Formação de Fundraisers

Сomentários

Transcrição

Formação de Fundraisers
Formação de Fundraisers
UMA FORMAÇÃO INOVADORA
PARA CAPACITAR O TERCEIRO SECTOR
Desenvolvido de acordo com o Modelo de Formação Europeu EFA Certification
Parceria
Modelo de Formação
ASSOCIAÇÃO
PORTUGUESA
DE FUNDRAISING
A reforma em curso do modelo social europeu e as perspetivas que advêm para as organizações do 3º
sector, trazem novos desafios para a sua gestão, desenvolvimento e sustentabilidade.
Entre estes desafios, o principal é, certamente, a capacidade destas organizações captarem recursos e a
necessidade de o fazerem a partir de uma maior diversidade de fontes, utilizando novas técnicas,
ferramentas e instrumentos de gestão.
É por esta razão que é urgente desenvolver o Fundraising em Portugal. Para o fazer é essencial o
envolvimento das organizações do 3º sector. Por isso, os dirigentes, técnicos, voluntários e outros
agentes destas organizações, são os primeiros destinatários da formação que agora apresentamos.
O que é o Fundraising
Ato de gerar receitas em favor de uma causa ou missão de uma organização
do 3º sector, procurando melhorar a qualidade de vida dos membros da
comunidade, promovendo o seu bem-estar, felicidade e cultura.
Tem por base uma consciência filantrópica, procurando agir sobre a causa
ou raiz dos problemas.
Conjunto de atividades desenvolvidas com o objetivo de captar recursos
financeiros ou materiais em prol de atividades das organizações sem fins
lucrativos.
Benefícios do Fundraising nas Organizações do 3º Sector
O sucesso de uma política de fundraising nas organizações do 3º sector tem por base o reconhecimento
da necessidade de:



Gerar recursos para a organização, com base no estímulo das motivações filantrópicas e de
participação cívica ou de responsabilidade social dos indivíduos e das organizações.
Abordar de forma profissional, estruturada e sistemática esta via de geração de receitas.
Capacitar a atuação da organização e o cumprimento da sua missão pelo aumento das receitas
disponíveis.
DESTINATÁRIOS
Dirigentes ou gestores das organizações do 3º sector – IPSS, ONG, Misericórdias, Associações,
Fundações, Universidades, Teatros, Museus, Centros de Investigação...
Fundraisers, gestores de marketing, gestores financeiros e comunicação das OSFL.
Gestores, quadros e profissionais de empresas com práticas de responsabilidade social ou envolvidas
em políticas de mecenato ou apoio social, cultural ou ambiental.
Todas as pessoas envolvidas nas organizações sem fins lucrativos, voluntárias ou não, e interessadas
numa mudança efetiva do comportamento e envolvimento social dos cidadãos.
O PROJETO FORMATIVO
Neste âmbito, a AEP, em parceria com a Associação Portuguesa de Fundraising e a Astrolábio, promove o Curso de
Formação de Fundraisers, desenvolvido de acordo com o Modelo de Formação Certificada EFA (European
Fundraising Association).
Os participantes neste curso ficarão dotados das competências de Fundraiser, cujas áreas-chave (AC) são:
AC 1 - Identificar as necessidades de uma organização, conceber o “case for support” e promover a respetiva
comunicação;
AC 2 - Mobilizar e gerir recursos para fundraising;
AC 3 - Desenvolver uma estratégia de fundraising e aplicar o plano de ação;
AC 4 - Gerir pessoas e mobilizar equipas para o fundraising.
No final do processo de formação os fundraisers serão capazes de:






Conhecer os fundamentos do fundraising e identificar os requisitos necessários
para a sua implementação;
Conceber, planear e implementar um programa de captação de recursos;
Analisar o processo e as motivações dos doadores;
Aplicar os fundamentos de marketing direto e interativo na captação de
recursos;
Construir as propostas para captação de recursos dos doadores;
Avaliar o processo e os resultados de implementação e promover a sua
renovação e desenvolvimento.
CONTEXTO E ITINERÁRIO FORMATIVO
Os participantes no projeto beneficiarão da ancoragem institucional da AEP e
da sua ligação ao mundo empresarial, podendo interagir com empresas
empenhadas em política de Responsabilidade Social das Organizações, de
forma a mobilizarem recursos e a consolidarem a aprendizagem em
contexto prático.
Neste contexto, a parceria institucional deste projeto disponibilizará todos os recursos pedagógicos e de
networking indispensáveis a uma aprendizagem e a uma prática bem sucedida da atividade de
fundraiser.
O processo de formação contempla quatro modalidades interconectadas: formação em sala, e-learning,
formação em contexto real (conceção e implementação de um projeto) e estudo autónomo.
Completa-se, assim, um ciclo de aprendizagem, o qual permite aprofundar competências-chave em 4
áreas de desempenho profissional.
•Identificar
necessidades e
conceber um
case for support
•Gerir Pessoas
•Mobilizar e gerir
recursos
Formação
sala
e-learning
Estudo
autónomo
Projecto
•Desenvolver
uma estratégia
PROGRAMA
Etapas formativas
Etapa I – Contexto Social e Cultural do Fundraising
O Terceiro Sector/ Dimensões Culturais, Legais e
Éticas do Fundraising
Etapa II – Gestão do Fundraising
(Nível Institucional)
Requisitos Institucionais para o Fundraising/
Implementar o Fundraising na Gestão de uma
Organização/ Trabalhar com os Fornecedores/
Planeamento Orçamental/ Gestão da Qualidade
Etapa III – Estratégias de
Fundraising
Pensamento Estratégico de Atividades de
Fundraising/ Gestão das Relações com Doadores/
Ferramentas para Estratégias de Fundraising
Etapa IV – Métodos de
Fundraising (Competências e
Ferramentas)
Canais de Comunicação de Fundraising/
Competências para Fundraising/ Ferramentas para
Fundraising
Etapa V – Formas de Fundraising
Doações de Pessoas Individuais/ Doações de Pessoas
Coletivas/ Grandes Doações/ Doações de Legados e
Fundações/ Apoios Estatuários (governamentais)
Etapa VI – Legislação e Outras
Regulamentações
Proteção de Dados/ Direito de Exploração, Copyright/
Lei da Concorrência/ Fiscalidade Relativa a Doações e
Fundações.
Formação
em sala
elearning
Projeto
24 h
8h
20 h
32 h
8h
28 h
Estudo
Autónomo
4h
30 h
32 h
6h
26 h
24 h
5h
26 h
4h
3h
12 h
120 h
30 h
120 h
30 h
TOTAL
300 h
FORMADORES
Rui Pedro Silvestre
Licenciado em Gestão (ISAG – Porto) e com Pós-Graduação em Gestão de Instituições sem Fins
Lucrativos (ISEG - Lisboa) é atualmente Diretor Comercial, de Comunicação e Desenvolvimento da
Cooperativa Artística Árvore. Com experiência profissional nas áreas de marketing e vendas trabalhou
na Imperial, Tensai; LactoIbérica e Saludães. Foi Diretor Coordenador de Marketing da Media Capital
Rádios e Diretor Comercial e de Comunicação da Fundação de Serralves. Foi até Abril de 2011 Diretor
Geral da Fundação de Arte Moderna e Contemporânea – Coleção Berardo. Desde 2005 é observador na
European Fundraising Association tendo participado em diversas formações e iniciativas sobre a área.
Madalena Alves Pereira
Formada em Gestão pela Universidade Católica Portuguesa. Partner e consultora em fundraising e
marketing para o terceiro setor na Call to Action. Com mais de 17 anos de experiência profissional em
gestão, com especial incidência em marketing desenvolveu a sua carreira em empresas de grande
consumo, bens industriais e serviços. Com 6 anos de experiência na gestão e consultoria no 3º sector, no
desenvolvimento de planeamento estratégicos de organizações, estratégias e plano de angariação de
fundos, ações de angariação de fundos. Tem ainda lecionado os workshops Call to Action sobre
fundraising. Lecionou vários cursos de pós-graduação e licenciatura em Gestão na Universidade Católica
Portuguesa e no ISLA.
Tem participado em vários congressos sobre Fundraising organizado pela EU Consult (Associação de
consultores europeus em Fundraising) e ainda o IFC - International Fundraising Congress, em
Amesterdão.
Adriano Fidalgo
Licenciado em Gestão de Empresas (ISAG) e Relações Internacionais Económicas e Políticas (UM), e pósgraduações em Estudos Europeus - Ramo Económicas (UCP); Relações Internacionais Económicas e
Sociais (UM) e CEMS/Executive MBA, pelo Institut Français de Gestion/Espaço Atlântico. È Douturando
em Economia Europeia (UCP). Desempenhou várias funções nas áreas Comercial e Marketing, tendo
sido Diretor da Área Comercial da CIMPOR e Diretor Geral da Pamésa Consultores, Lda. Presta ainda
serviços de consultoria e formação em várias outras entidades e é Docente do Ensino Superior.
Maria do Céu Lopes
Licenciada em Direito, pós-graduada em Relações Económicas e Sociais Internacionais e especializada
em Comércio Internacional. Desempenhou várias funções na área do Comércio Internacional em várias
empresas de trânsitos e transportes internacionais de mercadorias e Docência no Ensino Superior.
Desenvolve atividade de Jurista, consultora e formadora em áreas como Comércio Internacional, Direito,
desenvolvimento pessoal (gestão inteligência emocional, gestão de stress).
Ricardo Rio
Licenciatura em Economia e especialização em Economia e Finanças Internacionais. Desempenhou
funções na Euronext Lisboa, foi Assessor do Conselho de Administração da Casa da Música/Porto, é
Docente do Ensino Superior. Consultor em diversos programas financiados e não financiados e
Formador nas áreas de Gestão Financeira, Gestão Comercial, Marketing, Produtos e Mercados
Financeiros, Instrumentos Derivados, Estratégias de Internacionalização, Integração Europeia, Ética e
Responsabilidade Social Empresarial, Política de Coesão, Desenvolvimento Regional, Fundos
Comunitários, Taxas Municipais, entre outras.
Manuel Ribeiro
Licenciado em Direito pela U. Coimbra; Pós-graduado em economia social pela Universidade Católica.
Coordenador de projetos para a Economia Social na Associação Empresarial de Portugal - Formação e
Conhecimento. Consultor e Formador na conceção e gestão de projetos de desenvolvimento de
organizações empresariais e sociais, com mais de 15 anos de experiência. Formador na área da
Responsabilidade Social das Empresas.
O QUE É A APF - ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE FUNDRAISING?
A APF (Associação Portuguesa de Fundraising), tem por fim a promoção do trabalho das organizações
da sociedade civil e o desenvolvimento da filantropia pelo estímulo da atividade de fundraising em
Portugal.
Tem como objetivos:
•
•
•
•
•
•
•
Criar e manter uma rede nacional de profissionais que exercem ou estão envolvidos em atividades
de fundraising, defendendo e perseguindo os objetivos comuns dos seus membros e fornecendolhes um fórum de discussão e troca de informação;
Educar e informar a comunidade e os seus representantes eleitos acerca do fundraising e assuntos
relacionados;
Promover e desenvolver a filantropia através da troca de conhecimentos, competências e
experiências;
Proteger a filantropia através do estabelecimento e promoção de códigos e éticas profissionais;
Desenvolver ou promover estudos científicos sobre fundraising e assuntos relacionados;
Estabelecer cooperação e trabalhar em conjunto com outras entidades que partilhamos mesmos
interesses e preocupações;
Cuidar e agir em prol da filantropia em Portugal, na Europa e onde mais se vier a revelar necessária
a colaboração.
A CERTIFICAÇÃO EFA
A Certificação EFA é o primeiro certificado europeu de fundraising reconhecido, tendo merecido o apoio
da Comissão Europeia através do programa Leonardo da Vinci.
É uma marca europeia que garante o acesso a uma formação de qualidade em fundraising, que
impulsiona as competências dos profissionais e contribui para o desenvolvimento das organizações.
Trata-se de um desenvolvimento importante no reconhecimento e estabelecimento de normas na
profissão.
A criação de um Certificado Europeu de Fundraising, reuniu fundraisers e organizações de fundraising de
15 países europeus. Atualmente, 11 países europeus têm já programas de formação em fundraising
certificados.
Promove um conjunto de standards e um programa de qualificação acreditado que permite aos
fundraisers obter um desempenho profissional consistente e de alto nível em toda a Europa,
construindo reconhecimento público, confiança e encorajando a filantropia.
A AEP, em parceria com a APF e a Astrolábio, é pioneira em
Portugal na promoção da formação em fundraising seguindo o
modelo de Certificação EFA.
CANDIDATURAS E INSCRIÇÕES
As manifestações de interesse devem ser enviadas para a AEP – Associação Empresarial de
Portugal : [email protected]
Propina por participante: € 2.500 (dois mil e quinhentos euros). Valor isento de IVA.
Plano de pagamentos: 10% (250 €) no ato da inscrição e o valor restante em 6 prestações de
375 €.
Parceria
Modelo de Formação
ASSOCIAÇÃO
PORTUGUESA
DE FUNDRAISING

Documentos relacionados