Flagship Store Manuel Martins Village Mall e RioMar

Сomentários

Transcrição

Flagship Store Manuel Martins Village Mall e RioMar
NEWS
Publicação trimestral – Ano 1 – Nº 2 JUL/AGO/SET/2012 - Venda proibida
Flagship Store
Manuel Martins
Village Mall e RioMar
Traduzida
para o português, a palavra
flagship significa o navio líder de uma esquadra,
aquele que comanda as ações operadas pelas
demais embarcações. No varejo (+ store), a
expressão refere-se à loja líder de uma rede, não
por seu tamanho, mas por representar de forma
inovadora o conceito da marca e sua posição no
mercado.
Flagship store é um conceito praticado por grandes
marcas globais desde os anos 90, mas desembarcou
com força no Brasil apenas nos últimos anos. Em
São Paulo, o principal endereço da ousadia é o
bairro dos Jardins, em especial a rua Oscar Freire e
vizinhança, região escolhida por marcas consagradas
para mostrar suas ideias ousadas e cheias de
personalidade.
A Construtora LAR foi responsável pela construção,
nos últimos meses, de três das mais importantes
flagship stores da região - as lojas Schutz Oscar
Freire, John John Oscar Freire e Noir Bela Cintra,
espaços que se tornaram ícones de charme e
referência de visual merchandising.
Schutz
A badalada loja de sapatos do grupo Arezzo&Co
reinaugurou o espaço de três pavimentos e 430 m2
na Oscar Freire em junho de 2012. A data foi
celebrada com o lançamento de sapatos pintados à
mão na própria loja por três artistas plásticos. Marília
Lima, gestora de contrato da LAR responsável pela
conta do grupo Arezzo&Co, revela que a unidade
incorporou soluções exclusivas, como a fachada de
painéis brancos de Corian (Du Pont) iluminados por
diodos de LED. “O uso externo do Corian, exclusivo
desta loja, exigiu que o material fosse importado”,
explica.
Outra novidade foi a criação, no fundo da loja, de
um closet onde as clientes podem provar, além dos
desejados sapatos, peças de vestuário e acessórios
que acabam de entrar na linha de produtos da Schutz.
A área é integrada harmoniosamente ao jardim, que
ganhou amplitude com um espelho bronze, inédito
na rede, aplicado também no nicho da escada.
Marília explica que a obra também exigiu intervenções
na fundação e na estrutura, feitas sob as restrições
comuns a um local como a Oscar Freire, mas o
resultado final reforçou o conceito de modernidade e
exclusividade da marca. O espaço possui ainda dois
vídeo walls. A obra, gerenciada por André Giusti, teve
também a participação de Devair Ambrozio e Celso
Novaes.
John John
Sofisticada e glamorosa, a Oscar Freire também foi
a passarela escolhida para sediar a flagship store
da John John, marca de moda jovem do grupo
Restoque. Maurício Morita, gerente da LAR, explica
que o espaço de 543 m2 foi todo transformado para
ganhar amplitude e favorecer a acessibilidade. Entre
as intervenções, a LAR retirou um pavimento para
atingir o pé direito estipulado no projeto de Fernanda
Marques e instalou um elevador, facilitando o acesso
John John Oscar Freire
Capa
Foto Coscia & Nehmad
Schutz Oscar Freire
Foto Coscia & Nehmad
Foto Arquivo LAR
Flagship Store: a essência da marca
aos dois andares da loja. O time da LAR nesta obra
é composto ainda por Renata Soares, gestora de
contratos, Alduir Xavier e Wilson Moreno.
Um dos diferenciais do projeto, segundo Renata
Soares, é a ausência de vitrine. A fachada possui
apenas o nome em relevo (all type) e o brasão da
marca acima da porta - um convite para desbravar
o endereço, que reúne uma linha completa de jeans,
camisetas, saias e jaquetas, além da coleção infantil.
Ela explica que as peças são valorizadas pelo forro
de gesso preto em contraste com luzes focais nos
produtos e muito neon, forrorama metalizado e
nichos de exposição que lembram espaços da casa.
No mobiliário, itens inusitados, como o sofá em forma
de pára-choque e o pufe “tecla de computador”,
definem a linguagem jovem e despojada, reforçada
por provadores com vidros e espelhos cor de laranja.
Os modelos da coleção estão também em um
catálogo virtual acessível pelo IPad. A inauguração da
John John Oscar Freire ocorreu em março e contou
com a presença de diversas celebridades, entre elas
o ator Ian Somerhalder.
Noir, Le Lis
Também do grupo Restoque, a Noir, Le Lis, marca
de vestuário masculino que valoriza o conforto,
o design e a consciência ambiental, instalou sua
flagship store na rua Bela Cintra. A obra foi realizada
pela LAR sob a gerência de Paulo Hachich e contou
na equipe com Joaquim Cavalcante, gestor do
contrato, Luciano Santos e Nilciano Sales. Joaquim
Noir Le Lis Bela Cintra
explica que a fachada marcante do prédio, em estilo
retrô com superfície texturizada, recebeu pórticos
em chapas de aço pintado. No interior, a marca
exibe uma autêntica barbearia, ambientada com um
revestimento de pastilhas brancas à semelhança de
antigos azulejos. “As cubas recebem água quente de
aquecedores de passagem sob a bancada, o que
não é usual em lojas”, destaca o gestor. O espaço
cenográfico, projetado pelo escritório de arquitetura
PAC, conta ainda com uma decoração lúdica, que
remete a uma sauna, e o uso generoso de madeira
no forro e de MDF cru nos provadores.
A flagship store da Noir conta com linhas completas
de acessórios, tricô, jeans e homewear, e tem
também à disposição dos clientes serviços de
alfaiate para pequenos ajustes. A loja de 594 m2
foi inaugurada em abril, com a presença do ator
Matthew McConaughey e da modelo Camila Alves.
Concept stores
Desde os anos 90 o conceito de flagship store vem
sendo praticado por grandes marcas mundiais. A
intenção original era criar nos principais centros
urbanos espaços dedicados a algum tema ou
estilo de vida. Com o passar do tempo, as flagship
stores passaram a oferecer aos clientes novas
experiências de compra, baseadas em inovações e
um jeito particular de se relacionar com ele. Algumas
concept stores que se destacaram foram a 10 Corso
Como (Milão), Colete (Paris), Quartier 206 (Berlim) e
Niketown (Nova Iorque).
Entrevista
Vitrine Sustentável
Por Eder Santin
O mundo mudou.
Economizar
energia, promover o reuso da água e reciclar resíduos
se tornaram uma necessidade e um diferencial de
mercado. Esta é a crença de grupos empresariais
do varejo e da área imobiliária. Exemplo disso é
que, ainda em 2012, o país ganhará dois shopping
centers com a bandeira da sustentabilidade: o
Rio Mar (Grupo JCPM), em Recife, e o Américas
Shopping (Construtora Ecia), no Rio de Janeiro.
Ambos receberão a certificação Aqua (Alta Qualidade
Ambiental), concedida pela Fundação Vanzolini, de
São Paulo.
Os dois shoppings encontram-se em estágios
diferentes – o Américas, concluindo os projetos
executivos, foi certificado na fase Programa; o Rio
Mar Recife, concluindo a obra, passará por auditoria
para certificação da fase Realização. Lançado no
Brasil em 2008, o Processo Aqua é uma certificação
internacional da construção sustentável baseada
em 14 objetivos de desempenho ligados a ecoconstrução, eco-gestão, conforto e saúde.
Os projetos de lojas têm um papel fundamental em
favor da sustentabilidade, assim como as construtoras,
responsáveis pela escolha integrada de produtos,
processos e sistemas construtivos empregados
na obra. Esse ciclo resulta, por exemplo, em uma
construção racionalizada, com mínima geração de
entulhos e baixo índice de desperdício, gerando um
canteiro de obras com baixo impacto ambiental critérios da certificação. A LAR Construtora contribui,
nesse processo, com algumas das mais importantes
lojas do Rio Mar, como a âncora Tok & Stok, Sony,
Le Lis Blanc, BoBo, John John e Bare Minerals, entre
outras (leia Mercado).
A metodologia do Processo Aqua, desenvolvida
e adaptada pela Fundação Vanzolini, foi baseada
na certificação francesa HQE (Haute Qualité
Environmentale),
reconhecida
por
entidades
certificadoras da SBAlliance (Sustainable Building
Alliance). Primeiro a receber a certificação Aqua, o
Rio Mar, por exemplo, teve nível de desempenho
excelente em oito das 14 categorias avaliadas e
recebeu nota máxima nos critérios gestão de água,
energia e resíduos, além de apresentar um canteiro
de obras com baixo impacto ambiental.
Foto Eder Santin
O coordenador do Aqua, professor Manuel Martins,
revela que a certificação já ganhou importantes
adesões e conta com dezenas de empreendimentos
certificados, entre eles diversas lojas. E explica como
funciona o processo de certificação.
Manuel Martins, coordenador do
Processo Aqua, da Fundação Vanzolini
O conceito de sustentabilidade e o processo de
certificação estão mudando a forma de projetar
o espaço e utilizar os recursos?
Manuel Martins - As mudanças culturais ocorrem
principalmente no setor da construção. Esperamos
dos órgãos de aprovação o desenvolvimento e o
cumprimento de políticas públicas de uso e ocupação
do território e diretrizes para que o local seja tanto
sustentável quanto o empreendimento situado nele.
Como se dá o acompanhamento de um projeto
até a certificação?
Manuel Martins - A certificação ocorre em três
etapas, no caso de prédio novo. Ela começa na fase
de Programa, que corresponde ao planejamento.
Esta etapa define questões como: “o que vou fazer,
onde, para que, como funcionará, características
do local, inserção no local e níveis de desempenho
do edifício em operação, orientações de projeto,
viabilidade, recursos disponíveis e compromisso
do empreendedor”. Essa demonstração toda, mais
um sistema de gestão das etapas, corresponde
ao Programa, que é certificado. Depois existem as
etapas de Projeto e de Realização, além de Operação
e Uso.
Quando o empreendedor interessado na
certificação deve procurar a fundação?
Manuel Martins - No início do planejamento. O ideal é
consultar as referências técnicas do processo Aqua
antes do projeto. Há quem pense na sustentabilidade
já na escolha do terreno.
Em relação ao processo, quais são as
responsabilidades do empreendedor e da
fundação?
Manuel Martins - No contato conosco, o
empreendedor apresenta uma visão do seu
empreendimento. A fundação avalia se ele se
enquadra nos critérios de certificação e produz uma
proposta composta das fases que serão avaliadas.
O empreendedor deve mostrar como vai garantir
o atendimento dos critérios da certificação. Nesta
etapa, se estiver tudo conforme, o certificado será
emitido na fase de Programa. O projeto precisa
ser bom, superior ou excelente em cada categoria.
Ele precisa ser avaliado com 3 itens excelentes e 4
superiores.
Quais são os parâmetros para ser bom,
excelente ou superior?
Manuel Martins - Os detalhes estão no Referencial
Técnico de Certificação, preparado pela fundação
em cooperação com os grupos franceses Cerqual e
CSTB e com professores da Engenharia de Produção
da Poli-USP.
Qual é o perfil predominante de quem procura o
Processo Aqua?
Manuel Martins - O processo está presente na
certificação de lojas, escolas, igrejas, parques,
edifícios e conjuntos habitacionais, edifícios
comerciais, além de shopping centers.
Em quatro anos de existência o Aqua possui
muitos empreendimentos certificados...
Manuel Martins - Sim, mas nem todos estão prontos.
Por isso é importante pensar a sustentabilidade na
fase de planejamento; desenvolver o projeto antes
de construir; estabelecer a gestão integrada do
processo; conscientizar o usuário para o bom uso
dos recursos; e quando o empreendimento for
entregue refletir sobre o aprendizado.
Quais os benefícios da certificação?
Manuel Martins - O processo de certificação ajuda
a melhorar o próprio processo do empreendedor;
sua imagem também é beneficiada pelo fato de
a sustentabilidade ser comprovada por outra
organização, com método estruturado, coerente e
rigoroso; terceiro aspecto, o empreendedor começa a
perceber a preferência do mercado pela certificação;
por fim, as soluções indicadas no processo podem
resultar em economia na própria obra, no custeio e
na manutenção.
São as “soluções ativas e passivas” que um
projeto sustentável deve comportar?
Manuel Martins - Sim, tudo o que pudermos resolver
no projeto será mais econômico. O benefício para o
usuário, se ele usar bem a edificação, é a redução
das despesas de manutenção, água, luz etc. A
durabilidade e a manutenção do valor patrimonial
também são requisitos do Aqua e devem ser
decididos no início.
Critérios do Processo Aqua para edifícios
Eco-construção
•Relação com o entorno
•Escolha integrada de produtos,
Eco-gestão
processos e sistemas
construtivos
•Canteiro de obras com baixo
impacto ambiental
Conforto
•Manutenção com permanência
•Da energia
•Da água
•De resíduos de uso e de
operação
do desempenho ambiental
Saúde
•Térmico
•Acústico
•Visual
•Olfativo
•Qualidade sanitária dos
ambientes
•Qualidade sanitária do ar
•Qualidade sanitária da água
Village Mall / Rio Mar
Perspectiva artística do Village Mall (RJ)
O luxo em novas grifes
Novo endereço na Barra da Tijuca, o Village Mall,
com inauguração prevista para novembro, promete
trazer marcas ligadas a moda, cultura, beleza e estilo
ainda inéditas no Brasil, como Michael Kors, Anne
Fontaine, Coccodrillo, Burberry, Tory Burch, Tiffany e
Ermenegildo Zegna, entre outras. A LAR também está
presente no empreendimento, sendo responsável
pela construção de espaços de destaque, como a
mega livraria Saraiva, com mais de 2000 m2 de piso;
a inédita loja Besi, que mescla num mesmo espaço
café e decoração; a Phebo e a sempre sofisticada
Trousseau, além de outras lojas.
O shopping do grupo Multiplan tem uma área
construída superior a 116 mil m2 e conta com 123
lojas, teatro de 1.600 lugares; salas vip de cinema,
restaurantes e 1.770 vagas no estacionamento.
O projeto é assinado pelo arquiteto Antonio Paulo
Cordeiro (Coutinho, Diegues & Cordeiro) e oferece
espaços generosos de circulação e farta iluminação
natural, graças aos 8 mil m² de vidro instalados em
claraboias e nos enormes átriuns de 20 metros de
altura.
Estimado em cerca de R$ 350 milhões, o
empreendimento de três pavimentos integra o
complexo composto pelo BarraShopping, New York
City Center e Centro Empresarial Barrashopping,
iniciados pela incorporadora há cerca de 30 anos e
que serão interligados por passarelas e microônibus.
O maior shopping do Nordeste
A cidade de Recife também celebra a vinda de um
novo empreendimento de peso: o Rio Mar Recife,
maior shopping center do Nordeste, título conquistado
antes mesmo da inauguração. O empreendimento,
que abre as portas oficialmente no fim de outubro,
ostenta 101 mil m2 de Área Bruta Locada (ABL) e
abriga 476 lojas. Seu porte rivaliza apenas com o do
futuro Rio Mar Fortaleza (93 mil m2 de ABL). Algumas
das mais importantes lojas do empreendimento foram
construídas pela LAR, como a âncora Tok & Stok,
com mais de 7500 m2 de construção; a moderna
Sony, e as charmosas Le Lis Blanc, BoBo, John John
e Bare Minerals, entre outras marcas.
O Grupo JCPM investiu R$ 600 milhões no
empreendimento, que possui 18 lojas âncoras, 7
megalojas, 12 restaurantes e 12 salas de cinema,
além de teatro com 720 lugares e 6.200 vagas de
estacionamento. A estrutura viária foi concebida para
atender a um público que pode chegar a 100 mil
visitantes em momentos de pico.
O presidente do Grupo JCPM, João Carlos
Paes Mendonça, entregou o empreendimento
pessoalmente aos operadores no dia 31 de maio,
afirmando na ocasião tratar-se da realização de um
sonho. O Rio Mar é o primeiro shopping do país a
receber o Selo Aqua (Alta Qualidade Ambiental) de
sustentabilidade, sendo considerado excelente em 8
das 14 categorias avaliadas pela Fundação Vanzolini
(veja entrevista nesta edição).
Ju Ferraz, Alessandra Saddi, Thassia Naves, Alexandre
Birman, Sophia Alckmin, Cris Tamer e Fran Monfrinatti na
inauguração da Schutz Oscar Freire
Ian Somerhalder na inauguração da John John Oscar Freire
Nike
Técnica & Arte
Simples, mas refinado
A Nike, uma das mais conceituadas marcas
esportivas do mundo, inaugurou em setembro seu
primeiro escritório no Rio de Janeiro. Ele ocupa
400 m2 de um prédio em Ipanema e surpreende pelo
estilo despojado.
As obras foram realizadas pela LAR sob gerência
do engenheiro Ilan Katalan e coordenação do
engenheiro Renato Azevedo. O escritório carioca
possui instalações aparentes e acabamento de
cimento queimado polido no piso, banheiros e
pilares. E as divisórias de MDF cru receberam apenas
proteção da seladora, a fim de evitar o desgaste
natural do material. Renato explica que o layout
limpo exigiu cuidados adicionais. “As instalações
aparentes requerem o encaixe perfeito de dutos e o
alinhamento preciso de caixas elétricas”. O hall do
andar, por ser curvo, representou ponto de atenção
da marcenaria, que preparou uma porta adequada
ao espaço. A maior dificuldade da obra, contudo,
foram as restrições do condomínio. “Trabalhamos
sob um regime de apenas 1 hora pela manhã e de
3,5 horas no fim do dia”, explica Renato. A equipe
da LAR contou ainda com Nelson Machado (técnico
residente) e Carlos Xavier e Joaquim Mat.
Fotos Fernando Pereira
O setor de varejo aguarda com grande expectativa
a inauguração, em 2012, de dois grandes shopping
centers no país: o Village Mall, no Rio de Janeiro, e
o Rio Mar Recife, na capital pernambucana.
Constanza Pascolato e Alexandre Birman na
inauguração da Schutz Oscar Freire
Foto AgNews Band
Foto Divulgação
Caio Castro na inauguração da memove Wallig
Foto Divulgação
Social
Foto Fabiano Panizzi
Mercado
Interior do escritório da Nike em Ipanema
Foto Arquivo LAR
Foto Arquivo LAR
Granado Shop Galleria Campinas
Foto Coscia & Nehmad
Foto Coscia & Nehmad
Amsterdam Sauer Barra Shopping
Loungerie Shopping Mooca
Le Lis Blanc Iguatemi JK
Portfólio
Obras recentes da LAR Construtora
Expediente
Ano 1 - nº 2
JUL/AGO/SET/2012
LAR News é uma publicação trimestral da
LAR Construtora
São Paulo/SP - Brasil
Diretor Responsável: Andre Giusti
Coordenação: Eliana Taniguti
Editor: Cidadela | Eder Santin Mtb 16.439
Projeto Gráfico e Direção de Arte: e8 comunicação
Foto Arquivo LAR
Foto Fernando Pereira
www.larconstrutora.com.br
Nike Office RJ
Memove Wallig