água racionada em toda a cidade

Сomentários

Transcrição

água racionada em toda a cidade
Ano CXXVI - Nº 3.167 - Oliveira (MG), 01 de setembro de 2013 - Editor: João Bosco Ribeiro - R$ 2,75
ÁGUA RACIONADA EM TODA A CIDADE
O SAAE (Serviço
Autônomo
de
Água
e Esgoto de Oliveira)
começou a tomar medidas
de racionamento de água
no município. O objetivo
é que os reservatórios não
se esvaziem por completo
e a causa disso estaria
diretamente ligada à falta
de chuva e ao desperdício.
Durante essa semana vários
bairros da cidade ficaram
sem água em períodos
alternados. Em nota enviada
à GAZETA DE MINAS, o
SAAE avaliou a situação
como
“preocupante”.
O racionamento deverá
perdurar até a entrada da
estação das chuvas.
Página 11
*Aluno filma surra em colega
*Golpe em loja de celular
*Furto em loja do centro
*Bombeiros resgatam filhote de cão
Luciano Soares
Reservatórios do SAAE: baixos níveis aumentam riscos de desabastecimento.
Corpo de bombeiros detalha
ações na cidade e região
O Corpo de Bombeiros Militar não se ocupa
somente do combate a incêndios e acidentes provocados
pelo fogo. A diversificada gama de serviços prestados
pela corporação a coloca como uma das instituições
mais necessárias e úteis à sociedade. De acordo com o
comandante do pelotão de Oliveira, tenente Júlio César
Alves Pinto, os bombeiros agem em três áreas distintas:
resgate; salvamento e socorro.
Página 5
Usuários pedem
finalização de obras na
Rua Baptista de Almeida
Página 5
Movimento Carlos Chagas
chega à Assembleia
Luciano Soares
A redação da GAZETA DE MINAS tem recebido
reclamações de usuários, quanto à paralisação das obras
iniciadas pela Prefeitura de Oliveira no trecho final da
Rua Baptista de Almeida, entre a Rua Misericórdia e a
Avenida Maracanã.
Página 5
Marcelo Metzker
A Comissão de Direitos Humanos (CDH) da
Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG)
recebeu nessa quinta-feira, 29 de agosto, os membros
do Movimento Carlos Chagas – Vereadores Unidos por
Justiça Social, composto por 27 câmaras municipais do
Estado, representadas ali por cerca de 300 vereadores.
O grupo entregou aos deputados uma denúncia contra
o que chamaram de “frieza e superficialidade” nas
perícias médicas realizadas pelo INSS.
Página 3
Cuidados com a água
Página 2
Cabelos de Prata:
desde 1993
Página 10
Você acredita que a
água possa acabar no
planeta?
( ) Sim
( ) Não
Resultado da enquete
anterior
A saúde pública de
Oliveira está mais
eficiente?
Sim - 50%
Não - 50%
Recuperação do
Casarão da
Figuinha
O arquiteto e urbanista
Heraldo
Tadeu
Laranjo
Mendonça apresentou uma
proposta de intervenção para
reabilitação e adaptação do
Casarão da Figuinha para
uso como sede do Poder
Legislativo de Oliveira. O
projeto prevê a restauração
completa
do
imóvel,
onde funcionaria a parte
administrativa. O trabalho
também cria um anexo para o
plenário da Câmara.
Página 12
02
GAZETA DE MINAS
01/09/2013
Murro na pátria
Cuidados com a água
“A quem cabe a responsabilidade de garantir o abastecimento de água
potável para Oliveira?”
M
o r a n d o
num
país
“abençoado por Deus e
bonito por natureza”, o
brasileiro é extremamente
desleixado,
quando
o
assunto é a preservação
do meio ambiente e dos
mananciais de água potável.
Apesar de jorrar de nosso
solo o maior volume de
água doce aproveitável do
mundo, há muito tomamos
a criminosa iniciativa de
poluir e assorear quase toda
essa imensa fonte de vida.
O resultado se avizinha
catastrófico.
Oliveira,
cidade situada naquela que
sempre foi uma privilegiada
região de vertentes, já sente
a tenta conviver com a
escassez, que aumenta ano
a ano, sem solução à vista.
Essa foi uma semana
em que o Serviço Autônomo
de Água e Esgoto (SAAE)
se viu na obrigação de
proceder a um rodízio
de fornecimento de água
para os diversos bairros
de Oliveira, na tentativa
de garantir o que sabemos
ser cada dia mais incerto:
o suficiente abastecimento
do líquido vital. Mas este
é apenas mais um dos
inúmeros sinais negativos
que vimos experimentando
há quase duas décadas. A
progressiva diminuição do
volume dos mananciais
parece ser constante e
irreversível, levando os
técnicos e o poder público
a um autêntico exercício de
malabarismo, para suprir tais
necessidades. Entretanto, as
iniciativas quase sempre
esbarram na insuficiência
e as alternativas estão se
esgotando.
Esta danosa equação
fica cada dia mais insolúvel,
se a ela acrescentarmos
um dado inarredável: o
crescimento da população,
fenômeno que ocorre de
forma inversa à diminuição
do volume das fontes. Tal
realidade obriga a autarquia
municipal a lançar mão
de artifícios possíveis. O
exemplo mais radical se deu
com a construção da adutora
do Pontilhão de Areia, num
momento de crise ocorrido
na década de 1990. Mas
pouco adiantou o grande
esforço. Menos de 15 anos
depois, a falta de água volta
a preocupar autoridades e
moradores de Oliveira.
O problema maior,
entretanto, não é ver as
torneiras secarem, mas
a mais absoluta falta de
consciência social sobre o
que de fato acontece. Apesar
de ocorrer na frente dos
nossos olhos, e com nosso
inteiro aval, teimamos em
permanecer cegos, como
se esse fosse um problema
fácil de ser resolvido,
dependendo apenas de
ações elementares a serem
tomadas sempre e somente
pelo SAAE. E aqui cabe,
a bem da verdade, uma
antítese mórbida: lavamos
as mãos nas torneiras secas.
E não é só. A omissão
da sociedade vai muito além
do que cruzar os braços a
esse problema letal. Em
muitos momentos o desleixo
é acrescido de ações
criminosas
deliberadas.
Uma delas, que podemos
chamar de bofetada na
natureza, consiste em atirar
nos leitos de córregos e
rios toda sujeira e lixo que
produzimos diariamente.
Além do esgoto in-natura
neles lançado, os cursos
d’água são tratados como
verdadeiros
lixões.
É
degradante sentir o odor de
morte que deles exala. A
insanidade humana induz
a uma dedução absurda: se
água é para limpar, ela que
se encarregue de levar e
lavar nossas imundícies. E
imaginando sermos deuses,
exigimos que a água volte,
o mais rápido possível, a
jorrar de forma abundante,
pura, cristalina e inodora. A
esta inadmissível aberração
acrescentem-se
outras,
entre elas o odioso vício
de “varrer” passeios e ruas
com mangueiras, das quais
verte água tratada e potável.
É verdade que cabe ao
SAAE, além de investir na
melhoria da rede e tomar as
medidas técnicas cabíveis,
desenvolver
campanhas
durante todo o ano, com
o objetivo de advertir e
conscientizar seu públicoalvo, com o objetivo de
gerar uma sociedade mais
esclarecida a respeito do
cuidado, responsabilidade
e seriedade com que deve
tratar as águas. E isto
não tem sido realizado a
contento, apesar de o órgão
possuir os mecanismos
próprios e instalados para
tal. Quanto mais silenciosa
permanecer diante dos
consumidores,
mais
a
autarquia contribuirá para a
desinformação geral, dando
asas a essa destrutiva fonte
de sujeira e omissão.
A
sociedade
oliveirense e os órgãos
públicos ligados ao setor
devem
assumir,
com
urgência, o compromisso de
trabalharem, em harmonia
e diuturnamente, para
cumprirem com sucesso
a difícil, mas essencial
tarefa de cuidar dos nossos
mananciais. Não há outra
maneira de evitar problemas
graves como o que já nos
atormenta e que tende a se
agravar nos próximos anos.
Ou
será
que
queremos morrer de sede?
A significativa foto de Sérgio Lima/Folhapress mostra o momento em que o deputado
federal Natan Donadon, condenado a 13 anos de prisão pelo STF por peculato e formação
de quadrilha e cumprindo pena em regime fechado no Presídio da Papuda, em Brasília,
agradece de joelhos a votação na Câmara dos Deputados, que decidiu pela não cassação do seu
mandato. Nem as manifestações populares foram capazes de arrefecer o estratosférico nível de
indecência política que grassa no Congresso, já batizado de grande vergonha nacional.
Apelo aos políticos, empresários e
comerciantes em favor do
Festival da Primavera
S
e as 12 empresas locais e de fora, os
3 deputados federais, os 2 deputados
estaduais e o senador aqui eleitos; a Câmara
Municipal, o Secretário Municipal Cássio Silva
e o prefeito municipal João Batista de Souza
dividissem o ônus do Festival da Primavera,
conforme relacionados pela diretora da
Fundação Casa de Cultura Carlos Chagas, Ana
Maria Barros de Assis Ribeiro, além do custo
ser o mínimo para cada um, Oliveira teria o
melhor evento cultural talvez de todo o Estado.
A questão está em compreender a
cultura, como o fez Antônio Cândido, como
um bem incompreensível, “aquele que não
pode ser negado a ninguém, tal como um
Direito Humano, não apenas por assegurar a
sobrevivência física em nível decente, mas por
garantir a integridade espiritual da cidadania,
como a alimentação, a moradia, a instrução,
a saúde, a liberdade individual, o amparo da
justiça pública, a resistência à opressão, mas
também o direito à opinião, à arte.” O pouco de
cada um garante, portanto, a realização plena
do ser humano.
Guerreira e competente, Ana Maria vem
lutando quase sozinha para garantir a realização
que seja de um minifestival da Primavera e
assim honrar a continuidade já por 4 anos desse
evento que ruma para tornar-se tradição na
cidade. Na esteira, porém, do que já se faz para
a promoção Santa Casa, Santa Causa e Natal
dos Pobres, e para tantas iniciativas cristãs
que socorrem segmentos carentes com a boa
vontade da população, é muito digno e justo
que haja um pool de empresas, sobretudo com
um belo exemplo de iniciativa da Acinol e dos
políticos, através dos vereadores, no sentido de
viabilizar suporte financeiro para o Festival da
Primavera.
Como a cultura impacta a economia
local? Empresários, comerciantes, políticos
poderão dimensionar a importância do patrocínio
de um evento como o Festival da Primavera
para Oliveira considerando, por exemplo, cinco
pontos de vista do desenvolvimento local: em 1º
lugar – o evento assegura e garante a atração de
maior número de trânsito de moradores, turistas
e visitantes interessados na programação
cultural do município e em suas atividades
artísticas previstas através da chamada
“economia da noite”: teatro, shows e ofertas
de restaurantes, barracas e barzinhos. Em 2º
lugar- porque injeta renda e gera empregos na
economia local através da exportação de bens
culturais: produtos artesanais, quadros, filmes,
livros, CDs e outros produtos. Em 3º lugar
por agregar valor aos produtos locais através
da incorporação de valor simbólico – estético,
histórico, social, religioso etc, para a economia
local e regional, em defesa de sua produção
através de certificações de origem: cachaça de
Oliveira, quadro de Oliveira, livro de Oliveira,
torresmo de Oliveira, CD de Oliveira etc. Em 4º
lugar porque favorece a atração de trabalhadores
qualificados, novas empresas e empresários, na
medida em que assegura melhor qualidade de
vida. Note-se: cidades atraentes têm intensa
vida cultural. E, finalmente, porque a cultura
aumenta o grau de coesão e harmonia entre
agentes econômicos locais, ao contribuir para a
redução da exclusão social, estimular o trabalho
cooperativo, a inovação e o empreendedorismo,
as atividades culturais voltadas para o pleno
aproveitamento do material humano e social
da comunidade. O que ganha a empresa ao
patrocinar o Festival da Primavera? Antes de
tudo o mais amplo reconhecimento e respeito
de Oliveira por sensibilizar-se com a cultura
e fazer pela dignidade e o engrandecimento
do povo, que é consumidor e eleitor, mas, a
priori, ser humano e amigo naqueles momentos
difíceis da vida. Pelo mecenato, que é a
captação de recursos junto às pessoas físicas
e jurídicas, há garantia de dedução de imposto
de renda de até 6% do valor incentivado, seja
doação ou patrocínio. Além disto, quem apoia
projeto cultural aprovado pelo Ministério
da Cultura, caso do Festival da Primavera,
tem como benefício fiscal dedução integral
do imposto de renda devido. A empresa que
investe em patrocínio cultural se diferencia no
mercado e cria uma imagem corporativa muito
mais forte, distinguindo-se com a valorização
de sua marca com humanismo e interatividade
no meio onde atua. Ao incentivar o Festival
da Primavera, a empresa assume seu papel de
difusor da cultura, de promotor da cidadania e
de agente de desenvolvimento do bem comum
e da sociedade, sendo identificada como fator
de responsabilidade social pela população.
Quem investe na cultura de Oliveira,
investe na qualidade de vida do povo de
Oliveira.
03
GAZETA DE MINAS
01/09/2013
Movimento Carlos Chagas chega à Assembleia
Vereadores lotam plenário para apresentar projeto nascido em Oliveira
ACINOL define
Campanha do Natal
A Associação Comercial e
Industrial de Oliveira (ACINOL)
anunciou as bases da Campanha
do Natal para 2013. Aguardado
durante todo o ano por empresários e
consumidores, este ano o evento terá
início no dia 25 de novembro, com
término previsto para 04 de janeiro de
2014 e sorteio dos prêmios em 11 de
janeiro.
Acatando resultado de pesquisa
feita junto aos consumidores, a
Campanha do Natal vai sortear 10
Marcelo Metzker
Venício fala à Comissão de Direitos Humanos da ALMG.
A Comissão de
Direitos Humanos (CDH)
da Assembleia Legislativa
de Minas Gerais (ALMG)
recebeu nessa quinta-feira,
29 de agosto, os membros
do Movimento Carlos
Chagas
–
Vereadores
Unidos por Justiça Social,
composto por 27 câmaras
municipais do Estado,
representadas ali por cerca
de 300 vereadores. O grupo
entregou aos deputados
uma denúncia contra o
que chamaram de “frieza
e superficialidade” nas
perícias médicas realizadas
pelo
INSS
(Instituto
Nacional do Seguro Social),
o que estaria provocando
recusas
injustas
de
pedidos de aposentadoria
aos trabalhadores, e em
seguida participaram de
uma audiência pública
organizada pela CDH sobre
o tema.
O
Movimento
Carlos
Chagas,
que
nasceu
em
Oliveira,
entregou à comissão 150
casos documentados de
pessoas que teriam sido
injustiçadas pelo INSS.
O vereador Leonardo
Ananias Leão (PSDB),
presidente da Câmara
Municipal de Oliveira e
também do movimento,
disse que é inaceitável
que
um
trabalhador,
no seu momento mais
difícil na vida, tenha sua
aposentadoria
negada
por uma perícia injusta.
O
deputado
Fabiano
Tolentino (PSD) chegou
a suspeitar que haja uma
determinação do governo
para
não
aposentar
ninguém. “Há muitos casos
de prorrogação de licença
para que as pessoas não se
aposentem”, disse ele.
Para o deputado
Sargento Rodrigues (PDT),
essa impressão é ainda mais
forte no meio militar. Ele
relatou que alguns meses
atrás recebeu a denúncia,
feita pelo médico de uma
clínica conveniada com a
Polícia Militar de Minas
Gerais, de que o comando
estava interferindo nos
resultados das perícias,
forçando
médicos
a
concederem
alta
aos
pacientes, inclusive com
ameaças de cancelamento
do convênio. Essa suspeita
de que há pressões de
superiores foi reforçada
pelo defensor público Lucas
Di Simões. Ele contou
que a Defensoria Pública
de Direitos Humanos,
onde atua, recebe muitas
denúncias contra o Ipsemg.
O deputado Antônio
Carlos Arantes (PSC)
concordou que há muitos
casos de injustiças e que
por isso é preciso que o
INSS reveja sua forma de
agir. No entanto, ele fez
questão de reconhecer a
importância da instituição
para a garantia de uma vida
mais digna aos brasileiros
que chegam à velhice. Já
a deputada Luzia Ferreira
(PPS) lembrou que a relação
entre o INSS e o cidadão
é muito desigual, daí a
importância de iniciativas
como o Movimento Carlos
Chagas para defender os
direitos das pessoas.
Presente à reunião, a
supervisora médica pericial
do INSS, Junia Aparecida
Guimarães, ouviu todas as
reclamações e denúncias
e garantiu que se tratar de
casos isolados, que não
representam a postura da
instituição. Ela desfez
alguns “mitos” envolvendo
o órgão, como o de que os
médicos recebem dinheiro
extra
para
indeferir
benefícios ou que haja
limites para o número de
concessões.
“Estamos
lá para garantir o direito
de quem tem e negar a
quem não tem”, afirmou
ela. Em Minas Gerais, de
acordo com a supervisora,
o percentual de benefícios
concedidos é de 62%.
Junia chegou a ser
aplaudida quando disse
acreditar que todos os
relatos
trazidos
pelos
vereadores são reais e que
cada um dos casos será
analisado individualmente.
Ela explicou, no entanto,
que é muito comum as
pessoas
confundirem
doença com incapacidade.
“Uma depressão moderada
não
é
motivo
para
aposentadoria e, em muitos
casos, o próprio trabalho
faz parte do tratamento”,
lembrou.
A supervisora deu
ainda a dimensão do
trabalho realizado pelo
INSS. Somente em Minas,
de janeiro a agosto, foram
realizadas nada menos que
360 mil perícias médicas.
Um percentual de 1% de
erro significa, portanto,
prejuízo
para
3.600
pessoas. “Insensibilidade
e falta de profissionalismo
existem em todos os
setores, pois isso é inerente
ao ser humano”, afirmou.
Por isso, os segurados do
INSS contam com três tipos
de recursos para pleitearem
revisões em suas perícias
médicas, lembrou ela.
A
Comissão
de Direitos Humanos
aprovou um requerimento
do
deputado
Durval
Ângelo, solicitando que
sejam encaminhados ao
superintendente regional do
INSS e ao defensor público
da União, pedidos de
providências para melhorar
o atendimento ao segurado
no Estado. Foi aprovado
ainda requerimento do
deputado Rômulo Viegas
solicitando nova audiência
pública da comissão para
debater o tema, desta vez
em Oliveira.
prêmios, sendo um veículo novo;
uma motocicleta CG 125 Fan; uma
TV 32 polegadas; um forno elétrico;
um forno de microondas; um fogão;
uma câmera fotográfica; uma cozinha
completa, um tablet e um notebook.
Aos vendedores dos cupons sorteados
serão oferecidos 10 prêmios de R$
500,00.
No momento a ACINOL
desenvolve trabalho de adesão ao
evento, entre suas mais de trezentas
empresas associadas.
Hospital recebe R$ 212
mil para a maternidade
Assessoria Deputado Federal Jaime Martins
Reunião com deputado federal Jaime Martins, secretário nacional de Atenção à
Saúde Helvécio Magalhães, vereadores de Oliveira e
administradores da Santa Casa de Oliveira.
A Santa Casa de
Misericórdia de Oliveira
recebeu uma verba de
R$ 212.250,00, por meio
de emenda do deputado
federal Jaime Martins (PRMG), para aquisição de
equipamentos destinados
à maternidade daquele
hospital. O anúncio foi feito
durante essa semana pela
assessoria do parlamentar,
segundo a qual, o recurso
já
estaria
depositado
na conta da entidade. A
liberação aconteceu a partir
de uma reunião ocorrida
no dia 07 de agosto, em
Belo Horizonte, com o
secretário nacional de
Atenção à Saúde, Helvécio
Magalhães, o deputado, os
administradores do hospital
e vereadores do município.
Segundo
um
dos administradores da
Santa Casa de Oliveira,
Ramon Gonçalves, esses
equipamentos
devem
chegar dentro de 45 dias.
“Nossa maternidade hoje
atende a Oliveira, São
Francisco de Paula e Carmo
da Mata. Nossa expectativa
é que com esses novos
materiais possamos pular
de três para 14 cidades
atendidas
na
região.
Nossa maternidade é bem
estruturada e, claro, vamos
buscar mais recursos para
ela”, disse Ramon.
Com o dinheiro,
o hospital vai adquirir
um aparelho e carrinho
para
anestesia;
dois
bisturis
eletrônicos;
três aparelhos “Sonar”;
quatro
incubadoras;
cinco
laringoscópios;
seis
poltronas
para
acompanhantes;
sete
radiômetros.
“Fico muito feliz
porque
recentemente
inauguramos aqui a nova
agência do INSS e agora
temos a grata satisfação de
informar sobre a liberação
de recursos para a Santa
Casa. O dinheiro já está
em conta para comprar
estes novos e modernos
equipamentos. Melhorando
o atendimento, aumentando
a estrutura e abrindo
possibilidades de atender
ainda
mais
cidades”,
aregumentou
Jaiminho
Martins.
Rua Timbiras, 1.940 - sala 1.406 - Lourdes
CEP 30.140-061 - Belo Horizonte/MG - Brasil
Tel/Fax: (31)3201-3362
04
GAZETA DE MINAS
01/09/2013
Dólar: das soluções aos problemas
Médicos cubanos não devem ser hostilizados
É digna de reprimenda a postura de alguns médicos
brasileiros em relação aos seus colegas cubanos que já atuam no
Brasil, dentro do programa “Mais Médicos”, desenvolvido pelo
governo federal. Sou absolutamente contrário a qualquer tipo
de represália e hostilização aos profissionais cubanos, que na
Governo na justiça
contra conselhos de
medicina
O governo brasileiro parece decidido a fazer
valer suas decisões relativas ao programa Mais Médicos,
preparando uma ofensiva na Justiça contra dirigentes de
conselhos regionais de medicina que se recusarem a
dar registro profissional provisório aos integrantes do
programa formados no exterior. O advogado-geral da
União, Luís Inácio Adams, afirmou que o governo poderá
entrar com ações para obrigar a concessão dos registros
e ainda processos contra os dirigentes dos conselhos que
se recusarem a atender as regras do programa. O ministro
considerou muito grave que os conselhos de medicina,
que têm obrigação de fazer cumprir a lei, decidam por
eles mesmos pelo seu descumprimento. Para Adams, as
entidades podem fazer críticas ao programa, recorrer à
Justiça, mas não descumprir a legislação em vigor sobre
o Mais Médicos. É corretíssima a postura ministerial.
Até aqui as decisões judiciais sobre o programa têm sido
amplamente desfavoráveis aos conselhos de medicina.
Prova disso são as últimas delas, tomadas semana
passada por tribunais do Rio Grande do Sul e de Minas
Gerais, que recusaram liminares com pedido de negativa
de registro provisório para os profissionais estrangeiros
cadastrados no programa.
Revalidação não é maior
que a necessidade do povo
Parece que o governo do Brasil tomou todos
os cuidados jurídicos, antes de colocar em prática o
programa “Mais Médicos”. É o caso da decisão de só
contratar os profissionais estrangeiros, dispensando
a necessidade de revalidar diplomas, quando não
houver interessados, entre os médicos que passaram
pela revalidação, nas cidades escolhidas pelo governo
para receberem os profissionais. Apoio a revalidação,
mas não há como condenar o governo, nesses casos
específicos. Afinal, a prioridade é oferecer assistência à
população. E assim a Justiça tem decidido.
Marcelo Ribeiro Braga
Consultoria em
informática. Limpeza de
equipamentos e remoção
de vírus. Criação e
manutenção de websites.
Rua Otaviano Amaral,132
Aparecida - Oliveira
Fones: (37)9803-1211
(37)3331-7795
[email protected]
verdade apenas cumprem um
contrato de trabalho firmado
entre
governos.Também
erra de forma elementar
os conselhos regionais de
medicina, que chegaram ao
cúmulo de afirmar que não
forneceriam os registros
profissionais
provisórios,
recomendando ainda aos seus
médicos que não cubram erros
dos colegas estrangeiros.
Como
se
os
médicos
brasileiros não cometessem
erros... Agindo dessa forma,
médicos
e
instituições
de classe se mostram
altamente
discriminativos,
aí sim, voltando ao tempo da
escravidão.
Inadimplência
oficial
Fornecedores de produtos
e serviços de Minas Gerais
costumam hesitar no momento
de decidir se entra ou não em
processos licitatórios promovidos
pelas prefeituras. O medo é da
inadimplência e enormes atrasos
no pagamento, verificados em
muitos municípios. Na verdade
muitas administrações abusam do
poder, descumprindo contratos e
liquidando suas dívidas quando
bem entendem. Não levam em
conta que na outra ponta do
processo está uma micro ou
pequena empresa que, muitas
vezes, usa todo o seu capital de
giro para cumprir o contrato
firmado com o poder público e,
não recebendo em dia, se vê em
dificuldades para continuar no
mercado. Quando isso ocorre,
o único caminho é o crédito
bancário, que também pune o
empresário com juros altos. Se
o fornecedor executa a dívida
na Justiça, sofre outros pesados
ônus: além de ficar impedido de
participar de novas licitações,
as decisões se arrastam por
anos, tornando inócuas as
tentativas de fazer cumprir
os seus direitos. Prefeituras
inadimplentes cometem crimes
contra a economia municipal, que
deveriam ser punidos de forma
rápida e exemplar. Mas como
isso não ocorre, os prefeitos
deitam e rolam sobre a certeza da
impunidade.
Mesmo com os graves
percalços pelos quais passam
os Estados Unidos, sua moeda
continua tão cobiçada quanto
antes, voltando a ser a grande
vedete da economia mundial.
Vejamos o caso do Brasil, país
que se gaba de manter o câmbio
flutuante e sob controle, mas
que nos últimos seis meses
tem levado uma grande
surra do dólar, que teima em
se valorizar, não obstante
todas as ações contrárias do
Banco Central. Na verdade
os países emergentes, por
mais
competitivos
que
possam parecer, carecem de
desenvolvimento
humano
e tecnológico, e aí não há
como competir com a maior
economia do mundo, que
neste instante começa a
mostrar robustos sinais de
recuperação, após a crise de 2008. O máximo que poderemos
fazer, e estamos tentando, é manter o dólar em discreta
ascensão, com consequências menos danosas à nossa economia
interna. Mas nessa quarta-feira, 28 de agosto, a presidenta
Dilma Rousseff (PT) mostrou otimismo, ao afirmar que o Brasil
“tem bala na agulha para lidar com a alta do dólar”. A munição
de Dilma são os 372 bilhões de dólares disponíveis em nossas
reservas cambiais. Sim. Por enquanto estamos tranquilos.
Globo tem sinal
péssimo em Oliveira
TV aberta,
mas sempre fechada
Continua péssima a qualidade do
sinal da TV Globo em Oliveira. Geradas em
Divinópolis e no Triângulo Mineiro, por meio
da TV Integração, emissora afiliada à Globo,
as imagens chegam até aqui por via terrestre,
utilizando o velho e arcaico método de repetição
por torres. Como o caminho é longo e cheio de
obstáculos físicos, representados pelo acidentado
relevo de Minas Gerais, nunca usufruímos de
um sinal de qualidade. Ao contrário, do jeito que
se encontra, estamos diante de um inadmissível
retrocesso técnico, voltando à década de 1970,
quando a televisão, em preto e branco, ainda
engatinhava no Brasil, não existiam satélites e
exigir qualidade era impossível. Em plena era
espacial, com o advento da fibra ótica e da alta
definição (HD) na TV brasileira, conviver com
tamanho atraso chega a ser caso de polícia.
A solução para a melhoria do sinal
da TV Globo em Oliveira, mesmo que
de forma parcial, estaria na liberação do
canal da TV Globo de Belo Horizonte no
sistema de TV por assinatura. Tal emissora
já está no satélite, mas seu acesso é vedado
aos assinantes, tudo indica, em vista do
cumprimento de cláusulas contratuais com
as afiliadas, quanto à delimitação das áreas de
abrangência. Aliás, outra coisa ininteligível,
é obrigar Oliveira a consumir programação
jornalística do Triângulo Mineiro, região
longínqua, com a qual não temos nenhuma
relação social ou comercial direta. Sinal de
péssima qualidade e programação regional
pouco útil. É o que se pode dizer, neste
momento, sobre a TV Globo captada em
Oliveira.
Sky gato: a solução gratuita
que pode custar caro
Mas seus problemas com
a Globo parecem que se acabam,
imediatamente, caso você opte,
por exemplo, pela instalação
de uma “Sky gato” em sua
residência. Trata-se do roubo do
sinal da TV por assinatura, via
receptor ilegal, que você adquire
em qualquer loja de contrabando,
capaz de decodificar toda
programação que transita pelo
satélite, colocando-a limpa e
gratuita em sua casa. Lá estão,
abertos e permanentes, os
sinais de algumas afiliadas da
Globo, incluindo a Globo de
Belo Horizonte, cidade com a
qual Oliveira mantém copiosas
ligações humanas e comerciais.
Não aconselharia a instalação
de uma Sky gato em sua casa,
pois você pode estar cometendo
um ilícito penal, com risco de
ser condenado por receptação e
subtração de coisa alheia. Comento o fato para mostrar a
injustiça cometida com aqueles que cumprem a lei, adquirem
o sinal de TV, porém não têm acesso a uma imagem
decente da Globo, que só estará disponível no sinal geral da
parabólica ou pelo precário link terrestre, como em 1960...
Filosofia de arquibancada
Time milionário, futebol pobre. Nem sempre somos o que temos.
9º Batalhão de Bombeiros Militar
Oportunidade:
Aviso de Licitação – Pregão Eletrônico nº 140136300025/13
Porteiros e Recepcionistas
sem experiência para todas
as regiões salário
R$ 938,04 + benefícios
enviar C.V para
[email protected]
O Ordenador de Despesas do 9º Batalhão de Bombeiros Militar – Varginha torna
público que estará recebendo propostas para aquisição de Óleo Diesel Comum, Óleo Diesel
S10 e Gasolina Comum para as viaturas e equipamentos e motores estacionários do 9º
Batalhão de Bombeiros Militar/Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, conforme
especificações detalhadas no anexo I do Edital. A Sessão Pública deste pregão eletrônico
ocorrerá às 09h00min do dia 04 de Setembro de 2013 no Portal de Compras do Estado. A
íntegra do edital e outras informações poderão ser obtidas na Seção de Licitação do 9º BBM,
localizado à Avenida Antônio de Pádua Amâncio nº 145, bairro Industrial JK, Varginha/MG,
através do telefone (035) 3690-7226 e o Edital no site: www. compras.mg.gov.br
05
GAZETA DE MINAS
01/09/2013
Comandante esclarece sobre fiscalizações, serviço aéreo e participação da sociedade
O Corpo de Bombeiros
Militar não se ocupa somente
do combate a incêndios
e
acidentes
provocados
pelo fogo. A diversificada
gama de serviços prestados
pela corporação a coloca
como uma das instituições
mais necessárias e úteis à
sociedade. De acordo com
o comandante do pelotão de
Oliveira, tenente Júlio César
Alves Pinto, os bombeiros
agem em três áreas distintas:
resgate; salvamento e socorro.
Resgate
são
as
ocorrências de acidentes, com
atendimento a feridos, tanto
na zona urbana como rural
e nas rodovias que cortam
o município. As missões de
salvamento são aquelas em
favor de vítimas presas em
ferragens, locais de difícil
acesso, afogamento e captura
de animais perigosos. Já o
socorro é prestado nos casos
de incêndio.
Em visita à redação do
jornal GAZETA DE MINAS,
o comandante dos bombeiros
de Oliveira, juntamente com
o subcomandante sargento
Giovane Gonçalves Pinheiro
e o secretário do pelotão,
soldado Ademir Resende,
detalhou os casos que já são
possíveis de serem atendidos,
mesmo antes de a unidade ser
oficialmente inaugurada. Para
conseguir o atendimento, a
população pode fazer contato
pelo fone 3332-7068 ou
pelo 190 da Polícia Militar.
Por enquanto o atendimento
está restrito a Oliveira, mas
se houver emergência, os
bombeiros estarão prontos a
atender em outras cidades.
Além de Oliveira
a unidade, que conta com
23 efetivos, tem sob sua
jurisdição
outros
onze
municípios:
Carmópolis,
Carmo
da
Mata,
São
Francisco de Paula, Cristais,
Campo
Belo,
Aguanil,
Santana do Jacaré, Candeias,
Bom Sucesso, Santo Antônio
do Amparo e Piracema.
O
comandante
informou que, para facilitar o
acesso das viaturas à rodovia
BR-494, em cuja margem
está instalado o quartel, o
trevo sofrerá adaptações.
Também
está
previsto
para o local um sistema
de semáforos, que ficará
vermelho nos momentos em
que uma viatura estiver para
sair, no atendimento a algum
chamado.
Tenente Júlio alertou
Usuários pedem
finalização de obras
na Rua Baptista de
Almeida
A redação da GAZETA DE MINAS tem recebido
reclamações de usuários, quanto à paralisação das obras
iniciadas pela Prefeitura de Oliveira no trecho final da Rua
Baptista de Almeida, entre a Rua Misericórdia e a Avenida
Maracanã. Com a participação do Serviço Autônomo de Água
e Esgoto (SAAE), está sendo realizado o recapeamento da via,
com instalação de sistema de escoamento de águas pluviais.
De acordo com as queixas recebidas, o local, principal
ligação do Centro com a Avenida Maracanã, apresenta
perigos e dificuldades para os motoristas, provocados por
grandes valas abertas e cobertas apenas parcialmente com
terra, fazendo surgir depressões que podem provocar avarias
nos veículos.
O trecho se transformou em problema, depois que
passou por reforma ainda na administração anterior, sendo os
bloquetes substituídos por asfalto. Mas a grande quantidade
de terra solta existente por baixo da pavimentação, aliada à
umidade provocada pelas enxurradas que descem pela rua
em alta volume e velocidade, acabaram por comprometer
o asfalto, que em algumas partes chegou a ser totalmente
arrancado. Em vista disso a Prefeitura, em parceria
com o SAAE e a empreiteira responsável pela primeira
pavimentação, decidiram realizar a obra, que entretanto se
encontra paralisada há cerca de 30 dias.
“Causa estranheza que a Prefeitura tenha começado
a obra com grande estardalhaço na imprensa, para em
seguida deixar tudo pela metade, criando muitas dificuldades
para quem se vê obrigado a transitar por ali” disse um dos
reclamantes, apontando a apatia com que o problema tem sido
encarado pelo administração. “Se era para não terminar a
obra, melhor seria ter deixado como estava, pois pelo menos se
encontrava em melhores condições de uso”, criticou a mesma
pessoa.
O secretário municipal de Obras, Robson Lima Souza,
afirmou que a paralisação das obras ocorreu por causa de um
defeito ocorrido na usina de asfalto que fornece o material
para a empreiteira LPR, responsável pelo recapeamento
da via. Robson previu a retomada da obra para a próxima
segunda ou terça-feira.
para a necessidade de se
contatar
os
bombeiros,
sempre que eventos, com
aglomeração de pessoas,
forem programados para a
cidade.Isto é necessário para
que os organizadores recebem
orientação, com o objetivo de
não correrem grandes riscos.
Dependendo do tamanho do
evento, os bombeiros dão
suporte no local por tempo
determinado, em vista da
necessidade de se manterem
aquartelados e prontos para
outros chamados.
Sobre a fiscalização
que deverá ser feita em
edifícios e demais imóveis
de Oliveira, afirmou o
comandante que inicialmente
será feito um trabalho de
conscientização sobre os
instrumentos exigidos, como
extintores, corrimãos e saídas
de emergência. “Sabemos que
as cidades têm dificuldades
em assimilar rapidamente
novas mudanças. Por isso
o trabalho será gradativo,
sendo cobrado apenas o que
realmente oferece riscos. Em
caso de riscos clássicos, a
postura será mais enérgica. Do
contrário tudo será bastante
amigável, conversando com
a população”, esclareceu o
João Bosco Ribeiro
Militares do Corpo de Bombeiros na redação da GM:
meta é informar e conscientizar a população.
tenente.
afogamentos, alagamentos hospitalares, que poderão
Os
bombeiros e desabamentos. Pontos de ser realizadas no período
de Oliveira também se riscos serão mapeados, para diurno. Pacientes internados
preparam
para
realizar medidas corretivas mais em hospitais podem obter
trabalho preventivo para eficientes.
esse tipo de atendimento
casos de calamidade pública,
O quartel do Corpo de de forma gratuita, no caso
especialmente no que se bombeiros de Oliveira conta de necessidade de rápida
refere às possibilidades de com heliponto para pouso intervenção. A decisão pelo
ocorrência de enchentes. Será de helicópteros, aeronave transporte aéreo é do médico,
feito levantamento das áreas disponível para emergências que deve fazer o contato com
nas quais possam acontecer e
transferências
inter- a corporação.
Aluno filma surra em colega
Um aluno adolescente da Escola Estadual José Maria
Lobato (Polivalente), filmou uma surra dada a um colega de
aula, na porta do estabelecimento, por outros três colegas, logo
após o término das aulas. A ocorrência foi atendida pela sargento
Cleyvane, no dia 26 de agosto, que considerou o ato como uma
infeliz ação desses jovens. Ela alertou o infrator de que seria
responsabilizado por qualquer dano à imagem da vítima, caso o
filme seja exposto em internet, facebook ou qualquer outro tipo
de mídia. “Foi um ato de covardia, não tiveram o que alegar. A
agressão foi gratuita” disse a policial. Para ela isso é fruto do
que é visto hoje na internet e TV, pois a mídia está sempre em
busca de violência. “Hoje não se vê mensagem de bom caráter,
amor ao próximo e bons conhecimentos, que possam valorizar
as pessoas”, concluiu a policial.
Golpe em loja de celular
Mais um golpe envolvendo cartão de débito foi dado
numa loja de aparelhos celulares no centro de Oliveira. Tudo
aconteceu quando um indivíduo compareceu à loja, onde
efetuou a compra de um carregador, no valor de R$ 15,00,
efetuando o pagamento normalmente com o cartão. No mesmo
momento o suposto “cliente” consultou o preço de um celular,
no valor de R$ 2.699,00. Após, deixou a loja.
Passados cerca de 20 minutos, o mesmo indivíduo
retornou, acompanhado de outro homem, realizando a compra
desse aparelho celular. No momento de passar o cartão na
máquina, um deles fingiu estar digitando a senha, tapando
o teclado e apertando uma tecla com a qual é liberado um
pedaço de papel, momento em que trocou esse pedaço de
papel em branco por um comprovante falso, que foi entregue à
operadora do caixa. Achando que se tratava de um comprovante
verdadeiro, a funcionária entregou a mercadoria e os meliantes
deixaram a loja normalmente.
De acordo com a Polícia, tudo indica que, de posse
do comprovante verdadeiro da primeira compra, o marginal
conseguiu pegar os dados da loja, como razão social e CNPJ,
tendo assim condições de falsificar um novo comprovante,
com os dados da loja e o valor do aparelho celular, simulando a
passagem do cartão.
Furto em loja do centro
Uma loja de confecções localizada na Rua Alexandrino
Chagas, centro de Oliveira, foi vítima de furto na madrugada
do dia 27 de agosto, última terça-feira. Por volta de 8h30 a
Polícia Militar foi acionada pela proprietária da loja. Ao
chegar ao estabelecimento, os militares constataram dois
vidros quebrados e dois cadeados violados. O arrombamento
teria sido feito supostamente por um menor, tendo em vista as
pequenas dimensões da passagem.
Por meio de denúncia anônima, os policiais se dirigiram
à Rua José Ferreira, onde foram recuperadas, num matagal,
64 peças de roupas, quatro pares de óculos e três cintos de
tecido. As mercadorias foram apresentadas à vítima, que as
reconheceu como de sua loja. Todo material foi enviado à
delegacia de Polícia Civil, par averiguações.
Bombeiros atendem caso
de incêndio
Uma equipe do Corpo de bombeiros de Oliveira,
composta por três militares, atendeu uma ocorrência de
incêndio residencial no município de Santo Antônio do
Amparo. O sinistro aconteceu no dia 27 de agosto, por volta
das 6h40, no centro de Santo Antônio. A guarnição realizou
análise da área sinistrada, avaliando a existência de vítimas no
local e de segurança para os moradores vizinhos. O local foi
isolado. As chamas foram combatidas por meio de mangueiras
acopladas ao caminhão, com gasto de aproximadamente 4
mil litros de água. Foram constatados apenas danos materiais,
com perda de bens como roupas, documentos pessoais dos
moradores, aparelhos de TV, camas, colchões, geladeira,
fogão, armário de cozinha, sofá, máquina de costura, guardaroupas, estante e aparelho de som.
Bombeiros resgatam
filhote de cão
O Corpo de Bombeiros de Oliveira, atendendo
solicitação de um morador do bairro São Bernardo, conseguiu
resgatar um filhote de cão, preso na tubulação de esgoto de
sua residência. Os bombeiros fizeram uma varredura na área
e localizaram o filhote preso pela cabeça na tubulação. O
cãozinho, retirado com vida, pertence ao visinho do solicitante.
06
GAZETA DE MINAS
De 28/08 a 01/09:
— ExpoCláudio, com shows de: Dia 28, Fred &
Gustavo (entrada franca); dia 29, Gusttavo Lima; dia 30,
Chitãozinho & Xororó; dia 31, Cristiano Araújo Zé Ricardo &
Thiago e dia 1º, João Lucas & Diogo (entrada franca) - Parque
de Exposições de Cláudio.
Dia 07/09:
23h – Independência ou Folia 2013 – A melhor micareta
de Oliveira, com camarote, open-bar, Grupo Nu Batuque e DJ
Augusto Camargo, no Ranchão Saraiva.
De 07 a 15/09:
— Reinado de Nossa Senhora do Rosário —
— Festa do Congo 2013 —
Dia 07: às 19h, desfile do Boi do Rosário, saindo da
Casa dos Congadeiros, Rua São Judas Tadeu, bairro das Graças,
em direção à Praça XV de Novembro.
Dia 08: Às 11h, “Missa Conga” pelas almas do
Congadeiros, que será celebrada pelo padre Roberto Carlos de
Almeida, na Matriz São Sebastião.
De 08 a 14: Todos os dias às 20h, na Praça XV de
Novembro, Reinados dos Santos Padroeiros e entrega de coroas:
Nossa Senhora do Rosário (dias 08 e 09), Nossa Senhora das
Mercês (dias 10 e 11), São Benedito (dia 12), Santa Efigênia
(dia 13), Nossa Senhora Aparecida (dia 14).
Dia 15, às 14h, procissão dos ternos com os Santos
Padroeiros, saindo da igreja Matriz. Às 15h, descendimento dos
mastros e bandeiras na Praça XV de Novembro, encerrando as
festividades.
02/09 – Sirley Clécio da Silveira, Marcos Estevan
Bicalho, Regina Dias de Oliveira, Kelly Canhestro de Oliveira.
03/09 – Reinaldo José Vidal, Betty de Castro Abreu
Rebello, Samira Costa Bese, Vânia Lourdes de Oliveira, Marília
do Nascimento, Maria Eugênia Agreste Resende, Maria Lúcia
Agreste Ferreira, Mayra Fernanda Silva Castro.
04/09 – Messias Paulo Nazaré, Maria Berenice Fonseca
Rocha, Maria Teresa Paiva.
05/09 – Lázara Maria Alves Andrade, Jessamine Andrade
Máximo, Ademir Campos de Menezes, Marcilene Janaína de
Barros, Pedro Henrique França Palomino.
06/09 – Dirce Batista de Morais, Adriana Aparecida da
Silva Domingos, Olavo Romano, Carmem Maria Avelar Viana,
Otaviano Gabriel Diniz Reis, Maria Aparecida Lucena.
07/09 – Sandra de Castro Mendes, Maria Helena
Salgado, Gilda Michalsky, Ariane Barbosa, Leandro Mendes
Ribeiro, Adriano Leão Resende, Jânio Carlos Nogueira.
08/09 – João Bosco Pinheiro, Elisandra Mara Vilela
Resende Monteiro, Dina Guadereto Ferreira.
01/09/2013
Em busca de uma vida melhor sem drogas
Um projeto de sociologia da Escola Estadual
Coronel Mário Campos, com o objetivo de conscientizar
adolescentes e jovens sobre as consequências drásticas
para a vida com o uso de drogas. Christian Mascary foi
o convidado para ministrar as palestras.
Foram cinco encontros que possibilitaram aos
estudantes sentirem o mal que as drogas podem causar
em suas vidas.
Christian lembrou a todos que sua mensagem
foi passada, mas cabe a cada um fazer a sua escolha. E
que o jovem deve e pode fazer a diferença em sua vida
e na vida do próximo.
Parabéns Christian pela disponibilidade em
trabalhar um tema tão complexo na atualidade e
principalmente pela competência e carinho para com
os estudantes. A Escola Estadual “Coronel Mário
Campos”, agradece.
Agenda de
Aniversários
Parabéns! Que sua vida seja de paz, amor e realizações.
30/08 – Terezinha da Silva Cambraia, Luís Roberto de
Sousa, Walbert Trindade Moraes
31/08 – Isaias Alexandre Gomes
02/09 – Aloísio de Paula Praxedes
03/09 – Marco Túlio Moraes Bese
04/09 – Eustáquio Ananias Bese
07/09– Eloísa Lara Saraiva
08/09 – Américo Santos de Sousa
Galeria Gemma`s
Cida Lopes
Foi inaugurado dia 10 de agosto a primeira galeria de
lojas em nossa cidade. Pertence ao casal Maria Aparecida e
Marcos Ramos Assis, o Gema (foto).
Foram instaladas as seguintes lojas: DegModas,
Oficina de Modas, Kagê Calçados, PlugNet, Lanchonete e
Sorveteria, Estúdio de Tatuagens Zulu e muito em breve será
instalado consultório médico.
Um novo espaço com requinte e bom gosto. Sucesso
aos proprietários.
16/08 – Nicodemos
A. Ferreira da Costa, 35
anos
18/08 – Antônio
Martins da Silva, Maria de
Lourdes da Mata, 84 anos
19/08 – Isael Aguiar
Domingos, 27 anos
20/08 – Averardo
Miguel, 49 anos, Lucimara
de Sousa Andrade, 45 anos
23/08
–
Luís
Gonçalves, 78 anos
25/08 – Ivo Diogo,40
anos, Ilza Terra, 97 anos,
Maria Dulce Resende
Campos
Funerária Santa Cruz
Fone: 3331-2632
Cida Lopes
O palestrante Christian Mascary (centro) com os estudantes da
Escola Estadual “Coronel Mário Campos”.
Assembleia Geral de Constituição,
Aprovação do Estatuto, Eleição e Posse
da Diretoria da Lira Musical Francisco
Paulense
Edital de convocação
Pelo presente Edital de Convocação, ficam convidados os
moradores do município de São Francisco de Paula/ MG, maiores de
dezesseis (16) anos, em condições de votar e serem votados, para as
eleições a serem realizadas aos onze (11) dias do mês de setembro,
do ano de dois mil e treze (2013), às 19h, no local da reunião, sito
à Praça Pedro Severino Aguiar, nº 170, centro, no município de São
Francisco de Paula/MG, CEP: 35.543-000, quando serão eleitos
membros para compor a diretoria da futura Associação.
Ficam dispostos os cargos de Presidente, Vice-presidente,
1º Secretário, 2º Secretário, 1º Tesoureiro, 2º Tesoureiro e os cargos
de Conselho de Administração e do Conselho Fiscal.
Das Eleições e Votações
A eleição será realizada, na Praça Pedro Severino Aguiar,
nº 170, centro, no município de São Francisco de Paula/ MG, CEP:
35.543-000, aos onze (11) dia do mês de setembro, de dois mil e
treze (2013), das 19h às 20h. Podem votar as pessoas residentes no
município de São Francisco de Paula que comparecerem no local
informado.
Da Apuração
Tão logo termine a votação, verificado com o presidente
da mesa o transcurso normal do processo, será instalada a mesa
apuradora e após a conferência dos votos será declarada a chapa
vencedora.
Considerações Gerais
A posse dos eleitos se dará ao término do processo, podendo
ser agendada uma data específica para posse festiva. O presente
Edital encontra-se em concordância com as normas previstas no
Estatuto da Entidade, podendo ser acessado por qualquer pessoa a
qualquer tempo para saber das intenções da Associação.
São Francisco de Paula, 28 de agosto de 2013.
Ponto de Luz
“É um erro confundir o desejar com o querer. O desejo
mede os obstáculos, a vontade os vence”.
“O êxito na vida não se mede pelo que você conquistou,
mas sim pelas dificuldades que superou no caminho”.
07
GAZETA DE MINAS
01/09/2013
Cultura
Foi brilhante a 2ª edição do
Oliveira ao Luar, realizada
no sábado, 24 de agosto, no
Ranchão Saraiva. A banda
Regra 3 teve uma excelente
apresentação, com um
repertório muito agradável
e obteve satisfação geral
do público presente. A
organização caprichou na
decoração e já está
pensando no próximo.
Aperfeiçoamento
Aniversários
Adriana Reis Junqueira festejou mais um ano de vida
no sábado, 24 de agosto, no restaurante Chez Bastião, em Belo
Horizonte. Entre os presentes: os pais Heloísa Reis e Haroldo
Junqueira, Francisco Augusto Resende, Maria Letícia Reis,
Tânia Siqueira, Fernanda Mattar, os irmãos Fernando e Américo
Junqueira, Rafael Naves, Ana Kellen Assis.
Exterior
Carolina
Valladão
Mendes, filha de Beatriz
Valadão e Laércio Mendes
está passando uma temporada
na Austrália. A jovem
participa de um interâmbio
cultural e deve ficar lá por um
bom tempo. Boa sorte!
Rapidinhas
ÎMuitos oliveirenses
curtiram a Festa do Peão de
Barretos.
Divulgação
O curso de Direito da FEOL promoveu a Semana Jurídica, versão 2013, no período de 19 a
20 de Agosto, no espaço do Center Cine. Organização perfeita. Palestrantes de altíssimo nível
apresentaram temas atuais sobre vários aspectos da área da Justiça no Brasil. A professora
universitária da UFLA e procuradora federal Maria Celina Almeida discorreu sobre nuances
da Constituição Federal, com brilhantismo e conhecimento completo do assunto.
Cumprimento os acadêmicos da FEOL, na pessoa do aluno Francisco Neto.
Reforma
A Capela de Santa
Terezinha, localizada na
Escola Estadual “Mário
Campos e Silva”,
Bairro São Sebastião, está
passando por reforma. A
comunidade católica está
empenhada, participando
ativamente dos trabalhos e
oferecendo doações,
com vistas à conclusão da
obra de um templo que faz
parte da história de
Oliveira.
Visitando a terrinha
ÎUma
família
exemplar: Sônia e Caetano
Antônio Lisboa e as filhas
Beralda, Janaína e Mariana.
ÎSempre bom um
encontro com: Maria Lígia
Costa Almeida, Tânia André
Santos, Bernadete Junqueira,
João Carlos Rivetti, Cristina e
Eliúde Colhado.
ÎA senhora Amine
Mattar Sartori está feliz com
a chegada do bisneto Mauro,
filho do neto Fause. Parabéns!
ÎA princesa Isabel
da Festa do Congo deste ano
será Vanessa Vieira Silva. O
festejo terá início no sábado,
07 de setembro, com o desfile
do “Boi do Rosário”.
Divulgação
O oliveirense Helton Moreira reside há 33 anos em Nova
York e está no Brasil revendo a mãe Vicentina de Paulo,
familiares e amigos. Heltinho (centro) em Tiradentes com os
amigosHeber Pinheiro e a esposa Concinha,
José Carcache e a filha Caroline.
Divertimento
No próximo dia 7 de setembro acontecerá o evento
“Independência ou Folia”. Um ótimo programa para o sábado
à noite, no Ranchão Saraiva. Haverá show com a banda “No
Batuque” que executa músicas populares adaptadas para samba.
Imperdível!
Toque de pesar
Oliveira ficou consternada com a perda da senhora
Dulce Rezende Campos. Um ser humano exemplar e de enorme
simpatia. Além da grande cultura, dona Dulce era apaixonada
pelas flores e tinha um dos mais belos jardins de Oliveira.
Nossos sinceros pêsames à família, representada pelo marido
Jaques Carlos Campos e os filhos Carolina, Daniel e Luciana.
Outra sentida perda foi a da senhora Ilza Terra. Deixa seu
exemplo de integridade, de dedicação à família e ao próximo.
Abraços de conforto aos filhos Artur, Lia, Jofre e Odda.
Divulgação
O primeiro aninho de Maria Clara de Oliveira Silveira foi
comemorado no espaço “Fábrica de Sonhos”, no sábado, 24
de agosto. Juntamente com os pais Janice e Sirley Clécio,
seus irmãozinhos Andressa e Vinicius e toda a família.
Divulgação
Na tarde de sábado, 24 de Agosto, fazenda Guarita,
reuniram-se os amigos e familiares de Romeu Resende dos
Santos. Sua esposa Carmen, Romelita e Breno, Tristão e
Cláudia, organizaram a celebração da chegada dos 80 anos
do dono da linda localidade da família Tavares/Santos.
Almoço delicioso. Alegria estampada nos olhinhos dos
netinhos Breno e Olívia. Descontração geral. Música ao vivo
com Evanil e Dominguinhos.
Parabéns ao estimado senhor Romeu e ao seu netinho
Breno, que trocou de idade no dia 29 de Agosto.
Os 89 anos
do senhor
José Vitalino
Costa foram
festejados no
sábado, 24
de agosto.
Presença
da esposa
Conceição
Silveira Costa,
filhos, noras,
genros, netos e
irmãos.
ÎRealizou-se
no
sábado, 24 de agosto, na
Praça XV de Novembro, a
Marcha para Jesus. O evento
foi organizado por Weberson
Valadares de Oliveira e foi o
maior sucesso.
Formatura
Raphael
Henrique
Machado
Stacanelli, filho
de Sandra Mara
e
Derlani Colhado
Stacanelli,
formou-se em
zootecnia pelo
Instituto
Federal de
Minas Gerais –
campus
Bambuí.
Elisa Roberta
Especial
Interessantíssima a entrevista do oliveirense Olavo
Romano, presidente da Academia Mineira de Letras, no
jornal Pampulha, edição de 24 de agosto.
Vale a pena conferir!
Nascimentos
ÊNasceu em Oliveira, dia 03 de agosto, o fofinho Érik,
filho de Fernanda e Eliú Colhado. Um irmãozinho para Enzo.
Felicidades!
Divulgação
ÊNasceu em Belo Horizonte, dia 25 de agosto, a doce
Marina, filha de Daniela e Marcelo. Os avós Carmem e Divino
Barros estão felizes com a chegada da primeira netinha.
Parabéns!
08
GAZETA DE MINAS
01/09/2013
Editais de Proclamas
Investir nos últimos
“
Uma Igreja pobre
para os pobres”,
pérola
programática
e
paradigmática
do
Papa
Francisco. Explico: essa
frase estabelece um programa
de missão para a Igreja,
retomando o desejo de Jesus
no envio dos discípulos ao
determinar que deveriam ir
sem bolsa, mantimentos, duas
trocas de roupa ou dinheiro.
Também se torna paradigma,
ou seja, chave de leitura,
explicação para a ação,
as palavras e as possíveis
reformas na instituição Igreja
Católica. Traz de volta um
apelo do Concílio Vaticano II
expresso como a “opção pelos
pobres” nos já longínquos
anos 60. Não basta ajudar os
pobres com ações caridosas.
É preciso estar com eles, ser
como eles, ser deles. A Igreja,
para transformar, não trabalha
como uma ONG, ela acontece
no meio do povo e pelo
próprio Povo de Deus.
No Evangelho de
Lucas, no seu capítulo 14, esta
semana encontramos Jesus em
um banquete. É numa grande
refeição que o Senhor se faz
presente para transformar.
Ele observa que vários
escolhem os primeiros lugares
e convidam pessoas ricas e
influentes para suas festas.
A partir do fato constatado,
começa o Mestre a incomodar
os grupinhos fechados. Para
Jesus, melhores são os últimos
lugares e os convidados mais
importantes, pobres, doentes,
aleijados e excluídos. Uma
inversão é apontada. Nosso
maior investimento será
convidar à frente os mais
importantes que estão nos
últimos lugares da sociedade.
Quebrar a divisão do rico e
pobre, sarado e doente, bonito
e feio, de uma ou outra cor de
pele, formado na faculdade ou
analfabeto. Criar a refeição
do amor gratuito, generoso
e serviçal. Uma grande
Eucaristia onde Jesus, que é
a Ressurreição e a Vida, será
nossa grande recompensa.
A caridade que o
Evangelho nos pede vai
além do dar esmolas de vez
em quando. Não é um gesto
isolado e separado do ser
cristão, mas algo próprio,
intrínseco. O cristão é caridoso
sempre ou não é cristão.
Não adianta manter-se fora,
distante e nas mordomias. É
preciso se misturar como o
fermento que se faz um com
a farinha e não se separa
mais. A Igreja verdadeira
não está na instituição ou no
templo, está na sociedade, nos
ambientes mais diversos e na
vida de cada cristão. Essa é
a Igreja pobre, dos últimos,
que celebra a missa com as
mais diferentes pessoas e de
portas abertas. Que escuta,
acolhe, visita, dá uma palavra
de conforto. Uma Igreja sem
poder ou separação, que segue
com consciência a Palavra de
Deus.
A pobreza dos últimos
lugares e da condição de não
ter com que retribuir passa
pela humildade e gratuidade.
Humilde é quem não se põe
em primeiro lugar, não coloca
seus interesses, necessidades
e projetos em primeiro lugar,
mas tendo consciência de
suas próprias qualidades,
coloca-se a serviço de todos
e considera os outros como
mais importantes. Gratuidade
é a condição de quem, quando
oferece, já se sente agradecido
pelo simples fato de ter
servido.
Jesus, ao falar para
não convidar familiares,
amigos e vizinhos, não
pode
ser
compreendido
como alguém que desfaz
das relações familiares ou
de amizade, o que poderia
sugerir uma leitura ao péda-letra ou fundamentalista.
Esse não é o jeito correto de
ler a Bíblia. Numa leitura
global, percebemos que Jesus
também tinha sua família e
seus amigos, como Marta,
Maria e Lázaro, que muitas
vezes o acolheram em casa.
Jesus, numa refeição comum,
fala para nós do Reino de
Deus. Ao narrar um banquete
na casa do fariseu, Lucas
passa para a comunidade o
modo como Deus organiza o
banquete da vida.
O
programa
de
pastoreio assumido pelo Papa
Francisco sacode uma Igreja
fechada em si mesma, feita de
sacristia, procissão e cultura
religiosa.
Um
programa
de vida que retoma os
questionamentos evangélicos,
faz-nos ler mais a Bíblia
para
avaliarmos
nossas
celebrações, nossos grupos de
pastorais e movimentos. Um
paradigma que serve como
espelho para que a Igreja seja
de fato pobre, simples, aberta,
dialogal, despretensiosa e para
os pobres, para os grandes
convidados para a ceia do
Senhor. Amém!
Marisa Chagas Leite Naves, Oficial do
Registro Civil de Oliveira, MG faz saber que
pretendem casar-se:
Edital nº 8.361
Glenan Fiúza Quintal e Daniela
Sebastiana Fernandes Resende, ele filho do
senhor José Quintal Sobrinho e Denize Fiúza
Lemes Quintal, ela filha do senhor Daniel de
Sousa Resende e Lourdes Fernandes Resende.
Edital nº 8.362
Alexandre Rodrigues da Silva e Hellen
Mendes dos Reis, ele filho do senhor Olímpio
Orlando da Silva e Ana da Silva, ela filha do
senhor Geraldo Sávio dos Reis e Josefina de
Oliveira Reis.
Edital nº 8.363
Daniel Rodrigues dos Santos e Diná
Maria Marques Correa, ele filho do senhor
Paulo Rodrigues dos Santos e Elizabete das
Graças dos Santos, ela filha do senhor Antonio
Décio Correa e Elisabeth Aparecida Pacheco
Correa.
Edital nº 8.364
Marcos Fernandes Cruz e Mislaine
Aparecida da Silveira, ele filho do senhor
Sebastião da Silva Cruz e Natividade Resende,
ela filha do senhor Jesus Inácio da Silveira e
Eunice Maria da Silveira.
Edital nº 8.365
Marcos Paulo Rolin Gonçalves Alves
e Brena Cristina da Silva Silveira, ele filho
do senhor Márcio Gonçalves Alves e Sandra
Aparecida Rolin, ela filha do senhor Ederson
de Assis Silveira e Reginalda da Silva.
Edital nº 8.366
Darlisson Henrique Braga Custodio
e Bruna Luísa Silva Silveira, ele filho do
senhor Sydnei Valdir Inácio Custodio e Beatriz
Aparecida Braga, ela filha do senhor Ederson
de Assis Silveira e Reginalda da Silva.
Edital nº 8.367
Jefferson Willian dos Santos e Jéssica
Coelho dos Santos, ele filho da senhora Márcia
Aparecida dos Santos, ela filha do senhor Paulo
Henrique dos Santos e Daniela Coelho.
Edital nº 8.368
Luciano Júnio Oliveira Santos e
Maria Emília de Oliveira Laguardia, ele filho
do senhor José Lucio dos Santos e Piedade
Lopes de Oliveira, ela filha do senhor Jair
Lázaro Laguardia e Maria Helena de Oliveira
Laguardia.
Câmara Municipal de Oliveira
&$0$5$081,&,3$/'(2/,9(,5$
5(/$7Ï5,2'(*(67­2),6&$/
'(021675$7,92'$'(63(6$&203(662$/
25d$0(172),6&$/('$6(*85,'$'(62&,$/
-XOKRD-XQKR
5*)$QH[R,/5)DUWLQFLVR,DOLQHDD
5
'(63(6$6(;(&87$'$6
ÒOWLPRV0HVHV
'(63(6$&203(662$/
'(63(6$%587$&203(662$/,
3HVVRDO$WLYR
3HVVRDO,QDWLYRH3HQVLRQLVWDV
2XWUDV'HVSHVDVGH3HVVRDO'HFRUUHQWHVGH&RQWUDWRVGH7HUFHUL]DomR†žGRDUWGD/5)
'(63(6$1­2&20387$'$6†žGRDUWGD/5),,
,QGHQL]Do}HVSRU'HPLVVmRH,QFHQWLYRVD'HPLVVmR9ROXQWiULD
'HFRUUHQWHVGH'HFLVmR-XGLFLDO
'HVSHVDVGH([HUFtFLRV$QWHULRUHV
,QDWLYRVH3HQVLRQLVWDVFRP5HFXUVRV9LQFXODGRV
'(63(6$/Ë48,'$&203(662$/,,, ,,,
'(63(6$727$/&203(662$/'73,9 ,,,D,,,E
$385$d­2'2&8035,0(172'2/,0,7(/(*$/
Nossa Senhora de Oliveira.
727$/
5(&(,7$&255(17(/Ë48,'$5&/9
'$'(63(6$727$/&203(662$/'73VREUHD5&/9, ,99
/,0,7(0$;,02LQFLVRV,,,H,,,GRDUWGD/5)
/,0,7(358'(1&,$/†~QLFRGRDUWGD/5)
)RQWH
&$0$5$081,&,3$/'(2/,9(,5$
/HRQDUGR$QDQLDV/HDR
3ROO\DQQH6LOYD6DQWRV
5LFDUGRGH6RXVD
3UHVLGHQWH
&RQWUROH,QWHUQR
$VVHVVRU&RQWDELO&5&0*
/LOLDQGH)DWLPD5LEHLUR
0DUFLOHLD'LDQH)HUQDQGHV
'LU'LY&RQWDELO&5&0*
'LU'LY)LQDQFHLUD
*Padre Diovany Roquim
Amaral é pároco da Catedral
,16&5,7$6(0 5(6726$3$*$5 1­2352&(66$'26
/,48,'$'$6
09
GAZETA DE MINAS
01/09/2013
Picles
Surge uma Nova estrela no céu: astro
explode em Delphinus
* João Ribeiro de Barros
a noite do último dia 14 foi descoberta uma estrela na
constelação de Delphinus (Golfinho), prontamente
registrada pelos telescópios do mundo todo, inclusive de Minas
Gerais. Eventos dessa natureza são denominados de Nova, pois
em um local do céu onde não havia aparentemente nada, explode
uma estrela brilhante e que, dia após dia, vai aumentando seu
brilho até se arrefecer. Pode durar semanas. A Nova Delphinus
2013, ou pela nomenclatura formal PNV J20233073+2046041
foi observada pela primeira vez pelo astrônomo amador japonês
Koichi Itagaki, de Yamagata. Em seu ápice de brilho, no dia 18,
a Nova chegou a ser vista no céu noturno sem a utilização de
instrumentos. Dentre os astrônomos que registraram a imagem
da nova estrela está nosso sócio no SONEAR, observatório
astronômico instalado no Morro do Diamante, Oliveira,
Cristóvão Jacques, por meio de equipamentos em Belo
Horizonte, dois dias após a descoberta do novo astro.
Para se ter uma ideia do processo, o astrônomo japonês
fotografou uma região do céu com a utilização de câmara
digital CCD acoplada a um telescópio em um dia e repetiu o
procedimento no dia seguinte. Ao comparar, descobriu que
havia uma nova estrela na última imagem obtida. O registro foi
feito junto à União Astronômica Internacional (IAU), que soltou
a circular para todos os astrônomos. Eles não só confirmaram
a descoberta, como obtiveram novas imagens a partir de vários
pontos do Planeta. A denominação Nova para esse tipo de
evento foi usada pela primeira vez pelo astrônomo dinamarquês
Tycho Brahe, no século XVI, pouco depois de os portugueses se
aportarem pelas terras brasileiras.
Mas, afinal, como se dá tal acontecimento celeste? O
clássico surgimento de uma Nova ocorre quando há um sistema
binário de estrelas, ou seja, a existência de dois sóis bem
próximos, assim mantidos em órbita por meio de um centro
de gravidade comum, de tal maneira que possa ocorrer troca
de matéria entre o sistema duplo. Normalmente, conforme
os pesquisadores, uma das companheiras é uma Anã Branca,
que tem seu disco acrescido de matéria – hidrogênio - sugado
da outra estrela. Acumulado na superfície da estrela, esse
hidrogênio absorvido funde-se em hélio ao ser aquecido, ocasião
em que a Anã Branca inicia seu processo de ignição, como
um reator nuclear. Ocorre que a estrela Anã Branca mantémse como tal, pois a ignição ocorre nas camadas externas que
receberam hidrogênio da companheira maior. Curioso é que o
processo pode repetir-se. Ou seja, depois de alguns milhares
de anos, havendo novo acúmulo de hidrogênio na superfície da
Anã Branca, pode ocorrer nova explosão na mesma estrela.
Somente a título de ilustração, a geração de energia e
N
luz é tão intensa que ultrapassa em 50 mil a 100 mil vezes o
brilho de nosso Sol. Embora ocorra este salto de brilho, estrelas
Novas que podem ser observadas a olho nu aparecem no céu
uma a duas vezes a cada 10 anos, pois a maioria desses astros
ocorre em regiões muito distantes e, dessa forma, impossíveis
de serem observadas com vista desarmada. Depreende-se, daí, a
importância da Nova Delphinus.
Irmã mais velha do Sol
Uma equipe de 16 astrônomos internacionais, com
a participação de quatro brasileiros da Universidade de São
Paulo (USP) e dois da Universidade Federal do Rio Grande do
Norte (UFRN) descobre uma estrela parecida com nosso Sol,
porém com quase o dobro da idade. Vale lembrar que o Sol
tem 4,6 bilhões de anos. A irmã mais velha do Sol, com 8,2
bilhões de anos, foi encontrada na constelação de Capricórnio,
distante de nós 250 anos-luz. Os trabalhos foram realizados
com a participação do Observatório Europeu do Sul (ESO),
localizado nos Andes chilenos. Desde 2011, foram 40 noites de
observações até a confirmação da descoberta da gêmea mais
velha do Sol, cujo código formal é HIP 102152.
Os estudos serão publicados na revista científica
Astrophysical Journal Letters e, de acordo com os
pesquisadores, existe a possibilidade da existência de planetas
telúricos, ou terrosos, como Mercúrio, Vênus, Terra e Marte,
em torno da gêmea do Sol. Mas, o fator mais importante da
descoberta é ter um parâmetro de como nosso Sol deverá se
comportar ao envelhecer, uma vez que se encontra na metade
de sua vida. A exemplo de nosso Astro-rei, a HIP 102152
apresenta, igualmente, níveis baixos do elemento químico lítio.
Os indícios são de que, em estrelas semelhantes ao Sol, quanto
mais velhas, menos lítio possuem. No mesmo estudo foi ainda
possível estabelecer a idade de outra estrela gêmea do Sol, a 18
Scorpii, na constelação de Escorpião, com 2,9 bilhões de anos.
Ou seja, uma bem mais nova e outra bem mais velha. Ressaltese que a primeira estrela gêmea do Sol foi descoberta em 1997,
mas são poucos os registros desse tipo.
Até nosso próximo encontro, na primeira edição de
outubro. Céu limpo e boas observações!
*O autor é jornalista formado pela UFMG com pósgraduação em Ensino de Astronomia pela Universidade
Federal de Ouro Preto (UFOP); graduado e Licenciado em
Letras: Português-Francês (UFMG); pós-graduado em Língua
Portuguesa: Leitura e Produção de Textos (UNI-BH); mestre
em Linguística e Língua Portuguesa (PUC Minas); professor
do ensino fundamental, médio, técnico e superior; membro do
Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais (CEAMIG),
desde 1998, e dos projetos de Astronomia
Atlas (BH-Caeté) e Sonear (Oliveira).
COMUNICADO IMPORTANTE
As empresas do Grupo YAMAHA DO BRASIL comunicam a todos os interessados que a empresa
TRIAMA MOTOS LTDA., localizada na Av. Pinheiro Chagas, 51, Centro, Oliveira - MG, desde 15 de
agosto de 2013, não é mais concessionária autorizada da marca.
A lista completa das concessionárias autorizadas da marca YAMAHA pode ser consultada no
seguinte endereço eletrônico: www.yamaha-motor.com.br.
Para mais informações, consulte o nosso SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente) pelo telefone (11)
2431-6500, de segunda a sexta, em horário comercial, ou por e-mail: [email protected] –
SAC Consórcio: 0800-774-3233 ou e-mail: [email protected] – SAC Banco:
0800-774-8283 ou e-mail: [email protected] – ou ainda o CAS – Atendimento aos
Portadores de Deficiência Auditiva ou de Fala: 0800-774-1415.
A Polícia
S
er policial hoje é coisa ingrata. A interpretação que
a plebe faz dele é de uma duplicidade clamorosa.
Haja vista a interpretação dada acerca dele nestas arruaças
de junho e até hoje não terminadas. A polícia procedeu como
manda o figurino, sendo ela a guardadora da ordem, da lei, do
público e do privado.
No entanto as críticas feitas pela mídia a essa instituição
foram as mais acerbas e acervas possíveis.
Criaram um dilema para o policial. Se ele, para conter
os bárbaros vândalos das passeatas, usa a violência, a polícia é
ampla de selvageria. E se ele cruza os braços, olhando o circo
pegar fogo, é um policial indolente e relapso. Sou de parecer
que para conter a violência só violência. Se o arruaceiro está
quebrando tudo, que a polícia quebre o cassetete nele. Há
certas ocasiões que ser contemplativo é estimular o crime.
A polícia deve dançar de acordo com a música. Se a
passeata dos mascarados está pondo pra quebrar, pau neles. Se
ordeiros, assista de longe.
Parabéns para a passeata feita aqui em Oliveira.
Também os meus cumprimentos em meu nome e em nome da
cidade à polícia local.
O Getúlio e o café
N
o tempo do ditador egocêntrico, camaleônico e
traidor de todos acordos respeitáveis, o Getúlio
Vargas, na última crise do café, foi a que queimamos e
jogamos no mar milhões de sacas de nossa rubiácea, quando o
certo seria mandar para o resto do mundo esta colossal sobra,
em caráter de doação. O café vicia e todos eles seriam nossos
compradores hoje.
Quando houve uma demasia astronômica da produção
do trigo na América do Norte, o americano ofereceu, de graça,
trigo para o mundo inteiro, ensinando aos não consumidores
do pão a comê-lo.
O café e o dólar
O
preço do café, acredito eu, tem o dólar como seu
valor de compra. Recebemos a saca de 60 quilos,
em dólar. Se o dólar der outra queda como a de ontem, o café,
que já está exangue em seu preço, abotoará o paletó de vez.
Ainda bem que a Dilma fala em tabelar com um preço maior
que o atual.
Panha de Café
N
as nossas fazendas, em tempos idos e remotos,
o último dia da panha do café era um festão
inominável. Pinga, quentão, pipoca, broa de fubá às pamparras.
Desafios ao som de violas eram comuns.
Minha nonagenária memória às vezes vem à tona, daí
eu me lembrar das quadras leves e inteligentes da festança.
Vejamos:
Se ocê tivé fia bunita
Num mande panhá café
Se fô menina vem moça
Se fô moça vem muié
E mais esta:
Eu queria sê balaio
Nas coiêta do café
Pra andá dipindurado
Nas cadeiras das muié
Isto faz mais de 70 anos.
Luther King
C
inquenta anos faz hoje o discurso do negro de
alma cristalina Martin Luther King, dizendo para
o mundo os seus sonhos de igualdade racial para 250 mil
pessoas em Washington, junto ao memorial de Lincoln. Em
seu discurso ele não falou só para os presentes. Orou para a
eternidade. Deste dia até hoje, brancos e negros, de braços
dados em espírito, tecem loas ao trabalho, à liberdade e à paz.
Criou e propalou o Black Power, fazendo dele King
não só um líder negro, mas um apóstolo mundial dos direitos
e dos deveres humanos.
Foi ele assassinado em um hotel em Memphis, mas
elevou o negro à presidência da América e fez de um preto o
presidente do Supremo no Brasil. O sonho de seu discurso é
hoje uma realidade.
SAAE – SERVIÇO AUTÔNOMO DE
ÁGUA E ESGOTO DE OLIVEIRA/MG
Requerimento de Licença de Instalação Corretiva
YAMAHA MOTOR DO BRASIL LTDA.
YAMAHA MOTOR DA AMAZÔNIA LTDA.
YAMAHA ADMINISTRADORA DE CONSÓRCIO LTDA.
BANCO YAMAHA MOTOR DO BRASIL S.A.
O Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE,
de Oliveira/MG, por determinação do Conselho de
Política Ambiental – COPAM, torna público que
solicitou, em 30/08/2013, a LIC - Licença de Instalação
Corretiva do empreendimento de implantação do
Sistema de Esgotamento Sanitário de Oliveira/MG,
composto de interceptores e Estação de Tratamento de
Esgoto – ETE.
10
GAZETA DE MINAS
01/09/2013
“Cabelos de Prata”: desde 1993
A 21.ª edição do Campeonato Cabelos de Prata para atletas com mais de 40 anos (exceto
os goleiros) começou no último sábado no Estádio José dos Santos, promovido pela Asdero e
comissão de desportistas. São sete equipes inscritas. Na rodada inaugural os resultados foram
os seguintes: Tenerê 1x0 Caquinho (Carmo da Mata); Benfica 3x1 Velho Oeste e Social 3x2
Os Independentes (Carmo da Mata). Neste sábado, à tarde, jogarão Caquinho x Independentes;
domingo, a partir de 8h30: Benfica x Social e Tenerê x Rosário.
Em 1990, a direção da Asdero teve a brilhante iniciativa de promover campeonatos para
atletas veteranos. O primeiro torneio foi para movimentar atletas com mais de 35 anos (a última
edição foi em 2009). Em 1993, surgiu o “Cabelos de Prata”, para jogadores quarentões. Depois,
a competição foi desmembrada para atletas com mais de 45 anos, o “Condor”, em 2003; e o
Cinquentão é disputado desde 2010.
— — — Curtas — — —
ÊO
corredor
oliveirense Clayton Ananias
terminou em 8.º lugar na
prova dos 100 metros rasos
dos Jogos Desportivos do
Exército, disputados no Rio
de Janeiro entre 11 e 18 de
agosto. O atleta, que reside
em Ponta Grossa/PR, sentiu
uma lesão. Já no revezamento
4x100m, a equipe de Clayton
terminou em 3.º lugar.
ÊOs
corredores
da equipe do Dom Bosco
participaram
no
último
domingo da 3.ª Corrida
Rústica de Rua Senhor dos
Montes em São João Del Rei.
Agnaldo Barros terminou em
2.º lugar geral. Na faixa etária,
Enivaldo Gonçalves terminou
em 3.º; Roberto Rafael, em 4.º;
e Laércio foi o 5.º colocado.
ÊNo
último
domingo, Academia Mundial
Taekwondo Center participou
do
XV
Campeonato
Interestadual de Borda da
Mata, no Sul de Minas. Os 29
atletas da academia de Oliveira
mais 11 da filial de Córrego
do Bom Jesus conquistaram
diversas medalhas. O evento
reuniu participantes de seis
cidades de MG e 7 de SP.
ÊA equipe Gracie
Barra Bauer Team (filial
de Oliveira e Santana do
Jacaré), coordenada pelo
professor Zecão, participou
no último domingo da Copa
Regional de Jiu-Jitsu em
São Tiago. Dentre os 26
participantes, conquistaram
18 medalhas de outro e 2 de
prata. Entre os presentes,
atletas da Minotauro Team
(Team Nogueira), de destaque
nacional.
ÊA Academia
de
Karatê do OTC fez no dia 15
de agosto um exame de faixas,
coordenado pelo professor
Ronaldo
Leite
Pereira.
Participaram 15 alunos/atletas
que passaram para as faixas
amarela, vermelha e laranja.
ÊAs
equipes
de
vôlei adultas de Oliveira,
coordenadas pelo técnico
Emerson Laranjo, estiveram
no dia 25 em Lavras. No
feminino, derrota de 3x1; e no
masculino, vitória por 3x2, de
virada.
ÊO Grupo de Capoeira
Morro de Santana, coordenado
pelo
professor
Célio
Damasceno
(Branquinho)
levou 50 integrantes para um
evento em Belo Horizonte no
dia 13 de julho. Antes já havia
promovido um aulão na Praça
da Rodoviária com mais de
180 capoeiristas. E no dia 20 de
agosto fez uma apresentação
de roda de capoeira para
os alunos do turno noturno
da Escola Mário Campos e
Silva, com participação de
25 atletas. O grupo também
participou, no Parque do
Capão, de uma animada roda
de capoeira, com a presença
de 20 integrantes no dia 17 de
agosto.
ÊSetenta
alunos
do Pró-Jovem Adolescente
participaram de um dia
esportivo na Praça JK, dia 14
de agosto. Foram realizadas
diversas partidas de peteca,
vôlei, futebol de areia, além
de apresentação de skatistas.
Fernando
Avelar
fatura bi do
Campeonato
de PombosCorreios
O
criatório
de
Fernando Avelar sagrou-se
campeão geral do campeonato
promovido pela Associação
de Criadores de PombosCorreios
de
Oliveira,
somando-se a pontuação
obtida nas três provas
disputadas (velocidade, meiofundo e fundo). Foi a segunda
conquista consecutiva.
A última etapa foi
encerrada domingo passado,
quando as aves foram soltas
às 6h da manhã em Urandi/
BA, distante cerca de 700
km em linha reta de Oliveira.
Pouco menos de 10 horas
depois, os primeiros pombos
chegaram aos seus destinos
oliveirenses. A classificação
desta etapa apontou a seguinte
ordem: Fernando Avelar,
Lucas Mendonça, Marcelo
Eleotério, Clênio e Carlos
Avelar.
Complexo da Asdero
O Estado de Minas Gerais repassou à Prefeitura de
Oliveira parte das instalações da residência local do DER. E o
complexo esportivo? A própria municipalidade administrará
aquela praça de esportes ou repassará para alguma entidade?
Fala-se que ficará a cargo do SINDIPÚBLICOS (sindicato
que congrega servidores públicos municipais). Interessaria
também à ASMOL (associação dos servidores municipais)
pelo que ouvi falar. E a LEMO, estaria interessada também
naquelas dependências, que incluem quadra, piscina, sauna e
o Estádio José dos Santos?
Ficou no “poderia”
Cruzeiro x Atlético poderia ser um dos confrontos das
quartas de final da Copa do Brasil. Poderia. O primeiro jogo
de ambos foi definidor. O Galo, depois de um revés de 4x2 no
Rio, não conseguiu devolver a diferença ao Botafogo, e o 2x2
no Independência o eliminou. E o Cruzeiro confiou demais
na pequena vantagem de 2x1 construída no Mineirão. E não
suportou a pressão do Flamengo, no Maracanã, perdendo por
1x0. Uma hora a casa ia cair, e foi justamente no final do jogo,
sem chances de reação. Aquela pixotada do Dedé fez mesmo
a diferença...
Dupla alegria de Werley
O zagueiro Werley está no céu com os pés de fora.
Além de deixar sua marca na classificação do Grêmio sobre
o Santos (2x0), pela Copa do Brasil, ele está eufórico com a
gravidez da esposa Renata. Veja como o oliveirense comemorou seu 17.º gol como profissional (foto).
Vendem-se:
- Apto de 1 qto, 1 vaga
garagem, no b. Liberdade,
rua
Aimée
Semple
Mcpherson, 100 apto. 202,
em Belo Horizonte (excelente
localização, em frente à
portaria da UFMG, da av.
Antônio Carlos). (31)99680307/ (31)3411-2128.
- Casa na rua Paraná, b.
Rosário. (37)9846-7850.
- (ou troca-se) por
1 barracão de 3 ou 4
cômodos, 1 carro Santana,
ano 88, inteiro, cor prata,
bem conservado. Paga a
diferença que for combinada.
Interessados procurar na Rua
Dr. Odorico, 260, acima do
cemitério, b. Acácio Ribeiro.
3331-3382.
- Lote de esquina c/
400m² no b. Domingos
Ribeiro. 9803-4453.
- (ou troca-se) por
imóvel em BH, sítio de 36
hec., casa de 8 cômodos,
piscina, barracão de ordenha,
localizado às margens Rod.
Fernão Dias, KM 628. (37)
9803-4453 ou (31)98978631.
Ponto
comercial
de 100m² em terreno de
360m², c/ 2 cômodos, 3
banheiros, cozinha, garagem
e base p/ construção de um 2º
pavimento, no bairro Maria
Amélia. R$ 90 mil. 33311637. CRECI MG 23175.
Alugam-se:
- Aptos. novos de 3 e 2
qtos., c/ gar. na Dr. Coelho
de Moura, 212, Oliveira. (37)
8802-5373 (Chicre).
- Apto. de 3 qtos. (1 suíte)
no conj. Michel Mitre, na Av.
Miguel Resende. 3331-2256
ou 3331-3604.
- Apto. na Av. Rio São
Francisco, 1.164, 2º andar,
b. São Bernardo, com 4 qtos.
(2 suítes), sala jantar, sala
TV, copa, cozinha, banheiro
social, área serviço, varanda
e garagem. (37)9958-8012 ou
(37)9949-6819.
- O Lions Clube de
Oliveira oferece sua sede para
aluguel. Contato c/ Carlos
Victor (37)9956-0017 ou
3331-3066.
- Oportunidade! Galpão no
centro, c/ 800m², 2 banheiros,
despensa, porão grande,
garagem e lavador. 33311637. CRECI MG 23175.
- Excelente casa padrão
luxo, c/ 4 qtos. (1 suíte c/
Hidro), 2 varandas, 2 bhs,
aquec. solar, arm. embutidos,
sala ampla c/ móveis planej.,
copa, coz. planej., área de
serv. e lazer c/ churrasqueira,
lavabo, dce, quintal c/ jardins.,
canil., 5 vagas. 3331-1637.
CRECI MG 23175.
- Aptos. de 3 qtos. (1
suíte), banho social, sala,
copa, cozinha, área de serviço,
vgs garagem, no centro e São
Bernardo. 3331-1637. CRECI
MG 23175
- Pontos comerciais c/
ótima localização, próximos
a área hospitalar e a câmara
municipal.
Ideais
para
consultório, escritório, clínica
ou laboratório. 3331-1637.
CRECI MG 23175.
Compra-se:
- Aparelho de som
residencial
antigo.
Interessados favor enviar fotos
pelo e-mail: [email protected]
globo.com ou pelo fone:
9121-2286 (TIM).
11
GAZETA DE MINAS
01/09/2013
Água racionada em toda a cidade
*SAAE classifica situação como “preocupante”
*Falta de chuva e desperdício seriam os principais motivos
O SAAE (Serviço
Autônomo de Água e Esgoto
de Oliveira) começou a tomar
medidas de racionamento
de água no município de
Oliveira. O objetivo é que os
reservatórios não se esvaziem
por completo e a causa
disso estaria diretamente
ligada à falta de chuva e ao
desperdício. Durante essa
semana vários bairros da
cidade ficaram sem água
em períodos alternados. Em
nota enviada à GAZETA DE
MINAS, o SAAE avaliou a
situação como “preocupante”.
Nessa quinta-feira, 29
de agosto, foi interrompido o
fornecimento de água para as
regiões do Bairro Aparecida,
Bandeirantes, Retiro das
Pedras, Sinhaninha, toda
a região do Dom Bosco,
Populares, Acácio Ribeiro 1
e 2, Novo Horizonte, Pedra
Negra, ainda sem previsões
de abertura do reservatório.
Em nota, o SAAE pede
a colaboração de todos:
“Pedimos a colaboração
de toda a população na
questão do desperdício e da
consciência do uso correto
da água e do seu consumo.
Economizem água, diminuam
o consumo e, principalmente,
colaborem
com
nossa
autarquia, verificando quem
está desperdiçando água”,
manifestou o SAAE, que diz
estar tomando as devidas
providências para aumento da
sua capacidade.
De acordo com a
assessoria
de
imprensa
da autarquia, a vazão do
manancial está caindo e por
isso essas medidas devem
se estender até o início do
período chuvoso, previsto
para o final de setembro. O
SAAE informou ainda que
a tendência é diminuir a
quantidade de água cada vez
mais, se não houver incidência
de chuvas. De acordo com
o Instituto Climatempo, o
índice pluviométrico atual é
de ‘zero milímetros’, o que
indica que não haverá chuvas
durante essa semana, o que
deve acontecer só na próxima
quarta-feira.
“Apesar de a população
estar contribuindo muito,
a vazão está diminuindo,
devido ao fator de alta
evaporação e temperatura da
cidade, o que não favorece a
manutenção dos mananciais
em quantidades satisfatórias”,
explica. O SAAE informou
ainda que está à procura de
novas fontes de captação de
água, já que o manancial que
abastece o município estaria
no limite da sua capacidade.
Estão previstas para serem
iniciadas em dezembro deste
ano as obras de construção
de um novo reservatório,
próximo ao Cruzeiro do
Bairro Aparecida, o que
deve aumentar a capacidade
de
armazenamento
em
um milhão de litros, para
atender à região dos Bairros
Bandeirantes,
Aparecida,
Pedra Negra, Retiro das
Pedras, Acácio Ribeiro, entre
outras localidades.
Coloração
da água
O SAAE informou que
recebeu inúmeras ligações
de consumidores reclamando
da tonalidade da água, que
segundo eles, estaria diferente
do tom cristalino de costume
em alguns pontos da cidade.
Sobre essa reclamação, a
autarquia informou que a
qualidade da água continua
a mesma. “Esse fator devese à interrupção de água em
determinados pontos, e que
após retorno das atividades,
movimentam partículas que
apresentam essa coloração”,
explicaram os técnicos.
APAE realiza Semana
Nacional da Pessoa com
Deficiência
A
APAE
de
Oliveira, juntamente com
o movimento Apaeano,
realizou, entre os dias 21
e 28 de agosto, a Semana
Nacional da Pessoa com
Deficiência
Intelectual
e Múltipla, com o tema
“Desafiando os limites,
diminuindo as diferenças”,
que remete ao espírito de
luta, ao desafio e à garra
do deficiente e de sua
família. O objetivo é que
durante esse período sejam
realizadas ações para a
promoção das questões
apaeanas, que vão desde a
luta pela defesa de direitos
das pessoas com deficiência
até a conquista de novos
espaços de inclusão.
De
acordo
com
a
Federação
Nacional
das APAE, isso pode
ser feito
através
da
solicitação de audiências
públicas nas prefeituras
e câmaras legislativas,
para debater as questões
da deficiência, através de
apresentações
culturais
como shows, exposições
de arte e outras formas
de expressão produzidas
pelos
atendidos
das
Apaes, preferencialmente
nas
dependências
dos
órgãos públicos, empresas
privadas, locais de grande
circulação como shoppings,
nas escolas e instituições de
ensino superior.
“Cabe-nos
como
Instituição com 28 anos
de existência, e com a
credibilidade
que
foi
construída, cumprir com o
compromisso de promover
e articular ações de defesa
de direitos e prevenção,
orientação,
prestação
de serviços e apoio às
famílias,
direcionadas
para a qualidade de vida
do deficiente. Atualmente
nossa Apae atende 156
deficientes
com
vários
tipos de limitações, graus e
particularidades”, explica
Marília Aparecida Ribeiro,
Presidente da Apae de
Oliveira.
A associação atua
nas áreas da Educação,
Saúde, Assistência Social,
Trabalho,
Esporte
e
Lazer.
Oferece
ainda
na
área
educacional
Educação Infantil, Ensino
Serra da Capelinha
sofre com motociclistas
Fundamental
e
Eja.
“Desenvolvemos
vários
projetos, como oficinas
pré-profissionalizantes,
salas para a 3ª idade,
salas estruturadas para
autistas e outros deficientes.
Na área da saúde são
disponibilizados, em média,
184
atendimentos
por
mês, especializados nas
áreas de Fonoaudiologia,
Psicologia,
Fisioterapia,
Terapia Ocupacional; 96
procedimentos nas áreas
de Psiquiatria, Neurologia,
Clínica Médica e 40 na
área de odontologia”, conta
Marília.
Outra
área
de
destaque diz respeito à
Assistência Social, que
objetiva a atenção às
famílias e ao deficiente.
São
realizadas
visitas
domiciliares, contato direto
com conselhos, secretarias
e órgãos necessários para
esclarecimentos e acesso
a seus direitos, além de
marcação de consultas,
realização de contatos
em hospitais e clínicas,
inclusive fora do estado.
Ildeano Sebastião Silva
A Serra da Capelinha, importante
ponto de visitação de turistas e fiéis, localizada
no Distrito de Morro do Ferro, município de
Oliveira, tem sentido a ação de ocupantes
de motocicletas, que utilizam aquele espaço
como rota de passeios em grupo. Conhecidos
como “trilheiros” os ocupantes desses
veículos, dotados de pneus próprios para
rodagem fora de estrada, acabam por formar
sulcos no terreno, já enfraquecido pela grande
presença de cascalho.
A preocupação de alguns habitantes
do distrito é que a ação das motocicletas
provoque a formação de novas voçorocas,
crateras gigantes nascidas do processo de
erosão do solo. Morro do Ferro já é conhecido
nacionalmente pelas grandes voçorocas lá
existentes, que ameaçam ruas, casas e a
integridade de seus habitantes.
“Já não chega o Estado ter devorado
nossa bela paisagem, agora é alvo também
Alguns dos maiores jornais do país,
entre eles a Folha de S. Paulo e O Estado de
S. Paulo, já disponibilizaram seus acervos
históricos na internet. Em agosto de 2013 mais
um grande diário anunciou a digitalização de
todas as suas edições: trata-se de O Globo,
do Rio de Janeiro, que disponibilizou o
conteúdo no dia 17 de agosto, com publicação
de ampla matéria sobre o tema. O primeiro
jornal de Minas a desenvolver um projeto de
digitalização de seu acervo foi a GAZETA DE
MINAS, o periódico mais antigo do estado,
em março de 2006, disponibilizando todas as
suas edições, desde 1887, para acesso total e
gratuito.
De acordo com as informações
publicadas em O Globo, a digitalização de seu
acervo possibilitará aos internautas navegarem
pelas edições da publicação desde sua
fundação. O leitor pode consultar matérias ou
artigos que foram digitalizados. No total, são
mais de 11 milhões de documentos.
“Desde o início do projeto, em 2011,
de mais de 285 motoqueiros, abrindo valas,
destruindo a vegetação, afugentando os
animais. Nenhum evento cultural, religioso
ou esportivo tem o direito de ser realizado
a qualquer custo, sem obediência às leis e o
respeito à vida como um todo, ou seja: dos
habitantes, da fauna, da flora e dos próprios
participantes. Passaram por aqui sem
nenhuma obediência, sem critério algum,
invadiram áreas públicas e particulares,
deixaram poeira, abriram valas e até cortaram
as cercas das divisas dos terrenos. Fazendeiros
que estavam ordenhando suas vacas se viram
num verdadeiro inferno”, afirmou o cidadão
Ildeano Sebastião Silva.
Ildeano sugeriu à Prefeitura, por meio
da Secretaria Municipal da Agricultura e Meio
Ambiente, o fechamento da área a esse tipo
de atividade, instalando placas educativas e
conscientizando a população para que não se
mantenha omissa ao problema.
não queríamos apenas entregar a digitalização
do acervo, mesmo sabendo que seria um rico
material de pesquisa. Fomos além, indexando
todo o conteúdo por matérias, trazendo
inúmeras alternativas, para que os usuários
possam ter uma experiência única, simples
e de grande utilidade. Foram mais de 125
profissionais envolvidos. Estamos orgulhosos
e felizes. Será um presente para nossos
assinantes e uma oportunidade enorme para os
que têm interesse em conhecer, através desse
conteúdo de alto valor, fatos atuais e históricos
do Rio, do Brasil e do mundo”, ressaltou o
diretor-geral da Infoglobo, Marcello Moraes.
De acordo com O Globo, o site do acervo
conta com seis seções: Rio de Histórias, Em
Destaque, Charges e Humor, Fatos Históricos,
Frases e Fotogalerias. Elas abrangem as mais
de 1 milhão e 700 mil páginas e 9,2 milhões de
artigos, ao longo dos 88 anos do jornal.
O acervo dará acesso gratuito por tempo
limitado, pois o projeto do jornal é incluir a
ferramenta em seus pacotes de assinaturas.
12
GAZETA DE MINAS
01/09/2013
Arquiteto apresenta projeto de
recuperação do Casarão da Figuinha
O arquiteto e urbanista
Heraldo
Tadeu
Laranjo
Mendonça apresentou, nesta
semana, ao presidente da
Câmara e a alguns vereadores
de Oliveira, uma proposta de
intervenção para reabilitação
e adaptação do Casarão da
Figuinha para uso como
sede do Poder Legislativo
de Oliveira. O projeto prevê
a restauração completa do
imóvel, onde funcionaria
a parte administrativa, e a
implantação de um anexo para
plenário da Câmara Municipal
de Oliveira.
O novo espaço, anexo
ao sobrado, seria construído
em área
de
170,00 metros quadrados,
ocupando o antigo pátio
interno e parte da área de
afastamento em relação ao
passeio público. Uma rampa
ofereceria acesso à praça
que servirá de cobertura e
que contará com monumento
e bandeiras do município,
estado e país. Um segundo
pavimento abrigará a sala
dos vereadores, que também
poderá ser acessado por rampa,
dando acessibilidade para
portadores de necessidades
especiais, principalmente para
cadeirantes.
De acordo com a
proposta apresentada pelo
arquiteto, o novo espaço
contaria ainda com o “Café
Cidadão”, área de uso
público voltada para a Rua
Alexandrino
Chagas.
A
ideia consiste na criação
de um ponto de encontro e
degustação do tradicional
café com pão de queijo
mineiro, podendo o cidadão
interagir com os vereadores.
A ambiência desse espaço
seria
caracterizada
pelo
balcão e mesas em madeira e
metal, paredes com alvenaria
em pedras aparentes, sendo
nelas dispostas fotografias ou
imagens da cidade antiga e
atual.
Segundo o memorial
descritivo do projeto, o pédireito de cada um dos dois
pavimentos do anexo seria de
2,50 metros, para que a sua
volumetria não se destacasse
perante o antigo casarão.
Linhas retas, revestimentos
neutros como o granito sem
polimento da fachada e vidro
temperado na face voltada para
o corredor criado entre as duas
edificações,
contribuiriam
para que o anexo seja
caracterizado como uma obra
de estilo contemporâneo, não
confundindo as pessoas que
por ventura não conheçam a
história do imóvel.
O novo espaço contará
com sala para tesouraria,
secretaria,
telefonista;
depósito de materiais de
limpeza, almoxarifado, além
do salão do plenário, chamado
de “Plenário da Democracia”.
Para acessá-lo, as pessoas
passarão pelo Pórtico da
Justiça e da Igualdade
Social, a ser construído na
entrada do corredor que
dá acesso ao anexo. Nele
constarão os doze princípios
considerados como ideais
para o real desenvolvimento
das civilizações, tendo sua
base na Educação. De acordo
com o projeto, serão gravados
em baixo relevo nos blocos
de pedra os temas: Educação
e Cultura; Infraestrutura
Urbana e Comunicações;
Saúde; Habitação; Mobilidade
e Acessibilidade urbana;
Agropecuária; Comércio e
Indústria; Esporte e Lazer;
Energia e recursos naturais;
Meio Ambiente; Economia
e Sustentabilidade; Direitos
Humanos e Segurança e
Políticas Públicas.
“A solidez e a força
dessa comunidade unida
por esses princípios estão
representadas nesse material
pétreo, que forma o pórtico
por onde cada vereador e
cada cidadão passarão para
adentrarem ao Plenário da
Democracia, que é coberto
ou abrigado pelo espaço
humanizado da Praça da
Cidadania. O Portal da
Justiça e da Igualdade Social
é coroado pelo triângulo,
símbolo da perfeição e da
proteção divina”, explica
Heraldo.
O projeto contempla
ainda um monumento que
figuraria na praça que cobre
o plenário da Câmara. Essa
escultura simbolizaria os
primeiros caminhos que
deram origem à cidade, os
ideais de liberdade plantados
em solo mineiro e presentes
na bandeira do nosso estado,
a atividade econômica que
promoveu o desenvolvimento
do município durante a maior
parte de sua história, as nossas
riquezas minerais, a evolução,
o
verdadeiro
progresso
humano, material e espiritual,
e a paz.
De
acordo
com
o arquiteto, o trabalho
apresentado
tem
como
objetivo
reunir
dados
históricos e análises técnicas,
além de propor um estudo
para reabilitação do sobrado
da Figuinha, importante
bem cultural da comunidade
oliveirense. “Como arquiteto
envolvido com toda essa
intensa busca pela preservação
da identidade do nosso
povo, atento aos rumos que
a história caprichosamente
tem traçado quanto ao
destino desse patrimônio, em
meio às diversas tendências
manifestadas pelos agentes
sociais diante de contextos
diversos, vejo-me agora
diante de mais um desafio:
como
contribuir
para
revitalizar aquelas ruínas que,
como outras, se tornaram
realidade em Oliveira, fruto da
dificuldade do poder público
e da população em lidar com
a questão do patrimônio
cultural”, declarou Heraldo.
Segundo
ele,
o
estudo para projeto da
nova Câmara Municipal
de Oliveira tem também
como meta a abrangência de
vários conceitos que devem
convergir para o sentimento
de amor às raízes da nossa
cultura, como povo único que
somos. “A oportunidade seria
esta para que conquistemos
com a possível obra, o resgate
de uma história, a preservação
de valores e elementos
estéticos
peculiares,
a
difusão de conceitos como
sustentabilidade e uso dos
recursos naturais renováveis,
a educação ambiental que
abrange tanto o meio natural
quanto o cultural, a educação
patrimonial, que resgata a
autoestima do cidadão, evoca
valores cívicos e reforça o
sentimento de pertencimento
à cidade em que se nasce e
vive”, considerou o arquiteto.