Prova Neurocirurgia

Сomentários

Transcrição

Prova Neurocirurgia
SELEÇÃO PARA COOPERAÇÃO DE MÉDICOS
Edital n. 01/2014
NEUROCIRURGIA
LEIA COM ATENÇÃO AS SEGUINTES INSTRUÇÕES
1 - Este caderno contém as questões da PROVA OBJETIVA.
2 - Ao receber a Folha de Respostas,
• confira seu nome, número de inscrição e o cargo.
• Assine, A TINTA, no espaço próprio indicado.
ATENÇÃO:
FOLHA DE RESPOSTAS SEM ASSINATURA NÃO TEM VALIDADE.
3 - Ao transferir as respostas para a Folha de Respostas:
• use apenas caneta esferográfica azul ou preta;
• preencha, sem forçar o papel, toda a área reservada à letra correspondente à
resposta solicitada em cada questão;
• assinale somente uma alternativa em cada questão.
• Sua resposta NÃO será computada se houver marcação de mais de uma
alternativa; questões não assinaladas ou questões rasuradas.
NÃO DEIXE NENHUMA QUESTÃO SEM RESPOSTA.
A Folha de Respostas da PROVA OBJETIVA não deve ser dobrada, amassada ou rasurada.
ATENÇÃO: No item 7.5 do Edital: O candidato somente poderá retirar-se definitivamente do local de realização da
prova após 120 (cento e vinte) minutos contados do seu início. 7.15 O candidato deverá apor sua assinatura na lista
de presença e na Folha de Respostas de acordo com aquela constante no seu documento de identidade apresentado.
7.24 Durante o período de realização das provas, não será permitido o uso de óculos escuros, bonés, chapéus e
similares. 7.27 Findo o prazo limite para realização das provas, o candidato deverá entregar ao Aplicador de Sala o
Caderno de Questões da Prova Objetiva e a Folha de Respostas da Prova Objetiva, devidamente preenchida
e assinada. 7.30 (alíneas a, b, c, d, e, f, g, j, k e m). Será eliminado o candidato que: tratar com falta de urbanidade
examinadores, auxiliares, aplicadores ou autoridades presentes; deixar o local de realização das provas sem a devida
autorização; estabelecer comunicação com outros candidatos ou com pessoas estranhas a este processo seletivo por
qualquer meio; usar de meios ilícitos para obter vantagem para si ou para outros; portar arma (s) no local de realização
das provas, ainda que de posse de documento oficial de licença para o respectivo porte; fizer uso ou portar, mesmo
que desligados, durante o período de realização das provas, qualquer equipamento eletrônico, como relógio digital,
calculadora, walkman, notebook, palm-top, tablet, agenda eletrônica, gravador ou outros similares, ou de instrumentos
de comunicação interna ou externa, tais como telefone celular, beep, pager, entre outros; fizer uso de livros, códigos,
manuais, impressos e anotações; deixar de entregar o Caderno de Questões e a Folha de Respostas da Prova
Objetiva, findo o prazo limite para sua realização; se apresentar após o horário estabelecido para a realização das
provas; deixar de entregar a Folha de resposta objetiva ou entregá-la com marcação diferente das instruções contidas
no caderno de questões ou sem assinatura no local reservado para a assinatura.
O Caderno de Questões e os gabaritos das Provas Objetivas serão divulgados no endereço
eletrônico www.gestaodeconcursos.com.br, no dia 17 de novembro de 2014.
Data:
DURAÇÃO MÁXIMA DA PROVA: 5 (CINCO) HORAS
/
/
ATENÇÃO
Sr.(a) Candidato(a)
Antes de começar a fazer a prova, confira se este caderno contém, ao todo,
70 (setenta) questões objetivas, cada uma constituída de 04 (quatro) alternativas — assim
distribuídas: BLOCO A: 4 (quatro) questões de Cirurgia Geral, 4 (quatro) questões de
Clínica Médica, 4 (quatro) Ginecologia/Obstetrícia, 4 (quatro) questões de Pediatria,
4 (quatro) questões de Saúde Pública.
BLOCO B: 50 (cinquenta) questões de Conhecimentos Específicos, todas perfeitamente
legíveis.
Havendo algum problema, informe imediatamente ao aplicador de provas para que ele
tome as providências necessárias.
Caso V.Sa. não observe essa recomendação, não lhe caberá qualquer reclamação ou
recursos posteriores.
2
BLOCO A
QUESTÃO 3
São possíveis exames para avaliar suspeita de trombose
venosa, EXCETO:
CIRURGIA GERAL
A) Dosagem do D-dímero, que avalia o produto de
degradação da fibrina.
QUESTÃO 1
B) Flebografia, exame ideal para avaliar essa
suspeita, deve ser a primeira opção propedêutica.
Em relação à avaliação clínica pré-operatória, assinale a
C) Ressonância
alternativa INCORRETA.
magnética,
importante
para
diagnóstico de lesão no interior da pelve.
A) A concentração de hemoglobina não deve
D) Duplex scan, que tem menor sensibilidade no
ser utilizada como critério de diagnóstico de
estudo da panturrilha, quando comparado com
hipovolemia, se a anemia é crônica.
lesões de localizações proximais em MMII.
B) As alterações ao leucograma de rotina são
frequentes e observadas, especialmente, em
mulheres idosas.
Em
C) Intolerância a exercícios físicos e dispneia
inexplicada constituem duas das principais
indicações de espirometria em pacientes idosos.
D) Pacientes
muito
QUESTÃO 4
idosos
apresentam
relação
QUESTÃO 2
Em relação aos distúrbios hidroeletrolíticos, assinale a
alternativa INCORRETA.
A) As perdas de líquidos hipotônicos incluem
causas renais, gastrointestinais e cutâneas.
B) Na síndrome da produção inadequada do
hormônio antidiurético, observa-se hiponatremia
com sódio corporal total normal.
C) O diabetes insipidus de origem central acarreta
desidratação hipertônica.
antibioticoprofilaxia
em
pacientes
cirúrgicos, assinale a alternativa CORRETA.
A) Deve-se evitar o emprego de antibióticos de
primeira linha.
B) Nas cirurgias que envolvem o cólon, seu uso
significativamente maior risco de complicações
após operações prolongadas e de emergência.
à
dispensa o preparo mecânico.
C) O uso de associações deve ser incentivado.
D) Visa à erradicação das bactérias patogênicas.
CLÍNICA MÉDICA
QUESTÃO 5
Em relação à vitamina B12, analise as afirmativas a
seguir:
I.
A gastrite autoimune (anemia perniciosa) é a
causa mais comum de deficiência grave de
vitamina B12.
II. Doses orais (1.000 a 2.000mcg/dia) são tão
D) Pacientes com diabetes insipidus nefrogênico
eficazes quanto injeções intramusculares mensais
podem ser beneficiados com o uso de diuréticos
na correção das anormalidades hematológicas e
tiazídicos.
neurológicas.
III. Sua deficiência causa anemia megaloblástica
reversível, doença neurológica desmielinizante,
ou ambas.
A partir dessa análise, pode-se concluir que estão
CORRETAS as afirmativas:
A) I e II apenas.
B) I e III apenas.
C) II e III apenas.
D) I, II e III.
3
QUESTÃO 6
GINECOLOGIA / OBSTETRÍCIA
Considere o caso clínico em que um paciente está
internado há quatro semanas, com politraumatismo, em
coma devido a traumatismo crânioencefálico, recebendo
dieta por cateter naso-entérico, vem evoluindo nos
últimos dias com diarreia e distensão abdominal.
QUESTÃO 9
Considere a situação clínica em que uma paciente
primigesta, gestação de 37 semanas, apresentou
O eletrocardiograma mostra ondas T achatadas e o
trabalho de parto de cerca de 20 horas. O terceiro
aparecimento de ondas U.
período durou mais de 2 horas.
Esse quadro é compatível com:
Sobre a situação clínica descrita, assinale a alternativa
A) hipercalcemia.
B) hipercalemia.
C) hipocalemia.
D) hiponatremia.
que apresenta, CORRETAMENTE, o risco esperado.
A) Hemorragia por hipotonia uterina.
B) Hemorragia por laceração do colo.
C) Inversão uterina e choque.
D) Hemorragia por descolamento placentário.
QUESTÃO 7
Sobre o medicamento que pode desencadear uma crise
tireotóxica, assinale a alternativa CORRETA.
A) Amiodarona.
B) Fenobarbital.
C) Furosemida.
D) Lítio.
QUESTÃO 10
Considere a situação clínica em que uma paciente
primigesta,
gestação
de
38
semanas,
procura
atendimento de urgência devido amniorrexe espontânea
e líquido esverdeado espesso.
Esse caso sugere:
A) descolamento prematuro de placenta.
B) sofrimento fetal.
QUESTÃO 8
C) óbito fetal.
Sobre a AIDS, analise as afirmativas a seguir:
D) incompatibilidade sanguínea materno-fetal.
I.
A infecção primária pelo HIV, frequentemente,
se apresenta como uma síndrome semelhante à
QUESTÃO 11
mononucleose, manifestando-se com uma febre,
Considere o caso clínico em que uma paciente do sexo
exantema, faringite, mal estar e linfadenopatia.
II. A principal causa de meningite nesses pacientes é
a meningocócica, geralmente ocorrendo quando
diabetes,
e
uma
história
de
ovário
policístico
queixa-se de sangramento vaginal por duas semanas.
a contagem de linfócitos CD4 está abaixo de
A amostragem endometrial mostra poucos fragmentos
200/mm³.
de endométrio atrófico. É iniciada a terapia de reposição
III. Linfoma primário do sistema nervoso central é o
tumor cerebral mais comum nesses pacientes,
sendo considerado uma manifestação tardia da
doença.
A partir dessa análise, pode-se concluir que estão
CORRETAS as afirmativas:
A) I e II apenas.
B) I e III apenas.
C) II e III apenas.
D) I, II e III.
4
feminino, 55 anos, pós-menopásica, com hipertensão,
de estrogênio. A paciente continua a ter vários episódios
de sangramento vaginal três meses depois.
Diante desse caso clínico, assinale a alternativa que
apresenta, CORRETAMENTE, a conduta a ser adotada.
A) Teste de CA-125 sérico.
B) Observação constante e tranquilização da
paciente.
C) Terapia
de
reposição
oposição.
D) Exame histeroscópico.
de
estrogênio
sem
QUESTÃO 12
QUESTÃO 14
Segundo a orientação do Ministério da Saúde, o exame
Considerando o desenvolvimento e crescimento das
preventivo para câncer do colo do útero deve ser
crianças e adolescentes, é INCORRETO afirmar que:
realizado
A) em todas as mulheres com vida sexual ativa
anualmente. Não há necessidade de realizá-lo
se não houver atividade sexual há mais de três
anos.
B) anualmente, independente da faixa etária e
repetido a cada seis meses em caso de NICIII.
C) anualmente, em todas as mulheres com vida
A) o recém-nascido pode perder cerca de 10% do
peso nos primeiros dias de vida, sem significar
uma alteração patológica.
B) durante os dois primeiros anos, o corpo apresenta
a maior velocidade de crescimento pós-natal.
C) o
início
da
puberdade
é
definido
pelo
aparecimento da pilosidade pubiana e axilar
nos meninos e nas meninas.
sexual ativa. Caso o período de coleta coincida
D) o estirão do crescimento ocorre quando a
com a gestação, o exame deve ser adiado para
velocidade de crescimento do corpo aumenta
o puerpério.
novamente na puberdade.
D) em mulheres de 25 a 60 anos de idade, uma
vez por ano, e, após dois exames anuais
consecutivos negativos, a cada três anos.
QUESTÃO 15
Considerando o atendimento ao adolescente, assinale a
alternativa INCORRETA.
A) Em nenhum momento, o adolescente deverá
PEDIATRIA
ser consultado separadamente do familiar ou
responsável.
QUESTÃO 13
Considerando o atendimento ao recém-nascido, assinale
a alternativa INCORRETA.
A) O recém-nascido pré-termo é aquele com idade
gestacional inferior a 37 semanas.
B) O recém-nascido é pequeno para a idade
gestacional (PIG) quando o peso de nascimento
é inferior ao percentil 10.
C) Nos recém-nascidos saudáveis, a primeira
consulta deverá ser realizada com 1 mês de
vida, segundo o Ministério da Saúde.
D) O recém-nascido a termo em aleitamento
materno exclusivo não necessita de ingerir água
no primeiro semestre de vida.
B) O exame físico do adolescente segue as normas
gerais estabelecidas para um adulto.
C) Toda adolescente com atividade sexual deve
passar por exame ginecológico completo.
D) As atividades em grupo são muito úteis na
abordagem dos adolescentes com problemas
médicos.
QUESTÃO 16
Considerando as infecções de vias aéreas superiores
em crianças e adolescentes, é CORRETO afirmar que:
A) a otite média é a infecção mais comum das vias
aéreas superiores na infância.
B) o tratamento de escolha para faringoamigadalite
bacteriana é a penicilina.
C) a radiografia dos seios da face é essencial para
o diagnóstico de sinusite aguda em crianças.
D) a epiglotite se instala lentamente e o agente
principal é o vírus Influenza.
5
QUESTÃO 19
SAÚDE PÚBLICA
As ações e serviços públicos de saúde e os serviços
privados contratados ou conveniados que integram o
QUESTÃO 17
Os
Sistema Único de Saúde (SUS) são desenvolvidos de
Estudos
importantes
Epidemiológicos
ferramentas
conhecimento
médico.
para
O
constituem-se
em
acordo com as diretrizes previstas no artigo 198 da
a
do
Constituição Federal de 1988, obedecendo ainda a
construção
conhecimento
das
características de seus diversos tipos permite ao médico
fazer interpretações corretas para sua prática.
A) Têm por objetivo a universalidade de acesso
A) Nos estudos observacionais descritivos, a
formação correta do grupo controle é de grande
importância para correção de seus resultados.
B) Os estudos analíticos permitem o estabelecimento
concorrentes
de
são
aos serviços de saúde em todos os níveis de
assistência.
B) Têm como objetivo a integralidade de assistência,
com prioridade para as atividades assistenciais,
sem prejuízo das atividades preventivas.
de associação causal.
estudos
Em relação a essas diretrizes e doutrinas, assinale a
alternativa INCORRETA.
A esse respeito, assinale a alternativa INCORRETA.
C) Os
princípios organizativos e doutrinários.
coortes
ou
C) Têm como princípio a descentralização político-
partir
administrativa com direção única em cada esfera
prospectivos
desenvolvidos
a
de grupos de pessoas sem a doença a ser
investigada.
D) A maior diferença entre um ensaio clínico e um
de governo.
D) Reforçam as ações favoráveis à regionalização
e hierarquização.
estudo de coorte prospectivo é a distribuição ao
acaso das pessoas estudadas no ensaio clínico.
QUESTÃO 18
QUESTÃO 20
Alguns indicadores são úteis para a organização do
sistema de saúde, especialmente para sua gestão.
Em relação aos níveis de atenção à saúde, assinale a
Considerando
as
definições
desses
indicadores
alternativa CORRETA.
utilizados pelo SUS, assinale a alternativa INCORRETA.
A) A promoção da saúde não se dirige a qualquer
A) Razão de sexos é o número de homens para
tipo específico de doença; visa, sim, ao
cada grupo de 100 mulheres, na população
bem-estar geral do indivíduo.
residente em determinado espaço geográfico,
B) A proteção específica visa ao diagnóstico e
tratamento precoce, para que as sequelas sejam
evitadas.
C) O tratamento de uma doença é considerado
como prevenção primária, quando realizado
precocemente.
D) Os programas de rastreamento contribuem de
forma importante para a prevenção primária,
evitando a ocorrência de sequelas.
no ano considerado.
B) Grau de urbanização é o percentual da população
residente em áreas urbanas, em determinado
espaço geográfico, no ano considerado.
C) Mortalidade
proporcional
por
idade
é
a
distribuição percentual dos óbitos, na população
da mesma faixa etária residente em determinado
espaço geográfico, no ano considerado.
D) Taxa bruta de natalidade é o número de nascidos
vivos, por mil habitantes, na população residente
em determinado espaço geográfico, no ano
considerado.
6
BLOCO B
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
QUESTÃO24
Analise as afirmativas sobre os aspectos relacionados à
neurofisiologia e assinale com V as verdadeiras e com
F as falsas.
(
) As doenças que podem promover lesão da
barreira hematoencefálica são as infecções,
infartos, traumas e tumores.
(
) Os locais que são desprovidos de barreira
hematoencefálica são: hipófise, pineal,
recesso pré-óptico, plexo coroide, tuber
cinéreo, área postrema e corpos mamilares.
(
) O edema citotóxico é aquele que ocorre
no traumatismo crânio-encefálico. Nele
a barreira hematoencefálica está aberta,
porém não há extravasamento de proteína.
(
) Os hormônios hipofisários que são liberados
do lobo posterior da hipófise são sintetizados
em neurônios hipotalâmicos. Tais hormônios
são transportados em axônios no interior
da haste hipofisária, até o lobo posterior da
hipófise, onde são liberados.
NEUROCIRURGIA
QUESTÃO 21
Com relação à anatomia de superfície, assinale a
alternativa INCORRETA.
A) A fissura de Sylvius termina no giro supramarginal.
B) O sulco central é visível em quase 95% dos
casos, não alcança a linha média e termina no
lóbulo paracentral.
C) O ptério é a região da junção dos ossos: frontal,
asa maior do esfenoide, parietal e temporal.
D) Num adulto não hidrocefálico, o corno anterior
do ventrículo lateral se estende 3 a 4 cm anterior
à sutura coronal.
QUESTÃO 22
Quanto à anatomia cerebrovascular, é INCORRETO
afirmar que:
A) a artéria que nutre os meningiomas tentoriais é a
de Bernasconi Cassinari.
B) a artéria que supre a metade inferior da perna
posterior da cápsula interna é a coroideia
anterior.
C) a anastomose fetal persistente mais comum é a
trigeminal.
D) a artéria coroideia posterior supre as seguintes
regiões: globo pálido, tracto óptico, joelho da
cápsula interna, radiações ópticas, uncus, perna
posterior da cápsula interna.
QUESTÃO 23
Com relação à neuroanatomia, assinale a alternativa
INCORRETA.
A) Com relação ao seio cavernoso, o espaço
triangular de Parkinson é formado na sua borda
superior pelos ramos V1 e V2 do nervo trigêmeo
e na sua borda inferior pelos nervos cranianos
III e IV.
Assinale sequência CORRETA.
A) F V F V
B) V F V F
C) V F F V
D) F V V V
QUESTÃO 25
No que se refere a síndromes neurológicas, assinale a
alternativa CORRETA.
A) A síndrome de Foster-Kennedy usualmente
decorre de meningiomas da goteira olfatória ou
do terço lateral da asa do esfenoide.
B) A síndrome de Foster-Kennedy consiste
em anosmia ipsilateral, escotoma central
contralateral e papiledema contralateral.
C) A síndrome de Weber consiste em paralisia
do III nervo craniano associada a hemiparesia
ipsilateral.
D) Na síndrome de Millard-Gubler, há paralisia do
VII e VI nervos cranianos associada a hemiplegia
contralateral. Decorre de lesões da base da
ponte.
B) A perna anterior da cápsula interna é suprida
por ramos estriados laterais da artéria cerebral
média.
C) Em relação à função da cápsula interna, tem-se
que: o joelho está relacionado à movimentação
da face e a perna posterior ao movimento do pé.
D) O ligamento denteado separa as raízes dorsais
das raízes ventrais dos nervos espinhais.
O XI nervo craniano situa-se posterior a esse
ligamento denteado.
7
QUESTÃO 26
QUESTÃO 29
Sobre o exame neurológico de pacientes com doenças
cerebrovasculares, assinale a alternativa CORRETA.
Sobre a Ressonância Nuclear Magnética, assinale a
alternativa CORRETA.
A) A síndrome de Gerstmann inclui agrafia sem
alexia, confusão direita-esquerda, agnosia
digital, agnosia táctil e acalculia.
A) Os seguintes materiais aparecem brancos nas
imagens ponderadas em T1: gordura, melanina
e sangue subagudo.
B) A afasia de Wernicke inclui afasia fluente,
podendo haver parafasias. Decorre de lesão das
áreas de Brodmann 41 e 42.
B) O sangramento intracraniano ocorrido de 7 a 14
dias aparece escuro (hipossinal) nas imagens
ponderadas em T2 e branco (hipersinal) nas
imagens ponderadas em T1.
C) A afasia de Broca inclui disartria, sendo similar à
afasia de condução. Decorre de lesões da área
44 de Brodmann.
D) Na alexia sem agrafia o paciente é capaz
de escrever, mas não de ler. Nesse caso, há
uma desconexão do giro angular esquerdo
(dominante) de ambos os lobos occipitais.
QUESTÃO 27
Analise as afirmativas sobre neurofisiologia e assinale
com V as verdadeiras e com F as falsas.
(
) A presença do sinal de Hoffman unilateral
no exame neurológico indica lesão acima de
C8.
(
) O controle parassimpático sobre a função
vesical leva à contração do músculo detrusor,
relaxamento do esfíncter interno e chega
através dos nervos esplâcnicos pélvicos.
(
) O controle simpático sobre a função vesical
promove fechamento do colo vesical e vem
através do plexo hipogástrico inferior.
(
) Podem ser causas de hiperreflexia do
detrusor: acidente vascular cerebral, tumores
da medula espinhal, esclerose múltipla,
doença de Parkinson e cateterização crônica
da bexiga urinária.
Assinale a sequência CORRETA.
C) A melhor sequência para visualização de
acidentes vasculares cerebrais é a FLAIR
(Fluid-Atennuated Inverson Recovery). O
líquor aparece branco e lesões cerebrais como
tumores e infartos agudos aparecem em cor
escura nessa sequência.
D) A claustrofobia é uma contraindicação absoluta
para realização de Ressonância Nuclear
Magnética.
QUESTÃO 30
Analise afirmativas sobre os aspectos radiográficos do
crânio e da coluna vertebral.
I.
Num paciente normal, sem invaginação basilar,
nenhuma parte do odontoide deveria estar acima
da linha de McRae.
II. A erosão das clinoides posteriores é mais
frequentemente vista em radiografias de crânio
de pacientes com gliomas ópticos.
III. Nas radiografias de coluna lombossacra em
AP (incidência ântero-posterior), tem-se que a
aparência de “olhos de coruja” corresponde aos
pedículos. Os pedículos podem sofrer erosão na
doença metastática.
A partir dessa análise, conclui-se que estão CORRETAS
as afirmativas:
A) I e II apenas.
A) V V V F
B) I e III apenas.
B) F V F V
C) II e III apenas.
C) V F F V
D) I, II e III.
D) F V V F
QUESTÃO 28
Sobre os aspectos neurorradiológicos, assinale a
alternativa INCORRETA.
A) O efeito da anemia na visualização do hematoma
subdural agudo na tomografia computadorizada
de crânio de pacientes com hematócrito menor
que 23% é que este aparecerá isodenso.
B) Na angiografia cerebral, o ponto Silviano marca
o ápice da ínsula.
C) Através da angiografia cerebral, pode-se inferir
a localização do forame de Monro. Ele se
situa no ponto da junção das veias cerebral
interna, talamoestriada e septal. Esse ponto de
confluência venosa chama-se ângulo venoso.
D) O ponto onde a artéria coroideia posterior
entra no corno temporal do ventrículo lateral se
chama ponto copular e pode ser identificado na
arteriografia cerebral.
8
QUESTÃO 31
Em relação ao líquor, assinale a alternativa INCORRETA.
A) O volume total do líquor num adulto normal é em
torno de 150ml, sendo que 80% dele é produzido
nos ventrículos laterais.
B) Em caso de punção lombar traumática, a
estimativa correta do conteúdo de proteína
no líquor se faz pela seguinte regra: subtraise 1mg de proteína para cada 1000 hemácias
encontradas no líquor.
C) A osmolaridade do líquor é duas vezes maior
que a do plasma.
D) Nos casos de hemorragia subaracnoidea,
as hemácias levam até duas semanas para
desaparecer do líquor. Já a xantocromia do
líquor pode persistir por várias semanas.
QUESTÃO 32
QUESTÃO 35
Quanto à fístula liquórica, é CORRETO afirmar que:
Sobre os distúrbios relacionados ao sódio, passíveis
de ocorrer em pacientes neurocirúrgicos, assinale a
alternativa CORRETA.
A) em relação à fístula pós-traumática, a rinorreia
para dentro de 1 semana em 70% dos casos.
Já a otorreia para dentro de 5 a 10 dias em 80 a
85% dos casos.
B) a anosmia é comum tanto em fístulas liquóricas
de surgimento espontâneo como de origem
traumática.
C) o agente etiológico mais comum das meningites
na fístula liquórica é o Staphylococus aureus.
D) as características do líquido de uma rinorreia ou
de uma otorreia que sugerem fístula liquórica é a
presença de β2 transferrina e glicose < 30mg%.
QUESTÃO 33
Em relação aos procedimentos neurocirúrgicos, assinale
a alternativa INCORRETA.
A) A presença de pneumoencéfalo no pósoperatório pode levar ao surgimento de alguns
sintomas, como letargia, confusão mental,
cefaleia, náuseas, vômitos e convulsões. Tais
sintomas geralmente melhoram em 1 a 3 dias.
B) Uma das manobras utilizadas no tratamento da
embolia gasosa ocorrida durante craniotomia
realizada com pacientes na posição sentada é
virar o paciente para direita e para baixo.
C) O maior risco de ligadura do seio sagital superior
é infarto venoso, especialmente do terço médio
e posterior desse seio.
D) No acesso de Dolenc, faz-se remoção extradural
da clinóide anterior, possibilitando acesso à
porção proximal da artéria carótida interna.
QUESTÃO 34
Com relação aos acessos ao III ventrículo, assinale a
alternativa CORRETA.
A) O risco de convulsões no pós-operatório após
acesso transcortical ao III ventrículo é em torno
de 50%.
B) No acesso transcaloso, a síndrome da
desconexão inter-hemisférica é comum na
calosotomia anterior, através do joelho do corpo
caloso.
C) No acesso inter-hemisférico, há risco de lesão
do giro do cíngulo bilateralmente, o que pode
produzir mutismo transitório.
D) O acesso transcortical é feito preferencialmente
através do giro frontal inferior.
A) A síndrome da secreção inapropriada de
hormônio antidiurético é caracterizada por
baixo sódio sérico (<134 mEq/L), baixa
osmolalidade sérica (<280 mOsm/L), sódio
urinário alto (>18 mEq/L), estado hipovolêmico
e creatinina sérica aumentada.
B) No tratamento da síndrome de secreção
inapropriada de hormônio antidiurético, deve-se
evitar correção rápida da hiponatremia. Deve
ser evitada a restrição hídrica como parte do
tratamento.
C) Na síndrome perdedora de sal, há baixo sódio
sérico, sódio urinário alto, estado hipervolêmico
e baixa osmolalidade sérica.
D) No diabetes insipidus há baixos níveis de
hormônio antidiurético. O débito urinário é maior
que 250cm3/h, a osmolalidade urinária é menor
que 200 mOsm/l e a densidade urinária é menor
que 1.003.
QUESTÃO 36
Com relação aos cistos aracnoides, assinale a alternativa
INCORRETA.
A) Uma aguda deterioração neurológica em
paciente sabidamente portador de cisto
aracnoide se deve provavelmente à ruptura de
veias ponte e sangramento para dentro do cisto
ou para o espaço subdural.
B) Um cisto aracnoide retrocerebelar
mimetizar a síndrome de Dandy-Walker.
pode
C) Uma localização comum do cisto aracnoide é na
fissura de Sylvius. A segunda localização mais
comum é no ângulo ponto-cerebelar.
D) Os cistos epidermóides no ângulo pontocerebelar podem mimetizar um cisto aracnoide,
apresentando-se como áreas de hipossinal nas
imagens ponderadas em T1.
QUESTÃO 37
Quanto ao desenvolvimento crânio-facial, é CORRETO
afirmar que:
A) A craniossinostose mais comum é a sagital,
sendo mais frequente em meninos. É conhecida
como escafocefalia. A cirurgia nesses casos
deve ser realizada entre 6 a 12 meses de vida.
B) Na trigonocefalia, a sutura que fecha
precocemente é a metópica. Ela é usualmente
associada à anomalia do cromossomo 19p.
C) A craniossinostose envolvendo a sutura
lambdoide é mais frequente em meninas, sendo
mais frequente à esquerda.
D) Na oxicefalia, há fusão de múltiplas suturas e
o crânio assume a forma de uma torre. Não há
associação com hipertensão intracraniana.
9
QUESTÃO 38
QUESTÃO 40
Sobre as anomalias do desenvolvimento, assinale a
alternativa INCORRETA.
Quanto às infecções envolvendo o Sistema Nervoso,
assinale a alternativa INCORRETA.
A) Na malformação de Chiari tipo I, os sintomas
podem ser cefaleia occipital e dor cervical. Os
melhores resultados cirúrgicos ocorrem se o
tratamento se der nos primeiros dois anos do
início dos sintomas.
A) O micro-organismo mais comumente envolvido
nas infecções relacionadas a derivações
ventriculares é o Staphylococcus epidermidis.
Quando essas infecções são causadas por
bacilos Gram negativos, elas têm maior
morbidade.
B) Podem estar presentes em pacientes com
malformação de Chiari tipo II várias outras
anormalidades,
dentre
elas:
microgiria,
heterotopia,
hidrocefalia,
siringomielia
e
platibasia.
C) Na malformação de Dandy-Walker há agenesia do
vermis cerebelar, grande cisto de fossa posterior,
o qual se comunica com o quarto ventrículo, que
se torna aumentado. Anormalidades que podem
estar associadas são agenesia do corpo caloso
e anormalidades cardíacas.
D) Na malformação de Dandy-Walker, se o
tratamento for necessário, pode-se cateterizar o
ventrículo lateral, sem abordar necessariamente
o cisto.
QUESTÃO 39
Analise as afirmativas sobre os aspectos relacionados
às anomalias do desenvolvimento e assinale com V as
verdadeiras e com F as falsas.
(
) A estenose de aqueduto está associada a
hidrocefalia congênita em 70% dos casos.
Pode ser vista em crianças e adultos. A
terceiroventriculostomia é uma boa opção
de tratamento nesses casos.
(
) Falha na fusão do neuroporo anterior resulta
em anencefalia e falha de fechamento
do neuroporo posterior resulta em
mielomeningocele.
(
) A lisencefalia é um exemplo de
anormalidade de migração neuronal.
Ela resulta em uma anormalidade das
convoluções (sulcos, dobras) cerebrais,
chamada de agiria.
(
) Há três tipos de holoprosencefalia: alobar
(que é a mais severa), semilobar e lobar
(menos severa).
Assinale a sequência CORRETA.
A) V V V V
B) F V F V
C) V F V F
D) F V V V
10
B) No tratamento da osteomielite do crânio, deve
ser realizada retirada do flap ósseo infectado
e debridamento local, assim como uso de
antibióticos por 6 a 12 semanas. A cranioplastia
pode ser realizada no mesmo tempo cirúrgico.
C) O micro-organismo mais frequente nas
osteomielites de crânio é o Staphylococcus
aureus.
D) O tratamento conservador do abscesso cerebral
pode ser realizado quando o mesmo tem menos
que 3 cm de diâmetro ou se ele estiver na fase
de cerebrite precoce (que pode durar de um a
três dias).
QUESTÃO 41
Sobre as lesões infecciosas e neoplásicas envolvendo
o Sistema Nervoso Central, assinale a alternativa
CORRETA.
A) A principal causa de empiema subdural
atualmente é sinusite frontal, presente em
até 75% dos casos. Os casos fatais são
frequentemente associados a infarto venoso
cerebral.
B) A encefalite herpética tem predileção pelos lobos
temporal e orbitofrontal, assim como pelo sistema
límbico. O diagnóstico definitivo se faz com a
ressonância nuclear magnética de encéfalo.
C) Os achados tomográficos característicos de
linfoma envolvendo sistema nervoso central são
múltiplas lesões (mais que cinco), envolvendo
núcleos da base, com captação anelar de
contraste e com moderado efeito de massa.
D) Na neurotoxoplasmose, as lesões são em número
menor (menos que cinco), preferencialmente
subependimais, com captação homogênea de
contraste, com leve efeito de massa.
QUESTÃO 42
QUESTÃO 44
Analise as afirmativas sobre lombalgias e radiculopatias
e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas.
Sobre a doença degenerativa discal, assinale a
alternativa CORRETA.
(
) São indicações cirúrgicas de urgência
para pacientes com hérnia discal lombar:
síndrome da cauda equina, déficit motor
progressivo (pé caído) e dor intolerável.
(
) Podem promover síndrome da cauda equina:
tumor, hematoma extradural espinhal e
estenose do canal vertebral.
(
) Na síndrome da cauda equina a cirurgia
deve ser realizada no máximo em 24 horas.
(
) As hérnias discais extremo-laterais são mais
frequentes no espaço L4L5. Nesse tipo de
hérnia, os fragmentos extrusos são mais
frequentes do que nas herniações discais
comuns.
Assinale a sequência CORRETA.
A) V F V F
A) As
herniações
discais
ocorrem
mais
frequentemente abaixo de T8, são mais
frequentes em pacientes entre 30 e 50 anos,
sendo que a história de trauma está presente em
mais de 50% dos casos.
B) A estenose de canal vertebral é mais frequente
nos níveis L3L4, seguindo-se os níveis L4L5.
Nesses casos de estenose de canal, a dor lombar
pode ser desencadeada pela hiperextensão da
coluna.
C) O diâmetro ântero-posterior do canal vertebral
lombar normal é > 11,5 mm e a espessura normal
do ligamento amarelo é menor que 4 a 5 mm.
D) Na estenose do recesso lateral, a dor é uni ou
bilateral, deve-se à hipertrofia da faceta articular
superior e o nível mais comumente envolvido é
L5S1.
B) F V F V
C) V F F V
QUESTÃO 45
D) F V V F
Analise as seguintes afirmativas a respeito das
anormalidades da junção crânio-vertebral.
QUESTÃO 43
Com relação às hérnias discais cervicais, assinale a
alternativa INCORRETA.
A) Uma hérnia discal C5C6 leva à compressão da
raiz de C6, cuja radiculopatia pode simular um
infarto do miocárdio.
B) A disfagia que ocorre no pós-operatório de
discectomia e artrodese cervical por via anterior
ocorre em mais da metade dos casos, mas na
maioria das vezes regride espontaneamente. A
lesão permanente do nervo laríngeo recorrente
ocorre em menos de 2% dos casos.
C) O nível mais frequentemente envolvido nas
hérnias de disco cervicais é C5C6, podendo,
nesse caso, haver diminuição do reflexo bicipital
e braquiorradial.
D) Frequentemente há relato de que os sintomas
relacionados à hérnia discal cervical foram
primeiramente notados ao despertar, pela
manhã, sem história de trauma ou de sobrecarga
de peso.
I. Estão associadas à artrite reumatoide:
impressão basilar, subluxação atlantoaxial,
subluxação
subaxial
e
insuficiência
vertebrobasilar devido a anormalidades na
junção crânio-vertebral.
II. Na impressão basilar que ocorre na artrite
reumatoide, a dor resulta da compressão
dos nervos C1 e C2. A disfunção dos nervos
cranianos resulta da compressão do bulbo.
III. Na espondilite anquilosante, o osso é muito
osteoporótico. As fraturas ocorrem após
trauma mínimo e se dão através do disco
ossificado.
A partir dessa análise, conclui-se que estão CORRETAS
as afirmativas:
A) I e II apenas.
B) I e III apenas.
C) II e III apenas.
D) I, II e III.
11
QUESTÃO 46
QUESTÃO 48
Quanto aos tumores cerebrais, assinale a alternativa
INCORRETA.
Em relação aos schwannomas vestibulares, assinale a
alternativa INCORRETA.
A) Os seguintes tumores podem ocorrer em
pacientes portadores de Neurofibromatose:
schwannoma
vestibular,
meningioma,
ependimoma e astrocitoma.
A) Eles surgem da divisão superior do nervo
vestibular, das células da bainha de neurilema,
na junção da mielina central com a mielina
periférica, chamada zona de ObersteinerRedlich.
B) As localizações comuns do astrocitoma pilocítico
são: hipotálamo, quiasma óptico e cerebelo.
C) A sobrevida dos astrocitomas de baixo grau é de
aproximadamente cinco anos para pacientes com
até 45 anos. Para pacientes acima de 45 anos
essa sobrevida pode cair para aproximadamente
1,5 ano. Isso ocorre porque esses tumores
podem sofrer transformação maligna até seis
vezes mais rápido em pacientes acima de 45
anos.
D) Os gliomas de baixo grau tendem a ocorrer nas
porções altas do tronco cerebral e os gliomas de
alto grau tendem a ocorrer nas porções baixas
do tronco cerebral. Os gliomas exofíticos são
mais frequentes na ponte e muitas vezes são
passíveis de ressecção cirúrgica.
QUESTÃO 47
Em relação aos tumores cerebrais, é CORRETO afirmar
que:
A) Os oligodendrogliomas têm uma predileção
pelos lobos frontais. Na histopatologia, há uma
clássica descrição do citoplasma das células
tumorais como semelhante a “ovo frito”. Após
a ressecção cirúrgica, indica-se tratamento
quimioterápico.
B) O neurocitoma central classicamente é localizado
no III ventrículo. Tende a ocorrer em paciente
jovens, podendo haver cura com ressecção total
do tumor.
C) Os meningiomas de goteira olfatória podem
promover a Síndrome de Foster Kennedy, que
consiste em anosmia, atrofia ipsilateral do disco
óptico, papiledema contralateral e hemiparesia
ipsilateral.
D) O sistema de classificação de Simpson mostra
os vários graus de ressecção dos meningiomas.
No grau IV, há completa ressecção tumoral, com
remoção da dura-máter e osso.
12
B) A tríade de sintomas vistos nos pacientes com
schwannomas vestibulares é composta por
perda auditiva, zumbidos e desequilíbrio (que
tem uma instalação insidiosa e progressiva).
C) Classicamente esses tumores empurram o
nervo facial para frente e inferiormente, em 75%
dos casos.
D) O acesso retrossigmoide ou suboccpital
tem maior morbidade se comparado ao
translabiríntico, mas tem a vantagem da
possibilidade de preservação da audição.
QUESTÃO 49
Com relação aos tumores de hipófise, assinale a
alternativa CORRETA.
A) Esses tumores representam cerca de 10% dos
tumores intracranianos, afetando mais pacientes
na terceira e quarta década de vida e com
predileção pelo sexo feminino. Tais pacientes
se apresentam com distúrbios endócrinos ou
sintomas relacionados ao efeito de massa
exercido pelo tumor hipofisário.
B) Entre as possíveis complicações da cirurgia
transesfenoidal para resseção de tumor de
hipófise estão: diabetes insipidus transitório
(que é comum e costuma durar menos que três
meses), fístula liquórica, lesão da artéria carótida
e da artéria basilar. Esses dois tipos de lesões
arteriais são raros.
C) A classificação anatômica dos adenomas
hipofisários é feita pelo sistema de Hardy.
Quanto à extensão suprasselar, no tipo “C” há
deslocamento do assoalho do III ventrículo.
Quanto à extensão parasselar, no tipo D há
extensão para dentro do seio cavernoso.
D) O achado clássico quando um tumor de hipófise
comprime o quiasma óptico é a hemianopsia
bitemporal. Quando o quiasma óptico é préfixado há uma quadrantanopsia superior
temporal e escotoma juncional. Já no quiasma
óptico pós-fixado ocorre uma hemianopsia
homônima, completa ou incompleta.
QUESTÃO 50
QUESTÃO 52
Sobre os tumores cerebrais, assinale a alternativa
INCORRETA.
Quanto à monitorização da pressão intracraniana no
traumatismo crânio-encefálico, é INCORRETO afirmar
que:
A) Os craniofaringiomas são tumores que se
originam da margem ântero-superior da hipófise.
É um tumor que possui componentes císticos e
sólidos e que não sofre degeneração maligna.
As calcificações são frequentes, principalmente
em crianças.
B) O tumor primário e intra-axial, de fossa posterior,
mais frequente no adulto é o hemangioblastoma.
Sua aparência característica é de uma lesão
cística cerebelar, com um nódulo mural. Pode
estar associada à policitemia e à doença de Von
Hippel-Lindau.
C) No pós-operatório de pacientes que foram
submetidos à ressecção de ependimoma deve-se
realizar punção lombar, para análise do líquor e
pesquisa de células neoplásicas. Em caso de ser
o exame positivo, deve ser indicada radioterapia
como tratamento complementar (radioterapia
deve ser evitada em crianças abaixo de 3 anos,
por causa do risco do surgimento de déficit
cognitivo e atraso no crescimento).
D) Menos da metade dos tumores cerebrais em
neonatos são de origem neuroectodérmica.
Muitos dos tumores que ocorrem em crianças
com menos de 1 ano de idade só são descobertos
quando atingem um tamanho considerável,
devido à plasticidade do crânio dessas crianças.
QUESTÃO 51
No que se refere ao traumatismo crânio-encefálico,
assinale a alternativa INCORRETA.
A) Crianças que tiveram traumatismo crânioencefálico com trauma na região occipital podem
desenvolver cegueira transitória, a qual pode
durar de um a dois dias.
B) São fatores de risco para a ocorrência de
hipertensão intracraniana em pacientes com
tomografia computadorizada de crânio normal:
idade abaixo de 40 anos, pressão arterial
sistólica abaixo de 90 mmHg e postura em
descerebração ou decorticação.
C) Quando comparadas às fraturas frontais, as
fraturas occipitais estão associadas a um risco
maior de lesão intracraniana. Isso ocorre porque
os ossos da face e os seios da face absorvem,
em parte, o impacto em caso de trauma frontal.
Os braços também auxiliam na proteção da
cabeça em quedas para frente. Também as
lesões de contragolpe contra os lobos frontais e
temporais são mais prejudiciais.
D) A hiperventilação no traumatismo crânioencefálico não deve ser usada profilaticamente,
podendo exacerbar a isquemia cerebral. Quando
a hiperventilação é realizada, a PCO2 não deve
ficar abaixo de 30 mmHg. A hiperventilação pode
ainda levar à alcalose, com aumento da ligação
das proteínas ao cálcio, podendo, por isso,
promover hipocalemia, que pode se expressar
clinicamente com tetania.
A) um dos critérios para monitorização da pressão
intracraniana é: pacientes comatosos com
anormalidade na tomografia computadorizada de
crânio ou pacientes comatosos com tomografia
computadorizada de crânio sem anormalidades,
com pelo menos dois dos seguintes fatores:
idade acima de 40 anos, pressão arterial sistólica
abaixo de 90 mmHg, postura em descerebração
ou decorticação.
B) o registro da pressão intracraniana normal
por 48 a 72 horas é um dos critérios utilizados
para retirada da monitorização da pressão
intracraniana.
C) as ondas “A” de Lundberg podem surgir quando
a pressão intracraniana encontra-se entre 2030 mmHg, por 30 segundos a 2 minutos. As
ondas “B” de Lundberg podem surgir quando a
pressão intracraniana excede 50 mmHg por 5 a
20 minutos, sendo usualmente acompanhadas
de aumento da pressão arterial média.
D) são
contraindicações
relativas
para
monitorização da pressão intracraniana:
pacientes acordados (os quais podem ser
monitorados pelo exame neurológico) e na
presença de coagulopatias (que devem ser
corrigidas antes da realização do procedimento,
se esse for essencial no paciente em questão).
QUESTÃO 53
Sobre o tratamento da hipertensão intracraniana de
origem traumática, assinale a afirmativa INCORRETA.
A) São contraindicações para o uso do manitol no
paciente com traumatismo crânio-encefálico:
hipovolemia, hipotensão arterial, osmolaridade
sérica acima de 320 mOsm/L e pressão
intracraniana < 20 mmHg.
B) Para tratar a hipertensão intracraniana refratária
a medidas conservadoras, pode-se fazer a
craniectomia descompressiva. Ela deve ter
pelo menos 12 cm de diâmetro e deve ser
acompanhada de plástica de dura-máter.
C) Nas craniectomias descompressivas realizadas
em pacientes com traumatismo crânio-encefálico
pode-se fazer a ressecção da ponta do lobo
temporal contundido, com os seguintes limites
apropriados: 6 a 8 cm no hemisfério dominante e
10 a 12 cm no hemisfério não dominante.
D) A hipotermia utilizada no tratamento da
hipertensão intracraniana pode levar a
algumas complicações como trombocitopenia e
pancreatite.
13
QUESTÃO 54
QUESTÃO 56
Analise as afirmativas sobre os aspectos relacionados
às fraturas de crânio e assinale com V as verdadeiras e
com F as falsas.
Sobre o traumatismo crânio-encefálico, assinale a
alternativa CORRETA.
(
) Não há evidências de que elevando o
fragmento ósseo craniano deprimido ou
afundado haverá redução do subsequente
desenvolvimento de crises convulsivas.
(
) As fraturas longitudinais da porção petrosa
do osso temporal são as mais frequentes,
tendo como possível complicação a fístula
liquórica. Já a fratura transversal da porção
petrosa do osso temporal é menos frequente,
podendo ter como complicações lesão do VII
e VIII nervos cranianos.
(
(
) As fraturas de clivus podem produzir: lesão
de nervos cranianos, lesões vasculares,
fístula liquórica, infarto do tronco encefálico,
aneurismas traumáticos e diabetes insipidus.
) A fratura craniana em crescimento é também
conhecida como cisto leptomeníngeo. É
frequentemente vista após seis meses do
traumatismo e ocorre em crianças abaixo de
3 anos de idade. Ela se apresenta como uma
tumoração no escalpo e deve ser tratado
cirurgicamente.
Assinale a sequência CORRETA.
A) V V V F
B) F V V F
A) Quanto aos hematomas extra-durais de fossa
posterior, sabe-se que cerca de 85% dos adultos
terão fratura occipital associada. Laceração de
seio venoso dural é incomum nesses casos. No
exame neurológico, anormalidades relacionadas
à função cerebelar são frequentes. A mortalidade
geral chega a um quarto dos casos.
B) A mortalidade nos pacientes com hematoma
subdural agudo advém, na maioria das vezes, das
lesões cerebrais subjacentes e não da coleção de
sangue extra-axial. A mortalidade, nesses casos, é
maior em pacientes mais jovens e pode chegar a
100% dos casos em motociclistas que não estavam
usando capacete no momento do acidente.
C) Uma complicação associada à rápida
descompressão, em pacientes submetidos à
cirurgia para drenagem de hematoma subdural
crônico, é a hiperemia. Outras complicações
associadas à cirurgia para drenagem de
hematoma subdural crônico são: hemorragia,
empiema, falha na reexpansão cerebral,
pneumoencéfalo e convulsões.
D) O desenvolvimento da hidrocefalia póstraumática em pacientes vítimas de traumatismo
crânio-encefálico fechado pode ocorrer em
até três meses após o trauma. A incidência de
hidrocefalia pós-traumática aumenta com a
idade, mas não tem relação com a presença de
hemorragia intraventricular.
C) V F F V
D) F V F V
QUESTÃO 55
Quanto às dores craniofaciais, assinale a alternativa
INCORRETA.
A) A neuralgia do trigêmeo resulta mais comumente
da compressão do V nervo craniano pela
artéria cerebelar superior. Outras artérias que
podem estar envolvidas na compressão desse
nervo craniano são: artéria trigeminal primitiva
persistente e artéria basilar.
B) Nos pacientes com esclerose múltipla com
neuralgia do trigêmeo, o tratamento de escolha
é a descompressão microvascular do nervo
trigêmeo. As técnicas percutâneas de rizotomia
do nervo trigêmeo não têm bom resultado
nesses pacientes.
C) A rizotomia por radiofrequência do nervo
trigêmeo pode promover fraqueza do músculo
masseter, anestesia dolorosa e ceratite por
diminuição do reflexo córneo-palpebral.
D) Na neuralgia do nervo glossofaríngeo, a dor
envolve garganta, base da língua, palato mole
e ouvido ipsilateral. Também podem ocorrer
nesses pacientes síncopes, devido a hipotensão
arterial e bradicardia.
14
QUESTÃO 57
Em relação ao traumatismo raquimedular, assinale a
alternativa INCORRETA.
A) A maior causa de morte em pacientes com
traumatismo raquimedular é aspiração e
choque. Achados no exame físico de pacientes
politraumatizados que são sugestivos de
traumatismo raquimedular associado são:
respiração abdominal e priapismo (por disfunção
autonômica).
B) Em pacientes com suspeita de traumatismo
raquimedular, as radiografias cervicais dinâmicas
(em flexão e em extensão) têm contraindicação
relativa em pacientes não cooperativos, em
pacientes com alteração do nível de consciência,
nos casos subluxação de uma vértebra sobre a
outra de mais de 3,5 mm e em pacientes com
déficit neurológico.
C) O traumatismo raquimedular pode promover
distúrbio hidroeletrolítico. Isso pode ocorrer
porque a hipovolemia e a hipotensão arterial
podem levar a um aumento da aldosterona
plasmática, que subsequentemente leva a uma
hipocalemia.
D) São contraindicações para colocação de
tração craniana em pacientes com traumatismo
raquimedular: deslocamento atlanto-occipital,
fratura tipo II A e tipo III de Hangman, defeito no
crânio no local de implantação dos pinos e em
pacientes com menos de 3 anos de idade.
QUESTÃO 58
QUESTÃO 60
Analise as afirmativas sobre a síndrome cordonal central
em pacientes com traumatismo raquimedular e assinale
com V as verdadeiras e com F as falsas.
No que se refere ao traumatismo raquimedular, assinale
a afirmativa CORRETA.
(
) Essa síndrome usualmente resulta de lesão
por hiperflexão.
(
) Quanto ao prognóstico desses pacientes,
cerca de metade deles se recuperará o
suficiente para deambular.
(
) Nesses pacientes, o déficit motor é maior
nos braços que nas pernas e a hiperpatia é
incomum no exame neurológico.
(
) Em pacientes jovens, a descompressão
medular deve ser feita imediatamente, visto
que melhora o prognóstico nesses pacientes.
Assinale a sequência CORRETA.
A) V F V F
B) F V V F
C) V F F V
D) F V F F
QUESTÃO 59
Sobre as fraturas de coluna cervical, assinale a
alternativa INCORRETA.
A) As fraturas de côndilo occipital podem ser do tipo
I, que é uma fratura cominutiva; do tipo II, que
é uma fratura linear; e a do tipo III, que é uma
fratura por avulsão.
A) As fraturas em gota de lágrima (“tear drop
fracture”) geralmente resultam de lesões em
hiperflexão e em flexão-compressão. Tratamse de fraturas instáveis, por haver lesão do
ligamento longitudinal anterior e posterior, assim
como das articulações facetárias.
B) As lesões em flexão podem promover em adultos
a síndrome cordonal central e em crianças
a “SCIWORA – Spinal Cord Injury Without
Radiologic Abnormality” (lesão medular sem
anormalidades radiológicas). Nesses casos,
o ligamento mais frequentemente lesado é o
ligamento longitudinal posterior, podendo haver,
inclusive, dissecção de carótida associada.
C) As infecções de ferida operatória após
instrumentação da coluna vertebral geralmente
são devidas a Staphilococcus epidermidis.
Essas
infecções
podem
responder
a
tratamento antibiótico isolado, sendo raramente
necessários debridamento cirúrgico e retirada da
instrumentação.
D) São indicações absolutas para abordagem
cirúrgica de pacientes com traumatismo
raquimedular por projétil de arma de fogo: lesão
da cauda equina, com compressão de raízes
nervosas; presença de fístula liquórica; lesão
vascular associada e projétil no interior do canal
vertebral.
QUESTÃO 61
B) A subluxação atlanto-axial tem menor morbidade
e mortalidade que a dissociação atlanto-occipital.
Essa subluxação pode ser espontânea; de
origem traumática; como complicação da artrite
reumatoide ou como possível complicação de
infecção do trato respiratório superior (síndrome
de Grisel).
Analise as afirmativas sobre as fraturas de coluna
tóraco-lombar.
C) A fratura de Jefferson é uma fratura que
envolve pelo menos dois sítios no arco de
C1. A integridade do ligamento transverso é
o fator mais importante para se determinar a
estabilidade do complexo occípito-atlanto-axial.
Trata-se, geralmente, de fratura estável, sendo
infrequentes déficits neurológicos associados.
II. Em pacientes com sequela de traumatismo
raquimedular, nos quais há hiperreflexia
autonômica, pode haver cefaleia, sudorese e
rubor facial (devido à vasodilatação cutânea).
A síndrome de Horner, ereção peniana e
hipertensão arterial paroxística também podem
acontecer.
D) Nas fraturas de Hangman, a subluxação de C2
sobre C3 maior que 3 mm indica ruptura do
disco intervertebral. Isso traduz instabilidade e
geralmente requer estabilização cirúrgica.
III. Em geral, fraturas da coluna média, acima de T8
e abaixo de T1, nas quais as costelas e o esterno
estão intactos, são estáveis, assim como fraturas
da coluna posterior.
I.
A vertebroplastia está contraindicada em
pacientes com coagulopatia, em pacientes cujo
trauma ocorreu há mais de oito meses, em
pacientes com infecção ativa e em casos de
fratura “explosão”.
A partir dessa análise, conclui-se que estão CORRETAS
as afirmativas.
A) I e II apenas.
B) I e III apenas.
C) II e III apenas.
D) I, II e III.
15
QUESTÃO 62
QUESTÃO 64
Em relação à hemodinâmica cerebrovascular, assinale a
alternativa INCORRETA.
Em relação aos acidentes vasculares cerebrais, assinale
a alternativa INCORRETA.
A) A isquemia cerebral produz acidose, levando
a uma perda da autorregulação cerebral. Isso
resulta numa vasodilatação cerebral e aumento
do fluxo sanguíneo, chamado hiperemia. Esse
fenômeno é conhecido como perfusão luxuriante.
A) A oclusão da artéria coroideia anterior produz
infarto na perda posterior da cápsula interna.
Isso causa hemiplegia contralateral, hipoestesia
contralateral
e
hemianopsia
homônima
contralateral.
B) Constituem contraindicações para uso de
ativador de plasminogênio tecidual no tratamento
de pacientes com acidente vascular cerebral
isquêmico: pressão arterial sistólica acima de
180 mmHg; sangramento gastrointestinal há
menos de seis meses; contagem de plaquetas
abaixo de 120.000/mm3; glicemia acima de 250
mg% e cirurgia de grande porte há menos de 14
dias.
B) A oclusão da artéria recorrente de Heubner
produz infarto na perna anterior da cápsula
interna. Isso por sua vez se traduz em
hemiparesia contralateral (com maior fraqueza
em membro superior do que em membro inferior)
e afasia de expressão.
C) A anticoagulação está indicada nos pacientes
com acidente vascular cerebral isquêmico em
que há êmbolos de origem cardíaca e naqueles
em que há dissecção carotídea. As complicações
relacionadas ao uso dos anticoagulantes são
piores em pacientes hipertensos.
D) A incidência de infarto cerebelar chega a ser
menor que 1% de todos os acidentes vasculares
cerebrais. Nesses pacientes pode ocorrer
hidrocefalia, devendo-se evitar a realização
de derivação ventricular como procedimento
isolado, pelo risco de herniação ascendente.
QUESTÃO 63
Quanto aos acidentes vasculares cerebrais, é CORRETO
afirmar que:
A) os achados tardios no exame neurológico de
pacientes com infarto cerebelar que requerem
descompressão imediata de fossa posterior são:
paralisia do VI e VII nervos cranianos, piora da
cefaléia, síndrome de Horner e diminuição do
nível de consciência.
B) pacientes com menos de 60 anos de idade, com
acidente vascular cerebral no território de artéria
cerebral média do hemisfério dominante devem
submetidos à craniectomia descompressiva.
C) a transformação hemorrágica de um acidente
vascular cerebral isquêmico pode ocorrer dentro
das primeiras 48 horas do ictus, sendo mais
frequente em grandes infartos. Nesse caso
há uma sequência de eventos: isquemia, lise
do coágulo, reperfusão da área isquêmica e
transformação hemorrágica.
D) na “síndrome do topo da basilar” (que ocorre
por oclusão do topo da artéria basilar) pode
haver paralisia do III, IV e VI nervos cranianos,
amnésia, paralisia do olhar vertical, disartria e
importante déficit motor nos quatro segmentos.
16
C) Na síndrome de Wallenberg (também conhecida
como bulbar lateral) alguns dos achados no
exame neurológico são: ataxia de membros e
síndrome de Horner ipsilaterais à lesão e hemihipoestesia térmica e dolorosa contralateral à
lesão.
D) Na oclusão da divisão inferior da artéria cerebral
média a visão e a fala são normais. Nesses
casos, o que ocorre é hemiparesia e hemihipoestesia contralaterais.
QUESTÃO 65
Quanto à hemorragia
alternativa CORRETA.
subaracnoidea,
assinale
a
A) O aneurisma de artéria cerebral média tem a
menor incidência da ocorrência de hidrocefalia,
porém a maior incidência da ocorrência de
vasoespasmo.
B) Quanto à provável localização do aneurisma
cerebral tem-se que a presença de sangramento
intraventricular fala a favor de aneurismas da
circulação posterior. Já a presença de sangue
na fissura lateral fala a favor de aneurismas
de artéria comunicante posterior ou de artéria
cerebral média.
C) A
angioressonância
cerebral
consegue
demonstrar os aneurismas maiores que 3 mm,
apresentando uma sensibilidade superior à
da angiotomografia cerebral para detecção de
aneurismas cerebrais.
D) A síndrome de secreção inapropriada de
hormônio antidiurético, após a ocorrência de
hemorragia subaracnoidea espontânea, é mais
frequente que a da síndrome perdedora de sal,
sendo a principal causa de hiponatremia nesses
pacientes.
QUESTÃO 66
QUESTÃO 68
Com relação aos aneurismas cerebrais, assinale a
alternativa afirmativa INCORRETA.
Sobre as doenças cerebrovasculares, assinale a
alternativa CORRETA.
A) Diabetes insipidus e disfunção hipotalâmica
podem acontecer em pacientes com hemorragia
subaracnoidea por ruptura de aneurisma de
artéria comunicante anterior.
A) Os aneurismas micóticos estão associados ao
uso intravenoso de drogas ilícitas e à endocardite
bacteriana. O agente etiológico mais frequente
associado é o Streptococcus viridans.
B) Vasoespasmo decorrente de ruptura de
aneurisma de artéria comunicante anterior pode
promover infarto bilateral dos lobos frontais, que
podem resultar em sintomas de apatia e abulia.
C) Retração prolongada do giro do cíngulo (durante
acesso inter-hemisférico para aneurismas de
artéria cerebral anterior distais ao joelho do
corpo caloso) pode resultar em pé caído, o qual
é usualmente temporário.
D) Classicamente, o aneurisma que se apresenta à
sua ruptura com paralisia completa do III nervo
craniano é o de artéria comunicante posterior.
Outro aneurisma que pode se apresentar à sua
ruptura com o mesmo déficit é o de topo de
artéria basilar.
QUESTÃO 67
Com relação às malformações arteriovenosas cerebrais,
assinale a alternativa INCORRETA.
A) Elas se apresentam mais frequentemente com
quadro de hemorragia cerebral do que com crises
convulsivas. O risco de sangramento é maior
nas malformações arteriovenosas cerebrais de
fossa posterior, naquelas de menor tamanho e
na população pediátrica.
B) Um
paciente
com
uma
malformação
arteriovenosa cerebral de 4 cm de tamanho,
que drena para a veia de Galeno e que está
localizada no córtex visual, é classificada como
grau 5 de Spetzler- Martin.
B) Sintomas frequentes em pacientes com
malformação da veia de Galeno são aqueles
relacionados
à
hidrocefalia
obstrutiva,
hemorragia cerebral, insuficiência cardíaca
congestiva e convulsões.
C) O fator que mais influencia na decisão de
tratamento da fístula carótido-cavernosa é a
diplopia progressiva.
D) Em recém-nascidos extremamente prematuros
(< 28 semanas de gestação), a hemorragia da
matriz germinal é mais provável que aconteça na
cabeça do núcleo caudado.
QUESTÃO 69
Em relação à doença ateromatosa das carótidas,
assinale a alternativa INCORRETA.
A) O exame padrão ouro para avaliação da doença
ateromatosa de carótidas é a arteriografia de
vasos cervicais.
B) São riscos da realização da endarterectomia
de carótida: surgimento de rouquidão no pósoperatório, reestenose e isquemia cerebral.
C) A ordem para retirada dos clamps após
endarterectomia de carótida é carótida externa,
carótida comum e carótida interna.
D) O uso do ácido acetilsalicílico no pós-operatório
de pacientes submetidos à endarterectomia de
carótida diminui o risco de reestenose.
C) No tratamento da malformação arteriovenosa
cerebral, a radiocirurgia esterotáxica leva de
1 a 3 anos para efetivamente diminuir o fluxo
sanguíneo na malformação arterio-venosa,
durante os quais o risco de sangramento
continua a existir.
D) A embolização usualmente não oblitera
permanentemente
uma
malformação
arteriovenosa cerebral, mas pode facilitar uma
posterior intervenção cirúrgica.
17
QUESTÃO 70
Analise as afirmativas sobre a dissecção arterial cerebral
e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas.
(
) Nos pacientes com dissecção arterial
cerebral, a cefaleia usualmente precede o
surgimento de déficits em dias ou semanas.
(
) O sinal do duplo lúmen verificado nas
arteriografias cerebrais de pacientes com
dissecção arterial cerebral é considerado
patognomônico dessa condição patológica.
(
) Os aneurismas dissecantes das artérias
vertebrais e basilar comumente se
apresentam como dilatação fusiforme e
hemorragia subaracnoidea espontânea.
(
) A mortalidade nos pacientes com dissecção
arterial cerebral é maior nas lesões
envolvendo o sistema vertebrobasilar do que
naquelas envolvendo as carótidas.
Assinale a sequência CORRETA.
A) V V V V
B) F V F V
C) V F V F
D) V V V F
18
FOLHA DE RESPOSTAS
(RASCUNHO)
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
41
42
43
44
45
46
47
48
49
50
51
52
53
54
55
56
57
58
59
60
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
61
62
63
64
65
66
67
68
69
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
A
B
C
D
AO TRANSFERIR ESSAS MARCAÇÕES PARA A FOLHA DE RESPOSTAS,
OBSERVE AS INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS DADAS NA CAPA DA PROVA.
USE CANETA ESFEROGRÁFICA AZUL OU PRETA.
ATENÇÃO:
AGUARDE AUTORIZAÇÃO
PARA VIRAR O CADERNO DE PROVA.

Documentos relacionados