Arqueologia, ritual e religião no Egito antigo – Akhenaton e

Сomentários

Transcrição

Arqueologia, ritual e religião no Egito antigo – Akhenaton e
Arqueologia, ritual e religião no Egito antigo – Akhenaton e o período de Amarna Plano de aula Terceira aula: O período de Amarna: política, sociedade e religião
Regina Coeli Pinheiro da Silva
Resumo: Esta aula terá como ponto básico a apresentação do cenário histórico do período
amarniano. Trataremos do contexto imperialista em que se situava o período em questão,
com suas anexações territoriais. Apresentaremos também um resumo do reinado de
Amenhotep III e sua relação com o deus Aton. Também trataremos de aspectos
relacionados à construção do discurso político de Akhenaton, remetendo a períodos de
reformas religiosas anteriores à amarniana e as mudanças impostas pelo faraó Akhenaton,
considerando elementos já adotados nos cultos dos antigos deuses. Discutiremos possíveis
pontos em comum entre o culto atoniano e demais cultos anteriores do Egito Antigo,
objetivando comprovar que as mudanças impostas pelo faraó Akhenaton em razão da sua
reforma político-religiosa tiveram por base elementos já presentes na história egípcia, não
se tratando assim de uma ação revolucionária e inédita, mas sim de uma proposta que
encontra seus fundamentos em ações de faraós anteriores.
Programa
•
Contextualização histórica do Egito do Novo Império
•
•
O imperialismo egípcio na XVIIIª dinastia
Aton antes da reforma amarniana
•
•
O reinado de Amenhotep III e sua relação com a reforma amarniana
Akhenaton e o culto a Amon
•
O monoteísmo atoniano
Bibliografia introdutória
ALDRED, Cyril (1989), Akhenaton, Faraón de Egipto, Madrid, EDAF.
ASSMANN, Jan (2003), The mind of Egypt: history and meaning in the time of the
pharaohs, Princeton, Princeton University Press.
CARDOSO, Ciro Flamarion (2001), De Amarna aos Ramsés, Phoînix, 7, p. 115-141.
CARDOSO, Ciro Flamarion (2008), O politeísmo dos antigos egípcios sob o Reino Novo,
Cadernos do CEIA - Experiências polietístas, 1, org. Adriene Baron Tacla e Alexandre C.
C. Lima.
DRIOTON, E. e Jacques Vandier (1977), História de Egipto, Buenos Aires, Editorial
Universitário de Buenos Aires.
LEMOS, Rennan de Souza (2014), O pensamento egípcio do Reino Novo e o período de
Amarna, in Giselle Martins Venancio et al., Diálogos com a História: trabalhos
apresentados na Semana de História da UFF (março de 2012), Niterói, PPGHistóriaUFF, p. 37-46.
REDFORD, Donald B. (1984), Akhenaten: the heretic king, Princeton, Princeton
University Press.
REEVES, Nicholas (2001), Akhenaten: Egypt’s False Prophet, London, Thames and
Hudson.
SHAFER, Byron E. ed. (1991), Religion in ancient Egypt: Gods, myths, and personal
practice, London, Routledge.
SILVA, Regina Coeli Pinheiro da (2009), Análise do painel das cenas de oferendas da
sala Alfa – Tumba Real de Amarna, Dissertação de Mestrado em Arqueologia, Museu
Nacional/UFRJ.

Documentos relacionados

Programa

Programa Exploration Society. EFFGEN, André Luís Silva (2011) A segunda morte de Osíris e o ocaso da reforma de Amarna, Monografia, Vitória da Conquista, UESB. HORNUNG, Erik (1999), Akhenaten and the religi...

Leia mais

Arqueologia, ritual e religião no Egito antigo – Akhenaton e

Arqueologia, ritual e religião no Egito antigo – Akhenaton e KEMP, Barry and Fran Weatherhead (2006), The Main Chapel at the Amarna Workmen’s Village and its wall paintings, London, Egypt Exploration Society. KEMP, Barry (2012), The city of Akhenaten and Nef...

Leia mais

Apresentação do PowerPoint

Apresentação do PowerPoint - Mostramos aqui o resultado de um trabalho apresentado em 2010 ao curso de História da UNIVERSO, como requisito parcial para a obtenção do grau de Licenciado em História. Trata das questões ineren...

Leia mais