prevenção
 Tipos
 Jaleco antiestática
 Pulseira antiestática
 Calcanheira ou calçado antiestática
 Luva antiestática
 Touca antiestática
 Dedeira antiestática




Manter-se atualizado quanto às
modificações
feitas
nas
instruções de trabalho.
Prever consequências.
Trabalhar em equipe.
Zelar pela conservação dos
equipamentos e componentes.
16. CRITÉRIOS PARA APROVEITAMENTO DE CONHECIMENTOS E EXPERIENCIAS
ANTERIORES
De acordo com a Resolução nº 06, de 20 de setembro de 2012, a instituição de ensino pode
promover o aproveitamento de conhecimentos e experiências anteriores do estudante,
desde que diretamente relacionados com o perfil profissional de conclusão da respectiva
qualificação ou habilitação profissional, que tenham sido desenvolvidos:
I - em qualificações profissionais e etapas ou módulos de nível técnico regularmente
concluídos em outros cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio;
II - em cursos destinados à formação inicial e continuada ou qualificação profissional de, no
mínimo, 160 horas de duração, mediante avaliação do estudante;
III - em outros cursos de Educação Profissional e Tecnológica, inclusive no trabalho, por
outros meios informais ou até mesmo em cursos superiores de graduação, mediante
avaliação do estudante;
IV - por reconhecimento, em processos formais de certificação profissional, realizado em
instituição devidamente credenciada pelo órgão normativo do respectivo sistema de ensino
ou no âmbito de sistemas nacionais de certificação profissional.
17. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO CURSO
A avaliação da aprendizagem será feita de forma processual, diagnóstica e formativa, ao
longo de todo o processo de formação, visando permitir o diagnóstico dos avanços e das
dificuldades do aluno para que sejam feitas as intervenções pedagógicas necessárias.
Para avaliar a aprendizagem do aluno (conhecimentos, habilidades e atitudes), serão
utilizados estratégias e instrumentos de avaliação múltiplos e diversificados, preservando a
integração das Unidades Curriculares e buscando desenvolver nos alunos o hábito da
pesquisa, atitudes de reflexão, iniciativa e criatividade. Poderão ser utilizados estudos de
casos, situações problemas, projetos interdisciplinares, simulações e demonstrações, testes,
assim como provas realizadas presencialmente.
18. CERTIFICADOS E DIPLOMAS
Ao aluno que concluir com aprovação o curso será conferido o certificado de Qualificação
Profissional de Montador de Equipamentos Eletrônicos, num total de 240 horas.
No verso dos certificados deverão ser explicitadas as unidades curriculares cursadas no
referido módulo e as respectivas competências profissionais definidas no perfil profissional
de conclusão.
19. LISTA DE MATERIAIS
ITEM
UNIDADE
DE
MEDIDA
1
KG
ROLO DE ESTANHO
PARA SOLDA 0,5mm
2
KG
ROLO DE ESTANHO EM FIO
PARA SOLDA 1mm
3
KG
ROLO DE ESTANHO EM FIO
PARA SOLDA 2mm
4
UNIDADE
KIT DE ELETRONICA PARA
MONTAR (minimo 250 itens),
5
UNIDADE FERRO DE SOLDA 30W
6
UNIDADE
7
UNIDADE GRAFITE EM PÓ SPRAY 230 ml
8
UNIDADE
MULTÍMETRO ANALÓGICO
PROFISSIONAL
9
UNIDADE
MULTIMETRO DIGITAL C/
SENSOR TEMPERATURA
10
UNIDADE
OSCILOSCÓPIO DIGITAL 50MHZ
2 CANAIS
11
PULSEIRA ANTI-ESTÁTICA
UNIDADE PROFISSIONAL PARA
ATERRAMENTO ESD
12
UNIDADE
13
PINÇA ANTIESTÉTICA
UNIDADE ANTIMAGNÉTICA ESD-10: Ponta
Reta Fina (110 mm).
14
PINÇA ANTIESTÉTICA
UNIDADE ANTIMAGNÉTICA ESD-12: Ponta
Reta Fina (135 mm)
MATERIAL DE CONSUMO
EM FIO
SUGADOR DE SOLDA
PROFISSIONAL
LUVAS ANTI ESTÁTICA ESD
PROFISSIONAL
15
PINÇA ANTIESTÉTICA
UNIDADE ANTIMAGNÉTICA ESD-13: Ponta
Chata Redonda (115 mm)
16
PINÇA ANTIESTÉTICA
UNIDADE ANTIMAGNÉTICA ESD-14: Ponta
Reta Fina e Afiada (110 mm)
17
UNIDADE
18
UNIDADE
19
UNIDADE
GAVETEIRO ORGANIZADOR
MULTIUSO C/ 16 GAVETAS
20
UNIDADE
FLUXO EM PASTA PARA SOLDA
BGA SMD 150 GRAMAS
21
UNIDADE
FLUXO DESSOLDA PASTOSO
PARA BGA E SMD
22
PINÇA ANTIESTÉTICA
UNIDADE ANTIMAGNÉTICA ESD-11: Ponta
Reta Super Fina (140 mm);
23
UNIDADE
24
UNIDADE FERRO DE SOLDA 60W
25
UNIDADE FERRO DE SOLDA 100W
26
UNIDADE
PINÇA ANTIESTÉTICA
ANTIMAGNÉTICA ESD-15: Ponta
Fina Curva (120 mm)
CAPACÍMETRO DIGITAL
LIMPA CONTATO ELÉTRICO
SPRAY 300ML
Estação De Retrabalho Digital Para
Smd
20. MEMÓRIA DE CÁLCULO
MEMÓRIAS DE CÁLCULOS PARA CURSOS
1.
1.1
1.2
1.3
1.4
2.
2.1
2.2
2.3
2.4
2.5
2.6
3.
3.1
3.2
3.3
4.
4.1
4.2
4.3
5.
5.1
5.2
6.
6.1
7.
CURSO: MONTADOR DE EQUIPAMENTOS ELETROELETRÔNICOS
Quantidade de Alunos :
Quantidade de Dias:
Quantidade de Turnos:
Quantidade de Parcelas:
Quantidade de Módulos:
Quantidade de Horas:
Valor hora/aula
Pessoal e Encargos
Unidade
Quantidade Valor Unit. R$
Hora Aula Professor
hora
240
R$
28,52
Encargos Sociais
hora
240
R$
28,52
Encargos Assistencias (Plano de Saude)
Unidade (prof.)
2,5
R$
134,64
Encargos Assistencias (Ticket Alimentação)
hora
240
R$
2,04
TOTAL - 1
Material Didatico
Unidade
Quantidade Valor Unit. R$
Bolsa
unidade
0
R$
Caderno
unidade
0
R$
Caneta
unidade
40
R$
0,77
Camiseta
unidade
0
R$
Apostilas
unidade
0
R$
15,00
Livros
unidade
0
R$
TOTAL - 2
Alimentação
Unidade
Quantidade Valor Unit. R$
Kit Lanche (salgado / Suco)
unidade
1920
R$
Coffee Break
unidade
0
R$
Refeição
unidade
0
R$
TOTAL - 3
TOTAL (1/2/3)
Despesas Operacionais
Unidade
Quantidade Valor Unit. R$
Boleto
unidade
120
R$
9,00
Certificado
unidade
40
R$
4,50
Seguro/Aluno
unidade
40
R$
2,85
TOTAL - 4
Material de Consumo
Unidade
Quantidade Valor Unit. R$
Aluguel de equipamento
unidade
0
R$
Anexo Relação de Compras
unidade
1
R$
TOTAL - 5
Auxilios
Unidade
Quantidade Valor Unit. R$
Auxílio a Terceiros
Aluno/hora/aula
9600
R$
TOTAL - 6
TOTAL (4/5/6)
Custo Educação
Custos Indiretos
Unidade
Quantidade Valor Unit. R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
R$
40
48
1
3
1
240
R$ 28,52
Sub-total
6.844,80
4.449,12
336,60
318,24
11.948,76
Sub-total
30,80
30,80
Sub-total
11.979,56
Sub-total
1.080,00
180,00
114,00
1.374,00
Sub-total
3.675,00
3.675,00
Sub-total
5.049,00
17.028,56
Sub-total
7.1 Gestão das Unidades (Suporte ao negócio)
20%
8.
Custo Educação + Gestão
Margem
Unidade
8.1 Margem
Quantidade
20,0%
R$
TOTAL - 7 R$
R$
Valor Unit. R$
4.257,14
4.257,14
21.285,70
Sub-total
R$
TOTAL - 8 R$
5.321,43
5.321,43
R$
TOTAL DO CURSO
26.607,13
TOTAL POR ALUNO
40
R$
665,18
PARCELAS
3
R$
221,73
Preenchimento obrigatório
Formas de pagamento (cartão, boleto, cheque)
Aluno Hora
Ponto de equilibrio (nº mínimo de matrículas)
BOLETO
2,77
32
Equipe responsável pela elaboração:
Supervisão Pedagógica:
Jakeline Campos
Shirlei Fritz de Oliveira
Michel Bolsoni Coutinho
Instrutores Responsáveis:
Genair Christo Viana
Apoio técnico pedagógico:
Sarah Regina Alves Rodrigues dos Santos
Escola: SENAI Bonifácio Almodóvar
Data de validação:
Gerência Executiva de Educação
Suamy V. Lacerda de Abreu
Coordenação de Educação a Distância
Hudyson Santos Barbosa
Equipe técnica de Educação a Distância
Maria do Carmo Goes Silva
Michele Monge de Lima
Supervisão de Organização Escolar
Géssica Lana Coriolano dos Santos
Marcela Barbosa Vieira
Selma Kátia Figueiredo de Lima Cruz